Meu Feed

No mais...

Disputa pelo controle do Senado americano será acirrada

Valor Econômico - Finanças Republicanos estão sob ameaça de perder a atual maioria de 53 a 47 no Senado. A Câmara deve continuar sob controle democrata Republicanos e democratas entram no dia da eleição numa disputa acirrada pelo controle do Senado. Os democratas devem manter a maioria na Câmara. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Saiba mais sobre o PIX, novo sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central

G1 Economia JN traz uma série de reportagens sobre o novo sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central. A partir do dia 16, será possível fazer transferências em até dez segundos, inclusive nos fins de semana e feriados. Saiba mais sobre o PIX, o novo sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central A partir desta segunda (2), o Jornal Nacional exibe uma série especial de reportagens sobre o PIX, o novo sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, que começa a funcionar no dia 16 de novembro. Será possível fazer pagamentos e transferências de forma imediata pelo celular, a qualquer dia e hora, inclusive nos fins de semana e feriados. A primeira reportagem da série é do Alan Severiano. Em dez segundos, 15 milhões de litros d'água passam pelas Cataratas do Iguaçu. Em dez segundos, dá para fazer história nos cem metros rasos. Esse início de reportagem durou 10 segundos. É o tempo máximo que, segundo o Banco Central, o brasileiro vai levar para fazer uma transferência de dinheiro com o PIX. O sistema de pagamento instantâneo foi criado com a promessa de ser uma revolução na forma como a gente lida com dinheiro. Com apenas alguns cliques no celular, vamos levar menos tempo na hora de pagar no caixa, por exemplo. As filas podem andar mais rápido e, um dia, quem sabe, desaparecer. “Quero esperar esse dia aí logo. Quanto mais rápido melhor”, diz Regina Diniz, técnica de segurança do trabalho. O nome PIX vem das iniciais de "pagamento instantâneo", e o x representa a letra que, na matemática, tem múltiplas finalidades. O cérebro desse sistema, que custou R$ 13,5 milhões, fica em Brasília. Cada vez que alguém inicia um PIX em uma instituição financeira, computadores do Banco Central checam as informações do pagador e do recebedor. Se estiver tudo certo, o dinheiro é liberado imediatamente na conta de quem recebe. A conveniência é outro atrativo. As transferências podem ser feitas por pessoas e por empresas - 24 horas por dia, todos os dias da semana, inclusive feriados. O que pode acabar com a desculpa de quem deixa para fazer uma transferência na sexta-feira à tarde. “Você já conta da sexta, vai receber na segunda. Tomara que isso mude”, destaca Alessandra Tuner, representante comercial. Para usar o PIX, basta ter conta corrente, poupança ou uma conta pré-paga em uma instituição financeira ou de pagamento. É uma tendência mundial, 55 países já têm sistemas de pagamento instantâneo. O da Índia, a segunda maior população do planeta, estreou há quatro anos. O especialista em fintech Guilherme Mota mora lá. Ele paga a diarista, o restaurante e o táxi tuk tuk pelo celular. “Não precisa preocupar se tem troco ou não para os passageiros, é uma simplicidade para ambos, tanto para quem oferece o serviço, quanto para quem está contratando o serviço”, conta. No Brasil, a transferência pelo PIX será feita pelo aplicativo ou pelo site da instituição financeira de cada cliente. A pandemia obrigou muita gente a se familiarizar com pagamentos sem dinheiro e sem contato físico. A empregada doméstica Cristiane fez a primeira compra pelo celular há dois meses, quando o governo depositou em um aplicativo o dinheiro da merenda do filho. No supermercado, ela passou a usar a tecnologia do QR code, que também será utilizada no PIX. É só apontar a câmera e confirmar o valor que aparece na tela. “Você não anda com dinheiro, não anda com cartão, só colocar e já passa. Não precisa pegar em nada, tocar, só põe na tela e pronto”, diz Cristiane Cerqueira de Lima, empregada doméstica. O PIX é o capítulo mais novo da evolução das formas de pagamento. Na pré-história, eram as trocas de animais. Depois, de grãos - até a invenção das moedas, cédulas de papel, cheques, cartões de débito e de crédito, e o pagamento digital. A família Loureiro é testemunha dessas mudanças. O bar no mercadão de São Paulo foi fundado em 1933 pelo avô de Marco e agora é administrado por ele e pelo filho. A máquina registradora trabalhou muito nos anos 80, em uma época em que o cheque, que hoje muitos jovens nem conhecem, fazia sucesso como meio de pagamento e também dava muita dor de cabeça. “Aí voltava, porque às vezes voltava sem fundo, aí tinha que buscar descobrir de quem era o cheque”, lembra Marco Loureiro, comerciante. Com o PIX, e o dinheiro caindo na conta na hora, a empresa quer melhorar o planejamento. “Você não precisa de esperar um mês, às vezes 15 dias, para o dinheiro cair”, destaca William Loureiro, comerciante. O PIX não vai acabar com outras formas de pagamento. Mas a expectativa é que boa parte das transações com cartão de débito, boletos, TEDs e DOCs passe a ser feita pelo novo sistema por uma questão de economia. Transferências e pagamentos de pessoa para pessoa serão de graça. O comerciante Marco Buono fez as contas de quanto vai poupar por ano. Hoje, o banco dele cobra R$ 10 por uma transferência. “Eu faço quatro, cinco TEDs por semana, são R$ 50. No mês R$ 200, em média. Nada nada, por ano, vou economizar R$ 2.400”, diz. Já as empresas vão pagar uma tarifa quando enviarem ou receberem dinheiro pelo PIX. Mas o mercado espera que a taxa seja menor do que agora. Primeiro, porque o PIX só tem os bancos como intermediários entre pagador e recebedor. Em uma compra por cartão de débito, por exemplo, até 4% do valor vão para as empresas de cartão e as donas das maquininhas, que não são necessárias no PIX. Outro motivo é que o Banco Central vai cobrar menos dos bancos pelo PIX: um centavo a cada dez transações. Por uma TED, os bancos pagam R$ 6 centavos, 60 vezes mais. “Cabe também às empresas fazerem a sua parte de procurar ali um leque de agentes para verificar dentre aquelas instituições que atendem, aquelas que lhe oferecem o menor custo, todo esse processo vai levar a uma redução de preços para as empresas também no médio prazo", destaca Carlos Brandt, chefe adjunto do Departamento de Competição e Estrutura do Banco Central. Serão mais concorrentes disputando a preferência do cliente. Além dos grandes bancos, estão autorizados a fazer PIX as cooperativas de crédito, as empresas de pagamentos e de varejo, e as fintechs ou bancos digitais. “Hoje para eu ter um usuário em uma região distante, isolada do país eu preciso emitir um cartão e enviar o cartão até aquela cidade. Então, eu tenho o custo da emissão e da logística. No PIX, é diferente. Eu vou fazer tudo digitalmente”, comenta Marcelo Martins, coordenador do Grupo de Trabalho do Pix no Abfintechs. Com a esperança de custos menores, o comércio e as grandes redes de lojas avaliam que os preços dos produtos possam cair no futuro. “Se nós vamos ter um custo menor nas transações financeiras, isso deve gerar também melhores preços, melhor desempenho não só da empresa, mas melhores ofertas para os clientes”, afirma Jorge Gonçalves Filho, vice-presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV). A poucos dias da estreia, tem quem resista ao PIX. “Ainda estou na era do dinossauro, prefiro continuar com dinheiro”, revela um idosa. E tem gente ansiosa para experimentar a novidade. “Já cadastrei já”, conta um entrevistado. “Toda a tecnologia quando surge, dá medo. Foi assim com cartão de crédito, foi assim um cartão de débito, com as contas digitais. E é por isso que a gente precisa primeiro estudar muito bem. Comece pequeno, não precisa sair transferir o seu salário todo pelo PIX. Começa transferindo o pagamento da manicure de R$20, R$ 30, começa pagando mercadinho. E aí você vai se apropriando dessa tecnologia”, comenta Gabriela Mendes Chaves, economista do Nofront. Na terça (3), tem a segunda reportagem da série, com alguns exemplos práticos do uso do PIX. Na hora de pagar um táxi, na hora de dividir uma conta entre amigos. Veja Mais

