Meu Feed

No mais...

Arthur Lira exonera cerca de 500 comissionados da Câmara

Valor Econômico - Finanças De acordo com a assessoria da presidência da Câmara, “os cargos deveriam ter sido exonerados na gestão anterior" O novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), assinou um ato neste fim de semana exonerando cerca de 500 funcionários comissionados da Casa. São 27% do total de cargos de natureza especial (CNE), de livre nomeação pelo presidente da Câmara. Foram assegurados os cargos apenas daqueles nomeados pelos gabinetes das lideranças partidárias, da estrutura das comissões permanentes, das mulheres gestantes e dos funcionários que estão de férias. De acordo com a assessoria da presidência da Câmara, “os cargos deveriam ter sido exonerados na gestão anterior. Ato regular e administrativo”. A Câmara dos Deputados tem 1.841 cargos de livre nomeação, segundo documento enviado ao GLOBO via Lei de Acesso à Informação (LAI). Veja Mais

Ministério da Saúde registra 978 mortes por Covid-19 em 24h, total vai a 231.012

Valor Econômico - Finanças São Paulo é o Estado com mais mortes e casos confirmados, Minas Gerais é o segundo Estado com mais casos e o Rio de Janeiro é o segundo com mais óbitos O Brasil atingiu a marca de 231.012 mortes causadas pela Covid-19. Nas últimas 24 horas, o país registrou 978 óbitos pela doença, segundo os dados oficiais do Ministério da Saúde. Segundo o ministério, são 8.363.677 pacientes recuperados da doença e 903.106 sob acompanhamento. Já os casos confirmados somam 9.497.795, segundo o balanço fechado às 18h deste sábado, sendo 50.630 diagnósticos contabilizados nas últimas 24 horas. São Paulo é o Estado com mais mortes (54.545) e casos confirmados (1.845.086) de Covid-19. Minas Gerais é o segundo Estado com mais casos (767.061) e o Rio de Janeiro é o segundo com mais óbitos (30.596). Veja Mais

Armie Hammer perde contrato com agência de Hollywood após denúncias de violência

O Tempo - Diversão - Magazine Queixas incluem violência psicológica, física e até mesmo canibalismo Veja Mais

Presidente Sagasti será o primeiro vacinado contra a Covid-19 no Peru

O Tempo - Mundo Justificativa é que imunização do mandatário seria um exemplo para o resto da população Veja Mais

20 atalhos do WhatsApp Web para você usar no PC

canaltech Apesar das últimas notícias a respeito do compartilhamento de dados com o Facebook, o WhatsApp continua a ser o mensageiro mais popular do Brasil. Além da versão disponível para celulares, existe também a versão para navegadores e aplicativos para computadores. Guia básico do WhatsApp Web: como o app de mensagens funciona no computador 6 extensões que deixam o WhatsApp Web ainda melhor Como usar o WhatsApp Web pelo celular Com o home office, o WhatsApp Web se tornou uma opção mais cômoda para usar o aplicativo. Nele é possível utilizar diversos atalhos para facilitar o uso do serviço. Conheça abaixo os principais atalhos usando o teclado do seu computador. Nota: abaixo estão listados os comandos para computadores com o sistema operacional Windows; para os computadores com macOS, o “Ctrl” deve ser substituído por “Cmd”. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Emojis Tab até chegar em emojis + Enter para abrir as opções de emojis ou Shift + Tab para chegar nos emojis + Enter para abrir seleção : + nome do emoji + Enter = Para pesquisar emojis por texto Grupos e Conversas Ctrl + Alt + N = Criar um novo grupo ou conversa Ctrl + Alt + Shift + “/”= Pesquisar nas conversas Ctrl + Alt + F = Pesquisar mensagens na conversa atual Ctrl + Alt + E = Arquivar a conversa atual Ctrl + Alt + Shift + M = Silenciar a conversa atual Ctrl + Alt + Shift + U = Marcar como não lida a conversa atual Ctrl + Alt + Backspace = Excluir a conversa atual Ctrl + Alt + Shift + “[“= Ir para a conversa anterior Ctrl + Alt + Shift + “]“ = Ir para a próxima conversa Como criar novo grupo (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela) Formatação de Texto no WhatsApp * + texto + * = Texto em negrito _ + texto + _ = Texto em itálico ~+ texto + ~ = Texto sublinhado `+ texto + `= Alterar a fonte do texto Configurações do Whatsapp Ctrl + Alt + “,”= Abrir as configurações do WhatsApp Ctrl + Alt + P = Abrir seu próprio perfil do WhatsApp Ctrl + Alt + Shift + H = Entre em contato com o suporte do WhatsApp Alt + F4 = Para fechar o aplicativo do WhatsApp (Para Windows) Cmd + Q = Para fechar o aplicativo do WhatsApp (Para Mac) E você? Conhece algum atalho para o WhatsApp Web que não compartilhamos? Comente abaixo! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Desafios do Século 21: a nanotecnologia dentro de nós Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) Quais são as reações mais comuns entre os vacinados contra COVID-19 no Brasil? Veja Mais

Museu Metropolitan cogita vender obras de arte para enfrentar crise da Covid-19

O Tempo - Mundo Estimativa é que déficit chegue a US$ 150 milhões Veja Mais

Um resumo para o Super Bowl LV | #NFLnaESPN

Um resumo para o Super Bowl LV | #NFLnaESPN

Fox Sports Brasil TÁ CHEGANDO A HORA! Preparados para o encontro entre Patrick Mahomes e Tom Brady? Confira um resumo com TUDO que você precisa saber antes do Super Bowl LV e não perca: amanhã, a partir das 20h, confira este JOGAÇO com exclusividade na tela da ESPN! ???????? #SuperBowlNaESPN Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse nossas redes e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: http://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: http://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: http://instagram.com/foxsportsbrasil Juntos na torcida! #FOXSports #Esporte #Futebol Veja Mais

Crítica | Tim Maia é muito mais do que "o maluco da Primavera"

canaltech   Filmes biográficos musicais quase sempre apresentam heróis falhos muito além de imperfeições humanas. São personagens, na maioria das ocasiões, nocivos para si mesmos — podendo o ser para quem está ao seu redor também. Ao mesmo tempo, a arte, que carrega o heroísmo por meio da armadura da genialidade, ameniza a selvageria das atitudes. Deve ser difícil fugir disso em uma adaptação da figura de Tim Maia — talvez impossível. Por outro lado, a mesma arte que tem poder de suavizar tem, igualmente, força para dar voz à tal selvageria. Às vezes, com muita originalidade (como na obra-prima Amadeus — de Milos Forman, 1984). Tudo isso no sentido de que um artista nem sempre é cruel consigo externamente e, internamente, um poço de sensibilidade. Este é o clichê, o estereótipo, que vai praticamente de Beethoven (e as cinebiografias de sua vida) a Freddie Mercury (vide Bohemian Rhapsody). Em Tim Maia, de todo modo, isso é muito claro e não demora para ficar explícito. Crítica | Bohemian Rhapsody: você dançará o fandango? Os lançamentos da Netflix em fevereiro de 2021 7 filmes com Babu Santana para assistir no streaming Atenção! Esta crítica contém spoilers sobre o filme! -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- De peito aberto São muitas as histórias na vida do Tião da Marmita e, a partir delas, o roteiro de Antonia Pellegrino (de Bruna Surfistinha) e Mauro Lima (de João, o Maestro) até tira — e muito — o peso da abordagem. Por mais que não se esquivem da inserção das drogas e não fujam da criação de cenas mais pesadas, como a que o já famoso cantor e compositor bate em Janaína (Alinne Moraes), há uma sensação de leveza na forma de contar aquilo tudo. Oito perguntas sobre: o que são os cobots ou, se preferir, robôs colaborativos? Sem fugir de cenas mais pesadas. (Imagem: Reprodução/Netflix) A começar pela narração em off de Fábio (Cauã Reymond), Tim Maia está sempre cercado por uma aura suave. A voz de Reymond transmite carinho desde o princípio, tanto através do texto quanto de sua interpretação. Aos poucos, ele repete "meu amigo" como se abrisse caminho para que Tião desenvolva uma amizade também com o espectador. E, em certo momento, parece abrandar os atos do protagonista, justificando as brutalidades ao dizer que "a carcaça dura de rinoceronte protegia um coração mole e agigantado". Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Tudo, claro, regado à música do problemático gênio que, por meio da simplicidade, fazia ecoar a voz. Nesse sentido, a cena em que encontra Nara Leão (Mallu Magalhães) cantando em um bar acompanhada por um violonista é fundamental para o entendimento do quão simples e sincero era aquele homem. Ao dizer para o amigo Erasmo Carlos (Tito Naville) que viu mais acordes em metade da música tocada pelo violonista do que eles fizeram na vida inteira, o ainda jovem Tim desliga-se de uma certa elite musical (a participação de Magalhães é quase metalinguística) e se mostra de peito aberto para o povo. Desligando-se de uma certa elite musical. (Imagem: Reprodução/Netflix) "Vamos falar de amor, somente de amor" Apesar das sutilezas do roteiro, capaz de fomentar subtextos de muita força, Tim Maia tem suas fraquezas e elas podem ser dúbias. Se a dita narração de Reymond está carregada da competência do ator, simultaneamente ela parece escrita em uma pegada essencialmente novelesca. Embora seja um recurso que enriquece o filme em alguns momentos, especialmente ao criar laços de afeto do público para com o personagem título, em muitas oportunidades ela é expositiva em excesso. Afirmando sobre a morte de alguém ao mesmo tempo em que é exposto o funeral da pessoa por exemplo, o texto acaba por se ligar aos programas televisivos que precisam ressaltar alguns elementos em uma história muito mais longa. 10 séries brasileiras que mostram que o país não sabe só fazer novela Dessa maneira, dividido em minissérie, como aconteceu no ano seguinte ao seu lançamento nos cinemas, o trabalho de Lima talvez encontre um lugar mais adequado. A mão do próprio diretor tem um caráter televisivo ao se manter em planos uniformes, como se o planejamento mais detalhado do que causar com suas escolhas (com sua decupagem) não fosse tão necessário. É tanto que, quando essa mão da direção resolve ser mais efetiva e ceder uma visão sobre o texto, surgem cenas a partir de planos que dizem muito e que, por isso, poderiam ser mais longas. A solidão interna de Tim exposta em um plano. (Imagem: Reprodução/Netflix) Tim Maia, no final das contas, resiste muito por causa da história dura do artista retratado. Aliás, Robson Nunes e Babu Santana (o jovem e o experiente Tim), são vitais para que o filme seja muito mais do que — em análise fria — é de fato. Enquanto Nunes interpreta a selvageria de alguém que carrega o peso de um mundo parcial com suas origens e aparência, Santana traz a sensibilidade de um homem afogado em si mesmo — inclusive pelo seu passado sofrido. É uma pena, portanto, que o ponto de vista, tanto do roteiro quando da direção, não traga o peso das situações para o primeiro plano e prefira manter — tanto pela leveza da narração quanto pela aparente alegria das músicas (com exceções românticas) — tudo nice. Inclusive, até a cena mais forte pode receber traços de leveza, com a conversa dos dois policiais após retirarem a metralhadora do colo de Tim: "É o maluco da Primavera, hein?!" "Minha mulher é fãzona dele." "É o maluco da Primavera, hein?!" (Imagem: Reprodução/Netflix) A verdade é que Tim era (e permanece sendo), sim, o tal "maluco da Primavera", mas ele, ali, está gritando: "Sai, chuva!" As nuvens nubladas, no caso, eram a mente dele mesmo. E, ao cantar que "hoje o céu está tão lindo", aquele homem cantava (e canta) sobre a sensação de liberdade que, provavelmente, ele nunca sentiu com muita clareza. Meu amor,hoje o céu está tão lindo.Sai, chuva!Hoje o céu está tão lindo.É primavera. Tim Maia está disponível no catálogo da Netflix. O filme também pode ser assistido no streaming do Telecine e no Now. Para compra, pode ser adquirido no iTunes da Apple e no Google Play Filmes. *Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Canaltech Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Desafios do Século 21: a nanotecnologia dentro de nós Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) "Relógio do Apocalipse" que prevê o fim do mundo não avançou, mas isso não é bom Veja Mais

ASUS Zenfone 7: teste de bateria em tempo real | Acompanhe

tudo celular Lançado oficialmente no Brasil um pouco antes do encerramento de 2020, o Zenfone 7 da ASUS finalmente desembarca em nossas bancadas para testes completos que resultarão em uma análise detalhada muito... Veja Mais

Executivo absolvido no mensalão é suspeito em mais um esquema de propina

O Tempo - Política Márcio Alaor de Araújo é considerado pelo Ministério Público Federal pivô de esquema de lavagem de dinheiro Veja Mais

Governo estuda recriar o Ministério do Planejamento para atender aliados

O Tempo - Política Pasta se juntou à Fazenda em 2019, no governo Bolsonaro, e ficou sob a gestão de Paulo Guedes Veja Mais

Projeto que poderia ter salvado Lava Jato espera decisão de Aras há três meses

O Tempo - Política Proposta para regulamentar as forças-tarefas no Ministério Público Federal espera iniciativa do procurador geral da República Veja Mais

Médicos de Israel identificam remédio para câncer que pode ajudar no tratamento contra Covid-19; ainda não há estudo conclusivo

Glogo - Ciência Remédio para câncer de ovário teve bons resultados em 30 pacientes com Covid-19. Não há, no entanto, teste feito com dois grupos ou ensaio clínico com a droga. Imagem de trabalhadores da saúde em Israel, em 3 de janeiro de 2021 Amir Cohen/Reuters Um novo tratamento para a Covid-19, desenvolvido pelo centro médico Ichilov, de Tel Aviv, em Israel, apresentou resultados favoráveis, de acordo com um anúncio feito na sexta-feira (5). Não há ainda um estudo com ensaio clínico e nem publicação em revista científica com revisão de outros cientistas. Os pacientes receberam uma droga para câncer de ovário. Segundo o professor Nadir Arber, do Centro Integrado de Prevenção do Câncer de Ichilov, o medicamento EXO-CD24 deve ser tomado uma vez a cada cinco dias, e é barato -- no entanto, ele não revelou o preço. De acordo com os pesquisadores, 29 dos 30 pacientes que tinham Covid-19 se recuperaram da doença. Agora, os cientistas israelenses vão fazer a pesquisa em que dão placebo a uma parte dos pacientes e a droga aos outros para comparar como o doença se desenvolve nos dois grupos. O remédio, na verdade, combate a tempestade de citocinas, uma reação exagerada do sistema imune que pode ser letal. Uma parte grande das mortes associadas à Covid-19 é devida a essa tempestade de citocinas. Israel já sente os efeitos positivos da vacinação contra a Covid-19 Na prática, o remédio faz com que uma proteína chegue aos pulmões. Essa proteína específica é localizada na superfície da célula, e tem um papel importante na regulação do sistema imune. O remédio, agora, será submetido a ensaios clínicos. Os médicos israelenses consideram que pode ser uma mudança importante na terapia de Covid-19. Veja os vídeos mais assistidos do G1 Veja Mais

Biden testará aliados com abordagem mais coordenada para a China

Valor Econômico - Finanças Presidente dos EUA e seu gabinete já repetiram linguagem dura e tomaram medidas duras com relação à China O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assumiu o cargo há cerca de duas semanas, em meio à preocupação em alguns setores, em casa e no exterior, de que o novo governo gradualmente amoleça com a China. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 6 de janeiro, segundo consórcio de veículos de imprensa

Glogo - Ciência País contabilizou 230.314 óbitos e 9.456.345 casos por Covid-19 desde o início da pandemia. O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 13h deste sábado (6). Desde o último balanço, às 20h de sexta-feira (5), 6 estados atualizaram seus dados: BA, CE, GO, MG, MS, TO. Veja os números consolidados: Mortes: 230.314 Casos: 9.456.345 Na sexta-feira (5), até as 20h, , o país registrou 1.244 mortes pela Covid-19 nas 24 horas anteriores, chegando ao total de 230.127 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.050. Já são 16 dias com essa média acima da marca de 1 mil. A variação foi de +3% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 9.449.088 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 51.319 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 47.087 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -8% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos. Oito estados e o Distrito Federal estão com alta nas mortes: PR, DF, GO, AC, PA, BA, CE, MA e PI. As secretarias dos estados do Rio Grande do Norte e de Roraima não divulgaram novos dados até o fechamento do balanço do consórcio desta sexta-feira. Brasil, 5 de fevereiro Total de mortes: 230.127 Registro de mortes em 24 horas: 1.244 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.050 (variação em 14 dias: +3%) Total de casos confirmados: 9.449.088 Registro de casos confirmados em 24 horas: 51.319 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 47.087 por dia (variação em 14 dias: -8%) (Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou um boletim parcial às 13h, com 229.097 mortes e 9.406.817 casos confirmados.) Estados Subindo (8 estados e Distrito Federal): PR, DF, GO, AC, PA, BA, CE, MA e PI Em estabilidade (10 estados): ES, MG, RJ, SP, MT, AM, RO, TO, AL, PB Em queda (6 estados): RS, SC, MS, AP, PE, SE Não divulgaram (2 estados): RR e RN Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia). Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Vacinação Balanço da vacinação contra Covid-19 desta sexta-feira (5) aponta que o Brasil já aplicou 3.366.706 de doses, segundo dados divulgados até as 20h. A segunda dose já foi aplicada em 1.962 pessoas no estado de Pernambuco. Estados com mortes em alta Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em estabilidade Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em queda Editoria de Arte/G1 Sul PR: +35% RS: -26% SC: -17% Sudeste ES: -5% MG: +7% RJ: -7% SP: +4% Centro-Oeste DF: -20% GO: +16% MS: -26% MT: -2% Norte AC: +77% AM: +10% AP: -41% PA: +41% RO: +12% O estado de RR não divulgou novos dados até as 20h. Considerando os dados até 20h de quinta (4), estava em +270% TO: 0% Nordeste AL: -5% BA: +24% CE: +28% MA: +77% PB: -1% PE: -20% PI: +28% O estado do RN não divulgou novos dados até as 20h. Considerando os dados até 20h de quinta (4), estava em -23% SE: -34% Brasil Sul Sudeste Centro-Oeste Norte Nordeste Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal (saiba mais). X Veja Mais

Melhor celular Motorola para comprar | Guia do TudoCelular

tudo celular Qual o melhor celular da Motorola para comprar? Confira a nossa seleção com os 10 melhores e escolha o seu favorito. Veja Mais

Por quê astrônomo de Harvard crê que fomos visitados por nave extraterrestre?

