Meu Feed

No mais...

Pesquisadores conseguem conversar com quem está sonhando

Pesquisadores conseguem conversar com quem está sonhando

Tecmundo O conceito de sonho lúcido (aquele em que temos consciência de que estamos sonhando) sempre deu bons roteiros de filmes (vide Inception); porém, é também um ramo da ciência que, cada vez mais, tenta entender como nosso cérebro se comporta quando a inconsciência chega à noite. Se os pesquisadores do Dream Lab, do Massachusetts Institute of Technology (MIT) usam tecnologia para hackear sonhos, cientistas de quatro universidades pelo mundo estão conversando com pessoas enquanto elas dormem.Leia mais... Veja Mais

Carnival Row: tudo o que sabemos sobre a série do Amazon Prime Video

Carnival Row: tudo o que sabemos sobre a série do Amazon Prime Video

Tecmundo A série Carnival Row estreou em 30 de agosto de 2019 e foi uma das produções mais aguardadas do Amazon Prime Video. Afinal, não foi só o elenco, repleto de nomes de peso, que chamou a atenção: o enredo é repleto de fantasia e personagens envolventes, o que criou uma legião de fãs no decorrer dos episódios.Aliás, parece que não é só na série que o mistério reina. No mundo real, os fãs aguardam ansiosamente pela nova temporada, o que parece ainda estar longe de acontecer. Sem data de estreia divulgada pela plataforma de streaming, a última informação foi anunciada pela atriz Cara DeLevingne em junho de 2020. Segundo ela, as gravações foram adiadas, primeiramente, pela pandemia e, depois, pela necessidade de gravar em climas mais frios.Leia mais... Veja Mais

Pandemia: Japão sofre com falta de leitos e testes, e milhares se isolam em casa

O Tempo - Mundo Além do risco de colapso no sistema de saúde, há um estigma com relação a pessoas com suspeita, sintomas e diagnóstico de Covid-19 no pais Veja Mais

Protestos por prisão de rapper levam a conflito com a polícia em Barcelona

O Tempo - Mundo Policiais e manifestantes se enfrentaram neste sábado (20) pela quinta noite consecutiva Veja Mais

O céu (não) é o limite | Perseverance em Marte, meteoro em Júpiter e mais!

canaltech Mais uma semana chega ao fim e, com isso, o Canaltech prepara mais um "resumão" com as principais notícias espaciais dos últimos sete dias. Nesta semana aconteceu o tão aguardado pouso do rover Perseverance em Marte — mas o Planeta Vermelho não dominou completamente o noticiário, cedendo espaço para outros acontecimentos importantes. Vamos lá? "Percy" pousou em Marte (e já mandou umas fotos) O rover Perseverance, carinhosamente apelidado de "Percy" nas redes sociais, pousou com imenso sucesso na superfície marciana nesta semana. Ele faz parte da missão Mars 2020, lançada em julho do ano passado, cujo objetivo principal é procurar bioassinaturas na região da cratera Jezero, onde, há bilhões de anos, existiu água no estado líquido. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Para proporcionar esse estudo, ele coletará amostras do local, que serão trazidas à Terra em uma missão futura, com previsão de lançamento para 2026. Enquanto isso, seus diversos instrumentos científicos farão muitas análises do terreno marciano, certamente fazendo novas descobertas sobre o Planeta Vermelho. O Perseverance leva em sua "barriga" o helicóptero Ingenuity, que servirá como um teste de novas tecnologias de voo autônomo em outro planeta. Este, por sinal, é o primeiro helicóptero já enviado a outro mundo. Assim que chegou, o rover já compartilhou com a Terra suas primeiras fotos, inaugurando suas câmeras para verificar que elas estavam mesmo funcionando. Mas se essas imagens parecerem decepcionantes, fique tranquilo, pois elas ainda são apenas um teste e estão meio "nubladas" por conta da poeira levantada no ato do pouso. A primeira imagem do novo lar do Perseverance, capturada pela câmera de navegação frontal (Imagem: Reprodução/NASA/JPL) Clique aqui para saber como foi o pouso do Perseverance; aqui para ver as primeiras fotos tiradas por ele, e aqui para ver imagens da cratera Jezero, onde o rover pousou. Meteoro em Júpiter Imagem do instrumento UVS, com detalhe do objeto e onde ocorreu o seu impacto (Imagem: Reprodução/Giles et all) A sonda Juno, da NASA, flagrou um brilho repentino nas nuvens de Júpiter. A breve ocorrência do brilho foi detectada a uma altitude de 225 km, e equipe por trás da análise desses dados entendeu que se tratou da "explosão" de um objeto entrando na densa atmosfera joviana. Saiba mais sobre esse registro clicando aqui. Investigando uma rocha muito estranha na Lua "O Marco" visto à distância pelo Yutu-2 (Imagem: Reprodução/CNSA) Enquanto investigava o lado afastado da Lua, a missão chinesa Chang'e 4 com seu rover Yutu-2 observou uma estranha formação rochosa num formato pontiagudo apontando para o alto, o que intrigou muitos cientistas. À primeira vista, a rocha até parece ter sido colocada lá por alguém, como se fosse um marco, um ponto de referência. Mas claro que não é nada disso: a hipótese mais aceita para explicar a rocha "diferentona" é a de que ela seja um fragmento parcialmente enterrado no solo lunar, talvez resultado de algum impacto espacial na superfície lunar. Para ler mais sobre essa pedra misteriosa, clique aqui. Cometa, e não asteroide, dizimando dinossauros (Imagem: Reprodução/Chase Stone) A teoria mais aceita sobre a causa da extinção dos dinossauros é a de um impacto devastador causado por um asteroide, abrindo a cratera de Chicxulub na região do México. Agora, um novo estudo levanta a suspeita de que esse objeto era, na verdade, um cometa, e não um asteroide como se pensava. Para isso, foram feitas simulações diversas, com a equipe suspeitando que o cometa tenha vindo da Nuvem de Oort, nos limites do Sistema Solar. A gravidade de Júpiter teria tido um papel importante para atrair o cometa de tão longe para a parte mais interna do nosso sistema, colocando-o em rota de colisão com a Terra. Saiba mais sobre essa história; clique aqui. Adiada missão que tentará desviar a órbita de um asteroide   A NASA precisou adiar o lançamento da missão DART, que chocará uma nave contra um asteroide potencialmente perigoso para a Terra, na tentativa de desviar sua órbita. Assim, a missão pode mostrar ser possível alterar o trajeto desses objetos, sendo uma importante ferramenta de defesa planetária. A missão seria lançada entre julho e agosto deste ano, mas a pandemia de COVID-19, entre outros fatores, impactou o cronograma. Agora, a agência espacial pretende lançar a DART entre novembro deste ano e fevereiro do ano que vem. Clique aqui para saber mais sobre a missão. Primeira foto de Marte tirada por uma sonda árabe (Imagem: Reprodução/Agência Espacial dos Emirados Árabes) Os Emirados Árabes Unidos divulgaram ao mundo a primeira foto de Marte tirada por sua sonda Hope, que chegou à órbita marciana e fez com que o país se tornasse um dos poucos a já enviar uma nave ao Planeta Vermelho. A imagem foi tirada a 25 mil quilômetros acima da superfície. Leia mais sobre a missão Hope Mars clicando aqui. Leia também: O que aconteceu com os astronautas da NASA que foram à Lua? O que astronautas fazem no espaço? Qual a importância do trabalho do astronauta? Naves espaciais podem contaminar Marte? Como evitar que isso aconteça? Planeta 9: estudo enfraquece hipótese de existência deste mundo transnetuniano Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (13/02 a 19/02/2021) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cidade Invisível | Conheça as lendas do folclore que estão na série da Netflix Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (20/02/2021) Cães podem detectar COVID-19 com incrível precisão, diz estudo Lançamentos da Netflix na semana (19/02/2021) Veja Mais

Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (20/02/2021)

