Meu Feed

No mais...

Karol Conká bate recorde de rejeição do 'BBB' com 99,17%; veja lista com maiores rejeições do programa

G1 Pop & Arte Cantora disputava eliminação desta terça-feira (23) com Gilberto (0,29%) e Arthur (0,54%). Karol Conka no 'BBB21' Reprodução/Globo A cantora Karol Conká foi eliminada nesta terça (23) do "BBB21" com 99,17% dos votos e, com essa porcentagem, bateu o recorde de rejeição de todas as edições do reality. Veja lista completa dos 20 participantes iniciais Karol Conká, Doutor Gê, Aline: Como vilões do BBB se tornam vilões do BBB? Ao ser eliminada em um paredão contra Karol Conká quebrou um recorde duplo: a maior rejeição total e a maior rejeição para paredões triplos. Os recordes anteriores foram da semana passada, com Nego Di. Antes desta edição, a participante Aline Cristina, do "BBB5", manteve a posição de mais rejeitada do programa por 15 anos. Ela saiu da casa com 95% dos votos em uma disputa contra Grazi Massafera. Aline foi considerada falsa e fofoqueira pelo público. A quinta edição teve outra eliminação acima da casa dos 90%: o médico Rogério, conhecido como Dr. Gê, saiu com 92%. Ele foi considerado o "vilão" do programa. A segunda maior rejeição ERA a de Patrícia Leitte, em 2018. Ela saiu com 94,26%, depois de protagonizar uma briga com Gleici, campeã do "BBB18". Patrícia detinha o recorde de votação para um paredão triplo. Outras duas participantes da edição de 2018 estão no TOP 10 de rejeições do "BBB": Nayara, com 92,69%, e Ana Paula, com 89,85%. Veja lista com maiores rejeições do programa Karol Conká ("BBB21") - 99,17% (paredão triplo) Nego Di ("BBB21") - 98,76% (paredão triplo) Aline ("BBB5") - 95% (paredão duplo) Patrícia ("BBB18") - 94,26% (paredão triplo) Felipe Cobra ("BBB7") - 93% (paredão duplo) Nayara ("BBB18") - 92,69% (paredão triplo) Rafa ("BBB12") - 92% (paredão duplo) Rogério ("BBB5") - 92% (paredão duplo) Airton ("BBB7") - 91% (paredão duplo) Ana Paula ("BBB18") - 89,85% (paredão triplo\) VÍDEOS: Semana Pop explica temas do entretenimento Veja Mais

Mais da metade dos brasileiros têm medo de guardar fotos íntimas na nuvem

canaltech Você evita guardar fotos íntimas em serviços de armazenamento na nuvem? Caso a resposta seja “sim”, saiba que você não está sozinho — de acordo com uma nova pesquisa da Kaspersky, 48% dos cidadãos evitaria tal prática por não confiar nesse tipo de infraestrutura, enquanto 16% deles simplesmente têm vergonha de manter sua intimidade em servidores descentralizados. No total, isso representa 64% dos entrevistados. Empresa de armazenamento na nuvem expõe dados de milhares pessoas Comparativo: os principais serviços de armazenamento na nuvem O que é armazenamento em nuvem e como funciona O relatório, realizado em parceria com o instituto CORPA, mostra que, no geral, 80% dos entrevistados utilizam a nuvem como backup caso percam seu telefone celular — ou seja, para guardar fotos, vídeos, contatos e históricos de chats. Porém, assusta o fato de que 43% dos brasileiros deixam de adotar tal tecnologia por simplesmente não entender exatamente como ela funciona ou se ela é realmente segura contra-ataques cibernéticos. “Usar a nuvem para armazenar nossos arquivos é um procedimento muito comum, pois facilita o acesso de qualquer dispositivo e em qualquer lugar do mundo, além de servir como backup em caso de perda ou roubo. No entanto, não podemos esquecer que esse espaço também pode ser invadido por cibercriminosos que buscam obter algo que possam transformar em dinheiro”, explica Fabio Assolini, analista de segurança da Kasperky. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- A companhia lista algumas dicas para proteger suas fotos e vídeos na nuvem: verifique bem a segurança da plataforma utilizada (pesquisando o fornecedor de serviços de armazenamento); proteja os arquivos guardados (criptografando-os, caso possível); tome cuidado ao usar redes Wi-Fi públicas (para evitar ser vítima de ataques do tipo “man-in-the-middle”) e use senhas fortes para não ser invadido via força bruta. “Caso fotos íntimas caiam em mãos erradas, as pessoas podem sofrer extorsão para que estas imagens não sejam publicadas na internet. Sempre verifique a segurança do provedor de nuvem e, ao mesmo tempo, tome medidas proativas para proteger os dados e informações que confiamos a estas plataformas, principalmente, use uma senha única e forte para cada serviço”, finaliza Assolini. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Italiano vacinado é contaminado pela variante brasileira do coronavírus Google libera modo escuro no Maps e mais cinco novidades no Android Há uma mensagem escondida no paraquedas do Perseverance — e ela é motivadora Veja Mais

Valheim atinge marca de 500 mil jogadores simultâneos; entenda a popularidade

canaltech O jogo de sobrevivência Valheim, lançado no dia 2 de fevereiro na plataforma Steam, está impressionando a indústria e a mídia especializada. Desenvolvida pelo pequeno estúdio sueco Iron Gate, a obra ainda está em acesso antecipado, mas já vendeu três milhões de cópias e acaba de bater seu próprio recorde de manter 500 mil jogadores simultâneos em seus servidores. É muita gente jogando ao mesmo tempo! Os 5 melhores jogos de survival horror de todos os tempos Confira uma lista de jogos de sobrevivência gratuitos para Android e iOS 10 jogos para curtir durante o isolamento social Claro, como bem observado pelo site Gamasutra, o pico ainda está longe daquele registrado por outros títulos da plataforma — PlayerUnknown's Battlegrounds, por exemplo, já reuniu 3,2 bilhões de pessoas simultaneamente. Ainda assim, os 500 mil jogadores simultâneos de Valheim mostram que ele é “o novo Among Us”: um jogo independente que surgiu do nada e se transformou em uma febre de forma praticamente instantânea. Caso você não esteja acompanhando o mercado de games, vai aqui uma rápida apresentação da produção. Valheim é um jogo de sobrevivência (aos mesmos moldes de Day Z, Rust e Ark) que te coloca na pele de um guerreiro viking que foi morto e levado para Valheim, o décimo mundo nórdico. Trata-se de um ambiente hostil, habitado por criaturas que amedrontavam o próprio deus Odin. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.-   Cabe a você — e aos seus eventuais parceiros — restaurar a ordem nesse mundo ao mesmo tempo em que garante a sua própria segurança. Para isso, será necessário forjar armas, encontrar alimentos, erguer edificações (desde casas simples para se abrigar de animais selvagens até verdadeiros fortes para impedir monstros gigantescos) e montar sua própria embarcação para desbravar cenários ainda mais caóticos. A receita do bolo Lendo nosso resumo, não lhe julgaremos caso você não entenda o motivo de Valheim ter se tornado tão popular — de fato, parece só mais um jogo simples de sobrevivência como os que aparecem aos montes no Steam. O que acontece é que o pessoal da Iron Gate conseguiu chegar a uma fórmula perfeita para transformar a produção em um sucesso especialmente neste período de isolamento social por conta da COVID-19. Assine já: Xbox Game Pass Ultimate é um pacotão que inclui o Live Gold, biblioteca com mais de 100 jogos de Xbox e PC, além de descontos exclusivos! Primeiramente, temos as mecânicas simplificadas. Se compararmos Valheim com os títulos supracitados, a aventura viking chama atenção por ser bem mais amigável com o jogador iniciante, sem adotar menus complexos e ou sistemas de fome/sede tão punitivos. No geral, você consegue focar mais na parte divertida da coisa, que é criar suas armas, erguer suas casas e lutar com monstros. Simples assim. Imagem: Divulgação/Iron Gate Ademais, Valheim chama atenção por ser bem leve — ele pesa apenas 700 MB no seu disco rígido (ou SSD) e exige um simples processador dual core para ser executado. Isso permite que até mesmo donos de computadores modestos consigam entrar na brincadeira. Claro, para atingir esse nível, os gráficos tiveram que ser sacrificados; mas, venhamos e convenhamos, esse estilo meio PlayStation 2 é um tanto agradável e nostálgico. Por fim, vale lembrar que a temática viking está na moda, o que certamente ajudou na popularidade do título. Basta lembrar do seriado Vikings, do recém-anunciado God of War: Ragnarok e o recente Assassin's Creed Valhalla. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Italiano vacinado é contaminado pela variante brasileira do coronavírus Google libera modo escuro no Maps e mais cinco novidades no Android Há uma mensagem escondida no paraquedas do Perseverance — e ela é motivadora Veja Mais

Nicolás Maduro expulsa embaixadora da União Europeia da Venezuela

O Tempo - Mundo Processo foi após as eleições parlamentares de 2020, não reconhecidas pelos Estados Unidos, União Europeia e vários países da América Latina Veja Mais

KLM Cityhopper recebe primeiro jato E195-E2 da Embraer

G1 Economia Projetado especificamente para reduzir emissões de carbono e poluição sonora, o novo E195-E2 tem, ao todo, 132 assentos. E195-E2 da Embraer Embraer/Divulgação A Embraer informou que a KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM Royal Dutch Airlines, recebeu nesta terça-feira (23) seu primeiro jato E195-E2, em cerimônia realizada nas instalações da Embraer no Brasil. Projetado especificamente para reduzir emissões de carbono e poluição sonora, o novo E195-E2 tem, ao todo, 132 assentos, com 20 na classe executiva, 8 na “economy comfort” e 104 na econômica. Embraer registra queda de quase 35% nas entregas de aeronaves em 2020 Ao todo, o pedido da KLM inclui 35 jatos do novo modelo, sendo 25 pedidos firmes com opção para 10 adicionais, que serão disponibilizados à companhia aérea pela ICBC Aviation Leasing (10) e pela Aircastle (15). Segundo a companhia, a entrega do E2 eleva para 50 o número total de jatos da Embraer que operam na frota da KLM Cityhopper: são 17 jatos E175 de primeira geração e 32 E190. De acordo com a Embraer, o novo E2 possibilita uma redução de 10% nas emissões de carbono por viagem e de 31% por assento em relação aos jatos E190 de primeira geração da KLM Cityhopper. Em um ano normal, cada E195-E2 irá emitir 1.500 toneladas a menos de poluentes de carbono, segundo a Embraer. O ruído também é 60% menor — uma medida considerada essencial para o Aeroporto Schipol de Amsterdã, na Holanda, que tem regras rígidas quanto aos ruídos. Segundo informações da Embraer, a adição do E195-E2 à frota da KLM Cityhopper é parte vital para o plano da empresa aérea de reduzir a pegada de carbono em pelo menos 50% por pessoa/km até 2030. Veja Mais

