Meu Feed

Últimos dias

Preços do minério garantem bom resultado à Vale mesmo com provisão para Brumadinho

Valor Econômico - Finanças Os preços do minério de ferro, acima de US$ 100 por tonelada no ano passado, garantiram à Vale um bom resultado operacional no quatro trimestre do ano e no exercício de 2020 como um todo. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Cherry: o que os críticos estão falando do filme com Tom Holland

Cherry: o que os críticos estão falando do filme com Tom Holland

Tecmundo Depois do sucesso com Vingadores: Ultimato, os irmãos Joe e Anthony Russo se preparam para lançar o seu próximo filme. Protagonizado por Tom Holland e Ciara Bravo, Cherry - Inocência Perdida conta a história de um jovem militar que volta da guerra com transtorno de estresse pós-traumático (PSPT) e se torna um ladrão de banco depois que o vício em drogas o deixa em dívida.Alguns críticos de cinema já tiveram acesso ao filme e puderam escrever suas primeiras impressões. Confira abaixo o que eles estão falando do longa, que chega ao catálogo do Apple TV+ no dia 23 de março.Leia mais... Veja Mais

Netflix anuncia séries animadas de Transformers e My Little Pony

Netflix anuncia séries animadas de Transformers e My Little Pony

Tecmundo A Netflix anunciou, nesta quinta-feira (25), que está começando a produção de duas novas séries animadas. A informação é de que serão reimaginadas as histórias das franquias Transformers e My Little Pony.A plataforma de streaming divulgou que o nome do novo desenho animado dos brinquedos da Hasbro será Transformers: BotBots. A série terá 20 episódios e contará com Kevin Burke e Chris “Doc” Wyatt como produtores executivos e showrunners.Leia mais... Veja Mais

Roubo de contas bancárias cresceu em 20% ao longo de 2020, afirma estudo

canaltech Account takeover — é esse o nome em inglês do novo golpe que está se tornando cada vez mais popular, inclusive no Brasil. Em português, podemos chamá-lo simplesmente de roubo de contas bancárias, e, de acordo com uma pesquisa efetuada pela Kaspersky, a incidência desse tipo de ataque aumentou em 20% ao longo de 2020 (considerando registros ao redor do mundo inteiro, e não apenas em nosso país). Fraudes arrojadas geram perdas de milhões de dólares para o setor financeiro Caímos nos golpes da internet para te explicar melhor como eles funcionam Phishings bancários já somam 11 milhões de golpes em 2020 O esquema é simples: o criminoso entra em contato com a vítima por telefone e personifica duas identidades: a do “salvador” ou a do “investidor”. Na primeira, ele finge ser funcionário de uma instituição bancária e alerta que a conta-corrente do cidadão está em perigo, visto que supostas movimentações fraudulentas foram detectadas em seus sistemas. Começam aí a surgir as tentativas de conseguir as credenciais da vítima. Querendo convencer o internauta de que sua conta realmente está em perigo, o “salvador” pode pedir sua senha, solicitar um código de verificação enviado via SMS (ou notificação push) ou ainda sugerir a instalação de uma aplicação de gerenciamento remoto, como o TeamViewer. Trata-se de um software benigno, mas que pode ser usado para finalidades malignas caso o atacante empregue-o para invadir o celular alheio. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Já no perfil de “investidor”, o argumento do golpista é que ele possui uma proposta irrecusável de investimentos em ações ou criptomoedas que lhe trará retornos milagrosos em pouquíssimos tempos. Para poupar o tempo da vítima, eles pedem acesso à sua conta bancária ou solicitam informações sigilosas que podem ser usadas para invadir seu internet banking à força. Imagem: Reprodução/Eduardo Soares (Unsplash) “Os dados globais refletem bem a situação que constatamos diariamente no Brasil. Estamos sempre no topo da lista dos países mais atacados por phishing (mensagens falsas) e este é o principal método de roubo de credenciais bancários no país — ou seja, é o que sustenta os golpes de account takeover por aqui”, explica Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil. “E é importante lembrar também que os trojans financeiros mais avançados desenvolvidos no Brasil usam e abusam das ferramentas de acesso remoto (RAT), pois esta é a única forma de burlar os mecanismos de proteção do sistema bancário brasileiro — que é um dos mais avançados no mundo”, finaliza, citando, inclusive, que gangues brasileiras desenvolveram malwares nacionais e já estão exportando-os para outras nações. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Como configurar o BlueStacks, emulador de Android para PC

canaltech BlueStacks (Mac | Windows) é um emulador do sistema operacional Android para computadores. Através do software, é possível fazer o download de apps e games para celulares e executá-los no desktop. É amplamente utilizado para games, incluindo comandos específicos e otimização para o uso de teclado e mouse. Como rodar jogos do Android no PC ou Mac 8 melhores jogos multiplayer para Android e iOS Os melhores jogos para Android de 2020 Apesar de ser voltado para jogos, nada impede de utilizar o emulador para baixar outros conteúdos da Play Store. Usuários podem testar apps ou baixar softwares que sejam muito pesados, funcionando como uma alternativa para quem possui aparelhos com o hardware limitado. Veja como baixar, instalar e configurar o BlueStacks! Como configurar o BlueStacks Passo 1: acesse o site do BlueStacks clicando aqui e faça o download do software; -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Baixe o BlueStacks em seu computador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: ainda no navegador, clique no ícone do download para executar o arquivo; Abra o arquivo instalador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: uma janela do BlueStacks será exibida. Clique em "Instalar agora". A primeira inicialização do emulador pode demorar alguns minutos; Comece a instalação (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: após a instalação, é necessário conectar com uma conta do Google. Clique em "Vamos lá" para iniciar; Configure o emulador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: faça login com uma conta do Google. Caso possua um aparelho Android, é possível utilizar a mesma conta vinculada; Entre com uma conta do Google (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 6: a tela inicial do BlueStacks simula um aparelho Android. Existem os botões de ação na parte inferior da tela e alguns apps já instalados, como o Chrome e um gerenciador de arquivos. Clique no ícone da Play Store para acessá-la; Entre na Google Play Store (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 7: a Play Store pelo emulador tem a mesma interface dos celulares e tablets. Procure por games e apps e faça o download; Acesse a loja de aplicativos pelo computador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 8: ao acessar a página de um app, selecione "Instalar" para fazer o download; Baixe aplicativos e games (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 9: retorne para a aba "My Apps" para acessar a tela inicial e visualizar os apps instalados. Clique em cada um para abri-los; Execute os aplicativos pelo computador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 10: clique e arraste a tela de cima para baixo para visualizar a aba de notificações do Android; Acesse as notificações da maneira que são exibidas em celulares (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 11: o BlueStacks ainda possui uma aba chamada "App Center", que reúne os apps mais baixados e jogos otimizados para uso no emulador; Encontre mais sugestões de aplicativos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) O que acha do BlueStacks? Deixe seu comentário! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deve ficar em R$ 250 por quatro meses

O Tempo - Política Previsão do presidente é que nova rodada do benefício será paga a partir de março Veja Mais

Por Trás de Seus Olhos: entenda o final surpreendente da série da Netflix

Por Trás de Seus Olhos: entenda o final surpreendente da série da Netflix

Tecmundo ATENÇÃO: SPOILERS À FRENTE!A mais nova minissérie de suspense psicológico da Netflix, criada por Steve Lightfoot, está atualmente em uma posição privilegiada do Top 10 do Brasil. Por Trás de Seus Olhos (Behind Her Eyes, no original) é baseada no romance homônimo de Sarah Pinborough, publicado em 2017. Leia mais... Veja Mais

Xbox Live fica fora do ar na noite desta quinta-feira

Xbox Live fica fora do ar na noite desta quinta-feira

Tecmundo Vários jogadores reclamaram, na noite desta quinta-feira (25), que a Xbox Live estava fora do ar. No site Down Detector, por exemplo, o número de notificações explodiu de praticamente zero para mais de 800 por volta das 20h.Depois de verificar a situação, a Xbox publicou no Twitter que "estava ciente" que jogadores poderiam estar não conseguindo entrar na rede e que a situação estava sendo averiguada.Leia mais... Veja Mais

Auxílio emergencial: Bolsonaro fala em pagar quatro parcelas de R$ 250 na nova rodada

G1 Economia Presidente já tinha citado 'três ou quatro parcelas', mas ainda não havia declarado valor. Pagamento pode voltar em março, mas ainda está sendo debatido com Câmara e Senado, afirmou. O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (25) que o governo estuda pagar quatro parcelas de R$ 250 na nova rodada do auxílio emergencial. Segundo Bolsonaro, o benefício pode ser retomado em março. O retorno do auxílio emergencial é debatido pelo governo desde dezembro, quando foi paga a última parcela. A retomada também é defendida pelos presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). O formato dos novos pagamentos ainda não foi anunciado oficialmente. “Eu estive hoje com o [ministro da Economia] Paulo Guedes. A princípio, né, o que deve ser feito? A partir de março, por quatro meses, é 250 reais de auxílio emergencial. Então é isso que está sendo disponibilizado”, afirmou Bolsonaro durante transmissão ao vivo em uma rede social. Bolsonaro já havia falado em estender o auxílio emergencial por "três ou quatro meses", mas ainda não havia comentado o valor da nova rodada – vinha apenas repetindo que seria impossível retomar o patamar de R$ 600 registrado no início do programa. Na transmissão desta quinta, o presidente não informou de onde virão os recursos para custear essa nova rodada de benefícios, nem como esse gasto será encaixado no orçamento e nas metas fiscais de 2021. Auxílio emergencial: o caminho apontado por economistas para o governo bancar o programa VÍDEO: Especialistas afirmam ser viável retomar o auxílio emergencial Apesar de citar as quatro parcelas de R$ 250, o presidente disse que o assunto ainda está sendo discutido com a equipe econômica e com Lira e Pacheco. Bolsonaro não informou data para bater o martelo sobre o tema. “Está sendo conversado ainda com, em especial, os presidentes da Câmara e do Senado. Porque a gente tem que ter certeza do que nós acertamos, vai ser em conjunto, não vai ser só eu e a equipe econômica, vai junto com o Legislativo também, [para que] na ponta da linha aquilo seja honrado por todos nós” disse Bolsonaro. No último dia 11, o blog no G1 da jornalista Ana Flor adiantou que o governo estudava pagar o auxílio por mais quatro meses com R$ 250 por parcela. No mesmo dia, o ministro Paulo Guedes afirmou em live que o governo poderia começar com R$ 250 e depois "aterrissar" em R$ 200 nas parcelas finais. Nesta quinta, Bolsonaro disse acreditar que a capacidade de endividamento do governo está no limite e que espera que após a nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial a “economia pegue de vez, pegue para valer”. Problema orçamentário O Congresso Nacional analisa a inclusão, no texto da proposta de Emenda à Constituição (PEC) chamada de PEC Emergencial, de um dispositivo que retira os custos do auxílio emergencial das restrições do teto de gastos e da regra de ouro. O teto de gastos impede que os gastos do governo cresçam mais que a inflação do período anterior. Já a regra de ouro define que o governo não pode fazer dívidas – emitir títulos, por exemplo – para custear despesas como salários, benefícios de aposentadoria, contas de luz e outros custeios da máquina pública. Votação da PEC Emergencial, que abre espaço para auxílio emergencial, ficou para a semana que vem O ministro Paulo Guedes tem defendido, porém, que a retomada do programa deve vir acompanhada de corte de gastos para evitar a piora nas contas públicas. Sem contrapartida, o auxílio amplia o rombo nas contas públicas, o que pode afetar a confiança de investidores no país. Nesta quinta, em uma derrota para o governo, o Senado encerrou a sessão sem que o relator da PEC, Márcio Bittar (MDB-AC), lesse seu parecer sobre a proposta. O governo esperava a leitura e a aprovação do texto ainda esta semana. Veja Mais

Brasil bate recorde de mortes por Covid-19 registradas nas últimas 24 horas: 1.582

Glogo - Ciência País contabilizou 10.393.886 casos e 251.661 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Média móvel chegou a 1.150 mortes por dia, segundo recorde seguido no índice. Brasil registra o maior número de mortes por Covid desde o início da pandemia O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quinta-feira (25). O país registrou 1.582 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, a maior marca anotada até aqui, chegando ao total de 251.661 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.150. É o segundo recorde seguido registrado nessa média. A variação foi de +8% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença. O recorde anterior de número de mortes em 24 horas foi registrado em 29 de julho do ano passado, quando chegou a 1.554. Na ocasião, o número foi puxado por acúmulo devido à não divulgação de dados de SP e PA na véspera -- diferente do boletim desta quinta. Quanto à média móvel de óbitos, seis das sete maiores marcas foram registradas nas últimas duas semanas. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 10.393.886 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 67.878 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 52.177 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +15% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos. A média de casos voltou a ficar acima da marca de 50 mil por dia após pouco mais de três semanas, e a tendência está no limite da estabilidade; acima de 15% configura alta. Doze estados estão com alta nas mortes: PR, RS, SC, RJ, AC, PA, BA, CE, MA, PB, PI e RN. Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados Brasil, 25 de fevereiro Total de mortes: 251.661 Registro de mortes em 24 horas: 1.582 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.150 (variação em 14 dias: +8%) Total de casos confirmados: 10.393.886 Registro de casos confirmados em 24 horas: 67.878 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 52.177 por dia (variação em 14 dias: +15%) Estados Subindo (12 estados): PR, RS, SC, RJ, AC, PA, BA, CE, MA, PB, PI e RN Em estabilidade (10 estados e o Distrito Federal): ES, MG, SP, DF, GO, MT, RO, TO, AL, PE e SE Em queda (4 estados): MS, AM, AP e RR Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia). Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Vacinação Balanço da vacinação contra Covid-19 desta quinta-feira (25) aponta que 6.338.137 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 2,99% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 1.750.781 pessoas (0,83% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 8.088.918 doses foram aplicadas em todo o país. Variação de mortes por estados Estados com mortes em alta Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em estabilidade Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em queda Editoria de Arte/G1 Sul PR: +39% RS: +46% SC: +64% Sudeste ES: -7% MG: -5% RJ: +20% SP: 0% Centro-Oeste DF: +8% GO: -4% MS: -21% MT: +7% Norte AC: +31% AM: -53% AP: -38% PA: +60% RO: +14% RR: -29% TO: -3% Nordeste AL: +10% BA: +56% CE: +109% MA: +29% PB: +41% PE: -14% PI: +33% RN: +61% SE: +2% Brasil Sul Sudeste Centro-Oeste Norte Nordeste Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal (saiba mais). Veja vídeos sobre a vacinação contra a Covid no Brasil: Veja Mais

Final Fantasy 7 ganha versão Battle Royale para celulares; veja

Final Fantasy 7 ganha versão Battle Royale para celulares; veja

Tecmundo A Square Enix anunciou, na noite desta quinta-feira (25), Final Fantasy VII: The First Soldier. O jogo é um battle royale para celulares que será lançado para aparelhos Android e iOS ainda neste ano. Veja, a seguir, o primeiro vídeo gameplay do título.Leia mais... Veja Mais

