Meu Feed

Últimos dias

Google redesenha radicalmente sua interface para smart displays

canaltech Embora não façam sucesso aqui no Brasil, os smart displays já fazem parte da estratégia global do Google para aumentar ainda mais sua presença no cotidiano da população. Estamos falando de dispositivos como o Nest Hub, que vão além de oferecer as funcionalidades de um smart speaker ao ofertar também uma tela sensível ao toque (útil para consumir conteúdo e facilitar a interação com o sistema operacional). Google Nest Hub recebe novo esquema de visualização de mídia Smart Display da Google pode chegar ao mercado britânico no final do mês Modo Ambiente do Google Assistente transforma smartphone em smart display; veja Pois bem — nesta segunda-feira (19), a companhia anunciou uma série de novidades para esse ecossistema, o que inclui um redesenho completo da interface do sistema operacional que equipa tais gadgets. Ele passa a ganhar um visual mais intuitivo, com funcionalidades separadas em cinco abas distintas. Na primeira aba, que muda de nome de acordo com o período do dia (Your Morning, Your Afternoon, Your Evening etc.), o smart display passará a prover informações contextualizadas que possam ser úteis para aquele momento, incluindo previsão do tempo para as próximas horas, compromissos no calendário e assim por diante. Todos esses cartões podem ser tocados para exibir mais informações. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!-   À esquerda, temos as guias Home Control (que centraliza comandos para dispositivos conectados, incluindo lâmpadas inteligentes), Media (onde é possível descobrir e reproduzir conteúdos multimídia, inclusive em serviços como Spotify e Netflix), Communicate (focado em aplicativos de comunicação como Meet e Zoom) e Discover (que simplesmente traz dicas para você aproveitar mais do próprio dispositivo). Útil para todos os momentos Para que você durma e acorde melhor, os aparelhos também poderão reproduzir sons relaxantes durante a noite (como barulho de chuva) e aumentarão o brilho do display gradualmente durante 30 minutos antes do horário definido no alarme — uma novidade que visa simular o nascer do Sol. A interface também ganha um modo escuro (Dark Mode) que é ativado automaticamente de acordo com o horário ou iluminação do ambiente. Por fim, um recurso muito pedido pelos usuários finalmente será inaugurado: a possibilidade de sincronizar mais do que uma conta Google para o recurso de calendário, permitindo, assim, que você visualize compromissos tanto de sua agenda pessoal quanto da profissional, por exemplo. Imagem: Divulgação/Google Com as novidades, os smart displays se tornam muito mais úteis do que eram até então, se tornando mais uma forma de consumir conteúdos multimídia e ser mais do que um “smart speaker com tela”. Infelizmente, tais gadgets ainda não são comercializados oficialmente no Brasil, sendo possível adquiri-los apenas via importação independente. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Brasil e EUA assinam acordo para facilitar comércio e desburocratizar regulação

O Tempo - Mundo O Acordo de Comércio e Cooperação Econômica vinha sendo negociado pelos dois países desde 2011, mas estava em hibernação Veja Mais

Braskem afirma que operações estão normalizadas, após ataque de hackers

Valor Econômico - Finanças A empresa foi alvo de um ataque virtual em 7 de outubro A Braskem afirmou, em comunicado ao mercado divulgado nesta segunda-feira (19), que normalizou o acesso “de grande parte dos seus servidores e software” e regularizou suas operações, após o ataque virtual sofrido em 7 de outubro. A companhia afirma que implementou os procedimentos aplicáveis para o retorno seguro de suas atividades e que continua investigando a possibilidade de extração de informações e dados pessoais, embora não haja confirmação desse vazamento. A Braskem afirma que “ainda não consegue assegurar os eventuais impactos decorrentes do incidente” e que continua tomando as ações cabíveis, inclusive perante a esfera criminal. Veja Mais

Com IPO, 3R criará nova empresa

Valor Econômico - Finanças A 3R Petroleum Óleo e Gás iniciou sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A empresa quer levantar R$ 800 milhões para o caixa. A área técnica da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) chegou a vetar a análise da oferta, que foi liberada após a empresa recorrer ao colegiado da autarquia. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

FT: Bonificação crescerá menos que lucros em bancos dos EUA

Valor Econômico - Finanças Citigroup, J.P. Morgan Chase e Bank of America têm avisado seu pessoal de que as bonificações salariais não acompanharão os desempenhos estelares vistos em áreas como a de renda fixa e de subscrição de bônus e ações, preparando o terreno para o que deverá ser uma diferença recorde entre o nível dos lucros e o dos pacotes salariais. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Governo Federal envia projeto de lei do marco legal das startups ao Congresso

canaltech Nesta segunda-feira (19), a Secretaria Geral da Presidência da República informou que o governo federal enviou ao Congresso Nacional um projeto de lei (PL) para criar o chamado Marco Legal das Startups. O conteúdo do mesmo ainda não foi disponibilizado.  O objetivo do Projeto de Lei Complementar é aprimorar o ecossistema nacional do empreendedorismo inovador, a partir das seguintes medidas: Simplificar a criação de empresas inovadoras; Estimular o investimento em inovação; Fomentar a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação; Facilitar a contratação de soluções inovadoras pelo Estado; Regulamentar o ambiente regulatório experimental. A proposta tem como objetivo estabelecer marco legal para a criação e o crescimento de novos empreendimentos ao fomentar o desenvolvimento do empreendedorismo inovador no Brasil, por meio do apoio à atuação das empresas classificadas como startups. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- "Pretende-se, por meio dessa medida, melhorar os índices de competitividade e inovação das empresas brasileiras, aumentar o número de novos empreendimentos, promover a geração de renda e de emprego, assim como oferecer bens e serviços inovadores à sociedade brasileira", informou a Secretaria Geral, em nota. O foco do texto é a empresa que tem como característica principal a inovação aplicada ao seu modelo de negócio, ao seu produto ou ao seu serviço. A partir do projeto de lei, pretende-se ainda melhorar os índices de competitividade e inovação das empresas brasileiras, aumentar o número de novos empreendimentos, promover a geração de renda e de emprego, assim como oferecer bens e serviços inovadores à sociedade brasileira. Ecossistema de "Govtechs" no Brasil Na esteira da criação do Marco Legal das Startups, o BrazilLAB, hub de inovação Govtech - que interliga startups com órgãos estatais - em parceria com o CAF - Banco de Desenvolvimento da América Latina, elaborou no final de setembro último o relatório "As Startups GovTech e o Futuro do Governo no Brasil". O levantamento traz uma radiografia do ecossistema GovTech no Brasil, abordando temas como distribuição regional, perfil das empresas, focos de atuação, maturidade, modelos de negócios, bem como desafios e oportunidades para um maior estímulo à adoção de soluções tecnológicas desenvolvidas por startups pelos governos. Segundo dados da ABStartups coletados pelo estudo, o cenário geral de startups no Brasil tem atualmente mais de 12 mil empresas, sendo que a distribuição destas pelo país tem acentuada concentração regional: são 5730 empresas situadas no Sudeste, 2231 na região Sul, 994 atuando no Nordeste, 580 no Centro-Oeste e somente 228 na região Norte.  Atualmente, em todo o país, são 80 as startups GovTechs consideradas como mais relevantes, ou seja, aquelas que vendem de maneira consistente para governos ou atuam em parcerias com o setor público de forma recorrente. Mas o relatório aponta que esse é um mercado subaproveitado: do total de startups existentes no Brasil, até 1.500 teriam potencial para atuação no mercado Business to Government (B2G) caso desejassem ofertar suas soluções tecnológicas para os governos. “Segundo o GovTech Index publicado este ano pela CAF, o Brasil é o país com o maior número de startups vendendo para governo na América Latina", afirma Guilherme Dominguez, co-founder do BrazilLAB e responsável pela elaboração do estudo. "O terreno é muito fértil, mas ainda há muito mais a fazer, especialmente do ponto de vista de abertura de lideranças públicas para inovação e tecnologia, além de algumas barreiras regulatórias e de acesso à investimentos que precisam ser superadas”. A pesquisa aponta os principais gargalos para o fortalecimento do ecossistema GovTech. Dentre eles, o financiamento ocupa lugar de destaque: não há um único fundo de investimento para apoiar a atuação deste tipo de startup, seja ele privado ou até mesmo público, a despeito dos investimentos recordes neste modelo de empresa nos últimos anos em outros segmentos. Essa baixa propensão dos investidores traz resultados concretos: 90% das startups que atuam com o setor público iniciaram sua operação com recursos próprios do sócio fundador. Além disso, os valores de investimentos para início da operação podem ser considerados modestos, já que dentre as 135 startups entrevistadas para o estudo, 38% delas começaram com uma verba de R$ 100 a R$ 200 mil. “Somente o Governo Federal empenhou, ao longo de 2018, mais de R$ 4,4 bilhões em gastos com tecnologia de informação, incluindo equipamentos e serviços", continua Dominguez. "Além disso, há estimativas de que o mercado GovTech possa representar $1 trilhão de dólares até 2025 no mundo todo. Precisamos avançar no entendimento entre empreendedores e também investidores, afinal estamos falando de um mercado de alto potencial de retorno econômico, além do evidente impacto social dessas empresas”, completa.  Para baixar o relatório, clique aqui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Outubro Rosa: projetos apresentados contra o câncer de mama – 19/10/20

Outubro Rosa: projetos apresentados contra o câncer de mama – 19/10/20

Câmana dos Deputados É no mês de outubro que os deputados costumam concentrar a apresentação de projetos de combate ao câncer de mama. Neste ano, com o isolamento social provocado pela pandemia de Covid-19, e as sessões sendo realizadas pela internet, três projetos de lei entraram na pauta. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #OutubroRosa #CâncerdeMama Veja Mais

Receita corta dedução por empregado com covid

Valor Econômico - Finanças Lei nº 13.982, de 2 de abril deste ano, permitiu a dedução até o teto do salário de contribuição ao Regime Geral de Previdência Social A Receita Federal estabeleceu, por meio do site do eSocial, que acabou o prazo para as empresas deduzirem das contribuições previdenciárias os valores devidos aos empregados nos 15 primeiros dias de afastamento por covid-19. O artigo 5º da Lei nº 13.982, de 2 de abril deste ano, permitiu a dedução até o teto do salário de contribuição ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS) — hoje em R$ 6.101,06. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Conselheiro de segurança dos EUA vê risco se Huawei levar 5G no Brasil

Valor Econômico - Finanças Segundo Robert O'Brien, conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, a empresa chinesa poderá acessar dados de governos e empresas O conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Robert O'Brien, demonstrou preocupação com a possibilidade de a Huawei vencer o leilão de 5G no Brasil, o que, segundo ele, poderia ser usado pela chinesa para acessar dados de governos e empresas. "O Brasil é um país 'high tech', como Israel, Cingapura, países com indústria aeroespacial, de defesa, de mineração e tecnologia. Estamos preocupados que a China vai se voltar mais e mais para países como o Brasil", disse O'Brien, durante videoconferência na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) com empresários. "Especialmente se vocês tiverem a Huawei na sua rede 5G, haverá ‘backdoors’ e a capacidade de decifrar quase todos os dados que são gerados em qualquer lugar do Brasil, seja pelo governo, na frente de segurança nacional, seja por empresas privadas em suas habilidades de inovar e desenvolver novos produtos, técnicas e práticas”, afirmou. "Backdoors" são formas de acessar sistemas de computadores sem autorização dos proprietários. "O futuro do sucesso econômico do Brasil e dos EUA vai depender de nossos criadores conseguirem capitalizar e lucrar com suas ideias. A propriedade intelectual deve ser protegida, para encorajar mais inovação. Conter o roubo de propriedade intelectual, especialmente por parte da China, será um trabalho duro, mas crítico”, disse O’Brien. "Estamos recomendando fortemente que nossos parceiros, incluindo o Brasil, usem apenas fornecedores confiáveis em sua rede de 5G.” Veja Mais

Banrisul conclui PDV com adesão de 903 funcionários

Valor Econômico - Finanças Em fato relevante, a instituição informou que número superou planos de desligamento anteriores O Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) informou a conclusão do período de manifestação de interesse e de homologação dos pedidos de adesão dos empregados ao Plano de Desligamento Voluntário (PDV) com 903 empregados. Em fato relevante, a instituição informou que “além de superar o número de adesões dos empregados dos planos de desligamento anteriores (...), inovou ao ser firmado por intermédio de Acordo Coletivo de Trabalho realizado com as entidades sindicais representantes da categoria bancária, contendo cláusula específica de quitação total do contrato de trabalho”. Banrisul Valor Veja Mais

Sequestrar? Que nada: a nova moda do cibercrime é clonar perfis de WhatsApp

canaltech Os criminosos cibernéticos brasileiros não param de impressionar. Após gerar dor de cabeça com golpes que visavam sequestrar o perfil do WhatsApp da população nacional, os meliantes perceberam que é possível enganar internautas de uma forma muito mais fácil: clonando contas aleatoriamente usando dados vazados e adquiridos com parceiros da malandragem. As informações são de analistas da Kaspersky. Clonagem de WhatsApp dispara no Brasil e já são mais de 15 mil vítimas por dia Novo golpe “rouba” WhatsApp de quem anunciou algum produto na internet WhatsApp é alvo de novo golpe de engenharia social para roubo de contas Segundo os pesquisadores, os estelionatários estão usando coleções de informações — amplamente negociadas no mercado negro cibernético — para criar perfis-dublê de uma vítima e abordar seus familiares com a afirmação “mudei de número”. Após uma rápida conversa para garantir a confiança da contraparte, se iniciam as tentativas de extorsão, incluindo pedidos de empréstimos que jamais serão devolvidos. Segundo Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky, por mais que eles não participem do crime “final”, os data brokers (como são conhecidos os vendedores de bancos de dados) são uma parte essencial nesse ciclo por serem os responsáveis por “minerar” os dados. “Aqui, todos os tipos de empresa podem ser vítimas. Logicamente que lojas online são alvos óbvios, mas qualquer empresa conta com banco de dados de funcionários e de clientes que podem ser usados para abastecer este esquema”, explica. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- A maioria desses bases de dados incluem nome completo, número de telefone, e-mail e até mesmo informações sobre preferências pessoais e hábitos de compra do cidadão — o suficiente para o criminoso conseguir criar um perfil falso e personificar o civil. “Por isso podemos dizer que as contas são clonadas ou falsificadas e é por isso que a pessoa não fica sabendo que sua identidade está sendo usada em um golpe”, finaliza Assolini. No dia 9 de setembro, a Polícia Civil de Goiás deflagrou a operação Data Brokers com o objetivo de deter grupos especializados nesse tipo de comércio; segundo as autoridades, os prejuízos com extorsões chegaram a R$ 500 mil. Já no último dia 14 deste mês, tanto a Polícia Civil de Goiás quanto a de São Paulo deram início à operação Peregrino III, que também culminou na prisão de um grupo envolvido em golpes similares. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

A aposta do novo presidente da Bolívia no lítio para reviver boom econômico de quando era ministro de Evo