Starlink estará presente na maior parte da Terra até o fim do ano

Starlink estará presente na maior parte da Terra até o fim do ano

Tecmundo A Starlink, serviço de internet via satélite da SpaceX, tem planos para estar presente na maior parte da Terra até o fim de 2021. A informação foi revelada pelo CEO Elon Musk através do Twitter.Assim, a empresa espera que o serviço chegue a todos os cantos do planeta em 2022. Musk também revelou que sua equipe está trabalhando para dobrar a velocidade da banda larga para 300 Mbps e reduzir a latência para cerca de 20 ms.Leia mais... Veja Mais

Petrobras convoca Assembleia Geral Extraordinária para destituir Castello Branco da presidência da estatal

G1 Economia Joaquim Silva e Luna foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para substituir Roberto Castello Branco no comando da empresa. Data da assembleia ainda será definida. Prejuízos causados por interferências políticas não são novidade na Petrobras A Petrobras convocou nesta terça-feira (23) uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para destituir Roberto Castello Branco da presidência da estatal. Ele deverá ser substituído por Joaquim Silva e Luna, indicado pelo presidente presidente Jair Bolsonaro para comandar a companhia. Em comunicado, a companhia informou que a AGE vai ser realizada antes da Assembleia Geral Ordinária (AGO) deste ano. A data ainda será definida. Jair Bolsonaro indica novo presidente da Petrobras; entenda o caso A reunião desta terça já estava prevista. Com a saída de Castello Branco, terão de ser substituídos sete integrantes do conselho de administração eleitos na assembleia ordinária de 22 de julho do ano passado por voto múltiplo. São eles: Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Ruy Flacks Schneider, João Cox Neto, Paulo Cesar de Sousa e Silva, Nivio Ziviani, Omar Carneiro de Cunha Sobrinho, Leonardo Pietro Antonneli. Troca de comando na Petrobras: veja perguntas e respostas Após crítica de Bolsonaro, Petrobras afirma que presidente e diretores não recebem reajuste desde 2016 Silva e Luna foi indicado na sexta-feira (19) pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir o comando da Petrobras. A interferência de Bolsonaro no comando da estatal provocou um forte abalo nas ações da companhia. Na segunda-feira (22), a empresa chegou a perdeu R$ 75 bilhões em valor de mercado. Nesta terça, os papéis da Petrobras recuperaram parte das perdas. As ações ordinárias (PETR3) subiram 8,96%, enquanto as preferenciais (PETR4) tiveram alta de 12,17%. No comunicado desta terça, a petroleira também destacou que o conselho de administração "continuará a zelar com rigor pelos padrões de governança da Petrobras, inclusive no que diz respeito às políticas de preços de produtos da companhia. Os membros da Diretoria Executiva têm mandato vigente até o dia 20 de março de 2021 e contam com o apoio do Conselho." Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

MG comprará vacina se fornecimento do governo federal não for adequado, diz Zema

O Tempo - Política Em evento na ALMG, governador informou que o Estado já busca alternativas para o caso de o governo federal não conseguir atender a demanda pelo imunizante Veja Mais

Mulheres ganham direitos em igualdade de gênero, mas foram mais afetadas pela pandemia, diz Banco Mundial

G1 Economia Estudo mostra que 27 países implementaram novas legislações que beneficiaram as mulheres na luta pela igualdade de gênero econômica. Por outro lado, a Covid-19 afetou setores em que elas são maioria. As mulheres possuem, em média, 75% dos direitos legais concedidos aos homens em suas vidas profissionais, mostrou um levantamento do Banco Mundial divulgado nesta terça-feira (23). O estudo global avalia o quanto as leis interferem na carreira e na vida econômica delas. O resultado da pontuação média no índice de igualdade legal entre os gêneros em 2020, de 76,1 pontos, é melhor que o de 2019, quando foram 75,5 pontos. A pontuação, que vai de 0 a 100, é medida por indicadores como mobilidade, local de trabalho, remuneração, casamento, maternidade, empreendedorismo, bens e benefícios sociais. A pesquisa foi realizada entre setembro de 2019 e outubro de 2020, em 190 economias diferentes. Crescimento de igualdade O aumento da igualdade entre os gêneros pode ser visto em ao menos dois pontos da pesquisa. Nos resultados de 2020, 10 economias tiveram pontuações máximas (100 pontos), contra 8 do ano anterior. Foram eles: Bélgica, Canadá, Dinamarca, França, Islândia, Irlanda, Letônia, Luxemburgo, Portugal e Suécia. Entre os campeões, Portugal e Irlanda tiveram novidades no período envolvendo legislações que favoreceram a igualdade. As novidades entre leis são o segundo ponto de melhoria no último ano. Ao todo, foram 36 mudanças em 27 economias. Entre elas estão licenças maternidade e paternidade, permissão para emissão de passaporte (na Jordânia), obrigatoriedade de salários iguais entre os gêneros e proibições de discriminações em diversos setores econômicos. Brasil O Brasil foi um dos que subiram de pontuação por mudanças em leis, que resultam e benefícios para a igualdade das mulheres. Na pesquisa mais recente, o Brasil obteve 85 pontos, contra 81,9 da feita em 2019. De acordo com o estudo, isso se deve às reformas da previdência de 2019, que acabou com a aposentadoria por idade. Mulheres e a Covid-19 Para o Banco Central, a pandemia do coronavírus teve maior impacto sobre as mulheres, que ocupam em maior proporção setores afetados pela crise mundial, como o sistema de saúde. Dados revelam ainda uma queda na proporção de mulheres empregadas em tempo integral com a chegada da pandemia. Além disso, elas também foram forçadas a abandonar seus trabalhos, mesmo que fora de serviços essenciais e/ou de maior participação feminina, para cuidarem de seus filhos. "Para trabalhadores da linha de frente que não podem trabalhar em casa - a maioria dos quais em todo o mundo são mulheres - fechamentos de escolas e creches foram particularmente desafiadores", diz o estudo. "Mesmo quando ambos os pais tiveram a sorte de poderem de trabalhar em casa, os homens ainda não realizavam a mesma quantidade de cuidados infantis e trabalho não remunerado como as mulheres. Além disso, muitos empregadores discriminaram mães pela falta de onde deixar os filhos", completa. Veja as dez economias com melhores e piores notas, segundo o Banco Mundial Melhores notas: Bélgica (100); Canadá (100); Dinamarca (100); França (100); Islândia (100); Irlanda (100); Letônia (100); Luxemburgo (100); Portugal (100); Suécia (100). Piores notas: Guiné-Bissau (42,5); Afeganistão (38,1); Síria (36,9); Omã (35,6); Irã (31,3); Catar (29,4); Sudão (29,4); Kuwait (28,8); Iêmen (26,9); Territórios Palestinos (26,3). VÍDEOS: as últimas notícias de economia Veja Mais

Monster High: Nickelodeon desenvolverá filme live-action e série animada

Monster High: Nickelodeon desenvolverá filme live-action e série animada

Tecmundo A linha de bonecas filhas dos monstros da cultura popular, Monster High, vai ganhar mais projetos televisivos com uma nova série animada e um filme live-action.A Nickelodeon fez uma parceria com a marca Mattel, mostrando mais de Clawdeen Wolf, Draculaura e Frankie Stein. As produções têm previsão para 2022.Leia mais... Veja Mais

Americana é criticada por criar lista vip para ricos furarem a fila da vacinação

O Tempo - Mundo Escolhidos para a imunização foram doadores da campanha do governador Ron DeSantis, na última eleição Veja Mais

Falcão e Soldado Invernal: novas fotos mostram Sharon Carter em ação

Falcão e Soldado Invernal: novas fotos mostram Sharon Carter em ação

Tecmundo A Marvel Studios divulgou, nesta segunda-feira (23), novas imagens da série Falcão e o Soldado Invernal. As fotos mostram Sharon Carter em ação e revela o escudo do Capitão América no seriado.Com o primeiro seriado do MCU na Disney+, WandaVision, chegando ao fim, a estreia de Falcão e o Soldado Invernal também se aproxima. O seriado, protagonizado por Anthony Mackie como Sam Wilson, o Falcão, e Sebastian Stan como Bucky Barnes, o Soldado Invernal, teve seu lançamento adiado após o intervalo na produção em função da COVID-19.Leia mais... Veja Mais

Argentina autoriza operadoras a aumentar preços de internet, telefonia fixa e TV

Valor Econômico - Finanças Preços dos pacotes de internet poderão ser reajustados em 7% para clientes residenciais O governo da Argentina autorizou nesta terça-feira um novo reajuste nos preços dos serviços de internet, TV a cabo e telefonia fixa. Os aumentos vão de 5% a 7,5% e entrarão em vigor até março, segundo decreto publicado no Diário Oficial. O Ente Nacional de Comunicações (Enacom) informou na resolução que os preços dos pacotes de internet poderiam ser reajustados em 7% para clientes residenciais e 7,5% para os planos corporativos. Os reajustes para a TV a cabo serão de 5% a 7,5%, dependendo do pacote contratado. Para a telefonia fixa, serão de 5%. O setor de telecomunicações já havia sido autorizado em janeiro a reajustar os preços cobrados dos argentinos em 5%. Ao longo de 2020, o governo congelou os preços dos serviços e proibiu cortes por falta de pagamento, uma das medidas tomadas em meio à pandemia de covid-19. Planos de telefonia móvel não foram incluídas neste decreto. No último sábado, o governo já havia autorizado um aumento de 7,5% das faturas em fevereiro e de 2,5% em março. *El Cronista faz parte da Red Iberoamericana de Periodismo Económico (RIPE). Veja Mais

Após trocar presidente, Bolsonaro diz que não 'briga' com Petrobras, mas quer 'previsibilidade'

