Meu Feed

Últimos dias

O QUE ACONTECE COM LUAN E LUCAS LIMA?; Atletas de Palmeiras e Corinthians geram debate no AUP

O QUE ACONTECE COM LUAN E LUCAS LIMA?; Atletas de Palmeiras e Corinthians geram debate no AUP

Fox Sports Brasil Durante o programa, nossos comentaristas analisaram postura dos jogadores dentro das quatro linhas. Qual é a sua opinião, torcedor? Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! https://bit.ly/3dhfI3I ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #LucasLima #Luan #Futebol Veja Mais

O que é cashback? Conheça apps mais conhecidos que devolvem dinheiro de compras

canaltech O cashback é uma prática que está tornando-se cada vez mais comuns em sites de e-commerce no Brasil. É um modelo de negócio que consiste em utilizar uma plataforma, aplicativo de pagamentos ou site específico para fazer uma compra e receber de volta uma parte do dinheiro gasto. Seu nome vem do inglês, significando "dinheiro de volta", em tradução livre. Por exemplo: em uma compra de produto que possui 5% de cashback, o consumidor receberá de volta 5% do valor, resgatado em uma carteira digital ou em saldo dentro da loja. A prática foi tão popularizada entre consumidores brasileiros que certas lojas de varejo, como as pertencentes ao grupo B2W, possuem a própria plataforma de cashback. Além disso, aplicativos de pagamento instantâneo também trazem esse tipo de recurso para seus clientes. É importante diferenciar cashback de desconto: o desconto é aplicado no valor final, enquanto a primeira opção retorna uma quantia referente ao valor total. Confira, abaixo, algumas das principais opções para quem procura por cashback! -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- 1. Ame Digital (Android | iOS) Ame Digital facilita pagamentos em populares redes de varejo (Foto: Divulgação) O Ame Digital é um aplicativo de pagamentos voltado para redes de varejo da rede B2W, como Americanas, Submarino e Magazine Luiza. O usuário pode inserir dinheiro na carteira virtual comcartão de crédito, boleto ou transferência bancária. Os pagamentos podem ser feitos através de um QR Code, e o cashback é contabilizado no saldo do app. Ame Digital: como usar o aplicativo para pagar contas ou resgatar seu cashback 2. PicPay (Android | iOS) PicPay traz cashback em diferentes promoções (Foto: Reprodução/André Magalhães) O PicPay é um aplicativo de pagamentos instantâneos entre usuários ou determinados serviços. Ainda que o cashback não seja garantido em toda transação, oferece promoções semanais com o benefício. Estudantes universitários possuem cashback de 10% para quem se inscreve na ContaUni, voltada para graduandos. O saldo do PicPay, com o dinheiro retornado incluso, pode ser sacado em caixa eletrônico ou transferido para conta bancária. PicPay Universitário: como usar a conta e ter acesso a cashback 3. Méliuz (Android | iOS) Méliuz possui uma extensa lista de lojas parceiras (Foto: Reprodução/André Magalhães) Uma das mais populares plataformas de cashback do Brasil, o Méliuz possui parceria com mais de 1600 lojas em todo o país - físicas e online. Além do cashback, oferece cupons de desconto e informa ofertas exclusivas aos consumidores. A partir de R$20 em saldo, o aplicativo possibilita o resgate via transferência bancária. Méliuz: como comprar online e ganhar dinheiro de volta 4. Beblue (Android | iOS) Beblue é boa opção para estabelecimentos locais (Foto: Reprodução/André Magalhães) O Beblue opera com cashback em um formato diferente, mais voltado para lojas físicas. Em estabelecimentos que utilizem máquinas da empresa, o cliente informa o CPF e realiza o pagamento, recebendo o cashback no aplicativo. Para conferir a lista de estabelecimentos disponíveis em sua cidade, clique nesse link. Sua opção preferida está na lista? Comente! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp para Android adiciona 138 novos emojis. Veja quais são 25 filmes indispensáveis para quem quer aprender cinema Astronautas da NASA voltam sãos e salvos à Terra a bordo de nave da SpaceX Os 10 filmes mais pirateados da semana (02/08/2020) Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) Veja Mais

Os 10 filmes mais pirateados da semana (02/08/2020)

canaltech Enquanto os cinemas seguem fechados em praticamente todo o mundo, os serviços de vídeo sob demanda continuam sendo a principal alternativa para as distribuidoras lançarem filmes novos para o público. O efeito colateral disso é que as produções acabam sendo pirateadas na mesma velocidade com que são disponibilizadas online. Os lançamentos da Netflix em agosto de 2020 Lançamentos da Netflix na semana (31/07/2020) Prova disso é que o filme mais pirateado desta semana foi lançado no Disney+ na sexta-feira (31) e naquele dia mesmo se tornou o mais baixado da semana. Além dele, outros três longas inéditos que estrearam em plataformas do tipo já entraram para a lista dos mais pirateados, sem choro nem vela. Fora a velocidade com que essas produções caíram na ilegalidade é a diversidade de gêneros e temas: o novo rei do pedaço fala de empoderamento dos negros, enquanto outro fala da descoberta da sexualidade através da masturbação. Os outros dois são um ação com aquela velha conhecida temática de agente secreto e um sci-fi russo bizarro que por algum motivo pipocou na preferência do público. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Logo a seguir você confere o ranking completo com os filmes mais pirateados da semana que o Canaltech levanta com exclusividade para o Brasil para fins informativos. Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? 10. The Rental   Primeiro título dirigido por Dave Franco, The Rental acompanha dois casais que alugam uma casa para fazer um fim de semana de comemoração. Mas o que seria um momento de festejo acaba se transformando em tensão: aos poucos as coisas começam a ficar sinistras porque eles descobrem que o dono do local está espiando todo mundo. Leia também: Os 10 melhores filmes de terror da nova geração 9. Coma   Um homem sofre um acidente e é transportado para um mundo paralelo criado por seu inconsciente enquanto ele está em estado de coma. Nessa nova realidade, ele ganha superpoderes e se une a um grupo de pessoas que habitam esse universo, mas querem voltar ao mundo real. Leia também: 10 filmes de ficção científica excelentes para assistir no streaming do Telecine 10 filmes trash que você precisa assistir 8. Parasita   Vencedor do Oscar de Melhor Filme em 2020, Parasita acompanha a história da família de Ki-taek, que está desempregada e vivendo em um porão sujo e apertado. Uma obra do acaso faz com que o filho adolescente da família comece a dar aulas de inglês a uma garota de uma família rica. Fascinados com a vida luxuosa dessas pessoas, pai, mãe, filho e filha bolam um plano para se infiltrarem na família burguesa, um a um. Mas os segredos e mentiras necessários para ascender na sociedade custarão caro a todos. Leia também: Crítica | Parasita mostra a sociedade em canibalismo Além de Parasita: 10 filmes sul-coreanos para assistir na Netflix 7. Legacy of Lies   Um ex-agente do MI6 é trazido de volta ao mundo da espionagem e de altas apostas para descobrir a verdade chocante sobre as operações conduzidas por serviços secretos desconhecidos. 6. A Barraca do Beijo 2   Depois do verão mais romântico de suas vidas, Elle (Joey King) e Noah (Jacob Elordi) precisam retornar às suas rotinas. Ele vai para Harvard, enquanto ela vai para o último ano do ensino médio. À distância, eles tentam fazer o relacionamento funcionar enquanto têm de lidar com novas amizades e novos crushes. Leia também: Crítica | A Barraca do Beijo 2 peca pelo excesso de tempo e arcos coadjuvantes 5. Yes God, Yes   Dramédia baseada no curto homônimo, o longa é ambientado no começo dos anos 200 e narra a história de Alice (Natalia Dyer), uma garota religiosa de 16 anos que descobre os prazeres da masturbação depois de uma conversa mais atrevida na internet. Depois de se sentir culpada, ela decide participar de um misterioso retiro religioso para tentar acabar com o impulso de se tocar, mas a missão se torna cada vez mais complicada depois que ela conhece um garoto bonito e eles começam a flertar. 4. The Old Guard   The Old Guard é baseado nas HQs de Greg Rucka e estrelado por Charlize Theron, uma mercenária imortal com nada menos que 6 mil anos de idade. Ela e seu grupo agem em segredo, mas acabam sendo expostos depois de uma missão trazer à tona as habilidades extraordinárias de cada um. Agora, eles terão de lutar para manter as operações em sigilo enquanto têm de lidar com a descoberta de um novo membro. Leia também: Crítica | The Old Guard depende muito da disposição do espectador 3. Palm Springs   Nesta nova comédia romântica do Hulu, Nyles e Sarah se conhecem durante um casamento na cidade-título e descobrem que não conseguem deixar um a companhia do outro. O motivo é bizarro: eles estão presos em um loop temporal e vivem o mesmo dia de novo e de novo, e de novo... Leia também: Crítica | Palm Springs é um dos melhores filmes sobre amor já feitos 5 filmes de chorar de rir para assistir no streaming do Telecine 2. Greyhound - Na Mira do Inimigo   Escrito e protagonizado por Tom Hanks, Greyhound conta a história real do capitão Ernest Krause em uma das missões mais perigosas da Segunda Guerra Mundial. Em seu primeiro comando de destróier dos EUA, é ele o responsável por liderar um comboio internacional de 37 navios aliados na travessia do temido Atlântico Norte enquanto é perseguido por vários submarinos nazistas. Leia também: Crítica | Greyhound seria outro filme se visto no cinema O que é real e o que é ficção em Greyhound? 1. Black is King   Black is King é o mais novo álbum visual de Beyonce. Lançado na sexta-feira (31) no Disney+, o filme logo dominou o topo dos principais trackers de torrent internet afora. A produção é baseada nas canções da trilha sonora de O Rei Leão e tem como objetivo "celebrar o tamanho e beleza da ancestralidade e negra", disse a cantora. Para isso, ele apresenta elementos da história negra e da tradição africana. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp para Android adiciona 138 novos emojis. Veja quais são 25 filmes indispensáveis para quem quer aprender cinema Astronautas da NASA voltam sãos e salvos à Terra a bordo de nave da SpaceX Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) HQ de Darth Vader promete explicar Palpatine em Star Wars: A Ascensão Skywalker Veja Mais