O Tempo - Mundo "A postura correta é ser modesto e dizer: 'Não somos nada especial, existem muitas outras culturas por aí e só temos que encontrá-las" Veja Mais

França lidera bloqueio a maior participação do Brasil no Comitê de Meio Ambiente da OCDE

Valor Econômico - Finanças Paris alertou os outros membros da entidade de que o Comitê perderia credibilidade aceitando um “upgrade” do Brasil nesse órgão, diante das posturas do presidente Jair Bolsonaro na área ambiental A França lidera um bloqueio a uma maior participação do Brasil no Comitê de Meio Ambiente (EPOC, na sigla em inglês) da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Economico (OCDE), podendo dificultar mais para o país iniciar negociações para aderir à essa entidade. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

O Esquadrão Suicida: James Gunn diz que o filme está finalizado

O Esquadrão Suicida: James Gunn diz que o filme está finalizado

Tecmundo James Gunn confirmou a conclusão do seu próximo filme, O Esquadrão Suicida, em sua conta pessoal do Twitter. Ele também destacou a liberdade criativa que teve durante a produção, e afirmou que a Warner aceitou todas as suas escolhas.“O Esquadrão Suicida está totalmente concluído e editado e eu fiz todas as escolhas e eles [os produtores] nunca interferiram nem um pouco”, comentou Gunn. “Eles deram muito poucas sugestões — geralmente eram boas e secundárias e eu as aceitava apenas se eu queria e as recusava quando não as considerava importantes. A Warner foi criativamente incrível”.Leia mais... Veja Mais

Vacina de Oxford mostra eficácia limitada contra variante da África

Valor Econômico - Finanças De acordo com dados iniciais de um ensaio de pequena fase, eficácia é reduzida para a doença leve A vacina para o combate à Covid-19 da AstraZeneca mostrou eficácia limitada contra a doença leve causada pela primeira variante identificada na África do Sul, de acordo com dados iniciais de um ensaio de pequena fase. A eficácia contra casos graves de Covid-19, hospitalização e mortes foi ainda não foi determinado, "dado que os indivíduos eram predominantemente jovens adultos saudáveis", disse um porta-voz da AstraZeneca em um comunicado. Nenhum dos participantes do estudo morreu ou foi hospitalizado, de acordo com o Financial Times, que relatou pela primeira vez os resultados do estudo. O estudo, com uma amostra relativamente pequena de mais de 2.000 indivíduos, ainda não foi revisado por pares e deve ser publicado na segunda-feira, disse o jornal. Os pacientes no estudo tinham uma idade média de 31 anos. “Acreditamos que nossa vacina pode proteger contra doenças graves, pois a atividade de anticorpos neutralizantes é equivalente à de outras vacinas contra a Covid-19 que demonstraram atividade contra a doença na sua forma mais grave, particularmente quando o intervalo entre a primeira e a segunda dose é otimizado para de 8 a 12 semanas ”, disse o porta-voz da AstraZeneca. Os dados iniciais indicam que outras respostas imunológicas, como respostas de células T, podem permanecer intactas em relação à variante sul-africana, acrescentou o porta-voz. A variante identificada primeiro na África do Sul está emergindo como uma ameaça chave para as perspectivas do mundo de acabar com a pandemia, à medida que os países implementam as doses iniciais da vacina. Embora os fabricantes de vacinas afirmem que suas vacinas parecem manter a eficácia contra as variantes do Reino Unido, as companhias farmacêuticas correm para desenvolver vacinas de reforço contra novas variantes à medida que o vírus evolui. A Universidade de Oxford e a AstraZeneca começaram a adaptar sua vacina contra esta variante, disse o porta-voz. Se necessário, eles avançarão no desenvolvimento clínico para que esteja pronta para entrega no outono. No início desta semana, o vice-presidente executivo de pesquisa biofarmacêutica da Astra reduziu as expectativas sobre como a vacina funcionaria contra a variante. “Não vamos ficar surpresos ao ver a eficácia reduzida ”, disse Mene Pangalos. “É de se esperar que haja atividade reduzida.” Veja Mais

Android 12: o que esperar da próxima versão do sistema do Google?

canaltech Muitas empresas ainda trabalham em cima do Android 11 para desenvolver uma interface estável e recente para seus usuários, mas o tempo não para e o Android 12 tem previsão de lançamento já para o segundo semestre deste ano. A versão Developer Preview deve ser disponibilizada para os desenvolvedores ainda em fevereiro, quando algumas de suas principais funcionalidades se tornarão públicas. Conheça todas as novidades do Android 11 Quais celulares serão atualizados para o Android 11 Até o momento, não muita coisa confirmada em relação à atualização, mas o Canaltech reuniu nos próximos parágrafos os principais rumores e vazamentos sobre o que esperar do Android 12. Android 12: data de lançamento Geralmente, o Google lança a versão estável do sistema operacional durante o segundo semestre de cada ano — a versão final do Android 11, por exemplo, foi disponibilizada para todos os usuários em setembro de 2020. Os desenvolvedores, por sua vez, terão uma amostra dos novos recursos do Android 12 em breve, provavelmente em meados de fevereiro. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Já na conferência anual Google I/O, onde a empresa fala sobre produtos voltados a desenvolvedores e usuários finais, deve sair o primeiro beta público, onde os usuários da linha Pixel terão acesso antecipado às novidades da atualização. Android 12: celulares compatíveis A linha Pixel deve ser a primeira a receber a atualização para o Android 12. De acordo com o cronograma de atualizações de sistema e segurança do Google para os smartphones caseiros do Google, todos os modelos acima do Google Pixel 3 e Pixel 3 XL serão atualizados para o Android 12. Muitas empresas ainda não se manifestaram sobre o update de seus smartphones para o Android 12, mas, considerando o atual cronograma de atualização de algumas delas, é possível listar os seguintes aparelhos elegíveis: Google Google Pixel 3 e 3 XL Google Pixel 3a e 3a XL Google Pixel 4 e 4 XL Google Pixel 4a e 4a (5G) Google Pixel 5 Samsung Galaxy S10 Galaxy S10e Galaxy S10 Lite Galaxy S10 Plus Galaxy Note 10 Galaxy Note 10+ Galaxy S20 Galaxy S20+ Galaxy S20 Ultra Galaxy Note 20 Galaxy Note 20 Ultra Galaxy Z Flip Galaxy Fold Galaxy Z Fold 2 Android 12: novidades e funções Hibernar aplicativos: como o próprio nome já indica, o Android 12 deve ser capaz de "hibernar" aplicativos em desuso, com o objetivo de economizar espaço. Infelizmente, as informações encontradas pelo site XDA-Developers não dizem muita coisa sobre como será feita a liberação de espaço, mas o recurso será ativado por um serviço que determina se o programa está em uso ou não. Temas coloridos: o Google deve expandir a gama de cores e personalizações disponíveis para as telas do sistema. As fabricantes terão a possibilidade de diferenciar seus modelos com temas próprios. Projeção mostra efeito dos temas na cortina de notificações (Imagem: reprodução/9to5Google) Segundo o site 9to5Google, que encontrou as novidades, os temas à princípio não estarão disponíveis para personalização do usuário, mas poderão ser utilizados pelos desenvolvedores para criarem temas únicos para seus aplicativos. Bloquear aplicativos de usarem internet: internamente chamada de "modo de rede restrito", a novidade bastante aguardada tem o objetivo de restringir acesso à internet para aplicativos. A função deve ajudar a economizar dados e aumentar a segurança do celular. Foco em telas flexíveis: outra novidade presente no Android 12 envolve o recurso de multitarefa do sistema. De acordo com informações obtidas pelo site 9to5Google, o modo deve melhorar a usabilidade especialmente em aparelhos com tela dobrável e outros formatos, como o LG Wing e o Surface Duo. Batizada de “app pairs” (pares de apps, em tradução direta), a novidade simplifica a troca de aplicativos abertos nos aparelhos com tela dupla, mas tem o potencial de ajudar especialmente modelos com telas grandes, caso dos celulares dobráveis. Atualização do sistema facilitada: um desenvolvedor do site XDA-Developers encontrou evidências de que o Google pretende converter o Android Runtime (também conhecido como ART) em um módulo do Projeto Mainline, permitindo enviar atualizações rapidamente para os principais componentes do sistema através da Play Store. Na prática, isso significaria um maior controle do Google sobre o envio de atualizações de segurança aos dispositivos, sem depender do cronograma que as empresas atualmente fornecem aos seus aparelhos. Android 12 vai facilitar consideravelmente a atualização do sistema Novos gestos para aparelhos Pixel: já disponível nos iPhones, o toque duplo na parte traseira deve ser disponibilizado para os modelos Pixel com o Android 12. Com o recurso, o usuário poderá acionar o Google Assistente ou configurar tal movimento para outras ações, como tirar um print da tela, somente dando dois toques na parte de trás do celular. Ainda não há informações se outras fabricantes adaptarão o recurso para seus smartphones. Sistema mais "amigável" às lojas de apps de terceiros: com o Android 12, o Google também promete um sistema mais "amigável" às lojas de apps de terceiros. Em comunicado em setembro passado, a empresa informou que vai facilitar o uso de outros marketplaces, de modo aos desenvolvedores ainda terem a chance de distribuir na plataforma Android mesmo que não concordem com os termos de negócios do sistema. Acompanhe o Canaltech para saber de todas as novidades sobre o Android 12. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: 10 filmes fracassos de bilheteria que se tornaram clássicos Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) Samsung leva modo DeX sem fio para computadores, mas há um porém Veja Mais

Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (06/02/2021)