G1 Economia Presidente vinha criticando reajustes e indicou general Silva e Luna para comando da estatal. Anúncio fez ações da Petrobras caírem; empresa perdeu valor de mercado; e dólar subiu. O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (23) que não "briga" com a Petrobras, mas quer mais "transparência" e "previsibilidade" da estatal. Na semana passada, Bolsonaro decidiu não reconduzir o atual presidente da estatal, Roberto Castello Branco, e anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna, atual diretor de Itaipu Binacional, para o cargo. Antes do anúncio, Bolsonaro vinha criticando a Petrobras em razão de reajustes nos combustíveis. O anúncio foi mal recebido por analistas e antigos aliados do presidente. As ações da estatal caíram na Bovespa e na bolsa de Nova York (EUA); a Petrobras perdeu mais de R$ 100 bilhões em valor de mercado; e o dólar subiu. "Nós não temos uma briga com a Petrobras. Nós queremos sim que, cada vez mais, ela possa nos dar transparência e também previsibilidade. Não precisamos esconder reajustes ou seja lá o que for o que integra o preço final dos combustíveis", declarou o presidente ao participar de uma cerimônia no Planalto. No mesmo discurso, Bolsonaro afirmou que Roberto Castello Branco é um "bom gestor", mas Silva e Luna é um "excelente" gestor. Elogios a Paulo Guedes Durante o evento desta terça, Bolsonaro dedicou parte do discurso a fazer elogios ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que ainda não se pronunciou sobre a troca no comando da Petrobras. "Vivemos um momento muito difícil no ano passado e pude contar com grupo de 22 e depois 23 ministros para levar avante propostas e meios para bem atender. Uma das pessoas mais importantes nesta luta foi o senhor Paulo Guedes. Obviamente, por ser um homem que decide a finança do governo, ele tem amigos e opositores e todo mundo ele tratou com muita galhardia. Nós precisamos da economia para vencer a pandemia", afirmou o presidente na cerimônia. Presença de Salles Diagnosticado com Covid-19 na última terça-feira (16), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, participou do evento. Segundo a assessoria do ministro, Salles passou cinco dias sem sintomas e foi liberado pela equipe médica para voltar às atividades. Ainda de acordo com a assessoria, Salles começou a ter sintomas no final de semana de Carnaval e realizou o teste na terça (16). A assessoria falou também que o ministro não realizou um outro teste para saber se ainda está infectado, mas que seguiu recomendação médica. Initial plugin text Veja Mais

Karol Conká é a quarta eliminada do 'BBB21' com 99,17% dos votos

G1 Pop & Arte Cantora disputava eliminação desta terça-feira (23) com Gilberto (0,29%) e Arthur (0,54%), e bateu recorde de porcentagem de votos para eliminação da história do programa. Karol Conká no programa desta terça-feira (23). Reprodução/TV Globo Karol Conká foi a quarta eliminada no paredão do "Big Brother Brasil 21" com 99,17% dos votos. Ele disputava a eliminação desta terça-feira (23) com Gilberto (0,29%) e Arthur (0,54%). Veja lista completa dos 20 participantes iniciais Karol Conká, Doutor Gê, Aline: Como vilões do BBB se tornam vilões do BBB? Karol Conká teve altas e baixas em cifras nas redes e streaming durante o BBB Ao ser eliminada em um paredão contra Karol Conká quebrou um recorde duplo: a maior rejeição total e a maior rejeição para paredões triplos. Os recordes anteriores foram da semana passada, com Nego Di. A cantora foi ao paredão indicada pela líder da semana, Sarah. Arthur e Gilberto estavam na disputa pois foram os dois mais votados na casa. VÍDEOS: Semana Pop explica temas do entretenimento Veja Mais

Preenchimento automático do Android avisará caso senha de apps sejam vazadas

canaltech Um dos serviços mais úteis que o Google já adicionou aos seus produtos é o Autofill — conhecido em português como “preenchimento automático”. Ele nasceu no navegador Google Chrome como uma forma de facilitar o preenchimento cotidiano de informações em formulários (nome, endereço postal, e-mail etc.) e logo virou um verdadeiro gerenciador de senhas, sendo incorporado no Android a partir da edição 9.0 do sistema operacional. Google Chrome ganha recurso de preenchimento automático no Android e iOS Preenchimento automático de senhas no Android ganha novidade e está mais seguro Como acessar senhas salvas no Chrome em seu celular Android Pois bem: no meio de uma série de anúncios efetuados nesta terça-feira (23), o Gigante das Buscas anunciou que, a partir de agora, o Autofill para Android vai avisá-lo caso a senha usada em algum aplicativo tenha sido comprometida em um vazamento de dados, propondo que você altere-a imediatamente. A mensagem que surgirá diz: “Um vazamento em um site ou app expôs sua senha. O Google recomenda mudar sua senha no [nome do app] agora”. Vale a pena observar que essa verificação automática de credenciais comprometidas já ocorria no Autofill, mas apenas dentro do navegador Chrome; a novidade é que ela passa a funcionar também nos aplicativos de terceiros que estejam instalados em seu dispositivo móvel. E se você ficou com uma pulga atrás da orelha a respeito de como a companhia sabe quais senhas estão em perigo ou não, fique tranquilo: ela esclareceu tal ponto. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Imagem: Divulgação/Google De acordo com o Google, apenas um prefixo de suas credenciais criptografadas (hash) deixam o dispositivo e vão para os servidores na nuvem. O servidor então retorna uma lista de hashes de vazamentos que possuem o mesmo prefixo, sendo que o “cara-crachá” é feito localmente no seu dispositivo. Isso significa que os servidores não possuem acesso às credenciais em texto pleno e o usuário não possui acesso às hashes inteiras. Infelizmente, o Gigante das Buscas não deixou claro quando a nova funcionará chegará ao usuário final, mas é provável que alguns internautas comecem a receber tais avisos ao longo dos próximos dias. A distribuição global deve acontecer apenas na “primavera” dos EUA (que corresponde aos meses de março, abril e maio). Outras novidades Dentre as outras novidades que o Google anunciou para o sistema Android, estão a possibilidade de agendar mensagens de texto do aplicativo Mensagens, uma versão aprimorada do TalkBack, alguns aprimoramentos nos comandos de voz do Assistente, um tema escuro para o Maps e recursos inéditos para o Android Auto (incluindo a possibilidade de configurar um papel de parede customizado e jogos de perguntas e respostas que podem ser executados só via voz — algo útil para entreter crianças em longas viagens. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Italiano vacinado é contaminado pela variante brasileira do coronavírus Google libera modo escuro no Maps e mais cinco novidades no Android Há uma mensagem escondida no paraquedas do Perseverance — e ela é motivadora Veja Mais

Besouro Azul: filme live-action da DC encontra diretor

Besouro Azul: filme live-action da DC encontra diretor

Tecmundo Angel Manuel Soto (La granja) dirigirá o filme live-action do Besouro Azul, primeiro super-herói latino da DC. Segundo o The Wrap, a atração será focada na encarnação mais recente dos quadrinhos, Jaime Reyes. Apesar de o anúncio ainda não ser oficializado pela Warner Bros., outros veículos de entretenimento confirmaram a notícia, mas não divulgaram um possível ator para protagonizar o título.“Será uma honra dirigir Besouro Azul, o primeiro filme de um super-herói latino para a DC. Quero agradecer sinceramente a todos na Warner Bros. e DC por confiarem em mim para dar vida a Jaime Reyes. Mal posso esperar para fazer história juntos”, disse Soto em comunicado ao site. O personagem possui um legado relevante nas HQs e já pertenceu a três pessoas com origens diferentes.Leia mais... Veja Mais

Bolsonaro entrega medida provisória para privatização da Eletrobras

O Tempo - Política Maior companhia do setor elétric​o da América Latina, a Eletrobras detém um terço da capacidade geradora de energia elétrica instalada no país Veja Mais

Al Jazeera lançará plataforma digital conservadora nos EUA

O Tempo - Mundo A rede do Catar mantém sua presença nos Estados Unidos por meio da AJ+ Veja Mais

Com apoio de artistas, Renasce Museu chega à reta final com sucesso

O Tempo - Diversão - Magazine Financiamento coletivo em prol do Museu de História Natural da UFMG, atingido por um incêndio em 2020, termina nesta quinta-feira (25) Veja Mais

Duo Alacantos adentra a solidão de Marcelo Camelo em EP gravado com o cantor Leandro Tavares

G1 Pop & Arte Trio interpreta com propriedade e sensibilidade duas músicas do compositor carioca projetado na banda Los Hermanos. ♪ “É para gente como o Leandro Tavares e a Roberta Campos cantar que eu componho”, exagerou Marcelo Camelo em entrevista publicada em fevereiro de 2009. Cantor egresso de bandas indies como Emotipo e Os Napolitanos, Leandro Tavares se tornou amigo do artista carioca – projetado em 1999 como cantor e compositor da banda Los Hermanos – e, por isso mesmo, é o convidado natural do duo Os Alacantos no EP De Dentro da solidão. Duo que está em cena desde 2016, formado pela cantora Laura Gabriela com o cantor, violonista e arranjador Tauã de Lorena, Os Alacantos aborda duas músicas de autoria de Marcelo Camelo no EP lançado na sexta-feira, 19 de fevereiro. “Posso estar só, mas sou de todo mundo”, cantam em uníssono Laura, Leandro e Tauã em verso de Doce solidão (2008) – canção do primeiro álbum solo de Camelo, Sou (2008) – que adquire outro sentido em tempos de isolamento social. Produzida por Tauã, a gravação de Doce solidão abre o EP na levada do violão de Leandro Tavares. Na sequência do disco, Do lado de dentro (2003) – lado B do terceiro álbum da banda Los Hermanos, Ventura (2003) – ganha solo vocal de Laura Gabriela em gravação de tom mais denso produzida por Edu Capello. No fecho do EP, Doce solidão reaparece na gravação já ouvida na primeira faixa do disco, mas em remix produzido com o beat suave de Glau Tavares. No todo, o trio invade o castelo de Marcelo Camelo com propriedade em EP cujos registros fonográficos escapam da seara do cover, expondo a sensibilidade do duo Os Alacantos, de Leandro Tavares e do próprio compositor hermano, cujo cancioneiro influenciou boa parte da música brasileira produzida no século XXI. Duo Alacantos lança com Leandro Tavares o EP 'De dentro da solidão' Guarim de Lorena / Divulgação Veja Mais

Konami lança loja online para venda de produtos oficiais da marca

Konami lança loja online para venda de produtos oficiais da marca

Tecmundo A Konami agora tem uma loja online para a venda de seus produtos oficiais, incluindo artigos para casa, roupas, acessórios itens especiais e colecionáveis clássicos. Esta é uma ação feita em conjunto com a agência de marketing WAYPOINT, de Los Angeles. A loja surge como um ponto de compra de itens das marcas icônicas Castlevania, Metal Gear, Goemon, Suikoden, eFootball PES e outras que serão lançadas nos próximos meses, de acordo com a Konami.(Fonte: Konami Shop/Reprodução)Leia mais... Veja Mais

“Não precisamos esconder reajuste ou o que integra preço final dos combustíveis”, diz Bolsonaro

