Meu Feed

Últimos dias

CEARÁ BICAMPEÃO INVICTO DA COPA DO NORDESTE COM TRANSMISSÃO 100% FEMININA; Confira melhores momentos

CEARÁ BICAMPEÃO INVICTO DA COPA DO NORDESTE COM TRANSMISSÃO 100% FEMININA; Confira melhores momentos

Fox Sports Brasil Com gol de Cléber, o Vozão passeou em Pituaçu, venceu o Bahia por 1 a 0 e conquistou pela segunda vez a Copa do Nordeste. No FOX Sports 2, você curtiu uma transmissão 100% feminina, com Renata Silveira, Vanessa Riche, Lívia Nepomuceno e Fernanda Colombo. Confere aí! Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! http://www.foxsports.com.br Baixe o APP! https://bit.ly/3dhfI3I ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Torcemos Juntos! #Ceará #Bahia #CopaDoNordeste Veja Mais

Jurassic World: Domínio | Sam Neil se prepara para enfrentar animatrônicos

canaltech Após ter seu retorno confirmado, Sam Neil, que interpreta Alan Grant no universo Jurassic Park/World, fez uma publicação no Twitter indicando que está se preparando para as filmagens, que já estão em andamento. Jurassic World 3 | Elenco de Jurassic Park terá papel importante no filme Jurassic World: Domination | Diretor compartilha imagem dos bastidores do filme Crítica | Jurassic World: Reino Ameaçado e DNA modificado No tweet, Neil escreveu: “Segurem os seus chapéus — estou recuperando o meu antigo nesta semana e enfrentando dinossauros mais uma vez. Melhor ainda. Animado e aterrorizado — essas coisas vão matar vocês. Com Laura Dern, Bryce Dallas Howard, Chris Pratt, Jeff Goldblum e Colin Trevorrow obviamente estou um pouco mais... grisalho agora”. Hold onto your hats- gettin' my old one back on this week , and facing off dinosaurs once again. Best yet .Excited and terrified- these things will kill ya. With @LauraDern @BryceDHoward @prattprattpratt #JeffGoldblum @colintrevorrow I'm obviously a little more ...grizzled now.. pic.twitter.com/zYtG5uadB2 -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- — Sam Neill (@TwoPaddocks) August 2, 2020 Sam Neil como Alan Grant em Jurassic Park (Imagem: Reprodução/Universal Pictures) Amazon Prime chegou ao Brasil e está todo mundo assinando. Já fez seu teste grátis de 30 dias? Clique aqui! A ideia de que o filme está aterrorizante pode ter a ver com a promessa de Colin Trevorrow de ter mais dinossauros animatrônicos, o que lembra mais o original de Steven Spielberg. Em entrevista ao Collider, o cineasta comentou sobre o filme e disse que irá além do que já vimos até agora: "Na verdade, fomos mais práticos com todos os filmes Jurassic que fizemos desde o primeiro e criamos mais animatrônicos neste que nos dois anteriores. E o que eu descobri, especialmente no trabalho nos últimos dois meses, é que chegamos a um ponto em que é possível usar extensões digitais nos animatrônicos para combinar a textura e o nível de fidelidade. Antes não costumava ser possível misturá-los. Você realmente podia ver as costuras. E essa parte é muito emocionante para mim". Jurassic World: Domínio é o final da nova trilogia, iniciada em 2015 por Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros, com a segunda parte, Jurassic World: Reino Ameaçado, chegando aos cinemas em 2018. Domínio tem previsão de estreia para 10 de junho de 2021 no Brasil. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

xCloud chega ao Android dia 15 de setembro para membros Xbox Game Pass Ultimate

canaltech O Project xCloud, plataforma de games por streaming da Microsoft, chegará no dia 15 de setembro para usuários Android que sejam assinantes do Xbox Game Pass Ultimate. Segundo a gigante de Redmond, 22 países foram selecionados para a abertura do serviço, que ainda está em fase beta e oferecerá mais de 100 jogos do catálogo do Game Pass. Parceira da Microsoft diz que pré-venda do Xbox Series X começará “em breve” O que é o Xbox Game Pass? Games with Gold de agosto traz dois jogos do Xbox original; veja lista De acordo com a Microsoft, os países que iniciarão o xCloud para Android são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Hungria, Irlanda, Itália, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Suécia, Suíça, Reino Unido e República Tcheca. Esses locais foram escolhidos após o período inicial de testes, que trouxe o feedback de jogadores sobre o serviço. "Nossa visão para o Project xCloud, a tecnologia de jogos em nuvem da Microsoft, é oferecer a oportunidade de jogar os jogos que você deseja, com as pessoas e em qualquer lugar. Os jogos em nuvem como parte do Xbox Game Pass são o próximo passo importante em nossa visão contínua de colocá-lo no centro da experiência, oferecer mais valor a seus jogos e membros e remover as barreiras do jogo", disse Kareem Choudhry, vice-presidente corporativo e responsável pelo Project xCloud na Microsoft, em post no blog oficial da empresa. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Imagem: Divulgação/Microsoft Entre os títulos disponíveis logo de cara, estão Gears 5, Destiny 2, Minecraft Dungeons, Sea of Thieves, Halo 5, Hellblade, entre outros. Todos poderão ser jogados sem custos adicionais aos assinantes do Game Pass Ultimate e todo o progresso pode ser continuado seja na nuvem, com o xCloud, seja no Xbox One. Além disso, será possível jogar com outras pessoas no modo multiplayer, independente da plataforma em que estejam. Parcerias para periféricos Para aprimorar a experiência de jogos para celular, a Microsoft firmou parceria com empresas como Razer, PowerA, 8BitDo e Nacon para criar acessórios totalmente novos, projetados especificamente para jogos em nuvem e que se encaixem nos mais diversos smartphones e tablets do mercado. A grande sacada, contudo, é que será possível usar o controle do PlayStation 4, o Dualschock 4, no xCloud. Assine já: Xbox Game Pass Ultimate é um pacotão que inclui o Live Gold, biblioteca com mais de 100 jogos de Xbox e PC, além de descontos exclusivos! A Microsoft promete mais algumas novidades durante o Samsung Unpacked, que acontecerá nesta quarta-feira (5). Até o momento, nada sobre o Brasil foi confirmado. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Visual do Huawei Mate 40 Pro vaza e exibe módulo para câmeras enorme

canaltech O Mate 40 Pro, próximo topo de linha da Huawei previsto para algum momento deste ano, já havia aparecido em alguns rumores nas últimas semanas, mas nada tão revelante quanto o vazamento desta segunda-feira (4), quando foram divulgadas imagens do visual do aparelho. Venda de celulares na China diminuiu 15% no 2º trimestre em comparação com 2019 Histórico: Huawei fecha trimestre como a maior fabricante de celulares do mundo Huawei Mate 40 deve utilizar telas feitas na China Módulo de câmeras gigante De acordo com as fotos, a família Mate 40 manterá o design característico da linha, mas também beberá da fonte do P40 Pro. Ou seja, o topo de linha terá um módulo circular para as câmeras na traseira, mas bem maior quando comparado com o Mate 30 Pro, enquanto a parte frontal acomodará um display curvado com um furo no formato de pílula, provavelmente para agrupar duas câmeras para selfie. Mate 40 Pro terá um conjunto quádruplo da traseira (Foto: Reprodução/OnLeaks) Espera-se que o conjunto fotográfico do Mate 40 seja composto por três câmeras e um sensor auxiliar, que deverá ser um ToF 3D para medição de profundidade ou um sensor de autofoco a laser. Já o Mate 40 Pro substituirá esse sensor extra por uma câmera periscópica — provavelmente a mesma que vimos no P40 Pro+, lançado em março deste ano. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Configurações robustas Naturalmente, o Mate 40 e o Mate 40 Pro serão bastante robustos e terão as principais configurações do mercado para bater de frente com o Galaxy Note 20 e o iPhone 12. Rumores recentes indicam que os dispositivos serão lançados com o ainda não anunciado Kirin 1000, chip construído em 5 nanômetros (nm) e 5G. Versão tradicional terá uma tela mais plana (Foto: Reprodução/OnLeaks) Ambos também contarão com tela OLED de alta frequência — sem taxa informada —, mas o Mate 40 será um pouco menor, com 6,4 polegadas, contra 6,7 polegadas do Mate 40 Pro. Além disso, o modelo tradicional terá bordas levemente curvas, enquanto a versão mais potente apostará no famoso Waterfall Display. A Huawei ainda não informou a data de lançamento do Mate 40, mas, considerando que seu antecessor foi lançado em setembro de 2019, poderemos vê-lo entre setembro e outubro deste ano. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Após acidente, Alemanha restringe uso de limpador de para-brisa do Tesla Model 3

canaltech Aqui vai uma pequena curiosidade caso você nunca tenha tido a chance de dirigir um carro elétrico da Tesla: não existe uma alavanca convencional para ativar os limpadores do para-brisa nos modelos Model 3 e Model Y. Tais automóveis ativam as palhetas automaticamente ao detectarem precipitações, e o ajuste de velocidade deve ser feito exclusivamente por meio de uma gigantesca tela sensível ao toque. Tesla “pegou atalhos” na fabricação do Model 3, dizem ex-funcionários Tesla enfim anuncia versão mais barata do Model 3, a US$ 35 mil Tesla Model S recebe upgrade e agora tem autonomia de 650 quilômetros Acontece que, na Alemanha, um motorista perdeu o controle de seu Model 3 enquanto realizava tal ajuste, batendo seu possante na via. As autoridades locais, além de multá-lo e suspender sua licença durante um mês, decidiram impor severas restrições ao nível federal quanto ao uso de tal componente — que, vale destacar, é crucial para garantir o mínimo de visibilidade por parte do motorista em dias de chuva. De acordo com um juiz da corte regional responsável pelo caso, “a configuração das funções necessárias para operar o veículo motorizado via touchscreen (aqui: configurar o intervalo do limpador) é permitida apenas se for realizada em condições curtas, de rua, de tráfego, de visibilidade e de climática apropriadas à visualização da tela simultaneamente à visualização do trânsito”. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- As autoridades ressaltam ainda que tal orientação é válida “independentemente do propósito do motorista”. Em palavras menos complexas: na Alemanha, você só poderá ajustar a velocidade dos limpadores de seu Tesla Model 3 ou Model Y caso as condições de visibilidade estejam boas e o trânsito esteja fluído. Caso contrário, poderá ser penalizado com multas e cassação de sua habilitação. Reprodução/Clean Technica Tal decisão parece um tanto drástica, especialmente se levarmos em conta a quantidade de acidentes que ocorrem ao redor do mundo por conta de operações em centrais multimídia “convencionais” — e estas continuam sem qualquer restrição de uso. Até o momento, a Tesla não se pronunciou a respeito do assunto. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Nitrato de amônio: explosão em Beirute pode ter relação com fertilizante que já causou estragos nos EUA, na China e na França

Glogo - Ciência G1 conversou com professor do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP) a respeito do mecanismo da substância importante para a produção de alimentos, mas que precisa de cuidados durante armazenamento. Veja em câmera-lenta a explosão no porto de Beirute, no Líbano Nesta terça-feira (4), uma explosão na região portuária de Beirute deixou mais de 100 mortos, de acordo com o governo do Líbano. A causa suspeita é uma explosão de 2,7 mil toneladas de nitrato de amônio, substância utilizada como fertilizante. Os riscos do armazenamento incorreto desse material são conhecidos, de acordo com especialista ouvido pelo G1. O produto já foi responsável por tragédias na França, na China e nos EUA. Explosão em Beirute; FOTOS VÍDEOS da explosão em Beirute Veja como era a o porto de Beirute antes da explosão Acidentes anteriores com o nitrato de amônio: 16 abril de 1947, Estados Unidos: Uma explosão de 2,3 mil toneladas de nitrato de amônio a bordo de um navio francês estacionado no porto no Texas deixou 581 mortos e mais de 5 mil feridos. Centenas de edifícios foram destruídos e a área portuária foi devastada; 28 de julho de 1947, França: Os estoques de mercadorias do cargueiro norueguês 'Ocean Liberdade' em Brest (incluindo mais de 3 mil toneladas de nitrato de amônio) pegaram fogo durante seu descarregamento no porto. O navio explodiu matando cerca de 30 pessoas e deixando milhares de feridos; 08 de janeiro de 1998, China: 24 trabalhadores em Xinping foram mortos e 60 ficaram gravemente feridos na explosão em uma fábrica de fertilizantes na província de Shaanxi; 21 de setembro de 2001, França: A explosão do estoque de nitrato de amônio da fábrica AZF, em Tolouse, provocou a morte de 31 pessoas e deixou 2,5 mil feridos. Os investigadores consideraram como causa uma 'mistura infeliz' de produtos incompatíveis antes da explosão. Em 2012, a companhia Grande Paroisse, proprietária da fábrica, foi condenada pelo tribunal por 'homicídio culposo'; 24 de abril de 2004, Coreia do Norte: 161 mortos e 1,3 mil feridos após a colisão entre um trem que transportava petróleo e vagões carregados de nitrato de amônio, causando uma série de explosões; 28 maio de 2004, Romênia: 18 foram mortos e três feridos em uma explosão acidental de um caminhão em Mihailesti, leste do país; 17 de abril de 2013, Estados Unidos: Uma explosão atingiu uma fábrica de fertilizantes na cidade de West, no Texas, e deixou mortos e dezenas de feridos. 4 de agosto - Combinação de imagens mostra bola de fogo explodindo em Beirute, Líbano Mouafac Harb/AFP Usado para a produção de alimentos, o nitrato de amônio precisa ser armazenado com restrições, de acordo com Guilherme Marson, professor doutor do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP) e da Sociedade Brasileira de Química (SBQ). “Não se armazena [nitrato de amônio] em grande escala com segurança. É necessário dividir o produto em pequenas porções para conter um possível estrago. E, principalmente, produzir e já transportar para onde será utilizado", disse. Segundo o químico, o nitrato de amônio não é um explosivo por si só. Ele se apresenta como um pó branco ou em grânulos solúveis em água e é seguro, desde que não aquecido ou em contato com alguma faísca. A partir de 210 °C, decompõe-se e, se a temperatura aumentar para além de 290 °C, a reação pode se tornar extremamente explosiva. "Temperatura, faísca, um início de chama. O calor causa a decomposição, libera nitrogênio, oxigênio e água, eles expandem porque são gases (a água em fase gasosa, é claro). Rapidamente, eles produzem uma onda de choque. É um movimento mecânico dos gases, uma esfera que vai em todas as direções", explicou Marson. Os gases liberados têm a mesma massa do nitrato de amônio, mas o volume pode ser mais de 10 mil vezes maior. Marson explica que não é possível impedir a força da explosão, já que o mecanismo acontece rápido e em efeito dominó. A explosão em Beirute A explosão no porto causou destruição em larga escala e quebrou o vidro de janelas a quilômetros de distância. Alguns barcos que navegavam próximos à costa do Líbano chegaram a ser balançados pela força da explosão. As explosões chegaram a ser ouvidas em Larnaca, no Chipre, a pouco mais de 200 km da costa libanesa. Parte de Beirute após explosão em porto. Andre Aza O presidente do país, Michel Aoun, disse que a capital deve declarar estado de emergência devido à explosão destra terça-feira e defendeu ser "inaceitável" que 2.750 toneladas de nitrato de amônio fossem armazenadas por seis anos em um depósito sem a segurança necessária. Apesar de o país já ter sido alvo de terroristas e viver período de instabilidade política, não há evidência de que se trate de um atentado terrorista. Mapa identifica a região portuária de Beirute, onde aconteceu uma grande explosão nesta terça-feira (4) G1 O primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, disse em um pronunciamento que o país enfrenta uma catástrofe e declarou luto oficial de três dias. Ele disse também que o governo irá investigar os responsáveis pelo armazém que funcionava no porto da capital desde 2014. "Eu prometo que esta catástrofe não passará sem que os culpados sejam responsabilizados. Os responsáveis pagarão o preço" – Hassan Diab, primeiro-ministro Initial plugin text Veja Mais