Final Fantasy 7 Remake ganha novo trailer de versão para PS5

Final Fantasy 7 Remake ganha novo trailer de versão para PS5

Tecmundo A PlayStation anunciou, na noite desta quinta-feira (25) durante o State of Play, a versão para PlayStation 5 de Final Fantasy VII Remake. Chamada de "Intergrade", o game chegará para o console em 10 de junho com várias melhorias. Quem tiver a versão base no PlayStation 4, poderá fazer o upgrade de graça no próximo console. Um dos momentos altos da divulgação foi, porém, a revelação de Yuffie. A personagem ganhará uma episódio extra no game com novas aventuras. Veja, a seguir, o novo trailer do jogo.Leia mais... Veja Mais

Kena: Bridge of Spirits ganha novo trailer incrível no State of Play

Kena: Bridge of Spirits ganha novo trailer incrível no State of Play

Tecmundo Hoje (25), foi revelado durante o evento State of Play da Sony um novo trailer e a data de lançamento de Kena: Bridge of Spirits, que chega no dia 24 de agosto para PS4, PS5 e PC. O jogo de aventura mistura exploração, lutas e uma estética incrível de animação 3D e empolgou bastante desde sua revelação.O vídeo traz muito mais novidades do combate do game, mais áreas inéditas e até detalhes de como os espíritos ajudarão a protagonista, podendo ser combinados para se transformarem em novas criaturas. Confira:Leia mais... Veja Mais

Ex-namorada de Arthur, do BBB 21, nega que ele seja 'abusador'

O Tempo - Diversão - Magazine "Sempre me tratou com muito respeito, por isso estou fazendo esses stories", falou a digital influencer Hemilly Bellon Veja Mais

Kaley Cuoco fala sobre quando descobriu sobre final de The Big Bang Theory

Kaley Cuoco fala sobre quando descobriu sobre final de The Big Bang Theory

Tecmundo Kaley Cuoco, a Penny de The Big Bang Theory, falou sobre o dia em que ela descobriu que a série estava acabando. A atriz revela que ficou sabendo por causa de Jim Parsons, que interpretava Sheldon.Em uma entrevista para a Variety, Cuoco contou que, quando começaram a filmar a 12ª temporada, o criador da série, Chuck Lorre, chamou a equipe para conversar. A atriz diz que ela e Johnny Galecki, intérprete de Leonard, pensaram que seria para discutir sobre a próxima temporada.Leia mais... Veja Mais

Spotify agora permite que você filtre sua coleção de músicas curtidas

canaltech Se você é um heavy user do Spotify, é bem provável que a sua biblioteca de “Músicas Curtidas” seja uma verdadeira bagunça. Afinal, esse recurso foi feito para agrupar qualquer canção individual que você goste e deseje favoritar; no fim das contas, o usuário acaba com uma playlist bastante “eclética”. No caso deste repórter que vos escreve, ela varia de 2Pac, Diana Ross, The Strokes e Chico Buarque. Alta fidelidade! Spotify HiFi chega no fim de 2021 Spotify testa novo visual para a aba “Sua Biblioteca”; veja o que muda Spotify prepara reprodução de arquivos de música armazenados no celular Pensando em uma forma simples de resolver esse “problema”, o Spotify anunciou, nesta quinta-feira (25), um redesenho da página de músicas curtidas e agora permite que você aplique filtros para que somente as melodias de determinado gênero ou humor sejam reproduzidas. Isso significa que, finalmente, Tom Jobim vai parar de tentar me acalmar enquanto estou na vibe eletrizante do hip-hop dos anos 90. Imagem: Divulgação/Spotify A feature foi projetada para ser fácil de usar. A própria plataforma identifica os estilos musicais de cada faixa na biblioteca e cria tags posicionadas na área superior da interface (exemplo: trap, chill, folk, indie e assim por diante). Você pode acionar uma ou várias delas, ajustando temporariamente a playlist de acordo com a ocasião — tal como, é claro, remover todos os filtros para que a biblioteca volte ao estado original. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Infelizmente, por enquanto, a novidade só estará disponível para países que falam a língua inglesa, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul — não há previsão para que a feature seja levada para outras regiões. Ademais, a novidade é exclusiva dos aplicativos para Android e iOS; logo, você não vai encontrá-la no cliente oficial para desktop ou na interface web. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Plenário - Votação da PEC sobre imunidade parlamentar é adiada para amanhã - 25/02/2021

Plenário - Votação da PEC sobre imunidade parlamentar é adiada para amanhã - 25/02/2021

Câmana dos Deputados Foi adiada para amanhã (26) a votação da PEC das Prerrogativas (Proposta de Emenda à Constituição 3/21). A relatora, deputada Margarete Coelho (PP-PI), propôs acordo para excluir do texto a exclusividade do Conselho de Ética como foro para discussão de condutas parlamentares quanto a opiniões, palavras e votos. Essa parte final a ser excluída, por destaque, garante que as condutas de parlamentares sejam levadas à Justiça. “Ao suprimirmos a parte final do artigo, ele voltaria à redação atual da Constituição e deixaríamos a jurisprudência do Supremo disciplinar a questão”, afirmou a relatora. A proposta atende ao PT, mas não tem acordo com o PSL. A PEC foi apresentada pelo deputado Celso Sabino (PSDB-PA), com o apoio de 185 deputados. Fonte: Agência Câmara de Notícias Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/60432 Veja Mais

Vikings: Katheryn Winnick conta que o destino de Lagertha deveria ser outro

Vikings: Katheryn Winnick conta que o destino de Lagertha deveria ser outro

Tecmundo ATENÇÃO: SPOILERS À FRENTE!Vikings finalizou sua última temporada com muita tristeza e morte. Katheryn Winnick, que interpretava Lagertha, falou, recentemente, sobre a morte de sua personagem na série.Leia mais... Veja Mais

Vale reverte prejuízo e lucra R$ 26,7 bilhões em 2020

G1 Economia No quarto trimestre, mineradora registrou R$ 4,825 bilhões de lucro,ante prejuízo de R$ 6,408 bilhões no mesmo período do ano passado. Logotipo da Vale em sede da empresa no Rio de Janeiro Ricardo Moraes/Reuters A Vale informou nesta quinta-feira (25) que reverteu o prejuízo de R$ 6,6 bilhões apurado em 2019 e registrou lucro de R$ 26,7 bilhões no ano passado. No quarto trimestre, a mineradora registrou R$ 4, 825 bilhões de lucro, ante prejuízo de R$ 6,408 bilhões no mesmo período do ano passado. No terceiro trimestre deste ano, no entanto, o lucro foi de R$ 15, 615 bilhões. Segundo a empresa, o resultado foi impactado principalmente por maiores despesas relacionadas ao rompimento de barragem em Brumadinho (MG), seguindo o Acordo Global para reparação, em meio a ganhos fortes no segmento de minério de ferro. A receita operacional líquida da mineradora totalizou R$ 208,5 bilhões em 2020, o que representa um aumento de R$ 59,9 bilhões em relação a 2019. O resultado, segundo a empresa, é efeito da desvalorização de 30,7% do real frente ao dólar. O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, por sua vez, totalizou R$ 87,3 bilhões em 2020, representando um aumento de R$ 45 bilhões em comparação ao valor de R$ 42,3 bilhões registrado em 2019. De acordo com a Vale, em 2020, os investimentos totalizaram US$ 4,430 bilhões, sendo US$ 522 milhões na execução de projetos e US$ 3,908 bilhões na manutenção das operações. O montante foi 20% superior ao aportado em 2019. Caso Brumadinho No relatório financeiro, a mineradora informou também que custos e despesas registrados em 2020, que incluem o caso Brumadinho, totalizaram R$ 151 bilhões, 18% do registrado em 2019 (R$ 7,3 bilhões). Vale assina acordo de R$ 37,68 bilhões para reparar tragédia de Brumadinho Segundo a Vale, o aumento ocorreu em função do efeito negativo da desvalorização do real frente ao dólar e de maiores custos de aquisição de minério de ferro de terceiros. Espera-se que a dívida líquida expandida continue com tendência de queda para US$ 10 bilhões, nível alvo de longo prazo, à medida que a empresa continua a gerar caixa e pagar suas obrigações com Refis, Brumadinho, Renova e Samarco, informou a minedora. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Leilão do 5G: presidente da Anatel propõe implantação gradual de tecnologia de ponta

G1 Economia Proposta diverge do voto do relator do edital, que exigia a construção imediata de uma rede de 5G, tecnologia que promete velocidade de internet bem superior. O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euler e Morais, propôs nesta quinta-feira (25) durante reunião do conselho diretor do órgão a implantação gradual de uma rede de banda larga para 5G, tecnologia que promete uma velocidade de internet bem superior à das tecnologias atualmente disponíveis. Morais fez a proposta ao apresentar o voto em reunião do conselho diretor da Anatel que decide sobre o edital de licitação do leilão do 5G. Em seu voto, o presidente da agência sugeriu que a nova rede seja exigida integralmente somente a partir de 1º de janeiro de 2025. Enquanto isso, poderia ser instalada gradualmente, e as operadoras poderiam usar a infraestrutura que já têm para ofertar o serviço. O voto de Morais divergiu do voto do relator do edital, conselheiro Carlos Baigorri, que propôs que se exigisse das vencedoras do leilão a construção imediata da nova rede 5G, para a oferta do serviço na faixa de 3,5 GHz. (ATUALIZAÇÃO: no início da noite, o conselho diretor da Anatel concluiu a reunião e aprovou o edital do leilão. Prevaleceu, por maioria de votos, a posição do relator. Com a aprovação, a proposta segue agora para avaliação do Tribunal de Contas da União (TCU). Apesar de não ser obrigatório o governo costuma aguardar o aval da corte de contas antes de marcar o leilão. O governo prevê fazer o leilão ainda no primeiro semestre. No leilão, serão ofertadas quatro faixas de frequência: 700 MHz; 2,3 GHz; 26 GHz; e 3,5 GHz.) A faixa de 3,5 GHz é a que desperta mais interesse das empresas de telefonia, por exigir menos investimentos para a implantação da tecnologia. Entenda o que é o 5G e como ele pode revolucionar a tecnologia no Brasil A exigência proposta pelo relator impediria as operadoras de usar redes existentes como a do 4G para ofertar o serviço de 5G. O argumento do relator é que somente com a rede nova o consumidor teria realmente uma experiência de 5G, com velocidade maior que as atualmente disponíveis. Morais defendeu a implantação gradual dessa rede para dar tempo às empresas. “Para um ambiente justo e saudável é fundamental conferir ao agente privado a faculdade de buscar a inovação”, afirmou O voto do relator foi apresentado no último dia 1º, quando o presidente da agência pediu vistas do processo (mais tempo para analisar). Mesmo após o pedido de vistas, outros dois conselheiros da Anatel, Vicente de Aquino Neto e Moisés Moreira, adiantaram seus votos, favoráveis ao relatório de Baigorri. No entanto, eles ainda podem alterá-los. Tecnologia 5G pode movimentar US$ 25 bilhões no Brasil em quatro anos Parabólica Em seu voto, Morais manteve a previsão de que as empresas vencedoras do leilão paguem pela transferência do sinal de parabólicas, que hoje ocupa uma das faixas de frequência a serem usadas para o novo serviço. A proposta prevê que o sinal das parabólicas passe da faixa de 3,5 GHz, que será usada no 5G, para a banda Ku. Essa solução é defendida pelas emissoras comerciais de TV, para as quais é uma medida mais permanente, a fim de evitar interferências e garantir que a TV gratuita continue chegando a todos os que recebem o sinal das emissoras por parabólica no interior do país. Veja Mais

Como programar para apagar mensagens no Telegram

canaltech O Telegram (Android | iOS | Web) é um app de mensagens que oferece inúmeros recursos e funções para seus usuários. Após a recente atualização, o mensageiro agora conta com uma função que permite programar para apagar mensagens dos chats. Como compartilhar fotos do Telegram no WhatsApp Como encaminhar áudio do Telegram para o WhatsApp Já existia uma função semelhante a esta, presente nos “Chats secretos”, porém agora ela está disponível para todas as conversas da plataforma. Depois de ativada, qualquer mensagem enviada em seguida será apagada após um dia ou uma semana. Confira abaixo o passo a passo para acessá-la e utilizá-la! Signal vs Telegram: qual app de mensagens é mais seguro? WhatsApp Web vs. Telegram Web: qual é o melhor mensageiro para usar no PC? Como programar para apagar mensagens no Telegram Passo 1: abra o app do Telegram em seu celular e abra uma conversa ou grupo. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Acesse o app do Telegram e abra uma conversa ou grupo (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: com o chat aberto, clique no ícone de “Três pontos” no canto superior direito. Clique no ícone de "Três pontos" no canto superior direito (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: no menu aberto em seguida, clique em “Limpar histórico”. No menu aberto em seguida, selecione o item "Limpar histórico" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: selecione o período para remover as mensagens e clique em “Ativar autoexcluir”. Selecione o período para apagar as mensagens e clique em "Ativar Autoexcluir" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: a partir desse momento, qualquer mensagem enviada nesta conversa será apagada após o intervalo que você definiu. Para alterar o período, basta apenas clicar na mensagem exibida. A partir desse momento, qualquer mensagem enviada neste chat será apagada (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: ajuste um novo prazo ou arraste o controle deslizante para a opção “Desativado” caso queira cancelar a ação. Finalizados os ajustes, clique em “Definir neste chat”. Arraste o controle deslizante para "Desativado" e clique em "Definir neste chat" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode programar para apagar mensagens nos chatos do Telegram. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Caro, bonito e poderoso: Galaxy Book S é o primeiro notebook da “marca” Galaxy

canaltech A Samsung acaba de dar uma bela tacada nesta quinta-feira (25): a companhia anunciou uma expansão do “ecossistema Galaxy”, lançando o primeiro notebook que leva a marca originalmente criada a família homônima de smartphones. Estamos falando do Galaxy Book S, que vem para acompanhar outros dispositivos que também recebem a “tarjeta”, incluindo os Galaxy Buds, a Galaxy SmartTag e o Galaxy Watch. Novos Galaxy S21 chegam ao Brasil custando a partir de R$ 6 mil Samsung anuncia os novos Galaxy Buds Pro e o rastreador Galaxy SmartTag Galaxy S21 | Conheça todas as cores do novo topo de linha da Samsung A ideia é que a marca se torne uma referência em qualidade e mobilidade, expandindo-se, futuramente, para uma linha ainda maior de dispositivos. No caso do Galaxy Book S, temos um laptop com processador Intel Core i5, 8 GB de memória RAM e 256 GB ou 512 GB de armazenamento em SSD (depende de qual cor você deseja: a Mercury Gray possui menor capacidade, enquanto a Earthly Gold possui mais memória). A tela é de 13,3 polegadas com resolução Full HD, mas o que impressiona mesmo é a espessura (1,18 cm) e peso (950 gramas) reduzidos do equipamento. A bateria promete uma autonomia de até 17 horas, e, para garantir a segurança de seus dados, temos sensor de impressão digital para otimizar o processo de login e o recurso “Pasta Segura”, que é uma espécie de cofre protegido por credenciais. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.-   “Estamos há mais de dez anos produzindo notebooks no Brasil e ficamos muito felizes em fazer parte da família Galaxy. Com o Galaxy Book S, trazemos ao mercado nacional um computador de qualidade e alta tecnologia. Aproveitamos todo o conhecimento da companhia para oferecer um notebook ideal para pessoas que estão sempre em movimento e precisam do que há de melhor em mobilidade, conectividade e desempenho”, afirmou Sandra Chen, diretora da área de notebooks da Samsung no Brasil. O Galaxy Book S já está disponível no Brasil, sendo preciso investir R$ 7.199 para a cor Mercury Gray e R$ 7.499 para a Earthly Gold. Promocionalmente, quem adquirir qualquer versão do notebook ganhará um par dos fones de ouvido wireless Galaxy Buds. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Final Fantasy VII Ever Crisis é anunciado para iOS e Android