Os melhores jogos exclusivos lançados para o PlayStation 4

canaltech A geração atual de consoles está chegando ao fim. O PlayStation 4, lançado em 2013, deixou pelo caminho uma série de excelentes exclusivos, característica que até hoje é considera um dos fatores principais de compra para o console. Os melhores jogos exclusivos lançados para o Xbox One O que fazer antes de trocar o PlayStation 4 pelo PlayStation 5? Vale a pena trocar o PlayStation 4 pelo PlayStation 5? Para homenagear esse guerreiro que está passando o bastão para a próxima geração, elencamos os dez melhores títulos, na nossa opinião, que já foram lançados para o console. Aqui, vale somente uma regra: só cabem os exclusivos nos consoles (ou seja, pode até ter sido lançado também para o PC). Portanto, nada de Red Dead Redemption 2 e outros gigantes que a gente sabe que vocês amam. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- 10. Ghost Of Tsushima   Como um bom samurai, Ghost of Tsushima chega para anunciar sua posição nesta lista. O game é o exclusivo que vai fechar a geração e, como tal, tende a explorar o máximo do que o console consegue entregar. De fato, a narrativa de Jin Sakai pelo vasto mundo de Tsushima impressiona pela beleza e por aproveitar de mecânicas de exploração de mundo aberto apresentadas em The Legend of Zelda: Breath of The Wild. Contudo, fica na nossa décima posição por não ter trazido exatamente muito elementos novos para a mesa. Ainda assim, é um excelente game, indispensável para quem tem um PlayStation 4. Análise | Ghost of Tsushima encerra era do PlayStation 4 com narrativa brilhante Ghost of Tsushima: o que é fato e ficção no último exclusivo do PlayStation 4? 9. Death Stranding   Também chamado de jogo do “Kojima sem amarras”, Death Stranding é um raro título super autoral na indústria AAA, em que jogos são feitos por centenas de pessoas. Em um mundo pós-apocalíptico, você controla Sam Bridges, um entregador responsável por levar mais que pacotes, mas também estreitar os laços da humanidade. O jogo inova ao criar o verdadeiro sistema de “walking simulator”, cujo desfio é realmente conseguir chegar de um lugar ao outro, sem derrubar suas encomendas. No meio disso, há todo onírico que só a mente de Hideo Kojima consegue produzir. Análise | Death Stranding e a tentativa de criar laços em um mundo desgarrado 8. Until Dawn   Este título merece uma posição nobre no altar dos games de PlayStation 4 por botar na mesa um elemento muito inovador. É a primeira vez que um jogo AAA em terceira pessoa com narrativa tão profunda consegue oferecer várias e várias opções de enredo para o jogador. O sistema foi tão bem-vindo ao gênero que também foi explorado em outros jogos focados em narrativa, como Detroit: Become Human. Diante de uma trama que se encaixa bem nos seus diferentes caminhos, entra em oitavo na nossa lista. 7. Uncharted 4: A Thief’s End   A saga de Nathan Drake é, certamente, uma das mais icônicas dos games. O quarto título da série coloca o protagonista em conflito com sua esposa, para ajudar o irmão fugitivo e seguir novamente atrás de relíquias escondidas no melhor estilo Indiana Jones. Contudo, por não trazer tanta inovação assim e manter o sistema linear de fases, o game não foi tão bem recebido como os anteriores. Ainda assim, é uma excelente pedida para os jogadores de PlayStation 4. Uncharted 4 é a maior aventura de Drake e um dos melhores jogos desta geração 6. Final Fantasy 7 Remake   Um leitor mais desavisado pode questionar: “valem remakes?”. Pois bem, no caso de Final Fantasy 7 Remake, esta regra pode ser quebrada, pois, simplesmente, o jogo não é só uma recriação do clássico. Quem jogou até o fim, sabe que estamos falando de algo completamente diferente. A Square traz novamente a história de Tifa, Cloud e Barret com muito mais profundidade, adicionando um novo caminho ao já aclamado título do PlayStation 1. O que Final Fantasy 7 Remake faz com toda a história do original, adicionando novas batalhas e enredos, permite colocá-lo tranquilamente no hall dos dez melhores games para o console. Análise | Final Fantasy VII Remake é a magnum opus da Square para o PS4 5. Bloodborne   Bloodborne é considerado por muitos a obra-prima do gênero conhecido como souslike. Aqui, a FromSoftware pega os elementos da franquia Dark Souls e, colocar em um jogo mais dinâmico e de movimentação. Com uma narrativa profunda que se descobre andando pelo mapa, ele é uma excelência também em design de mapas, personagens e gráficos para seus diferentes ambientes. Mesmo com o lançamento de Sekiro: Shadows Die Twice, Bloodborne ainda figura em primeiro lugar no coração de quem gosta do gênero. 4. Horizon: Zero Dawn   A indústria de games mostra que investir em continuações é uma estratégia mais segura para garantir o sucesso de um lançamento. Contudo, Horizon: Zero Dawn mostrou que um bom jogo pode ganhar seu próprio espaço e transformar-se em um título essencial já logo na estreia da franquia. A narrativa coloca o jogador na pele de Aloy, uma jovem que vive o ostracismo de seu povo, em um mundo dominado por máquinas. O game ganhou projeção por introduzir diferentes estratégias de caça aos animais-robôs, em um vasto e profundo mundo aberto. Tudo isso, acompanhado de um diferente e curioso universo que mistura homem, máquina e nossa relação com o passado. 3. Marvel’s Spider-Man   A história dos games de super-heróis mostra que são raros os títulos que merecem destaque. Isso porque a maioria dos jogos são feitos a toque de caixa para acompanhar um lançamento no cinema ou TV, sem receber o devido tempo de tratamento. Felizmente, Spider-Man do PlayStation 4 é o oposto disso. O jogo ganhou o público ao colocar um Peter Parker anos à frente da morte de Tio Ben (afinal, todos sabemos como ele morreu). Isso ainda misturado um veloz sistema de movimentação e um esquema de batalha inspirado na (também excelente) série Batman: Arkham. Não à-toa, a DLC com Miles Morales está sendo usada como grande jogo de lançamento para o PlayStation 5. Análise | Spider-Man evolui um gênero e é o melhor game de super-herói já feito 2. The Last of Us: Part 2   Sem dúvida, este é só não um dos maiores títulos para console, como também deve ter espaço garantido nas listas de melhores jogos da geração. The Last of Us 2 inova em vários aspectos, mas o maior deles é conseguir criar uma inteligência artificial para os inimigos que realmente é responsiva às ações do jogador. Ainda, faz um importante papel em dar protagonismo para personagens LGBT, necessário para os dias de hoje. Por fim, The Last of Us: Part 2 merece um grande mérito em ter conseguido melhorar o que já era excelente em The Last of Us: Part 1, um desafio por si só, já difícil de alcançar. Análise | The Last of Us Part II e suas contas pesadas e manchadas de sangue 1. God of War   A lista de fecha com a obra-prima do PlayStation 4. É impressionante como a Santa Monica conseguiu repensar o que é God of War em 2020 e transformar o personagem que era violento sem explicação, em um profundo pai arrependido de seu passado. A beleza de God of War está na relação de Kratos com seu filho e na obrigação de diálogo entre os dois diante da morte da mãe, logo no início. Soma-se a isso ainda um game que trabalha inteiro como se fosse um plano sequência, misturando suas cenas cinemáticas com as batalhas. Por isso, God of War é o nosso escolhido para o primeiro lugar. Análise | God of War tem melhor versão de um Kratos preparado para nova geração Vale lembrar que esta é apenas uma lista com a opinião do Canaltech sobre os melhores títulos do console. Deixe nos comentários a sua lista com os melhores jogos para você. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança carregador compatível com iPhone 12 por menos de R$ 30 WhatsApp explica mensagens temporárias antes de liberar recurso para todos Xbox Series X e S | Revelada lista de apps de streaming que estarão nos consoles Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja Mais

