Meu Feed

Últimos dias

BNDES lança linha de crédito para financiamento de armazéns para cerealistas

Valor Econômico - Finanças Orçamento, já aprovado no Plano Safra, é de R$ 20 milhões para a subvenção O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou a criação de uma linha de financiamento para a construção de armazéns e a ampliação da capacidade de armazenagem para as empresas cerealistas. As contratações estarão disponíveis a partir desta sexta-feira nos bancos credenciados. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Câmara aprova admissibilidade de PEC sobre imunidade e prisão de parlamentares - 24/02/2021

Câmara aprova admissibilidade de PEC sobre imunidade e prisão de parlamentares  - 24/02/2021

Câmana dos Deputados A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (24) a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição 3/21, que restringe a prisão em flagrante de parlamentar somente se relacionada a crimes inafiançáveis listados na Constituição, como racismo e crimes hediondos. O Plenário aprovou, por 304 votos a 154 e 2 abstenções, o parecer favorável da relatora, deputada Margarete Coelho (PP-PI). Como a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) ainda não foi instalada, a deputada foi designada relatora de Plenário em nome da comissão. Nesta quinta-feira, às 10 horas, os líderes partidários farão reunião para tentar chegar a um texto de maior consenso sobre o mérito da matéria, que deverá ser votado em sessão marcada para as 15 horas do mesmo dia. Margarete Coelho será relatora também em nome da comissão especial e adiantou que fará mudanças em alguns pontos, como sobre a inelegibilidade e as condições para a prisão em flagrante. A PEC foi apresentada pelo deputado Celso Sabino (PSDB-PA), com o apoio de outros 185 deputados. Decisão monocrática O texto original da PEC também proíbe a prisão cautelar por decisão monocrática, ou seja, de um único ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), como ocorreu com o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), cuja prisão foi decretada inicialmente pelo ministro Alexandre de Moraes e referendada depois pelo Pleno da Corte. Fonte: Agência Câmara de Notícias Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #ImunidadeParlamentar #VotaçõesEmPlenário Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/60429 Veja Mais

Lira recebe projeto de privatização dos Correios - 24/02/2021

Lira recebe projeto de privatização dos Correios - 24/02/2021

Câmana dos Deputados Projeto de Lei da Privatização dos Correios chega ao Congresso Nacional. O presidente da República, Jair Bolsonaro, entregou pessoalmente o texto ao presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, nesta quarta-feira (24). Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #PrivatizaçãoDosCorreios #Bolsonaro Veja Mais

Opas destaca Uruguai ao apontar queda de casos Covid-19 nas Américas

O Tempo - Mundo Quase 78 milhões de pessoas já foram vacinadas nas Américas e no Caribe, a grande maioria na América do Norte, informou a organização Veja Mais

Suspeito de assassinato nos EUA cozinhou o coração da vítima, segundo imprensa

O Tempo - Mundo Homem cozinhou o órgão do vizinho com batatas para servir a outras vítimas antes de atacá-las Veja Mais

Deputados discutem apoio financeiro a hospitais filantrópicos - 24/02/21

Deputados discutem apoio financeiro a hospitais filantrópicos - 24/02/21

Câmana dos Deputados Representantes de hospitais filantrópicos reivindicam imunidade tributária e recursos para o setor. Eles estiveram reunidos nesta quarta-feira com deputados da Frente Parlamentar de Apoio a Santas Casas e entidades filantrópicas. O presidente da frente parlamentar defendeu apoio financeiro a essas entidades que operam em déficit. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Pluto TV lança mais três novos canais gratuitos no Brasil

Pluto TV lança mais três novos canais gratuitos no Brasil

Tecmundo A Pluto TV, serviço gratuito de streaming para televisão, está renovando a sua oferta de conteúdo para o Brasil, disponibilizando três novos canais a partir da próxima sexta-feira (26): Reino Infantil, Babyfirst e Pluto TV Filmes Nacionais.Lançada oficialmente pela ViacomCBS Networks em dezembro do ano passado, a plataforma reafirma seu compromisso de agregar canais com novos conteúdos infantis e oferecer a melhor seleção do cinema brasileiro, com opções que toda a família poderá curtir nas áreas de entretenimento, bem-estar e aprendizado.Leia mais... Veja Mais

Clubhouse admite vazamento de áudios de salas privadas para fora da rede social

canaltech É sempre assim — uma tecnologia surge de forma repentina, é adotada de forma massiva pelos cidadãos e logo começam a aparecer as primeiras preocupações com questões como a proteção de dados e privacidade. Não poderia ter sido diferente com o Clubhouse. A nova rede social explodiu em popularidade por conta do endosso de várias celebridades, mas já temos as primeiras polêmicas envolvendo sua segurança cibernética. Virou febre mesmo! Clubhouse já acumula 8 milhões de downloads na App Store Clubhouse: chegou a vez do áudio nas redes sociais Como enviar convites no Clubhouse A plataforma confirmou, nesta quarta-feira (24), os rumores que circularam na web ao longo dos últimos dias: um usuário não identificado conseguiu “vazar” áudios de salas privadas do aplicativo e transmiti-los para um site próprio no último domingo (21). O indivíduo teria percebido que era possível frequentar vários bate-papos ao mesmo tempo e conseguiu criar um sistema para extrair as mensagens para sua página. “No último fim de semana, um usuário transmitiu temporariamente várias salas de bate-papo para um site. A conta deste indivíduo foi permanentemente banida do serviço e etapas de segurança adicionais para impedir que outras pessoas façam o mesmo no futuro”, explicou um porta-voz à BBC. Apesar desse posicionamento oficial, o próprio diretor de tecnologia do Clubhouse, David Thiel, confessou ao veículo que não enxerga o ato como malicioso. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Coincidentemente, o incidente ocorreu logo após a emissão de um alerta do Observatório da Internet da Universidade de Stanford, que se mostrou preocupado com a segurança do software após encontrar falhas estruturais de proteção em seu código-fonte. Também preocupa o fato de que parte da infraestrutura do Clubhouse é fornecida pela empresa Agora, que possui escritórios e servidores na China. Imagem: Reprodução/9to5Mac “Considere os bate-papos do Clubhouse como semipúblicos, devido aos problemas com o Agora e ao fato de que todos nós temos microfones nos celulares”, comentou Thiel em seu perfil oficial no Twitter. De fato — por mais que a ideia é que as conversas privadas sejam, bem, fechadas apenas aos convidados, várias pessoas estão usando gravadores externos para eternizar essas mensagens (especialmente aquelas com a participação de celebridades) e publicá-las no YouTube. Para o pesquisador de segurança Robert Potter, o problema é que o aplicativo é um tanto “imaturo”. O especialista acredita que é natural que os internautas passem a construir sistemas e ferramentas para extrair informações, como já acontece com outras redes sociais. O problema é que os usuários estão exageradamente entusiasmados com essa novidade social e estão deixando de adotar os bons hábitos de segurança. “O mesmo fenômeno aconteceu com o Zoom e com o TikTok. Vemos mais uma vez um aplicativo que consegue um crescimento muito alto, se torna viral e logo depois aparecem problemas de privacidade ou são encontrados bugs que não eram tão importantes quando a plataforma era menor. A segurança cibernética vem depois”, explica Potter. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

CT News - 24/02/2021 (HP anuncia aquisição da HyperX por US$ 425 milhões)

canaltech No CTN de hoje: HP anuncia aquisição da HyperX por US$ 425 milhões; Telebrás e Viasat criam antena para que carros acessem internet via satélite; Telegram agora tem função de autoexcluir mensagens em todos os chats e mais. Ouça ao podcast. Veja Mais

Samsung anuncia novo sensor de câmera de 50 MP com melhorias no autofoco

canaltech A Samsung anunciou nesta terça-feira (23) um novo sensor fotográfico da linha ISOCELL: trata-se do GN2 de 50 MP. O novo hardware traz melhorias notáveis em relação ao seu antecessor, como pixels maiores, autofoco e alcance dinâmico (HDR) aprimorados. O componente ainda não tem previsão de lançamento no mercado. Samsung anuncia novo sensor de câmera de 108 megapixels Xiaomi lança o Mi 10 Ultra com a melhor câmera já vista em um celular Principais características O ISOCELL GN2 oferece os mesmos 50 MP de resolução do modelo anterior, mas conta com um sensor de 1/1.2" de tamanho e pixels de 1,4 micrômetros (μm), combinação que promete maior sensibilidade à luz. Diferentemente da versão de 108 MP do S21 Ultra, que junta nove pixels em um para produzir uma imagem de maior qualidade, o GN2 combina quatro pixels em um, o que ainda é muito bom. (Imagem: Reprodução/XDA-Developers) Um dos diferenciais do novo hardware é a tecnologia inédita Dual Pixel Pro por detecção de fase (PDAF). Segundo a Samsung, a solução oferece foco em todas as direções, dividindo os pixels não apenas na vertical, como acontece no Dual Pixel; mas também na diagonal — na prática, essa ampla cobertura permite que o sensor reconheça com mais precisão as partes superior e inferior do quadro, resultando em um foco mais rápido. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- O sensor traz a tecnologia Smart ISO Pro, que ajusta de forma automática o ganho de conversão do componente e permite que a foto seja tirada usando o ISO ideal. O recurso também tira e processa rapidamente vários quadros com ISO alto, o que ajudaria a melhorar as imagens em cenários noturnos. Mesmo que o ISOCELL GN2 ofereça menos resolução em relação ao HM3 de 108 MP, a Samsung adicionou uma opção para fotografar em até 100 MP. A empresa explica que o sensor cria três camadas individuais de 50 MP nas cores primárias verde, vermelho e azul. No pós-processamento, os quadros são redimensionados e mesclados para produzir uma única imagem de 100 MP. Além disso, a Samsung afirmou que o ISOCELL GN2 pode gravar vídeos em 8K, Full HD a 480 quadros por segundo (fps) e 4K a 120 fps. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Mass Effect pode ganhar uma série estrelada por Henry Cavill

Mass Effect pode ganhar uma série estrelada por Henry Cavill

Tecmundo Henry Cavill não é estranho ao mundo dos videogames. Afinal, o ator já interpretou o bruxo Geralt na série The Witcher da Netflix! Mas parece que o astro ainda tem mais um grande papel inspirado em RPGs de sucesso a caminho, como uma possível adaptação de Mass Effect!O boato começou quando o próprio Henry Cavill postou em seu Instagram pessoal uma foto sua durante o processo de maquiagem em um estúdio. Como a imagem original estava bem desfocada, era difícil ver exatamente o que ele estava segurando:Leia mais... Veja Mais

Por Trás de Seus Olhos: série da Netflix tem final surpreendente (Crítica)

Por Trás de Seus Olhos: série da Netflix tem final surpreendente (Crítica)

Tecmundo A série Por Trás De Seus Olhos, inspirada no romance homônimo de Sarah Pinborough, provou mais uma vez que, se tem uma coisa que a Netflix sabe fazer, essa coisa é desenvolver boas produções de mistério. O thriller romântico parece apenas mais uma história de triângulo amoroso. Porém, aos poucos, a narrativa começa a ganhar elementos suspeitos e termina com uma reviravolta que nenhum espectador estava preparado. Leia mais... Veja Mais

Elon Musk perde US$ 30 bilhões em menos de 24 horas

Elon Musk perde US$ 30 bilhões em menos de 24 horas

Tecmundo Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, não é mais o homem mais rico do mundo. Em menos de 24 horas, o empreendedor perdeu cerca de US$ 30 bilhões do seu patrimônio líquido.Agora, a fortuna de Musk vale US$ 183 bilhões, colocando-o em segundo lugar na lista das pessoas mais ricas do mundo. Jeff Bezos, fundador da Amazon, assume novamente a primeira posição com um patrimônio de US$ 186 bilhões.Leia mais... Veja Mais

Bolsonaro se irrita e encerra abruptamente entrevista após pergunta sobre Flávio

O Tempo - Política Entrevista coletiva foi no aeroporto de Rio Branco, no Acre; Pazuello estava no local e saiu na sequência balançando a cabeça, em sinal de contrariedade Veja Mais

Ataques hacker a hospitais e farmacêuticas aumentam com a pandemia, aponta IBM

G1 Economia Organizações e empresas ligadas ao combate à Covid-19 foram duas vezes mais atacadas pelos cibercriminosos em 2020 na comparação com o ano anterior. Em dezembro de 2020, IBM alertou que hackers tentaram obter informações sobre processo de logística da vacina contra Covid-19. REUTERS/Dado Ruvic Organizações e empresas ligadas ao combate à Covid-19 foram grandes alvos para os hackers durante o ano de 2020, segundo um relatório divulgado pela IBM nesta quarta-feira (24). Hospitais, fabricantes de produtos farmacêuticos e empresas de energia que alimentam a cadeia de suprimentos relacionadas com a pandemia foram duas vezes mais atacados do que em 2019, segundo o estudo. Esse grupo de organizações representou 6,6% das ameaças digitais detectadas em 2020, comparado com 3% do ano anterior. A análise foi feita a partir de dados de 130 países, incluindo o Brasil. O relatório indica que os criminosos estão de olho em infraestrutura crítica, mesmo que não estejam ligadas ao combate à pandemia. No início de fevereiro, um hacker conseguiu invadir a rede de computadores de uma usina de água no estado da Flórida, nos Estados Unidos, e tentou contaminá-la com um aditivo químico, mas não teve sucesso. Mensagens com iscas Em dezembro passado, a própria IBM alertou que o processo de transporte de vacinas contra Covid-19 era alvo de hackers. Na ocasião, cibercriminosos enviaram e-mails falsos para tentar obter informações. Esse tipo de golpe de mensagens falsificadas que tentam enganar as pessoas ao se passar por alguém confiável é conhecido como "phishing" e costuma figurar como a modalidade de ataque mais popular. Empresas e marcas que se popularizaram diante da pandemia e da necessidade de trabalhar remotamente foram utilizadas como iscas pelos criminosos, segundo a IBM. Saiba mais: 2020, um ano vivido pelas telas Como fazer ligações em vídeo para várias pessoas ao mesmo tempo Google, Dropbox, YouTube, Facebook e Amazon foram as marcas mais "falsificadas" nesses tipos de golpes. Em muitas ocasiões, o hacker envia um e-mail pedindo para a pessoa recuperar a sua senha ou fornecer dados sensíveis. Método preferido Embora o "phishing" tenha figurado como método preferido de ataque por anos, isso mudou em 2020. A maneira mais bem-sucedida de ataques foi verificando e explorando vulnerabilidades (35%) de sistemas digitais. A proteção mais recomendada para esses casos é manter sempre os dispositivos e aplicativos atualizados. Vírus de resgate Os cibercriminosos também privilegiaram ataques por vírus de resgate (ransomware), em que o hacker consegue bloquear os arquivos da vítima e cobra um valor para liberar o conteúdo. Esses ataques foram responsáveis por 23% do total dos incidentes de segurança detectados no relatório da IBM – uma alta de 20% em relação a 2019. O crescimento dessa modalidade está relacionado com os possíveis lucros: a companhia estima que o vírus de resgate “Sodinokibi” rendeu US$ 120 milhões (R$ 650 milhões) aos cibercriminosos. Entretanto, a recomendação de especialistas é nunca pagar o resgate. Metade das campanhas de vírus de resgate usaram a “extorsão dupla”, quando o criminoso pede dinheiro para restaurar o acesso aos arquivos e outra quantia para não vazar os dados que ele roubou. É possível recuperar arquivos sequestrados por vírus de resgate? Veja mais dicas de segurança digital: Dicas para se proteger de vazamentos de dados: Veja Mais

Maioria no STF é contra cobrança de adicional de ICMS no comércio eletrônico

Valor Econômico - Finanças É possível, no entanto, que a decisão — se mantida até a conclusão do julgamento — tenha validade somente para o futuro O Supremo Tribunal Federal (STF) já tem a maioria dos votos necessários contra a possibilidade de os Estados cobrarem o adicional de ICMS no comércio eletrônico, sem uma lei complementar federal que regulamente o tema. Dos oito ministros que já votaram, seis se posicionaram desta forma. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Hong Kong lança plano de US$ 15,5 bilhões para estimular economia

Valor Econômico - Finanças “Mesmo que nosso déficit atinja uma alta histórica, medidas anticíclicas ainda são muito necessárias para dar um novo impulso à nossa economia”, disse o secretário de Finanças da cidade O governo de Hong Kong anunciou nesta quarta-feira (24) um pacote de estímulos de cerca de US$ 15,5 bilhões para estimular a economia da cidade, afetada pela pandemia de covid-19. O secretário de Finanças de Hong Kong, Paul Chan, disse, hoje, que o déficit orçamentário no ano fiscal que terminará em 31 de março chegará a cerca de US$ 33,2 bilhões, o maior já registrado, devido ao pacote de US$ 38,7 bilhões em alívio implementado pelo governo local em 2020. Prevendo o fim da recessão na cidade, que começou em 2019, Chan afirmou que o Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer entre 3,5% e 5,5% neste ano, com a retomada da economia graças à campanha de vacinação contra a covid-19. “Mesmo que nosso déficit atinja uma alta histórica, medidas anticíclicas ainda são muito necessárias para dar um novo impulso à nossa economia”, disse Chan, em seu discurso sobre o orçamento da cidade. “Os dias não têm sido fáceis para todos e posso sentir a dor dos cidadãos… Temos que navegar juntos pela tempestade.” Chan alertou que Hong Kong pode ter déficits orçamentários até pelo menos 2025 por causa das medidas relacionadas à pandemia e do aumento das despesas. Para o próximo ano fiscal, a expectativa é que o déficit chegue a US$ 13,1 bilhões, o equivalente a 3,6% do PIB. O pacote de estímulos prevê a distribuição aos moradores da cidade de cupons de US$ 645 para serem gastos em compras virtuais, além de descontos nos impostos e garantia de empréstimos a juros baixos para os desempregados. Por outro lado, o governo aumentará o imposto cobrado nas negociações de ações de 0,1% para 0,13% para aumentar sua receita. Os órgãos governamentais deverão reduzir suas despesas em 1% no ano fiscal que começa em abril de 2022, devido à queda nas expectativas de receita. O governo expandirá a emissão de “títulos verdes” para US$ 25,7 bilhões e também buscará vender novos títulos indexados à inflação. Embora Chan tenha afirmado que este é o “momento errado” para alterar as alíquotas de impostos sobre salários e lucros, especialistas pedem uma reforma tributária para aumentar a receita do governo no longo prazo. “Durante anos, temos pedido ao governo para ampliar a base tributária e considerar o aumento de impostos”, disse William Chan, sócio da Grant Thornton Hong Kong. “A sociedade precisa dar início a essas discussões o mais rápido possível. Isso precisa ser feito mais cedo ou mais tarde para atingir o equilíbrio fiscal.” Veja Mais

