Meu Feed

No mais...

Preço do leite dispara nos mercados de RO devido à estiagem e aumento no consumo durante a pandemia

G1 Economia Emater defende que planejamento é alternativa para aumento do lucro dos produtores nos períodos de seca. Produção de leite tradicionalmente cai com o período da seca em Rondônia Divulgação/Emater-RJ O aumento repentino e significativo no preço do leite nas prateleiras dos supermercados tem chamado a atenção dos consumidores e virou assunto nas redes sociais. Em alguns estabelecimentos do estado, a caixa de 1 litro do leite UHT chega a custar R$ 5. O G1 conversou com o diretor técnico da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater), Anderson Kühl, para entender os motivos da elevação dos preços. Conforme Anderson, a "culpa" pela alta do leite envolve uma combinação de fatores, como o aumento do consumo em meio à pandemia e a redução na importação do Uruguai e Argentina, o que gerou maior demanda sobre o leite brasileiro. Por outro lado, a produção estadual caiu com o período de estiagem em Rondônia. Com menos chuva, a pastagem seca e o gado tem menos acesso a alimento. A consequência do aumento do custo de produção e menos leite disponível no mercado é a pressão sentida no preço pago pelo consumidor final. "No período das águas para nós aqui de Rondônia, de outubro a abril, é onde nós concentramos o maior volume de capim em quantidade e qualidade. No período de maio a setembro é o período onde tem uma queda de 90% na quantidade e na qualidade. Como diminui a qualidade do capim e a quantidade ofertada dos animais, a produtividade do animais é baixa. Porque você tem uma quantidade de volumoso que é ingerido por dia", diz o diretor Produção em Rondônia Conforme a Emater, as duas maiores bacias leiteiras do estado ficam na região de Jaru/Ouro Preto do Oeste e Nova Mamoré. A maior parte dos laticínios se concentra na região central. Segundo o diretor técnico, o mercado em Rondônia se baseia muito no preço dos produtos e, por isso, no ano passado havia uma tendência de queda no número de produtores, mas com a valorização do produto neste ano, muitos reingressaram na cadeia produtiva. Cerca de 70% da produção de leite em Rondônia é transformada em queijo mussarela e abastece os mercados de São Paulo e Amazonas. O restante é consumido internamente, principalmente como leite fluido (caixinha ou barriga mole). Momento bom para o produtor? Quem não fez planejamento está com um custo de produção maior e não consegue aproveitar o momento de alta nos preços pagos pelos laticínios. "Está sendo bom para aqueles produtores que tiveram planejamento estratégico e se organizaram pra esse período da seca. Produziram uma silagem de milho, armazenaram e tem o que tratar o animal, ou mesmo um capim elefante cortado, triturado pra fornecer no coxo", explica Anderson. Atualmente, o preço pago pelos laticínios aos pequenos produtores está na média R$ 1,80. Até o início do ano, o valor girava em cerca de R$ 1. Projeções Kühl acredita que há a possibilidade de uma leve queda de aproximadamente 15% no preço do leite a partir de outubro, com o início do período chuvoso e melhor oferta de pasto. Entretanto, a normalização só deve ocorrer em janeiro. No último dia 2 de setembro, o governo do estado publicou um decreto que aumenta a taxação de imposto sobre o leite de outros estados e diminui a carga sobre a produção local. Anderson sugere que os produtores se planejem para a próxima seca em 2021 para conseguir aproveitar o cenário de preços melhores. "Mais a questão de comprar insumos estrategicamente, porque hoje se tem um milho a quase R$ 70 o saco e esse milho já custou R$ 35 em janeiro. Então o produtor tem que se habituar a fazer compras estratégicas, em grupo e procurar diminuir os custos internos, da porteira pra dentro", aconselhou. Reveja as reportagens do Rondônia Rural: Veja Mais

Governo da Coreia do Sul levanta US$ 1,45 bilhão com emissão de títulos

Valor Econômico - Finanças Os recursos da venda de títulos serão usados para reforçar as reservas cambiais do país O governo sul-coreano levantou US$ 1,45 bilhão com a venda de títulos denominados em dólares e euros, disse o Ministério da Economia e Finanças na noite desta quarta-feira (9) — manhã da quinta (10), no horário local. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Câmara discute protocolo para volta às aulas - 09/09/20

Câmara discute protocolo para volta às aulas - 09/09/20

Câmana dos Deputados Como países tão diversos quanto Japão e Suécia estão organizando a volta às aulas das crianças após a pandemia de Covid-19? E como essas experiências podem ajudar o Brasil a implementar esta etapa? Este foi o tema de audiência virtual realizada pela comissão externa do novo coronavírus nesta quarta-feira. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #Covid #Aulas Veja Mais

PSD aprova em convenção digital a pré-candidatura de Vittorio Medioli

O Tempo - Política Partido indicou nome do atual prefeito de Betim durante reunião na noite desta quarta (9) Veja Mais

Governo quer produzir 2.400t/ano de urânio até 2030

Valor Econômico - Finanças Para isso, é preciso tirar do papel investimentos que envolvam a reestruturação de órgãos de fiscalização e estatais responsáveis por extrair o elemento e gerar energia O governo quer elevar a produção anual de urânio no Brasil para 2,4 mil toneladas até 2030. Para isso, será necessário tirar do papel os projetos e os investimentos que envolvem a reestruturação de órgãos de fiscalização e estatais responsáveis por extrair o mineral, produzir equipamentos e gerar energia. O maior desafio será a mudança da legislação para permitir a entrada de capital privado. Os planos do governo para o setor preveem a criação da “Autoridade Nacional de Energia Nuclear”. Seria uma espécie de agência reguladora vinculada ao Ministério de Minas e Energia, para cuidar da certificação e licenciamento de projetos. O novo órgão não cuidaria da fiscalização de outras atividades que permaneceram a cargo da Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen). Nesta quarta-feira (9), o novo desenho da política nuclear foi apresentada pelo chefe de gestão estratégica do Ministério de Minas e Energia, Ney Zanella, em webinar promovido pela Associação Brasileira para Desenvolvimento das Atividades Nucleares (Abdan), com a participação da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). A retomada de projetos nucleares no Brasil, seja na geração de eletricidade ou na estratégia de defesa, contam com o empenho pessoal do ministro Bento Albuquerque. Como diretor-geral de desenvolvimento nuclear e tecnológico da Marinha, ele comandou programas como o de submarinos de propulsão nuclear. Entre ações já realizadas estão a preservação de estatais que são alvo de liquidação, por dependerem de recursos do Tesouro, e até o incremento de verba orçamentária para projetos mesmo em cenário de forte restrição orçamentária. O plano do governo inclui a quebra do monopólio da União na exploração de urânio e, para isso, Albuquerque já tem uma proposta de emenda constitucional (PEC) para ser enviada ao Congresso. A medida é considerada importante para permitir investimento privado na extração do material, na fabricação de combustível e na geração de energia nuclear. A Indústrias Nucleares do Brasil (INB), responsável pela produção nacional, tem a capacidade de produzir 400 toneladas por ano, em Caetité (BA). A empresa prevê a abertura de novas lavras na unidade da Bahia e a adoção de processo mais moderno de beneficiamento em Santa Quitéria (Ceará). Albuquerque defende que o Brasil tem a vantagem de já dominar boa parte da tecnologia e deter a sétima maior reserva mundial de urânio. Zanella disse que o governo conta com o início da operação da usina nuclear de Angra 3 — hoje com obras paralisadas — a partir de 2026. Isso, segundo ele, ajudará a ampliar a capacidade de geração nuclear do país para 10 gigawatts (GW) em 30 anos. O objetivo deverá ser alcançado com a instalação de novas usinas e o ganho de mais 20 anos de vida útil de Angra 1. O técnico do ministério, que é presidente do conselho de administração da Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep), outra estatal federal ligada do setor, disse que o Brasil contará com nova onda de investimento, que passa pela construção de um repositório nacional para rejeito nuclear de baixa e média intensidade e a reestruturação da cadeia industrial, com novos laboratórios de pesquisas, empresas especializadas e investidores, além da participação de instituições militares. Veja Mais

BCE pode reacender debate sobre ‘guerra cambial’

Valor Econômico - Finanças A rápida valorização do euro e a forma como a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, irá abordar o assunto tem chances de se tornar o principal tema após a reunião da autoridade monetária de hoje. Com a promessa do Federal Reserve de um longo período de juros perto de zero e a fraqueza do dólar revivendo preocupações de deflação no mundo desenvolvido, analistas começam a avaliar as chances de um novo round da chamada “guerra cambial”. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Oscar: novas regras de diversidade para concorrer a Melhor Filme

Oscar: novas regras de diversidade para concorrer a Melhor Filme

Tecmundo A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas detalhou como funcionarão as novas regras de diversidade que serão implementadas nas exigências para concorrer ao Oscar. Desde o anúncio da novidade, diversas especulações e boatos surgiram, por isso a Academia explicou que as alterações começam a valer apenas a partir de 2022.Nos últimos anos, a instituição vem tentando diversificar a lista dos homenageados, abrangendo culturas que são pouco representadas nas cerimônias de premiação. As novas regras vão afetar apenas os candidatos elegíveis a Melhor Filme; nas demais categorias, as definições não mudam. Para isso, a Academia criou quatro Padrões de Inclusão para um filme poder entrar na lista dos melhores do ano. Em 2022 e 2023, eles terão que preencher um formulário confidencial no qual precisam se enquadrar em um desses padrões; já a partir de 2024, os elegíveis precisam atender a no mínimos dois dos critérios.Leia mais... Veja Mais