canaltech Pandemia se estendendo, carnaval cancelado e o melhor é ficar em casa (se puder, claro). Para nossa sorte, há muita arte para ser apreciada e nossa lista de melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online está repleta de estreias, obras de 2020 e lançamentos de 2021, sempre com opções variadas, da pipoca ao vinho, dos risos às lágrimas. Esta semana temos a estreia das segundas temporadas de séries adoradas, dramas para nos deixar arrasados, terrores para se divertir, uma sci-fi para refletirmos sobre a realidade e, como sempre, um filme fora dos padrões para quem quer conhecer alguma coisa um pouco diferente. Ficou curioso para saber que filmes e séries são esses? Então dá uma olhada nas nossas dicas do que assistir online neste final de semana. Para facilitar ainda mais a sua vida, o Canaltech sempre acrescenta trailer e uma pequena descrição de cada produção, além de incluir os links para os serviços em que elas estão disponíveis, assim o seu trabalho é basicamente apenas apertar o play. Veja quais te agradam, prepare a sala, reúna toda a família e divirta-se! -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Os lançamentos da Netflix em fevereiro de 2021 Os lançamentos do Amazon Prime Video em fevereiro de 2021 Os lançamentos do Disney+ em fevereiro de 2021 10. Cooties - A Epidemia   As crianças têm, sim, uma certa inocência, o que admiramos imensamente. Mas todos sabemos que essa inocência começa a ser perdida desde muito cedo e que, mesmo pequenas, muitas crianças podem ser terríveis e até mesmo cruéis. Professores sentem isso na pele cotidianamente, o que faz de Cooties uma metáfora bastante catártica. Por causa de um lote contaminado de nuggets, crianças de uma escola viram zumbis e tocam o terror para cima dos professores. Terror indie divertidíssimo (dependendo do seu tipo de comédia, claro), Cooties é estrelado por Elijah Wood e tem a direção da dupla Jonathan Milott e Cary Murnion, que dirigiram também o recente (e excelente) Becky. Cooties - A Epidemia está no catálogo do NOW e pode ser comprado no Looke. Leia também: 10 filmes de zumbi com muitos miolos e tripas que você precisa assistir Como sobreviver a um apocalipse zumbi Crítica | #Alive mira nos zumbis e acerta no público ao criar terror indie k-pop 9. Preciosa: Uma História de Esperança   Os documentários nos ajudam a entender realidades alheias às nossas, mas somente a ficção nos permite a imersão em momentos mais íntimos, que são justamente aqueles que podem mais nos abalar e promover uma maior empatia. Preciosa foi um dos filmes mais comentados 2009/2010, quando as recomendações boca-a-boca vinham quase sempre acompanhadas do alerta de que é preciso ser forte para assistir Preciosa. Isso porque o filme é um drama pesadíssimo sobre uma adolescente com sobrepeso, abusada e analfabeta que está grávida de seu segundo filho. Como o título indica, há também uma mensagem de otimismo, que começa a partir do momento em que ela é convidada a se matricular em uma escola alternativa para que sua vida tome uma nova direção. Gabourey Sidibe, que interpreta a protagonista, era uma das favoritas ao Oscar de 2010, quando acabou perdendo para a já não tão lembrada performance de Sandra Bullock em Um Sonho Possível. No mesmo ano, porém, a comediante Mo'Nique levou a estatueta da categoria de Melhor Atriz Coadjuvante. Preciosa: Uma História de Esperança pode ser assistido pelos streamers do Amazon Prime Video, do Looke, do NetMovies e do Mubi. Leia também: Os 5 melhores filmes de drama disponíveis na Netflix As 10 melhores séries de drama e mistério originais da HBO 15 filmes dirigidos por mulheres que você precisa assistir 8. Todos os Meus Amigos Estão Mortos   Há quem reclame muito do catálogo da Netflix, mas é inegável que a plataforma tem ajudado os brasileiros a conhecer produções para além das estadunidenses. Filmes e séries alemães, espanhóis, indianos, mexicanos, japoneses… E, agora, mais uma produção polonesa, o filme de comédia, crime e drama Todos os Meus Amigos Estão Mortos. O filme marca a estreia do diretor e roteirista Jan Belcl, que antes havia trabalhado apenas na série de comédia Izbrisani, provavelmente desconhecida do público brasileiro. Todos os Meus Amigos Estão Mortos conta a história de um grupo de amigos que, durante o Réveillon, se envolvem em uma série de eventos insanos que os conduz a um final chocante. A sinopse e o título já avisam que o grande objetivo do filme está no final, então o que importa é o desenvolvimento dos eventos, com muita violência e hormônios à flor da pele. Todos os Meus Amigos Estão Mortos estreou com exclusividade na Netflix. Leia também: Crítica | Rede de Ódio expõe impacto social de atitudes virtuais e pessoais 10 comédias brasileiras para assistir na Netflix Os melhores filmes de comédia disponíveis na Netflix 7. O 3º Andar - Terror na Rua Malasaña   Quem não gosta de um terror sobrenatural baseado em fatos reais? O gostinho de saber que alguém passou por (quase) tudo o que vemos no filme ajuda a deixar tudo mais assustador. Além disso, quem gosta muito desse gênero, provavelmente sabe que o terror espanhol tem seu próprio jeitinho de nos assustar, mesmo quando incorpora elementos hollywoodianos à narrativa. Essa é mais uma história sobre uma família que se muda para uma casa assombrada e que, você deve imaginar, acaba sendo atormentada pelo passado do lugar. O 3º andar - Terror na Rua Malasaña é dirigido por Albert Pintó, que traz para sua filmografia um terror mais sério após trabalhar diversas vezes com terrir, o subgênero que mistura terror e comédia. O 3º andar - Terror na Rua Malasaña chegou ao catálogo do NOW e pode ser comprado na Play Store, além de estar disponível para aluguel ou compra no iTunes. Leia também: Os 10 melhores filmes de terror disponíveis na Netflix Os 10 melhores filmes de terror da nova geração 10 filmes de terror que não botam medo em ninguém 6. Bliss: Em Busca da Felicidade   Com a pandemia, poucas ficções científicas acabaram estreando e, agora, começam a chegar produções menores como o drama romântico sci-fi Bliss, estrelado por Salma Hayek (Frida) e Owen Wilson (Penetras Bons de Bico). Dirigido por Mike Cahill (O Universo no Olhar), Bliss não é mais um romance bonitinho. Bliss conta uma história de amor complexa e mostra um homem (Wilson) divorciado que se envolve com uma mulher (Hayek) misteriosa: ela vive nas ruas e é convencida de que o mundo poluído e destruído ao seu redor é uma simulação de computador. A discussão fica ainda mais interessante ao relacionarmos com a nossa realidade e ganha ares de Black Mirror se pensarmos nas possibilidades de problemas psicológicos que podem ser gerados por “realidades alternativas”. Bliss: Em Busca da Felicidade estreou com exclusividade no Amazon Prime Video. Leia também: Dez filmes sensacionais de ficção científica que não são tão conhecidos assim 10 séries recentes de ficção científica para dar um nó na sua cabeça 8 filmes para quem curtiu a série Dark 5. Um Elefante Sentado Quieto   Esse pode ser um bom ponto de encontro para dois públicos bastante diferentes. Duplamente premiado no Festival Internacional de Cinema de Berlim, Um Elefante Sentado Quieto é a indicação cult da lista, mas pode ser uma oportunidade para os fãs de produções chinesas conhecerem algo além do pop. Um Elefante Sentado Quieto é um drama que acompanha as vidas de quatro pessoas, trajetórias que se tornam ainda mais complicadas quando seus destinos se cruzam. Dirigido pelo estreante em longas-metragens Bo Hu, este é um filme reflexivo e contemplativo, não sendo uma boa indicação para quem estiver mais interessado em se divertir ou ver muita ação. Um Elefante Sentado Quieto está disponível para os assinantes do Looke, onde também está disponível para aluguel ou compra. O filme também pode ser comprado ou alugado na Play Store e no iTunes. Leia também: Hollywood e China: cinema de intercâmbio Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? 4. Batwoman — 2ª temporada   Batwoman chegou com Ruby Rose como protagonista e, quando a atriz resolveu abandonar a personagem por motivos pessoais, a produção decidiu manter a representatividade com a contratação de Javicia Leslie, que estrela a segunda temporada. A segunda temporada chega justificando a ausência de Kate Kane no episódio “What Happened to Kate Kane?” (“O que aconteceu com Kate Kane?”, em tradução livre). A heroína da primeira temporada é dada como morta, mas há todo um mistério que envolve seu desaparecimento. O traje da Batwoman, que deixa o cargo em aberto, acaba sendo assumido por Ryan Wilder, que pretende usar o alter-ego para vingar os assassinos de sua mãe adotiva. Batwoman estreou a segunda temporada no HBO Go e no NOW. Leia também: HQs e super-heróis | A nova fase da DC e simbiontes invadindo a Marvel Ruby Rose dá mais detalhes sobre sua saída de Batwoman Crítica | Crise nas Infinitas Terras estabelece o Multiverso DC nas telinhas 3. Servant — 2ª temporada   Para quem estava com saudade de Rupert Grint, o Ron Weasley dos filmes Harry Potter, a série Servant é uma ótima oportunidade para conferir outro trabalho do ator. Criada e roteirizada por Tony Basgallop (24 Horas), Servant é produzida e tem três episódios dirigidos por M. Night Shyamalan, diretor de grandes títulos do terror como O Sexto Sentido, Sinais e A Visita, além de ser bastante reconhecido pelo recente Fragmentado. Servant acompanha um casal que, após sofrer um terrível trauma que os deixou de luto, acaba criando uma ruptura que permite a entrada de uma misteriosa força em suas vidas. Na segunda temporada, que acabou de estrear, Jericho e Leanne estão desaparecidos, enquanto Sean e Julian continuam escondendo a verdade. Muitos mistérios e tretas para sermos fisgados. Servant está disponível para streaming do Apple TV+. Leia também: Crítica | Servant combina luto com o sobrenatural para criar mistério intrigante 8 séries que valem a assinatura do Apple TV+ Palmer, com Justin Timberlake, faz Apple TV+ bater recorde de audiência 2. Malcom & Marie   A isca de Malcolm & Marie já começa no elenco, composto apenas por John David Washington, de Tenet e Infiltrado na Klan, e Zendaya, de Homem-Aranha: De Volta ao Lar e Euphoria. Quatro títulos com muitos fãs de perfis bastante diferentes e que podem encontrar um ponto de convergência em um filme que, por si só, talvez não conseguisse esse feito. Malcom & Marie é escrito e dirigido por Sam Levinson, criador da série Euphoria, e quem já conhece a série sabe que não dá para esperar muitas coisas bonitinhas. Até o trailer nos dá o alerta: este não é um romance comum. Malcom & Marie é um original Netflix, então só pode ser visto lá na plataforma. Leia também: Crítica | Malcolm & Marie é um bom filme ou um profundo nada Análise | Com 70 filmes em 2021, a Netflix avisa: é ela quem manda em Hollywood Crítica | Locked Down é um filme assintomático 1. Dickinson — 2ª temporada   As séries Apple tem sido muito elogiadas e são um dos motivos pelos quais a plataforma tem se tornado tão forte em pouquíssimo tempo. Criada por Alena Smith, Dickinson é uma série biográfica sobre a poetisa Emily Dickinson, interpretada pela maravilhosa Hailee Steinfeld, que segue entregando trabalhos incríveis desde seu tremendo sucesso de estreia, Bravura Indômita. A segunda temporada chega abalando o poético mundo insular de Emily, o que acontece quando Sue a apresenta a Sam Bowles, um editor de jornal com forte interesse em publicar mulheres. Dickinson está no catálogo do Apple TV+. Leia também: Apple TV+ | Saiba quais são as 8 séries originais disponíveis na estreia Apple TV+ | Conheça os principais conteúdos originais do streaming da Maçã As séries mais assistidas de 2020 Bônus: Mar Negro (Imagem: Divulgação/Petrini Filmes) Trash brasileiro e de qualidade? Temos! Mar Negro é um dos filmes do cineasta Rodrigo Aragão, bastante conhecido dos fãs de terror pela repercussão de Mangue Negro, seu filme de estreia. Alguns espectadores, inclusive, podem conhecer Rodrigo Aragão pelo filme A Mata Negra, que estreou nos cinemas do Brasil em 2018. Mar Negro acompanha um verdadeiro apocalipse zumbi em pequena escala e que começa quando um pescador é mordido por uma estranha criatura que encontrou durante seu trabalho noturno. Logo o problema foge do controle e se espalha pelo vilarejo, garantindo muito sangue e diversão para os espectadores. Mar Negro está no catálogo do Looke, além de estar disponível para aluguel ou compra na Play Store, no iTunes e no Looke. Leia também: Crítica | A Mata Negra é uma sanguinolenta declaração de amor pelo gênero 10 filmes trash que você precisa assistir Os 10 melhores filmes de terror da nova geração Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: 10 filmes fracassos de bilheteria que se tornaram clássicos Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) Samsung leva modo DeX sem fio para computadores, mas há um porém Veja Mais

MPT em Campinas registra alta de denúncias de irregularidades, e 34% têm elo com pandemia

G1 Economia Levantamento indica que 89 municípios da circunscrição de Campinas reuniram 3.616 queixas durante 2020, um terço delas ligada aos reflexos da crise sanitária. Veja como denunciar. A sede do MPT, em Campinas Fernando Pacífico / G1 O Ministério Público do Trabalho da 15ª Região (MPT-15), em Campinas (SP), recebeu 3.616 denúncias trabalhistas durante 2020 em 89 municípios da área de circunscrição da metrópole, alta de 8% sobre as 3.348 registradas no ano anterior. Os dados mostram que 34% têm elo com a pandemia. A área considerada abrange cidades das regiões de Campinas, Piracicaba e Jundiaí. A cobertura da instituição, porém, chega a 599 cidades no estado de São Paulo e o total de denúncias foi de 7.934. Denúncias trabalhistas 34% têm elo com a pandemia: falta de equipamentos de proteção individual (EPIs), não afastamento de funcionários em grupo de risco, falta de planejamento do ambiente de trabalho, ausência de insumos para higiene; 66% tratam de situações diversas: jornada de trabalho irregular, não pagamento de salários e benefícios, falta de recolhimento das obrigações fundiárias e previdenciárias, problemas diversos decorrentes do meio ambiente do trabalho (saúde e segurança); O procurador do trabalho Everson Rossi diz que o aumento de denúncias na área de Campinas está associado ao fato da economia ter sido afetada pela pandemia do novo coronavírus. Ele destaca abertura de procedimentos pelo MPT para monitorar a proteção do trabalho e garantia de prevenção. "A Região Metropolitana de Campinas é muito industrializada e demanda maior concentração econômica. A Covid-19, sem dúvida, acabou por alterar essa economia gerando muitas vezes mais irregularidades trabalhistas e denúncias", explica. Veja abaixo como as denúncias podem ser feitas. O número total de denúncias recebidas na área do MPT-15, em 2020, apresenta uma redução de 3,16% no comparativo com as 8.193 queixas recebidas no ano anterior, segundo levantamento da assessoria. Com sede em Campinas, o órgão tem ainda unidades administrativas em Araçatuba, Araraquara, Bauru, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São José dos Campos. Segundo Rossi, o foco de atenções do órgão neste início de ano continua direcionado para o mercado de trabalho, frente aos desdobramentos da crise sanitária, ainda que a vacinação tenha começado, uma vez que a maioria dos trabalhadores ainda terá de esperar algum tempo até receber a dose. "Enquanto estiver sob pandemia, temos a obrigação de voltar nossas atenções ao trabalhador frente à Covid-19", pondera o procurador ao destacar a necessidade fornecimento de equipamentos para proteção, itens para higiene, álcool em gel, e aplicação de medidas para evitar transmissão. Acidentes, condições degradantes e exploração do trabalho infantil também são temas prioritários. Dados por área 2019 Circunscrição Campinas: 3.348 MPT-15: 8.193 2020 Circunscrição Campinas: 3.616 MPT-15: 7.934 Setores De acordo com o MPT, os três principais alvos das denúncias na área de Campinas foram: Administração pública em geral: 332 Atividades de atendimento hospitalar: 173 Atividades de organizações sindicais: 133 Serviços Denúncias podem ser encaminhadas ao MPT por meio de site oficial da instituição. Veja mais notícias da região no G1 Campinas. Veja Mais

No Twitter, líder do governo volta a pressionar Anvisa

Valor Econômico - Finanças O deputado Ricardo Barros diz que o povo quer ser vacinado e o presidente Jair Bolsonaro já garantiu R$ 20 bilhões para comprar as doses O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR) voltou a pressionar a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a rápida liberação das vacinas contra o coronavírus. “Enquanto os papeis dormem as pessoas morrem”, escreveu ele na rede social Twitter. “A burocracia é uma forma de despotismo.” O deputado causou polêmica na quarta-feira, ao declarar que seria desejo do Congresso “enquadrar” a Anvisa para agilizar seu processo de análise. “Vivemos uma emergência, já temos 11 vacinas no mundo que já foram aprovadas em seus respectivos países com a segurança e a eficácia verificadas”, escreveu. “O povo quer ser vacinado e @jairbolsonaro já garantiu R$ 20 bilhões que dá para comprar vacina pra todos os brasileiros.” O Congresso Nacional aprovou na semana passada uma Medida Provisória (MP) que, entre outros pontos, estabelece prazo de até cinco dias para que vacinas aprovadas por agências reguladoras de um conjunto de países - Rússia, Coreia do Sul, Canadá, Argentina, Estados Unidos, União Europeia, Japão, China e Reino Unido - tenha aval da Anvisa. Os funcionários da agência reagiram. Seu presidente, Antonio Barra Torres, afirmou que tal prazo é inviável e por isso proporá ao presidente Jair Bolsonaro que vete esse ponto do texto. Veja Mais

Começa processo para levar doses de vacina do Butantan aos Estados e DF

Valor Econômico - Finanças Uma vez nos Estados, caberá a esses distribuir as doses para os municípios “junto com o Ministério da Defesa”, informou o Ministério da Saúde Começou neste sábado o processo que levará 2,9 milhões de doses da vacina produzida pelo Instituto Butantan para os Estados e Distrito Federal, informou há pouco o Ministério da Saúde. O transporte é realizado por aviões e a expectativa é que essa fase da distribuição seja encerrada na próxima segunda-feira. Uma vez nos Estados, caberá a esses distribuir as doses para os municípios “junto com o Ministério da Defesa”, informou a pasta. “Nessa etapa de distribuição, serão prioridade as pessoas com 90 anos ou mais e a continuidade dos profissionais de saúde, seguindo a priorização dos grupos do “Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19” e o princípio da equidade previsto no Sistema Único de Saúde (SUS), informou o ministério por meio de nota. Veja Mais

Lira exonera mais de 500 funcionários comissionados na Mesa Diretora da Câmara

O Tempo - Política Presidente da Casa nega que a exoneração seja uma espécie de revanchismo contra o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) Veja Mais

Cuba afrouxa política econômica e amplia o trabalho privado

G1 Economia Segundo o governo cubano, objetivo da reforma é facilitar o desenvolvimento do trabalho autônomo no país. O governo cubano anunciou neste sábado (6) um aumento substancial da atividade privada em vários setores, o que implica uma grande reforma neste país socialista em que o Estado e suas empresas dominam a economia. A medida, que havia sido anunciada em agosto pela ministra do Trabalho, Marta Elena Feito, foi aprovada na sexta-feira pelo Conselho de Ministros, informou o jornal governista do Partido Comunista (PCC, único). Mulher aplaude da varanda de sua casa em comemoração ao Dia do Trabalho, em Havana, Cuba Ismael Francisco/AP Cuba declara 'Dia Zero' na economia, com mudança na moeda e reformas Segundo Feito, como parte da "melhoria do trabalho autônomo (privado)", "a lista anterior contendo as 127 atividades" que os cubanos podiam legalmente exercer foi eliminada e ampliada para "mais de 2.000 atividades nas quais permite o exercício do trabalho por conta própria". O responsável disse que apenas 124 atividades são limitadas, total ou parcialmente, mas não deu detalhes. O objetivo desta reforma é facilitar o "desenvolvimento do trabalho autônomo", indicou ela, observando que vai retirar as amarras das forças produtivas e permitir que os cubanos abram negócios com um perfil mais amplo. O governo vem ampliando há uma década as atividades que os cubanos podem realizar por conta própria, que se concentram em gastronomia, transporte e aluguel de quartos para o turismo. A ilha de 11,2 milhões de habitantes tem atualmente mais de 600 mil trabalhadores autônomos, o que representa 13% da força de trabalho do país. Esse setor "tem sido severamente impactado pela intensificação do bloqueio" dos Estados Unidos sob a gestão anterior de Donald Trump, e "também pelos efeitos da pandemia" do coronavírus, disse Feito. O ministro da Economia, Alejandro Gil, afirmou que Cuba está dando um "importante passo para o aumento do emprego, em linha com a ordem monetária do país", referindo-se à complexa reforma econômica que entrou em vigor em 1º de janeiro e após um duro 2020 que registrou uma queda no PIB de 11%. São "boas notícias" e "definitivamente um passo na direção certa", apesar de "infelizmente ter demorado muito", disse o economista Ricardo Torres, da Universidade de Havana. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Laura Cardoso e outros idosos comemoram vacinação no Rio