Rússia diz ser contra a militarização do espaço após acusação dos EUA; entenda

canaltech Depois de ser acusada pelos Estados Unidos de ter testado uma arma antissatélite na órbita da Terra, a Rússia veio a público se defender. Dmitry Peskov, porta-voz presidencial, disse a repórteres na sexta-feira (31) que o país está comprometido com a desmilitarização total do ambiente espacial, sendo contrário ao envio de qualquer tipo de arma ao espaço. Parece que o espaço se tornará uma zona de guerra; entenda o que isso significa Índia destrói satélite em órbita e se autointitula "uma potência espacial" Os EUA acusaram os russos de ter testado, na surdina, uma tecnologia que seria capaz de destruir satélites ao redor do planeta, ainda que o suposto teste não tivesse destruído equipamento algum. Segundo as acusações norte-americanas, o satélite russo Kosmos 2543 teria lançado um "objeto desconhecido" próximo a um satélite russo, no que seria um experimento para verificar se a tal arma chegaria mesmo perto o suficiente de um satélite a ponto de abatê-lo. Então, militares dos EUA se mostraram preocupados com a possibilidade de os russos usarem essa tecnologia para se aproximar de seus satélites e destruí-los, no que poderia ser um ato de guerra. (Imagem: Reprodução/SAPO Tek) A mesma acusação foi feita em abril deste ano, por sinal, também contra a Rússia. John Raymond, chefe de operações espaciais da Força Espacial e comandante do Comando Espacial dos EUA, disse que o sistema russo detectado em julho teria sido o mesmo no também suposto teste antissatélite que a Rússia teria feito em abril, quando os estadunidenses acusaram os russos de terem "inspecionado" um satélite de vigilância dos EUA. "Esta é mais uma evidência dos esforços contínuos da Rússia para desenvolver e testar sistemas espaciais, e consistente com a doutrina militar publicada pelo Kremlin para empregar armas que mantêm em risco os ativos espaciais americanos e aliados", declarou. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Tudo o que Peskov disse a respeito foi que a Rússia é contra esse tipo de ação, dizendo, ainda, que uma reação às acusações dos EUA "provavelmente deveria ser feita pelo nosso Ministério da Defesa e pelo Ministério das Relações Exteriores", justificando por que não falaria mais sobre o assunto — ao menos por enquanto. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp para Android adiciona 138 novos emojis. Veja quais são 25 filmes indispensáveis para quem quer aprender cinema Astronautas da NASA voltam sãos e salvos à Terra a bordo de nave da SpaceX Os 10 filmes mais pirateados da semana (02/08/2020) Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) Veja Mais

Quase 100 pessoas morrem na Índia após a ingestão de álcool

O Tempo - Mundo A cada ano, centenas de pessoas no país são vítimas por causa da produção do produto em destilarias clandestinas Veja Mais

Cápsula da SpaceX retorna à Terra com astronautas; veja o vídeo

O Tempo - Mundo Pela primeira vez desde 2011, a agência espacial americana (Nasa) realizou uma missão tripulada saindo dos Estados Unidos Veja Mais

Isaías chega à Flórida com ventos fortes e riscos de inundações

O Tempo - Mundo Furacão perdeu força e se transformou em uma tempestade tropical, mas pode provocar estragos nos Estados Unidos Veja Mais

DOMÈNEC TEM BAGAGEM PARA ASSUMIR O FLAMENGO? Veja o debate do Mercado FOX

DOMÈNEC TEM BAGAGEM PARA ASSUMIR O FLAMENGO?  Veja o debate do Mercado FOX

Fox Sports Brasil A galera do Mercado FOX analisou o novo técnico do Rubro-Negro. Para o Felipe Facincani, o time "saiu do senso comum" com a contratação do técnico espanhol. Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! https://bit.ly/3dhfI3I ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Flamengo #Domenec #FOXSports Veja Mais

TikTok 'não pode existir' nos EUA por segurança, diz secretário de Trump

O Tempo - Mundo Segundo Steven Mnuchin, app 'corre o risco' de enviar informações de cidadãos à China Veja Mais

Governadores quebraram país e agora querem auxílio permanente, critica Bolsonaro

O Tempo - Política Presidente atribuiu medidas de isolamento a dificuldades econômicas e disse que benefício é muito caro Veja Mais

Bolsonaro rebate críticas de que teria relaxado no lado combate à corrupção

O Tempo - Política "O maior programa de combate à corrupção foi executado por mim", postou o presidente Veja Mais

Com casamentos proibidos e toque de recolher, Austrália amplia restrições

O Tempo - Mundo A partir de quarta-feira (5), todas as escolas passarão a atender os alunos de maneira remota Veja Mais

Joe Biden deve escolher nesta semana a sua vice na chapa democrata

O Tempo - Mundo Escolhida será uma mulher; disputa contra Trump ocorre em 3 de novembro Veja Mais

Delivery de lição, improvisos e vídeos: como está a educação no campo durante a pandemia

G1 Economia Globo Rural ouviu pais, alunos e professores de zonas rurais de 5 estados do Brasil para mostrar um panorama do ensino dessa população. Delivery de lição, improvisos e vídeos: como está a educação no campo durante a pandemia A pandemia do novo coronavírus criou um grande desafio para alunos e professores de todo país. Na ausência da sala de aula, as escolas precisaram se fazer presente de outras formas, como o ensino à distância via internet. Mas, para quem vive na zona rural, nem sempre é possível. Segundo último levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2018, o número de casas que usam internet na zona rural não chega a metade (49,2%), principalmente porque o serviço não existe ou é muito caro. Assista a todos os vídeos do Globo Rural E, para quem tem acesso à internet, muitas vezes a conexão é ruim, a família nem sempre tem o equipamento necessário ou mesmo é insuficiente para que todos os filhos possam estudar online. Diante disso, o Globo Rural acompanhou e entrevistou pais, alunos e professores de 5 estados brasileiros (AM, CE, MG, PA e SP) para saber como anda a educação no campo em tempos de pandemia. Para conseguir chegar aos moradores da zona rural, a reportagem contou com a ajuda de professores e de integrantes de ONGs. Sensação de abandono Uma das comunidades "visitadas" fica em Gurupá, no Pará, onde a população local vive do extrativismo do camarão e do açaí. “É a primeira vez que estão se preocupando em saber o que nós estamos sentindo”, diz a moradora Cleuciane Braz dos Santos. A escola da região nem chegou a abrir em 2020. Cerca de 200 alunos do ensino fundamental estão sem qualquer atividade para dar continuidade aos estudos. Por conta própria, Cleuciane tenta manter as atividades dos filhos, Alice, de 14 anos, e Vítor, de 11 anos. O secretário de Educação da cidade, Fabrício do Nascimento, disse que a Prefeitura chegou a pensar em distribuir materiais com atividades para ajudar os alunos, porém não poderia dar sem existir instruções e métodos para aplicá-los. Ou seja, sem material e sem estudo. “A gente decidiu assegurar a saúde de nossos alunos e profissionais de educação de nosso município e retornar de acordo com o que for estabelecido pelo conselho estadual de educação”, afirma. 'Não podemos parar' Na mesma região do Brasil, no município de Anori, no Amazonas, ao contrário do que acontece em Gurupá, tem professor preparando lição para os alunos não ficarem parados. A escola local também não chegou a começar o ano letivo porque passava por uma reforma. “Ninguém vai deixar de levar a educação por causa da pandemia, nós não podemos parar o nosso trabalho, nós temos que ver nossos alunos contentes, pois eles estão tristes com isso”, afirma Osório Cavalcante de Almeida, professor de português. Em uma comunidade de Anori, a cerca de 90 km do município, os rios são as estradas para levar educação aos jovens. Os barcos, que antes traziam as crianças até a escola, agora entregam as tarefas até os alunos pelo Rio Purus. O professor Anderson Correia e outro colega têm essa rotina toda semana. São mais de 100 famílias visitadas e quase 200 alunos. Os estudantes entregam a lição da semana anterior já preenchida e recebem a nova. Apesar de todo o esforço, a ausência de professores pesam para os alunos. A estudante Jaqueline Martins Laranjeira, de 16 anos e que cursa o 6º ano, mora com a avó, que não tem estudo. Como não consegue ajuda, a garota precisa fazer as lições sem ter alguém para tirar dúvidas. “A vovó só me fala para fazer mais, mas, como ela não sabe, eu tenho que me virar”, conta Jaqueline. Diante da dificuldade, a menina ainda vê um lado positivo. “Como eu estou me esforçando muito, aprendi a fazer coisas melhores.” Os professores não estão do lado, mas estão de olho no aproveitamento dos alunos. Tanto que trazem as lições corrigidas de volta para os estudantes. Delivery de atividades Na zona rural de São José dos Campos, interior de São Paulo, as lições estão sendo impressas e entregues pessoalmente para os alunos. “Nem todo mundo tem computador, não tem internet, às vezes, nem funciona a TV”, explica a vice-diretora Donaide Pinheiro Bittencourt. Uma vez por semana, as professoras organizam tudo e a dupla de funcionárias Márcia e Maiara ficam responsáveis pela entrega das atividades – com carro próprio. Com a proteção de máscaras e luvas, a dupla vai fazendo o delivery das tarefas semanais da criançada. A estudante Giovana resume a grande descoberta da maioria dos alunos durante a pandemia. “Antes, eu achava que não precisava muito do professor, mas aí parou e falei ‘não, precisa… a gente tem dúvidas’.” Parentes ajudam como podem Muitos pais e avós querem ajudar os filhos e netos nos estudos, mas não podem porque não conseguiram terminar a escola. No Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, Terezinha Luísa dos Santos cursou até a 3ª série apenas. Hoje, com 8 filhos, sendo 5 deles na escola, ela consegue ajudar somente com o que conseguiu aprender. “A gente peleja, tá ensinando eles, só não sabe se tá certo porque eu não tenho muito estudo”, afirma Terezinha. “Arrependi de ter saído da escola e falo para eles que procurem um jeito de estudar porque sem estudo a gente não é nada na vida.” O estudante Ryan Batista Santos, de 12 anos e filho de Terezinha, está desanimado com a situação. “Me desanima por causa que a gente faz a lição em casa e nem sabe se tá certa ou tá errada. A gente não sabe se vai passar de ano ou repetir.” Internet morro acima Para manter o contato com os alunos e conseguir ajudar nas tarefas, a professora Natália Gomes Pereira, de Araçuaí, também em Minas, se esforça. Sem internet em casa, ela precisa subir em um morro próximo para conseguir sinal no celular. “Uma hora pega, outra hora não pega, não é fácil… tem dia que não tem retorno nenhum. Eu estou me sentindo excluída. Porque é como se eu estivesse fora da realidade”, diz. Professores vlogueiros Onde a exclusão digital é menos gritante, o período sem escola não é tão sofrido. Em Brejo Santo, Ceará, tem até professores vlogueiros na zona rural. “Você deixa de interagir com um grupo de crianças e passa a interagir com uma câmera, um objeto. É bem diferente”, explica o coordenador pedagógico do município Francisco Jucélio dos Santos. “Uma aluna gravou um vídeo orientando uma professora a como gravar um vídeo. Então, alunos aprendem com professores e professores com os alunos”, completa. Volta incerta Neste momento, crianças e jovens continuam protegidos em suas casas. Governos de estados e municípios ainda estudam como e quando voltar às aulas com segurança, tudo vai depender do controle da pandemia. Veja Mais

Windows 10 pede para usuários não instalarem o CCleaner

Windows 10 pede para usuários não instalarem o CCleaner

Tecmundo O Windows Defender, antivírus nativo do Windows 10, está apontando o CCleaner como “software potencialmente indesejado”. O app de limpeza e manutenção do computador é uma ferramenta extremamente popular, mas foi caracterizada como indesejada pela proteção do sistema da Microsoft.Esse bloqueio não é alarmante: o Microsoft Defender — como foi renomeado após a atualização 2004 — notifica os usuários sobre a presença de programas indesejados mesmo se não encontrar indícios de atividade maliciosa. Entretanto, o aviso informa que o programa pode ser resultado de alguma instalação indesejada.Leia mais... Veja Mais