Retomada da economia depende de investimentos privados

Valor Econômico - Finanças Em webinar realizado pela Editora Globo, em parceria com CNI, SESI e SENAI, ministro Tarcísio de Freitas destacou que infraestrutura atrairá R$ 250 bi até 2022 Cláudio Frischtak, Tarcísio Gomes de Freitas, Gilberto Porcello Petry, Robson Braga de Andrade e Ascânio Seleme no webinar Indústria em Debate – infraestrutura e retomada da economia Iano Andrade/CNI/Divulgação Os números foram citados pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, no webinar Indústria em Debate – infraestrutura e retomada da economia, realizado pela Editora Globo em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Serviço Social da Indústria (SESI) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). O debate virtual teve a participação do presidente da CNI, Robson Braga de Andrade; do economista e especialista em infraestrutura Cláudio Frischtak e do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, com mediação de Ascânio Seleme, colunista do jornal O GLOBO. — Só no Ministério da Infraestrutura vamos contratar R$ 250 bilhões em investimento. É um objetivo ousado, porém possível. São 43 aeroportos e dezenas de terminais portuários. As coisas estão alinhadas. O aumento da oferta ferroviária vai ter reflexo no frete, em competitividade e de forma imediata no emprego — disse o ministro. Tarcísio de Freitas aposta na atração de investidores nacionais e estrangeiros: — Vamos trabalhar pelo aumento da produtividade e o combate à desigualdade. A infraestrutura vai ser uma alavanca. Temos tudo para trazer investimentos: respeito ao contrato, portfólio, boas taxas de retorno, estruturação sofisticada, bons ativos, projetos alinhados a padrões firmes de sustentabilidade. Os planos de infraestrutura não entram em conflito com a responsabilidade fiscal, assegurou o ministro, que reforçou a decisão de concluir obras já iniciadas por outros governos. Robson Andrade lembrou que um estudo da CNI já apontava o grande número de obras paralisadas e a importância de que fossem retomadas: — Muita coisa já foi feita, como a BR 163 (rodovia por onde escoam os grãos do centro do país para os portos do Norte). No setor de ferrovias, há um excelente programa de ligar o Norte ao Sul, o Centro-Oeste ao Rio de Janeiro. SEGURANÇA JURÍDICA Robson Andrade destacou a importância de haver previsibilidade para os investimentos, de o país modernizar as legislações e aprovar marcos legais para o setor. — O Brasil tem grandes possibilidades de atrair investimento externo desde que quem está lá fora diga: “tenho segurança jurídica, tenho marco regulatório, tenho legislação adequada, tenho um sistema de licenciamento ambiental moderno, ágil, tenho um sistema tributário compreensível — afirmou o presidente da CNI. O especialista Cláudio Frischtak calcula que o país precisa investir 4% do PIB ao ano, durante 20 anos, para modernizar a infraestrutura. O investimento atual é de apenas 1,8% do PIB. — O país tem dois grandes desafios: aumentar a produtividade para crescer de forma sustentável e reduzir a desigualdade. Os investimentos em infraestrutura, junto com educação e saúde, são capazes disto. O protagonismo será do setor privado — destacou Frischtak. A determinação de entregar as obras retomadas logo que são concluídas foi elogiada pelo presidente da FIERGS. Ele deu o exemplo da BR-116, no Rio Grande do Sul. — Se ficavam prontos oito quilômetros, eram entregues. Mais cinco quilômetros, entregues de novo. Nesse somatório, foram 91 quilômetros. Diminui o tempo que as pessoas levam naquele trecho com duas pistas, o valor do frete e fundamentalmente o número de acidentes. Se esperar acabar tudo para inaugurar tudo, o primeiro trecho já estará velho — disse Gilberto Petry. Assista aqui ao webinar na íntegra. Veja Mais

Policiais cercam casa de presidente da Argentina em protesto por reajuste

Valor Econômico - Finanças O protesto ocorreu enquanto Alberto Fernández recebia o governador da Província de Buenos Aires, Axel Kicillof Policiais cercaram na tarde desta quarta-feira a residência do presidente argentino, Alberto Fernández, em Olivos, área metropolitana de Buenos Aires. Os policiais pedem reajuste salarial, direito à sindicalização e melhores condições de trabalho. O protesto ocorreu enquanto Fernández recebia o governador da Província de Buenos Aires, Axel Kicillof, que enfrenta protestos da categoria desde o início da semana. O governo Kicillof ofereceu reajuste salarial de 30%, mas os policiais pedem 56% — a taxa anual de inflação está em 42,4%, segundo o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec). Fernández condenou a postura da polícia de Buenos Aires e disse que a questão “não se resolve em carros de patrulha tocando sirenes”. “Agradeço todos os sinais de preocupação e afeto que recebi”, disse Fernández, ao comentar os protestos. “Vou continuar trabalhando com Axel porque somos companheiros, amigos, na mesma cruzada.” Pela manhã, manifestantes atacaram com coquetel molotov a residência presidencial de Olivos. Os protestos estão espalhados pela Província em locais como La Matanza, La Plata e Lanús. A agitação, no entanto, começa a se espalhar. Na Província de Santa Fé, a polícia também protestou. O governo, para tenta evitar repetição do que acontece em Buenos Aires, anunciou aumento salarial. O temor de que os protestos se espalhem para outras regiões do interior do país, contudo, persiste. *O jornal "El Cronista" faz parte da Red Iberoamericana de Periodismo Económico (RIPE). Protesto de policiais na Argentina AP Photo/Natacha Pisarenko Veja Mais

Cenário desfavorável no Carf leva contribuintes a redefinir estratégia

Valor Econômico - Finanças Levantamento mostra que das 49 decisões proferidas sobre o tema, de janeiro de 2016 até dia 1º deste mês, 32 foram desfavoráveis às empresas O cenário sobre a tributação dos planos de stock options no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) é amplamente contrário aos contribuintes. Um levantamento do escritório Bocater Advogados mostra que das 49 decisões proferidas sobre o tema, de janeiro de 2016 até dia 1º deste mês, 32 foram desfavoráveis às empresas. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Geração distribuída deve demandar investimentos de até R$ 70 bi em dez anos, diz EPE

Valor Econômico - Finanças Expectativa é que o mercado alcance ao menos 2 milhões de clientes até 2030 A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) estima que o mercado de micro e mini geração distribuída - na qual a energia gerada é injetada na rede e revertida em créditos na conta de luz do consumidor – pode movimentar investimentos de até R$ 70 bilhões em dez anos, no cenário mais otimista. Segundo a estatal responsável pelo planejamento energético, a capacidade instalada desses sistemas poderia assim atingir 24,5 gigawatts até 2030, no cenário em que o Brasil opta em manter uma política de grande incentivo para a microgeração distribuída, com “mudanças sutis” na regulação. Se confirmada a projeção, o mercado brasileiro passaria por um crescimento de quase seis vezes, uma vez que a capacidade estimada para 2020 é de 4,2 GW. O potencial, nesse caso, é que o mercado de geração distribuída conte com 3 milhões de clientes em 2030. No segundo cenário de referência, em que o país opta por remover os incentivos tarifários à microgeração distribuída, mas o investimento continua atrativo, a expectativa é que haja um crescimento moderado da atividade ao longo da década e a capacidade atinja os 16,8 GW, movimentando R$ 50 bilhões de investimentos. Nesse caso, seriam 2 milhões de clientes. Os números foram divulgados pela EPE em seu novo caderno com resultados dos estudos que vão compor o Plano Decenal de Expansão de Energia 2030 (PDE 2030). Os novos números representam um avanço em relação ao PDE 2029. No documento ainda vigente a previsão era que a capacidade de geração distribuída chegaria a 11 GW em 2029. A EPE estima ainda que os painéis solares fotovoltaicos devem responder por 93% da capacidade instalada do mercado de micro e minigeração distribuída em 2030, com os sistemas hidrelétricos na segunda colocação (4%), seguidos de termelétricas (2%) e eólicas (1%). Pixabay Veja Mais

Empresas vencem na Justiça disputa sobre venda de ações a funcionários

Valor Econômico - Finanças Com ações preventivas, empresas e trabalhadores evitam autuações fiscais com multa de 75% Os contribuintes estão vencendo na Justiça a disputa contra a Receita Federal sobre tributação de planos de venda de ações a funcionários (stock options). Levantamento do escritório Mattos Filho mostra que 77,06% das pouco mais de cem decisões localizadas em primeira e segunda instâncias são favoráveis a trabalhadores e empresas — entre elas Itaú Unibanco, Mercedes-Benz, TNT Mercurio e Qualicorp. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Suspensão de testes da vacina de Oxford é procedimento padrão, diz secretário da Saúde

Valor Econômico - Finanças O secretário executivo do ministério, Elcio Franco Filho, afirmou que o governo considera acertada a decisão tomada pelo laboratório após um dos pacientes apresentar complicação O secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco Filho, classificou, nesta quarta-feira (9), a suspensão temporária dos testes da vacina contra o novo coronavírus, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e coordenada pela Universidade de Oxford, como “procedimento padrão”. Em entrevista transmitida pela redes sociais, Franco afirmou que a maior preocupação do governo é com a “segurança da população brasileira” e, por isso, considera acertada a decisão tomada pelo laboratório após um dos pacientes apresentar complicação. “Não buscamos apenas uma vacina contra covid-19, buscamos e estamos investindo numa vacina segura e eficaz, em qualidade e quantidade, necessária para imunizar todos os brasileiros”, disse o técnico do ministério. Ontem, quando a suspensão dos testes foi anunciada, o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que a expectativa do governo era de iniciar a vacinação em janeiro de 2021. Sem mencionar a declaração do ministro, Franco disse que “ainda não sabemos o quanto do cronograma está impactado” e que será preciso “aguardar e avaliar”. O secretário executivo reconheceu que o presidente Jair Bolsonaro expediu medida provisória (MP) abrindo crédito extraordinário de cerca de R$ 2 bilhões para garantir a compra antecipada de lotes de vacina. “O risco da compra adiantada é inerente à conjuntura atual”, afirmou. Segundo ele, trata-se de um “risco medido e necessário”. Para Franco, a vacina que tiver a eficácia comprovada exigirá uma “logística robusta para distribuição”. Segundo ele, serão priorizados os grupos de risco, como idosos e pessoas com comorbidades, profissionais de saúde, agentes de segurança, profissionais de educação, entre outras categorias especiais. "Bala de prata" Franco Filho também disse que o governo não havia considerado a vacina como a “única solução” para a pandemia da covid-19. “Em momento algum o Ministério da Saúde considerou que a vacina AstraZeneca fosse a ‘bala de prata’, a única solução”, afirmou o técnico, em resposta a jornalistas sobre o anúncio da suspensão temporária dos testes. “Optamos por ela por ser, naquele momento, e ainda continuar sendo a solução mais viável para imunização da população que tanto almejamos”, acrescentou o secretário. Franco afirmou que o governo brasileiro tem acompanhado todas as iniciativas relacionadas à pesquisa de vacinas contra o novo coronavírus. “Todas as vacinas, em estudo avançado no mundo, estão sendo analisadas.” O secretário informou que a vacina de Oxford foi adquirida antecipadamente pelo governo brasileiro por meio da modalidade de “encomenda tecnológica”, contrato que considera o “real risco” de sucesso da pesquisa. Mas, segundo ele, a compra garante a transferência de tecnologia para que o Brasil se torne “autossuficiente”. Neste caso, seria a Fiocruz teria o direito de, a partir dos resultados dos estudos, desenvolver outras vacinas e receber recursos de royalty. Ao defender o modelo de contratação relacionado à pesquisa científica, Franco afirmou que “se não tivesse o investimento no momento inicial, essa vacina poderia estar disponível só no final de 2021 ou início de 2022”. Segundo ele, o Brasil desembolsou R$ 188 milhões, que garante acesso a 100,4 milhões doses. Veja Mais

Força Aérea dos EUA usa 'cães robôs' ao estilo Black Mirror

Força Aérea dos EUA usa 'cães robôs' ao estilo Black Mirror

Tecmundo Como parte do Sistema de Gerenciamento de Batalha Avançada (ABMS, na sigla em inglês), o Departamento de Força Aérea dos Estados Unidos implantou robôs quadrúpedes que se parecem com cães, para defender o perímetro de suas bases.Os "cães robôs" da Força Aérea norte-americana são fabricados pela Ghost Robotics e se parecem muito com as máquinas do episódio "Metalhead" da série Black Mirror. No entanto, para quem acha que esses equipamentos poderiam ser apenas assunto de obras de ficção científica, eles são uma pequena parte do projeto ABMS, que já recebeu cerca de US$ 3,3 bilhões em investimentos nos últimos 5 anos.Leia mais... Veja Mais