G1 Economia Luis Arce vê na industrialização e na produção do lítio a esperança de retorno da economia em alta de quando foi ministro da Economia de Evo Morales. Arce vê na industrialização e na produção do lítio a esperança de retorno da economia em alta EPA via BBC Apesar de os resultados oficiais ainda não terem sido proclamados, a Bolívia já tem um vencedor na eleição presidencial realizada no domingo (18): Luis Arce, que foi ministro da Economia durante a Presidência de Evo Morales, comemora o triunfo após seus principais oponentes terem reconhecido publicamente a derrota. Agora, Arce se prepara para assumir o posto e botar à prova uma de suas principais bandeiras de campanha: a aposta na industrialização e na produção do lítio para reviver o boom econômico de quando foi ministro, como ele mesmo enfatizou na reta final da disputa. "Com a industrialização do lítio, vamos gerar 130 mil novos postos de trabalho diretos e indiretos, além de 41 novas indústrias que vão gerar ainda mais emprego para os bolivianos", disse Arce. Luis Arce e Evo Morales em encontro em Buenos Aires, em 7 de fevereiro de 2020 Agustin Marcarian/Reuters Estima-se que a Bolívia tenha uma das maiores reservas deste metal leve usado em baterias como as de celulares e de automóveis elétricos. O governo Evo tinha chegado a acordos com uma empresa da Alemanha e outra da China para a exploração e produção do produto, que seriam realizadas em parcerias, mas mantendo-se o controle o estatal. A anulação da eleição presidencial do ano passado levou ao congelamento dos acordos, segundo o ex-presidente. Ele e Arce afirmaram em entrevistas e em suas redes sociais que a eleição teria sido anulada como resultado do "golpe do lítio" porque envolveria interesse de empresas americanas que estariam de olho nessa produção. "Não foi um golpe contra o indígena, mas pelo lítio. ('O golpe') foi desenhado por transnacionais interessadas na sua privatização junto com a do gás", disse Arce, recentemente. Mas, afinal, o lítio pode efetivamente levar a um novo salto econômico boliviano? 'Ouro branco' ou 'fetiche'? Em entrevista à BBC News Brasil, três especialistas no assunto deram opiniões diferentes sobre a possibilidade de o lítio, chamado de 'ouro branco', ser a alavanca que reerguerá a economia boliviana que este ano deverá registrar a maior queda da sua história - cerca de 10%, segundo o Banco Central do país, e em torno de pelo menos 6%, de acordo com levantamentos internacionais. O ex-gerente executivo da empresa estatal Yacimientos de Lítio Bolivianos (YLB), durante o governo Evo, Juan Carlos Montenegro, disse que as reservas estimadas de lítio foram comprovadas por organismos do governo americano e por empresas nacionais e estrangeiras. "Nosso projeto envolve 14 fábricas, que serão o núcleo da industrialização do lítio, até 2025. Essas fábricas vão demandar insumos, como lâminas de cobre, e então serão necessárias as plantas destes insumos e mais outras sete de seus derivados. É um projeto grande para atender à demanda mundial e para isso queremos contar com a participação privada", disse Montenegro. Segundo ele, seriam necessários investimentos de US$ 4 bilhões para este núcleo da produção e o país deverá ter rendimentos de pelo menos US$ 6 bilhões anuais pela produção de lítio e suas ramificações. Até o ano passado, disse, antes da troca de governo na Bolívia, o país já contava com cerca de 1.200 empregos diretos ou indiretos, uma fábrica piloto e uma em desenvolvimento no Salar de Uyuni, no departamento de Potosí, na fronteira com o Chile. "Mas nossas projeções de continuar crescendo foram interrompidas pelos fatos políticos do ano passado. Agora, porém, com a eleição de Arce serão retomadas", disse Montenegro, que é engenheiro metalúrgico. O ex-ministro da Energia, Mauricio Medinaceli, analista do setor, disse que o lítio está longe de gerar os recursos gerados pelo gás boliviano. "Apesar da queda nos investimentos e na produção, o gás ainda é um fator muito importante para a economia boliviana. O lítio ainda não apresentou resultados concretos", disse Medinaceli. Ele ressalvou, porém, que o custo para extração do lítio da Bolívia tem a vantagem sobre os outros países, como os asiáticos, por exemplo. Eleições na Bolívia: Mesa reconhece derrota para Luis Arce, candidato de Evo Morales "Na Bolívia, não é preciso cavar minas para tirar o lítio. Ele está numa superfície muito mais acessível, a poucos metros de profundidade. Com isso, os custos seriam menores. Mas o gás é menos complexo para ser produzido e mais barato para ser produzido e para ser enviado aos mercados do Brasil e da Argentina. O lítio ou as baterias de lítio vão precisar de maior infraestrutura e sistema para exportação", afirmou. De acordo com Montenegro, estudos teriam comprovado que em uma profundidade de apenas 50 metros, existiria o equivalente a 21 milhões de toneladas do produto, segundo estudos realizados por uma empresa americana e analisados pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos. "E o Salar tem mais de 200 metros de profundidade. Por isso, o que dissemos é com embasamento cientifico, comprovado", afirmou o ex-assessor do governo Morales para o lítio. Segundo ele, no ano passado, foram produzidas 430 toneladas em uma fábrica pequena, piloto da operação, e a expectativa, pela projeção realizada no governo de Evo Morales, é de uma produção de 100 mil toneladas até 2025, incluindo as empresas da China e da Alemanha e algumas das ramificações do lítio, incluindo outros dois lugares de Potosí. "Com a eleição de Arce essa produção será possível", disse. Para o economista Javier Gómez, da consultoria Centro de Estudos para o Desenvolvimento do Trabalho e Agrário (Cedla, na sigla em espanhol), o lítio é, porém, "quase um fetiche" para os bolivianos. "Nós sabemos que o lítio é importante, mas ele faz parte muito mais da narrativa política do que da possibilidade real econômica", afirmou Gómez. Ele disse que a situação da economia boliviana é grave e que a expectativa é que o futuro presidente tenha que recorrer a organismos internacionais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI) para contar com os recursos necessários para que a economia volte a crescer. "O Movimento ao Socialismo, o MAS, de Evo e de Arce, é muito pragmático. E recorrer ao FMI por recursos extras não seria um problema. O principal agora é que o PIB volte a crescer. As pessoas votaram em Arce, em grande parte, pela esperança de voltar a ter uma vida melhor, como quando ele era ministro e o país e a região viviam o boom econômico", disse Gómez. De acordo com a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, Cepal, as economias da região serão as mais afetadas pela pandemia do novo coronavírus. Parece distante a época do boom das commodities quando algumas delas, como a Bolívia, direcionou os recursos do boom para as áreas social e de infraestrutura. Economista, com estudos na Bolívia e na Inglaterra, Arce é apontado como um dos principais pilares do crescimento econômico de cerca de 5% ao ano e da redução da pobreza nos 14 anos de gestão de Evo. Arce só deixou o ministério nos quase dois anos em que realizou tratamento contra o câncer num hospital em São Paulo. No governo de Evo, os recursos da nacionalização do petróleo e do gás foram direcionados para a distribuição de planos sociais, como o Juancito Pinto, para que as crianças não deixem de ir à escola. VÍDEOS: os mais assistidos do G1 Veja Mais

Ministério da Agricultura diz que Backer continua interditada em BH, mas pode contratar outra empresa para produzir bebidas

G1 Economia Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), até o momento, a empresa não atendeu as exigências para garantir a segurança de suas cervejas. Banner mostra o relançamento da marca Capitão Senra sob o rótulo "Amber" Reprodução / Redes Sociais A Cervejaria Backer continua interditada e proibida de produzir bebidas, em Belo Horizonte, segundo nota do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgada na tarde desta segunda-feira (19). Segundo o ministério, até o momento, a empresa não atendeu as exigências feitas pelo órgão para garantir a segurança dos produtos. "Desta forma, qualquer manipulação de bebidas na Backer (produção, padronização, envase) continua proibida". No entanto, segundo o Ministério da Agricultura, a Backer não é proibida de contratar uma empresa terceirizada para a produção de cervejas. A empresa contratada só precisa ter registro no ministério. O Mapa esclareceu que "segue trabalhando, em conjunto com o Ministério Público do Estado de Minas Gerais e a Polícia Civil, no caso de intoxicação causada pelo consumo das cervejas produzidas pela Cervejaria Backer". Backer relança cerveja e reabre espaço de convivência Funcionamento de restaurante O Templo Cervejeiro da Backer, no bairro Olhos D’Água, na Região Oeste de Belo Horizonte, retomou as atividades no sábado (17). Um evento fechado reuniu convidados para degustar, entre outras cervejas, a Capitão Senra, um dos rótulos comprometidos com dietilenoglicol. Tudo gratuito. Convidados contaram que o relançamento da marca Capitão Senra só foi possível porque há uma parceria da Backer com uma fabricante de cerveja do interior de São Paulo. Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) o restaurante, Templo Cervejeiro, que fica no mesmo terreno que a fábrica da Backer, tem alvará de localização e funcionamento. O Ministério da Agricultura informou que o funcionamento do restaurante da Backer, é de competência dos órgãos de vigilância sanitária. "A comercialização de bebidas nestes estabelecimentos somente poderá ocorrer se os produtos estiverem devidamente registrados no Mapa". Denúncia acolhida Na sexta-feira (16), a Justiça informou ter recebido a denúncia contra sócios e funcionários da cervejaria Backer. Com isso, 11 pessoas (veja lista abaixo) passam a ser consideradas rés no processo. Dez foram denunciadas pelo envolvimento na adulteração de bebidas alcoólicas e uma por falso testemunho. Entre elas, estão três sócios. Além do recebimento da denúncia que ocorreu no último dia 8, o juiz Haroldo André Toscano de Oliveira, da 2ª Vara Criminal de Belo Horizonte, suspendeu a decisão que decretou o sigilo do processo. De acordo com a Justiça, a próxima etapa é receber a defesa dos acusados por escrito. O prazo é de dez dias após cada um deles receber a citação. Segundo a nota enviada pela Backer, "a reabertura do Templo Cervejeiro advém do respeito da Backer a todos os requisitos e condições legais de funcionamento. A empresa é a principal interessada no esclarecimento de toda e qualquer irregularidade relacionada com suas atividades e, nesse sentido, tem colaborado com o trabalho de autoridades e dos órgãos de fiscalização e controle, ao mesmo tempo que reafirmou a certificação da excelência de seus processos produtivos", diz a nota. A Cervejaria Germânia, responsável por fabricar a nova cerveja, divulgou nota informando que "é consagrada pela excelência de produção de cervejas desde 1991. Todos os processos de produção atendem aos requisitos estabelecidos pelo Poder Público e estão em constante evolução, com a modernização dos equipamentos, pesquisas e estudos sobre os ingredientes". Sobre a produção da cerveja Capitão Senra, "esclarecemos que, assim como produzimos cervejas para diversas outras marcas, justamente em razão da excelência de nossa produção, fomos contratados para a produção deste rótulo, não havendo, além da prestação de serviços contratada, nenhuma sociedade, associação, jonti venture, etc. entre a Cervejaria Germânia e a contratante da industrialização", informou a fábrica. Lista de denunciados Ana Paula Silva Lebbos - sócia da Backer: denunciada pelo crime do artigo 272, parágrafo 1º-A, do Código Penal, por fabricar, vender, expor à venda, importar, ter em depósito para vender ou, de qualquer forma, distribuir ou entregar a consumo a substância alimentícia ou o produto falsificado, corrompido ou adulterado. Hayan Franco Khalil Lebbos - sócio da Backer: denunciada pelo crime do artigo 272, parágrafo 1º-A, do Código Penal, por fabricar, vender, expor à venda, importar, ter em depósito para vender ou, de qualquer forma, distribuir ou entregar a consumo a substância alimentícia ou o produto falsificado, corrompido ou adulterado. Munir Franco Khalil Lebbos - sócio da Backer: denunciada pelo crime do artigo 272, parágrafo 1º-A, do Código Penal, por fabricar, vender, expor à venda, importar, ter em depósito para vender ou, de qualquer forma, distribuir ou entregar a consumo a substância alimentícia ou o produto falsificado, corrompido ou adulterado. Paulo Luiz Lopes - responsável técnico da Backer: denunciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa, além do artigo 272 do Código Penal, parágrafo 1º-A. Ramon Ramos de Almeida Silva - responsável técnico da Backer: denunciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa, além do artigo 272 do Código Penal, parágrafo 1º-A. Sandro Luiz Pinto Duarte - responsável técnico da Backer: denunciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa, além do artigo 272 do Código Penal, parágrafo 1º-A. Christian Freire Brandt - responsável técnico da Backer: denunciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa, além do artigo 272 do Código Penal, parágrafo 1º-A. Adenilson Rezende de Freitas - responsável técnico da Backer: denunciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa, além do artigo 272 do Código Penal, parágrafo 1º-A. Álvaro Soares Roberti - responsável técnico da Backer: denunciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa, além do artigo 272 do Código Penal, parágrafo 1º-A. Gilberto Lucas de Oliveira - chefe de manutenção da Backer: denunciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa, além do artigo 272 do Código Penal, parágrafo 1º-A. Charles Guilherme da Silva - pelo crime de falso testemunho. "Comemorando a morte de tantas pessoas" Desde que teve a intoxicação por dietilenoglicol confirmada pelos médicos, Luciano Guilherme de Barros, de 57 anos, passou a levar a vida com uma rotina completamente diferente. Passou por cirurgias, retirou 70 centímetros do intestino e teve as funções renais do organismo permanentemente comprometidas. Ficou 180 dias internado. Perdeu parte da audição e escuta com a ajuda de aparelhos. A visão ficou comprometida e os músculos do rosto, paralisados. A indignação toma conta de quem vive com as sequelas da contaminação. Pelo menos é o que relata a defesa de parte das vítimas, representada pelo advogado André Couto. Ele conta que ninguém que sofreu as consequências da ingestão do dietilenoglicol recebeu qualquer recurso financeiro para custear os tratamentos. A mesma empresa que bancou a festa, com tudo liberado, para convidados selecionados. Luciano Barros ficou indignado com a reabertura do Templo Cervejeiro em evento gratuito no sábado (16) Arquivo Pessoal “Não há qualquer suporte financeiro prestado para as vítimas, que deixam claro não terem nada contra a marca e a reabertura, desde que as autoridades deem essa aprovação. O que as vítimas clamam e esperam é o suporte que não veio”, ponderou o advogado. Luciano conta que as despesas médicas relacionadas ao seu tratamento têm sido custeadas por ele próprio e pelo plano de saúde que ele paga. “Eles gastam dinheiro com a reabertura, uma comemoração não sei de quê. Comemorando a morte de tantas pessoas que se foram por causa da cervejaria. É uma afronta com a gente. Perdi 35kg, fiquei com dificuldade de caminhar, de ouvir, de enxergar e, até hoje, tenho dificuldade para falar. Tudo isso sem ajuda de custo nenhuma da Backer”, desabafou. Vídeos mais vistos do G1 MG nos últimos 7 dias: Veja Mais

Após crítica de Bolsonaro, presidente da OAB diz que exame protege o cidadão

O Tempo - Política Segundo Felipe Santa Cruz, exame mede a capacidade jurídica do candidato a advogado, que é o "defensor dos direitos elementares" da população Veja Mais

Preços médios de casas novas na China sobem em ritmo mais lento em setembro

Valor Econômico - Finanças Preço médio das casas novas em 70 cidades subiu 0,34% em setembro ante agosto; preços médios subiram 0,56% em agosto Os preços médios das novas casas na China continuaram a subir em setembro, embora em um ritmo mais lento em relação ao mês anterior, à medida que Pequim começa a conter o superaquecimento do mercado imobiliário. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Superman já teve sua própria versão do Mjolnir, o martelo do Thor

canaltech Como todos os fãs de super-heróis sabem, o martelo do Thor, o Mjolnir, é famoso porque é impossível que ele seja levantado se alguém não for digno de seu poder. Embora vários personagens tenham conseguido essa façanha, incluindo o Capitão América; e que em sua atual fase nos quadrinhos sua conexão com Odinson esteja um tanto instável, sua magia o torna um objeto incapaz de ser movido — e isso até mesmo já serviu para aprisionar Loki, com o peso do artefato sobre em cima do seu meio-irmão. E você sabia (ou se lembra) que o Superman também teve sua própria versão do Mjonir? Conheça a Era de Prata, a era mais científica dos quadrinhos 11 momentos mais emocionantes dos quadrinhos da DC 18 personagens da DC e da Marvel que são quase a mesma coisa Sim, o Homem de Aço já teve um objeto com um “peso” semelhante na aclamada série limitada Grandes Astros: Superman. O escritor Grant Morrison, com uma certa dose de humor, converteu a arma mágica de arremesso que é capaz de fazer Thor voar na mais mundana ferramenta terrestre: uma chave, neste caso, da Fortaleza da Solidão. Esta invenção incomum foi apresentada na segunda edição de Grandes Astros: Superman #2, que celebrou muitas das criações excêntricas dos quadrinhos da Era de Prata dos quadrinhos. Durante este período, Superman criou uma chave de ouro gigante para sua Fortaleza da Solidão, que era tão grande que os aviões podiam vê-la do céu — era, inclusive uma referência para ajudar na navegação pelo Ártico. O Homem de Aço se gabava pelo fato do objeto ser tão pesado que seriam necessários 100 homens para levantá-la.  -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- A chave gigante da Fortaleza da Solidão no passado (Imagem: Reprodução/DC Comics) Mas se isso era um risco para quem tentasse realizar, era também uma falha de segurança, pois reunir 100 pessoas para usar a chave (que já era facilmente identificável) seria o suficiente para que um mero mortal invadisse e descobrisse todos os segredos que a Fortaleza da Solidão guarda. Aliás, em um episódio da clássica animação Superamigos, é justamente isso que a Liga da Justiça faz quando precisa entrar no local, após uma aparente morte do Superman. Falha de segurança resolvida com seu “Mjolnir” No segundo número de Grandes Astros: Superman, o herói detectou essa limitação no seu sistema de defesa e decidiu mudar as fechaduras da Fortaleza da Solidão. Em vez da chave de ouro gigante, ele criou uma muito pequena, que fica embaixo do tapete da porta. Lois Lane ficou surpresa ao ver que um diminuto objeto, escondido em um local tão óbvio, poderia ser o acesso à casa do Superman. E o "Mjolnir" do Superman com a chave criada para Grandes Astros: Superman (Imagem: Reprodução/DC Comics) Só que, ao ser convidada pelo Superman para que tentasse mover a chave, ela não conseguiu. O Homem de Aço, então, revelou que criou o objeto a partir de um material superdenso vindo de estrela-anã, com peso de meio milhão de toneladas. Isso tornou o herói a única pessoa na Terra capaz de levantá-lo — daí a razão de estar em um esconderijo tão óbvio. Assine Amazon Kindle Unlimited por apenas R$ 19,90/mês e tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais! E, embora não haja uma clara referência de Morrison ou um uso semelhante, a solução do escritor para a chave da Fortaleza da Solidão é, basicamente, a versão da DC Comics para o inconfundível Mjolnir. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Procon interroga Nubank e Mercado Pago sobre cadastros no Pix sem autorização