Mais de 450 mil estrelas da Via Láctea são mapeadas por meio da espectroscopia

canaltech Os astrônomos envolvidos no Radial Velocity Experiment (RAVE), uma pesquisa das estrelas do hemisfério sul, realizaram diversas observações para definir a estrutura e forma da Via Láctea. Nisso, eles encontraram mais de 500 mil espectros de 451.783 estrelas! As observações foram feitas com o telescópio 1.23-m UK Schmidt do Observatório Anglo-Australiano, por meio da  espectrografia de multi-objetos.  Missão Gaia: do mapeamento da Via Láctea ao monitoramento de asteroides 2019 foi um ano cheio para a Agência Espacial Europeia; confira seus destaques Descoberto grupo de estrelas na Via Láctea que não nasceram em nossa galáxia Neste processo, a fibra óptica dedicada identifca o espectro de até 150 estrelas em uma só observação. Matthias Steinmetz, líder do RAVE e astrônomo no Instituto Leibniz de Astrofísica de Potsdam, explica que na espectroscopia, a luz das estrelas é decomposta no arco-íris de cores que a compõe. "Ao analisar o espectro, o movimento da estrela na direção do olhar do observador - ou seja, sua velocidade radial - pode ser determinado", comenta ele. Este espectro permite também que os pesquisadores determinem características das estrelas observadas, como suas temperaturas, composição e outras características. Ainda, as pesquisas feitas com espectroscopia grande-angular permitem que os astrônomos descubram informações cruciais sobre a história química e dinâmica da Via Láctea, o que permite entender melhor a formação e evolução das galáxias.  -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- O Sol está no centro da imagem, e as cores representam as velocidades das estrelas (Imagem: reprodução/sci-news) As estrelas observadas foram cruzadas com aquelas da segunda base de dados da missão GAIA, realizada pela Agência Espacial Europeia (ESA). Para Steinmetz, os dados finais representam a conclusão da primeira espectroscopia sistemática dessa pesquisa de arqueologia galáctica, um projeto que durou 15 anos. Assim, o RAVE permitiu que os pesquisadores conseguissem novas ideias sobre a estrutura e a composição da nossa galáxia. Os artigos com as descobertas e dados obtidos foram publicados na revista Astronomical Journal. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp para Android adiciona 138 novos emojis. Veja quais são 25 filmes indispensáveis para quem quer aprender cinema Astronautas da NASA voltam sãos e salvos à Terra a bordo de nave da SpaceX Os 10 filmes mais pirateados da semana (02/08/2020) Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) Veja Mais

Com 30 anos de carreira, novo presidente do BB participou de venda de banco

O Tempo - Política André Brandão se destacou no mercado financeiro; ele era presidente do HSBC Brasil quando o banco encerrou sua operação no varejo do país Veja Mais

Incêndio na Califórnia causa a retirada de quase 8.000 pessoas de suas casas

O Tempo - Mundo Bombeiros estão mobilizados para tentar controlar as chamas que estão perto da cidade de San Bernardino, a leste de Los Angeles Veja Mais

COVID-19 | Uso de máscaras está quebrando os sistemas de reconhecimento facial

canaltech O uso de máscaras não apenas é uma boa proteção contra a transmissão do novo coronavírus, causador da pandemia de COVID-19, como também pode servir para garantir a sua privacidade. Um estudo realizado nos Estados Unidos demonstrou que a utilização da proteção para o rosto aumentou para até 50% os erros em sistemas de reconhecimento facial, de acordo com o modelo e cor utilizados pelas pessoas. Brasil lidera estudos sobre COVID-19 na América Latina; veja as universidades Máscaras caseiras de pano são mesmo eficientes contra o coronavírus? COVID-19 | O que acontece ao colocar seis máscaras ao mesmo tempo? A pesquisa é do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST, na sigla em inglês), que indicou o nariz como o centro de toda a questão. De acordo com os pesquisadores, quanto menos exposta estiver essa parte do corpo, mais difícil se torna a identificação para os algoritmos. A cor da máscara também influencia no reconhecimento, com versões pretas, por exemplo, apresentando maior quantidade de erros do que as azuis. É importante deixar claro que a pesquisa do NIST se relaciona a sistemas de detecção facial utilizados pelo governo em vigilância e operações de segurança, que funcionam de forma diferente à biometria de seu celular. No caso do iPhone, por exemplo, a Apple leva em conta a profundidade e elementos específicos do rosto para evitar o desbloqueio com o uso de fotos, por exemplo, o que a tornou, também, incapaz de reconhecer os usuários mascarados. Estas, entretanto, são preocupações que os órgãos oficiais não precisam ter. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- O estudo, por exemplo, se focou em uma tecnologia chamada “one-to-one matching”, que é amplamente utilizada em fronteiras e postos de controle de passaporte. Ao comparar a foto da documentação com a da pessoa ali presente, o sistema tem a distância entre os elementos do rosto como fator essencial para a identificação; daí a importância do nariz estar à mostra e porque, com máscaras mais claras, esse reconhecimento ainda seria possível, já que tais proporções permanecem visíveis, ainda que ocultadas pelo tecido. Estudo descobriu que, quanto mais coberto o nariz, mais difícil para os sistemas de reconhecimento facial que medem a distância entre elementos do rosto (Imagem: Divulgação/NIST) O NIST não avaliou os sistemas “one-to-many”, utilizados para reconhecer pessoas em meio a multidões ou ambientes abertos. Mas a conclusão é que, se as máscaras podem atrapalhar os algoritmos de locais fechados, onde há iluminação direta sobre o rosto e a pessoa está parada, a situação se torna ainda pior quando há muita gente junta. Apesar disso, o órgão pondera que as tecnologias utilizadas hoje em dia foram criadas em um ambiente no qual o uso de máscaras não era necessário. Por isso mesmo, o estudo faz parte de um trabalho maior, que envolve a criação de um algoritmo que tenha uma situação pandêmica em vista e considere o uso das proteções faciais, com os primeiros testes marcados para começarem em algumas semanas. A expectativa é boa, com o estudo concluindo que um trabalho focado em indivíduos mascarados pode trazer melhorias aos sistemas de reconhecimento facial de todos os tipos. A preocupação dos governos, claro, se relaciona tanto ao controle de fronteiras quanto de multidões, com operações de segurança tendo sofrido um belo baque por conta da situação pandêmica, algo que os estudiosos querem resolver por meio de um desenvolvimento focado em proteções de rosto e a nova realidade pós-coronavírus. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Astronautas da NASA voltam sãos e salvos à Terra a bordo de nave da SpaceX WhatsApp para Android adiciona 138 novos emojis. Veja quais são App ultrapassa a marca de 10 bilhões de downloads na Play Store pela 1ª vez Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) Comparativo: Qual é a melhor picape do mercado brasileiro? Veja Mais

Novo coronavírus: 90 mil voluntários recebem doses de possíveis vacinas

O Tempo - Mundo Segundo a OMS, seis estão na fase 3, que é a última, sendo que duas delas em estágio mais avançado contam com a participação de instituições brasileiras Veja Mais

Após se curar da Covid-19, governador do MT é internado com pneumonia

O Tempo - Política Mauro Mendes Ferreira (DEM), de 56 anos, está internado no Hospital Sírio Libanês desde o sábado (1) Veja Mais

Bolsonaristas são condenados por publicações que associam Jean Wyllys a Adélio

O Tempo - Política Bibo Nunes (PSL-RS) e Otávio Fakhoury foram multados em R$ 41,8 mil cada por republicarem acusações feitas pelo ativista Luciano Mergulhador, que perante à Polícia Federal não sustentou a versão Veja Mais

As notícias mais importantes sobre coronavírus de 2 de agosto

Glogo - Ciência América Latina dobra o número de mortes por Covid-19 em 38 dias, e número passa de 200 mil. Doença já matou mais de 685 mil no mundo. Hoje é domingo, 2 de agosto, e o Brasil tem 2,7 milhões de casos confirmados de coronavírus. O número de mortos pela Covid-19 no país é de mais de 93 mil. Segundo dados do consórcio de veículos de imprensa, julho foi o mês com mais mortes pela doença no Brasil. A média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.017 óbitos, uma variação de -4% em relação aos dados registrados em 14 dias. Já média móvel de casos foi de 44.635 por dia, uma variação de 34% em relação aos casos registrados em 14 dias. Em todo o mundo, três países já superaram a marca de 1 milhão de diagnósticos: Estados Unidos (4,6 milhões), Brasil (2,7 milhões) e Índia (1,7 milhão). IVERMECTINA: por que ela não é a pílula mágica contra a Covid-19 MÉDIA MÓVEL: veja onde as mortes estão subindo, em estabilidade ou em queda SINTOMAS: quais os sintomas e quando procurar um médico VACINAS TESTADAS NO BRASIL: entenda pesquisas MEMORIAL: histórias de vidas interrompidas pela Covid-19 ANTICORPOS: quem já teve Covid-19 pode pegar de novo? PESQUISA: saiba mais sobre as candidatas a vacina PREVENÇÃO: como evitar contaminação pelo coronavírus Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19 Abaixo, o G1 reúne as principais notícias do dia sobre coronavírus: Quais são os países com mais mortes na América Latina? 26 de junho de 2020 - Pás em cemitério perto da Cidade do México durante a pandemia do novo coronavírus (COVID-19) Edgard Garrido/Reuters Brasil, México e Peru somam a maior quantidade de mortos na América Latina. Cerca de 70% dos óbitos confirmados na região estão concentrados no Brasil e no México. Neste sábado, dobrou na América Latina o número de mortes por Covid-19 em 38 dias, passando de 200 mil. O Peru alcançou um total de 19.408 mortes pela doença e está entre os dez no mundo que mais perderam vidas. Dos dez países com mais casos, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, metade é latino-americana: Brasil, México, Peru, Chile e Colômbia – este último também já ultrapassou a marca das 10 mil mortes. Teste de Covid-19 já é obrigatória para quem chega do exterior à França? Fila de passageiros para serem testados para Covid-19 na chegada ao aeroporto Charles de Gaulle, na França Reuters/Christian Hartmann Sim. O governo francês iniciou neste fim de semana a obrigatoriedade do exame na chegada à França para pessoas maiores de 11 anos de idade provenientes de Estados Unidos, Brasil, Peru, Panamá, Sérvia, Turquia, Israel, África do Sul, Argélia, Madacasgar, Kuait, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Catar, Omã e Índia. Outras notícias do dia: Pais e educadores temem volta à aula presencial, mas revelam preocupação com indefinição da pandemia Delivery de lição, improvisos, vídeos: a educação no campo na pandemia Mãe desmaiou ao saber da morte de 4 familiares após acidente em SP: 'Tragédia' Veja Mais

Guedes tem o aval para discutir a 'nova CPMF' com o Congresso, diz Bolsonaro

O Tempo - Política Segundo o presidente, não haverá aumento da carga tributária Veja Mais

A princípio é ele, diz Bolsonaro sobre nome de novo presidente do BB

O Tempo - Política Segundo o presidente, parece "estar fechado" o nome do executivo André Brandão para comando o Banco do Brasil Veja Mais

7 dicas para você ser mais produtivo no Windows 10

7 dicas para você ser mais produtivo no Windows 10

Tecmundo Em tempos de pandemia, muitos de nós têm usado o PC de casa para trabalhar ou estudar. Com o Windows 10, a Microsoft pretendeu criar um sistema mais inteligente, que notifica o usuário sobre tudo o que ocorre na máquina. No entanto, em algumas ocasiões, essas notificações podem atrapalhar seu rendimento. Felizmente, o próprio SO é dotado de recursos que podem ajudá-lo a manter o foco e realizar algumas tarefas com mais agilidade.Confiras sete dicas para se tornar mais produtivo usando o Windows 10!Leia mais... Veja Mais

Galaxy A11 vs K40s: qual o melhor celular básico, Samsung ou LG? | Comparativo

tudo celular O Galaxy A11 consegue superar o K40s em custo-benefício entre os basicões? Confira nosso comparativo de tela, desempenho, bateria e câmeras. Veja Mais