Valor Econômico - Finanças Presidente falou sobre mudanças na Petrobras em evento com prefeitos no Palácio do Planalto O presidente Jair Bolsoanro disse nesta terça-feira que a Petrobras não precisa "esconder reajuste ou seja lá o que for que integra o preço final dos combustíveis". A fala ocorre um dia após as ações da companhia desabarem mais de 20% com o anúncio de que ele pretende substituir seu presidente em meio a pressões de caminhoneiros contra a alta dos preços do diesel. "Energia é uma coisa extremamente importante para nós. Não temos briga com a Petrobras, queremos que cada vez mais ela possa nos dar transparência e previsibilidade", disse Bolsonaro em evento com prefeitos no Palácio do Planalto. "Não precisamos esconder reajuste ou seja lá o que for o que integra o preço final dos combustíveis", disse. Na semana passada, Bolsonaro anunciou o nome do general Joaquim Silva e Luna, atual presidente da Itaipu Binacional, para o lugar de Roberto Castello Branco no comando da Petrobras. Jair Bolsonaro Isac Nóbrega/PR O presidente já criticou Castello Branco abertamente, insinuando que a estatal trabalha para atender "alguns grupos". Nesta terça-feira, porém, o tom foi mais ameno: "É natural, quando se tem um contrato, quando se tem um prazo para acabar com um mandato, que ele seja reconduzido ou outro seja recolocado em seu lugar", disse. "Saiu um bom gestor, está entrando um outro excelente gestor. No caso, o Silva e Luna." Enquanto Bolsonaro falava, o Conselho de Administração da Petrobras se reunia no Rio de Janeiro para decidir sobre a troca proposta por Bolsonaro. Segundo relatos, o clima no colegiado era tenso e os conselheiros estavam divididos sobre avalizar ou não a nomeação de Silva e Luna. Bolsonaro também elogiou o ministro da Economia, Paulo Guedes, presente no evento. Liberal ortodoxo e próximo de Castello Branco, Guedes não tem se pronunciado sobre a interferência do presidente na Petrobras. "Uma das pessoas mais importantes nessa luta [contra a covid-19] foi o senhor ministro Paulo Guedes. Por ser o homem que decide as finanças do governo, ele tem amigos e opositores, mas muitos ele tratou com muita galhardia", disse Bolsonaro. "E nós precisamos da Economia para vencer a pandemia." Veja Mais

Tereza Cristina: Ministério fará “o possível” para ampliar alcance do próximo Plano Safra

Valor Econômico - Finanças Prioridade da destinação dos recursos equalizados será para pequenos e médios produtores, diz ministra A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou hoje que fará “o possível” para que o próximo Plano Safra, que será anunciado até junho, atenda mais produtores rurais. Ela reforçou a prioridade da destinação dos recursos equalizados para pequenos e médios produtores e disse que trabalha para que os recursos para subvenção ao seguro rural sejam cada vez maiores. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Doom Eternal: devs planejaram versão feminina de Doom Slayer

Doom Eternal: devs planejaram versão feminina de Doom Slayer

Tecmundo Através de uma live transmitida no canal da Bethesda via Twitch, o diretor criativo Hugo Martin, da id Software, comentou um pouco sobre o processo de desenvolvimento de Doom Eternal e mencionou que o estúdio tinha planos para introduzir uma protagonista feminina no game.Segundo o dev, a mais recente versão de Doom Slayer foi projetada para ser interpretada por uma personagem feminina, com mecânicas próprias capazes de impactar a jogabilidade e distante de ser apenas uma skin alternativa para o matador de demônios. Martin comentou que o assunto vem sendo bastante tratado nos bastidores e não esconde que a participação de uma mulher "definitivamente seria legal".Leia mais... Veja Mais

Lawrence Ferlinghetti, poeta americano, morre aos 101 anos

G1 Pop & Arte Poeta fez parte da Geração Beat que revolucionou a literatura americana na década de 50 e fundou a histórica livraria City Lights, em São Francisco. Lawrence Ferlinghetti, em foto de novembro de 2005 Henny Ray Abrams/AP/Arquivo O poeta Lawrence Ferlinghetti morreu aos 101 anos nesta segunda (22). O artista americano fez parte da Geração Beat que influenciou a literatura americana na década de 50. Ele vivia em São Francisco, na Califórnia, cidade em que fundou a famosa livraria City Lights. A informação da morte foi confirmada ao jornal Washington Post pelo filho Lorenzo, que atribuiu a causa da morte à uma doença pulmonar. "Ferlinghetti foi fundamental na democratização da literatura americana ao criar (com Peter D. Martin) a primeira livraria do país em 1953, dando início a um movimento para tornar diversos livros de qualidade baratos amplamente disponíveis", diz o comunicado publicado nas redes da livraria nesta terça (23). "Por mais de sessenta anos, aqueles de nós que trabalharam com ele na City Lights foram inspirados por seu conhecimento e amor pela literatura, sua coragem na defesa do direito à liberdade de expressão e seu papel vital como um embaixador cultural americano. Sua curiosidade era ilimitada e seu entusiasmo era contagiante. Sentiremos muito a sua falta", continua. Initial plugin text Vida e obra Lawrence Ferlinghetti, em foto de outubro de 1988 Frankie Ziths/AP/Arquivo Lawrence Monsanto Ferlinghetti nasceu em março de 1919 na cidade de Yonkers, em Nova York. Ele começou a destacar nos anos 50 quando publicou o poema-manifesto "Uivo", de Allen Ginsberg. O lançamento atraiu a atenção para Ginsberg, e, consequentemente, para toda a Geração Beat de poetas, artistas e hipters que se rebelavam contra o conservadorismo através da literatura. Ferlinghetti escreveu dezenas de livros, incluindo um dos volumes de poesia mais vendidos da história americana: "A Coney Island of the Mind" (1958), uma crítica direta e frequentemente irônica da cultura dos Estados Unidos. Além do trabalho como escritor, o poeta era visto como guru da cena artística de São Francisco. A livraria e editora independente City Lights foi fundada em 1953 por Ferlinghetti e por Peter D. Martin, e é um das mais icônicos espaços literários dos Estados Unidos. Veja Mais

Dólar fecha em baixa com Powell e política em foco

Valor Econômico - Finanças O presidente do Federal Reserve reiterou a disposição de manter os estímulos monetários no país por um longo tempo O dólar comercial fechou em baixa de 0,24% nesta terça-feira, negociado a R$ 5,4421. Sem notícias relevantes sobre a Petrobras, o mercado de câmbio acabou seguindo o exterior, onde a moeda americana se enfraqueceu após o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, reiterou a disposição de manter os estímulos monetários no país por um longo tempo. Participantes de mercado também digeriram a apresentação do relatório sobre a PEC emergencial. Como adiantado pelo Valor, o texto acabou sem travas para o gasto máximo com o auxílio emergencial este ano e deixou-o fora do teto de gastos. Ele também não prevê contrapartida imediata de cortes de gastos ou receita. Veja Mais

ALMG economiza e devolve R$ 80 milhões ao governo do Estado

O Tempo - Política Cheque simbólico entregue a Romeu Zema afirma que valor pode comprar mais de 4,7 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 Veja Mais

Quarteto Fantástico | Rumores apontam Jennifer Lawrence como Mulher Invisível

canaltech Com a aquisição da 20th Century Fox, a Disney agora tem em suas mãos mais personagens Marvel que estavam com os direitos distribuídos por aí. Há algum tempo, mais precisamente em julho de 2019, o estúdio chegou a anunciar que já estavam em andamento alguns projetos envolvendo o adorado Quarteto Fantástico, cujo novo filme é ainda mais aguardado depois do tremendo fracasso da produção de 2015. Nova teoria indica como o Quarteto Fantástico pode ingressar ao MCU Quarteto Fantástico terá mudanças “permanentes” em outubro, diz Marvel Diretor de Quarteto Fantástico não quis que filme se inspirasse em Vingadores Um tempo depois desse anúncio, Kevin Feige, o presidente da Marvel Studios, confirmou a produção de Quarteto Fantástico com Jon Watts como diretor, mas nenhum nome foi ligado ao elenco, mistério que segue até hoje. Agora, no entanto, começam a surgir os rumores sobre quais podem ser os atores escolhidos e, embora o casal John Krasinski e Emily Blunt ainda seja a escolha favorita de muitos fãs para os papéis de Reed Richards e Sue Storm, rumores apontam que Jennifer Lawrence pode ser a nova Mulher Invisível (apesar de interpretar Mística nos filmes X-Men). Jennifer Lawrence como Mística (Imagem: Reprodução/20th Century Fox) O rumor tem base em fatos dessa vez, não sendo apenas algo que uma misteriosa fonte comentou. O rumor alega que Jennifer Lawrence estará na Austrália em breve para a gravação de diversos projetos, sendo um deles ligado ao novo Quarteto Fantástico. Mas como assim? Já estão gravando Quarteto Fantástico? Não exatamente. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? O rumor começou a partir de um artigo do jornal The Daily Telegraph sobre o processo de mudança da sede da Marvel de Atlanta para Sydney, onde o estúdio ficará gravando pelos próximos cinco anos. O motivo da mudança, muito provavelmente, é a pandemia. O artigo então cita que Thor: Amor e Trovão já está em produção no momento e que, em breve, serão iniciadas as gravações de Quarteto Fantástico também na Austrália. É nesse ponto que o artigo adiciona a informação sobre a chegada de Jennifer Lawrence ao país. Imagem: Reprodução/Marvel A sutil “notícia” foi entendida de formas diferentes por alguns dos principais divulgadores de rumores da Marvel. De um lado, o Murphy’s Multiverse afirma que não passa de um boato, enquanto o Geekosity defende a ideia de que Lawrence se tornará a Mulher Invisível. O rumor chegou a ser desmentido pelo Deadline em um artigo dizendo que a Marvel havia acabado de começar os trabalhos e que nem sequer há um roteiro ainda, de modo que seria impossível iniciar as gravações. Os defensores da ideia agora acreditam que Lawrence deve aparecer em alguma cena pós-crédito da Marvel, já que isto é algo que pode ser gravado sem o roteiro de Quarteto Fantástico. Ainda assim, não há nada oficial que confirme uma versão ou outra do rumor. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Italiano vacinado é contaminado pela variante brasileira do coronavírus Google libera modo escuro no Maps e mais cinco novidades no Android Há uma mensagem escondida no paraquedas do Perseverance — e ela é motivadora Veja Mais

9-1-1: Lone Star - Brian Michael Smith comenta episódio especial para Paul

9-1-1: Lone Star - Brian Michael Smith comenta episódio especial para Paul

Tecmundo As emoções tomaram conta do último episódio exibido pela Fox de 9-1-1: Lone Star, lançado nesta segunda-feira (22). Nele, os espectadores acompanharam o reencontro de Paul Strickland (Brian Michael Smith) com pessoas importantes de sua família. Embora seja a primeira vez que o público conheça a mãe do personagem (interpretada por Cleo King) e também sua irmã Naomi (Regina Hoyles), há um entrosamento muito bom entre todos eles. Segundo Brian Michael Smith, houve uma conexão muito forte entre os três desde o primeiro dia de filmagens. Leia mais... Veja Mais

Quem já teve COVID-19 pode tomar só uma dose da vacina?