canaltech A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) notificou, nesta segunda-feira (19), o Nubank e o Mercado Pago por conta das recentes alegações que de as fintechs estariam, deliberadamente, cadastrando informações pessoais de seus clientes como chaves no sistema de pagamentos Pix sem a autorização dos próprios. A situação foi noticiada pelo Canaltech na última sexta-feira (16). Nubank e Mercado Pago são acusados de cadastrar chaves Pix sem autorização Como cadastrar chaves do Pix no seu banco O que é PIX e como funciona o pagamento instantâneo do Banco Central Agora, as duas companhias — oficialmente conhecidas como Nu Pagamentos S/A e Mercadopago.com Representações LTDA. — têm 72 horas (ou três dias) para responder a uma série de questionamentos do órgão, cuja atuação na defesa dos direitos dos consumidores é notória. No total, foram feitas sete perguntas às instituições: Como e por quais canais está sendo ofertado e disponibilizado o cadastro dos consumidores ao Pix; Quais informações são prestadas antes da realização do cadastro; Como se dá a confirmação ou anuência inequívoca dos consumidores; Como o consumidor pode efetuar o cancelamento do cadastro; Se verificaram a ocorrência de problema sistêmico que poderia ter dado causa ao cadastro indevido das chaves de segurança; Quais providências têm sido adotadas para solução dos problemas relatados; Quais os canais de atendimento disponibilizados ao consumidor para atendimento. Aproveitando a deixa, o Procon-SP também enviou uma notificação à Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), pedindo à associação “que comunique aos bancos para que não efetuem o cadastramento da Chave Pix sem prévia, expressa e inequívoca autorização do cliente que é o consumidor, caso contrário poderão ser multados por prática abusiva.” -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Vale lembrar que o próprio Banco Central do Brasil (BCB) já anunciou investigações sobre o assunto. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Evento online gratuito de HQs terá participação de ilustrador de Walking Dead

canaltech Quer aprender mais sobre quadrinhos com alguns dos grandes nomes atuais da indústria. O Comic Week, evento internacional online gratuito dedicado à Nona Arte, acontece entre nesta semana desta segunda-feira (19) até quinta-feira (22). A reunião é promovida Wacom, pela fabricante de mesas digitalizadoras e displays interativos para canetas. Quadrinhos e super-heróis | Confira os destaques da Marvel e DC em setembro Conheça Yara Flor, a nova Mulher-Maravilha brasileira nas HQs da DC Comics 11 momentos mais emocionantes dos quadrinhos da DC Serão 25 apresentações e workshops durante os quatro dias de evento, com uma seleção de quadrinistas profissionais e artistas conceituais de animação. Entre alguns destaques da programação, estão: Charlie Adlard, de The Walking Dead, que irá ensinar novas técnicas de ilustração digital; Alex Sinclair, da DC Comics, compartilhando dicas e truques sobre as cores nos quadrinhos; além dos artistas Gemma Correll e Luke McGarry, que irão se enfrentar em uma batalha de criação digital.  Pela ala brasileira, estaremos representado pela ilustradora digital baiana Lila Cruz, autora da série Color Lilás que vai falar sobre quadrinhos autobiográficos às 15 horas (horário de Brasília). “Comecei a produzir meus quadrinhos autobiográficos retratando temas como saúde mental, autocuidado e cotidiano. Já publiquei livro, fanzine e participo de muitas palestras. Vou mostrar como é possível trabalhar com isso sem se esgotar ou se expor demais”, explica a artista. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Os quadrinhos autobiográficos de Lila Cruz (Imagem: Reprodução/Wacom) Todas as apresentações e workshops serão em inglês, espanhol, português, francês, italiano e turco. Para conferir a programação completa dos quatro dias do Comic Week, além dos artistas em destaque, idioma falado, datas, horário das sessões e descrições, acesse este link.O evento será realizado e transmitido pela plataforma Zoom. Para se inscrever é só acessar este link. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

CSN pede registro para oferta de ações de unidade de mineração

G1 Economia Operação promete ser uma das maiores realizadas por empresas brasileiras este ano. CSN Reprodução/TV Rio Sul A CSN Mineração pediu nesta segunda-feira registro para sua muito aguardada oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), com a operação da unidade de minério de ferro da CSN prometendo ser uma das maiores feitas por empresas brasileiras em 2020. O porte da transação pode ser medido pela quantidade de instituições financeiras que vão coordenar a oferta, 11 ao todo, incluindo Morgan Stanley, XP, Bank of America, Bradesco BBI, BTG Pactual, UBS-BB, Caixa, Citi, Banco Fibra, Safra e Santander. Em fato relevante publicado mais cedo, a CSN informou que ainda avalia se participará da operação como vendedora. Mesmo com crise, entrada de empresas na bolsa este ano já é mais do dobro da registrada em 2019 Varejista Grupo Big pede registro para IPO No prospecto preliminar, a CSN Mineração se apresenta como segunda maior exportadora de minério de ferro no Brasil e detentora de uma das maiores reservas de minério de ferro no mundo, certificada em mais de 3 bilhões de toneladas. A companhia diz que pretende usar os recursos da oferta primária, cujos recursos vão para seu caixa, para os projetos Itabirito, o de recuperação de rejeitos de barragem Pires e para a mina Casa de Pedra. A CSN Mineração afirma no prospecto que teve receita líquida de R$ 8,94 bilhões nos primeiros nove meses de 2020, alta de 8% ante mesma etapa do ano passado. O lucro líquido no entanto caiu de R$ 2,95 para R$ 2,69 bilhões, enquanto a margem líquida encolheu de 35,7% para 30,1%. O anúncio ocorreu poucos dias após a CSN anunciar uma meta de alavancagem menor ao final de 2021, de 2,5 vezes, do que a informada em julho, sem citar detalhes sobre como pretenderá acelerar a redução no endividamento. O pedido de IPO envolve listagem da CSN Mineração, uma das maiores produtoras de minério de ferro de alta qualidade do Brasil, no nível 2 da B3. Veja Mais

Está chegando! Imagens mostram chamadas de vídeo e áudio no WhatsApp Web

canaltech Um dos recursos mais solicitados pelos usuários do WhatsApp é que o mensageiro permita a realização de ligações — tanto de voz quanto de vídeo — através do WhatsApp Web, sua interface para desktops acessível através de navegadores ou pelo software encapsulado para Windows e macOS. Com isso, não seria mais necessário pegar seu smartphone para responder ou iniciar uma chamada telefônica pelo aplicativo. WhatsApp deve liberar chamadas de voz e vídeo no cliente web em breve Claro ou escuro: como mudar a cor do tema do WhatsApp Web automaticamente Guia básico do WhatsApp Web: como o app de mensagens funciona no computador Recentemente, o pessoal do WABetaInfo encontrou imagens escondidas em uma compilação do WhatsApp Web revelando que a companhia estaria trabalhando nos recursos. Agora, nesta segunda-feira (19), ao analisar o código fonte da nova compilação 2.2043.7, a equipe do site encontrou indícios ainda mais animadores de que, de fato, as features estão próximas de se tornar realidade. Imagem: Reprodução/WABetaInfo A build contém prévias que revelam como as ligações funcionarão. Basicamente, ao receber uma chamada, uma janela popup se abrirá mostrando três opções: aceitar, rejeitar ou ignorar. Quando é você quem inicia a chamada, um popup bem menor será aberto, exibindo o status da ligação e botões variados (ligar/desligar a câmera, ligar/desligar o microfone e assim por diante). -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Imagem: Reprodução/WABetaInfo Os analistas do WABetaInfo garantem ainda que o WhatsApp Web será compatível com chamadas em grupo e que, visto que é possível observar uma etiqueta “Beta” nos ícones do recurso, é provável que as funcionalidades sejam disponibilizadas ao longo das próximas semanas de forma experimental. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Campanha de Trump acusa comissão de debates de favorecer Biden

Valor Econômico - Finanças Bill Stepien, chefe da campanha do republicano, pediu que a comissão reformulasse os temas do próximo e último confronto entre os dois, que será nesta quinta-feira (22) Na tarde desta segunda-feira (19), o chefe de campanha de Donald Trump, Bill Stepien, acusou a comissão responsável pelos debates de favorecer o candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, e pediu que ela reformulasse os temas do próximo e último confronto entre os dois, marcado para esta quinta-feira (22). Em uma carta, postada em seu Twitter, Stepien afirma que os temas anunciados pela moderadora do debate, Kristen Welker – combate à covid-19, famílias americanas, raça, mudança climática, segurança nacional e liderança – fogem ao foco combinado originalmente, que deveria ser política exterior. Entre outras coisas, Stepien acusa a comissão de "ter transformado a temporada de debates num fiasco" e Biden de "estar desesperado para evitar o tema", "ter apoiado incontáveis guerras", "ter defendido os interesses da China durante 47 anos" e ser inflexível com relação às datas. Stepien também disse ser inaceitável que os candidatos tenham seu microfone cortado ao ultrapassarem o tempo de fala, prática que será adotada após o episódio caótico do primeiro debate, em 29 de setembro. Veja Mais

Varejista Grupo Big pede registro para IPO

G1 Economia Companhia pretende usar recursos para abrir novas unidades de atacado e postos de combustível e para converter lojas de varejo em lojas de atacado. Grupo BIG surgiu da aquisição de 80% das operações do Walmart no Brasil pela Advent Divulgação O Grupo BIG Brasil pediu nesta segunda-feira (19) registro para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), como o terceiro maior varejista do país revelando planos de captar recursos para expansão, conversão e reformas de lojas no país. A companhia, dona de marcas como Sam's Club, Superbompreço, Maxxi Atacado e Mercadorama, informou no prospecto preliminar enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que a operação será conduzida por Itaú BBA, Bank of America, BTG Pactual, Credit Suisse, Bradesco BBI e JPMorgan. Mesmo com crise, entrada de empresas na bolsa este ano já é mais do dobro da registrada em 2019 A companhia afirmou que pretende usar os recursos da emissão de ações novas para abrir novas lojas de atacado e postos de combustível, converter lojas de unidades de varejo em lojas de atacado, reformar lojas atuais, e investir em sistemas de TI e outros projetos. O negócio servirá também para os sócios Walmart e o FIP Momentum, da gestora de fundos de private equity Advent International, venderem participação na empresa. O Grupo BIG, surgiu da aquisição de 80% das operações do Walmart no Brasil pela Advent, em agosto de 2018. Segundo o documento, em 30 de setembro a empresa tinha 389 lojas em 181 cidades de 18 Estados e Distrito Federal. Nos primeiros nove meses de 2020, o Grupo BIG teve receita líquida de R$ 15,7 bilhões, alta de 5,36% ante mesma etapa do ano passado, com a margem subindo de 1% para 3,9%. Na B3, o Grupo terá como concorrentes diretos o Grupo GPA, o Carrefour Brasil e o Grupo Mateus, que fez sua estreia na bolsa no último dia 13. Veja Mais

Previsão do tempo sumiu do Stories? Saiba como resolver

canaltech Quem não adora o Stories? A opção de publicar postagens que somem após 24 horas, e conta com inúmeros efeitos especiais, parece ter se tornado a preferência de muitos usuários que usam a rede social todos os dias. Conheça cinco apps de previsão do tempo que deixam o seu dia mais divertido Melhores aplicativos para lembrar de beber água Entre efeitos, figurinhas, GIFs e filtros, os widgets são outra opção que agregam informações e tornam os Stories ainda melhores. Acontece que algumas dessas ferramentas só funcionam quando alguns recursos do seu celular estão ativados, como é o caso da previsão de tempo e do local, que dependem dos serviços de localização para funcionar. Se o tempo ou o local desapareceram do seu Stores, então o problema está na localização que está desativada para o Instagram. Saiba como arrumar esse problema a seguir. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Tempo sumiu do Stories: como resolver no iOS Como mencionado acima, o sumiço do widget de previsão do tempo nos Stories pode estar relacionado aos serviços de localização do seu iPhone. Ao ativá-lo, provavelmente, você conseguirá usar a função. Faça o seguinte: Passo 1: clique em "Ajustes" e role a tela até encontrar o ícone do Instagram. Passo 2: clique em ''Instagram" entre os apps instalados e, no menu a seguir, selecione '' Localização''. Encontre os serviços de localição do Instagram no iOS / Captura de tela: Bruno Salutes (Canaltech) Passo 3: neste menu, marque a opção ''Durante o uso do App''. Você também pode ativar a opção ''Localização precisa'', caso esteja usando o iOS 14, assim o sistema de previsão do tempo será ainda mais refinado. 10 funções do iOS 14 que você precisa testar Ative a lalização para o Instagram no iOS / Captura de tela: Bruno Salutes (Canaltech) Deixe seus stories do Instagram mais interessantes com truques simples Pronto! Volte ao Instagram e confira se o widget de tempo voltou nos Stories. Tempo sumiu do Stories: como resolver no Android Assim como no iOS, o sumiço da previsão do tempo no Stories pode estar relacionado com os serviços de localização. Para resolver esse problema, faça o seguinte: Passo 1: vá até o menu de 'Configurações do Sistema'. Passo 2: clique no menu "Apps'', role a lista até encontrar o ícone do Instagram. Agora, clique em 'Instagram', selecione 'Permissões do app'. Entre nas configurações de permissões do Instagram no Android / Captura de tela: Bruno Salutes (Canaltech) Passo 3: agora, dentro da tela de permissões, selecione local e, em seguida, clique em 'Permitir durante uso do app'. Permita que o Instagram acesse os serviços de localização / Captura de tela: Bruno Salutes (Canaltech) Agora que você ativou os serviços de localização para o Instagram, feche e abra o app novamente e tente usar o widget de tempo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Bolsa planeja novo índice com melhores empresas para trabalhar

Valor Econômico - Finanças Com o objetivo de oferecer novas referências de portfólio aos investidores brasileiros, a B3 planeja lançar em 2021 um índice de ações composto apenas por companhias que fazem parte do ranking das melhores empresas para trabalhar. A iniciativa é conduzida em parceria com a consultoria global Great Place To Work (GPTW), que produz a lista todos os anos no Brasil desde 1997. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

COVID-19 | Fim do isolamento pode causar estresse chamado "síndrome da cabana"

canaltech A pandemia tem gerado inúmeros impactos na população, e um deles diz respeito à saúde mental. Inclusive, já fizemos aqui no Canaltech um especial de duas partes justamente sobre essas consequências psicológicas da pandemia (você pode conferir a primeira parte aqui e a segunda parte aqui). No entanto, o fim do isolamento ou do distanciamento social pode causar em algumas pessoas um fenômeno que os psicólogos chamam de “síndrome da cabana”. 80% dos pacientes com COVID-19 têm sintomas neurológicos, segundo estudo O que é saúde mental e como ela impacta nosso dia a dia? Trata-se, basicamente, de um estresse adaptativo entre pessoas que possam passar por dificuldades emocionais ao ter que sair do estado de retiro em sua casa e voltar às atividades presenciais no trabalho, às compras no comércio, etc. Você já ouviu falar dessa expressão? Acontece que, diferente do pressuposto, a "síndrome da cabana" não é nova. Sua origem se dá no início do século XX, voltada a casos de pessoas que ficavam isoladas em períodos de nevasca no Hemisfério Norte e que depois tinham que retomar o convívio. Atualmente, ela diz respeito a trabalhadores que estão sempre afastados em razão do ofício. Em entrevista à Agência Brasil, psicólogas de diferentes regiões do Brasil explicam que todo tipo de isolamento pode desencadear a síndrome, principalmente se é um período extenso e que está ligado ao medo, e que essa transição de sair do ambiente confortável, e controlado, para o mundo lá fora pode soar como uma coisa ameaçadora e assustadora, num cenário em que sair não é mais natural como antes. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Fim do isolamento pode causar estresse adaptativo chamado "síndrome da cabana", segundo especialistas na área da psicologia (Imagem: Fernando Cferdo/Unsplash) Isso se dá principalmente porque, antes, as pessoas saíam de casa, estavam na rua e pronto, e agora não, têm que se preocupar com a máscara, têm que se preocupar em ter o distanciamento físico das pessoas. Para as pessoas com síndrome da cabana, a casa é o melhor lugar para estar, explicam as especialistas. A retomada das atividades pode ser pouco produtiva no momento inicial, e o recomendado é que as pessoas fiquem atentas aos sinais de ansiedade, medo e até pânico. Pode haver desconfortos como taquicardia, sudorese e dificuldade de dormir. O apetite pode mudar, desde a perda da fome até a ingestão de maior número de alimentos. As psicólogas orientam que cada pessoa mensure o seu estresse adaptativo. Uma sugestão é sair de casa com alguém em quem confie, e que também se previna contra a COVID-19. Outra dica é ensaiar a saída, iniciando com uma descida até a portaria do prédio ou ao portão da casa. Depois, em outro momento, alguns passos na rua, e mais adiante, passeios maiores para restabelecer a confiança. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Witzel entrega defesa ao tribunal misto que julgará impeachment

