Meu Feed

Últimos dias

Onyx vai à Câmara apresentar emendas ao Orçamento e retorna terça ao governo

Valor Econômico - Finanças As emendas de parlamentares ao Orçamento devem somar cerca de R$ 16,3 bilhões em 2021 O ministro da Secretaria-Geral, Onyx Lorenzoni, foi exonerado do cargo nesta sexta-feira, informou o “Diário Oficial da União” (DOU), em edição extra. A exoneração foi a pedido para que o ministro, que é deputado federal, apresente emendas ao Orçamento. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Liga da Justiça de Snyder já tem data e plataformas para estreia no Brasil

canaltech Zack Snyder’s Justice League, o aguardado corte do diretor para sua versão da Liga da Justiça nos cinemas, está prestes a estrear no HBO Max. Ainda restava a dúvida para quando e em que serviços os brasileiros poderiam conferir o longa de quatro horas, mas, nesta sexta-feira (26), foram divulgadas essas informações. O que esperar do Snyder Cut da Liga da Justiça? Entenda como a Liga da Justiça de Snyder expõe uma guerra interna na Warner Zack Snyder descarta fazer novos filmes da DC após novo corte de Liga da Justiça O título chega ao Brasil na mesma data dos Estados Unidos, no dia 18 de março, e estará disponível sob demanda nas principais plataformas desse setor: Apple TV, Claro, Google Play, Look, Microsoft, PlayStation, Sky, Vivo, WatchBr e UOL Play. Mas há um detalhe importante: a atração estará nesses serviços somente até o dia 7 de abril — talvez para evitar a pirataria oferecendo meios oficiais nas duas primeiras semanas de seu lançamento. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Depois dessa data, o filme fica sem “casa” por aqui e só retorna ao Brasil no final de junho, quando ele fará parte do catálogo exclusivo do HBO Max, que desembarca por aqui nesse mês. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

STF proíbe Estados de tributarem doações e heranças de bens no exterior

Valor Econômico - Finanças Julgamento se encerrou hoje, no Plenário Virtual. com placar de sete votos a quatro O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu contra a possibilidade de os Estados cobrarem tributo sobre as doações e heranças de bens no exterior. Esse julgamento se encerrou hoje, no Plenário Virtual. O placar ficou em sete a quatro. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Lançamentos da Netflix na semana (26/02/2021)

canaltech A última sexta-feira de fevereiro está aqui e os assinantes da Netflix têm dezenas de motivos para comemorar. A plataforma de streaming mais popular do mundo adiciona séries e filmes novos diariamente ao catálogo, e toda sexta o Canaltech lista essas novidades e dá dicas do que você pode assistir para aproveitar seu fim de semana. Os lançamentos da Netflix em fevereiro de 2021 Os lançamentos do Globoplay em fevereiro de 2021 Os lançamentos do Amazon Prime Video em fevereiro de 2021 Os lançamentos do Disney+ em fevereiro de 2021 Os filmes são a grande vedete do catálogo da Netflix nesta semana. Prova disso é que o arrasa quarteirão Missão Impossível: Efeito Fallout é um dos principais destaques da plataforma de streaming, figurando no Top 10 de filmes mais assistidos desde que estreou. Mais recente entrada na franquia explosiva encabeçada por Tom Cruise, Efeito Fallout traz de volta Ethan Hunt e sua equipe, que agora se veem obrigados a trabalhar para a CIA depois de uma missão fracassada. Ao lado de parceiros do passado, agora eles precisarão salvar o mundo de um desastre nuclear — resumindo: aquele plot absurdo que todo bom filme de ação tem.   Leia também: Crítica | Missão: Impossível – Efeito Fallout é o primeiro grande representante de uma era -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Outro filme que vem atraindo milhares de assinantes da Netflix é Crime e Desejo. Baseado em acontecimentos reais, a trama conta a história de um agente do FBI e sua informante, interpretada por ninguém menos que Emilia Clarke. O trabalho bem-sucedido dos dois para deter um ladrão de bancos acabou rendendo um relacionamento romântico, que acabou por fugir do controle. Para descobrir exatamente o que rolou nessa história, só assistindo ao filme.   Leia também: Crítica | Crime e Desejo acende o pavio e não explode Para fechar a rodada de indicação de filmes, duas produções nacionais. O drama M-8: Quando a Morte Socorre a Vida conta a história de Maurício, um jovem que acabou de entrar na faculdade de medicina e fica obcecado por um mistério relacionado à identidade dos cadáveres dissecados na aula de anatomia. Enquanto isso, o documentário Pelé usa a Ditadura Militar como pano de fundo para contar a trajetória do, para muitos, maior jogador de futebol de todos os tempos, que foi de jovem craque a herói nacional. Crítica | M8 - Quando a Morte Socorre a Vida é a metáfora de uma sociedade cruel Crítica | Pelé é gravado em chapa-branca e afunda em si mesmo E calma, não fique triste se você está disposto a maratonar uma boa série. Apesar de o volume de novidades nessa seara não ter sido tão grande assim, a Netflix acertou em cheio com o lançamento de Ginny e Georgia. A produção vem sendo apontada como sucessora espiritual de Gilmore Girls justamente por focar na relação entre Ginny, uma garota de 15 anos, e Georgia, sua mãe. Depois de anos se mudando de um lugar para o outro, Georgia decide se estabelecer em algum lugar, finalmente dando a chance de Ginny experimentar como é ser uma adolescente normal.   Essas foram apenas algumas indicações que o Canaltech separou para você aproveitar o fim de semana assistindo o que há de mais interessante na Netflix. Mas tem muito mais coisa legal no catálogo do serviço de streaming, e a gente listou tudo para você logo a seguir. Dê uma olhada, veja o que mais lhe chama atenção, clique e dê o play. Boa diversão! Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! 19/02 Amigos de Escola 20/02 Artista do Desastre Vincenzo (Novo episódio) 21/02 The Devil Punisher (Novo episódio) 22/02 Brian Regan: On the Rocks RED Fate: A Saga Winx - The Afterparty Expresso do Amanhã (Novo episódio) 23/02 Paixões Ardentes: 1ª temporada Ginny e Georgia: 1ª temporada Intervenção Canina Missão Impossível: Efeito Fallout Crime e Desejo Fake Art: Uma História Real Flops: Agentes Nada Secretos Pelé 24/02 A Guerra dos Samurais: 1ª temporada M-8: Quando a Morte Socorre a Vida   25/02 Nenhum filme, série e/ou episódio novo estreou no catálogo da Netflix neste dia. 26/02 Tenku Shinpan - Sem Saída: 1ª temporada No Coração da Escuridão The Girl on the Train Invasão Damsel Jovem Aloucada Tony Manero Sinfonia Inacabada Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

Plataforma de oferta de serviços GetNinjas protocola pedido de IPO

Valor Econômico - Finanças A GetNinjas é uma plataforma disponível para Android, iOS e web, que conecta digitalmente profissionais de variadas áreas, pessoas físicas ou jurídicas, a potenciais clientes A plataforma de oferta de serviços GetNinjas protocolou pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários. A oferta será primária, quando os recursos vão para o caixa da empresa, e secundária, quando os recursos ficam com os acionistas vendedores. A GetNinjas é uma plataforma disponível para sistemas Android, iOS e web, presente em todos os Estados do Brasil e que conecta digitalmente profissionais de variadas áreas, pessoas físicas ou jurídicas, a potenciais clientes. Os profissionais oferecem seus serviços, mediante a compra de pacote de moedas virtuais para uso exclusivo na plataforma na aquisição de ordens de serviços dos clientes cadastrados. Ao fim do ano passado, a plataforma possuía cerca de 2,1 milhões de profissionais cadastrados, distribuídos em mais de 500 diferentes categorias, como pintor, psicólogo, professor de inglês, personal trainer, diarista, assistência técnica de eletrodomésticos, dentre outras. No ano passado, a receita operacional líquida da empresa somou R$ 41,806 milhões, alta de 89,78% frente a 2019. A companhia fechou o ano passado com prejuízo líquido de R$ 890 mil, 70% a menos que as perdas de R$ 3 milhões um ano antes. A oferta terá como coordenador líder o BTG Pactual e o J.P. Morgan como agentes estabilizadores. O UBS Brasil Corretor de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários e o Bradesco BBI serão os demais coordenadores da oferta. Veja Mais

Laura Zandonadi & Sérgio Chiavazzoli lançam 'Preciso Aprender A Só Ser'

O Tempo - Diversão - Magazine "Entrei em contato com essa canção através do álbum "Gil Luminoso", todo em voz e violão, com releituras super intimistas e lindas", diz a cantora Veja Mais

Perseverance tem 'foto da família' com missões anteriores em Marte

Perseverance tem 'foto da família' com missões anteriores em Marte

Tecmundo A sonda Perseverance já ganhou fama mundial ao pousar em Marte com sucesso e até enviar materiais em foto e até em vídeo com alta qualidade do planeta para a NASA.Só que ela ainda esconde alguns segredos, como a mensagem cifrada no paraquedas e outro detalhe que passou quase despercebido sobre o veículo: uma espécie de "foto da família" que o veículo carrega acoplado em seu exterior.Leia mais... Veja Mais

Justiça Federal de MG nega pedido para barrar indicação de Bolsonaro à Petrobras

O Tempo - Política Advogados mineiros consideraram que Joaquim Silva e Luna não tem capacidade para comandar a estatal Veja Mais

iOS 14 já está em mais de três quartos dos iPhones ativos no mundo, diz Apple

canaltech A Apple atualizou o número de dispositivos móveis que rodam a versão mais atualizada de seu sistema operacional, o iOS 14 no iPhone e o iPadOS 14 no tablet. No primeiro caso, já são mais de três quartos do total de aparelhos ativos. Queda no mercado de celulares em 2020 foi de 12,5%, indica novo estudo Apple rejeita aplicativos com preços muito altos na App Store De acordo com os números divulgados pela Maçã, nada menos de 80% de todos os iPhones ativos no mundo estão com o iOS 14 instalado, enquanto 12% estão com o iOS 13 e apenas 8% possuem uma versão mais antiga. Olhando para os celulares lançados nos últimos quatro anos, a porcentagem aumenta para 86% no sistema mais recente, enquanto somente 2% possuem o iOS 12 ou anterior. Fragmentação do iOS no iPhone em fevereiro de 2021 (Imagem: Reprodução/Apple) Em dezembro, o iOS 14 estava em 72% do total de smartphones da Apple ativos no planeta, número que aumentava para 81% dos iPhones lançados nos últimos quatro anos. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Já o iPad tem um total de 70% do total de dispositivos ativos com o iPadOS 14 instalado atualmente, enquanto 14% tem o iPadOS 13 e 16% ainda roda uma versão mais antiga. Considerando apenas os tablets lançados nos últimos quatro anos, a porcentagem de atualizados sobe para 84%, com apenas 2% rodando um sistema operacional mais antigo. Fragmentação do iPadOS em fevereiro de 2021 (Imagem: Reprodução/Apple) Em dezembro eram 61% do total de iPads atualizados, sendo 75% dos tablets lançados nos últimos quatro anos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

CT News - 26/02/2021 (Brasileiros já podem fazer reserva para testar o Starlink)

canaltech No CTN de hoje: Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX; Projeto de lei estabelece que serviços públicos estejam acessíveis no celular; Huawei estaria se preparando para lançar carros elétricos com a sua marca e mais. Ouça ao podcast. Veja Mais

Conheça Friday Night Funkin', jogo de música que virou febre!

Conheça Friday Night Funkin', jogo de música que virou febre!

