Meu Feed

Últimos dias

CEF passa a gerir o DPVAT e vai pagar indenizações pelo app Caixa Tem

canaltech Conforme já havia sido anunciado, a Seguradora Líder foi extinta e não existe mais em 2021. Agora, a Superintendência de Seguros Privados (Susep) acaba de anunciar que a nova gestora do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) é a Caixa Econômica Federal, que fará a gestão dos recursos e também o pagamento de indenizações para incidentes ocorridos a partir de 1° de janeiro de 2021. Caixa Tem é o app oficial para receber o Auxílio Emergencial; saiba como usá-lo Bilhete do seguro DPVAT passa a ser digital e integrado ao CDT Site para restituição do DPVAT começa a funcionar hoje A mudança deve facilitar a vida de quem precisa ser indenizado, já que, segundo a Caixa, o pedido poderá ser efetuado a partir de qualquer agência bancária da rede CEF, bastando que o futuro indenizado apresente toda a documentação necessária (que varia de acordo com caso de morte, invalidez permanente total ou parcial e para o reembolso de despesas médicas e hospitalares). “Com a solicitação aprovada, o pagamento da indenização será feito em até 30 dias em uma Conta Poupança Social Digital da Caixa, no Caixa Tem, em nome da vítima ou dos beneficiários, dependendo do caso”, informa a instituição financeira. Vale lembrar que o Caixa Tem é o aplicativo criado pela CEF inicialmente para realizar o pagamento do Auxílio Emergencial, mas tudo indica que o banco pretende expandir seu escopo. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Imagem: Divulgação/Caixa O DPVAT existe desde 1974 e, tal como sugere seu nome popular (“seguro obrigatório”), é mandatório para todos os donos de veículos automotores no Brasil. Seu objetivo é cobrir danos pessoais causados por automóveis (ou suas cargas) em vias terrestres a pessoas transportadas ou não (motoristas, passageiros e pedestres). Até então, sua gestão era feita pela Seguradora Líder, desmanchada após uma decisão em novembro de 2020. Vale lembrar que todo e qualquer cidadão brasileiro tem direito a pedir indenizações pelo DPVAT em até três anos após sofrer o acidente; isto posto, embora a Líder não seja mais responsável por gerir o seguro, ela ainda processará as indenizações anteriores ao dia 31 de dezembro de 2020, existindo, assim, até o ano de 2023. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

A lista dos 10 filmes mais pirateados da semana (18/01/2021)

A lista dos 10 filmes mais pirateados da semana (18/01/2021)

Tecmundo Relatos do Mundo é o filme mais pirateado da semana, de acordo com o ranking atualizado pelo TorrentFreak nesta segunda-feira (18). A produção estrelada por Tom Hanks tomou o lugar de Mulher-Maravilha 1984, que ocupava a liderança desde o seu lançamento, em dezembro passado.No longa, cuja trama se passa em 1870, o capitão Jefferson Kyle Kidd viaja pelo Texas contando as notícias mais recentes. Em meio ao trabalho, o veterano recebe a missão de levar uma garota até seus familiares, mas acaba criando um forte vínculo com ela. A partir daí, ambos terão que lidar com difíceis escolhas.Leia mais... Veja Mais

Dungeons & Dragons: série será escrita pelo criador de John Wick

Dungeons & Dragons: série será escrita pelo criador de John Wick

Tecmundo Foi anunciado recentemente que o criador da franquia John Wick, Derek Kolstad, será o roteirista da nova série Dungeons & Dragons, produzida pela Hasbro. A produção é baseada no RPG de mesa de fantasia, publicado em 1974, considerado por muitos como o precursor desse estilo de jogo.Por mais que seja um jogo antigo, nos últimos anos, suas vendas aumentaram consideravelmente. Isso pode explicar o interesse de reativar a memória nostálgica daqueles que conheceram o RPG nos seus primórdios. Essa não é a única adaptação que está em desenvolvimento atualmente. Leia mais... Veja Mais

Trump suspende restrição de viagem do Brasil aos EUA 2 dias antes de sair

O Tempo - Mundo A decisão, porém, pode ser revertida pelo democrata Joe Biden, que toma posse nesta quarta-feira (20) Veja Mais

Alteração de horário atrasa entrega das vacinas da COVID-19 em alguns estados

canaltech Nesta segunda-feira (18), os voos de transporte das vacinas aprovadas contra a COVID-19 atrasaram após alterações feitas pelo Ministério da Saúde. Com o atraso, muitos locais que deveriam receber os pacotes mais cedo estão recebendo somente agora à noite, atrasando o início do planejamento de vacinação. COVID-19 | Vacinação começa nesta segunda em todo o país Com taxa de contágio acima de 1, epidemia da COVID-19 avança em SP COVID-19 | Mesmo depois de vacinado, você precisará usar máscara; entenda! Segundo informações da Folha de S. Paulo, em alguns estados as autoridades já estavam no aeroporto aguardando para receber as cargas, até que souberam das mudanças feitas pelo órgão e do atraso. Seis estados, pelo menos, deveriam receber as doses das vacinas antes das 16h. Imagem: Reprodução/Governo de São Paulo Belivaldo Chagas, governador do Sergipe, lamentou o atraso, que vai fazer com que a vacinação comece apenas na terça-feira. "Todo mundo foi esperar no aeroporto, e nada. A previsão era meio-dia, depois mudou para 16h. Agora já deve ser 18h. Até que descarregue, não tem como iniciar hoje. Impossível. Só devo começar amanhã", disse. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Por enquanto, os estados do Alagoas, Paraná e Rio Grande do Norte não têm previsão de horário para a chegada das doses, e o Rio de Janeiro conseguiu receber as doses ainda nesta segunda-feira, com quatro horas de atraso. As vacinas chegaram antes das 17h horas no Aeroporto Santos Dumont e foram levadas de helicóptero para o Palácio Guanabara, saindo então para o Cristo Redentor, onde duas pessoas serão vacinadas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

FT: BCE ameaça pedir capital adicional para risco de crédito alavancado

Valor Econômico - Finanças O Banco Central Europeu (BCE) está ameaçando impor exigências de capital adicionais aos bancos que continuarem ignorando as solicitações de conter os riscos no aquecido mercado de empréstimos alavancados. As autoridades estão cada vez mais frustradas pela falta de ação no reforço dos controles de risco no mercado, da parte de alguns bancos europeus, que elas temem poderá levar a problemas de pagamento se as taxas de juros aumentarem. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

No Espírito Santo, número de vacinas atende à demanda de grupos prioritários

Valor Econômico - Finanças Estado recebeu 101.320 doses de vacina O Espírito Santo recebeu, às 18h20, um avião da Azul, fretado pelo Ministério da Saúde, com 101.320 doses de vacina contra a covid-19 CoronaVac para atender os grupos prioritários do Estado. A primeira dose foi aplicada às 20h20 na técnica de enfermagem Iolanda Brito, que trabalha no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra, hospital de referência no combate à covid-19 no Estado. Em evento para celebrar o início da vacinação no Espírito Santo, o governador Renato Casagrande (PSB) disse que, por enquanto, as vacinas serão distribuídas apenas para profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS). Os imunizantes do Instituto Butantan e da SinoVac serão dados em duas doses para 48.246 pessoas de grupos prioritários, sendo que a segunda dose será dada no prazo de 14 a 28 dias. Entram na conta de grupos prioritários 42.273 profissionais da saúde, 2.793 indígenas, 2.970 idosos e 210 pessoas com doenças e que vivem internadas. “Depois desses grupos que estamos vacinando, virão as pessoas de mais idade. As pessoas mais jovens ficarão mais adiante. Por isso, a gente torce para ter vacinas em larga escala o mais rápido possível”, afirmou o governador. Casagrande estima que uma segunda remessa de cerca de 33 mil doses deve ser entregue pelo Ministério da Saúde ao Estado na próxima semana. De acordo com o governo do Estado, a distribuição das vacinas será feita por aviões e caminhões refrigerados. A frota formada por 100 veículos será ampliada para 50 até o fim de janeiro. Os caminhões possuem sistema de rastreamento e bloqueio via satélite. O transporte será escoltado pela Polícia Militar. O governo do Espírito Santo informou que encomendou em outubro seis milhões de seringas agulhadas para fazer a vacinação em todo o Estado. Desse total, 1,5 milhão de seringas chegaram ao Estado no dia 16. O Estado também adquiriu 80 equipamentos de refrigeração que serão distribuídos aos municípios, e fez a adaptação nos caminhões frigoríficos e furgões das regionais de saúde com novo isolamento térmico e climatização. “Precisamos ainda de todo o ano de 2021 para que a gente consiga vacinar boa parte da população brasileira e boa parte da população capixaba. Temos o ano todo ainda pela frente, um ano de muita luta. E esse início de vacinação não pode ser confundido com início de relaxamento em hipótese alguma. O protocolo precisa ser seguido com muito rigor”, afirmou o governador. Renato Casagrande Ruy Baron/Valor Veja Mais

Psol lança Luiza Erundina para disputar Presidência da Câmara - 18/01/21

Psol lança Luiza Erundina para disputar Presidência da Câmara - 18/01/21

Câmana dos Deputados Psol lançou o nome da Luiza Erundina para disputar a Presidência da Câmara. A deputada defendeu a candidatura de esquerda, o combate à pandemia e a abertura do processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #EleiçõesMesaCD2021 Veja Mais

Escassez de insumos pode prejudicar fabricação das vacinas do Butantan e Fiocruz

canaltech No último domingo (17), a Anvisa anunciou a aprovação das vacinas da Fundação Oswaldo Cruz e do Instituto Butantan, confirmando o início da vacinação para esta semana nos grupos prioritários. Porém, o estoque de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) conta com disponibilidade para formulação e envase até o fim deste mês de janeiro, segundo informações da Folha de São Paulo. COVID-19 | Vacinação começa nesta segunda em todo o país Vacinação da COVID em tempo real: veja quantas pessoas foram vacinadas por país Governo de SP lança site para pré-cadastro em imunização contra COVID-19 As seis milhões de doses disponíveis no Instituto Butantan começaram a ser distribuídas ainda no domingo, e a vacinação foi adiantada para começar nesta segunda-feira (18). Já no Rio de Janeiro, o problema é mais preocupante, uma vez que a entrega das vacinas da AstraZeneca com a Universidade de Oxford ainda não começaram, mesmo que o prazo fosse para o fim de 2020. A previsão, segundo acordo entre a Sinovac, fabricante da vacina, e São Paulo, é de 46 milhões de doses até o mês de abril, podendo negociar para mais 15 milhões de unidades, com a transferência da tecnologia do Ingrediente Farmacêutico Ativo para o Brasil, o que aceleraria o processo.  -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Imagem: Hakan Nural/Unsplash O acordo promete também mais 11 mil litros do IFA, suficiente para um pouco mais de 18,3 milhões de doses fabricadas formuladas no Brasil, que chegariam ainda neste mês, mas a carga ainda está no aeroporto de Pequim. A expectativa, agora, é que a carga seja dividida em duas para que a viagem seja mais rápida. Na Fiocruz, a carga, que era esperada primeiramente para dezembro e depois janeiro, também ainda não chegou. O contrato diz que metade das vacinas encomendadas, 100,4 milhões de doses, deve chegar ao Brasil até o mês de abril e o restante em junho. Porém, tanto no Butantan quanto na Fiocruz, o problema deve ser resolvido quando houver a possibilidade de fabricação dos insumos por aqui, o que deve acontecer apenas no meio do ano. Por enquanto, a China é responsável pela produção de 35% dos insumos farmacêuticos usados no Brasil, enquanto a Índia fabrica 73%, segundo informações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).    Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

American Gods 3x2: Shadow tenta se estabelecer em Lakeside (RECAP)

American Gods 3x2: Shadow tenta se estabelecer em Lakeside (RECAP)

Tecmundo A 3ª temporada de American Gods já está dando o que falar no universo das séries! Afinal, a viagem imprevista de Shadow finalmente provou que, neste universo, nem tudo é o que parece em Lakeside. Logo, ele se pergunta se o local pode ser o seu novo lar depois do desaparecimento de Allison. Confira o recap completo a seguir!Leia mais... Veja Mais

Crítica | O Som do Silêncio é um filme de muitos contrastes

canaltech   O cinema é feito de muitos contrastes. Para que uma situação tenha um valor bem estabelecido durante um filme, é preciso que existam contrapontos. Heróis só são valorosos para uma narrativa quando existem vilões por exemplo. Na verdade, tudo o que observamos, na prática, é fruto de comparações, mesmo que involuntárias ou inconscientes: só temos a dimensão do que é felicidade porque já vivenciamos a tristeza. É nessa percepção que O Som do Silêncio (Sound of Metal no original) procura se segurar. É interessante que contraponto na música acaba por ter um significado valoroso para o filme de Darius Marder (do documentário Loot, de 2008). A arte de sobrepor uma melodia à outra sem que elas se choquem, harmonizando-se entre si, tem papel fundamental aqui. Isso porque todo o filme é baseado, exatamente, em comparações. Existe, claro, a mais óbvia, que é a do desenho de som, que cena após cena dialoga entre o barulho e a quase ausência de ruídos — ausência esta que só se apresenta por completo nos últimos segundos do filme. Mas há muito mais... Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Atenção! Esta crítica contém spoilers sobre o filme! -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Confronto e equilíbrio Acontece que Marder parece ter pensado em sua mise-en-scène, no filme como um todo, em um contexto de simultaneidade. Nesse sentido, ele não está disposto a causar choques ou fomentar pensamentos muito complexos. O que acontece em O Som do Silêncio é uma harmonização dos opostos. A partir dessa idealização, o filme é uma experiência sensorial muito maior do que o drama de um baterista em vias de perder a audição. Clarice | Série derivada de Silêncio dos Inocentes ganha teaser; assista Essa opção é apresentada em cada sequência e nunca se restringe somente ao som. Se, inicialmente, Ruben (Riz Ahmed) toca com vontade a bateria em um show, pode ser observado que, entre as batidas rítmicas já existem pausas (silêncios). Além disso, o músico é mostrado em completo contraste com o ambiente. A iluminação da fotografia de Daniël Bouquet (de Elektro Mathematrix) faz com que Ruben salte aos olhos do público e se descole de tudo que há ao seu redor, que fica na escuridão. Tudo ao redor na escuridão. (Imagem: Reprodução/Amazon Prime Video) Não demora, ainda, para que Marder organize esses opostos estéticos também na decupagem, passando de momentos em close e de planos detalhes, fechados dentro do trailer da dupla (completada por Lou — Olivia Cooke), para, em um corte da montagem de Mikkel E.G. Nielsen (de Beasts of No Nation), abrir totalmente em planos gerais que, além de revelarem a casa-móvel, mostram toda a paisagem que a cerca. Esse diálogo entre as diferenças, que é ininterrupto em O Som do Silêncio, constrói muito mais um clima de equilíbrio do que de confronto. Dessa maneira, a estabilidade mais necessária pode se perder: a força dramática — a expressividade — que acaba submersa pela concepção. Os 10 melhores filmes de guerra disponíveis na Netflix Plano detalhe em ambiente fechado (Imagem: Reprodução/Amazon Prime Video) Plano geral na sequência (Imagem: Reprodução/Amazon Prime Video) A dúvida e o peso Ao mesmo tempo em que o drama cede espaço para uma percepção mais geral — o que não quer dizer que seja menos satisfatória —, Marder também não está interessado em diálogos extra-filme sobre surdez. Por mais que seu trabalho possa provocar sensações e pensamentos sobre a importância de nossa audição — especialmente durante o segundo ato, quando Ruben parece se estabelecer entre outros deficientes auditivos e surdos —, há sempre uma espécie de entrega maior ao formato. Inspiradores | Conhece algum influencer surdo? A gente te mostra alguns As situações vividas por Ruben, assim, são objetos para causar sensações no público, objetos que são, de fato, muito bem fundamentados pelo departamento de som e que, por sua vez, encontram contraste na atuação excepcional de Ahmed. É o ator que, com seu olhar sempre muito vivo, sua entrega sentimental à ligação com Lou — que se mostra desde o início, com um café da manhã servido na cama acompanhado de muita naturalidade — e seu desejo incansável por voltar a escutar quem mais adiciona poder dramático ao filme. A entrega sentimental de Ahmedo e sua personagem é sempre clara. (Imagem: Reprodução/Amazon Prime Video) Dessa forma, O Som do Silêncio chega ao fim demonstrando uma habilidade técnica e um profundo conhecimento de linguagem cinematográfica por parte do seu diretor e da equipe envolvida. Pode ser que a experiência promovida, então, seja muito mais do que válida e o filme possa ser visto já como um dos melhores do ano. Por outro lado, a dúvida sobre o valor de um experimento quando ele não provoca o suficiente e nem faz pesar a matéria-prima, que é a situação delicada de ser músico e perceber-se sem seu principal sentido, pode existir. Fechando um ciclo Enquanto — retornando à música propriamente dita — Beethoven, já completamente surdo (ou quase isso) entregou-se ao desespero no final de sua vida e isso se refletia em suas composições na terceira década do século XIX, Ruben chega ao final das duas horas de filme aprendendo o valor do silêncio. Pausa também é música. É verdade. Mas a pausa para sempre talvez não devesse ser encarada como poesia. O silêncio é necessário, mas qualquer imposição quanto à condição humana é dolorosa, sentida, e, finalmente, não pode ser romantizada. 10ª sinfonia de Beethoven será finalizada por inteligência artificial O valor do silêncio. (Imagem: Reprodução/Amazon Prime Video) É por isso que O Som do Silêncio é um filme tão significativo: ele consegue se ater à forma e só se entrega à romântica aceitação da falta de som na última cena, quando, enfim, pela primeira vez, podemos, juntos a Ruben, ver o mundo sem escutar o que quer que seja. Os graves indecifráveis da baixa audição que haviam dado lugar aos agudos tortuosos do implante (outro contraste) somem e dão espaço ao vazio. De repente, só aí, ele (Ruben) consegue comparar a experiência de ouvinte com a de não-ouvinte, fechando o ciclo dos opostos constatando a beleza do silêncio. É romântico, é bonito e é, melhor ainda, bem construído. Mas talvez seja dissonante por embelezar uma condição imposta. Claro que é uma percepção pessoal e, por isso, a experiência como espectador de cada um de nós pode ser bem diferente. Inclusive pode ser contrária à que tive, o que faria o ciclo de contrapontos do filme se fechar por inteiro. O Som do Silêncio está disponível no catálogo do Amazon Prime Video. Crítica dedicada ao amigo Lucas Galvão. *Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Canaltech. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

MP-AL vai apurar convite recebido por Carlinhos Maia para ser um dos primeiros a tomar a vacina contra a Covid-19