canaltech Carnaval passou e é possível que o feriadão (para quem teve) não tenha sido o suficiente para zerar a lista de obras a serem assistidas. Para contribuir ainda mais com a infinitude prática dessas listas, nossa seleção semanal de melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online traz cinco filmes incríveis que você pode ter deixado passar e cinco estreias (inéditos no Brasil) para ficar por dentro do que está sendo lançado no momento. Entre os títulos de “catálogo” (para lembrar o bom e velho termo das locadoras de VHS), temos duas ficções científicas super icônicas, um drama iraniano que conquistou o mundo, um filme nacional elogiadíssimo e um filme bem estilizado e diferente para quem gosta de ação com carros. Já entre as novidades, temos as estreias de uma série que está fisgando espectadores pela curiosidade, uma série documental com estrelas como Will Smith e uma série de ficção científica futurista alemã. Ah, tem também a estreia de um thriller de horror e drama e um documentário sobre os maiores questionamentos da humanidade. Ufa! Ficou curioso para saber que filmes e séries são esses? Então dá uma olhada nas nossas dicas do que assistir online neste final de semana. Para facilitar ainda mais a sua vida, o Canaltech sempre acrescenta trailer e uma pequena descrição de cada produção, além de incluir os links para os serviços em que elas estão disponíveis, assim o seu trabalho é basicamente apenas apertar o play. Veja quais te agradam, prepare a sala, reúna toda a família e divirta-se! -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Os lançamentos da Netflix em fevereiro de 2021 Os lançamentos do Amazon Prime Video em fevereiro de 2021 Os lançamentos do Disney+ em fevereiro de 2021 10. De Volta Para o Futuro   Dirigido por Robert Zemeckis, de outros clássicos imperdíveis como Forrest Gump: O Contador de Histórias e Contato, De Volta para o Futuro (1985) é a primeira parte de uma incrível trilogia de aventura, comédia e ficção científica. É impressionante, inclusive, como esse filme consegue ser maravilhoso em todos os gêneros que toca: é uma aventura bastante empolgante, uma comédia que continua fazendo gerações se divertirem e, o mais difícil, trabalha muito bem a conexão entre os três filmes usando um recurso que costuma deixar pontas soltas e incoerências em muitos filmes e séries, no caso, a viagem no tempo (motivo pelo qual se encaixa em sci-fi). A dupla formada por Michael J. Fox como Marty McFly e Christopher Lloyd como Dr. Emmett Brown é adorada por muitos fãs da trilogia e continua sendo, até hoje, um dos maiores ícones da cultura pop. De Volta Para o Futuro, o primeiro, leva os personagens em uma viagem a 30 anos no passado, enquanto os filmes seguintes visitam o futuro (mais precisamente 2015) e o universo faroeste de 1885. Muito além de DeLorean, tênis auto-ajustável e skate voador, De Volta Para o Futuro é um filme para não deixar de ver e que ainda vale ser revisitado por quem já conhece. De Volta Para o Futuro está disponível para streaming na Netflix, no Amazon Prime Video e no Telecine, além de estar disponível para aluguel ou venda no iTunes, na Play Store e no Looke. No Claro Videos o título está disponível apenas para aluguel. Leia também: Erros e acertos de "De Volta para o Futuro II" nas previsões para 2015 10 filmes sobre viagem no tempo que você deve assistir Os 10 melhores filmes de ficção científica disponíveis na Netflix 9. Drive   Embora tenha ótimas e tensas cenas de ação, este não é um filme de ação. Isso porque o filme não segue as principais características do gênero, prevalecendo o crime e o drama. Ainda assim, não se deixe enganar, porque tem muita tensão envolvida e ainda existe a possibilidade de você ficar literalmente sem fôlego com a atuação de Ryan Gosling. O filme conta ainda com a direção de Nicolas Winding Refn, que lançou em Drive uma estética própria que seria novamente explorada em Só Deus Perdoa e Demônio Neon. Estas, no entanto, foram obras bastante menos populares se postas ao lado de Drive, que conseguiu conquistar um público mais diverso justamente por ser um filme que exige menos da paciência do espectador. Drive está nos catálogos do Amazon Prime Video, Globoplay, MUBI e Cine Belas Artes. Leia também: Os 10 melhores filmes de ação para assistir na Netflix 10 filmes independentes que você precisa assistir Os 10 melhores filmes cults para assistir na Netflix 8. Alien - O 8.º Passageiro   Para quem gosta muito da mistura maravilhosa de terror e sci-fi, às vezes bate aquela vontade de ver um filme de alienígena que nos deixe realmente empolgados. Infelizmente, excelentes filmes com essa mistura parecem demorar muito para surgirem e, para quem quer mais daquela experiência específica, sempre vale a pena recorrer a títulos mais seguros, como Alien - O 8.º Passageiro, um dos maiores paradigmas do horror-sci-fi. Ainda que seja um filme de 1979, ele segue funcionando para o público contemporâneo que gosta de ameaças alienígenas assustadoras. O filme gerou uma franquia, que segue ganhando filmes até hoje, então essa indicação também serve para quem quer entender mais do universo de filmes como Prometheus e Alien: Covenant. Estes, no entanto, são considerados pela crítica e pelos fãs como bastante inferiores ao original, ainda que tenham elementos incríveis. Alien - O 8.º Passageiro tem direção de Ridley Scott, de clássicos cult como Blade Runner: O Caçador de Androides e Thelma & Louise, além de contar com a adorada Sigourney Weaver como heroína bad ass. Alien - O 8.º Passageiro pode ser assistido pelos assinantes do Telecine e pode ser alugado no Looke e no Claro Video. O filme também está disponível para aluguel ou compra na Microsoft Store, Play Store e iTunes. Leia também: 10 filmes sobre presença alienígena na Terra para celebrar o Dia do Disco Voador Crítica | Sputnik promete horror sci-fi e entrega trash indie acidental Os 5 melhores filmes de James Cameron 7. O Apartamento   Assim como Parasita ajudou a popularizar o cinema coreano depois de passar pelo Oscar, a coprodução Irã-França O Apartamento deu o que falar em 2016/2017, quando o filme passou por diversos festivais como Cannes, BAFTA e Globo de Ouro, além de levar a estatueta do Oscar na categoria de Melhor Filme em Língua Estrangeira. O filme ajudou também a colocar o nome do diretor e roteirista Asghar Farhadi no radar dos fãs de cinema, já que esse foi o primeiro filme de sucesso internacional do diretor depois do elogiadíssimo A Separação. O Apartamento conta a história de uma mulher que é agredida dentro da sua nova casa, o que deixa seu companheiro determinado a encontrar o autor do crime, apesar das objeções dela. O que parece uma simples trama, no entanto, ganha camadas incríveis nas mãos de Farhadi. O Apartamento está no catálogo do Cine Belas Artes, NOW e Looke, onde também pode ser comprado ou alugado. Leia também: Os 10 melhores filmes da década (do circuito mais restrito) Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? 6. O Animal Cordial   Na esperança de que a última temporada de Choque de Cultura tenha aumentado o gosto dos brasileiros pelo próprio cinema, trouxemos a indicação de um dos filmes mais comentados de 2017, O Animal Cordial, que dispões de muitos motivos para ser assistido. Primeiramente, trata-se de um filme nacional de gênero, ou seja, um filme feito especificamente dentro de um gênero, no caso, thriller de horror, algo que não estamos acostumados e ver no nosso cinema. Além do elenco com Murilo Benício, Luciana Paes, Camila Morgado e o sempre excelente Irandhir Santos, O Animal Cordial ainda conta com direção e roteiro de Gabriela Amaral, que já havia trabalhado lindamente com o horror nos curtas-metragens Estátua! e Náufragos. Ainda que não tenha tido grande repercussão internacional, O Animal Cordial passou pelos principais festivais do nosso país, com indicações e prêmios no Grande Prêmio Brasileiro de Cinema, no Prêmio Guarani e no popular Festival do Rio. O Animal Cordial está disponível para streaming na Netflix e no Globoplay, além de poder ser comprado ou alugado na Play Store, iTunes, Looke e Microsoft Store. Leia também: Os 10 melhores filmes brasileiros da década 10 filmes e séries juvenis brasileiros para assistir no streaming Dia do Cinema Brasileiro | Como é fazer filmes no Brasil? 5. Por Trás de Seus Olhos   A minissérie de drama, mistério e suspense Por Trás de Seus Olhos tem uma história simples: uma mãe solo e que trabalha meio período no consultório de um psiquiatra começa um caso com seu chefe e inicia uma amizade improvável com sua esposa. Até aí, parece apenas mais uma série de drama comum. O que tem atraído muitos espectadores, no entanto, não é isso, mas o mistério sobre o seu final. Criada por Steve Lightfoot, produtor das séries Hannibal, O Justiceiro e Narcos, Por Trás de Seus Olhos convida o espectador a assistir cinco episódios repletos de mistério e suspense para, no sexto e último episódio, explodir mentes com algo completamente inesperado e, como já se tornou uma tradição de muitas séries Netflix, entrar para a categoria “vale a pena a espera”. Por Trás de Seus Olhos estreou na Netflix. Leia também: As 10 melhores séries de drama e mistério originais da HBO 10 melhores séries de investigação criminal para maratonar na Netflix Novo no Prime Video? Confira 15 séries da Amazon que você precisa assistir 4. As Maiores Incógnitas   Para os leitores que adoram ciência, há sempre um bocado de documentários incríveis para serem assistidos, mas não é tão comum o surgimento de títulos muito empolgantes sobre o tema, sobretudo obras que possam ser vistas por não-especialistas. Descrito como um documentário épico, As Maiores Incógnitas reúne nove cientistas em uma descontraída e incrível viagem a diversas partes de mundo para tentar responder alguns dos maiores questionamentos da humanidade. Por que estamos aqui? Como pode ser a vida no espaço? Como responder questões que parecem tão fora do alcance do nosso conhecimento? A mistura de ciência e filosofia, no entanto, não precisa ser algo enfadonho, como já nos mostraram as séries Cosmos ou outras tantas obras que popularizam tão bem o conhecimento científico. Ainda melhor, obras como o estreante longa As Maiores Incógnitas são capazes de mostrar que a ciência é tão ou mais bela e cativante quanto qualquer fantasia blockbuster. As Maiores Incógnitas foi lançado na Netflix. Leia também: 10 documentários sobre ciência e tecnologia para assistir na Netflix 7 documentários sobre tecnologia para você assistir na Netflix 10 documentários incríveis sobre o meio ambiente e aquecimento global 3. Fear of Rain   Estreia de 2021, Fear of Rain é o quarto filme da diretora Castille Landon, mas chama a atenção muito mais pela presença de Katherine Heigl, a Dr. Izzie Stevens de Grey's Anatomy. Um thriller de drama e horror, Fear of Rain acompanha uma garota com esquizofrenia que luta com alucinações terríveis quando começa a suspeitar que seu vizinho sequestrou uma criança. A única pessoa em quem ela acredita, no entanto, é um garoto que ela sequer sabe se existe. Esse é daqueles filmes que deixam o espectador apreensivo, sem saber o que é real ou falso, o que é perfeito para quem adora tentar adivinhar o filme. Além disso, as reviravoltas prometem que ninguém ficará seguro com as próprias teorias, aumentando ainda mais a expectativa pelo final. Fear of Rain pode ser comprado ou alugado na Microsoft Store e na Play Store. Leia também: Os 10 melhores filmes de suspense disponíveis na Netflix 10 séries leves para acalmar os ansiosos 15 filmes dirigidos por mulheres que você precisa assistir 2. EUA: A Luta Pela Liberdade   Depois do excelente documentário A 13ª Emenda, de Ava DuVernay, ter exposto os EUA através de uma das emendas à Constituição dos Estados Unidos, a minissérie documental EUA: A Luta Pela Liberdade expõe mais faces da história do país ao discutir a 14ª Emenda. Com seis episódios, o documentário percorre temas como cidadania, resistência, direitos civis, igualdade, imigração e muito, muito mais. Will Smith (Um Maluco no Pedaço), Mahershala Ali (House of Cards), Laverne Cox (Orange Is the New Black), Bobby Cannavale (Blue Jasmine), Joseph Gordon-Levitt (A Origem), Graham Greene (À Espera de um Milagre), Helen Hunt (Melhor é Impossível), Samuel L. Jackson (Pulp Fiction: Tempo de Violência), Diane Lane (Infidelidade), Pedro Pascal (O Mandaloriano) e muitos outros dão rostos conhecidos ao documentário, deixando a história bem mais atrativa para quem tem receio de acabar vendo mais uma maçante série de história, que, apesar de interessante, não consegue nos cativar muito. EUA: A Luta Pela Liberdade está disponível para os assinantes da Netflix. Leia também: 10 séries que abordam a política dos Estados Unidos 15 séries históricas incríveis que você precisa assistir 10 filmes importantes para refletir sobre racismo e Consciência Negra 1. Tribes of Europa   Fãs de Dark e demais séries alemãs que têm aparecido na Netflix podem comemorar a estreia de mais um título para o grupo. A série de ação, aventura e drama Tribes of Europa é ambientada em 2074, quando a humanidade acabou de presenciar um misterioso desastre global. Nesse cenário pós-apocalíptico futurista, a Europa é tomada por guerras e, em meio a isso tudo, três irmãos lutam para sobreviver diante de uma ameaça ainda maior que assombra todo o continente. O elenco como um todo não é familiar para o público brasileiro, exceto pela presença de Oliver Masucci, o Ulrich Nielsen de Dark, e Emilio Sakraya, o JC de Warrior Nun. A série chama também a atenção pela presença dos produtores Quirin Berg e Max Wiedemann, que também produziram o elogiadíssimo A Vida dos Outros, o que pode ser um grande indicativo de qualidade para a série. Tribes of Europa estreou com exclusividade na Netflix. Leia também: Crítica | Tribes of Europa empolga com mundo destruído pela tecnologia As 5 séries internacionais da Netflix mais vistas pelos brasileiros 10 séries incríveis de ficção científica para assistir na Netflix Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cidade Invisível | Conheça as lendas do folclore que estão na série da Netflix Cães podem detectar COVID-19 com incrível precisão, diz estudo O céu (não) é o limite | Perseverance em Marte, meteoro em Júpiter e mais! Lançamentos da Netflix na semana (19/02/2021) Veja Mais