Valor Econômico - Finanças O governador afastado é suspeito de favorecer as organizações sociais (OSs) Unir Saúde e Iabas ao participar de um esquema de desvios de recursos da área de saúde, em meio à pandemia O governador afastado do Rio, Wilson Witzel (PSC), entregou sua defesa ao tribunal especial misto que julgará o processo de impeachment que pode cassar seu mandato com base em denúncias de corrupção. A peça de defesa, com 49 páginas, foi protocolada no fim da tarde desta segunda-feira pela banca de advogados, tendo à frente Ana Tereza Basílio. No documento, Witzel nega as acusações, que têm como uma das fontes principais o depoimento do ex-secretário de Saúde Edmar Santos, que assinou acordo de colaboração premiada com a Justiça. O governador afastado é suspeito de favorecer as organizações sociais (OSs) Unir Saúde e Iabas ao participar de um esquema de desvios de recursos da área de saúde, em meio à pandemia do novo coronavírus. “Não há uma linha sequer a apontar que o governador efetivamente sabia de fraudes supostamente cometidas nos processos de contratação do Iabas, nem que ele teria participado das atividades das pessoas que supostamente cometeram os atos (o Sr. Edmar Santos e o Sr. Gabriell Neves, v.g.) e nem que ele teria beneficiado a Unir, com a decisão por ele proferida”, afirma a peça de defesa. Neves é ex-subsecretário executivo da pasta estadual da Saúde e foi preso no início das investigações, quando acusou Edmar Santos, que havia sido seu chefe imediato, de ser o responsável pelas contratações irregularidades na compra de respiradores, testes e remédios para o combate à covid-19. O tribunal especial misto que julgará Witzel, num prazo de até seis meses, é formado por cinco deputados estaduais, cinco desembargadores e presidido por Claudio de Mello Tavares, presidente do Tribunal de Justiça fluminense. Para perder o cargo, o governador afastado terá de receber sete votos contrários do colegiado. Wilson Witzel Alexandre Cassiano/Agência O Globo Veja Mais

Telescópio Hubble registra 'tromba d'água' cósmica em imagem

Telescópio Hubble registra 'tromba d'água' cósmica em imagem

Tecmundo A Agência Espacial Norte Americana (NASA), em parceria com a Agência Espacial Europeia (ESA), divulgou nesta segunda-feira (19) uma impressionante imagem de uma "tromba d'água" cósmica. O fenômeno, capturado pelo Telescópio Espacial Hubble, se dá pela atração gravitacional entre o centro de duas galáxias, indicando a presença de um buraco negro.Imagem capturada pelo Telescópio Hubble. (Fonte: ESA/Hubble & NASA, SDSS, J. Dalcanton / Divulgação)Leia mais... Veja Mais

Eleições em BH: Agenda dos candidatos a prefeito nesta terça (20)

O Tempo - Política 15 candidatos estão na disputa pela prefeitura de Belo Horizonte Veja Mais

Total de mortes por covid-19 no Brasil passa de 154 mil, aponta consórcio de imprensa

Valor Econômico - Finanças De acordo com o balanço desta segunda (19),foram registradas 341 mortes pela doença de ontem pra hoje, chegando ao total de 154.226 óbitos O Brasil registrou 18.586 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de infectados a 5.251.127, segundo levantamento desta segunda-feira (19) feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde do país. A média móvel de casos foi de 21.218 por dia, um recuo de 22% em relação aos casos registrados em 14 dias. De acordo com o balanço de hoje, fechado às 20h, foram registradas 341 mortes pela doença de ontem pra hoje, chegando ao total de 154.226 óbitos provocados pelo novo coronavírus. A média móvel de novas mortes no Brasil na última semana foi de 502 por dia, uma queda de 23% em relação aos dados registrados em 14 dias. Os dados divulgados pelo consórcio de imprensa foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, “O Globo”, “Extra”, “O Estado de S. Paulo”, “Folha de S.Paulo” e UOL, que passaram a trabalhar de forma colaborativa desde o dia 8 de junho para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. Dados do governo Segundo o Ministério da Saúde, o país registrou 271 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim de hoje. Com isso, o total de óbitos provocados pela doença chegou aos 154.176, segundo as estatísticas oficiais. De acordo com o órgão foram contabilizados 15.383 novos casos de covid-19 de ontem para hoje, elevando o número de infectados para 5.250.727. Segundo a pasta, o último balanço, fechado às 18h, aponta 4.681.659 pacientes recuperados da doença e 414.892 sob acompanhamento. São Paulo é o Estado com mais mortes (38.035) e casos confirmados (1.064.039) de covid-19. A Bahia é o segundo Estado com mais casos (336.232) e o Rio de Janeiro é o segundo com mais óbitos (19.770). Veja Mais

Governo Trump parabeniza o presidente eleito da Bolívia

O Tempo - Mundo 'O presidente Trump e os Estados Unidos esperam trabalhar com o governo eleito boliviano', disse o chefe da diplomacia dos EUA Veja Mais

Barreiro aprova e região Leste de BH reprova Zema, aponta pesquisa

O Tempo - Política Aprovação geral do governador na capital é de 49,19% e desaprovação atinge 41,64% Veja Mais

Jogos protagonizados por mulheres crescem entre os grandes de 2020

canaltech Os principais jogos anunciados em 2020 possuem mais mulheres como protagonistas. Isso é o que mostra o levantamento do Feminist Frequency, plataforma que discute e busca soluções sobre questões de gênero na cultura pop, principalmente em games. Horizon Zero Dawn chega a Epic Games Store e Steam em agosto; veja os preços Análise | The Last of Us Part II e suas contas pesadas e manchadas de sangue The Last of Us Parte 2 | 11 elementos que seriam bem diferentes no jogo A ideia é encabeçada por Anitta Sarkeesian, uma ativista conhecida da indústria. Todo ano, o grupo faz o levantamento de games anunciados na E3 que contam com protagonistas mulheres. Sem o evento este ano, eles foram para uma abordagem diferente. O time pegou as apresentações isoladas que cada empresa fez neste ano e identificou todos os jogos destacados nos eventos entre 11 de junho a 10 de setembro. Segundo Sarkeesian, foram dois eventos da Sony, dois da Ubisoft, um da Electronic Arts e outro da Microsoft, abraçando as maiores empresas do mercado. O resultado foi de que, desde 2015 (quando o projeto começou), nunca houve um número tão significativo de protagonistas femininas nos games como agora. De todos os jogos analisados nestes eventos, 18% são protagonizados por mulheres. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Para Sarkeesian, este é um ponto diferente do histórico. Até então, o recorde era de 2015 com 9% dos títulos com protagonismo feminino. Ainda, ela pontua, é a primeira vez que a relação entre jogos que destacam homens e destacam mulheres é tão baixa. Geralmente, ela é o dobro, mas em 2020 foi uma diferença de apenas 5%. Histórico da pesquisa do Feminist Frequency (Foto: Feminist freqnecy/Wired) Mas será o bastante? “As razões para questionar se isso representa ou não uma mudança maior inclui o fato que mais de um terço dos jogos centrados em personagens femininas veio de apenas um evento: o da Sony de 11 de junho, chamado o Futuro dos Games”, descreve Sarkeesian em artigo para a Wired. “Queremos acreditar que isso significa que a Sony reconhece que um percentual importante de potenciais compradores do PlayStation são mulheres e eles destacaram estes jogos como um esforço consciente e contínuo para ganhar estas jogadoras”, completa. Vale destacar que a maioria dos jogos, ainda, oferece a opção de escolha para o jogador de personagens com diferentes gêneros. Segundo o levantamento, neste ano, foram 54% deles com esta possibilidade. Para algumas pessoas, isso já seria suficiente, mas Sarkeesian aponta que não. Assine já: Xbox Game Pass Ultimate é um pacotão que inclui o Live Gold, biblioteca com mais de 100 jogos de Xbox e PC, além de descontos exclusivos! “A resposta é muito simples. Claro que são bem vindos os games que permitem a opção de criar e personalizar os seus personagens, mas está uma categoria diferente dos games que destaca personagens definidos e específicos. Uma pessoa que jogue Horizon: Zero Dawn ou The Last of US Part II vai se colocar no lufar de personagens femininas definidas e viver os esforços do jogo para que eles identifiquem com isso e se relacionem com o personagem”, rebate a ativista. Por fim, ela pontua que a simples equiparação numérica também não é a solução para o problema de desigualdade de gênero nos games. “Melhores representações de raça, sexualidade e identificação de gênero também são cruciais”. Os dados completos sobre o estudo estão disponíveis no site Feminist Frequency, com os estudos de outros anos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Figura de um gato é descoberta entre as Linhas de Nazca

Figura de um gato é descoberta entre as Linhas de Nazca

Tecmundo As linhas de Nazca – imagens impressas na areia do deserto de mesmo nome, ao sul do Peru – ganharam mais um desenho: um gato, impresso qual uma água forte na encosta da colina Mirante Natural, estava quase desaparecendo quando foi desenterrado e restaurado por uma equipe de arqueólogos peruanos que trabalhavam na manutenção do conjunto de desenhos que hoje é Patrimônio da Humanidade.“A figura mal era visível e estava prestes a desaparecer porque está situada em uma encosta bastante íngreme e sujeita aos efeitos da erosão natural”, disse o Ministério da Cultura peruano, em um comunicado.Leia mais... Veja Mais

Eleições em BH: Marília Domingues defende população armada

O Tempo - Política Candidata do PCO disse também que polícias são “braços armados da burguesia” Veja Mais

Bolsonaro torna permanente benefício para produtores de refrigerante

Valor Econômico - Finanças O novo decreto terá validade quatro meses após a sua publicação, ou seja, em fevereiro O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto que fixa, com prazo indeterminado, em 8% a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) cobrada sobre os concentrados para refrigerantes. A medida é positiva para os produtores de refrigerantes localizados na Zona Franca de Manaus. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Twitter | Ataque de julho teve origem em golpe aplicado em funcionários

canaltech O ataque hacker massivo sofrido pelo Twitter em julho ganhou mais episódios. De acordo com informações, essa invasão foi possível porque os criminosos conseguiram acessar o login da VPN do Twitter por meio das contas de funcionários, que foram enganados com este propósito. Maior ataque hacker ao Twitter pode ser obra de jovem de apenas 17 anos Hackers do Twitter tinham 130 perfis como alvo de ataques Hackers do Twitter levaram mais de R$ 600 mil; empresa fala em engenharia social De acordo com nota do Tech Radar, os hackers telefonaram para membros da equipe que afirmavam ser do departamento de TI da rede social antes de solicitar as credenciais. Depois disso, o que se sabe é que os criminosos conseguiram criar um site que era idêntico ao utilizado pelo staff do Twitter e assim foram feitas as invasões posteriores. A forma que os hackers utilizaram para burlar os sistemas de VPN do Twitter se mostraram efetivas muito em função da ausência de funcionários trabalhando no QG da empresa. Antes de logarem em seus respectivos computadores, é bem comum que os funcionários utilizem um acesso via VPN, o que, claro, facilitou para toda a farsa ser criada. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Barack Obama foi uma das vítimas do ataque hacker ao Twitter (Imagem: Barack Obama/ Twitter/ Divulgação) Um relatório do NYDFS (New York Department of Financial Services ou Departamento de Serviços Financeiros de Nova York, em tradução livre) esclareceu melhor o ocorrido e escancarou a simplicidade do ataque, que foi feita de maneira bem direta e conseguiu ultrapassar as inúmeras barreiras de segurança do Twitter, o que, claro, colocou a empresa em xeque. “As implicações do hack do Twitter vão muito além dessa fraude comum. Existem exemplos bem documentados de mídia sociais sendo usadas para manipular mercados e interferir nas eleições, muitas vezes com o simples uso de uma única conta comprometida ou um grupo de contas falsas. Nas mãos de um adversário perigoso, o mesmo acesso obtido pelos Hackers — a capacidade de assumir o controle da conta de qualquer usuário do Twitter — pode causar danos ainda maiores", mostra trecho do relatório. Entre as vítimas desse ataque estão nomes como do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e do CEO da Tesla, Elon Musk. Entre os golpes aplicados com o domínio dos hackers, estavam propostas de compra de Bitcoins e vendas de produtos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

A lista dos 10 filmes mais pirateados da semana (19/10/2020)

A lista dos 10 filmes mais pirateados da semana (19/10/2020)

Tecmundo Com um novo líder, o ranking dos filmes mais pirateados da semana foi atualizado nesta segunda-feira (19), pelo TorrentFreak. Além da troca de liderança, anteriormente ocupada por Mulan e agora com Love and Monsters, a classificação também traz outras novidades em relação à edição passada.Lançado recentemente nas plataformas digitais, o longa estrelado por Dylan O’Brien fez sucesso nos serviços de downloads de torrents, sendo o título mais baixado da última semana. Na história, um jovem que vive no subsolo, junto com o que restou da humanidade, resolve se arriscar na superfície para tentar encontrar a namorada, encarando criaturas gigantes.Leia mais... Veja Mais

Candidato a vereador em Bandeira do Sul assassina companheira com 13 facadas

O Tempo - Política Momentos antes do crime, casal teve um atrito por causa da porta da geladeira aberta; homem conseguiu fugir Veja Mais

Jeff Bridges, astro de 'O Grande Lebowsky' e ganhador do Oscar de melhor ator, revela que foi diagnosticado com linfoma

G1 Pop & Arte 'Embora seja uma doença grave, sinto que tenho sorte por ter uma ótima equipe de médicos, e o prognóstico é bom', escreveu ele, que tem 70 anos, em rede social. 'Estou começando o tratamento, e vou manter vocês informados sobre a minha recuperação.' Jeff Bridges exibe as mãos após deixar sua marca na Calçada da Fama em Hollywood, Los Angeles Rich Fury/Invision/AP O ator americano Jeff Bridges, conhecido por filmes como "O grande Lebowsky" (1998) e ganhador do Oscar por "Coração louco" (2009), revelou nesta segunda-feira (19) que foi diagnosticado com linfoma. "Embora seja uma doença grave, sinto que tenho sorte por ter uma ótima equipe de médicos, e o prognóstico é bom'" escreveu ele, que tem 70 anos, em uma rede social. "Estou começando o tratamento e vou manter vocês informados sobre a minha recuperação." Em seguida, Bridges agradeceu pelas mensagens de apoio e convocou os seguidores a votar nas eleições presidenciais americanas: "Sou profundamente grato pelo amor e apoio da minha família e dos meus amigos. Obrigado por suas orações e desejos de boa sorte. E, já que estamos aqui, lembrem-se de votar. Porque estamos todos juntos nessa. http://Vote.org. Com amor, Jeff". O linfoma é um câncer que afeta as células do sistema linfático – ele é uma parte importante do sistema imunológico. Trata-se do sistema de defesa do nosso organismo, que ajuda a combater infecções. No linfoma, essas células passam a se proliferar de forma descontrolada (clique aqui para saber mais sobre a doença). The Dude (ou O Cara) Jeff Bridges, John Goodman e Steve Buscemi em 'O Grande Lebowski' Divulgação Ao longo de uma carreira iniciada ainda na década de 1950, Bridges teve sete indicações ao Oscar e levou a estatueta uma vez. O papel que lhe rendeu o prêmio foi o de um cantor country alcoólatra que tenta voltar aos seus dias de glória. Já no célebre e cult "O grande Lebowsky", dirigido pelos irmãos Ethan e Joel Coen, ele foi um maconheiro que vivia de roupão de banho, num filme estranho sobre boliche. O longa não ganhou o Oscar, teve críticas apenas medianas e não chegou a fazer sucesso de bilheteria. Mas se tornou fenômeno cultural. Foi criada, inclusive, uma seita – o "Dudeism", inspirado no personagem de Bridges, The Dude (O Cara, em português). Clique aqui para ler mais. VÍDEOS: Semana Pop Veja Mais