Não é vacina: laboratório testa novo imunizante contra COVID-19

canaltech Para a pandemia do novo coronavírus (SASR-CoV-2), muitas instituições e países têm apontado que uma vacina contra a COVID-19 seria uma das principais saídas para a crise. Entretanto, não é certeza que esses imunizantes, em desenvolvimento, sejam eficazes, apontou a OMS nesta semana. Como uma resposta alternativa (e mais silenciosa), a farmacêutica norte-americana Eli Lilly & Co testa, já em humanos, um tratamento experimental com anticorpos que imuniza contra a infecção. Talvez nunca exista uma vacina contra COVID-19, declara OMS; entenda Para tratar o novo coronavírus, prefeito sugere aplicações de ozônio por via anal Parque ou academia? 10 atividades com mais e menos chances de contrair COVID-19 Em terceira fase de testes (a última antes do processo de liberação), o medicamento, chamado de LY-CoV555, vem sendo desenvolvido em parceria com a empresa de biotecnologia canadense AbCellera e deve ser testado em cerca de 2,4 mil participantes que tiveram contato com casos diagnosticados da COVID-19.  Até o último trimestre do ano, espera-se que os testes tenham sido concluídos. Anticorpos podem ser forma eficiente e mais rápida de se combater a COVID-19 do que as vacinas (Imagem: Gerd Altmann/Pixabay ) Inclusive, tratamentos com anticorpos como esse podem chegar ao mercado antes de uma vacina. Segundo o Instituto Americano de Biodefesa (ABI, sigla em inglês), o procedimento deve ser "a próxima geração de resposta à pandemia", principalmente, para a proteção dos profissionais da saúde e os mais vulneráveis. Mesmo que a imunidade proporcionada não seja duradoura. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Para entender, as vacinas, na maioria dos casos, expõem o organismo a uma parte do patógeno, o que desencadeia um tipo de imunidade ativa. Isso porque é o corpo que aprende a produzir os próprios anticorpos contra o agente infeccioso. Por outro lado, a adição de anticorpos dá forma a imunidade "passiva", que dura apenas enquanto os anticorpos estiverem presentes (não ficam registrados na memória). Esse tempo de imunização, a partir de anticorpos, pode variar de algumas semanas até mesmo meses. Casas de repouso Para realizar o estudo de fase 3, os pesquisadores devem acompanhar cerca de 2,4 mil pessoas, incluindo casas de repousos dos Estados Unidos, onde foram notificados surtos recentes do novo coronavírus. Isso porque, em algumas áreas, os idosos residentes em asilos estão entre as vítimas fatais da COVID-19 no país. “A COVID-19 tem um impacto devastador em moradores de casas de repouso”, explica o cientista-chefe da farmacêutica Eli Lilly, Daniel Skovronsky, em nota para a imprensa. “Estamos trabalhando o mais rápido que podemos para criar remédios que possam parar a disseminação do vírus nesses indivíduos vulneráveis”, completa sobre o medicamento que utiliza anticorpos em sua fórmula. Como funciona? No início da pandemia, pesquisadores investigavam o sangue de pacientes que se recuperaram da COVID-19 em busca de possíveis anticorpos contra o coronavírus. Entre eles, cientistas do Instituto Butantan, em São Paulo, trabalham no desenvolvimento de um composto com anticorpos desses sobreviventes, mas em etapa de pesquisa anterior. A ideia é que cada agente infeccioso estimule a produção de um determinado anticorpo (uma proteína) no organismo da pessoa infectada e é esse anticorpo que a permite o paciente sobreviver ou não a essa doença. Como cada anticorpo só atua em um único antígeno, os pesquisadores precisam descobrir a proteína com capacidade de se ligar ao vírus com uma eficiência suficiente para neutralizá-lo. A partir de então, a molécula mais promissora descoberta para o combate ao novo coronavírus poderá ser produzida, em larga escala, para o tratamento da doença, como pretende fazer o laboratório norte-americano. No caso da Eli Lilly & Co, a fórmula é desenvolvida com uma proteína em forma de Y. Da mesma maneira que os anticorpos naturais, esse anticorpo sintético deve se conectar ao vírus e bloqueá-lo. Anteriormente, tratamentos semelhantes de anticorpos se provaram eficazes no combate ao Ebola. A técnica com anticorpos também é usada em bebês para bloquear o VSR (vírus sincicial respiratório), um tipo de infecção respiratória que afeta recém-nascidos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Disney registra raro prejuízo trimestral por causa de impacto da Covid-19

G1 Economia Pandemia da Covid-19 forçou a empresa a fechar alguns de seus parques globalmente e postergar o lançamento de filmes. Dois parques da Disney reabrem em Orlando nos Estados Unidos; Veja o que muda A Walt Disney divulgou nesta terça-feira (4) um raro prejuízo trimestral, uma vez que a pandemia do novo coronavírus atingiu seus parques temáticos, redes de TV e empresas de estúdios de cinema, mesmo com a crise ajudando seus serviços de streaming. A pandemia da Covid-19 forçou a empresa a fechar alguns de seus parques globalmente, postergar o lançamento de filmes, incluindo o tão aguardado "Mulan", e diminuir a publicidade em seu segmento de redes de mídia, incluindo da ESPN, de esportes. O prejuízo líquido das operações contínuas foi de US$ 4,72 bilhões, ou US$ 2,61 por ação no trimestre encerrado em 27 de junho, ante lucro líquido de US$ 1,43 bilhão, ou US$ 0,79 por ação, um ano antes. Veja Mais

Golpistas se passam por pesquisadores do Datafolha para sequestrar WhatsApp

canaltech A pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV2) virou um prato cheio para criminosos cibernéticos do mundo inteiro: vislumbramos o nascimento de centenas de golpes diferentes que utilizavam a COVID-19 como mote, incluindo páginas falsas comercializando álcool em gel e até mesmo supostos comunicados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Desta vez, porém, são os meliantes brasileiros que estão dando uma amostra de criatividade. Novo golpe “rouba” WhatsApp de quem anunciou algum produto na internet WhatsApp é alvo de novo golpe de engenharia social para roubo de contas Usuários do Tinder são alvos de novo golpe virtual Passou a circular recentemente, dentro do próprio WhatsApp, um áudio que denuncia um suposto golpe que está sendo aplicado contra pessoas aleatórias, no intuito de sequestrar perfis do mensageiro. Tudo começa quando a vítima recebe uma ligação telefônica do golpista, que se passa por um pesquisador do Datafolha e pergunta se você deseja participar de uma pesquisa a respeito da pandemia em questão. Após realizar algumas perguntas aleatórias, o criminoso afirma que, para que o questionário seja registrado com sucesso no sistema, é necessário que a vítima informe um código enviado via SMS para o número usado na conversa. Acontece que tal código é, na verdade, o PIN de verificação do WhatsApp — caso o cidadão caia na ladainha e informe-o, o golpista imediatamente sequestrará seu perfil no aplicativo. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Divulgação/WhatsApp Embora a manobra seja criativa pelo fato de utilizar uma temática em alta no momento, ela não é muito diferente de vários outros scams já registrados no Brasil. O mesmo esquema foi empregado contra anunciantes da OLX e do Mercado Livre: os meliantes visitam anúncios aleatórios e entram em contato com o vendedor se passando pela equipe dessas plataformas, e então solicitam um suposto código para verificar a legitimidade da transação. De acordo com dados do dfndr lab, golpes de clonagem de WhatsApp fizeram pelo menos 420 mil vítimas no Brasil no mês de junho (de acordo com a assessoria da companhia, as estatísticas de julho ainda estão sendo compiladas), o que simboliza um crescimento de 69% em comparação com o mesmo período de 2019. Isto posto, lembre-se: jamais informe códigos de mensagens SMS para desconhecidos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Mercado de tablets registra ótimo desempenho durante pandemia

Mercado de tablets registra ótimo desempenho durante pandemia

Tecmundo O mercado mundial de tablets apresentou um crescimento considerável durante o segundo trimestre de 2020. Os dados são de um relatório preliminar da IDC.Ao todo, foram enviadas para comercialização neste período 38,6 milhões de unidades de tablets — um aumento de 18,6% em relação ao desempenho do mesmo período no ano passado.Leia mais... Veja Mais

Mulan: Disney decide lançar filme via streaming nos Estados Unidos

Mulan: Disney decide lançar filme via streaming nos Estados Unidos

Tecmundo Mulan não será lançado nos cinemas dos Estados Unidos. Depois de adiar a estreia do seu novo live-action, a Disney optou por distribuir o filme diretamente no seu serviço de streaming. Apesar disso, o estúdio espera poder lançar o longa no mercado internacional, em alguns cinemas selecionados.Previsto para estrear em março, Mulan foi um dos primeiros filmes afetados pela pandemia do novo coronavírus. A Disney chegou a realizar uma première com reações bastante positivas, e esperava uma bilheteria de US$ 85 milhões na abertura nos EUA. Porém, depois de avaliar o cenário atual, e esperar por mais de cinco meses, o filme chega ao país através do Disney+.Leia mais... Veja Mais

Xbox Series X | Controle recebe homologação para venda no Brasil

canaltech A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) homologou no último dia 30 o controle do Xbox Series X, segundo dados do site especializado no assunto InsiraFicha. Com isso, a Microsoft legalmente já pode começar a vender o acessório aqui no Brasil, embora ainda não tenha apresentado preço nem data de lançamento do seu novo console. Xbox Series X | Tudo que sabemos sobre o poderoso sucessor do Xbox One Games comprados no Xbox One rodarão no Xbox Series X sem custo, revela Microsoft Parceira da Microsoft diz que pré-venda do Xbox Series X começará “em breve” Segundo imagens divulgadas pelo site, a versão analisada pela Anatel ainda é um protótipo. A publicação também inclui o manual do aparelho, que deve contar com uma versão em português para o mercado local. A homologação significa que o dispositivo está adequado para normas determinadas pelo governo brasileiro e pode ser comercializado em território nacional. Controle homologado pela Anatel (Foto: reprodução/Anatel) Nas fotos publicadas pela Anatel, é possível ver os avanços em relação ao modelo do Xbox One. O novo controle vai contar um d-pad em formato de bandeja, porta USB-C, além de um botão para compartilhamento. O acessório também ganha contornos menos acentuados (o que colabora com acessibilidade) e conta com novas posições e formatos dos gatilhos. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Assine o Game Pass e turbine seu Xbox com uma biblioteca que inclui mais de 100 jogos para você baixar a qualquer momento A Microsoft vai usar o sistema de gatilho háptico (assim como a Sony no PlayStation 5), o que permite ao jogador ter uma sensação tátil mais imersiva. Vale lembrar que, assim como o controle do Xbox One, o novo periférico também será alimentado por pilhas. Embora ainda não haja data de lançamento nem preço divulgados, o Xbox Series X está programado para chegar no final do ano, entre novembro e dezembro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Plenário retira de pauta MP do saque do FGTS - 04/08/20

Plenário retira de pauta MP do saque do FGTS - 04/08/20

Câmana dos Deputados O Plenário da Câmara aprovou nesta terça-feira o Projeto de Lei que altera a definição sobre crime relacionado a denúncias falsas. Os deputados também discutiram a Medida Provisória que permite ao trabalhador sacar o valor referente a um salário mínimo do FGTS, em razão da pandemia. A MP, que já havia sido aprovada na Câmara e no Senado, acabou sendo retirada de pauta. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

CT News - 04/08/2020 (WhatsApp testa botão de buscas para combater fake news)

canaltech No CT News de hoje: Funcionários dos Correios convocam greve geral para 18 de agosto; Twitter pode ser multado em US$ 250 milhões por abuso de dados dos usuários; Parceira da Microsoft diz que pré-venda do Xbox Series X começará “em breve” e mais. Ouça ao podcast. Veja Mais

Lanterna Verde: Ryan Reynolds brinca com ‘novo corte’ do filme

Lanterna Verde: Ryan Reynolds brinca com ‘novo corte’ do filme

Tecmundo Mesmo após quase 10 anos da estreia, Ryan Reynolds nunca perde a oportunidade de zoar o filme Lanterna Verde (2011). Hoje consagrado no papel de Deadpool, o ator canadense estrelou o questionável longa-metragem do herói da DC Comics.Nesta semana, o astro divulgou o “Reynold Cut” nas redes sociais. Segundo ele, o vídeo bem-humorado é uma “versão rara” e com “cortes criteriosos para tornar a experiência mais agradável”.Leia mais... Veja Mais