Petrobras: 'Mudança comigo não é de bagrinho, é de tubarão', diz Bolsonaro

O Tempo - Política Próximo foco de Bolsonaro pode ser sobre o comando do Banco do Brasil Veja Mais

Moraes, do STF, autoriza inquérito para investigar suspeita de desacato de Daniel Silveira em IML

Valor Econômico - Finanças Nova investigação leva em conta a recusa do parlamentar em usar máscara no Instituto Médico-Legal e as agressões verbais desferidas por ele contra uma policial civil no local Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Pandemia de Covid-19 pode acabar em abril, diz médico professor da Johns Hopkins

O Tempo - Mundo A imunidade do rebanho foi bem documentada na cidade brasileira de Manaus, que após colapso teve redução significativa da infecção Veja Mais

MC Kekel bisa parceria romântica com MC Rita no single 'Eu não tenho tudo'

G1 Pop & Arte ♪ Em 2018, ao lançar o funk Amor de verdade em dueto com MC Rita, o paulista MC Kekel mostrou que havia um grande público disposto a consumir o batidão em clima mais romântico. Decorridos dois anos, Kekel bisa a parceria com Rita com a intenção de repetir, com a edição do inédito single Eu não tenho tudo, o sucesso de Amor de verdade. Lançado na sexta-feira, 19 de fevereiro, através de parceria da gravadora Som Livre com a KondZilla Records, o single Eu não tenho tudo adiciona um toque de reggaeton à receita do funk romântico. Mas a fórmula é a mesma. Gravado com produção musical do DJ RD, o single Eu não tenho tudo é o segundo lançamento fonográfico de Kekel. Em janeiro, o MC lançou o single Nervosinha em colaboração com o conterrâneo MC Niack. Capa do single 'Eu não tenho tudo', de MC Kekel com MC Rita Divulgação Veja Mais

Luzes da Dignidade

em - Internacional Veja Mais

Psicoconstrução: terapia com base na ancestralidade

Psicoconstrução: terapia com base na ancestralidade

Tecmundo Eu sou o Fabiano de Abreu, doutor em Ciências da Saúde nas áreas de Neurociências e Psicologia, mestre em psicanálise, criador da Terapia da Psicoconstrução, método que tem como base a memória primitiva.Como todo cientista, sou acima de tudo um curioso. Não encontrava satisfação nos entraves que as psicoterapias encontravam, impossibilitando o progresso do material subjetivo em ações comportamentais. Tornar o latente em manifesto, revelando a origem do trauma sem conseguir promover um novo paradigma. Foi o detonador para um estudo mais profundo nas ciências que fazem fronteira com o que é mental e biológico. Leia mais... Veja Mais

Megatelecom destina até R$ 150 milhões para aquisições

Valor Econômico - Finanças Análises já estão em fase de diligência em três empresas, com possibilidade de fechar negócio no prazo de 45 a 60 dias Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Diablo Immortal aprofunda mecânicas de progressão na BlizzConline

Diablo Immortal aprofunda mecânicas de progressão na BlizzConline

Tecmundo Mesmo fora da cerimônia de abertura da BlizzConline 2021, o jogo mobile free to play Diablo Immortal recebeu na feira virtual um painel apresentado pelo streamer Bluddshed, que entrevistou o Produtor Lead Caleb Arseneaux e o Designer Lead Wyatt Cheng.Com o fim do Alfa Técnico, a equipe está pronta para avaliar os resultados e falar sobre alguns planos para o futuro. Uma das maiores prioridades dos desenvolvedores foi garantir que sempre que você achasse um item lendário, se sentisse muito bem por isso, como se tivesse merecido encontrar um item tão bom.Leia mais... Veja Mais

Android 12: novos temas e interface que baseiam cores no wallpaper surgem em screenshots

tudo celular Vazados pouco antes da chegada do primeiro Developer Preview, a nova interface e os temas renovados do Android 12 vazam agora em screenshots reais Veja Mais

Análise: Por que a fusão de B2W e Lojas Americanas é crucial

Valor Econômico - Finanças A possível fusão de B2W e Lojas Americanas é a prova inconteste de que as operações digitais precisam funcionar integradas. Por mais que as empresas busquem parecer unidas — e não tenha dúvida, as duas companhias tentaram trabalhar juntas — sem uma estrutura única, fluida e com cultura e planos de negócios 100% unificados, o ganho será sempre parcial. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Justiça russa impõe dupla derrota a Navalni, crítico de Putin, e ratifica prisão

O Tempo - Mundo O ativista de 44 anos foi declarado culpado em um caso de difamação e teve um recurso de de sua defesa negado Veja Mais

PT vê em Luiza Trajano do Magazine Luiza o nome do ‘capital’ para compor chapa

O Tempo - Política A empresária é uma ardorosa defensora das cotas e ganhou destaque na mídia no ano passado ao lançar um programa de trainee no Magazine Luiza exclusivo para negros Veja Mais

Como funciona a 'teoria do mais tolo', que pode levar pessoas a tomarem decisões financeiras erradas

G1 Economia Muito comum nas bolsas de valores, essa teoria é usada por quem especula sobre investimentos que podem gerar grandes retornos no curto prazo, mas correm o risco de virarem pó. "Teoria do mais tolo" é uma expressão amplamente usada nas bolsas de valores Getty Images/BBC A "teoria do mais tolo" é uma expressão amplamente usada nas bolsas de valores. Funciona assim: você pode ganhar dinheiro se comprar uma ação que está sobrevalorizada porque sempre haverá "alguém mais tolo" disposto a pagar um preço mais alto por ela. Essa teoria funciona desde que você possa vender um ativo por um preço mais alto do que comprou. O problema é que se você não conseguir fazer isso, ou seja, antes que o preço caia, não haverá outros "mais tolos que você". "Você pode perder todo o seu dinheiro se mantiver ações que ninguém quer comprar", avisa Vicki Bogan, professora da Universidade Cornell, em Nova York, nos Estados Unidos. "É uma teoria muito arriscada" que é posta em prática quando há bolhas no mercado, diz ela em entrevista à BBC News Mundo, o serviço de notícias em espanhol da BBC. Bolhas financeiras são entendidas como "explosões de irracionalidade" em que o preço de um ativo aumenta dramaticamente, ultrapassando o que os economistas chamam de seu valor intrínseco ou essencial. Aconteceu inúmeras vezes ao longo da história: do crash de 1929 aos "ativos podres" da grande crise financeira de 2008. Mas houve casos mais antigos do que esses. A primeira grande bolha especulativa da história mundial foi a "mania das tulipas" na Holanda no século 17, quando houve uma euforia coletiva com a compra de tulipas exóticas. O preço dos bulbos de flores atingiu níveis tão exorbitantes que as pessoas venderam suas casas para obtê-los e, em meio à euforia, até um mercado para futuras vendas foi criado a partir de bulbos não colhidos. No entanto, a escalada frenética chegou ao fim, quando um dia, em 1637, o preço despencou, levando a economia holandesa ao caos. Outro caso bem lembrado na história recente foi a bolha das 'ponto com', quando no final da década de 1990 o valor de algumas empresas de tecnologia atingiu níveis astronômicos, apesar de não terem renda real. A especulação financeira levou à crise de 2008 Getty Images/BBC De um ponto de vista racional, explica Bogan, você não compraria algo sabendo que está pagando um preço superfaturado. Mas, do ponto de vista da teoria do mais tolo, é racional comprar por um preço mais alto se a ideia é de que haverá outra pessoa a quem você poderá vender mais caro. É uma decisão especulativa porque o investidor tem certeza de que pode ganhar dinheiro em um determinado período de tempo. O difícil é saber quando entrar e quando sair do jogo a tempo de não se tornar "o mais tolo". A bolha mais recente é a GameStop, diz a economista, um empresa que não tinha perspectiva de ser lucrativa mas teve as ações valorizadas por uma ação de um grande grupo de pessoas na rede social Reddit, que visava prejudicar os investidores que haviam apostado contra a empresa. Isso fez com que o preço das ações da GameStop disparassem de forma sem precedentes. Sinais de alerta O problema com as bolhas é que você só tem a certeza de que está lidando com uma delas quando elas estouram, diz John Turner, professor da Queen's University Belfast, no Reino Unido, e coautor do livro "Rise and Fall: A Global History of Financial Bubbles" ("Ascensão e Queda: Uma História Global de Bolhas Financeiras", em tradução livre para o português) No entanto, "certos sinais de alerta podem ser identificados" associados às bolhas, explica ele em entrevista à BBC News Mundo. Economistas afirmam que há sinais de alerta para a criação de bolhas financeiras Getty Images/BBC Um deles é o aparecimento de ativos que se tornam muito "vendáveis", ao estilo do que aconteceu com a GameStop. Outro é quando muitos investidores amadores entram nos mercados de ações. Também é um sinal quando as taxas de juros estão muito baixas, sendo, portanto, muito fácil pedir dinheiro emprestado. "Se olharmos para as ações de tecnologia nos Estados Unidos, ações de tecnologia verde, bitcoin, podemos pensar que existe potencialmente uma bolha nesses ativos", diz Turner. Nem todas as bolhas têm grandes repercussões no nível sistêmico, mas algumas podem se transformar em um grande problema para a economia como um todo. "Pode ser muito perigoso quando há dinheiro vindo de empréstimos na bolha, porque pode ter ramificações horríveis para o sistema bancário e para o resto da economia, como vimos na crise financeira de 2008." Muitas pessoas acabaram despejadas após a crise de 2008 porque haviam hipotecado as casas em meio ao crédito fácil Getty Images/BBC Ninguém descobriu ainda o que exatamente está acontecendo com os mercados de ações durante a pandemia. Os mercados estão aquecidos em meio a uma das piores crises econômicas em décadas, gerada pela pandemia. Alguns economistas estão esperando por uma forte correção nos mercados, mas nem todos concordam. "Quase todo mundo aponta para os mercados de ações para sinalizar a existência de uma bolha. Não estou convencido de que isso seja verdade", diz Jason Reed, professor do Departamento de Finanças da Universidade de Notre Dame, no Reino Unido, à BBC News Mundo. Há um intenso debate entre os especialistas sobre o bitcoin como uma bolha que vai estourar a qualquer momento Getty Images/BBC Em sua opinião, os alertas estão vindo do lado do bitcoin, cujo preço acelerou ao ponto em que a moeda funciona como um ativo especulativo em vez de um substituto para a moeda soberana. "Veremos preços mais voláteis, mas sem consequências macroeconômicas sistêmicas reais", afirma. "Mas os investidores individuais podem enfrentar danos econômicos reais e isso é algo que vale a pena observar e explorar", ressalva. "Os tolos são muitos" Veljko Fotak, professor do Departamento de Finanças da Escola de Administração da Universidade de Buffalo, em Nova York (EUA), adverte que a 'teoria do mais tolo' tem um grande problema. Essa teoria gera a sensação de que um grande número de investidores se beneficia com a compra de ativos sobrevalorizados, enquanto um pequeno grupo de perdedores, ou um "tolo solitário", fica sem dinheiro quando a festa acaba. Mas na prática, lembra Fotak, o jogo não funciona assim. "O grupo de perdedores, na maioria dos casos, é a esmagadora maioria dos investidores", diz ele à BBC News Mundo. "O grupo de perdedores, na maioria dos casos, é a esmagadora maioria dos investidores", diz o economista Veljko Fotak. Getty Images/BBC Por essa e outras razões, o economista se declara cético em relação à teoria do mais tolo. Fotak argumenta que a evidência mostra que você tem mais probabilidade de perder do que de ganhar quando compra um ativo que está supervalorizado. E uma das armadilhas é que é muito difícil identificar o perdedor. Dizem que entre os jogadores de pôquer costuma-se dizer que "se você não sabe quem é o burro da mesa, levante-se. Você é o burro". "Investir na esperança de que alguém cometa erros ainda maiores parece, bem, burrice", diz ele. Em geral, diz Fotak, os mercados "oferecem recompensas assimétricas, com poucos vencedores lucrando generosamente e um grupo maior sofrendo perdas". "Talvez eu simpatizasse mais com a teoria se a chamassem de Teoria dos Muitos Tolos", afirma. "A bolha de Wall Street" Fotak argumenta que existem diferentes tipos de ativos cujas avaliações de mercado foram distorcidas pelas políticas monetárias frouxas das últimas décadas e pelas fortes intervenções dos bancos centrais durante o ano passado, em meio à pandemia de Covid-19. "Mas nenhum se destaca tanto quanto os mercados de ações dos EUA." Por exemplo, uma das medidas usadas para avaliar se um preço está sobrevalorizado é o conceito "preço/lucro (PE)", desenvolvido pelo Prêmio Nobel de Economia Robert Shiller. Muitos economistas dizem que há sinais de bolhas em Wall Street Getty Images/BBC Se aplicarmos essa metodologia às empresas que fazem parte do índice S&P500, as maiores dos Estados Unidos, explica o economista, obtemos um índice um pouco acima de 40. No século passado, essa proporção girava em torno de 15 ou 16. Houve apenas dois outros casos em que vimos essa taxa mais alta, diz Fotak. Em 2009, logo no início da crise financeira global e, antes disso, em 2001, pouco antes do estouro da bolha das pontocom. Assim, "os precedentes históricos não são animadores", diz o economista. "Embora o mercado de ações seja onde a bolha é mais visível, nenhuma classe de ativos está imune", acrescenta. Mas o que mais o preocupa é a "exuberância irracional" dos mercados de dívida. "Os mercados de dívida me preocupam acima de tudo porque qualquer choque tende a causar contágios e riscos de desestabilização do sistema financeiro, que, por sua vez, atinge todos os setores da economia", diz Fotak Getty Images/BBC "Muitos paralelos podem ser traçados entre os mercados de hipotecas do início dos anos 2000 e os mercados de dívida corporativa dos últimos cinco anos", diz ele. "Os mercados de dívida me preocupam sobretudo porque qualquer choque tende a causar contágio e riscos de desestabilização do sistema financeiro, que, por sua vez, atinge todos os setores da economia." Se no futuro houver uma queda no preço das ações, que é o que acontece quando uma bolha estoura, isso provoca uma perda imediata de confiança nos mercados financeiros. Essa perda de confiança, argumenta Fotak, se traduz em menores taxas de poupança e investimento nos anos subsequentes, com efeitos que podem abranger gerações inteiras. Por sua vez, isso leva a uma escassez de capital que pode afetar negativamente as taxas de crescimento e os níveis de emprego nas próximas décadas. Não é um jogo como o pôquer. E não há um pequeno grupo de perdedores que pode ser caracterizado como "o mais burro". Vìdeos: Os mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias Veja Mais