COVID-19 | Vermífugo nitazoxanida pode auxiliar no tratamento, diz governo

canaltech Em esforços contra a COVID-19, pesquisadores brasileiros lideram uma série de estudos com potenciais vacinas e remédios para combater infecções do novo coronavírus (SARS-CoV-2). Nesta segunda-feira (19), o ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, defendeu que o vermífugo nitazoxanida pode ser um aliado no tratamento precoce da doença, a partir de resultados de uma pesquisa coordenada pela pasta. COVID-19 | Ministro da Ciência e Tecnologia lança estudo usando vermífugo Annita COVID-19 | OMS faz alerta para segunda onda de contágios: "está chegando" OMS questiona série de remédios usados no tratamento da COVID-19 "Nós temos agora um medicamento comprovado cientificamente que é capaz de reduzir a carga viral. Com essa redução da carga viral, significa que reduz o contágio. As pessoas que tomam o medicamento assim que fazem o teste diagnóstico e descobrem que estão com COVID-19, toma o medicamento nos primeiros dias, essa pessoa contamina menos outras pessoas. E mais, diminui a probabilidade de essa pessoa aumentar os sintomas, ir para o hospital e falecer", afirmou o ministro Pontes. Governo defende que vermífugo nitazoxanida pode ajudar no tratamento precoce da COVID (Imagem: Reprodução/ Fernando Bergamo) De acordo com o governo, os testes clínicos com voluntários mostraram que o medicamento contra vermes reduziu a carga viral de pacientes com a COVID-19, quando foi tomado em até três dias depois do início dos sintomas. Por enquanto, não se sabe qual foi o percentual de eficácia do medicamento e nem a diferença observada no quadro de pacientes que não o receberam. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Isso porque ainda não foram compartilhados, de forma pública, os resultados do estudo com o vermífugo nitazoxanida. Em resposta a essa questão, a pasta alega que o trabalho foi submetido para a análise de uma revista científica e, por esse motivo, não podem ainda compartilhar os detalhes do estudo. Pesquisa com vermífugo  Segundo o ministro Pontes, mais de 1,5 mil voluntários de sete cidades do Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro participaram do estudo clínico com o vermífugo nitazoxanida. No entanto, não foram todos os participantes que receberam o antiparasitário. Isso porque um grupo foi medicado com a nitazoxanida e o outro tomou um placebo. “Ele [nitazoxanida] é de baixo custo, não tem efeitos colaterais importantes” afirmou Pontes. “A nitazoxanida não pode ser usada para fazer prevenção [da Covid-19]”, ressaltou o ministro durante o evento. Além dele, a coordenadora geral do estudo, Patrícia Rieken Macedo Rocco, chefe do Laboratório de Investigação Pulmonar do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF) da UFRJ, afirmou: “Houve uma redução significativa da carga viral neste grupo”. Nitazoxanida e COVID-19? No Brasil, a nitazoxanida é um medicamento conhecido pelos nomes comerciais de Azox e Annita e é, normalmente, receitado como parte do grupo dos antiparasitários e vermífugos. Entretanto, é conhecido que esse remédio também tem uma ação antiviral e, por isso, pode ser receitado em casos de alguns rotavírus. Nitazoxanida é discutida há meses no Brasil para o combate da COVID-19. Nesse cenário, a droga passou a ser vendida apenas com prescrição médica em abril deste ano para evitar uma onda de automedicação. Só que uma decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em setembro, retirou a exigência de retenção da receita. Mesmo com o anúncio do governo, o uso do medicamento contra a COVID-19 apresenta algumas polêmicas. Isso porque o Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP publicou um estudo, em setembro, onde se verificou que a fórmula da nitazoxanida tem atividade antiviral in vitro contra o coronavírus, mas não seria eficaz no tratamento humano. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Deputado pede investigação contra Heleno por 'monitoramento' de ambientalistas

O Tempo - Política Parlamentar sustenta que Heleno violou o princípio da moralidade e cometeu improbidade administrativa, abuso de autoridade, desvio de finalidade e prevaricação Veja Mais

Eleições 2020: Boulos diz que teve celular clonado

O Tempo - Política Candidato do PSOL às prefeitura de SP também afirmou que estão pedindo dinheiro em seu nome e aciona Justiça Veja Mais

Previdência aposta em incentivo para retomar fôlego

Valor Econômico - Finanças Entre ações promocionais e de educação financeira, as empresas que oferecem previdência privada aberta vêm trabalhando para o segmento voltar a crescer no Brasil, após perder força durante a pandemia. Dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) mostram que nos meses de março, abril e maio — no auge da crise — os fundos de previdência tiveram mais resgates do que aplicações, resultando num saldo líquido negativo acumulado de R$ 7,2 bilhões. Os meses seguintes já mostraram recuperação, com destaque para julho, com captação líquida de R$ 12,8 bilhões. No ano até setembro, o saldo está positivo em R$ 22,6 bilhões, apesar de mostrar queda de 6,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Governo dá início a processo de fusão entre Valec e EPL

O Tempo - Política A previsão é que o plano de reestruturação seja apresentado em três meses e o processo de junção esteja concluído em nove meses Veja Mais

TJ-SP determina bloqueio de recursos na conta da funcionária do devedor

Valor Econômico - Finanças Credor a localizou porque ela pagava mensalidades escolares dos filhos de empresário O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) tem apostado em soluções arrojadas contra devedores para que quitem suas dívidas. Em uma nova decisão incomum, os desembargadores determinaram o arresto (bloqueio provisório) de recursos na conta bancária da funcionária de um devedor. O credor, um banco, a localizou porque era ela quem pagava as mensalidades escolares dos filhos do patrão em uma escola frequentada pela alta sociedade paulistana. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Grupo Big Brasil divulga prospecto preliminar de IPO

Valor Econômico - Finanças Companhia destaca ser a líder em varejo alimentar no Nordeste e no Sul do Brasil e a terceira maior do país. O Big tem 389 lojas, espalhadas por 181 cidades O Grupo Big Brasil, que opera a rede de varejo alimentício anteriormente controlada pelo Walmart, publicou hoje prospecto preliminar de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A rede, atualmente controlada pela Advent por meio do Fundo de Investimento em Participações Momentum (81,14%), mas ainda com participação minoritária (18,86%) do Walmart, pretende realizar oferta primária — com emissão de novas ações — e secundária — com negociação de fatia dos atuais sócios. A coordenação da oferta é liderada pelo Itaú BBA com o apoio de Bank of America, BTG Pactual, Credit Suisse, Bradesco BBI e J.P. Morgan. Segundo dados do prospecto, o lucro líquido do Grupo Big no acumulado de nove meses até setembro foi de R$ 3,06 bilhões, revertendo prejuízo de R$ 80 milhões obtido no mesmo período do ano passado. A receita líquida de janeiro a setembro foi de R$ 15,71 bilhões, alta de 5,4%. Ainda no prospecto, a companhia destaca ser a líder em varejo alimentar no Nordeste e no Sul do Brasil e a terceira maior do país. O Big tem 389 lojas, espalhadas por 181 cidades, em formatos como atacarejo, hipermercados, clubes de compras e supermercados. Com relação ao montante que será levantado na oferta primária, a companhia pretende utilizar os recursos em aberturas de novas lojas de atacado e postos de combustível; conversão de lojas de varejo em lojas de atacado; reformas de lojas existentes; e investimentos em sistemas de tecnologia da informação e outros projetos. A fixação do preço por ação e do montante a ser movimentado pelo IPO ainda depende de procedimento de coleta de intenção de investimentos (“bookbuilding). Veja Mais

Brasil e EUA assinam protocolo de comércio e cooperação econômica

G1 Economia Acordo envolve temas não tarifários e prevê, por exemplo, uso da tecnologia para facilitar comércio. Protocolo inclui anexo 'anticorrupção'. Os governos do Brasil e dos Estados Unidos assinaram nesta segunda-feira (10) um protocolo adicional ao Acordo de Comércio e Cooperação Econômica bilateral (Atec), criado em 2011. A assinatura aconteceu em cerimônia virtual e fechada. O acordo, segundo o Ministério das Relações Exteriores, ficou inativo até 2019 – quando foi escolhido como foco da aproximação entre os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump. Até agora, no entanto, não havia qualquer medida prática em vigor. O pacote comercial é formado por temas não tarifários, relacionados à cooperação técnica e à troca de experiências. De acordo com o material divulgado pelo Itamaraty, o pacto inclui mecanismos de: facilitação de comércio e cooperação econômica; boas práticas regulatórias, e anticorrupção. "O novo Protocolo também estabelece as bases de futuras discussões para aprofundar e expandir os trabalhos sob o Acordo ATEC. Os dois países buscarão identificar setores prioritários para reduções adicionais de barreiras ao comércio sob perspectiva mais ampla afeta ao relacionamento econômico e comercial bilateral", dizem os governos em comunicado conjunto divulgado nesta segunda. Impacto político Em termos políticos, a aproximação entre Brasil e Estados Unidos é usada como plataforma pelos presidentes dos dois países. Em setembro, por exemplo, o governo Jair Bolsonaro renovou uma cota de importação sem taxa do etanol norte-americano (feito de milho) -- em troca, recebeu uma cota adicional para exportar açúcar. Em março, Bolsonaro disse ter conversado com Trump sobre livre-comércio entre Brasil e EUA Nos Estados Unidos, Trump está em franca campanha pela reeleição – a votação já começou e termina em menos de um mês. As cotas de importação e exportação desses produtos afetam, por exemplo, a relação dos governos com o setor agrário e com a indústria petrolífera. O Itamaraty afirmou que a assinatura do pacote comercial insere-se em um contexto da política de comércio exterior brasileira em que o “principal objetivo é criar um ambiente econômico favorável aos negócios e à reinserção competitiva do Brasil na economia internacional”. De acordo com o ministério, o governo brasileiro deseja que o pacote forme a base de um amplo acordo comercial a ser futuramente negociado entre os dois países. Facilitação de comércio O primeiro anexo trata das operações de exportação, importação e trânsito aduaneiro de mercadorias. Os compromissos assumidos por Brasil e Estados Unidos querem reduzir a burocracia do comércio exterior, diminuindo prazo e custo das operações. Segundo o Itamaraty, essas medidas contam com compromissos que alcançam as autoridades aduaneiras e agências governamentais intervenientes no comércio exterior. O uso de tecnologias no processamento das exportações e importações, como a utilização de pagamentos e documentos eletrônicos. Há também seção destinada ao tratamento a ser conferido a produtos agrícolas, de especial interesse do Brasil e dos Estados Unidos, grandes exportadores nesse setor. O documento prevê, ainda, que os países trabalharão em conjunto para a celebração de um Acordo de Reconhecimento Mútuo dos seus Programas de Operadores Econômicos Autorizados (OEA). Boas práticas regulatórias O segundo anexo faz referência a "boas práticas" regulatórias, processos, sistemas, ferramentas e métodos reconhecidos internacionalmente para a melhoria da qualidade da regulação. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o protocolo negociado com os Estados Unidos constitui uma importante etapa na evolução recente de desenvolvimento e incorporação de instrumentos de boas práticas regulatórias pelo Brasil. O Itamaraty afirma que o texto negociado com os Estados Unidos é “moderno e com compromissos vinculantes sobre o tema, além de prover garantia da adoção de práticas similares em um dos principais mercados para as exportações e investimentos brasileiros”. Anticorrupção Segundo o Itamaraty, o terceiro anexo reafirma esforços anticorrupção de Brasil e Estados Unidos. A pasta não deu detalhes do texto, mas diz que ele está “em linha com recentes iniciativas do Brasil” e “expande, para além da esfera estritamente criminal, a atuação doméstica e a cooperação internacional anticorrupção, ao abarcar também as esferas civil e administrativa”. O Itamaraty afirma ainda que o protocolo é uma evolução na tarefa de combater, mediante a recuperação de ativos, o eixo central das operações criminosas, seus fluxos financeiros. Veja Mais

Manda Jobs | Seleção das melhores vagas de emprego em tecnologia (19/10/2020)

canaltech Bem-vindos ao Manda Jobs! Todas as segundas-feiras, selecionamos as melhores vagas de emprego em TI para te ajudar na busca pelo emprego ideal. Por aqui, vocês verão oportunidades em empresas de tecnologia e startups, além de boas vagas em áreas de tecnologia em empresas dos mais variados setores. Confira! Ramper Plataforma de prospecção digital de vendas do Brasil, a Ramper - com sede em São Paulo - acaba de anunciar a abertura de 15 novas vagas de emprego. As oportunidades são para profissionais especializados em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), Vendas, Marketing, Customer Success, RH e Finanças. Time da Ramper: vagas abertas para áreas como P&D, Marketing, RH e Finanças (Imagem: Divulgação / Ramper) Os interessados em participar do processo seletivo da Ramper devem enviar o currículo para o querorampar@ramper.com.br. A preferência da startup é por candidatos que consigam se comunicar de uma maneira simples e direta porque é a pessoa certa para a vaga, sem utilizar termos e mensagens rebuscadas. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Leo Learning Especializada em educação corporativa digital e mestre em Tecnologias Educacionais pela University of Oxford, a LEO Learning Brasil, anuncia a abertura de uma vaga para Produtor de Eventos Digitais, no Rio de Janeiro. O candidato necessita ter disponibilidade para viagens, habilidade em negociar e em estabelecer parcerias, boa comunicação, liderança, organização, trabalho em equipe e perfil hands-on. Os interessados podem enviar o currículo para rosimeirerocha@hotmail.com (apenas se for compatível com o perfil) junto com sua pretensão salarial. Decoy Primeira empresa a levar o conceito de controle biológico para a área de saúde animal no mundo,a Decoy está com duas vagas abertas; uma para estágio e outra para uma bolsa da Fapesp. Para a vaga de estágio na equipe de Sucesso do Cliente, setor responsável por otimizar a experiência dos produtores e acompanhar de perto a jornada com a Decoy, é preciso ter um perfil comunicativo, empático e com vontade de aprender. A vaga inclui áreas de atuação como agronomia, zootecnia, veterinária, biologia e/ou pecuária. Para mais informações, é só preencher o formulário nesse link. Para a oportunidade da Bolsa Fapesp TT3, é preciso estar graduado no nível superior e não possuir reprovações no histórico. A vaga inclui atividades como auxílio nos processos de produção na biofábrica da Decoy e auxílio no desenvolvimento de projetos da área de Pesquisa e Desenvolvimento. Os interessados podem enviar o currículo para o e-mail oportunidades@decoysmart.com. trampos.co Plataforma que conecta profissionais de comunicação e tecnologia à empresas de todo o Brasil, a trampos.co, está com 15 novas vagas para compor suas equipes internas. As oportunidades são para Copywriter Sênior, Inside Sales Representative, Coordenador(a) de Marketplace, Estagiário(a) em Relacionamento, entre outras que estão disponíveis neste link. As vagas variam entre efetivos, estágios e freelancers, todas para trabalho home office. Os interessados devem se candidatar nos links acima de acordo com a vaga de preferência. WiBX A WiBX, utility token que promove um programa de fidelização entre os varejistas e consumidores por meio das moedas digitais está com 9 vagas abertas. As oportunidades são para os cargos de Programadores Full Stack, Front End Júnior, Estágio em Designer Front End e UX Designer. Os interessados podem se candidatar as vagas acessando este site. Enext Empresa do grupo WPP focada em soluções para negócios digitais, a Enext anuncia a abertura de 20 novas vagas de emprego. As oportunidades são para profissionais especializados em Frontend, Backend, UX/UI Design, CRM, entre outras. Os interessados devem enviar o currículo para este e-mail ou se candidatar diretamente neste link. A preferência da empresa é por pessoas que já tenham alguma experiência no mercado digital e e-commerce. Target Mais Agência de marketing digital que trabalha com performance integrada para o mercado de pequenas e médias empresas, (PME), a Target Mais abriu duas novas vagas de emprego. Uma das oportunidades é para o cargo de SDR – Agente de Negócios, que fica responsável por realizar a prospecção de clientes e primeiro diagnóstico para leads. O candidato precisa ter boa comunicação, capacidade de argumentação, perfil analítico, estratégico e com foco em resultados. A segunda vaga é para Customer Success de franquias (Analista de pós), profissional que ficará responsável pela estratégia de pós venda, busca constante de melhorias e inovação no dia a dia. Boa comunicação verbal e escrita, proatividade, organização, saber trabalhar com prazos e horários, e nível intermediário de Excel são essenciais. Os interessados devem enviar o currículo para este e-mail. Grupo Ultra Holding que reúne empresas como Ultragaz, Ultracargo, Oxiteno, Ipiranga e Extrafarma, e novas iniciativas, como o "Abastece Aí" e a UVC Investimentos, o Grupo Ultra abre inscrições para seu Programa de Estágio 2021. As oportunidades são para candidatos do penúltimo e último ano, e alunos de cursos de graduação como Administração, Economia, Tecnologia da Informação, Engenharia (todas as vertentes), Contabilidade, Ciências Atuariais. Os interessados em ingressar no Programa de Estágio devem ter conhecimentos do pacote Office e inglês intermediário (requisitos não eliminatórios), além de serem curiosos, com visão crítica, senso empreendedor, boa comunicação interpessoal, proatividade e facilidade com trabalho em equipe. As inscrições podem ser feitas nesse site, com o prazo se encerrando no próximo dia 27 de outubro. Serão aceitos estudantes que estejam no penúltimo e último ano de graduação, nos cursos de Administração, Economia, Tecnologia da Informação, Engenharia (todas as vertentes), Contabilidade e Ciências Atuariais. Programa de estágio do Grupo Ultra: job rotation em diversas áreas do conglomerado (Imagem: Divulgação / Grupo Ultra) Entra os requisitos estão inglês intermediário e conhecimento do pacote Office, ainda que eles não sejam eliminatórios. No perfil esperado dos candidatos, a holding busca jovens curiosos, com visão crítica, senso empreendedor, boa comunicação interpessoal, proatividade e facilidade com trabalho em equipe. As vagas estão disponíveis para estudantes que residam em São Paulo e na região de Campinas. Por conta da pandemia do novo coronavírus, as etapas do processo seletivo serão 100% online. Serão realizados testes de fit cultural (quando é avaliado se candidato possui ideias alinhadas com a visão, missão e valores da empresa), produção de case, dinâmica de grupo e entrevistas finais com gestores. O processo será conduzido pela consultoria Eureca, com envolvimento da área de Recursos Humanos do Grupo Ultra em todas as etapas, além da participação dos gestores na divulgação do programa, na avaliação de cases e nas entrevistas finais. Uma vez aprovado, o estagiário realizará job rotation nas áreas da Holding, com duração de seis meses em cada uma, com desenvolvimento de projetos e apresentação dos trabalhos realizados ao final de cada ciclo. Além disso, ele terá treinamentos técnicos e comportamentais, com a gestão realizada por profissionais da holding. Cadastra A Cadastra, empresa híbrida entre agência digital de performance, serviços de consultoria e tecnologia, está com 29 vagas abertas em diferentes cargos e disciplinas do Marketing Digital e Tecnologia. Todas as vagas estão disponíveis neste link. A empresa é a nova parceira de Marketing Cloud da Salesforce, multinacional especializada em software sob demanda, podendo atuar tanto no apoio à implementação como na própria revenda dessas soluções a seus clientes. Zukerman Leilões A Zukerman Leilões, empresa especializada na realização de leilões de imóveis de origem judicial e extrajudicial, está com vagas em aberto para a área de TI. São oportunidades para programador PH, pleno e sênior, e para assistente jurídico júnior, para a área de jurídico. São vários níveis das vagas e os salários variam bastante, além de benefícios como bônus sobre performance, vale transporte, vale refeição e assistência médica. As vagas estão no LinkedIn da empresa e você pode acessá-las neste link. Os interessados podem enviar o currículo para contato@zukerman.com.br. Deep Center A Deep Center é uma empresa de gestão da Informação, advanced analytics e modelagem preditiva para escritórios de cobrança, gestão de ativos, financiamentos, renegociação de dívidas, seguros, vendas, cobrança, SAC e contact centers. A empresa está com uma vaga aberta para Analista de Planejamento e para estagiário em tecnologia. Os interessados podem verificar os requisitos e se inscrever para a vaga pelo LinkedIn. Corebiz A Corebiz, especializada em oferecer soluções em marketing digital para varejistas on-line e omnichannel, está disponibilizando cerca de 60 vagas para atuações em seus escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires, na Argentina e Cidade do México. Os candidatos podem se candidatar para as vagas de Analista de Mídia (Performance e Social Media), Desenvolvedor, UX UI Designer, Front-end, 2 UX Designer, Desenvolvedor Back-end e Desenvolvedor Front, enviando currículo para: rh@corebiz.ag. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