Filha de Scorsese e brasileira Alice Braga se destacam em série que termina hoje

O Tempo - Diversão - Magazine Com "We Are Who We Are", o aclamado Luca Guadagnino, estreou no formato série, no caso, transmitida pela HBO Veja Mais

Dragonborne: jogo indie será lançado para Game Boy original

Dragonborne: jogo indie será lançado para Game Boy original

Tecmundo Eis aqui uma surpresa que muitos certamente não aguardavam. Passados alguns muitos anos desde que a Nintendo encerrou o suporte e lançamento de jogos novos para o Game Boy original, o estúdio indie Spacebot anunciou o lançamento de Dragonborne para o portátil.Previsto para ser lançado em janeiro de 2021, o game é um título de RPG que segue o estilo visto em Dragon Quest e Final Fantasy nos combates, mas com exploração parecida com a série The Legend of Zelda. O sistema de combate deve acontecer em turnos, trazendo uma campanha que deve durar entre 6 e 7 horas.Leia mais... Veja Mais

Preços do petróleo fecham em alta nesta segunda-feira

G1 Economia Na semana passada, os contratos de petróleo perderam 10% e marcaram a pior semana desde abril. Os preços do petróleo recuperaram terreno nesta segunda-feira (2), depois de uma semana ruim e de um começo de dia operando em baixa, em um mercado à espera de uma flexibilização da política de reposição de barris da Opep+ (OPEP e aliados). O barril de Brent do Mar do Norte para entrega em janeiro fechou em alta de 2,71%, a US$ 38,97. Em Nova York, o barril de WTI para dezembro subiu 2,84%, a US$ 36,81. Campo de exploração de petróleo no RN Getúlio Moura/Petrobras/Divulgação Os preços "se recuperaram depois de boatos que indicam que a Rússia propôs atrasar a alta na produção da Opep+", explicou Fawad Razaqzada, analista da ThinkMarkets. Esta eventual extensão dos cortes da produção, decididos em abril para tentar conter a queda do petróleo, é, no entanto, "um ponto de interrogação", destacou Gary Cunningham, da Tradition Energy. No primeiro de janeiro, segundo acordo atual entre a Opep e seus aliados, os cortes na produção do petróleo diminuirão em 1,9 milhão de barris diários, que voltariam, assim, ao mercado. Na semana passada, os dois contratos perderam 10% em sua pior semana desde abril. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Commodities: Lockdown em países da Europa pressiona agrícolas na bolsa de NY

Valor Econômico - Finanças Açúcar demerara foi a exceção e encerrou o pregão com alta de mais de 4% A segunda-feira foi de queda para os principais contratos agrícolas negociados na bolsa de Nova York, enquanto os investidores continuam preocupados com a economia na Europa, diante de novos lockdowns em vários países. A exceção foram os papéis de açúcar demerara, que subiram mais de 4% com a notícia de que a Índia não deve dar subsídios para exportação nesta temporada. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Maia defende alternância de poder nos EUA e diz que, sob Trump, só Brasil cedeu

O Tempo - Política Presidente da Câmara afirmou que o US$ 1 bilhão prometido pelos EUA para telefonia "não serve nem para a largada dos investimentos necessários para o 5G" Veja Mais

Villas Bôas chama de “infundadas” acusações de que militares teriam conspirado para queda de Dilma Rousseff

Valor Econômico - Finanças General refuta alegações de que impedimento da ex-presidente teria relação com insatisfações ligadas à Comissão da Verdade O general da reserva Eduardo Villas Bôas chamou de “infundadas” as acusações de que os militares teriam conspirado para a queda da ex-presidente Dilma Rousseff por insatisfação com a Comissão da Verdade, que funcionou de 2011 a 2014 para investigar crimes ocorridos durante a Ditadura Militar. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Samara Felippo posta foto atual junto a outra de 20 anos atrás e fãs se dividem

O Tempo - Diversão - Magazine A bela atriz parece ter o mesmo peso da juventude, mas alguns seguidores ponderaram que não é o tipo de post ao qual ela vem se dedicando nos últimos tempos Veja Mais

Mix Brasil terá François Ozon, Bruce LaBruce e vencedor do Leão Queer

O Tempo - Diversão - Magazine Começa no dia 11 de novembro a 28ª edição do evento, combinando sessões online e outras presenciais Veja Mais