O Tempo - Diversão - Magazine Aos 93 anos, ela exibiu, orgulhosa, sua carteirinha, com a anotação da imunização Veja Mais

Declaração de Haddad em relação a 2022 provoca reações favoráveis e contrárias

O Tempo - Política Algumas siglas viram o movimento como lançamento antecipado e outras defenderam o direito de o PT disputar a Presidência Veja Mais

Autor de ‘Bilionários por Acaso’ vai escrever livro sobre GameStop

Valor Econômico - Finanças Pelo menos quatro propostas de obras sobre o assunto estão sendo avaliadas por editoras ou sendo escritos, de acordo com pessoas que acompanham o assunto A editora Grand Central Publishing comprou os direitos de um livro a ser escrito por Ben Mezrich sobre o recente alvoroço envolvendo as ações da varejista de videogames GameStop que colocou pequenos investidores contra fundos de hedge. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Papa sinaliza abertura e nomeia freira como subsecretária do Sínodo dos Bispos

O Tempo - Mundo Irmã Nathalie Becquart é a primeira mulher a assumir o cargo Veja Mais

Supremo confirma acordo com novos prazos para INSS analisar benefícios

Valor Econômico - Finanças Com base no voto do relator Alexandre de Moraes, seguido pelos demais ministros, o acordo estabelece novos prazos, de 30 a 90 dias para a análise de pedidos de benefícios O Supremo Tribunal Federal (STF) homologou, por unanimidade, um acordo que estabelece novos prazos, de 30 a 90 dias, para que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) analise pedidos de benefícios assistenciais, com o objetivo de zerar a fila de espera. O INSS tem seis meses para se adaptar às novas regras. A decisão foi tomada em sessão plenária virtual encerrada às 23h59 de sexta-feira. Nesse formato, os ministros do Supremo inserem os votos em um sistema remoto. Com o julgamento, foi confirmada uma liminar (decisão provisória) que havia sido concedida em dezembro pelo relator do assunto, ministro Alexandre de Moraes. Em voto que foi seguido por todos os demais ministros do Supremo, Moraes afirmou que o acordo “assegura, de um lado, que os requerimentos dirigidos ao INSS sejam apreciados em prazos razoáveis e uniformes; e, de outra parte, intenta a extinção das múltiplas demandas judiciais referentes ao mesmo objeto”. Pelo acordo, que vale por dois anos, foi estabelecido também prazo máximo de 45 dias para a realização de perícia médica e de avaliação social no caso dos benefícios que exijam os procedimentos (tal prazo sobe para 90 dias em locais de difícil provimento). Se houver descumprimento de qualquer dos prazos previstos no acordo, uma Central Unificada de Cumprimento Emergencial de Prazos, formada por membros de INSS, Ministério Público Federal (MPF) e Defensoria Pública da União (DPU), entre outros órgãos, deve dar uma solução para o requerimento do benefício em no máximo dez dias. Os termos do acordo foram alcançados no ano passado numa negociação envolvendo o Ministério Público Federal (MPF), a Advocacia-Geral da União (AGU) e o próprio INSS. A iniciativa partiu da Procuradoria-Geral da República (PGR), que propôs a conciliação em um recurso que tramitava no Supremo, sob a relatoria de Moraes. Nesse processo, procuradores de Santa Catarina pediam que a Justiça estabelecesse prazo máximo para realização de perícia médica pelo INSS, no caso dos auxílios e benefícios que dependem do procedimento. Com o acordo, a ação acabou extinta. Como havia repercussão geral reconhecida pelo Supremo, o mesmo deve ocorrer com os demais processos que tramitam pelo país sobre o assunto. Veja Mais

Centrão já pressiona Bolsonaro para ter Banco do Brasil e Casa da Moeda

O Tempo - Política Grupo cobra também postos de segundo e terceiro escalões sinalizados durante a campanha legislativa ou prometidos em 2020 Veja Mais

Saúde pede à Economia R$ 5,2 bi adicionais para pagar despesas com leitos de pacientes de Covid

G1 Economia Sem novos recursos, número de leitos destinados pelo governo federal a pacientes com a doença pode cair pela metade. Ministério da Saúde pede mais R$ 5,2 bilhões para custear leitos de UTI O Ministério da Saúde pediu no último dia 29 para o Ministério da Economia um crédito suplementar de R$ 5,2 bilhões a fim de custear despesas com a pandemia de Covid-19. Sem novos recursos, o número de leitos destinados pelo governo federal a pacientes com a doença pode cair pela metade. No pedido, o ministério argumenta que o dinheiro previsto para a saúde no orçamento da União, que aguarda votação do Congresso, já está todo comprometido — R$ 136,7 bilhões. A informação está na edição deste sábado (6) do jornal "O Globo". O ofício com dois documentos e o pedido da verba foi enviado ao Ministério da Economia e à Casa Civil pelo secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco. A TV Globo também teve acesso aos documentos. Em um dos documentos, o secretário-executivo do ministério diz que são necessários "recursos para custeio de serviços de atenção especializada, especialmente leitos de UTI". Em outro, justifica a necessidade de liberação da verba: "A persistência da doença observada pela evolução da quantidade de casos produz impactos severos no Sistema Único de Saúde (SUS) que impõem a necessidade de adequar a capacidade do Estado para garantir o direito à saúde enquanto não é possível controlar a situação epidemiológica." Segundo o texto, "além do elevado número de doentes que estão ingressando no SUS para tratamento em razão da Covid-19, dependendo do comportamento da doença, os entes precisarão de apoio inclusive para organizar o fornecimento de itens essenciais para o atendimento, como está acontecendo no Amazonas e em Rondônia". Por isso, afirma o secretário no pedido ao Ministério da Economia, "é imprescindível e urgente utilizar recursos orçamentários adicionais àqueles previstos no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para ampliar a capacidade de atendimento à população, ajustando-a à demanda emergencial". O Conselho Nacional de Secretários de Saúde dos estados (Conass) já vinha demonstrando preocupação com a redução de recursos do governo federal para ações de combate à Covid, como o custeio de leitos de UTIs, principalmente depois de uma reunião, na semana passada, com a equipe do Ministério da Saúde. Na reunião, o Ministério da Saúde informou ao conselho que o número de leitos em fevereiro custeados pelo governo federal vai ser reduzido em mais da metade na comparação com janeiro — de quase 8 mil para pouco mais de 3 mil leitos. Essa redução foi informada pela secretária substituta de Atenção Especializada à Saúde, Maria Inez Gadelha, em reunião da Comissão Intergestores Tripartite, na quinta-feira passada. "Nossa situação hoje é de 7.717 habilitados em janeiro e, a partir de fevereiro, 3.187", disse a secretária na reunião. "Ora, se nós não tomarmos uma medida imediata e, principalmente, a partir de tudo que assistimos hoje aqui, nas apresentações, certamente vai haver uma crise muito mais aguda", afirmou. A secretária informou também que o governo federal já recebeu de estados e municípios pedidos de prorrogação para manter 1.335 leitos de UTI custeados pela União, além de outros 2.685 pedidos para a habilitação de novos leitos. Ela fez ainda a ressalva de que os dados eram de 25 de janeiro e que o número ainda poderia aumentar. Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que "faz — e sempre fez — parte de suas atribuições adequar o orçamento às necessidades do SUS". De acordo com o ministério, "uma vez obtidos os créditos extraordinários, repasses são feitos com a maior brevidade possível, atendendo a critérios objetivos, pelo governo federal a estados, Distrito Federal e municípios". Segundo a pasta, o pedido ao Ministério da Economia é "algo normal". O Ministério da Economia não respondeu. VÍDEOS: notícias de política Veja Mais

Netanyahu considera 'antissemita' a decisão do TPI sobre Territórios Palestinos

O Tempo - Mundo "Quando o TPI investiga Israel por falsos crimes de guerra isto é pura e simplesmente antissemitismo", afirmou o primeiro-ministro Veja Mais

'Loira Suicida', sobre a mulher diante do sexo e das drogas, enfim chega ao país

O Tempo - Diversão - Magazine O livro se tornou referência para mulheres que lutam por igualdade, e entrou para o rol da literatura transgressora dos anos 1990 Veja Mais

STJ manda soltar vereador acusado de integrar organização criminosa

O Tempo - Política Glauco Luís Costa Ton (MDB), de Agudos (SP), vai responder em liberdade das acusações de desvio de R$ 500 milhões Veja Mais

Claudia Mauro comemora 40 anos de carreira com retorno à Globo

O Tempo - Diversão - Magazine A atriz, assim como boa parte da população mundial, precisou mudar os planos que tinha em 2020, mas não se deu ao luxo de ficar parada Veja Mais

Restaurantes de SP enchem na reabertura, mas donos ainda se queixam de restrições

Valor Econômico - Finanças Pacote disponibilizará R$ 125 milhões adicionais em crédito por meio do Banco do Povo e da agência Desenvolve SP Depois de terem de fechar as portas no fim de semana passado, os restaurantes de São Paulo reabriram neste sábado (6), e com bastante movimento. Após pressão do setor, o governador João Doria (PSDB-SP) anunciou o retorno da região metropolitana para a fase amarela e permitiu que os restaurantes da capital pudessem reabrir nos finais de semana e até às 22h. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Nasce Antônio, primeiro filho do ator Jayme Matarazzo

O Tempo - Diversão - Magazine Menino nasceu na sexta-feira (4), com 3,4 kg, em São Paulo Veja Mais

Empresário rompe com Marilyn Manson após denúncias de abuso

O Tempo - Diversão - Magazine Evan Rachel Wood acusou o músico de abuso e violência doméstica. Agente estava com o artista há 25 anos Veja Mais

Primeiro lote de IFA da China chega à Fiocruz para produção de vacina

Valor Econômico - Finanças Os 90 litros do ingrediente que chegaram hoje são suficientes para a produção de 2,8 milhões de doses O primeiro lote do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) da China para a produção da vacina contra a covid-19 chegou à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) neste sábado à noite. Os 90 litros de IFA recebidos hoje - armazenados a -55ºC - são suficientes para a produção de 2,8 milhões de doses da vacina Oxford/Astrazeneca. A carga, que chegou ao aeroporto do RIOGaleão pouco depois das 18h, foi levada em um caminhão frigorífico para a Fiocruz, na Avenida Brasil, onde chegou por volta das 20h. O material foi recebido pelos ministros da Saúde, Eduardo Pazuello, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e pela presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima. O insumo saiu de Xangai, na China, passou por Luxemburgo, e veio para o Brasil em um avião de carga. A carga estava prevista para chegar ao Brasil em janeiro, mas acabou sofrendo atraso em função de trâmites burocráticos na China. A Fiocruz receberá mais dois lotes em fevereiro, nos dias 23 e 28. Com a liberação do primeiro lote, os seguintes já têm as autorizações garantidas para a exportação. A partir do recebimento desses insumos, a fundação tem previsão de entregar ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde (MS), em março, 15 milhões de doses da vacina. A primeira entrega, com 1 milhão de doses, deverá ocorrer na semana de 15 a 19 de março. Vídeo Em vídeo divulgado neste sábado, a presidente da Fiocruz ressaltou a importância do recebimento do IFA para o combate à covid-19. “Estamos certos que vamos produzir essa vacina, uma vacina eficaz e segura, para o Programa Nacional de Imunizações, para o Sistema Único de Saúde (SUS)”, disse Nísia Trindade Lima. Com a chegada da matéria-prima da China, o processamento da vacina contra a covid-19 ocorrerá em quatro etapas. Na primeira delas, de formulação, o IFA é descongelado e diluído para receber estabilizadores responsáveis por garantir a integridade e preservação do princípio ativo. Na segunda fase, de envaze e recravação, o líquido da vacina é inserido de forma automatizada em frascos esterilizados, sendo fechados e encaminhados para recravação, momento em que recebem lacre de segurança. Na etapa de inspeção, os frascos são verificados individualmente por um equipamento especializado, que identifica possíveis problemas como rachaduras, defeitos nos vidros e outros sinais que possam comprometer a vacina. A quarta e última fase do processamento é a de rotulagem e embalagem, na qual as vacinas recebem rótulos com identificação, número de lote, data de fabricação, validade e outras informações técnicas. Em seguida, as vacinas serão embaladas. Meta Apesar do atraso na entrega dos insumos da China, a Fiocruz mantém sua meta de produção de 100,4 milhões de doses da vacina até julho. Outras 100 milhões de doses estão previstas para o segundo semestre do ano. Até o início de março, a Bio-Manguinhos, unidade técnico-científica da Fiocruz, terá uma linha de produção da vacina, com capacidade de 700 mil doses por dia. No fim de março, entra em operação a segunda linha de produção, o que permitirá que o envaze atinja 1,3 milhões de doses por dia. Com isso, a Fiocruz vai ampliar a entrega de doses de 15 milhões em março para 27 milhões em abril. Nesta primeira fase, a vacina é produzida com o IFA importado. A partir de abril, a Bio-Manguinhos estará pronta para iniciar o processo de incorporação de tecnologia para a produção nacional do IFA, como previsto no contrato com a Oxford/Astrazeneca. A previsão da Fiocruz é que a validação dos processos do IFA nacional seja concluída até julho, permitindo a produção a partir do mês seguinte. Veja Mais

Compositora Laura Campanér reúne estudos no álbum 'Violões dedilhados'

G1 Pop & Arte Doze temas são interpretados por quatro violonistas no disco, programado para ser lançado em 18 de fevereiro. ♪ Em 2008, quando era professora de violão na Universidade Livre de Música Tom Jobim em São Paulo, a compositora e violonista paulista Laura Campanér convidou quatro alunos para gravar álbum com temas autorais da artista. Os violonistas escolhidos pela mestra – Bruno Abramovic, Fábio Lutizzoff, Gabriel Deodato e Michel Faria – entraram no estúdio da instituição de ensino para registrar 12 temas compostos por Campanér a partir de série de dedilhados para a mão direita. Essa série tinha sido criada pelo violonista uruguaio Abel Carlevaro (1916 – 2001), para o estudo da técnica de tocar violão. Até então inédito, o disco Violões dedilhados chega ao mercado fonográfico em 18 de fevereiro – treze anos após a gravação – em edição da Borage Produtora distribuída via Tratore. No disco, cada um dos quatro violonistas interpreta três temas que, no conceito de Campanér, devem ser compreendidos como estudos para violão, já que a técnica aplicada é intrínseca às criações das composições. Apesar das composições terem como base o violão, nem todos os temas do álbum são para violão solo. Há temas para flauta e violão e um estudo para clarinete, sax soprano e violão. Por isso, o disco Violões dedilhados traz como convidados os músicos André Calixto (clarinete, flauta e saxofone) e Caio Bianchezzi (bateria e percussão). Dois dos 12 temas, Barcarola e Tristesse, reaparecem no álbum como faixas-bônus, interpretados pela própria Laura Campanér com arranjos diferentes. Pelo fato de o disco apresentar conteúdo artístico de caráter didático, Laura Campanér preparou ebook com as partituras dos temas. Também intitulado Violões dedilhados, o ebook será lançado simultaneamente com o álbum. Capa do álbum 'Violões dedilhados – Temas de Laura Campanér' Divulgação ♪ Eis, na disposição do disco Violões dedilhados, os 12 temas de Laura Campanér com os respectivos intérpretes: 1. Moving jazz (Estudo no. 4) – Gabriel Deodato 2. Dança (Estudo no. 7) – Michel Faria 3. Barcarola (Estudo no. 11) – Bruno Abramovic 4. O relógio (Estudo no. 3) – Fábio Lutizzoff 5. Noturno (Estudo no. 8) – Bruno Abramovic 6. Tristesse (Estudo no. 9) – Gabriel Deodato 7. Ciranda (Estudo no. 1) – Michel Faria 8. Choro no. 1 (Estudo no. 6) – Bruno Abramovic 9. Caixinha de música (Estudo no. 10) – Fábio Lutizzoff 10. Corre-corre (Estudo no. 12) – Gabriel Deodato 11. Carrossel (Estudo no. 5) – Michel Faria 12. Acalanto (Estudo no. 2) – Fábio Lutizzoff 13. Barcarola – Laura Campanér (faixa-bônus) 14. Tristesse – Laura Campanér (faixa-bônus) Veja Mais