G1 Pop & Arte Influencer disse em suas redes socais que foi convidado pelo prefeito de Maceió, para ser uma das primeiras pessoas a tomar a vacina contra a Covid-19 em Alagoas. Ministério Público de Alagoas vai instaurar um procedimento preparatório para apurar a afirmação de Carlinhos Maia sobre vacina Jonathan Lins/ G1 O Ministério Público de Alagoas (MP-AL) emitiu nota, na tarde desta segunda-feira (18), informando que vai instaurar um procedimento preparatório para apurar a afirmação de que Carlinhos Maia teria recebido o convite para posar como uma das primeiras pessoas a ser vacinada contra a Covid-19 em Alagoas. A apuração será feita pela 67ª Promotoria de Justiça da Saúde. O MP-AL afirmou ainda que vai fiscalizar com rigor a lisura e a legalidade da vacinação em Maceió e em todo estado. Por meio de nota, o Governo de Alagoas informou que não convidou pessoas que não fazem parte do grupo prioritário, que vai começar a ser vacinado nesta terça-feira (19). Somente profissionais de saúde e indígenas serão vacinados com o primeiro lote. Durante a tarde Carlinhos Maia gravou vídeo dizendo que o convite teria sido feito pelo prefeito de Maceió, JHC (PSB). Os vídeos foram apagados minutos depois. O G1 entrou em contato com a prefeitura de Maceió às 14h42 e às 18h47 para saber qual a posição do Município, mas até a última atualização desta matéria não obteve resposta. Carlinhos Maia fala que convite para vacina foi feito pelo prefeito de Maceió Veja os vídeos mais recentes do G1 Alagoas Veja mais notícias da região no G1 Alagoas Veja Mais

Ministério da Saúde faz confusão com voos e atrasa vacinação

Valor Econômico - Finanças Em alguns casos, autoridades estaduais já estavam aguardando nos aeroportos quando foram surpreendidas pelas mudanças O Ministério da Saúde mudou horários dos voos de entregas de vacinas para os Estados. A pasta fez mais de uma vez alterações entre a madrugada e o início da tarde de hoje. Pela programação mais atualizada, diversos Estados só receberão os pacotes de noite, atrasando o início da imunização. Em alguns casos, autoridades estaduais já estavam aguardando nos aeroportos quando foram surpreendidas pelas mudanças. Ao menos seis locais que receberiam antes das 16h agora só vão receber na parte da noite. "Todo mundo foi esperar no aeroporto, e nada. A previsão era meio-dia, depois mudou para 16h. Agora já deve ser 18h. Até que descarregue, não tem como iniciar hoje. Impossível. Só devo começar amanhã", disse o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), à reportagem. "Não explicaram nada. Simplesmente avisaram em cima da hora. Problema de logística. Eu não fui a Guarulhos [para o evento com Pazuello]. Mas se tivesse ido, teria voltado e a vacina ainda não teria chegado", completou. O início mais cedo da vacinação foi combinado na manhã desta segunda, no evento em Guarulhos, com a presença do ministro Eduardo Pazuello (Saúde). Após pressão dos governadores, o começo da imunização seria adiantado. Pela nova tabela, três Estados estão sem previsão de horários, por ora: Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraná. No Rio de Janeiro, que fica a menos de uma hora de voo de São Paulo, as primeiras doses chegaram com cerca de quatro horas de atraso ao aeroporto Santos Dumont. O ato simbólico de início da vacinação ocorreu no Cristo Redentor, no início da noite. "Fui dormir 23:30h (chegada 9h) com uma planilha, acordei 5:20h com outra (chegada 18h) e agora há pouco fomos informados que chegará 22h. A imprensa estava toda no aeroporto, assim como sete aviões fretados e 240 caminhonetes. Tivemos que cancelar e refazer tudo", disse o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas. Os Estados afetados são: Maranhão chegaria 12h40 e passou para perto de 22h. Paraíba era 12h15 e passou para depois das 19h. Sergipe receberia 12h e agora apenas após 18h. Rio Grande do Sul passou de 16h para perto das 20h. Minas Gerais passou de 15h para 18h. Bahia passou das 9h para quase 22h. Pará era 15h40 e mudou para 21h. Pernambuco das 15h20 para após 17h. Espírito Santo alterou de 14h para 17h30. Os três Estados que não têm confirmação, por enquanto, tinham previsão para 11h55 (Rio Grande do Norte), 13h (Paraná) e Alagoas (16h35). Todos esses voos são de operação de companhias aéreas. Outras regiões do país vão receber as vacinas pela FAB (Força Aérea Brasileira). São os casos de: Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Amapá, Piauí, Ceará, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Coronavac, vacina chinesa que será produzida pelo Butantan Divulgação/Governo do Estado de São Paulo Veja Mais

Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia

canaltech Cobra Kai é um verdadeiro fenômeno desta década na cultura pop. A terceira temporada chegou no primeiro dia de 2021 na Netflix e resolveu explorar um pouco mais do universo de Karate Kid, trazendo detalhes sobre o Sr. Miyagi e até promovendo um reencontro entre os atores da franquia original diante das telas. Reunião histórica quase não aconteceu na terceira temporada Criadores de têm ideias para mais 5 derivados de Karate Kid Esse texto pode conter spoilers da terceira temporada de Cobra Kai. Leia por sua conta e riscos. Os episódios finais trouxeram a aparição de ninguém menos do que Elizabeth Shue, que interpretou Ali Mills há 30 anos. O reencontro da personagem com Daniel LaRusso (Ralph Maccio) e Johnny Lawrence (William Zabka) ajudou a movimentar esse triângulo amoroso que existe desde a infância do trio. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- GIF: Reprodução/Crocodoom Tumblr No primeiro Karate Kid, Ali Mills estava com Johnny, mas o surgimento de Daniel fez o personagem aflorar seu lado mais agressivo, fazendo a garota terminar com ele. No final das contas, Mills fica com LaRusso, mas logo no início do segundo filme é revelado que ela o deixou por um jogador de futebol americano da Universidade da Califórnia (UCLA, na sigla em inglês). Além disso, o pupilo explica ao Sr. Miyagi seu carro foi danificado por conta de um episódio ligado a essa razão, após ele emprestar o carro a ela. "Ouvir o que aconteceu [com Ali] no início do filme [Karatê Kid II] foi uma chatice para nós", pontuaram os criadores da série. "Então, sabíamos que, para trazê-la para o programa, teríamos que encontrar uma maneira de explicar seu lado da história." No final da segunda temporada de Cobra Kai, Johnny joga seu telefone fora, frustrado após a briga na escola que viu seu pupilo Miguel (Xolo Maridueña) acabar no hospital. Enquanto ele se afasta, uma notificação em seu celular revela que Ali Mills o enviou uma solicitação de amizade no Facebook, já deixando os fãs curiosos em saber se a personagem faria uma aparição na terceira temporada. Ali dá deu indícios de sua aparição na segunda temporada (Imagem: Divulgação / Netflix) Sabe-se que a volta da atriz não era certa até o início das filmagens da terceira temporada, o que fez os roteiristas pensarem num Plano B caso ela não confirmasse que apareceria. De acordo com uma entrevista ao Insider com os criadores de Cobra Kai, Jon Hurwitz, Hayden Schlossberg e Josh Heald, o principal motivo pelo qual fez Elizabeth Shue retornar para a franquia foi o erro que cometeram com sua personagem nos filmes. "Quando ela ouviu o que tínhamos planejado para ela, ficou animada", contou Hurwitz ao portal. "Não gostamos desse motivo [do acidente e do namorado em UCLA]. Elizabeth não gostou desse motivo. Então, tentamos pensar em uma maneira que não fizesse Daniel ser um mentiroso, mas também desse a Ali seu próprio lado da história", completou Schlossberg. Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! No episódio "19 de Dezembro", quando o tópico do rompimento do relacionamento surge, Ali conta seu lado da história. A personagem revela que o jogador da UCLA era apenas um amigo, mas Daniel desconfiava ser mais do que isso. O acidente de carro, por sua vez, era porque Daniel nunca substituiu as pastilhas de freio do carro do Sr. Miyagi, embora ela tenha avisado várias vezes sobre o problema. Reencontro aconteceu no último episódio da terceira temporada (Imagem: Divulgação / Netflix) Versão alternativa da história Caso Elizabeth Shue não topasse voltar para a série, havia uma carta na manga por parte do roteiro. Para conectar a solicitação de amizade no Facebook com a terceira temporada, eles teriam cenas que dariam a entender que Johnny e Ali estariam se comunicando pela rede social, mas mais tarde ele descobriria que estava sendo perseguido pelo ex-marido da personagem. "Você teria descoberto que o marido de Ali ficou com ciúmes e invadiu sua página no Facebook, em busca de Johnny", disse Schlossberg. "Foi um conceito engraçado que não levamos a sério." Esse acontecimento teria levado o rumo da história para um local totalmente diferente, mudando a história dos episódios nove e 10 por inteira. Mas, felizmente, os criadores encontraram uma maneira de convencer Elizabeth Shue a voltar para o show. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Cobra Kai é estrelado por William Zabka, Ralph Macchio, Courtney Henggeler, Xolo Maridueña, Mary Mouser, Tanner Buchanan, Jacob Bertrand, Gianni Decenzo, Peyton List e Martin Kove. A série já foi renovada para a quarta temporada e deve começar a ser gravada nos próximos meses; enquanto isso, as três temporadas estão disponíveis na Netflix. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Sebrae ministrará 15 cursos grátis para empreendedores pelo WhatsApp Veja Mais

Gilmar suspende inquérito sobre desembargador que ofendeu guarda em Santos

Valor Econômico - Finanças Segundo o ministro, STJ não notificou a defesa do desembargador sobre sessão de julgamentos O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu um inquérito aberto para investigar o desembargador Eduardo Siqueira, que ficou conhecido por ofender um guarda em Santos (SP) depois de ser multado por não usar máscara enquanto caminhava na praia. De acordo com o ministro, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) não notificou a defesa do desembargador sobre a sessão de julgamentos da Corte Especial que determinou a instauração da investigação, em 16 de dezembro. Eduardo Siqueira, flagrado humilhando guarda de Santos Reprodução/G1 O inquérito ficará suspenso até que o STF julgue o mérito de um recurso de Siqueira, o que ainda não tem previsão para ocorrer. O desembargador respondia pelos crimes de abuso de autoridade e infração a medida sanitária preventiva. O episódio ocorreu em julho e viralizou nas redes sociais. Na ocasião, o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) foi filmado chamando o guarda de analfabeto e rasgando a multa que lhe foi imposta por caminhar na orla sem máscara. O pedido para a abertura do inquérito partiu da Procuradoria-Geral da República (PGR), que viu "veementes indícios de autoria e materialidade" dos delitos no episódio. Inicialmente, o relator no STJ, ministro Raul Araújo, negou a solicitação, mas ficou vencido no julgamento colegiado. Veja Mais

6 mitos e verdades sobre segurança cibernética na nuvem

canaltech Para os iniciantes em tecnologias da informação (TI), falar “computação na nuvem” pode até soar estranho, visto que é natural imaginarmos, ao ler tal termo, uma série de computadores flutuando a quilômetros de distância acima de nossas cabeças. O termo, porém, nada tem a ver com as nuvens reais em si — chamamos de cloud computing o fornecimento sob demanda de poder computacional para fins profissionais. Engenharia social: o que é e como não ser vítima? Os 5 ataques de phishing mais explorados de 2020 Banco de dados malconfigurado expôs 500 mil documentos de seguradora Houve um tempo em que, caso você quisesse criar um empreendimento eletrônico, era necessário criar um servidor em seu próprio escritório para armazenar documentos digitais e executar sistemas corporativos. Além do custo de manter essa infraestrutura localmente (gastos com energia elétrica, preocupações com segurança física etc.), também era necessário realizar atualizações de hardware de tempos em tempos. Hoje, esses servidores (que ganharam o título de on-premise) estão aos poucos sendo substituídos pela nuvem. O motivo? A nuvem é mais barata, escalável e flexível. Você contrata o quanto de poder computacional e/ou de armazenamento que precisar, paga uma mensalidade fixa (logo, um custo previsível) e pode realizar upgrades quando quiser, de forma instantânea. Tudo isso sem precisar se preocupar com manutenção de máquinas. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Cada vez mais famosa E se ela já era popular, a nuvem entrou em seus “tempos de glória” em 2020. Com a crise da COVID-19, os funcionários foram trabalhar em casa e as empresas tiveram que se adaptar para permitir o acesso remoto a documentos e sistemas corporativos. A nuvem, por ser um poder computacional distribuído, permite que você acesse seus recursos e ativos de qualquer lugar do mundo e a qualquer hora. Basta ter uma conexão com a internet. Imagem: Reprodução/Sigmund (Unsplash) Isso, é claro, sem falar de outras facilidades que a nuvem nos proporcionou, como os "softwares-como-serviço" ("software-as-a-service" ou SaaS). Estamos falando de plataformas como Google Docs, Slack, Trello, Canva… Você não precisa mais instalar um programa na sua máquina para trabalhar. Está tudo na nuvem, logo, acessível onde e quando for necessário. Isso significa maior liberdade para o profissional atuar. Ainda assim, por mais que a nuvem seja, de fato, um divisor de águas na computação pessoal e profissional, existe muita desinformação a respeito da segurança cibernética da cloud computing. Pensando nisso, o Canaltech resolveu desvendar alguns mitos que permeiam o assunto, explicando os prós — e alguns contras — caso você também esteja pensando em migrar para uma operação 100% baseada em nuvem. 1) A nuvem é mais segura por padrão Sim e não. Por conta de sua natureza descentralizada, a nuvem lhe tira de alguns riscos cibernéticos envolvidos em servidores on-premise que estejam dentro de seu perímetro de rede (como ameaças físicas). Porém, isso não significa que ela seja perfeita em segurança. Jamais devemos nos esquecer de que a nuvem nada mais é do que um computador localizado em algum lugar, e, como tal, precisa ser configurado corretamente. Você se lembra das diversas notícias a respeito de vazamentos de dados ocasionados por servidores mal configurados? Isso ocorre porque os responsáveis pelo ajuste de tais ambientes na nuvem se esquecem de aplicar as diretrizes padrão apropriadas para garantir que os dados lá dentro estejam acessíveis apenas para quem estiver devidamente autorizado para tal. Reprodução/Sigmund (Unsplash) O mesmo acontece com os SaaS. Muitas violações de privacidade acontecem por puro descaso com os responsáveis por configurar esses softwares remotos. Já foram registrados casos em que, por exemplo, uma empresa acabou vazando informações sensíveis sobre suas operações por configurar um painel da plataforma corporativa Trello como público, permitindo que seus registros fossem indexados pelo Google e disponibilizando-os para pesquisas. No geral, a nuvem é, por natureza, mais segura do que servidores on-premise sim, mas o administrador ainda precisa configurá-la corretamente para evitar dores de cabeça. 2) A culpa de incidentes na nuvem é do meu provedor Este é um mito que deriva da desinformação anterior. Administradores de TI costumam chegar a uma conclusão muito simplista: “se os computadores não são meus, a responsabilidade por incidentes cibernéticos também não é; é tudo responsabilidade do meu servidor”. Não funciona assim. A maioria dos fornecedores de soluções na nuvem trabalham com o que chamamos de modelo de responsabilidade compartilhada. O fornecedor garante apenas a segurança da camada física da nuvem — ou seja, ele deve garantir que os computadores em si, localizados em algum lugar do globo, sejam impenetráveis, não sofram indisponibilidades por falta de energia elétrica (por exemplo) e assim por diante). Porém, esse modelo de responsabilidade ressalta que as corretas configurações devem ficar a cargo do cliente. Imagem: Reprodução/Sigmund (Unsplash) Sendo assim, se ficar provado que um vazamento foi ocasionado porque algum agente malicioso invadiu os sistemas de seu fornecedor, a culpa é dele; se ficar provado que o vazamento foi ocasionado porque você não aplicou as devidas configurações ou foi negligente em relação ao uso de ferramentas de segurança, a culpa é sua. 3) Proteger a nuvem é como proteger um servidor comum Não mesmo! Se um servidor on-premise demanda um firewall e de uma solução antivírus para ser protegido contra ataques cibernéticos, o mesmo não pode ser dito de servidores na nuvem. Como estamos falando de ativos e sistemas remotos, acessíveis em qualquer lugar do mundo e a partir de qualquer dispositivo, o mais desafiador — e importante! — na hora de repensar sua estratégia de segurança é focar na proteção da identidade. A “identidade” que citamos aqui é nada mais e nada menos do que o usuário. Se a credencial usada por um funcionário para acessar um cofre de documentos sensíveis for roubada, o criminoso também poderá acessar esse cofre de qualquer lugar e a partir de qualquer dispositivo, tal como o seu colaborador, “desfrutando” da descentralização da nuvem. Por isso, a correta administração de credenciais é tão importante. Imagem: Reprodução/Sigmund (Unsplash) Com o aumento de popularidade da nuvem por conta da crise da COVID-19, uma estratégia que vem tomando tração é do zero trust (confiança zero). Nessa abordagem, utilizamos uma plataforma que intermedia a nuvem e o cliente (ou seja, dispositivo usado pelo funcionário para acessar os ativos e sistemas). Essa plataforma usa inteligência artificial para detectar eventuais violações de segurança em tempo real, sendo capaz até mesmo de identificar atores maliciosos por conta de padrões comportamentais. 4) A visibilidade é melhor na nuvem Para proteger bem seus ativos, é necessário saber quantos ativos você tem, onde eles estão e assim por diante. Muitos iniciantes acreditam que a nuvem lhe dará uma visibilidade melhor sobre tal assunto, mas a verdade nem sempre é essa. A nuvem é um ambiente complexo, sendo necessário contabilizar a quantidade de contas que você possui, gerenciar permissões e até garantir a conformidade com legislações específicas de seu setor. 5) Eu não preciso de ajuda para proteger minha nuvem Isto pode ser um mito ou uma verdade — depende de cada caso. A nuvem não é uma tecnologia nova, mas, ainda assim, são poucos os profissionais que aprenderam a lidar com ela. O mercado ainda sofre uma carência muito grande de mão-de-obra especializada em segurança da informação, e, quando falamos sobre "infraestruturas-como-serviço" ("infrastructure-as-a-service" ou IaaS), a situação piora. Se a sua equipe conta com profissionais capazes de gerenciar a nuvem apropriadamente, ótimo. Caso contrário, existem diversas plataformas automatizadas e até mesmo provedores de serviços gerenciados de segurança (Managed Security Services Provider ou MSSP) que podem lhe ajudar com essa tarefa. Neste segundo caso, você terceiriza uma equipe inteira dedicada a proteger seu ambiente na nuvem. Imagem: Reprodução/Sigmund (Unsplash) Isso garante não apenas a proteção dos dados armazenados remotamente, mas também ajuda a identificar eventuais contratações desnecessárias (por exemplo, mais poder computacional do que você realmente precisa), o que acaba gerando uma economia no final do mês. 6) Dados na nuvem são mais difíceis de controlar Muitos gestores evitam a nuvem por acreditar piamente que, ao migrar toda a sua operação para uma infraestrutura remota, “perderá” o controle sobre seus ativos. É uma preocupação válida, especialmente para empresas que atuam em países ou segmentos que restringem o processamento de dados em servidores fora do país. Trata-se, contudo, de um mito, já que as informações continuam sendo suas e, usando os recursos corretos, pode até ser mais fácil de monitorar do que um servidor on-premise. Vale lembrar ainda que, embora o mercado já ofereça uma série de nuvens públicos que agilizam seu trabalho (como o Web Services da Amazon, o Azure da Microsoft e o Cloud da Google), também é possível optar por nuvens privadas. Nesse modelo, seu fornecedor elabora uma infraestrutura remota exclusiva para você, onde você quiser e do jeito que precisar. É a forma mais fácil de garantir conformidade com regulações rígidas de processamento de dados digitais. Migrar ou não migrar? Eis a questão É preciso levar todos esses pontos em consideração antes de migrar para a nuvem. Não há dúvidas de que IaaS e SaaS são mais práticos (e até mais baratos) para a nossa realidade atual, mas não podemos jamais cometer deslizes quando o assunto é segurança da informação. Por isso, ao levar seu material para armazenamento remoto, planeje sua infraestrutura, tendo sempre em vista a proteção de dados sigilosos. E lembre que será necessário adaptar sua estratégia de proteção para um ambiente totalmente diferente do que você estava acostumado. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Maia diz que gestão da crise da Covid pode ser investigada em CPI - 18/01/21