Final Fantasy VII Ever Crisis é anunciado para iOS e Android

Tecmundo A Square Enix trouxe novidades para o Final Fantasy VII Remake com um novo episódio com a Yuffie e um upgrade para o PS5 durante o State of Play. Porém, a empresa não parou por aí! No pós-evento foi anunciado o Final Fantasy VII Ever Crisis para iOS e Android! Confira o trailer a seguir:Leia mais... Veja Mais

CT News - 25/02/2021 (Mercado de games já vale mais que os de cinema e música)

canaltech No CTN de hoje: Mercado de games agora vale mais que indústrias de música e cinema juntas; Cyberpunk 2077 | Atualização que corrigiria o jogo é adiada após ataque hacker; Zoom libera legendas automáticas para todos durante videochamadas e mais. Ouça ao podcast. Veja Mais

Crash Bandicoot 4: game ganha novo vídeo para o PS5

Crash Bandicoot 4: game ganha novo vídeo para o PS5

Tecmundo A PlayStation anunciou, na noite desta quinta-feira (25) durante o State of Play, novidades para o lançamento de Crash Bandicoot 4: It's About Time para PlayStation 5. A nova versão terá resolução de 60 fps e 4K, uso dos gatilhos adaptativos e mais. O game será lançado para a plataforma em 12 de março.Leia mais... Veja Mais

Prévia | Novo Nissan Kicks eleva patamar tecnológico para encarar rivais

canaltech O Nissan Kicks é um dos SUVs mais vendidos do Brasil há alguns anos, tendo conquistado inúmeros clientes desde seu lançamento por se apresentar como um produto confiável, bonito e eficiente. Mas chega uma hora em que são necessárias mudanças para seguir competindo firme no mercado, que pede cada vez mais tecnologia, conforto e segurança. Para seguir encarando seus principais rivais com qualidade, a fabricante japonesa deu um belo banho de loja em seu crossover. Nissan lança primeira loja 100% online para compra de carros novos Análise | Nissan Leaf é a experiência genuína do carro elétrico Análise | Nissan Frontier esbanja tecnologia, poder e robustez A linha 2022 do Kicks não é tratada como uma nova geração pela Nissan, mas seus avanços com relação ao modelo que foi lançado por aqui em 2016 podem fazer com que estejamos diante de um novo carro, apesar de as sensações ao guiá-lo sejam exatamente as mesmas no quesito desempenho. Itens como o alerta de colisão frontal, sistema de frenagem automática de emergência, alerta de mudança de faixa, identificador de ponto cego, sistema de tráfego cruzado e o controle de chassi garantem que o Nissan Kicks 2022 eleve seu patamar tecnológico para encarar os principais rivais, como o Volkswagen T-Cross, Chevrolet Tracker e o novo Jeep Renegade, que deve chegar ainda este ano. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- O Canaltech teve a oportunidade de conhecer e passar algumas horas com a versao Exclusive, a topo de linha do novo Nissan Kicks 2022. Veja abaixo nossas primeiras impressões. Conectividade e Segurança O novo Nissan Kicks 2022 mostra que evoluiu absurdamente quando abordamos o quesito segurança. Guiar o carro, por mais que em termos de desempenho seja a mesma coisa do modelo antigo, nos transmite uma sensação de proteção muito maior, como se o carro estivesse nos segurando em situações extremas. A Nissan decidiu seguir um caminho um pouco diferente para o novo modelo de seu SUV e aposta na tecnologia para fazer frente aos rivais que, em média, possuem crossovers mais divertidos de serem guiados, mas que, talvez, não apresentem, neste momento, o mesmo aparato de segurança. No traçado do Haras Tuiuti, circuito em que avaliamos o Kicks 2022, sentimos que todo o investimento feito pela montadora para o SUV faz, sim, muita diferença. Foto: Murilo Góes/Nissan Comecemos por uma que nos chamou muito a atenção e que já estava presente no modelo anterior do SUV, mas que ganhou um upgrade nessa nova versão: o Chassi Control, ou controle de chassi. Essa tecnologia desenvolvida pelos japoneses garante que o motorista tenha total controle do veículo em curvas rápidas e situações extremas, como frenagens bruscas. Na prática, ele é bem diferente dos controles de estabilidade e tração (também presentes no carro), pois atua na estrutura do veículo e isso pode ser percebido em situações bem específicas na pista. Entretanto, a Nissan não quis parar por aí e acrescentou ao Kicks o Nissan Safety Shield, um conjunto de tecnologias que está presente em modelos mais avançados da marca, como o Nissan Leaf, já avaliado aqui pelo Canaltech. As novidades ficam por conta do Alerta de Tráfego Cruzado Traseiro (RCTA), o Monitoramento de Ponto Cego (BSW), o Alerta Inteligente de Mudanças de Faixa (LDW) e o Acendimento Inteligente dos Faróis com Ajuste de Altura e Intensidade (HBA). Os dois últimos inéditos no segmento. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech O Alerta de Tráfego Cruzado Traseiro (RCTA) previne colisões e atropelamentos involuntários nas manobras de ré, já que emite sinais para o motorista quando há a aproximação de outro veículo graças aos sensores instalados nas extremidades do para-choque traseiro, que têm alcance de até 20 metros. Já o Monitoramento de Ponto Cego (BSW) e o Alerta Inteligente de Mudanças de Faixa (LDW) são auxílios importantes para mudanças de faixa de rolamento ou em momentos de distração do condutor. Foto: Murilo Góes/Nissan O BSW emite alertas visual e sonoro ao detectar um veículo ao lado em uma manobra de troca de faixa, enquanto o LDW avisa ao condutor quando o crossover está cruzando uma faixa de rolamento sem a luz de direção acionada, o que previne colisões por distrações e até mesmo saídas involuntárias da via. O diferencial, porém, é que o carro te avisa dessa manobra com uma vibração no volante, algo novo nessa tecnologia, que já está presente em outros veículos até mais caros, mas que ficam restritos a avisos visuais e sonoros. Durante o uso na pista, em ambiente controlado, deu para perceber a extrema eficiência do recurso. A câmera 360º para manobras, alerta e sistema de frenagem de emergência, controles de estabilidade e tração e o sensor de estacionamento, presentes na versão anterior do SUV, seguem nesta nova. Multimídia e Som Quando vamos para a central multimídia, mais evoluções dentro do Kicks 2022. Agora o SUV traz a central Nissan Connect, equipada com tela de oito polegadas sensível ao toque, boa resolução e respostas rápidas. O diferencial, além do tamanho da tela, é a possibilidade de conectar simultaneamente dois equipamentos via Bluetooth para o uso de um deles em ligações com as mãos livres e outro para ouvir o aplicativo de música, por exemplo. Para conectar os equipamentos no multimídia ou mesmo carregá-los, o Kicks 2022 traz duas entradas USB, sendo uma delas tipo USB-C, que proporcionam maior velocidade na transmissão de dados e menor tempo de carregamento. As entradas USB-C são compatíveis com as versões USB 3.0 e USB 3.1. Ou seja, ninguém vai reclamar de conectividade a bordo do Kicks. Além disso, sua central também funciona como roteador Wi-Fi, tal qual vimos na Nissan Frontier e no próprio Leaf. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Para completar a experiência, outra excelente novidade: o sistema de som Personal Space assinado pela BOSE. Seu diferencial, porém, está na maior imersão, tornando este, sem dúvidas, o melhor disponível no segmento de SUVs compactos. Esse sistema proporciona um som potente e equilibrado com a ajuda de oito alto-falantes de alta performance (dois deles são tweeters) e um amplificador digital. O segredo, no entanto, está nos dois alto-falantes Bose UltraNearfield de 2,5 polegadas localizados dentro do encosto de cabeça do banco do motorista. Mas, ao contrário do que imaginávamos, não atrapalha em nada na condução, dando uma experiência ao volante bem equilibrada e agradável. Conforto e Experiência de Uso Um dos pontos fortes do Kicks sempre foi o conforto e ele segue sendo na nova versão do SUV. Desta vez, na cabine, sentimos que está tudo mais silencioso e agradável, mesmo que o acabamento, infelizmente, deixe a desejar em alguns aspectos. De acordo com a montadora, o para-brisa tem tratamento acústico diferenciado para a redução de ruídos internos. Assim, a cabine fica silenciosa mesmo em momentos de fortes acelerações, como pode ser visto na pista do Haras Tuiuti. Os números de redução beiram os 35%, segundo a Nissan. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Além disso, os bancos "gravidade zero", que já estavam presentes no modelo anterior, seguem nesta versão e são bem confortáveis, tanto para quem vai na frente, quanto para os ocupantes de trás, que não sofrem com o espaço, diferentemente de outros modelos. Já em termos de comportamento, poucas mudanças no Kicks. Seu confiável motor 1.6 de 114 cv dá conta do recado para o uso na cidade, mas não é tão ágil e, em subidas mais pesadas, pode sentir um pouco. Ele, porém, é silencioso e econômico, trabalhando bem com a transmissão CVT. Evidente que o utilizamos na pista e traremos mais detalhes no dia a dia da cidade, mas a impressão é idêntica ao do atual Kicks, que já passou pelas mãos do repórter. Completam os itens de conforto a chave presencial, ar-condicionado, direção elétrica, bancos com revestimento sintético, retrovisor fotocrômico e a fita do Sem Parar, que pode ser ativada no ato da compra do carro. Design e acabamento O que era bom, ficou ainda melhor. O Kicks possui um design jovial no atual modelo, mas no novo, além de transparecer modernidade, ficou mais requintado e elegante. Essa sensação pode ser reforçada pelo novo conjunto óptico, que é 100% em LED, e por suas novas linhas laterais, que passam mais robustez. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Além disso, a grade frontal ficou mais agradável aos olhos, passando uma sensação de mais imponência ao SUV e as novas rodas aro 17, exclusivas da versão topo de linha, são bem bonitas. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Já no acabamento, os mesmos problemas vistos na versão anterior do carro permanecem. Muito embora na versão topo de linha (que é a que testamos) haja um capricho maior, a abundância de plástico duro incomoda. Veredicto e Coeficiente Canaltech O Nissan Kicks 2022 evoluiu absurdamente no aspecto tecnológico e apresenta itens de segurança e conforto vistos apenas em carros de segmentos superiores. Mesmo com a ausência de um piloto automático adaptativo, o SUV da Nissan entrega recursos muito interessantes, como o alerta de tráfego traseiro, o sistema de permanência em faixa com alerta háptico nos volantes e o monitoramento de ponto cego. Apesar de seu desempenho apenas regular, o SUV pode, sim, conquistar mais clientes, pois ficou mais bonito e equipado. O Nissan Kicks 2022 estará disponível em todo o Brasil em março, com preços que serão revelados em breve pela Nissan. O Canaltech viajou para Tuiuti/SP a convite da Nissan do Brasil. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

VOCÊ NÃO PODE PERDER | Linha iPhone 12 está com preços arrasadores no Magalu!