Senado aprova projeto que prevê aumento de pena para quem maltrata cães e gatos

O Tempo - Política A proposição altera a Lei de Crimes Ambientais, de 1998, para estabelecer pena de reclusão de dois a cinco anos Veja Mais

Senado recebe PEC de reeleição dos presidentes da Câmara e do Senado

O Tempo - Política Medida provocou a desfiliação da autora do projeto do Podemos Veja Mais

Auxílio emergencial: TCU autoriza revisão da lista de beneficiários a partir de outubro

G1 Economia Revisão deveria ter começado em setembro, mas Ministério da Cidadania pediu adiamento por um mês. TCU entendeu que medida ajudará a excluir quem recebe auxílio sem direito. O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu nesta quarta-feira (9) que a revisão mensal da lista de beneficiários do auxílio emergencial pode começar a partir de outubro. Em agosto, o TCU determinou que a revisão mensal da lista começasse em setembro, mas o Ministério da Cidadania afirmou que não teria condições de começar o recadastramento a tempo e pediu o adiamento para outubro. Ao determinar a revisão mensal da lista de beneficiários, o TCU entendeu que a medida ajudará a excluir do cadastro quem não tem mais direito ao benefício porque, por exemplo, conseguiu emprego formal. TCU conclui que pagamentos indevidos do auxílio emergencial podem chegar a R$ 42 bilhões Auditoria A última auditoria do TCU apontou que pode chegar a R$ 42 bilhões o total de pagamentos indevidos do auxílio emergencial. A cifra fica próxima do custo mensal do programa, avaliado em R$ 51 bilhões. No dia 1º de setembro, o governo anunciou a prorrogação do auxílio emergencial até dezembro. As quatro novas parcelas, no entanto, serão de R$ 300. Initial plugin text Veja Mais

Veja as vagas de emprego do Sine Macapá para 10 de setembro; inscrições são pela web

G1 Economia Há oportunidades para costureiro em geral, técnico em refrigeração (instalação), empregado doméstico nos serviços gerais, salgadeiro, entre outros. Sine oferece vaga de costureiro em geral para Macapá Senac DF / Divulgação O Sistema Nacional de Emprego no Amapá (Sine-AP) oferta vagas de emprego em Macapá para quinta-feira (10). O atendimento ao público está suspenso nas sedes do órgão e os candidatos interessados devem encaminhar e-mail com currículo anexado. As inscrições e cadastros devem ser feitos pela internet, através do endereço de e-mail sinetrabalhador@sete.ap.gov.br. As vagas estão disponíveis apenas para o dia divulgado. O atendimento do Sine por e-mail já era feito para as empresas que ofertam as vagas e agora o órgão estendeu para os interessados em enviar currículos. A alternativa, que visa compensar o tempo em que o Sine ficou fechado, deve durar até o fim do decreto de isolamento. Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas, para quinta-feira: aplicador de adesivo (veículos) ajudante de motorista carpinteiro cobrador externo conferente de carga e descarga costureiro em geral empregado doméstico nos serviços gerais encanador mecânico de máquinas pesadas mecânico de veículos automotores (diesel) operador de empilhadeira operador de escavadeira operador de pá carregadeira operador de trator de esteira pedreiro salgadeiro servente de obras técnico em refrigeração (instalação) vendedor interno vendedor pracista Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá Veja Mais

Amazon e AT&T firmam parceria e Alexa funcionará como telefone fixo

Amazon e AT&T firmam parceria e Alexa funcionará como telefone fixo

Tecmundo Uma nova funcionalidade passará a fazer parte dos equipamentos da Amazon que carregam a assistente virtual Alexa. Pessoas que tenham contrato com a AT&T, operadora norte-americana, poderão utilizá-los para fazer e receber ligações normalmente, o que os torna uma espécie de telefone fixo. A novidade será implementada tanto em dispositivos somente de áudio como naqueles que possuam, também, displays.Esta é uma das primeiras vezes em que consumidores terão a oportunidade de registrar seus números de telefone diretamente em suas contas, ainda que, antes, os aparelhos inteligentes da companhia de Jeff Bezos já facilitassem a comunicação. Além disso, o anúncio ocorre em um momento no qual a Amazon está dedicando ainda mais atenção a novidades para a Alexa, sendo que, recentemente, havia sido noticiada a chegada do Zoom para as telas produzidas pela empresa.Leia mais... Veja Mais

Hapvida e Roche investem R$ 46 milhões em novo centro de processamento de exames

Valor Econômico - Finanças A Hapvida e a Roche Diagnóstica estão investindo R$ 46 milhões na construção de um centro de processamento de exames em Recife (PE), com capacidade para processar 7 milhões de testes de análises clínicas, por mês. Para efeito de comparação, a rede de medicina diagnóstica Hermes Pardini realizou 7,2 milhões de exames de análises clínicas e imagem, em junho. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Cidadania também anuncia apoio à pré-candidatura de Vittorio

O Tempo - Política Partido realizou convenção digital nesta quarta (9) em Betim Veja Mais

Raízen Energia negocia compra da Biosev

Valor Econômico - Finanças Negociação, que foi iniciada há alguns meses, pode prever troca de ações e reestruturação de dívida Maior produtora de açúcar e etanol do Brasil, a Raízen Energia, joint venture entre Shell e Cosan, está em negociações para comprar a Biosev, controlada pela múlti francesa Louis Dreyfus Company (LDC) e uma das quatro maiores empresas do segmento no país. A notícia foi antecipada pela agência Bloomberg e confirmada pelas duas companhias. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Secretário descarta tabelamento de preços: 'Não cometeremos erros antigos'

O Tempo - Política Secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, crê que a alta nos preços de alimentos foi causada pelo auxílio emergencial e pela demanda global por alimentos durante a pandemia. Veja Mais

Onda de reestruturação de dívida pode estar próxima

Valor Econômico - Finanças As estatísticas de falências e recuperações judiciais ainda não transparecem, mas uma grande onda de reestruturações de dívidas de empresas está se formando e deve arrebentar entre o fim deste ano e o próximo. Assessores financeiros, executivos de bancos e advogados veem dificuldades à frente, ainda que a economia pareça estar se recuperando mais rápido que o inicialmente esperado. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Senado aprova aumento de punição para quem maltratar cães e gatos

Valor Econômico - Finanças Pela proposta, já aprovada na Câmara dos Deputados e que vai à sanção presidencial, a prática de abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação a esses animais será punida com reclusão de 2 a 5 anos, além de multa e proibição de guarda O Senado aprovou nesta quarta-feira, em votação simbólica, projeto que aumenta as punições a pessoas que maltratem cães e gatos. Pela proposta, já aprovada na Câmara dos Deputados e que vai à sanção presidencial, a prática de abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação a esses animais será punida com reclusão de 2 a 5 anos, além de multa e proibição de guarda. Hoje, a pena é de detenção de três meses a um ano, e multa. “O mérito da proposição é inegável, pois aprimora a legislação punitiva ambiental para majorar a pena do crime de maus-tratos a algumas espécies animais, especificamente quando se tratar de cão ou gato, sendo essas espécies domésticas as mais vulneráveis a práticas abusivas por parte daqueles que possuem a guarda do animal”, apontou o senador Fabiano Contarato (Rede-ES), relator da matéria. “Ao aumentar as penas, entendemos que a proposição desestimula violações aos direitos dos animais, para que a crueldade contra esses seres vivos deixe de ser considerada banal ou corriqueira”. O projeto traz outra mudança ao acrescentar a proibição a pessoas que cometeram estes atos possam ter a guarda de outros animais. Pixabay Veja Mais

Anatel decide que oferta de canais pela internet não é serviço de TV por assinatura

G1 Economia Agência Nacional de Telecomunicações considerou que essa oferta não pode se enquadrar nas regras de TV paga porque exige a contratação de um serviço de internet. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu nesta quarta-feira (9) que a oferta de conteúdo de canais de TV diretamente ao consumidor pela internet (serviço de "streaming"), não é serviço de TV por assinatura e, por isso, não está sujeita às regras do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC). Com a decisão da Anatel, as empresas de conteúdo podem continuar oferecendo serviço pela internet e não precisarão seguir as regras da lei da TV por assinatura que criou, por exemplo, cotas de produção de conteúdo nacional. O entendimento que prevaleceu entre os conselheiros da agência é que, como é preciso contratar um serviço de telecomunicação — como a internet banda larga — para usufruir do acesso aos canais pela internet, o serviço não pode ser considerado TV por assinatura. “Não é razoável supor que, para ter acesso ao SeAC, o usuário tenha que contratar também banda larga fixa ou telefonia e banda larga móvel, como obrigatoriamente deve ocorrer para os usuários que desejarem acessar o conteúdo audiovisual veiculado pela internet”, afirmou o conselheiro Emmanoel Campelo. A discussão começou a partir de denúncia apresentada pela Claro. A empresa argumentou que a Fox Latin America e a Topsports Ventures estariam veiculando seus canais de TV paga por meio de sistema de assinatura independente na internet, configurando assim a prestação não outorgada de TV paga. Veja Mais

Bolsonaro: STF é 'santuário' da Justiça; que Deus me ilumine ao indicar ministro

O Tempo - Política O presidente também afirmou que o sucessor de Toffoli na presidência do Supremo, Luiz Fux, poderá contar com o apoio do governo federal Veja Mais

Partido Novo confirma candidatura à Prefeitura de Contagem

O Tempo - Política Chapa é formada pelo empresário Márcio Bernardino, de 41 anos e o médico Marcelo Pereira de 46 anos, como vice Veja Mais

Governadores e prefeitos podem ter mais prazo para usar verba de combate à covid

O Tempo - Política Senado aprovou proposta que amplia em um ano uso de verbas da Covid por estados e municípios; texto ainda precisa ser votado na Câmara. Veja Mais

Casa da Moeda: funcionários rejeitam hora extra para produzir notas para auxílio

O Tempo - Política A Casa da Moeda e os funcionários vivem impasse relacionado à renovação do acordo coletivo em 2019, processo que chegou a ser mediado sem sucesso pelo TST Veja Mais

Número de casos de covid-19 no Brasil se aproxima de 4,2 milhões, aponta consórcio de imprensa