Montagem 'SHARING: The Night' tem estreia neste sábado

O Tempo - Diversão - Magazine Peça teatral encenada no Palacete Dantas foi estruturada adequando as regras e os procedimentos de segurança à proposta estética do projeto Veja Mais

Chefe do FMI alerta para 'geração perdida' se países de baixa renda não tiverem mais ajuda

G1 Economia Diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional diz que "países em desenvolvimento estarão em uma situação muito difícil desta vez” e pediu mais contribuição de economias fortes e instituições internacionais. Kristalina Georgieva, candidata da União Europeia à diretoria do FMI Sergei Karpukhin/Reuters A chefe do FMI apelou a economias avançadas na sexta-feira para que forneçam mais recursos a países de baixa renda, alertando sobre uma “Grande Divergência” no crescimento global que pode colocar em risco a estabilidade e levar a agitações sociais pelos próximos anos. A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva, afirmou a jornalistas que 50% dos países em desenvolvimento correm risco de ficar ainda mais para trás, aumentando a preocupação com estabilidade e agitações sociais. Para evitar problemas maiores, países ricos e instituições internacionais deveriam contribuir mais, afirmou ela. A diretora também pediu que países altamente endividados busquem reestruturações de dívidas o mais rápido possível e tentem melhorar as condições para crescimento. “Ano passado, o principal foco era no ‘Grande Lockdown’. Este ano, corremos o risco da ‘Grande Divergência’”, disse Georgieva a repórteres durante uma vídeo-conferência. “Estimamos que os países em desenvolvimento que estão há décadas convergindo em níveis de renda estarão em uma situação muito difícil desta vez”. Recuos no padrão de vida em países em desenvolvimento tornariam muito mais difícil alcançar estabilidade e segurança para o resto do mundo, disse. “Qual é o risco? Agitações sociais. Você pode chamar de uma década perdida. Pode ser uma geração perdida”. Georgieva afirmou que economias avançadas gastaram aproximadamente 24% do PIB em média para apoiar medidas durante a pandemia, em comparação com 6% em países emergentes e 2% em países de baixa renda. Ex-executiva do Banco Mundial, Georgieva afirmou que as campanhas de vacinação têm sido desiguais, com os países mais pobres enfrentando “tremendas dificuldades”. Apenas um país na África, o Marrocos, começou a vacinar seus cidadãos, disse ela, citando graves preocupações em relação à mortalidade crescente em muitos países africanos. “Precisamos fazer tudo ao nosso alcance para reverter essa divergência perigosa”, disse, citando que países em desenvolvimento também podem ficar de fora de uma mudança profunda que está em andamento em países ricos, com uma migração para economias mais digitais e sustentáveis. Ela disse que acelerar a vacinação poderia acrescentar 9 trilhões de dólares à economia global até 2025, com 60% dos benefícios indo para países em desenvolvimento. Economia global deve encolher 4,9%, diz FMI Veja Mais

Procuradores apelam ao Supremo para que não permita enterro da Lava Jato

O Tempo - Política Eles dizem que nenhuma perícia seria capaz de atestar que as mensagens correspondem 'àquilo que teria sido digitado entre as vítimas’ Veja Mais

Quem é quem na adaptação de Sandman da Netflix?

canaltech Na semana passada, tivemos a divulgação de parte do elenco da vindoura série The Sandman, uma coprodução DC e Netflix que irá adaptar os quadrinhos homônimos escritos por Neil Gaiman. A divulgação deixou os fãs em polvorosa e há um motivo muito bom para isso: mesmo sem manter uma fidelidade total ao que podemos encontrar nos quadrinhos, a produção parece ter entendido muito bem as possibilidades de adaptação de uma fantasia e criou novas versões dos personagens, agora mais adequados às demandas das novas gerações. Não podemos esquecer que Sandman foi lançado em 1988 e, de lá pra cá, muitas coisas mudaram, inclusive o próprio Gaiman, que tem acompanhado de perto a adaptação. Sandman na Netflix | O que a revelação do elenco já nos diz sobre a série? Sandman na Netflix: o que esperar da adaptação da melhor obra de Neil Gaiman Teaser de Sandman revela detalhes da versão “novela radiofônica” Mas quem são esses personagens e porque as pessoas estão tão empolgadas com essa divulgação? Para ajudar, preparamos um apanhado de informações sobre os personagens dos quadrinhos para você ficar por dentro dessa série que tem potencial para ser mais um tremendo sucesso nerd da Netflix. Se você quiser saber mais sobre os atores e como eles podem influenciar os personagens, também temos a matéria “O que a revelação do elenco já nos diz sobre a série?”, do Claudio Yuge. Atenção! Esta matéria pode conter spoiler dos quadrinhos. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Sonho Imagem: Reprodução/Netflix Sonho (também conhecido como Sandman ou Morpheus) é tão antigo quanto a vida senciente na Terra, ou seja, é provável que ele tenha bilhões de anos, uma vez que ele nasce com a nossa capacidade de sonhar (incluindo os animais não-humanos). Sonho é um dos sete Perpétuos, personificações de ideias e conceitos ligados à vida e que estão destinados a cumprir funções até que o universo acabe e toda a vida desapareça do cosmos. Sonho é filho do Tempo e da Noite, e todos os Perpétuos, que incluem ainda Destino, Morte, Destruição, Desejo, Desespero e Delírio, referem-se uns aos outros como irmãos. Todos os Perpétuos têm incríveis poderes que os auxiliam na execução das suas funções e todos eles têm personalidades bastante particulares. Apesar de ter uma essência que pode ser entendida como divina por muitos, os Perpétuos têm autonomia e nem sempre tem atitudes exemplares. Sonho, mais especificamente, é o senhor e a personificação de todos os sonhos, histórias e fantasias, possuindo controle absoluto sobre o sono, sonhos, pesadelos e até mesmo a insônia. Morpheus na sua forma mais comum (Imagem: Reprodução/Vertigo) Os quadrinhos não seguem sempre uma linearidade específica e os arcos são interrompidos por histórias que se passam em períodos históricos diferentes e em diversas localidades do planeta. Ainda não é claro como a adaptação irá lidar com isso, mas é justamente esse amplo leque que permite à série alterar a aparência dos personagens. A escolha de Tom Sturridge é bastante fiel à aparência mais frequente do Sonho nos quadrinhos, mas, como veremos abaixo, os demais personagens sofreram alterações perfeitamente plausíveis para o universo em questão. Podemos esperar ver outras formas do Sonho, inclusive com participação de outros atores para tanto, mas nesse primeiro momento falar sobre o Sonho levanta um questionamento bastante pertinente para os fãs e que é uma falta que não foi sentida por quem não conhece os quadrinhos. Alguns perpétuos têm aparições bastante pontuais, mas Sonho tem a Morte como irmã mais próxima, com aparições recorrentes o suficiente para ser uma das personagens mais amadas dos quadrinhos. Morpheus em sua forma felina, em uma das histórias que atravessam os quadrinhos (Imagem: Reprodução/Vertigo) Logo no início dos quadrinhos a relação entre os irmãos já é invocada quando Sonho acaba sendo aprisionado em vez da Morte. O caos social que impera com esse aprisionamento é uma das atualizações em que a série deve propor uma grande mudança com relação aos quadrinhos. Em entrevista no ano passado, Gaiman chegou a confirmar que o quadrinho, bastante oitentista, será atualizado para os nossos tempos: “Ok, é 2020, digamos que estou fazendo Sandman com base em 2020, o que faremos? Como mudaremos as coisas? Que gênero terá tal personagem? Quem será tal pessoa? O que estará acontecendo?” É importante lembrarmos também que, quando criado, o quadrinho estava preocupado em gerar conexões com o imaginário do público do final dos anos 1980, que já não é mais o mesmo público de hoje. Além de haver um provável interesse da Netflix e da DC de conquistar novos fãs para Sandman, como tem feito a Disney com marcas como Star Wars, não é absurdo pensar também que o fã raiz, que leu os quadrinhos quando eles foram lançados, também não é mais a mesma pessoa daquela época, de modo que um Sadman atualizado para os nossos dias pode trazer reflexões ainda mais pertinentes para os espectadores contemporâneos, ou seja, não tem porque esperar que cada página seja fielmente transposta para a tela. Dito tudo isso, vamos aos demais personagens. Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Coríntio Imagem: Reprodução/Netflix Coríntio é um dos pesadelos criado pelo Sonho, mas ao contrário de outros pesadelos que apenas fugiram do Sonhar (Reino dos Sonhos), o Coríntio se rebela e falha em executar a função para a qual havia sido criado. Sendo um pesadelo, o Coríntio tende a ser assustador e pode render, na série, momentos bastante tensos. Ao pensarmos na série, um dos elementos que mais trazem curiosidade é a caracterização do personagem. Enquanto a foto de Tom Sturridge já evoca bastante a aparência do Sonho, a de Boyd Holbrook ainda não dá pistas de como será o pesadelo, já que o personagem tem como característica mais notável o fato de ter bocas no lugar dos olhos, aparecendo muitas vezes de óculos escuros justamente por isso. Imagem: Reprodução/Vertigo A série nem foi lançada e já tem recebido algumas críticas dos fãs que não estão gostando da representatividade que Gaiman pretende trazer para a nova versão. O Coríntio pode estar entre esses personagens. Algumas fontes apontam uma declaração em que Gaiman teria confirmado o Coríntio como um personagem gay, o que teria ficado implícito no desejo que o pesadelo tem de consumir olhos de um gênero bastante específico, no caso, os homens. Roderick Burgess Imagem: Reprodução/Netflix Este é o personagem responsável por aprisionar o Sonho em vez da Morte, o que, nos quadrinhos, acontece em 1916. Ainda não é possível saber em que momento histórico esses eventos acontecerão na série, mas dá para adiantar que esse trecho da trama, nos quadrinhos, enfraquece bastante o protagonista Sandman. Burgess era um ocultista e seu interesse em capturar a Morte tinha a ver com seu interesse na imortalidade. Sonho ficou preso durante 70 anos, até a morte de Burgess, período em que ficou tentando barganhar com a Morte, sempre sem sucesso. Nesse período, Sonho permaneceu imóvel enquanto seus pertences eram utilizados para outros interesses que não os de Morpheus. Quando escapa, Sonho precisa recuperar uma algibeira contendo areia dos sonhos, um elmo forjado do crânio de alguma criatura ou entidade, e um rubi que é uma das fontes do seu poder. Imagem: Reprodução/Vertigo Embora nenhum ator tenha sido divulgado para este personagem, é provável que o filho de Burgess também apareça na série. Quando Roderick morre, amargo e furioso, após um ataque cardíaco aos 83 anos de idade, é seu filho, Alex Burgess, que dá continuidade à organização do pai, tornando-se “proprietário” do cativo Sonho. Lucienne Imagem: Reprodução/Netflix Para quem ficou sem reconhecer essa personagem pelo nome, tudo bem. É porque ela não existe. Mais ou menos. Nos quadrinhos, Lucien é um homem alto, magro e estudioso, com o estereótipo de um intelectual de séculos atrás e orelhas pontudas. A escolha de Vivienne Acheampong para o papel certamente trará mudanças também para a personalidade do personagem que, mesmo nos quadrinhos, às vezes exerce um papel de alívio cômico. Lucienne deve manter, na adaptação, a função de Lucien e deve aparecer na série como a bibliotecária do Sonhar, tomando conta de todos os livros do palácio do Sonho, uma biblioteca que reúne todos os livros que já foram imaginados, tenham eles sido escritos, publicados ou simplesmente imaginados. Imagem: Reprodução/Vertigo Abel e Caim Imagem: Reprodução/Netflix A dupla é bastante conhecida e faz parte do imaginário popular como personagens bíblicos, filhos de Adão e Eva. Mitologicamente, Caim, o primogênito, é tomado pelo ciúme, arma uma emboscada e mata seu irmão Abel. A presença desses personagens na série é também uma indicação de que muitos personagens, de diversas culturas e mitologias, podem aparecer nos episódios. Isso não é novidade para quem conhece os quadrinhos, mas é uma informação importante para quem vai pular a leitura e ir direto para a adaptação. Nesse sentido, vale lembrar também que, sendo um quadrinho Vertigo, Sandman também pôde criar conexões com o multiverso DC, com aparição de personagens como Contantine e lugares como Asilo Arkham, que também podem aparecer na série. Imagem: Reprodução/Vertigo Nos quadrinhos, a morte de Abel pelas mãos de Caim acontece também, só que de forma cíclica. Caim mata Abel diversas vezes como consequência de um macabro transtorno obsessivo-compulsivo. Abel, por sua vez, revive repetidamente, alimentando a esperança de ter uma relação mais saudável com seu irmão. É provável que, na série, a dupla funcione também como uma espécie de alívio cômico sombrio. Em um primeiro momento, se o roteiro seguir os eventos dos quadrinhos, veremos Abel e Caim ajudando Sonho quando ele finalmente se liberta e retorna ao Sonhar, onde irá recuperar suas forças. Lúcifer Imagem: Reprodução/Netflix Por fim, outra figura conhecida do público fora do universo dos quadrinhos. Lúcifer pode ter muitas versões e interpretações, dependendo dos conhecimentos de cada pessoa. Em Sandman, Lúcifer Morningstar (que poderia ser chamado de Lúcifer Estrela da Manhã em português) tem a fama de ser o mais poderoso (e mais bonito) de todos os anjos, que, após se rebelar, acaba destinado a governar o Inferno, função que exerce há mais de 10 bilhões de anos. Nos quadrinhos, Lúcifer é caracterizado como uma criatura sofisticada, encantadora e carismática, mas também malicioso, astuto e sem nenhuma consideração pela vida humana. Apesar de frequentemente fazer o mal, o Lúcifer dos quadrinhos tem algumas regras próprias, que compõem uma espécie de código de ética próprio: Lúcifer não mente, sempre paga suas dívidas e mantém sua palavra. Imagem: Reprodução/Vertigo Andrógeno nos quadrinhos, o personagem agora chega na pele de uma atriz, Gwendoline Christie, o que pode ser uma referência ou um aprendizado com um filme que, indiretamente, compartilha do universo de Sandman. Em Contantine, o anjo Gabriel (e lembremos que Lúcifer é um anjo também) é também interpretado por uma mulher, a atriz Tilda Swinton, o que funcionou muito bem na época e deve funcionar ainda melhor em uma série, formado que permite ir mais a fundo nos personagens, sobretudo quando a história é repleta de identidades tão variadas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Desafios do Século 21: a nanotecnologia dentro de nós Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) "Relógio do Apocalipse" que prevê o fim do mundo não avançou, mas isso não é bom Veja Mais

Biden liga para desempregada em seu primeiro contato 'direto' com americanos

O Tempo - Mundo Presidente dos EUA inaugurou neste sábado uma rodada de “conversas” com cidadãos comuns, a fim de demonstrar um contato “direto” com seus compatriotas Veja Mais

Telescópio espacial James Webb ganhará o espaço em outubro

Telescópio espacial James Webb ganhará o espaço em outubro

Tecmundo O ano era 1989 e o Hubble nem havia sido lançado quando o então diretor do Instituto de Ciências de Telescópios Espaciais (STScI), Riccardo Giacconi, sugeriu a elaboração do projeto do sucessor do telescópio espacial, já que, segundo ele, grandes projetos de ciência espacial levam cerca de 20 anos para ficarem prontos. Ele errou por 11 anos: em outubro, o telescópio espacial James Webb ganhará finalmente o espaço.Leia mais... Veja Mais