Justiça colombiana ordena prisão domiciliar do ex-presidente Álvaro Uribe

O Tempo - Mundo Ex-presidente, que governou o país de 2002 a 2010, é acusado de fraude processual e suborno Veja Mais

Vivo IQOO 5 com carregador de 120 W será lançado em 17 de agosto

Vivo IQOO 5 com carregador de 120 W será lançado em 17 de agosto

Tecmundo A Vivo lançou um pôster virtual confirmando que lançará o IQOO 5 no dia 17 de agosto. O smartphone será um topo de linha e trará, como maior diferencial, o carregamento rápido de 120 W, que é capaz de fazer a bateria do aparelho carregar completamente em apenas 15 minutos.O pôster mostra as inscrições “120 W” e “15 minutos”, além da data 17 de agosto, e o horário em que o evento será realizado (às 03:30hs da manhã, no horário de Brasília).Leia mais... Veja Mais

Auxílio Emergencial: governo abre novo canal de contestação para quem teve benefício negado

G1 Economia Site da Dataprev também receberá requerimentos, que somam 438,5 mil cadastros em fase de reanálise. Auxílio Emergencial: site da Dataprev também receberá requerimentos de contestação Divulgação O governo federal anunciou nesta terça-feira (4) que o site da Dataprev também receberá requerimentos de contestação para quem teve pedido do Auxílio Emergencial negado. Segundo nota do Ministério da Cidadania, a plataforma é ideal para quem teve o acesso negado por razões cadastrais ou para aqueles que pretendem fazer o requerimento após atualização dos dados pessoais. Saiba como liberar a conta bloqueada no aplicativo Caixa Tem Veja o calendário completo de pagamentos do Auxílio Emergencial Tira dúvidas sobre o Auxílio Emergencial SAIBA TUDO SOBRE O AUXÍLIO EMERGENCIAL Entre outros exemplos de quem deve procurar o serviço estão: cidadãos que completaram 18 anos recentemente; foram servidores públicos ou militares e perderam vínculo; novos desempregados que não tenham acesso a outros programas sociais, como o seguro-desemprego. De acordo com dados da Caixa Econômica Federal, 438,5 mil cadastros estão em fase de reanálise. Até o lançamento da nova ferramenta, a solicitação podia ser feita pelo site da Caixa, pelo aplicativo "Caixa - Auxílio Emergencial", e por solicitação via Defensoria Pública da União (DPU). Governo estuda prorrogar o auxílio emergencial até dezembro "Importante ressaltar que a Dataprev já está processando as contestações feitas por meio das plataformas digitais da Caixa com dados mais atualizados. Mais de 800 mil pessoas, consideradas inicialmente inelegíveis, já foram beneficiadas pela contestação através do aplicativo e começam a receber sua primeira parcela no dia 5 de agosto", diz o governo em nota. "Outras 300 mil, que tiveram o auxílio negado em função de constarem vínculo com as forças armadas ou com serviço público estadual ou municipal, também foram beneficiadas pela contestação, pois foi constatado que o vínculo não existia mais", afirma o texto. Ao todo, 66,9 milhões de pessoas receberam alguma parcela do Auxílio Emergencial. O governo estuda prorrogar o programa até dezembro de 2020. Veja Mais

Além do TikTok: Trump se prepara para banir mais apps chineses nos EUA

canaltech Que os EUA estão doidinhos para banir o TikTok do país, todo mundo já sabe. Agora, de acordo com o secretário de estado Mike Pompeu, a Casa Branca também tem planos para eliminar outros aplicativos de origem chinesa do país, incluindo o famoso mensageiro instantâneo WeChat. Ao canal norte-americano Fox News, o político ressaltou, no último domingo (2), que tais medidos visam a segurança e a privacidade dos estadunidenses. O que é e como funciona o TikTok, a rede social que é a febre do momento Por que faz sentido a Microsoft querer comprar o TikTok Entenda por que os Anonymous querem que você “delete o TikTok imediatamente” “Essas empresas de software chinesas fazendo negócios nos Estados Unidos, seja o TikTok ou o WeChat — existem várias outras… Estão alimentando dados diretamente para o Partido Comunista da China, seus aparatos de segurança nacional”, explicou o assessor, citando diretamente os planos do presidente Donald Trump. “O presidente Trump disse ‘já basta’ e nós vamos consertar isso, e ele tomará medidas nos próximos dias com respeito a uma série de riscos de segurança que são apresentados por softwares conectados ao Partido Comunista da China”, conclui Mike. Detalhes sobre esse plano de ação, porém, não foram revelados pelo secretário. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- A respeito especificamente do TikTok, a Casa Branca pretende trabalhar com duas possibilidades: ou a divisão norte-americana do app será comprada pela Microsoft ou o serviço como um todo será banido. “O presidente ou pode forçar a venda ou pode bloquear o app. Não vou comentar sobre minhas discussões específicas com o presidente, mas todos concordam que ele [o app] não pode existir da forma atual”, ressalta Mike. Vale lembrar que, recentemente, a Kunlun — empresa chinesa responsável pelo app de relacionamentos Grindr — se viu obrigada pelo Comitê de Investimentos Estrangeiros dos EUA a vender suas operações norte-americanas para o grupo de investimento estadunidense San Vicente Acquisition, como uma forma de garantir que dados de usuários locais não fossem transferidos para servidores asiáticos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Spotify lança recurso para ajudar financeiramente artistas na América Latina

canaltech Tendo em mente principalmente a situação dos artistas por causa da pandemia, uma vez que suas fontes de renda (como shows, por exemplo) foram interrompidas, o Spotify lançou nesta terça-feira (4) um recurso para ajudá-los financeiramente, intitulado "Escolha do Artista para Captação de Recursos" (em inglês, Artist Fundraising Pick) para a América Latina, em parceria com o Mercado Pago e PayU. Spotify lança ferramenta que cria playlists para exercícios Spotify: como montar listas compartilhadas com amigos App do Spotify começa a exibir letras de músicas no Brasil É a primeira vez que essa função como essa se concentra na América Latina, graças a pedidos vindos não apenas de fãs como também dos próprios artistas. Países como Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru e Uruguai, entraram nesse recurso, que desde sua criação gerou mais 91 mil links para a captação, recebendo um total de quase 7 milhões de acessos. A ideia da plataforma de streaming musical é atingir cerca de 27 mil artistas só no Brasil e mais de 77 mil em toda a região da América Latina. Rival do Spotify: assine Amazon Music Unlimited para ouvir suas músicas preferidas! Apenas 16,90/mês Funciona da seguinte maneira: os usuários admin que utilizam o Spotify for Artists podem selecionar "Iniciar" no banner do artista na parte superior do painel de controle. Depois disso, eles podem adicionar um link para a captação de recurso ao perfil do artistas selecionado, através do Mercado Pago e PayU. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Spotify lança recurso para ajudar financeiramente artistas na América Latina (Imagem: Captura de tela/Nathan Vieira) Segundo o aplicativo em questão, podem participar do projeto os artistas que buscam ajuda na complementação de sua renda, os que querem apoiar colaboradores e amigos na indústria da música, criar fundos que beneficiam uma das organizações verificadas pelo Spotify ou que oferecem assistência financeira aos membros da comunidade musical afetados pela COVID-19. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Veja as vagas de emprego do Sine Macapá para 5 de agosto; inscrições são pela web

G1 Economia Entre as 23 oportunidades, estão funções como técnico em edificações, vidraceiro, pedreiro, ferreiro, almoxarife, mestre de obras, promotor de vendas, entre outros. Sine oferece vaga para vidraceiro Sebrae Garanhuns/Divulgação O Sistema Nacional de Emprego no Amapá (Sine-AP) oferta vagas de emprego em Macapá para esta quarta-feira (5). O atendimento ao público está suspenso na sede do órgão e os candidatos interessados devem encaminhar e-mail com currículo anexado. As inscrições e cadastros devem ser feitos pela internet, no e-mail sinetrabalhador@sete.ap.gov.br. As vagas estão disponíveis apenas para o dia divulgado. O atendimento do Sine por e-mail já era feito para as empresas que ofertam as vagas e agora o órgão estendeu para os interessados em enviar currículos. A alternativa, que visa compensar o tempo em que o Sine ficou fechado, deve durar até o fim do decreto de isolamento. Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas, para quarta-feira: almoxarife ajudante geral conferente caseiro técnico em edificações empregada doméstica eletricista automotivo eletricista pedreiro ferreiro orçamentista mecânico florestal mestre de obra operador de transpalete promotor de vendas pintor representante comercial autônomo serralheiro técnico em refrigeração automotiva técnico instrutor pleno vidraceiro vendedor externo montador de móveis Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá Veja Mais

Mulan terá estreia no streaming Disney+ na mesma data do lançamento para cinemas

canaltech O calendário de filmes foi um dos mais impactados pela pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), já que, como sabemos, devido ao distanciamento social a maior parte das salas de exibição deve permanecer fechada por um bom tempo em todo o mundo. Muitas companhias vêm usando o streaming como plataforma direta de lançamentos e, embora não seja muito favorável a essa ideia, a Disney cedeu e agora confirmou a estreia do live-action de Mulan na mesma data da exibição global nos cinemas, no dia 4 de setembro. Para manter o realismo, diretora de Mulan afirmou que remake não terá músicas Mulan, Viúva Negra e mais: Disney anuncia estreias adiadas por causa da COVID-19 Mulan | Disney divulga primeiro trailer e pôster oficial do live action A decisão veio após executivos da Disney analisarem o novo plano de lançamento de Mulan, durante uma teleconferência com analistas nesta terça-feira (4). Será cobrada uma taxa de US$ 30 (cerca de R$ 159 na conversão direta), tanto para quem não assina o Disney+ quanto para quem já paga US$ 6,99 (R$ 37) mensais. "Pensamos que seria importante encontrar maneiras alternativas de levar Mulan em tempo hábil", confirmou o CEO da Disney, Bob Chapek. Nos países onde o Disney+ não está disponível, como no Brasil, a expectativa é de que as salas de exibição possam receber Mulan na data estabelecida — o que não dá para assegurar com certeza. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Divulgação/Disney A nova data de lançamento segue o anúncio de Tenet, de Christopher Nolan, que deve ter um lançamento escalonado. O aguardado longa da Warner Bros tem estreia agendada em aproximadamente 70 territórios internacionais no dia 26 de agosto, antes de um lançamento limitado nos Estados Unidos em 3 de setembro — cada cidade vai estipular a possibilidade disso acontecer. A saga de Mulan até aqui Assim como Novos Mutantes, Mulan vem enfrentando muitos adiamentos. Originalmente, o filme deveria ser lançado em 27 de março. Depois, foi adiado para 24 de julho e reagendado para 21 de agosto. Já No mês passado, a Disney retirou o filme de seu calendário por tempo indeterminado. E somente agora é que foi confirmado para 4 de setembro. Já Novos Mutantes e Viúva Negra, dois títulos da Disney/Marvel Studios que também sofreram com a agenda esburacada em tempos de COVID-19, estão mantidos para 28 de agosto e 6 de novembro, respectivamente. Assine Amazon Prime por R$ 9,90/mês e ganhe frete grátis, catálogo de filmes e séries que compete com a Netflix, livros, músicas e mais! Teste 30 dias grátis! Embora seja uma manobra compreensível, isso significa bastante para a indústria. Isso porque companhias e estúdios menores ainda aguardam os passos de gigantes como Disney e Warner Bros para programar seus lançamentos e distribuição. E com a Casa do Mickey lançando nos cinemas simultaneamente com a versão do streaming, é bem possível que outras estreias devam seguir pelo mesmo caminho até o final do ano. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Vacina experimental da Oxford preveniu pneumonia de Covid-19 em macacos

O Tempo - Mundo O sucesso reportado no estudo oferece mais robustez para uma provável eficácia da vacina, atualmente na fase 3 de testes em diversos países, inclusive no Brasil Veja Mais

Alexandre Kalil: 'É a maior quarentena do mundo, mas a vida não tem preço'

O Tempo - Política Sobre as críticas de que a capital seria a cidade com maior número de dias de fechamento do comércio, que têm sido levantadas por opositores e parte da população nas últimas semanas, o prefeito diz que o “culpado é o vírus” Veja Mais

Explosão em Beirute foi sentida a 180 quilômetros: 'Parecia um terremoto'

O Tempo - Mundo Impacto da explosão na capital do Líbano foi sentida na ilha de Chipre Veja Mais

Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda

canaltech Uma explosão da região portuária de Beirute, no Líbano, deixou pelo menos 73 mortos e mais de 2,7 mil feridos nesta terça-feira (4), segundo estatísticas até o fechamento desta reportagem. Trata-se de uma catástrofe sem precedentes para o país, que já anunciou luto federal e anunciou severas investigações contra a empresa responsável por manter um depósito de nitrato de amônio sem as devidas medidas cautelares. Estudo sugere usar bombas nucleares para proteger a Terra contra asteroides Detectada a mais poderosa explosão de um buraco negro no universo Usar armas nucleares para aquecer Marte seria uma boa ideia? Videos of the aftermath of deadly explosions in Beirut show wounded people staggering through dust and rubble, and extensive damage where flying debris had punched holes in walls. Hospitals were so overwhelmed that they were turning wounded people away. https://t.co/XIpqrge1J4 pic.twitter.com/zvG0uQoKYy — The New York Times (@nytimes) August 4, 2020 -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Uma das curiosidades científicas que foram amplamente discutidas nas redes sociais, porém, é o fato de que tal explosão gerou uma “nuvem de cogumelo”, cuja imagem popularmente costuma ser associada à detonação de bombas nucleares. Tal fato, junto ao conhecimento popular de o Líbano já ter sido alvo de atentados terroristas, fez com que alguns internautas criassem teorias de que a explosão teria sido, na verdade, a de uma bomba atômica. Acontece que tal teoria é inválida: nuvens de cogumelo surgem em qualquer explosão de grande magnitude ocorrida no solo, por conta de um fenômeno da física conhecido como instabilidade de Rayleigh–Taylor. Basicamente, a detonação produz gás quente, que rapidamente sobe pela atmosfera terrestre. Porém, o ar frio localizado lá em cima confronta-se com esse gás, e, por ser mais denso, “empurra” o gás de volta para baixo. Reprodução/Popular Mechanics E é daí que surge a nuvem de cogumelo: o “tronco” é a subida dos gases quentes, enquanto aquele “chapéu” é, nada mais e nada menos, do que esses mesmos gases sendo empurrados para baixo (e se dispersando horizontalmente no processo) pela massa de ar frio. Ou seja: sendo ocasionada ou não por uma bomba atômica, uma explosão no solo, a essa magnitude, quase sempre formará uma nuvem pirocúmulo (nome científico correto para as popularmente chamadas de nuvens de cogumelo). Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Não é vacina: laboratório testa novo imunizante contra COVID-19 Veja Mais