Valor Econômico - Finanças O Brasil registrou 34.208 casos da doença de ontem para hoje, elevando o total de infectados no país a 4.199.332 O Brasil registrou 34.208 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de infectados no país a 4.199.332, segundo levantamento desta quarta-feira (9) feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde do país. A média móvel de novos casos na última semana foi de 28.273 por dia, um recuo de 19% em relação aos casos registrados em 14 dias. De acordo com o balanço desta quarta, fechado às 20h, foram registradas 1.136 mortes pela doença de ontem pra hoje, chegando ao total de 128.653 óbitos provocados pelo novo coronavírus. A média móvel de novas mortes no Brasil na última semana foi de 679 por dia, uma queda de 25% em relação aos dados registrados em 14 dias. Os dados divulgados pelo consórcio de imprensa foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, “O Globo”, “Extra”, “O Estado de S.Paulo”, “Folha de S.Paulo” e UOL, que passaram a trabalhar de forma colaborativa desde o dia 8 de junho para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. Dados do governo O secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco Filho, informou nesta quarta-feira (9) que, segundo o órgão, o país totalizou 4.197.889 de infectados pelo novo coronavírus. Ao todo, o país registra 128.539 óbitos relacionados à covid-19, segundo as estatísticas oficiais. De acordo com as informações da pasta, em 24 horas o país registrou 35.816 novos casos da doença e 1.075 mortes. Suspensão de testes da vacina de Oxford é procedimento padrão, diz secretário da Saúde O secretário destacou que 82,3% dos pacientes infectados se recuperaram, o que equivale a 3.453.336 pessoas. Ainda segundo o ministério, 616.014 estão sob acompanhamento. São Paulo é o Estado com mais mortes (31.821) e casos confirmados (866.576) de covid-19. A Bahia é o segundo Estado com mais casos (275.088) e o Rio de Janeiro é o segundo com mais óbitos (16.770). Veja Mais

Facebook cai em diversas partes do mundo nesta quarta (9)

Facebook cai em diversas partes do mundo nesta quarta (9)

Tecmundo Milhares de relatos afirmam que o Facebook caiu nos Estados Unidos e em diversos outros locais nesta quarta-feira (9). É o que conta o site inglês Express, ressaltando que usuários tentaram se conectar à rede social várias vezes e não conseguiram.Ainda segundo o veículo, felizmente, o problema parece não ser global. Por aqui, realizamos testes no momento de publicação desta matéria e tudo já parece estar em ordem, apesar de termos notado instabilidades durante a tarde. Leia mais... Veja Mais

80% dos sites possuem pelo menos uma falha de segurança, afirma estudo

canaltech Hoje em dia, um site qualquer pode ter dezenas ou até mesmo centenas de integrações com sistemas desenvolvidos por terceiros. Estamos falando de um campo de comentários fornecido por uma rede social, um bot de autoatendimento criado por uma agência de inteligência artificial, script de analytics que rastreia quanto tempo você permanece naquela visita, um gateway de pagamentos para processar sua compra online e assim por diante. Criminosos enganam internautas com domínios falsos da Netflix, Apple e outros Deus do Cibercrime: a ascensão e a queda do maior defacer do Brasil Hacker de Uberlândia invadiu quase cinco mil sites de 40 países Trata-se de algo normal — a web evoluiu para esse formato em que diferentes APIs se integram e se comunicam entre si para prover uma experiência mais agradável ao usuário. Porém, tal prática também esconde perigos, visto que um desses vários códigos pode ter uma brecha capaz de comprometer a segurança de todo o projeto. E, segundo a Akamai, é exatamente isso o que acontece com 80% dos sites existentes na web. A companhia — que é responsável por cerca de 30% do tráfego da web — ressalta que vulnerabilidades via integração de scripts de terceiros podem ter resultados desastrosos. Um bom exemplo disso é o Magecart, um “sindicato” do crime cibernético especializado em injetar códigos maliciosos em lojas virtuais desenvolvidas através da plataforma Magento. Com isso, eles conseguem extrair dados de cartões de crédito dos clientes. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Imagem: Reprodução/Emile Perron Embora muitos scripts de terceiros sejam relativamente confiáveis, vários outros podem ser facilmente falsificados. Os próprios adeptos do Magecart têm o costume de sequestrar contas responsáveis por APIs abertas hospedadas na plataforma Github, modificá-los com trechos maliciosos e esperar até que os criadores de sites utilizem essa versão fraudulenta. Para perceber o truque, seria necessário analisar o código na íntegra manualmente. Em prol da privacidade Um exemplo de empresa que está eliminando scripts de terceiros em todos os seus produtos é a Zoho, especializada em prover soluções de software-como-serviço (software-as-a-service ou SaaS). Segundo a marca, o objetivo é dar mais transparência e privacidade aos usuários, especialmente em uma época em que a internet está engajada em discussões públicas sobre tal assunto. “A Zoho sempre priorizou a privacidade do usuário e não tem um modelo de receita de anúncios em nenhuma parte de seus negócios, incluindo seus produtos gratuitos. Ao escolher o Zoho, as empresas herdarão as práticas de privacidade e segurança de alto nível da empresa em todos os produtos e seus dados serão armazenados com segurança nos data centers da Zoho”, explica Rodrigo Vaca, gerente geral da Zoho no Brasil. Imagem: Reprodução/Blake Connally A companhia já se livrou de rastreadores publicitários e ferramentas de analytics, ressaltando que, muitas vezes, a cadeia de comunicação de scripts é tão longa que uma brecha pode levar a um efeito dominó, com vazamentos de dados em segundo e até terceiro nível. “Estamos percebendo uma tendência hoje em que as empresas não pensam muito antes de incorporar serviços que são essencialmente cavalos de tróia mascarados como serviços gratuitos que espionam os usuários. Chamamos isso de 'vigilância adjunta'. Condenamos veementemente essa prática e tomamos uma postura de bloquear totalmente empresas terceirizadas em todas as nossas propriedades”, complementa Raju Vegesna, principal evangelista da Zoho. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: TikTok tenta remover vídeo perturbador — e é importante você ficar atento Motorola Razr 5G é anunciado com novo visual e ficha técnica melhorada NASA descobre que asteroide Bennu lança pedaços de sua superfície no espaço Nenhum sinal de tecnologia alienígena foi encontrado em 10 milhões de estrelas Fotos reais do Pixel 5 vazam e indicam aparelho com nome um pouco diferente Veja Mais

Projeto que obriga adicional de 30% a entregadores avança na Câmara de SP

Valor Econômico - Finanças A Câmara dos Vereadores de São Paulo aprovou em primeira votação na noite desta quarta-feira (9) um projeto de lei que obriga empregadores e empresas de aplicativo de entrega a pagar 30% de adicional de periculosidade a motofretistas. Foram 30 votos favoráveis, três contrários e cinco abstenções. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Instagram revisa critérios de 'verificação' para incluir minorias

Instagram revisa critérios de 'verificação' para incluir minorias

Tecmundo Ter milhares de seguidores no Instagram não te ajudará a garantir o selo de perfil “verificado” na rede social. A companhia pretende tornar o processo mais transparente e justo, diminuindo o peso da quantidade de seguidores durante a avaliação para levar o selo e relevância para novos públicos.A novidade é parte da reformulação da rede social para minimizar a toxicidade na plataforma — o que inclui perfis que disseminam discursos de ódio e assédio. Desde junho, o Instagram se comprometeu a potencializar vozes de criadores, jornalistas, artistas e influenciadores negros, agora incluindo outras minorias como objetivo.Leia mais... Veja Mais

CoronaVac terá eficácia analisada em outubro, afirma Butantan

CoronaVac terá eficácia analisada em outubro, afirma Butantan

Tecmundo A eficácia da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, começará a ser analisada a partir do dia 15 de outubro. A previsão foi dada nesta quarta-feira (9), pelo diretor do Instituto Butantan Dimas Covas, durante entrevista coletiva na capital paulista.Parceira do laboratório chinês na produção do imunizante, a entidade vinculada ao governo do Estado de São Paulo é a responsável pela fase 3 dos testes clínicos no Brasil. Até agora, mais de 4 mil voluntários já receberam a primeira dose e parte deles está na segunda aplicação, mas todos os quase 9 mil participantes receberão as duas doses até o final de setembro.Leia mais... Veja Mais

Tenet: entenda o conceito do filme [Spoiler]

Tenet: entenda o conceito do filme [Spoiler]

Tecmundo Atenção! Este texto contém spoilers de Tenet.Depois de meses fechadas, as salas de cinema voltaram a exibir um blockbuster inédito nos Estados Unidos. O novo filme de Christopher Nolan, Tenet, é um thriller de ficção científica que, como o diretor gosta de fazer, possui uma trama complexa e um interessante plot twist no final. Tendo estreado em diversos países, o longa já possui críticas e comentários sobre a maneira como tudo se encaixa no final.Leia mais... Veja Mais

Casa da Moeda vai produzir peso argentino

Valor Econômico - Finanças Após dois anos sem fechar negócios internacionais, a Casa da Moeda do Brasil (CMB) assinou nesta quarta um contrato milionário com o governo da Argentina para a fabricação de 400 milhões de cédulas. A produção terá início no mês que vem e deve perdurar até março de 2021. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

RJ ou IPO, o novo dilema da empresa na era dos juros baixos

Valor Econômico - Finanças O cenário de juros baixos no Brasil e no mundo ajudará no processo de recuperação das companhias no pós-crise, mas também tem levado a uma situação paradoxal. “Vemos hoje empresas que vivem o seguinte dilema: vou para recuperação judicial ou vou fazer um IPO”, afirma Eduardo Munhoz, advogado especializado em reestruturações e conflitos societários. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

IPO da Petz movimenta R$ 3 bilhões

G1 Economia Rede de produtos para animais planeja usar os recursos da oferta primária para abrir novas lojas e hospitais veterinários. Rede Petz tem 110 lojas no Brasil Divulgação/Petz A rede de produtos para animais Petz, controlada pela empresa de private equity Warburg Pincus, movimentou R$ 3,03 bilhões em suas oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) nesta quarta-feira (9). A operação foi precificada a R$ 13,75 por ação, dentro da faixa estimativa de preço para o IPO era entre R$ 12,25 e R$ 15,25. Crescem as adoções de pets durante a pandemia A Petz planeja usar os recursos da oferta primária para abrir novas lojas e hospitais veterinários. Atualmente a empresa tem 110 lojas. Itaú BBA, Santander Brasil, Bank of America, JPMorgan e BTG Pactual coordenam a oferta. Apesar da crise do coronavírus, as vendas da Petz aumentaram 36,6% no primeiro semestre antem mesma etapa de 2019, a R$ 731,6 milhões, com a abertura de novas lojas e o aumento das vendas online. Veja Mais

Suspensão dos testes da vacina de Oxford contra a Covid-19: veja perguntas e respostas