Jennifer Lawrence fica ferida em explosão durante gravação de filme nos EUA

O Tempo - Diversão - Magazine De acordo com o site TMZ, um fragmento de vidro atingiu a pálpebra de Jennifer, que sangrou bastante Veja Mais

Teorias da conspiração chinesas culpam os EUA pela covid-19

Teorias da conspiração chinesas culpam os EUA pela covid-19

Tecmundo Diversas teorias da conspiração ganharam força desde o início da pandemia do novo coronavírus, grande parte delas colocando a China como culpada, de alguma maneira, por gerar a crise de saúde que vem assolando o mundo desde o início de 2020. Mas quando se trata das teorias circulando apenas no país asiático, o vilão é outro: os Estados Unidos.É o que mostra um estudo liderado pela professora de Ciência Social Computacional da Universidade de Wisconsin Kaiping Chen, publicado em novembro passado no arXiv, que analisou as conspirações sobre as origens da covid-19 mais populares no Weibo, rede social conhecida como o “Twitter chinês”.Leia mais... Veja Mais

Presidente da Anvisa diz que pedirá veto a prazo de 5 dias para liberar vacina

Valor Econômico - Finanças Hoje, o prazo previsto pela agência reguladora é de 30 dias para liberar o uso emergencial de vacina sem a realização de estudos de fase 3 - com humanos - no Brasil O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, afirmou que vai pedir ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que vete o prazo de cinco dias para liberar vacinas aprovado pelo Congresso. Na quinta-feira, o Senado finalizou a votação da MP (medida provisória) que autoriza a entrada do Brasil no consórcio Covax Facility, ligado à OMS e prevê regras mais flexíveis para a concessão de autorização de uso emergencial de vacinas contra a covid-19. Pablo Jacob/Agência O Globo A agência terá um prazo de cinco dias para conceder a autorização a vacinas já aprovadas em outros países. Esse ponto foi acrescentado no texto durante tramitação na Câmara dos Deputados. Hoje, o prazo previsto pela agência reguladora é de 30 dias para liberar o uso emergencial de vacina sem a realização de estudos de fase 3 (com humanos) no Brasil. A regra entrou em vigor na quarta-feira. Antes, eram 10 dias, mas apenas para vacinas testadas no país. Com isso, empresas podem, a partir de agora, solicitar o uso emergencial de vacinas com base em dados de segurança e eficácia obtidos em testes em outros países. Neste caso, porém, o prazo de análise passa a ser de 30 dias - e não mais de 10 dias, como era até então. O presidente da Anvisa disse que enviará um ofício à Casa Civil mostrando ponto a ponto das implicações para que possa subsidiar o presidente para um eventual veto. Barra Torres afirmou também que o Supremo Tribunal Federal (STF) poderá ser acionado, mas que ainda não é o momento. Ao jornal “Folha de S.Paulo” o presidente da agência disse que existe uma participação grande da classe política nas discussões, mas que ultrapassou "todos os limites". Segundo Barra Torres, as decisões precisam ser técnicas. "Esse é um tempo irreal, nós não sabemos qual é a fundamentação científica desse prazo, de onde saiu e de qual fórum regulatório pertence. Até agora eu não sei, dessa forma acredito que é achismo", disse. Veja Mais

Conectados - Moradias precárias

Conectados - Moradias precárias

Câmana dos Deputados Cheyenne morava num barraco de madeirite com seu único filho e desejava reformar a casa. Assim como ela, milhares de brasileiros vivem em moradias precárias ou de risco. Como melhorar sua condição de vida? Existem políticas públicas para atender pessoas nessa situação? Ou Cheyenne buscará outros recursos? Participam: Deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ) Deputada Lídice da Mata (PSDB-Ba) Deputada Alê Silva (PSL-MG) Prof. Dra. Regina Dulce Lins (U. F. de Maceió) Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #TVCâmara #Conectados Veja Mais

Alemanha deve estender lockdown até fim de fevereiro, diz jornal

O Tempo - Mundo E embora o número de infecções esteja diminuindo, as autoridades concluíram que ainda é cedo para suspender as restrições Veja Mais

Samsung leva modo DeX sem fio para computadores, mas há um porém

canaltech A Samsung lançou o modo DeX em 2017, quando anunciou a série Galaxy S8. O recurso melhorou aos poucos e deu um bom salto no ano passado, quando passou a oferecer suporte à conexão sem fio com TVs e monitores compatíveis. Em 2021, é a vez de os celulares topo de linha da marca se conectarem sem fio também a computadores. Samsung trapaceia em fotos da Lua com o Galaxy S21 Ultra? Entenda o caso Galaxy S21 | Conheça todas as cores do novo topo de linha da Samsung Por enquanto disponível apenas para a série Galaxy S21 com a One UI 3.1, o modo DeX sem fio no computador permite, entre outras coisas, navegar em redes sociais ou apresentar trabalhos, fotos ou vídeos feitos com o celular em uma tela maior. O suporte deve chegar a mais modelos em breve, apesar de o Galaxy Tab S7+ já com a One UI 3.1 instalada aparentemente ainda não ser compatível com o recurso. Para conectar um Galaxy S21 ao computador sem usar nenhum cabo, primeiro é preciso atualizar o app DeX no computador. Se a opção de vincular ao Windows estiver ligada no smartphone, será preciso desativá-la antes de iniciar a emulação do desktop do Galaxy S21. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Para isso, basta ir ao atalho para o DeX no celular, selecionar a opção "DeX no PC" e escolher o dispositivo com o qual será feita a conexão. Por fim, basta tocar em ‘Começar’. Tela de conexão do Gaaxy S21 a um PC sem fio (Imagem: Reprodução/Android Police) No computador, é preciso aceitar o pareamento, o que abrirá uma janela com a interface desktop do celular. Segundo o site Android Police, há um pequeno atraso entre o comando na tela do smartphone e a resposta na tela grande, mas ele ainda é menor do que o lag de uma conexão sem fio tradicional A S Pen também parece não funcionar no modo DeX, que prefere o uso de um mouse e teclado mesmo para ações como escrever no Samsung Notes. De qualquer forma, já é mais um importante passo para transformar o celular em um verdadeiro computador de bolso, pronto para a ação em qualquer lugar que tenha uma tela grande. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Desafios do Século 21: a nanotecnologia dentro de nós Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) "Relógio do Apocalipse" que prevê o fim do mundo não avançou, mas isso não é bom Veja Mais

10 filmes fracassos de bilheteria que se tornaram clássicos

canaltech O que é um filme clássico? O que é um filme cult? Essas perguntas são difíceis de serem respondidas objetivamente, já que há muitas respostas para cada delas. Para esta lista, no entanto, vamos adotar a ideia de filmes que hoje são amplamente cultuados, considerados clássicos ou simplesmente elogiados pela crítica, apesar de terem sido grandes fracassos de bilheteria. Aqui, importa muito mais a ideia de serem títulos conhecidos, aclamados e/ou amados que não conseguiram sequer cobrir seus próprios gastos de produção. Ou seja, podemos discordar se algum título é ou não um clássico ou um cult, mas é inegável que todos são títulos que não foram esquecidos pelo público e que têm em comum o fato de terem causado prejuízos para as produtoras. Ficou com vontade de rever algum filme? Podemos ajudar. Os títulos que estão disponíveis para serem assistidos online, em plataformas de streaming e/ou VOD, serão indicados e basta clicar no nome da plataforma que preferir para ser encaminhado diretamente para a página. Aí é só assistir e criar suas próprias teorias sobre porque flopou. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? 10. Dredd: O Juiz do Apocalipse Imagem: Reprodução/Lionsgate Quanto custou? US$ 50 milhões Bilheteria mundial: US$ 41 milhões Em 1995, O Juiz, estrelado por Sylvester Stallone, precisou da bilheteria mundial para cobrir o orçamento e, em 2012, a Lionsgate deve ter ficado sem entender muito bem porque a sua franquia flopou. A produtora pretendia dar início a uma série de filmes, com Karl Urban no papel-título, mas quando Dredd chegou aos cinemas, as pessoas simplesmente não se interessaram e o filme só começou a ganhar fãs quando virou catálogo, sobretudo online. É um pouco nebuloso o caso de Dredd, mas acredita-se que tenha sido um problema de marketing. Quando o filme estreou nos cinemas, poucas pessoas sabiam o que era e, mesmo se soubessem, não havia sido criada toda aquela atmosfera que geralmente antecede o lançamento de filmes de ação ou baseados em quadrinhos. Lançado em 3D, cujos ingressos são ainda mais caros, o fracasso de bilheteria de Dredd ficou ainda mais evidente. Triste para quem deixou passar, já que a crítica deixou registrado que o público perdeu uma dos filmes de ação 3D mais deslumbrantes da década. Agora, Dredd pode ser assistido pelos assinantes do Amazon Prime Video, do VID+ e da StarzPlay, além de estar disponível para aluguel ou compra na Play Store, na Microsoft Store e no iTunes. 9. A Ilha da Garganta Cortada Imagem: Reprodução/MGM Quanto custou: US$ 98 milhões Bilheteria mundial: US$ 10 milhões Sucesso televisivo, A Ilha da Garganta Cortada chegou a ser um dos seis filmes mais reprisados da TV aberta no Brasil em 2005, mas, lá nos anos 1990, o fracasso de bilheteria foi tão grande que levou a produtora Carolco Pictures à falência. O filme chegou a entrar para o Guiness Book como o maior fracasso comercial do cinema estadunidense. Mas como um filme de pirata, estrelado por Geena Davis e Frank Langella, foi um fracasso tão grande? Quase o mesmo problema de Dredd. A Carolco Pictures já estava nos seus limites financeiros quando produziu o filme e a distribuidora, MGM, estava enfrentando quase o mesmo problema quando decidiu encarar o trabalho de divulgação de A Ilha da Garganta Cortada. Sem muitos recursos, o filme também não foi suficientemente divulgado, o que causou um impacto direto no número de espectadores pagantes em salas de cinema. Algumas análises, como a oferecida por Scott Mendelson, da Forbes, apontam também o fato de ser um filme de ação e aventura com uma heroína, o que ainda não era tão comum como hoje, em tempos de super-heroínas DC e Marvel. 8. Filhos da Esperança Imagem: Reprodução/Universal Pictures Quanto custou: US$76 milhões Bilheteria mundial: US$70,5 milhões Hoje, Alfonso Cuarón é um diretor oscarizado por seus trabalhos em Gravidade e Roma, mas quando Filhos da Esperança foi lançado, em 2006, ele era apenas o diretor de títulos não muito conhecidos ou aclamados, como o clássico televisivo dos anos 1990 A Princesinha e o mexicano E Sua Mãe Também, indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Original. Para este caso, o próprio Cuarón ofereceu uma explicação em entrevista ao Indiewire em 2018: “Essas temáticas eram as coisas sobre as quais muitas pessoas importantes gritavam avisos. Agora todas essas coisas estão realmente acontecendo. Então acho que agora o filme está sendo considerado mais relevante”. Em 2020, quando o mundo se viu diante de uma pandemia, Filhos da Esperança se tornou um título facilmente encontrado em listas que procuravam filmes que nos ajudariam a refletir sobre o que estávamos vivendo. Filhos da Esperança pode ser alugado no Claro Video e comprado no Looke, além de estar disponível para aluguel ou compra na Play Store e no iTunes. 7. O Gigante de Ferro Imagem: Reprodução/Warner Bros. Quanto custou: US$ 70 milhões Bilheteria mundial: US$ 23 milhões Título frequente em listas de melhores animações de todos os tempos, Gigante de Ferro foi um tremendo fracasso de bilheteria. Mas se o filme é tão bom, por que flopou? Marketing. De novo. Fontes apontam que a má promoção do filme foi o único motivo para que ele não conseguisse cobrir seus gastos de produção, o que é considerado até um dos piores casos de marketing da história do cinema industrial. O motivo? Queriam economizar nas despesas. O erro foi da gigante Warner Bros, mas o filme acabou não sendo esquecido em grande parte pelo poder da crítica especializada, sobretudo na figura do crítico Roger Ebert, um dos mais respeitados da história do cinema. Ele chegou a comparar Gigante de Ferro aos filmes do mestre Hayao Miyazaki, o nome mais conhecido do Studio Ghibli, o que não é exagero algum. Gigante de Ferro conseguiu transformar uma história de amizade em uma obra profunda sobre escolhas, paranoia social, morte e guerra, algo que os filmes Ghibli conseguem fazer com maestria. O Gigante de Ferro está disponível para aluguel ou compra na Play Store e no iTunes, além de poder ser alugado no Looke. 6. Scott Pilgrim Contra o Mundo Imagem: Reprodução/ Universal Pictures Quanto custou? US$ 60 milhões Bilheteria mundial: US$47,6 milhões Hoje um clássico indie, referência para filmes que querem incorporar elementos narrativos diferentes e fazer referências à cultura pop, Scott Pilgrim Contra o Mundo parece um sucesso nerd, mas isso não foi o suficiente para garantir uma bilheteria capaz de cobrir os gastos de produção. Novamente, o marketing é considerado culpado, mas não por ser ausente. Especialistas detalham que o marketing de Scott Pilgrim falhou em atingir seu público-alvo: pessoas acima de 30 anos não se identificaram com a estética, pessoas abaixo de 30 anos não sacaram as referências retrô e mesmo o público que conhecia os quadrinhos parece que não foram muito com a cara da adaptação. Somado a isso, há um enorme público que simplesmente odeia o Michael Cera. Os filmes de super-heróis e a rivalidade entre diretores e produtores 6 filmes de quadrinhos que mereciam ganhar o Oscar Scott Pilgrim Contra o Mundo está nos catálogos do Amazon Prime Video e da Netflix, além de poder ser comprado ou alugado na Play Store e no Looke. O título também está disponível para aluguel no Claro Video. 5. As Aventuras do Barão Munchausen Imagem: Reprodução/Prominent Features Quanto custou? US$ 46,6 milhões Bilheteria mundial: US$ 8 milhões Alguns filmes de Terry Gilliam, um dos membros do Monty Python e cartunista da MAD, sofreram bastante com a bilheteria, apesar de o nome do cineasta ser motivo para muitas pessoas acompanharem a sua filmografia. Neste caso, a treta foi um pouco mais pessoal e não teve a ver necessariamente com o público. Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Gilliam comentou que vários fatores se somaram, o que inclui um “cara” que estava o ridicularizando na imprensa hollywoodiana. Além disso, Gilliam teria “humilhado” a Universal Pictures, que teria se vingado do diretor provocando o desastre de As Aventuras do Barão Munchausen, hoje bastante cultuado como um dos melhores filmes do diretor. As Aventuras do Barão Munchausen está disponível na Play Store para aluguel ou compra e no Looke apenas para compra. 4. Grindhouse Imagem: Reprodução/Dimension Films Quanto custou? US$ 67 milhões Bilheteria mundial: US$ 25,4 milhões Com Grindhouse, o fracasso de bilheteria soou duplo, talvez múltiplo. Grindhouse não é um filme, mas uma experiência que homenageia os filmes de terror de baixo orçamento dos anos 1970 em forma de pastiche. Além de Robert Rodriguez na direção de Planeta Terror e Quentin Tarantino na direção de À Prova de Morte, o projeto conta ainda com falsos trailers dirigidos por Eli Roth (O Albergue), Edgar Wright (Scott Pilgrim Contra o Mundo e Baby Driver) e Rob Zombie (Rejeitados pelo Diabo). A sessão dupla chegou ao cinema exatamente dessa forma e o fracasso do lançamento nos EUA fez com que a Dimension Films desistisse de investir no lançamento internacional da obra. Ainda que muitas pessoas apontem que o feriado de Páscoa não era o momento ideal para o lançamento, outros culpam a duração de 3h11min. Outras interpretações assumem que o filme simplesmente não foi compreendido no seu tempo. Grindhouse não está disponível nas plataformas de streaming e VOD do Brasil, mas À Prova de Morte pode ser comprado ou alugado no Looke. 3. A Fantástica Fábrica de Chocolate Imagem: Reprodução/Paramount Pictures Quanto custou? US$ 3 milhões Bilheteria mundial: US$ 530 mil O custo de A Fantástica Fábrica de Chocolate soa baixo hoje, mas vale avisar que os valores expostos aqui não estão corrigidos. Ainda assim, é possível ver como esse clássico foi muito mal-recebido nos cinemas na sua época. A Fantástica Fábrica de Chocolate recebeu duras avaliações da crítica e acabou não chamando a atenção por ser sombrio demais para um filme família. O baque da bilheteria foi tão grande que a Paramount simplesmente rejeitou os direitos do filme, que acabaram nas mãos da Warner Bros. E foi essa troca a responsável por popularizar o filme: a Warner Bros distribuiu A Fantástica Fábrica de Chocolate amplamente na televisão e, aos poucos, o público foi entendendo e desenvolvendo um tremendo carinho pelo filme, considerado até hoje por muitos uma adaptação melhor do que aquela feita por Tim Burton com Johnny Depp. A Fantástica Fábrica de Chocolate pode ser alugado no Looke, além de estar disponível para aluguel ou compra no iTunes e na Play Store. 2. The Room Imagem: Reprodução/Wiseau-Films Quanto custou? US$ 6 milhões Bilheteria mundial: US$ 4,9 milhões Esse é único caso desta lista que podemos dizer que o filme talvez não merecesse nem os US$ 4 milhões arrecadados. Ou, melhor explicando, o pouco que o filme ganhou foi justamente por ser muito, muito… muito ruim. Considerado um dos piores filmes já feitos, The Room se tornou um absoluto clássico cult, tendo sessões especiais até hoje. O problema todo começou na raiz, na ideia, e se estendeu pelo desenvolvimento do filme, o que foi hilariamente retratado no recente Artista do Desastre, dirigido e estrelado por James Franco. Sem grandes estúdios na produção, The Room foi um tremendo prejuízo sem justificativa alguma, sobretudo porque o filme custou muito mais do que deveria. 1. O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford Imagem: Reprodução/Warner Bros. Quanto custou? US$ 30 milhões Bilheteria mundial: US$ 15 milhões O excelente O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford tem muitos elementos para o sucesso: a direção primorosa de Andrew Dominik, cinefotografia do reconhecidíssmo Roger Deakins e um elenco com Brad Pitt, Casey Affleck, Sam Rockwell e Sam Shepard. E nem as duas indicações ao Oscar salvaram o filme. O problema, aqui, provavelmente foi a metragem, o que nos ajuda a entender porque hoje não vemos mais tantos filmes enormes como antigamente. Com 2h40min, O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford chegou ter quatro horas no seu primeiro corte. O sucesso como cult se deve principalmente à beleza do filme e à performance de Brad Pitt, o que provavelmente teria transformado esse título em um grande sucesso se, hoje, tivesse chegado a algum streaming como uma minissérie. Mas isso não era nem uma possibilidade em 2007. O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford está nos catálogos do HBO Go e do Globoplay, além de poder ser comprado ou alugado no iTunes, na Play Store e na Microsoft Store. Bônus — Duna e Blade Runner Ficção científica e fantasia são gêneros que, salvo exceções de um tremendo trabalho criativo, dependem bastante de um dos setores mais caros, o de design de produção, mais comumente conhecido como direção de arte. Nesse sentido, ser vanguarda às vezes significa arriscar um grande prejuízo financeiro. Blade Runner: O Caçador de Androides, de Ridley Scott, custou US$ 28 milhões e arrecadou US$ 41,6 milhões mundialmente, mas foi considerado um fracasso por não ter conseguido cobrir os custos de produção com o lançamento doméstico, tendo obtido apenas US$ 32 milhões nos EUA. Duna foi uma produção tão complexa que traumatizou o diretor David Lynch ao ponto de ele nem querer saber do novo filme. Duna custou US$ 40 milhões e conseguiu recuperar apenas US$ 30,9 milhões mundialmente. Os dois títulos caíram nas mãos de um dos cineastas mais aclamados da atualidade: Denis Villeneuve. Blade Runner 2049 (2017) nasceu clássico por ser uma sequência digna, considerada por muitos como melhor que o original. Domesticamente, no entanto, ele conseguiu apenas US$ 92 milhões, o que não foi o suficiente para cobrir o enorme gasto de US$ 150 milhões. Mundialmente, no entanto, a bilheteria rendeu US$ 259,3 milhões. Agora, Villeneuve está prestes a lançar Duna, que era aguardado para 2020. O filme custou US$ 165 milhões, mas, apesar de muito aguardado, este também pode ser um fracasso de bilheteria e estamos atentos aos motivos. Além de ter a estreia afetada pela pandemia, Duna é um dos títulos Warner Bros que foi incluído na polêmica estratégia de lançamento híbrido da empresa — ou seja: quando lançado, Duna chegará simultaneamente aos cinemas e ao HBO Max, o que deve afetar profundamente os números de bilheteria. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) Samsung leva modo DeX sem fio para computadores, mas há um porém Android 12: o que esperar da próxima versão do sistema do Google? Veja Mais