"Dino zumbi" | Brasileiros descobrem dados inéditos sobre doença em dinossauros

canaltech Paleontólogos brasileiros acabam de apresentar os resultados de um estudo que traz detalhes sobre uma doença misteriosa que atingia os dinossauros, com base em uma criatura que viveu no oeste paulista há nada menos que 80 milhões de anos. Cientistas identificam extinção em massa que deu origem aos dinossauros Nova espécie de dinossauro semelhante ao Tiranossauro Rex é descoberta na Europa Dinossauros eram gigantes e pesados, mas com ossos levinhos, sugere estudo Devido à aparência debilitada dos fósseis do dinossauro, ele foi batizado carinhosamente pelos cientistas de "dino zumbi". O animal saurópode, da família dos titanossauros, contava com vários caroços esponjosos no seu osso da perna, como se fossem pequenas lesões, e então a equipe decidiu investigar o que estava acontecendo com essa criatura, mostrando que os últimos dias de vida deste dinossauro não foram nada fáceis. Imagem: Reprodução/Hugo Cafasso A pesquisa Aline Ghilardi, professora de paleontologia da Universidade do Rio Grande do Norte (UFRN), e Marcelo Fernandes, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), vêm estudando uma coleção de fósseis de dinossauros desde 2006, coletados no noroeste paulista, hoje abrigados no Laboratório de Paleocologia e Paleoicnologia (LPP) da UFSCar. Dentre os fósseis estão restos de dinossauros carnívoros e herbívoros que, lá no Período Cretáceo, tiveram como moradia o que hoje é o estado de São Paulo. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Até que há três anos, em 2017, Ghilardi notou os detalhes do osso da perna do dinossauro, observando algo que nunca havia sido debatido antes. Entre as características do material estavam as lesões, que até pareciam apontar para um câncer nos ossos, mas no ano seguinte, com a colaboração de Tito Aureliano, pesquisador especializado em dinossauros da UFRN, com foco em estudo de tecidos fossilizados, os fósseis começaram a ser analisados em nível microscópico. Imagem: Cortesia/Aureliano e colaboradores "Se conhece muito pouco sobre doenças do passado, sobretudo ao nível histológico. A maioria das pesquisas deste tipo foca em descrever as amostras ao olho nu ou apenas com o auxílio de radiografias simples e falham ao investigar dentro dos ossos para entender mais sobre o desenvolvimento das doenças. Esta seria uma excelente oportunidade para avançar no conhecimento sobre doenças pré-históricas", dizem os pesquisadores. Metodologia O próximo passo do estudo foi fazer um exame de tomografia computadorizada do fóssil na Escola de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), que chegou à conclusão de que o animal sofria de uma doença chamada osteomielite aguda, uma infecção nos ossos que pode provocar a deformação deles. Inclusive, a condição não é exclusiva de animais, acometendo humanos e outras criaturas até os dias de hoje. Os cientistas contam que a tomografia gerou um modelo 3D do fóssil, sendo a primeira vez que isso ocorreu em fósseis com este tipo de patologia, mostrando que a lesão não era apenas externa e apresentando as lesões salientes, como também atingia a camada mais interna do material. "Considerando como essa doença age em organismos atuais, o dinossauro deve ter sofrido muito até atingir o estado grave que observamos, com a formação destes caroços e feridas abertas expelindo pus pelas pernas, braços e corpo. O aspecto geral lembraria muito o de um dino Zumbi", explica Aureliano. Imagem: Cortesia/Aureliano e colaboradores Mas a descoberta não se encerrou com o diagnóstico geral da doença. No momento da revisão do artigo, os cientistas envolvidos perceberam a ausência de dados histológicos sobre a condição, ou seja, ainda não era conhecido em nível microscópico. As pesquisas voltaram e Aureliano separou lâminas finas do tecido fossilizado, a fim de estudar a infecção com mais detalhes e também trazer mais respostas. De acordo com os resultados da análise das lâminas, os pesquisadores descobriram que a inflamação óssea foi além dos caroços: quando a ferida se abriu, bactérias aproveitaram o espaço para colonizá-lo. O dinossauro estudado já era um animal idoso quando morreu, mas os cientistas não acreditaram que isso seria motivo para o seu falecimento, e também não havia qualquer sinal de que a infecção teria sido causada por fraturas ou mordidas de outras criaturas. Fresia Ricardi Branco, da Unicamp, detectou então, em amostras fossilizadas de tecido, a existência de microfósseis abrigado nos canais vasculares do osso, mostrando mais de 10 microorganismos fossilizados. Foi quando Carolina Nascimento, paleoparasitóloga da UFSCar, foi convidada para analisar a amostra com mais detalhes e trazer novas respostas. A especialista detectou a presença de mais de 70 microorganismos parecidos dentro do osso do animal, chegando à conclusão de que se tratava de um tipo de parasita sanguíneo. Imagem: Cortesia/Aureliano e colaboradores Graças à insistência no estudo, esta foi a primeira vez que cientistas encontram parasitas preservados dentro de ossos de dinossauros. Antes disso, a maior conquista era de parasitas pré-históricos dentro de insetos preservados em âmbares ou ainda fezes fossilizadas. Os paleontólogos também conduziram uma análise geoquímica na Unicamp, descobrindo que os microorganismos foram fossilizados através de um processo chamado fosfatização, e que a fossilização aconteceu de forma rápida. Por isso, os microorganismos ficaram tão preservados no hospedeiro, nos possibilitando a descobrir o que afligia esse dinossauro milhões de anos atrás. Conclusões Ainda não foi possível, no entanto, determinar se os parasitas encontrados nos ossos do titanossauro foram os responsáveis pelo aparecimento das lesões, ou ainda se essas feridas apenas facilitaram a colonização dos parasitas. As análises continuarão sendo feitas tanto por Ghilardi quanto por Nascimento, em um projeto que foi capaz de unir o trabalho em fósseis baseado em histologia, patologia e parasitologia, abrindo caminho para futuros estudos. "Esta descoberta é muito importante para a paleontologia como um todo, pois abre novas perspectivas no estudo de doenças pré-históricas e na compreensão da evolução de enfermidades que existem até hoje", contou Aline ao Canaltech. "Isso é excepcional e coloca o Brasil e os pesquisadores brasileiros em uma posição de destaque na paleontologia do mundo. A partir de agora, pesquisadores do mundo todo vão olhar os seus fósseis com outros olhos, por causa de um trabalho produzido aqui. Já fizemos várias análises no parasita, já temos uma identificação e este trabalho deverá ser publicado em breve. Continuaremos analisando fósseis encontrados no mesmo sítio, no oeste paulista, em busca de mais evidências dessa curiosa interação pretérita", completa. O artigo completo pode ser lido no ScienceDirect. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Comissão do Senado aprova diretores da Autoridade Nacional de Proteção de Dados

O Tempo - Política A estrutura do órgão, contudo, ainda não está definida. Veja Mais

Damares defende cadeia para Robinho por condenação em caso de violência sexual

O Tempo - Política "Querem mais o quê? Cadeia. Nenhum estuprador pode ser aplaudido. O cara quer voltar para o campo para posar como herói?", questionou a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Veja Mais

Marcelo Souza e Silva propõe Segurança com mais tecnologia e integração

O Tempo - Política Candidato do Patriota diz que falta de articulação e vontade da atual administração afetam autoestima do belo-horizontino Veja Mais

Relembre os casais famosos que terminaram em 2020

O Tempo - Diversão - Magazine A lista conta com Luísa Sonza e Whindersson Nunes, Marília Mendonça e Murilo Huff e Gusttavo Lima e Andressa Suita; veja os casais Veja Mais

Decreto autoriza uso das Forças Armadas nas eleições de 2020

Valor Econômico - Finanças Os locais em que as Forças Armadas vão atuar serão definidos em conjunto com o TSE A Presidência da República editou nesta segunda-feira (19) um decreto que autoriza o uso das Forças Armadas nas eleições de 2020. O decreto visa, de maneira geral, contribuir para a segurança do processo eleitoral, possibilitando o exercício livre do voto aos eleitores e a apuração adequada dos votos. Segundo o ato, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, o Ministério da Defesa e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vão atuar de forma articulada para cumprir com este objetivo. Os locais em que as Forças Armadas vão atuar serão definidos em conjunto com o TSE. Veja Mais

"ÀNGEL RAMÍREZ DEVE CHEGAR NO PALMEIRAS E RECEBER TRÊS REFORÇOS": Pascoal traz informações do Verdão

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Juntos na torcida! #Palmeiras #MiguelÀngelRamírez Veja Mais

Crítica | Documentário Console Wars é reprodução rasa de livro de 2014

canaltech No início da década de 1990, o mercado de videogame tinha um nome só: Nintendo. Com o sucesso de Mario, o declínio da Atari e o lançamento do NES, a companhia japonesa dominava 95% da fatia de videogames do mundo. Sony confirma que nova PS Store não terá jogos de PlayStation 3, PSP nem PS Vita PlayStation 5 ou Xbox Series X e S: qual comprar? 5 motivos para comprar o PlayStation 5 Foi só com a chegada de um executivo chamado Tom Kalinske, como CEO da SEGA o America, que a balança começou a pender contra a Nintendo. O surgimento de Sonic e uma marketing agressivo da companhia foram responsáveis por uma verdadeira batalha entre as companhias japonesas. Tudo isso é muito bem descrito e retratado com pesquisas e entrevistas no livro A Guerra de Consoles, publicado em 2014 pela Harper Colllins. Escrito por Blake J. Harris, traz entrevistas com os principais nomes responsáveis pela batalha de mercado entre Sega e Nintendo no início de 1990. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/-   O livro é quase que obrigatório para quem pretende entrar no mundo dos videogames, seja desenvolvendo, analisando ou trabalho em marketing com ele. Agora, seis anos depois de seu lançamento, a mesma história se transformou em um documentário. Console Wars é uma produção da CBS All Access, serviço de streaming da CBS. O documentário é encabeçado por Harris e remonta a mesma história com entrevista aos principais personagens já pertencentes ao livro. Por conta disso, tão fiel ao seu produto original, o filme de 1h30 é um interessante e até profundo mergulho, mas com um ar altamente corporativo. Principalmente, colocado ao lado de programas mais palatáveis como GDLK, da Netflix. Qual a história?  Embora A guerra dos Consoles pretenda ser um livro sobre a disputa das duas companhias, no fundo, ele é mesmo sobre a ascensão e queda da Sega of America, da qual Kalinske é responsável. A trama principalmente mostra como o executivo e seu time conseguiram criar Sonic e colocar a Sega como uma concorrente quase que do zero contra a Nintendo e depois ser boicotada pela sua própria companhia lá no Japão. A história é já bem conhecida e muito bem descrita por Harris em seu livro de 2014. Kalinske, um dos principais nomes da Sega (Foto: Reprodução/CBS) Então, qual a novidade do documentário? Muito poucas. Assim como no livro, ele é um compilado de entrevistas. Contudo, diferente do que Harris faz na versão escrita, na qual intercala com explicações e contextualizações, Console Wars quer ser tão rápido quanto as propagandas de Sonic na época. O documentário peca pelo ritmo. Ele basicamente não apresenta nenhum de seus personagens, nem mesmo aqueles mais principais. Joga Kalinske, Howard Lincoln (vice-presidente da Nintendo of America) e Steve Race (ex-Sega e que lançou o PlayStation ao mundo) de pronto para contar suas histórias sem apresentá-los ao ambiente. Isso faz com que Console Wars seja um documentário muito corporativo, interessante para quem estuda marketing ou vendas, mas pouco atrativo para os amantes da indústria. Por exemplo, oferece uma série de segmentos de fala de quatro ou cinco diferentes executivos, sem dar ao expectador o tempo de assimilar quem eles são logo nos primeiros minutos. Veja bem, a técnica narrativa do documentário de usar somente as falas dos entrevistados como fio condutor do longa é bem-vindo, quando o tema principal foge à pessoalidade das fontes. Contudo, Console Wars é bastante sobre a história, principalmente de Kalinske, junto a Howard e Race. Caberia ao título tirar um tempo para dar mais força a eles, retirando um pouco o ritmo das entrevistas e oferecendo ao expectador um olhar mais atento a cada um. Um traço que GDLK se utiliza para isso, por exemplo, é rechear o documentário com encenações com as próprias fontes, além de apenas utilizá-los para as entrevistas. Em GDLK, há Kalinske hoje em dia do lado de um Genesis, foleando fotos daquela época ou até jogando Sonic. Crítica | GDLK tem como tema os games, mas, na verdade, é sobre pessoas Console Wars quer trazer uma pegada mais histórica e, novamente, mercadológica para a conversa. Assim, se utiliza de comerciais da época, além de gravações de eventos e trechos de passagens de jornal para ilustrar a narrativa. Em 1990, Nintendo dominava 95% do mercado (Foto: Reprodução/CBS) Claro que esta recuperação de imagem faz muito bem a um documentário que se propõe ter uma seriedade histórica. Contudo, a continuidade das falas tão engarrafadas umas nas outras, atreladas a comerciais de TV e matérias de jornais. Como a linguagem entre eles tende a ser muito corporativa, o resultado é um clima de mercado, longe do sentimento nostálgico que a produção pode ter. E o conteúdo?  Console Wars traz uma profundidade semelhante ao que Harris apresentou no livro. Claro, sem mais o caráter interessante de novidade que o lançamento teve em 2014, quando botou no papel esta importante história ainda não contada com tantos detalhes. Assim, espere do documentário uma boa fatia do que há no livro. O longa, claramente, abraça todo período do surgimento da Nintendo até o final da Sega of America. Ou seja, depois do lançamento do primeiro PlayStation. Aqui, fica outro pecado que o documentário comete. Ele coloca novamente o microfone na boca de grandes nomes da indústria para refazer as mesmas perguntas que Harris já responde em seu livro de 2014. É preciso ter em mente que, desde 2014 (quando o livro foi publicado, mas Harris começou sua entrevista muito antes), muita coisa mudou no universo dos games. A Microsoft se consolidou acima da Nintendo. Os smartphones dominaram o rendimento do setor. Realidade virtual, aumentada e os jogos por streaming são algumas das tecnologias inseridas na indústria. Tudo bem que isso não se insere na história de 1990 entre as duas empresas, mas seria uma boa oportunidade de Harris atualizar o pensamento de seus entrevistados. Será que eles olham para o mercado de games em 2020 como olharam para ele em 2014? Longa usa livros e trechos de jornais e revistas para ilustrar a conversa (Foto: Reprodução/CBS) Como o livro, Console Wars termina em aberto, como um recorte de seu tempo. A mesma crítica, portanto, que se pode fazer ao livro cabe ao documentário: ele parece acreditar que a batalha de consoles terminou com o fim da Sega of America como forte competidora em hardware. Traz um certo ar de que Console Wars vive em uma bolha no espaço. Diante de uma discussão atual sobre como marcas conseguem ainda hoje criar um sentimento passional em seus clientes, além de como comunidades de games podem ser nocivas, Console Wars parece redimir da Sega e Nintendo essa parcela de culpa em fomentar uma cultura de guerra entre os jogadores que perdura até hoje. Uma autocrítica que falta ao livro, cuja oportunidade também foi perdida no documentário. Assim, Console Wars da CBS é uma transposição visual do livro de Harris. Como tal, oferece um mergulho um pouco mais raso no complexo de entrevistas que encabeça o bom livro de 2014. A quem já leu a versão impressa, não há muito o que aproveitar. Aos novatos de plantão, ainda, o traço corporativo e o ritmo podem afastar entusiastas dos jogos de darem uma chance para esta história importante da indústria. Assim, Console Wars é uma réplica do livro que pouco adiciona para a conversa, além de dar rosto aos entrevistados de Harris. O documentário foi lançado em 23 de setembro pela CBS no seu serviço de streaming, ainda sem previsão de chegar ao Brasil. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