LinkedIn está criando marketplace para empresas e freelancers

LinkedIn está criando marketplace para empresas e freelancers

Tecmundo O LinkedIn pode ganhar em breve uma página de marketplace para conectar empresas e profissionais autônomos que oferecem serviços de curta duração. De acordo com informações obtidas pelo The Information, a rede social da Microsoft está trabalhando em uma nova forma de rivalizar com startups que oferecem serviços do tipo para freelancers, como a Fiverr e a Upwork.O marketplace estaria sendo desenvolvido por uma equipe liderada por Matt Faustman, antigo comandante da empresa UpCounsel. A companhia possuía uma plataforma que conectava advogados e clientes, mas foi fechada no ano passado após ser fundida com o LinkedIn.Leia mais... Veja Mais

Petróleo fecha nos maiores níveis desde janeiro de 2020

Valor Econômico - Finanças Os preços foram impulsionados pela queda acentuada nos estoques de destilados e pelos recuos da produção de energia provocados pelas tempestades de inverno da semana passada nos EUA Os futuros do petróleo atingiram novas altas de 13 meses nas negociações desta quarta-feira (24), uma vez que dados do governo dos Estados Unidos mostraram que as ofertas semanais de petróleo aumentaram devido a uma queda acentuada nos estoques de destilados. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Grupo de trabalho discute segurança nacional e a tecnologia 5G - 24/02/21

Grupo de trabalho discute segurança nacional e a tecnologia 5G - 24/02/21

Câmana dos Deputados O Grupo de trabalho criado pela Câmara para acompanhar a implantação da tecnologia 5G no Brasil ouviu representantes do governo e especialistas na área de segurança da informação e geopolítica. Na opinião deles o país tem que criar mecanismos de proteção de dados e evitar que a empresa fornecedora da tecnologia atente contra a soberania nacional. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Tecnologia5G Veja Mais

WoW Shadowlands terá Sylvana Correventos entre seus chefes desafiadores

WoW Shadowlands terá Sylvana Correventos entre seus chefes desafiadores

Tecmundo World of Warcraft é uma das principais franquias da Blizzard e, como tal, o lançamento da expansão Shadowlands naturalmente a colocou como um dos principais destaques da feira BlizzConline 2021, onde a próxima atualização, Correntes da Dominação, foi revelada!A convite da produtora, tivemos a oportunidade de conversar com exclusividade com Frank Kowalkowski, o diretor técnico de WOW Shadowlands, e com Jeremy Feasel, o seu game designer principal. Confira a seguir como foi o nosso papo!Leia mais... Veja Mais

Facilitou nossa vida: Waze ganha integração com Google Assistente em português

canaltech Durante o evento Waze On realizado nesta quarta-feira (24), o aplicativo de navegação geográfica Waze anunciou uma novidade bem bacana para os seus usuários: a integração do serviço com o Google Assistente está finalmente disponível no Brasil. Isso significa que você poderá usar comandos de voz para, por exemplo, realizar pesquisas, procurar pontos de interesse, configurar trajetos e reportar problemas na via. Waze ou Google Maps: quais as vantagens e desvantagens de cada um? Como montar uma rota com paradas no Waze 6 funções pouco conhecidas do Waze que facilitarão sua vida A funcionalidade já estava disponível na maioria dos países que falam a língua inglesa, mas só agora foi expandida para, além do território, México, Espanha e França. Basta dizer “Ok Google” para relatar, por exemplo, trechos de tráfego lento, blitze policiais, buracos na via, acidentes e outros tipos de alertas. Também é possível consultar informações na web sem a necessidade de tirar as mãos do volante. “A parceria com o Google Assistente reforça o compromisso do Waze em fornecer para os usuários a direção mais tranquila para o seu caminho. Após o lançamento em países de língua inglesa, ficamos entusiasmados em ajudar ainda mais pessoas a otimizar sua jornada, expandindo o recurso internacionalmente”, explica Nathanaelle Klein, gerente de produto do Waze. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- “Agora, todos os usuários do Waze no Brasil, México, Espanha e França poderão acessar o comando de voz do Google, minimizando distrações durante a navegação”, conclui o executivo. É interessante notar que, embora bem-vinda, a integração é natural, uma vez que o Waze pertence à Google desde 2013. A atualização já está disponível a partir desta quarta-feira, tanto para iOS quanto para Android. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Plenário aprova admissibilidade de PEC sobre imunidade e prisão de parlamentares - 24/02/2021

Plenário aprova admissibilidade de PEC sobre imunidade e prisão de parlamentares  - 24/02/2021

Câmana dos Deputados A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (24) a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição 3/21, que restringe a prisão em flagrante de parlamentar somente se relacionada a crimes inafiançáveis listados na Constituição, como racismo e crimes hediondos. O Plenário aprovou, por 304 votos a 154 e 2 abstenções, o parecer favorável da relatora, deputada Margarete Coelho (PP-PI). Como a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) ainda não foi instalada, a deputada foi designada relatora de Plenário em nome da comissão. Nesta quinta-feira (25), às 10 horas, os líderes partidários farão reunião para tentar chegar a um texto de maior consenso sobre o mérito da matéria, que deverá ser votado em sessão marcada para as 15 horas do mesmo dia. Margarete Coelho será relatora também em nome da comissão especial e adiantou que fará mudanças em alguns pontos, como sobre a inelegibilidade e as condições para a prisão em flagrante. A PEC foi apresentada pelo deputado Celso Sabino (PSDB-PA), com o apoio de outros 185 deputados. Decisão monocrática O texto original da PEC também proíbe a prisão cautelar por decisão monocrática, ou seja, de um único ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), como ocorreu com o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), cuja prisão foi decretada inicialmente pelo ministro Alexandre de Moraes e referendada depois pelo Pleno da Corte. Fonte: Agência Câmara de Notícias Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #ImunidadeParlamentar #VotaçõesEmPlenário Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/60429 Veja Mais

Grandes galáxias estão "canibalizando" o gás de suas vizinhas menores

canaltech Hoje, sabemos que as grandes galáxias costumam “roubar” o gás que ocupa o espaço entre as estrelas das galáxias menores. Agora, em um novo estudo, uma equipe de astrônomos de instituições diversas descobriu que estas colegas menores têm menos gás molecular em seus centros. Esse gás é responsável pela formação de novas estrelas, e o estudo mostrou que uma parte dele é perdida quando estas galáxias se aproximam de outras maiores. "Fóssil" de antiga galáxia sugere que a Via Láctea teve origem incomum Como são as galáxias além da Via Láctea? Conheça os principais tipos Astrônomos observam uma galáxia no fim de sua vida pela primeira vez Adam Stevens, astrofísico que liderou o estudo, explica que este gás é como o "sangue vital" das galáxias, e a presença contínua dele permite que elas continuem crescendo e formando estrelas — sem ele, as galáxias acabam estagnadas. Embora já se soubesse que as maiores acabam “roubando” o gás atômico dos arredores das menores, ainda não havia testes com o gás molecular com o mesmo nível de detalhes.  Imagens de uma galáxia perdendo gás em diferentes ângulos; da esquerda para a direita, é possível ver o gás atômico, molecular, o gás total, as estrelas e a matéria escura (Imagem: Reprodução/Adam Stevens/ICRAR) Barbara Catinella, astrônoma e professora que integrou a equipe, comenta que as galáxias não costumam viver sozinhas, e que a maior parte delas tem “amigas” próximas. “Quando uma galáxia se move através do meio intergaláctico quente, ou halo, um pouco do gás frio é perdido”, explica. Assim, os pesquisadores do estudo realizaram simulações para prever a quantidade dos gases atômico e molecular que deveriam ser observados por estudos feitos com o observatório de Arecibo, em Porto Rico, e o telescópio IRAM 30, na Espanha.  -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Catinella também liderou o estudo do gás atômico feito com o observatório de Arecibo, e diz que o IRAM observou o gás molecular em mais de 500 galáxias. Essas observações foram profundas, feitas com a maior amostra dos dois gases no universo local. Depois, os astrônomos utilizaram as observações dos telescópios e as compararam com previsões da quantidade de gás esperada em cada observação, e perceberam que elas eram bem similares. Essa descoberta corresponde a evidências anteriores, que sugeriam que as galáxias satélites têm taxas mais lentas de formação estelar. Stevens explica que o gás roubado inicialmente vai para o espaço em torno da galáxia maior, e "pode acabar distribuído na maior ou simplesmente fica fora dela, nos arredores", disse. Mesmo assim, na maioria das vezes, a galáxia menor está condenada a se fundir com a maior. É comum que as menores sobrevivam por até 2 bilhões de anos e acabem se fundindo com a central: "isso afeta quanto gás elas têm quando se fundirem, o que vai afetar a evolução do sistema". Assim, quando as galáxias ficam grandes o suficiente, elas começam a depender da "canibalização" das menores para conseguir matéria. O artigo com os resultados do estudo será publicado na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

YouTube anuncia contas supervisionadas para crianças e adolescentes

canaltech “YouTube” e “crianças” sempre foram palavras que, juntas, costumam simbolizar problemas. Afinal, a maior plataforma de vídeos da internet possui muito conteúdo impróprio para os pequenos — mesmo para aqueles que estão acima da idade mínima requerida para a criação de uma conta (13 anos). A companhia tentou resolver essa questão com o YouTube Kids, mas ele é focado demais em conteúdos exageradamente infantis. Como usar e configurar o YouTube Kids O YouTube não é um lugar seguro para crianças, e não está preocupado com isso 10 canais do YouTube para entreter seus filhos durante a quarentena Pensando nisso, o serviço anunciou, nesta quarta-feira (24), as contas supervisionadas, que nada mais são do que sua própria aposta em uma tendência já adotada por várias redes sociais. O nome já diz tudo: os tutores poderão criar uma conta para seus filhos e monitorar a sua atividade dentro do YouTube, escolhendo dentre três níveis de conteúdo pré-configurados pela própria plataforma. O primeiro nível é o “Explore”, para crianças prontas para evoluir do YouTube Kids e que restringe a exibição para conteúdos agradáveis para maiores de nove anos (vlogs, games, clipes musicais, notícias etc.). Em seguida, temos o “Explore More”, apropriado para maiores de 13 anos e que libera transmissões ao vivo. Por fim, o “Most of YouTube” desbloqueia quase todos os vídeos da plataforma, com exceção aos sensíveis. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- “Esta opção foi projetada para pais que acreditam que seus filhos estão prontos para explorar o vasto universo dos vídeos do YouTube. Usaremos uma combinação de feedbacks dos usuários, machine learning e moderação humana para determinar quais vídeos serão incluídos. Sabemos que nossos sistemas vão cometer erros e continuarão a evoluir com o tempo”, explica a companhia. Imagem: Divulgação/YouTube É interessante ressaltar que, para a criança ou adolescente, nada muda — a interface continuará sendo a tradicional do YouTube que todos nós conhecemos. Por trás das cortinas, porém, os tutores terão acesso ao histórico de vídeos reproduzidos e até mesmo de pesquisas que os baixinhos estão fazendo na plataforma, além de embutir controles parentais do Google Family Link (incluindo tempo máximo de uso do app). Naturalmente, alguns recursos também são desativados para a segurança do menor de idade. Anúncios personalizados, por exemplo, estão de fora das contas supervisionadas (afinal, isso seria até ilegal por parte do aplicativo). Inicialmente, também não será possível visualizar ou publicar comentários — sabemos que esse campo costuma ser palco para discussões pouco saudáveis e até mesmo para a prática de bullying. Imagem: Divulgação/YouTube Não pense, porém, que o YouTube desistiu do Kids: o aplicativo dedicado continuará se expandindo. “Já disponível em mais de 80 países, cerca de 35 milhões de espectadores usam o YouTube Kids todas as semanas. Continuaremos expandindo a disponibilidade do produto, adicionando novos recursos e oferecendo várias novas ferramentas para os pais, como uma opção para os pais selecionarem vídeos e canais específicos do YouTube que eles gostariam que seus filhos explorassem no Kids”, explica a companhia. As contas supervisionadas ainda estão em fase de teste e não há uma data específica para que o recurso seja disponibilizado abertamente. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

21 atalhos do Discord para você usar no PC

canaltech O Discord (Android | iOS | Windows e Mac) é um aplicativo de mensagens mais conhecido entre os gamers e por quem grava podcasts, mas que tem se popularizado por outros nichos, sendo uma alternativa ao Slack, por exemplo. Nele é possível conversar por mensagens de texto ou áudio e organizar as conversas por canais, além de estar disponível a opção de utilizar bots que fazem tarefas automatizadas. O que é Discord e como criar uma conta para usar no celular e no PC Discord: como criar cargos na plataforma Como encontrar e criar servidores no Discord Com o home office, utilizar o PC se tornou mais cômodo para enviar mensagens; para facilitar ainda mais, é possível utilizar diversos atalhos para facilitar o uso do serviço. Confira abaixo os principais atalhos do Discord para usar no seu PC usando o teclado do seu computador. Nota: abaixo estão listados os comandos para computadores com o sistema operacional Windows; para os computadores com macOS, o “Ctrl” deve ser substituído por “Cmd” e o “Alt” por “Opt”. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Principais atalhos para o Discord Navegação no servidor e no canal Ctrl + Alt + setas para cima/baixo: Navegar entre os servidores Alt + setas para cima/baixo: Navegar entre os canais Ctrl + B: Voltar ao canal anterior Ctrl + Alt + A: Voltar ao canal de áudio Como enviar gifs (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela) Leitura rápida de mensagens Alt + Shift + setas para cima/baixo: Navegar entre canais não lidos Ctrl + Shift + Alt + setas para cima/baixo: Navegar entre canais não lidos com menções Esc: Marcar canais como lidos Shift + Esc: Marcar servidor como lido Shift + Page Up: Ir para a mensagem mais antiga não lida Chamadas Ctrl + Enter: Atender chamadas Esc: Recusar chamada recebida Como enviar arquivos (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela) Outros Ctrl + Shift + U: Carregar um arquivo Ctrl + E: Alternar para selecionar emoji Ctrl + Shift + N: Criar ou entrar em um servidor Ctrl + Shift + T: Criar um grupo privado Ctrl + U: Alternar a lista de membros do canal Ctrl + K: Encontrar ou iniciar uma mensagem direta Alt + tecla de seta para a esquerda: Retornar ao canal de áudio Alt + tecla de seta para a direita: Retornar ao canal de texto anterior Ctrl + U: Alternar a Lista de Membros do Canal Ctrl + E: Alternar para selecionar emoji Ctrl + Shift + H: Obter ajuda Conhece algum atalho para o Discord que não compartilhamos? Comente abaixo! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Lucro líquido da Petrobras despenca em 2020 e chega a R$ 7 bilhões