Top 10 franquias que queremos de volta em 2021

Top 10 franquias que queremos de volta em 2021

Tecmundo Mais um ano que se inicia, e com ele a expectativa do retorno de franquia que ficaram paradas no tempo. Seja por problemas de licenciamento ou até mesmo do fim de suas produtoras, todos nós torcemos para que 2021 marque o retorno de séries que, até o momento, parecem ter um improvável retorno.O Voxel listou 10 franquias que deixariam nossos corações quentinhos caso retornassem esse ano, confira:Leia mais... Veja Mais

As 10 maiores bilheterias de todos os tempos no cinema

As 10 maiores bilheterias de todos os tempos no cinema

Tecmundo Se você sempre quis descobrir quais são as maiores bilheterias de todos os tempos no cinema, você chegou ao lugar certo!Durante a pandemia, assistimos a diversos filmes em casa, de pijama, ou maratonamos séries com amigos comendo aquela pipoquinha. Mas, para muitos, nada disso se compara à experiência de ir a um cinema: assistir a filmes é uma coisa, ir ao cinema é outra.Leia mais... Veja Mais

Zezinho Corrêa, uma voz que bateu forte como o tambor amazônico

G1 Pop & Arte Morto aos 69 anos, artista é referência no universo manauara pelo sucesso da música 'Tic, tic tac' na segunda metade da década de 1990. ♪ OBITUÁRIO – Em 21 de dezembro, duas semanas antes de ser internado em hospital de Manaus (AM) para tratar de infecção pelo covid-19, o cantor Zezinho Corrêa fez show na capital do Amazonas com roteiro centrado no repertório de frevos da cantora Elba Ramalho. Dois anos, em 2018, o artista apresentara na cidade show com músicas de Roberto Carlos, com a experiência de quem já havia cantado as obras de outros compositores brasileiros. Contudo, é pela propagação da cultura amazônica que José Maria Nunes Corrêa (21 de maio de 1951 – 6 de fevereiro de 2021) está sendo reverenciado e lembrado neste sábado, dia em que o artista morreu aos 69 anos – a rigor, a pouco mais de três meses de completar 70 anos – em decorrência de complicações da infecção pelo covid-19. É impossível dissociar Zezinho Corrêa da música que o cantor popularizou além das fronteiras do norte do Brasil, Tic, tic tac, composição de Braulino Lima projetada na voz de Zezinho em álbum do grupo Carrapicho, Festa do Boi Bumbá, editado em 1996. Também conhecida popularmente como Bate forte o tambor, a toada de boi bumbá fez sucesso inclusive fora do Brasil, precisamente nas pistas da Europa – o que ajudou a impulsionar a gravação no mercado brasileiro ao longo de 1997. O estouro de Ti, tic tac simbolizou o auge da trajetória do artista, inventariada pelo jornalista Fabrício Nunes na biografia Eu quero é tic, tic tac, lançada em 28 de dezembro de 2020. Essa trajetória foi longa. Após tentar carreira como ator nos anos 1970, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), Zezinho Corrêa se mudou para Manaus e, com amigos, fundou a banda Carrapicho, criada oficialmente em 7 de junho de 1980, mas com origens que remontam ao ano de 1978. E por falar em origens, o cantor nasceu na comunidade de Imperatriz, em Carauari (AM), no interior do Amazonas – o que talvez explique a vocação do artista para dar voz à cultura amazônica, ainda que o repertório da banda Carrapicho conciliasse as toadas de boi bumbá (e outros gêneros musicais do norte do Brasil) com os ritmos nordestinos genericamente rotulados como forró. De toda forma, é associado à cultura musical manauara que Zezinho Corrêa se imortaliza ao sair de cena. Dentro desse universo, a voz do cantor bateu forte como o tambor amazônico. Veja Mais

Friends: 10 conselhos inusitados de Phoebe Buffay na série de comédia

Friends: 10 conselhos inusitados de Phoebe Buffay na série de comédia

Tecmundo Uma das personagens mais amadas do público em Friends, sem dúvidas, é a divertida Phoebe Buffay. Interpretada por Lisa Kudrow durante as 10 temporadas da série, sua relação com os demais membros da produção é bastante interessante de se ver.Ao longo dos episódios, os espectadores viram Phoebe dando diversos conselhos, com sua vasta experiência, para todos. Para o bem ou o mal, ela conseguia arrancar boas risadas de todos quando se propunha a ajudar alguém — ou também conseguia emocionar.Leia mais... Veja Mais

Metade dos brasileiros sofre de ansiedade no ambiente de trabalho

Valor Econômico - Finanças Dos dez estados emocionais mais citados pelos funcionários entrevistados, cinco correspondem a sentimentos ligados a necessidades não atendidas Uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje) mostrou que 52% dos trabalhadores brasileiros sofrem de ansiedade enquanto estão no local de trabalho. Outros 47% disseram se sentir cansados com frequência, enquanto o desânimo e a frustração foram apontados como principal sentimento por 22% e 21% dos profissionais entrevistados. A observação da falta de empatia dentro das empresas foi observada como importante para 89% dos colaboradores. Aplicada nas cinco regiões do Brasil em empresas nacionais e multinacionais de pequeno, médio e grande portes, de quase todos os setores da economia, a pesquisa inédita “Comunicação Não Violenta nas Organizações” retrata a forma como 327 profissionais percebem a prática dessa abordagem a partir de cada um dos tópicos elencados em quatro níveis diferentes: minha equipe, meus pares, liderança e empresa. Os dados mostram que dos dez estados emocionais mais citados pelos funcionários entrevistados, cinco correspondem a sentimentos ligados a necessidades não atendidas, sendo que os dois mais identificados são ansiedade e cansaço, seguidos de apreensão, desânimo e frustração, explicado pela falta de empatia. Quando as necessidades são atendidas, os sentimentos que surgem são despreocupação, segurança, calma, realização e satisfação, ou seja, os menos mencionados na pesquisa. De acordo com o levantamento, os colaboradores se sentem mais conectados aos colegas de trabalho, que estão mais próximos, do que à liderança da empresa. "Os melhores índices apareceram quando o que estava sendo analisado era a própria equipe do funcionário, ou seja, o seu núcleo mais próximo. Isso ia de alguma forma piorando quando ele falava de pares, liderança e ainda mais quando falava de empresa. Ou seja, percebia que ele e pessoas perto dele se atendiam nas escutas, resolviam conflitos e necessidades, mas a empresa como um todo não o fazia com tanta efetividade", disse a especialista em Comunicação Não Violenta (CNV) e curadora da pesquisa, Pamela Seligmann. De acordo com ela, para entender os resultados da pesquisa é preciso primeiro conhecer os conceitos da CNV, que se baseia na escuta e na empatia com os outros e consigo mesmo e na identificação de necessidades. "As necessidades estão por trás de tudo o que fazemos. Cada vez que temos um ato de violência estamos expressando uma necessidade que não está sendo atendida. De alguma forma, quando somos grosseiros, rudes, violentos, estamos pedindo ajuda". Para Pamela os resultados da pesquisa indicam que as empresas precisam trabalhar a percepção dos colaboradores de que está sendo uma ouvinte das necessidades dos seus funcionários. "Isso altera o sentimento de confiança, de participação, orgulho de participar, conhecimento, lugar para dar opiniões e ideias, envolvimento, motivação, tudo o que tem a ver com o clima da organização", disse. A pesquisa, conduzida pelo economista e doutor em filosofia pela Universidade de São Paulo (USP) Leonardo Müller e pelo consultor de Recursos Humanos e Desenvolvimento Organizacional, ambos colaboradores da Aberje, Carlos Ramello, visa a iniciar uma reflexão mais aprofundada sobre algumas dimensões corporativas, aspectos trabalhados nos projetos de Comunicação Não Violenta (CNV), metodologia que promove a comunicação eficaz e empática e estabelece pontes de diálogo em um mundo cada vez mais centralizado. "A partir dessas oito dimensões, foram elaboradas as perguntas. A ideia era que as pessoas pudessem nos contar como elas percebem a organização onde trabalham quanto à qualidade de escuta, ao atendimento de suas demandas, se há uma comunicação baseada em fatos e dados ou em julgamentos e como lidam com conflitos", explicou Pamela. Ela destacou que uma das coisas que talvez tenha sido negligenciada é a qualidade das relações que se quer estabelecer, e nem sempre o problema é de comunicação entre as pessoas dentro da empresa e sim de relação. "É o tipo de relacionamento que está sendo estipulado, no qual o que uma pessoa diz é interpretado, julgado, inferido e não escutado na íntegra. No qual não se percebe qual é a real necessidade. Ou onde não se pode expressar quais são as verdadeiras necessidades". Para Pamela, ainda há um espaço que não foi aberto para que as pessoas possam exercer seu estado adulto de consciência, com protagonismo, responsabilização, ação, que significa na CNV que a pessoa se torne responsável pelo que quer, pelo que escolhe e pelo que faz. "As empresas também têm negligenciado a qualidade de vida, da saúde mental. Neste ano que passou, no qual o home office se estabeleceu e que, por um lado, trouxe muitas coisas boas, também as empresas invadiram o espaço doméstico e muita gente não está conseguindo cuidar de sua saúde emocional, ficando desconectada de suas necessidades e em um estado de violência", afirmou. A curadora da pesquisa concluiu que as empresas podem olhar para a questão e fazer uma linguagem de CNV que não é passiva, e sim de responsabilização e olhar sobre as necessidades de todos os participantes dessa comunicação. Veja Mais

Street Fighter 2 completa 30 anos; veja 8 curiosidades do game

Street Fighter 2 completa 30 anos; veja 8 curiosidades do game

Tecmundo O tempo passa. Parece que foi ontem que muitos de nós estávamos nos fliperamas ouvindo coisas que em nossos ouvidos soavam como “manéquifu”, “cuscuz” e coisas do gênero, mas Street Fighter 2: The World Warrior está completando 30 anos nesta sexta-feira (5).Não há dúvidas de que o game da Capcom acabou redefinindo o gênero de luta e trazendo alguns padrões que foram copiados ou homenageados em vários títulos lançados posteriormente. Logo, cabe aqui um especial do Voxel com algumas curiosidades que você certamente vai gostar de relembrar. Confira:Leia mais... Veja Mais

Cáritas e Vaticano pedem à ONU distribuição equitativa de vacinas

O Tempo - Mundo Eles pedem ainda uma reunião para discutir o tema Veja Mais

Judiciário determina expedição de certidão de regularidade fiscal

Valor Econômico - Finanças Demora no atendimento da Receita Federal para a formalização de parcelamentos, durante a pandemia, vem obrigando empresas a recorrer à Justiça A demora no atendimento da Receita Federal para a formalização de parcelamentos, durante a pandemia, vem obrigando empresas a recorrer ao Judiciário. A medida suspende a exigibilidade do tributo. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

The Weeknd quer 'experiência cinematográfica' no Super Bowl

O Tempo - Diversão - Magazine No intervalo do Super Bowl 55, em Tampa, o artista desfilará hits de seus mais de dez anos de carreira em cerca de 15 minutos de apresentação Veja Mais

Vereadora Duda Salabert anuncia demissão do Bernoulli e alega preconceito

O Tempo - Política Duda falou sobre sua saída da escola em uma postagem no Instagram e disse que dar aula é uma paixão Veja Mais