Bolsonaro nega tentativa de contato com Biden e reafirma alinhamento a Trump

Valor Econômico - Finanças Bolsonaro se manifestou em resposta a uma notícia da GloboNews Na véspera da eleição presidencial nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro afirmou em suas redes sociais, na noite desta segunda-feira (2) que não tentou contato com o democrata Joe Biden, que lidera as pesquisas americanas. Ele reafirmou, ainda, o seu alinhamento com o republicano Donald Trump, candidato à reeleição. "Não tentei contato com o candidato Biden, tampouco pedi ao nosso embaixador fazê-lo", escreveu Bolsonaro. Na manhã desta terça-feira (3) ele irá se reunir com o chanceler Ernesto Araújo, no Palácio do Planalto. Ambos são enfáticos apoiadores de Trump. O motivo da reunião não foi informado pelo Planalto. Bolsonaro se manifestou em resposta a uma notícia da GloboNews dando conta que, diante da possibilidade de vitória do democrata, Bolsonaro tentou manter contato mais de uma vez com Biden, sem sucesso. De acordo com a GloboNews, a campanha do democrata recusou as tentativas de contato sob o argumento de que Biden não falaria com governos de outros países durante a campanha eleitoral. "Quanto às eleições, todos sabem do respeito que tenho pelos EUA bem como do bom relacionamento com o presidente Donald Trump", escreveu ainda o presidente brasileiro, marcando o perfil oficial do norte-americano no Twitter. Bolsonaro sempre demonstrou alinhamento a Trump e chegou a dizer que ele irá vencer "pelo bem dos Estados Unidos e do mundo". Ex-ministros das Relações Exteriores, embaixadores e militares avaliam que, se Biden confirmar o favoritismo e derrotar Trump, a política no Brasil que mais sofrerá impactos será a do meio ambiente. No primeiro debate entre o democrata e o republicano, em setembro, Biden sugeriu ajuda financeira ou sanções ao Brasil caso o país não proteja a Amazônia. Bolsonaro criticou a fala. Veja Mais

Crivella exibe depoimento pré-gravado de Bolsonaro em live

Valor Econômico - Finanças Ao longo da transmissão ao vivo que durou 96 minutos, Crivella e parlamentares bolsonaristas priorizaram as críticas ao candidato do Democratas à Prefeitura, Eduardo Paes Numa curta participação pré-gravada e editada com pouco mais de dois minutos, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a pedir voto para o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, durante live encerrada há pouco do candidato do Republicanos à reeleição. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Vereador Zico Bacana é baleado no Rio de Janeiro enquanto fazia campanha

O Tempo - Política Tiro atingiu Zico de raspão na cabeça e ele estava estável em um hospital Veja Mais

Confira quais são as 10 melhores séries da Netflix de 2020 (até agora)

Confira quais são as 10 melhores séries da Netflix de 2020 (até agora)

Tecmundo Quer saber quais são as 10 melhores séries da Netflix de 2020 (até agora)? Chegou o momento!No ano de 2020, a Netflix trouxe ao público diversos conteúdos muito interessantes. Com a missão de entreter a todo momento os mais diversos tipos de espectadores, muitas séries foram lançadas na plataforma, além de renovações muito importantes que trouxeram novos episódios a produções já conhecidas.Leia mais... Veja Mais

Os melhores jogos exclusivos lançados para o Xbox One

canaltech Lançado em novembro de 2013, o Xbox One surgiu com a ideia de ser uma máquina multimídia, e não apenas um videogame. E, por mais que sua comunicação e gestão iniciais tenham sido desastrosas, é possível dizer, ao final da geração, que, de fato, esse objetivo foi cumprido à risca, sobretudo depois da entrada de Phil Spencer no comando da divisão Xbox, no meio da vida do console. Leia também: Os melhores jogos exclusivos lançados para o PlayStation 4 Existiram três versões do videogame: o Xbox One tradicional, o Xbox One S e, por fim, o mais poderoso console da 8ª geração, o Xbox One X, capaz de rodar todos os games multiplataforma na melhor performance possível e, aliado aos ótimos serviços proporcionados pela Microsoft, como a Xbox Live Gold e, posteriormente, o Xbox Game Pass, oferecer um ecossistema de entretenimento completo. Há quem diga, no entanto, que o Xbox One "não tem jogo". Será verdade? Gostos à parte, por mais que o console não tenha tido o mesmo brilho que seu antecessor, há, sim, uma biblioteca de games respeitável para este videogame e vamos separar os melhores para vocês agora. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- 7. Ryse: Son of Rome Um dos títulos de lançamento do console, Ryse: Son of Rome nos colocou na pele do soldado romano Marius Titus, que teve sua vida transcorrida no game desde a infância até se tornar um dos chefes do exército da capital do mundo. Com enredo fictício, mas muitos personagens históricos presentes, Ryse trazia um combate simples, mas eficiente. Muito embora sua jogabilidade tenha sido criticada por ser repetitiva, a curva de aprendizado, a quantidade de inimigos e os movimentos verossímeis o tornava um jogo divertido.   Produzido pela Crytek, que depois chegou a lançar o game para PC, Ryse traz um dos melhores gráficos da geração, com belos cenários, texturas e alto nível de detalhamento dos personagens. Apesar das críticas, é um jogão e vale muito a pena ser visitado. 6. Sunset Overdrive Lançado no fim de 2014, Sunset Overdrive é um dos games mais divertidos do Xbox One. Aqui, criamos um personagem que é um empregado da FizzCo, que tem a missão de eliminar os ODs, ou Overcharge Drinkers, seres humanos que, ao beberem um energético criado própria empresa, se tornam mutantes perigosos. Em uma cidade chamada Sunset City, podemos navegar em um mapa de mundo aberto e usar e abusar do parkour, além de "surfar" em paredes e corrimãos para eliminar os inimigos e salvar o local.   Com gráficos incrivelmente coloridos e jogabilidade bem fluida e intuitiva, Sunset Overdrive, infelizmente, não teve uma sequência, mas rende boas horas de diversão com muito tiro, porrada e bomba. 5. Killer Instinct Também lançado logo no primeiro dia do console, Killer Instinct veio com a ideia de reviver uma das mais icônicas franquias de luta de todos os tempos, que não ganhava um novo game desde o Nintendo 64. O título, aliás, veio com a proposta de ser free-to-play, com o usuário precisando comprar mais personagens caso quisesse ter o jogo por completo, mas sem privá-lo de desfrutar do gameplay.   Com várias atualizações e anos de mercado, é possível visitar as salas cheias de jogadores no multiplayer online até hoje, encarando todos com uma jogabilidade bem complexa e cheia de combos, como é característico da franquia. Mesmo que não tenha os mesmos holofotes de antes, Killer Instinct é um baita de um jogo. 4. Cuphead Anunciado como um exclusivo temporário, Cuphead foi uma grata surpresa no mundo do Xbox One e merece estar na lista dos melhores games do console. Hoje presente em diversas plataformas, o jogo em estilo plataforma run and gun é um dos mais belos, desafiadores e bem pensados títulos da geração de consoles que se encerra.   Aqui controlamos duas xícaras, Xicrinho e seu irmão Caneco, em um mundo incrivel inspirado nos clássicos cartoons dos anos 1930. Ao mesmo tempo que é belo, Cuphead apresenta uma dificuldade de gameplay absurda. Não pelos comandos, que até são simples, mas pelo enorme desafio das inúmeras fases e inimigos apresentados. Há quem não tenha, se quer, ultrapassado os tutoriais. Será verdade? 3. Forza Motorsport 7 Título de meia-vida do Xbox One, Forza 7 teve seu lançamento programado para praticamente a mesma época do Xbox One X, versão parruda do console. Nesta versão, podemos considerar que a franquia atingiu o seu auge, tendo conseguido trazer um gameplay sólido, gráficos realistas e conteúdo para lá de completo. O game, aliás, foi pensado já com o poderio do Xbox One X em mente e o resultado foi o que todos já conhecemos: um jogo de corrida completo com gráficos em 4K e framerate de 60FPS.   Sua continuação já está confirmada para o Xbox Series X, mas, enquanto ela não chega, ainda podemos nos deleitar com os carros e pistas de Forza 7, um verdadeiro primor. 2. Forza Horizon 4 Diferentemente de seu irmão simulador, Forza Horizon 4 traz outra proposta; mas igualmente divertida e viciante. Aqui, tudo é mais descompromissado, com foco na jogabilidade mais simples, na velocidade e na exploração de pistas e mapas mais abertos, todos situados no Reino Unido, região escolhida pela Playground Games.   Com gráficos estonteantes, gameplay caprichado e conteúdo primoroso, Forza Horizon 4 pode ser considerado não apenas um dos melhores jogos de corrida da geração, mas também um dos melhores títulos disponíveis em qualquer gênero. Análise | Forza Horizon 4 tem melhor experiência para jogadores de todo nível 1. Gears 5 O melhor de Xbox One em 2019 é, também, um dos melhores de sua franquia. Gears 5 trouxe mudanças para a série que há muito tempo eram esperadas pelos fãs e entusiastas de jogos de tiro. Aqui temos Kait no centro das atenções, com um enredo dos mais bem construídos em todos os tempos, com reviravoltas, decepções e muita, muita emoção.   No campo das mecânicas de jogo, a The Coalition conseguiu melhorar o que já era quase perfeito. Marca registrada dos games de Gears, a ação nunca foi tão frenética e bem construída como em Gears 5, com mais armas, novos golpes corporais, inteligência artificial aprimorada e missões mais criativas. Além disso, houve uma mudança interessante no modo como progredimos no game, com elementos de RPG como árvores de habilidades, mundo semiaberto e diálogos muito mais bem elaborados e que deixam o jogador mais imerso no jogo. Já no multiplayer, após um começo conturbado, hoje o game apresenta a fluidez e a estabilidade conhecidas dos exclusivos de Xbox One. O destaque vai para o modo Escape, em que, junto de mais dois jogadores, temos a missão de sair de uma colmeia de swarms, mas com "aditivos", por assim dizer, que deixam a jornada bem mais complicada. Análise | Gears 5 é visceral, intenso e esplendoroso   Com relação aos gráficos, Gears 5 traz o melhor uso do HDR visto na atual geração de consoles. Apesar de, por escolha da The Coalition, o game não rodar em 4K nativos no Xbox One X, temos uma bela qualidade gráfica e resolução, tanto na história quanto no multiplayer. No Xbox Series X devemos ter a melhor versão já vista do game, com a campanha rodando nos tão sonhados 4K e, talvez, com a taxa de quadros por segundo chegando aos 120FPS. Quanto ao Xbox Series S, o game já está confirmado com resolução de 1440p e 120FPS. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança carregador compatível com iPhone 12 por menos de R$ 30 WhatsApp explica mensagens temporárias antes de liberar recurso para todos Xbox Series X e S | Revelada lista de apps de streaming que estarão nos consoles Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja Mais