Glogo - Ciência AstraZeneca diz que suspensão é temporária; comitê independente vai avaliar caso de voluntária que teve sintomas de doença neurológica que pode ou não estar relacionada com a vacina. ‘A gente nunca sabe quando vai acabar a fase 3 de testes de uma vacina’, diz especialista A farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford pausaram temporariamente a última etapa de testes (fase 3) da candidata à vacina contra a Covid-19. Abaixo, veja respostas para as principais perguntas sobre o tema: Qual foi o motivo da suspensão temporária dos testes? Qual foi a reação adversa no paciente? Foi a primeira paralisação dos estudos da vacina? Quando os testes devem ser retomados? O que os resultados das fases anteriores de testes mostram sobre as reações? O que disseram as autoridades do Brasil? Veja abaixo as respostas: 1. Qual foi o motivo da suspensão temporária dos testes? Na terça-feira (8), a farmacêutica AstraZeneca informou que o protocolo de segurança foi acionado após uma voluntária no Reino Unido apresentar uma reação adversa que poderia ou não estar vinculada à vacina. A interrupção passou a valer também para o Brasil, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), instituição responsável pelo estudo no país. A Unifesp informou que 5 mil voluntários brasileiros já foram vacinados. Segundo a farmacêutica, a pausa foi voluntária "para permitir a revisão dos dados de segurança por um comitê independente". Os pesquisadores deverão investigar se reação estava realmente relacionada à aplicação da vacina. 2. Qual foi a reação adversa no paciente? Nesta quarta-feira (9), a AstraZeneca disse não haver confirmação no diagnóstico da voluntária, segundo a agência de notícias Reuters. Segundo a farmacêutica, é incorreto relacionar a suspensão a um caso de mielite transversa, síndrome inflamatória que afeta a medula espinhal. A mielite foi inicialmente citada em reportagem do jornal "The New York Times" na terça-feira. A mesma informação foi recebida pela pneumologista brasileira Margareth Dalcolmo após entrar em contato com pesquisadores da Inglaterra (assista ao vídeo abaixo). Nesta quarta, o presidente da AstraZeneca, Pascal Soriot, citou que a voluntária teve sintomas associados à mielite, mas que o diagnóstico ainda estava em investigação. A informação foi divulgada pelo "STAT", site especializado em saúde que foi o primeiro em noticiar a pausa nos estudos. Ainda de acordo com o "STAT", Soriot afirmou que se trata de uma voluntária, uma mulher, que está melhorando e provavelmente terá alta do hospital na quarta. Caso de mielite transversa em voluntário parou os testes, diz Margareth Dalcolmo 3. Foi a primeira paralisação dos estudos da vacina? Não. A AstraZeneca informou que os estudos foram pausados em julho após um voluntário apresentar sintomas de doença neurológica. Depois de exames e de uma investigação independente, foi descoberto que o paciente tinha um quadro ainda não diagnosticado de esclerose múltipla. 4. Quando os testes devem ser retomados? Não há previsão. Os especialistas do comitê independente deverão investigar os sintomas, determinar o que de fato causou as reações e avaliar se há segurança necessária para a retomada dos testes. Pacientes já vacinados continuarão sendo acompanhados pelos pesquisadores. Porém, segundo uma reportagem do "The Financial Times", os testes com a vacina poderão ser retomados na próxima semana. A informação foi atribuída pelo jornal a pessoas ligadas aos ensaios clínicos. 5. O que os resultados das fases anteriores de testes mostram sobre as reações? De acordo com resultados preliminares das fases 1 e 2, publicados em 20 de julho, a vacina é segura e induziu resposta imune no corpo dos voluntários. Nestas duas primeiras etapas, que foram conduzidas simultaneamente no Reino Unido, as pesquisas tiveram 1.077 voluntários. Os ensaios mostraram que a vacina foi capaz de induzir a resposta tanto por anticorpos como por células T até 56 dias depois da administração da dose. Todos os efeitos colaterais, como febre, dores de cabeça, dores musculares e reações no local da injeção, foram considerados leves ou moderados. "Exatamente o tipo de resposta imune que esperávamos", declarou à época, Andrew Pollard, professor de pediatria na Universidade de Oxford. 6. O que disseram as autoridades do Brasil? A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disse que nenhum paciente brasileiro apresentou "eventos adversos graves" durante os testes da vacina de Oxford. "No Brasil, não há relato de eventos adversos graves em voluntários", disse a instituição em um comunicado. "A Anvisa já está em contato com o laboratório AstraZeneca para o acesso à totalidade das informações e interlocução com outras autoridades de medicamentos no mundo." Segundo a Anvisa, a informação sobre a suspensão chegou ainda na terça-feira, uma vez que o Brasil é um dos países que participa do estudo global. Ela explicou que a investigação deve verificar se o caso do paciente britânico tem relação com a vacina aplicada. "O laboratório informou que o estudo COV002, que trata da avaliação de segurança e eficácia da vacina ChAdOx1 nCoV-19, será interrompido temporariamente até que o evento adverso grave observado num voluntário no Reino Unido seja investigado quanto à sua relação com a vacina", disse a agência reguladora brasileira. Já a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que deverá produzir as doses da vacina no país, disse que foi informada pelo laboratório britânico e que vai acompanhar os resultados das investigações para se manifestar oficialmente. O Ministério da Saúde informou que o contrato para produção da vacina no Brasil não sofrerá alterações após a suspensão temporária. "O contrato da Fiocruz com a AstraZeneca não sofrerá qualquer alteração", disse em entrevista coletiva o secretário-executivo da pasta, Élcio Franco. "Ainda não sabemos o quanto o cronograma previsto para o desenvolvimento da vacina da AstraZeneca está impactado em razão da suspensão do teste. É preciso aguardar e avaliar", disse Franco. Unifesp diz que no Brasil ninguém teve complicações com a vacina de Oxford Initial plugin text Veja Mais

Corregedoria da Câmara notifica a deputada Flordelis - 09/09/20

Corregedoria da Câmara notifica a deputada Flordelis - 09/09/20

Câmana dos Deputados A Corregedoria da Câmara toma as primeiras providências em relação à deputada Flordelis, acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido. A notificação à parlamentar é o primeiro passo de um possível processo de cassação do mandato. Flordelis contesta as acusações e poderá se defender em várias instâncias previstas. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #Flordelis Veja Mais

A Voz do Brasil - 09/09/2020

A Voz do Brasil - 09/09/2020

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, entre outros assuntos: ✔️Plenário autoriza liberação de mais 15 bilhões para o combate à Covid-19 ✔️Maia destaca papel do Congresso e do Supremo no controle da pandemia ✔️Câmara recebe projeto do governo que estimula navegação de cabotagem Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

PGR prorroga trabalhos da Lava-Jato em Curitiba até janeiro

Valor Econômico - Finanças O pedido do grupo era que esse prazo fosse de um ano A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu prorrogar os trabalhos da força-tarefa da Lava-Jato de Curitiba até o dia 31 de janeiro de 2021. O pedido do grupo era que esse prazo fosse de um ano. O ofício foi assinado pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, homem de confiança de Augusto Aras. A decisão ocorre após a saída de Deltan Dallagnol do comando da força-tarefa, o que, segundo fontes, facilitou o processo. Desde a semana passada, o procurador Alessandro José Fernandes de Oliveira, que fazia parte do grupo de trabalho da Lava-Jato na PGR, está à frente do grupo. A decisão da cúpula da PGR também assegura que 11 dos 14 integrantes do grupo tenham dedicação exclusiva. Havia a expectativa que a PGR pudesse retirar essa prerrogativa dos procuradores. No documento, a PGR diz ainda que o Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) deve adotar soluções para ampliar e institucionalizar a atuação conjunta no combate à corrupção em todo o país. O texto traz propostas para superar o que a cúpula da instituição considera "problemas já identificados do modelo atual' das forças-tarefas. Integrantes do Conselho Superior viram com bons olhos a decisão, e afirmaram que ela abre espaço para o diálogo. No dia 1º de setembro, após Deltan anunciar que deixaria o comando da força-tarefa, a subprocuradora-geral da República Maria Caetana Cintra Santos, que integra o colegiado, deu uma liminar para renovar a atuação dos procuradores na força-tarefa por mais um ano. A decisão pegou de surpresa a cúpula da PGR, que defendia que essa era uma prerrogativa exclusiva de Augusto Aras. Os integrantes do Conselho Superior apontavam lacunas no regimento, o que legitimaria a decisão de Maria Caetana. O mal-estar foi tamanho que a PGR sequer se pronunciou oficialmente sobre o assunto. Sobre a dedicação exclusiva, o documento desta quarta-feira afirma que as unidades do MPF que têm cedido seus membros para atuar no Paraná afirmam se tratar de "um sacrifício manter as liberações", como a Procuradoria da República em Minas Gerais que autorizou a prorrogação de um membro da equipe pela "derradeira vez”. A PGR também aponta como motivos para mudanças questões financeiras. “A prorrogação de uma força-tarefa de grande porte que aspira ao crescimento quando não há mais concursos de servidores e de procuradores para atender às necessidades da instituição, em várias outras unidades, não é uma questão de boa vontade, apenas. Como bem demonstram os procuradores chefes aqui ouvidos, trata-se de um 'sacrifício' de toda a Instituição”, pondera em um dos trechos do documento. No despacho, o vice-PGR também rebate um argumento usado pelo grupo de Curitiba, que afirmava que, apesar dos custos para manter a força-tarefa, isso era recompensado pelo volume de recuperação de recursos desviados. “Reaver recursos desviados é ínsito ao afazer do Ministério Público e não autoriza tratamento diferenciado para os membros conforme a performance nesse quesito. Outrossim, os recursos recuperados não se convertem em ingresso para o orçamento do Ministério Público da União, e, logo, não têm o condão de viabilizar contratações ou melhorias diretas para a instituição”, observa. Em seu despacho, Humberto Jacques defende ainda que forças-tarefas devem ter caráter provisório, não permanente. A da Lava-Jato em Curitiba teve início em 2014. “ O apoio, que era para ser extraordinário e pontual para um caso se torna permanente, não pode ser deslocado para outras demandas que emergem no Ministério Público e se instala um clima organizacional de desigualdade de tratamento entre preteridos e privilegiados, centro de excelência e unidades em carência”, afirma. Augusto Aras Denio Simoes/Valor Veja Mais

Candidatos do grupo de risco para Covid-19 em MG vão adequar campanhas

O Tempo - Política Medidas de restrição para candidatos que possuem mais de 60 anos de idade precisam ser ainda mais intensas em virtude da pandemia de coronavírus Veja Mais

Maia diz que não pautará PEC para viabilizar reeleição na Câmara e no Senado

Valor Econômico - Finanças Presidente da Câmara descartou interesse em continuar no cargo O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira que rejeita a possibilidade de pautar para votação uma proposta de emenda constitucional (PEC) que permita a reeleição para o comando da Câmara e do Senado e disse que não tentará continuar no cargo a partir de fevereiro, quando ocorrerá a eleição. “Espero que em 1º de fevereiro a gente possa eleger um presidente que tenha mais virtudes do que eu e menos defeitos do que eu”, disse, em entrevista à “CNN Brasil”. “Não mudo a minha estratégia e nem a minha postura. Desde o ano passado, quando apareceu a discussão de uma PEC, eu disse que não votaria uma PEC. Não sou candidato”, reforçou. Maia criticou a mudança de postura de quem, no ano passado, dizia que a PEC da reeleição não deveria ser pautada, mas agora defende que seja votada e derrotada porque o PTB ingressou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) que pode abrir uma brecha para a reeleição para o comando do Congresso. Ele afirmou que não tomará partido agora, mas que o processo se consolidará em duas ou três candidaturas mais competitivas e ele decidirá quem apoiar para manter a agenda de reformas econômicas que ele tem defendido. Maia afirmou que o processo de troca de comando no Rio de Janeiro não pode ser olhado com simplicidade e negou que tenha intenção de concorrer, numa eleição indireta, ao governo estadual. Ele reclamou que há pessoas que “rapidamente conseguem encontrar” para ele vários projetos fora da Câmara, mas disse que cumprirá seu mandato até 2022 e que o governador interino do Rio, Claudio Castro, tem seu apoio para fazer uma gestão. Maia nega intenção de se manter no cargo Luísa Macedo/Câmara dos Deputados - 11/8/2020 Veja Mais