Maia diz que gestão da crise da Covid pode ser investigada em CPI - 18/01/21

Câmana dos Deputados O governo federal, segundo Rodrigo Maia, demonstrou falta de planejamento e de organização em questões como a compra de vacinas contra a Covid-19 e o colapso da rede de saúde pública de Manaus. Ele disse que problemas como estes acabarão resultando numa grande investigação, feita por uma comissão parlamentar de inquérito. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Ibovespa fecha em alta com início de vacinação no Brasil

Valor Econômico - Finanças A aprovação do uso emergencial de duas vacinas pela Anvisa ajudou a combater o estresse visto nos últimos dias. Ainda assim, sobram dúvidas sobre o combate à doença e a retomada da economia O Ibovespa desacelerou a alta ao longo da tarde desta segunda-feira, mas ainda conseguiu garantir uma sessão de ganhos enquanto os investidores avaliam o cenário para imunização contra covid-19 no Brasil. A aprovação do uso emergencial de duas vacinas pela Anvisa ajudou a combater o estresse visto nos últimos dias quando, inclusive, o tema do impeachment voltou a rondar a cena doméstica. Ainda assim, sobram dúvidas sobre o combate à doença e a retomada da economia. Após os ajustes, o Ibovespa terminou em alta de 0,74%, aos 121.242 pontos, já distante da máxima de 122.586 pontos, embora tenha interrompido a onda de vendas da última sexta-feira. Devido ao feriado nos Estados Unidos, que manteve as bolsas americanas fechadas, o giro financeiro foi mais contido, de R$ 19 bilhões. Ações mais ligadas ao ciclo econômico e a retomada da atividade global sustentaram a valorização do índice durante boa parte do pregão. Além do início da vacinação contra covid-19 no Brasil, o pano de fundo ainda contou com dados de atividade favoráveis da China, o que ajudou papéis mais ligados a commodities. Mas, em um sinal claro de que não se trata de euforia no mercado, o bom desempenho perdeu fôlego conforme o mercado se aproximou do fechamento. Os setores de turismo, varejo e aéreo estiveram entre os principais beneficiados do alívio. Depois de subirem cerca de 4% durante a manhã, Azul PN teve alta de 1,82% e Gol PN ganhou 1,02%, enquanto CVC ON teve alta 1,56%. Embraer ON, por outro lado, caiu 1,47%. No domingo, a Anvisa aprovou o uso emergencial do lote inicial de duas vacinas: a chinesa Coronavac, da parceria com o Instituto Butantan, e a vacina desenvolvida em parceria entre a Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca. De acordo com analistas, isso é um bom sinal para o processo de imunização, mas os atritos políticos - principalmente a disputa entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria - deixam o quadro mais delicado. No noticiário econômico, o IBC-Br teve alta de 0,59% em novembro, ligeiramente acima das expectativas. Além disso, os dados do PIB e de produção industrial da China superaram as projeções no mercado. Vale ON subiu 0,81% após alta nos preços de minério de ferro na China. Já no setor bancário, Itaú Unibanco PN caiu 0,51%, Bradesco ON avançou 0,43% e Bradesco PN, 0,34%. Já Banco do Brasil teve queda de 1,02% em meio a incertezas que rondam o plano de corte de custos da instituição. Já as ações da Petrobras chegaram a renovar as máximas do dia após a informação, divulgada pelo Valor Pro, de que a estatal vai aumentar em R$ 0,1469 o preço do litro da gasolina e que vai manter o preço do diesel sem alterações. No fechamento, porém ficaram bem perto da estabilidade: a ação ordinário perdeu 0,17% e a preferencial caiu 0,18%. A política de preços da Petrobras tem chamado a atenção no mercado nos últimos dias, principalmente após reclamações de associações de importadores de que a estatal estaria com valores defasados antes os preços lá fora. Alguns analistas já vinham argumentando que o reajuste era esperado, mas não ocorreria de forma instantânea ou diariamente e, apesar de gerar uma certa cautela no mercado, isso não era motivo para grande estresse no momento. De qualquer forma, a informação do reajuste parece trazer um certo alívio sobre as preocupações que vinham pesando nos preços - embora vale dizer que o dia já fosse positivo para a bolsa e ocorreu hoje vencimento de opções sobre ações, o que tende a gerar mais volatilidade nos ativos. Por outro lado, o dia foi de queda nas ações do Carrefour, após o fim das negociações de fusão entre o Carrefour França e a rede canadense Couche-Tard. No fechamento, os papeís recuaram 1,43%. Reprodução / Facebook B3 Veja Mais

Preços do petróleo caem por temor com coronavírus e valorização do dólar

G1 Economia Ritmo lento da vacinação gera dúvidas sobre o quão cedo as economias poderão se recuperar. Os preços do petróleo tiveram leve queda nesta segunda-feira (18), com a valorização do dólar e temores relacionados ao aumento no número de casos de Covid-19 ao redor do mundo e ao ritmo lento de vacinação contra o coronavírus ofuscando uma recuperação trimestral acima do esperado na economia da China. Economia da China cresce 2,3% em 2020 O petróleo Brent fechou em queda de 0,35 dólar, ou 0,64%, a US$ 54,75 por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos (WTI) cedeu 0,27 dólar, ou 0,52%, para US$ 52,09 o barril, em dia em que os mercados norte-americanos permaneceram fechados devido a um feriado local. "Os temores econômicos induzidos pelo coronavírus, o dólar mais forte e o sentimento mais pessimista dos investidores estão desempenhando seus papéis no fato de que o Brent está operando cerca de 3 dólares abaixo do visto na quarta-feira passada", disse Eugen Weinberg, analista do Commerzbank. Os contratos de referência haviam se recuperado nas últimas semanas, impulsionados pelos avanços da vacina contra a Covid-19 e por um corte inesperado na produção de petróleo da Arábia Saudita. O ritmo lento da vacinação, porém, gerou dúvidas sobre o quão cedo as economias poderão se recuperar. O dólar, enquanto isso, se fortaleceu pelo terceiro dia seguido nesta segunda-feira, atingindo uma máxima de quatro semanas. O preço do petróleo geralmente é cotado em dólares, o que faz com que a valorização da divisa norte-americana torne a commodity mais cara para compradores com outras divisas. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Vacinação lenta deverá pesar nos mercados ao gerar pressão fiscal, diz Kawall

Valor Econômico - Finanças Para o economista, o plano do Brasil de o próprio país produzir o imunizante em vez de adquirir as vacinas prontas foi “uma decisão nacionalista” e trouxe a dura realidade de uma capacidade aquém da necessária para vacinar os grupos de riscos A lentidão na produção e na disponibilidade das vacinas deverá pesar no ritmo da atividade econômica e no humor dos mercados nos próximos meses em um momento em que a pandemia recrudesce, acentuando a pressão por mais gastos públicos, diz Carlos Kawall, diretor do Asa Investments e ex-secretário do Tesouro Nacional. Segundo Kawall, o plano do Brasil de o próprio país produzir o imunizante em vez de adquirir as vacinas prontas foi “uma decisão nacionalista” e trouxe a dura realidade de uma capacidade aquém da necessária para vacinar os grupos de riscos no calendário do Ministério da Saúde, em um cenário de falta de doses e até mesmo de seringas. “O atraso não tem a ver com logística, tem a ver com a produção. O Brasil não optou por disponibilizar uma vacina rapidamente à sua população”, diz ele. O plano do ministério é vacinar aproximadamente 50 milhões de pessoas nas três primeiras fases da vacinação, o que, no cenário otimista — com vacinas e seringas disponíveis — levaria 5 meses para ocorrer caso fossem 700 mil pessoas vacinadas por dia. Ainda assim, seria um nível de vacinados menor do que o adequado segundo a OMS, e o percentual de vacinados teria que ser ainda maior considerando-se a eficácia global de 50% da Coronavac, disse o Asa Investments em relatório na sexta. O banco citou ainda que entre os vacinados nesse período, predominantemente acima de 60 anos, não estariam presentes os maiores representantes da população economicamente ativa tanto pelo lado da oferta (mercado de trabalho) quanto pelo da demanda (consumo). “A gente aparentemente não vai cumprir a disponibilidade de vacinas necessária, então, acho que isso vai pegar na atividade econômica, vis-à-vis o número de infectados que temos, mostrando que a pandemia é muito mais grave do que se imaginava. Tem uma nova cepa do vírus, tem segunda onda nos EUA e na Europa, e a grande coisa pra acabar com a pandemia é a vacina”, diz Kawall, que também espera um impacto nos mercados locais conforme o cenário da vacinação lenta se consolidar. Enquanto isso, o cenário fiscal deve se acirrar, diz o ex-chefe do Tesouro. “Quanto mais atrasa a vacinação, mais tem pressão por gasto fiscal”, diz Kawall, referindo-se às tentativas de extensão do auxílio emergencial. O economista não acredita em uma nova rodada de auxílio, escolha que geraria o aumento de endividamento público. “Isso adiaria uma alta de juros por parte do Copom”, afirma ele, que avalia que o comitê retirará o “forward guidance” da comunicação oficial na reunião da quarta. Sobre o cenário poítico, Kawall avalia que não há condições concretas para um impeachment do presidente Jair Bolsonaro, uma vez que não há pressão popular e os favoritos para vencerem a presidência da Câmara e do Senado, Arthur Lira (PP) e Rodrigo Pacheco (DEM), são alinhados ao governo, segundo ele. “O mercado não trabalha com essa possibilidade hoje.” Carlos Kawall Silvia Costanti/Valor Veja Mais

Twitter está mais 'honesto' após banimento de Trump, diz estudo

Twitter está mais 'honesto' após banimento de Trump, diz estudo

Tecmundo Segundo um estudo realizado pela empresa norte-americana Zignal Labs, o Twitter está mais 'honesto' nas últimas duas semanas após o banimento de Donald Trump da rede. A pesquisa afirma uma redução de quase 73% de tuítes enganosos e falsas notícias sobre a suposta fraude eleitoral a favor de Joe Biden em 2020. Trump está banido de diversas redes sociais após incitar o atentado ao Capitólio no último dia 6 de janeiro.Trump é considerado responsável por espalhar informações enganosas pelas principais redes sociais sobre os resultados da última eleição norte-americana, alegando que Joe Biden teria vencido fraudando votos ao redor do país — sem apresentar provas tangíveis e contrariando fatos. A postura controversa do atual presidente dos Estados Unidos, já no final do seu mandato, foi usada como justificativa para atacar a sede de seu governo pelo seu eleitorado. Leia mais... Veja Mais

Rolls-Royce elétrico pode ter motor do BMW i7 e uma baita bateria

Rolls-Royce elétrico pode ter motor do BMW i7 e uma baita bateria

Tecmundo Ainda que não tenha realizado declaração oficial alguma a respeito do assunto, evidências sugerem que a Rolls-Royce, subsidiária do grupo alemão BMW, está se preparando para entrar no mercado de veículos elétricos com um modelo totalmente novo – e um protótipo do sedã Phantom seria o trampolim para testes mais ousados, aponta o Autocar.No fim de 2020, a fabricante registrou a marca Silent Shadow no escritório de patentes alemão, com referência ao best-seller Silver Shadow, fabricado de 1965 a 1980. Apesar da falta de informações quanto à forma do carro em questão, se basearia na tecnologia de transmissão e bateria do BMW iX, SUV elétrico de grande porte revelado recentemente.Leia mais... Veja Mais

Erundina lança candidatura e diz que “faltou humanidade” ao governo durante pandemia

Valor Econômico - Finanças Outros 7 estão na disputa pela presidência da Câmara, polarizada por Arthur Lira e Baleia Rossi Após decisão da Executiva Nacional, o Psol lançou nesta segunda-feira a candidatura da deputada Luiza Erundina (Psol-SP) à presidência da Câmara. Outros sete candidatos disputam o principal cargo da Mesa Diretora da Casa. A corrida está polarizada entre Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, e Baleia Rossi (MDB-SP), apadrinhado pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Larissa Ponce/Agência Câmara Ao lançar sua candidatura, Erundina lamentou a crise do coronavírus e as mortes em Manaus por falta de oxigênio. A deputada do Psol afirmou que faltou “responsabilidade e humanidade” ao governo Bolsonaro durante a pandemia. “Lamentavelmente, a Câmara, no curso dos anos, especialmente durante a pandemia, se aproveitou do momento de emergência e embutiu na pauta matérias que não eram medidas, providências e saídas para atender o novo povo; eram medidas para continuar com essa política ultraliberal, de austeridade fiscal, que só quem paga por ela é o povo”, disse Erundina. Entre as propostas que constam na carta de compromissos de sua candidatura, Erundina propõe encaminhar o processo de impeachment contra Bolsonaro, viabilizar que todos possam se vacinar contra o coronavírus, criar um programa de renda mínima e derrubar a emenda do teto de gastos públicos. Veja Mais

Equipe de Biden afirma que EUA vai proibir viagens partindo do Brasil

O Tempo - Mundo Fala foi dada minutos após Trump dizer anunciar a reabertura de fronteiras a partir do próximo dia 26 Veja Mais

Esta pulseira inteligente diz ao seu chefe se você está triste ou feliz

canaltech A princípio, a MoodBeam pode parecer uma simples fitness tracker — aquelas pulseiras que rastreiam suas atividades físicas à la Fitbit. Pois bem: o produto, de fato, possui a capacidade de contar quantos passos você dá e como anda a qualidade de seu sono. Mas sua principal função não é a de rastrear a sua saúde física, mas sim a emocional, registrando todos os momentos em que você se sentir triste ou alegre. O que 2020 nos ensinou sobre saúde mental e como usar isso em 2021 O que é saúde mental e como ela impacta nosso dia a dia? Setembro amarelo: pessoas com depressão podem conseguir apoio usando tecnologia Achou bizarro? Pois saiba que o bracelete inteligente é uma invenção da empreendedora Christina Colmer McHugh com foco no uso corporativo. A ideia é que, neste período de isolamento social em que estamos vivendo, os diretores e gestores de empresas consigam identificar colaboradores descontentes, desanimados ou até mesmo com indícios prematuros de doenças psiquiátricas mais sérias, como depressão ou Burnout. O funcionamento da MoodBeam não poderia ser mais simples. Após conectá-la a um aplicativo para celular via Bluetooth e criar uma conta no serviço, o usuário aperta o botão amarelo sempre que estiver se sentindo feliz ou o azul caso esteja se sentindo triste. O software vai criando um histórico compreensível de suas variações de humor e lhe permite ter uma visão mais clara de como anda a sua saúde emocional. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Imagem: Reprodução/MoodBeam Nada impede que você compre uma pulseira para uso particular — a unidade, no varejo, sai por 50 libras esterlinas (cerca de R$ 360 na conversão direta e sem taxas). Como citamos anteriormente, porém, o foco aqui é o uso corporativo. E se você acha que funcionários de uma empresa se sentirão intimidados com a ideia, saiba que a MoodBeam já está sendo empregada ao redor do mundo e as reações, até o momento, são positivas. “Um membro da equipe estava em um lugar desconfortável, lutando com uma enorme carga de trabalho e desiludido com tudo o que estava acontecendo. Não é algo que ele teria sinalizado e não saberíamos sobre isso a menos que tivéssemos visto os dados”, afirma Paddy Burtt, administrador da Brave Mind, uma organização de caridade sediada no Reino Unido. E aí, você toparia? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Vacinas usadas em ato no Rio vieram de última hora em avião de amigo de governador

Valor Econômico - Finanças Suplente de senador Luís Pastore (MDB), a quem governador Cláudio Castro definiu como amigo, 'fez uma doação' ao Rio Embora o governo do Rio de Janeiro e a prefeitura da capital tenham realizado ato simbólico de vacinação contra a covid-19, no monumento do Cristo Redentor, na cidade carioca, a parte significativa do lote designado para ao Estado ainda não chegou de São Paulo. As doses usadas no evento foram trazidas em um cooler, em avião particular de um suplente de senador. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Ritmo de vacinação é grande risco no mercado

Valor Econômico - Finanças A liberação da vacinação no Brasil pela Anvisa trouxe alívio para os mercados locais no pregão desta segunda. Apesar desse suspiro inicial, no entanto, gestores e profissionais da área ressaltam que a questão não está encerrada e que o ritmo de vacinação será essencial para determinar a força da retomada da economia brasileira e também a situação das contas públicas. Alguns alertam que, quanto mais lento for o ritmo de imunização da população, maior será a pressão pela concessão de novos auxílios. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Amazfit Bip U é barato, avançado e honesto [Análise/Review]

canaltech Oferecendo uma porta de entrada muito acessível para quem busca oximetria de pulso e outros recursos dos Amazfit mais avançados, temos o Bip U como sua proposta muito acertada. Você não liga para tela sempre ativa? Todo o resto oferecido está disponível neste gadget Assista ao vídeo. Veja Mais