Guarda Municipal focada em prevenção de crimes é a aposta de Nilmário

O Tempo - Política Ideia é que efetivo visite escolas e moradias para combater violência Veja Mais

Áurea visita Jardim Alvorada e cobra política habitacional para áreas de risco

O Tempo - Política Bairro foi atingido pela chuva de janeiro deste ano e cinco pessoas morreram Veja Mais

Prêmio Multishow anuncia performances musicais que se apresentarão nos estados

O Tempo - Diversão - Magazine O palco em Minas Gerais terá os shows dos mineiros do Skank e do Jota Quest Veja Mais

Covid-19: com mais 168 mortes, Brasil soma 160.272 óbitos, diz consórcio de imprensa

Valor Econômico - Finanças O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta segunda-feira (2). O país registrou 168 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 160.272 óbitos desde o começo da pandemia. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Rodrigo Paiva propõe seguro para moradores de áreas com risco de inundação

O Tempo - Política Candidato do Novo quer firmar parcerias com seguradoras e buscar recursos federais para obras de infraestrutura Veja Mais

10 romances entre personagens de séries que não durariam na vida real

10 romances entre personagens de séries que não durariam na vida real

Tecmundo O que seria das séries sem os seus conflitos, não é mesmo? E o que seria das séries que apostam em conflitos românticos sem seus casais com muita química e também muitas possibilidades dramáticas para serem trabalhadas? Embora tudo isso seja divertido de ser assistido, fica a dúvida: será que esses casais de séries seriam plenamente felizes na vida real?Leia mais... Veja Mais

PALMEIRAS PODE SER CAMPEÃO COM TÉCNICO COMPARADO A JORGE JESUS? FOX Sports Rádio debate

PALMEIRAS PODE SER CAMPEÃO COM TÉCNICO COMPARADO A JORGE JESUS? FOX Sports Rádio debate

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Juntos na torcida! #FOXSports #Palmeiras #Abel Veja Mais

The Legend of Zelda: confira belíssimas artes de Link e Ganon

The Legend of Zelda: confira belíssimas artes de Link e Ganon

Tecmundo O ilustrador freelancer Dave Rapoza, conhecido por ter retratado, em outras oportunidades, títulos como The Witcher, LoL e Fortnite, compartilhou fan arts inéditas de The Legend of Zelda, recriando os personagens Link e Ganon de uma maneira completamente detalhista.(Fonte: Dave Rapoza/Reprodução)Leia mais... Veja Mais

Eleições em BH: Luísa Barreto quer Guarda Municipal mais próxima da população

O Tempo - Política Candidata do PSDB diz que papel da corporação deve ir além da proteção patrimonial Veja Mais

NetMovies passa a oferecer filmes gratuitos

canaltech Desde a última sexta-feira, 30 de outubro, a NetMovies passou a oferecer todos os filmes disponíveis na plataforma totalmente de graça. A marca é pioneira no serviço de locação online no Brasil, atuando desde 2006; agora, ela será totalmente baseada em publicidade, mas sem deixar de fornecer conteúdos em alta definição para os usuários. NetMovies agora é grátis: saiba como usar a plataforma Como usar o NetMovies para ver filmes e séries de graça Além do Netflix: serviços de streaming diferentes que você precisa conhecer De acordo com nota enviada à imprensa, essa estratégia vinha sendo planejada pela empresa há dois anos. O primeiro movimento foi justamente buscar o licenciamento dos conteúdos disponibilizados com direitos para AVOD – Advertising Supported Video on Demand, que é justamente uma autorização para os filmes serem apoiados por publicidade. O novo modelo de negócio irá afetar cerca de 15 milhões de usuários, que acessam a plataforma mensalmente e assistem a 12 milhões de horas de conteúdo todo mês. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/-   Filmes, Séries, Musicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Além do site, a NetMovies também possui um aplicativo compatível com os sistemas iOS ou Android, além das TVs conectadas LG, Samsung e Sony ou por meio de Chromecast e AirPlay. De acordo com a empresa, a versão para Android TV, Amazon Fire e Roku está sob desenvolvimento e será lançada em breve. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança carregador compatível com iPhone 12 por menos de R$ 30 Os lançamentos da Netflix em novembro de 2020 WhatsApp explica mensagens temporárias antes de liberar recurso para todos Para usar internet Starlink, você precisa reconhecer Marte como um planeta livre Xiaomi vai lançar três novos Redmi Note 9 na China, um deles com sensor de 108MP Veja Mais