Bolsonaro passeia de moto ao som de Creedence e deve ir a Paracatu neste domingo

O Tempo - Política Durante o passeio, ele passou para tomar café em uma padaria Veja Mais

HQ de Darth Vader promete explicar Palpatine em Star Wars: A Ascensão Skywalker

canaltech A essa altura, todos os fãs de Star Wars sabem que trazer Palpatine de volta à saga, justamente em seu último capítulo da nova trilogia, A Ascensão Skywalker, foi algo bastante controverso. Isso porque em nenhum momento haviam indícios de que ele estava vivo ou realmente planejando algo nos episódios anteriores — e ficou claro sua aparição estava muito mais atrelada a uma revelação chocante do que exatamente uma reviravolta bem construída. Agora, a Marvel Comics pode amenizar um pouco essa inconsistência, com o lançamento de uma nova história de Darth Vader. HQ de personagem de Star Wars ganha prêmio de comunidade LGBTQ Você sabia que Darth Vader possui um devastador Relâmpago da Força? Darth Vader já não é o mais popular personagem de Star Wars Durante a Comic-Con At Home, realizada na semana passada, o roteirista Greg Pak disse que trabalha em uma história que deve oferecer mais detalhes sobre como o Imperador Palpatine agiu nos bastidores desde os eventos da trilogia original. O material que ele escreve acontece entre O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi — e, segundo o autor, o conteúdo deve trazer enormes mudanças canônicas em toda a saga Skywalker. "Vou apenas dizer que, no final do nosso primeiro arco, Vader afirma ter resolvido todos os seus negócios anteriores. Mas o Imperador conhece mais coisas. Vader sofrerá uma terrível punição e empreenderá uma nova jornada/missão, e há elementos-chave que se vincularão ao episódio nove [A Ascensão Skywalker] de uma maneira enorme", adiantou Pak. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Reprodução/Marvel Comics As três primeiras edições da nova série de Darth Vader já mostraram seu encontro com Sabé, a ex-criada de Padme. O vilão busca respostas sobre a morte de sua amada e, claro, encontrará problemas, pois os ex-aliados de Padme não vão deixar sua morte sem um plano de vingança — vale destacar que Sabé é quem substituía a rainha em aparições públicas, por questões de segurança, dada a semelhança entre ambas. Assine Amazon Kindle Unlimited por apenas R$ 19,90/mês e tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais! Ainda não dá para saber exatamente como isso deve se conectar com A Ascensão Skywalker, mas vale lembrar que já vimos em vários livros de Star Wars referências sobre clonagem do corpo de Palpatine. A minissérie tem seis edições e ainda estamos no meio da trama — então, teremos mais revelações sobre isso até o final de outubro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: AO VIVO | Acompanhe a volta dos astronautas da NASA a bordo da nave Crew Dragon App ultrapassa a marca de 10 bilhões de downloads na Play Store pela 1ª vez Comparativo: Qual é a melhor picape do mercado brasileiro? Cientistas encontram 28 quasares escondidos atrás de camadas de poeira Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) Veja Mais

Comparativo: Qual é a melhor picape do mercado brasileiro?

canaltech As picapes são veículos que cada vez mais estão caindo no gosto dos brasileiros. Antes restritas a pessoas que as utilizavam apenas para o trabalho, hoje essas caminhonetes estão muitíssimo bem equipadas, mais confortáveis, potentes e tecnológicas. Atualmente, a líder absoluta de mercado se considerarmos apenas os modelos médios é a Toyota Hilux, que já emplacou, até o momento, mais de 14 mil unidades separadas em suas 11 versões. A Chevrolet S10, que acabou de ganhar uma nova geração, e a Ford Ranger, que teve remodelagem completa em 2019, estão bem longe da rival japonesa e brigam a tapa pela segunda posição do mercado. Todos sabem, no entanto, que a picape mais vendida em números absolutos é a Fiat Strada, que, depois de 20 anos, ganhou uma nova geração. Ford Ranger 2020 mostra que picapes também podem ser tecnológicas e divertidas Análise | Toyota Hilux 2020: foco é o trabalho e a força bruta Análise | Fiat Toro Ranch une mundos dos SUVs e picapes com maestria Análise | Nissan Frontier esbanja tecnologia, poder e robustez O Canaltech já teve a chance de avaliar alguns dos principais modelos que são vendidos no mercado brasileiro. Também incluiremos neste comparativo a Fiat Toro, que, por mais que seja de um porte menor, tem potência, tração integral e é capaz de carregar uma tonelada de carga, tal qual os modelos médios. Além disso, a versão Ranch foi pensada justamente para tentar "roubar" vendas das concorrentes maiores que possuem preço parecido, mas que não possuem os mesmos itens e requinte do modelo italiano. Na soma do ano, a Toro já emplacou 19.776 unidades. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Dividimos o comparativo em alguns quesitos e, ao final, com a soma dos pontos, daremos nosso veredicto. 1. Design e Acabamento Como em todas as análises que escrevemos aqui no Canaltech, sempre ressaltamos que design, beleza e estilo pertencem à seara do gosto pessoal. Mas certos produtos são unanimidades quando analisamos sua apresentação. Nesse quesito, a Fiat Toro fica com o primeiro lugar. Fiat Toro (Foto: Matheus Argentoni/Canaltech) Com porte ajustado, detalhes cromados nas laterais e estribos e com uma dianteira imponente, o modelo italiano conquistou o mercado brasileiro e se tornou uma opção viável aos picapeiros de plantão que não querem os trombones das outras marcas. Por mais que Ranger e Hilux também sejam lindas, neste quesito ninguém ganha da Toro. Imagem: Matheus Argentoni/ Canaltech Já quando falamos de acabamento, a picape da Fiat também se destaca, com uma boa qualidade dos materiais, belos arremates e detalhes que chamam a atenção dentro da cabine. Vencedor: Fiat Toro - 3 Pontos 2º Lugar: Toyota Hilux - 1 Ponto 2. Conforto Picapes geralmente são desengonçadas e balançam muito. São carros altos, com suspensão forte e que foram pensadas para o trabalho. Mas, com a exigência cada vez maior do conforto, uma vez que elas estão muito presentes nas cidades, as montadoras tiveram de quebrar a cabeça para tentar aliar a robustez ao rodar agradável. Ford Ranger (Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech) Nesse quesito, a Ford Ranger foi a que melhor soube aliar robustez e conforto. Mesmo com a caçamba vazia, a trepidação e balanço da picape pouco passavam para dentro da cabine. A Toro até tem um rodar mais suave, mas seu espaço interno nos bancos traseiros prejudica o conforto. Vencedor: Ford Ranger - 3 Pontos 2º Lugar: Fiat Toro - 1 Ponto 3. Desempenho Em termos de desempenho, não há muito segredo: com seu motor 3.2 turbo de 200cv e 47,9 kgf/m de torque, a Ford Ranger sobra, sendo a mais ágil e forte do nosso comparativo. Imagem: Ford Nem mesmo a Nissan Frontier, com seu motor 2.3 Biturbo de 190cv, foi capaz de transmitir a mesma sensação ao dirigir. Vencedor: Ford Ranger - 3 pontos 2º Lugar: Nissan Frontier - 1 ponto 4. Conectividade e Tecnologia Ao contrário do que muita gente pensa, as picapes estão cada vez mais tecnológicas e conectadas, sobretudo quando falamos de itens de segurança e auxílio na condução. Entre as versões que testamos de cada uma das caminhonetes, nenhuma se aproximou da Ford Ranger em termos de equipamentos e conectividade. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Na versão Limited, a picape média da Ford ostenta itens como Assistente de Frenagem Autônoma, Sistema de permanência em faixa, reconhecimento de sinais de trânsito, monitoramento individual dos pneus, sistema anticapotamento, e controle adaptativo de carga e reboque. Além disso, a Ranger é equipada com uma excelente central multimídia, com GPS nativo e espelhamento com Android Auto e Apple Car Play. Vale destacar, também, que a Nissan Frontier é muito bem equipada e possui um dos melhores e mais úteis itens de auxílio entre as picapes: a câmera 360º. Nela, é possível manobrar a caminhonete com muita facilidade. E quem tem uma picape sabe o quão difícil é fazer isso nas vagas que temos em São Paulo. A central multimídia dos japoneses também é excelente e, além de ter um bom GPS nativo, é capaz de rotear a conexão 4G dos smartphones para os demais ocupantes. A Fiat Toro também tem um bom pacote tecnológico, mas que já precisa ser atualizado. No quesito tecnologia, a Hilux deixa muito a desejar e escancara que está no fim da atual geração. A nova, no entanto, chegará no fim de 2020. Vencedor: Ford Ranger - 3 pontos 2º Lugar: Nissan Frontier - 1 ponto 5. Custo-benefício Todas as picapes analisadas possuem suas virtudes e preços relativamente salgados em suas versões topo de linha, mas o custo de um automóve de qualquer categoria não é apenas aquele que pagamos ao tirá-lo da concessionária. Entram em campo o seguro, manutenção, consumo e, nesse caso, o mais importante em termos de picape: durabilidade e pós-venda. Nesse quesito, nenhuma bate a Toyota Hilux que, não à toa, lidera o mercado brasileiro há anos. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Apesar do custo da revisão até 60 mil km ser o mais caro entre todas as concorrentes na versão mais equipada (R$ 7 mil), o histórico e a confiabilidade da Toyota deixam o cliente muito à vontade para desprender de mais de R$ 200 mil (a versão testada pelo Canaltech custava R$ 205.590) em uma versão topo de linha. Além disso, como falamos, a Hilux tem onze versões e possui a opção de entrada mais barata de todas, que custa R$ 112 mil. O custo-benefício também é um belo atrativo para a Nissan Frontier. Bem equipada, confiável, potente e com custo das seis primeiras revisões de apenas R$ 5.830, ela se torna uma bela opção contra a Hilux nesse quesito. Vencedora: Toyota Hilux - 3 pontos 2º Lugar: Nissan Frontier - 1 ponto Veredicto A Ford Ranger é a picape mais equilibrada entre todas que o Canaltech teve a oportunidade de avaliar. Bonita, bem equipada, potente, segura e com bons preços, a caminhonete da marca norte-americana tem predicados para superar suas rivais. Inevitavelmente, o mercado e os consumidores levam muitas coisas em consideração e, com uma liderança de anos, a Hilux, mesmo defasada, encanta seus proprietários por questões que são mais importantes para o que esses veículos realmente importam: o trabalho e a força bruta. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Mesmo atrás da Fiat Toro na pontuação, a Nissan Frontier pode não brilhar aos olhos dos consumidores, mas também se mostra como uma opção bem equilibrada e bem feita. A italiana, por sua vez, não consegue competir em termos de força com as demais, mas seu design e conforto a fazem vender muito, mesmo ela também sendo capaz de carregar uma tonelada de carga. 1º lugar: Ford Ranger - 9 pontos 2º lugar: Toyota Hilux - 4 Pontos 3º lugar: Fiat Toro - 4 Pontos 4º lugar: Nissan Frontier - 3 Pontos Ainda teremos a oportunidade de testar outros produtos do mercado nacional dentro deste segmento e ainda haverão versões atualizadas de Hilux e Toro, que devem chegar no fim de 2020 e no começo de 2021, respectivamente. E aí, amigo leitor, qual é a melhor picape dentre essas que testamos? Deixe nos comentários! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: AO VIVO | Acompanhe a volta dos astronautas da NASA a bordo da nave Crew Dragon App ultrapassa a marca de 10 bilhões de downloads na Play Store pela 1ª vez Cientistas encontram 28 quasares escondidos atrás de camadas de poeira Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) Netflix libera recurso de controle de velocidade para Android; veja como ativar Veja Mais