'Nós queremos privatizar, mas não é tudo também, não', diz Bolsonaro

O Tempo - Política Ele descartou, por exemplo, a privatização da Casa da Moeda do Brasil Veja Mais

Estados Unidos retornam oficialmente ao Acordo de Paris: medidas

Estados Unidos retornam oficialmente ao Acordo de Paris: medidas

Tecmundo Após prometer voltar ao Acordo de Paris no dia da sua posse, o presidente dos Estados Unidos Joe Biden confirmou oficialmente o retorno do país ao tratado internacional sobre medidas para reduzir a emissão de gases do efeito estufa nesta sexta-feira (19).Integrante do pacto assinado em novembro de 2016 desde o início, juntamente com quase 200 países, os EUA anunciaram que iriam se retirar do Acordo de Paris em agosto de 2017, por escolha do então presidente Donald Trump, alegando se tratar de um acordo prejudicial à economia norte-americana.Leia mais... Veja Mais

'Vamos meter o dedo na energia elétrica', diz Bolsonaro um dia depois de anunciar troca no comando da Petrobras

G1 Economia Na quinta-feira o presidente havia criticado a Petrobras e dito que algo aconteceria na empresa nos próximos dias. Um dia depois, Bolsonaro anunciou a indicação de um novo presidente para a estatal. Um dia depois de anunciar a troca no comando da Petrobras, com a indicação do general da reserva Joaquim Silva e Luna para o lugar do atual presidente da empresa, Roberto Castello Branco, o presidente Jair Bolsonaro afirmou a apoiadores que vai “meter o dedo na energia elétrica”. “Vamos meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também”, disse neste sábado (20) ao chegar ao Palácio da Alvorada. Na quinta-feira (18) durante transmissão pela internet, Bolsonaro criticou a Petrobras, mas disse que não ia interferir na empresa. Em seguida, no entanto, afirmou que alguma coisa iria acontecer na empresa nos próximos dias. No dia seguinte, o presidente anunciou em uma rede social a indicação do Silva e Luna para a presidência da estatal no lugar de Castello Branco. Bolsonaro vinha criticando a política de reajuste dos combustíveis da petroleira e na quinta-feira disse que o último reajuste foi fora da curva. “Teve um aumento, no meu entender, aqui, eu vou criticar, um aumento fora da curva da Petrobras. 10% hoje na gasolina e 15% no diesel. É o quarto reajuste do ano. A bronca vem sempre para cima de mim, só que a Petrobras tem autonomia”, afirmou. “Eu não posso interferir, nem iria interferir na Petrobras, se bem que alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias, você tem que mudar alguma coisa, vai acontecer", disse em transmissão na quinta”. Bolsonaro indica general Joaquim Silva e Luna para a presidência da Petrobras Veja Mais

Paes aguarda remessa de vacinas para anunciar novo cronograma

Valor Econômico - Finanças Expectativa é de que novas doses estejam disponíveis na próxima semana O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse neste sábado que vai esperar a chegada da nova remessa de vacinas contra a covid-19 para anunciar o novo cronograma de vacinação da primeira dose. A vacinação na capital fluminense teve de ser suspensa na quarta-feira, quando seriam imunizados os idosos com 82 anos com a primeira dose. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Rio investiga 13 possíveis casos de contaminação por novas variantes de covid-19

Valor Econômico - Finanças A Secretaria de Estado de Saúde do Rio já investiga 13 casos de possível contaminação das novas variantes da covid-19 de Manaus e Reino Unido. São casos de pacientes com sinais e sintomas de covid-19 que tenham histórico de viagem ou contato com pessoas oriundas de outros Estados e/ou países com circulação de novas variantes. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Vírus da gripe aviária presente na França não representa perigo para humanos

O Tempo - Mundo Mais cedo, autoridades russas afirmaram que havia sido detectado o primeiro caso de transmissão da cepa H5N8 para seres humanos no país Veja Mais

Roberto Jefferson diz que partido acionará OEA contra STF por prisão de Silveira

O Tempo - Política Presidente nacional do PTB, partido de Silveira, disse que parlamentar é um 'preso político' e por isso quer intervenção do órgão internacional Veja Mais

Luna nega intervenção e diz que produtos finais da Petrobras são para as pessoas

O Tempo - Política General afirmou que mesmo se o Bolsonaro quiser, não há como intervir, pois a decisão sobre a política de preços é colegiada Veja Mais

Argentina nomeia Carla Vizzotti para Saúde após ex-ministro furar fila da vacina

O Tempo - Mundo Presidente Alberto Fernández pediu a González García renunciasse ao posto após saber que então chefe da Saúde vacinou um amigo Veja Mais

Após neve no Texas, México sofre apagões e produção industrial fica prejudicada

O Tempo - Mundo Gasodutos que transportam gás natural para o México congelaram esta semana com onda de nevasca nos EUA Veja Mais

Por que a vacinação é tão importante para controlar novas cepas do coronavírus?