Bolsonaro torce por Trump, mas busca diálogo com Biden

Valor Econômico - Finanças Para o governo brasileiro, não haverá grandes mudanças de rumos, independentemente de quem vença O governo Jair Bolsonaro acompanhará a apuração das eleições americanas interessado não apenas em se preparar para eventuais mudanças nos rumos político e econômico dos Estados Unidos, potência global e parceiro estratégico do Brasil, mas também para aferir o possível impacto que o resultado do pleito pode ter na principal aposta da política externa brasileira. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Eleições nos EUA: astrounautas participam em votação do espaço

Eleições nos EUA: astrounautas participam em votação do espaço

Tecmundo As eleições presidenciais do Estados Unidos estão marcadas para acontecer nesta terça-feira (3). A disputa marca, principalmente, embate entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump. O dia de ir as urnas terá, também, uma votação do espaço para os estadounidenses que estão em missões espaciais. (Fonte: Pexels)Leia mais... Veja Mais

'Titã' Sérgio Britto anuncia o quinto disco solo, 'Epifania'

G1 Pop & Arte ♪ Sem lançar álbum solo desde Purabossanova (2013), trabalho editado há sete anos, o cantor, compositor e músico carioca Sérgio Britto se prepara para lançar o quinto disco solo, Epifania. Integrante dos Titãs, sendo um dos três atuais remanescentes da formação clássica da banda paulistana, Britto apresenta a primeira amostra do disco na sexta-feira, 6 de novembro. Trata-se do single duplo intitulado Epifania e editado com capa que expõe a filha do artista em foto de Silmara Ciuffa. A inédita música-título Epifania ocupa o lado A do single. Trata-se melodiosa balada composta por Britto ao piano, no estilo de canções com Epitáfio (2001), sucesso dos Titãs. A outra música do single é Tradição (Sergio Britto e Paulo Miklos, 2019), composição lançada em disco no ano passado na voz de Elza Soares – em gravação feita para o último álbum da cantora, Planeta fome (2019) – mas, a rigor, apresentada pelos Titãs há nove anos no show Futuras instalações (2011). Sérgio Britto lança o disco solo Epifania através da gravadora Midas Music. Capa do single 'Epifania', de Sérgio Britto Silmara Ciuffa Veja Mais

Festa de Wajngarten em Maresias reúne ministros e Flávio Bolsonaro

O Tempo - Política Comemoração foi registrada nas redes sociais por convidados, entre eles o ministro das Comunicações, Fabio Faria, e o novo ministro do TCU, Jorge Oliveira Veja Mais

Ataque em seis pontos diferentes de Viena deixam ao menos dois mortos

Valor Econômico - Finanças Tiroteios em seis diferentes lugares do centro de Viena na noite desta segunda (2) deixaram ao menos dois mortos, entre eles um suspeito, e vários feridos, inclusive um policial, segundo a polícia da cidade. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Wall Street tem alta na véspera da eleição nos EUA, mas mercado se prepara para semana agitada

G1 Economia Na semana passada, os três índices acionários norte-americanos registraram suas maiores quedas semanais desde março. Os índices Dow Jones e S&P 500 fecharam em alta nesta segunda-feira (2), com o Nasdaq registrando leves ganhos na véspera da eleição presidencial norte-americana, conforme os investidores se preparavam para grandes oscilações nesta semana. O Dow Jones Industrial fechou em alta de 1,6%, pata 26.925,05 pontos, o S&P 500 subiu 1,23%, para 3.310,24 pontos e o Nasdaq Composite teve elevação de 0,42%, para 10.957,61 pontos. Embora o Dow e o S&P tenham encerrado em território positivo, terminaram bem longe das altas da sessão, e o Nasdaq chegou a ficar algum tempo no vermelho. Na semana passada, os três índices registraram suas maiores quedas semanais desde março e a expectativa majoritária para os próximos dias é de volatilidade, com as possíveis mudanças de longo prazo nas políticas relativas a tributos, gastos do governo, comércio e regulação. Na véspera da eleição, EUA já registram mais de 95 milhões de votos antecipados Movimentos de longo prazo vão depender do vencedor entre o presidente republicano Donald Trump e o democrata Joe Biden. Biden lidera as pesquisas nacionais, mas as disputas estão acirradas em Estados cruciais que podem garantir a vitória de Trump. Analistas disseram que o resultado mais provável para abalar os mercados de ações no curto prazo seria não haver um vencedor claro na noite de terça-feira. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

FT: A democracia pode sucumbir em qualquer lugar, até nos EUA

Valor Econômico - Finanças Há muito os Estados Unidos se vangloriam da denominação de “líder do mundo livre”. As eleições presidenciais americanas eram o exemplo definitivo da democracia em ação. Mas estamos prestes a testemunhar uma eleição como nunca se viu. Pessoas de todas as partes do mundo estarão atentas não só à contagem dos votos, como também a qualquer sinal de que os resultados serão contestados nos tribunais ou nas ruas. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Ânima Educação assina contrato para comprar ativos da Laureate no Brasil

G1 Economia Com a compra, a Ânima Educação disse que expandirá sua presença para mercados que correspondem atualmente a 75% do total de matrículas no ensino superior brasileiro. A Ânima Educação divulgou nesta segunda-feira (2) que assinou um contrato com o Grupo Laureate para compra de todos os ativos brasileiros do grupo norte-americano. Na semana passada, a empresa já havia informado que sua oferta vinculante havia sido escolhida como superior de forma definitiva. Em fato relevante nesta segunda-feira, a Ânima apontou que o negócio envolve um total de R$ 4,4 bilhões, no fechamento, sendo R$ 3,777 bilhões pagos em dinheiro a Laureate e R$ 623 milhões em dívidas a serem assumidas pela Ânima. A proposta inclui ainda R$ 203 milhões por 135 vagas de medicina pendentes de aprovação, e o pagamento pela Ânima de R$ 180 milhões à Ser Educacional por multa contratual devida pela Laureate. A Laureate, que controla as universidades Anhembi Morumbi e FMU, em São Paulo, e o IBMR, no Rio de Janeiro, havia recebido em setembro oferta de R$ 4 bilhões da Ser Educacional pelos ativos. A Ânima reiterou nesta segunda-feira que também faz parte da proposta a venda concomitante de 100% das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) ao fundo Farallon por 500 milhões de reais. Com a compra, a Ânima Educação disse que expandirá sua presença para mercados que correspondem atualmente a 75% do total de matrículas no ensino superior brasileiro. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Confira as 10 fotos mais famosas do espaço

