Meu Feed

No mais...

Trump vence na Carolina do Sul

em - Internacional Veja Mais

Eleições nos EUA: vitória de Biden pode por ministros de Bolsonaro na berlinda

O Tempo - Mundo Analistas avaliam impactos do resultado do pleito norte-americano na política interna do Brasil Veja Mais

PIX: veja exemplos de como o novo sistema de pagamentos irá funcionar na vida prática

G1 Economia O novo sistema de pagamentos deve agilizar as entregas no comércio eletrônico. O QR Code também vai ser uma opção de pagamento no PIX; pequenos prestadores esperam pagar uma taxa menor com o pagamento instantâneo, além de fechar negócio a qualquer hora. PIX: veja exemplos de como o novo sistema de pagamentos irá funcionar na vida prática O Jornal Nacional está apresentando esta semana uma série especial de reportagens sobre o novo sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central. Nesta terça-feira (3), a repórter Renata Ribeiro mostra como o PIX vai funcionar na prática. Nenhum dos quatro cantos da pequena cidade de Quadra, no interior de São Paulo, passa pelo banco. Ela é uma das 2.343 cidades brasileiras sem agência bancária. Lugares onde todos os boletos levam à estrada. “Vinte quilômetros e aí vai, tipo assim, uma hora para ir, uma para voltar. Fora o tempo que você gasta lá na fila do banco”, conta a comerciante Shirley Aparecida da Silva. A Shirley poderia pagar as contas pela internet se o pequeno comércio não rendesse dinheiro vivo. “Nós usamos aplicativo, mas às vezes não tem dinheiro na conta, daí você tem que ir depositar. Daí tem que ter esse trabalho de se dirigir até lá, Tatuí, para poder fazer o depósito, para você estar efetuando os pagamentos”, explica. O PIX é outro mundo, onde o tempo voa e a distância não existe. Nesse mapa, com todas as contas, de todas as instituições financeiras cadastradas, o PIX é o caminho mais curto. Para entrar nesse mundo, precisa de chave, um apelido que o próprio correntista cria para os seus dados bancários. Sabe aquela lista com nome completo, nome do banco, número da agência e conta? Vai se resumir a uma linha: pode ser o CPF no caso de pessoa física, CNPJ se for empresa, e-mail, número do celular ou um código aleatório criado pelo Banco Central. É a chave PIX, que leva quem paga direto ao encontro de quem recebe. Na vida prática, surgem novas possibilidades. Hoje, para pagar uma corrida de táxi com transferência bancária, o motorista vai ter que estacionar e esperar a compensação, que pode levar uma hora. Inviável. Com o pagamento instantâneo, o motorista passa ao passageiro a chave PIX. O passageiro entra no aplicativo do próprio banco, acessa a área do PIX, digita a chave do motorista - no caso, o CPF. O passageiro inclui o valor da corrida, manda o pagamento. Automaticamente, aparecem todos os dados da conta do motorista: nome completo, nome do banco, parte do CPF e valor. É nessa hora que o passageiro se certifica de que está mesmo mandando o dinheiro para o motorista do táxi. Se estiver errado, o passageiro clica em cancelar. Se estiver certo, confirma. Uma mensagem avisa quem paga e quem recebe que a transação foi concluída. Em menos de dez segundos, o dinheiro deve estar no destino. Mas e agora que o passageiro ficou com a chave do motorista? Segundo o Banco Central, não tem perigo: ela só serve para mandar dinheiro para a conta corrente. “A chave serve para endereçar o recebimento de um PIX. Então, o compartilhamento dessa informação é benéfico para as pessoas porque eu compartilho uma chave para eu receber recursos. A chave não serve para iniciar ou para acessar a minha conta. A chave não é a senha. A senha continua sendo a senha que você já usa para acessar o aplicativo da sua instituição, internet banking, biometria, reconhecimento facial - depende muito da instituição. A chave é para identificar o recebedor. Então, não precisa ter receio de compartilhar a sua chave com ninguém, a chave é feita para ser compartilhada. Ninguém vai fazer nada de posse da sua chave, pelo contrário, ela vai conseguir pagar coisas para você”, explica Breno Lobo, chefe da divisão no departamento de competição do Banco Central. O PIX pode mudar tradições do tempo em que o dinheiro era o cruzeiro. Na pizzaria de 1958, um grupo com mais de 60 anos de amizade repete a receita de sempre. “Não é nessa pizzaria. É nessa mesa. Rachamos”, conta o aposentado Cláudio Saba. Dividir a pizza e a conta em pedaços iguais fez história em uma noite em que esticaram a conversa. Repórter: Esqueceu de pagar. Cláudio: Mas assim, nem me passou. Depois, eu venho tanto que, na outra vez que eu vim, ele falou para mim: ‘você não pagou’. Eu falei: ‘está louco?’. Entre um cartão e outro, o garçom diz que espera a vida melhorar com a chegada do pagamento instantâneo. “Às vezes a gente pega mesas com 20 pessoas, 15, e fraciona uma parcela para cada um. A taxa hoje é muito cara”, explica. E os velhos amigos também estão cheios de expectativas. “Vão transferir tudo para mim e eu vou sair correndo. Por isso que eles me puseram no canto, para eu não ter para onde correr”, afirma Claudio. E não tem nada mais anos 2020 do que amigas combinando a compra de máscaras à distância. “A gente conseguiu o frete grátis fazendo a compra todas juntas”, conta Priscila Reinaldo, funcionária pública. Mas quando colocou na conta a taxa de transferência de outro banco, uma das amigas percebeu que tinha feito um mau negócio. “Ia quase sair o preço da máscara. Exatamente. Foi bem essa a questão. E ela ainda ressaltou isso: ‘Pri, só não vou fazer a transferência porque vai ficar caro demais’. Eu falei: ‘não vale a pena, depois a gente acerta’”, diz Priscila. Depois do PIX. “Vai facilitar bastante a nossa vida, os nossos eventos, nossos encontros, as nossas saídas. Porque vai ser mais fácil, vai ser mais rápido e vai ser mais barato para gente conseguir acertar as nossas contas. Eu já fiz, inclusive, a minha chave”, conta Priscila. O novo sistema de pagamentos deve agilizar as entregas no comércio eletrônico. “Como eu vou adquirir algo, um serviço, um produto de forma instantânea se eu não tenho um meio de pagamento instantâneo? O varejo vai conseguir disponibilizar essa forma imediata de pagamento e aí não tem que ficar esperando o dia seguinte para confirmar o pagamento para mandar o produto. Então, esse fluxo, essa agilização das coisas no serviço, é muito importante, vai mudar muita coisa”, avalia Ivan Habe, diretor-executivo de serviços financeiros da EY. E, para o pequeno varejo, o PIX promete ser uma mão na roda. O futuro faz um ensaio na borracharia do Agnaldo. Deixando constrangida a máquina de cartão, o QR Code já é uma forma de pagamento, um código de barras que leva o dinheiro do cliente direto para a conta da empresa. “Esperei um tempo. Eu estava meio desconfiado, não tinha muito eletrônico, essas coisas. Então foi depois que, um dia, um cliente chegou aqui, queria fazer um pagamento de R$ 40, aí falei: ‘vou testar’. Aí testei. Foi bacana. Dei o desconto para o cliente e continuei usando”, conta Agnaldo de Jesus, dono da borracharia. O QR Code também vai ser uma opção de pagamento no PIX. Pequenos prestadores esperam arcar com uma taxa menor com o pagamento instantâneo, além de fechar negócio a qualquer hora. “Na medida em que você tem um produto que possa funcionar 24 horas por dia, sete vezes por semana. Segmento, por exemplo, de autônomos, segmentos de pequenos estabelecimentos comerciais que fazem transações comerciais durante os finais de semana, possam ter no PIX uma possibilidade hoje de viabilizar os seus negócios e não precisar manipular dinheiro em espécie. E isso traz uma redução, não só para o setor bancário, mas principalmente para o próprio comerciante, para o próprio autônomo, que ele não precisa mais pegar aquele dinheiro, ir até o banco ou incomodar os seus clientes para dizer que precisa receber em dinheiro, em espécie. Isso aumenta as vendas, aquece a economia e traz benefício para todo mundo”, explica Leandro Vilain, diretor-executivo de Inovação da Febraban. Veja Mais

Ciborguismo: o quanto as pessoas estão dispostas a se modificarem?

canaltech Tecnologias ciborgues — a mistura de um organismo orgânico com partes robóticas e cibernéticas — já são uma realidade para um seleto grupo da humanidade. Cada vez mais conhecidas, a aceitação dessas modificações também cresce, pelo menos é o que aponta o recente relatório da Kaspersky feito na Europa. Segundo a pesquisa, 92% dos entrevistados mudariam sua aparência se pudessem, enquanto 63% consideraria turbinar suas habilidades físicas implantando algum dispositivo em seus corpos, de forma permanente ou temporária. Ransomware causa pane e morte em hospital na Alemanha; ataques atingem o Brasil Tattoo do futuro: transumanista implanta LEDs na pele (e mais alguns gadgets) Criogenia: é possível congelar corpos humanos e trazê-los de volta à vida? Essas são só algumas das conclusões que o estudo The Future of Human Augmentation 2020, promovido pela Kaspersky, trouxe à tona. Parte do ciborguismo, a pesquisa investigou a aceitação do Human Augmentation, que é um conceito definido como o processo de aperfeiçoamento das habilidades humanas — tanto físicas quanto mentais — através da tecnologia. Se depender das pessoas e do entusiamos pelo assunto, o futuro será ciborgue (Imagem: Reprodução/ Pete Linforth/ Pixabay ) "O Human Augmentation é uma das principais e mais importantes tendências tecnológicas hoje em dia. Estamos vendo uma ampla gama de aplicações práticas para ela, como nas áreas da saúde, serviços sociais, esporte, educação ou transportes. Os exoesqueletos para bombeiros e outros profissionais de resgate ou o bioprinting de órgãos são alguns exemplos", aponta Marco Preuss, diretor europeu da GReAT (sigla em inglês para Equipe de Investigação e Análise Global da Kaspersky). -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Para o levantamento, participaram da pesquisa 14,5 mil pessoas, entre os dias 9 e 27 de julho deste ano, originárias de 16 países: Alemanha; Áustria; Bélgica; Dinamarca; Espanha; França; Grécia; Hungria; Itália; Marrocos; Países Baixos; Portugal; Reino Unido; República Checa; România; e Suíça. O futuro é ciborgue? Antes assunto de ficção científica e de séries distópicas como Years and Years, o conceito se torna cada vez mais natural frente aos avanços da tecnologia. De acordo com a pesquisa, a maioria dos entrevistados gostaria que essa tendência fosse usada para o bem da humanidade e 53% para melhorar a qualidade de vida. Entre os tópicos mais buscados para o upgrade estão: a saúde física como um todo (40%) e a visão (33%). "Contudo, não podemos esquecer — como em tudo o que envolve tecnologia — que são necessários padrões de segurança comuns para garantir todo o potencial do Human Augmentation, minimizando ao máximo os riscos", reflete Preuss sobre o futuro ciborgue. Na pesquisa, 88% das pessoas tinham medo que seus corpos pudessem ser hackeados por cibercriminosos. "Ao longo da história, os cibercriminosos sempre exploraram as novas tecnologias e com o Human Augmentation certamente não será diferente, embora esses avanços tenham sido geralmente positivos para a Humanidade. Posto isso, devemos permanecer vigilantes em relação às tentativas de utilização mal-intencionadas dessa tecnologia ou de ataques de segurança quando se tornar uma realidade cotidiana", comenta David Jacoby, Investigador Sênior de Segurança do GReAT. Medos, anseios e curiosidades Uma questão bastante significativa sobre ciborguismo é o receio de que esses avanços só estejam disponíveis para os ricos (69%), potencialmente criando uma cisão entre as sociedades humanas. Além disso, quase metade dos entrevistados (47%) considera que as entidades governamentais deveriam regular essa. Nesse sentido, o Reino Unido é o país mais favorável à intervenção do Governo nesse tema (77%), enquanto a Grécia é o que mais se opõe (17%). De forma geral, um terço das pessoas (33%) entrevistadas reconhece seu entusiasmo pelo Human Augmentation, o que demonstra a popularidade da questão e que, se for possível apostar, o tema será cada vez mais central no debate público. Entre os preocupados com esse futuro, o receio é maior entre as mulheres (21%) do que entre os homens (15%). Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Eleições EUA: Trump vence em Tennessee, Oklahoma e Arkansas

O Tempo - Mundo São necessários 270 para vencer as eleições presidenciais norte-americanas, que foram finalizadas nesta terça-feira Veja Mais