COVID-19 | Governo desenvolve guia para o retorno das aulas presenciais

canaltech Com forco na retomada das aulas presenciais com a diminuição de casos da COVID-19, o Ministério da Educação (MEC) elaborou um guia com o protocolo sanitário para a educação básica — que contempla a educação infantil e os ensinos fundamental e médio — no país. A partir dessas orientações, a ideia é que a volta às aulas seja mais segura. COVID-19: como manter seu filho e sua família seguros com a volta às aulas COVID-19: é hora de voltar para a escola? Infectologista pediátrica responde COVID-19 | Quais são os riscos proporcionados pela volta às aulas Entretanto, o guia para a retomada da educação presencial reforça: "cumpre ressaltar que a decisão de retorno às aulas presenciais deve ser tomada pelos governos subnacionais de acordo com orientação das autoridades sanitárias locais". Em outras palavras, serão as prefeituras e os governos estaduais, em conjunto com as escolas, que decidirão a melhor forma para um retorno gradual e seguro. Para volta às aulas presenciais, Ministério da Educação apresenta manual contra a COVID-19 (Imagem: Reprodução/ Manuel Darío Fuentes Hernández/ Pixabay ) Segundo o governo, os protocolos foram desenvolvidos com base em orientações de entidades multilaterais como a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Organização PanAmericana de Saúde (Opas), a Unesco e o Unicef, além de instruções vindas do Ministério da Saúde. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- O que aconselha o guia de retorno às aulas? De acordo com o protocolo, devem ser adotados medidas de higiene básicas, como cobrir nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos, ao tossir e espirrar. Além disso, é importante lavar frequentemente as mãos ou higienizar com álcool em gel 70% e não cumprimentar com aperto de mãos, beijos e abraços. As escolas deverão também adotar o uso de máscaras para evitar o contágio da COVID-19. Também não se deverá compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres, nem materiais didáticos, brinquedos ou jogos. Quanto ao período dentro das salas de aulas, deve-se respeitar o distanciamento de pelo menos um metro entre os alunos e professores. Dentro da educação infantil, uma das orientações do texto é "reforçar, por meio de músicas ou brincadeiras, a maneira correta de tossir ou espirrar". Entre as medidas, muitas focam na questão da alimentação dos alunos. Por exemplo, será necessário estabelecer um horário específico para as refeições e definir localmente: se o lanche será na sala de aula ou em refeitório, se há espaço de atendimento para garantir a distância mínima entre pessoas, se há condições para revezamento de horários para as refeições, e como será a distribuição desses alimentos. De acordo com o guia, recursos para higienização contra a COVID-19, adaptações necessárias e acesso dos estudantes a internet poderão ser obtidos através de um fundo emergencial, o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Para acessar o guia completo do retorno às aulas, clique aqui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

Comissão aprova indicações de Bolsonaro à Anvisa

Valor Econômico - Finanças Diretor-presidente interino da Anvisa, Antonio Barra Torres, escolhido pelo presidente para ser efetivado no cargo, recebeu 14 votos favoráveis e 3 contrários A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou, nesta segunda-feira (19), quatro indicações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro para cargos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Diretor-presidente interino da Anvisa desde dezembro de 2019, Antonio Barra Torres foi escolhido pelo presidente para ser efetivado no cargo. Ele recebeu 14 votos favoráveis e 3 contrários. Também foram aprovados, para cargos de diretores, Meiruze Sousa Freitas, Alex Machado Campos e Cristiane Jourdan Gomes, que assumirá pelo período remanescente a vaga de Barra Torres na diretoria. Todas as indicações ainda necessitam do aval do plenário do Senado. Veja Mais

BC e Procon pedem explicação sobre cadastro de chaves no Pix

Valor Econômico - Finanças O Banco Central (BC) e o Procon-SP pediram explicações a bancos e fintechs sobre o cadastramento de clientes no Pix. A fiscalização vem depois de usuários de diversas instituições, principalmente fintechs, terem se queixado de que foram cadastrados indevidamente. As maiores reclamações diziam respeito ao Mercado Pago, ao Nubank e ao PagBank, conforme relatou o Valor na semana passada. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

BC autoriza TAG a atuar como registradora

Valor Econômico - Finanças O Banco Central (BC) concedeu autorização para a TAG atuar como registradora de ativos financeiros. A empresa pertence à Stoneco., que também controla a credenciadora de cartões Stone. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Câmara Hoje - 19 de outubro, Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama – 19/10/20

Câmara Hoje - 19 de outubro, Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama – 19/10/20

Câmana dos Deputados Hoje é o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama, e este é o tipo de câncer que mais mata mulheres no mundo todo. No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer, o Inca, do Ministério da Saúde, a previsão para este ano é que mais de 17 mil mulheres percam a briga contra a doença. Projetos de autoria de deputadas e deputados, e também senadores já se transformaram em leis importantes para combater o câncer de mama ou reparar os danos causados pela doença. A gente vai conhecer os mais importantes agora, na reportagem da Mariana Monteiro. E mesmo com a pandemia de Covid-19, novas propostas em debate aqui na Câmara pretendem melhorar a prevenção e o tratamento do câncer de mama na rede pública de saúde. E tradicionalmente o mês de outubro é o momento de reforçar a tramitação destes projetos. E na semana passada a Secretaria da Mulher discutiu outras leis aprovadas no Congresso, entre elas a lei de autoria da deputada Carmen Zanotto (Cidadania – SC), que determina a confirmação do diagnóstico de câncer em no máximo trinta dias. Essa lei passou a valer em maio deste ano, mas ainda precisa ser regulamentada. E antes de encerrar, a gente fala da pauta de votações do Plenário da Câmara, que pode entrar em mais uma semana de obstrução... Aquela manobra regimental de protesto que dificulta muito a votação das propostas. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Luan Santana fala sobre separação de Jade: 'Choramos tanto que parecia que ia acabar o estoque de lágrimas'

G1 Pop & Arte Término após 12 anos foi anunciado nesta segunda-feira mais cedo por Jade. Luan diz que eles conversaram há algumas semanas e decidiram terminar. Os dois estavam noivos. Veja 5 casais famosos que se separaram durante a pandemia Luan Santana falou nesta segunda-feira (19) sobre o fim do relacionamento com Jade Magalhães. Eles começaram o namoro 12 anos atrás e estavam noivos. O término tinha sido anunciado mais cedo por ela. Luan escreveu um texto longo sobre a relação, fez elogios a Jade e disse que o rompimento aconteceu há algumas semanas, após uma conversa entre os dois que terminou com muitas lágrimas e abraços. Leia abaixo o texto completo: "Conheci a Jade no palco. Ela topou dançar comigo, em um número do meu show. Tinha um jeitinho tímido, olhar de menina e cabelos longos e negros que chegavam na cintura. Vestia uma blusa vermelha e um jeans colado que me causou um formigamento estranho nas mãos. E então, aconteceu algo enquanto dançávamos: senti cheiro de vida no pescoço dela. Mas não era a época certa para interpretá-lo, afinal, eu era um adolescente começando a viver as maravilhas de uma fama estrondosa e repentina. Meu primeiro pensamento foi: “quero levar ela pro hotel depois do show.” Foi isso que pensei, foi isso que eu falei no ouvido dela. A resposta foi um “não” desses bem grandes - até porque eu tremi o lábio um pouco quando fiz a pergunta, e devo ter passado insegurança pra ela. Ou ela simplesmente me achou parecido com uma lombriga. É, deve ter sido isso. Mas eu tava bem, ela também e a vida seguiu. Um dia achei a Jade no Orkut. Lembrei daqueles olhos na hora. Começamos a conversar. No orkut consegui o MSN. No MSN consegui o telefone. Aliás sempre foi assim, inclusive depois que começamos a namorar, sempre passo a passo, sempre sem pressa, vivendo nossas fases com paciência. Fizemos vários assaltos à geladeira na madrugada pra pegar barra de chocolate pela metade, um litro de coca-cola pela metade, colocar “stranger things” e ver ela dormir lá pela metade do episódio. Viajamos o mundo em poltronas lado a lado no avião, assistindo ao mesmo filme, apertando play ao mesmo tempo e reclamando do gosto das comidas com tempero estranho que eles serviam. Nunca gostamos muito de vinho, mas a gente tomava mesmo assim, porque parece que todo casal tem que tomar vinho pra ser romântico. Jade gosta mais de gin tônica e eu de campari e uísque, mas tomamos champagne quando ficamos noivos naquele balão em Portugal. Foi uma tarde de estrelas. Lembro que ficamos bêbados uma vez (ou muitas) em Trancoso, e fizemos amor numa casa na árvore, sentindo a brisa do mar. Foi uma noite de estrelas. Há algumas semanas atrás terminamos. Choramos tanto que parecia que ia acabar o estoque de lágrimas dos olhos. Nos abraçamos tanto que parecia que ia dar câimbra nos cotovelos mas no fim deixamos o destino fazer o trabalho dele. Hoje, sentado nesse sofá listrado, olhando a lua pela janela, do outro lado do oceano, vejo que as lágrimas daquele momento eram metade tristeza, metade gratidão recíproca por uma história linda que vivemos. Épica. Agora vejo que os abraços daquela hora não estavam dizendo "adeus', e sim "vai ficar tudo bem, ga". E vai. " Initial plugin text Declaração de Jade Jade Magalhães usou as redes sociais na manhã desta segunda-feira para anunciar o fim do noivado. Leia também: Gusttavo e Andressa, Whindersson e Luísa, Marília e Murilo: as separações de famosos na quarentena "Eu sempre acreditei no amor e nas coisas mais puras e lindas que ele nos proporciona. Durante esses 12 anos, dancei e me joguei de cabeça até a música acabar." "Com o coração apertado, venho aqui compartilhar o fim da minha história com o Luan. Preciso aceitar e seguir em frente. Me sinto tranquila e em paz por ter dado o melhor de mim até o fim." "Algumas situações nem sempre são da maneira que gostaríamos que fossem. Não é fácil fechar a porta daquilo que, por anos, acreditei ser minha felicidade. A vida continua e chegou a hora de renascer! Não tenho palavras pra agradecer as mensagens desejando o meu melhor e também àqueles que sempre estiveram do meu lado. Obrigada por todos esses anos de tanto carinho", escreveu Jade em seu Instagram. Initial plugin text Luan Santana abraça namorada durante apresentação em camarote no carnaval de Salvador Veja Mais