Confira as 10 fotos mais famosas do espaço

Tecmundo Desde a Antiguidade, a humanidade é fascinada pelos segredos do espaço. Mas até a divulgação das primeiras fotos do espaço, em 1946, não se tinha uma experiência visual tão marcante. A partir da corrida espacial nos anos 1960 até os dias atuais, a qualidade das imagens só aumentou e o espaço se tornou ainda mais fascinante. Sejam registradas por telescópios ou pelos próprios astronautas, as fotos do espaço são uma prova do avanço da ciência. Leia mais... Veja Mais

TSE contabiliza aumento de 60 mil registros de candidatura na comparação com 2016

Valor Econômico - Finanças Desta vez, foram 557.342 pessoas com desejo de serem candidatos a prefeito, vice-prefeito ou vereador O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contabilizou nas eleições deste ano um aumento de 60,4 mil pedidos de registros de candidatura em comparação com o pleito de 2016. Desta vez, foram 557.342 pessoas com desejo de serem candidatos a prefeito, vice-prefeito ou vereador. Desses, 528.421 tiveram suas candidaturas aceitas pela Corte eleitoral. Por outro lado, 17,2 mil candidaturas foram consideradas inaptas. Ou seja, não foram aceitas pelo TSE. Dentre as candidaturas inaptas, 2,3 mil foram cassadas com base na Lei da Ficha Limpa. Mais 2,4 mil candidatos tiveram o partido ou a coligação partidária invalidada; 74 não puderam registrar candidatura por terem sido condenados por abuso de poder e 27 por gasto ilícito de recursos. A maioria teve a candidatura indeferida por ausência de requisito de registro. São condições de elegibilidade, dentre outros requisitos, a nacionalidade brasileira; o pleno exercício dos direitos políticos; o alistamento eleitoral; o domicílio eleitoral na circunscrição em que pretende concorrer; a filiação partidária e idade mínima para o cargo pretendido. Mais 11,6 mil candidaturas aguardam julgamento do tribunal. Dobro de candidatos homens Segundo dados disponibilizados pelo TSE, 66,5% dos candidatos são homens e 33,5% são mulheres. A maior parte dos candidatos está na faixa dos 40 anos. Sobre o grau de instrução, a maioria (212,3 mil) declara ter ensino médio completo, 135,4 mil têm nível superior completo e 71,2 mil têm o nível fundamental incompleto. Além disso, 15 candidatos se declararam analfabetos e 17,5 mil leem e escrevem. Entre as ocupações mais frequentemente declaradas nos registros estão agricultor (38 mil), servidor público municipal (35,4 mil), empresário (33,4 mil), comerciante (30,7 mil) e dona de casa (22,3 mil). E 24,7 mil declararam o emprego de vereador como ocupação. Por causa da pandemia do novo coronavírus, o calendário eleitoral foi alterado por uma emenda constitucional aprovada pelo Congresso. O primeiro turno foi marcado para o dia 15 de novembro. Nos municípios que levarem a disputa às prefeituras para o segundo turno, o pleito será em 29 de novembro. A data da posse dos eleitos continua a mesma, 1º de janeiro. Veja Mais

Eleições de 2020 tiveram aumento de 60 mil registros de candidatura

O Tempo - Política Mais de 17 mil candidaturas foram rejeitadas, segundo TSE Veja Mais

'Baby Shark' supera 'Despacito' e se torna vídeo mais assistido do YouTube

G1 Pop & Arte Música infantil produzida na Coreia do Sul passou de sete bilhões de reproduções nesta segunda (2). 'Baby Shark' se torna vídeo mais assistido do YouTube Reprodução/YouTube/Pink Fong A canção infantil "Baby Shark" se tornou o vídeo mais assistido do YouTube ao superar sete bilhões de reproduções. 'Baby shark': como 2 acordes ganharam bilhões de views? A canção produzida na Coreia do Sul passou do âmbito infantil do YouTube e virou uma sensação mundial, com melodia cativante e vídeo hipnótico e colorido. Veja, abaixo, análise sobre a música feita pelo grupo Palavra Cantada. Palavra Cantada reage a Baby Shark "Baby Shark Dance", a versão em inglês da canção, registrou mais de sete bilhões de reproduções no YouTube na madrugada desta segunda-feira (2), destronando "Despacito", da dupla Luis Fonsi e Daddy Yankee, como o vídeo mais assistido da plataforma. A onipresente canção infantil, disponibilizada pela primeira vez na plataforma de vídeos em junho de 2016, é um remix de uma música de acampamento americano da produtora Pinkfong, com sede em Seul. O sucesso abriu o caminho para entrar nas paradas musicais: a canção atingiu a posição 32 na Billboard Hot 100 em janeiro de 2019. Cena de 'Baby Shark' Reprodução No caminho para a fama, a música também conquistou o coração de muitos adultos. A equipe americana de beisebol Washington Nationals a adotou como hino e venceu a World Series do ano passado, o que levou a Casa Branca a reproduzir a melodia durante as celebrações. Mas a canção também foi usada em momentos menos festivos. A cidade americana de West Palm Beach, na Flórida, a usou para desencorajar os sem-teto a permanecerem em uma área pública. Cidade da Flórida toca 'Baby Shark' para afastar sem-teto de parque Outro uso foi pedagógico: o serviço de luta contra a pandemia de Covid-19 fez uma versão com o coronavírus como tema. "Wash Your Hands" ("Lave suas mãos") ensina às crianças a importância da higiene pessoal. Duas das quatro canções mais reproduzidas no YouTube nasceram na Coreia do Sul. O hit do rapper Psy "Gangnam Style" permaneceu no topo do pódio por mais de três anos, mas foi superada por "See You Again" de Wiz Khalifa. Veja Mais

Candidato à reeleição, vereador Zico Bacana é baleado durante ato de campanha no Rio

Valor Econômico - Finanças O vereador Jair Barbosa Tavares, o Zico Bacana (Podemos), foi baleado na noite desta segunda-feira (2) durante campanha em Ricardo de Albuquerque, na zona norte do Rio. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

"EXPERIMENTA FICAR AO LADO DO SAMPAOLI DURANTE O JOGO": Odair Hellmann participa do Jogo Sagrado

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Juntos na torcida! #Fluminense #OdairHellmann #Brasileirão Veja Mais

Há 20 anos, o ser humano ocupa a Estação Espacial Internacional

Há 20 anos, o ser humano ocupa a Estação Espacial Internacional

Tecmundo Há duas décadas, a Estação Espacial Internacional (ISS) era apresentada com um introdutório “a aventura está apenas começando” – ela é a escola de onde estão saindo os Homo sidereum, seres humanos que ocuparão a Lua e, esperançosamente, Marte.A aventura começou em 2 de novembro de 2000, quando o astronauta americano Bill Shepherd e dois cosmonautas russos, Sergei Krikalev e Yuri Gidzenko, a bordo de um foguete Soyuz, desembarcaram como a Expedição 01 na desabitada ISS (a estação agora hospeda a Expedição 64). Desde então, ela jamais ficou vazia.Leia mais... Veja Mais