Windows 10 começa a “matar” de vez o bom e velho Painel de Controle

canaltech Desde que a Microsoft lançou o Windows 8, lá em 2012, ela tem se esforçado bastante para fazer seu conjunto de apps nativos — e adaptados para telas sensíveis ao toque — vingar entre seus usuários. Veio a atualização 8.1 e, posteriormente, o Windows 10, e nenhum deles teve sucesso em popularizar o Configurações, aplicativo que surgiu para substituir o bom e velho Painel de Controle. Windows 10 | Microsoft está se preparando para acabar com o Painel de Controle Windows 10 October Update: confira todas as novidades da nova versão Microsoft libera atualização do Windows 10 que traz melhorias visuais O motivo é simples: para muitos, o Configurações nem de longe traz a mesma liberdade para você “fuçar” em atributos mais técnicos da máquina consagrada pelo antigo Painel de Controle. A Gigante de Redmond tem se empenhado nos últimos meses a mudar esse cenário, tornando o app nativo cada vez mais robusto e cheio de recursos. Agora, pelo jeito, ela começou a forçar a transição na marra. Segundo o SlashGear, diversos membros do programa Insider (que têm acesso às builds Beta do SO) afirmam que, nas mais recentes compilações instáveis do Windows, a Microsoft removeu completamente qualquer forma de acessar alguns recursos cruciais do Painel de Controle, como os setores “Sistema e Segurança” (usado para obter informações técnicas da máquina) e “Programas” (útil para desinstalar softwares). -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Não temos como dizer que se trata de uma notícia inesperada — mais cedo ou mais tarde tal alteração teria que ser forçada, especialmente com a companhia investindo cada vez mais no aplicativo Configurações. Ainda assim, não sabemos como será a reação do público final caso tais alterações realmente sejam aplicadas nas compilações estáveis do sistema operacional. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Disney+ e Globoplay fecham parceria para assinatura conjunta

Disney+ e Globoplay fecham parceria para assinatura conjunta

Tecmundo O Globoplay fechou uma parceria com o Disney+ para oferecer aos seus usuários uma conta conjunta com valores promocionais. A oferta é válida tanto para novos assinantes que queiram aproveitar os dois serviços de streaming, como para quem já é usuário do Globoplay e pretende realizar o upgrade na assinatura.A informação veio no mesmo dia que a Disney confirmou os preços da assinatura da sua plataforma de streaming no Brasil. Os descontos, para quem optar pelos planos conjuntos começam a partir de R$ 37,90 e variam entre 10% e 25%. Vale lembrar que as ofertas dependem do tipo de assinatura (mensal ou anual) e se inclui os canais ao vivo da Globo.Leia mais... Veja Mais

Severance: Christopher Walken se junta ao elenco da nova série da Apple TV+

Severance: Christopher Walken se junta ao elenco da nova série da Apple TV+

Tecmundo A Apple TV+ anunciou que o vencedor do Oscar Christopher Walken se juntará ao elenco de sua nova série Severance. O novo projeto já conta com a participação de Adam Scott (Parks and Recreation), John Turturro (The Big Lebowski) e a também vencedora do Oscar Patricia Arquette (The Act).Este será o primeiro trabalho regular de Christopher Walken na TV. O ator, que possui uma longa e premiada carreira nos cinemas, interpretará o personagem Burt, “o chefe da ótica e design de uma empresa chamada Lumen Industries, que visa levar o equilíbrio entre vida profissional e pessoal para o próximo nível”.Leia mais... Veja Mais

ISS abriga humanos no espaço há duas décadas. E agora, qual o futuro da estação?

canaltech Nesta segunda-feira (2) a humanidade completou 20 anos de presença permanente no espaço. Foi nesta data, no ano de 2000, que a primeira tripulação de astronautas acoplou uma nave na Estação Espacial Internacional (ISS), ficando por lá durante quatro meses. Nesse período, a equipe instalou e ativou o suporte de vida e os sistemas de comunicação, além de outros trabalhos relacionados às futuras atividades do laboratório orbital. Saiba tudo sobre a Estação Espacial Internacional Vídeo incrível mostra a ISS passando em frente a Marte; assista! Conheça todas as estações espaciais já lançadas à órbita da Terra Percorrendo o globo terrestre na baixa órbita a uma altitude de 400 quilômetros, a ISS atinge uma velocidade de 27.700 km/h e completa 15,70 voltas em nosso planeta, todos os dias. Além de ser um grande marco na ciência, a estação também representa a colaboração entre vários países, em especial entre Estados Unidos e Rússia — um acordo assinado entre ambos, anos antes, decretou o fim da corrida espacial e da Guerra Fria, e deu início à montagem da estação orbital. Hoje, a ISS é um dos maiores experimentos científicos já realizados no espaço, e a maior estrutura já construída fora do nosso planeta, tendo custado cerca de US$ 150 bilhões. Ao todo, mais de 240 tripulantes e visitantes de 19 países visitaram a estação e encontraram nela um lar temporário. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.-   Embora o lançamento do primeiro módulo da ISS tenha ocorrido no dia 20 de novembro de 1998, levaria ainda quase dois anos para a grande inauguração. É que a estação foi montada no espaço, então foi necessário esperar um tempo até que os módulos fossem enviados à órbita e a montagem da construção fosse concluída. Só depois disso, a Expedição-1 foi liberada para permanecer no espaço. Desde então, a ISS foi constantemente habitada, apesar das muitas dificuldades durante essas duas décadas. Não foram obstáculos fáceis de superar. Por exemplo, em 2003, o ônibus espacial Columbia sofreu um acidente que matou sete astronautas. Em 2014, algumas das principais parceiras dos Estados Unidos no projeto da estação entraram em conflitos políticos devido à invasão da Crimeia pela Rússia, que também faz parte da iniciativa. Hoje, o mundo enfrenta a pandemia do novo coronavírus, que forçou as agências espaciais a adotar medidas de distanciamento social entre seus funcionários. Apesar disso, a ISS continua constantemente ocupada por tripulações que realizam pesquisas científicas em busca de soluções tanto para o futuro da exploração espacial, quanto para problemas atuais do nosso planeta. A primeira expedição à ISS  Bill Shepherd, Yuri Gidzenko e Sergei Krikalev (Imagem: Reprodução/NASA) Em 31 de outubro de 2000, a primeira tripulação, composta por William "Bill" Shepherd, dos Estados Unidos, e os russos Sergei K. Krikalev e Yuri Gidzenko, formou a Expedição-1. Eles foram lançados em um foguete Soyuz do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, e dois dias depois a espaçonave acoplou com sucesso na ISS. Após alguma dificuldade para abrir a escotilha da Soyuz, a tripulação conseguiu acessar a escotilha da ISS e passou a habitar na estação para “trazê-la à vida”. Isso significa que as principais tarefas dos astronautas incluíram a instalação e ativação do suporte de vida e sistemas de comunicação. Eles também tiveram que trabalhar com outras três tripulações, que chegaram lá viajando nos ônibus espaciais, para continuar a montagem da ISS — que só terminou oficialmente em 8 de julho de 2011, na Expedição STS-135. Em sua inauguração, a estação contava apenas com os módulos Zarya, Unity e Zvezda. Pouco após entrar na estação, Shepherd, Gidzenko e Krikalev realizaram sua primeira conversa televisionada com o Centro de Controle de Voo em Korolev, Rússia, e com o Diretor Geral da Agência Espacial e de Aviação Russa, Yuri N. Koptev, e o administrador da NASA, Daniel S. Goldin. Em seguida, começaram a trabalhar na ativação do dispensador de água quente. Clique aqui para ampliar o infográfico (Imagem: Reprodução/NASA) Nos primeiros dias, a tripulação enfrentou um problema com os controladores da missão estadunidense e russo. É que os astronautas recebiam constantemente um conjunto de instruções da NASA e, posteriormente, os controladores em Moscou mudavam os planos. E vice versa. Até que o comandante Shepherd deixou claro que aquilo não devia continuar. “Somos a Estação Espacial Internacional”, disse ele. “Somos um programa para Houston e outro para Moscou. E não vamos trabalhar em um plano até que vocês tenham um plano para uma [única] estação. Então, vocês vão agir juntos”. Apesar dos contratempos, a tripulação conseguiu instalar e ativar os sistemas críticos da estação, como o sistema de geração de oxigênio e o sistema de remoção de dióxido de carbono. Algumas semanas depois, eles receberam seus primeiros companheiros, a tripulação do ônibus espacial Endeavour, que visitou a ISS na missão STS-97 para instalar o primeiro segmento de treliça e os primeiros painéis solares para fornecer energia. Outras tarefas foram completadas pela equipe e outras tripulações visitantes. Em fevereiro de 2001, por exemplo, a tripulação da missão STS-98 chegou à ISS a bordo do ônibus espacial Atlantis para entregar o módulo Destiny, o principal centro de pesquisa dos EUA. No mês seguinte, o ônibus espacial Discovery chegou com um Módulo de Logística Multifuncional, entregando suprimentos e o primeiro rack de pesquisa a ser instalado no Destiny. A Expedição 1 terminou após 141 dias, quando o Discovery pousou no Kennedy Space Center da NASA em 21 de março de 2001, trazendo de volta o trio que inaugurou uma nova era da exploração espacial. 6 pesquisas importantes da ISS   As pesquisas realizadas na estação orbital podem não ter proporcionado grandes descobertas revolucionárias, mas deu às agências espaciais um conhecimento muito mais amplo sobre como plantar em outros mundos e maneiras de construir habitats e maquinários complexos no espaço para que futuros astronautas possam expandir a exploração humana na Lua, em Marte, e além. Outro tipo de pesquisa importante para esses fins trouxe uma nova percepção de como a microgravidade afeta o corpo humano, além de possibilitar algumas descobertas significativas sobre a medicina no espaço. Na ISS, astronautas realizam experimentos com impressão de tecidos humanos, o que poderá ser muito útil em um futuro próximo. Foram inúmeras pesquisas relevantes nos últimos 20 anos de permanência ininterrupta no espaço, e não poderíamos fazer uma lista com todas elas. Confira então 5 dentre as mais interessantes. Alzheimer, Parkinson e Câncer   Algumas pesquisas realizadas na estação espacial contribuem com os cientistas que estudam condições como o Alzheimer, Parinson, câncer, asma, entre outras, graças ao ambiente de microgravidade proporcionada à ISS. Sem a interferência da gravidade da Terra, os pesquisadores de Alzheimer, por exemplo, estudaram aglomerados de proteínas que podem causar doenças neurodegenerativas. Já os cientistas que estudam o câncer puderam analisar o crescimento de células endoteliais (que ajudam a fornecer sangue ao corpo, sendo também necessárias aos tumores para se formarem) na estação espacial. As células cultivadas na estação espacial crescem melhor do que as da Terra e podem ajudar a testar novos tratamentos contra o câncer. Purificação da água O sistema de suporte de vida da estação espacial foi desenvolvido para fornecer à tripulação ar puro e água limpa. Por isso, o Sistema de Recuperação de Água foi desenvolvido para purificar e filtrar a água da ISS, recuperando e reciclando 93% de toda a água que os astronautas usam no espaço — isso inclui a água do banho, por exemplo. Até mesmo a água nas toalhas podem ser reaproveitadas. Esta tecnologia foi licenciada para ser adaptada a um sistema de tratamento de água aqui na Terra. Em 2016, o Iraque se tornou o primeiro lugar a receber o novo sistema de filtragem usando tecnologia da NASA. Quinto estado da matéria A astronauta da NASA, Christina Koch, e o hardware do Cold Atom Lab a bordo da Estação Espacial Internacional (Imagem: Reprodução/NASA) Em 2018, o Cold Atom Lab da NASA se tornou o primeiro a produzir o quinto estado da matéria, chamado condensado de Bose-Einstein (BEC), fora do nosso planeta. O laboratório levou os átomos a temperaturas ultra-frias para estudar suas propriedades de maneiras impossíveis na Terra. Os BECs dão aos cientistas que estudam a física quântica uma nova ferramenta para observar nesses condensados algumas propriedades que surgem apenas em átomos individuais. Ao se manifestarem em BECs, essas propriedades se tornam visíveis em uma escala muito maior. O estudo pode fornecer informações sobre as leis fundamentais da mecânica quântica. Estudando buracos negros e quasares Do lado de fora da estação orbital, existem dois instrumentos instaladas para trabalharem juntos no estudo de objetos distantes no espaço profundo. Observando fontes de raios-X, as ferramentas Neutron Star Interior Composition Explorer (NICER, da NASA) e o Monitor of All-sky X-ray Image (MAXI, da agência japonesa JAXA), ajuda na melhor compreensão de buracos negros e quasares. Em 2018, por exemplo, o MAXI detectou uma nova fonte de raios-X, que foi batizada de MAXI J1820+070. Pouco depois, o NICER começou a monitorar esse objeto misterioso e descobriu que era um sistema binário de um buraco negro que orbita uma estrela. Poucos dias depois, o objeto se tornou uma das fontes de raios-X mais brilhantes do céu, e o NICER ajudou os cientistas a observar a evolução desse sistema binário. Eles puderam coletar dados valiosos enquanto a borda interna do disco de acreção do buraco negro mudava de tamanho e forma conforme consumia o material da sua estrela companheira. Mudanças no corpo humano Os astronautas gêmeos idênticos Mark e Scott Kelly (Imagem: Reprodução/NASA) Um dos maiores interesses da NASA e outras agências espaciais é saber como o corpo humano pode se modificar em estadias prolongadas no espaço. A permanência prolongada na estação espacial foi capaz de revelar que alguns astronautas da ISS desenvolveram mudanças na visão. Como parte de pesquisas dessa natureza, o astronauta Scott Kelly passou quase um ano na ISS, enquanto seu irmão gêmeo ficou por aqui, enquanto a NASA estudou o organismo de ambos para descobrir mais a fundo os impactos causados no organismo após longos períodos no espaço. Eles descobriram que o corpo de Scott mostrou algumas mudanças no espaço, só que quase todas as alterações voltaram ao normal após seu retorno — em especial sua atividade genética. 42 Durante sua missão na Estação Espacial em 2015, a astronauta Samantha Cristoforetti, da ESA, descongelou células imunológicas congeladas de mamíferos e as colocou na centrífuga Biolab, que gera gravidade artificial. As células foram giradas para recriar diferentes níveis de gravidade, do zero ao nível que sentimos na Terra, permitindo aos pesquisadores comparar amostras e excluir outros fatores nos resultados. Como resultado, foi descoberto que o tempo que as células imunes de mamíferos levam para se adaptar à microgravidade é 42 segundos, coincidentemente o significado da vida, de acordo com Douglas Adams no Guia do Mochileiro das Galáxias. Também é o número da Expedição que foi à ISS realizar o experimento! Bonus: Um brasileiro no espaço O Brasil também teve uma rápida participação no programa com Marcos Pontes, o primeiro brasileiro a ir ao espaço. A sua viagem aconteceu em março de 2006 com a Missão Centenário, um programa criado entre o Brasil e a Rússia, que possibilitou 10 dias de experimentos. O ex-astronauta (e hoje Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações) chegou à ISS ao lado do astronauta Jeffrey Williams, da NASA, e do cosmonauta Pavel Vinogradov, a partir de uma nave russa Soyuz. Lá, ele realizou oito experimentos científicos elaborados por universidades e centros de pesquisas de nosso país, mas, infelizmente, seus resultados não tiveram relevância para serem considerados avanços da ciência nacional. O futuro da ISS Clique aqui para ampliar o infográfico (Imagem: Reprodução/NASA) Embora o futuro fatal da ISS seja explodir e cair no oceano, de modo seguro para nós, habitantes da Terra, ainda não se sabe exatamente quando isso vai acontecer. Mas até lá, há muito o que se fazer na estação orbital, inclusive dar início à era dos lançamentos de astronautas de empresas comerciais. Para manter a ISS por mais algum tempo, será necessário trazer parceiros comerciais para ajudar no financiamento da estação. Uma ideia é criar habitats comerciais que seriam anexados à estação e vender viagens turísticas à ISS para aqueles que desejam experimentar como é estar na baixa órbita da Terra. Colaboração comercial A startup Axiom Space é uma das empresas que deverá ter um módulo comercial a ser anexado à ISS. Assim, a estação deixará de ser estrtamente comandada por agências governamentais. A Axiom também planeja enviar a primeira de suas equipes de astronautas particulares no próximo ano. No ano passado, a própria NASA já anunciava oficialmente que a ISS seria aberta para abrigar temporariamente astronautas privados. A ideia é acelerar a economia comercial na órbita baixa da Terra. Entretanto, há algumas exigências a serem cumpridas para que as empresas interessadas tenham a chance de levar seus próprios astronautas ao espaço. Subiu, tem que descer (Imagem: Reprodução/NASA) Bem, não necessariamente tem que descer. Muitos satélites sobem e mesmo após deixarem de funcionar ficam lá mesmo, em uma órbita mais afastada conhecida como “órbita do cemitério”. Mas não será o caso da ISS. Ela não vai durar para sempre e também não poderá ser enviada para flutuar eternamente no espaço mais distante de nós. Terá que ser "desorbitada". Por enquanto, os voos até a estação orbital vão continuar pelo menos até 2024. Os países participantes da construção e manutenção da ISS — Estados Unidos, Rússia, Canadá, Japão e as nações participantes da Agência Espacial Europeia — terão que decidir juntos quando retirá-la de órbita, um assunto que envolve tanto engenharia quanto política. É possível que não haja um consenso sobre até quando o laboratório espacial deverá funcionar. Funcionários da NASA, por exemplo, já disseram que se depender deles, o programa vai até 2028. “Nossa análise não identificou nenhum problema que nos impeça de ir além de 2028, se necessário”, escreveram à Space.com. Mas mantê-la na órbita é caro e, independente dos acordos sobre a data, algum dia será o fim da ISS — ou ela poderá apresentar riscos. Mas como se livrar da carcaça quando tudo se tornar um grande e inconveniente entulho espacial? Os envolvidos sempre souberam que eventualmente teriam que tirá-la de órbita, mas parece que os detalhes só começaram a ser elaborados recentemente. Para pensar melhor no assunto, um grupo da NASA que avalia as medidas de segurança da agência começou a levantar preocupações sobre o assunto — há pelo menos uma década.   De acordo com a NASA, já está em andamento a elaboração de alguns cenários para a retirada da ISS de órbita, além de uma resposta se algo der muito errado, mas esses planos ainda não são públicos. Mas o risco de a estação espacial cair sozinha na Terra, com suas 400 toneladas, ainda é significativo. Uma das opções está em um plano de 2017, apresentado por um grupo de engenheiros da NASA e da russa Roscosmos. O artigo descreve como a ISS poderia ser impulsionada pelos propulsores de veículos russos de carga Progress, que permaneceriam acoplados à estação. Os propulsores do módulo de serviço também podem ser usados, somando energia para levar a estação em direção à Terra. Cuidadosamente cronometradas, as manobrariam levariam a estação para baixo, tornando a reentrada mais previsível e permitindo que os controladores direcionem tudo para o oceano Pacífico sul. O resto dependerá da queima durante a reentrada na atmosfera terrestre, mas é certo que muito da ISS sobreviverá ao processo. Ainda é cedo para dizer se essa estratégia será ou não adotada ou ao menos usada como base para um futuro plano mais elaborado. Mas o tempo está passando e as agências precisam decidir o quanto antes como dar à Estação Espacial Internacional um final digno, ou seja, sem nenhuma complicação para a vida na Terra. Ilustrações comemorativas Para celebrar o 20º aniversário de permanência contínua na Estação Espacial Internacional, a ESA contratou dois artistas italianos para ilustrar a ISS a partir de duas perspectivas — interna e externa. O ilustrador Ale Giorgini escolheu a visão de dentro do observatório Cupola da ISS, enquanto Riccardo Guasco desenhou a estação de uma perspectiva externa. Abaixo, você confere o processo de cada um até o resultado final. Primeiro, a imagem interna, que destaca o trabalho dos astrunautas, enquanto eles parecem se sentir em casa.   Por fim, a visão externa em uma pintura digital extraordinária.   Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Assessoria de Cazeca informa que ele não será mais transferido para o CTI