Vacina enviada a Minas Gerais é suficiente para atender grupos prioritários

Valor Econômico - Finanças O governo federal determinou o envio a Minas Gerais de 577.480 doses iniciais para a vacinação contra a covid-19 O governo federal determinou o envio a Minas Gerais de 577.480 doses iniciais para a vacinação contra a covid-19. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, esse volume seria suficiente para atender a todos grupos prioritários nas duas doses de imunização. A expectativa da secretaria é que 280 mil pessoas sejam vacinadas até o fim da semana. A segunda dose será aplicada até meados de fevereiro. O governo de Minas citou como públicos prioritários os profissionais de saúde da linha de frente contra a covid-19, pessoas com mais de 60 anos ou que vivem em instituições de longa permanência para idosos, pessoas institucionalizadas, com deficiência e população indígena. O controle dos vacinados será feito com base no número do CPF ou no Cartão Nacional de Saúde (CNS). As vacinas chegaram em Belo Horizonte nesta segunda-feira (18), no aeroporto de Confins. O governador Romeu Zema (Novo) fez uma cerimônia simbólica no aeroporto no início da noite e, em seguida, as vacinas foram levadas para a Central Estadual da Rede de Frio, para conferência do material e envio às 28 unidades regionais de saúde. A Secretaria de Saúde informou que vai contar com a frota de aviões do Corpo de Bombeiros Militar, da Polícia Militar e da Defesa Civil para acelerar a entrega das vacinas. De acordo com o governo, se não houver contratempos, as vacinas estão em todas as unidades regionais até o fim de terça-feira (19). Em Belo Horizonte, a vacinação vai começar com os profissionais de saúde que atuam em UTIs, nas enfermarias de covid-19 e nos atendimentos de urgência da rede pública e privada, informou a prefeitura. A lista inclui ainda profissionais que atuam no CTI geral, profissionais do pronto atendimento dos hospitais, profissionais das UPAs e do Samu. O município informou que aguarda uma definição oficial sobre a quantidade de doses que será repassada à capital. O plano de vacinação de Belo Horizonte será executado 24 horas após o recebimento das vacinas. A primeira fase da vacinação será feita por equipes volantes em UPAs e SAMU e por vacinadores dos hospitais nas unidades. Veja Mais

Justiça autoriza Centauro a pagar INSS com créditos de PIS e Cofins

Valor Econômico - Finanças Liminar afasta restrição prevista em norma que permitiu a chamada compensação cruzada A Justiça Federal autorizou a rede de artigos esportivos Centauro, do Grupo SBF, a compensar débitos de contribuições previdenciárias com créditos de PIS e Cofins resultantes da exclusão do ICMS da base de cálculo. É a primeira decisão que se notícia favorável à chamada “compensação cruzada” com créditos anteriores à criação do eSocial. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Exportação de café do Brasil bate recorde em 2020, diz Cecafé

G1 Economia Vendas cresceram 9,4% com relação ao ano anterior, atingindo 44,5 milhões de sacas de 60 kg. Segundo a entidade, efeito da seca ainda será avaliado. Plantação de café em Minas Gerais Reprodução/Globo Rural As exportações de café do Brasil atingiram recorde de 44,5 milhões de sacas de 60 kg em 2020, considerando a soma dos produtos verde, solúvel e torrado & moído, afirmou o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) nesta segunda-feira (18). Exportações de commodities do Brasil em 2020 têm recordes que vão do petróleo ao café De onde vem o que eu como: café é a 2ª bebida mais consumida no país e interesse por métodos de preparo cresceu na pandemia A tendência indica que o ritmo de exportações continue, mas podem ocorrer efeitos do ciclo de baixa da cultura e da longa estiagem ocorrida no ano passado, que ainda serão avaliados, de acordo com Nelson Carvalhaes, presidente do Cecafé. "Ainda temos café suficiente para atender os mercados. O Brasil vai continuar embarcando o máximo que é possível, mas é importante esperarmos fevereiro e março para termos um número mais seguro (sobre os estoques e safra)", afirma Carvalhaes. Em relação a 2019, o resultado dos embarques de 2020 representa alta de 9,4%. Do volume total embarcado, 40,4 milhões de sacas foram de café verde, aumento de 10,2% comparado ao ano anterior. Os cafés verdes são compostos pelos grãos tipo arábica, cujas exportações totalizaram 35,5 milhões de sacas no ano passado, alta de 8,4% ante 2019 e recorde histórico para essa variedade. Os embarques da variedade robusta (conilon) atingiram 4,9 milhões de sacas, crescimento de 24,3% e também maior volume embarcado na história, segundo o Cecafé. As exportações de café solúvel foram de 4,1 milhões de sacas, alta de 2,4% e volume recorde do produto industrializado. "Devido à pandemia da Covid-19, estamos passando por um período desafiador e, ao mesmo tempo, tivemos uma das maiores safras, batendo um recorde histórico", afirmou o presidente da entidade. Segundo o Cecafé, houve uma mudança na dinâmica de consumo da bebida imposta pelo surto do novo coronavírus no mundo, que fez com que a população parasse de frequentar as cafeterias, mas não parasse de tomar café. Além do consumo em casa, também avançaram novas modalidades de venda, como a online. Quanto à segunda onda da pandemia, que desencadeou novos lockdowns em diversos países, Carvalhaes disse que o comportamento dos consumidores será avaliado. "O consumo doméstico deverá continuar firme e forte, mas o fora do lar continuará prejudicado com esses lockdowns, principalmente na Europa", alertou o presidente. Entre os compradores, os Estados Unidos permaneceram como principal destino do café brasileiro, com 8,1 milhões de sacas exportadas para o país, equivalente a 18,3% das exportações totais no ano passado. O segundo maior destino foi a Alemanha, com 7,6 milhões (17,1%) e, em terceiro, a Bélgica, com 3,7 milhões (8,4%). "Nos dois continentes mais afetados pela Covid-19, Europa e América do Norte, o Brasil apresentou crescimento nas exportações, de 8,8% e de 3,8%, respectivamente", pontuou Carvalhaes. Retorno financeiro A receita cambial com as exportações de café no ano passado alcançou 5,6 bilhões de dólares, alta de 10,3% em relação a 2019 e equivalente a R$ 29 bilhões, representando aumento de 44,1% na conversão em moeda local, de acordo com o Cecafé. Com isso, o conselho afirmou que o setor teve participação de 5,6% nas exportações do agronegócio e de 2,7% nos embarques totais do país. Já o preço médio da saca no ano foi de 126,52 dólares. "O Brasil é o país que mais repassa preço ao produtor. De todos os ganhos que se tem nas exportações, a maior parte fica com o produtor. Mostrar recordes significa receita a mais para o produtor", disse a entidade. Dezembro recorde Ainda de acordo com o Cecafé, em dezembro o Brasil exportou 4,3 milhões de sacas de café para o mundo, dado que representa também um recorde histórico em volume exportado para o mês, além do aumento de 38,6% no comparativo anual. A receita cambial gerada no período foi de 541 milhões de dólares, crescimento de 37,1% e equivalente a 2,8 bilhões de reais, representando alta de 71,7% na conversão em reais. As exportações de cafés verdes somaram 3,9 milhões de sacas (+41,8% ante dezembro de 2019), sendo 3,5 milhões de sacas de café arábica (+46,3%) e 381 mil de robusta (+10,1%). Os cafés industrializados corresponderam a 353,1 mil sacas embarcadas (+11,3%), sendo 352 mil sacas de café solúvel (+11,5%). Vídeos: tudo sobre o agronegócio Veja Mais

Justiça de SP autoriza abertura de investigação criminal contra Fernando Cury

O Tempo - Política Deputado foi filmado se aproximando da colega Isa Penna (PSOL) por trás e apalpou os seios dela em sessão na Assembleia Legislativa de SP Veja Mais

A Voz do Brasil - 18/01/2021

A Voz do Brasil - 18/01/2021

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Como transferir grupos do WhatsApp para o Signal

canaltech O Signal (Android | iOS | Linux | Mac | Windows) é um aplicativo de mensagens com destaque para a segurança e a privacidade, protegendo e chamadas com criptografia de ponta-a-ponta. Após a nova política de privacidade do WhatsApp, o Signal ganhou popularidade e ultrapassou o concorrente em downloads nas lojas de aplicativos. Como usar o Signal, rival do WhatsApp Como editar o seu perfil no Signal Signal vs Telegram: qual app de mensagens é mais seguro? Se você faz parte das pessoas que migraram ao Signal e deseja levar todo o seu grupo do WhatsApp para lá, é possível fazer isso através de um link compartilhável. Não existe um mecanismo direto para transferir os grupos, mas o caminho mais prático envolve a criação e compartilhamento do link de acesso. É um procedimento que evita convidar um usuário de cada vez. Confira como! Signal: como transferir grupos do WhatsApp Passo 1: abra o Signal e toque no ícone azul para criar uma nova conversa; -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Crie uma nova conversa (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: em seguida, selecione "Novo Grupo"; Crie um novo grupo no aplicativo (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: o app permite selecionar alguns contatos para a criação do grupo. Caso os integrantes ainda não estejam cadastrados no Signal, é possível pular essa etapa tocando em "Ignorar"; Há a opção de convidar contatos já cadastrados no Signal (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: digite um nome e toque no ícone de câmera para adicionar uma foto ao grupo. Com a configuração finalizada, selecione "Criar"; Personalize seu grupo (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: após a criação do grupo, uma janela disponibilizará as opções de convite. Selecione "Ativar e compartilhar link" para gerar o endereço de acesso rápido. Caso queira aprovar cada entrada individualmente, marque a chave "Aprovar novos membros"; Ative o link (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 6: escolha uma forma de compartilhamento. Para enviar ao WhatsApp, as opções são copiar o link ou gerar código QR; Selecione como deseja compartilhar (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 7: envie o link em seu grupo do WhatsApp e aguarde pela chegada dos integrantes. Convide pessoas pelo WhatsApp (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Dessa forma, os integrantes do grupo poderão acessar a conversa no Signal diretamente pelo link. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Mod de Fallout: New Vegas é lançado depois de anos em desenvolvimento

Mod de Fallout: New Vegas é lançado depois de anos em desenvolvimento

Tecmundo Sempre vemos novos mods sendo lançados par jogos novos ou que contam com uma grande base de jogadores ativos, mas de vez em quando aparece algo totalmente fora da curva. Esse certamente é o caso de The Frontier, um mod especial e gigante de Fallout: New Vegas que foi desenvolvido por anos e finalmente foi lançado nesta semana.Praticamente uma expansão do jogo original, esse mod adiciona uma nova zona ao mapa, uma trama inédita e um cenário coberto de neve localizado na cidade de Portland, nos Estados Unidos. Fora isso, você acompanha uma guerra entre três facções que pode conhecer no jogo.Leia mais... Veja Mais

Esposa de Livinho posta vídeo e diz que MC 'passou por um livramento'

G1 Pop & Arte Sem explicar o que de fato aconteceu com MC, Byanca Gabarron agradeceu a preocupação e disse que quando Livinho 'estiver melhor' deve aparecer para conversar com os fãs. Esposa de Livinho posta vídeo e fala que marido 'passou por um livramento' após sumiço na madrugada de segunda (18) Reprodução/Instagram/Livinho Byanca Gabarron, esposa do MC Livinho, usou o Instagram do marido para mandar uma mensagem para os fãs, após o cantor sumir e deixar a família preocupada na madrugada desta segunda-feira (18). "Queria agradecer por todas as orações, por todo mundo que se preocupou com o Oliver. Agora está tudo bem. Ele está abalado com tudo que aconteceu", afirmou Bya, sem dar detalhes. "Ele está bem, nós estamos com a família inteira unida. Ele passou por um livramento, está feliz pela vida e agora vai dar mais valor ao que importa. Byanca disse ainda que quando Livinho 'estiver melhor', ele vai conversar com os fãs através das redes sociais. No vídeo que também foi compartilhado no Instagram pessoal de Byanca, o cantor aparece jogando bola com o filho Olívio. Sumiço e pedido de ajuda MV Livinho grava vídeo e diz que está sendo perseguido MC Livinho deixou familiares e amigos preocupados na madrugada desta segunda-feira (18) após publicar vídeos em que pede ajuda e fala: "'cê' tá louco, mano, me ajuda, me ajuda". Pouco antes, Livinho fez uma série de vídeos em seu Instagram dizendo que estava, aparentemente, sendo seguido por um carro. Ambos os vídeos já foram apagados das redes sociais. "Algum carro já ficou te seguindo, porque esse aqui parece, viu? Meu carro é bom também, não sei porque não passa. Fora que jogou uma vez em cima de mim, mano." "Não sei se me conhece, não tô entendendo nada esse carro aqui atrás de mim. Verdade mesmo, já está estranho. Quer seguir, pode seguir, tá emocionado?" Após o vídeo de pedido de socorro, familiares e amigos mostraram preocupação com o cantor: Elian, irmão de Livinho, escreveu nas redes sociais: "eu não sei o que está acontecendo com meu irmão. Tentei entrar em contato, não consegui. Quem tiver notícia, por favor, entra em contato comigo" O youtuber Adriano Junior, conhecido como Coreno, amigo de Livinho, postou um vídeo afirmando que ninguém estava conseguindo contato com o cantor: "estou no aguardo igual a vocês" Ele também afirmou que tentou contato com o DJ do cantor e com a mulher de Livinho, mas não conseguiu falar com eles Horas depois, Livinho fez novos vídeos, em que aparece suando, e afirmando que está bem. O irmão do cantor também divulgou uma foto em que Livinho aparece sentado em uma cama. Nenhum dos dois deu mais explicações sobre o ocorrido. O G1 entrou em contato com a assessoria do cantor, mas não obteve retorno até o fechamento dessa matéria. Quem é Livinho? Nascido em São Paulo, Oliver Decesary Santos, o MC Livinho, tem 26 anos e iniciou sua carreira musical em 2003, como violinista em uma igreja que frequentava. Iniciou seus projetos com o funk aos 14 anos e batizou seu estilo no ritmo como "romântico erótico". Um de seus maiores hits, "Fazer falta", ficou entre as mais ouvidas do Brasil no Spotify em 2017. No YouTube, o clipe da música, publicado em junho daquele ano, já soma mais de 273 milhões de visualizações. Em 2017, MC Livinho se envolveu em uma briga em um show que realizava no Rio. O cantor desceu do palco para agredir um homem. Ao retomar a apresentação, o funkeiro foi vaiado e disse que se irritou por ter sido xingado pelo homem na plateia. "'Uh' nada. Queria ver alguém te chamando de merda e você trabalhando em cima do palco", reclamou. Em 2020, o cantor foi acusado de racismo durante a gravação de um videoclipe. "Quando fomos gravar a última cena, ele, não sei o que passou na cabeça dele, ele começou a fazer umas dancinhas idiotas, obscenas, pegando no saco, imitando Michael Jackson, como se estivesse sarrando, e eu já fiquei incomodada ali naquele momento, porque foi uma pessoa que nem falou comigo e me olhou torto o clipe inteiro”, afirmou a modelo e dançarina Raielli Leon. Também em 2020, Livinho desistiu da carreira de jogador de futebol após ser contratado pelo Audax de Osasco. O cantor votou atrás na decisão de atuar como atleta horas antes de se apresentar ao clube. O motivo foi o escasso espaço na agenda. Livinho decidiu priorizar a música, após pressão de sua gravadora e de contratantes de shows. MC Livinho Reprodução/Instagram Irmão de MC Livinho mostra foto de cantor após pedido de socorro em vídeo no Instagram Reprodução/Instagram VÍDEOS: Semana Pop explica temas do entretenimento Veja Mais

PTB vai apoiar candidatura de Arthur Lira à presidência da Câmara

Valor Econômico - Finanças Ainda assim, alguns parlamentares devem votar em Baleia Rossi (MDB-SP) A bancada do PTB decidiu hoje, por unanimidade, apoiar a candidatura do deputado Arthur Lira (PP-AL) ao comando da Câmara Segundo fontes, mesmo com o apoio integral da bancada ao líder do PP, alguns parlamentares devem votar em Baleia Rossi (MDB-SP). Aliados de Lira esperam o embarque de outras legendas, como o Pros e o Podemos, até o final da semana. Mais cedo, o Solidariedade, que chegou a figurar na fileira de partidos apoiadores de Lira, decidiu hoje entrar no bloco e apoiar a candidatura do líder do MDB. Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados Veja Mais

Commodities: Com oferta de açúcar apertada, preços sobem em Londres

Valor Econômico - Finanças Cacau também fechou em alta, enquanto café recuou; com feriado nos EUA, não houve sessão nas bolsas de Nova York e Chicago As cotações do açúcar refinado subiram na bolsa de Londres nesta segunda-feira, impulsionadas pelo cenário de aperto na oferta de curto prazo. Os contratos com vencimento em maio fecharam em alta 0,87%, cotados a US$ 449,1 a tonelada. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Pazuello diz que fez tudo por Manaus e defendeu 'atendimento precoce'

O Tempo - Política Desde a semana passada, a capital do Amazonas não tem oxigênio para todos os pacientes da Covid-19 e até para bebês prematuros Veja Mais

Butantan solicita uso emergencial de mais 4,8 milhões de doses da CoronaVac

canaltech Nesta segunda-feira (18), o Instituto Butantan solicitou uma nova autorização para o uso emergencial da vacina CoronaVac para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A solicitação é necessária porque a liberação anterior incluía apenas seis milhões de doses da vacina contra a COVID-19, já distribuídas no Brasil e importadas da China. Vacinação da COVID em tempo real: veja quantas pessoas foram vacinadas por país COVID-19 | Mesmo depois de vacinado, você precisará usar máscara; entenda! Com taxa de contágio acima de 1, epidemia da COVID-19 avança em SP Agora, a nova solicitação para uso emergencial da vacina contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2), caso seja aprovada, terá validade para todo material já envasado pelo Butantan. Atualmente, o Instituto tem 4,8 milhões de doses prontas aguardando liberação. Dessa forma, essas milhões de doses da CoronaVac poderão contribuir com a imunização contra a COVID-19. Butantan solicitava nova autorização emergencial de uso para a Anvisa (Imagem: Reprodução/ Governo de São Paulo) "Ainda na manhã de hoje [segunda], entramos com o pedido de uso emergencial, agora para todas as doses que serão produzidas no Butantan. A primeira partida de 4,8 milhões já [estará] em disponibilidade à medida que for feita essa liberação. Uma vez aprovada, aí, a produção do Butantan já será feita de acordo com essa autorização", confirmou o diretor-presidente do Butantan, Dimas Covas, durante entrevista coletiva. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Segundo Covas, caso a nova autorização de uso emergencial seja concedida, não deverá ser limitada ao estoque atual. "Não haverá necessidade de todo lote ser requisitado. Poderemos chegar, aí, à produção adicional de 35 milhões, já descontando essas quatro milhões. E, eventualmente, [também] no acréscimo que inclusive já foi mencionado ao Ministério de 56 milhões de doses adicionais. Esperamos que essa autorização aconteça o mais rapidamente possível", explicou. Em nota sobre a solicitação, a Anvisa afirmou que o novo pedido já "está em análise para checagem dos documentos". Com a aprovação, a expectativa é que o Butantan envase até um milhão de doses, por dia, da CoronaVac. A única eventual dificuldade pode ser a matéria-prima, importada da China, para a produção nessa escala industrial. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Saúde altera voos, deixa autoridades esperando e atrasa vacinação em Estados

O Tempo - Política Ao menos seis Estados, incluindo Minas Gerais, que receberiam vacinas antes das 16h agora só vão receber na parte da noite Veja Mais