canaltech Desde o final do ano passado, a descoberta de novas variantes do coronavírus SARS-CoV-2 — como a do Reino Unido, a da África do Sul e, mais recentemente, a de Manaus — gerou inúmeras pesquisas e alertas sobre os possíveis impactos de mutações no vírus da COVID-19, mesmo que nem sempre preocupantes. No entanto, é consenso que uma das melhores medidas para impedir as novas cepas é a vacinação em massa. Cidade do RJ pode suspender vacinação da COVID por falta de doses, diz prefeito Vacina da COVID-19 | Anvisa deve visitar fábricas da Covaxin e Sputnik V em março Vacina da Pfizer-BioNTech tem 94% de eficácia, segundo estudo de Israel Mesmo que as atuais vacinas contra a COVID-19 tenham sido desenvolvidas a partir do coronavírus original — antes do surgimento das variantes —, ainda são a melhor forma de controlar a pandemia e impedir novas mutações potencialmente perigosas. Para entender essa questão, o Canaltech conversou o Dr. Josélio de Araújo, microbiologista e professor de virologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Para impedir o aparecimento de novas mutações do coronavírus, as vacinas são fundamentais (Imagem: Viktor Forgacs/ Unsplash) Brasil e as mutações do coronavírus Antes de entender a função das vacinas para controlar a COVID-19, vale explicar o que representa uma mutação do coronavírus. “As mutações fazem parte do processo natural de evolução viral. Organismos, microorganismos e vírus estão em constante mutação. No caso dos vírus, essas mutações ocorrem dentro das células, durante o processo de replicação", explica Araújo. No entanto, as mudanças no código genético não são, obrigatoriamente, positivas, ou seja, podem ser desvantajosas para a perpetuação do agente infeccioso. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- “O vírus se espalha com a movimentação de pessoas", lembra o professor sobre a situação brasileira, marcada pelo "afrouxamento das medidas de quarentena e isolamento". "Como ainda temos muitos indivíduos que ainda não tomaram a vacina da COVID-19 ou se contaminaram, o coronavírus continua evoluindo muito rapidamente", explica. Em outras palavras, novas variantes podem se formar no país, já que este é um ambiente ideal para as mutações. Além da potencial formação, o cenário brasileiro favorece a disseminação dessas mutações virais, inclusive, de cepas ainda não rastreadas pelos pesquisadores. Nesse sentido, algumas variantes nacionais, como a de Manaus (linhagem conhecida como P.1) e a do Rio de Janeiro (identificada como P.2), já foram identificadas em outros estados e, até mesmo, países. Por que a vacinação é importante agora? “As vacinas que temos atualmente foram desenvolvidas com base no coronavírus descoberto no início do ano passado", afirma o professor de virologia. No entanto, isso não representa o fim da eficácia delas contra a COVID-19. “Apesar das novas variantes, a vacina atual é importante, porque a linhagem anterior [o coronavírus original] continua circulando e com prevalência significativa", explica. “Essas diferenças [entre as cepas] são genéticas, e não antigênicas [relacionadas aos anticorpos]. Na prática, o processo de vacinação contra essa variante ancestral vai proteger para dezenas e centenas de variantes. O processo [de vacinação contra a COVID-19] deve ser continuado. Os Institutos, tanto a Fiocruz quanto o Butantan, têm trabalhado intensamente para aumentar a produção e aquisição dessas vacinas", comenta Araújo. Vacinação segue necessária para a proteção contra o coronavírus (Imagem: Reprodução/ Maksim Goncharenok/ Pexels) No momento, "precisamos focar na vacinação para proteger as pessoas e reduzir a circulação do coronavírus e suas várias variantes", aponta. Nesse sentido, 5,3 milhões de brasileiros já receberam pelo menos uma dose da fórmula contra o coronavírus, segundo dados levantados pela plataforma Our World in Data. "Com o tempo, naturalmente, vamos aprimorar as vacinas. Se for necessário, com base nos estudos futuros, desenvolveremos reforços", comenta Araújo sobre os desafios da pandemia. Vacinação contra COVID-19 nos EUA De forma semelhante, a principal autoridade em saúde na crise da COVID-19 nos EUA, o Dr. Anthony Fauci, defende a vacinação em massa para o controle do coronavírus localmente, independente das variantes que estão surgindo. "Você deve se vacinar o mais rápido, quando [o imunizante] estiver disponível", afirmou o infectologista, nos últimos dias, durante uma coletiva de imprensa na Casa Branca. Defendendo a necessidade da vacinação contra a COVID-19, Fauci explicou que "os vírus não podem sofrer mutação se não se replicarem. E se você interromper sua replicação, vacinando amplamente, e não dando ao vírus um campo aberto... Você não terá mutações". Além disso, o infectologista alertou para o risco de reinfecção nos indivíduos que já se contaminaram e, por isso, desconsideram a imunização, citando o exemplo da variante identificada na África do Sul. "Se [uma nova cepa] se tornar dominante, a experiência de nossos colegas na África do Sul indica que mesmo que você tenha sido infectado com o vírus original, há uma taxa muito alta de reinfecção a ponto de a infecção anterior não parecer protegê-lo contra a reinfecção", comentou Fauci. Outro argumento levantado por Fauci é a importância das vacinas contra a COVID-19 para prevenir contra as formas graves e, potencialmente, fatais da infecção. "Embora haja uma proteção diminuída contra as [novas] variantes, há proteção suficiente para evitar que você contraia formas graves, incluindo a necessidade de hospitalização e mortes", completou o infectologista. Proteção: máscaras e álcool em gel Em outras palavras, as vacinas ainda têm efeito protetor contra a COVID-19 e a vacinação em massa deve reduzir o contágio e, consequentemente, diminuirá o aparecimento de outras variantes, derivadas daquelas que já foram identificadas pelo globo. Afinal, as mutações vão se acumulando e, mesmo que não sejam necessariamente positivas para o agente infeccioso, eventualmente podem ser e, dessa forma, causar mais problemas. Vacinação e medidas de proteção, como máscaras, são fundamentais para impedir novas mutações no coronavírus (Imagem: User3802032/ Freepik) Enquanto a imunização avança de forma lenta, é importante frisar que outras medidas seguem fundamentais para a proteção contra o coronavírus, como: manter o distanciamento social; evitar ambientes sem circulação de ar; não aglomerar; adotar o uso de máscaras; e limpar as mãos com frequência com álcool em gel ou, melhor ainda, lavá-las com água e sabonete. Até o momento, estas são as principais formas de conter a transmissão do coronavírus. Em casos hipotéticos, onde as vacinas percam sua capacidade de proteção contra o coronavírus, cientistas de diferentes laboratórios já trabalham na pesquisa de doses de reforço, ou seja, uma terceira dose da vacina que imunizaria contra a nova mutação, de forma similar como acontece com a vacina da gripe, no Brasil. Nesse sentido, a Pfizer e a BioNTech já anunciaram, por exemplo, que seria possível adaptar as fórmulas contra as novas mutações, e de forma rápida. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cidade Invisível | Conheça as lendas do folclore que estão na série da Netflix Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (20/02/2021) Cães podem detectar COVID-19 com incrível precisão, diz estudo O céu (não) é o limite | Perseverance em Marte, meteoro em Júpiter e mais! Veja Mais

Chefe da AIEA chega a Teerã antes do fim de prazo crucial para programa nuclear

O Tempo - Mundo Desde que o governo do ex-presidente Donald Trump decidiu abandonar o pacto em 2018 Teerã não tem cumprido os compromissos assumidos em 2015 Veja Mais

10 melhores filmes de ação para assistir na Netflix em 2021

10 melhores filmes de ação para assistir na Netflix em 2021

Tecmundo Se você é fã do gênero "tiro, porrada e bomba" e quer descobrir quais são os 10 melhores filmes de ação para assistir na Netflix em 2021, você chegou no lugar certo!Entre sequências cheias de adrenalina e roteiros instigantes, os filmes de ação são uma boa opção de entretenimento. Para quem procura as produções do gênero, a Netflix conta com vários títulos interessantes. Leia mais... Veja Mais

Auxílio emergencial será detalhado em março, diz Rodrigo Pacheco

O Tempo - Política O presidente do Senado disse que o teto de gastos é importante, mas não critério absoluto Veja Mais

Auxílio sempre foi considerado e será detalhado em março, diz Pacheco

O Tempo - Política Presidente do Senado voltou a cita que o auxílio emergencial eve ser feito de março a junho Veja Mais

CEO da game.tv fala sobre o sucesso e futuro da plataforma mobile

CEO da game.tv fala sobre o sucesso e futuro da plataforma mobile

Tecmundo A game.tv alcançou um grande sucesso ao trazer para os dispositivos Android e iOS uma grande infraestrutura para acompanhar e participar de torneios de esports de forma simples e conveniente. Para entender melhor como a plataforma funciona e quais os seus planos para o futuro, conversamos com Rosen Sharme, CEO da empresa, e você confere os melhores momentos do papo a seguir:A game.tv ainda é uma bem jovem, mas já conquistou um bom número de usuário e jogos suportados. Quais são os seus planos para a plataforma crescer ainda mais em 2021?Leia mais... Veja Mais

Pacheco diz que se reunirá com Pfizer e Johnson & Johnson na segunda-feira

O Tempo - Política O presidente do Senado disse que a Casa tem uma proposta para que a União assuma a responsabilidade por eventuais efeitos adversos das vacinas, sem que haja repercussão jurídica Veja Mais

Mudança na Petrobras afeta sobretudo interesse de estrangeiros em ativos, dizem fontes

Valor Econômico - Finanças Episódio é visto como agravante do risco de segurança institucional, num momento em que a empresa vinha recuperando imagem desgastada após interferências na política comercial A troca no comando da Petrobras, após interferência direta do presidente da República, Jair Bolsonaro, é preocupante e afasta principalmente investidores estrangeiros interessados em ativos da estatal, na avaliação de assessores próximos a grupos que monitoram o plano de desinvestimentos da companhia. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

O que pode dar errado no PIX e como se prevenir

O que pode dar errado no PIX e como se prevenir

Tecmundo O PIX entrou no ar em novembro do ano passado e, até agora, já foram mais de 300 milhões de transações que somaram mais de R$ 300 bilhões movimentados. É algo bastante significativo e, apesar de ainda ser cedo para comemorar, o sistema apresentou poucos problemas. Mas o que os clientes têm relatado, principalmente em fóruns de discussão na internet como o Reclame Aqui e o Reddit? Listei os principais problemas até aqui e elenquei mini dicas de como você pode se preparar para evitar dores de cabeça: Leia mais... Veja Mais

Covid-19: Brasil registra 1.051 mortes e 56.572 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h

Valor Econômico - Finanças Dados do país são fruto de colaboração entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 Marcelo Camargo/Agência Brasil O Brasil registrou 1.051 mortes pela Covid-19 e 56.572 novos casos da doença neste sábado. São, ao total, 246.006 óbitos e 10.138.265 pessoas infectadas pelo coronavírus Sars-CoV-2 desde o início da pandemia. Os dados do país são fruto de colaboração entre "Folha", "UOL", "O Estado de S. Paulo", "Extra", "O Globo" e "G1" para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. Além dos dados diários, a "Folha" também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete. De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.051. Há uma semana, em 13 de fevereiro, a média era de 1.083, o que representa situação de estabilidade. O consórcio também atualizou informações repassadas sobre a vacinação contra a covid-19 por 24 Estados. Foram aplicadas no total 6.927.360 doses de vacina (5.811.528 da primeira dose e 1.115.832 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde. As vacinas disponíveis no Brasil são a Coronavac, do Butantan em parceria com a farmacêutica Sinovac, e a Covishield, imunizante da Fiocruz desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca. A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes. Veja Mais

FT: CEO da Dow pede que Biden use o Texas para impulsionar a infraestrutura

Valor Econômico - Finanças Jim Fitterling disse que a comunidade empresarial dos EUA está impaciente por atualizações há muito prometidas para a infraestrutura do país O governo Biden deve aproveitar o fracasso da rede elétrica do Texas para pressionar por um projeto de infraestrutura de longo alcance para revigorar as redes em dificuldades nos EUA, de acordo com o presidente-executivo da gigante química Dow. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Brasil chega a 31 dias com média móvel acima de 1 mil mortos por Covid; total alcança 246 mil