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso do varejista. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. Os produtos exibidos aqui foram selecionados pela nossa equipe de ofertas. Logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda. Esta matéria é fruto de uma parceria com o Magazine Luiza e traz uma oferta especial para os leitores do Canaltech. Saiba tudo sobre a loja Magazine Você no vídeo que gravamos na sede do Magalu:   A nova geração do iPhone chegou trazendo muitas melhorias em comparação com os modelos do ano anterior. O iPhone 12 se destaca bastante em meio aos lançamentos por ser um aparelho compacto, fino, leve, equipado com tecnologia 5G, trazendo o novo processador A14 Bionic da Apple, que garante o desempenho excelente de sempre, e uma tela OLED com bordas mínimas. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Os modelos da linha iPhone 12 estão em promoção com preços imperdíveis no Magazine Luiza. Para quem estava esperando um bom desconto, é a hora certa de aproveitar e já começar o ano com um aparelho novo. Confira abaixo todos os modelos de iPhone 12 na promoção: Sobre o iPhone 12   O modelo padrão da nova linha tem visor de 6,1 polegadas, dentro do esperado quando comparamos com os modelos da Apple lançados nos últimos anos. O conjunto duplo de câmeras na traseira — que é o mesmo usado no iPhone 12 mini — promete captar 27% mais luz que a geração anterior, graças à abertura maior. Com isso, passa a ser possível captar vídeos com tecnologia HDR, que contém mais detalhes, principalmente em áreas escuras. Já o design utilizado em todos os modelos deste ano deixou de lado as curvaturas e passou a adotar um visual mais parecido com o do iPhone 4, com um acabamento reto nas laterais por volta de todo o celular. No caso do iPhone 12 e do 12 mini o material utilizado nessa construção é alumínio. Todos contam ainda com suporte ao 5G, resistência à água e proteção Ceramic Shield no visor. O chipset presente em todos os modelos de iPhone 12 é o A14 Bionic da Apple. Segundo a empresa, ele tem uma CPU 50% mais rápida que a dos modelos anteriores, além de ser o primeiro chip para smartphones a utilizar o processo de fabricação de 5 nanômetros. Isso significa que ele é mais potente e consome menos bateria que os outros chipsets da companhia. Compre o iPhone 12 (64 GB) por R$ 5.579,07 à vista | 12x R$ 499: iPhone 12 (64 GB) preto iPhone 12 (64 GB) branco iPhone 12 (64 GB) verde iPhone 12 (64 GB) vermelho iPhone 12 (64 GB) azul Compre o iPhone 12 (128 GB) por R$ 5.749: [ESGOTADO] iPhone 12 (128 GB) Vermelho [ESGOTADO] iPhone 12 (128 GB) Verde Sobre o iPhone 12 Mini   Feito especialmente para quem não está nada feliz com o crescimento das telas dos celulares nos últimos anos, o iPhone 12 mini é um dos menores smartphones já feitos pela Apple recentemente. Ele consegue ter um tamanho inferior até mesmo em relação ao iPhone 8 e ao iPhone SE (2020), modelos que já se destacavam por serem menores que a média do mercado atual. E por seguir a tendência do design com bordas mínimas, ele consegue incluir um visor de 5,4 polegadas nesse espaço, maior que os dois modelos citados anteriormente. O tamanho é a única grande mudança do iPhone 12 mini, que traz as mesmas câmeras, chipset e tela Super Retina XDR do iPhone 12. Ele de fato traz tudo o que você espera de um iPhone novo em formato compacto. Compre o iPhone 12 Mini 64 GB por R$ 4.499 | 10x de R$ 499: iPhone 12 Mini (64 GB) Preto iPhone 12 Mini (64 GB) Vermelho iPhone 12 Mini (64 GB) Branco Compre o iPhone 12 Mini 128 GB por R$ 5.039 | 12x de R$ 466: iPhone 12 Mini (128 GB) Preto iPhone 12 Mini (128 GB) Vermelho iPhone 12 Mini (128 GB) Amerelo Sobre o iPhone 12 Pro   Quando comparado com o iPhone 12, o iPhone 12 Pro pega essas características e sobe um pouco o patamar. Ele tem mais memória RAM que os outros dois modelos citados anteriormente, o que beneficia quem costuma abrir vários aplicativos ao mesmo tempo. Isso também quer dizer que ele deve ser capaz de lidar melhor com as futuras atualizações lançadas pela Apple, tendo uma vida útil mais longa. Mas a grande diferença está mesmo na câmera. Em vez de um conjunto duplo, o iPhone 12 Pro traz uma câmera tripla, adicionando um modo telefoto que não está presente no iPhone 12 e no iPhone 12 mini. É uma ótima adição para quem procura uma experiência completa em fotografia no celular, com a possibilidade de usar sensores especializados caso deseje fotografar objetos que estão mais distantes. Ele também é capaz de filmar em 4K HDR em até 60 quadros por segundo e traz um scanner que melhora os resultados em ambientes escuros ao reduzir o tempo necessário para focar no objeto que está sendo fotografado. É um grande salto de qualidade para as câmeras da Apple, mesmo quando comparado com modelos anteriores que já tinham câmeras excelentes. Compre o iPhone 12 Pro 128 GB por R$ 8.849,10: [ESGOTADO] iPhone 12 Pro (128 GB) Grafite [ESGOTADO] iPhone 12 Pro (128 GB) Prateado [ESGOTADO] iPhone 12 Pro (128 GB) Azul Sobre o iPhone 12 Pro Max iPhone 12 Pro Max está em promoção (Imagem: Divulgação/Apple) Agora, se além de um chipset de ponta e câmera tripla com novas tecnologias você deseja um iPhone com tela grande, a escolha certeira é o iPhone 12 Pro Max. Ele combina todas as melhores especificações que já citamos aqui com um visor de 6,7 polegadas. É o melhor que a Apple tem a oferecer em tecnologia para smartphones. Compre o iPhone 12 Pro Max por R$ 9.388,94: [ESGOTADO] iPhone 12 Pro Max (128 GB) Grafite [ESGOTADO] iPhone 12 Pro Max (128 GB) Azul [ESGOTADO] iPhone 12 Pro Max (128 GB) Prateado Receba ofertas diretamente no celular O Canaltech Ofertas é um serviço de promoções que sempre seleciona os melhores preços encontrados nas lojas brasileiras e mostra de uma forma organizada para você. Diariamente, nossos especialistas procuram descontos em celulares, notebooks, jogos e em diversos outros produtos, filtram apenas as ofertas que realmente valem a pena e divulgam tudo para você. Esse serviço existe para facilitar a sua vida na hora de fazer uma nova compra, trazendo somente produtos e preços aprovados por nossa equipe Assim, você tem a garantia de que está adquirindo algo em uma loja confiável e por ótimas condições de pagamento, economizando tempo e dinheiro. Para receber todas essas ofertas diretamente no seu celular, convidamos você a entrar nos nossos grupos de descontos no WhatsApp e no Telegram. Lá, você terá acesso às melhores promoções assim que elas forem publicadas. Entre agora e comece a economizar! Entre nos grupos de WhatsApp e Telegram do Canaltech Ofertas Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

PGR pede ao Supremo para arquivar inquérito da Lava Jato contra Rodrigo Maia

O Tempo - Política Apesar do parlamentar ter sido indiciados pela PF, a Procuradoria avaliou que a apuração policial não conseguiu comprovar o recebimento de propina Veja Mais

Em derrota para Lira, Câmara adia análise da PEC da Imunidade Parlamentar para sexta

Valor Econômico - Finanças Com quórum apertado, a Câmara adiou para esta sexta-feira (26) a análise da proposta de emenda constitucional (PEC) da imunidade parlamentar. A sessão está marcada para 9h, mas a ordem do dia será aberta apenas às 10h. O vice-presidente da Casa, Marcelo Ramos (PL-AM), será o responsável por comandar a sessão novamente, já que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), estará em São Paulo. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Amazon Music já está disponível em dispositivos Android TV

canaltech A Amazon anunciou nesta quinta-feira (25) que o Amazon Music, sua plataforma de streaming de música e podcasts já pode ser acessado em dispositivos com sistema operacional Android, como smart TVs, consoles de jogos, conversores e alto-falantes e novo aplicativo Chromecast com Google TV. O app está disponível para usuários e assinantes Prime em vários territórios do mundo, incluindo o Brasil. Amazon Music ganha suporte para podcasts Como adicionar seu canal de podcast no Google Podcasts Usuários do Amazon Music Unlimited, a assinatura premium do serviço, agora têm acesso a mais de 70 milhões de músicas, playlists e estações em dispositivos Android. Já os assinantes da Amazon Prime que utilizam produtos com sistema operacional Android TV possuem dois milhões de faixas selecionadas disponíveis na plataforma, além de mais de mil playlists e estações sem custo adicional na assinatura. Amazon Music ganha aplicativo para Chromecast com Google TV e dispositivos Android TV (Imagem: Divulgação / Amazon) O app de música da Amazon para dispositivos Android TV OS está disponível para clientes nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Brasil, México, Alemanha, França, Itália, Espanha, Índia, Japão e Austrália. A partir de hoje, os usuários que utilizam produtos com o sistema operacional compatível já podem ouvir alguns dos mais novos hits disponíveis, incluindo a playlist Rap Rotation, de hip-hop, e a playlist Pop Culture, que traz sucessos atuais da música pop, além de estações como Top Hip Hop, Chill Electronic, e Ultimate Jazz. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Amazon Music Unlimited compete com o Spotify ao entregar milhares de músicas sem anúncios e custa apenas R$ 16,90/mês! Assine aqui Em território brasileiro, é possível optar entre dois planos para utilizar o aplicativo do Amazon Music: o primeiro e mais básico está disponível com o restante da assinatura do Amazon Prime, por R$ 9,90 ao mês e teste gratuito por 30 dias. Já o Amazon Music Unlimited dá acesso ao usuário a todo acervo de faixas, playlists e estações pelo valor de R$ 16,90 ao mês. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Primeiro caso confirmado de COVID-19 no Brasil completa um ano

canaltech O Brasil completou, na última quarta-feira, 24 de fevereiro, um ano desde a primeira suspeita de caso de contaminação pelo coronavírus no país. O paciente teve o diagnóstico em São Paulo, indo ao hospital com sintomas de gripe após ter feito uma viagem à Itália. O exame foi feito e, poucas horas depois, mas já no dia seguinte, há exatamente um ano, o resultado mostrou positivo. Google apoia plataforma que permite rastrear propagação de doenças em tempo real COVID: Pfizer aposta em terceira dose para combater variante sul-africana Como saber se a vacina foi aplicada? Pode filmar? Especialistas tiram dúvidas Os primeiros casos de COVID-19 começaram a ser divulgados na imprensa ainda em dezembro de 2019, mas a doença ainda não tinha nome, sendo tratada apenas como uma gripe misteriosa. No mês seguinte, em oito de janeiro, a China divulgou que a doença se tratava de um novo tipo de coronavírus e que pouco se sabia sobre a sua origem. Não demorou para que a cidade de Wuhan, onde aconteceram as primeiras contaminações, fosse classificada como o epicentro da doença. Imagem: Reprodução/kjpargeter/ Freepik Desde então, com os primeiros surtos graves acontecendo na China e na Itália, o coronavírus vem sendo a causa de diversas crises sanitárias e econômicas ao redor do mundo, fechando aeroportos, comércios e lotando UTIs, com a OMS (Organização Mundial de Saúde) decretando que estávamos vivendo uma pandemia. E estamos até hoje. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Nesta semana, um ano depois da primeira confirmação da doença por aqui, o Brasil atingiu a marca de 250 mil mortes pelo coronavírus, além da maior média móvel de óbitos desde o início da pandemia, com 1.127 mortes diárias. Manaus, no Amazonas, é a cidade que mais vem sofrendo com a COVID-19, sendo a primeira a vivenciar um grande colapso do sistema de saúde, vendo pacientes morrendo pela falta de tanques de oxigênio e sem ter o que fazer. Calculadora de vacinas sugere que pandemia vai acabar daqui a 7 anos Imagem: Reprodução/Governo de São Paulo Entre pequenos avanços e complicações constantes, o mundo vem enfrentando o surgimento de diferentes variações do SARS-CoV-2, o coronavírus, sendo ainda mais contagiosas e, alguns casos, mais letais. Já temos vacinas, mas o processo continua sendo lento, principalmente no Brasil, pela alta quantidade de habitantes. Por aqui, está sendo vacinada, inicialmente, a população que atua na linha de frente no combate à pandemia e idosos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Vacinas de Cuba contra Covid-19 entrarão na fase 3 de testes em março

O Tempo - Mundo País tem capacidade de fabricar em 2021 cerca de 100 milhões de doses de uma das quatro vacinas próprias, a Soberana 2 Veja Mais

Oddworld: Soulstorm será gratuito no PS5 para usuários da Plus

Oddworld: Soulstorm será gratuito no PS5 para usuários da Plus

Tecmundo Depois dos anúncios do State of Play, a Sony divulgou em seu twitter que a versão de PS5 de Oddworld: Soulstorm será de graça para os assinantes da PS Plus no mês de abril! Confira:The PS5 version of Oddworld: Soulstorm is one of your PlayStation Plus games for April!Full details on Abe’s the weird & wonderful quest to liberate his fellow Mudokons: https://t.co/IIfMEtZP5A pic.twitter.com/kp9vwOCfKrLeia mais... Veja Mais

Com Haddad, Kalil nega aliança com o PT mas acena para agendas em comum

O Tempo - Política O ex-prefeito de São Paulo, nesta quinta-feira, entregou para Kalil um projeto de recuperação nacional elaborado pelo PT Veja Mais

A Voz do Brasil - Plenário aprova admissibilidade de PEC sobre imunidade parlamentar - 25/02/2021

A Voz do Brasil - Plenário aprova admissibilidade de PEC sobre imunidade parlamentar - 25/02/2021

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, também, entre outros assuntos: ✔️Presidente da Câmara afirma que regulamentação de imunidade deve se limitar a voz e voto; ✔️Conselho de Ética define relatores de processos contra Daniel Silveira e Flordelis. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Riverdale 5x6: o grupo começa a trabalhar na escola (Recap)

Riverdale 5x6: o grupo começa a trabalhar na escola (Recap)

Tecmundo A 5ª temporada de Riverdale continua após o salto no tempo do último episódio. Nesta semana, Betty, Veronica, Archie e Jughead começam a trabalhar como professores em Riverdale High e eles se dão surpreendentemente bem com as novas vagas. Confira o recap completo a seguir!Leia mais... Veja Mais