O Tempo - Política Na manhã desta terça-feira (03) nota informava encaminhamento para tratamento intensivo (CTI) Veja Mais

Senado conclui votação de projeto que autoriza BC a acolher depósito voluntário

O Tempo - Política A proposta dependerá agora de análise da Câmara dos Deputados Veja Mais

Eleições dos EUA: confira as visões de Biden e Trump para o país e para o mundo

O Tempo - Mundo Candidatos oferecem perspectiva radicalmente diferente em alguns pontos; veja o que pensam sobre política externa, a pandemia de Covid-19 e meio ambiente Veja Mais

A Voz do Brasil - 03/11/2020

A Voz do Brasil - 03/11/2020

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canaisConfira nesta edição, entre outros assuntos: #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Trump fará festa na Casa Branca nesta noite; Biden opta por discurso à nação

O Tempo - Mundo Os dois candidatos ao cargo de presidente dos Estados Unidos já programaram como passarão os primeiros instantes após o fechamento das urnas Veja Mais

Samsung encerrará S Translator em dezembro

Samsung encerrará S Translator em dezembro

Tecmundo A Samsung notificou seus usuários na Coreia do Sul que o serviço de tradução S Translator será descontinuado. Segundo a companhia, o aplicativo será excluído em 1° de dezembro, incluindo todos os dados de usuários coletados pela plataforma.Apesar de a notícia ter sido enviada para usuários na Coreia do Sul, a tendência é que o aplicativo seja aposentado em todo o mundo. Atualmente, a empresa oferece soluções de tradução por meio da Bixby, o que torna o S Translator redundante e apenas mais um software para ser pré-instalado nos celulares da marca.Leia mais... Veja Mais

Eleições em BH: João Vítor ouve demandas do setor imobiliário da capital

O Tempo - Política Candidato disse que segmento se queixa da carga tributária e das dificuldades na aprovação de projetos na cidade Veja Mais

Contra Trump, motorista resolve votar pela primeira vez aos 42 anos

O Tempo - Mundo "As pessoas desse país não queriam votar em uma mulher, isso que aconteceu", analisa Jamar Freeland , sobre a derrota de Hillary Clinton no pleito passado Veja Mais

Como consultar e limpar o histórico de pesquisa do Instagram

canaltech Atualmente existem diversas maneiras de utilizar sua conta do Instagram (Android | iOS | Web). Você pode usar sua conta para compartilhar momentos através de fotos e vídeos, abrir um negócio por meio de uma conta comercial ou até mesmo organizar um portfólio para uso profissional. 5 dicas para você aproveitar ao máximo o Reels do Instagram Instagram fora do ar? O que fazer quando a rede social fica indisponível Como mudar seu e-mail do Instagram no celular e no PC No entanto, mesmo que usuários utilizem o Instagram de maneiras totalmente diferentes, uma das características comuns em contas do Instagram é o armazenamento de dados realizado pelo aplicativo. 5 ótimos apps para você editar fotos e postar no Instagram 7 dicas para iniciantes no Adobe Premiere Rush Como usar os novos atalhos do Instagram no Android e navegar mais rápido Dessa forma, o Instagram salva dados de sua conta como suas publicações e histórico de navegação dentro da plataforma. Para garantir uma maior segurança de dados, usuários podem acessar, baixar e até mesmo consultar os dados que foram salvos no aplicativo. Confira a seguir em nossa matéria como consultar seu histórico no Instagram. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Como consultar seu histórico no Instagram  Passo 1: na página inicial do Instagram, acesse seu ícone de "Perfil"; Acesse seu ícone de "Perfil" - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 2: em seguida, toque no ícone de "Menu" para visualizar opções adicionais; Acesse o ícone de menu para opções adicionais - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 3: então toque em "Configurações"; Toque em "Configurações" - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 4: logo após, acesse a categoria "Segurança"; Acesse a categoria "Segurança" - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 5: nessa página, você terá acesso a todos os dados armazenados de sua conta. Para consultar seu histórico, toque no botão "Histórico de pesquisa"; Toque em "Histórico de pesquisa" - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 6: por fim, aqui você poderá visualizar seu histórico de navegação do Instagram. É possível apagar pesquisas específicas ou limpar totalmente seu histórico tocando em "Limpar tudo". Aqui você poderá visualizar seu histórico de pesquisa do Instagram - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Pronto! Agora você sabe como consultar seu histórico no Instagram. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Bolsas de NY fecham em alta com aposta em vitória de Biden

O Tempo - Mundo Um governo democrata pressionaria por mais estímulos fiscais do que uma administração republicana, o que aceleraria a recuperação econômica Veja Mais

WhatsApp facilita gerenciamento de espaço em nova atualização

WhatsApp facilita gerenciamento de espaço em nova atualização

Tecmundo Nesta segunda-feira (2), o WhatsApp anunciou sua nova ferramenta de gerenciamento de espaço para seu aplicativo de Android e iOS. Apresentadas em um vídeo, no canal do YouTube da empresa, a nova função permite identificar, revisar e deletar grandes quantidades de arquivo com muito mais facilidade. A novidade já era aguardada desde agosto deste ano devido a alguns vazamentos nos arquivos de instalação da versão de testes do aplicativo, mas deve chegar em breve para os usuários.Leia mais... Veja Mais