GPA vai cindir Assaí com listagem na B3 e na Bolsa de Nova York

G1 Economia Listagem da rede atacarejo na bolsa, porém, não será acompanhada de um IPO. O GPA anunciou nesta quarta-feira (9) que seu conselho de administração autorizou estudos para a cisão de seu braço de atacarejo Assaí e posterior listagem da companhia na B3 e na Bolsa de Nova York. A listagem do Assaí na bolsa, porém, não será acompanhada de um IPO. De acordo com fato relevante, a cisãonão será acompanhada de um IPOa da participação hoje detida pelo Assaí na Almacenes Éxito para o GPA. Assaí Atacadista Comunicação/Rede Assaí GPA lucra 20% menos no segundo trimestre com despesas ofuscando salto em vendas A previsão é de que o negócio seja concluído até março de 2021, disse o co-vice-presidente do conselho de administração do GPA Ronaldo Iabrudi. "O propósito da transação é liberar potencial dos negócios de cash & carry e do varejo tradicional da companhia, permitindo que operem de forma autônoma, com administração separada e foco nos seus respectivos modelos de negócios", afirmou o Iabrudi em teleconferência com jornalistas. A varejista afirmou ainda que a transação permitirá que cada negócio tenha acesso direto ao mercado de capitais e a outras fontes de financiamento. Assim, após concluída a cisão e a listagem, o grupo francês Casino terá uma participação de cerca de 41% em ambas as companhias, com o restante do capital distribuído no mercado. Veja as últimas notícias de economia: Veja Mais

Não falo com Guedes há muito tempo, afirma Maia

Valor Econômico - Finanças Para o presidente da Câmara, governo precisa agir para tirar soluções do "papel" e evitar problemas no Orçamento de 2021 O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou hoje que não conversa há muito tempo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e que o governo precisa olhar para frente porque tem uma série de problemas graves para solucionar nos próximos 60 dias para evitar problemas no Orçamento de 2021. “Minha preocupação é apenas uma: o tempo vai passando e as soluções não saíram do papel”, disse. Segundo Maia, o governo tem um prazo curto para decidir sobre temas como a reformulação do Bolsa Família e os gatilhos do Teto de Gastos e essa deveria ser a prioridade do ministro. Em entrevista à “CNN Brasil”, o presidente da Câmara disse que não está preocupado com as brigas com Guedes e que nunca tratou dos fundos que o ministro reclamou. “Eu não falo com o Paulo Guedes há muito tempo. Ele disse que falou comigo, eu não falei com ele”, disse. Além disso, Maia afirmou que muitas empresas fizeram redução de salários com diminuição de jornada e, com isso, “contrataram” uma manutenção dos empregos pelo mesmo período, mas precisam ter dinheiro para de fato mantê-los e que o governo tem que avaliar como fará isso. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), diz que o governo precisa tirar soluções do papel Marcelo Camargo / Agência Brasil Outro foco de pressão e que precisa da mobilização do governo, disse, é a prorrogação do auxílio emergencial num valor menor, de R$ 300. Maia destacou que há pressão enorme em cima dos parlamentares para elevar o valor aos R$ 600 das primeiras parcelas, mas que pessoalmente é a favor da proposta do governo por causa do alto endividamento do país. “O status da coisa é que, pelo menos nas minhas redes sociais, 82% querem a manutenção dos R$ 600”, ressaltou. “A gente tem que trabalhar com as coisas reais, tanto do que a sociedade demanda e das condições fiscais do próprio governo. Cabe ao governo trabalhar a sua base, como o ministro Paulo Guedes agora diz que tem, para manter os R$ 300”, disse. Reformas prioritárias Maia afirmou ainda que o projeto mais importante para o governo aprovar este ano é a proposta de emenda constitucional (PEC) dos gatilhos do Teto de Gastos, mas que, se não atrapalhar com a discussão da CPMF, será possível votar a reforma tributária na Câmara até dezembro. “Temos condições de aprovar a PEC Emergencial, que trata dos gatilhos, acho que deve ser a prioridade numero 1. E, se o governo não misturar temas da reforma tributária, concentrar no projeto da CBS, da PEC 45 e 110, que são os impostos sobre bens e serviços, temos condições de aprovar na Câmara este ano. Se tentar misturar com CPMF e outros impostos, vai bagunçar as coisas e atrapalhar a votação”, disse Maia. Já a reforma administrativa, destacou, começará a ser debatida agora para estar pronta para votar na comissão ou no plenário no fim do ano. Ele reconheceu, porém, que é possível que só seja votada no começo de 2021, quando ele não presidirá mais a Câmara. Para Maia, a projeção do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o texto economizará R$ 300 bilhões em dez anos é factível, mas essa economia ocorrerá a partir do segundo ou terceiro ano e de forma crescente. Maia participou de várias sessões em homenagem ao ministro Dias Toffoli, que deixou hoje a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), e afirmou que o sucessor, o ministro Luiz Fux, tem grande qualidade e “também vai realizar excelente trabalho”. “Tenho certeza que ele vai na linha do presidente Toffoli, da independência e diálogo entre os Poderes”, comentou. Veja Mais

Pesquisadores holandeses recriam Game Boy em versão que dispensa bateria

canaltech Quando Gumpei Yokoi criou o Game Boy lá em 1989, o objetivo era levar os arcades para mão dos jogadores. O desafio para a época, como acontece com grande parte dos smartphones ainda hoje em dia, estava no uso de energia da maneira mais compacta possível, exigindo um robusto conjunto de baterias para manter o aparelho ligado. Agora, 31 anos depois, um grupo de pesquisadores holandeses está prestes a criar o Game Boy sem bateria, alimentado principalmente por energia solar. Fortnite ganhará ray tracing e DLSS em parceria com a Nvidia Nintendo abre vaga de emprego para localizar jogos para português The Sims 4 vai ganhar expansão com personagens de Star Wars Antes de descrever o videogame, é preciso dizer: o dispositivo não tem o objetivo de replicar o portátil da Nintendo, mas estudar uma nova forma de pensar videogames sem a necessidade de uma bateria. Chamado de Engage, o aparelho é bastante semelhante a um Game Boy, até mesmo no design. Uma diferença grande está no conjunto de painéis solares colados à face frontal. Contudo, a mudança dos desenvolvedores não se limita apenas em colocar alimentação solar, mas também utilizar a energia mecânica de quando se apertam os botões para também fazer o aparelho funcionar. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- O segredo do processo está na chamada computação intermitente. Trata-se de um processo em que o aparelho não precisa de alimentação contínua para funcionar. Em termos básicos, o que acontece com o Engage é que ele liga e desliga somente quando está sendo usado, diferente de um computador que permanece ligado mesmo se ninguém estiver usando. Engage com placas solares na face (Foto: Arquivo Pessoal/Jasper de Winkel) Os pesquisadores criaram um sistema que, com energia mecânica e alimentação solar, permite deixar o dispositivo ligado por um ciclo de 10 segundos. Parece pouco, mas isso significa que você precisa fornecer energia a ele (ou seja, apertar qualquer botão) a cada intervalo de 10 segundos. Em um jogo como Tetris, por exemplo, isso é bem possível — já que pressionar botões no game é algo constante. Desta forma, com pouquíssima energia criada pelo apertar dos botões e com os painéis solares, é possível fazer com que o dispositivo funcione sempre depois que se apertam os botões, gerando um ciclo contínuo. Desafios Apesar de promissor, ainda há desafios no projeto: os pesquisadores estão buscando entender as limitações de benefícios de se usar a computação intermitente para games. A principal vantagem parece clara: não precisar de baterias. Isso faz com que o dispositivo possa ser mais leve e não esquentar, além de permitir que o usuário curta seus jogos sem se preocupar com uma tomada ou carregar pilhas na mochila. Porém, isso também restringe, e muito, o leque de energia que pode ser usado. Um problema inicial está no som: fazer “barulho” pede do aparelho muita energia e os pesquisidores simplesmente abandonaram a ideia. Ou seja, o Engage não tem som. Nostalgia: como jogar clássicos do NES, Gameboy e outros consoles no Android Outra questão está no sistema de salvamento. Para poder criar perfis de save em jogos, as empresas de games criaram pequenas baterias dentro dos cartuchos, que armazenavam os dados dos jogadores. Como o Engage se desliga depois de 10 segundos, não há como usar a mesma técnica. Aqui, os pesquisadores lançaram mão de outro método que basicamente permite registrar no sistema o caminho da informação. De forma simples, o que o dispositivo faz é registrar, antes de ser desligado, todo o cenário em que estava o jogo. Quando religado, ele reproduz a mesma cena tão rápido que o jogador não percebe a recriação e tem a impressão de que está de onde parou. Quando será lançado?  Como dito no começo desta notícia, a ideia do grupo de pesquisadores holandeses não é recriar o Game Boy e revender o aparelho. Como ele usa emuladores da Nintendo, isso provavelmente criaria problemas jurídicos com a fabricante japonesa. Jasper de Winkel, líder do projeto, vai levar o projeto para a UbiComp 2020, evento que acontece virtualmente e que discute avanços em engenharia da computação. A ideia é mostrar novas formas de trabalhar com portáteis, e até smartphones para jogos, sem a necessidade de baterias para isso. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: TikTok tenta remover vídeo perturbador — e é importante você ficar atento Motorola Razr 5G é anunciado com novo visual e ficha técnica melhorada Procon-SP aciona Apple por não reparar iPhone danificado pelo contato com a água Nenhum sinal de tecnologia alienígena foi encontrado em 10 milhões de estrelas Facebook fica fora do ar na tarde desta quarta-feira (9) Veja Mais

Testes da coronavac: 'Voluntários não apresentaram reações adversas', diz Doria

O Tempo - Política Testes da vacina, que é uma parceria do Butantã com a chinesa Sinovac Biotech, acontecem desde o dia 21 de julho e contam com a participação de nove mil voluntários Veja Mais

NASA detalha comportamento nunca observado do asteroide Bennu

NASA detalha comportamento nunca observado do asteroide Bennu

Tecmundo Nesta quarta-feira (9), a NASA revelou ter feito uma importante descoberta a respeito do asteroide Bennu, relatada pela equipe científica da missão OSIRIS-REx. Conforme os pesquisadores, o corpo celeste está descartando material regularmente, lançando partículas, rochas e outros pedaços de si mesmo.O comportamento, observado pela primeira vez desde que a sonda foi lançada, em 2016, deu aos cientistas uma visão sem precedentes de uma rocha espacial, enquanto ela se desloca pelo espaço. A novidade foi descrita em uma série de artigos publicados no Journal of Geophysical Research: Planets.Leia mais... Veja Mais