Francesa Helexia fecha contrato com a Vivo para 16 usinas solares

Valor Econômico - Finanças As usinas, que somam 60 megawatts (MW) de capacidade instalada total, fornecerão energia para 6.885 pontos de consumo (prédios e lojas) da Vivo/Telefônica A Helexia, do grupo francês Voltalia, fechou seu primeiro contrato de geração distribuída fotovoltaica no Brasil. A empresa venceu uma licitação para construir 16 usinas solares para a Vivo, marca da Telefônica. As usinas, que somam 60 megawatts (MW) de capacidade instalada total, fornecerão energia para 6.885 pontos de consumo (prédios e lojas) da Vivo/Telefônica distribuídos nos Estados de Rondônia, Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo e Ceará. Segundo Luis Pinho, diretor geral da Helexia no Brasil, a previsão é de que os empreendimentos comecem a ser erguidos neste ano e entrem em operação comercial até fevereiro de 2022. As obras dos parques solares serão coordenadas pelo departamento de EPC (engenharia, aquisição e construção, na sigla em inglês) da Voltalia, que adquiriu a Helexia em 2019. Em nota, o presidente da Voltalia no país, Robert Klein, afirmou que o contrato com a Telefônica demonstra a força da Helexia ao chegar no mercado brasileiro e que o acordo será a “porta de entrada para muitos outros”. Veja Mais

Equipe da web série SÓQUENÃO comenta fake news sobre COVID-19: "Grande perigo"

canaltech As fake news presentes na internet trazem consequências e preocupam os especialistas, e quando isso envolve a área da saúde, tudo fica ainda mais sério. Como uma tentativa de desmentir algumas desinformações a respeito da vacina contra a COVID-19, a ONU se juntou com a Lupa, agência brasileira de fact-checking (ou checagem de fatos), para lançar a websérie humorística #SÓQUENÃO. A equipe do Canaltech conversou com o pessoal da ONU, da agência e do elenco da série para compreender as dimensões das fake news e a importância de combatê-las. SóQueNão | Websérie de humor da ONU desmente informações falsas sobre COVID-19 As maiores fake news sobre vacinas contra COVID-19 Sete em cada dez brasileiros acreditam em fake news da COVID-19, alerta pesquisa Só para você entender melhor: a web série está diretamente relacionada com a campanha PAUSE, ação global da ONU que combate a desinformação sobre a COVID-19. A ideia é que usuários de redes sociais façam uma pausa antes de compartilhar qualquer informação online, com as hashtags #PrometoPausar e #PenseAntesDeCompartilhar. Na série, os humoristas trazem informações corretas sobre o vírus e derrubam mitos que circulam desde o início da pandemia como, por exemplo, a versão de que a máscara aumenta a taxa de dióxido de carbono e altera a flora oral. Os episódios são lançados semanalmente nas próprias redes sociais da ONU (Facebook, Instagram, Twitter, YouTube) e da Agência Lupa (Facebook, Instagram, Twitter, YouTube). A estreia ocorreu no mês passado, com quatro episódios. Confira o piloto, que é bem curtinho (menos de 4 minutos de duração): -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por ONU Brasil (@onubrasil) Em entrevista ao Canaltech, o ator Hamiltinho conta como foi a sua experiência fazendo a web série: "Poder dar vida ao #Sóquenão é maravilhoso demais, ainda mais nesse ano tão caótico. É incrível participar de um projeto onde a gente aborda assuntos tão necessários de uma maneira simples e bem humorada com uma equipe que está sempre aberta a ideias e joga junto o tempo todo. É fechar o ano com chave de ouro", afirma. Na opinião do ator, o humor sempre foi uma arma poderosa para passar uma informação, fazendo o público entender ou compreender melhor algo, seja através de esquetes, jingles, peças, textos, charges, filmes, etc. "O humor gera identificação direta ou indiretamente e faz o público se aproximar do assunto abordado", reflete. Dentre as fake news abordadas na websérie, Hamiltinho relembra que a mais bizarra foi uma que apontava que a vacina contra a COVID-19 seria capaz de modificar o código genético das pessoas, transformando em organismos geneticamente modificados. "Mas a minha bizarra preferida é o episódio da receita de um chá natural de jambu contra COVID-19! Eu ainda fiz um experimento científico para os espectadores e comprei uma conserva de flor de jambu para provar. Não vou dar spoiler! Assistam ao programa", aponta o ator. "Eu penso que muitos têm preguiça de checar os fatos e seguem pelo caminho mais fácil, seja ele receber um link compartilhado no grupo da família ou até mesmo por aquele post no Facebook que não faz sentido nenhum mas é apelativo. Com a internet, as pessoas têm acesso às informações com facilidade e numa velocidade incrível. Mas da mesma forma que temos rapidez, muitas vezes, temos preguiça de perder tempo checando se aquilo é real de fato", comenta o ator, ao ser questionado sobre a necessidade das pessoas de propagar desinformação. Desinformação sobre COVID-19: coisa séria COVID-19 tem atraído um grande número de fake news (Imagem:  Fernando Zhiminaicela / Pixabay) E por falar em desinformação, conversamos com Kimberly Mann, diretora do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) e com Douglas Silveira, diretor de marketing e educação da agência Lupa, para entender os perigos que se escondem por trás das fake news relacionadas com a COVID-19 e principalmente com a vacina contra a doença em questão. Segundo Kimberly, a pandemia de COVID-19 não é somente a maior emergência global de saúde pública do século, é também uma crise de comunicação. "Esta crise não se deve à escassez de informação; pelo contrário, existe um excesso de informação. Porém, a ficção costuma circular muito mais rápido que os fatos, colocando em perigo a resposta da saúde pública e até a vida das pessoas", disserta. "Esses fornecedores de desinformação estão criando enredos e conteúdos astutos para preencher os vazios de respostas que a ciência ainda não consegue dar. Eles oferecem promessas de supostas curas sem benefício comprovado, e que podem até mesmo ser prejudiciais", acrescenta. Para a diretora do UNIC Rio, as pessoas que compartilham a desinformação são habilidosas no uso de narrativas que se comunicam com os medos das pessoas, e apelam à necessidade das pessoas de ter respostas ou achar um culpado. Isso porque, na opinião da diretora, as pessoas estão sedentas por informações em que elas possam confiar, e frente a isso a ONU tem o papel de providenciar uma voz global para dar orientações e direcionamentos. Kimberly conta que o objetivo é fornecer às pessoas informações precisas e confiáveis, baseadas na ciência, para que elas possam compartilhar. "O mais importante é compreender como a doença se espalha para proteger-se. Além disso, a disseminação da desinformação fomenta o ódio, prejudica as eleições, distorce a compreensão sobre questões como a crise climática, agrava conflitos, mina a confiança nas instituições e expõe crianças e pessoas vulneráveis a ideias ou pessoas perigosas", reflete a diretora. "Um outro grande perigo da desinformação é que ela tem deteriorado a confiança das pessoas em vacinas. Depois de todo o esforço global que foi feito para a criação de uma vacina segura e eficaz em tempo recorde, precisamos ajudar a fortalecer a confiança das pessoas no resultado desse trabalho maravilhoso desempenhado pela ciência", complementa. Questionada do porquê de a ONU ter escolhido esse formato da websérie para promover a conscientização, a diretora do UNIC Rio explica que a websérie é uma forma de as pessoas se conectarem virtualmente, já que neste momento elas não podem fazê-lo pessoalmente. "É também uma maneira acessível para as pessoas acessarem notícias internacionais e entender como aquilo que acontece ao redor do mundo pode impactá-las localmente. É também uma maneira para levarmos especialistas ao redor do país para abordar questões importantes como saúde, meio ambiente, e direitos humanos. Nós convidamos pessoas no nível local para fazer parte da discussão e da solução, a partir da segurança de seus lares", diz Kimberly. Como combater a desinformação ONU e Agência Lupa desenvolvem websérie para combater fake news sobre COVID-19 (Imagem: Wokandapix/Pixabay) Segundo Kimberly, o Secretário-Geral das Nações Unidas está trabalhando com a mídia, apoiadores de alto nível e parceiros da sociedade civil em todo o mundo para criar um movimento global que aumenta a conscientização e incentiva as pessoas a fazerem uma pausa antes de compartilhar. "Também estamos trabalhando com empresas e governos para analisar intervenções técnicas e regulatórias para resolver este problema. Convidamos todas a participar na campanha PAUSE". Ela também menciona que o site Verificado traz uma galeria de informações verificadas e transmitidas pelas Nações Unidas", conta. Douglas conta que durante a pandemia a quantidade de desinformação, principalmente em relação à saúde, envolvendo questões ligadas à pandemia, cresceu bastante, motivo pelo qual várias empresas, instituições e até a própria mídia, tanto digital como a mídia tradicional, se mobilizaram para verificar informações e trazer conteúdo verificado para a população. "O que aconteceu também durante esse processo foi muita desinformação em relação à COVID-19, à pandemia, dita por instituições públicas brasileiras e também do mundo inteiro. O que dificultou muito o processo de trabalho no combate à pandemia por essas informações desencontradas", aponta o diretor de marketing e educação da agência Lupa. De acordo com Douglas, não existe uma lei específica para quem compartilha ou cria notícias falsas, mas o nosso sistema judiciário também é aplicado na internet, então, se difamar ou caluniar alguém, mesmo que seja nas redes sociais ou por meio da internet, é possível ser processado por isso. "No que tramita no Congresso em relação à criminalização de quem cria ou compartilha notícia falsa, a Lupa acredita e, também outras instituições e plataformas digitais, que esse não é o melhor meio para se combater a desinformação", afirma Douglas menciona que a IFCN, International Fact-Checking Network, que certifica plataformas de checagem no mundo inteiro, tem estudado esses casos de desinformação do mundo, principalmente na Ásia, e identificou que todo país que tenta criminalizar quem produz ou quem compartilha notícias falsas não conseguiu vencer a desinformação, não conseguiu resultados satisfatórios nesse sentido. "A melhor arma para se combater a desinformação é por meio da colaboração e da educação. A gente acredita que a educação e a colaboração são as duas ferramentas e é por isso, é nesse viés, mais uma vez, que eu afirmo que essa parceria com a ONU veio ao encontro daquilo que a gente acredita. Então, se a gente fizer fazer parcerias com setores públicos, privados, escolas, empresas, ONGs, só vamos conseguir frear a desinformação quando todas essas instituições perceberem que precisamos trabalhar em conjunto — porque a desinformação está em todo lugar", disserta. O diretor de marketing e educação da agência Lupa ressalta que a desinformação sempre existiu, e o que tem acontecido agora é um fenômeno de uma aceleração no compartilhamento na disseminação dessas informações por meio da velocidade das novas tecnologias. "Então, nesse sentido, o que a gente chama de um trabalho de educação midiática para a população como um todo se torna essencial nesse cenário que a gente vive hoje de guerra de narrativa, de polarização, de discurso de ódio, então cada vez mais a educação e a colaboração se tornam ferramentas importantes nesse combate mais do que a criminalização ou leis que criminalizam quem compartilha e quem produz notícias falsas porque a gente entende que o próprio sistema judiciário brasileiro já tem artifício suficiente para poder trabalhar punindo quem faz injúrias, quem faz difamação a respeito de alguém ou a respeito de alguma instituição", finaliza. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Distribuição desigual de vacinas no mundo mostra 'catástrofe moral', diz OMS

O Tempo - Mundo Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, pediu a comunidade internacional ações para garantir distribuição mais equitativa das vacinas contra o coronavírus Veja Mais

Laptop de presidente da Câmara dos EUA foi roubado durante invasão ao Capitólio

canaltech A violenta invasão ao Capitólio dos Estados Unidos no início deste mês de janeiro culminou na morte de cinco pessoas e na prisão de vários protestantes — porém, os desdobramentos do incidente ainda podem se alongar. De acordo com um depoimento publicado pelo FBI, uma das pessoas envolvidas na invasão, identificada como Riley June Williams, teria roubado o laptop de Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos EUA. Trump toma as últimas medidas contra a Huawei antes de deixar a presidência FBI pede ajuda nas redes sociais para identificar invasores do Capitólio dos EUA Airbnb está cancelando reservas em Washington durante posse presidencial nos EUA Riley teria sido identificada em diversas filmagens da invasão, conduzindo outros manifestantes até a sala da democrata, que é a segunda na linha de sucessão à presidência, ficando atrás apenas do vice-presidente. Seu ex-namorado teria declarado às autoridades que, de fato, ela teria comentado suas intenções de roubar o notebook e repassá-lo ao Serviço de Inteligência Estrangeiro da Rússia. O roubo foi bem-sucedido, conforme confirmou Drew Hammill, chefe de gabinete da democrata, em seu perfil no Twitter — porém, o próprio afirmou que o laptop seria usado apenas “para apresentações” e não contém qualquer tipo de informação sigilosa que possa interessar ao governo estrangeiro. Em entrevista à rede iTV News, a mãe da suspeita identificou a filha nas imagens, mas não soube dizer onde ela está. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- No momento, o FBI tenta descobrir se o notebook chegou às mãos do contato russo, foi destruído ou continua em poder de Riley, que segue desaparecida. A jovem, que morava na Pensilvânia, desativou seu número de telefone e apagou suas redes sociais para dificultar seu rastreio. Mais de 200 pessoas são investigadas por participar da invasão criminosa ao Capitólio dos EUA. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Microsoft é a marca mais explorada por criminosos em golpes, aponta pesquisa

canaltech Afinal, globalmente falando, qual é a marca mais “imitada” pelos cibercriminosos na hora de elaborar um golpe virtual? De acordo com um novo estudo da Check Point, a medalha de ouro fica para a Microsoft — de todas as campanhas de phishing identificadas ao redor do mundo durante o último trimestre de 2020, a companhia apareceu em 43% delas! A análise engloba os meses de outubro, novembro e dezembro. Seis dicas para não cair em golpes de phishing Engenharia social: o que é e como não ser vítima? Os 5 ataques de phishing mais explorados de 2020 “Durante o quarto trimestre de 2020, os cibercriminosos aumentaram as suas tentativas de roubar os dados pessoais dos consumidores por meio de uso indevido e da imitação de marcas líderes, uma vez que os nossos dados demonstram como eles têm mudado as suas táticas de phishing para aumentar as suas chances de sucesso”, explica Maya Horowitz, diretora de Inteligência & Pesquisa de Ameaças e Produtos da Check Point. Exemplificando um abuso da marca Microsoft, os pesquisadores citam uma campanha de phishing cujo objetivo era roubar credenciais da suíte 365. O email tem como assunto “Doc(s) Entrega Diária # - ” e um link que leva a vítima para uma falsa página de login que se assemelha bastante à legítima da Microsoft. Caso insira seu login e senha, tais informações são repassadas aos criminosos.úmero> -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Depois da Microsoft, temos, em segundo lugar, a DHL, que foi personificada em 18% dos golpes globais — afinal, as festas de fim de ano representam uma grande movimentação no comércio eletrônico e faz sentido abusar do nome da transportadora multinacional. Seguindo o ranking, aparecem ainda LinkedIn (6%), Amazon (5%), Rakuten (4%), IKEA (3%), Google, PayPal, Chase (2%) e Yahoo (1%). “Como sempre, recomendamos aos usuários terem a máxima cautela ao divulgarem dados pessoais e credenciais em aplicativos, e a pensarem duas vezes antes de abrir anexos ou clicar em links contidos em emails, especialmente aqueles que parecem ser de empresas legítimas, como a Microsoft ou o Google, cuja imitação é mais provável”, orienta Maya. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

WandaVision | Ator diz que série combina as HQs Dinastia M e minissérie O Visão

canaltech Mesmo quando WandaVision ainda estava em produção, já dava para ter uma ideia de quais seriam as principais inspirações vindas dos quadrinhos para a série do Disney+. O fato da trama ser ambientada no subúrbio estadunidense vai de encontro com a aclamada minissérie O Visão; e a possibilidade de Wanda estar manipulando a realidade para criar “cenários” lembra bastante o que aconteceu na saga Dinastia M, em que ela enlouquece e muda completamente o mundo todo. Crítica | WandaVision começa estranhamente divertida e empolgante WandaVision trará referências a The Office e Modern Family Vazam imagens da “SHIELD espacial” do Marvel Studios em WandaVision Atenção, abaixo spoilers sobre Vingadores: Guerra Infinita, siga por sua conta e risco. Depois da estreia, dá para notar que realmente temos elementos de ambos os trabalhos. E, agora, o próprio Paul Bettany, que interpreta o Visão, confirma de vez que essas foram mesmo as duas maiores influências. E isso foi bastante comemorado pelo ator, que, após a morte do herói em Vingadores: Guerra Infinita (2018), não esperava retornar para o Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês). -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- “Meu contrato havia acabado, tinha acabado de morrer duas vezes em Guerra Infinita. Foi quando recebei um telefonema do chefe [Kevin Feige] dizendo, 'Venha me ver no escritório.' Olhei para minha esposa e achei que estava sendo demitido", disse Bettany à Variety. Na sequência, ele disse que se encontrou o copresidente do Marvel Studios, Louis D’Esposito e com Feige. Em Dinastia M, saga publicada em 2005 para unir os X-Men aos Vingadores (Imagem: Reprodução/Marvel Comics) “Não queria que ninguém se sentisse desconfortável, então comecei com 'Olha, entendi perfeitamente. Foi ótimo. Tive um uma ótima experiência, pessoal”, continuou. Contudo, para a surpresa de Bettany, não se tratava de uma demissão. “Eles estavam, tipo, 'espere, você está desistindo?' E eu disse, 'Não, você não está me despedindo?' Eles disseram: 'Não, vamos apresentar-lhe um programa de TV'", recorda, de forma bem-humorada. Depois de encerrado o mal-entendido, Bettany abordou as duas influências para a trama. "Então, conversamos sobre duas histórias em quadrinhos que realmente amo: Dinastia M e O Visão, que é uma história sobre o Visão tentando construir uma família no subúrbio”, descreve. “[WandaVision] é uma espécie de mashup entre eles, com uma espécie de olhar amoroso para sitcoms americanos ao longo do século. Eu disse: 'Estou dentro!'." Minissérie O Visão, publicada entre 2015 e 2016 (Imagem: Reprodução/Marvel Comics) Dinastia M, escrita por Brian Michael Bendis e ilustrada por Olivier Coiper, foi publicada originalmente em 2005, como parte dos planos de revitalização dos Vingadores da centralização dos X-Men nos grandes eventos da Marvel Comics — os mutantes sempre ficaram mais no “cantinho” deles na Casa das Ideias, assim com no atual momento. Já O Visão, do escritor Tom King e do artista Gabriel Hernandez Walta, chegou às bancas gringas entre 2015 e 2016. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! WandaVision estreou seus dois primeiros episódios na semana passada e terá seus outros sete capítulos veiculados semanalmente, às sexta-feiras, no Disney+. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Escola do RJ implementa ensino 100% digital e abre vagas para bolsas