G1 Economia Resultado anual foi impactado pela crise da Covid-19. No quatro trimestre, por sua vez, estatal registrou lucro líquido de R$ 59,9 bilhões, ante R$ 8,15 bilhões no mesmo período de 2019. Sede da Petrobras no Rio de Janeiro Daniel Silveira/G1 A Petrobras informou nesta quarta-feira (24) que registrou lucro líquido de R$ 7 bilhões em 2020, o que representa uma queda de 82,3% na comparação com o ano anterior. No quatro trimestre, por sua vez, a estatal registrou lucro líquido de R$ 59,9 bilhões, ante R$ 8,15 bilhões no mesmo período de 2019 — o que superou as expectativas do mercado. Esse é o último resultado financeiro da estatal sob o comando de Roberto Castello Branco, que será substituído em março após interferência do presidente Jair Bolsonaro. Tenho ações da Petrobras. O que eu faço? Veja o que dizem os analistas Bolsonaro troca presidente da Petrobras; repercussão Contribuíram com o resultado anual, a queda do valor do petróleo no primeiro trimestre de 2020, por conta da pandemia, a desvalorização do real em relação ao dólar, e o lucro líquido de 2019, de R$ 40,137 bilhões. Segundo a estatal, esse foi o maior lucro nominal (sem considerar a inflação) da história da companhia. "Iniciativas que aumentaram a resiliência e eficiência e a continuidade do trabalho de redução do endividamento contribuíram para compensar parcialmente os impactos da crise", disse a Petrobras, em seu relatório financeiro. No ano, o lucro da estatal antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda ajustado) chegou a R$ 143 bilhões, aumento de 10% em relação a 2019. No quarto trimestre, a alta foi de 41%, atingindo R$ 47 bilhões. Receita e dívida líquida No quatro trimestre, a estatal registrou receita de R$ 74,97 bilhões — 6% superior à registrada no terceiro trimestre em função da valorização do preço do Brent. No ano, o valor chegou a R$ 272,07 bilhões. Por outro lado, o volume das exportações de petróleo diminuiu 12,12% no quatro trimestre, ante o período imediatamente anterior, devido à menor produção. A dívida líquida anual foi de US$ 63,2 bilhões em 2020, o que representa uma queda de US$ 15,7 bilhões em relação ao acumulado de 2019. "Menores endividamento e pagamentos de juros são fundamentais para melhorar a percepção de risco e liberar recursos a serem investidos em ativos de classe mundial, particularmente em um negócio de capital intensivo como o de petróleo", informou Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras. Troca de comando A Petrobras convocou na terça-feira (23) uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para destituir Roberto Castello Branco da presidência da estatal. Ele deverá ser substituído por Joaquim Silva e Luna, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para comandar a companhia. Em comunicado, a companhia informou que a AGE vai ser realizada antes da Assembleia Geral Ordinária (AGO) deste ano. A data ainda será definida. Com a saída de Castello Branco, terão de ser substituídos sete integrantes do conselho de administração eleitos na assembleia ordinária de 22 de julho do ano passado por voto múltiplo. São eles: Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Ruy Flacks Schneider, João Cox Neto, Paulo Cesar de Sousa e Silva, Nivio Ziviani, Omar Carneiro de Cunha Sobrinho, Leonardo Pietro Antonneli. Silva e Luna foi indicado na sexta-feira (19) pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir o comando da Petrobras. A interferência de Bolsonaro no comando da estatal provocou um forte abalo nas ações da companhia. Na segunda-feira (22), a empresa chegou a perdeu R$ 75 bilhões em valor de mercado. Vídeos: Mudança na presidência da Petrobras Veja Mais

Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular

canaltech Adiantando as novidades que farão par com o Realme GT 5G, a marca chinesa anunciou nesta quarta-feira (24) três acessórios com foco em aumentar a precisão em jogos nos celulares: um controle Bluetooth com até 80 horas de autonomia, um snap de resfriamento com miniventilador de sete pás; e uma luva especial para os dedos. Os produtos serão lançados com o novo smartphone da companhia no próximo dia 4. Realme GT tem visual confirmado em fotos oficiais; confira Realme GT 5G é confirmado e será o 1º da marca com Snapdragon 888 Realme anuncia os novos Narzo 30 Pro e 30A com preço camarada e ficha poderosa Luva para os dedos? Não, você não ouviu errado: o Mobile Game Finger Sleeves é uma luva para os dedões das mãos que traz um tecido de fibra supercondutora de prata. Aliada à espessura de apenas 0,25 milímetros (mm), o acessório promete oferecer um toque bastante responsivo e aderência máxima na hora da jogatina, além de proteger os dedos do calor do display. (Imagem: Reprodução/Realme) Os protetores para os dedos serão vendidos por 129 rúpias indianas (Rs), o equivalente a menos de R$ 10 em conversão direta. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Outro acessório apresentado é o Cooling Back Clip, uma peça com um miniventilador de sete pás e um chip dedicado na parte interna que promete reduzir quase pela metade a temperatura de um smartphone durante a jogatina em alguns minutos. Segundo a empresa, o acessório funciona tanto para dispositivos Android quanto iPhones e traz, ainda, efeitos de iluminação na região do cooler. (Imagem: Reprodução/Realme) O Cooling Back Clip será vendido por Rs 1.799, cerca de R$ 130 em conversão para o nosso mercado. Por fim, o controle gamer tem revestimento de ABS fosco e o fecho ajustável é feito de filme de hidrogel para proteger o celular. Segundo a Realme, o acessório é compatível com smartphones Android e iPhones de até 10,5 mm de espessura e 87 mm de largura, ou seja, a maioria dos modelos mais atuais. Na parte de cima, os controladores oferecem botões e gatilhos mais acessíveis e responsivos, com possibilidade de configurá-los rapidamente para desempenhar alguma função específica do jogo, como acelerar ou frear um carro. A empresa garante que o acessório tem autonomia para até 80 horas de jogatina, mas promete 10 horas de funcionamento com apenas cinco minutos na tomada. (Imagem: Reprodução/Realme) Cada parte do Mobile Game Controller chegará ao mercado por Rs 999, aproximadamente R$ 75. Os três acessórios começam a ser vendidos a partir do dia 4 de março, junto ao início das vendas do Realme GT 5G. O smartphone faz parte de uma nova categoria de aparelhos da chinesa e trará foco em jogos e alta performance. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Nave Crew Dragon vem mostrando ótimo desempenho na ISS após quase 100 dias Veja Mais

Bolsonaro entrega ao Congresso projeto que abre caminho para a privatização dos Correios

G1 Economia Proposta já tinha sido apresentada em outubro e inclui criação de agência reguladora para substituir Anatel. Na terça, governo entregou ao Legislativo MP de privatização da Eletrobras. O presidente Jair Bolsonaro entregou nesta quarta-feira (24) ao Congresso Nacional o projeto de lei que abre caminho para a privatização dos Correios. Bolsonaro foi ao prédio do Legislativo federal pela segunda vez em dois dias, acompanhado dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Fábio Faria (Comunicações). Na terça, o presidente entregou aos parlamentares uma medida provisória que busca acelerar o processo de privatização da Eletrobras (veja abaixo). Segundo material divulgado pelo governo, o texto prevê a transformação dos Correios, hoje 100% estatais, em uma sociedade de economia mista. "A premissa central do texto é permitir que os serviços postais, inclusive aqueles que atualmente são prestados pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) em regime de monopólio, possam ser explorados pela iniciativa privada. Do ponto de vista concorrencial, o texto representa um avanço, visto que elimina restrições à entrada de novas empresas, ampliando a capacidade de competição", diz material divulgado pela Secretaria-Geral da Presidência da República. Os projetos são vistos como uma forma de mostrar apoio à agenda liberal do ministro da Economia, Paulo Guedes, após as turbulências ocorridas com a troca do comando da Petrobras. Por ser de autoria do Executivo, a proposta precisa ser iniciada pela Câmara. Se o texto for aprovado, segue para a análise dos senadores. Governo disse que enviaria ao Congresso no início de 2021 projeto de privatização dos Correios O governo afirma que, enquanto o texto tramita no Congresso, fará estudos para encontrar a melhor forma de privatizar a empresa: venda direta, venda do controle majoritário ou abertura no mercado de ações, por exemplo. A proposta escolhida ainda precisará do aval do Tribunal de Contas da União (TCU). A Secretaria-Geral afirmou ainda que o projeto "não significa, por si só, qualquer decisão pela extinção dos Correios ou sequer por eventual desestatização dos serviços postais. "O objetivo é permitir que o mercado seja explorado pela Administração Pública indireta (tal como realizado atualmente), mas com a possibilidade de exploração também pela iniciativa privada. Isso poderá se dar por diversas formas, tais como concessões, cadastros ou parcerias, que serão futuramente avaliadas. O modelo final a ser adotado para o setor ainda depende de estudos econômicos e setoriais", diz o texto de divulgação. Nova agência reguladora Em outubro do ano passado, o Ministério das Comunicações informou que uma das mudanças do projeto seria a criação de uma nova agência, a Anacom (Agência Nacional de Comunicações), para substituir a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). De acordo com nota do ministério na ocasião, além dos serviços de telecomunicações (telefonia, internet, TV por assinatura), atualmente sob a responsabilidade da Anatel, a nova agência regularia também a prestação de serviços postais no país. O projeto também prevê "a obrigatoriedade, por parte da União, de garantia da prestação do Serviço Postal Universal por meio de empresa estatal", mas "permite que os serviços prestados no âmbito do Sistema Nacional de Serviços Postais sejam explorados em regime privado." Privatização prioritária A privatização dos Correios é uma das prioridades do Ministério da Economia. A estatal acumulou prejuízo de R$ 3,943 bilhões entre 2013 e 2016, mas desde 2017 vem registrando resultados positivos nos balanços anuais. Governo prevê nove privatizações em 2021, entre as quais Correios e Eletrobras Resultados financeiros dos Correios (anos de prejuízo grifados): 2010: R$ 826,947 milhões 2011: R$ 882,747 milhões 2012: R$ 1,044 bilhão 2013: - R$ 312,511 milhões 2014: - R$ 20,309 milhões 2015: - R$ 2,121 bilhões 2016: - R$ 1,489 bilhão 2017: R$ 667,308 milhões 2018: R$ 161,049 milhões 2019: R$ 102,121 milhões MP da Eletrobras Na terça (23), o governo federal entregou ao Congresso Nacional uma medida provisória (MP) que busca acelerar a privatização da Eletrobras. O texto prevê que o governo mantenha poder de veto sobre decisões da estatal por meio de ações preferenciais (golden shares). Veja os principais pontos da medida provisória de privatização da Eletrobras Na última semana, Bolsonaro causou quedas expressivas nas ações da Petrobras e da Eletrobras ao sugerir e anunciar interferências no comando das duas estatais. No caso da Eletrobras, Bolsonaro disse que o governo ia "meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também", sem esclarecer o que faria. O documento foi entregue aos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Lira afirmou que pretende pautar o texto no plenário da Câmara já na próxima semana. Veja Mais

Bolsonaro anuncia sanção de lei que determina autonomia do Banco Central

O Tempo - Política O texto vai ser publicado do Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (25) Veja Mais

PIB da Argentina encolheu 10% em 2020, segundo primeira estimativa oficial

G1 Economia No ano passado, os piores meses foram abril e maio, com quedas anuais de 25,4% e 20%, respectivamente. A economia da Argentina encolheu 10% em 2020 com base em 2019 por causa da pandemia de Covid-19, após recuar 2,2% em dezembro na comparação interanual, segundo a primeira estimativa oficial, divulgada nesta quarta-feira (24). De acordo com a Estimativa Mensal de Atividade Econômica (EMAE), em dezembro passado, a economia cresceu 0,9% em relação a novembro, a oitava melhora mês a mês. Argentina: país enfrenta um agravamento da crise econômica com a pandemia de coronavírus Reuters No ano, os piores meses foram abril e maio, quando houve uma quase paralisação das atividades pela estrita quarentena decretada no país para conter a propagação do coronavírus, com quedas anuais de 25,4% e 20%, respectivamente. A partir do terceiro trimestre, houve uma reabertura gradual da indústria e do comércio, embora tenham permanecido as restrições à circulação. Na lei de Orçamento, enviada ao Congresso em setembro, o governo tinha estimado uma queda do PIB de 12,1% em 2020. Na comparação interanual, em dezembro foram registrados aumentos nos setores de intermediação financeira (+11,3%), comércio atacadista, varejista e reparos (+10,7%), e recuos no setor de hotéis e restaurantes (-47,1%) e no de transportes e comunicações (-19,2%), segundo dados do Instituto Nacional de Estatísticas e Censo (Indec). Enquanto isso, no acumulado de 2020, só dois setores tiveram aumentos: intermediação financeira (+2,1%) e eletricidade, gás e água (+0,8%). Todos os outros setores registraram quedas, entre elas a mais pronunciada foi o de hotéis e restaurantes, com um recuo de 48,6%. Enquanto isso, outras atividades de serviços comunitários, sociais e pessoais caíram 37,5%. O EMAE é tomado como uma estimativa da evolução do Produto Interno Bruto (PIB) do ano 2020, que será divulgado oficialmente em março. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

GameStop: ações sobem mais de 100% com anúncio da saída de diretor financeiro

G1 Economia Papéis da companhia negociados em Nova York avançaram 103,94%, a US$ 91,71, nesta terça. Em janeiro, empresa viu suas ações dispararem num movimento orquestrado em um fórum de discussão do Reddit. As ações da rede de lojas de videogames GameStop disparam nesta quarta-feira (24) depois que a companhia anunciou que Jim Bell, atual vice-presidente executivo e diretor financeiro, vai deixar a empresa em 26 de março. Os papéis da companhia negociados em Nova York subiram 103,94%, a US$ 91,71, nesta terça. Fachada da GameStop em Westminster, Colorado Reuters Segundo a agência Bloomberg, a saída de Bell é encarada pelos investidores como um passo para que a empresa ganhe em inovação. O modelo de negócio da GameStop é considerado bastante obsoleto. Em comunicado enviado ao mercado, a companhia informou que já busca um substituto para Bell e que candidatos internos e externos serão avaliados para o posto. Se nenhum nome for encontrado, a GameStop planeja nomear para o cargo a atual vice-presidente sênior e diretora de contabilidade, Diana Jajeh. Saga GameStop chega ao Congresso dos EUA GameStop: Quem são os amadores enfrentando os 'tubarões' de Wall Street no mercado de ações GameStop: entenda a operação por trás da disparada de ações na bolsa de NY No mês passado, as ações da GameStop dispararam num movimento orquestrado em um fórum de discussão do Reddit. Os papéis da companhia chegaram a valer US$ 325 em 29 de janeiro. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Senado aprova projeto que estabelece Marco Legal das Startups

G1 Economia Texto define regras para funcionamento do setor e cria modalidade de licitação específica para essas firmas. Proposta volta à Câmara dos Deputados. O Senado aprovou nesta quarta-feira (24), com 71 votos favoráveis e nenhum contrário, um projeto de lei com regras e mecanismos de incentivo às startups – empresas recém criadas, de baixo custo e com perfil inovador. As startups podem ser de diversos ramos, como do de tecnologia, por exemplo. Esse tipo de empresa tem baixas despesas de manutenção e, geralmente, registra um crescimento rápido de receita. A proposta teve origem na Câmara, onde foi aprovada no ano passado. O Senado alterou o conteúdo do projeto e, por isso, o texto volta à Câmara para nova análise dos deputados. Batizado de "Marco Legal das Startups", o projeto define o conjunto de regras para o funcionamento do setor. Entre outros pontos, o texto fixa regras de aporte de capitais por pessoas físicas e jurídicas e permite a participação destas empresas em licitações públicas. PEGN: entenda a proposta de Marco Legal das Startups Mercado de startups aposta no crescimento do setor de cibersegurança A matéria aprovada vale para empresário individual, empresa individual de responsabilidade limitada, sociedades empresárias e sociedades simples que atendam aos seguintes requisitos: receita bruta de até R$ 16 milhões no ano anterior ou, no caso de empresa com menos de um ano, receita de R$ 1,3 milhão multiplicado pelo número de meses de atividade no ano anterior; até dez anos de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil do Ministério da Economia; modelo de negócios inovador para a geração de produtos ou de serviços ou esteja enquadrada no regime especial Inova Simples, programa de estímulo a startups. Licitações O projeto estabelece uma modalidade especial de concorrência para startups. Segundo o texto, a administração pública poderá restringir licitações que visam à contratação de “soluções inovadoras” apenas a este tipo de empresa. A proposta diz que o edital deverá ser publicado no prazo de 30 dias corridos até a data de recebimento das propostas, que serão avaliadas e julgadas por uma comissão especial integrada por, no mínimo, três pessoas. O projeto também permite a contratação de mais de uma startup desde que previsto no edital. O julgamento das propostas apresentadas pelas empresas levará em conta, conforme a proposta: o potencial de resolução do problema pela solução proposta e, se for o caso, da provável economia para a administração pública; o grau de desenvolvimento da solução proposta; a viabilidade e a maturidade do modelo de negócio da solução; a viabilidade econômica da proposta, considerados os recursos financeiros disponíveis para a celebração dos contratos; a demonstração comparativa de custo e benefício da proposta em relação às opções funcionalmente equivalentes. Após o resultado da licitação, a administração firmará o chamado Contrato Público para Solução Inovadora. Esse contrato terá duração de um ano e poderá ser renovado por mais um ano. O valor máximo que a administração pública poderá pagar às startups é de R$ 1,6 milhão, por contrato. Capacidade de adaptação deixa startups brasileiras otimistas para retomada dos negócios Balanço nos jornais O projeto também desobriga companhias fechadas com patrimônio líquido de até R$ 78 milhões e 30 acionistas de divulgarem seus balanços em jornais de grande circulação – podendo fazer apenas pela internet. A legislação atual já dispensa desta obrigação as companhias fechadas com menos de 20 acionistas e patrimônio líquido de até R$ 10 milhões. O trecho, mantido pelo relator Carlos Portinho (PL-RJ), chegou a ser questionado pelos senadores Jorginho Mello (PL-SC) e Zenaide Maia (PROS-RN). Portinho explicou que as micro e pequenas empresas são contempladas no artigo e não terão a obrigação de publicar o balanço nos jornais impressos. São consideradas microempresas negócios com faturamento de até R$ 360 mil por ano e pequenas empresas aquelas com faturamento anual de R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões. "O texto como está apresentado ele faculta a publicação em veículos de imprensa para as empresas de pequeno porte, algumas, aquelas até o valor teto estabelecido no artigo; e para possivelmente todas as micro e pequenas empresas", disse Portinho. No ano passado, o presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória (MP), mais abrangente, para dispensar todas as empresas por sociedade anônima de publicar balanços contábeis nos jornais impressos. Na ocasião, o presidente criticou a imprensa e disse que a medida reduziria a receita dos jornais. A MP, contudo, foi derrubada na comissão mista e nem chegou a ser votada nos plenários, perdendo a validade de 120 dias. Mudanças Inicialmente, a proposta permitia a regulamentação na legislação brasileira dos planos de "stock options", que consistem num modelo de remuneração, quando a empresa possibilita a compra de ações da companhia pelo seu funcionário. Os ativos podem ser vendidos por preços mais baixos daqueles praticados no mercado. Funciona como um incentivo ao colaborador, que lucra com o crescimento da empresa. O relator, Carlos Portinho, retirou esse ponto e sugeriu que ele seja trabalhado em um projeto específico. O parlamentar explicou que o modelo não é exclusivo das startups, mas serve para outros formatos de sociedade, por isso a necessidade de uma legislação própria. Veja Mais

Parlamentares mineiros se mostram descrentes com nova promessa do metrô de BH

O Tempo - Política Na terça-feira (23), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse que o projeto “não morreu” Veja Mais

Clubhouse confirma vazamento de dados pelas mensagens de áudio

G1 Economia Um usuário foi banido da rede social ao transmitir as conversas de várias salas de bate-papo em seu site. Aplicativo Clubhouse por enquanto é exclusivo para iPhone. Reuters/Florence Lo A rede social Clubhouse confirmou que um usuário conseguiu transmitir o conteúdo do aplicativo em seu site próprio. A ferramenta, que virou moda nas últimas semanas, permite que os usuários participem de salas de bate-papo públicas ou privadas nas quais só é possível enviar mensagens de voz. Há a promessa de que o conteúdo só possa ser acompanhado ao vivo, na hora em que é postado, e não fica gravado em nenhum lugar. O que é Clubhouse? Saiba mais sobre a rede social Clubhouse: convite para o app de áudio é oferecido por mais de R$ 600 Mas pesquisadores americanos da área de cibersegurança disseram que um usuário encontrou uma maneira de transmitir os áudios do aplicativo no domingo (21/02). O Clubhouse confirmou o vazamento, que ocorre quando as informações são liberadas para um local que não possui autorização para acessá-las. A empresa disse à Bloomberg que baniu o usuário da plataforma e instalou novas configurações de segurança para evitar que as conversas voltassem a ser "vazadas". Por meio de nota, os responsáveis pela rede social disseram à BBC que gravar ou transmitir sem a permissão explícita dos participantes do chat viola os termos e condições de uso do aplicativo. Um dos porta-vozes da empresa disse: "No último fim de semana, um usuário transmitiu temporariamente várias salas de papo para um site. A conta deste indivíduo foi permanentemente banida do serviço e etapas de segurança adicionais para impedir que outras pessoas façam o mesmo no futuro." O Observatório da Internet da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, relatou o incidente em primeira mão, mas o diretor de tecnologia do Clubhouse, David Thiel, afirmou que o vazamento de dados não foi malicioso. Clubhouse permite apenas conversas por áudio, que não podem ser gravadas Reprodução O pesquisador de segurança cibernética Robert Potter, que construiu o Centro de Operações de Segurança Cibernética do jornal americano Washington Post, concorda. Ele explicou que um "vazamento de dados" é diferente de uma "violação de dados". No segundo caso, a invasão é deliberada e geralmente realizada por alguém que ataca um sistema para roubar informações valiosas. Já o vazamento de dados é um incidente em que informações confidenciais são divulgadas em um ambiente não autorizado. Segundo Potter, o incidente ocorreu porque um indivíduo percebeu que era possível estar em várias salas de chat ao mesmo tempo. Ao entender como a mecânica do aplicativo funcionava, o usuário conseguiu então conectar os códigos de programação do Clubhouse ao seu site e, essencialmente, "compartilhou" remotamente com qualquer pessoa na internet os bate-papos em áudio. "Se o app ficar popular, as pessoas farão programações e serviços terceirizados que extraem os dados - como já acontece, por exemplo, com vários programas que conseguem informações através do Twitter", disse Potter à BBC. Preocupações de segurança O incidente do último domingo ocorreu depois que o Clubhouse declarou que os dados dos usuários não poderiam ser roubados por cibercriminosos ou hackers patrocinados pelo Estado, em resposta a um alerta emitido pelo Observatório da Internet da Universidade de Stanford. O instituto é chefiado pelo ex-líder de segurança do Facebook, Alex Stamos. Os pesquisadores de Stanford descobriram várias falhas de segurança, incluindo o fato de que os números de identificação exclusivos dos usuários e os códigos das salas de bate-papo estavam sendo transmitidos em textos simples, o que permitiria vários tipos de manipulação. Os especialistas também se mostraram preocupados que o governo chinês pudesse obter acesso aos arquivos de áudio brutos nos servidores do Clubhouse, uma vez que sua infraestrutura é fornecida por uma empresa de engajamento em tempo real chamada Agora, que tem escritórios em Xangai (China) e San Francisco (Estados Unidos). Quando a Agora tornou-se uma empresa pública e passou a vender ações na bolsa de valores em julho de 2020, os relatórios da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) indicavam que seria necessário "fornecer assistência e apoio de acordo com a lei para segurança pública e autoridades de segurança nacional para proteger a segurança nacional ou ajudar nas investigações criminais", em razão dos laços da companhia com a China. Os especialistas de Stanford informaram o Clubhouse sobre as falhas e, em 12 de fevereiro, anunciaram que estavam trabalhando com a empresa responsável pelo aplicativo para melhorar a sua segurança. Bate-papos "quase" públicos Embora pareça alarmante ouvir que as conversas de áudio no Clubhouse podem ser retiradas do aplicativo, isso não é um fato exatamente novo. Vários usuários já estão utilizando as funções de gravação de áudio ou captura de tela de seus dispositivos para gravar conversas de celebridades, como Elon Musk e Kevin Hart, para depois enviá-las ao YouTube. Novamente, isso vai contra os termos de serviço do aplicativo, mas significa que ninguém deve esperar que suas conversas sejam realmente privadas, avisa Thiel. "Considere os bate-papos do Clubhouse como semipúblicos, devido aos problemas com o Agora e ao fato de que todos nós temos microfones nos celulares", ele tuitou. Já Potter acredita que o problema esteja no fato de o Clubhouse ainda ser um serviço jovem e imaturo. "Há um monte de usuários que ficaram realmente entusiasmados porque é uma coisa nova e porque você precisa de um convite para participar", conta. "O mesmo fenômeno aconteceu com o Zoom e com o TikTok. Vemos mais uma vez um aplicativo que consegue um crescimento muito alto, se torna viral e logo depois aparecem problemas de privacidade ou são encontrados bugs que não eram tão importantes quando a plataforma era menor. A segurança cibernética vem depois." Potter acrescentou que os consumidores precisam ser realistas sobre o que os serviços como o Clubhouse fazem com seus dados. "As pessoas devem perceber que a privacidade e a segurança cibernética das novas plataformas de mídia social não serão tão boas quanto as de outras redes mais maduras", compara. "Se você for um dos primeiros a adotar e experimentar novos aplicativos e novos smartphones, sempre aparecerão bugs", completa. Saiba como se proteger de vazamento de dados Veja Mais

Reunião da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas - 24/02/21 16:04

Reunião da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas - 24/02/21 16:04

Câmana dos Deputados A Frente Parlamentar de Apoio a Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas reúne-se virtualmente para discutir a situação dessas instituições na pandemia de Covid-19. No encontro, também foi debatida a necessidade de se agilizar operações de crédito em prol delas. Coordenada pelo deputado Antonio Brito (PSD-BA), a frente é composta por 248 deputados e 18 senadores. Fonte: Agência Câmara de Notícias Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/60406 #CâmarDosDeputados #SantasCasas #SaúdePública Veja Mais

LG desiste de vender fábrica de Taubaté para grupo do Vietnã

canaltech A LG conversou com uma empresa vietnamita para vender as fábricas de celulares no país asiático e em Taubaté, interior de São Paulo. O Vingroup, terceiro maior produtor de celulares do Vietnã, teria demonstrado interesse nas instalações pertencentes à sul-coreana. LG nega que desenvolvimento de celular com tela rolável tenha sido suspenso iPhone dobrável pode ser criado em parceria com a LG Um executivo de alto escalão da indústria, que ficou sabendo das conversas, contou ao site Korea Times que a venda não foi para frente. “A LG negociou com o Vingroup para vender suas fábricas de celulares no Vietnã e Brasil, mas as conversas foram encerradas por conta de diferenças no preço”, informou a fonte, segundo a qual a sul-coreana agora busca um novo comprador para as instalações. Ainda de acordo com o executivo, a LG pode adaptar as fábricas para outras áreas da própria empresa. “Como o Vingroup ofereceu um valor mais baixo do que o esperado, a LG vai procurar outro comprador. Ou pode transformar essas linhas de produção no exterior para fabricar eletrodomésticos”, disse. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- A LG ainda busca soluções para sua divisão de smartphones, e pretende manter a propriedade intelectual da área ao mesmo tempo em que busca abater parte dos prejuízos causados por ela nos últimos anos. A sul-coreana também estuda realocar funcionários para outras áreas dentro da própria companhia para reduzir impactos da reestruturação. Futuro da divisão mobile Um representante da LG reforçou ao Korea Times que “todas as possibilidades para a divisão mobile ainda estão abertas”. A expectativa é de que a companhia tome uma decisão até o final do primeiro trimestre, ou seja, até o final de março. Segundo os rumores, a empresa teria suspendido temporariamente o desenvolvimento de novos dispositivos, informando aos fornecedores que parassem de produzir componentes — o que a LG nega. Os prejuízos na divisão de celulares da LG não são novidade para quem acompanha de perto o noticiário da área. A empresa não consegue fechar com lucro em smartphones há cinco anos e realizou diversas mudanças de estratégia e executivos para tentar reverter o quadro, todas aparentemente sem muito sucesso. No ano passado, a perda estimada na divisão de smartphones da LG ficou em torno de US$ 720 milhões, e o acumulado desde 2015 já ultrapassa os US$ 4,5 bilhões. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Crítica | Por Trás de Seus Olhos manipula o espectador para surpreender no final Veja Mais

PGR denuncia Chinaglia, Cunha e Marcelo Odebrecht por corrupção e lavagem de dinheiro

Valor Econômico - Finanças Segundo a denúncia, o grupo Odebrecht pagava vantagens aos parlamentares em troca de apoio A Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou denúncia contra o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) e outras 15 pessoas investigadas pela Operação Lava-Jato, entre elas o empresário Marcelo Odebrecht. O grupo é acusado de praticar os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro entre 2008 e 2014. O inquérito, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), foi aberto com base na delação de executivos e ex-executivos da Odebrecht. A peça é assinada pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e pela subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo. O relator do inquérito no STF é o ministro Edson Fachin. Arlindo Chinaglia Câmara dos Deputados Segundo a denúncia, o grupo Odebrecht pagava vantagens indevidas aos parlamentares em troca de apoio para pautas de interesse da empresa no Congresso. A PGR acusa Chinaglia de pedir propina a Marcelo Odebrecht, no valor total de R$ 10 milhões, por meio de Cunha. O pagamento teria como contrapartida a atuação em benefício da empreiteira em projetos hidrelétricos do rio Madeira, em Rondônia. Segundo a denúncia, o petista recebeu pelo acordo R$ 8,7 milhões, divididos em 36 pagamentos. Para a PGR, os denunciados, "de forma livre e consciente, em comunhão de desígnios, ocultaram e dissimularam a origem, a natureza, disposição, movimentação e a propriedade, bem como ocultaram e dissimularam a utilização dos valores provenientes de infração penal, por meio da conversão em ativos lícitos do montante total". Em relação a Marcelo Odebrecht, devido ao acordo que tem com a Lava-Jato, o mais provável é que o processo seja suspenso, como já aconteceu em outras denúncias. Procurado, o advogado do empresário, Eduardo Sanz, diz que ainda não teve acesso à denúncia. "No entanto, Marcelo como colaborador da Justiça irá prestar todos os esclarecimentos nos autos, sempre reafirmando seu compromisso como acordado", disse. O Valor procurou Chinaglia e a defesa de Cunha, mas não obteve resposta. Veja Mais

Haddad vai entregar a Kalil plano de reconstrução do país para antes de 2022

O Tempo - Política Haddad diz que não há tempo de esperar as eleições e espera que o prefeito da capital ajude nas agendas em Brasília Veja Mais

Cientistas conseguem cultivar microrganismo em meteorito vindo de Marte

canaltech Possivelmente, Marte teve um passado com condições bem mais hospitaleiras do que possui hoje. Ao invés do planeta frio e árido que é, nosso vizinho parece ter contado com água líquida, temperaturas amenas e maior pressão atmosférica, que poderiam ter permitido a ocorrência de vida. Em um novo estudo, cientistas utilizaram uma amostra de rocha marciana para tentar cultivar um microrganismo que vive em condições extremas na Terra, e tiveram sucesso. Existiu ou existe vida em Marte? Esses 3 cenários podem explicar a questão Em estudo, pesquisadores mostram por que é tão difícil encontrar vida em Marte A subsuperfície de Marte pode ser o local ideal para a vida ter se abrigado Em algum ponto bem remoto da história de Marte, o planeta pode ter tido condições bem mais parecidas com aquelas que temos na Terra, o que talvez tenha permitido a ocorrência da vida como conhecemos. Assim, as várias evidências das condições do antigo ambiente marciano vêm impulsionando o lançamento de missões para a busca de bioassinaturas deixadas por formas de vida, se tiverem existido. Neste cenário, as primeiras formas de vida do Planeta Vermelho teriam que ter sido capazes de utilizar os recursos disponíveis por lá para obter energia. Os organismos quimiolitotróficos, por exemplo, obtêm energia a partir de rochas. Assim, os pesquisadores consideraram que formas de vida deste tipo teriam existido nos anos iniciais do planeta, e podem ter deixado bioassinaturas. Então, eles utilizaram uma amostra de meteorito raríssimo apelidado de “beleza negra”, formado por partes da crosta marciana: “tivemos que escolher uma iniciativa bem ousada de esmagar algumas gramas de uma rocha marciana tão preciosa, para podermos recriar a possível constituição das primeiras e mais simples formas de vida de Marte”, disse Tetyana Milojevic, autora correspondente do estudo. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Análise estrutural das células do microrganismo cultivadas no material de Marte (Imagem: Reprodução/Tetyana Milojevic) Como resultado, eles observaram como a poeira que resultou da rocha pôde ser usada para construir partes de células de Metallosphaera sedula, um microrganismo que vive em condições extremas na Terra. A equipe conseguiu um resultado surpreendente: “o micróbio, cultivado no material da crosta marciana, formou uma cápsula mineral robusta, feita de fosfatos de ferro, magnésio e alumínio”, relata Milojevic. Além disso, foram formados depósitos completos e cristalinos intracelulares. Até então, os cientistas vinham utilizando amostras que imitavam as condições de Marte e do solo nos estudos que investigavam a sobrevivência de microrganismos no planeta. Desta vez, os micróbios mostraram um comportamento bem diferente do que já havia sido observado e em um material do próprio planeta. Agora, com o rover Perseverance em Marte para buscar por sinais de vida, é importante entendermos como microrganismos interagem com o solo marciano para que, assim, as agências espaciais saibam melhor como direcionar suas buscas. O artigo com os resultados do estudo foi publicado na revista Nature Communications Earth & Environment. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Crítica | Por Trás de Seus Olhos manipula o espectador para surpreender no final Veja Mais

Startups de alimentos levantaram US$ 26,1 bilhões em investimentos em 2020

Valor Econômico - Finanças Captações das chamadas agrifoodtechs cresceram 15,5% em relação ao ano anterior As agrifoodtechs, startups do setor de alimentação, levantaram US$ 26,1 bilhões em investimentos em 2020 no mercado mundial, montante 15,5% maior que o do ano anterior, segundo relatório do fundo de venture capital AgFunder. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Homem-Aranha 3 finalmente tem título oficial confirmado: No Way Home

canaltech Depois de começarmos a semana com alguns membros do elenco de Homem-Aranha 3 divulgando possíveis títulos do novo filme da franquia em tom de piada, enganando muita gente, finalmente temos a confirmação do nome oficial: No Way Home. A revelação foi feita nesta quarta-feira (24), na conta oficial da saga no Twitter. Homem-Aranha 3 | Atores revelam novas fotos e trollam fãs com supostos títulos Tom Holland revela que arruinou seu teste para interpretar Finn em Star Wars Homem-Aranha 3: Tom Holland descarta aparição de Tobey Maguire e Andrew Garfield "Isso nós podemos confirmar: Spider-Man: No Way Home somente nos cinemas neste Natal", diz o tweet, acompanhado de um vídeo com os três atores principais do longa: Tom Holland, o próprio Homem-Aranha, Zendaya e Jacob Batalon. Nas imagens, eles aparecem saindo da sala do diretor, Jon Watts, dizendo que, mais uma vez, ele havia passado ao trio um nome falso para o próximo filme. Então, eles fazem piada com o fato de o protagonista ter soltado alguns spoilers sem querer ao longo da sua carreira, inclusive do último filme, Longe de Casa. Assista ao vídeo: -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- This, we can confirm. #SpiderManNoWayHome only in movie theaters this Christmas. pic.twitter.com/kCeI8Vgkdm — Spider-Man: No Way Home (@SpiderManMovie) February 24, 2021 O filme ainda não ganhou título oficial em português, mas se depender da tradução livre será algo como "sem caminho para casa". As expectativas para o novo filme estão grandes, com alguns rumores circulando pela internet há algum tempo. O mais recente deles foi de que Andrew Garfield e Tobey Maguire, das sequências passadas do Homem-Aranha, apareceriam no novo filme apresentando um multiverso. Porém, o protagonista da franquia atual negou o rumor. Imagem: Reprodução/Twitter Agora, restaram as expectativas de que outros personagens dos filmes anteriores apareceriam para criar esse multiverso, como Doctor Octopus da saga de Tobey Maguire, interpretado por Alfred Molina, e Electro, personagem de Jamie Foxx dos filmes de Andrew Garfield. A única confirmação até o momento é que o Doutor Estranho de Benedict Cumberbatch estará no filme, substituindo a posição antes ocupada por Tony Stark (Robert Downey Jr.) e Nick Fury (Samuel L. Jackson). Homem-Aranha: No Way Home estreia nos cinemas no dia 17 de dezembro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Crítica | Por Trás de Seus Olhos manipula o espectador para surpreender no final Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Veja Mais

Enio Verri comenta expectativas dos trabalhos legislativos em 2021 - 24/02/2021

Enio Verri comenta expectativas dos trabalhos legislativos em 2021 - 24/02/2021

Câmana dos Deputados O Palavra Aberta conversa, nesta edição, com o líder do PT na Câmara, deputado Enio Verri (PT-PR). Ele afirmou que as prioridades do partido são lutar pelo acesso à vacina a todos os brasileiros, a aprovação do auxílio emergencial no valor de R$ 600 e a votação da reforma tributária. Além disso, o partido defende incentivo à indústria e à inovação tecnológica para a retomada da economia. Acompanha a íntegra da entrevista. Apresentação: Jaciene Alves Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Realme lança fone Buds Air 2 com autonomia de 25 horas

Realme lança fone Buds Air 2 com autonomia de 25 horas

Tecmundo A Realme lançou nesta quarta-feira (24) os novos fones sem fio Buds Air 2, que trazem algumas melhorias em relação à primeira geração do produto. O modelo, que tem a tecnologia true wireless stereo (TWS), estreia na Índia.Com design diferente da versão inicial, o Buds Air 2 ganhou visual semelhante ao do Buds Air Pro. Outra novidade é a presença do cancelamento de ruído ativo (ANC), capaz de reduzir até 25 decibéis de ruídos externos, segundo a marca chinesa, permitindo ao usuário se concentrar melhor no que está ouvindo.Leia mais... Veja Mais

Offspring lança faixa-título do próximo disco, o primeiro desde 2012

O Tempo - Diversão - Magazine Single ‘Let The Bad Times Roll’ chegou às plataformas digitais nesta quarta-feira (24); álbum está previsto para abril Veja Mais

Próximo iMac deve ser vendido em uma variedade de cores nostálgicas

canaltech Você se lembra do clássico iMac G3, que foi lançado em 1998 e se tornou um verdadeiro ícone por conta de seu corpo translúcido disponibilizado em cinco cores diferentes (azul, vermelho, verde, laranja e roxo)? Pois bem — tudo indica que a Apple pretende dar um toque de nostalgia para a sua próxima geração de computadores de mesa. Ou ao menos é isso que diz o leaker Jon Prosser, especializado em divulgar “segredos” da marca. Como transferir arquivos de celular Android para Mac Agora você pode rodar Linux em seu Mac mini com chip M1 Segundo Prosser, os novos iMacs contarão com um design mais “reto” inspirado no monitor Pro Display XDR e serão vendidos em cinco opções de cores distintas: branco, preto, verde, azul e rosa. Não, isto não é um acaso — tratam-se de leves variantes das tonalidades nas quais o iPad Air é atualmente oferecido (cinza-espacial, prateado, ouro rosa, verde e céu-azul). Se tal diversidade funciona em dispositivos móveis, porque não em computadores de mesa? Imagem: Reprodução/Jon Prosser Novamente, é importante ressaltar que a imagem divulgada por Prosser é um simples conceito, teoricamente inspirado em protótipos reais que já são executados no quartel-general da Maçã. O leaker também divulgou a suposta imagem daquilo que pode ser anunciado como Mac Pro mini — uma versão menor do Mac Pro e que se assemelha a nada mais do que uns quatro ou cinco Mac minis amontoados uns sobre os outros. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Imagem: Reprodução/Jon Prosser Os novos iMacs devem substituir por complexo os atuais modelos de 21,5 polegadas e 27 polegadas, mas ninguém tem certeza a respeito de quando tais modelos serão anunciados. Visto que a Apple parece estar ansiosa para inaugurar seus chips proprietários Silicon M1 na linha iMac, é provável que tenhamos novidades oficiais da companhia ainda neste primeiro semestre de 2021. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Brasil sofreu mais de 8,4 bilhões de tentativas de ciberataques em 2020

canaltech O Brasil sofreu nada menos do que 8,4 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos ao longo de 2020, sendo que, desse montante, 5 bilhões ocorreram apenas nos últimos três meses do ano (outubro, novembro e dezembro). É isso que aponta o mais novo relatório do FortiGuard Labs, laboratório de ameaças da Fortinet, que recentemente terminou de analisar os registros de ofensivas digitais ocorridas ao longo do trimestre final da temporada passada. Segurança cibernética: o que aconteceu em 2020 e quais as previsões para 2021? Empresas se preocupam menos com segurança em plena alta de ataques cibernéticos Pandemia aumentou ataques cibernéticos a apps e softwares usados em aulas online No total, levando em consideração a América Latina como um todo, foram 41 bilhões de tentativas de ciberataques, incluindo campanhas de phishing — a companhia ressalta que os malwares baseados em web se destacaram durante tal período, abordando as vítimas através de e-mails maliciosos e direcionando-os para páginas que disseminam conteúdos infectados com as mais variadas pragas. “O ano de 2020 demonstrou a capacidade dos criminosos de investir tempo e recursos em ataques mais lucrativos, como os de ransomware. Além disso, eles estão se adaptando à nova era de trabalho remoto com ações mais sofisticadas para enganar as vítimas e acessar redes corporativas”, afirma Alexandre Bonatti, diretor de engenharia da Fortinet Brasil. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Imagem: Reprodução/Fortinet Chama atenção também o fato de que os criminosos estão utilizando técnicas cada vez mais avançadas para atingir seus alvos, incluindo inteligência artificial. “Vemos ainda uma tendência a ataques periféricos e não apenas à rede central. A utilização de dispositivos IoT [Internet das Coisas] e ambientes industriais de missão crítica são alguns exemplos de pontos de acesso para os criminosos”, continua Bonatti. O especialista ressalta que, para 2021, a expansão das redes 5G deve aumentar ainda mais a superfície de ataques. “No lado dos negócios, é preciso incluir o poder da inteligência artificial e do aprendizado de máquina a plataformas de segurança que operem de forma integrada e automatizada na rede principal, em ambientes multi-cloud, em filiais e nas casas dos trabalhadores remotos”, finaliza o executivo. Principais pontos do relatório Eis as principais conclusões que a Fortinet tirou de seu mais recente estudo: O phishing continua sendo o vetor principal: e-mails falsos disseminam malwares capazes de acessar as máquinas remotamente, tirar screenshots, coletar informações e até mesmo empregar o computador para ataques de negação de serviço; O trabalho remoto virou porta de entrada: com os colaboradores descuidando da segurança em suas redes domésticas, tornou-se comum a exploração de fraquezas em roteadores residenciais com o objetivo de atingir a rede corporativa; Cuidado com as vulnerabilidades: foram registradas numerosas tentativas de ataques aos frameworks ThinkPHP e PHPUnit, que são amplamente usadas para desenvolvimento de aplicações web, mas possuem vulnerabilidades conhecidas em algumas de suas versões; IoT é um alvo constante: as botnets (redes de máquinas “zumbis”, usadas para ataques coordenados ou mineração de criptomoedas) estão cada vez mais interessadas em infectar dispositivos de Internet das Coisas (IoT), que costumam ser mais vulneráveis; Botnets antigas continuam presentes na América Latina: variantes que já “saíram de moda” lá fora, como Gh0st e Andromeda, ainda estão presentes em nosso continente. Elas podem ser evitadas com patches e atualizações regulares em seus sistemas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Senado aprova com alterações Marco Legal das startups

O Tempo - Política Projeto de Lei Complementar 146/19 enquadra como startups as empresas, mesmo com apenas um sócio Veja Mais

Senado facilita compra de vacinas contra Covid-19 por empresas privadas

O Tempo - Política Texto proíbe a revenda desses imunizantes e obriga que metade da quantidade adquirida seja doada para o SUS Veja Mais

Parlamento da Austrália aprova lei que cobra Facebook e Google por uso de notícias

G1 Economia Governo diz que objetivo é remunerar a mídia de forma justa. Na semana passada, o Facebook chegou a bloquear posts de notícias do país antes de chegar a acordo sobre a legislação. Facebook não chegou a um acordo e baniu conteúdo de notícias na Austrália Lukas Coch/via Reuters O parlamento da Austrália aprovou lei que cobra de gigantes da tecnologia como Facebook e Google pelo uso de notícias. A decisão ocorreu nesta quinta-feira (25), data local, ainda quarta-feira (24) no Brasil. O novo código torna a Austrália o primeiro país onde um órgão governamental definirá as taxas que as "big techs" terão de pagar caso as negociações com as empresas de mídia falharem. Entenda a lei que gerou a disputa com o Facebook Após disputa com o Facebook, que chegou a bloquear notícias do país em sua plataforma, a lei recebeu alterações de última hora. “O código garantirá que as empresas de mídia de notícias sejam remuneradas de forma justa pelo conteúdo que geram, ajudando a sustentar o jornalismo de interesse público na Austrália”, disseram o ministro das finanças, Josh Frydenberg e o ministro das comunicações, Paul Fletcher, em um comunicado conjunto. Para chegar a um acordo com a rede de Mark Zuckerberg, a proposta foi alterada. No texto aprovado, a lei concede às empresas de tecnologia um prazo de dois meses para negociar com os veículos de imprensa, e estes conseguirão negociar os valores diretamente, com uma intervenção do governo somente em último caso. Nesta quarta-feira, o Facebook disse que investirá ao menos US$ 1 bilhão no setor de notícias em todo mundo. Ao comentar a adesão às novas regras na Austrália, a empresa disse que as negociações tiraram "arbitrariedades" da proposta. O Google havia se antecipado à aprovação da lei e já fechou contratos com alguns grupos de mídia australianos. Em um dos contratos, pagará US$ 30 milhões empresa Nine Entertainment. Facebook chega a acordo com governo australiano para restaurar páginas de notícias Bloqueio do Facebook A rede social restringiu conteúdos no dia 17 deste mês em resposta ao ainda projeto de lei. Por alguns dias, usuários ficaram impossibilitados de compartilhar ou visualizar links de veículos de notícias na plataforma. Páginas de meios de comunicação foram proibidas de publicar qualquer tipo de conteúdo no período. Páginas de mídias como do News chegaram a perder seu conteúdo Reprodução Após conversas com o governo local, um acordo foi fechado no dia 23 de fevereiro, e o Facebook anunciou que iria restabelecer a publicação de notícias na plataforma. Quais países debatem regras parecidas? A França é outro país onde se discute o pagamento para empresas de mídia. Em um decisão de abril de 2020, a autoridade de defesa da concorrência do país decidiu que o Google precisa pagar a companhias editoriais e agências de notícias francesas pela reutilização de seus conteúdos. O Canadá também planeja uma lei similar, segundo a agência Reuters. O Ministro do Patrimônio, Steven Guilbeault, responsável pelas áreas de cultura, mídia, esportes e artes, afirmou que a ação do Facebook de bloquear notícias na Austrália não irá afetar os seus planos. "Estamos trabalhando para ver qual modelo seria o mais apropriado", disse ele, acrescentando que teve conversas com colegas franceses, australianos, alemães e finlandeses sobre o trabalho conjunto para garantir uma remuneração justa pelo conteúdo da web. Saiba como se proteger do vazamento de dados Veja Mais

Crítica | Pelé é gravado em chapa-branca e afunda em si mesmo

canaltech   Pelé tem participação em mais de 10 produções, seja para cinema ou televisão, além de dezenas de comerciais. Há, até mesmo, um filme com Sylvester Stallone, Michael Caine e Max von Sydow, dirigido pelo lendário John Huston e lançado em 1981: Fuga para a Vitória. Ele — o rei — era uma marca, como bem ressalta o documentário da Netflix, que carregou o nome do Brasil para fora e, ainda hoje, muitos associam o país à sua figura. É uma pena, portanto, que Pelé seja dirigido com uma aparente intenção de relativizar problemas e humanizar um personagem. Porque, na realidade, Edson Arantes do Nascimento, o homem, não é Pelé. Os diretores Ben Nicholas e David Tryhorn parecem querer aproximar ambos quando, no final das contas, eles são, na prática, opostos. Os lançamentos da Netflix em fevereiro de 2021 Atenção! Esta crítica pode conter spoilers sobre o filme! -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Pelé e Edson O sentido de oposição, inclusive, até tenta dar as caras. Com a inserção de trechos da ditadura e a associação de Pelé ao ex-presidente Emílio Garrastazu Médici — o terceiro do regime ditatorial (e o mais sanguinário) —, o protagonista recebe alguma complexidade. Acontece que toda força mais complexa do doc nunca é aprofundada. Aliás, qualquer passo para o obscuro é barrado por comentários que diminuem o fato a favor da existência da lenda. Abraço apertado e sorridente de Pelé em Médici. (Imagem: Reprodução/Netflix) Fortnite ganha emote do Pelé e uniformes de 23 clubes, incluindo 2 brasileiros E aí está o problema maior nas questões narrativas de Nicholas e Tryhorn: não adianta inserir trechos do protagonista confessando que traía (muito) a primeira esposa, Rosemeri, em tom de arrependimento e com lágrimas na sequência; não funciona associar a imagem de alguém que tinha tanto poder de entretenimento e paixão sobre um povo com depoimentos sobre as maldades de Médici e, em seguida, comparar sua postura com a de Muhammad Ali. Rosemeri e Pelé sendo entrevistados. (Imagem: Reprodução/Netflix) Seria, sobretudo, muito mais honesto assumir que o Rei era majestade somente dentro do campo e que, fora dele, para além de ser uma marca, ele era (e é) o Edson. Este, portanto, nunca foi, ao menos pelo que se sabe publicamente, um dos melhores exemplos de homem. Afirmar que Ali (negro, islamita e com posicionamento político) atuava fora dos ringues da forma que o fazia porque não corria risco de morte talvez seja de uma desonestidade intelectual grosseira — e que pode assustar por vir de um jornalista respeitado como Juca Kfouri. Crítica | Uma Noite em Miami tem a força das palavras Juca Kfouri em depoimento. (Imagem: Reprodução/Netflix) Tudo em Pelé, dessa maneira, vem seguido de justificativas sobre as más atitudes tomadas pelo Edson — ou sobre as atitudes não tomadas por completa indiferença. Nesse sentido, o filme parece um pedido de desculpas de quase duas horas amarrado por imagens restauradas e palavras saudosistas e que, infelizmente, não consegue nem mesmo engrandecer os feitos de Pelé (o jogador no caso) mais do que já se sabe serem gigantes. Os 5 melhores aplicativos para acompanhar esportes Nostalgia que afunda... Nicholas e Tryhorn, em meio a frouxidão do conteúdo, seguem quase que uma cartilha e, por isso, nem mesmo na forma tornam o filme relevante. Além disso, os saltos temporais ora desvalorizam momentos que poderiam ser valorosos para o enriquecimento do protagonista — como quando ao pular da infância direto para a copa de 1958, aos 17 anos de Pelé —, ora desvalorizam o protagonismo de colegas, como quando, ao passar pela copa de 1962, não dão uma linha sobre a importância de Garrincha naquele evento. Pelé, finalmente, termina como se tudo o que foi visto pudesse ter sido encontrado no YouTube, na Wikipedia e por outros meios fáceis. Quase sem novidades, é possível que a chapa-branca na qual é gravada o filme sirva como um meio nostálgico. Assim, quem viveu aquela época pode assistir e sentir saudade de um futebol que era bem diferente — mesmo que já se falasse bastante da evolução do esporte em termos defensivos e físicos na Copa de 1970. Paulistão Play: o que é e como utilizar a plataforma de jogos   Pelé era, enfim, um jogador extraordinário. Não deve existir quem duvide disso. Mas o melhor da história para a maioria não era (e nem é) um anjo. Era gênio e ordinário; gênio e covarde; ou, para ser brando, gênio e ingênuo — sabendo que ingenuidade aos 30 anos de idade não é tão crível. Assim, ao tentar justificar erros e, de repente, aproximar o Rei a Edson, Pelé acaba não explorando a riqueza dos opostos e, com isso, afunda em si mesmo. Pelé está disponível na Netflix. *Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Canaltech Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Bolsonaro entrega proposta de privatização dos Correios ao Congresso - 24/02/2021

Bolsonaro entrega proposta de privatização dos Correios ao Congresso - 24/02/2021

Câmana dos Deputados O presidente da República, Jair Bolsonaro, esteve na Câmara dos Deputados e se dirigiu ao gabinete do presidente da Casa, deputado Arthur Lira. Bolsonaro veio entregar aos parlamentares a proposta de privatização dos Correios. A proposta permite que os serviços postais, exercidos em regime de monopólio pelos Correios, sejam realizados pela iniciativa privada, Lira afirmou que espera uma discussão transparente sobre a proposta, pois será uma decisão coletiva da Casa. “Esperem uma discussão transparente, limpa e justa, pois é de interesse do povo brasileiro”, afirmou. “O relacionamento das duas Casas (Câmara e Senado), continua com muito diálogo e vamos cumprir o que prometemos ao povo brasileiro”, finalizou. A proposta entregue por Bolsonaro tem objetivo de aumentar a qualidade dos serviços postais, ampliar o investimento privado no setor, além de privatizar a empresa. Também prevê que a prestação do serviço postal universal pela União seja feito por meio de contratos de concessão. Fonte: Agência Câmara de Notícias Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #PrivatizaçãoDosCorreios #Bolsonaro Veja Mais

A Voz do Brasil - Congresso recebe MP que permite privatização da Eletrobras - 24/02/21

A Voz do Brasil - Congresso recebe MP que permite privatização da Eletrobras - 24/02/21

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, também, entre outros assuntos: ✔️Entidades da sociedade civil apoiam a Jornada Nacional para vacinação; ✔️Câmara facilita a compra de vacinas contra a covid-19 sem a participação do setor privado. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Bolsonaro empossa o deputado João Roma como ministro da Cidadania

O Tempo - Política Roma (Republicanos-BA) assume a vaga de Lorenzoni, que também tomou posse nesta quarta para assumir o cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência Veja Mais

Bolsonaro deve ir a Belo Horizonte em março para participar de evento da PMMG

O Tempo - Política Ele vai ser o paraninfo da turma; a articulação teria sido feita pelo deputado Cabo Junio Amaral (PSL-MG) Veja Mais

Moraes autoriza Daniel Silveira a participar de reuniões do Conselho de Ética

O Tempo - Política Parlamentar poderá acompanhar por meio de videoconferência as reuniões em que o processo de cassação de Silveira for discutido Veja Mais

Nier Replicant: novo trailer compara remake e original

Nier Replicant: novo trailer compara remake e original

Tecmundo Continuando a sua série de vídeos para divulgar o trabalho feito em Nier Replicant ver. 1.22474487139..., o time de desenvolvimento criou mais um vídeo fazendo uma comparação gráfica entre o título original e o remake.Apesar de o trailer estar em japonês, é possível observar o quanto o projeto está adiante do título original no quesito gráfico, o que certamente vai agradar aos que pretendem dar uma nova chance a essa versão.Leia mais... Veja Mais

Tim Cook publica mensagem em data que Steve Jobs faria 66 anos

Tim Cook publica mensagem em data que Steve Jobs faria 66 anos

Tecmundo O CEO da Apple, Tim Cook, fez uma homenagem ao amigo Steve Jobs, que completaria 66 anos nesta quarta-feira (24). Em uma mensagem divulgada no Twitter, o executivo disse que o criador da gigante de tecnologia continua o “inspirando todos os dias”.“Comemorando o 66º aniversário de Steve. Especialmente em um ano que tantas coisas nos deixaram separados, a tecnologia nos uniu de formas ilimitadas. Isso é uma prova da vida do Steve e o legado que ele nos deixou”, disse Cook.Leia mais... Veja Mais

Assista à entrevista completa de Fernando Haddad no Alerta Super nesta quarta

O Tempo - Política O presidenciável conversou com os jornalistas Ricardo Sapia, Ricardo Corrêa e Daniele Franco nesta quarta-feira (24) Veja Mais

'Não dá tempo de esperar 2022', diz Haddad sobre maratona pelo Brasil

O Tempo - Política Para o petista, ideias de reconstrução nacional ser colocadas em prática desde já e aperfeiçoadas para plano de governo do partido em 2022 Veja Mais

Voo para trazer brasileiros de Portugal está lotado: Bilhetes chegam a R$ 10 mil

O Tempo - Mundo Embarque de repatriação entre Portugal e Brasil está marcado para o sábado (27), com bilhetes só de ida oferecidos por mais de R$ 10 mil no site da companhia aérea. Veja Mais

Haddad afirma que Kalil é 'uma liderança interessante' e traça caminho para 2022

O Tempo - Política O petista concedeu uma entrevista ao programa Alerta Super, apresentado pelo jornalista Ricardo Sapia, na Rádio Super FM 91,7, nesta quarta-feira (24) Veja Mais

Conselho de Ética arquiva representação contra Eduardo Bolsonaro por ofensa a Joice

Valor Econômico - Finanças Dos 16 parlamentares presentes, 12 aprovaram parecer de Eduardo Costa (PTB-BA), que recomentou arquivamento de pedido do PSL O Conselho de Ética da Câmara arquivou nesta quarta-feira uma representação contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) aberta em razão de postagens contra a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). Dos 16 parlamentares presentes, 12 aprovaram o relatório de Eduardo Costa (PTB-BA) pelo arquivamento do processo disciplinar. Apenas três foram contrários ao parecer do petebista e queriam a continuidade do processo contra o filho do presidente Jair Bolsonaro. Eduardo Bolsonaro AP Photo/Eraldo Peres, File A representação foi protocolada pelo PSL em 2019, atendendo a um pedido de Joice, que rompeu com a ala bolsonarista do partido quando a legenda rachou entre apoiadores do presidente da República e um grupo alinhado com o presidente nacional da sigla, Luciano Bivar (PSL-PE). Segundo a representação do PSL, Eduardo Bolsonaro causou “danos irreversíveis e incomensuráveis à honra da deputada” ao publicar uma montagem de uma nota falsa de R$ 3 que era ilustrada com uma foto de Joice. Durante a reunião do Conselho de Ética, Eduardo Bolsonaro pediu que os membros votassem pelo arquivamento alegando que o tema se tratava de uma questão interna do PSL. “Quero dizer que isso é muito uma questão interna do PSL, é uma representação do PSL contra um deputado do PSL. Hoje em dia o momento é até outro. Tivemos uma boa reunião recentemente com o presidente Bivar, em um clima de tranquilidade, botando panos quentes, etc. Então eu só peço aos pares aqui apoio ao relator, agradecendo-lhe desde já pela sua serenidade, deputado Eduardo Costa, meu xará do PTB do Pará”. Em seu parecer, o relator recomendou o arquivamento, porque, em sua avaliação, Eduardo Bolsonaro não extrapolou as prerrogativas da atividade parlamentar. “Conclui-se que o representado não extrapolou as prerrogativas inerentes ao mandato, na medida em que apenas explicitou, embora de forma mordaz, seu posicionamento sobre eventos que suscitaram intenso debate política”, disse. Para ele, questões de condutas internas do partido devem ser apuradas e punidas no âmbito do Conselho de Ética do PSL. Apesar do arquivamento, parlamentares ainda podem recorrer ao plenário para que uma nova análise do caso seja feita. Caso o recurso tenha 51 assinaturas e seja aprovado em plenário, o caso volta a ser discutido no Conselho de Ética. Veja Mais

Dólar fecha em queda com melhora do ambiente local

Valor Econômico - Finanças Outro tema de atenção é a tramitação da PEC emergencial A entrega da MP que permite a privatização da Eletrobras e as sinalizações mais apaziguadoras do Executivo continuam a melhorar o ambiente de negócios no Brasil. Como resultado, o dólar voltou a fechar em queda moderada nesta quarta-feira. A moeda encerrou o dia negociada a R$ 5,4207, baixa de 0,39%. “As declarações mais recentes do presidente Jair Bolsonaro e a MP da Eletrobras ajudaram a trazer alívio. A contrapartida é que houve piora das restrições de mobilidade em vários lugares do Brasil”, nota Fernanda Consorte, estrategista-chefe do Ourinvest. “Além disso, o mercado está de olho na alta das Treasuries nos Estados Unidos. Esse movimento é negativo para o Brasil, em especial olhando o quadro de vacinação no país, que ainda é lento”. Hoje, o rendimento das Treasuries de 10 anos voltou a operar acima de 1,40%. O avanço, no entanto, foi limitado novamente por comentários do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell. O dirigente repetiu que a alta da inflação parece ser de curto prazo e que não vê retirada dos estímulos em vista. Apesar dos esforços de Powell, o tema se mantém e faz sombra sobre o cenário para moedas emergentes. Juros maiores nos Estados Unidos fortalece a moeda americana e limitam a capacidade do real e de outras divisas de se apreciar. No Brasil, outro tema de atenção é a tramitação da PEC emergencial. Parte dos parlamentares tenta fatiar o projeto em dois, votando o auxílio emergencial primeiro e deixando o restante das medidas para um segundo momento. Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) admitiu a possibilidade da manobra ocorrer. Já o líder do governo na Casa, senador Fernando Bezerra (MDB-PE) negou que isso possa ocorrer. “Do ponto de vista dos preços, o mercado irá focar agora sobre se o Congresso irá dividir a PEC em duas partes e também se as compensações fiscais serão diluídas ou não. Estes seriam gatilhos negativos", avaliam. Por outro lado, se a PEC for aprovada relativamente intacta, "pode haver impacto positivo sobre o câmbio e os juros”, dizem analistas do Citi. Veja Mais

Victoria, filha de Benjamin Steinbruch, assume vaga no conselho da CSN Mineração

Valor Econômico - Finanças A mineradora, criada nos moldes atuais em 2015 — com a fusão da antiga Namisa e tendo como sócios um consórcio de empresas do Japão, Coreia do Sul e Taiwan —, abriu o capital na B3 na semana passada O empresário Benjamin Steinbruch, principal acionista e presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), indicou sua filha Victoria Steinbruch como conselheira para uma das sete vagas no colegiado da CSN Mineração. A mineradora, criada nos moldes atuais em 2015 — com a fusão da antiga Namisa e tendo como sócios um consórcio de empresas do Japão, Coreia do Sul e Taiwan —, abriu o capital na B3 na semana passada, dia 18. Controlada pela CSN em mais de 70% após a diluição do IPO, a empresa levantou R$ 5,2 bilhões na abertura de capital — 30% de oferta primária, com recursos indo para seu caixa. A maior parte foi para a CSN e uma fatia menor para os seus sócios. Victoria Steinbruch, assim como os demais conselheiros, passaram a integrar o conselho da CSN Mineração em 21 de janeiro. Seu pai, Benjamin, é o presidente do conselho. Os sócios asiáticos têm um representante no colegiado. A conselheira é, atualmente, assessora da presidência da CSN, cargo que ocupa desde 2020. Antes, foi gerente de gestão de resultados, de 2017 a 2019. Victoria Steinbruch é ainda membro do conselho de administração da CBSI – Companhia Brasileira de Serviços de Infraestrutura, dos conselhos deliberativo da Fundação CSN e CBS – Caixa Beneficente dos Empregados da CSN, além de conselheira da Elizabeth S.A. Indústria Têxtil, empresa do grupo controlador. Conforme informações da área de relações com investidores da CSN Mineração, nos últimos cinco anos Victoria também foi analista de research de investimentos internacionais da M. Square. É formada em Economia pela Barnard College, na Columbia University (Nova York), com Mestrado pela London School of Economics (Londres). Benjamin Steinbruch Ana Paula Paiva/Valor Ontem, a companhia divulgou seu primeiro demonstrativo financeiro, relativo ao quarto trimestre. Reportou receita líquida de R$ 4,51 bilhões (no ano alcançou R$ 12,75 bilhões). O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 3,17 bilhões — em todo o exercício, R$ 8,14 bilhões. O ganho líquido da mineradora no último trimestre foi de R$ 1,34 bilhão e o acumulando do ano atingiu R$ 4,03 bilhões. A novata, no nível 2 da B3, informou pagamento de R$ 3,8 bilhões, entre dividendos e juros sobre capital próprio, aos seus acionistas — valor equivalente a 95% do lucro de 2020. As vendas de minério, próprio e de terceiros, somaram 31,15 milhões de toneladas no ano passado, com queda de 19% em relação a 2019. O recuo, segundo a empresa, se deveu às chuvas no período e a impactos da pandemia de covid-19 nas operações. Veja Mais

Cleo e Fábio Jr. lançam música de Fiuk durante 'BBB' e não descartam parceria

O Tempo - Diversão - Magazine 'Amor Da Minha Vida' fazia parte dos projetos do cantor antes de entrar no reality e também ganhou videoclipe Veja Mais

Mulher morre após transplante de pulmão infectado com COVID-19

canaltech A essa altura, já sabemos os principais métodos de transmissão da COVID-19, por isso buscamos seguir orientações como lavar as mãos regularmente, usar máscara e manter o distanciamento social. No entanto, no último fim de semana foi relatado o primeiro caso de transmissão da doença por meio de transplante de órgão. Isso porque, nos EUA, uma mulher recebeu pulmões infectados, e inclusive acabou morrendo por isso. App detecta acúmulo de líquido nos pulmões e previne insuficiência cardíaca Veja como fica o pulmão de um paciente com sintomas graves de COVID-19 Melatonina é uma barreira contra o coronavírus no pulmão, diz estudo brasileiro O caso foi o seguinte: a mulher, que tinha doença pulmonar obstrutiva crônica, contraiu o vírus quando recebeu um transplante de pulmão no University of Michigan Hospital. Três dias após a operação, ela começou a apresentar sintomas de COVID-19, incluindo febre e problemas respiratórios. A condição da paciente piorou gradativamente, e ela morreu dois meses depois desse transplante. O cirurgião que tratou dos pulmões também foi infectado com o vírus, mas se recuperou. Os pulmões doados vieram de uma mulher que sofreu uma grave lesão cerebral em um acidente de carro, de acordo com o relatório da KHN. A família da mulher afirma que ela não apresentou sintomas de COVID e não viajou recentemente. As amostras de nariz e garganta coletadas do doador e do receptor inicialmente apresentaram resultados negativos para COVID. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Mulher morre nos EUA após transplante de pulmão infectado com COVID-19; cirurgião também foi infectado, mas acabou se recuperando (Imagem:  Gerd Altmann/Pixabay) Durante a investigação, os médicos analisaram uma amostra dos pulmões do doador e viram que o resultado deu positivo. O incidente gerou pedidos de testes virais mais rigorosos para doadores de órgãos para transplante. “Nós absolutamente não teríamos usado os pulmões se tivéssemos um teste positivo para COVID-19”, disse o Dr. Daniel Kaul, diretor do serviço de doenças infecciosas de transplantes do hospital universitário e coautor do estudo, para a NBC News. “Todas as triagens que normalmente fazemos e somos capazes de fazer, nós fizemos”, acrescentou. Apesar desse incidente, a transmissão de vírus entre doadores de órgãos e seus receptores permanece rara: menos de 1% de todos os transplantes, segundo as autoridades de saúde dos EUA. Elas enfatizam, inclusive, que o risco de não ter um transplante de órgão supera amplamente o risco de contrair COVID-19 de um transplante. “Os riscos de recusar transplantes são catastróficos. Não acho que os pacientes devam ter medo do processo", disse o Dr. David Klassen, diretor médico da United Network for Organ Sharing, para o veículo norte-americano. Vale se atentar, aliás, que o incidente foi o primeiro e por enquanto único caso confirmado de COVID-19 sendo transmitido por um doador, dentre cerca de 40 mil transplantes realizados no ano passado. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Crítica | Por Trás de Seus Olhos manipula o espectador para surpreender no final Cafeína reduz a massa cinzenta do cérebro mas não prejudica o sono, diz estudo Veja Mais

Fatiar PEC Emergencial é possibilidade, diz Pacheco, que discutirá adiar votação

Valor Econômico - Finanças Presidente do Senado disse que houve apelo de senadores e segmentos sociais por mais tempo de reflexão e que proposta segue na pauta; líder do governo afastou hipótese de fatiamento O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse na tarde desta quarta-feira que o fatiamento da proposta de emenda à Constituição (PEC) emergencial é "uma possibilidade" a ser discutida. A afirmação faz referência à pressão por uma nova desidratação do texto, que começou por conta da insistência do Palácio do Planalto de manter na proposta a desvinculação dos pisos de saúde e educação. A revogação dos mínimos constitucionais criou resistência entre algumas bancadas. Na sessão deliberativa de hoje, Pacheco também deve discutir com os líderes o adiamento da votação da matéria, que estava prevista para ser analisada na quinta-feira. "Vamos debater [o adiamento da votação da PEC Emergencial], houve um apelo de alguns senadores e segmentos sociais para ter um tempo de reflexão. Vamos dar oportunidade a outros senadores e ao líder do governo para a gente fazer essa abordagem [adiamento da votação], mas a PEC ainda está mantida na pauta", explicou. Em seguida, questionado sobre o fatiamento da PEC, o presidente do Senado deu uma resposta dúbia. "Não avaliamos isso [fatiamento da PEC Emergencial], mas eventualmente pode ser uma possibilidade", complementou. O presidente do Senador, Rodrigo Pacheco Pablo Jacob/Agência O Globo O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), reagiu às especulações de que pode haver um "fatiamento" da PEC emergencial. Por meio de seu perfil no Twitter, Coelho reiterou que o governo levará ao plenário da Casa uma PEC "robusta" e "sem fatiamento". "A PEC Emergencial não será fatiada. Vamos votar uma PEC robusta, que traduza o compromisso com a sustentabilidade da dívida e a responsabilidade fiscal. Sem fatiamento", escreveu Coelho. Mais cedo, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), ex-presidente do Senado, admitiu que a Casa não deve votar a PEC Emergencial enquanto a matéria trouxer em seu bojo a desvinculação dos pisos de saúde e educação. "Não vai votar [a PEC Emergencial], está dando confusão aquele negócio [da saúde e educação]. Só se... o acordo que pode se buscar é tirar [desvinvulação dos pisos]", explicou. "A polêmica maior [é essa]. Tem muita coisa lá [na PEC] que estão conversando. [A proposta] já está ficando enxuta", complementou. Veja Mais

Candidato de Biden para chefiar a CIA destaca ameaça da China

O Tempo - Mundo Se confirmado pelo Senado, William Burns será o primeiro diplomata de carreira a liderar a CIA Veja Mais

Biden revoga restrições à imigração impostas por Trump

Valor Econômico - Finanças Caem restrições a imigrantes com parentes americanos, alguns com 'green card' baseados em emprego, entre outros O presidente dos EUA, Joe Biden, revogou nesta quarta-feira a maioria das restrições à imigração que o ex-presidente Donald Trump impôs no ano passado em resposta à pandemia de covid-19. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

O Legado de Júpiter | Netflix lança teaser de série adaptada dos quadrinhos

canaltech   Não apenas de produções Marvel e DC devem viver os filmes baseados em quadrinhos e, agora, a Netflix está lançando o seu novo projeto, O Legado de Júpiter. A série chega com oito episódios na sua primeira temporada, que será lançada em 7 de maio na plataforma de streaming. A divulgação trouxe o primeiro teaser, que pode ser assistido acima. CCXP19 | Quitely fala sobre Batman, Superman, X-Men, Grant Morrison e Alan Moore Crítica | Marvel 616 mostra impacto dos heróis em várias esferas do mundo real Rumor sugere que Jessica Jones retorne para série da Mulher-Hulk O Legado de Júpiter é baseado nas histórias em quadrinhos de Mark Millar e Frank Quitely e a adaptação foi classificada como “um drama épico de super-heróis”. Na direção dos episódios, a série contará com a presença de Charlotte Brändström (The Witcher), Christopher J. Byrne (Deuses Americanos), Marc Jobst (Demolidor, O Justiceiro, The Witcher) e Steven S. DeKnight (Demolidor). Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? A Netflix Brasil divulgou também a sinopse oficial de O Legado de Júpiter: -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Depois de quase um século mantendo a humanidade segura, a primeira geração de super-heróis do mundo deve confiar nos seus filhos para continuar o legado. Mas as tensões aumentam à medida que os jovens super-heróis, famintos por provar seu valor, lutam para viver de acordo com a lendária reputação pública de seus pais - e exigentes padrões pessoais. O Legado de Júpiter já tem uma landing page na Netflix, então se você não quiser perder esse lançamento, basta clicar aqui e, depois, em “Lembrar” para receber a notificação da estreia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Ministério diz que irá manter lotes já disponíveis da CoronaVac reservados para a segunda dose

Glogo - Ciência No caso da vacina da AstraZeneca, governo diz que o cronograma de produção será diferente e que os imunizantes já podem ser aplicados sem reserva. Novas doses de CoronaVac chegaram a Porto Alegre nesta quarta (24) Rodger Timm / Palácio Piratini O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (24) que reservará os lotes já disponibilizados da CoronaVac para os pacientes que precisam receber a segunda dose contra a Covid-19. No caso da vacina da AstraZeneca/Oxford, segundo a pasta, o cronograma de produção será diferente e os imunizantes estão "disponíveis para uso total". "A pactuação não chegou a um acordo, devido à mudança no cronograma de entrega do Instituto Butantan. Desta forma se faz necessário a aplicação de uma dose e guarda da segunda. Contudo, as doses da vacina AstraZeneca/Fiocruz estão disponíveis para uso total sem guardar a segunda dose", disse, em nota, o Ministério da Saúde. Brasil já identificou novas variantes em exames de 204 pacientes com coronavírus Brasil aplicou ao menos uma dose de vacina em mais de 5,61 milhões Na sexta-feira (19), o ministério anunciou que havia decidido fazer uma mudança na estratégia da vacinação da CoronaVac: cada dose restante deveria ser aplicada em uma nova pessoa, sem reservar metade do imunizante para a segunda dose. Como argumento para a estratégia, o governo explicou que o ritmo de chegada de novas doses vai se acelerar, e que não será mais preciso reservar metade dos imunizantes de uma leva para a segunda dose. A leva seguinte seria suficiente para isso. Desde meados de fevereiro, no entanto, os estados questionam critérios e cobram mais doses contra a Covid-19. Representantes de ao menos quatro estados - Pará, Santa Catarina, Tocantins e Espírito Santo - fizeram críticas ao governo. Além deles, outros estados passaram a buscam caminhos para comprar suas próprias doses, como é o caso da Bahia com a vacina Sputnik V. Com esse cenário, mesmo com a liberação para aplicação de todas as doses disponíveis, alguns estados preferiram esperar um posicionamento mais oficial do governo. Capitais brasileiras optaram por manter o estoque e garantir a segunda dose. Campo Grande, Curitiba, Salvador e Rio Janeiro precisaram pausar a imunização enquanto um novo carregamento não chega para vacinação dos próximos grupos prioritários. Previsão de vacinas O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que 230,7 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 serão entregues até 31 de julho. Pazuello deu a declaração ao participar de uma reunião virtual com governadores em 17 de fevereiro, organizada pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), coordenador do tema "Vacinas" no Fórum Nacional de Governadores. Segundo o ministério, o cronograma leva em consideração a negociação de vacinas Sputnik V, desenvolvida pelo instituto russo Gamaleya, e a indiana Covaxin. As duas vacinas ainda não foram aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No encontro, de acordo com a assessoria da pasta, Pazuello apresentou: cronograma de entrega; quantidade de doses; e contratos para aquisição de mais imunizantes. Em março, conforme o ministério, são aguardadas 18 milhões de doses do Instituto Butantan e outras 16,9 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca. Veja a nota do Ministério da Saúde na íntegra: O Ministério da Saúde informa que em reunião do gabinete de crise do ministério da saúde, onde participam todas as secretarias, assim como o CONASS e CONASEMES, não foi pactuado para este momento a aplicação total das doses da vacina Sinovac/Butantan, como havia informado o ministro da Saúde em reunião com prefeitos para esta remessa enviada para Estados e municípios. A pactuação não chegou a um acordo, devido à mudança no cronograma de entrega do Instituto Butantan. Desta forma se faz necessário a aplicação de uma dose e guarda da segunda. Contudo, as doses da vacina AstraZeneca/Fiocruz estão disponíveis para uso total sem guardar a segunda dose, pois a mesma possui um período maior para aplicação da segunda dose com garantia da Fiocruz. Vídeos: novidades sobre vacinas contra a Covid-19 Veja Mais

Moderna anuncia que vacina contra variante do coronavírus da África do Sul está pronta para testes em humanos

Glogo - Ciência Farmacêutica diz que criou imunizante específico contra a nova variante por 'precaução', já que a primeira vacina, já em distribuição, também é eficaz. Enfermeira retira dose de frasco da vacina da Moderna contra a Covid-19 durante vacinação em Los Angeles, nos Estados Unidos, no dia 10 de fevereiro. Frederic J. Brown/AFP A empresa americana de biotecnologia Moderna anunciou nesta quarta-feira (24) que está pronta para os testes em humanos de uma nova vacina contra a Covid-19, desenvolvida especificamente para a variante detectada na África do Sul. "Esperamos ansiosos o início dos testes clínicos" - Stéphane Bancel, diretor-executivo da Moderna. A variante sul-africana do Sars CoV-2, a 501Y.V2, é considerada uma das mais perigosas porque os cientistas acreditam que ela é capaz de escapar de alguns dos bloqueios que os anticorpos estabelecem contra as versões antigas do vírus. Por isso, as pessoas infectadas anteriormente com as outras variantes podem ser mais suscetíveis a voltar a desenvolver a Covid-19 com a 501Y.V2. Além disso, as pesquisas sugerem que a proteção da primeira geração de vacinas é menor contra a nova variante da África do Sul, embora a maioria ainda seja eficaz. A farmacêutica reafirmou que sua outra vacina já aprovada - que já está em fase de distribuição - tem capacidade "neutralizante" contra a variante sul-africana, mas que por "precaução" decidiu aplicar mais de uma estratégia. Estudo confirma eficácia de 94,1% da vacina contra Covid-19 da Moderna Reino Unido aprova vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Moderna Que vacina é essa? Moderna De acordo com a farmacêutica, uma possível estratégia contra a variante sul-africana pode ser o uso do novo imunizante como uma dose de reforço, combinada com as duas doses da atual vacina contra a Covid-19. Produção A Moderna informou que também aumentou a expectativa de produção de vacinas em 2021 para 700 milhões de doses no mundo todo e que, além disso, avalia outras possíveis melhoras em seu processo de manufatura que poderiam elevar a produção para até 1 bilhão de doses. A empresa disse ainda que está investindo em sua capacidade adicional de fabricação, o que deve levar sua produção global em 2022 para cerca de 1,4 bilhão de doses. Em janeiro, os Estados Unidos descobriram o primeiro caso da variante sul-africana e, desde então, ela apareceu em diversos estados. Estudos sugerem que ela pode ser mais resistente às vacinas existentes do que outras variantes do coronavírus. Por enquanto, o Ministério da Saúde não confirmou um caso da 501Y.V2 no Brasil. Farmacêutica Moderna afirma que sua vacina é 94,5% eficaz contra Covid-19 Veja Mais

PGR é contra recurso de Lula para anular sessão do STJ sobre caso do tríplex

O Tempo - Política Defesa de Lula aponta que a sessão prejudicou a defesa, visto que foi agendada para o mesmo dia e horário em que ele participaria de outro julgamento Veja Mais

Cidades brasileiras optam pelo lockdown para combater a propagação da COVID-19

canaltech Quando a quantidade de casos de pessoas infectadas pelo coronavírus começa a aumentar, é hora de as medidas de distanciamento social ficarem mais rígidas, o que vem acontecendo em algumas regiões do Brasil. Entre as normas impostas estão a definição de horários em que se pode circular nas ruas, fechamento de alguns comércios, aqueles de atividades que não são essenciais, e a proibição do acesso a praias e parques. Aumento de internações nas UTIs de SP resulta em restrições mais duras no estado Quem já teve COVID-19 pode tomar só uma dose da vacina? COVID | STF tem maioria para permitir compra de vacinas por estados e municípios Até o momento, as localidades que precisaram estipular medidas para enfrentar a propagação da COVID-19 são Teresina, no Piauí, e os estados da Paraíba, Rio Grande do Sul e São Paulo. O governo paulistano, inclusive, já havia anunciado que está estudando uma proposta de fechar os comércios entre 22h e 5h, o que é chamado de um "lockdown noturno". O planejamento foi proposto e defendido pelo Centro de Contingência, mas criticado pelo setor econômico, com a decisão final sendo feita pelo governador, João Doria. Imagem: Reprodução/Freepik Enquanto isso, no interior de São Paulo, a cidade de Campinas revelou na última terça-feira (23) um decreto com regras para a entrada do local na fase vermelha, a mais restritiva, adotando os horários entre 21h a 5h para conter a circulação de pessoas, permitindo que apenas atividades essenciais estejam abertas dentro deste horário. No município, os hospitais já atingiram a lotação máxima nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com a COVID-19. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Ainda em São Paulo, na cidade de Araraquara, os habitantes enfrentaram um lockdown de domingo a terça-feira, com os ônibus fora de circulação e as pessoas saindo de casa apenas para executarem suas funções em trabalhos de serviços essenciais, ter atendimento médico e ir às farmácias comprar medicamentos. De acordo com as autoridades sanitárias da cidade, o motivo das restrições é a relação da nova variante do coronavírus, originada em Manaus, com os aumentos de casos. No Rio Grande do Sul, o governo do estado suspendeu as atividades em locais públicos entre 22h e 5h, como forma de tentar controlar a propagação do vírus em 11 cidades que estão na bandeira preta, classificação de risco altíssimo de contaminação. As cidades são: Canoas, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Erechim, Lajeado, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul e Taquara. Imagem: Reprodução/Freepik Na cidade gaúcha de Pelotas, a prefeitura proibiu a circulação de pessoas em espaços públicos, como parques, praças e no calçadão, em qualquer horário do dia. Já em São Leopoldo, todos os comércios não essenciais precisaram fechar nesta quarta-feira (24), como forma de combater o aumento nas taxas de ocupação das UTIs, que chegou a 150%. Até o dia 10 de março, ao menos 143 cidades do estado da Paraíba irão lidar com normas mais rígidas de prevenção da COVID-19. As cidades que estão em bandeira laranja e vermelha terão toque de recolher entre 22h às 5h, e em João Pessoa, na capital, o acesso às praias está fechado. Em relação aos restaurantes e bares, o funcionamento será apenas de entregas ou retirada, entre 6h e 16h. Em Minas Gerais, algumas cidades já estão lidando com medidas mais rígidas para conter a propagação do vírus, usando o toque de recolher como maneira de evitar o contágio. É o caso de Uberlândia, Montes Claros e Itajubá, por exemplo. Por fim, na cidade de Teresina, no Piauí, o governador Wellington Dias anunciou que, em breve, irá se reunir com o Comitê de Operações Emergenciais para decidir quais serão as medidas tomadas no estado, uma vez que a capital já atingiu 100% da ocupação dos leitos emergenciais dos hospitais. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Suprimento de vacina às Américas deve ser prioridade global, diz Opas

O Tempo - Mundo Para organização, compartilhar mais vacinas com a iniciativa Covax seria um passo importante para combater a pandemia Veja Mais

Brasil chega a 250 mil óbitos por Covid com média móvel recorde de 1.129 mortes por dia

Glogo - Ciência País contabilizou 10.326.008 casos e 250.079 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Média móvel está acima de 1 mil há 35 dias. Brasil ultrapassa a marca de 250 mil mortos pela pandemia de Covid O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta-feira (24). O país registrou 1.433 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 250.079 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.129. Já são 35 dias com essa média acima da marca de 1 mil. A variação foi de +5% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença. Brasil tem ritmo acelerado de óbitos por Covid-19; especialistas culpam falta de medidas de isolamento A média móvel de 1.129 mortes por dia é a maior registrada até aqui. Na sequência, aparecem os dias 14 de fevereiro, quando a marca estava em 1.105, e 25 de julho do ano passado, quando chegou a 1.097. Das seis maiores médias da série histórica, cinco delas foram anotadas ao longo das últimas duas semanas. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 10.326.008 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 65.387 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 49.533 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +9% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos. Treze estados estão com alta nas mortes: PR, RS, SC, GO, AC, PA, RO, BA, CE, MA, PB, PI e RN. Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados Brasil, 24 de fevereiro Total de mortes: 250.079 Registro de mortes em 24 horas: 1.433 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.129 (variação em 14 dias: +5%) Total de casos confirmados: 10.326.008 Registro de casos confirmados em 24 horas: 65.387 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 49.533 por dia (variação em 14 dias: +9%) Estados Subindo (13 estados): PR, RS, SC, GO, AC, PA, RO, BA, CE, MA, PB, PI e RN Em estabilidade (7 estados e o Distrito Federal): ES, MG, RJ, SP, DF, MT, AL e PE Em queda (6 estados): MS, AM, AP, RR, TO e SE Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia). Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Vacinação Balanço da vacinação contra Covid-19 desta quarta-feira (24) aponta que 6.179.900 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 2,92% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 1.584.569 pessoas (0,75% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 7.756.829 doses foram aplicadas em todo o país. Variação de mortes por estados Estados com mortes em alta Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em estabilidade Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em queda Editoria de Arte/G1 Sul PR: +25% RS: +52% SC: +68% Sudeste ES: -7% MG: -5% RJ: +12% SP: -10% Centro-Oeste DF: +6% GO: +16% MS: -32% MT: +5% Norte AC: +40% AM: -49% AP: -35% PA: +68% RO: +43% RR: -22% TO: -17% Nordeste AL: +12% BA: +60% CE: +44% MA: +19% PB: +49% PE: 0% PI: +24% RN: +89% SE: -20% Brasil Sul Sudeste Centro-Oeste Norte Nordeste Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal (saiba mais). Veja vídeos sobre a vacinação contra a Covid no Brasil: Veja Mais

Como desativar letras maiúsculas automáticas no Android

canaltech O teclado do smartphone Android, por configuração padrão, inicia a primeira palavra de cada frase com letra maiúscula. No entanto, é possível desativar esse recurso nas configurações, criando uma experiência mais semelhante à digitação feita em computadores. O que fazer quando o teclado do celular não aparece 5 funções pouco conhecidas do Gboard que você precisa conhecer Como desativar o corretor automático do celular Tanto o Gboard, teclado do Google, como o teclado nativo da Samsung permitem diferentes configurações no estilo de digitação. Uma dessas opções envolve o uso de letras maiúsculas automáticas, e o processo para desativar pode ser realizado durante uma conversa rapidamente. Confira o passo a passo! Como desativar letras maiúsculas automáticas no Android Pelo Gboard Passo 1: com o teclado aberto, toque no ícone de engrenagem para acessar as configurações; -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Abra as configurações do Gboard (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: em seguida, selecione a opção "Correção de texto"; Acesse as opções para a correção (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: na próxima tela, desmarque a chave na aba "Capitalização automática". Desative o uso de maiúsculas automáticas (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Pelo teclado Samsung Passo 1: no teclado, selecione o ícone de engrenagem para abrir as configurações; Abra as configurações do teclado Samsung (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: em seguida, toque em "Digitação inteligente"; Acesse o menu com recursos para a digitação (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: por fim, desmarque a opção "Maiúsculas automáticas"; Desative o recurso em seu teclado (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Você prefere utilizar o teclado com ou sem o recurso de maiúsculas automáticas? Comente! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Os discos de ouro das sondas Voyager vão durar muito mais que a humanidade Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Essa "partícula fantasma" veio de buraco negro distante que engoliu uma estrela Realme lança novos acessórios para aprimorar jogatina no celular Veja Mais

Bolsonaro sanciona lei que estabelece a autonomia do Banco Central; veja detalhes

G1 Economia Texto prevê mandato de quatro anos para presidente do Banco Central para evitar interferência política no órgão. Governo não informou se há trechos vetados; equipe econômica apoia medida. O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira (24) a lei aprovada pelo Congresso Nacional que estabelece a autonomia do Banco Central. Um dos objetivos da mudança é blindar o órgão de pressões político-partidárias. Até a última atualização desta reportagem, o Planalto não tinha informado se Bolsonaro vetou algum trecho da proposta, e a lei ainda não tinha sido publicada no "Diário Oficial da União". Com a sanção, o atual presidente do BC, Roberto Campos Neto, perde o status de ministro de Estado. "Hoje é um grande dia para o Banco Central e um grande dia para o Brasil. Estamos diante de um importante passo, com a sanção pelo presidente Jair Bolsonaro da lei que garante a autonomia do Banco Central. Hoje vai ficar para a história como um marco do desenvolvimento institucional do nosso país", disse Campos Neto. Entre outros pontos, o texto aprovado pelo Congresso Nacional e avalizado pelo governo define que o presidente do Banco Central terá mandato de quatro anos, não coincidente com o do presidente da República. Diretores também terão mandatos. A autonomia do Banco Central é debatida no Congresso desde 1991, e o projeto aprovado entrou na lista de pautas prioritárias do governo, entregue pelo presidente Jair Bolsonaro aos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Autonomia do BC alivia peso da desconfiança de interferência política Entre outras funções, cabe ao Banco Central, por meio do Comitê de Política Monetária (Copom), definir a taxa Selic, a taxa básica de juros da economia. A ideia da lei é que, não podendo a diretoria da instituição ser demitida por eventualmente subir o juro, a atuação seja exclusivamente técnica, focada no combate à inflação. O que é a autonomia do Banco Central sancionada por Bolsonaro Ponto a ponto O Banco Central tem nove diretores, e um deles é o presidente da instituição. Após indicação do presidente da República, os aspirantes aos cargos precisam passar por sabatina e votação no Senado. O texto aprovado pelo Congresso não altera a composição da diretoria colegiada do Banco Central, mas estabelece mandato de quatro anos para o presidente do BC e os demais diretores. Todos podem ser reconduzidos ao cargo, uma única vez, por igual período. O mandato da presidência do BC não coincidirá com o da presidência da República. De acordo com o texto, o presidente do Banco Central assume o cargo no primeiro dia do terceiro ano do mandato do chefe do Poder Executivo. O texto também estabelece a substituição de forma escalonada dos demais membros da diretoria, de acordo com a seguinte escala: dois diretores iniciam os mandatos no dia 1º de março do primeiro ano de mandato do presidente da República; dois diretores iniciam os mandatos no dia 1º de janeiro do segundo ano do mandato do presidente da República; dois diretores iniciam os mandatos no dia 1º de janeiro do terceiro ano do mandato do presidente da República; dois diretores iniciam os mandatos no dia 1º de janeiro do quarto ano do mandato do Presidente da República. Câmara começa análise do texto que prevê autonomia do Banco Central Além disso, o presidente do Banco Central deverá apresentar no Senado, no primeiro e no segundo semestre de cada ano, relatório de inflação e de estabilidade financeira, explicando as decisões tomadas no semestre anterior. A proposta também define como objetivo fundamental do Banco Central assegurar a estabilidade de preços, além de determinar objetivos secundários: zelar pela estabilidade e eficiência do sistema financeiro; suavizar as flutuações do nível de atividade econômica; fomentar o pleno emprego. Sem vinculação à Economia Atualmente, o Banco Central é vinculado ao Ministério da Economia, apesar de não ser subordinado à pasta. Pela proposta, o BC passa a se classificar como autarquia de natureza especial caracterizada pela "ausência de vinculação a Ministério, de tutela ou de subordinação hierárquica". Segundo o projeto, o Banco Central se caracterizará pela "autonomia técnica, operacional, administrativa e financeira". Eliane Cantanhêde sobre aprovação da autonomia do Banco Central: 'Palácio do Planalto está em festa' Perda de mandato O projeto aprovado pelo Congresso Nacional também estabelece as situações que levam à perda de mandato presidente e diretores do Banco Central: a pedido do presidente ou do diretor; em caso de doença que o incapacite para o cargo; quando sofrer condenação, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado, por improbidade administrativa ou em crime cuja pena leve à proibição de acesso a cargos públicos; em caso de “comprovado e recorrente desempenho insuficiente para o alcance dos objetivos do Banco Central do Brasil”. Nesta hipótese, o Conselho Monetário Nacional (CMN) deve submeter ao presidente da República a proposta de exoneração, que estará condicionada à prévia aprovação por maioria absoluta do Senado. Transição e vedações O texto aprovado prevê um cronograma de transição para o novo modelo de diretoria. Em até 90 dias após a lei ser sancionada, o governo terá de nomear os nove diretores do Banco Central. Aqueles que já ocupam os cargos não terão de passar por nova sabatina no Senado. A duração dos mandatos, para essa primeira composição, deverá obedecer ao cronograma abaixo: presidente e dois diretores com mandatos até 31 de dezembro de 2024; dois diretores com mandatos até 31 de dezembro de 2023; dois diretores com mandatos até 28 de fevereiro de 2023; dois diretores com mandatos até 31 de dezembro de 2021. A proposta também cria proibições ao presidente e aos diretores do Banco Central. São elas: Outras funções: os dirigentes ficam vetados de exercer qualquer outro cargo simultâneo, público ou privado, exceto o de professor; Ações: o presidente e os diretores do BC, além de seus cônjuges ou parentes de até segundo grau, não podem ter participação acionária em instituições supervisionadas pelo BC; Quarentena: por seis meses após o exercício do mandato, o presidente e os diretores estão proibidos de participar do controle societário ou atuar, com ou sem vínculo empregatício, em instituições do Sistema Financeiro Nacional. No período, a ex-autoridade receberá remuneração compensatória. Veja Mais

Por Trás de Seus Olhos: conheça a série que está fazendo sucesso na Netflix

Por Trás de Seus Olhos: conheça a série que está fazendo sucesso na Netflix

Tecmundo Com apenas seis episódios, o público vem sendo surpreendido positivamente com a minissérie Por Trás de Seus Olhos. A produção da Netflix é baseada no romance de mesmo nome escrito por Sarah Pinborough e possui uma trama muito envolvente, além de ser extremamente intrigante.(Reprodução/Netflix)Leia mais... Veja Mais

Celular gamer Red Magic 6 da Nubia terá tela de 160 Hz

Celular gamer Red Magic 6 da Nubia terá tela de 160 Hz

Tecmundo O universo dos smartphones voltados para o público gamer envolve taxas de atualização que já deixaram os 60 Hz na pré-história. Agora, às vésperas do lançamento do novo Red Magic 6, da fabricante chinesa Nubia, seu presidente Ni Fei acaba de divulgar um teaser sobre a taxa de atualização do novo aparelho: embora não tenha revelado o valor, adiantou que é maior do que 144 Hz, o que aponta para impressionantes 160 Hz.A publicação postada no Weibo, o "Twitter chinês", assegura que o novo flagship da empresa chegará às lojas na próxima semana com uma taxa de atualização de tela superior ao do Red Magic 5S, que foi lançado em março de 2020 com 144 Hz. Especuladores apostam que o Red Magic 6 terá um display de 165 Hz.Leia mais... Veja Mais

Potente até a medula, 'Judas e o Messias Negro' entra em cartaz nesta quinta

O Tempo - Diversão - Magazine Filme de Shaka King foi indicado ao Globo de Ouro na categoria de melhor ator coadjuvante pelo trabalho de Daniel Kaluuya Veja Mais

Após YouTube Kids, Google agora tem 'versão para adolescentes'

Após YouTube Kids, Google agora tem 'versão para adolescentes'

Tecmundo O YouTube anunciou nesta quarta-feira (24) o novo recurso de restrição de conteúdo voltada para pré-adolescentes. Com a opção, os pais poderão controlar quais tipos de vídeos os filhos podem acessar na plataforma. Em seu blog, a empresa afirmou que a iniciativa tem o objetivo de ajudar pais com crianças que já são muito velhas para o aplicativo do YouTube Kids, mas muito jovens para o acesso completo do site.As famílias poderão escolher as configurações de acordo com a idade de cada criança, controlando o que pode ser visto através de uma Conta Google supervisionada e do Google Family Link. A plataforma disponibilizará três opções:Leia mais... Veja Mais

BioWare cancela novo Anthem e focará em Dragon Age e Mass Effect

BioWare cancela novo Anthem e focará em Dragon Age e Mass Effect

Tecmundo A BioWare anunciou, nesta quarta-feira (24), que decidiu encerrar o desenvolvimento de Anthem NEXT, atualização do jogo que remodelaria a versão original. O projeto foi abandonado para que a empresa foque em títulos como Dragon Age e Mass Effect.A informação foi divulgada no blog oficial da BioWare por Christian Dailey, produtor executivo da empresa. Ele argumentou que desde o lançamento de Anthem, em 2019, a companhia tem lançado melhorias e novos conteúdos para o jogo.Leia mais... Veja Mais

Fungota em Araraquara abre inscrições para contratação de profissionais da saúde

G1 Economia Selecionados atuarão na linha de frente do combate à Covid-19. Podem se candidatar clínico geral, intensivista, emergencista, pediatra, enfermeiro e técnico de enfermagem. Fungota, em Araraquara (SP), busca profissionais de saúde para atuarem na linha de frente do combate à Covid-19 A Cidade On/Araraquara A Fundação Municipal Irene Siqueira Alves Vovó Mocinha (Fungota) - Maternidade Gota de Leite de Araraquara (SP) abriu, nesta quarta-feira (24), dois processos seletivos para a contratação de profissionais da saúde para atuarem na linha de frente do combate à Covid-19. O primeiro prevê o credenciamento de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem para atuarem em plantões nas unidades de saúde e nos pronto-atendimento durante a pandemia. Já o segundo prevê a contratação de técnicos de enfermagem assistenciais por seis meses. Técnico de enfermagem Salário base da vaga para técnico de enfermagem em Araraquara (SP) é de R$ 1.946,50 para a jornada de 36 horas semanais. Divulgação Serão 10 vagas temporárias, em regime CLT, pelo prazo de seis meses, renováveis por igual período. As inscrições vão até sexta-feira (26) e, para conferir a documentação, o interessado deve consultar os Atos Oficiais do dia 23 de fevereiro. Podem se candidatar pessoas com até 59 anos, que não possuem comorbidades que os classifiquem como grupo de risco para Covid-19. Estando dentro deste pré-requisito, o processo seletivo consistirá na análise de currículos e títulos dos candidatos. Os técnicos atuarão nas UPAS, no Hospital de Campanha e em plantões estendidos das UBS, durante o período de calamidade pública, sendo o salário base R$ 1.946,50 para a jornada de 36 horas semanais, acrescido de remuneração referente à insalubridade e adicional noturno, quando aplicável. Credenciamento Devido ao aumento do número de casos de Covid-19 em Araraquara (SP), cidade abre processo seletivo para contratação de médicos Divulgação/Prefeitura de Araraquara Segundo a Prefeitura, o credenciamento visa suprir a alta demanda de médicos, devido à atual situação, e as recorrentes substituições por adoecimento e afastamentos, por Covid-19 ou por esgotamento devido a sobrecarga de trabalho. Podem se candidatar clínico geral, intensivista, emergencista, pediatra, enfermeiro e técnico de enfermagem. Os interessados devem encaminhar a documentação exigida conforme edital publicado nos Atos Oficiais do dia 24 de fevereiro. O credenciamento será válido pelo período de 12 meses e poderá ser renovado por iguais períodos até o limite de 60 meses. Os credenciados serão convocados para a realização de plantões de seis ou doze horas e receberão de acordo com os serviços prestados, sendo: Médicos: receberão pela hora diurna o valor de R$ 158,50, acrescido de adicional de insalubridade e de parcela indenizatória de R$ 47; e pela hora noturna, R$ 177,67, acrescidos também pelo adicional de R$ 47. Enfermeiros: receberão R$ 25,21 pela hora diurna, além de adicional de insalubridade e parcela indenizatória; e R$ 29,14 pela hora noturna, também acrescidos de adicional de insalubridade, adicional noturno e parcela indenizatória. Técnicos de enfermagem: receberão R$ 19,24 pela hora diurna, acrescidos de adicional de insalubridade e parcela indenizatória; e R$ 22,43 pela hora noturna, acrescidos de adicional de insalubridade, adicional noturno e parcela indenizatória. Mais informações podem ser obtidas das 14h às 15h pelo telefone (16) 3305-1530, ramal 1580, ou pelo e-mail assessoradmfungota2@araraquara.sp.gov.br. Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara. Veja Mais

Mario 3D World + Bowser’s Fury é gema do Wii U que merece palco no Switch

Mario 3D World + Bowser’s Fury é gema do Wii U que merece palco no Switch

Tecmundo Para aqueles poucos que tiveram um Wii U aqui no Brasil (e eu me incluo), o console menos popular da Nintendo foi a casa de jogos fantásticos que não tiveram seu merecido destaque. Entre eles temos o lançamento de um Mario 3D que quebrou um pouco a hegemonia dos famosos “Marios de exploração”, voltando mais às fases divertidas e criativas, além de ter foco no estilo arcade.Super Mario 3D World é uma gema que estava, até agora, presa em um videogame que teve pouca adesão, mas ganha nova vida nos holofotes do Switch e com novidades: a possibilidade de jogar à distância com o online e o DLC Bowser’s Fury, que traz uma nova perspectiva nas mecânicas do jogo base. Portanto, confira a análise completa de Mario 3D World + Bowser's Fury abaixo!Leia mais... Veja Mais

Global.health: Google lança plataforma de dados da covid-19

Global.health: Google lança plataforma de dados da covid-19

Tecmundo A Google anunciou nesta quarta-feira (24) o lançamento do Global.heath, uma plataforma aberta que reúne milhares de casos anônimos da covid-19, em mais de 100 países. Segundo a empresa, o objetivo da iniciativa é ajudar epidemiologistas em todo o mundo a criar modelos da trajetória da doença e rastrear suas variantes, assim como futuras doenças infecciosas.Segundo os pesquisadores, o uso dos dados é fundamental para entender como o vírus funciona. Para eles, mesmo com as vacinas sendo distribuídas, o surgimento simultâneo de novas variantes contagiosas do coronavírus aponta para a necessidade de vigilância contínua. Não apenas para conter a progressão da SARS-CoV-2, mas para evitar que outra pandemia aconteça no futuro.Leia mais... Veja Mais

LG negocia venda de fábrica de celulares no Brasil, diz jornal

G1 Economia Notícia sobre negociação com grupo vietnamita foi publicada pelo "The Korea Times" e gerou apreensão na cadeia ligada à produção de celulares na fábrica brasileira em Taubaté, no interior de SP. Fábrica da LG em Taubaté emprega cerca de mil funcionários, segundo Sindicato dos Metalúrgicos Reprodução/ TV Vanguarda A LG iniciou as negociações para a venda da produção global de celulares da marca, que inclui atividade na fábrica no Brasil, em Taubaté (SP), e na cidade de Haiphong, no Vietnam. A informação foi publicada pelo jornal "The Korea Times" na segunda-feira (22) e dá conta de que a fabricante sul-coreana já iniciou conversas para venda da operação. Apesar de, segundo a publicação, a negociação não ter prosperado com um grupo vietnamita interessado, a empresa segue aberta a novas propostas. Há cerca de um mês, o CEO global da LG, Kwon Bong-seok, afirmou em um comunicado interno que a marca repensaria a atuação no mercado de smartphones. Ainda segundo a publicação, a LG enfrenta 24 trimestres seguidos de prejuízos no setor de celulares. De acordo com o site Statcounter, que mensura a participação de marcas no mercado de celulares, atualmente a empresa tem 6,5% de participação no mercado de smartphones no Brasil e 1,6% no mercado global, onde já chegou a registrar 4,1% em 2014. No Brasil, ela chegou a ter 16,1% do mercado em 2013. A notícia vem gerando apreensão na cadeia ligada à produção de celulares no interior de SP. Funcionários das terceirizadas Sun Tech e Blue Tech aprovaram na sexta-feira (19) o início de uma campanha em defesa dos empregos nas fábricas fornecedoras da LG, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos. As fábricas, que ficam em Caçapava e São José dos Campos, são fornecedoras exclusivas da LG e empregam juntas cerca de 420 funcionários. Na planta, diretamente a LG empresa cerca de mil funcionários, segundo o sindicato. A entidade informou que solicitou uma reunião com o CEO da LG para ter informações oficiais sobre o negócio e eventuais reflexos nas operações em Taubaté, mas que o assunto está sendo tratado com "muitas reservas" pela fábrica. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, o pedido de reunião não foi atendido pela empresa até a tarde desta quarta-feira (24). A LG foi procurada pelo G1, mas não retornou até a publicação da reportagem. Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina Veja Mais

Estudante recebe carteira de motorista com foto de máscara, nos EUA

O Tempo - Mundo Jovem contou que, ao relatar a falha, os funcionários do departamento de trânsito começaram a rir Veja Mais