Confira quais celulares já receberam a atualização do Android 11

Confira quais celulares já receberam a atualização do Android 11

Tecmundo Já chegou o novo sistema operacional da Google, o Android 11. Segundo informações divulgadas, o sistema está disponível para celulares da Google, de diversas fabricantes chinesas e da sul-coreana Samsung. O Android 11 conta com mudanças na interface do celular e também com algumas novidades para os usuários. O sistema operacional agora permite gravação de tela nativa e oferece balões de atalho para continuar utilizando aplicativos de mensagem enquanto navega pelo celular, novos gestos, novas opções de privacidade, abas de notificação exclusivas, modo noturno inteligente e um maior controle de dados. Leia mais... Veja Mais

Anatel libera programadoras e emissoras de obrigações da TV paga

Valor Econômico - Finanças A diretoria da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu nesta quarta-feira que a oferta de conteúdo linear por plataformas na internet não deve ser enquadrada nas regras de TV por assinatura. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Bolsonaro diz que não interferirá no mercado para baixar preços dos alimentos

Valor Econômico - Finanças Nesta quarta (9), o mandatário brasileiro recebeu o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), no Palácio do Planalto, para discutir a alta dos produtos básicos O presidente Jair Bolsonaro disse, na noite desta quarta-feira (9), que não vai interferir no mercado para conter a alta dos preços dos alimentos. Ele fez a afirmação a apoiadores ao chegar ao Palácio da Alvorada, após o expediente. Horas antes, Bolsonaro recebeu o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Sanzovo Neto, e o vice, João Carlos Galassi, no Palácio do Planalto, para discutir a alta dos produtos básicos. Por ordem do presidente, o país suspendeu, hoje, a Tarifa Externa Comum (TEC) para a importação de arroz, a fim de conter a alta do cereal. "A boa notícia hoje é que eu conversei com duas autoridades dos supermercados. Na ponta da linha, o preço chegou pra eles. E eles estão se empenhando para reduzir o preço da cesta básica, que dado o auxílio emergencial, houve um pequeno aumento do consumo", disse Bolsonaro. "Houve mais exportação por causa do dólar, sabemos disso aí. Os rizicultores estavam com prejuízo há mais de dez anos, mas está sendo normalizado isso aí. Não vamos interferir no mercado de jeito nenhum. Não existe canetaço para resolver o problema da economia." Veja Mais

XP será minoritária de ‘private’ de ex-executivos do Credit Suisse

Valor Econômico - Finanças A XP Investimentos firmou acordo para se tornar acionista minoritária de um private banking que será montado nos próximos meses por um grupo de ex-executivos do Credit Suisse. A transação poderá envolver cerca de R$ 2 bilhões ao longo dos próximos anos, apurou o Valor. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Justiça nega pedido de intervenção na Vale antes de defesa da companhia

G1 Economia MPF em MG ajuizou uma ação civil pública pedindo intervenção na mineradora, com o afastamento de executivos responsáveis pela segurança da companhia. Logotipo da Vale em sede da empresa no Rio de Janeiro Ricardo Moraes/Reuters A Justiça Federal de Minas Gerais negou uma intervenção legal imediata na mineradora Vale requerida pelo Ministério Público Federal (MPF) enquanto aguarda a defesa da companhia, de acordo com um decisão judicial publicada nesta quarta-feira (9). O caso prosseguirá na 14ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária de Minas. Na última semana, o MPF em Minas Gerais ajuizou uma ação civil pública pedindo intervenção na mineradora, com o afastamento dos executivos responsáveis pela política de segurança da companhia. O MPF também havia pedido em caráter de urgência a suspensão de pagamento de dividendos a acionistas — movimento que está sendo retomado — , calculado pela agência Fitch em US$ 2 bilhões. Vale tem declaração de estabilidade negada para quatro barragens em MG "No caso das medidas de urgências requeridas, evidencia-se que possuem nítido caráter satisfativo, esgotando, por completo, o objeto da ação, antes mesmo da manifestação das rés, o que é vedado," disse a juíza Anna Gonçalvez, citando o artigo 1º da Lei 8.437/92. A apreciação do pedido de tutela de urgência será feito após a defesa, informou a juíza. A decisão desta quarta-feira (9) é o último desdobramento de uma série de ações contra a mineradora que correm na Justiça, pendendo decisão final. O procurador federal Edilson Vitorelli considerou a decisão positiva por confirmar a jurisdição da 14ª Vara da Justiça Federal em Minas para apreciação do caso. O MPF aguarda o prazo de defesa, disse. "A sentença pode levar anos, queremos uma intervenção antes disso," disse Vitorelli. Veja Mais

STF envia à PGR pedido da PF para prorrogar inquérito contra Bolsonaro

Valor Econômico - Finanças Marco Aurélio Mello pediu que a PGR se manifeste sobre dar mais 30 dias para se concluir a investigação sobre a suposta interferência indevida do presidente na corporação O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre a possibilidade de dar à Polícia Federal (PF) mais 30 dias para concluir a investigação sobre a suposta interferência indevida do presidente Jair Bolsonaro na autonomia da corporação. O prazo já foi ampliado duas vezes. O novo pedido foi encaminhado ao ministro Celso de Mello diante da necessidade de conclusão de algumas diligências, como a tomada de depoimento do próprio presidente. Como ele está em licença médica, coube ao ministro mais antigo em atividade despachar, medida que tem amparo no regimento do tribunal. O procurador-geral da República, Augusto Aras, se manifestou em 2 de julho pela possibilidade de Bolsonaro se manifestar por escrito, mas ainda não há data prevista para isso. O inquérito contra o presidente foi aberto em 27 de abril, depois de o ex-juiz Sergio Moro deixar o Ministério da Justiça e Segurança Pública acusando Bolsonaro de querer trocar o comando da PF para poder obter informações sobre investigações em curso contra amigos e familiares. Uma das peças-chave da investigação é o vídeo da reunião interministerial de 22 de abril, no Palácio do Planalto. O conteúdo da reunião se tornou público após decisão do ministro Celso. Na gravação, Bolsonaro reclama do fato de não receber informações de inteligência e diz que tentou "trocar gente da segurança" no Rio. Segundo a defesa Moro, o presidente se referia à Superintendência da PF no Rio de Janeiro, Estado em que seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), é investigado pela prática de desvios de salários conhecida como "rachadinha". Bolsonaro, no entanto, afirma que falava sobre a sua segurança pessoal — que está a cargo do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Veja Mais

FIDC volta a liberar crédito para pequenas empresas

Valor Econômico - Finanças Depois de segurar recursos na fase aguda da crise, os fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs) que financiam as pequenas e médias empresas estão voltando a liberar dinheiro para esse perfil de negócio. Dados da consultoria Uqbar indicam que para os fundos de “factoring”, que reúnem recebíveis de curto prazo, o susto da pandemia já passou. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Petz emplaca IPO com preço ‘salgado’

Valor Econômico - Finanças A rede de petshops Petz fixou ontem preço de R$ 13,75 por ação em sua oferta pública inicial (IPO), no meio da faixa indicativa, conforme antecipado pelo Valor PRO, serviço de notícia em tempo real do Valor. Na oferta base, a companhia levanta R$ 2,24 bilhões, sendo a maior tranche secundária, de ações detidas pela gestora de private equity Warburg Pimcus. Com o lote adicional também alocado, conforme registro na CVM, o montante na oferta subiu para R$ 3,03 bilhões. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Supernatural: Jensen Ackles diz que série pode retornar no futuro

Supernatural: Jensen Ackles diz que série pode retornar no futuro

Tecmundo O fim de Supernatural talvez não esteja tão próximo quanto esperávamos!A 15ª temporada de Sobrenatural está programada para ser a última da série, porém, segundo Jensen Ackles, os irmãos Winchester podem voltar a se reunir em um futuro próximo.Leia mais... Veja Mais

Preços de celulares aumentam e vendas caem 30,7% no Brasil

Preços de celulares aumentam e vendas caem 30,7% no Brasil

Tecmundo A venda de celulares no Brasil sofreu uma queda de 30,7% durante o segundo trimestre de 2020, uma das piores já registradas na categoria. A informação foi divulgada nesta terça-feira (08) pela IDC Brasil, que apontou as dificuldades de abastecimento e o fechamento de alguns comércios como motivos principais.O instituto de pesquisa também registrou uma alta geral nos preços desses dispositivos. "No início do ano tínhamos um cenário favorável, mas a pandemia afetou praticamente todos os setores e não foi diferente com o mercado de celulares, que sofreu com a falta de componentes provenientes da China e com o aumento de preços devido às flutuações cambiais", afirmou o analista de pesquisa da IDC Brasil, Renato Meireles.Leia mais... Veja Mais

PAT de Limeira tem vagas para quatro cargos nesta quinta-feira; veja requisitos

G1 Economia Oportunidades são para pessoas com experiência na área e com Ensino Fundamental completo. Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Limeira Eduardo Zanzirolamo/ Secretaria de Comunicação Social de Limeira O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Limeira (SP) reabre nesta quinta-feira (10) com vagas para quatro diferentes cargos. A relação é sujeita a alterações. Veja requisitos: Auxiliar de açougue Com experiência Escolaridade: Ensino Fundamental completo. Benefícios: Assistência médica, Assistência odontológica, Vale-transporte, Seguro de vida e Refeição no local. Especificações: Atender os clientes na área de perecíveis (açougue), prestando orientações acerca dos produtos, cumprir as regras de higiene e segurança, atentar-se pela conservação dos produtos e equipamentos da área, entre outras atividades pertinentes à função. Contato: e-mail: rh25@roldao.com.br Auxiliar de produção Com experiência Escolaridade: Ensino Fundamental completo. Benefícios: Vale-transporte, seguro de vida e plano de cargos e salário. Especificações: Executar as tarefas com instruções documentadas, cumprir prazos pré-estabelecidos, evitar desperdício, auxiliar no abastecimento da linha e distribuição de peças, auxiliar em serviços de limpeza do setor, entre outras atividades pertinentes à função. Necessário veículo próprio (carro ou moto). Contato: e-mail: eliane.carvalho@soultech.ind.br Auxiliar de mecânico de moto Com experiência Escolaridade: Ensino Fundamental completo. Benefícios: Uniforme. Especificações: Auxiliar de mecânico de moto na função box rápido, entre outras atividades pertinentes à função. Necessário curso de Mecânica Básica. Contato: e-mail mmotos_oficina@hotmail.com Pintor industrial Com experiência Escolaridade: Ensino Médio completo. Benefícios: Ticket alimentação. Especificações: Realizar a preparação e pintura de estruturas metálicas, entre outras atividades pertinentes à função. Necessário curso de Solda MIG/MAG. Contato: Enviar currículo para o e-mail rh@ggsindustrial.com.br Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba Veja Mais

Escolha de Trump para comando do BID se fortalece após oposição local se dissipar