Site educacional e time brasileiro aparecem em grande vazamento de dados

canaltech Um gigantesco volume de dados, com 34 milhões de credenciais de 17 empresas ao redor do mundo, começou a ser vendido por hackers neste final de semana. Em meio estão as informações de usuários de, pelo menos, duas companhias brasileiras: o time de futebol Athletico Paranaense e o site educacional Geekie, que de acordo com os responsáveis pela comercialização, teve o maior número de informações vazadas. Como identificar o roubo e clonagem do WhatsApp? Cuidado: novo golpe usa links maliciosos em games do Facebook para roubar dados Black Friday | Como saber se uma loja é confiável? O serviço, que fornece uma plataforma de educação para milhões de estudantes brasileiros e conta com certificação do MEC (Ministério da Educação), constituiria a maior parte do volume vazado, com 8,1 milhões de informações de usuários, com direito a nomes, datas de nascimento, gêneros, CPFs, telefones e cadastros no INEP, além de logins e senhas. Já no caso do Athletico Paranaense, o volume é menor, com 162 mil dados pessoais e de acesso aos serviços do clube comprometidos. O banco de dados também inclui empresas de comércio eletrônico, software e serviços de outros 11 países da Europa, Ásia, além dos Estados Unidos. Entre os maiores volumes estariam a Clip, empresa de maquininhas de cartão de crédito do México, com 4,7 milhões de informações vazadas, a Cermati, que fornece plásticos e sistemas de pagamento para clientes da Indonésia (2,9 milhões) e o Wongnai, serviço de avaliações de restaurantes popular na Tailândia (4,3 milhões). -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Todos os dados teriam sido obtidos ao longo dos últimos dois anos, com a maioria deles sendo de 2020, incluindo o do Geekie, enquanto as informações do Athletico Paranaense datariam de 2018. De acordo com o hacker responsável pela venda, todos os bancos de dados são “inéditos” e nunca foram comercializados antes, o que significa que os dados disponíveis podem não terem sido explorados por criminosos. Lista de sites cujas credenciais estão sendo vendidas por hackers; dois brasileiros, o Geekie e o time de futebol Athletico Paranaense, aparecem entre empresas da Europa, Ásia e Estados Unidos (Imagem: Reprodução/Bleeping Computer) Em resposta ao site Bleeping Computer, responsável por revelar a venda, o hacker responsável por ela disse não ter sido o responsável pelas intrusões que resultaram nos vazamentos e preferiu não entrar em detalhes sobre como as companhias foram comprometidas. Um valor total não foi revelado, mas os conjuntos individuais também podem ser adquiridos, com o volume comprometido do e-commerce RedMart Lazada, de Singapura, vendo oferecido por US$ 1,5 mil e contendo 1,1 milhão de registros. A plataforma de comércio eletrônico também se pronunciou publicamente sobre o assunto, confirmando o incidente e afirmando que seus times de segurança estão investigando o caso. O que dizem Atlhetico Paranaense e Geekie? No Brasil, o Club Athletico Paranaense confirmou que os dados são parte de um incidente registrado em 2018, no qual sócios do clube tiveram suas informações cadastrais vazadas de um banco de dados. A empresa afirma que informações financeiras não foram comprometidos e que, após uma auditoria, o armazenamento e tratamento dos registros de seus clientes foram modificados, com investimentos em segurança da informação e práticas que atendam à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A nota completa sobre o caso foi divulgada no site do time. Já o Geekie respondeu ao Canaltech: Em atenção à notícia veiculada pela Bleeping Computer sobre a invasão de hackers a 17 empresas,dentre as quais estaria a Geekie, informamos que estamos averiguando a ocorrência do referido evento, bem como possíveis desdobramentos. Tratamos os dados dos nossos usuários com absoluto zelo e trabalhamos continuamente para aperfeiçoar a segurança dessas informações de forma a inibir ataques criminosos dessa natureza.  A empresa ressalta que nenhum dado relacionado à aprendizagem dos estudantes na plataforma foi exposto. Além disso, a Geekie criou um canal de atendimento especial caso alguém tenha dúvida: compliance@geekie.com.br. A Geekie reafirma o compromisso com a excelência na prestação de serviços. Ao longo dos últimos nove anos, a empresa foi certificada pela qualidade na prestação de serviços e inovação. Entre as certificações, destaque para a WISE 2016 (Qatar Foundation), TOP Educação, Empreendedor Social Mundial (Fundação Schwab), além de compor a rede global de empreendedores Endeavor. Em 2020, a Geekie foi destaque da LATAM EdTech 100 – levantamento inédito conduzido pela HolonIQ, plataforma global de inteligência educacional que mapeia organizações inovadoras ligadas a atividades educacionais na América Latina; nessa premiação, a Geekie foi uma das edtechs eleitas na categoria “Ambientes de Aprendizagem”.   Aos usuários potencialmente afetados, a recomendação é trocar senhas dos serviços atingidos e também de outras plataformas nas quais as mesmas credenciais sejam usadas. Além disso, é importante ficar atento a e-mails e ligações telefônicas fraudulentas, principalmente aquelas que busquem mais dados pessoais ou financeiros que possam ser utilizados em novos golpes. Desconfie de contatos em nomes das empresas atingidas, mas também preste atenção em mensagens ou telefonemas de operadoras, empresas de e-commerce e outras companhias, cujos nomes podem ser usados em golpes desse tipo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Eleições nos EUA: Biden vence em Illinois, Nova Jersey, e outros 9 Estados

O Tempo - Mundo Ele também venceu no Distrito de Columbia, onde fica a capital americana; para ser eleito presidente é necessário obter 270 votos no Colégio Eleitoral Veja Mais

Algoritmo do MIT é capaz de detectar covid-19 pelo som da tosse

Algoritmo do MIT é capaz de detectar covid-19 pelo som da tosse

Tecmundo No fim do mês de setembro, pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, em inglês) publicaram um estudo relatando uma nova inteligência artificial capaz de identificar a covid-19 pelo som da tosse de um paciente. Para realizá-lo, os cientistas "alimentaram" o algoritmo com dados obtidos a partir de pacientes já infectados com o coronavírus e obtiveram 98,5% de precisão nos resultados.Segundo um dos coautores do projeto, Brian Subirana, o novo algoritmo consegue captar variações na tosse provocadas pela presença da covid-19 que são inaudíveis para humanos — foram utilizados cerca de 70 mil arquivos de áudios de pacientes tossindo, entre eles 2,5 mil com covid-19 confirmada, para treinar a IA. A tecnologia poderá ser utilizada em casos de testagem rápida, facilitando a triagem em casos de reabertura, bem como testagens em massa a fim de evitar possíveis surtos. Leia mais... Veja Mais

Como encontrar celular Samsung perdido mesmo sem internet

canaltech A Samsung disponibilizou recentemente o recurso Find, uma funcionalidade dentro do aplicativo SmartThings que auxilia a localizar dispositivos Galaxy perdidos. O Find faz o rastreamento da localização de smartphones e tablets da linha Galaxy com Android 8 ou posterior, além de Galaxy Watch com OS Tizen 5.5 ou versões posteriores e as versões mais recentes do Galaxy Buds Live e o Galaxy Buds+. Como bloquear ligação de telemarketing em celulares Galaxy Como rastrear seu Android perdido ou roubado com o Encontre meu Dispositivo Uma vantagem do recurso é a possibilidade de localizar os aparelhos mesmo sem conexão à internet. Para isso, utiliza sinais de Bluetooth Low Energy (BLE) emitidos a cada 30 minutos com o dispositivo offline. Nos modelos Galaxy Note 20 Ultra e Z Fold 2, a tecnologia Ultra-wide band (UWB) também é utilizada. Confira o passo a passo para ativar a função em seu dispositivo! Samsung SmartThings: como encontrar celular perdido mesmo sem internet Passo 1: atualize o SmartThings (Android | iOS) para a versão atual. Abra-o e selecione a aba referente ao Find; -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Acesse a aba do Find (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: para prosseguir, é necessário fazer o download de conteúdo complementar. Toque em "Baixar" e aguarde a conclusão; Siga com o download (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: em seguida, aceite os termos e condições do recurso e pressione "Concordo"; Aceite os termos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: o app listará os dispositivos vinculados à conta da Samsung. Marque os que deseja rastrear e toque em "Concluído"; Selecione os dispositivos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: a localização dos aparelhos será exibida em um mapa, incluindo a posição e o endereço. É possível atualizar a busca ao pressionar o ícone com uma seta. Localize seus dispositivos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Seguindo essas etapas, é possível encontrar seu aparelho da Samsung, mesmo sem conexão à internet. O que achou da novidade? Comente! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

ATITUDE DO DOMÈ IRRITOU DIRETORIA DO FLAMENGO? Nicola traz informações

ATITUDE DO DOMÈ IRRITOU DIRETORIA DO FLAMENGO? Nicola traz informações

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Juntos na torcida! #Flamengo #FoxSports #ESPN Veja Mais

Donald Trump vence na Indiana, Kentucky e Virgínia Ocidental

O Tempo - Mundo Trump ou Biden precisam de 270 votos no colégio eleitoral para conquistar a Presidência americana Veja Mais

Brasil teve 850 mil tentativas de ciberataques no terceiro trimestre de 2020

canaltech O ano de 2020 ficará marcado não apenas pela pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), mas também pelo alto número de ataques cibernéticos registrados ao redor do globo. Segundo o mais recente relatório divulgado pela Fortinet, só no Brasil, foram 850 mil tentativas de ciberataques só durante o último trimestre (equivalente aos meses de julho a setembro); se contarmos desde janeiro, o montante sobe para 3,4 bilhões. [Infográfico] Brasil é o segundo país com maior número de ataques cibernéticos Brasil é o país mais atingido por ataques de ransomware na América Latina Já sofreu algum hoje? Brasileiros são alvos de 20 ataques cibernéticos por dia Ao contabilizar toda a região da América Latina e países do Caribe, a situação é ainda mais crítica — foram cerca de 20 bilhões de incidentes reportados. O mais preocupante é o fato de que, ao analisar as ameaças mais comuns nessa área, os pesquisadores descobriram um forte uso do backdoor DoublePulsar, que se aproveita de vulnerabilidades antigas e já corrigidas no sistema operacional Windows. Isso significa que o uso de softwares desatualizados continua sendo uma das principais causas de infecções. “O DoublePulsar é perigoso porque é um vetor de ataque para outros malwares, como o ransomware, que tem estado em muita evidência na região ao atingir especialmente empresas do setor de telecomunicações, serviços financeiros, educação e governo”, explica Alexandre Bonatti, diretor de engenharia da Fortinet Brasil. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- De fato, também foi registrado um altíssimo número de ataques de ransomwares — tipo de vírus que sequestra os arquivos do computador da vítima e exige um pagamento como resgate. Geralmente, esses scripts maliciosos chegam ao alvo na forma de phishing, ou seja, emails falsos (atualmente, explorando temas que estão na boca do povo como a pandemia da COVID-19). Imagem: Reprodução/Fortinet “É por isso que é fundamental manter a higiene digital dos dispositivos instalando as atualizações de segurança fornecidas pelos fabricantes. Também temos que estar cientes que o ransomware chega geralmente na forma de phishing, ou seja, por meio de engenharia social. Nesse caso, a conscientização em segurança cibernética é crítica para evitar que as pessoas abram anexos e links maliciosos”, complementa Alexandre. Por fim, a Fortinet também alerta para um aumento no número de ataques de força bruta — aqueles nos quais o criminoso tenta invadir uma conta ou sistema usando um código automatizado para “adivinhar” uma combinação de login e senha. Tal método é eficaz para quebrar credenciais fracas e pode ser altamente prejudicial para as empresas que adotaram o home office e estabeleceram servidores remotos acessíveis pelo protocolo RDP. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Devs de Among Us revelam update e discutem novidades

Devs de Among Us revelam update e discutem novidades

Tecmundo Em nota publicada na página oficial de Among Us na Steam, a desenvolvedora Innersloth comentou um pouco sobre alguns dos planos futuros que devem entrar em desenvolvimento para o game, trazendo novos recursos, conteúdos, ferramentas anti-cheats e muito mais para os jogadores.Leia mais... Veja Mais

Eleições nos EUA: resultado e apuração ao vivo da disputa Trump vs Biden

O Tempo - Mundo Acompanhe ao vivo a apuração sobre a corrida eleitoral para a Casa Branca Veja Mais

Eleições nos EUA: acompanhe a apuração para o Congresso

O Tempo - Mundo Além da presidência e da vice-presidência, os 435 assentos na Câmara dos Deputados serão escolhidos e um terço do Senado está na disputa Veja Mais

Eleições EUA: Pesquisa boca de urna muda modelo, mas deve ser pouco confiável

O Tempo - Mundo Com mais de 100 milhões de pessoas votando de maneira antecipada na eleição americana, os institutos de pesquisa do país tiveram dificuldades Veja Mais