Resultado nos EUA deve atrasar e ser contestado na Justiça

Valor Econômico - Finanças Desta vez há uma chance grande de levar vários dias para a apuração terminar, devido ao elevado número de votos enviados pelo correio O democrata Joe Biden é o favorito para vencer as eleições presidenciais desta terça-feira nos EUA, mas o presidente Donald Trump ameaça contestar a votação na Justiça. Isso pode levar a uma disputa longa e sem precedentes na história da democracia americana, o que traz riscos para a economia e os mercados, num momento em que tanto os EUA como a Europa são assolados pela epidemia de covid-19. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Crivella busca associar Paes a partidos de esquerda

Valor Econômico - Finanças Candidato a reeleição, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos) buscou nesta segunda-feira (2) em live pela internet associar a candidatura do adversário Eduardo Paes (DEM) à esquerda que teria como objetivo final - segundo ele - retomar nacionalmente a aliança entre o Partido dos Trabalhadores e o MDB. Durante seus dois mandatos como prefeito do Rio, Paes era integrante do PMDB (hoje MDB). Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Eleições em BH: Agenda dos candidatos a prefeito nesta terça-feira (03)

O Tempo - Política 15 candidatos estão na disputa pela prefeitura de Belo Horizonte Veja Mais

Startups europeias estão anos à frente da Neuralink em biohacking

Startups europeias estão anos à frente da Neuralink em biohacking

Tecmundo Os anúncios da Neuralink sempre ganham intensa cobertura da mídia – principalmente pelo otimismo mostrado por Elon Musk e seu clima “quase lá”. Na verdade, empresas na Europa estão, silenciosamente, anos à frente no desenvolvimento de interfaces entre o sistema nervoso e o mundo exterior.“Por dois anos, conseguimos tocar nossa empresa com US$ 130 mil. Com três meses de trabalho, poderíamos mostrar exatamente a mesma tecnologia que a Neuralink teve quatro anos e US$ 100 milhões para desenvolver – isso é meio ridículo”, disse o neurocientista da computação Emil Hewage.Leia mais... Veja Mais

Carro do irmão do ator Marco Ricca é encontrado com ossada após seis anos

O Tempo - Diversão - Magazine Veículo do produtor cultural Giuliano Ricca tinha sinais de capotamento; ele está desaparecido desde em outubro de 2014 Veja Mais

Pazuello segue internado no Hospital das Forças Armadas, em Brasília

Valor Econômico - Finanças O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, segue internado no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, em tratamento contra a covid-19. Segundo nota divulgada pelo Ministério da Saúde, ele "está bem e disposto, mas continuará sendo monitorado pela equipe médica". Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Ataque em Viena, na Áustria, deixa 2 mortos e vários feridos

O Tempo - Mundo Suspeita do governo local é de ataque terrorista; disparos foram feitos perto de uma sinagoga no centro de Viena Veja Mais

Das sombras da internet, teoria da conspiração QAnon pode chegar ao Congresso

O Tempo - Mundo Membros do QAnon afirmam acreditar que têm o apoio do presidente Trump Veja Mais

Candidatos que lideram corrida à Prefeitura do Rio rebatem fake news

Valor Econômico - Finanças Eduardo Paes (DEM) e Martha Rocha (PDT) disputam cadeira com atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos) Dois dos candidatos à Prefeitura do Rio mais bem colocados nas pesquisas de opinião intensificaram esforços nas redes sociais para combater o que classificam como notícias falsas (fake news). Em postagem no Twitter na tarde de hoje, o líder nas pesquisas de opinião Eduardo Paes (DEM) afirmou que "às vésperas das eleições, as notícias falsas ganham ainda mais força." Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Alcolumbre convoca sessão deliberativa e inclui projeto que prevê a autonomia formal do BC na pauta

Valor Econômico - Finanças Votação da matéria é fruto de acordo entre presidente do Senado, governo e partidos de centro O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), convocou, agora há pouco, sessão deliberativa para esta terça-feira, às 16h, e incluiu o projeto que prevê a autonomia formal do Banco Central na pauta. A votação da matéria é fruto de acordo entre Alcolumbre, governo e alguns partidos de centro. A proposta conta com o apoio da equipe econômica e do ministro da Economia, Paulo Guedes, mas ainda enfrenta resistência entre a oposição. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Carf julgará tributação de receitas de aplicações de recursos próprios

Valor Econômico - Finanças Questão será analisada pela Câmara Superior, em processo do Banco do Estado de Sergipe A Câmara Superior do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) vai voltar a enfrentar um tema relevante para os bancos: a tributação de receitas financeiras. Trata-se, porém, de uma tese derivada da principal. Os conselheiros vão analisar a incidência de Cofins sobre receitas financeiras decorrentes de recursos próprios — que não são provenientes da atividade de intermediação bancária. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

América Latina ultrapassa a marca de 400 mil mortes por Covid-19

Glogo - Ciência Número de óbitos por coronavírus dobrou na região em apenas três meses, segundo levantamento da agência de notícias Reuters. Movimentação de funcionários e pequenos grupos familiares no sepultamento de se seus entes no Cemitério da Vila Formosa, na zona leste da capital paulista, que abriu novas covas para vítimas da covid-19, na manhã deste sábado, 22 de agosto de 2020. O Brasil tem o total de 3.532.330 casos confirmados e 113.358 óbitos da doença. O Estado de São Paulo computou 735.960 casos confirmados e 28.155 óbitos. Antonio Molina/Estadão Conteúdo A América Latina ultrapassou neste domingo (1º) a marca de 400 mil mortes, o que representa quase um terço do total de óbitos no mundo, segundo contagem da agência de notícias Reuters. Nesta segunda-feira (2), a região registrou 402.351 mortes e mais de 11,3 milhões de casos de coronavírus. As primeiras 200 mil mortes por coronavírus na América Latina havia sido registradas em 2 de agosto. Isso significa que bastaram apenas três meses para a região dobrar o número de vítimas. As economias latinas que levarão mais tempo para se recuperar da covid-19 (e por que o Brasil não é uma delas) 'Quando as pessoas viajam, viaja também o vírus', alerta Opas sobre o aumento de casos da Covid na América Latina Apesar de o número ser assustador, as mortes diárias na América Latina, segundo a média móvel dos últimos sete dias, é de 1,6 mil pessoas – ou pouco mais da metade dos 3,1 mil óbitos diários que eram registrado em julho, no pico da pandemia, segundo a contagem da Reuters com base em dados oficiais dos governos. Brasil: mais de 160 mil mortes Os países com as maiores taxas de mortes pela Covid-19 na América Latina são, nesta ordem: Brasil, México, Peru, Colômbia e Argentina. O Brasil superou a marca de 160 mil mortes por coronavírus no domingo, segundo levantamento divulgado às 20h pelo consórcio de veículos de imprensa. Fiocruz espera começar a vacinar a população contra a Covid-19 até março Covid-19: como a Argentina se tornou um dos cinco países com mais casos no mundo Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 5.544.815 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 10.084 desses confirmados no último dia. Em agosto, o Peru se tornou o país com a maior taxa de mortalidade de Covid-19 dos 20 países mais afetados pelo vírus, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. O México chegou a ficar sem papel para impressão de certidões de óbito em setembro após mortes pelo novo coronavírus dispararem no país. VÍDEOS: as novidades no desenvolvimento de vacina contra a Covid-19 Veja Mais