10 curiosidades sobre o asteroide Bennu

canaltech A NASA já está no clima de alta expectativa para o momento mais importante e complexo da missão OSIRIS-REx: a coleta de amostras da superfície do asteroide Bennu, especificamente dentro de uma cratera chamada Nightingale. A manobra de coleta será amanhã (20), mas a agência espacial já está compartilhando uma série de informações e curiosidades científicas sobre a rocha espacial. OSIRIS-REx revela mistérios sobre Bennu e fornece uma "tour" pelo asteroide Apesar de diferentes, asteroides Ryugu e Bennu podem ter o mesmo "pai"; entenda! Esses são os preparativos finais para a NASA coletar amostras do asteroide Bennu Será a primeira vez que uma nave dos EUA tentará realizar uma missão desse tipo. A nave em questão é a OSIRIS-REx, e as amostras que ela trará à Terra em 2023 devem fornecer aos cientistas pistas sobre a formação do Sistema Solar. A tarefa não será fácil. Na verdade, há uma série de desafios durante cada sequência de manobras que a sonda robótica terá que executar. Além de ser um asteroide relativamente pequeno, com cerca de 500 metros de diâmetro, há diversas rochas do tamanho de casas sobre sua superfície. A NASA comparou as manobras necessárias para o pouso a como tentar estacionar uma van em um estacionamento onde há apenas uma vaga livre. Considerando que tudo será feito em um lugar bem longe do nosso planeta, sem transmissão de vídeo exatamente tempo real (dada a distância, que impacta na velocidade da comunicação), não parece ser algo muito fácil de se fazer de longe. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Mas a NASA parece bem preparara para isso. E confiante, também. Tanto é que haverá uma cobertura ao vivo durante o evento de coleta, no qual a agência espacial vai compartilhar os mínimos detalhes com o público enquanto a OSIRIS-REx faz seu trabalho. Até lá, confira algumas curiosidades e informações que tornam o Bennu tão interessante para os cientistas, a ponto de realizarem uma missão desse porte só para buscar 60 gramas de amostras. 1) Escuridão (Imagem: Reprodução/NASA's GSFC/U. Arizona/OSIRIS-REx Lockheed Martin) Bennu conta com uma grande quantidade de carbono em sua composição, e isso faz com que a superfície do asteroide seja capaz de refletir apenas cerca de 4% da luz solar que o atinge. Vênus, para fins de comparação, reflete cerca de 65% da luz solar — não é à toa que este planeta costuma ser o objeto mais brilhante no céu noturno. Ou seja, Bennu seria bem escuro, mesmo se estivesse mais perto de nós. Além disso, ele não sofreu muita mudança que causasse alteração em sua composição, e por isso o material abaixo de sua superfície há elementos químicos e rochas que estão preservados desde o nascimento do Sistema Solar. 1) Velhice Outra marca importante do entulho espacial chamado Bennu é justamente sua idade, e principalmente o tempo em que ele se manteve intacto por bilhões de anos. De acordo com os cálculos científicos, ele parece ter se formado nos primeiros 10 milhões de anos da história do nosso Sistema Solar. Ou seja, ele tem mais de 4,5 bilhões de idade. Sua origem parece ter sido o cinturão principal de asteroides, localizado entre as órbitas de Marte e Júpiter, mas hoje em dia ele não está tão afastado assim. É que quando o asteroide absorve a luz solar e reemite a energia na forma de calor, ele acaba sofrendo algo chamado Efeito Yarkovsky, fazendo com que se aproxime lentamente do Sol e, portanto, da Terra. Isso significa também que sua rotação é retrógrada, pois caso fosse prógrada, a força resultante afastaria o corpo para longe da nossa estrela. 3) Como assim, entulho? (Imagem: Reprodução/NASA) Às vezes, você encontrará descrições de Bennu dizendo que se trata de um “entulho” espacial. Bem, acabamos de chamá-lo assim nos parágrafos acima. Mas não deixe que o termo te engane, pois isso de forma alguma significa que se trata de “lixo” com pouca utilidade. A palavra entulho é usada porque o asteroide é, na verdade, formado por destroços de outros asteroides ainda mais antigos que ele. Os pedaços rochosos foram reunidos com o passar do tempo através da atração da gravidade, e acabaram se comprimindo e formando um novo objeto. Esses “restos mortais” de asteroides antigos provavelmente vieram de corpos muito maiores que o próprio Bennu, algo com cerca de de 100 km de largura. Provavelmente, levou apenas algumas semanas para que esses fragmentos espaciais se aglutinassem na pilha de entulho que é Bennu, uma pequena rocha de 500 metros. Por ter sido formado por fragmentos, Bennu parece um queijo suíço: está cheio de buracos por dentro. Cerca de 20 a 40% de seu volume é apenas espaço vazio no seu interior. Se começar a girar muito mais rápido ou interagir com outro objeto espacial, pode ser que ele se desmanche. Ainda bem que a OSIRIS-REx chegou a tempo antes que isso aconteça! 4) Semeadores da vida? Bem, se Bennu tem tanta informação preservada em seu interior, o que ele pode nos revelar? Muita coisa, inclusive sobre a origem da vida na Terra. É que o asteroide talvez seja feito de material que contém as mesmas moléculas que estavam presentes no Sistema Solar quando a vida se formou na Terra. Todas as formas de vida na Terra são baseadas em cadeias de átomos de carbono ligados a oxigênio, hidrogênio, nitrogênio e outros elementos. Lembra que Bennu é um carbonáceo? Pode ser que esse material contenha pistas sobre a origem desses elementos e o papel deles aqui em nosso planeta. Sabemos que rochas espaciais sempre caíram em nossa atmosfera, então pode ser que elas trouxeram os elementos fundamentais para a formação da vida. Mas os cientistas também sabem que há grandes chances de que o material orgânico do asteroide não seja biológico, então talvez não seja dessa vez que encontremos as pistas sobre a origem da vida. Mesmo assim, vale a tentativa! 5) Rico em platina e ouro (Imagem: Reprodução/NASA/Goddard/University of Arizona Embora o ouro e a platina sejam valiosos aqui na Terra, eles são relativamente fáceis de encontrar em asteroides. Afinal, esses elementos são criados através de fusões nucleares quando uma estrela explode em supernova, espalhando-se pelo universo. No caso do Bennu, é bastante provável que ele também seja rico em platina e ouro. Por isso, estudar este asteroide ajudará cientistas a entenderem mais sobre esse assunto, e talvez eles poderão dizer se é viável criar missões mais robustas com o objetivo de buscar os minerais valiosos dessas rochas espaciais. Mais importante ainda, a presença de água seria de grande valor, pois ela poderia ser usada para beber ou separada em seus componentes para obter ar respirável e combustíveis de foguete. Transportar esse tipo de matéria prima de um asteroide para, digamos, a Lua, poderá ajudar e muito os astronautas em missões espaciais. 6) Colisão com a Terra? Desde a sua descoberta em 1999, Benu é considerado um objeto próximo de nós. Isso não significa que ele está tão perto quanto a Lua, por exemplo, ou que ele vai cair em nosso planeta nos próximos anos. Na verdade, as chances são pequenas — mas existem. E se existem, ele será catalogado como potencialmente perigoso. Para tranquilizá-lo, a chance de um impacto entre os anos 2169 e 2199 é de apenas 1 em 2.700. Mas, lembre-se, ele continua se aproximando da Terra, então se ele apresentar uma ameaça em algum momento, mesmo depois dessas datas longínquas, os cientistas continuarão mantendo-o sob observação. 7) Pousar em Bennu é arriscado Coletar amostras de Bennu será uma tarefa de alto risco para a integridade física da OSIRIS-REx. Além de ser um asteroide relativamente pequeno, há diversas rochas do tamanho de casas sobre sua superfície. A complexidade do TAG (sigla para “Touch-And-Go”, o nome do evento que consiste em tocar na superfície do asteroide para pegar as amostras e voltar ao espaço apenas poucos segundos depois) consiste não somente em descer até o chão de Bennu sem colidir com as rochas, mas também permanecer na inclinação e velocidades corretas para não cair e não prejudicar os instrumentos robóticos que tocarão no solo. Sem conhecer esses detalhes antes das filmagens da OSIRIS-REx, os cientistas projetaram a nave para pousar dentro de uma área muito maior do que Bennu de fato oferece, aproximadamente do tamanho de um estacionamento com 100 vagas. Agora, a sonda deve manobrar em um local com menos de 100 metros quadrados, uma área de cerca de cinco vagas de estacionamento. 8) Mitologia egípcia Bennu recebeu o nome sugerido por um garoto de nove anos que ganhou a competição “Name that Asteroid!”. Michael Puzio venceu o concurso ao sugerir que o braço e os painéis solares da OSIRIS-REx e seu mecanismo de coleta lembravam o pescoço e as asas nas ilustrações de Bennu, uma divindade que os antigos egípcios retratavam como uma garça cinzenta. Essa divindade era ligada ao Sol, à criação e ao renascimento, e também era o ba (alma) de Osíris, surgida após a morte do deus nas mãos de Seti. O mito pareceu cair como luva ao asteroide, já que ele é um objeto que remonta à criação do Sistema Solar. 9) Vesta (Imagem: Reprodução/NASA/Goddard/University of Arizona) Quantos asteroides precisaram se despedaçar para formar Bennu? Essa pergunta pode ser difícil de responder por enquanto, mas os cientistas já tem pistas para começar a fazer uma lista. Um nome muito provável para um dos "pais" do Bennu é Vesta. o segundo maior asteroide do Sistema Solar, agora promovido a protoplaneta. Os cientistas encontraram um tipo de rocha mais brilhante que as demais na superfície de Bennu, e decidiram estudar a luz refletida por elas com o espectrômetro da OSIRIS-REx. Eles concluíram que Bennu recebeu estas rochas possivelmente do asteroide que o originou após sofrer o impacto de um “vestoide”, ou seja, um fragmento de Vesta. “Quando o asteroide principal foi destruído, uma parte de seus detritos se acumularam sob sua própria gravidade ao Bennu, incluindo um pouco do piroxênio de Vesta”, disse Hannah Kaplan, cientista e pesquisadora espacial do Goddard Space Flight Center. Enquanto o pobre asteroide atingido por Vesta parece ter se destruído, este continua em sua órbita normal. 10) Mais surpresas pela frente A câmera de navegação da OSIRIS-REx mostrou aos cientistas que Bennu costuma expelir rumo ao espaço partículas de si mesmo algumas vezes por semana. Isso significa que ele é um asteroide ativo, o que é raro. Mais recentemente, a equipe da missão descobriu que a luz do sol pode rachar as rochas de Bennu e que há pedaços de outro espalhados por sua superfície. Será uma tarefa curiosa tentar descobrir de quantos asteroides mais antigos o Bennu é feito. Sem dúvidas ele pode nos reservar ainda mais surpresas, então vale a pena ficarmos atentos à missão de coleta amanhã e acompanhar as pesquisas que virão a seguir.   Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Receita Federal e Anatel apreendem mais de 243,7 mil aparelhos irregulares Galaxy S9, S9+ e A51 começam a receber a atualização One UI 2.5 A Maldição da Mansão Bly | 11 easter eggs e referências que você não viu Samsung supera Huawei e retoma liderança global do mercado de celulares Falha de segurança permitia roubo de contas do game Free Fire Veja Mais

A Voz do Brasil - 19/10/2020

A Voz do Brasil - 19/10/2020

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, entre outros assuntos: ✔️Plenário pode votar MP que facilita empréstimos a empresas na pandemia; ✔️Maia nega possibilidade de prorrogar estado de calamidade pública; ✔️Debatedores dizem que produção de bioinsumos ainda enfrenta gargalos. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Dexter: revival será oportunidade para 'acertar' coisas, diz produtor

Dexter: revival será oportunidade para 'acertar' coisas, diz produtor

Tecmundo Recentemente, foi anunciado que a série Dexter vai voltar. O seria killer fictício mais famoso da televisão terá uma minissérie de 10 episódios no canal Showtime.  A notícia empolgou os fãs, que não gostaram muito da conclusão apresentada no series finale. E o hype só aumentou após um dos produtores executivos falar que o revival será um programa único e trará um novo final. Leia mais... Veja Mais

Luiz Eduardo Ramos diz que está livre da covid-19

O Tempo - Política Ramos está entre os 11 ministros do governo que contraíram a covid-19 Veja Mais

Disney inclui aviso sobre conteúdo racista em clássicos da sua plataforma

O Tempo - Diversão - Magazine O novo texto reconhece que estereótipos exibidos em filmes do estúdio "eram incorretos então e agora" Veja Mais

Gal Costa apronta álbum em que reaviva sucessos com Tim Bernardes, Silva, Criolo e Seu Jorge

G1 Pop & Arte O time masculino de convidados do disco também inclui o português António Zambujo e o uruguaio Jorge Drexler. ♪ Aos 75 anos, Gal Costa apronta álbum com regravações de sucessos dos 55 anos de carreira sob a direção artística de Marcus Preto. Gravado no estúdio Space Blues, na cidade de São Paulo (SP), o disco junta a voz cristalina da cantora às vozes de elenco masculino que inclui Tim Bernardes, Criolo, Silva e Seu Jorge, além do cantor português António Zambujo e do artista uruguaio Jorge Drexler. Cabe lembrar que, no último álbum de estúdio, A pele do futuro (2018), Gal gravou música inédita de Tim Bernardes, Realmente lindo, ijexá que chegou a fazer parte do roteiro original do show A pele do futuro, na estreia nacional do espetáculo em 1º de dezembro de 2018. Um ano depois, em novembro de 2019, Tim Bernardes abordou o repertório de Gal de forma esplêndida em edição do programa Versões. No mesmo disco A pele do futuro, a cantora deu voz a uma sublime parceria de Silva com o poeta Omar Salomão, Palavras no corpo, música eleita para ser o primeiro single do álbum. Já Criolo foi gravado por Gal no álbum anterior, Estratosférica (2015), cujo repertório incluiu Dez anjos, parceria do rapper com Milton Nascimento. O álbum que junta Gal a 10 vozes masculinas será lançado ainda neste ano de 2020 pela gravadora Biscoito Fino, como parte das celebrações pelos 75 anos da cantora. Veja Mais

CSN pede registro para oferta de ações da sua unidade de mineração

G1 Economia Companhia informou que o IPO da CSN Mineração terá ofertas primária, quando o dinheiro levantado vai para o caixa da empresa, e secundária, papéis detidos por atuais acionistas. A CSN anunciou nesta segunda-feira (19) que apresentou pedido para o que provavelmente deve ser uma das maiores ofertas de ações do ano, envolvendo suas operações de produção de minério de ferro. A companhia afirmou que o IPO da CSN Mineração terá ofertas primária, quando o dinheiro levantado vai para o caixa da empresa, e secundária, papéis detidos por atuais acionistas. CSN Arcos CSN/Divulgação Apesar disso, a CSN informou em fato relevante que ainda avalia se participará da operação como acionista vendedora. O anúncio ocorreu poucos dias após a CSN anunciar uma meta de alavancagem menor ao final de 2021, de 2,5 vezes, do que a informada em julho, sem citar detalhes sobre como pretenderá acelerar a redução no endividamento. O pedido de IPO envolve listagem da CSN Mineração, uma das maiores produtoras de minério de ferro de alta qualidade do Brasil, no nível 2 da B3. Veja as últimas notícias de economia Veja Mais

Helstrom: conheça mais sobre a nova série de terror da Marvel

Helstrom: conheça mais sobre a nova série de terror da Marvel

Tecmundo Helstrom, nova série da Marvel, estreou no Hulu nessa sexta-feira (16) com 10 episódios. A produção de terror, no entanto, não vai ter nenhuma conexão clara com os filmes conhecidos do Universo Cinematográfico da Marvel. Mesmo assim, trata-se de uma produção derivada de seus estúdios e produtores.Obviamente, por tratar-se do mesmo universo criativo com personagens que transitam pelas histórias, alguns elementos serão referenciados. É o caso da marca Roxxon, que aparece em um posto de gasolina logo no primeiro episódio. A Roxxon Energy Corporation já apareceu em outras produções, como Agents of SHIELD, Agent Carter e na trilogia do Homem de Ferro.Leia mais... Veja Mais

A volta para casa de gêmeas siamesas após cirurgias de separação

Glogo - Ciência Safa e Marwa, de 3 anos e meio, foram submetidas a três grandes operações, passando mais de 50 horas em cirurgia. Safa e Marwa tiveram alta do hospital cinco meses após a cirurgia, mas continuaram morando em Londres por um tempo BBC Duas meninas gêmeas que nasceram unidas pela cabeça e foram separadas com sucesso no ano passado por uma equipe do Hospital Great Ormond Street, em Londres, voltaram para casa no Paquistão nesta semana. Safa e Marwa Bibi, de 3 anos e meio, foram submetidas a três grandes operações, passando mais de 50 horas em cirurgia. A mãe delas, Zainab Bibi, disse à BBC que estava muito satisfeita em finalmente levá-las de volta para casa para ficar com resto da família. "As meninas estão muito bem. Marwa fez um bom progresso e só precisa de um pouco de apoio", disse ela. "Vamos ficar de olho em Safa e cuidar bem dela. Se Deus quiser, as duas logo vão começar a andar." Foi necessária uma equipe de 100 pessoas do hospital londrino para cuidar do caso das irmãs paquistanesas. Além de cirurgiões e enfermeiras, a equipe envolvida no cuidado e separação das gêmeas inclui bioengenheiros, modeladores 3D e um designer de realidade virtual. As gêmeas foram levadas a Londres para serem operadas BBC As gêmeas foram separadas em fevereiro de 2019 e, desde então, moram com a mãe e o tio em Londres. Todos os seus custos médicos e de estadia — mais de 1 milhão de libras — foram pagos por um doador, o empresário paquistanês Murtaza Lakhani. Gêmeos siameses desenvolvem-se a partir de um único óvulo fertilizado e, portanto, são sempre idênticos e, mais frequentemente, conectados pelo peito, abdômen ou pelve. Gêmeos siameses são raros e casos em que eles são unidos pela cabeça são mais raros ainda. Apenas um em cada 20 casos de gêmeos siameses a união é pela cabeça, com o crânio de ambos fundido — caso conhecido como gêmeos craniópagos. A grande maioria não sobrevive à infância. Existem duas teorias sobre por que são unidos. Ou a divisão em dois embriões acontece mais tarde do que o habitual, e os gêmeos se dividem apenas parcialmente ou, após a separação, partes dos embriões permanecem em contato e essas partes do corpo se fundem à medida que crescem. A batalha para separar Safa e Marwa As meninas, agora com três anos e meio, fazem fisioterapia regular para tentar melhorar sua mobilidade. Ambas têm dificuldades de aprendizagem. A mãe chama a equipe cirúrgica de "heróis" e diz que seus outros sete filhos no Paquistão estão ansiosos para ajudar a cuidar de Safa e Marwa. O cirurgião-chefe, Owase Jeelani, disse à BBC que ele e a equipe estavam "muito satisfeitos" pela família, mas que ainda tinha algumas dúvidas sobre o resultado. "Acho que Marwa se saiu muito bem e continua fazendo grandes progressos. Quando olho para toda a família, sim, provavelmente foi a coisa certa a fazer. Mas para Safa como indivíduo, não tenho tanta certeza." Neurocirurgião extremamente experiente, Jeelani ainda tem preocupações com as consequências da escolha quase impossível que ele e sua equipe tiveram de fazer na sala de cirurgia. A difícil decisão do cirurgião A fisiologia específica de Safa e Marwa apresentou um conjunto único de desafios para a equipe médica. As meninas era unidas pelo topo de suas cabeças, voltadas para direções opostas. Eles nunca tinham visto os rostos uma do outra. Safa e Marwa voltaram com a mãe para morar com o resto da família no Paquistão BBC As gêmeas tinham um labirinto de vasos sanguíneos compartilhados que nutriam os cérebros de ambas. Apenas uma delas poderia receber alguns dos principais vasos sanguíneos. Estes foram dados a Marwa, que era a gêmea mais fraca. Mas, como resultado, Safa teve um derrame. Ela agora tem danos permanentes no cérebro e pode nunca conseguir andar. Jeelani disse que essa questão estará para sempre com ele. "É uma decisão que tomei como cirurgião. É uma decisão que tomamos como equipe. É uma decisão com a qual temos que conviver", conta. Ele acredita que o resultado para Safa e Marwa provavelmente teria sido melhor se elas tivessem sido separadas antes. A família demorou bastante tempo para levantar os fundos necessários para pagar os custos cirúrgicos. Isso levou Jeelani e seu colega cirurgião David Dunaway, a criarem uma instituição de caridade para tentar aumentar a conscientização e obter dinheiro para cobrir os custos de separação de gêmeos craniópagos. Em janeiro de 2020, a mesma equipe cirúrgica do hospital separou com sucesso meninos gêmeos da Turquia que eram unidos pela cabeça: Yigit e Derman Evrensel. Eles também passaram por três operações, mas o processo foi muito mais rápido do que com Safa e Marwa. Os gêmeos voltaram para casa, na Turquia, antes de seu segundo aniversário, e os cirurgiões acreditam que eles terão um progresso muito rápido. Recuperação A recuperação das duas meninas foi lenta — elas só tiveram alta do hospital cinco meses depois de separadas, e mesmo assim continuaram em Londres para os tratamentos e exames posteriores. Elas precisaram de fisioterapia diariamente para ajudá-las a alcançar alguns marcos fundamentais — aprender a rolar, a sentar e a manter a cabeça erguida. Ambas também precisaram de enxertos de pele na parte de trás de suas cabeças. A mão das meninas disse à BBC, no ano passado, que estava segura de que separar as meninas foi o correto a fazer. "Estou muito feliz. Com a graça de Deus, posso segurar uma por uma hora e, depois, a outra. Deus respondeu às nossas orações", disse ela. Veja Mais

Los Favoritos de Midas: Netflix divulga trailer de nova série espanhola

Los Favoritos de Midas: Netflix divulga trailer de nova série espanhola

Tecmundo A Netflix lançou o trailer da sua nova série espanhola Los Favoritos de Midas (Os Favoritos de Midas), que chegará ao streaming em novembro.A série traz um grupo que se auto intitula “Os Favoritos de Midas”, que começam a chantagear um grande empresário da Espanha. O grupo pede para que ele entregue 50 milhões de euros para eles, ou então pessoas escolhidas aleatoriamente começarão a morrer.Leia mais... Veja Mais