Escola do RJ implementa ensino 100% digital e abre vagas para bolsas

Tecmundo O Centro de Ensino Vila Isabel, localizada na cidade de Três Rios, no interior do Rio de Janeiro, deu um novo passo no seu modelo pedagógico de “smart escola” e abriu vagas para bolsas de estudos no ensino 100% digital. Fundado há 32 anos, o Centro de Ensino Vila Isabel (CEVI) observa há alguns anos a evolução do mundo digital no cotidiano e concluiu por meio de discussões que precisaria repensar seu modelo de ensino para aproveitar as novas tecnologias. Das reuniões, surgiu o conceito de “colégio 100% digital”, onde as crianças utilizam seus celulares, tablets e computadores para acompanhar aulas à distância ou presenciais.Leia mais... Veja Mais

MC Fioti recebe ligação de agradecimento de João Doria por nova versão de 'Bum Bum Tam Tam'

G1 Pop & Arte Governador de São Paulo parabenizou funkeiro por ajudar a conscientizar pessoas e popularizar vacina contra a Covid-19 com remix 'Vacina Butan Tan'. MC Fioti recebe ligação de agradecimento de João Doria por versão de 'Bum Bum Tam Tam' MC Fioti recebeu uma ligação do governador de São Paulo, João Doria, como agradecimento pela nova versão de "Bum Bum Tam Tam", chamada de "Vacina Butan Tan", nesta segunda-feira (18). Assista ao vídeo acima. Na conversa, Doria parabenizou o funkeiro por ajudar a conscientizar pessoas e a popularizar a vacina contra a Covid-19. O funk "Bum bum tam tam" virou um "hino" nas redes sociais em homenagem ao Butantan após o anúncio sobre a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o instituto paulista. Com isso, Fioti criou uma nova versão do sucesso e chegou a gravar um clipe para o remix no local na última sexta-feira (15). Veja parte da letra: "A vacina envolvente que mexe com a mente / de quem tá presente. A vacina saliente / vai curar muita vida e salvar muita gente. Vem cá vacina, tam / Vem cá vacina tam tam tam". MC Fioti no Instituto Butantan Divulgação / Instituto Butantan Veja Mais

Bancos temem brechas em regra de registro de veículos

Valor Econômico - Finanças Uma resolução publicada na véspera de Natal pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) sobre o registro de veículos financiados despertou a reação dos bancos, que veem na medida brechas para aumento de custos e corrupção. Diante da insegurança, as instituições financeiras cogitam a possibilidade de restringir essa linha de crédito em alguns Estados. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

FT: ‘As vacinas não são uma varinha mágica’, alerta Georgieva

Valor Econômico - Finanças O ano de 2020 será lembrado como o da pior recessão desde a Grande Depressão. Os sinais de crescimento do terceiro trimestre foram esmagados pela segunda onda da pandemia de covid-19, que não discriminou entre ricos e pobres, fazendo com que os países de baixa renda fossem mais duramente afetados economicamente. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Como criar um link encurtado para o WhatsApp com o Bit.ly

canaltech Dentre outros recursos para facilitar a conversa entre seus usuários, o WhatsApp (Android | iOS | Web) permite criar um link com o seu número para que outros usuários possam iniciar uma conversa sem necessariamente precisar adicioná-lo na lista de contatos. Como fazer chamada de vídeo e áudio no WhatsApp Web Como enviar mensagens temporárias do WhatsApp no celular e PC WhatsApp agora permite silenciar conversas para sempre; saiba como No entanto, o link que é criado pode conter muitas informações e ficar muito grande, algo que pode dificultar a sua utilização em redes sociais ou compartilhar com outras pessoas. Para resolver este problema, é possível encurtá-lo usando o app Bit.ly. Confira abaixo como! Como criar um link encurtado para o seu WhatsApp com o Bit.ly Passo 1: antes de criar o link encurtado, é preciso gerar o link para o seu número do WhatsApp. Acesse o site do gerador de link para WhatsApp do Convertte, preencha o seu número com o DDD no local indicado, insira uma mensagem inicial, caso queira, e clique em “Gerar Link”. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Abra o site Convertte, preencha o seu número, a mensagem e clique em "Gerar Link" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: com o link gerado, clique em “Copiar link” para salvá-lo na área de transferência. Com o link gerado, clique em "Copiar link" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Para compreender melhor como este link do WhatsApp é gerado, confira nosso artigo abaixo: Crie um link para o seu número no WhatsApp Passo 3: abra o app Bit.ly (Android | iOS) em seu celular e clique em “Sign Up” para criar uma conta. Abra o app do Bit.ly e clique em "Sign up" para criar uma conta (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: insira um nome de usuário, digite seu e-mail, crie uma senha e clique em “Sign Up”. Caso prefira, utilize outros métodos, como a conta do Google, Facebook ou Twitter. Insira um nome de usuário, digite o e-mail, crie uma senha e clique em "Sign up" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: na aba seguinte, clique no ícone “+” no canto inferior, cole o link que você gerou do WhastApp no local indicado e clique em “Create”. Clique em "+", cole o link gerado e clique em "Create" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: crie um nome para o atalho, ajuste a URL e clique em “Confirmar” no canto superior direito. Ajuste a URL e clique no ícone de "Confirmar" no canto superior (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 7: com o atalho criado, clique no ícone de “Compartilhar”. Com o link criado, clique no ícone de "Compartilhar" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 8: na pop-up exibida em seguida, clique em “Copy” para copiar a URL encurtada e adicioná-la nas redes sociais ou mandar para seus contatos. Na pop-up aberta em seguida, clique em "Copy" e utilize-o em suas redes sociais (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode criar um link encurtado para o seu número do WhatsApp usando o app Bit.ly. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Satélites Starlink agora são invisíveis a olho nu, mas não para telescópios

canaltech Quando a SpaceX lançou as primeiras 60 unidades da rede Starlink em maio de 2019, a comunidade científica expressou preocupações, prevendo que as observações astronômicas seriam afetadas pelo brilho das unidades que compõe a constelação de satélites. Meses depois, Elon Musk, CEO da empresa, providenciou uma solução que parecia o suficiente para trazer um pouco de tranquilidade para os cientistas, mas um novo estudo independente mostra que ainda há muito trabalho a ser feito. Reino Unido aprova internet Starlink e usuários já recebem kits beta Para usar internet Starlink, você precisa reconhecer Marte como um planeta livre Constelação de satélites da OneWeb terá 85% componentes a menos que apresentado Inicialmente, o problema era tão complexo que os satélites Starlink eram visíveis até mesmo a olho nu, estragando completamente astrofotografias e atrapalhando pesquisas científicas. A SpaceX tentou resolver o problema, primeiro com um revestimento que tornou os satélites um pouco menos brilhantes, e os chamou de DarkSat. Depois, a empresa adicionou um visor nas unidades seguintes — que também eram revestidas do mesmo modo que os DarkSats —, de modo que o reflexo da luz solar na Terra diminuísse drasticamente. A versão com os visores foi batizada de VisorSat. (Imagem: Reprodução/SpaceX) Em dezembro, observações conduzidas pelo Telescópio Murikabushi do Observatório Astronômico Ishigakijima, no Japão, confirmam que o revestimento escuro aplicado nos satélites eram, de fato, capazes de reduzir o brilho dos Starlink. Agora, um novo estudo mostra que os VisorSat possuem 31% do brilho dos satélites anteriores, tornando-os praticamente invisíveis a olho nu. Porém, os telescópios ainda podem ser prejudicados pela constelação artificial de Musk. Isso significa que pelo menos uma das preocupações foi aparentemente resolvida — a visão do céu noturno para a população terrestre não será mais afetada. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Agora, resta resolver o problema científico. Mesmo os telescópios espaciais como o Hubble, que ficam na órbita terrestre, podem ter suas observações prejudicadas caso um satélite Starlink passe perto de seus ângulos de visão. Como telescópios costumam capturar imagens acompanhando o movimento aparente de objetos distantes, os satélites podem deixar uma trilha brilhante, destruindo o trabalho dos astrônomos. Uma unidade Starlink pode até mesmo ficar na frente do objeto que se deseja estudar. Outro tipo de observação científica que pode ser muito prejudicada pela constelação artificial é a busca de asteroides próximos à Terra, pois as imagens capturadas podem estar repletas de “falsas estrelas”, que, na verdade, seriam apenas o brilho dos satélites. Um telescópio usado para detectar e estudar objetos próximos à Terra poderia facilmente confundir unidades Starlink com rochas espaciais, dando ainda mais trabalho para os astrônomos na tarefa de distinguir cada ponto brilhante nas imagens. Satélite Starlink atravessa o campo de visão do telescópio Hubble (Imagem: Reprodução/NASA/HUBBLE/Simon Porter) Mesmo com a melhoria que os visores trouxeram, os satélites ainda estão cerca de 2,5 vezes mais brilhantes do que a própria SpaceX gostaria. Ou seja, a empresa provavelmente ainda não está satisfeita, e deverá pensar em outras soluções para diminuir o brilho ainda mais nas próximas levas de satélites Starlink. De acordo com a empresa, o objetivo é fazer com que os satélites tenham pelo menos magnitude 7. A magnitude atual é de 5,92 (quanto maior o número, menos brilhante ele é). Para se ter uma ideia, é necessária uma magnitude de 10 para que os objetos fiquem invisíveis a binóculos especiais para astronomia. A constelação da SpaceX não é a única que preocupa os astrônomos. Há outros projetos semelhantes planejados por empresas como a Amazon e a OneWeb, que podem apresentar problemas semelhantes, com satélites igualmente brilhantes. Pesquisadores temem que a constelação da OneWeb, planejada para ficar a uma altitude ainda maior que a Starlink, possa tornar a maioria das observações de telescópios terrestres “praticamente impossíveis” de realizar. Satélites Starlink atrapalham fotografia de um cometa (Imagem: Reprodução/Daniel Lopez) Quem autoriza o lançamento e o uso de satélites de internet nos Estados Unidos é a Comissão Federal de Comunicações (FFC). De acordo com o órgão, o brilho dos satélites e a possível inviabilidade de observações astronômicas não são uma condição para que o licenciamento seja concedido às empresas — uma realidade que alguns pesquisadores querem mudar para que haja uma regulação global. A SpaceX ainda não compartilhou os dados de sua própria pesquisa sobre o brilho dos VisorSat. O estudo independente foi publicado no repositório ArXiv e ainda não foi revisado por pares. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Construtora deixa de ser tributada em ações trabalhistas

Valor Econômico - Finanças Medida, autorizada pela Justiça, vale enquanto estiver sujeita ao regime da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB) A Skanska Brasil, subsidiária de uma grande construtora sueca, obteve na Justiça o direito de ser restituída e não pagar contribuição previdenciária patronal sobre verbas trabalhistas reconhecidas em decisões judiciais. A medida vale enquanto estiver sujeita ao regime da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB). Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Ministro diz não ver prejuízo se privatização da Eletrobras ficar para o segundo semestre

G1 Economia Bento Albuquerque (Minas e Energia) afirmou que se não for privatizada estatal não manterá participação na geração e transmissão de energia. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse nesta segunda-feira (18) que não haverá prejuízo se a votação pelo Congresso Nacional da privatização da Eletrobras ficar para o segundo semestre deste ano. A expectativa da pasta era que o projeto fosse aprovado ainda no primeiro semestre. O ministro afirmou que, se não for privatizada, a Eletrobras não terá como manter a participação atual na geração e na transmissão de energia elétrica. "Não há prejuízo. A empresa está lá, está fazendo aquilo que ela pode fazer. Ela não tem recursos que seriam necessários para manter a participação dela na geração e na transmissão de energia, mas ela está sendo muito bem administrada”, disse. Saiba qual pode ser o impacto da privatização da Eletrobras na economia No fim da tarde desta segunda-feira, Albuquerque se reuniu por mais de duas horas com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para planejar a articulação junto ao Congresso da aprovação de projetos econômicos considerados de maior prioridade para as duas pastas. Albuquerque negou que para isso seja necessária a vitória de Arthur Lira (PP-AL)— que tem o apoio do governo — para a presidência da Câmara. A eleição será no próximo dia 2. "Nós trabalhamos com o Congresso Nacional, com as lideranças políticas, quaisquer que sejam elas", disse. Segundo Albuquerque, a articulação com o Congresso começará após a eleição das presidências da Câmara e do Senado, quando as comissões legislativas estiverem constituídas. Os dois ministros também debateram a atuação conjunta dos ministérios nos leilões de geração e transmissão de energia anunciados para 2021. Além da Eletrobras, Albuquerque apontou como prioritários o projeto que remete o regime de exploração do polígono do pré-sal ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), a modernização do setor elétrico e a Nova Lei do Gás. VÍDEOS: notícias de economia Veja Mais

Governo federal reage à declaração de Doria sobre recursos para a Coronavac

Valor Econômico - Finanças No domingo (17), o governador e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, trocaram acusações durante coletivas de imprensa que trataram da vacinação no país O governo federal reagiu à declaração do governador de São Paulo, João Doria, de que o Executivo federal não destinou recursos para a Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac. No domingo (17), o governador e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, trocaram acusações durante coletivas de imprensa que trataram da vacinação no país. De acordo com o Ministério da Saúde, convênio celebrado com o instituto prevê a transferência de R$ 63,255 milhões para “aquisição dos equipamentos para o centro de produção multipropósito de vacinas”. A pasta informa que o valor está empenhado (reservado no Orçamento) e será pago “quando a totalidade das 100 milhões de doses, bem como a nota fiscal referente aos insumos, forem entregues". O convênio foi publicado na edição de 24 de dezembro do "Diário Oficial da União" (DOU). Fonte da equipe econômica acrescentou ao Valor que o Estado foi bastante beneficiado com as medidas de apoio aos entes subnacionais adotadas pelo governo federal. São Paulo recebeu perto de R$ 8 bilhões para enfrentar os efeitos da pandemia. Os cofres paulistas foram reforçados com perto de R$ 7,6 bilhões repassados pelo governo federal, para cobrir eventuais perdas na arrecadação do ICMS. Dados do Ministério da Economia mostram que a compensação, feita a partir de um valor fixo, foi superior às perdas efetivamente observadas nas receitas próprias dos Estados. Foram transferidos ainda R$ 69,5 milhões como parte de um programa que preservou o valor dos repasses dos Fundos de Participação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM) nos níveis de 2019. Além disso, assim como as demais unidades da Federação, foi beneficiado com a suspensão do pagamento de parcelas da dívida que tem junto ao Tesouro Nacional, o que representou mais R$ 12,4 bilhões. Especificamente para o desenvolvimento da vacina, a fonte da área econômica citou também os R$ 63,255 milhões repassados pelo Ministério da Saúde para estruturar a fábrica de vacinas. Além disso, frisou o interlocutor do ministro da Economia, Paulo Guedes, todos os recursos para aquisição de vacinas são do Sistema Único de Saúde (SUS). Ontem, Pazuello e Doria trocaram farpas após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o uso emergencial da Coronavac e da Astrazeneca/Oxford contra a covid-19. O ministro chamou o início da vacinação, na capital paulista, de “jogada de marketing” e disse que “tudo que tem no Estado de São Paulo, no Butantan, é contratado e pago pelo Ministério da Saúde, pelo SUS”. Doria, por sua vez, respondeu dizendo que Pazuello mentia ao dizer que o governo federal apoiou a Coronavac. Segundo ele, não houve “um centavo até agora do governo federal para a vacina, nem para o estudo, nem para a compra, nem para a pesquisa”. Veja Mais

CT News - 18/01/2021 (Nintendo Switch é o console mais vendido de 2020 nos EUA)

canaltech No CTN de hoje: Nintendo Switch é o console mais vendido de 2020 nos Estados Unidos, Golpe promete "dinheiro em dobro" em transferência do PIX, Samsung pode lançar processador para computadores e muito mais Ouça ao podcast. Veja Mais

Em início de vacinação no Rio, Castro agradece a Doria e enaltece a ciência

Valor Econômico - Finanças Presente na solenidade, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, também reforçou o valor da ciência O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, disse que o Estado comprou a vacina e a seringa mais barata do Brasil. Ele se referiu à CoronaVac, imunizante do Instituto Butantan em parceria com chinesa Sinovac, que desembarcou nesta tarde no Aeroporto Santos Dumont, na capital carioca. “Logo o país vai estar entre os cinco que mais vacinaram no mundo”, disse ele, na cerimônia que marcou o início da vacinação no Estado. Castro ressaltou a importância da adesão da população ao cronograma de vacinação federal. “É uma vacina jovem, mas pedimos a população que confie, não tenha descrença”, disse. “Não importa se veio da China, dos EUA ou da Inglaterra”, complementou. Para ele, se os técnicos da Anvisa aprovaram, a CoronaVac é confiável. O Rio recebeu lote de 487 mil vacinas que já compõem as duas doses, detalhou. Após agradecer ao governador de São Paulo, João Doria, Castro disse que é importante que brasileiros e cariocas acreditem na ciência. Segundo ele, até 12h de amanhã, todos os municípios fluminenses terão a vacina. Presente na solenidade, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, também reforçou o valor da ciência. “Essa primeira fase ainda é tímida comparada ao que vamos e precisamos fazer”, disse. Veja Mais

Airbnb cancela reservas em Washington no dia da posse de Joe Biden

Airbnb cancela reservas em Washington no dia da posse de Joe Biden

Tecmundo O Airbnb está bloqueando as reservas em Washington nas datas que antecedem a posse do presidente norte-americano Joe Biden no dia 20 de janeiro. Todas as reservas existentes também foram canceladas com reembolso total aos hóspedes.A plataforma informa ter o conhecimento de que “milícias armadas e grupos de ódio” estariam usando o serviço para se hospedar na capital norte-americana. Bem como, eles estariam planejando ações violentas para impedir a cerimônia. Leia mais... Veja Mais

Clemente segue o trilho do rock em single derivado de campanha para ferroviários

G1 Pop & Arte Clemente lança o single 'Sobre trilhos' Matheus Evandro / Divulgação ♪ Um dos pioneiros heróis da resistência do movimento punk brasileiro, o cantor e compositor paulistano Clemente Tadeu Nascimento tem obra associada à cidade de São Paulo (SP). Talvez por isso tenha sido escolhido para dar voz à música-tema de campanha publicitária feita pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) no fim de 2020. Intitulada Sobre trilhos, a música foi composta pelo próprio Clemente, sem a virulência dos tempos punks de outrora, para celebrar os trabalhadores da empresa de transporte ferroviário. Gravada na batida do rock, com a participação de Wagner Bernardes nos toques do baixo, da bateria e dos teclados (e com adesões de funcionários da CPTM no coro final), a música Sobre trilhos está sendo incorporada à discografia oficial de Clemente com a edição de single nesta segunda-feira, 18 de janeiro. Editado pela gravadora paulista Hearts Bleed Blue, o single Sobre trilhos é creditado a Clemente & A Fantástica Banda sem Nome. Trata-se do primeiro single deste projeto solo de Clemente desde a edição do álbum Antes que seja tarde (2016), lançado há cinco anos. Capa do single 'Sobre trilhos', de Clemente & A Fantástica Banda sem Nome Divulgação / HBB Veja Mais