25 filmes indispensáveis para quem quer aprender cinema

canaltech Aprender cinema é tão subjetivo quanto as diferentes percepções sobre os filmes. Mas existem caminhos e, um deles, é por meio de filmes históricos e através daqueles que criaram, fundamentaram ou desenvolveram a linguagem. O cinema, sendo uma arte tão nova (com pouco mais de 100 anos de idade), tem uma trajetória cheia evoluções, modificações, revisões... então, quanto mais assistimos mais podemos perceber os caminhos percorridos, o que permite a construção de um novo olhar, talvez até de um olhar próprio. Pensando nisso, vamos à nossa lista de 25 (que poderia ser de 30, 40, 50 ou muito mais) filmes indispensáveis para quem quer aprender cinema: 25. A Chegada do Trem à Estação Para os irmãos Auguste e Louis Lumière, o cinema era ciência. Eles eram inventores, não viam o potencial artístico do que haviam criado, mas já estavam no caminho sem volta do cinema (tema abordado na terceira parte do nosso especial Entenda o cinema a fundo) ao permitirem que A Chegada do Trem à Estação fosse, também, entretenimento. A primeira exibição pública (que contava com outras filmagens dos irmãos), reza a história, fez muitos espectadores saírem da frente da tela. Eles acreditavam que o trem poderia atropelá-los. Em 2011, Martin Scorsese simulou esse efeito em seu filme A Invenção de Hugo Cabret, mas só voltando ao final do século XIX para ter a mesma sensação.   Entenda o cinema a fundo: Parte 1 Entenda o cinema a fundo: Parte 2 Entenda o cinema a fundo: Parte 3 24. A Fada do Repolho Muito provavelmente, o primeiro filme narrativo, não-científico, da história. Realizado pela francesa Alice Guy Blaché, é baseado em uma lenda sobre os meninos nascerem de repolhos azuis e meninas das rosas. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.-   23. Viagem à Lua Esse filme está na lista tanto pela inventividade de Georges Méliès ao criar a primeira ficção científica da história quanto pela sua dedicação na pintura de frames, gerando, assim, o primeiro filme a cores. Esse último ponto foi descoberto em 2002 (um século depois), sendo restaurado dessa forma e apresentado pela primeira vez ao público em 2003, no festival de cinema mudo italiano Le Giornate del Cinema Muto.   22. O Nascimento De Uma Nação Com mais de três horas de duração, o filme é creditado por garantir o futuro dos longas-metragens, em uma época na qual a maioria dos filmes não passavam de 20 minutos de duração. Além disso, solidificou símbolos da linguagem cinematográfica, muitos que permanecem até hoje. Por outro lado, marca a história também negativamente pelo seu teor altamente racista e trazer a Ku Klux Klan como uma força heroica – algo que faria seu criador, D. W. Griffith, criar um segundo filme monumental já no ano seguinte, chamado Intolerância.   21. O Gabinete do Dr. Caligari Até hoje, O Gabinete do Dr. Caligari é uma das mais importantes referências estéticas do cinema. Considerado uma das grandes obras (provavelmente a maior) do expressionismo alemão, o filme de Robert Wiene é uma metáfora do olhar deformado sobre o mundo. Com ruas estreitas, telhados cubistas e muitos detalhes disformes, o filme influenciou e influencia muito do que ainda vemos ainda hoje e levaria o expressionismo a culminar em obras como Nosferatu (de F. W. Murnau, 1920).   20. O Encouraçado Potemkin Um marco no que diz respeito à montagem, O Encouraçado Potemkin é a sedimentação do pensamento de Sergei M. Eisenstein (seu realizador) de que a edição poderia ir muito mais além do que contar uma história. A montagem, para o russo, poderia ser utilizada para manipular as emoções do espectador e criar metáforas.   19. O Cantor de Jazz O primeiro filme falado já era um musical. Ainda em um período de racismo descarado, O Cantor de Jazz trazia, como O Nascimento de uma Nação, atores brancos pintados de preto (blackface) – algo que é centro de debates por não conter as apologias do filme de Griffith e, segundo o pesquisador Cory Willis (em Style And Meaning: Studies In The Detailed Analysis Of Film), o blackface, aqui, é “uma exploração artística e expressiva da noção de duplicidade e hibridismo étnico dentro do que pode ser chamado identidade norte-americana”.   18. Um Homem Com Uma Câmera Considerado por muitos como o precursor dos documentários, o filme documenta a vida dos habitantes de uma cidade através do olho de uma câmera. Assim, os personagens são as máquinas e as pessoas comuns, com a imagem seguindo movimentos em variadas situações.   17. Branca de Neve e Os Sete Anões Historicamente importante por ser considerado o primeiro longa-metragem de animação, mas é, também, o primeiro filme totalmente a cores no mundo, o primeiro a ser produzido por Walt Disney, além de, posteriormente, ser considerado o primeiro dos Clássicos Disney.   16. Fantasia Se a música no início cinema poderia ser usada para abafar o barulho do cinematógrafo, como distração ou sem intenções artísticas, em Fantasia ela é o elemento principal. Enquanto as animações, normalmente, têm suas trilhas sonoras desenvolvidas após o visual estar pronto, aqui existe o inverso: os desenhistas criam a partir das músicas e, assim, fazem um espetáculo visual.   15. Cidadão Kane Cidadão Kane é um dos representantes (talvez o mais forte e influente) da passagem do cinema clássico para o cinema moderno. Muito pelo domínio de Orson Welles para consolidar uma crescente evolução do cinema. Nesse sentido, a estrutura técnica do filme fala tanto quanto os diálogos.   Crítica | Cidadão Kane é um jovem com quase 80 anos de idade 14. Ladrões de Bicicletas Muito provavelmente o auge do neorrealismo italiano, é um dos filmes que mais efetivamente expõe a onipresença infantil para reproduzir uma certa inocência em sua análise social crua, sem a censura analítica dos adultos. Assim, mostra-se a realidade sem disfarçá-la, inclusive com cenários naturais e atores amadores. O neorrealismo aproxima-se, em alguma medida, das características de um documentário.   13. Rashomon Utilizando uma estrutura de narrativa não convencional, Akira Kurosawa sugere a impossibilidade de obter a verdade sobre um evento quando há conflitos de pontos de vista. A partir do filme, Rashomon acabou se tornando um nome utilizado em situações nas quais a verdade é difícil de ser verificada por causa de depoimentos conflitantes de testemunhas diferentes. O filme, inclusive, emprestou seu nome à psicologia, ao batizado Efeito Rashomon.   12. Um Corpo que Cai Há muitos motivos para Vertigo (no original) estar na lista, seja pelo controle absoluto de Alfred Hitchcock sobre a história, seja pela utilização de uma linguagem de suspense que ele sedimentaria durante a carreira, seja pela sua invencionice estética, praticamente tudo no filme serve de referência para se entender e se fazer cinema. Foi a primeira obra, por exemplo, a utilizar o Dolly Zoom, um efeito de câmera que distorce a perspectiva para criar desorientação. Esse efeito consiste no zoom da câmera enquanto ela (a câmera) se afasta do objeto – ou vice-versa. Como resultado do seu uso no filme, o efeito é muitas vezes referido como Efeito Vertigo.   11. Os Incompreendidos Os Incompreendidos é mais conhecido como o primeiro passo da Nouvelle Vague. Na verdade, existem filmes anteriores a ele dentro do movimento batizado por Françoise Giroud para definir uma geração francesa caracterizada pela liberdade técnica e narrativa. Apesar de não ser o primeiro – posto que talvez seja de La Pointe-Courte (de Agnès Varda, 1955), o filme de François Truffaut teve um impacto praticamente imediato no cinema e popularizou a vanguarda francesa, inspirando não somente os seus, mas muito do que foi realizado no cinema posteriormente – especialmente até os anos 1970.   10. Acossado É o primeiro longa-metragem de Jean-Luc Godard e um dos que expõem sua maneira de desconstruir o cinema a partir de um roteiro sem estrutura definida. Para Acossado, Godard escrevia as cenas pela manhã e filmava logo. Algumas falas só eram entregues aos atores à medida em que as cenas eram realizadas, resultando em uma forma que parece acompanhar a história nervosa de fuga do protagonista. À Bout de Souffle (o título original) é uma expressão da língua francesa que significa na língua portuguesa (em tradução livre) sem fôlego.   9. 2001: Uma Odisseia no Espaço Conhecido também pelo seu perfeccionismo, o diretor Stanley Kubrick utilizou todo o seu metodismo para construir cenas que seriam referenciadas em muitas obras que surgiram depois, quase que criando um gênero próprio dentro da ficção científica. Mas o filme também é marcado por uma transição aparentemente simples que, de maneira orgânica e de um simbolismo gigante, pula milhões de anos em apenas poucos segundos.   8. Tubarão Além de ser a raiz do termo blockbuster, sua música é um marco. Com as trilhas sonoras completamente consolidadas no cinema, John Williams transformou o seu trabalho musical em um personagem. Se o tubarão do título nacional só é visto a partir do terceiro ato, sente-se a presença dele pelo intervalo simples entre duas notas (uma segunda menor na música), criando um simbolismo auditivo que ficaria marcado para sempre como o som desse predador dos mares.   7. Star Wars: Episódio 4 – Uma Nova Esperança Com o termo blockbuster sedimentado por Tubarão, o primeiro filme da franquia Star Wars não criou somente uma mitologia, mas, na prática, fundou o que viria a ser chamado de filme-evento (termo explorado pelo Universo Cinematográfico Marvel – UCM). A produção de George Lucas renderia, a partir do seu lançamento, um universo expansível e criativo sem precedentes na história do cinema.   6. O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final Pela primeira vez, é vista a captura de movimento em um personagem gerado por computador, sendo a primeira vez, também, que o personagem principal é parcialmente produzido por computador. Algo que, anos depois, geraria frutos como Gollum (da trilogia O Senhor dos Anéis – de Peter Jackson) e continuaria evoluindo para Avatar e Projeto Gemini.   Crítica | Projeto Gemini: brega ou visionário? 5. Cassiopeia A primeira animação completamente realizada em computador é brasileira, dirigida por Clóvis Vieira. Existe a controvérsia com Toy Story, lançado alguns meses antes, mas o filme da Pixar utilizou moldes de argila para serem escaneados digitalmente (rotoscopia), o que, de fato, não o faz ser 100% digital. Cassiopeia, por sua vez, foi totalmente feito por imagens geradas pela computação gráfica, sem rotoscopia e sem vetorização de modelos reais. Além disso, o filme seria lançado antes de Toy Story, mas problemas de produção impediram o feito, gerando a tal briga de quem foi o primeiro.   Crítica | Toy Story 4: "Os seus problemas são meus também" 4. Festa de Família Primeiro filme do manifesto Dogma 95, que foi escrito para a criação de um cinema mais realista e menos comercial, Festa de Família foi aclamado em seu lançamento. Os filmes do manifesto seguem 10 regras estipuladas por Thomas Vinterberg (diretor de Festa de Família) e Lars von Trier. Para ter seu filme como parte do Dogma 95, os realizadores devem enviar cópias à entidade que gerencia, submetendo-os a uma avaliação. Caso aprovado e verificado que o voto de castidade (as 10 regras) foi cumprido, os autores recebem o Certificado Dogma 95.   3. Matrix Matrix foi uma revolução tanto para os filmes de ficção científica quanto para o cinema em si. Para isso, o filme conta com elementos dos mais variados utilizados pelas irmãs Wachowski, com muito do que tiveram contato durante a vida. De religião a artes marciais, de filosofia a mangá, de cyber punk à cultura pop, o filme definiu um novo rumo para o cinema de Hollywood e, por este ser hegemônico, acabou por influenciar o planeta.   2. Dançando no Escuro O controverso filme de Lars von Trier foi um dos centros dos debates sobre novas tecnologias no cinema durante o Festival de Cannes em seu ano. Mesmo assim, o mais prestigiado festival de cinema do planeta consagrou, exatamente, Dançando no Escuro, que teve cenas realizadas com nada menos que 100 câmeras digitais. A partir desse filme, métodos de produção e exibição começaram a ser repensados em todo o mundo.   1. Avatar O inventivo James Cameron (segundo filme dele na lista) não somente deu ao mundo o poder da nova tecnologia 3D (que já havia existido de forma menos funcional anteriormente no cinema), mas não foi somente isso. Além de fazer a terceira dimensão ser um acréscimo para a linguagem cinematográfica, Avatar permitiu a percepção de que a era de uma imaginação sem limites havia chegado.   Os 5 melhores filmes de James Cameron Existem outros filmes que poderiam estar na lista, como Ouro e Maldição, ...E o Vento Levou, O Mágico de Oz, Casablanca, Crepúsculo dos Deuses, 8½; brasileiros que deram voz ao nosso cinema – especialmente à criação de movimentos como o Cinema Marginal e Cinema Novo –; produções mais recentes como Projeto Gemini, Vingadores: Ultimato e até mesmo Hamilton; e tantos outros que modificaram pontos do cinema, sejam estes históricos, de linguagem, sociais, de público… Crítica | Hamilton é o que de melhor um filme pode ser mesmo sem ser um filme E para vocês? Quais são os filmes indispensáveis? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp para Android adiciona 138 novos emojis. Veja quais são Astronautas da NASA voltam sãos e salvos à Terra a bordo de nave da SpaceX Os 10 filmes mais pirateados da semana (02/08/2020) Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) HQ de Darth Vader promete explicar Palpatine em Star Wars: A Ascensão Skywalker Veja Mais