Como a Inteligência Artificial já influencia na gestão de pessoas nas empresas

canaltech Não é exatamente uma novidade que a Inteligência Artificial já está presente no nosso dia a dia pessoal e profissional. Seja no atendimento efetuado por um chatbot, em um game, na recomendação de um filme ou em um software que usamos para executar processos em nosso trabalho e muito mais. E agora, essa tecnologia começa a crescer em uma área onde, até pouco tempo, sua presença era um tabu: a de Recursos Humanos - incluindo a gestão de pessoas nas organizações. Uma pesquisa recente conduzida pela Oracle e pelo Future Workplace descobriu que os profissionais de RH acreditam que a IA pode apresentar oportunidades para que eles dominem novas habilidades e ganhem mais tempo livre. Isso permitiria que os profissionais de RH - e líderes de equipes - expandam suas funções atuais para serem mais estratégicos em sua organização. No entanto, entre os líderes de RH que participaram da pesquisa, 81% disseram que acham difícil acompanhar o ritmo das mudanças tecnológicas no trabalho. Como tal, é mais importante do que nunca para os profissionais de desse setor compreenderem as maneiras como a IA está remodelando o setor. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- E de olho nessa mudança de cenário está a Robbyson, uma plataforma brasileira de People Management que utiliza ciência de dados, Machine Learning e gamificação para engajar, reconhecer e desafiar funcionários de indústrias dos mais diversos setores. Ao longo de 2020, a companhia viu dobrar o número de clientes e de usuários ativos de sua plataforma. Com a atração de novas marcas em diversos setores da economia — como financeiro, varejo, seguros e telecomunicações — a companhia registrou um aumento de 20% em seu faturamento no passado. Mas até onde a Inteligência Artificial pode ajudar na gestão de pessoas? Quando um olhar mais humano deve substituir a tecnologia? Para responder essas e outras questões, o Canaltech conversou com Laila Costa, Business Strategy da Robbyson, que explica como funciona a plataforma nesse gerenciamento e já adianta: "nada substitui o contato humano". Laila Costa, da Robbyson: "A Tecnologia não substitui as pessoas, mas complementa" (Imagem: Divulgação / Robbynson)  Confira como foi o papo: Canaltech - De que forma a inteligência artificial pode impactar na gestão de pessoas e negócios? Laila Costa: De muitas formas. Desde o mapeamento e mensuração de perfis de consumidores, até por meio de insights, a partir de grandes volumes de dados gerados, que podem auxiliar gestores no dia a dia de suas áreas e equipes. Na Robbyson acreditamos que tudo que pode ser medido, pode ser melhorado. Então, sempre que coletamos dados, podemos usar essas informações para o bem, ajudando gestores a projetarem futuros, ou com insights para uma tomada de decisão com mais segurança. CT - É possível utilizar a inteligência artificial para medir e acompanhar indicadores de performance individuais? L.C.: É exatamente o que fazemos. Na Robbyson, o comportamento observado, por meio dos grandes volumes de dados coletados, permite com que mesmo empresas com milhares de funcionários, possam fazer uma gestão até o nível de cada indivíduo. Nós conseguimos fazer recomendações personalizadas sobre como desempenhar uma função ou superar um desafio, dar dicas sob medida, recomendar treinamentos ou leituras para cada pessoa. Temos também uma aplicação de IA que são as predições, seja para comportamentos e atitudes, seja para performance de funcionários. A gestão individual por indicadores é peça fundamental na gestão de pessoas atualmente. Cada um deve se sentir reconhecido por aquilo que entrega e ter a possibilidade de melhorar em cada oportunidade identificada. Isso é meritocracia e gera engajamento e satisfação dos colaboradores. CT - Com a IA, os colaboradores poderão receber feedbacks automáticos ou virtuais? L.C.: Sim. É claro que o contato humano nunca será ou deverá ser substituído, mas para questões do dia a dia que são processuais, a inteligência artificial se torna uma grande aliada do gestor de uma equipe. A Robbyson, por exemplo, vai ainda mais além. A plataforma pergunta diariamente ao usuário sobre como ele está se sentindo. E entre as respostas “Top Demais, “Tô de boa” e “Tô pra baixo”, a ferramenta consegue identificar o clima de uma equipe e filtrar até aquele colaborador reincidente em um humor “Tô pra baixo” e orientar para que procure pelo gestor e compartilhe seus problemas, caso queira. A Robbyson também sinaliza ao gestor sobre o humor daquele colaborador e sugere uma aproximação individual. Nas questões da rotina do trabalho, a Robbyson consegue predizer se a performance de um colaborador não alcançará resultados em um determinado período e o orienta sobre o que fazer. Esses feedbacks chegam até o usuário em forma de notificações, mensagens do nosso chatbot e também pela nossa funcionalidade de ensino à distância (EAD) que consegue, por exemplo, sugerir um treinamento específico a um colaborador que precise de uma capacitação identificada pela própria plataforma. CT - Usar a IA para tais feedbacks não elimina uma parte importante da avaliação, que é o olhar humanizado? Ou o olhar de quem conhece o negócio mais a fundo e que a tecnologia não consegue perceber? L.C.: Não elimina porque não substitui. Ela agrega. Se torna mais uma parte do processo e mais: torna o processo mais justo, pois se baseia em dados e não em opiniões ou preferências. Como dito anteriormente, nada substitui o que o humano pode fazer. E o que ele pode fazer de melhor é criar e sentir. Isso não está em jogo na aplicação da Inteligência Artificial na gestão de pessoas. O que a I.A adiciona ao processo é uma leitura analítica e objetiva de cenários que oferece ao gestor ainda mais insumos para uma gestão mais inteligente, produtiva e assertiva. CT - Qual é o impacto da IA na gestão de grandes equipes? L.C.: A capacidade exponencial de alcançar muito mais pessoas do que normalmente. O impacto está principalmente na satisfação dos colaboradores e isso resulta diretamente no aumento da produtividade. O objetivo deve ser sempre o engajamento e o reconhecimento dos colaboradores de forma justa. Uma gestão otimizada, produtiva e a excelência nos serviços prestados são consequências naturais deste processo. Um ambiente corporativo onde pilares como comunicação, transparência, reconhecimento e autogestão são praticados de forma correta, é um ambiente com excelente clima organizacional, pessoas felizes e que trabalham para a melhor performance da empresa. Este é o grande impacto da IA na gestão de grandes equipes. Não é somente a aplicação da tecnologia pura. Isso é automação e pode até funcionar para áreas específicas de trabalhos robotizados. Onde há pessoas, há a necessidade de uma gestão inteligente. Com análise, com planejamento, com ideias, inovação e gestão individualizada. A boa aplicação da IA é fundamental em todos estes aspectos. CT - Como a Robbyson avalia o futuro do uso da IA pelas empresas no Brasil? L.C.: A avaliação é de que o uso tende a crescer. Atualmente, o uso está centralizado para traçar perfis de consumo e muito relacionado ao comportamento do consumidor e não a gestão de pessoas, equipes e indicadores. A tendência é de que a IA comece a ser utilizada como inteligência de negócio, de forma mais democrática, ampla e integrada. CT - Com a IA, é possível criar ambientes de trabalho mais justos ou meritocráticos? Que parâmetros ela leva em conta para definir condições justas nesse sentido? L.C.: A IA é parte fundamental na criação deste ambiente. Com a medição de indicadores individualizados, um gestor consegue ter conhecimento sobre os talentos e oportunidades de cada colaborador. Isso o ajuda a direcionar os colaboradores a funções de acordo com seu perfil e acordar metas justas para cada pessoa. É possível saber quem merece ser reconhecido. Na Robbyson, existe a funcionalidade da Central de Trocas e um método de reconhecimento gamificado por meio de uma moeda virtual, os Coins. À medida que o usuário alcança suas metas, ele acumula Coins, que podem ser trocados por itens ou experiências em uma Central de Trocas personalizada por níveis que também são medidos com base na conquista da moeda. Esta é uma forma de trazer reconhecimento de forma mais ágil e justa aos colaboradores que veem seus esforços sendo recompensados em um curto prazo. A médio e longo prazo, o gestor consegue avaliar por meios dos indicadores, a performance de um colaborador e indica-lo a uma promoção, troca de área ou função baseado em seu comportamento nos indicadores. CT - O que a IA ainda não consegue fazer pela gestão de pessoas hoje, mas será capaz de fazer em um futuro próximo? L.C.: Do ponto de vista de viabilidade, não existe nada que não possa ser executado. Porém, é preciso que exista um uso cada vez maior para que o dado seja mais aperfeiçoado e mais preciso (o que chamamos de acurácia). Assim, a I.A. consegue ser cada vez mais assertiva. CT - Como não perder a dimensão humana da gestão com o uso de IA? L.C.: Antes de mais nada, é preciso lembrar que nenhuma máquina é capaz de substituir pessoas. Elas existirão sempre para melhorar outras pessoas e negócios. É preciso fazer um uso inteligente e equilibrado da IA. É necessário que haja bom senso e que nunca se perca o interesse pessoal por suas equipes e indivíduos. Só o humano é capaz de sentir. As emoções serão sempre de grande importância em um ambiente de relações que são humanas. A tecnologia deve existir para ser uma grande aliada e não uma encurtadora ou substituta de relações. Leia também: NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil Como funciona o bot do Twitter que publica vagas de emprego na área de TI Pesquisadores criam sistemas que burlam detecção automática de deepfakes Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Rover que vai "farejar" água na Lua em 2023 começará a ser construído em breve

canaltech Em 2019, a NASA oficializou a missão VIPER (Volatiles Investigating Polar Exploration Rover) com o objetivo de procurar água na Lua. Trata-se do primeiro rover robótico capaz de “farejar” água e outros voláteis — recursos importantes para as próximas missões tripuladas e para a permanência sustentável da humanidade na superfície lunar. Agora, a agência espacial estadunidense anunciou o avanço do projeto para a próxima etapa de desenvolvimento. Agência Espacial Europeia quer missão para explorar as cavernas da Lua China descobre quase 110 mil novas crateras na Lua China revela primeiras imagens das amostras lunares coletadas pela Chang'e 5 Na última quarta-feira, a NASA anunciou que o VIPER recebeu aprovação para passar da etapa de formulação, na qual foram realizadas importantes revisões do projeto. A equipe conseguiu atender a todos os requisitos, com “um nível aceitável de risco dentro das restrições de custo e cronograma”, escreveu a agência espacial. Agora, a missão chega à etapa de implementação do projeto do rover. Isso significa que o equipamento do VIPER está mais perto de se tornar uma realidade. Daniel Andrews, gerente de projeto do VIPER, disse que a equipe agora está pronta para terminar o projeto e o planejamento operacional do rover. Em seguida, ele começará a ser efetivamente construído, e pode ser que vejamos algumas de suas primeiras imagens em algum momento dessa etapa. Andrews destaca os esforços da equipe durante a pandemia de COVID-19, que impactou o trabalho dos funcionários da NASA de várias maneiras. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Como o VIPER vai procurar água na Lua? (Imagem: Reprodução/NASA Ames/Daniel Rutter) O projeto VIPER faz parte do programa CLPS (Commercial Lunar Payload Services), criado pela NASA para que empresas espaciais privadas possam colaborar com a agência no envio de cargas úteis para a Lua durante o programa Artemis. Assim, a empresa selecionada para ajudar no pouso do VIPER na superfície lunar foi a Astrobotic, que assinou um contrato de US$ 199,5 milhões com a NASA em 2020. Batizado como Griffin, o módulo de pouso da Astrobotic tem quase dois metros de altura e 4,5 metros de diâmetro, e será o responsável por descer da órbita lunar e realizar uma alunissagem (o equivalente à aterrissagem na Lua) segura, levando o VIPER consigo. Depois deste pouso, o rover movido a energia solar começará a andar pela superfície lunar e iniciará uma missão de 100 dias, percorrendo cerca de 20 km. O rover em terá 2,5 metros de altura e 1,5 metros de comprimento e largura, e será um especialista em se esgueirar em torno de crateras graças a um novo tipo de movimento em suas rodas. Ele também será ágil o suficiente para se mover por vários tipos de inclinações e de solos, desde os mais compactos e rochosos aos mais “fofos”. Com seus instrumentos sensíveis e sua broca, ele vai tentar detectar moléculas de água tanto na superfície quanto abaixo dela. Esses componentes permitirão ao rover estudar muitas características da água polar da Lua. Há uma série de outras inovações neste rover, como o fato de ser o primeiro da NASA a contar com faróis para que consiga explorar áreas onde a luz do Sol não chega há bilhões de anos. Além disso, ele será capaz de trabalhar durante a noite lunar, algo que as demais sondas lunares não fazem — elas “adormecem” para poupar energia e sobreviver ao frio extremo durante duas semanas terrestres, que é o tempo de duração de uma noite lunar. Por fim, o VIPER usará uma broca, projetada para atingir cerca de 1 metro de profundidade, para cavar e estudar a composição da Lua de maneira inédita. A previsão de lançamento é para o final de 2023. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Linha Redmi K40 Pro é lançada com foco em alto desempenho

Linha Redmi K40 Pro é lançada com foco em alto desempenho

Tecmundo Nesta quinta-feira (25), a linha Redmi K40 Pro chega ao mercado com configurações potentes e conjunto robusto de câmeras. Possuindo duas variantes, os modelos recém-lançados contam com um processador topo de linha, armazenamento de sobra, três diferentes cores e, claro, preço competitivo — pelo menos no mercado internacional.Ambos os modelos são equipados com o potente processador Snapdragon 888, acompanhado de 8 GB de memória RAM para o Redmi K40 Pro e 12 GB para sua versão Plus. Para o armazenamento, o Redmi K40 Pro+ possui 256 GB enquanto a variante base possui opções de 128 GB e 256 GB disponíveis. Todo o conjunto é energizado pela bateria de 4.520 mAh com suporte para carregamento rápido de 33W, Quick Charge 3.0 e USB PD 3.0.Leia mais... Veja Mais

Five Nights at Freddy's: Security Breach ganha trailer aterrorizante

Five Nights at Freddy's: Security Breach ganha trailer aterrorizante

Tecmundo A PlayStation divulgou, na noite desta quinta-feira (25) durante o State of Play, um novo vídeo de Five Nights at Freddy's: Security Breach, jogo de terror. O título será lançado ainda em 2021 para PlayStation 4 e PlayStation 5. Veja, a seguir, as novas imagens.Leia mais... Veja Mais

'Viveremos semanas muito difíceis', diz Carlos Lula, representante dos secretários de estado da saúde

Glogo - Ciência Nesta quinta-feira (25), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, fez reunião com os conselhos de secretários de saúde e disse que estamos em 'nova etapa' da pandemia. Secretário de Estado de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, em coletiva de imprensa em São Paulo em dezembro de 2020 Márcio Sampaio "Temos que ligar o alerta porque viveremos semanas de março e abril muito difíceis. Talvez as mais difíceis", disse nesta quinta-feira (25) o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, a respeito da aceleração da transmissão da Covid-19 no Brasil. "Vamos colocar de lado outras disputas e colocar num rumo só pra enfrentar a doença. Todos os estados têm tentado criar mais leitos, mas apenas criar leitos não adianta. A gente precisa também de ajuda da sociedade. A sociedade tem de entender que não é hora de fazer festa, não é hora de estar junto". Pazuello diz que transferência é opção para UTIs lotadas, mas conselho de secretários alerta que 'todo mundo está no limite' Brasil chega a 250 mil mortos com ritmo acelerado de óbitos por Covid-19; especialistas culpam falta de medidas de isolamento Wilames Freire, presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), também avalia que o país vive um momento "difícil" e "duro". "É um recrudescimento dessa pandemia que vem nos desafiar mais uma vez, mas é um momento em que temos que estimular nossas equipes, orientar a população e dizer que não são somente o Ministério da Saúde, as secretarias estaduais e municipais as responsáveis." "Precisamos entender que os meios que temos de enfrentar e diminuir a transmissibilidade desse vírus é adotar medidas restritivas" - Wilames Freire, presidente do Conasems. Carlos Lula e Wilames Freire fizeram suas declarações após reunião dos conselhos estaduais e municipais de saúde com Eduardo Pazuello, ministro da Saúde. Pazuello disse que a remoção de pacientes entre estados que enfrentam lotação de unidades de terapia intensiva (UTI) será uma das estratégias usadas para enfrentar o que ele chamou de "nova etapa" da pandemia, marcada pelo alastramento da variante descoberta em Manaus. Contra o atual aumento de casos, o ministro disse vai atuar com "atendimento imediato na unidade básica de saúde", "estruturação em capacidade de leitos" e "vacinação". "Uma das estratégias com relação a leitos é a utilização de leitos de forma remota. São remoções." - Eduardo Pazuello, ministro da Saúde. 'Todo mundo está no seu limite' Em seu pronunciamento, o presidente do Conass não detalhou as remoções, mas afirmou que há alta ocupação em Santa Catarina, Tocantins, Rondônia, Rio Grande do Sul, Bahia, Ceará, Paraíba, Maranhão e Sergipe. "A gente termina a contabilidade tendo feito o transporte de mais de 600 pacientes do Amazonas para outros estados. E mais de 60 de Rondônia. Hoje a gente já teria dificuldade bem maior de fazer esse transporte porque todo mundo está no seu limite. Quase todo o Brasil recebeu pacientes do Amazonas" - Carlos Lula, presidente do Conass. 250 mil mortos O Brasil ultrapassou a marca de 250 mil mortos devido à Covid-19 nesta quarta-feira (25). O número foi atingido em meio à falta de uma campanha de vacinação e com as novas variantes circulando. Especialistas citam o ritmo acelerado de transmissão e de mortes, consequência da falta de medidas de isolamento e de restrições impostas pelo Estado. O registro do primeiro óbito por Covid-19 no Brasil ocorreu em 12 de março, e foram necessários 100 dias para que o número chegasse a 50 mil – marca atingida em 20 de junho do ano passado. Entre a cifra de 200 mil, atingida em 7 de janeiro de 2021, e a de 250 mil, passaram-se 48 dias. O ritmo das mortes deve continuar acelerando. O país pode atingir 300 mil mortes ainda no mês de março. Brasil chega a 250 mil mortes por Covid-19 com ritmo acelerado de óbitos Elcio Horiuchi/G1 VÍDEOS: novidades sobre a vacina Veja Mais