Spotify agora funciona no Apple Watch sem precisar de pareamento no iPhone

canaltech Temos uma ótima notícia para quem é dono de um Apple Watch e assinante do Spotify: o streaming de música finalmente passou a funcionar de forma nativa no relógio inteligente da Maçã. Isso significa que não será mais necessário ter um iPhone pareado no smartwatch para ouvir música através do aplicativo — ele agora é capaz de reproduzir canções sozinho, usando uma conexão Wi-Fi uma ou uma rede móvel (4G LTE). Apple Watch 6 é anunciado junto da nova versão "baratinha" Apple Watch SE Aumentos de preços no Spotify devem ser mais frequentes, diz CEO Spotify faz testes para promover músicas que estão se tornando virais Ao que tudo indica, porém, a novidade ainda está em fase experimental, com a atualização sendo silenciosamente distribuída para alguns usuários da forma mais discreta possível. Vale ressaltar que tal limitação do Spotify sempre foi alvo de críticas de seus usuários, já que muitos gostariam de poder usar o app de forma autônoma no relógio mesmo deixando o celular em casa, por exemplo. “Estamos focados no desenvolvimento de experiências que permitem aos usuários ouvir o Spotify onde e quando quiserem — independentemente do dispositivo ou plataforma. Após um período de teste inicial, estamos lançando recursos de streaming para o Spotify no Apple Watch”, afirmou um porta-voz da companhia ao Engadget. Ainda assim, nenhum comunicado oficial foi publicado no blog da plataforma. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Vale lembrar que, infelizmente, a reprodução offline — outro recurso muito aguardado pelos donos de Apple Watches — ainda está fora do radar. Visto que as novas gerações do relógio possuem grande capacidade de armazenamento interno, é capaz que a companhia decida implementar tal funcionalidade em breve. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Humanos estão roubando empregos de robôs no Walmart

canaltech O Walmart está abandonando seu sistema automatizado de conferência de inventário por robôs. O motivo é que a companhia percebeu que funcionários contratados poderiam fazer o trabalho com mais eficiência. Black Friday | Como saber se uma loja é confiável? Como participar de leilões online da Receita Federal Segundo levantamento do Wall Street Journal, o Walmat iniciou em 2017 um teste em aproximadamente 50 lojas em pareceria com a Bossa Nova Robotics. Os estabelecimentos passariam a usar os robôs chamados mObi para regular dados de estoque. Com bons resultados, em janeiro deste ano, as duas anunciaram o avanço para um total de mil estabelecimentos. Contudo, o cenário mudou durante 2020. A questão estaria associada à COVID-19, quando Walmart direcionou parte da equipe para estoque em função do aumento das compras online e queda da busca nas lojas físicas. Com isso, a empresa teria percebido que seus funcionários poderiam fazer o inventário (principalmente, organizar os dados) enquanto empacotavam e enviavam os itens do e-commerce. Ou seja, poderiam ser mais eficientes, já que os robôs apenas faziam a conferência dos itens. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Embora o Wall Street Journal tenha conversado com pessoas próximas ao projeto, o cofundador da Bossa Nova, Serjoun Skaff, não confirmou a movimentação. “Não posso comentar sobre o Walmart, entretanto, a pandemia nos forçou a enxugar nossas operações e focar e nossas principais tecnologias”, informou ao jornal A Bossa Nova vem demonstrando dificuldades, com Skaff subindo ao cargo de CEO depois que Stuart Pann deixou a empresa somente nove meses após assumir o posto. O Walmart é um dos maiores clientes que a startup possui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

André Mussalem canta valsa com Zé Manoel em single que anuncia segundo EP da trilogia 'Distopia'

G1 Pop & Arte ♪ Terceiro álbum do cantor e compositor pernambucano André Mussalem, Distopia foi desmembrado pelo artista em três EPs. O primeiro EP da trilogia, Distopia – A vida segue, foi apresentado em janeiro com repertório autoral composto pelas músicas O amor nos tempos do cólera, Idade média, Exílio nº 05 (gravada com o cantor Martins), Gente de bem (frevo gravado com Flaira Ferro) e Leão (ijexá gravado com Illy). O segundo EP, Distopia – Estado de emergência, tinha lançamento previsto para abril, mas foi adiado para o fim deste ano de 2020 por conta da pandemia do covid-19. Esse segundo EP alinha quatro músicas autorais que serão lançadas até o início de dezembro. A primeira faixa revelada, Cinema, democracia e cartões postais, chega às plataformas de áudio em single programado para 13 de novembro. Trata-se de valsa cantada por Mussalem com o conterrâneo Zé Manoel. A colaboração entre os artistas pernambucanos surgiu quando a faixa já estava finalizada. Ao ouvir História antiga, primeiro single do estupendo terceiro álbum de estúdio de Zé Manoel, Do meu coração nu, Mussalem percebeu afinidades entre as duas músicas e convidou o colega para cantar e tocar piano em Cinema, democracia e cartões postais. Os músicos Alexandre Rodrigues (sopros) e Rafael Marques (bandolim e viola) também participam da gravação, arranjada e produzida por Marques. Veja Mais

Conselheiros de Bolsonaro sugerem cautela caso Trump declare vitória antecipada

O Tempo - Mundo Trump disse que os americanos deveriam "conhecer o resultado" das eleições em 3 de novembro, mas os resultados oficiais não são divulgados na noite eleitoral Veja Mais

Eleições em BH: Nilmário visita Aglomerado da Serra ao lado de Patrus e Pimentel

O Tempo - Política Ao lado dos ex- prefeitos, o candidato relembrou obras feitas no local durante as gestões dos dois Veja Mais

Geoengenharia solar não deve ser descartada, segundo cientistas

Geoengenharia solar não deve ser descartada, segundo cientistas

Tecmundo Antes encaradas com desconfiança pela comunidade científica, as metodologias de intervenção artificial no meio ambiente com o objetivo de frear os efeitos devastadores do aquecimento global estão sendo consideradas agora como recursos a serem aplicados em última instância (já que iniciativas para reduzir a emissão de gases dependem diretamente da ação coletiva e demandam décadas para que tenham algum tipo de efeito benéfico). É possível que não tenhamos esse tempo, de acordo com alguns pesquisadores da área, os quais têm atraído investimentos e muita atenção.Fazendo parte de um campo também referenciado como geoengenharia solar, grande parte dos métodos se vale da emissão controlada de partículas na atmosfera, responsáveis por barrar a energia recebida pelo nosso planeta e direcioná-la novamente ao espaço, criando uma espécie de resfriamento semelhante ao gerado por erupções vulcânicas.Leia mais... Veja Mais

Covid-19: Hospital PUC-Campinas prevê início de testes com vacina da Johnson na quinta e recebe cadastro de voluntários idosos

Glogo - Ciência Unidade é uma das instituições selecionadas para fase 3 de testes e vai aplicar 1 mil doses. Pesquisa foi suspensa após reação em participante americano; retomada tem aval da Anvisa. Hospital PUC-Campinas terá testes de vacina para Covid-19 Igor Dias / Hospital PUC-Campinas O Hospital PUC-Campinas (SP) confirmou na tarde desta terça-feira (3) que os testes com a vacina da Johnson&Johnson contra a Covid-19 devem ter início nesta quinta-feira, com cinco voluntários que realizaram cadastro junto à unidade. A medida ocorre após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o laboratório Janssen-Cilag, da empresa, a retomar as pesquisas suspensas desde 12 de outubro no país, por causa de uma "doença inexplicada" em participante nos Estados Unidos. A vacina candidata da Johnson, a Ad26.COV2.S, é uma das quatro que receberam autorização para testes de fase 3 (a última) no Brasil. As outras são a de Oxford, a da Pfizer-BioNTech e a da Sinovac. De acordo com o Hospital PUC-Campinas, o objetivo é aplicar a vacina em 1 mil voluntários - veja abaixo requisitos e formulário. A data de início dos testes, diz a assessoria, depende do envio de um documento pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Ela pode ser adiada se houver atraso na entrega. O G1 solicitou posicionamento da instituição às 17h20, mas não houve resposta. Idosos podem ser voluntários À reportagem, a unidade de saúde destacou que estão liberados os cadastro de voluntários idosos, após uma solicitação da Johnson&Johnson para os estudos. Antes disso, diz a assessoria, 3,4 mil voluntários com idades entre 18 e 59 anos, incluindo profissionais da área de saúde, se cadastraram no site da instituição para participar da fase 3 dos testes. Clique aqui para preencher formulário. Entre os dados solicitados estão nome, e-mail, data de nascimento, telefone, profissão, altura, peso e se já foi ou não diagnosticado com outras doenças. Os voluntários podem ter testado positivo para Covid-19, mas gestantes e mulheres em fase de amamentação estão impedidas de participar. O hospital informou que os cadastros ficam disponíveis até que o limite de 1 mil vacinas seja atingido. Hospital PUC-Campinas prevê início de testes com vacina nesta quinta Diferenciais A vacina da indústria americana tem dois diferenciais, no comparativo com o de outras farmacêuticas: É uma imunização contra Covid-19 de dose única. O estudo permite não somente as participações de profissionais de saúde, alunos e outros funcionários da instituição, mas também da população em geral que queira se voluntariar. Prazos e acompanhamento A unidade não informou quantas doses recebeu já recebeu da empresa e quando os testes devem ser finalizados. Entretanto, adiantou que a meta é elevar a meta de cinco para 30 avaliações diárias. Os participantes do estudo serão acompanhados pelos pesquisadores por um período de dois anos, com visitas presenciais e contato por telefone. O Centro de Pesquisa do Hospital PUC-Campinas possui sete estudos sobre o coronavírus, dos quais cinco estão em andamento. Hospital PUC Campinas Crislaine Gava/Hospital PUC Campinas ETAPAS: Por que a fase 3 dos testes clínicos é essencial para a segurança das vacinas DISPUTA GLOBAL: Conheça as candidatas a vacina para a Covid-19 CORRIDA NACIONAL: Butantan, Fiocruz, USP, UFMG e UFPR têm 11 projetos na fase inicial Estudos no Brasil Segundo a Anvisa, o estudo da Janssen-Cilag é conduzido em 11 estados e prevê envolver 7.560 pessoas. Em nota, ela diz que "caso seja identificada qualquer situação grave com voluntários brasileiros, irá tomar as medidas previstas nos protocolos para a investigação criteriosa". "Após avaliar os dados do evento adverso e as informações do Comitê Independente de Segurança, além de dados da autoridade regulatória norte-americana (Food and Drugs Administration – FDA), a Anvisa concluiu que a relação benefício e risco se mantém favorável e que o estudo poderá ser retomado", destaca nota da assessoria. À época da suspensão, a Johnson&Johnson alegou, em nota, que "eventos adversos, mesmo aqueles graves, são uma parte esperada de qualquer estudo clínico, especialmente grandes estudos". Nesta terça, a Anvisa reitera que "eventos adversos estão previstos" pelas regras de pesquisa clínica, mas eventos graves "exigem a paralisação de todo o estudo e a investigação do caso antes da retomada." Fases de testes Nos testes de uma vacina – normalmente divididos em fase 1, 2, e 3 – os cientistas tentam identificar efeitos adversos graves e se a imunização foi capaz de induzir uma resposta imune, ou seja, uma resposta do sistema de defesa do corpo. Os testes de fase 1 costumam envolver dezenas de voluntários; os de fase 2, centenas; e os de fase 3, milhares. As etapas tendem a ser conduzidas separadamente, mas, por causa da urgência em achar uma imunização da Covid-19, várias empresas têm realizado mais de uma etapa ao mesmo tempo. Antes de testes em humanos, as vacinas são aplicadas em animais – normalmente em camundongos e, depois, em macacos. Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas. Veja Mais

Polícia de Nova York planeja isolar ruas após eleições para evitar violência

O Tempo - Mundo Grupos defensores de direitos civis dos EUA são críticos da tática de congelar áreas para prevenir protestos Veja Mais

Todd Howard revela mais detalhes de Starfield em entrevista

Todd Howard revela mais detalhes de Starfield em entrevista

Tecmundo Em uma nova entrevista ao canal Develop: Brighton Conference, Todd Howard, o Engenheiro Chefe de Software da Bethesda, soltou uma nova leva de informações sobre Starfield, o novo projeto cercado de mistério da produtora.Leia mais... Veja Mais

A Órfã terá sua origem contada em novo filme com Julia Stiles

canaltech A Órfã chegou em 2009 com um misto de terror e suspense que conquistou um público considerável e, agora, o filme está ganhando uma prequela. O filme que contará os eventos que antecedem os do primeiro filme trará Isabelle Fuhrman de volta ao papel de Esther, mas sem Vera Farmiga ou Peter Sarsgaard (os pais do primeiro filme), já que o elenco contará com Julia Stiles, de 10 Coisas que Eu Odeio em Você. Os 10 melhores filmes de terror da nova geração 10 melhores filmes de terror para assistir no streaming do Telecine Os 5 piores filmes de terror que você precisa assistir Ainda denominado “Esther” no IMDb, o novo filme deve se chamar Orphan: First Kill (ainda sem título oficial em português), segundo informações do Collider. A direção saiu das mãos de Jaume Collet-Serra, que dirigiu o primeiro filme, e está com William Brent Bell, dos terrores Boneco do Mal e Filha do Mal — e tomara que o filme não chegue por aqui como "A Órfã do Mal". Isabelle Fuhrman como Esther em A Órfã (Imagem: Reprodução/Warner Bros.) Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? A história foi escrita por David Coggeshall, roteirista de Evocando Espíritos 2 e da série Pânico, e irá mostrar Leena Klammer, que se passa pela criança de 9 anos Esther Coleman no primeiro filme, orquestrando uma fuga de um centro psiquiátrico da Estônia. A prequela irá mostrar ainda sua viagem para América com o intuito de ocupar o lugar da filha desaparecida de uma família rica. Conforme Leena encorpora Esther, acontecimentos inesperados a colocam contra a mãe (Stiles), que fará o possível para proteger sua família. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Explorar A Órfã é, em termos financeiros, uma aposta interessante, já que o primeiro filme conseguiu arrecadar US$ 80 milhões em bilheteria mundial, uma soma bastante interessante diante do orçamento de US$ 20 milhões. Segundo informações do Deadline, o filme já está sendo produzido em Winnipeg, no Canadá, mas ainda não há informações sobre a possível data de estreia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Senado aprova texto-base da proposta de autonomia do Banco Central

Valor Econômico - Finanças Pela proposta, BC mantém a missão de assegurar a estabilidade monetária, mas passa a também perseguir o fomento ao pleno emprego no país O Senado aprovou nesta terça-feira, por 56 votos a 12, projeto que promove a autonomia operacional do Banco Central do Brasil. Uma mudança no texto permitirá que o atual presidente, Roberto Campos Neto, possa se tornar o mandatário mais longevo da história da instituição, permanecendo no cargo por quase 10 anos. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