Tecmundo Friday Night Funkin' é um jogo rítmico que ficou bastante popular na internet. Jogos de música sempre tiverem um grande apelo com o público, mas o projeto de Ninja-Muffin acabou se mostrando especialmente querido graças aos seus bons controles e personagens carismáticos.Se você quiser começar a jogar agora mesmo, ele está disponível gratuitamente em versões para PC e Android. No computador, você ainda pode curtir mods caprichados para tornar a sua jogatina ainda mais legal, como o mod com a música Drop it Like it's Hot do Snoop Dogg, ou o mod com a música Buttercup de Jack Stauber!Leia mais... Veja Mais

Como usar o PicsArt para editar suas fotos

canaltech PicsArt (Android | iOS | Web) é uma plataforma que reúne amantes de fotografias artísticas em um só lugar. Com o aplicativo você pode editar fotos e vídeos, fazer colagens, adicionar stickers, adicionar efeitos artísticos e até mesmo compartilhar com facilidade suas criações nas redes sociais. 5 ótimos apps para você editar fotos e postar no Instagram Como criar Stories personalizados com o Canva de forma gratuita Como usar o Lightroom para clarear uma foto Além disso, o aplicativo é gratuito e não é necessário ter experiencia profissional em edição para fazer boas fotos. Isso acontece, porque o PicsArt oferece alguns tutoriais ensinando seus usuários como editar fotos e vídeos usando as ferramentas do aplicativo. Em nossa matéria, saiba como usar o PicsArt para editar suas fotos Como usar o PicsArt para editar suas fotos Passo 1: para começar a usar o aplicativo, você deverá se cadastrar no PicsArt usando seu endereço de e-mail, conta Google ou Facebook; -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Cadastre-se ou faça login no PicsArt para começar a editar suas fotos no aplicativo - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 2: na página inicial do aplicativo, você pode encontrar diversos templates com algumas criações de outros usuários e do próprio PicsArt. Você pode aplicar aquelas edições em suas fotos com facilidade tocando no botão "Replay"; Toque em "Replay" para começar a editar um template - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 3: em seguida, selecione a foto que você deseja editar em sua galeria; Selecione a foto que você deseja editar em sua galeria - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 4: o PicsArt, ensinará como fazer aquelas edições passo a passo através de seu editor. Após realizar seus ajustes, é só tocar em "Próximo"; Após fazer suas edições naquele passo, toque em "Próximo" - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 5: feito isso, você também pode fazer edições mais detalhadas como adicionar efeitos, ajustar a opacidade, mesclar imagens, inverter a posição, entre outras opções; Também é possível fazer edições mais detalhadas no aplicativo - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 6: além disso, existem diversas categorias de filtros aplicáveis para suas fotos. Por fim, ao finalizar suas edições é só tocar em "Salvar"; Existem diferentes categorias de filtro no PicsArt - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 7: para começar a editar uma foto do zero, basta tocar no ícone de "+" localizado no menu principal; Toque sobre o ícone de "+" localizado no menu principal - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 8: então após selecionar a imagem que você deseja editar, você poderá usar livremente as ferramentas de edição do PicsArt; Faça edições usando livremente as ferramentas do PicsArt - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 9: por fim, ao finalizar suas edições, toque sobre o ícone de "Justificado" no canto superior direito; Toque sobre o ícone de "justificado" para salvar suas edições - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Passo 10: nessa página, você pode tocar em "Salvar" para guardar sua foto na galeria, ou em "Compartilhar" para envia-lá a uma de suas redes sociais. Você pode compartilhar suas edições em outras redes sociais - (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) Pronto! Agora você sabe como usar o PicsArt para editar suas fotos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

BAIXOU | Apple AirPods com preço imperdível no Magazine Luiza

canaltech IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem aviso do varejista. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade, considerando frete e possíveis impostos interestaduais. Os produtos exibidos aqui foram selecionados pela nossa equipe de ofertas. Logo, se você comprar algo, o Canaltech pode receber alguma comissão de venda. Esta matéria é fruto de uma parceria com o Magazine Luiza e traz uma oferta especial para os leitores do Canaltech. Saiba tudo sobre a loja Magazine Você no vídeo que gravamos na sede do Magalu:   Os AirPods são os fones que deram início à febre de fones de ouvido totalmente sem fio. Para quem já está no ecossistema da empresa, utilizando um iPhone no dia a dia, eles continuam sendo a melhor opção para ouvir músicas e podcasts, além de curtir jogos e outros conteúdos quando estiver no celular ou no notebook. Aproveitando a promoção do Magazine Luiza, você leva esses fones para casa por um preço imperdível. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Compre os Apple AirPods por R$ 899 | 12x de R$ 74,92 sem juros Sobre os AirPods   Os AirPods da Apple são fones de ouvido totalmente sem fio. Quando conectados a um iPhone, eles funcionam quase que automaticamente. Basta tirá-los do estojo para que eles estejam prontos para o uso. O aparelho conta com sensores especiais, fazendo com que os fones "saibam" quando não estão nos ouvidos do usuário e pausando a reprodução automaticamente assim que tirados. Além disso, os AirPods são integrados à assistente Siri. Então, para ajustar o volume, trocar de música ou fazer uma ligação é só dar o comando de voz "E aí, Siri" para pedir o que desejar que a assistente faça por você, sem precisar tirar o fone do ouvido. Se você não quiser acionar a assistente também pode executar esses comandos manualmente, sendo necessário apenas dar dois toques no aparelho para reproduzir ou trocar de música. A bateria dos AirPods dura por volta de 6 horas contínuas de uso, mas o estojo de recarga proporciona várias cargas adicionais, totalizando mais de 24 horas de uso sem precisar ligar o estojo à tomada. Bastam 15 minutos com os fones no estojo para garantir três horas de música ou duas horas de ligação telefônica. Esses fones são a melhor opção sem fio para quem tem um iPhone. Compre os Apple AirPods por R$ 899 | 12x de R$ 74,92 sem juros O que é o Magazine Você? Acessou os links e não entendeu o que é o Magazine Você? Trata-se do canal de divulgação das ofertas do site Magazine Luiza, conforme consta em comunicado oficial. Somos um dos parceiros oficiais de divulgação e nossa loja chama-se Magazine Canaltechbr. Todo o processo de cobrança, faturamento e logística é feito pelo próprio Magazine Luiza que, além do site, possui mais de 800 lojas físicas espalhadas pelo Brasil. Uma dúvida comum de nossos leitores é o motivo dos preços em nossa loja serem muitas vezes diferentes dos anunciados no site principal do Magazine Luiza. O motivo é que o Magazine Você recebe ofertas exclusivas que não são divulgadas no site principal. Então aproveite as promoções e acesse nossa loja para garantir ofertas exclusivas. Receba ofertas diretamente no celular O Canaltech Ofertas é um serviço de promoções que sempre seleciona os melhores preços encontrados nas lojas brasileiras e mostra de uma forma organizada para você. Diariamente, nossos especialistas procuram descontos em celulares, notebooks, jogos e em diversos outros produtos, filtram apenas as ofertas que realmente valem a pena e divulgam tudo para você. Esse serviço existe para facilitar a sua vida na hora de fazer uma nova compra, trazendo somente produtos e preços aprovados por nossa equipe Assim, você tem a garantia de que está adquirindo algo em uma loja confiável e por ótimas condições de pagamento, economizando tempo e dinheiro. Para receber todas essas ofertas diretamente no seu celular, convidamos você a entrar nos nossos grupos de descontos no WhatsApp e no Telegram. Lá, você terá acesso às melhores promoções assim que elas forem publicadas. Entre agora e comece a economizar! Entre nos grupos de WhatsApp e Telegram do Canaltech Ofertas Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

O que é 4K?

O que é 4K?

Tecmundo Nos últimos anos a resolução 4K se tornou praticamente um padrão para o consumo de mídia tanto na TV, quanto nos games ou mesmo para serviços de streaming. O padrão, que oferece uma resolução 4 vezes maior que o Full HD, permite que as imagens tenham um nível maior de detalhes, proporcionando assim uma maior imersão para os usuários.   Se já houve um período no qual encontrar o que assistir em 4K não era uma das tarefas mais simples, hoje consoles como Playstation, Xbox, PCs e até mesmo o Youtube oferecem muitos jogos e vídeos com a ultra resolução. Isso sem falar em serviços de streaming, que oferecem planos específicos para quem tem interesse em uma resolução maior.Leia mais... Veja Mais

Starlink está cobrando US$ 99 por pré-cadastro no Brasil

Starlink está cobrando US$ 99 por pré-cadastro no Brasil

Tecmundo A Starlink está cobrando um valor de US$ 99 (cerca de R$ 554 na cotação atual) para quem deseja realizar o pré-cadastro no serviço. A taxa, que é 100% reembolsável, pode ser paga com cartão de crédito internacional.De acordo com a companhia da SpaceX, a expectativa é que a internet via satélite esteja disponível no país ainda em 2021. Em seu site oficial, ela tem informado que a disponibilidade do serviço é limitada e que os pedidos serão atendidos por ordem de chegada.Leia mais... Veja Mais

Mod de The Witcher 3 traz Ciri com armadura sensacional de Geralt

Mod de The Witcher 3 traz Ciri com armadura sensacional de Geralt

Tecmundo Um novo mod de The Witcher 3: Wild Hunt trouxe um elemento bastante interessante e muito requisitado por fãs, ao personalizar Ciri com a armadura da Escola do Urso, um dos melhores equipamentos disponíveis na premiada expansão Blood and Wine.Apesar de ser incontestável a qualidade de The Witcher 3, muitos jogadores criticaram as partes que mostravam a história de Ciri, tanto por quebrar o ritmo da trama quanto pela extrema linearidade. Diferentemente de Geralt, a Andorinha não possuía opções de customização para roupas ou armas, e isso acabou prejudicando algumas etapas do jogo. Felizmente, com o novo mod adicionado pelo usuário Bububull, a personagem terá um novo — e poderoso — visual para exibir.Leia mais... Veja Mais

Eficácia da CoronaVac é testada em pacientes imunossuprimidos no BR; entenda

canaltech Nesta semana, pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) iniciaram uma nova pesquisa sobre a eficácia da vacina CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac e pelo Instituto Butantan, em pacientes imunossuprimidos. Quando relacionada à COVID-19, a imunossupressão pode aumentar as chances de pacientes (com essa condição) desenvolverem casos mais graves da infecção causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Quem pode (ou não pode) se vacinar contra COVID-19 no Brasil? Quais efeitos colaterais as vacinas causaram nos brasileiros? Anvisa comenta Como saber se a vacina foi aplicada? Pode filmar? Especialistas tiram dúvidas É possível que a imunização gerada pela vacina nos pacientes imunossuprimidos seja menor que a média em pacientes sem essa condição. Por isso é importante medir a eficácia da fórmula no grupo. Para conseguir isso, o estudo em desenvolvimento no Hospital das Clínicas (HC) deve contar com 1.525 voluntários imunossuprimidos e outras 542 pessoas no grupo de controle. Resposta imunológica da vacina CoronaVac é medida em pacientes imunossuprimidos (Imagem: Artem Podrez /Pexels) Quais são os pacientes imunossuprimidos? Entre os imunossuprimidos, a maioria dos pacientes tem doenças reumatológicas, além de pacientes que convivem com o vírus da AIDS, o HIV. Vale explicar que Imunodeprimidos são aqueles pacientes que os mecanismos normais de proteção do organismo contra infecções estão comprometidos por condições pré-existentes, como uma infecção crônica. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Em casos de infecção pelo coronavírus, esse tipo de paciente tem uma chance aumentada de óbito pela infecção, logo, deveria ser um grupo considerado como prioridade na hora de tomar a vacina, explica Eloísa Bonfá, diretora clínica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em entrevista ao Jornal da USP. Pesquisa da vacinação com pacientes imunossuprimidos “Este estudo vem de uma linha de pesquisa em que avaliamos pacientes com doenças reumatológicas, pacientes estes que têm uma resposta [imunológica] diminuída à infecção. A defesa está comprometida, então já avaliamos para a vacina da H1N1, para a da febre-amarela e, agora, para a COVID-19, algo que pouco se conhece, estamos com o interesse ainda maior, considerando que os pacientes imunossuprimidos não foram considerados pacientes prioritários na vacinação”, explica Bonfá. Com o grupo de pesquisa recebendo a primeira dose da vacina CoronaVac, o próximo passo será a segunda aplicação em março. Depois disso, os voluntários passarão a ter acompanhamento para verificar qual será a resposta imunológica após a vacinação completa. Segundo a diretora, o objetivo é descobrir se esses indivíduos conseguem produzir defesa de forma similar ou de forma reduzida quando comparados à população de controle. “O que esse trabalho pode mostrar? Que a resposta é muito diminuída e que, talvez, eles precisem de mais uma dose. Ela também vai nos ajudar na orientação ao paciente e quem sabe colocar esse grupo como grupo prioritário, já que ele tem uma maior chance de infecção e vai responder menos à vacina”, completa a diretora. Orientações específicas para a vacinação A vacinação contra a COVID-19 é indicada para pessoas com mais de 18 anos, sem restrições. Por exemplo, pacientes que convivem com o HIV não têm orientações específicas sobre o melhor momento da imunização. De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, pacientes com doenças reumatológicas e, consequentemente, imunossupressoras, como artrite e lúpus, podem se vacinar também, desde que se atentem ao estágio atual da doença. "Preferencialmente, o paciente deve ser vacinado estando com a doença controlada ou em remissão, como também em baixo grau de imunossupressão ou sem imunossupressão. Esta não é uma condição imprescindível para que o paciente seja vacinado, mas um cenário ideal. Estando em outras situações, é fundamental discutir com o reumatologista assistente qual o melhor momento para a vacinação, considerando a situação epidemiológica", explica documento elaborado por 28 especialistas da entidade de reumatologia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Veja Mais

Último episódio de "Farol de Neblina" vai ao ar nesta sexta-feira

O Tempo - Diversão - Magazine Nas cenas finais, Sofia (Fafá Rennó) e Diego (Leonardo Fernandes) escancaram os motivos que os levaram a se encontrar naquela noite Veja Mais

NASA realizará testes de alta voltagem em seu avião 100% elétrico

NASA realizará testes de alta voltagem em seu avião 100% elétrico

Tecmundo A NASA anunciou na quinta-feira (25) que está se preparando para realizar um teste funcional de alta voltagem em sua aeronave experimental X-57 Maxwell, um avião totalmente elétrico que está sendo desenvolvido para demonstrar tecnologia de redução de combustível, emissões e ruído.Realizado em sequência ao teste de vibração de solo (GVT) e do controlador do motor de cruzeiro (piloto automático), o ensaio irá avaliar a aplicabilidade de baterias de alta tensão para o sistema de propulsão elétrico do avião, e será realizado no Armstrong Flight Research Center da NASA, na comunidade californiana de Edwards nos EUA.Leia mais... Veja Mais