PS5: Returnal recebe novo trailer e mais detalhes no State of Play

PS5: Returnal recebe novo trailer e mais detalhes no State of Play

Tecmundo Hoje (25), durante a transmissão do State of Play, o game Returnal ganhou um novo trailer e mais detalhes sobre o gameplay. Confira a seguir:Leia mais... Veja Mais

Veja quais são os requisitos para baixar Valheim no PC

canaltech Lançado no início de fevereiro de 2021 em Acesso Antecipado no Steam, Valheim já está se tornando um dos maiores sucessos da plataforma. O jogo de sobrevivência com temática viking desenvolvido pela Iron Gate já atingiu a marca de 3 milhões de vendas e, recentemente, alcançou mais de 500 mil jogadores simultâneos no Steam. Como baixar e instalar Rocket League de graça Como baixar e jogar Muse Dash no PC e celular Como baixar Apex Legends para PC Caso você queira saber quais os requisitos mínimos e recomendados de Valheim e o passo a passo para baixar o game em seu PC, confira abaixo! O que é Among Us e como baixar o game PUBG: 10 dicas para começar a jogar Quais são os requisitos para jogar Valheim no PC Requisitos mínimos Sistema Windows 7 64bit ou superior Processador 2.6 GHz Dual Core ou similar -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Memória RAM 4 GB Placa de vídeo GeForce GTX 500 ou superior Armazenamento 1 GB de espaço livre DirectX Versão 11 Requisitos recomendados Sistema Windows 7 64bit ou superior Processador i5 3GHz ou superior Memória RAM 8 GB Placa de vídeo GeForce GTX 970 ou superior Armazenamento 1 GB de espaço livre DirectX Versão 11 Como baixar Valheim Passo 1: abra o Steam em seu PC, acesse a aba “Loja” no menu superior e, no campo de buscas, procure pelo “Valheim” e clique nele. Acesse o Steam através do seu PC, procure por Valheim e clique nele (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: caso necessário, insira a sua data de nascimento e clique em “Acessar página”. Insira a sua data de nascimento e clique em "Acessar página" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: com a página do game aberta, clique em “Carrinho”. Com a página do game aberta, clique em "Carrinho" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: feito isso, clique em “Comprar para a minha conta”. Clique em "Comprar para a minha conta" para poder prosseguir (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: escolha o método de pagamento, preencha todos os itens necessários e clique em “Continuar” para finalizar a sua compra. Assim que o pagamento for aprovado, o download do game será iniciado. Selecione o métido e pagamento e clique em "Continuar" para finalizar a compra (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode baixar Valheim no PC e saber e quais são os seus requisitos mínimos e recomendados. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Psicopatas têm função cerebral reduzida na hora de tentar demonstrar empatia

canaltech Graças à indústria do cinema e da televisão, nós nos familiarizamos com a existência de pessoas psicopatas, normalmente retratadas como grandes vilões. Pessoas que sofrem desse transtorno, de fato, possuem características e comportamentos antissociais, se tornando incapazes de sentirem empatia pelos outros, muito menos remorso por algo que fizeram. Novo estudo relaciona 'trollagem' com sadismo, narcisismo e psicopatia Postar muitas 'selfies' pode ser sinal de psicopatia em homens, afirma estudo Twitter pode ajudar a identificar psicopatas Para tentar entender melhor o funcionamento do cérebro de uma pessoa diagnosticada com a psicopatia, o que vem sendo um grande mistério por ser bastante difícil fazer essa compreensão, pesquisadores conduziram uma pesquisa que, felizmente, trouxe respostas significativas. De acordo com o estudo, agora temos a primeira evidência de que psicopatas ficam com a função cerebral reduzida na tentativa de se empatizar com alguém. Imagem: Reprodução/pressfoto/Freepik A pesquisa, publicada na revista científica NeuroImage, mostrou que pessoas com psicopatia sentiam dificuldade em finalizar tarefas relacionadas a tomar conta da perspectiva de outra pessoa, com os exames dando destaque às áreas do cérebro relacionadas ao sentimento que apresentavam pouca atividade.  -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Metodologia do estudo Os pesquisadores realizaram o estudo com 94 pessoas, todos homens, adultos e presos por terem cometido crimes, com o objetivo de prever suas emoções durante interações sociais, julgando assim suas capacidades de sentir empatia. Os participantes do estudo precisaram observar imagens de duas pessoas em interações específicas, como um consolando o outro, e uma das pessoas tinha o rosto substituído por uma forma. Então, eles precisaram escolher uma expressão facial que eles acreditavam que estava no rosto escondido. Os presos ainda foram entrevistados e testados para a psicopatia, comparando os resultados com imagens de dados de ressonância magnética funcional (fMRI) para conferir diferenças entre psicopatas e pessoas sem o transtorno. Os cientistas, então, observaram que as pessoas que pontuaram alto para a psicopatia foram as mesmas que apresentaram um desempenho pior na hora de identificar as emoções sentidas nas cenas. Imagem: Reprodução/Bret Kavanaugh/Unsplash Esses participantes evitaram citar, principalmente, sentimentos de medo, tristeza e felicidade, e quando as tentativas de identificação aconteciam, as atividades cerebrais eram reduzidas em diversas regiões relacionadas à empatia. Sendo assim, os pesquisadores sugerem que existe alguma disfunção biológica que impede pessoas com psicopatia a compreenderem as emoções. A pesquisa, no entanto, conta com suas limitações, de acordo com os autores. Mesmo apresentando um desempenho ruim nas tarefas de identificar felicidade e tristeza, a atividade cerebral dos psicopatas não foi menor que a dos outros participantes. Segundo os responsáveis pelo estudo, essa descoberta pode estar relacionada com a forma na qual foi feita a medição da atividade cerebral, tendo um menor precisão em algumas das emoções. Ainda assim, os resultados trazem mais evidências de que pessoas com psicopatia se esforçam para ter o sentimento de entender a perspectiva de outras pessoas. Eles também não conseguem sentir medo, fato que também pode explicar a capacidade dessas pessoas se tornarem grandes líderes. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Apple libera atualização macOS Big Sur 11.2.2 para corrigir limitação de laptops

canaltech A Apple liberou, nesta última quinta-feira (25), a atualização de número 11.2.2 (compilação 20D80) para o sistema operacional macOS Big Sur. Como você pode adivinhar, trata-se de um “minor update” — ou seja, ele não foi projetado para trazer novos recursos ou sequer otimizar o desempenho do SO, mas sim corrigir um pequeno erro que andava assolando os donos de MacBooks Pro (2019 ou posterior) e MacBooks Air (2020 ou posterior). macOS Big Sur 11.1 e 11.2 estão causando problemas de conexão com monitores Veja quais Macs são compatíveis com o Big Sur e como atualizar Safari vai permitir customizar página de nova guia com extensões A atualização vem para prevenir que os laptops sofram danos caso sejam conectados a docks ou hubs de má qualidade, fabricados por terceiros e que são alimentados pela porta USB-C. Muita gente relatou esse tipo de problema ao longo dos últimos meses, e, embora o uso de periféricos não homologados seja sempre desaconselhado, a Maçã resolveu emitir uma solução para tal questão a nível de software. Isso também significa que, basicamente, caso você esteja rodando o macOS Big Sur em qualquer outro iGadget (como o Mac mini, o iMac ou o Mac Pro), a compilação 11.2.2 é essencialmente inútil. Porém, é válido lembrar que a atualização 11.3 já está sendo testada em Beta e deverá ser disponibilizada ao público em breve — esta sim deve trazer melhorias significativas para o sistema operacional como um todo. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- De qualquer forma, para quem possui um MacBook Pro ou um MacBook Air, o update já está disponível para download via over-the-air (OTA). Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Câmara de Betim devolve R$ 9 milhões do orçamento de 2020

O Tempo - Política Montante representa 17% da receita do ano passado. Desde 2017, valores devolvidos somaram R$ 41,1 milhões Veja Mais

Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, é internado em BH

O Tempo - Política Ele deu entrada no Hospital Felício Rocho com uma tendinite calcária Veja Mais

Avião destinado a trazer 13 milhões de vacinas de Oxford ao Brasil deixa China

canaltech Na primeira quinzena de fevereiro, apresentamos uma problemática das vacinas contra a COVID-19: a falta de doses, considerando um produto disponível suficiente apenas para começar a imunizar mais 2 milhões de pessoas, sem expectativas para mudar até o fim deste mês. No entanto, o avião com insumos da China que vão ser entregues à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para a fabricação da vacina Covishiled, desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, parte de Pequim nesta quinta-feira (25). Vacina de Oxford apresenta até 90% de eficácia contra a COVID-19; entenda Vacina de Oxford | Lote com mais 2 milhões de doses chega da Índia ao Brasil Infectologista tira as principais dúvidas sobre a vacina de Oxford/AstraZeneca Tendo em mente o voo partindo nesta quinta, a previsão é que o IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo), chegue ao Rio de Janeiro no próximo sábado (27). O material é suficiente para fabricar aproximadamente 13 milhões de doses. Com isso, a ideia é que em 15 de março a Fiocruz consiga entregar cerca de um milhão de doses ao Ministério da Saúde. As informações são de Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Além disso, na última terça-feira (23), um avião da companhia Emirates que carregava a remessa do imunizante de Oxford produzido na Índia aterrissou em São Paulo, mas a ideia é levar o material ao Rio de Janeiro. A aeronave decolou de Mumbai na segunda (22). Uma vez no Rio de Janeiro, esse lote deve ser encaminhado para o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e depois da avaliação técnica das doses, distribuído pelos estados brasileiros, seguindo orientação do Ministério da Saúde. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Avião destinado a trazer 13 milhões de vacinas da Covishielld (Vacina de Oxford/AstraZeneca) ao Brasil deixa China (Imagem: Alena Shekhovtcova/Pexels) A estimativa é que sejam entregues, até o final de março, 15 milhões de doses da vacina para o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. Até julho, o número de doses deve chegar a 100,4 milhões. Isso porque entre fevereiro e o início de março, a fábrica da Fiocruz trabalhará com uma única linha de produção, com capacidade para o envase de 700 mil doses por dia. A Covishiled é uma vacina que utiliza um vírus inativado, o adenovírus, como vetor de parte do material genético do SARS-CoV-2, que produz a proteína que gera a resposta imune. Vale lembrar, ainda, que a eficácia da vacina foi de 70,4%. Isso significa que uma pessoa vacinada possui 70,4% menos chances de contrair doença causada pelo vírus SARS-CoV-2, comparado a uma pessoa que não recebe a vacina. Por exemplo, considerando que uma cidade de 1 milhão de habitantes terá 100 mil casos de COVID-19, caso toda a população seja imunizada, a vacina irá prevenir 70 mil desses casos.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Quando se comemora o Dia do Consumidor?

Quando se comemora o Dia do Consumidor?

Tecmundo O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, que celebra os direitos conquistados pelos consumidores até então, é uma data comemorada mundialmente. Sua origem foi um discurso realizado pelo ex-presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, em 15 de março de 1962. Em sua fala, ele ressaltou os princípios básicos da proteção dos interesses dos consumidores: direito à segurança, informação, escolha e direito a ser ouvido. Considerado um marco, seu discurso inspirou a criação da data. Algum tempo depois, em 15 de março de 1983, se comemorava o primeiro Dia do Consumidor. Desde então, o evento é celebrado anualmente no mesmo dia. Leia mais... Veja Mais

Governo prevê novo anúncio sobre pagamento do 13° salário até dia 5 de março

O Tempo - Política O Estado já quitou integralmente o 13º salário de 72% dos servidores ativos e inativos Veja Mais