Gusttavo Lima elogia transposição do rio São Francisco: 'Bolsonaro, você é dez'

O Tempo - Política Durante live neste domingo (2), cantor parabenizou o presidente pela inauguração de trecho da obra no Nordeste: 'levou água para milhões', disse o embaixador Veja Mais

Quem são os astronautas da Nasa (e melhores amigos) que viajaram ao espaço em nave da SpaceX

G1 Economia Bob Behnken e Doug Hurley pousaram na Terra neste domindo. Eles são dois dos mais gabaritados membros da agência espacial americana e estão trabalhando há anos em projeto de transição para voos comerciais. Bob Behnken e Doug Hurley na Flórida em 20 de maio, quando lançamento precisou ser adiado por conta do mau tempo Reuters Neste domingo (02/08), os astronautas Doug Hurley e Bob Behnken se tornaram protagonistas de um capítulo importantíssimo da história da Nasa, a agência espacial americana. Após 64 dias em órbita na estação espacial, a dupla retornou à Terra, pousando no Golfo do México. A cápsula foi içada do mar para um navio de salvamento. O final bem-sucedido da missão inicia uma nova era para a agência espacial americana. No futuro, todas as suas necessidades de transporte para o espaço serão compradas de empresas privadas, como a SpaceX, do empresário Elon Musk. Cápsula da SpaceX com astronautas chega à Terra após dois meses na Estação Espacial Veja vídeos sobre a Space X A agência governamental afirma que contratar prestadores de serviços dessa maneira vai economizar bilhões de dólares. Doug Hurley e Bob Behnken quebraram um hiato de nove anos para a agência espacial. Desde 2011, a Nasa não lançava seus astronautas do próprio solo americano, quando seus ônibus espaciais foram aposentados. Após a tragédia com a missão Columbia em 2003, a agência revisou completamente sua operação com ônibus espaciais, comprando assentos para seus astronautas — a um custo de dezenas de milhões de dólares por voo — na nave russa Soyuz. Foi uma fase de transição até que o programa Commercial Crew & Cargo Program Office (C3PO) desse seus primeiros frutos. É aí que entra o bilionário Elon Musk, fundador e diretor da SpaceX. Sua empresa e a Boeing foram escolhidas pela Nasa para participar do projeto C3PO, que abriu oportunidades comerciais para transporte de astronautas e carga para o espaço. Desde 2014, as empresas vêm refinando e testando seus projetos, supervisionados pela Nasa. O veículo de Musk foi o primeiro a chegar no espaço. Hurley e Behnken viajaram para a Estação Espacial Internacional na elegante cápsula Crew Dragon. "Já passou da hora de lançar um foguete americano da costa da Flórida para a Estação Espacial Internacional, e estou certamente honrado em fazer parte disso", disse Hurley, 53 anos, no início de maio. Behnken, 49 anos, acrescentou: "No meu primeiro voo (para o espaço) eu não tinha um filho, então estou realmente empolgado em compartilhar esta missão com ele". A Nasa escolheu dois de seus astronautas mais experientes para ajudar a SpaceX a preparar o Crew Dragon para o lançamento. Os dois também são amigos de longa data. "Ter a sorte de voar com seu melhor amigo... acho que muitas pessoas gostariam disso", comemora Hurley. Quando pousaram neste domingo, suas parceiras ficaram muito atentas, não só por motivos pessoais, mas também profissionais. Ambas são astronautas também. A esposa do coronel Hurley, Karen Nyberg, já foi para o espaço duas vezes, a bordo do ônibus espacial da agência e da Soyuz, se aposentando da Nasa este ano. Eles têm um filho de 10 anos, Jack, cujos primeiros anos de vida foram comemorados em meio às incursões espaciais dos pais. Nyberg começou seu treinamento para uma missão na estação espacial apenas alguns meses após o nascimento de Jack. Enquanto isso, Hurley se preparava para seu próprio voo — pilotando a última missão de um ônibus espacial da Nasa. Às vezes, Nyberg levava Jack para a Rússia, outras vezes a criança ficava em casa no Texas. "Literalmente, desde que Jack tinha idade suficiente para compreender as coisas, ele estava viajando para a Rússia ou falando através do Skype com a mamãe", contou Hurley ao jornal Houston Chronicle em 2013. O coronel da Força Aérea Behnken é casado com Megan McArthur, que voou na última missão de serviço ao Telescópio Espacial Hubble, em 2009. Como membro ativo do corpo de astronautas, ela é uma candidata em potencial para ser a primeira mulher a pisar na Lua em 2024, segundo o cronograma da Nasa. O filho deles, Theo, tem seis anos. Hurley, Behnken, Nyberg e McArthur se formaram na mesma classe de astronautas (2000) e estiveram presentes nos casamentos uns dos outros. Sendo tão próximos, eles "conseguem prever, até por linguagem corporal, qual é a opinião ou a próxima ação" do colega, disse Behnken à rede CNN, sobre a parceria com Hurley. "Fazemos isso há tanto tempo que é como ter um segundo par de mãos". Hurley disse sobre Behnken: "Sei instantaneamente quando fiz algo errado. Ele não sabe esconder bem". Mas Behnken admite que Hurley é o mais organizado dos dois. O mais velho dos dois homens foi criado no vilarejo de Apalachin, no norte de Nova York. "Era apenas uma grande existência em uma cidade pequena... nós só tivemos semáforo quando eu estava na faculdade", contou Hurley em 2009. Behnken é de St Ann, um subúrbio de St Louis, Missouri. Em 2010, ele descreveu o lugar como "uma espécie de bairro de trabalhadores", acrescentando: "Acho que, na minha bagagem... sou mais uma pessoa da classe trabalhadora". Ele atuou na construção civil antes de decidir que trabalhar ao ar livre no calor do verão não era para ele. Os dois foram para a faculdade com bolsas militares e se formaram em engenharia. Enquanto Behnken concluiu o doutorado na Caltech — universidade de elite exibida na série de TV The Big Bang Theory —, Hurley tornou-se um oficial dos fuzileiros navais. Os dois treinaram posteriormente como pilotos de teste em escolas militares. Esta tem sido a trajetória padrão dos astronautas da Nasa. Candidatos a se tornarem astronautas, Hurley e Behnken foram selecionados três anos antes de o ônibus espacial Columbia se desintegrar em sua volta à Terra, matando os sete tripulantes. Após o desastre, a Nasa decidiu que aposentaria o ônibus, delegando o transporte à estação espacial para empresas privadas. Assim, quando os dois foram finalmente designados para seus lançamentos, o programa de ônibus espaciais estava em sua fase final. Suas missões se concentraram em cumprir os compromissos anteriores da Nasa de concluir a construção da estação espacial. Depois, a dupla foi incluída na equipe do programa Commercial Crew & Cargo Program Office (C3PO). Em agosto de 2018, Hurley e Behnken foram anunciados como a tripulação principal do Demo-2, o primeiro voo da espaçonave da SpaceX com humanos a bordo. "Bob e eu, nos últimos dois anos, vivemos essencialmente na Califórnia, trabalhando lado a lado com o pessoal da SpaceX para nos trazer a esse ponto", relatou Hurley recentemente. Eles tiveram que se acostumar com o controle por meio de tela sensível ao toque da Crew Dragon, depois de trabalhar com os botões dos painéis dos ônibus espaciais. Astronautas Bob Behnken e Doug Hurley no dia 27 de maio EPA/BBC Antes da viagem, Hurley disse que a experiência na avaliação de aeronaves militares como piloto de teste se mostrou crucial no trabalho com a SpaceX. "Isso, por si só, ajudou tremendamente a nós dois, porque durante todo o processo que você acompanha nas forças armadas, há atrasos, desafios técnicos, imprevistos com os quais vocês não espera ter que trabalhar." Os contratempos — incluindo duas explosões monumentais que destruíram um foguete e uma das cápsulas do Crew Dragon — viram o lançamento ser postergado por quase quatro anos. A data original era outubro de 2016. "Estávamos bem preparados para isso, então acho que o não cumprimento das datas de lançamento (originais) causou alguma frustração na Nasa", explicou Hurley. Apesar dos obstáculos, o entusiasmo de Behnken permaneceu: "Provavelmente é o sonho de todo piloto de teste em formação ter a oportunidade de voar em uma nave espacial nova". Veja Mais

Missão histórica: astronautas americanos voltam à Terra após dois meses em órbita

G1 Economia Veja lista de vídeos sobre a primeira viagem tripulada em nove anos dos EUA. Veja lista de vídeos sobre a primeira viagem tripulada em nove anos dos EUA. Veja Mais

JORGE JESUS LIGOU PARA ABEL BRAGA E PEDIU DESCULPAS!; Saiba história

JORGE JESUS LIGOU PARA ABEL BRAGA E PEDIU DESCULPAS!; Saiba história

Fox Sports Brasil Durante o Aqui Com Benja, Abel Braga afirmou não ter problema algum com o treinador português e citou as únicas duas vezes que falou com o atual técnico do Benfica. Sabia dessa, torcedor? Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! https://bit.ly/3dhfI3I ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Abel #Jesus #Flamengo Veja Mais