canaltech As vacinas contra a COVID-19 em vigor atualmente envolvem duas doses, e já vimos alguns casos de pessoas que tomaram apenas a primeira dose e foram infectadas. No entanto, uma questão vem à tona: as pessoas que já tiveram uma infecção por SARS-CoV-2 devem receber uma ou duas doses da vacina? Um estudo publicado no MedRxiv tenta responder isso. Vacina de Oxford | Lote com mais 2 milhões de doses chega da Índia ao Brasil Quem pode (ou não pode) se vacinar contra COVID-19 no Brasil? Brasil distribuirá mais de 230 mi de doses de vacinas até julho, prevê Saúde Segundo a análise, pacientes previamente infectados com COVID-19 que receberam sua primeira dose de vacina mostraram o tipo de resposta imune robusta que as pessoas geralmente tendem a ter após sua segunda dose. "Pessoas que já tiveram COVID-19 antes produzem anticorpos muito rapidamente, em níveis muito mais elevados do que aqueles que não tiveram experiência com o vírus", observou a autora do estudo, Dra. Viviana Simon, professora de microbiologia e doenças infecciosas da Icahn School of Medicine at Mount Sinai, de Nova York. "Isso nos levou à conclusão de que uma segunda dose da vacina não deveria ser necessária em indivíduos que foram previamente infectados. Isso economizaria doses de vacina e também limitaria o desconforto experimentado pelas pessoas após a vacinação", acrescentou a pesquisadora. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- No entanto, o estudo ainda precisa ser revisados ​​por pares, e é claro que mais estudos são necessários para compreender se uma única dose de vacina seria realmente suficiente em pessoas que já tiveram a doença. Estudo da Icahn School of Medicine at Mount Sinai, de Nova York aponta que pessoas que já tiveram a COVID-19 podem tomar só uma dose (Imagem: Artem Podrez / Pexels) Os pesquisadores acompanharam profissionais de saúde que pegaram a COVID-19, para ver quanto tempo vai durar uma resposta natural de anticorpos ao vírus. Os resultados do estudo apontaram que a resposta de anticorpos em 41 pessoas com imunidade preexistente foi igual ou ultrapassou 68 outras que nunca tiveram COVID-19. A forte resposta ocorreu mesmo em pessoas que não apresentaram sintomas ou tinham níveis mais baixos de anticorpos antes de receber a primeira dose. "Isso faz sentido se pensarmos na infecção natural como sendo o principal, como a primeira dose, e então a vacina é como o reforço", observaram os pesquisadores. "Mostramos que a resposta de anticorpos à primeira dose da vacina em indivíduos com imunidade pré-existente é igual ou até mesmo ultrapassa a de indivíduos (que não foram infectados) após a segunda dose. Também mostramos que a reatogenicidade é significativamente maior em indivíduos que foram infectados com SARS-CoV-2 no passado. Mudar a política para dar a esses indivíduos apenas uma dose da vacina não teria um impacto negativo, e liberaria muitas doses necessárias com urgência", apontou o estudo em questão. Uma conclusão semelhante Um outro estudo, feito pela University of Maryland, recentemente chegou a resultados bem parecidos: 33 pessoas previamente infectadas responderam mais fortemente à primeira dose do que 26 outras que nunca foram infectadas. O estudo da Icahn School of Medicine at Mount Sinai, de Nova York, não é o único a apontar a necessidade de apenas uma dose da vacina (Imagem: HwangMangjoo/Rawpixel) "Em tempos de escassez de vacinas, e até que correlatos de proteção sejam identificados, nossos achados sugerem preliminarmente a seguinte estratégia como mais baseada em evidências: uma única dose de vacina para pacientes que já tiveram COVID-19 confirmada em laboratório; os pacientes que tiveram COVID-19 confirmada por laboratório podem ser colocados em posição inferior na lista de vacinação prioritária", apontou o estudo. Entretanto, os especialistas ainda se encontram hesitantes em adotar a estratégia de dose única porque os níveis mais altos de anticorpos nem sempre protegem as pessoas contra doenças graves. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Italiano vacinado é contaminado pela variante brasileira do coronavírus Google libera modo escuro no Maps e mais cinco novidades no Android Há uma mensagem escondida no paraquedas do Perseverance — e ela é motivadora Veja Mais

Com a aprovação, como (e quando) a vacina da Pfizer pode chegar aos brasileiros?