G1 Economia Mauricio Claver-Carone pode se tornar o primeiro chefe norte-americano do principal credor da América Latina. A votação do BID tornou-se uma batalha geopolítica para Trump Reuters via BBC A oposição regional à escolha do presidente Donald Trump para comandar o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) dissipou-se antes da votação deste fim de semana, dando um impulso de última hora ao candidato que pode se tornar o primeiro chefe norte-americano do principal credor da América Latina. Mauricio Claver-Carone, um inflamado conselheiro sênior de Trump para América Latina, tem o apoio da maioria para chefiar o BID, mas um grupo de países parecia próximo de obter os 25% de votos necessários para segurar a eleição. Alguns países que se opuseram à candidatura de Claver-Carone, incluindo Argentina, Chile, México e Costa Rica, e algumas autoridades da União Europeia, agora admitem em conversas reservadas não terem mais o apoio que esperavam. Trump diz que gastaria o que fosse preciso do próprio dinheiro para financiar reeleição Uma autoridade do Ministério das Relações Exteriores da Argentina sugeriu que os planos para suspender a votação estavam fora da mesa, já que não haveria um número suficiente de países membros dispostos a obstruir o candidato dos EUA. A votação do BID tornou-se uma batalha geopolítica entre o governo Trump, interessado em ganhar influência na América Latina rica em recursos e conter a ascensão da China, e alguns na região que não querem perder o controle do credor. O BID tem sido comandado por um presidente latino-americano desde sua origem, em 1959. O México, que era peça fundamental para obstruir a votação, sinalizou que agora não bloqueará o quórum necessário para realizar a eleição, afirmou uma fonte familiarizada com o processo. A fonte não deu mais detalhes, mas o ex-secretário de Relações Exteriores do México Jorge Castañeda disse em uma coluna de opinião que o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, não conseguiu estimular a oposição ao candidato de Trump. "A Argentina não poderia bloquear a eleição sozinha; tudo estava nas mãos do México e de AMLO”, escreveu Castañeda. "Ele se acovardou." O ministério das finanças do México não respondeu a um pedido de comentário. Os países latino-americanos que pediram um adiamento detêm cerca de 22% do capital votante do banco --abaixo dos 25% necessários para bloquear o quorum no dia da votação. As autoridades argentinas esperavam que países europeus se juntassem aos esforços e alterassem a balança. O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Felipe Sola, disse a uma estação de rádio local esta semana que a Europa falhou. "Vamos ratificar nossa posição de que o BID não pode ser liderado por um candidato dos EUA e que não pode ser vítima da competição entre os EUA e a China", disse. Veja Mais

#PorOndeAnda: Leighton Meester, a Blair de Gossip Girl

#PorOndeAnda: Leighton Meester, a Blair de Gossip Girl

Tecmundo De 2007 a 2012, ela reinou absoluta como a Teen Queen da popularíssima série Gossip Girl do canal The CW. Leighton Meester foi se tornando, aos poucos, uma representação icônica de uma socialite de Nova York: chique, cerebral e talvez até um pouco cruel. Mesmo após ter "trintado", a moça ainda permanece na mente de todos como Blair Waldorf.Entre os papéis que representou, o mais desafiador parece ter sido se tornar mãe de Arlo Day Brody, sua filha com o também ator Adam Brody (de The OC), nascida em 2015. Não apenas ela se deu bem na experiência como a utilizou para compor a personagem Angie D'Amato na série Single Parents, encerrada em 14 de março após duas temporadas.Leia mais... Veja Mais

Petrobras bate recorde de produção de Diesel S-10 e comercialização de GLP em agosto

Valor Econômico - Finanças As refinarias da companhia processaram 1,84 milhão de metros cúbicos de diesel S-10, volume ligeiramente maior em relação ao de julho A Petrobras informou que bateu recorde de produção de Diesel S-10, diesel de baixo teor de enxofre, e o recorde de comercialização de gás liquefeito de petróleo (GLP) em agosto. No mês passado, as refinarias da companhia processaram 1,84 milhão de metros cúbicos do produto, volume ligeiramente maior em relação ao de julho, quando atingiu 1,81 milhão de metros cúbicos, e 15% superior à marca de junho, de 1,6 milhão de metros cúbicos. “Os recordes de Diesel S-10 acompanham a evolução dos motores de veículos pesados e utilitários movidos a diesel, responsáveis pela maior parte da circulação de mercadorias no território brasileiro”, diz trecho do comunicado da petroleira. No caso do GLP, a Refinaria Henrique Lage (Revap), localizada em São Paulo, vendeu 80.204 toneladas do produto, o equivalente a 6,16 milhões de botijões P13, contra 75.730 toneladas do recorde anterior, atingido em junho, representando um aumento de 5,9%. O primeiro recorde do ano havia sido obtido em maio, com 71.115 toneladas. Veja Mais

Aras prorroga Lava Jato de Curitiba por mais quatro meses

O Tempo - Política Atualmente, há 14 procuradores cedidos para trabalhar nos processos relacionados à maior operação de combate à corrupção no País Veja Mais

Toffoli e Bolsonaro trocam afagos em despedida da presidência do STF

Valor Econômico - Finanças Em sua despedida da presidência do STF, ministro convidou Bolsonaro a sentar-se a seu lado Em sua última sessão na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli convidou Jair Bolsonaro a sentar-se a seu lado no plenário do STF e disse que a presença do presidente ali era "uma homenagem à Corte e uma homenagem à democracia". Toffoli comandou nesta quarta-feira a sua última sessão na presidência do tribunal. Na quinta-feira, toma posse o ministro Luiz Fux. Toffoli convidou Bolsonaro a sentar-se ao plenário ao STF Reprodução / TV Justiça A visita de Bolsonaro à sessão não estava prevista em nenhuma agenda oficial. Depois de convidá-lo a compor o plenário do STF, Toffoli disse tratar-se de um gesto de cortesia. "Sempre que fui ao Congresso Nacional, sentei à mesa. Então, para aqueles que não entendem esse gesto de convidar, saibam que lá eu sempre sento à mesa. Sempre será bem-recebido o presidente Jair Bolsonaro". Os ministros do STF fizeram discursos de despedida ao colega da cadeira da presidência. O ministro Edson Fachin disse que Toffoli "prefere o diálogo construtivo ao monólogo autoritário" e "é radicalmente um democrata, que respeita a autoridade, mas rejeita o arbítrio". Bolsonaro também discursou. Disse que chegou onde está “pelo voto”, enquanto os ministros só ocupam seus cargos “por indicação de um presidente da República”. E pediu a “Deus que o ilumine” quando for a sua vez de fazer a escolha, o que deve ocorrer em novembro, com a aposentadoria do ministro Celso de Mello. Antes disso, Bolsonaro havia dito estar “emocionado em ocupar lugar de destaque à direita do presidente do STF“. Ele contou conhecer o ministro há 20 anos, quando “era apenas um deputado e ele um raro advogado”. “Este recinto é um verdadeiro santuário para a Justiça brasileira”, disse. Com um histórico de conflitos com o Judiciário durante o seu governo, Bolsonaro afirmou que “harmonia, diálogo e entendimento em momentos difíceis foram importantes para o destino do Brasil”. “Quando procurei o Supremo, muitas vezes em decisões monocráticas, Toffoli muito bem nos atendeu”, disse. “Nos surpreendeu com a capacidade de solucionar problemas e antecipar soluções.” Bolsonaro afirmou que “o futuro da nação está na mão de privilegiados como nós, presidente da República, ministros de Estado e ministros do STF”. Ele também fez referência ao sucessor de Toffoli, o ministro Luís Fux, que passa a presidir o STF a partir de amanhã. “Estou torcendo e elevando orações para que Fux conduza essa casa da mesma forma que os antecessores”, disse. “Pode contar com apoio do governo federal, assim como vossa excelência disse para mim, que eu poderei contar com o Supremo”, disse a Fux. Veja Mais

Número de passageiros no aeroporto de Guarulhos cresce 18% entre 4 e 7 de setembro

Valor Econômico - Finanças Segundo a concessionária que administra o local, foi registrada uma movimentação de 190 mil passageiros; crescimento é em relação ao fim de semana anterior A GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto de Guarulhos, reportou uma movimentação de 190 mil passageiros entre os dias 4 e 7 de setembro. O número representa um crescimento de 18% em relação ao fim de semana anterior, entre 28 e 31 de agosto. O número de voos no feriado prolongado somou 1.438, entre nacionais e internacionais, 9,2% a mais em comparação com o fim de semana anterior. No acumulado do mês de setembro, até o dia 7, o número de voos é 65% menor do que o registrado em setembro do ano passado. Retomada A GRU Airport informou que o aeroporto tem apresentado recuperação nas operações desde o início da pandemia de covid-19. Em julho, a movimentação de passageiros cresceu cerca de 70% em relação a junho, atingindo uma média diária de 25 mil viajantes. Na primeira quinzena de agosto, o aeroporto registrou uma média de 35 mil embarques e desembarques por dia. Atualmente, o aeroporto conta com voos internacionais regulares para Adis Abeba (Etiópia), Amsterdã, Atlanta, Cidade do México, Cidade do Panamá, Doha, Dubai, Frankfurt, Houston, Lisboa, Londres, Madrid, Miami, Newark, Nova York, Paris, Santa Cruz de La Sierra, Santiago, Toronto e Zurique. Veja Mais

Após três dias de queda, Bolsas dos EUA fecham em alta com salto de tecnológicas

G1 Economia Dow Jones subiu 1,6%, para 27.940,47 pontos, o S&P 500 ganhou 2,01%, para 3.398,96 pontos, e o ​​Nasdaq valorizou-se 2,71%, para 11.141,56 pontos. Os principais índices de Wall Street encerraram em alta nesta quarta-feira (9) Brendan McDermid/Reuters Os principais índices de Wall Street encerraram em alta nesta quarta-feira (9), após três sessões consecutivas de queda, com investidores voltando às compras após a liquidação em papéis relacionados ao setor de tecnologia, um dia após o Nasdaq ter confirmado ingresso em território de correção. As ações da Tesla Inc saltaram 10,92%, depois de na véspera sofrerem sua maior queda percentual diária, enquanto Apple Inc, Microsoft Corp e Amazon.com Inc — as três principais empresas de capital aberto dos Estados Unidos em termos de valor de mercado — subiram cada uma pelo menos 3%. Outras empresas que tiveram desempenho favorável com a pandemia, como Facebook Inc e Alphabet Inc, holding que controla o Google, também subiram, um dia depois que o Nasdaq, índice fortemente concentrado em papéis de tecnologia, encerrou 10% abaixo da sua máxima recorde de fechamento de 2 de setembro, o que caracteriza entrada em território de correção, segundo algumas definições. O segmento de tecnologia do S&P registrou seu maior ganho percentual desde 29 de abril. Senado dos EUA volta de recesso de verão e deve discutir pacote para a Covid-19 "Certamente é uma recuperação maciça e surpreendente", disse Jack Ablin, diretor de investimentos da Cresset Capital Management em Chicago. Analistas também disseram que a capacidade do Nasdaq de defender sua média móvel de 50 dias, um nível de suporte técnico, foi fundamental para reverter a direção do mercado. O Dow Jones subiu 1,6%, para fechar em 27.940,47 pontos, o S&P 500 ganhou 2,01%, para 3.398,96 pontos, e o ​​Nasdaq valorizou-se 2,71%, para 11.141,56 pontos. O S&P 500 teve o melhor dia desde 5 de junho, o Nasdaq registrou a maior alta percentual desde 29 de abril. O Dow Jones contabilizou o maior ganho diário desde 14 de julho. Veja Mais