Drive-in Go Dream, em Nova Lima, divulga agenda de shows para agosto e setembro

O Tempo - Diversão - Magazine Além de transmitir 'Bacurau' e a partida de Atlético X Flamengo, neste domingo (9), a arena também conta com apresentações musicais de Rosa Neon e banda Cash; veja a programação Veja Mais

Confira todos os celulares da Xiaomi que serão atualizados para o Android 11

canaltech A Xiaomi publicou nesta semana em seu fórum oficial, a Mi Community, a lista de todos os celulares da marca e de suas submarcas, incluindo Redmi e Poco, que receberão o Android 11 e, consequentemente, a nova interface MIUI 12, além dos já confirmados Mi 10 e Mi 10 Pro, principais topos de linha da empresa. Confira tudo sobre a MIUI 12 Android 11: quais celulares receberão a atualização Android 11: confira todas as novidades da versão Beta do novo sistema Infelizmente, alguns smartphones bastante populares da marca, como Redmi Note 7 e o Redmi Note 8 Pro, que estavam em fase de testes para receber a nova MIUI 12, não estão presentes na lista inicial da empresa, portanto o Android 10 deverá ser a última grande atualização. Outro desfalque fica para o Mi 8, topo de linha de 2018, que não receberá a nova versão do sistema. Mi 10 / Mi 10 Pro; Mi 10 Youth Edition; Redmi K30 Pro / Poco F2 Pro; Redmi K30 / Poco F2; Redmi K30 5G / Redmi K30 Racing Edition; Redmi K30i 5G; Mi CC 9 Pro; Mi Note 10 / Mi Note 10 Pro / Mi Note 10 Lite; Mi 10 Lite 5G; Mi 9 / Mi 9 Pro / Mi 9 SE; Mi 9 / Mi 9 Pro / Mi CC9 Meitu Edition; Mi A3; Redmi 10X Pro / Redmi 10X Pro 5G / Redmi 10X 4G; Redmi Note 9 Pro / Redmi Note 9 Pro Max; Redmi Note 9S / Redmi Note 9 Pro India; Redmi 9C / Redmi9A; Poco M2 Pro; Blackshark 3 / Blackshark 3 Pro / Blackshark 3S; Blackshark 2 / Blackshark 2 Pro; Redmi K20 Pro / Redmi K20 Premium; Mi 9T Pro. Além dos dispositivos que ganharão o Android 11 eventualmente, a Xiaomi divulgou uma lista menor com os aparelhos que já estão sendo testados com o sistema Android 11 e deverão ser disponibilizados já em setembro: -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Mi 10 / Mi 10 Pro; Mi 10 Youth Edition; Redmi K30 Pro / Poco F2 Pro; Redmi K30 / Poco X2; Redmi K30 5G / Redmi K30; Redmi K30i 5G; Mi CC 9 Pro / Mi Note 10 / Mi Note 10 Pro; Mi Note 10 Lite; Redmi K20 / Mi 9T. Seu smartphone está na lista? Deixe nos comentários! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Brasileiro a 20 km do local da explosão no Líbano viu teto de gesso da casa cair

O Tempo - Mundo Rajeh Merhi, 39, estava conversando com a mãe e a irmã no momento em que uma explosão ocorreu em Beirute, capital do Líbano Veja Mais

Kalil afirma que aulas presenciais não retornam em BH neste ano; assista às 19h

O Tempo - Política No dia em que anunciou a reabertura do comércio de BH, o chefe do Executivo falou também falou sobre a realização do Carnaval na cidade e rebateu críticas feitas pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) Veja Mais

Câmara aprova projeto que altera definição de crime sobre denúncias falsas - 04/08/20

Câmara aprova projeto que altera definição de crime sobre denúncias falsas - 04/08/20

Câmana dos Deputados O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (4) o projeto que amplia as hipóteses de denunciação caluniosa no Código Penal (PL 2810/2020). O texto altera a definição de crime cometido por quem faz denúncias falsas contra pessoas sabidamente inocentes. O autor considerou que falta maior clareza e precisão à redação do tipo penal. Ele propôs a substituição das expressões “investigação policial” e “instauração de investigação administrativa” por “inquérito policial” e “processo administrativo disciplinar”. A pena prevista é de reclusão, de 2 a 8 anos, e multa. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Explosão no Líbano causa ferimentos leves em funcionários da embaixada do Brasil

O Tempo - Mundo Interlocutores no governo disseram que alguns servidores da missão diplomática em Beirute relataram ferimentos por estilhaço Veja Mais

Atriz de A Barraca do Beijo pode estrelar filme de ação ao lado de Brad Pitt

canaltech A carreira de Joey King subiu para outro patamar após a atriz estrelar a comédia romântica A Barraca do Beijo, produção original da Netflix. O sucesso do filme foi tanto que acabou originando uma trilogia, cujo segundo título acabou de estrear na plataforma e o terceiro já foi gravado e tem lançamento aguardado para 2021, ainda sem uma data específica. Crítica | A Barraca do Beijo 2 peca pelo excesso de tempo e arcos coadjuvantes A Barraca do Beijo 3 já foi gravado e será lançado em 2021 King também estrelou o terror 7 Desejos, que acabou fazendo mais sucesso após seu rosto já ser conhecido pela comédia romântica. Além disso, a atriz protagonizou a minissérie The Act ao lado de Patricia Arquette e Calum Worthy. Sua interpretação de Gypsy Blanchard lhe rendeu indicações às categorias de Melhor Atriz em Minissérie no Globo de Ouro, Critics' Choice e SAG Awards. Agora, ela caminha para a indústria cinematográfica e, de acordo com alguns rumores, dará vida à personagem Prince no filme Bullet Train, que ainda está em fase de pré-produção, mas já conta com Brad Pitt no papel principal. Numa história que acompanhará um grupo de mercenários com diferentes interesses a bordo de um trem-bala no Japão, o ator interpretará um assassino de aluguel chamado Ladybug. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Bullet Train será uma adaptação do livro japonês Maria Beetle, de Kotara Isaka. O filme contará com direção de David Leitch (Hobbs & Shaw, Atômica), produção de Antoine Fuqua (Sete Homens e um Destino, O Protetor) e roteiro assinado por Zak Olkewicz, o segundo de sua carreira. A distribuição fica por conta da Sony Pictures. Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? As filmagens devem iniciar ainda este ano, entre setembro e novembro, seguindo os protocolos de segurança diante da pandemia do novo coronavírus. A locação das filmagens será Los Angeles, Califórnia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

'Novo' telescópio da NASA coletará informações em tempo recorde

'Novo' telescópio da NASA coletará informações em tempo recorde

Tecmundo Uma iniciativa da NASA pode auxiliar em um avanço expressivo nas buscas por exoplanetas e outros corpos celestes por meio de coleta de dados até 500 vezes mais rápida que a do Hubble. Isso porque a entidade reformulou um equipamento antigamente conhecido como WFIRST, que conta com tecnologia originalmente aplicada em missões de espionagem na Terra e que, agora, passou por uma revisão importante de sistemas, se tornando útil para análises de eventos astronômicos aprimoradas.Rebatizada de Nancy Grace Roman Space Telescope, em homenagem à astrônoma considerada a "mãe do Hubble", a novidade será integrada a serviços remotos baseados em nuvem e ferramentas analíticas avançadas para que possamos compreender quantidades massivas de informações. Além disso, seu design otimizado carrega uma microlente gravitacional, que permitirá a observação de centenas de milhões de estrelas a cada 15 minutos por vários meses. Leia mais... Veja Mais

Quer pilotar um robô de US$ 75 mil no conforto de casa? Sim, é possível!

canaltech Nós não estamos duvidando de seu poder aquisitivo, mas vamos lá: é pouco provável que você possua US$ 75 mil (quase R$ 400 mil na cotação atual da moeda) para gastar em um cão-robô importado que, bem, não tem lá muita utilidade prática para um cidadão comum. E se te falássemos que é possível brincar durante alguns minutos com esse mesmo invento curioso, totalmente de graça, e no conforto de sua residência? Pois é, isso já é possível. Spot, cão-robô da Boston Dynamics, vai ajudar produtora norueguesa de petróleo Spot, o “cão-robô” da Boston Dynamics, já consegue organizar gado em fazendas Os robôs da Boston Dynamics agora praticam parkour A Formant, empresa sediada em São Francisco (EUA), é especializada em prover experiências tecnológicas remotamente e acaba de adicionar uma novidade curiosa em seu portfólio de produtos: um exemplar do Spot, o famoso cão-robô produzido comercialmente pela Boston Dynamics. O bichinho foi pensado para aplicações corporativas e não como uma máquina de companhia, o que dificulta bastante sua aquisição por pessoas físicas. Felizmente, graças à Formant, você pode se divertir controlando um Spot remotamente através do seu navegador e sem precisar desembolsar um centavo. A companhia está com uma campanha que possibilita a qualquer pessoa do globo brincar com o amigão robótico durante 45 minutos só pela diversão. Tudo o que você precisa fazer é se candidatar à experiência preenchendo um formulário no site oficial da startup. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!-   O “rolê virtual” é feito em ruas da própria cidade de São Francisco, sendo que o operador sortudo precisa ficar em contato com a equipe técnica da Formant o tempo todo via Zoom, obtendo instruções para garantir que nada saia errado. Não é necessário ter experiência prévia, visto que a interface projetada para tal controle remoto é bem amigável — caso queira, porém, é possível ter acesso a dados analíticos do Spot após a experiência. Quando falamos “dados analíticos”, estão incluídas informações dos mais de 200 sensores que fazem parte do equipamento: várias câmeras, módulos de geolocalização, status da bateria, um mapeamento LIDAR (Light Detection and Ranging) e até um replay completo da sua jornada como um cão robótico. O mais legal, segundo uma jornalista da CNET que encarou a experiência, é observar a reação dos transeuntes ao verem o equipamento em ação. Não duvidamos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades

canaltech Um grupo de hacktivistas identificado como RUNSEC~TEAM, supostamente com ligações ao movimento Anonymous, divulgou no último domingo (2) um documento contendo informações do ministro da Economia, Paulo Guedes, e diversas outras personalidades de viés político de direita. Estão inclusos no vazamento nomes como Michele Bolsonaro, Olavo de Carvalho, Leonardo Neto, Tercio Tomaz, Alana Passos e Wilson Witzel. Entenda por que os Anonymous querem que você “delete o TikTok imediatamente” Anonymous: você pode ser um deles, sem nem mesmo saber FBI: 'Desmantelamos o Anonymous' Os dados incluem nome completo, filiação, data de nascimento, CPF, RG, renda estimada, histórico de endereços (com direito a dados de vizinhos), números de telefones, emails e até mesmo participações societárias em empresas, tal como o score de crédito. Curiosamente, o vazamento revela que o ministro possui score de apenas 596 pontos, possuindo 15% de possibilidade de inadimplência. De acordo com o pronunciamento do próprio grupo, o vazamento seria fruto de uma invasão aos servidores da Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ), mas não há confirmações sobre tal incidente. É importante ressaltar que várias das informações divulgadas podem ser encontradas em bancos de dados cujo acesso ilegal é comum (incluindo CADSUS, do Sistema Único de Saúde, e a Receita Federal). -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Dados de Paulo Guedes, Michele Bolsonaro, Mourão, Olavo de Carvalho, Leonardo Neto, Tercio Tomaz, Alana Passos e Witzel. Dossiê retirado do servidores da PCRJ do Dep. Daniel Lucio e Douglas Garcia #Anonymous ~completo~ #Hackinghttps://t.co/Kv3xAYnmEyhttps://t.co/eAXtq3f9vP — RUNSEC~TEAM (@RUNSEC1) August 2, 2020 Ademais, os hacktivistas não publicaram qualquer nota ou adicionaram uma justificativa para o ataque — detalhe a se estranhar, visto que, na maioria das vezes, células do movimento Anonymous deixam bem claro o objetivo por trás de cada vazamento ou desfiguração de websites políticos (sendo geralmente um ato em resposta a algum episódio bem específico). Até o momento, nem a PCRJ e nem os envolvidos no incidente se pronunciaram sobre o ocorrido. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Não é vacina: laboratório testa novo imunizante contra COVID-19 Veja Mais