Rogério Correia, vice-líder do PT na Câmara, testa positivo para Covid-19

O Tempo - Política Parlamentar disse que teve sintomas leves, mas passa bem e deve entrar em quarentena Veja Mais

Redmi K40 trará autonomia de mais de 30 horas, segundo executivo da Xiaomi

canaltech Prestes a completar 13 meses de mercado, o Redmi K30 deve ganhar em breve um sucessor. O aguardado Redmi K40 teve uma série de teasers revelados no Weibo, popular rede social chinesa, e uma das publicações feita pelo executivo da Xiaomi Lu Weibing sugere que o aparelho trará uma autonomia de uso superior a 30 horas. Redmi K40 tem especificações-chave confirmadas por executivo; confira Redmi K40 Pro vai ter chip de 5 nm e carregamento ultrarrápido, indica rumor Suposto Redmi K40 surge em foto real com visual de câmeras diferente Outro executivo da empresa já havia adiantado o uso de uma bateria com capacidade superior a 4.000 mAh, além do processador topo de linha Snapdragon 888 na versão mais poderosa da linha. Thomas Wang publicou ainda que o modelo será apresentado após o festival de primavera, data conhecida no ocidente como o Ano Novo Lunar ou Ano Novo Chinês. Print sugere autonomia competente (imagem: reprodução/Weibo) Na publicação de Lu Weibing, marcado como tendo sido feita em um “K40Android”, o aparelho registra 64% de bateria após 10 horas e meia de uso e mostra uma estimativa de duração para até 25 horas. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Extrapolando os dados exibidos pela personalização MIUI, o Redmi K40 pode ter uma autonomia entre 30 e 39 horas, pelo menos segundo os padrões de uso não revelados do executivo chinês. Tela "reta/direta" faz referência ao fato de não se estender até as laterais do celular (Imagem: reprodução/Weibo) Acredita-se ainda que, além da versão equipada com o Snapdragon 888, um dos modelos da linha K40 trará o novo processador MediaTek com anúncio agendado para esta quarta-feira (20), conhecido provisoriamente como Dimensity 1200. Outra publicação de Weibing revela que o aparelho trará uma tela OLED plana — que não se estende pelas laterais do celular. Já os boatos indicam que o componente trará uma taxa de atualização de 90 ou 120 hz, seguindo a tendência dos aparelhos premium em 2020. Caso o preço-base anunciado de 2.999 iuanes (R$ 2.440, em conversão direta) seja para o modelo equipado com o processador Snapdragon 888, a Xiaomi pode estar preparando um dos melhores celulares em termos de custo/desempenho para 2021, vamos aguardar. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

IFI calcula R$ 36,1 bilhões em gastos com covid em 2021

Valor Econômico - Finanças “Esse valor equivale à soma dos restos a pagar inscritos em ações relacionadas à covid-19 (R$ 16,1 bilhões) com o crédito reaberto para implementação da vacinação (R$ 20,0 bilhões)", afirmou a instituição A Instituição Fiscal Independente (IFI) calculou em R$ 36,1 bilhões a previsão de gastos com o combate à covid-19 em 2021. “Esse valor equivale à soma dos restos a pagar inscritos em ações relacionadas à covid-19 (R$ 16,1 bilhões) com o crédito reaberto para implementação da vacinação (R$ 20,0 bilhões). Dos R$ 16,1 bilhões em restos a pagar, R$ 2,3 bilhões são relativos ao auxílio emergencial a vulneráveis e trabalhadores informais e R$ 8,0 bilhões se referem ao benefício emergencial a trabalhadores formais”, diz o relatório de acompanhamento fiscal (RAF), documento com periodicidade mensal da entidade que é ligada ao Senado. Segundo a IFI, a votação do orçamento de 2021 só deve ocorrer em abril, seguindo o rito normal de tramitação da peça. Caso haja um procedimento semelhante ao da LDO, que foi votada diretamente em plenário no fim do ano passado, a entidade considera que a definição dos parlamentares sobre o orçamento pode ser antecipada para fevereiro. “Deve-se considerar, contudo, que a tramitação do PLOA é significativamente mais complexa que a da LDO, o que dificulta a adoção desse caminho. Caso o rito constitucional seja seguido, com o exame e a apreciação perante a CMO, o Orçamento provavelmente não será votado antes de abril. Aprovação da LDO reduziu incertezas em torno do Orçamento de 2021, mas há questões ainda em aberto”, diz a IFI. Nos últimos relatórios de 2020, a IFI chamou a atenção para o elevado, e prejudicial, grau de incerteza envolvendo o orçamento de 2021. A aprovação da LDO, em meados de dezembro, ajudou a melhorar o quadro. A principal mudança foi a fixação de uma meta de resultado primário, completa entidade, lembrando que o governo havia apresentado uma proposta de meta flexível. PIB A IFI revisou em caráter preliminar sua projeção para a variação do PIB de 2020, apontando que ele deve ter encerrado o ano com recuo de 4,5%, número semelhante ao do governo – antes a IFI estimava queda de 5%. Para o quarto trimestre do ano passado, a previsão é de que houve alta de 2,5% ante o terceiro. Além disso, com a inflação mais alta a estimativa para o valor nominal do PIB brasileiro aumentou substancialmente, passando de R$ 7,139 trilhões para R$ 7,387 trilhões no fechamento do ano. Com um valor nominal mais alto para o tamanho da economia, a IFI melhorou bem sua projeção para a dívida bruta, que deve ter encerrado 2020 em 90,1% do PIB. Em novembro, a estimativa era de encerrar o ano em 93,1% do PIB. “Vale dizer que a trajetória de alta prevista para a DBGG em relação ao PIB se mantém. O risco fiscal é elevado e exigirá um plano de consolidação fiscal para que se retomem as condições de sustentabilidade da dívida a médio prazo”, diz a IFI, informando que as operações compromissadas, realizadas pelo BC para gerenciar a política monetária e que compõem a dívida, recuaram de 20,8% do PIB, em outubro, para 18,7% do PIB, em novembro. Apesar de ter calculado o volume de restos a pagar ligados ao combate à covid, a IFI não atualizou sua estimativa para o déficit primário de 2021, que segue em R$ 218,2 bilhões, ou 2,9% do PIB. Se adicionar o volume de restos a pagar que não estão na conta, o déficit ficaria em 244,3 bilhões, próximo da meta de saldo negativo de R$ 247,1 bilhões. Veja Mais

Yellen assume missão de ‘vender’ plano de Biden para Senado

Valor Econômico - Finanças A nova secretária do Tesouro americano precisará vender um pacote que inclui um aumento do salário mínimo e uma expansão significativa da licença familiar e médica Janet Yellen, indicada para secretária do Tesouro dos Estados Unidos, na terça-feira (19) assume um novo papel após mais de 25 anos no governo: “promotora de vendas” da política econômica após anos defendendo posições e medidas do Federal Reserve (Fed, o banco central americano). A audiência no Comitê de Finanças do Senado amanhã provavelmente apresentará tópicos de política cambial a impostos, mas também servirá como o primeiro fórum do Congresso onde os parlamentares examinarão o plano de ajuda para a covid-19 de US$ 1,9 trilhão do presidente eleito Joe Biden. Yellen dirá ao Congresso que, com os juros baixos, é hora de “agir em grande” escala, de acordo com seus comentários preparados. A nova secretária do Tesouro americano, de 74 anos, precisará vender um pacote que inclui um aumento do salário mínimo e uma expansão significativa da licença familiar e médica – programas da rede de segurança social que já geraram oposição republicana. Os democratas, que em breve terão o controle do Senado, devem pressionar por suas prioridades. Para Yellen, ex-professora de economia que se tornará a primeira mulher a comandar o Tesouro se for confirmada, é uma mudança marcante em relação às suas funções anteriores como presidente e vice-presidente do Fed e no comando do Federal Reserve Bank de São Francisco. Ela também liderou o Conselho de Consultores Econômicos do presidente Bill Clinton, que dirigiu mais como um grupo de reflexão econômica para o governo do que como um grupo que definia políticas. Desta vez, ela vai ao Congresso como indicada política em um ambiente carregado pelo possível processo de impeachment de Donald Trump e pelas repercussões da violência deste mês no Capitólio. “Não sabemos que tipo de vendedora ela será em um contexto político, ela nunca teve que fazer isso antes”, disse Tony Fratto, que trabalhou no Tesouro e na Casa Branca durante o governo de George W. Bush. Yellen precisará “descobrir a melhor maneira de obter apoio para as políticas do governo”, afirmou. (Com a colaboração de Vince Golle, Reade Pickert e Jenny Leonard) Veja Mais

Canadá vai retirar proibição a voos do Boeing 737 MAX em 20 de janeiro

G1 Economia Air Canada informou que vai retomar os voos comerciais com o 737 MAX em 1º de fevereiro. O Canadá informou nesta segunda-feira (18) que vai retirar uma proibição de quase dois anos de voos do Boeing 737 MAX em 20 de janeiro, aumentando a lista de países que liberaram o retorno da operação da aeronave após duas quedas que mataram centenas de pessoas. Foto aérea mostra vários aviões Boeing 737 MAX no aeroporto internacional Grant County em Moses Lake, nos EUA Lindsey Wasson/Reuters Separadamente, a Air Canada afirmou que vai retomar os voos comerciais com o 737 MAX em 1º de fevereiro, retornando gradualmente a operação do modelo em rotas na América do Norte. No início deste mês, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos acusou a Boeing de conspirar para cometer fraude por não ter fornecido todas as informações sobre o processo de aprovação do 737 Max, modelo de avião que sofreu dois acidentes fatais. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Com voto de confiança da Câmara, premiê da Itália consegue se manter no governo

Valor Econômico - Finanças Giuseppe Conte conseguiu 321 votos favoráveis, contra 259 contrários, na votação realizada nesta segunda-feira (18); teste de ferro será nesta terça (19), quando ele passará pelo escrutínio do Senado A Câmara dos Deputados da Itália deu um voto de confiança ao primeiro-ministro do país, Giuseppe Conte, que tenta sobreviver a uma crise política que pode provocar a dissolução do governo. Conte conseguiu 321 votos favoráveis, contra 259 contrários, na votação realizada na noite desta segunda-feira. Além disso, 27 deputados se abstiveram na sessão. O resultado, porém, era esperado e o verdadeiro desafio do premiê será amanhã, no Senado, onde ele perdeu maioria. A crise política começou na semana passada, quando o ex-primeiro-ministro Matteo Renzi resolveu retirar seu partido, o Itália Viva, da coalizão governista por discordar dos planos de Conte sobre como usar os recursos que serão repassados ao país pela União Europeia (UE). O partido de Renzi controla 18 cadeiras no Senado. Cálculos feitos pela imprensa italiana mostram que, hoje, Conte teria 154 votos, de um total de 320, e precisaria de mais sete para garantir um voto de confiança ao governo. Veja Mais

Biden rejeita levantar restrições de viajantes de Brasil e Europa

Valor Econômico - Finanças Casa Branca havia anunciado que as restrições seriam eliminadas em 26 de janeiro; porta-voz do presidente eleito desmentiu no Twitter O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, rejeitou um esforço do presidente Trump na segunda-feira para suspender as proibições de entrada da maioria dos viajantes da Europa, Reino Unido e Brasil que foram impostas como parte da resposta inicial do governo Trump à pandemia do coronavírus. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

2020 Game: joguinho online revive 2020 da forma mais tragicômica possível

canaltech Eis uma unanimidade: finalmente deixamos 2020 para trás, e não queremos reviver tão cedo a verdadeira enxurrada de catástrofes que aconteceu durante o ano. No entanto, um desenvolvedor chamado Max Garkavyy teve a ideia de justamente transformar as dificuldades desses 365 tensos dias em um divertido jogo. Os melhores jogos online de 2020 Jogo de pandemia viral Plague Inc. foi banido da App Store na China Intitulado 2020 Game, o jogo começa num período em que tudo está muito bem, mais conhecido como 2019. Basicamente, o jogador utiliza as setas do teclado para movimentar o personagem, e a barra de espaço para pular. As fases são todas em sequência, com scroll horizontal e não leva mais do que alguns minutos. Você pode jogar online mesmo aqui, quantas vezes quiser, sem precisar fazer cadastro nem nada. No entanto, a partir do momento em que se anda com o personagem até a Austrália, é chegado o ano de 2020. A frase "Sobreviva" aparece na tela, e uma série de acontecimentos infelizmente muito familiares começa a surgir. A primeira fase do jogo acontece justamente com o incêndio na Austrália. Para quem não se lembra, o fogo foi responsável pela morte de metade dos coalas da ilha Kangaroo e pela destruição das estruturas, além de rastros de fumaça pelas cidades do país. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- A primeira fase do 2020 Game se passa na Austrália, relembrando o incêndio que ocorreu no começo do ano em questão (Imagem: Captura de tela/Nathan Vieira/Canaltech) Nessa fase, a proposta é escapar do fogo que está consumindo toda a floresta e resgatar os animais que aparecem pelo caminho, como o coala. A etapa seguinte já é a grande vilã do ano de 2020: a COVID-19. Nesse momento, o jogo aproveita para relembrar a fase inicial da pandemia, em que muitas pessoas correram para os supermercados para estocar alimentos, itens de higiene, álcool em gel e muito, muito papel higiênico. A dinâmica do jogo envolve colocar a máscara e desviar do coronavírus que se espalha pela tela. Nesse comecinho de pandemia, o jogador também precisa passar por uma pilha de papel higiênico, estocando. Conforme o personagem vai passando pelo cenário, é possível ver vários detalhes relacionados aos efeitos da pandemia, como o fechamento de estabelecimentos. Na fase inicial da pandemia, o personagem precisa estocar alimentos e papel higiênico para ficar pronto para quarentena (Imagem: Captura de tela/Nathan Vieira/Canaltech) Uma vez que o personagem recolhe alimentos e papel higiênico, está pronto para ficar na quarentena. E a próxima etapa é tão simples e ao mesmo tempo tão árdua quanto a vida real: ficar preso em casa, de quarentena, até consumir simplesmente todo e qualquer conteúdo de lazer que houver dentro de casa. O isolamento social trouxe na época (e para falar a verdade, tem trazido até então) muita discussão referente a saúde mental e solidão. Em seguida, o jogo faz uma referência a diversos momentos que só quem viveu o home office sabe: "Chamada do Zoom", "Você está no mudo", "Consegue ver a minha tela?", "Sua conexão está ruim" e "Desculpe pelo barulho de fundo" são algumas das mensagens que aparecem ao longo da nova fase. Em determinada fase do jogo, o que resta é esperar o período de quarentena passar (Imagem: Captura de tela/Nathan Vieira/Canaltech) O jogo conta até mesmo com um momento para dançar ao som da música Say so, de Doja Cat, que experimentou uma verdadeira ascensão no TikTok. Em determinado momento, 2020 Game ainda brinca com o fato de que conspiracionistas atribuíram o avanço da COVID-19 ao 5G. Na época, o argumento era de que a COVID-19 seria fruto de um ataque coordenado, oriundo de um experimento secreto em que, veja você, cientistas a serviço de governos antiamericanos desenvolveram-no como uma arma biológica ativada pelo 5G, em especial à conexão atuante na faixa de frequência de 60 GHz. O joguinho também conta com uma fase só para inundações, e uma para as eleições dos EUA, com direito a um Trump e um Biden em miniatura disputando uma corrida ao fundo. A última fase do jogo faz referência à segunda onda de COVID-19, e dessa vez o personagem coleta um imunizante e pode arremessar seringas na direção do coronavírus, eliminando-o, o que só nos faz pensar na verdadeira corrida pelas vacinas que ocorreu ao longo do ano. O jogo termina com um 2021 caótico pela frente, com zumbis e até mesmo extraterrestres e monstros. Será que é o que vem por aí? O game tem fim com a seguinte mensagem do criador: "Meu nome é Max e este é o primeiro jogo que fiz. Passei seis meses desenvolvendo, sozinho. Jogos são minha paixão e queria fazer isso em tempo integral. Se gostou do jogo, doe qualquer quantia para que eu continue vivendo da minha paixão". Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Caixa vai combater fraudes no DPVAT, diz Guimarães

Valor Econômico - Finanças A Caixa será a responsável pela gestão do DPVAT em 2021 e agirá de "forma implacável" contra as fraudes no seguro, disse ao Valor o presidente do banco, Pedro Guimarães. Ao mesmo tempo, a Superintendência de Seguros Privados (Susep) pretende discutir com o governo um novo modelo do produto a partir do próximo ano. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Virgin River: Lauren Hammersley fala sobre fãs que odeiam Charmaine

Virgin River: Lauren Hammersley fala sobre fãs que odeiam Charmaine

Tecmundo A série Virgin River tem se destacado como uma das mais amadas pelo público da Netflix, no entanto, nem todos os integrantes do elenco de Virgin River recebem somente o carinho dos fãs. A atriz Lauren Hammersley, que interpreta Charmaine, contou que sofre com os “haters” da personagem, que acabam misturando as coisas e direcionando o ódio diretamente a ela.(Fonte: Netflix/Reprodução)Leia mais... Veja Mais

Casa Branca suspenderá as proibições de viajantes da UE, Reino Unido e Brasil

Valor Econômico - Finanças As restrições se aplicavam a qualquer estrangeiro que esteve nessas localidades nas duas semanas anteriores, com algumas exceções A Casa Branca planeja suspender as proibições que mantiveram a maioria dos visitantes da Europa, Reino Unido e Brasil longe desde a primavera passada, quando o presidente Donald Trump impôs proibições a esses países como parte da resposta inicial de seu governo à pandemia do novo coronavírus, segundo fontes do governo. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Nove deputados se candidatam à Presidência da Câmara - 18/01/21

Nove deputados se candidatam à Presidência da Câmara - 18/01/21

Câmana dos Deputados A Câmara dos Deputados ganhou mais candidaturas à Presidência da Casa nesta segunda-feira. Agora nove deputados disputam a sucessão de Rodrigo Maia. As eleições estão marcadas para primeiro de fevereiro. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #EeleiçõesMesaCD2021 Veja Mais