Cápsula da SpaceX com astronautas chega à Terra após dois meses na Estação Espacial

G1 Economia Robert Behnken e Douglas Hurley pousara de paraquedas no Golfo do México às 15h48. Esta é a primeira missão tripulada dos EUA em nove anos. Cápsula da SpaceX com astronautas chega à Terra A cápsula Crew Dragon, da SpaceX, com dois astronautas americanos, pousou com sucesso neste domingo (02) em Pensacola, no estado americano da Flórida, encerrando a primeira missão tripulada da Nasa em nove anos. Veja no vídeo acima a retirada dos astronautas da cápsula e, abaixo, o momento em que eles pousaram no mar Astronautas da SpaceX retornam à Terra e pousam no mar Robert Behnken e Douglas Hurley pousaram de paraquedas às 15h48 (de Brasília) e foram resgatados pelo navio Go Navigator. Eles ficaram dois meses na Estação Espacial Internacional (ISS) e realizaram testes no sistema de controle ambiental espaçonave, e também, nas telas, controles e propulsores de manobra. Próximas etapas Esta missão é considerada a etapa final do processo de validação de que a Crew Dragon pode ser operada de forma segura. Momento em que cápsula Crew Dragon com astronautas pousa no mar Nasa/Reprodução Após as análises, com a chegada dos astronautas, se a missão for considerada bem sucedida, a SpaceX vai dar seguimento às seis missões "operacionais" até a ISS que fazem parte do contrato de US$ 2,6 bilhões (quase R$ 14 bilhões) com a Nasa. O processo de certificação deve levar cerca de seis semanas, segundo a Nasa. A Boeing também tem um contrato similar, estimado em US$ 4,2 bilhões (cerca de R$ 22 bilhões) para levar tripulantes à estação espacial usando seu veículo CST-100 Starliner. O que é a SpaceX? A SpaceX foi a primeira empresa privada a conseguir consistentemente retornar à Terra estágios do foguete a fim de serem reutilizados, e não descartados. Ela é uma empresa americana que fornece serviços de lançamento para governos e outras companhias utilizando seus foguetes Falcon 9 e Falcon Heavy. Elon Musk fundou a SpaceX em 2002 com o objetivo de reduzir custos de transporte aéreo e, por extensão, viabilizar a colonização de Marte. A empresa também está desenvolvendo uma aeronave maior para transportar humanos, batizada de Starship, que pode participar do processo de colonização de Marte. À frente, sem máscara, vice-presidente dos EUA, Mike Pence. Com máscara, o CEO da SpaceX, Elon Musk. Ambos assistiram ao lançamento da espaçonave Dragon Crew em maio Joe Skipper/Reuters Veja Mais

Após a morte de dois prefeitos, vereadora é eleita para mandato tampão no TO

O Tempo - Política Irene Rodrigues (PSD) foi escolhida por unanimidade pela Câmara Municipal de Araguanã; dois políticos que tinham assumido o Executivo morreram em menos de um mês Veja Mais

Técnicos de som, luz e imagem de eventos se manifestam em SP por protocolos para volta ao trabalho

G1 Pop & Arte Profissionais levaram cases que usam para guardar equipamentos e protestaram em frente à Alesp, neste domingo na Zona Sul. Organizadores dizem que pandemia trouxe 'apagão'. Profissionais da área técnica de eventos, shows, teatro e cinema promovem manifestação Passeata com Cases em São Paulo neste domingo (2) Van Campos/FotoArena/Estadão Conteúdo Profissionais da área técnica de eventos, conhecidos nos bastidores como "graxa", fizeram uma passeata de protesto neste domingo (2), na Zona Sul da cidade de São Paulo. Levando os cases que usam para trabalhar, eles cobraram uma definição dos protocolos de segurança para a retomada do setor ao trabalho durante a pandemia de coronavírus, entre outras coisas (veja abaixo). Segundo os organizadores, a pandemia do coronavírus trouxe "o verdadeiro pesadelo do apagão". A reivindicação do grupo é por um plano emergencial para a categoria e pela revisão das leis para o setor, que "não mais atendem a realidade e necessidades da Área Técnica". "Somos os profissionais que ninguém vê, mas, sem o nosso trabalho, nenhum artista sobe ao palco, nenhuma marca apresenta o seu produto, nenhum aplauso será ouvido. Sim, nós empurramos cases, mas também fazemos o show acontecer", escreveram os profissionais em um manifesto. Durante a passeata, os manifestantes levaram os cases usados nos bastidores para guardar os equipamentos para a montagem dos shows. Eles realizaram o ato em fila, com distanciamento entre os participantes, que usavam máscaras de proteção e seguravam cartazes. O grupo se reuniu na Avenida Pedro Álvares Cabral, nas imediações do Parque Ibirapuera, passou pelo Monumento às Bandeiras, e terminou em frente a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Profissionais da área técnica de eventos pedem protocolos para retomada ao trabalho em protesto neste domingo (3), em São Paulo Van Campos/FotoArena/Estadão Conteúdo O que reivindicam As principais reivindicações dos manifestantes são: definição dos protocolos de segurança para a retomada do setor ao trabalho; auxílio emergencial até o fim do estado de calamidade pública ou até que seja autorizada a realização de eventos; cursos de capacitação para os profissionais, de modo que possam atuar como trabalhadores formais; criação de um Comitê de Eventos no Conselho Nacional de Turismo para identificar e discutir questões do setor de eventos; criação de uma linha de crédito voltada para o setor de eventos, visando, principalmente, o pagamento da folha de salários e das despesas das empresas. Veja Mais

Nasa monitora cápsula da SpaceX com astronautas em retorno à Terra

G1 Economia Doug Hurley e Bob Behnken passaram dois meses em órbita. Pela 1ª vez, o voo tripulado foi realizado por uma empresa privada, a SpaceX, do empresário Elon Musk. Astronautas da Nasa que viajaram para a Estação Espacial Internacional no primeiro voo tripulado da SpaceX Nasa/Reprodução Os astronautas americanos que passaram dois meses na Estação Espacial Internacional (ISS), transportados pela cápsula Crew Dragon, da Space X, estão retornando para Terra neste domingo (2). Este é o primeiro voo tripulado feito por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk. Quem é Elon Musk, o multimilionário fundador da Tesla que enviou seu carro ao espaço Por que lançamento inaugural de nave da SpaceX é histórico também para a Nasa A nave trazendo Doug Hurley e Bob Behnken têm pouso no mar previsto para às 15h41 (de Brasília), no Golfo do México. Esta é a primeira missão tripulada da Nasa em solo norte-americano em quase uma década. Veja no VÍDEO abaixo o lançamento do foguete da SpaceX Pela 1ª vez, foguete tripulado de empresa privada entra em órbita Quem são os astronautas? Os astronautas Douglas Hurley e Robert Behnken foram os escolhidos para tripular a missão e viajar até a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). Os astronautas da NASA Douglas Hurley e Robert Behnken posam para foto durante ensaio para o lançamento no Kennedy Space Center no Cabo Canaveral, na Flórida, EUA, neste sábado (23) Kim Shiflett/NASA/Divulgação via Reuters Behnken e Hurley são astronautas da Nasa desde 2000 e já foram ao espaço duas vezes em ônibus espaciais. Estão entre os membros mais experientes da equipe da agência, segundo a BBC, e foram treinados como pilotos de testes (o que tem sido crucial para preparar a nova aeronave). Hurley, de 53 anos, já passou 28 dias e 11 horas no espaço, e Behnken, de 49, acumula 29 dias e 12 horas, incluindo 37 horas de caminhada espacial (fora do veículo ou da estação). Ambos têm esposas astronautas: Behnken é casado com a oceanógrafa e engenheira aeroespacial Megan McArthur, que tem quase 13 dias de missões no espaço, segundo a Nasa. Já Hurley é casado com a ex-astronauta da agência Karen Nyberg, engenheira com 180 dias de missões espaciais. Veja Mais

Novidades no WhatsApp! Atualização da versão beta traz mais de uma centena de emojis

tudo celular Aplicativo de mensagens recebeu várias atualizações recentemente. Veja Mais

Sobra algo para o anúncio? Vazamento mostra mais detalhes sobre Google Pixel 5 e Pixel 4a 5G

tudo celular Modelo intermediário do Google será anunciado amanhã (3). Veja Mais

Protestos contra restrições na pandemia deixam 45 policiais feridos em Berlim

O Tempo - Mundo Aproximadamente 20 mil pessoas manifestaram no sábado contra as medidas de prevenção impostas pelo governo Veja Mais