Injustice terá trama do passado do game em nova HQ digital da DC Comics

canaltech O game de luta Injustice, que reúne os heróis e vilões da DC Comics em uma realidade alternativa em que o Superman se tornou um ditador, ganhou o coração dos fãs, tanto dos consoles quanto dos quadrinhos, já que a trama do jogo ganhou vários capítulos complementares nas revistas. Mais edições relacionadas já estavam a caminho, segundo fontes de bastidores, e agora ela foi revelada pela empresa. Injustice 2 traz elementos de RPG para dentro dos jogos de luta Injustice 2 agrada todos os tipos de gamers, mesmo com altos e baixos [Análise] Coringa | As 11 maiores loucuras que o Palhaço do Crime já cometeu Na verdade, a DC Comics vazou acidentalmente algumas páginas antes do previsto, e, então, viu-se obrigada a revelar o projeto, que explora o passado da história do game. Injustice: Year Zero ganha importância também porque se trata de um dos primeiros grandes trabalhos da editora em “digital first”, empreitada que prevê a distribuição eletrônica antes da impressa — isso nunca tinha acontecido antes, porque a DC era parceira da maior distribuidora física de quadrinhos dos Estados Unidos, a Diamond. Reprodução/DC Comics Escrito por Taylor com arte do brasileiro Rogê Antônio, ao lado de Cian Tormey, Rain Beredo e Wes Abbott; e capas de Julian Totino Tedesco, Injustice: Year Zero "retorna os fãs ao mundo do best-seller da DC Injustice: Gods Among Us; de volta a um tempo antes de o Superman ter socado o coração do Coringa e se tornado um governante fascista da injustiça”, diz o comunicado da editora. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Reprodução/DC Comics Com o subtítulo “Queda dos Deuses Antigos”, a história anterior "concentra a ação em torno da Liga da Justiça e a descoberta de como seus antecessores lutaram secretamente na Segunda Guerra Mundial para derrubar um tirano", diz a descrição da DC. "Quando o Coringa encontra uma maneira de controlar os super-heróis da DC, ele usa sua influência para sabotar a Liga da Justiça — e a Sociedade da Justiça — internamente!" Roteirista dá detalhes sobre a trama Com a revelação oficial de Injustice: Year Zero, o escritor Tom Taylor adiantou ao The Hollywood Reporter que a trama deve servir como uma prequela, na época em que os heróis todos ainda eram amigos. "Essa história não é tão moralmente cinzenta quanto a que vem depois. Este é o Superman e o Batman no auge de sua amizade. Lois e Clark como uma equipe. A Liga da Justiça se uniu e a Sociedade da Justiça como um exemplo brilhante para todos. É claro que, por sua própria natureza, haverá tragédia, choques e mortes — mas haverá esperança, triunfo, amor com a perda e o coração junto com a mágoa", disse. Reprodução/DC Comics Taylor continuou dizendo que a trama se encaixa "no maior buraco" na continuidade da franquia. "Havia duas perguntas sobre Injustice que estavam pairando sobre mim há anos. Por que o Coringa teve como alvo o Superman? E onde foi parar a Sociedade da Justiça? Na verdade, nós plantamos as sementes disso nos quadrinhos do Injustice 2, quando Doctor Meia-Noite e Pantera sugeriram um passado traumático em nosso universo", destacou. Tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais com o Amazon Kindle Unlimited! Injustice: Year Zero tem uma prévia de oito páginas gratuitas disponíveis no DCComics.com a partir desta terça-feira (4). Os três primeiros capítulos já podem ser comprados nos serviços digitais da DC individualmente por US$ 0,99 (R$ 5,24 na conversão direta e sem taxas) ou como um pacote por US$ 2,49 (R$ 13,17) na plataforma comiXology. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Google começa a liberar o Nearby Sharing para dispositivos Pixel e Samsung

canaltech O Nearby Share finalmente começou a ser liberado para usuários Android. É uma maneira simples e rápida de compartilhar arquivos com dispositivos próximos, sem depender da internet. Ao menos de maneira nativa no Android. Compartilhamento rápido da Google, Nearby Sharing já funciona no Chrome OS Play Music será encerrado em dezembro, mas fim começa já em outubro; entenda Teclado do Google vai sugerir stickers, GIF e respostas curtas De acordo com a Gigante das Buscas, o recurso será liberado para todos os Android a partir do 6.0, começando nesta terça-feira (4).O recurso evita a necessidade de abrir um mensageiro ou app de e-mail para enviar arquivos rapidamente para alguém que esteja próximo. E, segundo a empresa, escolhe a melhor forma de envio automaticamente, entre Bluetooth, WebRTC ou Wi-Fi direto, e sem precisar de uma conexão com a internet. Mais interessante é que a transferência é segura. É possível manter o recurso ativado sem que qualquer pessoa próxima encontre seu dispositivo, por exemplo. Além disso, dá para trocar arquivos sem precisar trocar informações pessoais de contato. Por fim, também facilita o envio de arquivos entre um celular Android e um notebook ChromeOS. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Nearby Sharing promete compartilhamento rápido e seguro (Imagem: Reprodução/Google) O Nearby Share está disponível a partir de hoje (4) em dispositivos Pixel e alguns Samsung. Os modelos não foram especificados e aqui na redação do Canaltech não conseguimos encontrar a função. Se você quiser conferir no seu próprio aparelho, é só ir em Configurações > Google > Conexões do dispositivo > Compartilhar por proximidade.   Se não encontrar a opção, não se preocupe: a liberação será feita aos poucos. Enquanto isso, usuários iOS já possuem o AirDrop desde 2011. Claro que há soluções de terceiros similares no Android, mas nada como um recurso nativo para democratizar o compartilhamento de arquivos, certo? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Iguatemi tem redução de 23% no lucro do segundo trimestre, sob impacto da Covid-19

G1 Economia Lucro de abril a junho somou R$ 46,3 milhões, período mais agudo da crise que ainda mantém alguns de seus shoppings fechados. Shopping Iguatemi adota sistema drive thru para compras à distância em Ribeirão Preto Rafael Cautella/Shopping Iguatemi A Iguatemi teve redução no lucro do segundo trimestre, afetada pela forte queda de receitas uma vez que o seu setor de shopping centers foi um dos mais atingidos pelas medidas de isolamento social para conter a pandemia do novo coronavírus. A companhia anunciou nesta terça-feira (4) que o lucro de abril a junho, o período mais agudo da crise que ainda mantém alguns de seus shoppings fechados e a maioria com restrições de funcionamento, somou R$ 46,3 milhões, queda de 23% em relação a igual período de 2019. Lojas de shoppings em São Paulo têm queda de até 90% após reabertura, diz Alshop A receita líquida da companhia no período, de R$ 160,9 milhões, foi 14,3% menor ano a ano, refletindo reduções em todas as linhas de negócios, incluindo as de 47,8% com as taxas de administração e de 91,6% nas receitas de estacionamento. A companhia afirmou no balanço que atualmente 12 de 16 empreendimentos do portfólio estão em operação, mas com limite de capacidade entre 20% e 50%. A receita de aluguel foi apenas 2,8% menor, mas o Iguatemi usou um mecanismo de prorrogar os aluguéis com vencimento em abril para outubro. A empresa também afirmou que descontos por conta do efeito da pandemia "serão linearizados por um período de 30 meses". Flávia Oliveira: ‘Pesquisa mostra que 74% vão evitar shopping após pandemia’ Além disso, a companhia reduziu fortemente as despesas, com o total excluindo amortização e depreciação caindo 28,8%, para R$ 38,9 milhões. Esse conjunto, assim como o menor volume de impostos pagos no período, aliviou parcialmente os efeitos negativos da crise. O resultado operacional do trimestre medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) caiu 16,5%, para R$ 114,9 milhões. A margem Ebitda caiu apenas 2 pontos percentuais, para 71,4%. O Iguatemi fechou junho com uma posição de caixa de R$ 1,2 bilhão, alta de 17% em relação ao fim de 2019, refletindo a captação de R$ 300 milhões em debêntures. Com isso, a alavancagem medida pela relação dívida líquida/Ebitda subiu de 2,03 para 2,66 vezes, a R$ 1,56 bilhão. Veja Mais

Comissão discute plano de combate à COVID - 04/08/20

Comissão discute plano de combate à COVID - 04/08/20

Câmana dos Deputados Comissão externa do Coronavírus analisou nesta terça-feira o Plano Nacional de Enfrentamento da Pandemia. Temas como a interiorização da doença, a dificuldade de controlar a transmissão comunitária e o financiamento da saúde foram alguns dos assuntos levantados no debate. Também repercutiu na comissão o veto do presidente Jair Bolsonaro a projeto aprovado pelo Congresso que garantia indenização a familiares de profissionais de saúde mortos durante a pandemia. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #ComissãoCovid Veja Mais

Mudanças de última hora em Medida Provisória geram protestos no setor de telecom

canaltech Mudanças de última hora na Medida Provisória (MP) 952/2020 - que prorroga o prazo para pagamento de tributos incidentes sobre a prestação de serviços de telecomunicações, como o Fistel, Condecine e CFRP - gerou protestos entre diversas entidades que representam o setor de telecom no Brasil. Para elas, tais mudanças geram insegurança jurídica e coíbe futuros investimentos na área. Logo, elas defendem a votação do texto original da MP. Em carta enviada ao Congresso Nacional, um grupo composto por Abrint (Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações), Abrintel (Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações), Feninfra ( Federação Nacional de Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de InformáticaAssociação NEO (Associação Brasileira de Provedores de Internet e TV por Assinatura de Pequeno Porte - PPP), TelComp (Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas) e SindiTelebrasil (Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal) afirma que a última versão do relatório prévio - apresentada na última segunda-feira (03) - traz alterações nos pontos previstos na medida original que, de forma feral, prejudica o setor. Além disso, a cara diz que o parecer apresentado, além de trazer a já citada insegurança jurídica, insere outros temas relevantes para as telecomunicações e para a sociedade sem o devido debate. Um dos exemplos citados pelas entidades é bastante polêmico: o parecer fixa correção monetária retroativa para os valores diferidos Isso significa que os tributos cujos pagamentos foram prorrogados terão seus valores corrigidos com juros, quando as empresas de telecom realizarem o pagamento dos mesmos, o que não estava contemplado originalmente na MP. Segundo as entidades, a medida vai na contramão do atual momento econômico e gera insegurança, já que tais acréscimos não estavam previstos anteriormente. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Plano Emergencial de Conexão Solidária Outro ponto da MP que gerou protestos por parte das entidades representativas é a criação de um Plano Emergencial de Conexão Solidária - uma proposta prevista no parecer que utiliza crédito presumido de tributos do setor - ou seja, recursos a serem pagos pelas empresas - além de recursos diretos das teles, para que as mesmas forneçam serviços de telefonia móvel aos beneficiários do Bolsa Família. Segundo a carta, a ação não é factível da forma apresentada. Elas afirmam que, primeiramente, não há sentido em condicionar o diferimento tributário à adesão ao Plano, já que os tributos serão quitados no mesmo exercício fiscal. Logo, não haverá ônus ao Estado. Outro ponto em relação ao plano é que se trata de uma política pública - ou seja, é de responsabilidade do Estado - cuja adesão deve ser voluntária, respeitado o princípio da liberdade econômica. As entidades afirmam ainda que o setor de telecom já recolheu R$113 bilhões aos fundos setoriais do Estado e apenas 8% foram aplicados. Portanto, existem recursos para financiar essa ação sem a necessidade de onerar ainda mais as teles. Mapa de Calor: recurso criado pelas teles para avaliar o índice de isolamento social Para completar, as entidades representativas do setor ressaltam que defendem a criação e execução de políticas públicas, mas com os recursos que já foram recolhidos em tributos - algo em torno R$ 60 bilhões ao ano. No entanto, elas observam que, historicamente, esses fundos setoriais não são utilizados. Mas o documento pontua que "discussões estruturantes como essas merecem ser amadurecidas para que o resultado seja perene e traga benefícios à população, considerando também a viabilidade econômica". Colaborações na pandemia Para corroborar os protestos contra as mudanças de última hora na MP 952, as entidades representativas listaram ainda todas as contribuições feitas pelo setor de telecom durante a pandemia do coronavírus, o gerou custos para as mesmas. Entre as ações tomadas, o setor afirma que para manter as redes, mesmo com um aumento médio de 30% de uso, foram necessários pesados investimentos em manutenção e implantação de infraestrutura. Além disso, as entidades declararam que todas as empresas do ramo fizeram ações, individuais e coletivas durante a crise. Houve, por exemplo, a instalação de redes para atender hospitais públicos em todo o Brasil; e a criação do número telefônico 136, que ficou à disposição do Ministério da Saúde, para ações de atendimento que envolvem a atual pandemia, além do acesso gratuito ao aplicativo Coronavírus-SUS. Aplicativo Coronavírus SUS: acesso gratuito, sem cobrança de dados A carta indica aonda que mais de 700 milhões de SMS foram enviados gratuitamente para ações de saúde em combate à Covid-19. Em parceria com o Governo Federal, as empresas de telecomunicações viabilizaram o acesso gratuito ao aplicativo do Auxílio Emergencial, aprovado pelo Congresso Nacional. Da mesma forma, elas desenvolveram gratuitamente a plataforma Mapa de Calor, para as autoridades públicas de todo o país poderem avaliar o índice de isolamento social. Além disso, as empresas também implementaram revisões em suas políticas de negociação de dívidas por inadimplência, para criar melhores condições de prazo e/ou isenção de juros nas contas. Para completar, o documento afirma que "recebeu com satisfação a publicação da Medida Provisória 952/2020, que dispõe sobre a prorrogação do prazo para pagamento de tributos incidentes sobre a prestação de serviços de telecomunicações. A MP foi um aceno positivo para o setor, que tem se empenhado na manutenção de 1,7 milhão de empregos (diretos e indiretos), em meio aos longos períodos de fechamentos de lojas e pontos de venda". Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

A Voz do Brasil - 04/08/2020

A Voz do Brasil - 04/08/2020

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Delegado da PF vai chefiar diretoria que fez relatório sobre antifascistas

O Tempo - Política Titular da Justiça, André Mendonça escolheu Thiago Marcantonio Ferreira para comandar a Diretoria de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas Veja Mais

Fragata brasileira saiu do porto de Beirute horas antes da explosão

O Tempo - Mundo A tripulação testemunhou a gigantesca explosão na capital libanesa de um ponto a cerca de 15 km do porto Veja Mais

Startup cresce 400% ajudando supermercados a vender online

G1 Economia A procura por compras online cresceu durante a pandemia. Mas a operação de um e-commerce não é tão simples e exige estrutura própria e uma logística diferenciada. Grande redes e também pequenos supermercados estão migrando cada vez mais para o mundo digital. Mas ter experiência no comércio não significa que será fácil vender pela internet. A operação de um e-commerce exige uma estrutura própria, uma logística diferenciada e um supermercado online precisa ter alguns cuidados ainda mais específicos. Leandro Castanheira, sócio da startup que oferece soluções completas de e-commerce para supermercados, conta que a ideia surgiu quando o sócio dele precisava migrar o próprio supermercado para o mundo digital. Daí começaram a oferecer o serviço para outros varejistas. A empresa oferece a plataforma de e-commerce e um aplicativo. A taxa de adesão é de R$ 10 mil e mais uma mensalidade que varia de R$ 2 mil a R$ 5 mil. A startup dá suporte, treinamento e acompanhamento da operação, além de assistência ao longo do contrato. Empresa ajuda supermercados a vender online Reprodução TV Globo "Nossa grande missão é auxiliar varejistas que querem começar no mundo digital. Não é simplesmente colocar uma tecnologia. É a tecnologia, mas também o processo todo embarcado", explica. Com a pandemia, o faturamento subiu 400%. Hoje, a startup tem 200 clientes e atua em 13 estados brasileiros. Um dos clientes é Nilton Federzoni, dono de uma rede com cinco lojas na Região Metropolitana de São Paulo. A operação digital começou durante o primeiro mês da pandemia do coronavírus e foi uma aposta certeira. "Tem gente que está isolado em casa há mais de 100 dias. Esse pessoal tem dependência grande do e-commerce", diz Nilton. Confira a reportagem completa: Startups ajudam pequenos mercados a criar a própria loja virtual Veja Mais