TCU sugere fim de incentivo fiscal na cesta básica para bancar Renda Brasil

Valor Econômico - Finanças O argumento, baseado em um relatório técnico, é de que as vantagens fiscais oferecidas para as empresas que produzem os itens da cesta básica não cumprem com seus objetivos sociais Em reunião plenária agendada para amanhã, o Tribunal de Contas da União (TCU) vai sugerir ao governo a retirada dos benefícios fiscais dos produtos da cesta básica. A ideia é que a arrecadação resultante da medida seja redirecionada para um programa de transferência direta de renda, seja ele o Bolsa Família ou outra iniciativa que venha a ser implementada no mesmo sentido, como o Renda Brasil. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Senado aprova texto-base da autonomia do Banco Central por 56 votos a 12

O Tempo - Política A medida é defendida por agentes do mercado financeiro e uma das bandeiras da equipe econômica do governo Jair Bolsonaro Veja Mais

Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19

canaltech Desde o início da pandemia da COVID-19, em março, estamos acompanhando notícias sobre o desenvolvimento de uma vacina que previna contra a doença. São diversos os testes a serem feitos para obter a aprovação dos órgãos reguladores, sendo o último deles conduzido em um grande número de pessoas, e ainda estamos nessa fase. Porém, alguns países já iniciaram o processo de vacinação de forma emergencial. COVID-19 | Vacina espanhola ganha autorização para testes internacionais Novos casos da COVID na Europa podem ter relação com mutação do coronavírus COVID-19 | Anvisa libera importação de matéria-prima para a vacina CoronaVac O primeiro país é a Rússia que, ainda em agosto, anunciou que a sua vacina estava pronta e que a população já poderia começar a receber as doses, mesmo sem a comprovação da sua eficácia. Batizada de Sputnik V, a vacina foi liberada para uso geral em setembro, e menos de um mês depois a segunda vacina, EpiVacCorona, recebeu também a aprovação antes dos testes da fase 3. O segundo país que já iniciou a vacinação é a China, com as vacinas da CanSino Biologics, Sinopharm e Sinovac, que receberam a aprovação para o uso limitado. Em junho, a vacina da Cansino foi aprovada pelos militares como um medicamento especialmente necessário, com validade de um ano. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Imagem: Reprodução/Cottonbro/Pexels No mês seguinte, o governo da China aprovou de forma emergencial a vacina CoronaVac, da Sinovac, sendo parte de um programa dedicado a grupos de alto risco, como quem está na linha de frente na área da saúde, assim como a da Sinopharm também havia sido liberada. Meses depois, em setembro, a OMS (Organização Mundial de Saúde) liberou o uso das vacinas no país de forma emergencial. A liberação mais recente aconteceu nos Emirados Árabes Unidos, com a aprovação emergencial da vacina chinesa da Sinophan no país, cerca de um mês e meio após o início dos testes em humanos. As doses foram liberadas para membros da primeira linha de defesa, segundo declaração da Autoridade Nacional de Gerenciamento de Crises e Desastres (NCEMA). O próximo país a começar a vacinação deve ser a Venezuela, que anunciou recentemente que pretende dar início ao processo ainda neste ano, entre dezembro e janeiro, o que será feito com as vacinas da Rússia e da China. Serão priorizados idosos e pessoas com doenças pré-existentes, mas o presidente do país, Nicolas Maduro, anunciou que todos os venezuelanos serão vacinados contra a COVID-19. Brasil terá vacina contra a COVID-19 até a metade de 2021, diz diretor da Anvisa Aqui no Brasil, a última informação é que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) acredita que teremos uma vacina pronta e aprovada entre os meses de janeiro e junho do ano que vem, ou seja, ainda no primeiro semestre. No entanto, Antonio Barra Torres, diretor-presidente do órgão, diz que não há como prever qualquer mudança que possa acontecer e mude essa expectativa. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Redmi Note 10: o que esperar do sucessor do Redmi Note 9 Veja Mais

EUA: FBI investiga ligações automáticas pedido para eleitores ficarem em casa

O Tempo - Mundo Nos últimos dias, 280 dos 317 códigos de área do país receberam ligações desse tipo, segundo levantamento da empresa YouMail Veja Mais

A lista dos 10 filmes mais pirateados da semana (02/11/2020)

A lista dos 10 filmes mais pirateados da semana (02/11/2020)

Tecmundo Adicionado ao ranking dos filmes mais pirateados na semana passada, Borat: Fita de Cinema Seguinte já assumiu a liderança, conforme a atualização divulgada pelo TorrentFreak nessa segunda-feira (2). A comédia tomou o lugar de Love and Monsters, agora na 3ª posição.Essa não foi a única novidade na lista, que conta com quatro títulos inéditos em relação à última divulgação, como Jovens Bruxas - Nova Irmandade (5º lugar), sequência do longa de 1996. Na trama, um quarteto de bruxas aprendizes tenta entender os poderes recebidos, enquanto descobre que o uso deles nem sempre termina bem.Leia mais... Veja Mais

'Se o resultado na Flórida sai e sou o vencedor, acabou', diz Biden

O Tempo - Mundo Biden também se mostrou surpreso com o fato de que estados tradicionalmente republicanos, como o Texas, estejam em disputa Veja Mais

Hellraiser: Clive Barker será produtor executivo da nova série da HBO

Hellraiser: Clive Barker será produtor executivo da nova série da HBO

Tecmundo Uma nova série de TV de Hellraiser está em produção, e, agora, a HBO anunciou que o novo projeto contará com Clive Barker, autor do livro The Hellbound Heart, que deu origem à clássica franquia de filmes — também escrita por Barker.(Steven Friederich/Reprodução)Leia mais... Veja Mais

Como usar GIFs no Snapchat

canaltech O Snapchat (Android | iOS) é uma rede social bastante famosa que permite que seus usuários publiquem fotos e vídeos. Ao longo dos anos, a plataforma realizou diversas apostas para melhorar seu conteúdo e trazer novos recursos para competir com as redes sociais rivais. Confira algumas dicas para aproveitar a galeria de snaps no Snapchat Memories Como colocar músicas nos vídeos do Snapchat Guia do Snapchat para iniciantes Assim como o Instagram, o Snapchat também oferece a opção de inserir figurinhas animadas e GIFs nos snaps que você criou. Este procedimento é rápido e prático, confira abaixo o passo a passo! Como usar GIFs no Snapchat Passo 1: abra o app do Snapchat em seu celular, acesse a aba “Câmera” no menu inferior e tire uma foto, grave um vídeo ou carregue um arquivo da galeria do seu celular. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Abra o app do Snapchat no seu celular, acesse a aba câmera e tire uma foto ou grave um vídeo (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: em seguida, selecione o ícone de “Figurinha” no canto direito para adicionar GIFs e figurinhas animadas. Em seguida, clique no ícone de "Figurinha" no manu lateral direito (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: com a nova aba aberta, localize e selecione o item “GIF”. Localize e clique no item "GIF" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: utilize o campo no canto superior para pesquisar por um tema de GIF que você queira inserir no seu snap e, assim que encontrá-lo, clique nele. Utilize o campo de busca para procurar um GIF e, quando encontrá-lo, clique nele (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: caso você queira remover o GIF ou figurinha que inseriu, pressione-o e arraste-o até o ícone de “Lixeira” no menu lateral direito. Para remover um GIF, pressione-o e arraste-o até o ícone de "Lixeira" no canto direito (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: redimensione-o e posicione-o no lugar que for mais conveniente para você e, ao finalizar os ajustes, clique em “Enviar para” no canto inferior direito para mandá-lo para os seus amigos ou adicioná-lo à sua História. Finalizados os ajustes, clique em "Enviar para" para enviá-lo para seus amigos ou adicioná-lo à sua História (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode inserir GIFs e figurinhas animadas nos snaps que você manda para seus amigos! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Governo admite derrota em veto da desoneração em votação prevista para quarta

O Tempo - Política A votação dos vetos foi confirmada pelo presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), durante a sessão do Senado realizada nesta terça-feira Veja Mais

Voyager 2 volta a se conectar com a Terra após 8 meses de silêncio

Voyager 2 volta a se conectar com a Terra após 8 meses de silêncio

Tecmundo Após um silêncio de oito meses, a NASA voltou a se comunicar com a sonda Voyager 2, o artefato humano mais distante da Terra. A longa interrupção ocorreu devido ao trabalho de manutenção na única antena do planeta capaz de enviar sinais para a sonda.Peça fundamental no painel de controle interplanetário Deep Space Network da NASA, a antena Deep Space Station 43 (DSS-43), localizada nos arredores de Canberra na Austrália, tem 70 metros de largura, 48 anos de existência e é atualmente a maior antena do hemisfério sul.Leia mais... Veja Mais

Stranger Things | Tempo extra na pandemia ajudou a produção a melhorar roteiros

canaltech Já falamos como a pandemia de COVID-19 causou um enorme impacto em diversos setores da economia, mas principalmente no do entretenimento. Por conta dos imprevistos, filmes que eram altamente esperados pelo público nos cinemas este ano tiveram a estreia reagendada para meses depois, enquanto aqueles com previsão de lançamento para 2021 foram adiados para mais de um ano. Com as séries também não foi fácil, as emissoras tiveram que encontrar uma maneira de entregar conteúdos para quem estava em casa mesmo sem ter episódios inéditos, já que os sets de gravação estavam todos fechados e as gravações paralisadas. Conforme os meses foram passando e a situação mundial se estabilizando, a rotina dos estúdios foi voltando aos poucos ao normal. As séries cujas temporadas novas tinham previsão de estreia para o início de 2020 estão retornando somente agora. Já os serviços de streaming, cujos episódios costumam ser distribuídos uma só vez — diferente da televisão que possui a programação semanal —, também estão retomando as gravações gradualmente. Não há como minimizar os efeitos devastadores que a pandemia está tendo na indústria da cultura pop, mas os roteiristas das produções tão adoradas pelo público estão aproveitando esse período enfrentado pelo mundo para pensar em novos caminhos que as séries podem seguir. Aqui no Canaltech já listamos 16 séries que retratarão a realidade do novo coronavírus (SARS-CoV-2) nas telas, mas há também quem tenha tirado os meses de quarentena para planejar uma melhor temporada. E, ao que tudo indica, Stranger Things é uma cujo processo criativo fluiu bem melhor durante o distanciamento social. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Séries que abordarão a pandemia de COVID-19 em suas histórias Matrix 4 tem estreia antecipada, enquanto Batman é jogado para 2022 Stranger Things 3 chegou ao catálogo da Netflix em julho de 2019 (Imagem: Divulgação / Netflix) No fim de outubro, foram divulgadas imagens do set da quarta temporada da série. Já sabemos que os episódios acontecerão em 1986 e há, pelo menos, quatro personagens novos no elenco. Stranger Things teve o início das filmagens em janeiro, e embora a paralisação por conta da pandemia tenha ocorrido logo em seguida, o material foi o suficiente para revelar aos fãs que Hopper (David Harbour) está vivo após o trágico final da terceira temporada. Mesmo assim, a equipe teve de enfrentar sete meses de atraso, que impactará diretamente na data de lançamento desses novos episódios. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Durante um bate-papo do Collider com Shawn Levy, o produtor executivo de Stranger Things que coincidentemente também está na produção de Dash & Lily, lançamento natalino da Netflix, houve informações sobre a próxima temporada do drama adolescente. "Vou apenas dizer que a pandemia atrasou enormemente as filmagens, portanto, a data de lançamento de nossa atual quarta temporada ainda deve ser definida", revelou. "[A pandemia] teve um impacto muito positivo por permitir que os irmãos Duffer, pela primeira vez, escrevessem a temporada inteira antes de filmar; e tivessem tempo para reescrever de uma forma que raramente tinham antes. Então a qualidade desses roteiros é excepcional, talvez melhor do que nunca." Maya Hawke foi uma das novas atrizes a compor o elenco de Stranger Things, dando vida à Robin Buckley (Imagem: Divulgação / Netflix) Vale lembrar que Levy não é a primeira pessoa que arrisca dizer que a quarta temporada será a melhor de Stranger Things. Há um tempo, a atriz Natalia Dyer (Nancy Wheeler) declarou em uma entrevista que o período da quarentena foi uma espécie de "benção" para os escritores. "Eles tiveram tempo para apenas sentar, pensar e criar" revelou, referindo-se a essa prática dos irmãos Duffer de escrever a série ao mesmo tempo em que as filmagens acontecem. Além disso, Dyer revelou que a quarta temporada terá um episódio a mais que o usual, totalizando nove capítulos. Nova HQ de Stranger Things revela como Dustin conheceu Suzie Fotos revelam o exato ano em que acontece a 4ª temporada de Stranger Things Teoria sugere que Demogorgon é um dos personagens mais queridos da série A quarta temporada de Stranger Things deve estar disponível apenas em 2021. A Netflix não chegou a confirmar uma data de lançamento, mas, de modo geral, a série sempre levou um pouco mais de um ano para concluir cada volume. Como a história mais recente chegou em julho de 2019 celebrando o feriado norte-americano 4 de julho, a expectativa era de que os criadores estivessem planejando a estreia da sequência para o Halloween, no último sábado (31). Entretanto, por conta da pandemia de COVID-19, o cronograma mudou. Criada pelos irmãos Duffer, Stranger Things conta com Winona Ryder, Millie Bobbie Brown, David Harbour, Finn Wolfhard, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Noah Schnapp, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Joe Keery, Priah Ferguson, Cary Elwes, Jake Busey e Maya Thurman-Hawke no elenco. As três primeiras temporadas estão disponíveis no catálogo da Netflix. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Anvisa aprova antidepressivo inalável indicado para casos de depressão resistente a tratamentos tradicionais