Crítica | Wrong Turn revitaliza o slasher e ensina o terror a criar vilões

canaltech   Desde a sedimentação do slasher como gênero, os estereótipos de colegiais ou jovens adultos são atualizados, mas raramente a escolha de quais seriam os estereótipos escolhidos mudava. Personagens clichês como a patricinha promíscua, a virgem, o idiota e o capitão do time, de certa forma adorados pelo público, apenas tiveram seus estereótipos contemporaneizados ao longo dos anos. Um deleite para os nerds que viam os bullies sofrer no cinema, numa vingança a la Nelson Rodrigues. A primeira coisa que vemos em Wrong Turn, é a subversão desse esquema clássico. Assim, o filme logo de cara já mostra o que é: uma homenagem a todos os tipos de slashers, mas uma homenagem às avessas. Longe de ser uma sátira inteligente e elogiosa como foi A Babá: Rainha da Morte (que faz propositalmente uma atualização dos clássicos estereótipos), Pânico na Floresta - A Fundação (título nacional) é um elogio a todos os desdobramentos do slasher e uma tremenda reflexão sobre novos estereótipos, originais dos nossos tempos. Além disso, o filme ainda faz uma belíssima correção do “caipira” estadunidense, inúmeras vezes tratado de forma bastante ofensiva pelos filmes de terror. Imagens: Reprodução/Constantin Film Wrong Turn consegue homenagear, atualizar e corrigir um sub-gênero do terror que é considerado praticamente canônico. É uma pena, no entanto, que o longa não tenha caído nas mãos de mentes criativas mais autorais, porque, ouso dizer, em termos de ideia e homenagem, ele não está distante de filmes como Pânico ou os novos Halloween. Pânico na Floresta 7 (como também vem sendo chamado) também se aproxima do pastiche tarantinesco ao emular clássicos do terror de uma forma que vai muito além da simples referência, apropriando-se também de estéticas, linguagens e ideias. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Atenção! A partir daqui a crítica pode conter spoilers. Reviravoltas Wrong Turn começa sem pressa e se aproveita dos estereótipos e clichês impregnados nas nossas mentes ao mostrar Scott (Matthew Modine) procurando a sua filha em uma pequena e aparentemente hostil cidade. Até então, podemos entender os moradores locais como vilões e estamos autorizados pela própria história do slasher a pensar isso. Em contrapartida, Wrong Turn não deixará de nos mostrar o enorme preconceito que há por trás dessas representações, o que acaba sendo consertado pelo próprio filme no final, quando os locais se tornam heróis incompreendidos e salvadores (um recurso deus ex-machina que podemos aceitar tranquilamente). Imagens: Reprodução/Constantin Film Quando finalmente começamos a acompanhar o tradicional “grupo de jovens”, seus estereótipos são quase caricaturas dos militantes virtuais, pessoas com conhecimento, entendimento e empatia pelas causas, mas que provavelmente nunca enfrentaram uma ameaça real. Assim, a protagonista, novamente “a mais inocente”, ao invés de ser uma virgem (estereótipo retrógrado), é uma privilegiada defensora dos direitos humanos. Chamados de "mimados idiotas", os jovens não ficam quietos e expõem seus currículos: Darius faz trabalho voluntário, Milla é oncologista (e a responsável por não deixar pessoas feridas guiarem o roteiro), Adam é um desenvolvedor de apps, Gary e Luis são donos de bistrôs em Nova York, enquanto Jen (Charlotte Vega) ostenta com não muito orgulho dois títulos de mestrado. Imagens: Reprodução/Constantin Film Com isso, A Fundação já estabelece personagens completamente diferentes, o que automaticamente extermina os clichês derivados dos estereótipos. Mesmo o “idiota” que fala quando não deve, personificado em Adam, é bastante diferente e não é simplesmente uma pessoa acéfala, mas uma pessoa que tem uma personalidade profundamente moldada por discussões de internet. Se os antigos slashers funcionavam como um espelho para os espectadores, este filme também convida à reflexão através dos seus personagens. Quando a Fundação entra na trama, tudo começa a ficar mais tenso, claro. A inserção desse núcleo é no mínimo interessante. Pânico na Floresta 7 tem inúmeras referências e elas não estão muito escondidas. A Bruxa de Blair, Midsommar, A Vila, Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado, Evil Dead e até mesmo a animação Como Treinar o Seu Dragão ganham espaço entre as inúmeras referências, inspirações e homenagens de Wrong Turn. Este é, na verdade, uma espécie de reboot, remake ou "sequência espiritual" de Pânico na Floresta ("Wrong Turn", no original), clássica franquia escrita por Alan B. McElroy, mesmo roteirista desta nova entrada na franquia. Imagens: Reprodução/Constantin Film Citando sem copiar, o filme consegue prestar uma homenagem ao legado, mas sem cair nos mesmos problemas dos antigos slashers, que é a calcificação do gênero: o slasher é original e empolgante quando surge, mas se torna enfadonho quando o gênero é comercialmente engessado. Wrong Turn, um terror indie, consegue fazer malabarismos com o clichê e a consequência disso é um filme que instiga justamente por seguir caminhos que não somos capazes de antecipar. Até o último segundo Inicialmente, parece que vamos ficar acompanhando o grupo de amigos caminhando na floresta, enquanto são subtraídos um a um, até que o pai de Jen chegue e salve a filha, única sobrevivente. Ainda que isso aconteça de certa forma, Wrong Turn acaba com essa linha de narrativa em pouquíssimo tempo. A sequência de abertura nos indica que Jen e seus amigos estão desaparecidos e, quando enfim começamos a acompanhar a história deles, tudo se desenrola bastante rápido e não demora muito para que o grupo tenha sido completamente capturado, além de já ter tido algumas baixas. As mortes não são perfeitamente previsíveis e acontecem pelos mais diversos motivos, o que traz mais camadas e complexidade para a história. O roteiro ainda chega a nos colocar em uma posição de dúvida bastante interessante ao inverter os papéis de vilões e mocinhos durante o julgamento promovido pela Fundação, uma excelente estratégia para remover o maniqueísmo da história. Imagens: Reprodução/Constantin Film Não é através do ponto de vista dos protagonistas que entendemos os membros da Fundação como maus, mas por suas próprias atitudes, sobretudo aquelas que limitam a liberdade dos membros do grupo. Podemos até entender que eles tenham uma ética e uma justiça próprias, que vivam segundo seus próprios valores, como acontece em Midsommar. Ao contrário do filme de Ari Aster, no entanto, o líder da Fundação é tirano com seu próprio povo, revelando a si mesmo como vilão. Crítica | A esperança agressiva de Midsommar: O Mal Não Espera a Noite Ao final, quando ele encontra Jen e sua família longe da floresta, o personagem enfim adquire ares de psicopatas como Charles Manson, cujo grupo foi inspiração para inúmeros filmes sobre “hippies do mal”, como Mandy: Sede de Vingança, outro tremendo elogio aos slashers. Na floresta, no entanto, a Fundação lembra outra cultura, pouco familiar dos brasileiros até muito recentemente, quando vimos as chocantes imagens da invasão ao Congresso dos EUA. Os chifres e peles de animais da ficção e da vida real, não devem ser mera coincidência, ainda que Pânico na Floresta 7 leve esses personagens ao extremo das suas próprias caricaturas. Imagens: Reprodução/Constantin Film Quem é fã de slashers e está contaminado por todos os códigos do gênero provavelmente irá se divertir como qualquer outro espectador ao ter suas expectativas frustradas pelas guinadas da trama. A imprevisibilidade se torna tão grande que ficamos grudados na tela até os segundos finais, quando contemplamos os mortos ao redor do veículo acidentado enquanto Jen e Ruthie caminham, somem do quadro e os créditos sobem. Ficamos atentos a cada detalhe até que a imagem se torna uma tela preta com a logo da Constantin Film. Nada mais aconteceu, mas fomos fisgados. Entre referências, quebras de expectativa e muitas imagens gráficas de crânios esfaqueados, amassados e quebrados, Wrong Turn consegue criar um filme que parece refrescar o slasher de uma forma que ainda não tínhamos visto. Sem uma direção claramente autoral, que tornaria este um clássico instantâneo, o longa corre o risco de passar despercebido não apenas pelo público em geral, mas também pelos fãs de terror, o que seria uma pena. Wrong Turn não apenas merece reconhecimento, como também oferece toda uma nova possibilidade de exploração do gênero, algo que não vemos surgir todo dia. *Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Canaltech Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Nova variante: bebê com carga viral elevadíssima de coronavírus acende alerta

canaltech Desde o aparecimento do novo coronavírus (SARS-CoV-2), as crianças, de forma geral, têm mostrado uma maior resistência a este agente infecioso. Em números, os Estados Unidos diagnosticaram mais de 28,5 milhões de contaminados, sendo que foram confirmados pouco mais de três milhões de casos da doença em crianças. No entanto, um caso específico chama a atenção de médicos e pesquisadores no país: um bebê que foi internado com uma carga viral 51 mil vezes mais alta do que a taxa comum e com uma nova variante do vírus da COVID-19. COVID-19 | Tudo o que você precisa saber sobre as variantes do coronavírus Pfizer e BioNTech testam vacina contra COVID-19 em grávidas Novo coronavírus e gravidez: quais são os riscos? Desde o aparecimento do coronavírus, o Children's National Hospital (CNH), em Washington D.C., tratou mais de dois mil jovens e crianças contaminadas pelo agente infecioso, sendo que a maioria não apresenta sintomas e nem precisa ser hospitalizada. A exceção foi o bebê que deu entrada, em setembro no ano passado, com estado febril. Segundo as análises da condição de saúde do bebê, a sua carga viral era 51.418 vezes maior do que carga média de outros pacientes pediátricos. Casos de bebê nos EUA com elevada carga viral desperta atenção de cientistas (Imagem: Reprodução/ Fernando Zhiminaicela/ Pixabay) Diante do caso excepcional, a equipe do CNH sequenciou uma amostra contendo o coronavírus responsável pela infecção no bebê. Assim, descobriram uma nova variante, conforme publicaram em um preprint — estudo que aguarda a revisão por pares — na plataforma MedRxiv. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- "A análise de um isolado viral de um paciente neonatal com uma alta carga de RNA viral resultou na identificação de uma nova variante da proteína spike [presente na membrana do coronavírus e responsável pela infecção das células saudáveis] e que representa a primeira amostra conhecida de uma linhagem emergente de SARS-CoV-2", afirmam os pesquisadores do CNH, no estudo. A mutação inédita da variante é a N679S e que, agora, está sendo investigada em detalhes. Nova variante é mais perigosa? Não se deve tirar conclusões precipitadas sobre o caso do bebê com a elevada carga viral e uma suposta relação deste quadro com a nova variante, explica Roberta DeBiasi, chefe do departamento de doenças infecciosas do CNH, para o jornal Washington Post. “Pode ser uma coincidência completa”, pondera DeBiasi. “Mas a associação é muito forte. Se você vir um paciente que tem exponencialmente mais vírus e é uma variante completamente diferente, provavelmente está relacionado”, especula. Segundo Jeremy Luban, virologista da Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts, a carga viral do bebê “em si é chocante e digna de nota”. No entanto, Luban pensa que a lata carga viral "poderia ser devido à mutação N679S ou simplesmente porque é um [recém-nascido] com um sistema imunológico imaturo, permitindo que o vírus se replique fora de controle". Crianças e o coronavírus A partir do estudo sobre os casos de coronavírus em crianças no hospital, DeBiasi explica que “não há evidências de que essa nova variante tenha algo relacionado com infecções mais graves em bebês”. No entanto, a médica e pesquisadora explica que, em alguns determinados casos, mutações podem representar um aumento de casos em grupos, até então, pouco atingidos pela infecção. Isso porque, hoje, os pesquisadores ainda não formaram um consenso sobre o porquê das crianças serem, em sua maioria, assintomáticas. Bebê é identificado com nova variante do coronavírus em Washington (Imagem: Reprodução/ Marcin Jozwiak/ Unsplash) Além da cepa com a mutação N679S, não há evidências de que as outras variantes identificadas, como a do Reino Unido, da África do Sul ou do Brasil, sejam mais perigosas para as crianças. Por outro lado, as autoridades do Reino Unido já afirmaram que estão monitorando um aumento incomum de infecções, especialmente entre crianças entre seis e nove anos, que é desproporcional à sua parcela na população. Independente dessas questões sobre a maior gravidade ou não das infecções pelo coronavírus, é consenso de que a descoberta de novas variantes apontam para a importância do acompanhamento de mutações genômicas, através do sequenciamento. "Variação nas doenças infecciosas emergentes são esperadas, mas essa descoberta [do bebê] ressalta a necessidade de monitoramento do genoma viral completo, em larga escala, para garantir que as respostas possam ser rapidamente adaptadas em face da evolução viral. Sem isso, as variantes continuarão a circular sem serem detectadas, dificultando a resposta global ao SARS-CoV-2", completam os pesquisadores. Para acessar o preprint completo, publicado pelos pesquisadores do Children's National Hospital, clique aqui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Nova variante do coronavírus é descoberta em Nova York

Nova variante do coronavírus é descoberta em Nova York

Tecmundo Uma nova variante do coronavírus está circulando na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, preocupando as autoridades de saúde. Ela pode ter a capacidade de reduzir a eficácia das vacinas contra covid-19 atuais, conforme noticiou o The New York Times nessa quarta-feira (24).Identificada por duas equipes de pesquisadores diferentes, uma do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) e outra da Universidade de Columbia, a variante B.1.526 foi detectada pela primeira vez em amostras recolhidas na cidade em novembro.Leia mais... Veja Mais

Juiz nega pedido do MPF para mandar hacker de Moro e Deltan de volta à prisão

O Tempo - Política Walter Delgatti Neto foi preso pela primeira vez em julho de 2019 na Operação Spoofing Veja Mais

UTIs lotadas, alta nas mortes e explosão de casos: avanço de Covid-19 deixa estados em situação crítica

Glogo - Ciência Ao menos 13 estados enfrentam dificuldades. Brasil bateu nesta quinta recorde de mortes registradas em 24 horas: 1.582. Estados brasileiros vivem situação crítica na Saúde em razão do avanço da pandemia de Covid-19, com alta nos números de casos e de mortes causadas pela doença. Também estão na iminência de colapso, com Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) lotadas ou perto de ficar sem vagas. Em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul e em Rondônia, autoridades alertaram nesta quinta-feira (25) para o colapso nas estruturas de atendimento de saúde. Ao menos 12 estados enfrentam dificuldades (veja lista abaixo). Também nesta quinta, o Brasil bateu recorde de mortes registradas em 24 horas: 1.566 pessoas – é o maior número desde a chegada da pandemia ao país, em março de 2020. Carlos Lula, presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass), apontou alta ocupação hospitalar em Santa Catarina, Tocantins, Rondônia, Rio Grande do Sul, Bahia, Ceará, Paraíba, Maranhão e Sergipe. Ele disse que a transferência de pacientes entre estados, em consequência da situação, está comprometida. "A gente termina a contabilidade tendo feito o transporte de mais de 600 pacientes do Amazonas para outros estados. E mais de 60 de Rondônia. Hoje a gente já teria dificuldade bem maior de fazer esse transporte porque todo mundo está no seu limite", afirmou o presidente do Conass. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que a transferência de pacientes entre estados que enfrentam lotação de unidades de terapia intensiva será uma das estratégias usadas para enfrentar o que ele chamou de "nova etapa" da pandemia de Covid-19, marcada pelo alastramento da variante descoberta em Manaus. Secretários de Saúde respondem a Pazuello: ‘Todo mundo no limite’ Situação nos estados SC - Estamos entrando em colapso, diz secretário de saúde de Santa Catarina TO - Ocupação de leitos passa de 80% no Tocantins RO - Secretário diz que todos os leitos de UTI para Covid estão ocupados RS - Secretária de saúde fala em possível esgotamento de vagas nas UTIs BA - Bahia tem restrição total de atividades não essenciais e secretário alerta para colapso; número de vítimas bate recorde CE - 91% dos leitos de UTI no Ceará estão ocupados e 170 cidades têm risco altíssimo PB - Paraíba adota toque de recolher; mortes aumentaram 41% MA - Taxa de ocupação dos leitos chega a mais de 80% em São Luís SP - Toque de recolher a partir desta sexta-feira em todo o estado; estado tem recordes de pacientes internados RN - 'Natal e Região Metropolitana estão com rede de saúde colapsada', diz governadora PR - Hospitais de Curitiba têm fila e secretária de Saúde fala em 'avalanche de casos PI - Estado impôs toque de recolher em razão do número de casos e de mortes PE - Governo suspendeu cirurgias eletivas em cidades do interior e contrata mais leitos para Covid na rede privada VÍDEOS: novidades sobre as vacinas Veja Mais