OMS diz que vacinas contra covid-19 podem não ser tão eficazes

OMS diz que vacinas contra covid-19 podem não ser tão eficazes

Tecmundo As vacinas contra a covid-19 estão sendo desenvolvidas e podem oferecer proteção por apenas alguns meses ou até mesmo nem funcionar. A informação foi divulgada pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, nesta segunda-feira (03). "Não existe bala de prata no momento e talvez nunca exista", disse ele.Atualmente, há 164 imunizações em desenvolvimento. Apesar de muitas já estarem na última fase de testes, Ghebreyesus destacou que talvez nenhuma delas ofereça a proteção necessária contra o Sars-CoV-2, vírus causador da covid-19. Segundo ele, isso pode ocorrer devido à velocidade na qual as fórmulas estão sendo criadas, questão que será solucionada somente após a conclusão dos testes. Leia mais... Veja Mais

Mitos e fatos sobre a internet via satélite

canaltech O Sputnik foi o primeiro satélite lançado ao espaço há mais de 60 anos. E desde aquele lançamento inicial, temos visto satélites serem utilizados para transmitir sinais como telefonia, televisão e GPS. Porém, a maioria da população global desconhece a capacidade do satélite de fornecer serviços de Internet - inclusive em locais que não contam com infraestrutura terrestre de fibra óptica ou cabo coaxial. Hoje, mais do que nunca, o acesso à internet tem se tornado fundamental - especialmente porque a pandemia da COVID-19 levou à implantação de regimes de quarentena, que exigem que as pessoas fiquem em casa, estudando e trabalhando, assim como transformou digitalmente suas interações com amigos e parentes. Mas a Internet via satélite, assim como seus benefícios, ainda são relativamente desconhecidos e mal compreendidos. De fato, a Internet via satélite é uma opção viável de conectividade ao lado de outras tecnologias como fibra, cabo e redes celulares (da 3G até a futura 5G). -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Mito: Internet via satélite é uma tecnologia defasada  Fato: A tecnologia satelital é uma das tecnologias de transmissão de dados que mais se desenvolveram nas últimas décadas. Atualmente, existem satélites dedicados à comunicação de dados em banda Ka que fornecem internet de alta velocidade e alta qualidade para residências, empresas, aviões e navios em alto-mar. Estes satélites estão trazendo banda larga para alguns dos locais mais remotos e difíceis de alcançar no mundo, incluindo a região amazônica do Brasil - onde cabo, fibra e celular não podem alcançar ou não têm condições de serem implantados. Mito: Internet satelital é lenta Fato: Na conexão via satélite, a velocidade máxima fornecida pelo satélite depende primeiramente da banda de freqüência em que ele opera. Até alguns anos atrás a maior parte das ofertas satelitais no mercado brasileiro tinha como base a banda Ku, com capacidade de velocidade cerca de 10 vezes menor em comparação com a mais moderna banda Ka. Assim, hoje é possível ter uma experiência de internet banda larga que oferece velocidades entre 10 e 20 Mbps, mesmo em locais de difícil acesso. Em outros mercados, como o norte-americano, existem planos via satélite que oferecem velocidades de até 100 Mbps para as casas dos consumidores, e velocidades de até 20 Mbps para dispositivos de passageiros em aeronaves comerciais. Mito: Internet satélite não funciona em dias de chuva Fato: A Internet via satélite pode funcionar durante a chuva; no entanto, é verdade que por conta da transmissão de dados ocorrer na direção do céu, as ondas de rádio geradas pelo satélite são suscetíveis a interferências climáticas – as moléculas de água têm a mesma largura das ondas em banda Ka, por exemplo. Entretanto, seria necessária uma chuva muito forte, como de tempestades, para provocar uma grave interrupção do serviço. Sem contar que existem medidas mais drásticas que os provedores de internet via satélite podem tomar em casos de atividades climáticas intensas em grandes regiões, como aumentar a potência, mudar a modulação do sinal, ou usar equipamentos de rede em solo para corrigir a operação automaticamente. Mito: A Internet via satélite é somente para zonas rurais Fato: Apesar de o principal atrativo da tecnologia satelital ser a capacidade de alcançar regiões onde há alternativas mínimas de conectividade, ou mesma nenhuma disponibilidade de Internet, a verdade é que a sua cobertura depende apenas do satélite em si. No caso brasileiro temos como exemplo o SGDC-1, que consegue oferecer banda larga em banda Ka para 100% do território brasileiro, incluindo regiões como Fernando de Noronha. Em outros mercados o satélite acaba sendo uma oportunidade para pequenas empresas em regiões no entorno dos grandes centros, onde normalmente as alternativas não oferecem uma experiência estável com altas velocidades. Além disso, a tecnologia é capaz de oferecer novos modelos de negócio, como o Internet comunitária - que utiliza tecnologias sem fio integradas ao satélite, como o Wi-Fi, para fornecer Internet de alta velocidade a preços acessíveis para comunidades que nunca tiveram Internet antes. Embora não tenha a mesma popularidade de que algumas outras soluções de internet fixa, como fibra e cabo, a Internet via satélite está crescendo em uso - especialmente no Brasil. Ela é uma tecnologia essencial que está sendo utilizada para conectar brasileiros sem conectividade por meio da iniciativa GESAC (Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão). Até hoje, o GESAC já conectou mais de 2 milhões de estudantes em 12.000 locais. Esta tecnologia continuará a crescer em popularidade, na medida em que é utilizada para conectar casas, aviões e embarcações marítimas ao redor do mundo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Por que o dólar continua acima de R$ 5 mesmo quando se enfraquece no mundo?

G1 Economia Considerada o porto seguro dos investidores, a moda americana perdeu força em julho. Entre as razões, estão as taxas de infecção de coronavírus, resultados econômicos ruins e incertezas com relação às eleições dos EUA. Por que o dólar continua acima de R$ 5 mesmo enquanto se enfraquece no mundo? GETTY IMAGES via BBC A perspectiva de efeitos devastadores da pandemia do coronavírus sobre a economia levou os investidores, em meados de março, a tomarem o caminho que se faz em momentos de crise: buscar segurança. No campo dos investimentos, isso significa ir atrás do que é o porto seguro: o dólar. Já em julho, no entanto, a moeda americana enfraqueceu — mesmo em um contexto de incertezas, em que ninguém consegue prever o tamanho da crise que o vírus vai deixar. O índice DXY, que mede a variação do dólar americano em relação a várias outras moedas — como euro, iene e libra — caiu para menos de 95 mil pontos e atingiu em julho o menor patamar desde 2018. No Brasil, o dólar chegou a R$ 5,40 em julho, mas teve uma queda de 4% no mês. No início de agosto, a cotação do dólar comercial já está acima de R$ 5,30. A BBC News Brasil ouviu economistas no Brasil e no exterior sobre os motivos para a perda de força no dólar no mundo e por que esse tombo da moeda americana não foi sentido com mais força no país. O que aconteceu com o dólar? As taxas de infecção de coronavírus, resultados econômicos ruins e incertezas com relação às eleições presidenciais dos Estados Unidos estão entre as razões do fraco desempenho do dólar nas últimas semanas. O economista Andrés Abadia, da consultoria Pantheon Macroeconomics, no Reino Unido, cita a propagação da covid-19 nos Estados Unidos, que têm 4,7 milhões de casos confirmados e mais de 155 mil mortes. "As taxas de infecção nos EUA, em comparação com outras economias desenvolvidas, permanecem relativamente altas, diminuindo as expectativas em relação à reabertura da economia no curto prazo", diz o economista. A economista Zeina Latif, que é consultora econômica e foi economista-chefe da XP Investimentos, diz que "os números recentes da economia americana acenderam um alerta", citando tanto dados da covid-19 quanto da atividade econômica. Os Estados Unidos divulgaram no fim de julho que o PIB do país despencou: houve uma queda de 9,5% no segundo trimestre em relação ao primeiro. Na comparação anual, a retração foi de 32,9%. "Os dados de atividade, que surpreenderam em um primeiro momento, tiveram leve ressaca, mostrando que a vida é mais dura — vai ter recuperação, mas a última safra de indicadores gerou dúvidas em relação a essa velocidade", diz a consultora. Latif lembra que, para entender a flutuação do dólar, é fundamental ver a situação dos Estados Unidos em comparação com o resto do mundo. E cita a China. "É fato que há um descompasso. Nos Estados Unidos, houve certa decepção — nada exagerado, mas houve — e, do outro lado do mundo (China), temos uma dinâmica mais positiva (nos dados de saúde e da economia)." Para a economista Monica de Bolle, pesquisadora do Peterson Institute, em Washington, "o mercado está se dando conta de que a situação é mais grave do que imaginava". "O cenário é de convivência com a epidemia por muito tempo e essa economia daqui (EUA) será severamente abalada por isso. O quadro de retomada que o mercado tinha em mente não vai acontecer. E isso está começando a ficar mais evidente e tem um movimento de reprecificação do dólar atrelado a isso." Outro fator de instabilidade, segundo os economistas, é a eleição americana. "O presidente Donald Trump pediu o adiamento das eleições de novembro, o que afetou a moeda nos últimos dias", diz Abadia. O tuíte sobre adiamento das eleições, aliás, foi publicado minutos depois de os Estados Unidos anunciarem o que foi o pior resultado de seu PIB na história. "Com a votação universal por correio, 2020 será a eleição mais imprecisa e fraudulenta da história. Será um grande constrangimento para os Estados Unidos. Adiar a eleição até que as pessoas possam votar de maneira adequada, segura e protegida???", postou o presidente, sem acrescentar qualquer prova do que estava dizendo. De Bolle diz que o próprio presidente Trump é um fator de instabilidade que se reflete na força da moeda americana. "Tendo em vista essas circunstâncias absolutamente temerárias para a reeleição dele, ele já está criando o fantasma de uma crise constitucional neste país", disse. "Quanto mais estreita a margem do resultado da eleição, maior a chance de crise constitucional neste país, porque Trump claramente vai questionar o resultado das eleições e jogar este país numa crise constitucional", diz ela, considerando um cenário de vitória do democrata Joe Biden. Abadia citou, ainda, o nível dos juros nos Estados Unidos como fator que explica a perda de força do dólar. Na última semana de julho, o Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) decidiu manter as taxas de juros do país na faixa entre 0% e 0,25% e disse que vai manter os juros próximos a zero pelo tempo necessário para a economia se recuperar das consequências do surto de coronavírus. Quanto mais baixa a taxa de juros, menos atrativo é o investimento naquela moeda. Por outro lado, a redução de taxas de juros tem sido feita em diversos países como tentativa de estimular a economia internamente. Quanto tempo vai durar? A desvalorização do dólar em relação a outras moedas deve ter vida curta, segundo Latif. "Mesmo com a piora de número de casos, acredito que tendência da economia americana é surpreender de novo positivamente." E as economistas também não veem chances de o dólar perder o posto que tem mundialmente. "Quando a gente pensa em uma moeda perdendo relevância, tem que pensar: quem vai substituir? E hoje não tem. Não vejo como substituir", diz Latif. De Bolle diz: "O dólar acaba revertendo porque no fim do dia é o porto seguro por excelência. As notícias do PIB ainda estão muito frescas, as pessoas ainda estão fazendo revisão de cenário, então esse movimento de reprecificação que vemos hoje ainda tá sendo processado. Uma vez que tenha sido processado, as coisas voltam a se ajustar". E por que a taxa de câmbio não caiu muito no Brasil? Foi-se o tempo em que pensar no dólar acima de R$ 5 era algo distante. No início de março, o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi questionado sobre a possibilidade de a cotação do dólar chegar a R$ 5 e respondeu que, "se fizer muita besteira, pode ir para esse nível" e que "se fizer muita coisa certa, pode descer". Poucos dias depois, no meio de março e com o avanço do coronavírus, o dólar ultrapassou os R$ 5. E a expectativa do mercado financeiro é que a taxa de câmbio termine o ano acima desse patamar: em R$ 5,20, segundo o Boletim Focus, do Banco Central, divulgado na segunda-feira (03/08). A projeção é a mesma há sete semanas. Embora a economia brasileira já estivesse aquém do esperado antes da chegada da pandemia, o coronavírus agravou a situação. Se os Estados Unidos lideram o ranking de mortes e casos confirmados de covid-19, o Brasil é o segundo da lista — e sem as condições financeiras da maior economia do mundo para lidar com essa crise. Ao comparar a situação da pandemia nos dois países, de Bolle diz que, de um lado, o Brasil tem um sistema público de saúde, que os EUA não têm. De outro lado, afirma que "evidentemente o Brasil tem economia muito mais frágil, com muito mais gente vulnerável e sendo afetada diretamente pela epidemia e pela crise econômica". "O Brasil tem um governo que absolutamente não respondeu à altura da crise e que até agora está batendo cabeça a respeito da gravidade da crise", diz ela. A economista diz que a medida mais eficaz até agora foi o auxílio emergencial, aprovado pelo Congresso Nacional. "De resto, o governo não fez nada. A situação que estamos vendo no quadro econômico brasileiro tem a ver com a ineficácia e a incompetência do governo Bolsonaro e a falta de experiência do Paulo Guedes para enfrentar uma crise dessa magnitude", critica a economista. Já Latif diz que o mercado reconhece riscos maiores no Brasil e isso, na avaliação dela, tem a ver, em primeiro lugar, com a situação fiscal do Brasil. Além disso, ela destaca que há muita incerteza e que o Brasil está "fazendo relaxamento do isolamento sem número confortável — baixo — de novos casos". "Eu não vejo o governo com capacidade de propor uma agenda econômica estruturada, sólida, de ajuste fiscal. A gente está discutindo no país flexibilizar regra do teto (de gastos). A agenda está muito desestruturada. O debate público está pouco técnico, emocional demais. Então acho que os fatores de risco vão ficar aí por muito tempo", diz Latif. De Bolle discorda que o problema esteja na política fiscal. Para ela, "todo mundo já sabe" que será necessário mexer no teto de gastos. "A piora fiscal futura está na conta de todo mundo", diz. Especialista em América Latina, Abadia diz que outras moedas da região tiveram desempenho "relativamente bom em julho" devido principalmente ao aumento dos preços das commodities e à melhoria das expectativas econômicas da economia chinesa. Ele pondera, no entanto, que é muito cedo para apostar em uma recuperação econômica prolongada. Sobre a moeda brasileira, o economista destaca a fraqueza. "O real permanece excepcionalmente fraco, em um contexto histórico, e as perspectivas de novos cortes na taxa de juros, ou mesmo taxas nos níveis atuais por mais tempo do que o esperado, manterão a moeda sob pressão. Além disso, o risco fiscal permanece relativamente alto, o que continua pressionando o real." Veja Mais

Away: elenco conta como foi gravar cenas simulando gravidade zero

Away: elenco conta como foi gravar cenas simulando gravidade zero

Tecmundo O elenco de Away, futura série de drama de ficção científica da Netflix, comentou sobre os desafios de realizar cenas que simulam a ambientação no espaço. Protagonizada por Hilary Swank (Menina de Ouro), a atração será centrada na personagem Emma Green, comandante da primeira expedição humana à Marte, ao lado de seu grupo formado por outros quatro astronautas de diferentes países.Dentre eles, estarão Ato Essandoh (Jason Bourne), Vivian Wu (O Último Imperador), Ray Panthaki (Extermínio) e Mark Ivanir (O Bom Pastor), que destacaram a importância da preparação física na produção durante a apresentação virtual no Television Critics Association nesta terça-feira (04).Leia mais... Veja Mais

Reclamações sobre banda larga têm alta de 40% durante a pandemia, diz Anatel

canaltech Com a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) estamos consumindo mais banda larga fixa e móvel, assim como serviços de streaming — afinal, passamos mais tempo trabalhando e estudando em casa, assim como nos entretendo e conversando com os amigos remotamente. E o aumento do uso teve impacto no número de reclamações sobre a qualidade de serviço: de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), foram registradas 1,52 milhão de queixas sobre as prestadoras de serviços de telecomunicações no primeiro semestre. Anatel fará pesquisa sobre qualidade de internet, telefonia e TV no Brasil Anatel prorroga o prazo para consulta pública sobre as frequências do 5G Anatel revoga cautelar e libera o retorno do app FOX+ no Brasil Esse representa um volume 2% menor que o verificado no primeiro semestre do ano passado, mas um crescimento de 6,6% em relação ao segundo semestre de 2019. Esse aumento se deve, principalmente, à inconsistência da banda larga fixa, segundo os consumidores. Foram registradas cerca de 394 mil reclamações sobre esse serviço no primeiro semestre deste ano, um crescimento de 40% em relação aos seis meses anteriores. Reprodução/TeleSíntese A Claro acumulou 131,9 mil reclamações e ficou em primeiro lugar dessa lista, com uma expressiva alta de 90,7% em relação ao segundo semestre de 2019. Entre as grandes a TIM ficou em segundo, com aumento de 33,04%. O que acham mais a atenção é o acúmulo de 83,67% de queixas dos serviços de empresas pequenas no período. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Reprodução/TeleSíntese Celular e outros serviços A telefonia móvel também acompanhou a alta de reclamações, com aproximadamente 228 mil reclamações no primeiro semestre — uma alta de 20% em relação aos seis meses anteriores. A maior parte das queixas se deu por bloqueio ou suspensão indevida do serviço por falta de pagamento. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Todas as operadoras registraram aumento no número de queixas nos celulares pré-pagos, com a Claro liderando a lista com alta de 48,67%. Reprodução/TeleSíntese Já nas contas pós-pagos, todas mostraram queda de reclamações, com destaque para a TIM, que teve baixa de 15,92%. A exceção fica para a Claro, que também teve alta de 23,21% nesse serviço. Reprodução/TeleSíntese A telefonia fixa teve 241 mil reclamações no primeiro semestre de 2020, com queda na maior parte das empresas — a Claro surge, novamente, como exceção, com alta de 31,55% no período. Reprodução/TeleSíntese Já os serviços de TV por assinatura tiveram 154 mil no primeiro semestre, uma queda de quase 10% em relação aos seis meses anteriores. Todas as operadoras registraram baixa, com destaque para a Vivo, a Oi e a Sky, com menos -21,78%, -15,28% e -16,53%, respectivamente. Reprodução/TeleSíntese E você, também viu alguma oscilação ou inconsistência nos serviços de telecomunicações brasileiros nos últimos seis meses? Conta para a gente nos comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Disney registra grande queda de receitas por causa da pandemia

Disney registra grande queda de receitas por causa da pandemia

Tecmundo A Disney perdeu quase a metade da sua receita no segundo trimestre de 2020, de acordo com o balanço financeiro divulgado nesta terça-feira (4). Os prejuízos foram motivados principalmente pelos parques temáticos fechados, por causa da pandemia do novo coronavírus, e as salas de cinema sem poder receber o público, adiando os lançamentos de filmes.O relatório, referente ao período de abril a junho, apontou uma redução de 40% na receita da Walt Disney Company, em comparação com a mesma época do ano passado, ficando em US$ 11,7 bilhões. O lucro diluído por ação também sofreu uma queda brutal, de 94%, indo para US$ 0,08, contra US$ 1,34 em 2019.Leia mais... Veja Mais

Estudo identifica primeiro caso de câncer maligno em dinossauro

Estudo identifica primeiro caso de câncer maligno em dinossauro

Tecmundo Um estudo recente publicado na The Lancet, revista científica sobre medicina, identificou evidências detalhadas do primeiro caso de câncer maligno em dinossauros. Resultado do trabalho de uma equipe multidisciplinar do Canadá, liderada pelo paleontólogo David Evans e pelo patologista Mark Crowther, a pesquisa analisou um osso de Centrosaurus de 75 milhões de anos encontrado em rochas da Província de Alberta em 1989, além de parte do acervo do Museu Real de Tyrrell.Para isso, realizaram uma série de exames na amostra, de sua estrutura externa até a microscópica interna, com o uso de tomografia computadorizada de raios X de alta resolução. Especialistas em oncologia musculoesquelética e patologia humana chegaram ao diagnóstico de osteossarcoma, um câncer ósseo que afeta cerca de 3,4 em cada 1 milhão de pessoas no mundo.Leia mais... Veja Mais

Comissão debate Covid-19 no sistema prisional - 04/08/20

Comissão debate Covid-19 no sistema prisional - 04/08/20

Câmana dos Deputados Os riscos de propagação em massa do novo Coronavírus no interior das unidades do sistema penitenciário brasileiro foi tema debate nesta terça-feira na comissão externa de deputados que analisa a pandemia. Agravantes como superlotação e baixos cuidados sanitários foram levantados pelos participantes da discussão virtual. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #SistemaPenitenciário Veja Mais

Justiça extingue ação de hipoteca judiciária da Previ contra Petrobras

G1 Economia Previ pedia a constituição de hipoteca judiciária de dois imóveis da Petrobras em Santos (SP) para garantia de sentença. A Petrobras informou nesta terça-feira (4) que a 1ª Vara Empresarial e de Conflitos relacionados à Arbitragem de São Paulo extinguiu uma ação de especificação de hipoteca judiciária ajuizada pela Previ, fundo de pensão de funcionários do Banco do Brasil. Segundo a petroleira, a Previ pedia a constituição de hipoteca judiciária de dois imóveis da Petrobras em Santos (SP) para garantia de sentença proferida em arbitragem em curso na Câmara de Arbitragem do Mercado. Petrobras reduz preço do gás natural para distribuidoras em revisão trimestral "Diante da impropriedade da ação, a 1ª Vara Empresarial proferiu sentença indeferindo o pedido da Previ e determinando a extinção do processo judicial, antes mesmo da citação da Petrobras", disse a empresa em comunicado. "No processo judicial, a Previ alegou que entende fazer jus a 2.993.921.914,75 reais e que a Petros (que é parte na arbitragem, mas não na ação judicial) faria jus a 560.410.813,83 reais", acrescentou a Petrobras, que disse não reconhecer os valores e que eles não foram endossados na arbitragem. A estatal ingressou em 21 de julho com um processo solicitando a anulação da sentença proferida pela câmara de arbitragem ligada à B3. Petrobras registra prejuízo de R$ 2,7 bilhões no segundo trimestre de 2020 Veja Mais

Composto de melanina pode proteger astronautas contra a radiação espacial

canaltech Uma equipe de pesquisadores da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, realizou experimentos com um composto produzido a partir da melanina, pigmento presente na nossa pele, e descobriu seu potencial para absorver grandes doses de radiação. Assim, isso poderia proteger astronautas durante missões espaciais, visto que a radiação espacial é uma das grandes preocupações com relação à saúde de seres humanos em viagens de longa duração pelo espaço. Os resultados dos experimentos foram publicados na revista Journal of the American Chemical Society. Células-tronco ajudarão a proteger astronautas contra radiação espacial; entenda Radiação espacial não aumenta risco de morte de astronautas, diz estudo Fungo presente em Chernobyl pode proteger astronautas contra a radiação espacial Durante o estudo, o bioquímico Nathan Gianneschi e seus colegas experimentaram utilizar a feomelanina - um tipo de melanina que contém enxofre em sua formação -, por esse pigmento ter uma absorção mais eficiente de raios-X. Então, eles substituíram o enxofre por selênio, mineral que atua na prevenção do câncer. A combinação resultou na “selenomelanina”, uma substância jamais observada na natureza.  Assim, nos experimentos, as células que receberam a selenomelanina produziram "escudos" em volta do núcleo das células, como se fossem guarda-sóis, para protegê-los da radiação, o que permitiu que absorvessem doses de radiação que seriam letais para um humano. Enquanto isso, outros testes mostraram que bactérias alimentadas com selênio podem produzir a selenomelanina, o que sugere que a substância possa ser produzida no espaço.  -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- (Imagem: NASA/Pat Rawlings, SAIC) Esses resultados têm potencial importante em futuras missões espaciais: por ser leve e ser desenvolvida a partir de materiais orgânicos básicos, a selenomelanina se torna uma opção econômica para futuras missões, e poderia até ser incorporada nos trajes dos astronautas para protegê-los da radiação espacial. Radamés J.B. Cordero, microbiólogo que estuda melanina na Universidade Johns Hopkins, ficou surpreso com o estudo: “eles trouxeram um ótimo exemplo de como a biologia pode inspirar a criação de algo semelhante à melanina", comenta. Vale lembrar, entretanto, que a selenomelanina ainda precisa ser testada em humanos na Terra e também no espaço para os autores do estudo verificarem se essa proteção se mantém nas condições destes dois ambientes.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Google lança ferramenta para compartilhamento de arquivos no Android

Google lança ferramenta para compartilhamento de arquivos no Android

Tecmundo A Google anunciou a chegada do Nearby Share para todos os dispositivos Android com versão 6.0 ou superior. O recurso permite que usuários do sistema da Google compartilhem fotos, arquivos e mais informações rapidamente entre aparelhos até mesmo quando estiver sem internet.Enviar arquivos e mídia não vai mais exigir que você pareie aparelhos individualmente e dependa da compatibilidade do app com o Bluetooth. Nearby Share, a ferramenta que está sendo distribuída pela Google, escolhe qual o método ideal para compartilhar arquivos entre celulares Android e funciona até mesmo offline.Leia mais... Veja Mais

Trump afirma que explosões em Beirute 'parecem um ataque terrível'

O Tempo - Mundo Presidente dos Estados Unidos disse que havia conversado com oficiais militares dos EUA que acreditam que a explosão pareceu "uma bomba" Veja Mais

'O que a CDL fala não me interessa', diz Kalil sobre associação lojista de BH

O Tempo - Política Prefeito afirmou que as declarações da entidade são meramente políticas, já que seu presidente não tem sequer uma loja e ainda é pré-candidato a comandar a PBH a partir de 2021 Veja Mais

Microsoft xCloud chega ao Android em 15 de setembro

Microsoft xCloud chega ao Android em 15 de setembro

Tecmundo O Projeto xCloud, novo serviço de streaming de games da Microsoft, já tem data para estrear: dia 15 de setembro. A novidade estará disponível inicialmente apenas para celulares e tablets Android, com um catálogo trazendo mais de 100 títulos, de diferentes estilos, de acordo com o The Verge.A plataforma de jogos na nuvem da gigante de Redmond será incluída como parte da assinatura do Xbox Game Pass Ultimate, ao custo de US$ 14,99 por mês. O valor é equivalente a pouco mais de R$ 79, em conversão direta, pela cotação do dia.Leia mais... Veja Mais