Glogo - Ciência Aplicação só deve ser feita sob supervisão médica em clínicas e hospitais. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta terça-feira (3), o cloridrato de escetamina, um antidepressivo na forma de spray inalável indicado para adultos com depressão resistente a tratamentos convencionais e para pessoas com transtorno depressivo maior (TDM) que tenham pensamentos ou atos suicidas. Depressão atinge quase 11 milhões de brasileiros; muitos não têm acesso a tratamento Estudo avalia eficácia de cogumelos alucinógenos para tratamento da depressão Especialistas dão dicas para identificar a doença e para ajudar parentes e amigos O novo medicamento, segundo a Anvisa, deverá ser administrado exclusivamente em um hospital ou uma clínica especializada e na presença de um profissional da saúde. O remédio tem como base a escetamina (ou esketamina). O princípio ativo tem relação com a cetamina (ou ketamina), um medicamento usado para anestesias. O laboratório Janssen, que produz o novo antidepressivo, diz que o medicamente é capaz de produzir efeito pouco tempo após a aplicação. O remédio é apresentado como o primeiro a agir sobre o glutamato, molécula da rede neural, estimulando áreas do cérebro ligadas às emoções, enquanto os antidepressivos tradicionais atuam aumentando a quantidade de neurotransmissores relacionados à sensação de prazer e bem-estar. Foto divulgada pela Janssen Global Services do spray nasal Spravato Janssen Global Services via AP Liberado nos EUA Nos Estados Unidos, a escetamina inalável está liberada desde março de 2019 e foi considerada uma revolução no tratamento da depressão resistente. O medicamento também é administrado somente sob acompanhamento médico. À época em que os EUA liberaram o uso do remédio, o médico Pierre de Maricourt, que participou dos testes clínicos de fase 3 no hospital Sainte-Anne de Paris, destacou em entrevista à Agência France Presse a "significativa efetividade e a velocidade de ação da escetamina". Maricourt citou que o medicamente age "em poucos dias" enquanto é preciso "de seis a oito semanas para um antidepressivo convencional". Depressão resistente Um terço dos pacientes de depressão não apresentam melhora mesmo após mais de um tratamento com os antidepressivos e terapias disponíveis, segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). A ciência ainda não conhece totalmente as causas da depressão resistente – assim como as da própria depressão. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase 300 milhões de pessoas sofrem de depressão, uma doença que limita a capacidade de uma vida cotidiana normal, mas que tem sua gravidade frequentemente subestimada ou confundida com uma depressão passageira. Os casos mais graves podem levar ao suicídio. Tudo Começa Pelo Respeito: depressão é doença, não é só tristeza Veja Mais

Final de Batman: Três Coringas traz revelações e grande segredo do Homem-Morcego

canaltech Alerta de spoilers! Para quem acompanha os quadrinhos do Cavaleiro das Trevas, não é novidade que o universo assumiu a existência de mais de um Coringa, o que nos conduz à recente graphic novel Batman: Três Coringas. A novidade da vez é que o final da história chegou com mais revelações e reviravoltas, com duas descobertas que não eram esperadas pelos fãs: a identidade do verdadeiro Coringa e um segredo que Batman guarda consigo. Coringa | As 11 maiores loucuras que o Palhaço do Crime já cometeu Os 10 melhores Coringas de todos os tempos Quem quer que use a Poltrona Mobius Chair terá acesso a todo o conhecimento do Multiverso DC e é a esse objeto que o Homem-Morcego recorre para descobrir a verdadeira identidade do Coringa, mas a resposta não é animadora ao descobrir a existência de múltiplos Palhaços do Crime. Após as batalhas, nos momentos finais da trama, Batman revela a Alfred Pennyworth que sempre soube a identidade do vilão, o que nos faz reinterpretar todo o histórico da dupla de arqui-inimigos. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Imagem: Reprodução/DC Comics Batman revela que deduziu a verdadeira identidade do vilão apenas alguns dias após seu primeiro encontro. A partir do recurso de flashbacks, o quadrinho indica que o Coringa Comediante (Comedian Joker) é o mesmo comediante mal-sucedido de Batman: A Piada Mortal. Essa revelação leva ao segundo plot twist, que deixa ainda mais complexa a relação de ambos os personagens. Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Três Coringas mostra ainda que Batman ajuda pessoalmente a ex-mulher e o filho do Coringa, que sobreviveram aos trágicos eventos do outro quadrinho e agora vivem sob a proteção do Batman no Alasca. Lá, a família vive em completo segredo e longe de qualquer possibilidade de o super-vilão saber onde estão. Imagem: Reprodução/DC Comics A verdadeira identidade do Palhaço do Crime sempre foi um dos maiores (e mais deliciosos) mistérios do universo Batman e não é a toa que as adaptações cinematográficas sempre tragam Batmen semelhantes e Coringas tão diversos. Além disso, embora Batman diga que sabe a verdadeira identidade do seu inimigo, ele não chega a citar seu nome ou os nomes dos demais Coringas e, com desdém, trata isso como algo sem significância. Assine Amazon Kindle Unlimited por apenas R$ 19,90/mês e tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais! O CBR atenta para o fato de que, em Batman: A Piada Mortal, o Coringa declara que sua história de origem deveria ser de múltipla escolha, o que é levado quase que literalmente por Três Coringas, que traz três das principais encarnações desse personagem. O Comediante, no entanto, é o único Coringa sobrevivente no universo Batman a partir de agora, já que o Clown Joker (Coringa Palhaço) foi morto por Jason Todd e o Criminal Joker (Coringa Criminoso) foi traído pelo Comediante. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Deputados debatem complementação da União no novo Fundeb - 03/11/20

Deputados debatem complementação da União no novo Fundeb - 03/11/20

Câmana dos Deputados Na terceira audiência pública do ciclo de debates sobre a regulamentação do novo Fundeb, os deputados discutiram a maneira como o dinheiro do fundo vai ser distribuído entre estados e municípios. Para entrar em vigor, o recém aprovado Fundo de Manutenção do Desenvolvimento da Educação Básica deve ser antes regularizado pelo Congresso Nacional. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados #Fundeb #Novasregras Veja Mais

Chuva de granizo em Curitiba cobre as ruas com gelo; veja imagens

Chuva de granizo em Curitiba cobre as ruas com gelo; veja imagens

Tecmundo Na tarde desta terça-feira (03), diversos bairros de Curitiba, no Paraná, ficaram cobertos por pedras de gelo. O granizo atingiu a região durante uma forte e rápida chuva. As redes sociais foram inundadas de fotos publicadas por moradores e obtidas por câmeras de segurança espalhadas pela cidade.A chuva de granizo acontece quando um conjunto de partículas entra em contato com o ar frio e modifica seu estado de líquido para sólido, formando as pedras de gelo. Elas são formadas em grandes nuvens, as cumulonimbus, que geralmente estão associadas a neve, chuva, granizo, tornados e raios na Terra.Leia mais... Veja Mais

9 milhões de brasileiros já têm CNH digital

9 milhões de brasileiros já têm CNH digital

Tecmundo Mais de 9 milhões de brasileiros já aderiram à carteira nacional de habilitação digital, segundo informou o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O número chegou a 9.116.328 no mês de outubro, um aumento de 80% em relação a fevereiro deste ano, quando o aplicativo já havia sido instalado por 5 milhões de pessoas.Mais de 9 milhões de brasileiros já aderiram a CNH digitalLeia mais... Veja Mais

Biden vence no Colorado

em - Internacional Veja Mais

Pokémon GO bate recorde de receita anual com US$ 1 bilhão em 10 meses de 2020

canaltech O game mobile de realidade aumenta Pokémon GO, embora tenha passado seus altos e baixos em termos de popularidade desde seu lançamento, em julho de 2016, é um grande sucesso de receita para a desenvolvedora Niantic. E o investimento em atualizações constantes e criação de eventos e festivais tem mostrado resultado: pela primeira vez desde que chegou às lojas virtuais, o título já bateu a marca de US$ 1 bilhão em receita em apenas 10 meses. Pokémon GO: como usar o sistema de pet virtual do jogo Como jogar Pokémon GO sem precisar sair de casa Pokémon GO não vai mais funcionar em aparelhos Android de 32-bits A marca impressiona não somente por superar números de anos inteiros anteriores, mas também porque a expectativa do mercado de entretenimento, em geral, sofre grandes perdas na temporada por conta da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2). Além disso, como o Pokémon GO tem a premissa de trazer as criaturas do game para espaços reais, era de se esperar que sua receita caísse durante o período de distanciamento social. Com a chegada da pandemia, a Niantic conseguiu agir rapidamente e começou a implementar muitos elementos para que os jogadores pudessem curtir Pokémon GO em casa. Em vez de tentar se virar com recursos feitos sob medida para jogos ao ar livre, a desenvolvedora adaptou a jogabilidade com as limitações da residência de seus usuários. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Imagem: Reprodução/Sensor Tower O relatório da empresa de consultoria Sensor Tower mostra que, no ano da estreia, a Niantic faturou US$ 832 milhões, enquanto no ano seguinte houve uma queda de 29% na receita anual, com US$ 589 milhões. Já em 2018 houve uma grande recuperação, com alta de 41%. A tendência de crescimento se confirmou desde então, levando a um aumento de 11% entre o ano passado e atual temporada. Assine o Game Pass e turbine seu Xbox com uma biblioteca que inclui mais de 100 jogos para você baixar a qualquer momento Só para contextualizar, isso torna Pokémon GO o terceiro jogo móvel com mais compras internas realizadas pelos usuários em todo mundo, atrás somente de Playerunknown's Battlegrounds (PUBG) Mobile e Honor of Kings. Embora não esteja no topo, a Niantic tem mais dois meses pela frente para tornar 2020 o ano mais rentável de seu título até agora. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Futuros de ações caem e petróleo e dólar sobem com apuração das eleições nos EUA

Valor Econômico - Finanças Até o momento, Joe Biden tem 85 delegados e Donald Trump, 61, segundo apuração do “Financial Times”. Para a vitória é preciso 270 votos Após abertura em alta, os futuros de ações operam em queda em Nova York, à medida em que a apuração das eleições dos EUA avança, com exceção do índice Nasdaq, que subia cerca de 0,40% às 22h38. Já o S&P 500 caía 0,37% e o Dow Jones perdia 0,56%. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Hannibal: Bryan Fuller revela porque David Tennant não participou da série

Hannibal: Bryan Fuller revela porque David Tennant não participou da série

Tecmundo Em uma recente entrevista para a revista Rolling Stone, o roteirista Bryan Fuller revelou ao público porque o ator David Tennant não participou da série Hannibal, exibida entre 2013 e 2015, na NBC. Vale lembrar que, na época, o dinamarquês Mads Mikkelsen foi o responsável por interpretar o famoso serial killer Hannibal Lecter.A produção foi cancelada após a exibição de sua 3ª temporada, antes mesmo que os roteiros pudessem abordar os eventos que aconteceram no clássico O Silêncio dos Inocentes, escrito por Thomas Harris. Leia mais... Veja Mais