Covas sai de licença após radioterapia e Ricardo Nunes assume Prefeitura de SP

Valor Econômico - Finanças O prefeito se licenciará do cargo por dez dias para se recuperar de mais uma etapa do tratamento contra o câncer O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), 40, se licenciará do cargo por dez dias para se recuperar de mais uma etapa do tratamento contra o câncer. O seu vice, Ricardo Nunes (MDB), vai assumir pela a gestão da cidade pela primeira vez. Os dois foram empossados em 1º de janeiro na Câmara Municipal para o mandato que vai até dezembro de 2024. Durante a eleição, Nunes se tornou um calo eleitoral para o tucano. O então vereador ficou conhecido pelas suspeitas de irregularidades em entidades gestoras de creches e por uma queixa na polícia de violência doméstica feita por sua mulher — ele nega as agressões e qualquer irregularidade. Membro da bancada religiosa da Câmara paulistana e ligado à Igreja Católica, Nunes foi escolhido vice em um aceno ao eleitorado conservador. Ele já subiu em carro de som ao lado de padres para denunciar a "ideologia de gênero" e apoiou o projeto do escola sem partido. Covas vai se afastar pelos próximos dez dias do cargo para repouso e cuidados pessoais, segundo informou a equipe médica do Hospital Sírio-Libanês, que acompanha o prefeito. Ele foi submetido a uma sessão complementar de radioterapia, parte do tratamento contra o câncer na cárdia, localizado na transição entre o estômago e o esôfago, diagnosticado em outubro de 2019. Após esse período, está prevista a continuidade do tratamento com exames de controle e imunoterapia, iniciada após resultados da biópsia revelarem, em fevereiro do ano passado, que o câncer não desapareceu com a quimioterapia. Covas passou por oito sessões de quimioterapia, mas elas não foram suficientes para vencer o câncer. Desde dezembro de 2020, as sessões de radioterapia já estavam previstas, mas os médicos não divulgaram detalhes sobre essa mudança no tratamento. Naquele mês, Covas fez uma avaliação médica completa no Hospital Sírio-Libanês, e os exames mostraram a eficácia da imunoterapia. Os linfonodos acometidos pela doença estavam estabilizados. A equipe médica informou ainda que Covas estava clinicamente bem e não havia recomendação de restrições naquela ocasião. Por isso, o prefeito manteve o ritmo normal de trabalho na prefeitura. Ele está sendo acompanhado pelas equipes coordenadas pelos médicos David Uip, Roberto Kalil Filho, Artur Katz, Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e João Luiz Fernandes da Silva. Veja Mais

AirPods Max chegam ao Brasil — e, sim, estão bem caros e vêm sem carregador

canaltech A Apple lançou oficialmente, nesta segunda-feira (18), os novos AirPods Max no Brasil. Como já era de se esperar, o gadget aterrissa nas gôndolas brasileiras por um preço bastante salgado — você terá que desembolsar R$ 6,8 mil caso queira ostentar um por aí. Com esse valor, é possível comprar, dentro do portefólio da própria marca, um iPhone 11, um iPad de última geração ou um Apple Watch Series 6 — e ainda sobraria um trocado. AirPods Max: Apple lança seu novo fone, que terá preço astronômico no Brasil Ostentação demais: empresa lança AirPods Max de ouro e preço é de cair o queixo AirPods 3: previsões apontam novo design e perda de recursos importantes Lá fora, os fones de ouvido over-the-air da Maçã saem por US$ 549 (cerca de R$ 2,9 mil na cotação atual do dólar), mas sabemos que os preços praticados pela companhia aqui vão muito além das adições de impostos e taxas de importação. Se lhe servir de consolo, é possível ganhar um desconto de 10% ao comprar os AirPods Max à vista — aí basta investir R$ 6,2 mil, o que ainda é muita grana para um par de fones de ouvido. Imagem: Reprodução/Apple Anunciados no finalzinho de 2020, os AirPods Max chamam atenção pelo design diferenciado (sua tiara é feita de um material que permite um uso extenso sem causar desconfortos para a cabeça do usuário). Ele também conta com cancelamento ativo de ruído, áudio espacial e uma coroa à la Apple Watch que lhe permite controlar o volume, pular faixas, atender ligações e ativar a Siri. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Embora o gadget seja um simples headphone Bluetooth — ou seja, é compatível com qualquer celular ou laptop que possua tal conexão —, boa parte de seus recursos só serão aproveitados por quem possuir um iPhone ou um computador com macOS. As cores disponíveis são cinza espacial, prata, azul-celeste, verde ou rosa; na caixa, além dos fones, você ganha uma smart case e um cabo Lightning para USB-C. Vale destacar que, assim como os novos produtos da Maçã, os AirPods Max não vêm com carregador. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais

Ministros da zona do euro prometem apoio fiscal contínuo no enfrentamento ao coronavírus

G1 Economia Autoridades da região alertaram que a pandemia está piorando os desequilíbrios econômicos do bloco. Os ministros das Finanças da zona do euro reiteraram nesta segunda-feira (18) apoio fiscal contínuo para suas economias e discutiram o desenho de planos de recuperação pós-pandemia, enquanto a Comissão Europeia alertou que a crise da Covid-19 está piorando os desequilíbrios econômicos do bloco. Presidente do Eurogrupo, Paschal Donohoe Reuters "Nossa discussão de hoje reconfirmou o consenso muito forte sobre a necessidade de manter uma posição orçamentária de apoio", disse o presidente do Eurogrupo - que reúne os ministros das Finanças do bloco -, Paschal Donohoe, em entrevista coletiva após a reunião. "Os ministros também enfatizaram a importância de coordenar nossos esforços a nível da zona do euro e o fato central de que podemos realizar mais coletivamente do que individualmente." Em uma nota preparada aos ministros, a Comissão informou que a pandemia estava pressionando países, já altamente endividados, a assumirem mais dívidas e aumentando os problemas em áreas como competitividade e emprego. Essas divergências entre as economias que compartilham a mesma moeda aumentam o risco de crises e tornam a política monetária única do Banco Central Europeu (BCE) menos eficaz. Para evitar isso, a UE concordou com um pacote de recuperação de 750 bilhões de euros, a ser emprestado e reembolsado em conjunto, que financiará reformas e investimentos em cada um dos 27 países-membros da UE para impulsionar o potencial de crescimento, evitando o aumento da dívida. "Teremos de prestar muita atenção aos desequilíbrios decorrentes do impacto social da crise, que ainda não foram totalmente sentidos. Devemos evitar um agravamento das já preocupantes desigualdades dentro das nossas comunidades e entre os nossos países", afirmou Paolo Gentiloni, comissário europeu para Assuntos Econômicos e Financeiros. Antes de conseguirem obter os recursos do pacote de recuperação, os governos da UE devem traçar planos para gastá-lo sob a orientação da Comissão. Os planos têm de cumprir os requisitos da UE de tornar as economias mais verdes, mais digitalizadas, melhorar a resistência a crises e impulsionar o crescimento potencial. Eles também precisam levar em conta as recomendações individuais de cada país, emitidas pela Comissão no ano passado. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Andrade Gutierrez assina nesta terça acordo de leniência com PGE e CGE do Rio

Valor Econômico - Finanças O compromisso se refere a pagamentos de propina em contratos celebrados com o Estado no período de 2007 até 2014 A empreiteira Andrade Gutierrez assina nesta terça-feira (19) acordo de leniência com a Procuradoria-Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) e a Controladoria-Geral (CGE-RJ). O compromisso se refere a pagamentos de propina em contratos celebrados com o Estado no período de 2007 até 2014. Pelas cláusulas pactuadas, a empresa pagará R$ 44,5 milhões ao Estado ao longo de 16 anos e também desistirá de ações judiciais antes propostas e pleitos administrativos que poderiam representar mais R$ 22 milhões de prejuízo ao erário. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Total de mortes por covid-19 no Brasil ultrapassa 210 mil

Valor Econômico - Finanças Segundo o levantamento desta segunda (18) feito pelo consórcio de veículos de imprensa, o país registrou 460 mortes provocadas pela covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total para 210.328 O Brasil passou a marca de 210 mil mortes causadas pela covid-19. Segundo o levantamento desta segunda-feira (18) feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde, o país registrou 460 mortes provocadas pela covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos provocados pela doença para 210.328. A média móvel de novas mortes no Brasil na última semana foi de 959 por dia, um aumento de 33% em relação aos dados registrados em 14 dias. De acordo com o balanço de hoje, fechado às 20h, foram registrados 29.133 novos casos de covid-19 de ontem para hoje, chegando ao total de 8.512.238 de infectados no país. A média móvel de casos foi de 54.058 por dia, alta de 53% em relação aos casos registrados em 14 dias. Os dados divulgados pelo consórcio de imprensa foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, “O Globo”, “Extra”, “O Estado de S.Paulo”, “Folha de S.Paulo” e UOL, que passaram a trabalhar de forma colaborativa desde o dia 8 de junho para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. Dados do governo federal Já segundo o Ministério da Saúde, o país registrou 452 óbitos pela doença nesta segunda. Com isso, o total de mortes provocados pelo novo coronavírus atinge 210.299. Já os casos confirmados somam 8.511.770, segundo o balanço fechado às 18h de hoje, sendo 23.671 diagnósticos contabilizados nas últimas 24 horas. Segundo o órgão, são 7.452.047 pacientes recuperados da doença e 849.424 sob acompanhamento. São Paulo é o Estado com mais mortes (49.987) e casos confirmados (1.628.272) de covid-19. Minas Gerais é o segundo Estado com mais casos (646.091) e o Rio de Janeiro é o segundo com mais óbitos (27.805). Veja Mais

Rio dá partida em vacinação com solenidade no Cristo Redentor

Valor Econômico - Finanças Ato simbólico ocorre depois de atrasos por problemas logísticos para a chegada da CoronaVac O governo do Rio de Janeiro acaba de iniciar a cerimônia que dá a partida na vacinação contra a covid-19 no Estado. A solenidade ocorre no Cristo Redentor, monumento histórico da capital fluminense, e tem presença de autoridades como o governador em exercício Cláudio Castro (PSC) e o prefeito Eduardo Paes (DEM). As primeiras vacinadas são Dulcinéia da Silva, de 59 anos, enfermeira do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla; e Terezinha da Conceição, de 80 anos, que vive em um abrigo. O governador em exercício disse que o Estado comprou a vacina e a seringa mais barata do Brasil. “Logo o país vai estar entre os cinco que mais vacinaram no mundo.” Castro ressaltou a importância da adesão da população ao cronograma de vacinação federal. “É uma vacina jovem, mas pedimos a população que confie, não tenha descrença”, disse. “Não importa se veio da China, dos EUA ou da Inglaterra”, complementou. Para ele, se os técnicos da Anvisa aprovaram, a CoronaVac é confiável. O Rio recebeu lote de 487 mil vacinas que já compõem as duas doses, detalhou. Após agradecer ao governador de São Paulo, João Doria, Castro disse que é importante que brasileiros e cariocas acreditem na ciência. Segundo ele, até 12h de amanhã, todos os municípios fluminenses terão a vacina. Eduardo Paes também reforçou o valor da ciência. “Essa primeira fase ainda é tímida comparada ao que vamos e precisamos fazer”, disse. Reprodução TV Globo O ato simbólico de início da vacinação no Rio de Janeiro ocorreu depois de atrasos por problemas logísticos para a chegada da vacina CoronaVac ao Rio de Janeiro. Havia expectativa de que o lote ao qual o Estado tem direito chegasse no começo da tarde, mas houve dificuldades no afretamento de aeronaves de carreira para fazer o transporte de São Paulo. As primeiras doses chegaram com cerca de quatro horas de atraso ao Aeroporto Santos Dumont. Campanha A Prefeitura começará a campanha de vacinação por abrigos de idosos e por profissionais do principal hospital de referência na pandemia, informou ao Valor o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz. Ao logo da manhã desta terça feira, haverá vacinação em dez abrigos de idosos e portadores de deficiência, públicos e privados, simultaneamente. Alguns profissionais de saúde na linha de frente da pandemia também receberão o imunizante. Às 8h, o neurocirurgião do Hospital Miguel Couto Ivan Santana, 52 anos, será vacinado em novo ato simbólico e, em seguida, será vacinada toda a equipe do Hospital Ronaldo Gazolla, em Acari, na Zona Norte da cidade. A unidade é referência no combate à doença. A prefeitura aguarda 110 mil doses da vacina importada pelo Instituo Butantã da China até as 12h de manhã, conforme prometido pelo governo estadual. A carga total destinada à cidade nesta primeira leva é de 231 mil doses. Bem longe do necessário para imunizar o público-alvo da primeira etapa da campanha, indicado no Plano Nacional de Imunização (PNI), as doses que chegarem serão utilizadas para idosos em abrigos e asilos, além de profissionais envolvidos no combate à pandemia, que somam 34% da classe médica atuante na cidade. Veja Mais

Anac lista aéreas autorizadas para o transporte de cilindros de oxigênio

Valor Econômico - Finanças Agência adotou medidas emergenciais para facilitar o transporte aéreo de pacientes e insumos médicos entre outras cidades e Estados A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou uma lista de dez empresas aéreas de aviação comercial e executiva que já estão autorizadas a fazer o transporte de itens classificados como artigo perigoso na aviação, como os cilindros de oxigênio. São elas: Latam Brasil, Total Linhas Aéreas, Azul, MAP, Latam Cargo, Gol, Modern Logistics, Sideral, Aerotop Táxi Aéreo e Amazonaves Táxi Aéreo. De acordo com a Anac, a medida traz agilidade e amplia a contratação de aviões para o transporte de insumos médicos com segurança. Em relação à crise em Manaus causada pela pandemia, a Anac adotou cinco medidas emergenciais para facilitar o transporte aéreo de pacientes e insumos médicos entre outras cidades e Estados. A Anac flexibilizou a jornada de trabalho de tripulantes, autorizou o transporte de artigos perigosos relacionados ao combate da covid-19 na cabine de passageiros dos aviões. A Anac também aprovou mudanças em aviões para o transporte de passageiros usando dispositivos de isolamento de pacientes e permitiu o transporte de pacientes em voos fretados com empresas de linha aérea. Por fim, a Anac trabalha em uma nova prorrogação de licenças individualizadas para os pilotos que estão servindo ao combate da covid-19 no país. Desde o início da pandemia, a Anac disponibilizou ao setor mais de 60 medidas para que o transporte aéreo pudesse atender às necessidades de saúde da população. Michel Filho/Agência O Globo Veja Mais

Kamala Harris renuncia a cargo no Senado nos EUA para assumir vice-presidência

O Tempo - Mundo Ela e Biden tomam posse na quarta-feira, 20, em uma cerimônia de segurança reforçada, após a invasão do Capitólio por apoiadores de Trump Veja Mais

Luiza Erundina anuncia candidatura para a presidência da Câmara - 18/01/2021

Luiza Erundina anuncia candidatura para a presidência da Câmara - 18/01/2021

Câmana dos Deputados Acompanhe o anúncio oficial da deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) como candidata à presidência da Câmara dos Deputados para o biênio 2021-2023 Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: http://www.facebook.com/camaradeputados http://www.twitter.com/camaradeputados Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #EleiçõesMesaCD2021 Veja Mais

Supervisor do correio americano é preso por roubar consoles

Supervisor do correio americano é preso por roubar consoles

Tecmundo Um supervisor do USPS, sigla para os serviço de correio americano, foi preso em Connecticut, EUA, por furtar consoles e outros aparelhos dentro das instalações da empresa. Segundo o site Polygon, Zoheb A. Deura, de 34 anos roubou PS4, consoles da Nintendo e iPhones. Zoheb foi multado em 20 mil dólares e condenado a 3 anos de liberdade condicional. De acordo com o comunicado à imprensa do Departamento de Justiça local, Deura roubou os itens mencionados entre fevereiro e abril de 2020. Após uma investigação interna do Escritório de Inspetoria Geral dos Correios dos EUA, Deura foi processado. Ele renunciou ao cargo e se confessou os roubos.Leia mais... Veja Mais

BAIXOU | Smart TV Samsung de 55 polegadas está barata em promoção do Magalu

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso do varejista. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. Os produtos exibidos aqui foram selecionados pela nossa equipe de ofertas. Logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda. Esta matéria é fruto de uma parceria com o Magazine Luiza e traz uma oferta especial para os leitores do Canaltech. Saiba tudo sobre a loja Magazine Você no vídeo que gravamos na sede do Magalu:   Um dos modelos de 2020 da linha de Smart TVs da Samsung, a TU7000 tem resolução 4K, sistema operacional Tizen atualizado com todos os aplicativos dos principais serviços de streaming do mercado (Amazon Prime, Netflix, Globoplay, etc) e ótima exibição de cores com a tecnologia HDR. Trazendo tudo o que você espera de uma Smart TV moderna, esse modelo está em promoção no Magazine Luiza. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Compre a Smart TV Samsung TU7000 55'' por R$2.449 | 12x de R$ 204,08 Sobre o Samsung TU7000 A Smart TV TU7000 é uma das apostas da Samsung para entregar aparelhos com resolução 4K, um sistema operacional atualizado, tecnologia HDR e bom custo-benefício. Ela tem tudo o que você espera de um modelo do tipo, como acesso fácil com todos os principais serviços de streaming, boa qualidade de imagem e compatibilidade com Amazon Alexa, Google Assistente e AirPlay 2. Em relação ao design, ela vai além das bordas finas e traz ainda uma canaleta na parte de trás que facilita a organização dos cabos, permitindo que você esconda a bagunça de fios quando for ligar outros dispositivos, como um console. Falando em videogames, ela tem modo Game Enhancer, que otimiza o painel para a reprodução de jogos e garante uma redução no tempo para que suas ações aconteçam na tela. Está barata no Magazine Luiza Esse modelo de 55 polegadas da Smart TV TU7000 é uma ótima escolha de TV para quem deseja ter sua primeira 4K, já que entrega tudo o que um aparelho do tipo precisa com um custo-benefício. Ela fica ainda mais interessante aproveitando a promoção do Magazine Luiza abaixo. Compre a Smart TV Samsung TU7000 55'' por R$2.449 | 12x de R$ 204,08 *O Canaltech Ofertas tem como objetivo informar seus leitores e publicar as melhores ofertas encontradas no varejo brasileiro. Entretanto, não nos responsabilizamos por alterações posteriores nos preços informados, uma vez que as ofertas aqui apresentadas podem ter diferentes períodos de vigência. Recomendamos aos nossos leitores que sigam nossas publicações e participem do nosso grupo de descontos no WhatsApp para receber as melhores indicações de ofertas assim que elas forem publicadas. O que é o Magazine Você? Acessou os links e não entendeu o que é o Magazine Você? Trata-se do canal de divulgação das ofertas do site Magazine Luiza, conforme consta em comunicado oficial. Somos um dos parceiros oficiais de divulgação e nossa loja chama-se Magazine Canaltechbr. Todo o processo de cobrança, faturamento e logística é feito pelo próprio Magazine Luiza que, além do site, possui mais de 800 lojas físicas espalhadas pelo Brasil. Uma dúvida comum de nossos leitores é o motivo dos preços em nossa loja serem muitas vezes diferentes dos anunciados no site principal do Magazine Luiza. O motivo é que o Magazine Você recebe ofertas exclusivas que não são divulgadas no site principal. Então aproveite as promoções e acesse nossa loja para garantir ofertas exclusivas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi libera beta pública da MIUI 12.5 para 28 celulares Criadores de Cobra Kai revelam o que convenceu atriz a voltar para a franquia Bug bizarro do Windows 10 corrompe seu HD ao simplesmente “olhar” para um ícone Galaxy M62 terá bateria gigantesca, revela certificação Como o cérebro sabe onde está o chão e o que acontece com astronautas no espaço? Veja Mais