Glogo - Ciência O registro definitivo na Anvisa do imunizante desenvolvido por Pfizer e BioNTech abre um enorme leque de possibilidades sobre seu uso no país. Que vacina é essa? Pfizer Biontech Na manhã desta terça-feira (23), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a vacina Cominarty, desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech. Esse é o primeiro imunizante contra a Covid-19 a ganhar liberação definitiva no país — os outros dois produtos já aplicados no Brasil (a CoronaVac, da Sinovac e do Instituto Butantan, e a CoviShield, de AstraZeneca, Universidade de Oxford e Fundação Oswaldo Cruz) ganharam aval em caráter emergencial. A aprovação definitiva abre um leque de possibilidades que precisarão ser discutidas por políticos, gestores da saúde pública, cientistas e sociedade durante os próximos dias. "O registro da vacina da Pfizer e da BioNTech na Anvisa é mais amplo, pois envolve uma quantidade de dados maior. Essa amplitude também implica na possibilidade de mais setores poderem comprar esse imunizante", analisa a neurocientista Mellanie Fontes-Dutra, coordenadora da Rede Análise Covid-19. Em outras palavras, isso significa que as doses poderão ser adquiridas não apenas pelo Ministério da Saúde, mas também por Estados, municípios e até pela iniciativa privada. Isso, por sua vez, traz uma série de implicações para o enfrentamento da pandemia no Brasil. Alterações recentes Até o segundo semestre de 2020, a única possibilidade para medicamentos, insumos, vacinas e equipamentos médicos serem comercializados no Brasil era com um registro definitivo aprovado pela Anvisa. A lei número 6.360, que estabelece os detalhes desse processo, entrou em vigor a partir do dia 23 de setembro de 1976. À época, o órgão responsável por avaliar cada pedido de liberação era o Ministério da Saúde. A partir de 1999, essa responsabilidade passou a ser da recém-criada agência sanitária brasileira, a Anvisa. Até o segundo semestre de 2020, não havia a possibilidade de aprovação emergencial pela Anvisa Marcelo Camargo/Agência Brasil Porém, a pandemia de covid-19 exigiu algumas mudanças na regulamentação para acelerar a aprovação das vacinas. Isso porque todo o trabalho de entrega dos dados, análise da documentação e uma resposta definitiva dos técnicos da Anvisa costuma levar alguns meses para ser finalizado. E, com centenas de milhares de mortes provocadas pelo coronavírus, não é viável esperar tanto tempo assim para iniciar um programa nacional de imunização. "No final de 2020, foram criados dois novos dispositivos. O primeiro deles é o fluxo contínuo, em que os responsáveis por uma vacina podem enviar a documentação aos poucos, conforme esses papéis fiquem prontos", diz o médico e advogado sanitarista Daniel A. Dourado, do Centro de Pesquisa em Direito Sanitário da Universidade de São Paulo. Até então, as farmacêuticas tinham que compilar a papelada toda e enviar o dossiê completo de uma só vez, que a partir daí começava a ser analisado pela Anvisa. Falamos aqui de milhares e milhares de páginas, que levam muito tempo para serem lidas e estudadas. Com a alteração recente, as informações são remetidas em levas, e os técnicos da vigilância sanitária já podem começar seu trabalho aos poucos. "O segundo ponto modificado foi a autorização emergencial das vacinas, que segue os moldes do que é feito em outros países", completa Dourado, que também é pesquisador do Institut Droit et Santé da Universidade de Paris, na França. Como o próprio nome já diz, essa aprovação dos imunizantes é mais rápida e se baseia numa análise parcial dos dados. Ela segue critérios bem estabelecidos (como uma taxa de eficácia mínima de 50%) e permite acelerar processos sem pular etapas importantes da pesquisa clínica de um novo produto. "É importante mencionar que a autorização emergencial só permite que as vacinas sejam aplicadas na rede pública", completa o especialista. Foi justamente esse o rito pelo qual passaram CoronaVac e CoviShield, cujas doses já são aplicadas nos postos de saúde do país nos públicos-alvo das primeiras fases da campanha. O que fez a Pfizer? Como a vacina Cominarty já possui dados muito robustos e é aplicada em dezenas de países mundo afora, as farmacêuticas Pfizer e BioNTech optaram por pedir o registro definitivo do produto no país. A requisição foi feita no dia 6 de fevereiro de 2021 e aceita nesta terça-feira (23) — a rapidez na resposta se deve, inclusive, àquela facilidade de envio contínuo da documentação criada no final de 2020. Registro permite compra de vacina por clínicas privadas, mas dever do Estado é usá-las no SUS, diz pesquisador Pfizer diz que só vai negociar as doses da vacina contra a Covid com o governo brasileiro A principal diferença entre a aprovação definitiva e a liberação emergencial está em quem poderá adquirir as doses. Com o sinal verde da Anvisa, a Cominarty poderá ser comprada não só pelo governo federal, mas também autoridades estaduais, municipais ou entes privados. E isso, de acordo com os especialistas ouvidos pela BBC News Brasil, pode abrir brechas para a criação de "grupos paralelos" de vacinação contra a Covid-19 e aumentar a desigualdade social no enfrentamento da pandemia. "Eu entendo que todo mundo quer se proteger contra o coronavírus, mas nós temos regras do Plano Nacional de Imunização que precisam ser seguidas. Os grupos prioritários para a vacinação obedecem critérios, como maior risco de agravamento ou óbito por covid-19", aponta Fontes-Dutra. Portanto, se pessoas com condição de pagar pela vacina "furarem a fila", o problema de saúde pública não se altera: indivíduos mais vulneráveis continuam pegando a doença e necessitando de internação em UTI. "O argumento de 'quanto mais imunizados, melhor' pode ser enganoso. Se eu vacinar só jovens, o impacto que tenho na rede hospitalar, que está em seu limite, é baixo. A ordem da população que recebe as doses importa", complementa Dourado. De quem é a responsabilidade? No momento, são discutidos vários dispositivos legais e projetos de leis para evitar a formação das "listas VIP" de vacinação no Brasil. Após uma série de reuniões com executivos da Pfizer e da Janssen e com o ministro da Saúde, o general Eduardo Pazuello, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), anunciou ontem (22) um projeto de lei que facilitaria a compra de doses por Estados e municípios e até pela iniciativa privada. A ideia é que essas entidades assumam alguns riscos contratuais que têm encontrado resistência por parte do governo federal. Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado, propõe projeto de lei que divida responsabilidades sobre eventuais efeitos colaterais das vacinas Marcos Brandão/Senado Federal Desde o final do ano passado, Pazuello e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fizeram críticas às condições estabelecidas pela Pfizer nas negociações de compra. Isso porque o contrato indica uma isenção de responsabilidade da farmacêutica e prevê que o governo assuma o ônus caso o imunizante provoque algum efeito colateral inesperado. A empresa, por sua vez, afirma que as mesmas cláusulas foram aceitas por governos do mundo inteiro na compra dos imunizantes. Initial plugin text Em dezembro, Bolsonaro levantou uma série de dúvidas infundadas sobre a segurança do imunizante e as negociações para compra de doses. "Lá no contrato da Pfizer, está bem claro: 'nós [a Pfizer] não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral'. Se você virar um jacaré, é problema seu", discursou o presidente. Como resolver essa briga? De acordo com informações divulgadas pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que participou das reuniões com as farmacêuticas em Brasília na última segunda-feira e vai ser o relator do projeto de lei mencionado por Pacheco, só três países não concordaram com o contrato proposto por Pfizer e BioNTech: Brasil, Argentina e Venezuela. Para Dourado, o temor do Governo Federal com a tal cláusula polêmica não faz sentido em meio a uma pandemia que está matando mais de mil pessoas no país todos os dias. "O risco de ficarmos mais tempo sem vacinas é muito maior. Mesmo que apareça um efeito colateral e o Estado Brasileiro tenha que pagar alguma indenização futuramente, o valor seria bem menor do que o preço que pagamos atualmente com os números exorbitantes de casos e mortes", interpreta. O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), que foi ministro da Saúde durante 2011 e 2014 no governo de Dilma Rousseff, fez críticas à liberação da compra de doses por Estados, municípios e iniciativa privada. De acordo com o parlamentar, a ideia criaria o "camarote da vacina". Padilha afirma que apresentou uma proposta de emenda em que todos os imunizantes comprados por empresas sejam doados para o Sistema Único de Saúde (SUS) e que as clínicas privadas só poderão oferecer doses quando as metas da rede pública forem cumpridas. Initial plugin text A compra de doses também foi discutida no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (23). Os ministros decidiram que Estados e municípios poderão negociar e comprar vacinas caso o governo federal não cumpra o que está estipulado no Plano Nacional de Imunizações ou as doses previstas não sejam suficientes para resguardar a população do local. O que há de concreto Em meio a tanta especulação e impasse, não se sabe ainda qual será a postura adotada pela Pfizer a partir de agora — afinal, com o registro definitivo, ela tem o poder de decidir se negociará ou não com outros níveis da administração pública ou com a iniciativa privada a partir de agora. De acordo com as informações divulgadas até o momento, a farmacêutica diz que insistirá nas negociações com o governo federal. Uma reportagem da "CNN Brasil" publicada na última segunda-feira (22) afirma que o laboratório ofereceu para o Ministério da Saúde um total de 100 milhões de doses da Cominarty, que seriam entregues até o fim de 2021. Um lote de 9 milhões seria disponibilizado ainda no primeiro semestre. Outras 35 milhões chegariam ao Brasil até setembro e as 65 milhões restantes estariam no país em dezembro. A Pfizer, no entanto, não confirma essa informação. A BBC News Brasil procurou o Ministério da Saúde, mas não obteve resposta até o fechamento desta reportagem. Uma novela que dura meses O imbróglio envolvendo Pfizer/BioNTech e o Ministério da Saúde se arrasta há meses e começou durante o segundo semestre de 2020. De acordo com uma série de notas e documentos, executivos da farmacêutica tentaram por diversas vezes entrar em contato com o governo federal para vender lotes de sua vacina, que naquele momento estava na fase final de testes antes de ser aprovada. A empresa tinha capacidade de fornecer cerca de 70 milhões de doses ao Brasil, mas não recebeu nenhuma resposta a tempo de garantir os primeiros lotes ao país. Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no Senado, em 12 de fevereiro; ministro foi convidado a dar explicações sobre o combate à Covid-19 Pedro França/Agência Senado Entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, a discussão voltou a esquentar após Pazuello fazer uma série de declarações dizendo que as ofertas do laboratório eram "pífias" e poderiam até frustrar os brasileiros. O tema ganhou novo fôlego quando o presidente Jair Bolsonaro fez declarações questionando a segurança do imunizante e criticando as cláusulas contratuais, como explicado anteriormente. O que diz a ciência Na contramão do discurso do presidente, as últimas evidências só reforçam a eficácia e a segurança da Cominarty. Aplicada desde dezembro em dezenas de países, até o momento a vacina não provocou nenhum evento adverso grave, que justificasse a interrupção das campanhas. Em Israel, país que já protegeu 87% de sua população, o número de internações por covid-19 caiu drasticamente nas últimas semanas. Outra notícia positiva divulgada recentemente foi a de que as doses não precisam ser armazenadas a -70 °C como se imaginava. O imunizante fica estável numa temperatura de -25 a -15 °C por até duas semanas, o que facilita bastante a sua distribuição. Israel quer ser o primeiro país a sair da pandemia de Covid EPA Por fim, dados publicados na última sexta-feira (19) no periódico científico "The Lancet" revelam que a vacina de Pfizer e BioNTech tem uma eficácia de 85% de duas a quatro semanas após a aplicação da primeira dose. Já com a segunda dose, esquema adotado mundialmente, a taxa de eficácia pula para 95%. "Diante da atual situação alarmante da pandemia no Brasil e da ameaça das novas variantes, nós precisamos ser rápidos e vacinar o mais depressa o maior número de pessoas possível", adverte Fontes-Dutra. Repercussões da liberação Durante o anúncio da aprovação definitiva da Cominarty, o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres comemorou "o primeiro registro de vacina contra a covid-19, para uso amplo, nas Américas". "O imunizante do Laboratório Pfizer/BioNTech teve sua segurança, qualidade e eficácia aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa, que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro. Esperamos que outras vacinas estejam em breve sendo avaliadas e aprovadas. Esse é o nosso compromisso", disse Torres. A Pfizer também soltou um comunicado à imprensa. Marta Díez, presidente da farmacêutica no Brasil, comemorou a rapidez da decisão. "Ficamos muito felizes com a notícia da aprovação e gostaríamos de parabenizar a agência pela celeridade e profissionalismo que demonstrou em todas as etapas desse processo". A executiva ressaltou que as tratativas com o Ministério da Saúde continuam: "Esperamos poder avançar em nossas negociações com o governo brasileiro para apoiar a imunização da população do país", complementou. Por meio de nota, a Associação Brasileira de Clínicas de Vacina (ABCVAC) ressaltou que todo novo imunizante registrado no Brasil aumenta as possibilidades de proteção da população brasileira e que a prioridade para aquisição de doses de vacinas contra a covid-19 deve ser do governo federal. "As clínicas associadas à ABCVAC aguardam a disponibilidade de doses para aquisição pelo setor privado de vacinação humana, para poderem atuar, como sempre fizeram, de forma complementar ao Programa Nacional de Imunização", finaliza o texto. Veja Mais

Casemiro revela paixão por CSGO, admiração por Gaules e conta sobre sua relação com games | ESPORTS

Casemiro revela paixão por CSGO, admiração por Gaules e conta sobre sua relação com games | ESPORTS

Fox Sports Brasil O envolvimento de jogadores de futebol com o universo dos games e esportes eletrônicos já não é novidade, porém muitos deles estão mergulhando ainda mais nesse universo e indo além do entretenimento! Em 2020, Casemiro (Real Madrid e seleção brasileira) criou seu próprio clube de esportes eletrônicos com um time de CSGO que vem jogando na Europa há alguns meses. O jogador diz que se inspira muito no trabalho de jogadores brasileiros e produtores de conteúdo como Gaules e Fallen, e comenta ter tido ajuda e consultoria de profissionais do meio, entre eles seu amigo Coldzera - duas vezes melhor jogador do mundo e campeão mundial de CSGO. Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse o ESPN.com.br e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: https://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: https://instagram.com/foxsportsbrasil ➡ Facebook: https://www.facebook.com/espnbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/ESPNBrasil ➡ Instagram: https://www.instagram.com/espnbrasil #EsportsNaESPN #RealMadrid #ESPNBrasil Veja Mais

Nova cepa do coronavírus da Califórnia pode ser mais infecciosa e letal

Nova cepa do coronavírus da Califórnia pode ser mais infecciosa e letal

Tecmundo Uma nova cepa do coronavírus, que foi identificada pela primeira na Califórnia, Estados Unidos, tem chamado a atenção da comunidade científica. Um preprint (estudo acadêmico que ainda não submetido a um periódico) com estudos laboratoriais e dados epidemiológicos aponta que essa versão pode ser ainda mais infecciosa e letal.A variante já se espalhou por vários estados norte-americanos e até outros países. Charles Chiu, autor principal do trabalho científico e médico especialista em doenças infecciosas da Universidade da Califórnia, explicou que a cepa está associada a doenças graves que são resistentes a anticorpos neutralizantes.Leia mais... Veja Mais

MWC Xangai 2021: Huawei quer uso de mais espectro para desenvolvimento do 5G

tudo celular A empresa reforça a necessidade de ampliar o 5G na faixa de 6 GHz. Veja Mais

Cachorrinha nasce com seis patas e duas caudas, sobrevive e passa bem nos EUA

O Tempo - Mundo As condições, geralmente, fazem com que os filhotes sejam natimortos, mas Skipper está em casa e bem de saúde, de acordo com o hospital veterinário Veja Mais

Elon Musk ajudou em descoberta sobre anticorpos contra a covid-19

Elon Musk ajudou em descoberta sobre anticorpos contra a covid-19

Tecmundo Na última semana, a Nature Communications publicou um estudo coescrito por Elon Musk relatando avanços científicos relacionados à covid-19. Segundo o documento, pacientes que contraíram a doença e apresentaram sintomas leves ou moderados desenvolveram menos anticorpos e, portanto, possuem menor imunidade contra o coronavírus. Similarmente, o estudo encontrou evidências que sugerem um número "mínimo de anticorpos" necessários para a imunização total de um indivíduo. Por outro lado, os dados relacionados à proteção contra reinfecções ainda não são precisos o suficiente e, assim, permanecem não confirmados. Leia mais... Veja Mais