Projeto quer tornar comunicação via satélite mais acessível e barata

canaltech Um projeto desenvolvido em parceria com a Força Aérea americana e o Pantágono tem como intuito popularizar e facilitar o uso da comunicação via satélite. O NyanSat é um projeto da Red Balloon Security, empresa especializada em segurança e focada no setor de telecom, utiliza equipamentos disponíveis no mercado consumidor, no valor de algumas centenas de dólares, e códigos abertos para substituir, até certo ponto, as grandes estações base usadas em iniciativas desse tipo. Brasil terá internet via satélite residencial que atinge 100% do seu território Satélites Starlink destroem completamente foto do cometa NEOWISE; veja a imagem Astronautas passaram trotes telefônicos enquanto esperavam resgate no oceano A ideia, de acordo com Ang Cui, foi criar um sistema que qualquer pessoa pudesse ter em casa, utilizando a tecnologia de comunicação via satélites de baixa órbita mais acessível e barata. Claro, a iniciativa não é substituta das grandes operações de telecomunicações, que ainda exigem equipamentos e antenas altamente especializados e difíceis de serem operados — para o restante do mercado e, principalmente, entusiastas, o NyanSat pode ser uma solução possível. O sistema funciona a partir de uma pequena estação base com sensores de GPS para reconhecer a própria localização e IMUs para orientação. O sistema de unidades de medida inercial é o mesmo usado por drones para navegar pelo ar, e aqui, é usado para direcionar a antena ao satélite, de forma a estabelecer a comunicação. Um software permite a configuração de todo o processo e, também, de acompanhamentos posteriores, de forma que o dispositivo continue acompanhando a órbita do satélite que está sendo utilizado. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- O sistema completo é vendido por um valor simbólico e limitado de US$ 1 — com os cerca de US$ 100 de seu custo real financiados pelas despesas que estariam envolvidas em uma ida presencial à conferência Defcon, que vai acontecer digitalmente e onde o aparelho seria lançado. Além disso, o time da Red Ballon divulgou os esquemas da placa-mãe e a lista de equipamentos necessários para construção do NyanSat na internet, junto com o software envolvido, para que qualquer pessoa possa construir o aparelho em casa. Além de projetos voltados a comunicação e transmissão de dados e imagens, a Red Ballon imagina a popularização do NyanSat como um sistema de mapeamento da baixa órbita, permitindo a localização de detritos e objetos ainda desconhecidos que estejam no ar. A ideia é que as unidades não apenas funcionem individualmente, mas também entre si, recebendo reflexões e ajudando na correlação entre dados recebidos que, no caso dos equipamentos unitários, não seriam captados. Os satélites de comunicação estão entre os principais focos da Defcon, que começa nesta quinta-feira (06). Reconhecida como uma das principais conferências de segurança e defesa digital do mundo, o evento acontece neste ano em formato digital, devido à pandemia do coronavírus, com a Hack-a-Sat, maratona na qual hackers são convidados a comprometerem a segurança e obstruírem a comunicação por este meio, sendo um dos destaques. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Henrique Fogaça e Alexandre Herchcovitch falam sobre paternidade

O Tempo - Diversão - Magazine Na semana do Dia dos Pais, chef de cozinha e estilista compartilham suas experiências ao lado dos filhos Veja Mais

STF invalida uso de delação de Palocci divulgada por Moro em ação contra Lula

O Tempo - Política Colegiado entendeu que foi ilegal a decisão do então juiz de incluir a colaboração do ex-ministro nos autos do processo que apura propina para a construção do Instituto Lula Veja Mais

O que esperar do grande evento de cultura pop DC FanDome?

canaltech O ano foi definitivamente cruel para é amante das grandes conferências e festivais. Devido à pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) todo mundo se viu obrigado a ficar em casa e eventos como a Comic-Con International: San Diego, foi realizada de forma remota. Nesse cenário, muitas companhias preferiram organizar suas próprias atrações para os grandes anúncios e revelações da temporada. É o caso do DC FanDome, que acontece no próximo dia 22. E o que será que a Warner Bros tem na manga para os fãs? HBO Max terá série policial de Gotham no mesmo universo do Batman de Pattinson 7 obras que podem influenciar o novo Batman de Robert Pattinson O que esperar do Snyder Cut da Liga da Justiça? A maior expectativa fica por conta das novidades no cinema e na TV, além dos games, quadrinhos e animações. A DC Films prometeu “uma oportunidade para ouvir os elencos e criadores dos seus filmes e séries de TV favoritos — e o melhor, com tradução para vários idiomas, inclusive o português brasileiro. As atenções estão primeiramente voltadas para o The Batman, dirigido por Matt Reeves e que terá Robert Pattinson como Homem-Morcego. É bem possível que o primeiro teaser trailer seja lançado durante o DC FanDome. The Batman deve ter seu primeiro teaser trailer revelado no DC FanDome (Reprodução/Warner Bros) E o cantinho do Batman continua em destaque porque provavelmente teremos mais detalhes da série policial baseado no cotidiano das autoridades de Gotham no HBO Max. Além disso, há grandes chances da Warner Entertainment finalmente mostrar o próximo título ligado à franquia Batman Arkham nos consoles. E, para encerrar as novidades relacionadas a Bruce Wayne, estamos próximos da saga Joker War e da minissérie sobre os três Coringas na DC Comics. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Outros filmes e séries Mulher-Maravilha 1984 foi adiado algumas vezes e é o próximo da lista no Universo Estendido DC (DCEU, na sigla em inglês), então, é de se esperar que tenhamos mais alguma prévia e conversas com a diretora Patty Jenkins e os atores Gal Gadot e Chris Pine. A sequência do Aquaman e o The Flash, que deve abrir o Multiverso DC nas telonas com uma adaptação do arco Ponto de Ignição (ou Flashpoint), devem ser finalmente anunciados oficialmente. Comic-Con At Home 2020 | Veja um resumo do que de melhor rolou no evento DC Comics já tem seu próximo grande evento após Dark Nights: Death Metal Adaptação interativa da morte do Robin ganha seu 1º trailer; assista The Rock deve roubar o espetáculo com mais detalhes da adaptação de Black Adam, que recentemente adicionou a sensação adolescente Noah Centineo como o personagem Esmaga-Átomo no filme. E o Esquadrão Suicida de James Gunn, que anda meio sumido do noticiário, também deve dar as caras com um trailer final no DC Fandome. Há quem diga que a continuação de Shazam! possa também ganhar alguma atenção, mas até agora isso parece um pouco improvável. Mulher-Maravilha 1984 tem estreia em outubro no Brasil, pelo menos por enquanto (Reprodução/Warner Bros) No Arrowverse, teremos a confirmação do segundo ano de Stargirl, além de mais temporadas de DC’s Legends of Tomorrow, Doom Patrol, Supergirl, The Flash, Raio Negro e Batwoman, que terá Javicia Leslie no lugar de Ruby Rose no manto da heroína. E, claro, não podemos esquecer do Snyder Cut da Liga da Justiça, que chega em formato de seriado no HBO Max no início do ano que vem — será que vem um trailer completo por aí?. Nas animações, há expectativas altas com relação a mais um ano de Young Justice e Batman: A Death in the Family, que reconta a morte e o retorno do Robin Jason Todd em uma aventura digital interativa — emulando assim a forma como os leitores escolheram pelo assassinato do segundo Menino Prodígio nas mãos do Coringa em uma publicação dos anos 80. Assine Amazon Prime por R$ 9,90/mês e ganhe frete grátis, catálogo de filmes e séries que compete com a Netflix, livros, músicas e mais! Teste 30 dias grátis! E nos quadrinhos, além dos eventos ligados ao Batman, teremos mais notícias sobre minisséries ligadas a Watchmen, como a já confirmada Rorschach; e o badalado e ainda misterioso evento chamado Endless Winter. Mas como deve ser o DC Fandome? O DC FanDome é um evento digital de 24 horas, transmitido para o mundo inteiro a partir do site oficial DCFanDome.com. Lá os espectadores poderão transitar e interagir no hub Hall Of Heroes, que dá acesso a cinco “mundos” distintos, que basicamente representam o multiverso multimídia da Warner Bros Pictures, Warner TV, Warner Games, DC Comics, DC Films e DC Entertainment. Reprodução/DC FanDome DC WatchVerse: é o lar de paineis, exibições, filmagens e detalhes dos bastidores da DC Films, TV, vídeos caseiros e jogos; DC YouVerse: conteúdo criado por fãs que a Warner Bros. O DC KidsVerse terá conteúdo familiar para todas as idades; DC InsiderVerse: é a experiência do painel de controle, com introduções a todas as várias esferas do conteúdo da DC, incluindo bastidores da criação de quadrinhos, jogos, programas de TV, filmes, parques e brinquedos; DC FunVerse: compra de brindes digitais, quadrinhos, kits de modelos e alguns itens exclusivos; Blerd e a Boujee House: "uma celebração da cultura nerd negra... trazendo vibrações para Blerds, LatinxGeeks e todos os nerds 'de festa com um objetivo’”, diz o comunicado do DC Fandome. O evento incentiva o envio de artes de fãs e de imagens com os cosplays do público. "Não há fã como um fã da DC. Por mais de 85 anos, o mundo se voltou para os heróis e histórias inspiradores da DC para nos animar e nos divertir, e este evento digital imenso e imersivo dará a todos novas maneiras de personalizar sua jornada pelo Universo DC — sem filas, sem ingressos e sem limites", diz Ann Sarnoff, presidente e diretora-executiva da Warner Bros. Evento terá celebração à cultura nerd negra (Reprodução/DC FanDome) “Com o DC FanDome, podemos oferecer aos fãs de todo o mundo uma maneira emocionante e incomparável de se conectar com todos os seus personagens favoritos da DC, bem como com o talento incrível que os traz à vida na página e na tela”, complementa. O DC FanDome acontece no dia 22 deste mês. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Veja Mais

Blaneta? Pesquisa mostra que mundos podem se formar ao redor de buracos negros

canaltech Quando pensamos em planetas, logo imaginamos objetos que giram em torno de estrelas, certo? Afinal, eles nascem a partir do disco de gás e poeira que se forma ao redor de estrelas, e assim permanecem em órbita. Mas e se houver outro meio de fazer um planeta, longe de qualquer estrela? Quem sabe ao redor de, digamos… um buraco negro? 10 respostas para perguntas que você pode ter sobre buracos negros Esses são os 10 buracos negros mais próximos da Terra Anéis brilhantes de buracos negros podem revelar "filme" da história do universo Parece impossível imaginar mundos na órbita desses monstros capazes de devorar até mesmo a luz, mas uma equipe de cientistas descobriu que, sim, mundos podem se formar ao redor de buracos negros. Eles mostraram que há uma zona segura em torno de cada buraco negro supermassivo em que milhares de planetas poderiam estar orbitando - sem que possamos vê-los, já que não existe muita luz por ali. Essa hipótese foi apresentada no ano passado por uma equipe liderada por Keiichi Wada, da Universidade Kagoshima, no Japão. Agora, o mesmo time deu um novo nome a esses planetas escuros: "blanets", ou "blanetas", em uma adaptação para o bom português. Eles também descobriram como os blanetas podem se formar a partir dos grãos de poeira que rodam em torno dos buracos negros. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- De acordo com o artigo disponível no arXiv, esperando pela revisão de pares, os novos resultados da equipe de Wada “sugerem que blanetas poderiam ser formados em torno de núcleos galácticos ativos de luminosidade relativamente baixa durante a vida". Se a ideia for comprovada, será uma nova classe de exoplanetas. Parece uma teoria estranha, mas, na verdade, é bastante simples. Um buraco negro ativo é cercado por um disco de acreção, que é um enorme anel de poeira e gás girando ao redor do monstro invisível. Simulação do disco de acreção de um buraco negro (Imagem: Goddard Space Flight Center/Jeremy Schnittman) Isso é bem parecido com o disco que gira ao redor das estrelas, que dão origem aos planetas que conhecemos. No processo clássico de formação planetária, os grãos de poeira que compõem o disco começam a se unir devido a forças eletrostáticas. Esses pedaços de matéria começam a colidir uns com os outros, até formar um protoplaneta. O processo demora alguns milhares de anos, mas se nada atrapalhar, teremos enfim um planeta. O novo estudo também resolveu um problema encontrado pela pesquisa do ano passado. Naquela ocasião, a equipe descobriu que se a velocidade colisional dos aglomerados de gás ao redor do buraco negro fosse alta demais - e geralmente é bem mais alta do que os discos ao redor das estrelas - os primeiros pedaços de matéria formados pela poeira podem se quebrar, em vez de ficarem juntos. Ou poderiam crescer muito rapidamente no estágio de colisões, o que não se encaixa dos modelos que os astrônomos usam para mostrar que os planetas se formam a partir dos discos. Assim, a equipe refez seus cálculos, dessa vez usando outra distância como parâmetro: além da “snowline”, uma distância onde a região é fria o suficiente para compostos voláteis, como água, amônia e metano, possam condensar em grãos de gelo sólidos. Eles descobriram que, se o modelo de formação planetária estiver correto, deve haver de fato condições sob as quais os blanetas podem se formar. Em torno de um buraco negro supermassivo com um milhão de massas solares, os blanetas na “snowline” podem se formar em 70 a 80 milhões de anos. Quanto mais distantes eles estiverem do buraco negro, mais eles crescem. De acordo com os novos cálculos da equipe, os blanetas podem variar entre 20 e 3.000 massas terrestres a cerca de 13 anos-luz do buraco negro. Nessas medidas, os blanetas estão exatamente no limite máximo da massa planetária que conhecemos.   Já em um buraco negro com 10 milhões de massas solares, a massa dos blanetas seriam a de uma anã marrom, e é aí onde as coisas podem ficar mais confusas. Anãs marrons são corpos com massa superior aos corpos planetários, mas não grandes o suficiente para iniciar uma fusão nuclear de hidrogênio e se tornar uma estrela. Tudo isso está, por enquanto, no campo das hipóteses, já que não podemos detectar esses objetos, por enquanto. Mesmo assim, é fascinante saber que ainda há muito mais para descobrir, e que nossa própria definição de planetas pode não ser tão correta, afinal. Um dia, quem sabe, instrumentos mais apurados possam detectar os blanetas, abrindo as portas para um universo completamente novo ao redor de buracos negros supermassivos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Conjunção entre Lua, Saturno e Júpiter dá show no céu noturno; veja fotos! Explosão de Beirute não foi atômica, mas formou uma nuvem de cogumelo; entenda Célula do Anonymous divulga dados de Paulo Guedes e outras personalidades Galaxy M51 deve ter carregador rápido de 25 W e bateria gigante de 7.000 mAh Não é vacina: laboratório testa novo imunizante contra COVID-19 Veja Mais

Galvão Bueno faz harmonização de espumante com presunto de R$ 7 mil e repercute

O Tempo - Diversão - Magazine A internet não perdoou o locutor da Globo e começou a fazer piada da situação com vídeo que acabou viralizando Veja Mais

Plenário aprova alterações no Código Penal para punir quem faz denúncia falsa - 04/08/20 - 14:58

Plenário aprova alterações no Código Penal para punir quem faz denúncia falsa - 04/08/20 - 14:58

Câmana dos Deputados O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (4) o Projeto de Lei 2810/20, que altera o crime cometido por quem faz denúncias falsas contra pessoas sabidamente inocentes, a chamada denunciação caluniosa. O texto pune acusações falsas de infrações disciplinares e atos ímprobos e torna a definição do crime mais objetiva. A proposta segue para o Senado. Fonte: Agência Câmara de Notícias Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/59819 #CâmaraDosDeputados #Plenário #SessãoDeVotação Veja Mais