Diretora indicada ao Globo de Ouro comandará Drácula em versão faroeste sci-fi

canaltech A Universal Pictures tem um ousado projeto nas mãos para um clássico da literatura: de acordo com o The Hollywood Reporter, os estúdios darão a Drácula uma versão "faroeste sci-fi", longe de qualquer adaptação já vista da história. Ainda segundo o portal, a cineasta Chloé Zhao já está inclusa na produção. Zorro ganhará série com versão feminina produzida HBO Max trabalha em reboot de True Blood Os detalhes ainda são escassos e sigilosos, mas sabe-se que essa releitura do clássico está "longe das encarnações mais tradicionais ou até mesmo as mais modernas", declarou o THR. A versão de Zhao, que recentemente foi indicada ao Globo de Ouro pela direção de Nomadland, é descrita como um faroeste sci-fi original e futurista. Além de assinar o roteiro, a cineasta também dirige e produz o filme. "As lentes únicas de Chloé brilham uma luz em histórias que são esquecidas e não compreendidas. Estamos felizes de estarmos trabalhando com ela enquanto ela reimagina uma das criaturas mais exlcuídas já criadas", declarou o presidente da Universal Pictures, Peter Cramer. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Assine Amazon Prime por R$ 9,90/mês e ganhe frete grátis, catálogo de filmes e séries que compete com a Netflix, livros, músicas e mais! Teste 30 dias grátis! Drácula de Tod Browning completa 90 anos em 2021 (Imagem: Divulgação / Universal Pictures) À imprensa estrangeira, Zhao chegou a afirmar que "sempre foi fascinada por vampiros e o conceito de O Outro que personificam. Estou muito animada para trabalhar com Donna, Peter e a equipe da Universal e reimaginar um personagem tão amado." Vale destacar que a releitura de Drácula acontece no 90º aniversário do clássico da Universal de 1931, dirigido por Tod Browning e estrelado por Bela Lugosi. No ano passado, os estúdios lançaram O Homem Invisível, uma tentativa de se reinventar no gênero de terror que foi muito bem recebida pela crítica especializada. A adição de Zhao no projeto traz uma ótica interessante ao clássico, além de aproveitar o hype da cineasta e de seu mais recente projeto, Nomadland. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Ainda não há previsão de início das filmagens ou uma possível estreia nos cinemas. Detalhes como elenco, co-produtores ou até mesmo um nome oficial para a releitura de Drácula também não foram revelados. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Desafios do Século 21: a nanotecnologia dentro de nós Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) "Relógio do Apocalipse" que prevê o fim do mundo não avançou, mas isso não é bom Veja Mais

Militares bloqueiam internet em dia de protestos em Mianmar

Valor Econômico - Finanças Milhares de pessoas foram às ruas de Yangon neste sábado contra o golpe militar em Mianmar, que derrubou o governo civil eleito na última segunda-feira. Algus manifestantes carregavam imagens de Aung San Suu Kyu, principal liderança civil no país, e muitos entoavam palavras pela democracia. Os protestos ocorreram mesmo depois de os militares bloquearem o acesso à internet em uma tentativa de impedir a mobilização. A Netblocks, um serviço com sede em Londres que mapeia interrupções e bloqueios de internet, avisou de um bloqueio quase total da internet em Mianmar, com a conectividade caindo para 16% dos níveis habituais. Em comunicado neste sábado, a Anistia Internacional denunciou o bloqueio, considerando-o abominável e temerário. Veja Mais

Quais são as reações mais comuns entre os vacinados contra COVID-19 no Brasil?

canaltech A questão da segurança das vacinas contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2) ainda gera receio em algumas pessoas, mesmo com os estudos atestando essa garantia, como a CoronaVac e a vacina de Oxford. De acordo com o Ministério da Saúde, apenas cinco em cada 10 mil vacinados relataram algum efeito colateral após tomarem a primeira dose contra a COVID-19 no país. Além disso, não há ainda nenhuma reação adversa grave confirmada até a última terça-feira (2). Covaxin: Instituto Albert Einstein deve coordenar testes de Fase 3 no BR Vacina de Oxford: matéria-prima para produção na Fiocruz deve chegar no sábado Carga de insumos para 8,6 milhões de doses da CoronaVac desembarca em São Paulo Esses números do Ministério da Saúde foram estipulados a partir de duas milhões de doses da vacina contra a COVID-19 já aplicadas no país. Matematicamente, apenas 0,05% dos imunizados relataram alguma reação, ou seja, 1.038 comunicações de eventos adversos. Nesse levantamento, os sintomas mais comuns foram: cefaleia (dor de cabeça); febre; mialgia (dor muscular); diarreia; náusea; e dor localizada no local da aplicação. Apenas 5 em cada 10 mil vacinados contra a COVID-19 apresentam alguma queixa no Brasil (Imagem: Reprodução/ CDC/ Unsplash) Segundo especialistas entrevistados pelo jornal O Globo, os números baixos das queixas em relação aos imunizantes contra a COVID-19 reforçam o perfil de segurança das fórmulas aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Até o momento,  mais de 90% das imunizações foram feitas com a CoronaVac.  -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Reações adversas graves Com pouco mais de mil casos relatados, apenas 20 foram considerados graves, ou seja, apenas uma a cada 100 mil aplicações de vacina contra a COVID-19. No entanto, a relação direta com o imunizante ainda precisa ser confirmada em cada caso, já que uma série de circunstâncias poderia causar isso. O único consenso é que os efeitos graves foram relatados após a imunização. De acordo com o Renato Kfouri, infectologista e diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), "eventos graves" são definidos como aqueles casos em que as pessoas precisam de hospitalização, levam à morte ou a abortos em mulheres grávidas. "Se a pessoa toma a vacina e é atropelada no dia seguinte, por exemplo, isso é reportado [como evento grave]. Se é efeito da vacina a  investigação dirá depois. Quando você vacina milhões de pessoas, é natural que uma ou outra sofrerá um acidente ou terá um infarto no dia seguinte, três dias depois", explica Kfouri. Para entender o que é enquadrado como efeito adverso grave, em novembro do ano passado, um óbito durante o estudo de Fase 3 da CoronaVac levou a Anvisa a suspender todos os testes nacionais. No entanto, quando a agência soube que o caso se tratava do suicídio de um dos voluntários, foi novamente retomado.  Vacinação nos Estados Unidos  Na última semana, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), órgão federal dos Estados Unidos, informou que foram registrados apenas 1.266 eventos adversos — o que equivale a 0,03% —, após a imunização de quatro milhões de pessoas com a vacina produzida pela farmacêutica Moderna. Desse total de reações, 108 demandarão uma análise mais aprofundada e são consideradas reações adversas graves, já que foram detectadas reação alérgica. No entanto, ainda não se confirmou nenhuma ligação direta com o imunizante contra a COVID-19. Vale lembrar que estes casos também são acompanhados pelas próprias farmacêuticas, já que os estudos continuam para cada imunizante, mesmo após a aprovação emergencial de uso. Isso porque, agora, os pesquisadores poderão acompanhar as reações e, principalmente, o efeito protetor das fórmulas em milhões de pessoas, ou seja, mais do que as milhares que participaram dos estudos de Fase 3. Nesse aspecto, ainda é possível identificar algum efeito colateral considerado raro, por exemplo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Desafios do Século 21: a nanotecnologia dentro de nós Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) "Relógio do Apocalipse" que prevê o fim do mundo não avançou, mas isso não é bom Veja Mais

“Tem gente que nasce para decidir”, diz Bolsonaro em conversa com jogadores do Palmeiras

Valor Econômico - Finanças O presidente Jair Bolsonaro publicou neste sábado, em suas redes sociais, um vídeo no qual aparece conversando com os jogadores Felipe Mello e Breno Lopes, do Palmeiras. “Tem gente que nasce para decidir: eu aqui e você aí”, disse ele a Breno, autor do gol contra o Santos na final da Libertadores. Initial plugin text Autodeclarado palmeirense, mas visto com frequência com uniformes de outros times, o presidente disse a Breno que mandou fazer uma foto “monstro” do lance do gol para colocar em seu gabinete. “Na Presidência da República, está lá”, frisou. “Diretamente do Catar”, escreveu, para apresentar a conversa. “Amanhã, às 15h, Palmeiras x Tigres”. Veja Mais

Como adicionar um administrador na página do Facebook

canaltech Com mais de 2 bilhões de usuários ativos no mundo, o Facebook (Android | iOS | Web) pode ser considerado uma das redes sociais mais utilizadas da atualidade. Por conta disso, muitas empresas acabaram optando por criar uma página na plataforma, para ajudar na divulgação de seus serviços e produtos. Segurança no Facebook: confira 7 dicas para se manter protegido na rede social Como desconectar sua atividade fora do Facebook em sites e apps de terceiros 12 dicas e truques do Facebook que todos deveriam conhecer Esta página deve ser muito bem gerenciada e atualizada regularmente, porém, administrá-la sozinho pode não ser um trabalho tão simples assim, e acaba sendo necessário chamar um reforço extra. Pois saiba que adicionar um administrador na sua página do Facebook é algo rápido e simples. Confira abaixo o passo a passo! Como avaliar uma página no Facebook Como adicionar um administrador na página do Facebook Pelo celular Passo 1: acesse a aba inicial da sua página do Facebook através do app do celular e clique no ícone de “Engrenagem” no canto superior direito para acessar o menu de “Configurações”. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Acesse a sua página do Facebook e clique no ícone de "Engrenagem" no canto superior (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: em seguida, localize a opção “Funções administrativas” e selecione-a. Em seguida, selecione o item "Funções administrativas" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: clique em “Adicionar pessoa à Página” e insira a sua senha, caso necessário. Clique em "Adicionar pessoas à Página" no canto superior (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: procure por um nome, selecione a sua função e clique em “Adicionar” no canto inferior. Procure por um perfil, selecione o cargo e clique em "Adicionar" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: para remover ou alterar a função de uma pessoa, basta apenas localizá-la e clicar no ícone de “Lápis” ao lado do nome de perfil dela. Para editar o cargo de um dos administradores, clique no ícone de "Lápis" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: selecione a nova função e clique em “Salvar”, ou clique em “Remover” para excluí-la da administração da sua página. Para excluir um administrador da sua página do Facebook, clique em "Remover" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pelo PC Passo 1: acesse a sua página do Facebook através do navegador e clique em “Configurações” no menu lateral esquerdo. Acesse a sua página e clique em "Configurações" no menu esquerdo (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: localize a aba “Funções administrativas”, insira o nome de quem você quer colocar como administrador da comunidade e clique em “Add”. Acesse a aba "Funções administrativas" e insira um nome no campo indicado (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: para adicionar “Editores”, “Moderadores”, “Analistas” ou outras funções administrativas, insira um nome no local indicado. Para atribuir algum cargo, insira um nome no campo indicado (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: selecione qual função este perfil irá desenvolver na sua página e clique em “Adicionar”. Selecione o cargo deste administrador e clique em "Adicionar" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: para editar a função ou remover alguém da administração, basta apenas acessar a aba do passo anterior e clicar em “Editar”. Para alterar o cargo dos administradores, clique em "Editar" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: selecione a nova função e clique em “Salvar”, ou clique em “Remover” para excluí-la da administração da sua página. Para excluir um administrador da sua página do Facebook, clique em "Remover" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode adicionar um administrador para a sua página do Facebook. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Esses são alguns dos desafios que aguardam os primeiros astronautas em Marte Desafios do Século 21: a nanotecnologia dentro de nós Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (30/01 a 05/02) Lançamentos da Netflix na semana (05/02/2021) "Relógio do Apocalipse" que prevê o fim do mundo não avançou, mas isso não é bom Veja Mais

Renan Calheiros quer ser o ponta de lança da oposição no Senado

Valor Econômico - Finanças Escolha foi um aceno à ala oposicionista do MDB, crítica à composição que ajudou a eleger Rodrigo Pacheco como presidente da Casa O senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi oficializado como novo líder da maioria no Senado, bloco que detém o maior número de integrantes e reúne MDB, PP e Republicanos. A escolha foi um aceno à ala oposicionista do MDB, crítica à composição que ajudou a eleger Rodrigo Pacheco (DEM-MG) como presidente do Senado. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

STF valida por unanimidade acordo entre MP e INSS sobre prazos para perícias médicas

G1 Economia Ministros analisaram o tema em julgamento no plenário virtual, que terminou nesta sexta-feira. Acordo uniformiza prazos de perícias médicas para a concessão de auxílios e benefícios do INSS. Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) validaram por unanimidade um acordo entre o Ministério Público Federal e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que uniformiza prazos para perícias médicas na concessão de auxílios e benefícios. Em dezembro, o relator do caso, ministro Alexandre de Moraes, já tinha também homologado o acerto em decisão individual. Agora, os ministros analisaram o tema no plenário virtual. No julgamento, que terminou nesta sexta-feira (5), seguiram o entendimento do relator. O acordo prevê que o INSS fará as perícias em prazos que variam entre 30 e 90 dias, conforme o tipo de benefício solicitado. "A homologação da presente avença visa não só a pacificar a controvérsia instaurada nos presentes autos, mas sobretudo viabilizar a concessão dos benefícios previdenciários em tempo razoável para segmento da população, na sua maioria, em situação de vulnerabilidade social e econômica, porém sem causar prejuízo para a Administração Pública", afirmou o ministro Alexandre de Moraes em seu voto. O entendimento foi fechado no âmbito de uma ação em análise no STF que discutia o tema, a partir de um caso ocorrido em Santa Catarina. A disputa judicial começou a partir de uma ação civil pública do Ministério Público Federal no estado contra o INSS. Os procuradores queriam garantir que quem depende de perícia médica para a obtenção de benefícios (aposentadoria por invalidez, auxílio-doença, por exemplo) tivesse o direito à realização do exame em 15 dias, a contar do requerimento. Caso o prazo de perícia não fosse atendido, o benefício deveria ser concedido automaticamente, de maneira provisória, até a realização do procedimento. Na primeira instância, a Justiça decidiu a favor do MP, estabelecendo o prazo máximo de 15 dias para a perícia. Houve recurso e, na segunda instância, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região ampliou o período para 45 dias. Embora diga respeito a um caso específico, antes do acordo os ministros do Supremo já tinham reconhecido a repercussão geral da questão — ou seja, se não houvesse a conciliação, uma decisão judicial do tribunal sobre o assunto teria impacto em ações semelhantes nas instâncias inferiores. Com o acordo, o processo no Supremo será encerrado. A conciliação firmada estabelece prazos uniformes e terá abrangência nacional, reduzindo demandas semelhantes nas instâncias inferiores. INSS começa a fazer perícias por telemedicina Prazos Com a validação pelo Supremo, os prazos vão entrar em vigor em seis meses. São os seguintes: Benefício assistencial à pessoa com deficiência: 90 dias Benefício assistencial ao idoso: 90 dias Aposentadorias, salvo por invalidez: 90 dias Aposentadoria por invalidez comum e acidentária (aposentadoria por incapacidade permanente): 45 dias Salário maternidade: 30 dias Pensão por morte: 60 dias Auxílio reclusão: 60 dias Auxílio doença comum e por acidente do trabalho (auxílio temporário por incapacidade): 45 dias Auxílio acidente: 60 dias Na conciliação, os órgãos acertaram ainda prazos para o cumprimento de decisões judiciais favoráveis à concessão de benefícios. Devem ser considerados a partir da intimação do INSS: Benefícios por incapacidade: 25 dias Benefícios assistenciais: 25 dias Benefícios de aposentadorias, pensões e outros auxílios: 45 dias Ações revisionais, emissão de Certidão de Tempo de Contribuição (CTC), averbação de tempo, emissão de boletos de indenização: 90 dias Juntada de documentos de instrução (processos administrativos e outras informações, as quais o Judiciário não tenha acesso): 30 dias VÍDEOS: notícias de economia Veja Mais

Sons of Anarchy: 10 fatos tristes sobre Jax Teller na série

Sons of Anarchy: 10 fatos tristes sobre Jax Teller na série

Tecmundo Você também sente saudade de Sons of Anarchy? A série de ação e drama foi uma das melhores da história televisiva e deixou diversos fãs órfãos ao redor do mundo. Inspirada em Hamlet, a trama foi cheia de sangue, traição e, é claro, corações partidos. No meio de tudo isso, estava Jax Teller, interpretado por Charlie Hunnam. Talentoso, inteligente e com um bom coração, sua vida inteira foi trágica, até o momento de seu suicídio.Leia mais... Veja Mais