Lira diz não ver clima nem prioridade para pedido de impeachment de Bolsonaro

Valor Econômico - Finanças "É uma medida extrema, de ruptura política. A gente tem que tratar isso como uma questão esporádica e absolutamente fora de qualquer parâmetro", resumiu o presidente da Câmara na Live do Valor O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse que não vê motivos ou clima no país para abertura de um processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. "É uma medida extrema, de ruptura política. A gente tem que tratar isso como uma questão esporádica e absolutamente fora de qualquer parâmetro", resumiu o parlamentar, que tem a competência para acolher e pautar para votação pedidos de impeachment. Pauta é liberal e reformista; altos e baixos vamos suplantar, diz Lira No momento em que o país se encontra, somos a favor do teto de gastos, diz Lira "Nós não estamos num momento de movimentação social conturbada, não estamos com processo inflacionário que corroa as economias do país, então a gente tem que ter serenidade", continuou. Seja R$ 250 ou R$ 300, valor do auxílio emergencial só não pode ser blefe, diz Lira Se PEC Emergencial chegar antes das comissões, tratamento será sumaríssimo, diz Lira Na Live do Valor desta terça-feira, Lira lembrou que há pedidos de impedimento contra Bolsonaro apresentados há bastante tempo e que seu antecessor (Rodrigo Maia, do Democratas do Rio) não viu necessidade de abrir os processos. "Não seria eu que, de fora, iria julgar", afirmou. Citando a agenda pesada das primeiras semanas de seu mandato como presidente da Câmara, Lira disse: "Eu sequer tive como olhar para isso, porque não é nossa prioridade." Lira ponderou que "qualquer movimento de ruptura política paralisa o país" e disse que os deputados que o elegeram presidente da Câmara esperam dele uma atuação para facilitar o trabalho do Legislativo. "Então, no que for possível fazer para equacionar esses problemas de maneira política, deliberando no plenário, nós vamos fazer." A entrevista, conduzida pelo diretor adjunto de redação do Valor baseado em Brasília, Cristiano Romero, e pelo chefe de Redação na capital federal, Fernando Exman, pode ser acompanhada pelo site e pelas páginas do Valor no YouTube, no LinkedIn e no Facebook. Reproducao/Youtube Veja Mais

Fórmula E 2021 será transmitida no Brasil pela TV Cultura

Fórmula E 2021 será transmitida no Brasil pela TV Cultura

Tecmundo A TV Cultura e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) oficializaram um acordo no último sábado (20) para a transmissão ao vivo da sétima temporada da Fórmula E na emissora. A categoria, que teve seu primeiro campeonato em 2014, é organizada exclusivamente com carros elétricos.O canal transmitirá o evento completo nas redes sociais, incluindo os treinos livres. Na televisão, apenas as corridas e os treinos classificatórios serão exibidas. A dupla de narrador e comentarista ainda não foi divulgada pela emissora.Leia mais... Veja Mais

EUA: Equipe do Capitólio culpa agências de inteligência por falhas que permitiram ataque

Valor Econômico - Finanças Autoridades que renunciaram após episódio dizem que relatórios não apontavam possibilidade de invasão e que isso prejudicou preparação adequada para conter violência Os principais responsáveis pela segurança do Capitólio, a sede do Congresso dos Estados Unidos, disseram nesta terça-feira, durante uma audiência no Senado, que falhas das agências de inteligência prejudicaram o trabalho de preparação para impedir o ataque promovido por simpatizantes do ex-presidente Donald Trump em janeiro deste ano. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Ipea revisa de 3,5% para 3,7% projeção para IPCA em 2021

Valor Econômico - Finanças Pesquisadores do instituto destacam que, apesar de o cenário ser de desaceleração da inflação nos próximos meses, há fatores que justificam a mudança da estimativa O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revisou de 3,5% para 3,7% sua projeção para a alta do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2021. Em nota, os pesquisadores do instituto destacam que, apesar de o cenário ser de desaceleração da inflação nos próximos meses, há três fatores que justificam a mudança da estimativa para o resultado fechado no ano: inflação corrente um pouco mais elevada, estabilização das cotações internacionais de commodities em nível acima do projetado anteriormente e taxa de câmbio média mais alta que estimada em dezembro. “Embora as expectativas para o ano ainda sejam de desaceleração nos próximos meses, o elevado nível atual da inflação, combinado com o aumento do grau de incerteza da economia brasileira devido a incertezas relacionadas à política fiscal, vem gerando revisões para cima das estimativas de IPCA para 2021”, aponta o estudo dos pesquisadores Maria Andréia Parente Lameiras, Marcelo Lima de Moraes e Carolina Ripoli. Com a manutenção dos preços das commodities em patamar elevado, o Ipea reviu a expectativa para a alta dos preços de alimentos no domicílio este ano de 3% para 4,4%. A variação dos demais bens livres avançou de 2,7% para 3,0% e a dos preços administrados passou de alta de 4% para 4,5%. Por outro lado, a projeção para a inflação de serviços caiu de 4% para 3,6% (excluindo educação). O número reflete, segundo o Ipea, a retomada mais modesta para a economia em 2021 que a que era projetada no fim do ano passado, o que dificulta a recuperação mais forte do mercado de trabalho. O Ipea também divulgou a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação para as famílias de renda mais baixa – de um a cinco salários mínimos, de 3,4%. Esta é a primeira vez que o Ipea faz estimativa para o INPC. Tânia Rêgo/Agência Brasil Veja Mais

Paraquedas do rover da NASA carregava mensagem escondida

Paraquedas do rover da NASA carregava mensagem escondida

Tecmundo A NASA confirmou nesta terça-feira (23) que o paraquedas da missão Marte 2020 carregava uma mensagem escondida, escrita em código binário. A revelação veio depois de internautas sugerirem a presença de uma frase oculta no equipamento e até conseguirem decifrá-la.Logo após a divulgação das imagens do pouso do rover Perseverance no Planeta Vermelho, diversas publicações nas redes sociais comentaram sobre o uso proposital dos padrões vermelho e branco no paraquedas. Conforme os internautas, a combinação formava a frase “Dare might things”, ou “Ouse coisas poderosas” em tradução livre.Leia mais... Veja Mais

Twitter apaga 373 contas de “trolls governamentais”; cem perfis eram da Rússia

canaltech O Twitter acaba de anunciar que apagou um total de 373 contas falsas na rede social que eram utilizadas por órgãos governamentais de inteligência com o objetivo de disseminar desinformação. Desse total, 100 dos perfis eram administrados pela Agência de Pesquisa da Internet da Rússia (Internet Research Agency ou IRA, no original), que visa manipular a opinião pública através de plataformas de comunicação online. Twitter testa nova ferramenta para conter desinformação e fake news Twitter lança Birdwatch, comunidade de voluntários para combater a desinformação Twitter anuncia mudanças para combater os "trolls" na plataforma Embora tal assunto não seja tão discutido, o uso das chamadas “fazendas de trolls” (ou troll farms) para operações de influência política é uma prática relativamente comum, sendo associada às “guerras da informação”. Acredita-se que a IRA tenha tido um papel fundamental na interferência das eleições presidenciais dos EUA de 2016. Além dos trolls russos, também foram suspensas contas da Armênia e do Irã. Segundo o Twitter, a operação foi dividida em duas etapas, sendo que na primeira foram derrubadas 69 contas falsas que disseminavam ideais políticos do governo russo e tentavam minar a confiança pública na Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO). Já na segunda parte da investigação, outros 31 perfis foram removidos — a maioria deles publicava ataques contra os Estados Unidos e a União Europeia. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- “A cada divulgação que fazemos, queremos educar as pessoas sobre as táticas usadas por atores estatais para manipular ou minar a conversa democrática aberta que acontece no Twitter. Desde que lançamos nosso primeiro arquivo em outubro de 2018, divulgamos dados relacionados a mais de 85 mil contas associadas a campanhas de manipulação de plataformas originárias de 20 países”, explica a rede social. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Italiano vacinado é contaminado pela variante brasileira do coronavírus Google libera modo escuro no Maps e mais cinco novidades no Android Há uma mensagem escondida no paraquedas do Perseverance — e ela é motivadora Veja Mais

EUA: Ex-chefes da polícia do Capitólio culpam outras agências por falhas

O Tempo - Mundo Oficiais também afirmaram que o ataque foi coordenado, ao ressaltar os equipamentos e armas carregados pelos invasores Veja Mais

Governo envia MP sobre privatização da Eletrobras ao Congresso - 23/02/21

Governo envia MP sobre privatização da Eletrobras ao Congresso - 23/02/21

Câmana dos Deputados O Governo enviou, nesta terça-feira (23/02), ao Congresso Nacional a medida provisória que abre caminho para a privatização do sistema Eletrobrás. O presidente Jair Bolsonaro participou de um ato simbólico, ao lado dos presidentes da Câmara e do Senado, para a entrega do texto da proposta. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Eletrobras #Bolsonaro Veja Mais

Aprovada MP que facilita compra de vacinas - 23/02/21

Aprovada MP que facilita compra de vacinas - 23/02/21

Câmana dos Deputados O Plenário aprovou medida provisória que facilita a compra de vacinas contra a Covid-19, com dispensa de licitação e regras mais flexíveis para os contratos. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Vacinas #Plenário #MP Veja Mais

Cine Belas Artes deve reabrir em março, após quase fechar as portas em 2020

O Tempo - Diversão - Magazine Em novembro de 2020, a campanha “SOS Belas Artes”, de arrecadação de verba para que o cinema se manteve vivo, conseguiu equilibrar as contas da empresa Veja Mais

A Voz do Brasil - - 23/02/21

A Voz do Brasil -  - 23/02/21

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, também, entre outros assuntos: ✔️Presidente da Câmara prevê votação rápida de reformas este ano; ✔️Congresso homologa tratado internacional contra o racismo ; ✔️Comissão externa analisa caso de menina que pode ser devolvida após adoção. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Governo entrega ao Congresso MP para tentar acelerar privatização da Eletrobras

G1 Economia Entrega foi feita por Bolsonaro e ministros aos presidentes do Senado e da Câmara. Texto prevê estudos para capitalização e 'golden share' para União manter poder de veto. Bolsonaro entrega ao Congresso MP que abre caminho para privatizar a Eletrobras O governo federal entregou nesta terça-feira (23) ao Congresso Nacional uma medida provisória (MP) que busca acelerar a privatização da Eletrobras. O texto prevê que o governo mantenha poder de veto sobre decisões da estatal por meio de ações preferenciais (golden shares – entenda abaixo). A entrega foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro – que foi a pé do Palácio do Planalto para o Congresso – e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, entre outros membros do governo. Na última semana, Bolsonaro causou quedas expressivas nas ações da Petrobras e da Eletrobras ao sugerir e anunciar interferências no comando das duas estatais. No caso da Eletrobras, Bolsonaro disse que o governo ia "meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também", sem esclarecer o que faria. "Então, a Câmara e o Senado vão dar a devida urgência à matéria, até por ser uma medida provisória. E a nossa agenda de privatização, essa MP não trata disso hoje em dia, mas nossa agenda de privatização continua a todo vapor. E nós queremos, sim, enxugar o Estado, diminuir o tamanho do mesmo, para que nossa economia possa dar a satisfação, dar a resposta que a sociedade precisa", declarou Bolsonaro nesta terça. O documento foi entregue aos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Lira afirmou que pretende pautar o texto no plenário da Câmara já na próxima semana. "O primeiro passo do que podemos chamar de uma 'Agenda Brasil'. Privatizações, discussões, capitalizações, investimentos, a pauta que andará no Congresso com as reformas. Nós cumpriremos todo o nosso papel com unidade, acima de tudo, respeito aos outros poderes e harmonia. É o que o Brasil precisa para destravar as pautas neste ano", disse o presidente da Câmara. Medidas provisórias têm força de lei assim que publicadas no "Diário Oficial da União". Precisam, contudo, ser aprovadas pelo Congresso para se tornar leis em definitivo. "É um avanço importantíssimo para o Brasil. Acho que hoje é um dia em que nós temos que celebrar que o setor elétrico nacional vai, finalmente, ter o tratamento que ele merece. Em termos de investimento, em termos de competitividade, em torno de geração de emprego e renda. Serão gerados mais de 130 mil empregos a cada ano por conta desta medida", afirmou o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, já na saída do Congresso. Saiba como era estimado, até 2019, o impacto da privatização da Eletrobras na economia A medida provisória O texto da MP se assemelha ao projeto de lei que tramita no Congresso desde 2018 sobre o assunto. Em 2019, o governo Jair Bolsonaro também enviou projeto de lei com teor similar ao parlamento. Como a MP tem vigência imediata, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) poderá iniciar os estudos para a privatização da estatal. A privatização da Eletrobras é uma das prioridades da equipe de Paulo Guedes. Hoje, a União tem mais de 60% das ações da empresa. Em fato relevante divulgado no início da noite, a Eletrobras informou que a MP também prevê a criação de golden shares para a União. O termo significa que o governo terá ações preferenciais e, mesmo se perder o controle majoritário, seguirá com poder de veto para determinadas decisões da Eletrobras. O texto cita "previsão de criação de ação preferencial de classe especial, de propriedade exclusiva da União, nos termos do disposto no § 7º do art. 17 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, que dará o poder de veto em deliberações sociais previstas na referida MP (“Golden shares”)". O texto da medida provisória afirma que a capitalização só pode começar quando a MP for aprovada pelo Congresso e convertida em lei. Nesse prazo, no entanto, o BNDES já poderá elaborar os estudos. A previsão é de que a capitalização propriamente dita – ou seja, a redução da participação da União – ocorra daqui a um ano. Fontes do Ministério de Minas e Energia afirmaram ao G1 que a inclusão das golden shares foi exigência do Congresso. A primeira versão do texto não previa esse dispositivo. O governo acredita, no entanto, que essa mudança não gerará ruídos sobre uma possível interferência da União na empresa, já que o poder de veto fica restrito a temas específicos listados na MP. Diretora questionou fala de Bolsonaro A diretora da área financeira e de relação com investidores da Eletrobras, Elvira Cavalcanti, enviou uma carta ao Ministério de Minas e Energia nesta semana em que pediu explicações sobre a declaração do presidente Jair Bolsonaro de interferir no setor elétrico. A diretora citou fala recente em que Bolsonaro disse: “Vamos meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também”. Bolsonaro deu a declaração no sábado (20), um dia depois de anunciar troca no comando da Petrobras. Diretora da Eletrobras pediu para governo explicar fala de Bolsonaro sobre interferir no setor elétrico "Solicitar que seja comunicado formalmente a esta companhia se as notícias em referência são verdadeiras e/ou se existem estudos ou informações ou aprovações internas e externas a respeito do processo que devem ser divulgadas ao mercado, por meio de Fato Relevante", escreveu a diretora. O governo ainda não divulgou resposta. 00:00 / 26:47 Veja Mais

State of Play com notícias de jogos de PS4 e PS5 acontece nesta quinta (25)

State of Play com notícias de jogos de PS4 e PS5 acontece nesta quinta (25)

Tecmundo Hoje de noite (23), a Sony confirmou que um novo State of Play acontecerá nesta quinta-feira (25) às 19h do horário de Brasília e deve trazer novidades de jogos de PS4 e PS5 no evento online. Segundo comunicado da empresa em um release, a apresentação terá 10 jogos e vai durar 30 minutos, trazendo informações de novos games, títulos third party e indies.O formato da apresentação digital do PlayStation segue os moldes do Nintendo Direct, com um vídeo mais curto (geralmente com 20 minutos em média) e trazendo diversas novidades de games que chegarão aos consoles da marca. É esperado novidades de Horizon: Forbidden West, Ratchet & Clank Rift Apart e, quem sabe, até alguma nova informação da sequência de God of War (God of War: Ragnarok, título provisório). Contudo, nada está confirmado até o momento.Leia mais... Veja Mais

Cavaleiro da Lua: Ethan Hawke só aceitou papel por conta de Oscar Isaac

Cavaleiro da Lua: Ethan Hawke só aceitou papel por conta de Oscar Isaac

Tecmundo Em conversa transmitida pelo podcast The Watch, do site The Ringer, o ator Ethan Hawke comentou sobre o anúncio recente de sua participação no elenco da série Cavaleiro da Lua, da Marvel. Segundo ele, para aceitar o convite, levou em consideração que Oscar Isaac seria o protagonista.“Para ser honesto, eu o considero um ator extremamente talentoso. Gosto muito de assistir o que ele tem feito. Me lembra muito dos atores que admirava quando cheguei a Nova York”, contou, acrescentando que apesar da diferença de idade, o admira imensamente como profissional. Leia mais... Veja Mais

WiZ estreia no Brasil com o lançamento de 3 lâmpadas inteligentes

WiZ estreia no Brasil com o lançamento de 3 lâmpadas inteligentes

Tecmundo Nesta terça-feira (23), a WiZ anunciou sua chegada ao Brasil com o lançamento de três opções de produtos de iluminação no mercado nacional, sendo duas lâmpadas inteligentes e um painel de embutir, acessórios que já estão à venda em lojas online.Uma das novidades é a lâmpada WiZ A60 E27, que pode ser usada em luminárias, abajures e em qualquer espaço compatível com os bocais tradicionais. Com preço sugerido de R$ 139,99, ela possui fluxo luminoso de 800 lúmens, potência equivalente a 60 watts, 16 milhões de tons diferentes e 25 mil horas de vida útil, segundo a marca.Leia mais... Veja Mais

Conselho de Ética abre processos contra Daniel Silveira e Flordelis

O Tempo - Política Deputada Flordelis é acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo e Silveira Veja Mais

Ministro da Infraestrutura afirma que expansão do metrô de BH ‘não morreu’

O Tempo - Política Mesmo com a desconfiança sobre a antiga promessa, ele declarou que o projeto continua sendo prioridade para o governo federal Veja Mais

teste

Valor Econômico - Finanças teste Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Petróleo fecha sem direção única, mas se mantém perto do nível mais alto em 13 meses

Valor Econômico - Finanças Os contratos futuros do WTI para abril fecharam em queda de 0,04%, aos US$ 61,67 o barril, enquanto os futuros do Brent para o mesmo mês subiram 0,19%, a US$ 65,37 o barril Os futuros do petróleo terminaram o pregão desta terça-feira (23) sem direção única, mas se mantiveram próximos de seus níveis mais altos desde janeiro de 2020. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Justiça do Rio afasta a deputada Flordelis, suspeita de mandar matar marido

O Tempo - Política A Câmara dos Deputados, na qual Flordelis chegou em 2018 como a mais votada do Rio, ainda precisará confirmar o desligamento da parlamentar Veja Mais

Agência Espacial Europeia vai contratar o primeiro astronauta com deficiência

canaltech A Agência Espacial Europeia (ESA) anunciou a abertura de uma chamada para a seleção de novos astronautas. Este é o primeiro processo seletivo feito pela agência em mais de uma década e, desta vez, a oportunidade traz acessibilidade para os interessados. É que a seleção está aberta também para o primeiro "parastronauta", que será um astronauta com deficiência física. Esses cientistas negros deixaram sua marca na história Despreparo? Sexismo? Entenda por que a NASA cancelou o spacewalk feminino Sobrevivente de câncer viajará ao espaço com a SpaceX em missão 100% civil Nesta chamada, a ESA espera contratar de quatro a seis astronautas de carreira, aqueles que vão ficar na equipe permanentemente. Os demais irão compor um grupo de 20 astronautas reserva, que vão voar em missões mais curtas para destinos como a Estação Espacial Internacional (ISS) — segundo David Parker, diretor de exploração humana e robótica na ESA, inicialmente o parastronauta deverá entrar para esta equipe. O candidato selecionado será o primeiro astronauta com deficiência física da história, e a agência está em busca de indivíduos que tenham qualificações cognitivas, técnicas e profissionais para se tornarem astronautas. Além disso, eles também devem ter uma deficiência física que não permitiria que fossem selecionados devido aos requisitos atuais dos equipamentos espaciais, como amputações nas pernas, diferenças no comprimento delas ou indivíduos de baixa estatura. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Os candidatos de estatura inferior a 1,3 m ou com deficiências na perna poderão participar da seleção (Imagem: Reprodução/ESA) Depois de recrutados, os candidatos escolhidos vão trabalhar com a ESA para determinar que tipo de acomodações físicas serão necessárias — contudo, a seleção não significa a garantia da participação em voos espaciais. Além da seleção, a ESA irá trabalhar com fornecedoras de veículos e parceiros internacionais para identificar e realizar adaptações. Segundo informações de um comunicado da agência, "a ESA está pronta para investir nas adaptações necessárias do hardware espacial para permitir que estes profissionais de qualificação de excelência sirvam como membros profissionais da tripulação, em uma missão segura e útil". Um dos motivos da contratação do futuro astronauta com deficiência envolve a crença de que a exploração espacial é questão de uma iniciativa coletiva, e a agência notou ser preciso aumentar o grupo de talentos com quem podem contar para continuar avançando nesse sentido. Já o diretor geral Jan Wörner comentou que a representação visível sempre é importante, de modo que os oficiais vinham se perguntando quais eram as barreiras que os impediam de levar um astronauta com deficiência à ISS. Desde quando foi criada, a ESA selecionou novos astronautas somente três vezes, sendo que a primeira campanha de recrutamento ocorreu entre 1978 e 1979, e a mais recente foi feita entre 2008 e 2009. Agora, esta nova classe de astronautas irá integrar a equipe da agência em uma época agitada. É que, além de enviar astronautas para viver por alguns meses na ISS, a ESA vem também contribuindo para o programa Artemis, da NASA, e para o fornecimento de módulos para a estação Gateway. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Italiano vacinado é contaminado pela variante brasileira do coronavírus Você não vai acreditar no que os apps sabem sobre sua vida só coletando dados Vacina da Pfizer recebe registro definitivo da Anvisa; como fica o Brasil? Os 10 filmes mais pirateados da semana (21/02/2021) Veja Mais

Tiger Woods é internado após sofrer grave acidente de carro nesta terça

O Tempo - Mundo Ele estava sozinho no veículo, e não se sabe, ainda, o estado de saúde do atleta Veja Mais