Glogo - Ciência País contabilizou 10.138.265 casos e 246.006 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Foram 1.051 mortes registradas no último dia. Brasil chega a 31 dias com média móvel de mortes por Covid acima de mil O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h deste sábado (20). O país registrou 1.051 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 246.006 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.051. Já são 31 dias com essa média acima da marca de 1 mil. A variação foi de 5% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 10.138.265 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 56.572 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 46.716 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de 2% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos. Onze estados estão com alta nas mortes: RS, SC, GO, AC, PA, RO, RR, BA, PB, PE e RN. Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados Brasil, 20 de fevereiro Total de mortes: 246.006 Registro de mortes em 24 horas: 1.051 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.051 (variação em 14 dias: +5%) Total de casos confirmados: 10.138.265 Registro de casos confirmados em 24 horas: 56.572 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 46.716 por dia (variação em 14 dias: +2%) Estados Subindo (11 estados): RS, SC, GO, AC, PA, RO, RR, BA, PB, PE, RN Em estabilidade (11 estados e o Distrito Federal): PR, ES, MG, RJ, SP, DF, MT, AP, AL, CE, MA, PI Em queda (4 estados): MS, AM, TO e SE Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia). Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Vacinação Balanço da vacinação contra Covid-19 deste sábado (20) aponta que 5.811.528 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 2,74% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 1.115.832 pessoas (0,53% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 6.927.360 doses foram aplicadas em todo o país. Variação de mortes por estados Sul PR: +9% RS: +22% SC: +16% Sudeste ES: -7% MG: -4% RJ: 0% SP: -2% Centro-Oeste DF: +5% GO: +45% MS: -19% MT: -6% Norte AC: +90% AM: -33% AP: -5% PA: +65% RO: +97% RR: +53% TO: -32% Nordeste AL: +14% BA: +64% CE: -10% MA: +6% PB: +26% PE: +34% PI: -9% RN: +63% SE: -24% Brasil Sul Sudeste Centro-Oeste Norte Nordeste Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal (saiba mais). Veja vídeos sobre a vacinação contra a Covid no Brasil: Veja Mais

GOL DE RICHARLISON E FIM DO TABU! EVERTON VENCE O LIVERPOOL NA PREMIER LEAGUE

GOL DE RICHARLISON E FIM DO TABU! EVERTON VENCE O LIVERPOOL NA PREMIER LEAGUE

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse o ESPN.com.br e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: https://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: https://instagram.com/foxsportsbrasil ➡ Facebook: https://www.facebook.com/espnbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/ESPNBrasil ➡ Instagram: https://www.instagram.com/espnbrasil Vamos JuntosNaTorcida! #PremierLeague #Liverpool #Everton Veja Mais

Manifestantes fazem carreatas contra Bolsonaro, e Boulos diz ser ensaio para atos maiores

Valor Econômico - Finanças No Brasil, 65 cidades têm protestos marcados ao longo de todo o fim de semana Ao menos 15 carreatas e grupos em bicicletas partiram neste sábado de diferentes regiões de São Paulo em direção à avenida Paulista em um protesto contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No Brasil, 65 cidades têm protestos marcados ao longo de todo o fim de semana. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Elenco de La Casa de Papel: entenda quem é quem na série espanhola

Elenco de La Casa de Papel: entenda quem é quem na série espanhola

Tecmundo Inicialmente lançada na rede Antena 3, a série La Casa de Papel — agora integrante do catálogo da Netflix — tem muitos personagens importantes na narrativa. Em 2021, a série espanhola exibirá sua 5ª temporada, que também promete encerrar todos os conflitos apresentados.Pensando em entender um pouco melhor sobre quem é quem na série, conheça melhor o elenco de La Casa de Papel  e os seus respectivos personagens pela nossa lista. Confira.Leia mais... Veja Mais

Violência

em - Internacional Veja Mais

Castello Branco pode ser primeiro presidente a sair com Petrobras desvalorizada desde Graça Foster

Valor Econômico - Finanças Até sexta-feira, a companhia acumula valorização de 4,19% sob comando do atual presidente, com valor de mercado de R$ 354,8 bilhões Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Guedes acata ordem de Bolsonaro por risco de greve, e equipe quer evitar guinada antiliberal

Valor Econômico - Finanças Antes colocado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como dono da palavra final em decisões econômicas do governo, o ministro Paulo Guedes (Economia) viu seus interesses contrariados em dois episódios consecutivos na mesma semana. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

STF autoriza inquérito para investigar se deputado preso desacatou policial

O Tempo - Política Ao dar entrada no IML para passar por exame de corpo de delito antes da prisão, o parlamentar discutiu com uma policial civil Veja Mais

Entenda as diferenças entre uma Smart TV 4K e 4K HDR

canaltech Oi, gente! A tecnologia das televisões tem mudado bastante com o passar do tempo, né? Hoje em dia, com as Smart TVs, a gente curte filmes, séries, vídeos e músicas em aplicativos direto na TV. Isso é bem legal, porque agora dá para assistir séries na Netflix, ouvir músicas no Spotify, ver vídeos no YouTube (e muito mais) com facilidade, precisando dar poucos toques no controle remoto. Como baixar aplicativos em Smart TV’s Android TV, webOS e Tizen Qual é o melhor sistema operacional para Smart TVs: Android TV, webOS ou Tizen? Além disso, as Smart TVs atuais trazem dois tipos diferentes de resolução como padrão — 4K e 4K HDR. Mas, me conta: você sabe quais são as diferenças entre as duas resoluções? Não se preocupe! Deixa que eu explico para você :) Como funciona a resolução 4K e a 4K HDR Muitas das TVs vendidas hoje já são 4K, o que significa que essas têm uma resolução quatro vezes maior que as TVs de Alta Definição (High Definition, originalmente com 1280 X 720 pixels). Em outras palavras, isso permite imagens com muito mais detalhes. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Já quando falamos na combinação da resolução 4K com o HDR (Sigla para High Dynamic Range, ou “Alto Alcance Dinâmico”), temos uma experiência ainda mais impressionante. Olha só! O HDR faz um balanceamento das imagens que aparecem na tela da TV e, então, além de exibir imagens mais bonitas, essa tecnologia traz mais cor, nitidez e contraste na hora de assistir filmes e séries. Incrível, né? Ah! Claro, vale lembrar que essas tecnologias são melhor aproveitadas quando os conteúdos foram criados nas mesmas condições. Por exemplo, algumas séries da Netflix têm um símbolo “4K ou HDR”, o que ajuda a encontrar conteúdos compatíveis. Mas um diferencial importante: é que, mesmo se o conteúdo que você estiver assistindo não for 4K ou HDR, as Smart TVs usam o pós-processamento para dar uma melhorada na imagem. Assim, você pode ter uma experiência mais agradável. Bem legal, né? E você? Conhece alguém que está pensando em comprar uma TV? Compartilhe essa matéria com seus amigos! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (13/02 a 19/02/2021) Cidade Invisível | Conheça as lendas do folclore que estão na série da Netflix Crítica | Ponto Vermelho transforma cisne em patinho feio Samsung lança programa de aluguel de celular a partir de R$ 159 por mês Veja Mais

'É preciso olhar o investidor, mas também o brasileiro', diz Silva e Luna

G1 Economia O general Joaquim Silva e Luna, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o comando da Petrobras, afirmou neste sábado (20) que é preciso olhar a empresa sob a perspectiva dos investidores, mas também do brasileiro que precisa se locomover e abastecer seu veículo. “São três aspectos na situação atual que precisam ser levados em conta: a valorização do petróleo e do dólar, o interesse do investidor, que está de olho no preço das ações, e também o interesse do país e do brasileiro que precisa se locomover e abastecer seu veículo”, afirmou Silva e Luna. "É preciso olhar o investidor, mas também o brasileiro". Silva e Luna disse ainda que o presidente não fez nenhum pedido a ele com relação à administração da empresa. Nos últimos dias, Bolsonaro fez duras críticas à política de preços da adotada pela Petrobras e afirmou que os aumentos foram excessivos. Bolsonaro indica general Joaquim Silva e Luna para a presidência da Petrobras Silva e Luna é o atual diretor da Itaipu Binacional e disse ao blog que estaria sendo "invasivo" e "ilegítimo" se opinasse sobre os rumos da Petrobras antes de ter o nome aceito pelo conselho da empresa. O general reforçou que é um gestor reconhecido e que pretende atuar para manter a Petrobras como uma empresa rentável e que orgulhe o país. Silva e Luna disse ainda que assumir o comando da empresa será um dos muitos desafios ao longo de sua vida. “O maior de todos, mas o gigantismo dele não me intimida”, afirmou. O general afirmou também que pretende contar com as pessoas que já estão na empresa e com os ministros das Minas e Energia e da Economia em sua gestão. “Nem começo sem antes ouvir o ministro das Minas e Energia e Economia”, afirmou. O anúncio da indicação de Silva e Luna foi feito na sexta-feira (19) um dia depois do presidente Jair Bolsonaro fazer críticas à gestão da Petrobras e às sucessivas altas no preço dos combustíveis. "Nesses dois meses nós vamos estudar uma maneira definitiva de buscar zerar o imposto para ajudar a contrabalancear esses aumentos, no meu entender excessivo, da Petrobras. Mas eu não posso interferir, nem iria interferir na Petrobras, se bem que alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias, você tem que mudar alguma coisa, vai acontecer", disse em transmissão na quinta. Bolsonaro afirmou que o último reajuste de preço da Petrobras foi “fora da curva”. “Teve um aumento, no meu entender, aqui, eu vou criticar, um aumento fora da curva da Petrobras. 10% hoje na gasolina e 15% no diesel. É o quarto reajuste do ano. A bronca vem sempre para cima de mim, só que a Petrobras tem autonomia”, afirmou. Veja Mais

Crítica | The Stand é adaptação morna de história bizarra sobre o bem e o mal

canaltech   O último episódio da série The Stand, que estreou em dezembro no StarzPlay, está prestes a ir ao ar no Brasil — ele chega no próximo dia 28 de fevereiro. A trama, que é uma adaptação de uma das histórias de Stephen King, trouxe aos assinantes um novo futuro pós-apocalíptico em que um vírus mortal dizimou 99% da população mundial, mas a trama não se trata somente do vírus em si, mas do que veio com ele. The Stand | Série baseada na obra de Stephen King ganha trailer legendado Crítica | The Stand traz fantasia pós-apocalíptica em adaptação de Stephen King The Stand possui um elenco de peso, contando com a renomada atriz Whoopi Goldberg, além de Alexander Skarsgard, Amber Heard, James Marsden, Ezra Miller e o brasileiro Henry Zaga, trazendo bastante expectativa para quem se interessou pela sinopse. A série ainda atraiu a atenção do público que acompanha o trabalho do Stephen King e que se empolgou com o lançamento de mais uma adaptação. Esta não é a primeira vez que The Stand, ou Dança da Morte, ganha uma versão audiovisual. Em 1994, uma minissérie roteirizada pelo próprio autor do livro estreou na televisão, contando com quatro episódios e conquistando dois Emmys, fato que aumentou ainda mais as expectativas para esta nova versão. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Imagem: Divulgação/CBS Atenção: esta crítica contém spoilers da série The Stand! A avaliação de uma série ou filme adaptado sempre varia do ponto de vista de cada pessoa, com elementos diferentes a serem buscados conforme a pessoa tenha lido a obra original, neste caso o livro, ou não. Aqui, o contato com a história de The Stand foi inédita, e a reação com base nas primeiras impressões acabou sendo bem diferente das finais, uma vez que a série se transforma de uma produção sobre um vírus com consequências fatais para uma história de "anjos e demônios". Em um determinado momento da série, que conta com nove episódios, até esquecemos do Captain Trip, o vírus criado em laboratório que deixou 99% da população doente, de uma forma graficamente asquerosa, até a morte, enquanto 1% se tornou imune. Toda a história inicial de sobrevivência em um novo mundo, as perambulações nas cidades vazias, ao melhor estilo The Walking Dead, são deixados de lado com o passar do tempo. Como algumas pessoas já disseram, nada disso importa. Imagem: Divulgação/CBS Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? The Stand se apoia no bem e no mal, em dois seres que se aproveitam desse quase apocalipse para dominar a população que sobrou. Do lado do bem, estão os discípulos de Mother Abagail (Whoopi Goldberg), uma mulher de mais de 100 anos que conversa com Deus e oferece às pessoas, invadindo seus sonhos, a oportunidade de viver em uma comunidade pacífica no estado do Colorado, seguindo as palavras divinas. Já no lado do mal estão as pessoas que escolheram servir a Randall Flagg (Alexander Skarsgard), um homem com um lado obscuro e que obviamente serve à figura estereotipada e maléfica de Satã. Do seu "lado", as pessoas são livres para fazerem qualquer coisa, desde que ele aprove, e isso pode envolver crimes horríveis. Tudo isso, claro, é regado com muita fantasia, não sendo apenas um contato com entidades sem materialização, mas a funcionalidade dos poderes dessas duas pessoas inimigas não fica muito clara, ao menos para quem não leu o livro. Imagem: Divulgação/CBS Não há como não relacionar The Stand com questões religiosas, já que todos os personagens parecem ter "sobrado" devido às suas habilidades, devoções e vulnerabilidades. Tudo isso, porém, não chega a ser explorado da forma que deveria na série, deixando tais características mais superficiais para focar mais na dicotomia entre o bem e o mal, o que acaba sendo um pouco clichê. São mais de 800 páginas de livro para transformar em série, então parece que nem tudo acaba sendo opção para um desenvolvimento dentro da trama. A série não facilita na hora de deixar os acontecimentos claros, não só pela falta de um melhor desenvolvimento dos personagens, como na hora de estruturar os fatos. Optando por não seguir uma ordem linear de tudo o que acontece, são diversos "vai-e-volta" do passado com o futuro, com a trama, de repente, trazendo uma informação que poderia ter sido mostrada antes ou ainda que não caberia mostrar naquele momento. Talvez, por ser um romance extremamente rico em conteúdo, de acordo com muitos leitores, a responsabilidade de trazer as melhores partes para o audiovisual tenha sido um grande desafio que, assim como qualquer outro, há de agradar uns e desagradar outros. The Stand, porém, consegue mostrar uma história interessante para o mundo atual, ainda que a guerra entre o bem e o mal não seja uma novidade. The Stand está disponível no StarzPlay, disponível também dentro do Amazon Prime Video. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (13/02 a 19/02/2021) Cidade Invisível | Conheça as lendas do folclore que estão na série da Netflix Crítica | Ponto Vermelho transforma cisne em patinho feio Samsung lança programa de aluguel de celular a partir de R$ 159 por mês Veja Mais

Vaquinhas virtuais têm funcionado como espécie de salva-vidas para artistas

O Tempo - Diversão - Magazine Plataformas de financiamento online tiveram aumento expressivo de projetos desde o início da pandemia, em março do ano passado Veja Mais

'Operações policiais não podem extrapolar a lei', diz Rodrigo Pacheco

O Tempo - Política O presidente do Senado participou neste sábado (20) de live promovida pelo Grupo Prerrogativas Veja Mais

Lira minimiza troca na Petrobras e destaca aprovação de autonomia do BC

Valor Econômico - Finanças Presidente da Câmara classificou mudança no comando da estatal como “polêmicas administrativas sobre provimentos de cargos” Em meio a críticas do setor econômico pela troca no comando da Petrobras, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), minimizou a mudança na estatal, classificando-a como “polêmicas administrativas sobre provimentos de cargos”. Segundo Lira, a troca na presidência da estatal é “relevante”, mas as mudanças “não sombreiam nem tiram o brilho” do fato de o governo apoiar a proposta de autonomia do Banco Central, algo que o deputado classificou como “grande conquista para o país”. O projeto foi aprovado na Câmara em 10 de fevereiro e aguarda a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados “É preciso olhar o momento acima do nervosismo e das aflições: ‘Nunca na história deste país’, um Poder Executivo abriu mão de tamanho poder como a criação de um banco central independente”, afirmou no Twitter, acrescentando: “Essa sim é uma sinalização econômica com impacto profundo e permanente na economia no curto, médio e longo prazos. As polêmicas administrativas sobre provimento de cargos, por mais relevantes, não sombreiam nem tiram o brilho dessa grande conquista para o país.” Na noite de ontem, Bolsonaro anunciou a demissão do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco. Em um post em redes sociais, o presidente afirmou que o novo chefe da estatal é Joaquim Silva e Luna, diretor-geral da Itaipu Binacional e ex-ministro da Defesa no governo Temer (MDB). A estatal não tinha um presidente militar desde 1988. Neste sábado, Bolsonaro justificou a mudança ao afirmar que precisa “trocar peças que não estejam dando certo”. Sem mencionar a empresa nominalmente, ele citou a “troca de ontem” e disse que “na semana que vem teremos mais”. Bolsonaro pediu a saída de Roberto Castello Branco do comando da Petrobras numa reunião nesta quinta-feira no Palácio do Planalto, após o quarto aumento no preço dos combustíveis anunciado pela empresa, o que irritou o presidente. A reunião ocorreu pouco antes da transmissão ao vivo nas redes sociais em que Bolsonaro criticou a estatal e disse que “alguma coisa” iria acontecer na Petrobras, posição reforçada na manhã desta sexta. O presidente da estatal vinha irritando Bolsonaro por conta do aumento dos combustíveis, especialmente o diesel. A situação se agravou depois que Castello Branco, em janeiro, ainda sob a pressão da ameaça de greve dos caminhoneiros, afirmou que a insatisfação da categoria é “um problema que não é da Petrobras”. Veja Mais

Como testar áudio e vídeo antes das chamadas no Microsoft Teams

canaltech O Microsoft Teams é uma plataforma de comunicação empresarial que combina funções de bate-papo, armazenamento de arquivos e videoconferências. O serviço integra o Microsoft 365 (também conhecido como pacote Office), porém oferece extensões que integram outros produtos que não são da empresa. 5 apps ideais para quem trabalha Home Office 10 funções úteis do Slack que você precisa conhecer Se você não tem certeza se seu microfone e câmera do PC estão funcionando para realizar uma videochamada na plataforma, saiba que pode fazer uma chamada de teste para avaliar a qualidade do áudio e da imagem. Confira abaixo como! 10 ferramentas para manter a produtividade no trabalho em home office Está fazendo home office? Então fique de olho nestas dicas de segurança digital Como testar áudio e vídeo antes das chamadas no Microsoft Teams Passo 1: com o Microsoft Teams aberto, clique no ícone com a sua foto de perfil no canto superior direito. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Abra o Microsoft Teams em seu PC e clique no ícone com a sua foto no canto superior direito (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: no menu aberto em seguida, clique em “Configurações”. No menu aberto em seguida, clique em "Configurações" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: uma janela será aberta, então, acesse a aba “Dispositivos”. Na janela aberta em seguida, acesse a aba "Dispositivos" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: clique em “Fazer chamada de teste”. Clique em "Fazer chamada de teste" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: feito isso, uma chamada será iniciada e você pode visualizar se a sua câmera está funcionando corretamente. Para verificar a qualidade do áudio, será solicitado que você fale por alguns instantes e ouça a gravação em seguida. Use a chamada para testar o áudio e o vídeo antes de ingressar em uma chamada (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: ao final da chamada, você poderá visualizar se todos os dispositivos estão funcionando corretamente. Caso não estejam, verifique as configurações dos seus dispositivos e tente novamente. Ao final da chamada, você poderá visualizar se todos os dispositivos estão funcionando (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode testar áudio e vídeo antes de ingressar em uma videochamada no Microsoft Teams. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Destaques da NASA: fotos astronômicas da semana (13/02 a 19/02/2021) Cidade Invisível | Conheça as lendas do folclore que estão na série da Netflix Crítica | Ponto Vermelho transforma cisne em patinho feio Samsung lança programa de aluguel de celular a partir de R$ 159 por mês Veja Mais

Bolsonaro diz que gasolina poderia estar 15% mais barata

O Tempo - Política Presidente criticou órgãos, como a ANP, e, apesar da troca no comando da empresa, sustentou que não interferiu na política de preços Veja Mais

Covid-19: Brasil registrou 57.472 casos em 24 horas

Valor Econômico - Finanças O número de óbitos em 24 horas é de 1.212. No total, a pandemia de covid-19 já vitimou 245.977 pessoas no Brasil Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Bolsonaro diz que reajuste do diesel foi covardia e que vai ‘meter o dedo’ na energia elétrica

Valor Econômico - Finanças Declaração do presidente foi feita durante vídeo que circula nas redes sociais Em vídeos que têm circulado nas redes sociais na tarde deste sábado, o presidente Jair Bolsonaro, em conversa com apoiadores, voltou a criticar o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e disse que vai “meter o dedo” na energia elétrica, por conta dos recentes aumentos. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Por que o Flash Reverso odeia o herói?

Por que o Flash Reverso odeia o herói?

Tecmundo Ao longo de sua trajetória, Barry Allen foi colecionando diversos inimigos enquanto combatia ameaças variadas como o Flash. Entre estes nomes podemos mencionar como exemplos Cicada, Savitar, Zoom e o Flash Reverso - e é exatamente sobre o último (e o seu ódio pelo herói) que iremos falar.Antes de falar sobre o ódio que o vilão tem pelo herói, é bom fazermos um pequeno histórico sobre sua vida. O nome verdadeiro do Flash Reverso é Eobard Thawne, um jovem habitante do século 25 que se via deslocado de seu tempo e perdeu seus pais em um acidente, ficando sozinho no mundo já que era filho único. Como refúgio, passou a assistir a diversos vídeos antigos do maior herói de Central City.Leia mais... Veja Mais

Bolsonaro questiona qualidade do combustível vendido no Brasil e defende gasolina 15% mais barata

Valor Econômico - Finanças “Vou continuar sem interferir, interferência zero. Contudo, vai ter transparência e previsibilidade", diz o presidente Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Cosplay de The Last of Us 2 parece print do jogo de tão realista

Cosplay de The Last of Us 2 parece print do jogo de tão realista

Tecmundo The Last of Us Parte 2 ganhou um cosplay surpreendente que até pessoas de dentro da Naughty Dog, estúdio desenvolvedor do game, demoraram para perceber que não se tratava de uma captura de tela. O fotógrafo Alon Levin em parceria com o cosplayer Gull Sheer fez uma foto que chama atenção pelo realismo e quantidade de detalhes recriados. A fotografia reproduz o ângulo de visão do jogador, a iluminação do jogo, a ambientação e tem mostra ainda um cosplay de clicker como poucos.Leia mais... Veja Mais

Duas doses da vacina Pfizer/BioNTech têm eficácia de 95,8%, diz Israel

O Tempo - Mundo Ministério da Saúde do país ainda afirmou que vacina é 99,2% eficaz contra as formas graves da doença e 98,9% na prevenção da morte Veja Mais

Como baixar e usar o aplicativo do Santander

canaltech Controlar as atividades da sua conta bancária pelo celular já deixou de ser uma novidade. Além dos bancos digitais, com funcionamento exclusivo para plataformas online, instituições financeiras tradicionais também disponibilizam aplicativos e internet banking para correntistas. O Santander (Android | iOS) é um deles. Como pagar contas pelo app do Banco Santander Como usar o Pix no banco Santander Como fazer uma transferência com o PIX Pelo aplicativo para celulares do Santander, clientes do banco podem realizar diferentes funções: monitorar o saldo da conta bancária, realizar pagamentos, acompanhar a fatura do cartão de crédito, ter noção do balanço de gastos, entre outras. Caso seja o primeiro uso no celular, é necessário ativar o ID Santander em um caixa eletrônico para acessar todos os recursos. Veja o passo a passo de como utilizar o app! Santander: como usar o aplicativo Passo 1: faça o download do app na App Store ou Play Store. Em seguida, abra-o e toque em "Acessar sua conta"; -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Abra o aplicativo do banco Santander (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: entre com login e senha do Internet Banking. Após o primeiro acesso, é possível também utilizar o leitor de impressão digital para acessar o aplicativo; Faça login no app (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: em seguida, o usuário será redirecionado para a home do aplicativo. É possível visualizar ícones para acessar o extrato, realizar pagamentos e solicitar atendimento; Tela inicial do Santander (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: toque em "Ver extrato" para acessar o histórico de movimentações da sua conta-corrente. A tela também reúne lançamentos futuros programados e filtros de pesquisa; Acompanhe seu extrato bancário (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: em "Pix", acesse todos os recursos envolvendo o novo método de transferências. Navegue entre as opções para realizar pagamentos e cobranças por QR Code ou pelas respectivas chaves; Escolha as opções de pagamento através do Pix (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 6: já na aba "Pagar", também presente na tela inicial, todas as formas de pagamento são disponibilizadas. Isso inclui boletos, transferências por DOC e TED, faturas, entre outros; Encontre todas as formas de pagamento no app (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 7: retornando à página inicial, desça a tela para encontrar a área dos cartões. É possível solicitar cartões físico e online, além de conferir o limite e a fatura atual; Saiba mais sobre seus cartões (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 8: ao selecionar "Ver fatura", uma tela é exibida com os detalhes da fatura do cartão de crédito, incluindo valores mensais e configurações de pagamento; Acesse a sua fatura do cartão (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 9: na página inicial, toque no ícone com três barras para abrir o menu completo do app. Entre as funções, destaca-se o "Santander On", que monitora os seus gastos; Abra o menu do aplicativo (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 10: o Santander On exibe os compromissos atuais com faturas e outros serviços do banco, além de um gráfico com o balanço financeiro em "Meu Bolso"; Acompanhe seus gastos pela plataforma (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) O que você acha do aplicativo do Santander? Deixe sua opinião! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cidade Invisível | Conheça as lendas do folclore que estão na série da Netflix Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (20/02/2021) Cães podem detectar COVID-19 com incrível precisão, diz estudo O céu (não) é o limite | Perseverance em Marte, meteoro em Júpiter e mais! Veja Mais

Bolsonaro nega interferência na Petrobras e critica Castello Branco

O Tempo - Política Ao comentar sobre a estatal, Bolsonaro comparou o atual momento à investigação sobre interferência ou não na Polícia Federal Veja Mais

Overwatch 2 revela novos mapas, gameplay e designs de personagens

Overwatch 2 revela novos mapas, gameplay e designs de personagens

Tecmundo Um dos jogos mais aguardados da BlizzConline 2021, Overwatch 2 acabou deixando as suas revelações para depois da cerimônia de abertura, especialmente no painel "Os Bastidores de Overwatch 2", já disponível com legendas em português:Leia mais... Veja Mais

Robert Sarah: Papa Francisco aceita renúncia de cardeal ultraconservador

O Tempo - Mundo Sarah era prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos Veja Mais

Petrobras perderá R$ 100 bi em valor de mercado com intervenção, dizem banqueiros e gestores

Valor Econômico - Finanças A decisão de trocar o presidente representa uma derrota para Guedes, que defendia a permanência de Roberto Castello Branco no cargo e era contra intervenções na companhia. Prevaleceu o interesse da ala militar do governo Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Amoedo critica bancada do NOVO por votos contrários à prisão de Daniel Silveira

O Tempo - Política O empresário ainda se diz decepcionado pelo fato do NOVO não fazer oposição a Bolsonaro no Congresso Veja Mais

Governo autoriza dispensa de licitação para comprar vacinas russa e indiana

Valor Econômico - Finanças Extratos publicados no D.O. representam juntos o investimento de cerca de R$ 2,3 bilhões para a aquisição dos imunizantes O Ministério da Saúde publicou dois extratos de dispensa de licitação para comprar as vacinas Sputnik V e Covaxin, desenvolvidas respectivamente por laboratórios russos e indianos. Os dois extratos foram publicados na noite de sexta-feira (19) em edição extra do Diário Oficial da União. Eles representam juntos o investimento de cerca de R$ 2,3 bilhões para a aquisição das vacinas. Um deles autoriza a contratação no valor de R$ 693,6 milhões da vacina Sputnik V, junto ao Fundo de Investimento Direto da Rússia, que no Brasil mantém parceria com a empresa União Química Farmacêutica Nacional. O Fundo de Investimento Direto da Rússia é o responsável por negociar internacionalmente a imunização que foi desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou. O segundo extrato libera do processo licitatório a compra da vacina Covaxin, desenvolvida pela indiana Bharat Biotech, representada no Brasil pela empresa Precisa. O valor total é de R$ 1,614 bilhões. Em nenhum dos casos, é informado a quantidade de doses que serão adquiridas. A dispensa de licitação para a compra de vacinas, insumos e contratação de serviços referentes à vacinação havia sido autorizada pela Medida Provisória 1.026. Nenhum dos laboratórios responsáveis por essas vacinas ingressou até o momento com pedido de autorização para uso emergencial na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). No entanto, o Congresso aprovou a MP 1.003 recentemente, que aborda o tema. Embora o foco seja a autorização para que o Brasil ingresse no consórcio internacional Covax Facility, destinado a acelerar o desenvolvimento e distribuição das vacinas, os parlamentares incluíram no texto um ponto polêmico que prevê um prazo de cinco dias para que a agência brasileira autorize a liberação de vacinas aprovadas por autoridades sanitárias de outros países, entre eles a Rússia. Uma outra MP em tramitação no Congresso deve incluir no texto as autoridades sanitárias da Índia, fruto de uma emenda apresentada pelo líder do governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR). A movimentação para adquirir as vacinas russa e indiana acontece em um momento de grande pressão contra o governo federal. Além das críticas de atraso no início da vacinação, as doses até o momento disponibilizadas são consideradas insuficientes e por isso muitos municípios, como o Rio de Janeiro, anunciaram a paralisação da vacinação. O Ministério da Saúde também sofre a pressão do Congresso, em particular do Senado. Um requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) já foi protocolado e conta com assinaturas suficientes para a instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar as ações e omissões do governo durante a pandemia, principalmente em relação ao atraso da vacinação. O ministro Eduardo Pazuello compareceu a uma sessão do plenário para dar explicações, na qual prometeu vacinar toda a população passível de receber a imunização até o fim do ano. Os senadores, no entanto, consideraram as explicações insuficientes. O governo então ganhou tempo com a decisão, após reunião de líderes na quinta-feira, da instalação de uma comissão especial para analisar as ações de enfrentamento à pandemia. Após dez dias da instalação da primeira comissão, há um compromisso de avaliar a necessidade de uma CPI. Além da pressão por conta da lentidão na vacinação, a compra e a liberação das vacinas contra a Covid-19 vem sendo objetos de intenso lobby. Como a Folha mostrou, os fabricantes da vacina russa Sputnik V fazem intenso lobby político para pressionar a Anvisa a liberar o uso emergencial do imunizante. A pressão vem incomodando os diretores da agência, diante das ofensivas múltiplas. Lobista escalado pela empresa no Brasil, a União Química, o ex-deputado federal pelo PSD e ex-governador do DF Rogério Rosso mantém interlocução direta com deputados e senadores -em especial os do centrão, espaço político que ocupou como parlamentar- e com o governo da Bahia, que assinou um memorando de entendimento com os russos ainda em agosto. Além disso, Rosso já esteve em reuniões na Anvisa em pelo menos duas ocasiões, representando a União Química, onde é formalmente diretor de Negócios Internacionais. Veja Mais

Renúncia coletiva de diretoria de Petrobras é pouco provável, dizem fontes

Valor Econômico - Finanças Expectativa é que executivos esperem a “poeira baixar um pouco” antes de tomar qualquer decisão A saída de Roberto Castello Branco da presidência da Petrobras pode ser acompanhada da renúncia de alguns de seus colegas, mas o risco de uma renúncia coletiva de toda a diretoria nos próximos dias é pouco provável, segundo três fontes ouvidas pelo Valor. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Silver Sparrow: segundo malware voltado a Macs com Apple Silicon M1 é descoberto

tudo celular Menos de dois dias após a descoberta do GoSearch22, a empresa de segurança Red Canary encontra o Silver Sparrow, segundo malware para Apple M1 Veja Mais