Boulos vira réu em ação por invasão do tríplex do Guarujá

Valor Econômico - Finanças A denúncia, aceita pela Justiça Federal, foi feita pelo Ministério Público Federal, em janeiro de 2020 A Justiça Federal aceitou denúncia contra Guilherme Boulos (PSOL) pela invasão do tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá, ocorrida em abril de 2018, em protesto contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A decisão foi da juíza Liza Taubemblatt, da 6ª Vara Federal de Santos. Boulos foi candidato do PSOL à Presidência da República e à Prefeitura de São Paulo. A denúncia foi feita pelo Ministério Público Federal, em janeiro de 2020. Na época, os procuradores denunciaram também o ex-presidente Lula, que foi acusado de ter incentivado e articulado a invasão, mas a denúncia foi rejeitada pela juíza no mesmo mês. O apartamento foi ocupado por um grupo vinculado ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) poucos dias após a prisão do ex-presidente em Curitiba. O protesto durou cerca de quatro horas. Para os procuradores, os denunciados cometeram crime de "destruir ou danificar coisa própria, que se acha em poder de terceiro por determinação judicial ou convenção", como estabelece o artigo 346 do Código Penal. A pena prevista para esses casos é de seis meses a dois anos de prisão, mais multa. Além de Boulos, outras duas pessoas foram transformadas em rés no processo. Uma quarta pessoa denunciada foi absolvida porque conseguiu comprovar que não estava no Guarujá no dia da invasão ao tríplex. Ao aceitar a denúncia contra Boulos a juíza afirmou que, apesar dos argumentos das defesas, a denúncia descreveu em detalhes as condutas de cada um dos envolvidos. Os réus terão 10 dias para apresentar resposta à acusação, por escrito. Na época em que a denúncia foi apresentada, Boulos reagiu nas redes sociais. Em sua conta pessoal no Twitter, o líder do MTST classificou o caso como "a nova farsa do tríplex". "A criminalização das lutas nunca vai nos calar", escreveu Boulos. Nesta sexta-feira (26), ele voltou a se manifestar: "A acusação contra mim e outros militantes do MTST no caso do triplex é uma farsa herdada do lavajatismo. Para o bem do país, esse circo está sendo desmontado. O uso do Judiciário para fins políticos tem que acabar", afirmou Boulos no twitter. Initial plugin text Ele afirmou ainda que manifestantes do MTST e da Frente Povo Sem Medo ocuparam simbolicamente o tríplex do Guarujá e que a ocupação mostrou imagens do interior do imóvel que mostraram "que era completamente exagerada a narrativa a respeito das condições do triplex". Argumentou ainda que, apesar de todas as características de uma manifestação, o Ministério Público apresentou denúncia por invasão. "Não vão nos intimidar com perseguição judicial!", afirmou na rede social. Em nota, a equipe de Boulos afirma que tomou conhecimento da aceitação da denúncia na noite de quinta-feira (25) e que a Justiça Federal está sendo "conivente com as atrocidades promovidas no âmbito da Lava Jato". A nota afirma que os advogados consideram a denúncia absurda e inconsistente e que há certeza que não houve crime cometido por Boulos e pelos manifestantes. Veja Mais

Cenário crítico: 17 capitais estão com taxa de ocupação de UTI em mais de 80%

canaltech De acordo com informações divulgadas pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) nesta sexta-feira (26), o Sistema Único de Saúde (SUS) está passando pelo seu momento mais crítico desde que a pandemia do coronavírus teve início, em março do ano passado. Pelo menos 17 capitais brasileiras estão com mais de 80% dos leitos de UTI ocupados. Nova variante: bebê com carga viral elevadíssima de coronavírus acende alerta Franceses criam teste rápido para COVID-19 que pode ser lido em smartphone Ministério da Saúde anuncia compra de 20 milhões de doses da vacina Covaxin As capitais mais afetadas, com mais de 90% de lotação, de acordo com dados obtidos do dia 31 de janeiro a 20 de fevereiro, são Porto Velho (RO) com lotação de 100%, Florianópolis (SC) com 96,2% dos leitos de UTI lotados e Manaus (AM) com 94,6%. Na sequência estão Fortaleza (CE) e Goiânia (GO) com 94,4%, Teresina (PI) com 93% e Curitiba (PR) com 90% de leitos ocupados. Segundo a Fiocruz, nenhum estado vem apresentando sinais de queda do número de casos de COVID-19 e de mortes. Imagem: Reprodução/Parentingupstream/Pixabay A Fiocruz ressalta os recordes obtidos nas últimas semanas. "O Brasil apresentou uma média de 46 mil casos, valor mais elevado que o verificado em meados do ano passado, e média de 1.020 óbitos por dia ao longo das primeiras semanas de fevereiro. Nenhum estado apresentou tendência de queda no número de casos e óbitos", diz. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Na última quinta-feira (25), o Brasil bateu recorde no número de óbitos em apenas 24 horas, registrando 1.582 mortes, fazendo com que a média móvel de mortes chegasse a 1.150 nos últimos sete dias, o segundo recorde seguido. O número fica acima do recorde anterior, de 29 de julho de 2020, com 1.554 óbitos em um único dia. Por fim, a Fundação Oswaldo Cruz ressalta que a população não deve se acostumar com essa realidade atual. "A gravidade deste cenário não pode ser naturalizada e nem tratada como um novo normal. Mais do que nunca urge combinar medidas amplas e envolvendo todos os setores da sociedade e integradas nos diferentes níveis de governo", completam os pesquisadores.   Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

Como editar um perfil do Amazon Prime Video

canaltech O Amazon Prime Video (Android | iOS | Web) é uma plataforma de streaming de séries e filmes que apresenta um catálogo bastante diversificado, com inúmeras produções originais e oferece até mesmo outros canais à la carte com o Prime Channels. O que é a função X-Ray do Amazon Prime Video Prime Channels: quais os programas de TV do Amazon Prime Video Como instalar o Amazon Prime Video no PC e baixar filmes para assistir offline Desde o seu lançamento, o serviço ganhou bastante espaço entre os usuários brasileiros e recebeu novas funções, como a de adicionar múltiplas contas. Caso você queira editar uma delas, saiba que o processo é rápido, prático, e pode ser realizado através do app ou do PC. Confira abaixo o passo a passo! Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Como editar um perfil do Amazon Prime Video no celular Passo 1: abra o app do Prime Video em seu celular e acesse a aba “MInha área” no canto inferior direito; -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Abra o app do Amazon Prime Video e acesse a aba "Minha área" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: na aba seguinte, clique no eu nome no canto superior; Na aba seguinte, clique no seu nome no canto superior (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: com o menu aberto, clique em “Editar perfis”; No menu aberto em seguida, clique em "Editar perfis" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: clique no ícone de “Lápis” ao lado do perfil que você quer editar; Clique no ícone de "Lápis" para poder editar um perfil (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: edite o nome atual do usuário e clique em “Salvar” no canto inferior, ou clique no ícone de “Lixeira” para remover o perfil. Edite o nome e clique em "Salvar" ou clique na "Lixeira" para remover um perfil (Captura de tela: Matheus Bigogno) Como editar um perfil do Amazon Prime Video no PC Passo 1: acesse o Prime Video através do seu PC, clique no seu nome no canto superior direito e, no menu aberto, selecione o item “Editar perfis”; Acesse o Prime Video através do PC, clique no seu nome e, em seguida, em "Editar perfis" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: na aba seguinte, clique em "Editar perfil”; Na aba seguinte, clique em "Editar perfil" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: assim que os ícones de “Lápis” forem exibidos nos perfis, clique em um deles para poder editá-lo; Clique em um perfil com o ícone de "Lápis" para poder editá-lo (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: altere o nome do usuário e clique em “Salvar Alterações”, ou clique em “Remover perfil” para excluí-lo da lista. Altere o nome e clique em "Salvar alterações" ou clique em "Remover perfil" para excluí-lo (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode editar ou remover um perfil do Amazon Prime Video. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

Sem acordo, PEC das Prerrogativas vai à comissão especial - 26/02/21

Sem acordo, PEC das Prerrogativas vai à comissão especial - 26/02/21

Câmana dos Deputados Por falta de acordo em plenário sobre a PEC das Prerrogativas, o presidente da Câmara determinou a criação de uma comissão especial para debater melhor a proposta, que muda regras para a prisão de parlamentares. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Plenário Veja Mais

A Voz do Brasil - Sem acordo, PEC das Prerrogativas vai à comissão especial - 26/02/2021

A Voz do Brasil - Sem acordo, PEC das Prerrogativas vai à comissão especial - 26/02/2021

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, também, entre outros assuntos: ✔️PEC que trata das prerrogativas parlamentares será analisada por comissão especial; ✔️Deputados pedem criação de política de preços do petróleo para o Brasil; ✔️Governo envia ao Congresso propostas que tratam da privatização de estatais. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Instagram Direct: como enviar e receber mensagens no PC

Instagram Direct: como enviar e receber mensagens no PC

Tecmundo O Instagram pode ser um dos apps móveis mais baixados do mundo, mas sua utilização agora pode ser feita até mesmo pelo seu navegador do PC. Desde o começo do ano passado a plataforma liberou a opção de enviar e receber mensagens, o famoso "Direct do Instagram" também nos browsers e no aplicativo oficial para Windows. Hoje o Tecmundo ensina como conversar com outros perfis, enviando e recebendo mensagens, e até mesmo criando grupos de conversas, utilizando o Instagram no navegador. Confira:Leia mais... Veja Mais

Senado proíbe entrada de visitantes após medidas restritivas no DF

O Tempo - Política Ato assinado pelo presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), atende ao decreto do governo do Distrito Federal Veja Mais

Pé de empresária acusada de desviar R$ 108 milhões é encontrado em ilha

O Tempo - Mundo Em coletiva de imprensa, o comissário assistente da polícia da cidade, Michael Willing, afirmou que houve “avanço significativo” nos esforços para localizar a suspeita Veja Mais

Blocos de gelo podem estar sazonalmente abrindo canais em dunas de Marte

canaltech Durante anos, cientistas planetários tentam entender o que estava por trás de grandes canais esculpidos nas dunas da cratera Russell, em Marte, sendo que estudos mais recentes mostraram alguma relação com o dióxido de carbono congelado. Agora, em um novo estudo, uma equipe de cientistas analisou imagens feitas pela sonda Mars Reconnaisance Orbiter (MRO), mostrando que o processo que abre estes canais é sazonal — e pode ser previsto. Dunas em região de Marte podem guardar informações sobre o passado do planeta Grandes ondas de areia se movendo em Marte são detectadas pela primeira vez Catálogo reúne quase 15 mil tempestades de poeira registradas em Marte A cratera Russell possui a maior duna que conhecemos no Sistema Solar, o que a torna um excelente objeto para estudo das atividades modernas que ocorrem na superfície do planeta. Assim, os cientistas passaram décadas formulando ideias sobre o que estaria abrindo formações estreitas nas dunas da cratera, explica Cynthia Dinwiddie, principal autora do estudo. Primeiro, eles pensaram que os canais eram o que restou de quando o clima de Marte permitiu a ocorrência de água líquida. Plumas de poeira vindas dos canais na megaduna da cratera Russell, que dá apoio à hipotése de dióxido de cabono congelado deslizando pela areia e espalhando a poeira (Imagem: Reprodução/NASA/JPL/Malin Space Systems (CTX)/JPL/University of Arizona) O problema é que as imagens da sonda mostraram que estes processos estão acontecendo agora, em um período em que Marte é frio e árido. Assim, outras hipóteses foram propostas, envolvendo gelo de dióxido de carbono e água congelada. Depois, outros cientistas identificaram blocos do composto congelado em imagens das dunas, o que sugere que há uma relação casual entre o gelo e as formações: “oferecemos novas evidências de que a liberação do dióxido de carbono solta blocos de gelo, que esculpem e alteram de forma linear os canais das dunas”. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- A MRO fez imagens do início da primavera marciana, que mostram plumas de poeira associadas aos canais nas dunas e a favor do vento. Isso indica a ocorrência de processos ativos, causados pelo dióxido de carbono congelado, que desliza e leva areia e poeira junto. Quando chega o outono e inverno, as temperaturas mais baixas condensam uma parte do dióxido de carbono da atmosfera na superfície das dunas, que acaba criando depósitos de gelo. Depois, na primavera, este gelo permite que a radiação do Sol aqueça a areia sob ele. Um pouco do gelo sofre sublimação e volta para a atmosfera, liberando areia e poeira em jatos gasosos, e o material ejetado volta para a superfície para formar manchas escuras. Assim, o estudo sugere que, conforme as estações do ano vão passando, estes processos se repetem e quebram o gelo em pequenos blocos próximos das dunas. A liberação do gás faz com que eles deslizem pela areia e abram canais ou aprofundem outros que já existiam. As plumas de poeira, perturbadas pelos blocos, criam margens sazonais e brilhantes perto dos canais; posteriormente, o gelo limpa essa poeira escura, causando variações na quantidade dela dentro dos canais e ao redor deles. O artigo com os resultados do estudo foi publicado na revista Geophysical Research Letters. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

Justiça Federal de MG nega pedido para impedir posse de general indicado por Bolsonaro para a Petrobras