Xiaomi pode anunciar MIUI 13 em conferência ainda nesta semana

canaltech Nem todos os celulares elegíveis já receberam a MIUI 12 e a Xiaomi já deve oficializar a próxima versão de sua interface do Android ainda nesta semana, em uma conferência para desenvolvedores a ser realizada entre os dias 5 e 7 de novembro. MIUI 12: confira todas as novidades da nova versão da interface da Xiaomi MIUI 12 | Saiba quais celulares da Xiaomi irão receber a atualização MIUI 12: Dark Mode terá recurso inteligente de escurecimento do papel de parede Para o evento, são aguardados alguns detalhes como previsão de lançamento para os celulares Xiaomi, Redmi e Poco. É improvável que sejam revelados detalhes como as novidades que serão liberadas com a atualização. Segundo os rumores, a companhia pretende melhorar animações e outros recursos já existentes, além de possivelmente adaptar algumas novidades do Android 11 ainda não existentes na MIUI. Em suma, a Xiaomi deve fazer poucas alterações na MIUI 13, focando em aprimorar o que já oferece com a versão da interface lançada este ano. Novos Super Wallpapers possivelmente serão liberados, bem como novas configurações da skin e melhorias de segurança. Em uma entrevista dada por engenheiros da empresa, ficou entendido que o update pode permitir que os usuários criem seus próprios Super Wallpapers. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Entre os celulares compatíveis com a atualização estão os lançamentos de 2020 e mais alguns modelos populares de anos anteriores. Veja a lista completa, segundo rumores, abaixo. Celulares elegíveis para a MIUI 13 A lista abaixo contempla quais modelos podem receber a MIUI 13, mas não é uma lista oficial, ainda. Alguns podem acabar descartados pela companhia, bem como outros devem ser adicionados. Poco X3 Poco X3 NFC Poco M2 Pro Poco M2 Poco F2 Pro Poco X2 Redmi K30 Ultra Redmi K30i 5G Redmi K30 5G Racing Redmi K30 Pro Zoom Redmi K30 Pro Redmi K30 Redmi K30 5G Redmi K20 Pro Premium Redmi K20 Pro Redmi 10X Pro 5G Redmi 10X 5G Redmi 10X 4G Redmi 9 Prime Redmi 9i Redmi 9 Redmi 9A Redmi 9C Redmi Note 9 Pro Redmi Note 9 Redmi Note 9S Redmi Note 9 Pro Max Redmi 9 Redmi Note 8 Redmi Note 8T Redmi Note 8 Pro Xiaomi Mi 10T Pro Xiaomi Mi 10T Xiaomi Mi 10T Lite Xiaomi Mi Note 10 Lite Xiaomi Mi 10 Youth 5G Xiaomi Mi 10 Lite 5G Xiaomi Mi 10 Pro 5G Xiaomi Mi 10 5G Xiaomi Mi 10 Ultra Xiaomi Mi Note 10 Xiaomi Mi Note 10 Pro Xiaomi Mi CC9 Pro Xiaomi Mi 9 Pro 5G Xiaomi Mi 9 Pro Xiaomi Mi 9 Explorer Já está ansioso pela MIUI 13? O que você espera da próxima versão da interface Android da Xiaomi? Conta pra gente nos comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

BloodRayne 1 e 2 ganharão versões com suporte a 4K na Steam

BloodRayne 1 e 2 ganharão versões com suporte a 4K na Steam

Tecmundo A desenvolvedora independente Ziggurat Interactive anunciou, nesta terça-feira, dia 3, que irá lançar versões remasterizadas e com muitas novidades gráficas dos clássicos BloodRayne 1 e 2. As versões Terminal Cut, nomeadas em homenagem à antiga publisher Terminal Reality, serão lançadas ainda neste mês de novembro com exclusividade para o PC, via Steam.Leia mais... Veja Mais

Paulinho, líder do Roupa Nova, está internado com Covid-19

O Tempo - Diversão - Magazine Há 60 dias, ele vinha se recuperando de um transplante na medula óssea - segundo sua assessoria, bem sucedido -, mas acabou pegando o novo coronavírus Veja Mais

Deputados repercutem agenda de interesse dos novos prefeitos - 03/11/20

Deputados repercutem agenda de interesse dos novos prefeitos - 03/11/20

Câmana dos Deputados Não é de hoje que as prefeituras brasileiras passam por dificuldades financeiras. Dados da CNM, a Confederação Nacional dos Municípios, mostram que apenas nos primeiros quatro meses de 2020, mais de 800 prefeitos já haviam estourado o limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que estabelece limites para despesas. Veio a pandemia e a situação complicou mais: queda de arrecadação, por causa do isolamento social, fechamento do comércio e aumento das despesas, principalmente em saúde e assistência social. Nós conversamos com deputados federais sobre esse cenário. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Novo estudo sugere que imunidade à COVID-19 pode durar seis meses

canaltech Segundo um novo estudo realizado pelo UK Coronavirus Immunology Consortium (UK-CIC), Public Health England e Manchester University NHS Foundation Trust, a imunidade celular (relacionada às células T) contra a COVID-19 pode durar, na maioria dos adultos, por até seis meses após a infecção primária. Imunidade duradoura? Pesquisa encontra anticorpos da COVID-19 depois de 7 meses Imunidade à COVID-19 dura pelo menos cinco meses, segundo estudo Cientistas apontam sinais de imunidade duradoura à COVID-19 As células T são uma parte do nosso sistema imunológico que atacam as células que foram infectadas com um vírus ou outro tipo de patógeno, ajudando na produção de anticorpos no sistema imunológico. Com isso em mente, os cientistas têm investigado as respostas das células T ao coronavírus para ver quão duradoura qualquer resposta imunológica pode ser em indivíduos que pegaram COVID-19 e se recuperaram. Este último estudo analisou 100 indivíduos com teste positivo para COVID-19 em março e abril de 2020, mas que não foram hospitalizados com o vírus. Todos os 100 indivíduos tiveram sintomas leves ou moderados ou eram assintomáticos. Funcionou da seguinte maneira: amostras de soro foram coletadas mensalmente para medir os níveis de anticorpos, e amostras de sangue foram coletadas após seis meses para avaliar a resposta celular (células T) ao vírus. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Eles ainda fizeram uma série de análises voltadas a diferentes aspectos da resposta das células T, incluindo a magnitude da resposta e a resposta a diferentes proteínas do vírus, observou o estudo. “As respostas das células T estavam presentes em todos os indivíduos seis meses após a infecção por SARS-CoV-2. Uma memória celular robusta contra o vírus persiste por pelo menos seis meses”, consta o estudo em questão. Células imunológicas respondem à COVID-19 seis meses após a infecção, diz estudo do Reino Unido (Imagem: fernando zhiminaicela/Pixabay) A análise chegou à descoberta de que o tamanho da resposta das células T difere entre os indivíduos, sendo consideravelmente (50%) maior em pessoas que haviam experimentado a doença sintomática no momento da infecção, seis meses antes. A ideia, basicamente, é que essas descobertas possam melhorar nossa compreensão sobre como funciona a imunidade ao coronavírus, bem como informar estratégias futuras de vacinas. “A imunidade celular é uma peça complexa, mas potencialmente muito significativa do quebra-cabeça da COVID-19, e é importante que mais pesquisas sejam feitas nessa área. No entanto, os primeiros resultados mostram que as respostas das células T podem durar mais que a resposta inicial de anticorpos, o que poderia ter um impacto significativo no desenvolvimento da vacina e na pesquisa de imunidade", afirma o autor Dr. Shamez Ladhani, epidemiologista consultor da Public Health England. Além disso, esse estudo observa que mais pesquisas são necessárias para avaliar se essa resposta imune é mantida em longo prazo e para entender melhor como a força da resposta imune celular corresponde à probabilidade de reinfecção. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Via Láctea pode ter 300 milhões de planetas como a Terra

Via Láctea pode ter 300 milhões de planetas como a Terra

Tecmundo Estrelas amarelas como o nosso Sol são apenas 7% entre as mais de 400 bilhões que compõem a Via Láctea. Mas, nesse pequeno grupo das chamadas anãs G, mais da metade pode ter, orbitando ao seu redor, planetas habitáveis como a Terra – isso representaria cerca de 300 milhões com potencial de abrigar vida.“Esta é a primeira vez que todas as peças foram colocadas juntas para fornecer uma medição confiável do número de planetas potencialmente habitáveis na galáxia. Este é um termo-chave da Equação de Drake, usada para estimar o número de civilizações inteligentes. Neste longo caminho, estamos um passo mais perto de descobrir se estamos sozinhos no cosmos”, disse o astrofísico Jeff Coughlin, pesquisador de exoplanetas do Instituto SETI e coautor do estudo publicado agora no The Astronomical Journal.Leia mais... Veja Mais

Mostra no Cine Humberto Mauro traz a relação entre cinema e ópera

O Tempo - Diversão - Magazine "Diálogos" reúne 17 obras e quatro mesas-redondas, debates acontecerão ao vivo, sempre às 19h30 Veja Mais

Prefeito decide apoiar ex-secretário, e vice, também candidato, reage

O Tempo - Política Caso inusitado acontece em Jaboticabal, interior de São Paulo e envolve integrantes dos partidos Cidadania, DEM, MDB e Patriota Veja Mais

Maia debate com governadores finanças dos estados - 03/11/20

Maia debate com governadores finanças dos estados - 03/11/20

Câmana dos Deputados Articulações para solucionar problemas financeiros dos estados e para chegar a um acordo sobre a vacina contra a Covid-19 marcaram o encontro, nesta terça-feira, do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, com governadores e vice-governadores de dez estados. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: http://www2.camara.leg.br/participacao/saiba-como-participar/institucional/canais #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Começam as gravações da 4° temporada de Star Trek: Discovery

Começam as gravações da 4° temporada de Star Trek: Discovery

Tecmundo Os fãs de Star Trek têm mais uma motivo para comemorar. Além de Star Trek: Discovery ter sido renovada recentemente, as gravações da 4° temporada já começaram. O anúncio foi feito pelo Twitter da coshowrunner da série, Michelle Paradise. No primeiro tweet, ela afirma que se sente orgulhosa do trabalho que está sendo feito para preparar a nova temporada. Paradise também elogiou a equipe de produção por organizar tudo isso em meio a uma pandemia e mantendo todos a salvo. Leia mais... Veja Mais

Mourão confirma que Araújo não participará de viagem à Amazônia com embaixadores

O Tempo - Política Chanceler ficará em Brasília para auxiliar Bolsonaro nos dias que sucedem o resultado da disputa eleitoral nos Estados Unidos Veja Mais

CT News - 03/11/2020 (Disney+ inicia pré-venda no Brasil. Veja quanto custará)

canaltech No CTN de hoje: Disney+ inicia pré-venda no Brasil com preço mais em conta que a Netflix; Chips Dimensity 5G da MediaTek devem equipar próximos celulares da Huawei; "Baby Shark" é o vídeo mais assistido da história do YouTube e mais. Ouça ao podcast. Veja Mais

Suplente de Arolde de Oliveira, morto por covid-19, toma posse

O Tempo - Política Carlos Portinho prestou seu respeito a seu colega de chapa. Veja Mais

Trump prevê vitória no Texas, Flórida, Arizona, Carolina do Norte e Pensilvânia

O Tempo - Mundo Com exceção do Texas, que tem tradição republicana, as demais regiões não demonstram inclinação clara para o candidato ou para o seu adversário democrata Veja Mais

Maia assume compromisso com governadores para votar projeto dos Estados dia 17

O Tempo - Política O projeto, de autoria do deputado Pedro Paulo (DEM-RJ), é considerado fundamental pelos governadores para a retomada dos investimentos em 2021 Veja Mais

Snapchat agora deixa usuários mostrarem número de seguidores na rede social

canaltech O Snapchat finalmente vai permitir que os usuários mostrem a todos o número de seguidores de seu perfil. A rede social liberou uma nova opção para que cada usuário escolha se tornará público quantos inscritos possui ou se manterá a informação em sigilo. Como colocar músicas nos vídeos do Snapchat 5 ótimos apps para você editar fotos e postar no Instagram De acordo com o site Tubefilter, é a primeira vez que o aplicativo adota tal postura, que permite aos criadores exibirem uma das métricas de alcance de suas contas. Um porta-voz da plataforma contou à publicação que a mudança foi decidida após comentários dos usuários, que “queriam mostrar que suas comunidades no Snapchat estão crescendo”. “Entendemos que nem todo criador quer que essa métrica seja pública para seus fãs. Então, criadores podem escolher ativar ou desativar essa informação em suas configurações”, explicou um porta-voz do Snapchat. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Com a possibilidade de saber quantos seguidores algumas das contas mais famosas na rede social possuem, o consultor Mike Metzler foi atrás dos números de algumas celebridades para tentar descobrir qual pode ser a mais popular na plataforma. Ao que parece, Kylie Jenner, com 36,4 milhões de seguidores, é a campeã. Kylie still might be the most followed person on Snapchat, by far? pic.twitter.com/SUaU52nO8G — Mike Metzler (@MTZLER) November 3, 2020 A publicidade do número de seguidores pode ser utilizada por empresas para encontrar influenciadores para divulgar sua marca ou produtos, e também serve para os próprios criadores mostrarem seu potencial para possíveis parcerias. Em setembro, o Snapchat lançou as contas de criadores, espécie de conta comercial — ou de criador de conteúdo — já presente no Instagram há algum tempo, que traz estatísticas sobre acessos e alcance das postagens, recursos antes reservados apenas para contas verificadas. Aos poucos, a plataforma vai se tornando mais parecida com concorrentes, algo que não é necessariamente ruim, já que abre mais possibilidades para os usuários. Só nos últimos meses, a plataforma lançou um novo recurso musical e tornou a navegação mais parecida com o TikTok. E você, vai abrir o número de seguidores do Snapchat ou prefere manter em segredo? Conta pra gente nos comentários! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Novidade do WhatsApp ajuda a liberar espaço na memória do celular Filmes de Harry Potter deixam as plataformas de serviços streaming Crítica | O Gambito da Rainha e o preço da genialidade Veja quais são os três países que já iniciaram a vacinação contra a COVID-19 Minerais em meteorito marciano indica que havia água por lá há muito mais tempo Veja Mais

Impeachment de Witzel tem nova etapa em julgamento de tribunal misto

O Tempo - Política Tribunal formado por desembargadores e deputados decide, na quinta-feira (5) se processo contra governador afastado do Rio de Janeiro segue ou é rejeitado Veja Mais