Em sete anos, PIB per capita cai e brasileiro fica 11% mais pobre

G1 Economia Entre 2013 e 2020, PIB per capita do do Brasil deve recuar R$ 8.519 para R$ 7.559 e encolher 11,3%, de acordo com dados da consultoria LCA. Em um período de sete anos, o brasileiro caminha para ficar cerca de 10% mais pobre. A recessão observada entre o fim de 2014 e 2016, a lenta retomada da economia dos anos seguintes e a recente crise provocada pelo coronavírus fizeram o Brasil perder parte da sua riqueza. Entre 2013 - último ano de crescimento mais robusto da economia - e o fim de 2020, o Produto Interno Bruto (PIB) per capita passará de R$ 8.519 para R$ 7.559 e terá encolhido 11,3% no período, de acordo com cálculos da consultoria LCA. "A realidade é muito mais triste do que apenas esse dado. Nesse período, a média de crescimento do mundo foi de 4% ao ano", diz o economista da LCA Cosmo Donato. "É preciso levar em conta também o que o país deixou de crescer, sobretudo na comparação com os emergentes. O buraco é mais embaixo." Renda em queda Economia G1 O PIB per capital é a soma de tudo o que país produz dividido pela população e funciona como um importante termômetro para avaliar a riqueza de uma nação. Ele sobe quando a atividade econômica avança num ritmo mais rápido do que o crescimento populacional. O levantamento da LCA leva em conta estimativas para o PIB trimestral e utiliza a média móvel de quatro trimestres, o que permite uma comparação mais justa. Nos últimos anos, a economia brasileira enfrentou uma combinação de muita dificuldade. Entre o fim de 2014 e 2016, o país observou uma forte recessão causada por vários desequilíbrios macroeconômicos e pela turbulência política durante o governo Dilma Rousseff. Nos três anos seguintes, houve apenas uma tímida retomada, incapaz de apagar todos os estragos. Agora, a crise provocada pelo coronavírus se tornou mais um componente desse período conturbado. Em 2020, os analistas consultados pelo relatório Focus, do Banco Central, estimam uma queda do PIB de 5,77%. "A crise de 2015 e 2016 foi bastante profunda. Houve uma retração do PIB de 7% e só recuperamos metade disso mais ou menos", diz o sócio e economista da Kairós Capital, André Loes. "O final do ano passado prometia uma aceleração para este ano, talvez o país fosse crescer entre 2% e 2,5%, mas aí veio pandemia", afirma. Previsão para o PIB melhora, mas ainda é de queda Mobilidade interrompida O empobrecimento do Brasil também fica evidente quando se analisa o comportamento socioeconômico do país. Depois de ver o "boom" da chamada classe C no final da década passada e no início desta, o país tem registrado uma leve piora da mobilidade social nos últimos anos, de acordo com um levantamento feito pela Kantar. Em 2014, 27,5% dos lares brasileiros integravam a classe A e B. Ao fim deste ano, esse grupo deve recuar para 26,3%. Nesse período, a classe E vai passar de 24,7% para 25,2% dos lares. "No passado, muitas pessoas da classe D e E migraram para a classe C. Desde 2016, não existe mais esse movimento", diz o diretor de serviço ao cliente e novos negócios da Kantar, David Fiss. "E o que a gente começa a ver neste ano, como efeito da crise, é uma perda de importância de classe A/B e C e um crescimento da classe D/E." Melhora interrompida Economia G1 Desemprego em alta O desemprego tem sido uma das consequências mais perversas do desempenho ruim da economia e ajuda a explicar o empobrecimento do país. No ano passado, o mercado de trabalho até apresentou um esboço de melhora, mas muito calcado na informalidade. A crise provocada pelo coronavírus, no entanto, abortou qualquer expectativa de retomada. Em maio, a taxa de desocupação ficou em 12,9%. E a expectativa é que os números piorem ao longo dos próximos meses. Demitido há seis meses, o vigilante Wesley dos Santos Lima, de 29 anos, encara o desemprego pela segunda vez em pouco tempo - entre 2016 e 2017 também ficou sem trabalhar por sete meses. "A gente é aquele tipo de pessoa que tem de trabalhar ou fazer um bico para ter alguma coisa melhor na nossa casa", diz. Wesley e a esposa ficaram desempregados na crise e reduziram gastos Acervo pessoal Casado e com um filho de cinco anos, Wesley também viu a esposa perder o trabalho por causa da pandemia. Sem a renda do trabalho, a família teve de cortar itens supérfluos para ajustar seu orçamento. "Não temos contas atrasadas, damos prioridade para este pagamento" afirma. "Mas fizemos alguns cortes do que compramos e também no lazer." Wesley viveu quatro meses com recursos do seguro-desemprego e agora tenta uma recolocação num momento de bastante dificuldade da economia. "Há alguns anos eu via mais potencial de trabalho, principalmente na área de segurança. Mas agora, com a pandemia, está mais complicado." Agenda de curto e longo prazo Um enriquecimento do Brasil exige uma agenda de curto e longo prazo. No curto prazo, os analistas indicam que o país tem de mostrar, sobretudo, um comprometimento com a parte fiscal para evitar uma desconfiança dos investidores. Com a pandemia, o governo teve de aumentar os gastos para mitigar os efeitos da crise, o que vai elevar o endividamento do Brasil. Segundo analistas, será preciso retomar as medidas de ajustes depois que a pandemia for superada – o país já entrou nessa crise com um nível de endividamento bastante elevado para um país em desenvolvimento. "O país tem de passar rapidamente para o modo austeridade", diz Loes. "O Brasil tinha começado a debelar o crescimento da dívida, mas ela vai subir para algo como 97% do PIB este ano", afirma. Em 2019, a dívida bruta do Brasil correspondeu a 75,8% do PIB. No médio e longo prazo, a agenda do Brasil passa por medidas que envolvam a melhora da produtividade para permitir um maior crescimento potencial da economia. São necessárias, portanto, medidas que facilitem o ambiente de negócios com o objetivo de melhorar o quadro de investimentos, por exemplo, e investir na educação para ter uma mão de obra mais qualificada. "Medidas que facilitem o investimento vão fazer que esse mesmo trabalhador mais bem treinado, com melhor educação, produza mais, e o nosso PIB per capita vai crescer", afirma Loes. Veja Mais

Agricultores do sertão do Ceará retomam produção de algodão após quase 40 anos

G1 Economia Na década de 1980, lavouras do estado foram destruídas pelo bicudo do algodoeiro e, agora, graças à pesquisa, produtores vão retomando a atividade. Agricultores do sertão do Ceará retomam produção de algodão após quase 40 anos Agricultores do sertão do Ceará estão retomando a produção de algodão no estado com ajuda de pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e governo estadual. O Ceará já foi o maior produtor de algodão do Nordeste e um dos principais do país, mas, na década de 1980, a praga do bicudo-do-algodoeiro praticamente extinguiu a produção. Naquela época, o estado perdeu 1,2 milhão de hectares da cultura. Por causa do trauma, a volta da cultura ainda é tímida. Para viabilizar o retorno da atividade, o governo do Ceará criou um projeto de modernização do algodão e a Embrapa faz testes para escolher as sementes mais apropriadas para a região. A principal estratégia adotada foi o vazio sanitário. O governo cearense determinou que entre 1º de outubro e 31 de dezembro é proibido plantar algodão no estado. Atualmente, Mato Grosso e Bahia são os principais estados produtores de algodão do país. Saiba mais na reportagem completa no vídeo acima. Veja Mais

Alerj recorre da decisão que dissolveu comissão de impeachment de Wilson Witzel

O Tempo - Política Requerimento pede que a decisão liminar de Dias Toffoli, presidente do STF, seja "integralmente reconsiderada" e que a comissão especial original que analisa pedido contra o governador do Rio seja restabelecida Veja Mais

O que é o Xbox Game Pass?

canaltech O Xbox Game Pass é um serviço de assinatura de games da Microsoft que conta com uma biblioteca com mais de 100 jogos para o Xbox One e o PC. O catálogo do serviço inclui franquias como Halo, Forza, Gears of War, Minecraft e, dependendo do tipo de assinatura, pode incluir o Xbox Live Gold. 12 jogos incríveis que valem a assinatura do Game Pass Confira perguntas frequentes sobre o Xbox Game Pass O que é e como funciona o Xbox Live Gold Atualmente, o serviço conta com mais de 10 milhões de membros de 41 países, então, se você está considerando assinar o Xbox Live Gold para console ou PC, confira abaixo o que é, os planos disponíveis e os benefícios de assinar este serviço da Microsoft! O que é o Xbox Game Pass Lançado em junho de 2017, o Xbox Game Pass pode ser descrito como a “Netflix dos videogames” porque oferece aos seus assinantes acesso a um catálogo de mais de 100 jogos de diferentes empresas que podem ser baixados e jogados mediante uma assinatura mensal. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- O que difere este serviço de assinatura do EA Acess, por exemplo, é que ele não oferece em seu catálogo apenas os jogos desenvolvidos pelos estúdios da Microsoft. O catálogo conta com jogos exclusivos e de outras empresas que foram lançados para Xbox One, Xbox 360 e Xbox. O catálogo do Xbox Game Pass conta com vários jogos exclusivos e de outras produtoras (Imagem: Divulgação/Microsoft) Também é importante ressaltar que, exceto o plano Ultimate, assinantes do Game Pass ainda precisarão fazer a assinatura do Xbox Live Gold para poderem desfrutar da experiência de jogar online os jogos do catálogo. Xbox Game Pass: planos disponíveis Os planos disponíveis dão acesso a todos os jogos do catálogo do serviço. Além de novos jogos serem adicionados constantemente, títulos exclusivos do Xbox Game Studios estarão disponíveis no catálogo no mesmo dia de seu lançamento. Todos os planos de assinaturas também conferem aos usuários descontos e ofertas exclusivas dentro da loja da Microsoft. Confira abaixo as opções disponíveis: Xbox Game Pass para PC: primeiro mês por R$ 1,00 e os seguintes por R$ 13,99; Xbox Game Pass para console: assinatura mensal por R$ 29,00; Xbox Game Pass Ultimate: primeiro mês por R$ 1,00 e os seguintes por R$ 39,99. Esta assinatura é válida para o Xbox One, PC e ainda inclui o Xbox Live Gold. E você, é assinante do Xbox Game Pass? Deixe nos comentários o que você acha do serviço e dos games do catálogo! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Astronautas da NASA voltam sãos e salvos à Terra a bordo de nave da SpaceX WhatsApp para Android adiciona 138 novos emojis. Veja quais são App ultrapassa a marca de 10 bilhões de downloads na Play Store pela 1ª vez Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) Comparativo: Qual é a melhor picape do mercado brasileiro? Veja Mais

Baidu anuncia computador autônomo de carros com serviço de manobrista

canaltech Conhecida como o "Google da China", a Baidu investe em diversos setores, entre eles o de carros autônomos. Ano passado, a companhia chegou a realizar os primeiros testes pelas ruas de Changsha, capital da província de Hunan, com os veículos Apollo Robotaxi, produzidos em parceria com a montadora local FAW Group. Em uma nova etapa de desenvolvimento, segundo informações do Engadget, a empresa acaba de anunciar que uma das primeiras plataformas de computação autônoma de produção em massa do mundo está pronta para uso na estrada. Baidu pode deixar bolsa de valores nos EUA diante da tensão com a China Inteligência indiana pede fim do uso de TikTok, Zoom e outros 51 apps chineses Covid-19 | Inteligência artificial pode identificar pessoas sem máscaras Denominada Apollo Computing Unit (ACU), o computador será equipado no Apollo Valet Parking, um veículo autônomo da WM Motors (Weltmeister), cujo lançamento está previsto para o segundo semestre do ano. O sistema é baseado nos processadores Xilinx e possui microcontroladores da fabricante de chips Infineon, sendo fabricado em parceria com a Flex, uma fábrica global de eletrônicos líder na cidade de Wuzhong. We are proud to announce that Apollo Computing Unit (ACU), the world's first production-ready #autonomousdriving computing platform, is ready for application! ACU will power the Apollo Valet Parking solution - jointly developed by Baidu and WM Motor - in the second half of 2020. pic.twitter.com/5W7mHD2QgC -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- — Apollo Auto Platform (@ApolloPlatform) July 31, 2020 A companhia chinesa revela que a plataforma de computação autônoma é capaz de processar uma grande quantidade de dados captados pelas cinco câmeras e 12 radares ultrassônicos, permitindo que o carro autônomo possa estacionar e manobrar sozinho com facilidade. A tecnologia chega em um momento bastante oportuno, uma vez que, em virtude da pandemia de COVID-19, é bom evitar que outras pessoas como os manobristas, por exemplo, toquem no seu carro. Baidu não é a única que trabalha em computadores autônomos A plataforma Apollo, da Baidu, cresceu e se tornou um dos maiores ecossistemas de direção autônoma do mundo, porém não é a única em desenvolvimento. Outras empresas como a Nvidia, bastante conhecida pela produção de placas de vídeo, também segue investindo no setor de carros autônomos, firmando acordos com a GM (Chevrolet), Toyota e outras montadoras de grande renome. Pesquisa dos EUA questiona capacidade de carros autônomos em evitar acidentes Veículos autônomos fazem entregas nos EUA e diminuem risco de coronavírus Todavia, a Baidu se destaca por ser pioneira em produzir em massa uma plataforma de computação autônoma no mundo real, ainda que de forma limitada, estimulando assim que a concorrência acelere (sem trocadilhos) o desenvolvimento de soluções de direção inteligentes e personalizáveis ​​para veículos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: AO VIVO | Astronautas da NASA voltam da ISS na espaçonave Crew Dragon, da SpaceX Comparativo: Qual é a melhor picape do mercado brasileiro? App ultrapassa a marca de 10 bilhões de downloads na Play Store pela 1ª vez WhatsApp para Android adiciona 138 novos emojis. Veja quais são Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (01/08/2020) Veja Mais

Compra da Oi: Highline ameaça desistir, e TIM deve ter maior fatia na proposta combinada

tudo celular Empresa internacional não desistiu da compra da Oi Veja Mais

Coronavírus já matou mais de 685 mil pessoas pelo mundo

O Tempo - Mundo Brasil, Estados Unidos e Índia foram os países que mais registraram mortos em 24 horas Veja Mais