G1 Economia Além de indeferir a ação, o juiz federal também extinguiu o processo. Presidente indicou general da reserva para assumir a estatal depois de demonstrar irritação com a alta dos preços dos combustíveis. General Joaquim Silva e Luna foi indicado por Bolsonaro para a presidência da Petrobras JN O juiz da 7ª Vara da Justiça Federal da 1ª Região, em Belo Horizonte, André Prado de Vasconcelos, negou nesta sexta-feira (26) pedido de liminar que procurava impedir a saída do atual presidente da Petrobras e uma possível posse do general Joaquim Silva e Luna, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o cargo. O magistrado chegou a determinar, na segunda-feira (22), 72 horas para que a União, Bolsonaro e a Petrobras se manifestassem sobre a indicação do militar. Nesta quinta-feira (25), a Advocacia Geral da União (AGU) disse que não havia irregularidades ou infrações legais na escolha. Troca de comando na Petrobras: veja perguntas e respostas De saída da presidência da Petrobras, Castello Branco faz teleconferência com aviso: 'mind the gap' Bolsonaro fez o anúncio no dia 19 de fevereiro. O general é o atual diretor da Itaipu Binacional. Se confirmado, Silva e Luna substituirá o atual chefe da estatal, Roberto Castello Branco, indicado pelo presidente após as eleições de 2018. Além de indeferir o pedido de liminar, o juiz extinguiu o processo, alegando que o meio proposto - uma ação popular - foi inadequada. A ação foi impetrada pelos advogados Daniel Perrelli Lança e Gabriel Senra na segunda-feira (22). De acordo com Lança, o magistrado não entrou no mérito da questão que seria se o general tem ou não condições de assumir o cargo. Na ação, os advogados alegam que o presidente está nitidamente constrangendo o Conselho de Administração, interferindo na estatal por interesses político-ideológicos. Além disso, Luna e Silva não preencheria os requisitos para ser presidente da Petrobras. Segundo a lei das estatais, a lei 13.303/2016, os membros do Conselho de Administração e os indicados para os cargos de diretor, inclusive presidente, diretor-geral e diretor-presidente, devem ter dez anos de experiência na área de atuação da empresa, além de ter formação acadêmica compatível com o cargo para o qual foi indicado. Já a AGU disse que "as alegações dos autores não passam de conjecturas e ilações, desprovidas de qualquer elemento fático robusto, prestando-se apenas para contribuir para o ambiente de conflagração política, especulação no mercado de capitais e insegurança jurídica, que se formou em torno da uma escolha legítima de substituição de um membro do Conselho de Administração da Petrobras." Indicação Silva e Luna deverá se tornar o primeiro militar a assumir o comando da Petrobras desde 1989, quando o oficial da Marinha Orlando Galvão Filho deixou o cargo. A estatal foi comandada por militares durante a maior parte do período ditatorial e chegou a ser capitaneada entre 1969 e 1973 pelo general Ernesto Geisel, que viria a se tornar presidente da República nos cinco anos seguintes. O anúncio aconteceu após Jair Bolsonaro fazer críticas à gestão da Petrobras e às sucessivas altas no preço dos combustíveis. O presidente afirmou que o último reajuste de preço da Petrobras foi “fora da curva”. Ele se referia ao quarto aumento do ano, de 10% na gasolina e 15% no diesel. Castello Branco foi uma indicação do ministro da Economia, Paulo Guedes, ao presidente Bolsonaro. O ministro, no entanto, não se manifestou sobre a troca no comando da estatal até o momento. Veja os vídeos mais vistos do G1 Minas: Veja Mais

O que os críticos estão falando de 'Tom & Jerry: O Filme'

O que os críticos estão falando de 'Tom & Jerry: O Filme'

Tecmundo Tom & Jerry: O Filme é nova mistura de animação com live-action da Warner. O filme já estreou nos cinemas no início de fevereiro e nesta sexta-feira (26) chegou ao catálogo do HBO Max.Abaixo nós apresentamos algumas das principais críticas sobre o filme, destacando os pontos positivos e negativos do filme dirigido por Tim Story (Policial em Apuros 2) e roteirizado por Kevin Costello (As Aventuras de Brigsby Bear).Leia mais... Veja Mais

Produção em videoarte de professor da UFMG ganha prêmio Funarte RespirArte

O Tempo - Diversão - Magazine Animação digital estabelece um ciclo que abrange a transição de um microcosmo para um macrocosmo Veja Mais

É POSSIVEL COLONIZAR A LUA?

É POSSIVEL COLONIZAR A LUA?

Acredite ou Não Já faz um tempinho que a humanidade não coloca os pés na lua... São mais de 50 anos desde a ultima vez que tivemos uma missão tripulada até o nosso satélite natural... E foram vários os empecilhos que resultaram toda essa demora: falta de grana, apoio popular e até mesmo motivos pra ir até lá complicaram a nossa volta até a lua. Só que agora os dias estão contados e a gente tá voltando, estamos voltando pra lua e a missão Artemis deve acontecer em breve, com vários propósitos e várias ideias que compõe um plano em especifico que eu vou destrinchar ao longo desse vídeo, que é o plano de COLONIZAÇÃO DA LUA ???? ????????????????????????????: ✓ ???????????????????????????? → isabela@einerd.com.br ???? ???????????????????? ???????????????????? ????????????????????: ✓ Inscreva-se em nosso canal → https://goo.gl/8Clpk6 ✓ Acesse nosso site → http://acrediteounao.com ✓ Nossa página no Facebook → https://www.facebook.com/acrediteounaooficial ????Direção: ✓ Instagram → https://www.instagram.com/marcelrs_/ ????Narração: ✓ Instagram → https://www.instagram.com/kmlsoueu/ ????Edição: ✓ Instagram → https://www.instagram.com/wilianpl/ ???? ???????????????????? ???????? ???????????????????????????????????????????? Caixa Postal 95121 - Cep: 25655-970 Petrópolis / RJ ♬ ????????́????????????????????: ✓ Music by Epidemic Sound Veja Mais

O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso?

canaltech Se você gosta de séries, histórias em quadrinhos ou livros de ficção científica e fantasia, é quase certo que já viu alguns enredos que envolvem universos paralelos, outras dimensões e multiversos. O conceito está tão difundido na cultura popular que, talvez, qualquer pessoa sem nenhum contato com as mídias clássicas que abordam o tema — como HQs e livros de sci-fi — já deve ter alguma noção sobre o assunto, já que existem até músicas com fantasias sobre um mundo onde nossas decisões diferiram das que tivemos aqui, em nossa realidade. FAKE! Não é verdade que a NASA descobriu evidências de universos paralelos! Cientistas querem descobrir se existe um universo paralelo que espelha o nosso Luz alterada no início do universo pode desvendar energia escura — ou algo novo A ideia é realmente fascinante e tentadora, tão tentadora que nem mesmo alguns dos cientistas mais sérios conseguem evitar ao encanto: em algum lugar, em outro universo semelhante ao nosso, uma versão de nós mesmos vive uma vida diferente da nossa. Essa versão conseguiu o emprego dos sonhos (que infelizmente não pudemos obter aqui), tem outra família, adotou um gato gente boa ou um cachorro comportado, torce para um time que vence mais campeonatos do que o time que torcemos aqui… e as possibilidades são infinitas! É justamente disso que se trata parte da ciência séria por trás das teorias de universos paralelos — as possibilidades. É que, de acordo com algumas hipóteses sobre a matemática do universo, se existe a possibilidade de alguma coisa acontecer, como, por exemplo, uma determinada configuração de partículas, ela vai acontecer. Se extrapolarmos esse conceito, significa que cada possibilidade de decisões na nossa vida também deve se tornar real. O problema é que, na maioria das vezes, só podemos escolher uma das opções que a vida oferece o tempo todo. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Em um multiverso, as "Terras" seriam semelhantes ou completamente diferentes entre si? (Imagem: Reprodução/geralt/Pixabay) Bem, para que todas as infinitas possibilidades aconteçam, infinitos universos precisam existir. E temos um bocado de hipóteses diferentes que tratam do assunto, com base nessa ou em outras premissas. Mas, antes de tratar disso em maiores detalhes, precisamos nos atentar a alguns conceitos. O universo que conhecemos contém tudo o que podemos observar — da poeira que está acumulando sobre seus móveis às estrelas, galáxias e buracos negros ao longo de todo o espaço-tempo. Até aqui tudo bem, certo? Esse universo também é gigantesco, com cerca de 93 bilhões de anos-luz de diâmetro, de acordo com estimativas dos astrônomos. É impossível explorar toda essa imensidão, até porque ele continua se expandindo. Mas se ele tem esse tamanho hoje, quer dizer que ele é finito? Se for, será que não existe mais nada além? Será que ele se repete? Bem, pode ser que exista algo lá fora, como universos paralelos, universos em bolhas, universos filhos, entre outros conceitos. Os cosmologistas chamam essa ideia de multiverso — a soma de todos os universos que possam existir. Mas nem todas as hipóteses são parecidas. Nem todas as ideias de outros universos sugerem que existam outras versões de nós mesmos. Além disso, as propostas surgem de diferentes correntes científicas, como a teoria das cordas e a mecânica quântica, ou a teoria da inflação cósmica, que atualmente é amplamente aceita como uma das principais hipóteses sobre a evolução do nosso universo. Todas essas teorias prevê a existência de um multiverso. Talvez isso seja um forte indício de que ele realmente exista — mas isso é extremamente difícil de levar para uma etapa importante de qualquer ciência: a observação. O que é universo paralelo (Imagem: Reprodução/Karen46/FREEIMAGES) Na cultura popular, chamamos de “universos paralelos” quaisquer mundos que existam além do universo convencional. Mas, para a ciência, existem terminologias bem específicas para cada explicação e conceito sobre como e porque tais “universos” poderiam se formar. Cada uma dessas hipóteses têm suas próprias explicações e argumentos que quase nos convencem de que, sim, há mais motivos para acreditar que exista algo além do nosso cosmos do que o contrário. Especificamente, o termo “universos paralelos” costuma ser usado pelos pesquisadores da Teoria das Cordas. De acordo com a ideia das cordas, que visa conciliar a física quântica com a Teoria da Relatividade Geral, vivemos em uma realidade onde tudo é formado por cordas muito pequenas, imperceptíveis. Cada corda vibra de determinado modo, e juntas elas formam as partículas. Uma variante da Teoria das Cordas, chamada teoria M, sugere que cada partícula é, na verdade, um minúsculo laço de corda cujo padrão de vibração determina que tipo de partícula será. No entanto, a teoria M requer que o universo tenha 11 dimensões, sendo que até agora, só podemos detectar quatro: três no espaço e referente ao tempo. Os proponentes da teoria M dizem que podem haver outras dimensões, mas assim como um ser que talvez viva apenas em duas dimensões seria incapaz de enxergar a terceira, também seríamos incapazes de enxergar a quinta, e adiante. Bem, na teoria M, as quatro dimensões em que vivemos são chamadas de “brana”, e talvez existam outras branas, formadas por determinadas dimensões, formadas pelas mesmas cordas. Parece confuso? Pense em uma pilha de panquecas recheadas com mel. É como se nosso universo existisse em uma dessas panquecas, e as demais estão “por cima” da nossa. O mel impede que saibamos da existência das outras panquecas, mas isso não significa que elas não estejam lá. Os cientistas sugerem que outras branas quadridimensionais existiriam dentro de um espaço de 11 dimensões, e a melhor parte é que, talvez, uma brana em dimensões superiores se mova e se choque contra nossa própria brana. Os defensores da ideia dizem que ela oferece uma maneira interessante de explicar o que motivou o Big Bang. Por outro lado, algumas ideias de universos paralelos não envolvem a Teoria das Cordas, e implicam em algumas coisas, como a impossibilidade de que essas realidades se encontrem — até porque são paralelos, como o próprio nome sugere. Duas linhas paralelas, por definição, não podem se encontrar jamais. Bem, a menos que você torça a superfície onde elas estão, o que resultaria em algumas colisões, mesmo que matematicamente as linhas continuem paralelas. Você pode experimentar isso desenhando linhas paralelas em uma folha e torcê-las. Essa torção é algo que os cientistas podem procurar para tentar provar a existência de outros universos, e definitivamente é algo que é proposto para argumentar sobre a existência de outras dimensões. Mas a tarefa de se observar outros universos não é fácil, em parte porque as possibilidades são muitas. Para procurar alguma coisa, é preciso saber como ela é, onde está, como funciona, mas existem muitas hipóteses diferentes para universos paralelos. Felizmente, existem também muitos cientistas tentando encontrar alguma evidência de algumas delas. O matemático e cosmólogo do MIT Max Tegmark, por exemplo, categorizou as possibilidades em quatro: Um universo paralelo não poderia ter nada qualitativamente novo e diferente do que nosso próprio universo Um universo paralelo poderia ter leis fundamentais da física totalmente diferentes Um universo paralelo poderia ter as mesmas leis fundamentais da física, mas começou com diferentes condições iniciais Um universo paralelo poderia ter as mesmas leis fundamentais da física, mas diferentes estatutos eficazes Além de uma boa ferramenta para autores de ficção científica criarem enredos mais inovadores, as quatro possibilidades também dão aos cientistas alguma base para trabalhar em suas próprias pesquisas. E por falar em possibilidades, vamos entender como elas trabalham a favor da ideia de outras realidades. Muitos mundos Diagrama da caixa de Schrödinger, todas as possibilidades estão sobrepostas até que o observador verifique o resultado (Imagem: Reprodução/Christian Schirm) Com origem na década de 1950, a teoria dos muitos mundos postula que mundos paralelos constantemente se ramificam uns dos outros, momento a momento. O nome correto dessa ideia é Interpretação de muitos mundos (ou IMM), e trata-se de uma interpretação da mecânica quântica. Foi inicialmente formulada por Hugh Everett para explicar alguns processos não determinísticos, e muitas versões diferentes dessa hipótese surgiram depois, mas com os mesmos conceitos-chave. Em seu livro “Something Deeply Hidden”, Sean Carroll usa a fábula da raposa que tenta pegar as uvas. Faminta, tenta alcançar o cacho pendurado em uma videira, porém, sem sucesso. Recusando-se a admitir o fracasso, a raposa se vira e diz que as uvas não pareciam tão saborosas e se afasta. Carroll afirma que essa atitude resume como os físicos tratam as implicações desconfortáveis da mecânica quântica. E vai além: a raposa pode pegar as uvas em outros mundos. Na verdade, há uma série de possibilidades para o final da história, e cada possibilidade gera um mundo totalmente separado do nosso, oculto e inacessível. A ideia cai como luva na mecânica quântica, e é tentadora para explicar alguns mistérios que, de fato, cientistas observam e tentam desvendar — e o melhor, não é preciso recorrer a outras ideias excêntricas para explicar esses mistérios, pois a hipótese dos muitos mundos recorre tão somente às leis da física que já conhecemos. A mecânica quântica é a estrutura básica da física subatômica moderna e já se estabeleceu firmemente após quase um século de testes. Na mecânica quântica, o mundo se desenvolve por meio de uma combinação de dois ingredientes básicos: a função de onda e a realização de uma possibilidade. Hugh Everett (segundo da direita) foi o primeiro a apresentar a teoria dos muitos mundos (Imagem: Reprodução/Alan Richards/AIP Emilio Segre Visual Archives) A função de onda, além de ser totalmente determinística, é uma das principais fórmulas matemáticas da mecânica quântica. Dita que uma expressão matemática que transmite informações sobre uma partícula (que também pode se comportar como uma onda, e cada tipo de partícula se comporta como uma onda diferente) na forma de inúmeras possibilidades para sua localização e características. Já o ingrediente da realização de possibilidades é simplesmente quando uma das inúmeras possibilidades daquela onda se concretiza. Nesse momento, todas as outras possibilidades são eliminadas. Talvez você tenha se lembrado do gato de Schrödinger. O problema do gato na caixa não diz somente respeito à chance do animal estar morto ou não — é sobre as inúmeras possibilidades e o fato de que só podemos inferir qual delas se concretizou por meio de observação. Ao abrir a caixa, certamente saberemos se o gato sobreviveu, mas até lá, as incontáveis possibilidades estão, digamos, em suspensão. Não sabemos, portanto, tudo pode ser real, ao mesmo tempo. Na mecânica quântica, isso nos abre as portas para vários mundos, cada qual com um gato dentro de sua caixa. Em cada um dos mundos, aconteceu algo diferente com o animal, e esses mundos foram gerados até que se esgotassem as possibilidades. Isso implica que na verdade nenhuma delas foi eliminada, como a mecânica quântica originalmente diria. Cabe mencionar que há diferentes pensamentos sobre a função de onda. Albert Einstein, por exemplo, defendia que a função de onda é apenas uma correção temporária e que os físicos irão eventualmente substituí-la. Christopher Fuchs considera a função de onda como essencialmente subjetiva, então é algo que os físicos devem usar apenas como um guia, em vez de um nome para uma característica real do mundo subatômico. Carroll diz que a teoria dos muitos mundos é a abordagem mais direta para a compreensão da mecânica quântica. Ele diz que existe uma função de onda, e apenas uma, para todo o universo. Quando um evento ocorre em nosso mundo, as outras possibilidades contidas na função de onda não desaparecem, mas novos mundos são criados, nos quais cada possibilidade é uma realidade. Diagrama da caixa de Schrödinger (Imagem: Reprodução/Dhatfield/Wikimedia) Outra forma de encarar essa abordagem é através da observação de um fóton (partícula de luz). Teóricos propõem que se duas pessoas observarem o mesmo fóton, elas podem chegar a conclusões diferentes sobre o estado dele, e ainda assim ambas as observações estariam corretas. Essa ideia foi apresentada por Eugene Wigner, em 1961. Ele diz que um fóton quando observado em um laboratório isolado pode ser medido para se descobrir se a polarização — o eixo no qual a partícula gira — é vertical ou horizontal. Acontece que antes de o fóton ser medido, ele exibe ambas as polarizações ao mesmo tempo, ou seja, o fóton existe em uma "sobreposição" de dois estados possíveis. Depois que a pessoa no laboratório mede o fóton, a partícula assume uma polarização fixa, o que é equivalente a abrir a caixa de Schrödinger. Mas para alguém fora daquele laboratório fechado que não conhece o resultado das medições, o fóton ainda está em um estado de sobreposição. Esquisito, né? Pois este é o mundo da mecânica quântica, e talvez seja esse um dos motivos pelos quais a explicação dos muitos muitos seja tão tentadora, até mesmo para cientistas: ela oferece incontáveis possibilidades de se conviver com essa maluquice do mundo quântico. Claro que aceitar essas observações da mecânica quântica é muito diferente de acreditar que existam outros mundos, com outras versões de nós mesmos, tomando decisões diferentes. A ideia dos mundos-filhos é uma grande extrapolação da realidade que os cientistas perceberam. Por outro lado, se voltarmos no tempo até o Big Bang, vamos perceber que tudo é, de fato, viável. Se em nosso universo o Big Bang aconteceu a partir de uma singularidade (um ponto infinitesimal onde toda a energia do universo estava contida) e as partículas se comportaram de tal modo que o cosmos se formou do jeitinho que vemos hoje, pode ser que o Big Bang aconteceu seguindo outras possibilidades, gerando outros universos. O multiverso é real? Entenda sobre um dos últimos estudos de Stephen Hawking Estudo apoia a hipótese de que o universo se encolherá até um novo Big Bang Seríamos todos alienígenas? Entenda a controversa hipótese da panspermia O que é multiverso (Imagem: Reprodução/Silver Spoon/Wikimedia) Com tantas possibilidades, os cientistas especulam que o conjunto infinito de universos paralelos ou de mundos-filhos resulte em algo chamado de "multiverso". Universos infinitos são uma consequência das teorias científicas relatadas acima, então pode ser que mais de uma proposta para esses universos estejam corretas. Então, o conjunto desses universos, seja quantos forem, pode ser chamado de multiverso. Enquanto alguns universos no multiverso podem ser como o nosso, outros podem ter leis da física totalmente diferentes, como já vimos antes. Outras propostas menos conhecidas podem ser tão interessantes quanto as descritas acima. Talvez o multiverso seja uma soma de todas essas sugestões ousadas. Universos infinitos Os cientistas não podem dizer ao certo qual é a forma do espaço-tempo, a “malha” que compõe nosso cosmos, mas muito provavelmente é plana. Isso não quer dizer que seja achatada, mas implica que não haja curvas (além das pequenas curvas impostas pela gravidade de objetos massivos, como buracos negros, mas no geral o universo é plano). Além disso, pode ser que o cosmos se estende infinitamente. Mas se ele é infinito, pode ser que ele comece a se repetir em algum ponto, porque há um número finito de maneiras pelas quais as partículas podem ser organizadas no espaço e no tempo. Assim, se você olhar bem longe, encontrará outra versão da nossa galáxia, outra versão da Terra, outra versão sua — ou infinitas de você. Alguns desses “clones” farão exatamente o que você está fazendo agora, enquanto outros estarão curtindo umas férias em Dubai. Ficou com inveja? Bem, pense que outra versão sua está em uma situação muito pior que a sua, talvez já esteja morta. Se o espaço-tempo é infinito, as possibilidades também são (ao contrário das possibilidades quânticas, que tendem a ser limitadas, assim como os “muitos mundos” descritos anteriormente). Como o universo observável se estende apenas até onde a luz teve a chance de chegar nos 13,7 bilhões de anos desde o Big Bang (o mesmo que 13,7 bilhões de anos-luz), não podemos ver além disso, e o espaço-tempo além dessa distância pode ser considerado um universo separado. Dessa forma, uma infinidade de universos existe, um ao lado do outro, como uma colcha de retalhos gigante de universos. Contrapontos (Imagem: Reprodução/Jaime Salcido/EAGLE COLLABORATION) Embora algumas teorias científicas já comprovadas possam, de alguma forma, nos levar à possibilidade de universos paralelos e multiversos, os cientistas precisam de uma boa dose de ceticismo. Afinal, é bastante tentador recorrer a essas hipóteses para se livrar de problemas incômodos como a função de onda da mecânica quântica, ou mesmo a incompatibilidade entre a mecânica quântica e a relatividade geral. Para validar o multiverso, é preciso um número absurdamente ridículo de coisas acontecendo, e talvez a realidade não permita algo assim. Considere o Big Bang e a inflação cósmica, que é uma hipótese bem aceita pelos cientistas de que o universo se expandiu exponencialmente, de modo incrivelmente rápido. Essa inflação, que ocorreu antes do Big Bang em si, foi uma espécie de configuração do cosmos antes do surgimento da matéria — quando tudo era apenas uma energia inerente ao próprio espaço. Foi uma expansão em taxa descomunal, sem diminuir em nada, em nenhum canto do espaço, e aumentando conforme o tempo passava — ficando duas vezes maior e mais longe, e depois quatro vezes, oito, dezesseis, trinta e dois, etc. O número resultante da taxa de expansão antes do Big Bang seria o maior número que você já conseguiu imaginar. Isso é, provavelmente, a maior velocidade que se pode obter no nascimento de qualquer universo. Parece grande, certo? Agora, voltemos a uma das hipóteses mais populares de outros universos, a dos muitos mundos (aquela da mecânica quântica). O número de resultados possíveis para qualquer interação entre partículas em qualquer lugar do universo tende ao infinito. Não só isso, mas essa infinitude de possibilidades surge instantaneamente, assim que a interação acontece. Isso significa que (se essas possibilidades, de fato, geram novos universos, ou seja, novas singularidades, novos Big Bangs, novas inflações cósmicas) isso acontece mais rápido do que o crescimento daquela taxa de expansão da inflação cósmica. Em outras palavras, o número de resultados possíveis aumenta tão rapidamente — muito mais rápido do que um aumento exponencial, que é o da inflação cósmica — que, a menos que a inflação do universo antes do Big Bang tenha ocorrido por um período de tempo infinito, não há chances de haver universos paralelos idênticos ao nosso. Bom, esse é apenas um dos contrapontos possíveis a se considerar. Há muitos outros, assim como haverá muitas outras propostas para argumentar a favor do multiverso. Apenas um gato importa (Imagem: Reprodução/E. Siegel/Ævar Arnfjörð Bjarmason) Talvez jamais saibamos se existem outros universos, ou quantos deles são possíveis. Na verdade, a própria mecânica quântica, base para se justificar a existência dos muitos mundos, impede que saibamos se há outras versões de nós mesmos. Pense novamente no gato de Schrödinger — quando abrimos a caixa, todas as possibilidades se desfazem para nós, exceto uma. O gato estará vivo ou morto no momento em que fazemos a observação, assim como o fóton estará configurado em uma orientação assim que o observarmos. Assim, para nós, que estamos neste universo, não importa as outras possibilidades. Pode ser que elas tenham se tornado reais em outras realidades, mas isso em nada nos afeta. Os muitos outros mundos podem ser paralelos ao nosso, mas são tão ocultos quanto os resultados das escolhas que não fizemos em nossas vidas. Por isso, escolha sempre as melhores opções, seja a melhor versão de si mesmo, ainda que possam existir outras lá fora e, se possível, continue tentando pegar o cacho de uvas na videira. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Lançamentos da Netflix na semana (26/02/2021) Veja Mais

Rio Branco Alimentos protocola pedido de IPO na CVM

Valor Econômico - Finanças A empresa produz aproximadamente 23 mil toneladas de produtos acabados por mês; oferta será primária, quando os recursos vão para o caixa da empresa A Rio Branco Alimentos, dona das marcas Pif Paf, Fricasa, Ladelli, Flip e Pescanobre, protocolou pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A oferta será primária, quando os recursos vão para o caixa da empresa. A empresa produz aproximadamente 23 mil toneladas de produtos acabados por mês, que são distribuídos por meio de centros estrategicamente posicionados e aliados a uma rede de logística. A frota conta com mais de 600 veículos, que realizam em torno de 179 mil entregas por mês. No ano passado, a companhia teve receita líquida de R$ 2,68 bilhões, com um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 198,7 milhões e um lucro líquido de R$ 147,9 milhões. O Citigroup Global Markets Brasil, Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários será o coordenador líder e o Bank of America Merrill Lynch Banco Múltiplo será o agente estabilizador. O BTG Pactual será o outro coordenador da oferta. Veja Mais

Governo nomeia Danilo Dupas Ribeiro para presidir Inep

O Tempo - Política O ato de nomeação está publicado em edição extra do Diário Oficial da União que circula nesta sexta-feira (26) Veja Mais

Petroleira PetroRecôncavo protocola pedido de IPO na CVM

Valor Econômico - Finanças A PetroRecôncavo é uma operadora independente de petróleo e gás especializada na operação, desenvolvimento e revitalização de campos maduros em bacias terrestres A petroleira PetroRecôncavo protocolou pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários. A oferta será primária, quando os recursos vão para o caixa da empresa. A PetroRecôncavo é uma operadora independente de petróleo e gás especializada na operação, desenvolvimento e revitalização de campos maduros em bacias terrestres. A companhia é uma das pioneiras em adquirir campos de petróleo terrestres oriundos do recente programa de desinvestimentos da Petrobras com a aquisição do Polo de Riacho da Forquilha concluída em dezembro de 2019. Em 21 anos de operação na bacia do Recôncavo, as reservas provadas da companhia passaram de 8,9 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) em fevereiro de 2000 para 20,8 milhões de BOE em dezembro de 2020, sendo que nesse mesmo período a produção acumulada foi de cerca de 29,9 milhões de BOE. A receita líquida da companhia atingiu R$ 787,8 milhões no ano passado, 131% a mais que os R$ 339,9 milhões de um ano antes. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) subiu 204% na mesma comparação, para R$ 474,4 milhões. Apesar dos avanços, a empresa fechou 2020 com prejuízo de R$ 81,7 milhões. O Itaú BBA será o coordenador líder e o Morgan Stanley, o agente estabilizador. O Goldman Sachs do Brasil Banco Múltiplo e o Banco Safra serão os demais coordenadores. Veja Mais

'Série Ensaio Aberto Encontro das Águas' tem vídeos já disponíveis

O Tempo - Diversão - Magazine Musical destaca o universo afro-indígena presente na cultura popular mineira, sobretudo das regiões ribeirinhas no Vale do Jequitinhonha Veja Mais

Lucas Felix e Lucy Alves iluminam 'Lua e estrela', canção lançada há 40 anos na voz de Caetano Veloso

G1 Pop & Arte Sucesso do álbum 'Outras palavras', composição é de autoria de Vinicius Cantuária. ♪ Em 1981, ao gravar o álbum Outras palavras, Caetano Veloso incluiu no repertório Lua e estrela, então inédita canção de autoria de Vinicius Cantuária, cantor, compositor e músico carioca que integrava A Outra Banda da Terra, grupo formado em 1977 para tocar em discos e shows do artista baiano. Propagada em escala nacional na trilha sonora de Baila comigo (1981), novela exibida pela TV Globo naquele ano com grande repercussão, a gravação de Lua e estrela se tornou o maior sucesso popular do disco de Caetano. Decorridos 40 anos da edição do LP Outras palavras, Lucas Felix – cantor e compositor niteroiense que está em cena desde 2013 – ilumina Lua e estrela em gravação feita com a cantora e sanfoneira paraibana Lucy Alves. Lançada em single nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, e promovida por ilustrado lyric video, a abordagem do duo preserva a doçura da apaixonada canção, tanto no canto quanto no toque do acordeom tocado por Lucy. Sem inventar moda, Lucas Felix assina com Fábio Lessa a produção musical desse single reverente ao tom suave do registro original de Lua e estrela por Caetano Veloso. Capa do single 'Lua & estrela', de Lucas Felix e Lucy Alves Divulgação Veja Mais

Aneel mantém bandeira amarela e cobrança extra na conta de luz em março

G1 Economia Agência aponta 'registros significativos' de chuva em fevereiro, mas diz que estoques dos reservatórios ainda estão baixos. Bandeira representa R$ 1,343 adicional para cada 100 kWh. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve nesta sexta-feira (26), pelo terceiro mês seguido, a bandeira tarifária amarela nas contas de luz de todo o país. Essa sinalização representa uma taxa extra de R$ 1,343 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A cobrança também vigorou em janeiro e fevereiro, em razão da lenta recuperação dos reservatórios de água das hidrelétricas. Em dezembro, a Aneel chegou a aplicar a bandeira vermelha 2, a maior do sistema (entenda abaixo). No anúncio, a Aneel apontou que houve "registros significativos de precipitação nas principais bacias do Sistema Interligado Nacional (SIN)" em fevereiro. Ainda assim, segundo a agência, os principais reservatórios seguem com estoque reduzido em relação ao esperado. O nível baixo dos reservatórios ainda é reflexo da estiagem registrada entre setembro e janeiro, segundo a Aneel. O boletim da agência ressalta que março ainda é um mês da temporada de chuvas, o que pode ajudar na recuperação do quadro. Nível de reservatórios no Centro-Oeste e no Sudeste em janeiro foi o mais baixo para o mês em seis anos O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo de geração de energia. Com os reservatórios baixos, a perspectiva é de alta no custo da energia já que exige o acionamento de mais térmicas, que geram energia mais cara. O objetivo é informar aos consumidores quando esse custo aumenta, e permitir que eles reduzam o uso para evitar pagar uma conta de luz mais cara. Bandeiras tarifárias Juliane Monteiro/Arte G1 Veja Mais

WandaVision desbanca Bridgerton e é a série mais assistida no streaming

canaltech Bridgerton é o título mais assistido de toda a história da Netflix, mas WandaVision é a verdadeira febre do momento. De acordo com dados exclusivos para a Variety Intelligence Platform a partir de análises do provedor TVision, com apenas quatro episódios em janeiro, a série original da Marvel Studios dominou o streaming e bateu recordes de audiência, desbancando o sucesso do drama de época da Shondaland. Fez história: Bridgerton é o título da Netflix mais assistido de todos os tempos Assistir WandaVision é obrigatório para Doutor Estranho 2 e Capitã Marvel 2? The Mandalorian pode ter acabado, mas ainda faz mais sucesso do que WandaVision Wanda Maximoff e Visão acumularam ao todo um índice de 8.127 na audiência, o que significa que foi quase 81,3 vezes mais assistida do que a média de séries vistas em plataformas de vídeo sob demanda durante o mês de janeiro. Por outro lado, Bridgerton atingiu um total de 6.808, ficando em segundo lugar naquele período. Ninguém segura eles: WandaVision foi um sucesso do streaming com apenas quatro episódios (Imagem: Divulgação / Marvel Studios) Essa análise é feita determinando o número de reproduções de um título contando os espectadores que assistiram a uma série ou filme por pelo menos dois minutos desde que o usuário tenha utilizado aquele determinado app ou a plataforma de streaming pelo menos cinco minutos. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- O levantamento é feito analisando as reproduções dos títulos em todos os serviços de streaming dos Estados Unidos, incluindo a Netflix, Amazon Prime Video, Disney+, Apple TV+ e até mesmo plataformas que ainda não estão disponíveis no Brasil, como HBO Max, Hulu, CBS All Access, Discovery+ e AVODs, como YouTube, Roku Channel, Pluto TV entre outros. A TVision rastreia a exibição de quase 25 mil títulos entre 5 mil assinantes pagos nos Estados Unidos. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Outras séries e filmes de sucesso para o mesmo período foram Soul, o longa-metragem da Pixar que ocupou o terceiro lugar do ranking; Night Stalker: The Hunt for a Serial Killer, logo em seguida; a primeira temporada de History of Swear Words; a terceira de Cobra Kai; Frozen II, no Disney+ e Mulher-Maravilha 1984, sendo a única aparição do HBO Max no levantamento. Bridgerton é o maior sucesso da história da Netflix (Imagem: Divulgação / Netflix) WandaVision atualmente está chegando ao seu fim e estreou seu penúltimo episódio nesta sexta-feira (26). A finale da minissérie trará ganchos para Doutor Estranho no Multiverso da Loucura e Capitã Marvel 2, além de abrir espaço para a segunda produção exclusiva da Marvel para o Disney+, que chega em 19 de março: Falcão e o Soldado Invernal. Assine Amazon Prime por R$ 9,90/mês e ganhe frete grátis, catálogo de filmes e séries que compete com a Netflix, livros, músicas e mais! Teste 30 dias grátis! Já Bridgerton foi renovada para a segunda temporada apenas um mês após sua estreia na Netflix. A série seguirá sendo adaptada dos livros escritos por Julia Quinn, então espera-se que a nova leva de episódios seja focada no personagem Anthony (Jonathan Bailey). Ainda não há previsão para início das filmagens ou data de estreia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

Veja onde assistir aos indicados ao Globo de Ouro 2021

O Tempo - Diversão - Magazine Prêmio que elege os melhores do cinema e da TV dos EUA acontece neste domingo (28). Saiba onde conferir as séries e filmes que estarão competindo neste ano Veja Mais

Comitê nos EUA recomenda aprovação de uso emergencial da vacina da Janssen contra a Covid

Glogo - Ciência Estudo mostrou que o imunizante teve 66% de eficácia contra a doença. Vacina usa a tecnologia de vetor viral, é aplicada em dose única e pode ser mantida em geladeira comum por até três meses. Que vacina é essa? Janssen (Johnson&Johnson) O comitê consultivo da agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos (FDA, da sigla em inglês) recomendou nesta sexta-feira (26) a aprovação do uso emergencial da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Janssen, do grupo Johnson&Johnson. Johnson diz que pode vender vacina contra a Covid-19 ao Brasil em 'quantidade' e 'condições' que dependem de acordo com Ministério da Saúde Pacheco se reúne com laboratórios para tentar viabilizar vacina da Pfizer e da Johnson O relatório produzido pela comissão de especialistas (formada por pesquisadores independentes, médicos e representantes farmacêuticos) será agora avaliado pela FDA, que deve conceder - como já fez nos casos anteriores - a autorização para a aplicação do imunizante. Após a confirmação, será a terceira vacina liberada para uso nos EUA, que já contam com doses da Pfizer e da Moderna. A vacina usa a tecnologia de vetor viral e é a única em etapa avançada de testes com apenas uma dose e que pode ser mantido numa geladeira comum por até três meses. No dia 19, a farmacêutica anunciou que a vacina teve 66% de eficácia em prevenir casos moderados e graves. A vacina também foi capaz de impedir 100% das mortes e hospitalizações. Considerados apenas os casos graves, o nível de proteção foi de 85%. Nenhuma pessoa vacinada morreu de Covid. A eficácia da vacina para pacientes com casos leves da doença não foi divulgada, e os resultados ainda não foram publicados em revista científica. Mais de 44 mil pessoas nos EUA, América Latina e África do Sul participaram dos testes. Entre os latinos, os testes foram realizados no Brasil, Argentina, no Chile, na Colômbia, no México e no Peru. Segundo a Anvisa, 7.560 brasileiros são voluntários nos testes da empresa. No Brasil, a Johnson não entrou com o pedido de uso emergencial ou pedido de registro à Anvisa. Vacina contra Covid da Johnson & Johnson tem eficácia de até 85% pra prevenção de casos graves e só precisa de uma dose Eficaz contra as variantes Na quarta-feira (24), a Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos publicou um documento afirmando que a vacina produzida pela Johnson&Johnson, administrada em dose única, oferece alta proteção contra os casos graves e mortes por Covid-19, inclusive contra a variante sul-africana, além de reduzir a transmissão do vírus nos vacinados. Segunda a FDA, a vacina teve eficácia geral nos Estados Unidos de 72% e de 64% contra a variante sul-africana. A eficácia na África do Sul foi sete pontos superior aos dados anteriores divulgados pela Johnson (veja abaixo). Em relação às formas graves da doenças, a vacina mostrou 86% de eficácia nos Estados Unidos e 82% contra as formas severas da variante na África do Sul. Apesar da vacina de Johnson ter uma taxa de eficácia geral mais baixa do que as da Moderna e Pfizer/BioNTech, administradas em duas doses e com eficácia em torno de 95%, na África do Sul a vacina é a que se apresentou mais eficaz. Mundo pesquisa 236 vacinas e já testa 16 em humanos, mas poucas têm chance de chegar ao Brasil, avaliam especialistas Agência recomenda uso da vacina de Oxford na União Europeia VÍDEOS: novidades sobre as vacinas da Covid-19 Veja Mais

Mostra virtual exibe curtas mineiros inspirados na pandemia

O Tempo - Diversão - Magazine Em cartaz a partir desta sexta-feira (26) em formato digital, 'Instante Suspenso' traz filmes de baixo orçamento realizados durante a quarentena da Covid-19 Veja Mais

Barroso nega suspensão da PEC da Imunidade, mas pede aperfeiçoamento

O Tempo - Política A proposta discutida pelos deputados amplia a restrição de prisão em flagrante de parlamentar Veja Mais

Dinheiro gasto pela Google com o Stadia assustou produtores de games

Dinheiro gasto pela Google com o Stadia assustou produtores de games

Tecmundo A Google lançou o Stadia em novembro de 2019 com a expectativa de revolucionar o setor de jogos eletrônicos. Mais de um ano depois, porém, o resultado dessa empreitada é um grande fracasso e uma quantia astronômica de dinheiro gasta em serviços que a essa altura não terão retorno.Em uma reportagem na Bloomberg, o jornalista Jason Schreier revelou vários detalhes sobre os bastidores da plataforma. De acordo com ele, a gigante da internet gastou “dezenas de milhões” para receber jogos como Red Dead Redemption II.Leia mais... Veja Mais

Estudo tenta descobrir por que a distribuição da matéria no universo é desigual

canaltech Pesquisadores liderados por um cosmologista do Observatório Astronômico Nacional do Japão (NAOJ) estão usando um supercomputador gigante para criar simulações do universo que levam a um retrocesso até o primeiro instante após o Big Bang. O estudo tem como objetivo entender como o período de inflação cósmica resultou em um universo com distribuição desigual de matéria. Para isso, 4.000 versões do cosmos foram simuladas. O universo é realmente escuro? Sonda que viaja além de Plutão ajuda a responder A que distância fica a fronteira do universo — se é que ela existe? Novo estudo mapeia as semelhanças entre o cérebro humano e o universo Embora o Big Bang seja sustentado por evidências científicas, ainda há problemas que ficam sem respostas. Uma das ideias propostas para complementar o Big Bang é a teoria da era inflacionária, que postula um período em que o universo se expandiu a uma velocidade que aumentou exponencialmente, antes da formação das primeiras estrelas e galáxias. Essa hipótese tem sido bem aceita na comunidade científica, mas os pesquisadores do NAOJ querem entender como foi exatamente esse período inflacionário. O universo atual tem variações de densidade em sua distribuição de matéria. Isso significa que há algumas regiões manchas ricas em galáxias e outras relativamente “vazias”. Isso não faz muito sentido se, durante o Big Bang, a energia se expandiu a partir de uma singularidade para todas as direções. Uma hipótese para essa distribuição desigual de matéria é que, na época do Big Bang, já havia flutuações quânticas aleatórias na energia existente antes da formação da matéria que conhecemos. Assim, quando o universo se expandiu, essas flutuações teriam se expandido também. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Este calendário cosmológico considera o período de inflação cósmica o estágio inicial do universo (Imagem: Reprodução/Roen Kelly/BICEP2 Collaboration) Isso significa que, no universo bem inicial, os pontos mais densos em energia se estenderem durante a inflação, resultando em regiões de maior densidade do que as áreas em seus arredores. Então, quando as estrelas se formaram, as galáxias se aglomeraram gravitacionalmente ao longo desses filamentos “esticados” de densidade. O problema é que as interações gravitacionais são complexas, de modo que é muito difícil tentar retroceder a este período inflacionário para entender como o universo era antes dele. Por isso os pesquisadores desenvolveram um método de reconstrução virtual, com o supercomputador ATERUI II do NAOJ para criar 4.000 versões do universo inicial, todas com flutuações de densidade ligeiramente diferentes. Então, eles fizeram com que esses universos virtuais passassem por seus períodos inflacionários e, em seguida, testaram para ver se era possível levá-los de volta aos seus pontos de partida originais. Eles descobriram que um método de reconstrução pode “reduzir os efeitos gravitacionais nas distribuições de galáxias observadas”, disseram, “permitindo extrair as informações das condições iniciais do nosso universo de uma forma eficiente". De acordo com a equipe, essa reconstrução já foi aplicada a dados de galáxias existentes em nosso universo, mas o novo estudo revelou que a mesma técnica pode funcionar para o período de inflação do universo também. Agora, o método de reconstrução poderá ser aplicado às observações da teia cósmica, que são filamentos de matéria pelos quais as galáxias se distribuem. Se eles forem capazes de reconstruir essas estruturas até a época inflacionária, algumas respostas sobre o que levou essa matéria a ser distribuída da forma que vemos poderão ser obtidas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Veja Mais

Agenda Netflix: Quando as Garotas Vão à Luta é destaque (26/02 a 04/03)

Agenda Netflix: Quando as Garotas Vão à Luta é destaque (26/02 a 04/03)

Tecmundo Se você vai aproveitar o final de semana embaixo das cobertas ou na frente do ventilador, nós não sabemos. Mas um filme ou uma boa série sempre caem bem, não é mesmo? Então fique de olho nesta edição do Agenda Netflix, pois separamos todos os lançamentos que chegam na plataforma a partir de hoje (26).Para os fãs de terror, o filme A Última Chave, quarto capítulo da franquia Sobrenatural, chega no streaming na próxima segunda-feira (1).Leia mais... Veja Mais

Confira o que foi votado pelos deputados nesta semana - 26/02/21

Confira o que foi votado pelos deputados nesta semana - 26/02/21

Câmana dos Deputados Medida provisória da vacina contra a Covid 19 e debates sobre a imunidade parlamentar movimentaram o plenário da Câmara dos Deputados durante a semana. Confira no comentário de Ginny Moraes. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #ResumoPlenário Veja Mais

EXCLUSIVO: Tite elogia muito Claudinho e revela quais jogadores estão no radar da seleção

EXCLUSIVO: Tite elogia muito Claudinho e revela quais jogadores estão no radar da seleção

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse o ESPN.com.br e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: https://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: https://instagram.com/foxsportsbrasil ➡ Facebook: https://www.facebook.com/espnbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/ESPNBrasil ➡ Instagram: https://www.instagram.com/espnbrasil Vamos JuntosNaTorcida! #ESPN #ESPNBrasil #FOXSports Veja Mais

Crítica | Funerária Família Bernard é reality show com essência de sitcom

canaltech A fórmula para um bom reality show é encontrar, ou criar, histórias que possam ser bem contadas, independente se a temática for algo improvável. Foi o que a Netflix encontrou na família Bernard, dona de uma funerária na cidade de Memphis, no estado norte-americano do Tennessee. O estabelecimento se tornou conhecido na região por trazer opções acessíveis de planos funerários e por também ser o primeiro a oferecer o serviço de velório drive-thru, e ganhou a fama em todo o país após a aparição no programa de Steve Harvey em 2017. 10 melhores reality shows imperdíveis para assistir no streaming Os lançamentos da Netflix em fevereiro de 2021 15 reality shows mais improváveis e sem noção da Netflix Agora, o trabalho da família, junto a um pouco de sua história, é contado no novo reality show da Netflix, o Funerária Família Bernard. A série acompanha a carreira de Ryan Bernard, o fundador do local, ao lado de sua mãe, Debbie Bernard, seu tio, Kevin, e suas duas filhas, Deja e Raegan. Mesmo com um trabalho fúnebre, os membros da família conseguem se divertir durante o dia a dia no escritório, protagonizando cenas hilárias que mais parecem uma grande sitcom. Atenção: esta crítica pode conter spoilers do reality show Funerária Família Bernard! -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Imagem: Divulgação/Netflix Os personagens da vida real mostrados na série já são uma atração por si só, e mesmo com o trabalho sendo uma funerária, em nenhum momento a série traz momentos tristes, muito menos macabros. Ryan e Debbie conseguem protagonizar algumas das cenas mais divertidas da trama, com a matriarca querendo mandar em tudo e o filho precisando reforçar a todo momento que ela não é a chefe. Em meio às discussões, tal qual o personagem Jim (John Krasinski) de The Office, uma série sobre um documentário fictício, Ryan constantemente olha para a câmera ao ouvir os absurdos da mãe, tornando os diálogos ainda mais engraçados. Debbie, por sua vez, parece interpretar uma personagem de comédia na vida real, mesmo longe das câmeras — e isso não é percebido como algo ruim. De personalidade forte, é visível que ela cria uma "casca" de severa, quando, na verdade, é apenas uma senhora preocupada com o futuro da família e que se diverte diariamente no trabalho, sabendo que todos também se divertem com o seu jeito de ser. Então, por que não abraçar esse personagem? O seu bom caráter é visto quando um cliente diz não ter dinheiro suficiente para o funeral e ela faz alguns cortes para que o cortejo entre em seu orçamento, mesmo que ela também acabe usando a bondade como uma estratégia para conseguir ainda mais clientes, claro. Imagem: Divulgação/Netflix Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Kevin, que é chamado por todos de Uncle Kevin, também conta com suas peculiaridades que o tornam um bom personagem em Funerária Família Bernard, seja por ter uma personalidade de "não estar nem aí" para a maioria das coisas, quanto pelas suas falas engraçadas. Seu rosto se tornou conhecido nos Estados Unidos por protagonizar comerciais do estabelecimento, quando ele aparece saindo de um caixão. As gravações de uma das propagandas são exibidas na série da Netflix, com Debbie sendo a diretora, grudada em seu alto-falante. Funerária Família Bernard também conta um pouco a história da família, com foco no relacionamento de Ryan Bernard com as filhas. A mais velha, Deja, que conheceu o pai apenas quando já tinha 15 anos, aparece nos primeiros episódios grávida de sua segunda filha, enquanto a mais nova, Raegan, se mostra relutante com o trabalho na empresa do pai, planejando seguir uma carreira como enfermeira. A jovem também protagoniza os momentos engraçados da série, principalmente quando é encarregada de transportar um corpo da casa do falecido até a funerária pela primeira vez, se mostrando extremamente desconfortável com a missão. Outras situações divertidas acontecem enquanto ela tem dúvidas de qual faculdade seguir, com os mais velhos das famílias dando suas opiniões pensando neles próprios. Imagem: Divulgação/Netflix O reality show mostra a família Bernard em toda a sua essência: a de que não é preciso tratar o trabalho em uma funerária com tristeza. Parte dessa conquista, claro, se deve à personalidade de toda a família, que em nenhum momento não se mostra digna de todo o sucesso do empreendimento, muito pelo contrário. Cada personagem da vida real é digno de inspiração para a criação de comédias, e juntos eles protagonizam uma série que facilmente se passaria por uma sitcom se ninguém fosse informado que esse não era o caso. Funerária Família Bernard está disponível na Netflix em oito episódios. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

Dados de 21 milhões de usuários de VPNs gratuitas vazam na web

canaltech Um criminoso cibernético publicou um anúncio afirmando ter à sua disposição, uma coleção contendo dados de 21 milhões de três famosos aplicativos de VPN para smartphones Android: SuperVPN, GeckoVPN e ChatVPN. O pacote — cujo valor não foi divulgado pelo meliante — foi posto à venda no RaidForums, o mesmo em que outros vazamentos de grande magnitude foram encontrados (incluindo o suposto maior da história do Brasil). Há mais de 110 mil babás eletrônicas expostas na web — uma delas pode ser a sua Roubo de contas bancárias cresceu em 20% ao longo de 2020, afirma estudo Os três apps supracitados ostentam uma relativa fama na Play Store: em ordem crescente, o ChatVPN possui mais de 50 mil downloads, enquanto o GeckoVPN conta com 10 milhões de instalações e a SuperVPN com 100 milhões. Este último serviço, aliás, já criou polêmica no ano passado depois que pesquisadores emitiram um alerta a respeito de graves vulnerabilidades que o tornavam “incrivelmente perigoso”. Para provar que possui tal coleção, o vendedor disponibilizou três amostras com dados aleatórios, sendo possível descobrir, através delas, que as seguintes informações foram comprometidas: e-mails, nomes de usuários, nomes completos, país de origem, partes das senhas, dados de pagamento (para contas Premium), status da conta Premium e detalhes sobre o dispositivo usado (número de série, fabricante, modelo, ID e IMSI, similar ao IMEI). -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Imagem: Reprodução/CyberNews O criminoso ressalta ainda que pode prover amostras grátis de usuários de um determinado país de acordo com a demanda do interessado, mas o preço total do pacote só é revelado de forma íntima. O jornal Cybernews entrou em contato com as três empresas responsáveis pelo desenvolvimento das VPNs afetadas, mas não recebeu retorno de nenhuma delas até o fechamento desta reportagem. O perigo das VPNs gratuitas Obviamente, qualquer vazamento de dados é altamente prejudicial e significa que, de alguma forma, um ator malicioso conseguiu adentrar em ambientes informáticos nos quais ele não estaria autorizado — seja através da exploração de uma vulnerabilidade ou uso de técnicas de engenharia social. Porém, este caso em específico ressalta uma orientação clássica de segurança na web: evite utilizar VPNs gratuitas. O serviço de VPN (sigla para o inglês virtual private network ou rede privada virtual) visa proteger a privacidade do usuário ao “criptografar” o túnel de comunicação entre seu dispositivo e o servidor do site acessado. Dessa forma, nem criminosos, nem agentes governamentais e nem mesmo a sua operadora de internet seria capaz de espionar a sua navegação na web. Imagem: Reprodução/CyberNews O problema é que muitos internautas não enxergam a contratação de uma boa VPN como um investimento necessário e recorrem a alternativas gratuitas, que nem sempre são seguras. Um dos principais problemas com os apps disponibilizados de graça é que eles costumam capturar muito mais dados pessoais dos usuários do que o adequado e registrar logs — ou seja, um histórico de tudo aquilo que está sendo acessado. No fim das contas, se os servidores de sua VPN gratuita forem comprometidos, de nada adiantou navegar na web de forma criptografada, pois os invasores terão acesso a esse histórico de qualquer forma. E agora? Não há como dizer, a priori, o nível de comprometimento que os três serviços de VPN sofreram; porém, com detalhes do dispositivo e informações sobre sua conta, um agente malicioso já seria capaz de identificá-lo e aplicar um ataque do tipo man-in-the-middle (quando o golpista monitora de forma contínua a sua conexão e rouba, por exemplo, informações preenchidas em um formulário ou a senha do seu internet banking). Imagem: Reprodução/CyberNews A recomendação, por hora, é que os usuários da SuperVPN, da GeckoVPN e da ChatVPN desinstalem o aplicativo e utilizem serviços de monitoramento pessoal para descobrir, através de seu endereço de email, se a sua conta nessas plataformas fazem parte do vazamento. Também é crucial ficar atento a qualquer eventual comunicação por email utilizando o nome dessas três marcas, pois pode se tratar de um phishing. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

Brasil volta a ter tendência de alta na média móvel de casos de Covid; total de mortes se aproxima de 253 mil

Glogo - Ciência País contabilizou 10.457.794 casos e 252.988 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Foram em média mais de 53 mil novos casos por dia na última semana; média móvel de mortes está acima de 1.100 pelo terceiro dia seguido. Brasil volta a ter tendência de alta na média móvel de casos de Covid O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta sexta-feira (26). O país registrou 1.327 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 252.988 óbitos desde o começo da pandemia, no dia em que se completa um ano do 1º caso no Brasil. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.148. Após recorde na véspera (quando chegou a 1.150), essa é a segunda maior média registrada até aqui. É o terceiro dia seguido com o índice acima da casa dos 1.100. A variação foi de +6% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 10.457.794 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 63.908 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 53.729 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +18% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de alta nos diagnósticos. A alta nos casos vem após 35 dias com essa tendência indicando estabilidade. Dez estados estão com alta nas mortes: PR, RS, SC, PA, BA, CE, MA, PB, PI e RN. Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados Brasil, 26 de fevereiro Total de mortes: 252.988 Registro de mortes em 24 horas: 1.327 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.148 (variação em 14 dias: +6%) Total de casos confirmados: 10.457.794 Registro de casos confirmados em 24 horas: 63.908 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 53.729 por dia (variação em 14 dias: +18%) Estados Subindo (10 estados): PR, RS, SC, PA, BA, CE, MA, PB, PI e RN Em estabilidade (13 estados e o Distrito Federal): ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AC, RO, TO, AL, PE e SE Em queda (3 estados): AM, AP e RR Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia). Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Vacinação Balanço da vacinação contra Covid-19 desta sexta-feira (26) aponta que 6.433.345 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 3,04% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 1.874.426 pessoas (0,89% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 8.307.771 doses foram aplicadas em todo o país. Variação de mortes por estados Estados com mortes em alta Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em estabilidade Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em queda Editoria de Arte/G1 Sul PR: +37% RS: +51% SC: +70% Sudeste ES: -13% MG: -12% RJ: +10% SP: -1% Centro-Oeste DF: +13% GO: -13% MS: -8% MT: +9% Norte AC: +13% AM: -52% AP: -35% PA: +62% RO: +5% RR: -21% TO: +5% Nordeste AL: +12% BA: +66% CE: +45% MA: +34% PB: +29% PE: -13% PI: +60% RN: +78% SE: +7% Brasil Sul Sudeste Centro-Oeste Norte Nordeste Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal (saiba mais). Veja vídeos sobre a vacinação contra a Covid no Brasil: Veja Mais

Meninos de Minas comemora 21 anos com clipe e novo disco

O Tempo - Diversão - Magazine Neste percurso, o projeto já formou mais 3.500 alunos dos 7 aos 70 anos, e muitos jovens integraram o Grupo de Apresentações, que circulou pelo Brasil e exterior Veja Mais

Vinhedo abre processo seletivo para 12 vagas temporárias para médicos; veja áreas de atuação

G1 Economia Oportunidades são para profissionais das áreas de clínico geral, pediatria e medicina de família. Vinhedo abriu processo seletivo para 12 vagas Breno Esaki/Agência Saúde Vinhedo (SP) abriu nesta sexta-feira (26) um processo seletivo para 12 vagas temporárias para médicos, com objetivo de reforçar a rede no enfrentamento à Covid-19. O edital está disponível em boletim municipal e as oportunidades são para três áreas de atuação: Clínico geral - 6 Pediatria - 4 Medicina da família - 2 A prova escrita está prevista para 5 de março, às 9h, e quem for aprovado terá contrato de 180 dias, com possibilidade de renovação por igual período. A data para divulgação dos resultados não foi informada pela administração, mas eles serão disponibilizados na página da prefeitura. A cidade registra nesta sexta-feira 100% de ocupação dos leitos de UTI Covid-19, segundo a prefeitura, cenário que se repete desde o início do ano. A administração municipal diz que a Santa Casa só não teve ocupação máxima das estruturas em dois dias de fevereiro e mais seis dias de janeiro. VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região Veja mais notícias da região no G1 Campinas Veja Mais

Plataforma de streaming disponibiliza filmes de 5 países para não assinantes

O Tempo - Diversão - Magazine Supo Mungam Plus, focada em cinema independente, oferece produções como "O Professor Substituto", de Sébastien Marnier Veja Mais

Bolsonaro diz que governador que 'fechar seu Estado' bancará auxílio emergencial

O Tempo - Política Proposta estudada pelo governo é pagar o auxílio a partir de março, por quatro meses e no valor de R$ 250 Veja Mais

PlayStation 5 | Sony pode liberar porta extra de SSD na metade do ano

canaltech Uma das questões mais polêmicas sobre o PlayStation 5 foi a capacidade de armazenamento interno. Por conta do SSD proprietário superveloz da empresa, há somente 667 GB de espaço utilizável para jogos e conteúdos, o que pode ser pouco para o tamanho dos jogos atuais. A solução da Sony foi oferecer uma entrada extra para SSD M.2, mas que ainda não está ativada pela companhia. O que deve mudar em breve. Análise | PlayStation 5: pronto para mais experiências memoráveis Vale a pena trocar o PlayStation 4 pelo PlayStation 5? Segundo reportagem da Bloomberg, a Sony planeja lançar uma atualização que liberaria esta segunda porta ainda na metade deste ano, no verão norte-americano. O site disse ter conversado com pessoas próximas ao projeto dentro da Sony que confirmam esse planejamento. A atualização não seria voltada somente para isso. Trata-se de um update de firmware completo que permite velocidades maiores da ventoinha também, para evitar superaquecimento do console. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.-   O SSD é um dos destaques do PlayStation 5, que oferece altas velocidades de transferência de dados, fazendo com que os carregamentos sejam bem menores que os do PlayStation 4. Por conta disso, contudo, não é possível simplesmente colocar um HD ou SSD externo na porta USB para aumentar o espaço interno. Assine o Xbox Game para PC por apenas R$ 13,99 e ganhe acesso a um pacotão com mais de 100 jogos para Windows, além de descontos exclusivos! Quem pensa que 667 GB são bastante, vale lembrar que só o último Call of Duty precisa de 133 GB. Jogos AAA também necessitam de mais de 50 GB, sem contar as gravações e capturas de tela. Apesar das informações de bastidores da Bloomberg, a Sony ainda não confirmou se a atualização chega efetivamente no meio do ano. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

EUA diz que príncipe saudita autorizou 'capturar ou matar' Jamal Khashoggi

O Tempo - Mundo Após divulgação do relatório, EUA anunciou sanções contra 76 sauditas sobre a morte de Khashoggi, que era colaborador do jornal The Washington Post Veja Mais

Pfizer estipula data limite para o Brasil comprar vacina

canaltech A farmacêutica Pfizer trabalha com uma data limite para o Ministério da Saúde solicitar a compra de doses de sua vacina, feita em parceria com a BioNTech contra a COVID-19. De acordo com o governador da Bahia, Rui Costa, a oferta para a compra do imunizante seria válida até o dia 19 de março. Depois desse período, a fórmula contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2) seria negociada de forma direta com os governos estaduais no Brasil.  Quais efeitos colaterais as vacinas causaram nos brasileiros? Anvisa comenta Vacinas da COVID-19 reduzem hospitalização e transmissão, apontam estudos Ministério da Saúde anuncia compra de 20 milhões de doses da vacina Covaxin Segundo apuração do jornal Folha de S. Paulo, o governador da Bahia foi informado pela Pfizer de que o prazo foi estabelecido em comum acordo com o governo federal. Sem autoridade para interferir nas negociações da Saúde, o governador avalia outros acordos para a compra de imunizantes, sendo um com a CoronaVac e a China e outro com a Sputnik V e a Rússia. Se Brasil não demonstrar interesse na compra da vacina da Pfizer, empresa deve vender diretamente para os estados (Imagem: Reprodução/ Hakan Nural/ Unsplash) Na corrida pela imunização contra o coronavírus, vale lembrar que a vacina da Pfizer/BioNTech é a única a possuir o registro definitivo de uso no país, concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em outras palavras, o imunizante com tecnologia de RNA mensageiro (mRNA) obteve a licença mais rígida e completa, diferente das vacinas CoronaVac e Covishield (o imunizante de Oxford). As duas últimas receberam uma autorização de uso emergencial e temporária. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Na quinta-feira (25), o Ministério da Saúde anunciou a compra de 20 milhões de doses de um outro imunizante, ainda não autorizado pela Anvisa: a Covaxin, desenvolvida pela farmacêutica indiana Bharat Biotech e representada aqui no Brasil pela Precisa Medicamentos. STF autoriza compra paralela de vacinas contra COVID Na terça-feira (23), o Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para autorizar que Estados e municípios possam comprar e distribuir vacinas contra a COVID-19, de forma independente a Ministério da Saúde, em alguns cenários. Essa autorização legal valerá apenas se o governo federal não cumprir o Plano Nacional de Imunização (PNI) ou quando as doses previstas do imunizante no documento sejam insuficientes para a demanda da região. Caso um Estado ou município opte pela compra individual de um imunizante contra a COVID-19, a vacina precisará ter sido aprovada pela Anvisa. Caso não aconteça a validação pela agência reguladora brasileira, a importação pode ser liberada desde que haja registro de licença da vacina em outras agências reguladoras da Europa, dos Estados Unidos, do Japão ou da China, por exemplo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O que é universo paralelo e multiverso? O que a ciência diz sobre isso? Câmeras flagram fenômenos luminosos elétricos azuis e vermelhos no céu do Havaí Veja Mais

Quem Matou Sara?: Netflix divulga trailer da nova série de suspense

Quem Matou Sara?: Netflix divulga trailer da nova série de suspense

Tecmundo A Netflix acaba de divulgar o trailer de Quem Matou Sara?, a sua próxima série de drama e suspense, prevista para estrear em março. A obra mexicana foi realizada pela produtora Perro Azul.A produção é um dos maiores destaques no catálogo do próximo mês para o streaming. A temporada estará disponível no dia 24 do próximo mês.Leia mais... Veja Mais

Daniel Kaluuya e Keke Palmer estarão no novo terror do diretor de Corra!

canaltech Jordan Peele realmente deu início a uma nova era do terror com o tremendo sucesso da sua estreia como diretor em Corra!, estrelado por Daniel Kaluuya. Seu segundo filme, Nós, comprovou que o primeiro trabalho não havia sido um golpe de sorte e, agora, o público segue ansioso pelo novo filme do diretor. Para a nossa alegria, as primeiras informações sobre o projeto começaram a surgir. Crítica | Corra! para ver ou ver de novo Crítica | Caixa preta e a originalidade de um novo legado do terror Crítica | Em O Que Ficou Para Trás, terror não é um objetivo, mas sim um recurso Segundo informações do The Hollywood Reporter, Jordan Peele já encontrou os protagonistas do seu próximo projeto, que será novamente voltado para o terror. Os escolhidos foram Daniel Kaluuya e a cantora e atriz Keke Palmer, de Jump In!. Daniel Kaluuya e Jordan Peele no set de Corra! (Imagem: Reprodução/Blumhouse Productions) Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Detalhes do projeto e sobre a trama estão sendo mantidos em segredo, mas o THR confirmou que a obra será escrita e dirigida por Peele. Ainda que estejamos nos referindo ao projeto como se fosse um filme, ainda é difícil saber qual a natureza do que está por vir, já que, no IMDb o projeto está listado na filmografia de Peele como um evento: “Untitled Jordan Peele Horror Event”, literalmente “Evento de terror sem título de Jordan Peele”. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Não sabemos quanto do "evento" permanecerá em segredo e por quanto tempo irá durar o mistério, mas já sabemos que a dúvida poderá existir por meses. Isso porque o "evento" já tem uma data de estreia, com lançamento marcado para 22 de julho de 2022. Keke Palmer no pôster individual de As Golpistas (Imagem: Reprodução/STX) Enquanto isso, Keke Palmer poderá ser vista na série The Proud Family: Louder and Prouder e no filme Alice, ambos em fase de pós-produção. Daniel Kaluuya, por outro lado, está na fase de divulgação do seu novo filme, Judas e o Messias Negro, que estreou ontem (25) no Brasil. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Bill Gates revela por que prefere Android ao iPhone Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Veja Mais

8 dicas para aproveitar ao máximo o Google Duo

8 dicas para aproveitar ao máximo o Google Duo

Tecmundo Com o crescimento das videochamadas pelo mundo, devido a pandemia do novo coronavírus, a busca por aplicativos que satisfaçam o gosto das pessoas aumentou consideravelmente. O Google Duo é uma destas ferramentas de videoconferências que poderá ajudar em reuniões ou encontros virtuais. Com recursos diferentes dos outros aplicativos, ele poderá agradar gregos e troianos.Leia mais... Veja Mais

Saída proposta para Pazuello opõe Bolsonaro ao Exército

O Tempo - Política Bolsonaro estuda uma saída honrosa do ministro da Saúde promovendo o então ministro a um grau hierárquico hoje inexistente no Exército Veja Mais

Netflix investe US$ 100 mi para ampliar a diversidade nas atrações

Netflix investe US$ 100 mi para ampliar a diversidade nas atrações

Tecmundo A plataforma de streaming Netflix divulgou um estudo abrangente sobre a diversidade e inclusão em seu catálogo. A pesquisa foi desenvolvida em parceria com Annenberg Inclusion Initiative da Universidade do Sul da Califórnia.O relatório foi baseado nos filmes e séries com roteiros lançados durante os anos de 2018 e 2019. Dessa maneira, ele analisa a composição de talentos atrás das câmeras, incluindo criadores, produtores, roteiristas e diretores.Leia mais... Veja Mais