Ministério diz ter assinado acordo para compra de 20 milhões de doses da Covaxin

Glogo - Ciência Vacina ainda não teve resultados de estudos de fase 3 publicados e por isso não há dados sobre a eficácia contra a Covid-19. Previsão é que a farmacêutica indiana Bharat Biotech envie primeiro lote em março. Que vacina é essa? Covaxin O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira (25) ter assinado um acordo para a compra de 20 milhões de doses da Covaxin, vacina contra a Covid-19 desenvolvida na Índia pela farmacêutica Bharat Biotech. O investimento foi de R$ 1,614 bilhão, de acordo com a pasta. Vacina da Pfizer é a 1ª contra a Covid a obter registro definitivo no Brasil A Covaxin é baseada em vírus inativados. Essa técnica utiliza vírus que foram expostos em laboratório a calor e a produtos químicos para não serem capazes de se reproduzir. A vacina já está em uso na Índia, mas os testes de fase 3 ainda estão em andamento. Nenhum resultado com a eficácia geral da vacina foi divulgado. Cronograma das entregas "As primeiras 8 milhões de doses do imunizante devem começar a chegar já no mês de março, em dois lotes de 4 milhões a serem entregues entre 20 e 30 dias após a assinatura do contrato", informou o ministério da Saúde. O ministério afirmou que espera receber outras 8 milhões de doses no prazo de 45 e 60 dias após oficialização da compra. Em maio, é esperado o último lote, com 4 milhões de unidades. O fornecimento das doses será intermediado pela empresa brasileira Precisa Medicamentos. A Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) já disse ter interesse em comprar a Covaxin e chegou a enviar uma delegação à Índia. A meta é conseguir doses para venda em clínicas privadas. Sem aval da Anvisa A Covaxin ainda não teve seu uso autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Portanto, a vacina só poderá ser aplicada na população depois do sinal verde da agência. Até o momento, a Anvisa já concedeu o registro da Pfizer, que ainda não tem acordo com o Brasil, e liberou o uso emergencial da Coronavac (Butantan/Sinovac) e da Covishield (Oxford/AstraZeneca). A compra da vacina indiana ocorre após a agência reguladora retirar a exigência de estudos de fase 3 conduzidos no Brasil para aprovação de uso emergencial das vacinas contra a Covid-19. A farmacêutica indiana não chegou a realizar testes com voluntários brasileiros. Segundo a Anvisa, nos casos em que não há estudos de fase 3 no Brasil, o prazo de análise do pedido de uso emergencial será de até 30 dias. Superintendente de pesquisa do Einstein fala sobre a vacina Covaxin Sem testes de fase 3 publicados A Covaxin ainda não teve resultados dos testes de fase 3 divulgados pela empresa ou publicados em revista científica. Os estudos clínicos ainda estão em andamento, sendo que a primeira dose já foi aplicada em todos os voluntários. Agora, a farmacêutica indiana está no processo de aplicação da segunda dose. De acordo com a agência Reuters, os resultados de um teste com 25.800 participantes serão divulgados em março. No entanto, a agência reguladora de medicamentos do país considera a vacina segura e eficaz, apesar de críticas de médicos e especialistas de saúde. O governo indiano já incluiu e aplica o imunizante em seu plano nacional de vacinação. O país também conta com doses da vacina Covishield, desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca. VÍDEOS: as principais vacinas contra a Covid Veja Mais

Ministério da Agricultura registra 3 agrotóxicos inéditos e 64 genéricos para uso dos agricultores

G1 Economia Dos defensivos inéditos, dois são biológicos e um é químico, feito à base de Tiencarbazona e Isoxaflutol, considerado muito perigoso ao meio ambiente, segundo classificação do Ibama. Ministério da Agricultura liberou mais 67 agrotóxicos, contendo 3 inéditos. AFP O Ministério da Agricultura liberou mais 67 agrotóxicos nesta quinta-feira (25) para uso dos agricultores, segundo publicação no Diário Oficial. Essas são as primeiras autorizações feitas em 2021, após recorde de 493 no ano passado. Por que a produção de alimentos depende tanto de agrotóxicos? Dos novos defensivos, três possuem ingredientes ativos que não eram ainda registrados no Brasil. Destes, dois têm origem biológica e o outro tem origem química. O produto químico inédito tem o nome comercial de Adengo e o seu registro foi pedido pela Bayer. Ele é feito à base de Tiencarbazona e Isoxaflutol, que permitem o controle de plantas daninhas, tanto de folha estreita quanto de folha larga, na cultura do milho. Ele é considerado um produto muito perigoso para o meio ambiente, segundo classificação do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente). Já na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o produto não tem classificação toxicológica. Os dois agrotóxicos de origem biológica são feitos à base de Bacillus velezensis. Segundo a Anvisa, essa substância é improvável de causar dano agudo e, na classificação do Ibama, é considerada pouco perigosa ao meio ambiente. Os produtos biológicos são recomendados para o controle da fusariose, uma doença causada por um fungo chamado “Fasarium solani”. Esta doença provoca o apodrecimento das raízes das plantas e pode atingir diferentes culturas. Com estes compostos, também é possível combater a Meloidogyne incógnita, um nematoide que ao se hospedar nas raízes das plantas gera, ao seu redor, uma massa causando protuberâncias que fazem com que as raízes se pareçam com galhas. Segundo nota do Ministério, “todos os produtos registrados foram analisados e aprovados pelos órgãos responsáveis pela saúde, meio ambiente e agricultura, de acordo com critérios científicos e alinhados às melhores práticas internacionais”. Total das liberações Do total de 67 agrotóxicos liberados, 54 são químicos e 13 são biológicos, que são aqueles que podem ser utilizados tanto em lavouras comerciais quanto na produção de alimentos orgânicos, por exemplo. Pela legislação brasileira, tanto produtos biológicos utilizados na agricultura orgânica quanto químicos utilizados na produção convencional são considerados agrotóxicos. Como reduzir os resíduos de agrotóxicos antes de comer frutas, legumes e verduras Registros em 2020 No ano passado, foram, ao todo, 493 registros, segundo apurações do G1 baseadas em publicações no Diário Oficial da União. Este é o maior número documentado pelo Ministério da Agricultura, que compila esses dados desde 2000. Com este recorde, 2020 superou em 4% as aprovações de agrotóxicos de 2019, quando foram liberados 474 pesticidas — um recorde até então. Os registros vêm crescendo ano a ano no país desde 2016. Registro de agrotóxico em 2020. Arte/G1 Novo método de divulgação O governo alterou a forma de divulgação do registro de agrotóxicos em 2019. Até então, o ministério anunciava a aprovação dos pesticidas para a indústria e para os agricultores no mesmo ato dentro do "Diário Oficial da União". Relator no STF suspende portaria que muda regra para registro de agrotóxicos A sistema passou a levar em conta a aprovação dos dois tipos de agrotóxicos: os que vão para indústria e os que vão para os agricultores. Segundo o Ministério da Agricultura, a publicação separada de produtos formulados (para os agricultores) e técnicos (para as indústrias) tem como objetivo "dar mais transparência sobre a finalidade de cada produto". Como funciona o registro A permissão para um novo agrotóxico no país passa por 3 órgãos reguladores: Anvisa, que avalia os riscos à saúde; Ibama, que analisa os perigos ambientais; Ministério da Agricultura, que analisa se ele é eficaz para matar pragas e doenças no campo. É a pasta que formaliza o registro, desde que o produto tenha sido aprovado por todos os órgãos. Tipos de registros de agrotóxicos: Produto técnico: princípio ativo novo; não comercializado, vai na composição de produtos que serão vendidos. Produto técnico equivalente: "cópias" de princípios ativos inéditos, que podem ser feitas quando caem as patentes e vão ser usadas na formulação de produtos comerciais. É comum as empresas registrarem um mesmo princípio ativo várias vezes, para poder fabricar venenos específicos para plantações diferentes, por exemplo; Produto formulado: é o produto final, aquilo que chega para o agricultor; Produto formulado equivalente: produto final "genérico". Veja Mais

Kassab é denunciado por caixa dois e corrupção por suposta propina da JBS

O Tempo - Política MP afirma que o ex-prefeito de São Paulo e atual presidente nacional do PSD recebeu indevidamente do grupo empresarial R$ 16 milhões de 2014 a 2016 Veja Mais

Sifu, jogo de combate de artes marciais, é anunciado para PS5

Sifu, jogo de combate de artes marciais, é anunciado para PS5

Tecmundo Durante o evento State of Play de hoje (25), foi anunciado Sifu, um jogo da Sloclap (de Absolver) que foca bastante no combate corpo a corpo com artes marciais. O jogo está programado para chegar ao PS5 ainda em 2021.No vídeo, vemos diversos personagens lutando e usando técnicas de kung-fu para derrotar inimigos, lembrando filmes de ação orientais. Confira o trailer:Leia mais... Veja Mais

Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX

canaltech No início de fevereiro, a SpaceX ampliou a fase de testes beta de sua internet Starlink, abrindo a possibilidade de pessoas ao redor do mundo fazerem a reserva para tal, assim que a oferta começar em suas regiões, e precisando pagar uma taxa de U$ 99 para garantir seu lugar na fila. Até então, este serviço estava restrito aos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, mas interessados no Brasil começaram agora a receber notificações de que já podem fazer o pedido — e o Canaltech já se inscreveu para ser um dos primeiros da fila de acesso à conexão de Elon Musk. SpaceX quer oferecer serviços de telefonia por meio da internet Starlink Starlink e Kuiper: Musk e Bezos trocam farpas sobre satélites de internet Moradores de vilarejo na França não querem a instalação de antenas Starlink Essa novidade vem em meio a uma expansão dos testes beta da rede, como uma forma de dar prioridade aos clientes que pagarem a taxa de US$ 99 quando o serviço estiver liberado em suas regiões. Para se inscrever, os interessados precisam acessar o site do projeto Starlink e inserir seu e-mail e endereço de onde o serviço será utilizado. Aviso da disponibilidade da reserva antecipada no Brasil (Imagem: Canaltech) Ao realizar a inscrição, o Canaltech recebeu um e-mail de confirmação, cujas informações mostram que o serviço será disponibilizado no Brasil somente no final de 2021. Após pagar a taxa de U$ 99, um e-mail de confirmação do depósito é recebido. Este valor pode ser reembolsado e deve ser pago além dos custos gerais do serviço — ou seja, ainda será necessário pagar U$ 499 para a adquirir o kit com antena, roteador Wi-Fi, fonte de energia e tripé, além da assinatura mensal que também custa U$ 99. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- A SpaceX ressalta que o pagamento da taxa não é uma garantia de receber o serviço na região, já que a oferta local depende de diversos fatores. Um deles, claro, é a liberação do serviço pela Anatel, agência que regula as telecomunicações aqui no Brasil. A empresa precisa receber a autorização do órgão para atuar como uma operadora de internet em nosso país. E-mail recebido com a confirmação do depósito (Imagem: Canaltech) O programa beta do Starlink foi iniciado em outubro do ano passado e, até o momento, a SpaceX possui aprovação para operar o serviço de internet nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, pretendendo expandir o serviço para outros países no futuro próximo. Por enquanto, os usuários podem perceber alguma variação na velocidade da rede, que pode oscilar de 50 Mbps a 150 Mbps, mas a conexão deverá ficar cada vez mais estável com o lançamento de novos satélites. A empresa costuma fazer lançamentos periódicos com 60 unidades cada. Hoje, a SpaceX já conta com mais de mil unidades na órbita da Terra, mas ainda chegará ao total de 30 mil satélites. Quando estiver totalmente operacional, a rede irá fornecer internet banda larga de alta velocidade e baixa latência para todo o mundo, mesmo em regiões remotas ou de difícil acesso. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja Mais

Assistir WandaVision é obrigatório para Doutor Estranho 2 e Capitã Marvel 2?

canaltech Nesta sexta-feira (26), o Disney+ recebe o penúltimo episódio de WandaVision e, esperançosamente, todos os mistérios introduzidos durante a série serão respondidos até a semana que vem. O Universo Cinematográfico Marvel está passando por grandes mudanças e a Fase Quatro vai entregar toda a liberdade criativa que os roteiristas e produtores nas novas séries e filmes, iniciados justamente por Wanda Maximoff e Visão. Música do vilão de WandaVision estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Wanda pode ser o primeiro ‘Ser Nexus’ revelado no MCU; entenda Quem é Agatha Harkness e quais são seus poderes nas HQs da Marvel? Com tantos conteúdos exclusivos para o Disney+ em live-action da Marvel, incluindo Falcão e o Soldado Invernal e Loki, que chegam ao catálogo neste ano, o público fica em dúvidas se as séries são indispensáveis para quem deseja acompanhar toda a linha do tempo do MCU. E para tratar dessa preocupação, ninguém menos que o presidente da Marvel, Kevin Feige, para tirar as dúvidas. Seria indispensável assistir WandaVision para acompanhar o restante do MCU? (Imagem: Divulgação / Marvel Studios) Já se sabe que Elizabeth Olsen, nossa Feiticeira Escarlate, está atualmente em Londres para cumprir a agenda de gravações de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, enquanto Teyonah Parris reprisará seu papel como Monica Rambeau em Capitã Marvel 2. Este último apresentará alguns personagens novos, mas os fãs permanecem ansiosos para ver uma conexão com WandaVision, assim como o próximo capítulo da história de Stephen Strange. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Eu me preocupo com tudo o tempo todo. Meu trabalho é me preocupar com tudo. Uma coisa com a qual não me preocupo é mais Teyonah Parris. Acho que isso é bom. Mas é muito semelhante de filme para filme, honestamente. Tentamos fazer com que as histórias se desdobrem de uma forma que, se você estiver acompanhando e vendo o que a precedeu, estará no caminho certo. E o mais importante, se ainda não o fez, você estará atualizado. Assine Amazon Prime por R$ 9,90/mês e ganhe frete grátis, catálogo de filmes e séries que compete com a Netflix, livros, músicas e mais! Teste 30 dias grátis! Doutor Estranho no Multiverso da Loucura deve chegar apenas em 2022 (Imagem: Divulgação / Marvel Studios) A fala de Kevin Feige remete muito às entrevistas para a Entertainment Weekly que antecederam a estreia de WandaVision, em que o Presidente da Marvel Studios esclareceu que qualquer um poderia acompanhar a série, tendo visto todos os filmes do MCU ou nenhum deles. De qualquer forma, é inevitável afirmar que se o fã está em dia com todos os títulos que compõem a Saga do Infinito e, agora, com as séries do Disney+, ficará mais preparado para o que vem a seguir. Então, houve muitas conversas com Sam Raimi e Michael Waldron, e toda a equipe de Doutor Estranho que este filme precisa funcionar para as pessoas que assistiram WandaVision, mas o mais importante, precisa funcionar para as pessoas que não assistiram. [Para as pessoas que] talvez Vingadores: Ultimato tenha sido a última vez que viram Wanda, ou um dos filmes anteriores. Ou talvez ela seja uma personagem que eles estão conhecendo pela primeira vez. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Capitã Marvel 2 fará parte da Fase Quatro do MCU (Imagem: Divulgação / Marvel Studios) Doutor Estranho no Multiverso da Loucura e Capitã Marvel têm estreias previstas para 2022, enquanto Homem-Aranha: No Way Home deve chegar no natal desse ano. Outros títulos como Viúva Negra, Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis e Os Eternos também possuem lançamentos aguardados a partir de maio, mas que estão sujeitos a mudanças devido à pandemia de COVID-19. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais