Meu Feed

No mais...

Facebook pode ter de divulgar dados de apps ligados ao caso Cambridge Analytica

canaltech A Justiça de Massachusetts decidiu que o Facebook deve entregar algumas informações sobre aplicativos na rede social, ainda relativos ao caso Cambridge Analytica que estourou em 2018. 87 milhões de usuários tiveram dados do Facebook expostos; BR é o 8ª da lista Campanha de Trump usou dados de 50 milhões de usuários do Facebook A procuradora-geral Maura Healey havia entrado com um pedido semelhante a uma intimação para ter acesso aos dados. Nesta quarta-feira (24), o tribunal norte-americano informou que o Facebook ainda pode manter o sigilo de identificação de aplicativos suspeitos de uso indevido do conteúdo de clientes, mas que a procuradora pode conferir algumas informações. A questão ainda gira em torno do caso Cambridge Analytica, que resultou no uso indevido de dados de 87 milhões de usuários da rede social, incluindo brasileiros. Na época, para investigar o incidente, o Facebook contratou uma auditoria externa do escritório de advocacia Gibson Dunn & Crutcher. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- A investigação, segundo documento judiciais, resultou na suspensão de 69 mil apps, pelo motivo de os desenvolvedores não terem colaborado com o inquérito. Destes, cerca de 10 mil abusaram de uso de informações de usuários. São estes dados do levantamento interno aos quais Healey quer acessar. Em 2019, ela entrou com o pedido para identificar tais apps. Embora o Supremo Tribunal Judicial de Massachusetts tenha considerado que parte dos registros do Facebook ainda devem ser mantidos em proteção, concedeu alguns materiais à procuradora. Especificações sobre quais seriam estes dados não foram divulgadas. Para Healey, a decisão ajuda a minar “a tentativa do Facebook de ocultar informações do público sobre outros desenvolvedores de aplicativos que podem ter se envolvido em conduta imprópria como Cambridge Analytica". Já o Facebook se defende dizendo que vai rever a decisão. Ainda, agradeceu pelo fato de o tribunal ter reconhecido a necessidade de preservação de dados internos da empresa. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Veja Mais

Loja de apps Aurora Store ganha atualização com nova interface e melhorias

canaltech A loja de aplicativos em código aberto Aurora Store é uma das mais utilizadas por aqueles que têm como padrão a instalação de apps via ROMs personalizadas; ou que possuem aparelhos sem os serviços do Google. Depois de um bom tempo sem mudanças consideráveis, o canal finalmente ganhou uma atualização robusta, que trouxe uma nova aparência e melhorias em seu funcionamento. Edge para Linux começa a receber sincronização igual à de Windows e Android Felipe Neto compra licença do WinRAR e mostra como é a versão paga do programa Apple bloqueia atualizações de popular app de VPN e causa polêmica A atualização Aurora Store v4 vem com otimização significativa na interface de usuário. Seguindo um padrão bem parecido com o do Google Play, ficou muito mais fácil se localizar em meio aos inúmeros aplicativos presentes; assim como pesquisa-los, já que agora há uma barra de busca em lugar de maior destaque. Ainda no campo da aparência, um dos pedidos mais feitos pelos usuários era a opção de um tema escuro para a loja. A desenvolvedora decidiu atender à essa requisição e criou não apenas uma, mas três novas alternativas, chamadas de Pitch Black, Dark-X e Disskord, que podem ser personalizadas com cores de destaque em determinadas partes da tela. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Imagem: Reprodução/XDA Developers No funcionamento, o Aurora Store v4 corrigiu uma série de bugs e falhas, e trouxe novas opções de instalação. Além de baixar a loja diretamente do servidor do Aurora, o usuário pode executar via Root, como também a partir do APK ou por meio de um distribuidor nativo. A Aurora Store é compatível apenas com dispositivos Android, da versão 5 em diante. Para baixar a loja, basta visitar seu site oficial. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Veja Mais

Bitcoin desvaloriza quase 11% em 24 horas; analistas indicam reajuste

Bitcoin desvaloriza quase 11% em 24 horas; analistas indicam reajuste

Tecmundo Nesta quinta-feira (25), o Bitcoin sofreu forte desvalorização, chegando a uma redução de 10,6% em apenas 24 horas. Cotado a US$ 50.954, havia superado a marca de US$ 61 mil no início deste mês e operava no mesmo patamar desde então (US$ 56.940 na última quarta, segundo o CoinDesk). Já no Brasil, houve queda de 7,357%, indica o InfoMoney, saindo de R$ 321 mil para R$ 289.221 em um único dia.Vencimentos na casa US$ 6 bilhões, previstos para ocorrerem nesta sexta-feira (26), tendem a deixar a moeda virtual ainda mais instável, alertam especialistas, assim como o anúncio da Tesla, realizado ontem por Elon Musk em seu Twitter, de aceitar a criptomoeda como opção de pagamento por seus produtos.Leia mais... Veja Mais

Articulação no Congresso garante R$ 63 milhões e evita paralisação da BR-381

O Tempo - Política A obra, que foi dividida em vários trechos, tem apenas um deles em andamento (no lote 7) e corria o risco de nova paralisação Veja Mais

Como criar listas personalizadas no Feedly

canaltech O Feedly (Android | iOS | Web) é uma plataforma agregadora de notícias que permite a criação de listas temáticas e personalizáveis. O usuário pode buscar por sites favoritos e palavras-chaves, criando um feed atualizado em tempo real e com ferramentas para gerenciar os conteúdos disponíveis. É possível, por exemplo, salvar os links para leitura posterior, marcá-los como lidos ou acompanhar um artigo sem a necessidade de abri-lo no navegador. Os 5 melhores aplicativos para ler notícias em tempo real 3 dicas para usar melhor o Google Notícias Como usar o botão Pesquisar do WhatsApp para checar notícias Na versão gratuita da ferramenta, é possível criar até três listas diferentes, seguindo até 100 fontes. Em planos pagos, oferecidos a partir de US$ 6 por mês (aproximadamente R$ 34, na cotação atual), o número de fontes aumenta para 1000 e há a possibilidade de incluir feeds do Twitter e do Google. Quer criar uma lista de notícias? Confira o passo a passo! Feedly: como criar listas personalizadas Passo 1: acesse o Feedly e selecione "Get started for free" ("Comece gratuitamente", em tradução livre); -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Inicie seu cadastro no Feedly (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: em seguida, escolha uma forma de acesso para registrar sua conta; Utilize e-mail ou vincule perfis de outras plataformas (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: na tela principal do app, selecione "Add Content" para começar a seguir páginas e criar seu feed; Comece a adicionar conteúdos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: navegue entre os tópicos ou use a busca para procurar um site ou assunto; Procure pelos temas de seu interesse (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: toque no ícone de "+" para adicionar um site; Adicione sites à sua lista (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 6: em seguida, é hora de adicionar o link a um feed. Para criar o primeiro de seu perfil, selecione "Create first feed"; Crie a sua primeira lista no Feedly (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 7: dê um nome à lista e toque em "Create"; Digite um título e salve o feed (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 8: adicione ao Feed e pressione "Done" para confirmar; Insira temas e sites ao Feed (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 9: sua lista será criada. Os artigos relacionados são exibidos na tela principal, dentro da aba "Today". Navegue entre as notícias selecionadas (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) O que achou do aplicativo? Deixe sua opinião nos comentários! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Veja Mais

Deezer lança plano família HiFi e oferece três meses gratuitos para teste

canaltech A Deezer está oferecendo três meses gratuitos em seu recém-lançado plano Family HiFi para novos usuários que se cadastrarem na plataforma até 30 de abril de 2021. A tecnologia HiFi permite a reprodução e download de músicas em alta qualidade, sem perdas no streaming e com a maior fidelidade possível à gravação de estúdio graças ao formato FLAC. Deezer: 6 funções escondidas que você precisa conhecer Como ativar o áudio em alta qualidade (Hi-Fi) da Deezer Como usar o SongCatcher da Deezer para reconhecer músicas no iOS 14 A nova modalidade que permite compartilhar a conta com até seis pessoas da família para curtir um som diferenciado. A plataforma hoje conta com acervo de mais de 70 milhões de faixas compatíveis com a qualidade HiFi. Além disso, o serviço de música permite o acesso ao canal Hifi Room, com diversas playlists imperdíveis e atualizadas pela equipe de editores da Deezer. (Imagem: Divulgação/Deezer) Aos que já são assinantes, o streaming musical disponibiliza a possibilidade de subir para o plano Deezer Family HiFi por R$ 32,90. Nesta opção específica, o usuário conta com filtros para crianças e uma playlist gerada a partir das canções mais ouvidas por todos os perfis, a Family Mix. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- "Desde 2015 oferecemos aos nossos ouvintes a possibilidade de aderir ao nosso plano HiFi porque sabemos o quão poderosa é essa qualidade de áudio. Agora, queremos levar mais pessoas a conhecerem toda a grandiosidade da música em alta definição e dar a chance de revisitarem suas canções favoritas em uma versão premium, proporcionando uma experiência ainda mais marcante aos fãs de músicas", afirma Marcos Swarovsky, diretor-geral da Deezer na América do Sul. Para curtir um som diferenciado Ao lado do Spotify, a Deezer é uma das principais plataformas de compartilhamento de playlists e streaming de músicas. São mais de 16 milhões de usuários em 180 países do mundo. No total, estão disponíveis 73 milhões de faixas, sendo 70 milhões na qualidade HiFi. O app possui versões para celulares, tablets, PCs, notebooks, sistemas multimídia de veículos, televisores inteligentes e consoles de videogame. (Imagem: Divulgação/Deezer) Além da opção de qualidade diferenciada para ouvintes mais exigentes, a plataforma possui algoritmos que criam trilhas sonoras personalizadas com base nos gostos pessoais e nas sugestões dos curadores de conteúdo. Há também uma funcionalidade chamada SongCatcher, recurso nativo capaz de reconhecer o nome de uma música que está tocando no ambiente. Rival do Spotify: assine Amazon Music Unlimited para ouvir suas músicas preferidas! Apenas 16,90/mês Após o fim dos três meses de teste, o usuário pagará R$ 26,90 por mês pelo serviço. Para aproveitar a promoção, basta se inscrever agora no site ou pelo aplicativo da Deezer para iOS ou para Android. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Veja Mais

Delegado da PF aponta incêndios criminosos no Pantanal - 25/03/21

Delegado da PF aponta incêndios criminosos no Pantanal - 25/03/21

Câmana dos Deputados A comissão externa que acompanha as investigações das queimadas no Pantanal e na Amazônia ouviu, em audiência virtual, o delegado da Polícia Federal que comanda a Divisão de Repressão a Crimes Ambientais. Segundo Rubens Lopes, parte das queimadas que ocorreram em 2020 teve origem criminosa. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Brasil tem 6,3 mil pacientes com Covid-19 na fila por leitos de UTI, aponta conselho de secretários

Glogo - Ciência Presidente do Conass, Carlos Lula diz que a situação é dramática e representa um colapso no sistema. Brasil tem 6.370 pacientes com Covid à espera de um leito de UTI O Brasil registrou, nesta quinta-feira (25), 6.370 pessoas com Covid-19 à espera de um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass) obtidos com exclusividade pelo Jornal Nacional (assista no vídeo acima). Os números do Conass dão uma dimensão do impacto nos estados: em São Paulo, são 1,.5 mil pessoas na fila; em Minas Gerais, 714; no Rio de Janeiro, 582; e, no Paraná, 501. Pazuello diz que Brasil não terá colapso na Saúde O presidente do Conass, Carlos Lula, diz que a situação é dramática e representa um colapso no sistema. Afirmou ainda que isso vai fazer o número de mortes diárias crescer muito rapidamente. “Hoje, mais de 6 mil pacientes esperando leito de UTI. Isso significa o colapso do sistema de saúde, isso significa que a gente chegou ao limite. É imaginar que a gente não deve ter mais do que 20 mil pessoas internadas. Isso significa pelo menos um terço de pessoas, um terço do total de leitos disponíveis hoje aguarda fora de um leito de UTI uma vaga para a unidade de terapia intensiva", afirmou Carlos Lula "Isso vai significar que a gente vai perder pacientes na fila de espera, que não vão ter chance de ter acesso a um leito de UTI para tentar salvar sua vida." Carlos Lula falou ainda em "total negação de direitos neste momento". "É assim, é o estado dizendo: 'Olha, eu não tenho mais condição de te ajudar'. E a gente não pode admitir isso. É exatamente o contrário do que prega a Constituição, que diz que a saúde é um direito de todos e dever do Estado. Um dever do Estado. É o dever que a gente não está conseguindo cumprir neste momento." O presidente do Conass, classificou a situação como "é urgente" – e "ela exige medidas urgentes". Ele afirmou que há "pelo menos cinco ou seis pontos" que requerem "decisões para ontem", citando medidas referentes a oxigênio, medicação e compra de testes. "Se o Ministério [da Saúde] não tomar medidas urgentes nas próximas horas – eu não falo mais nem de próximos dias, mas de próximas horas –, a gente não vai estar mais falando nem de 3 mil mortos. A gente pode estar falando de 4 mil. É uma situação que piora a cada semana." Sobre a superlotação das UTIs, o Ministério da Saúde afirmou que, desde o começo da pandemia, tem prestado apoio irrestrito aos estados, municípios e ao Distrito Federal. E que, somente neste ano, a autorização de custeio permitiu a abertura de 12,2 mil leitos de UTI em todo o país. Afirmou também que o pedido de autorização para o custeio desses leitos é feito pelas secretarias estaduais e municipais de saúde. VÍDEO: Brasil tem 300 mil mortes por Covid perdendo vidas cada vez mais rápido; entenda O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, esteve no Rio de Janeiro para assinar um termo de cessão dos leitos dos hospitais federais para o estado. Segundo o governador em exercício, Cláudio Castro, serão 560 leitos federais regulados pelo estado. Parte administrada pela Rede D'Or de hospitais particulares. O Conass afirmou que o Ministério da Saúde reconhece a gravidade da situação. Mas que vai reforçar a urgência e a necessidade de novos leitos. O pedido também inclui a compra de insumos usados nesses leitos de UTI, como oxigênio e remédios para intubação. Especialistas elencam uma série de fatores para o cenário atual: mais circulação de pessoas; as novas variantes do coronavírus; discursos negacionistas; e falta de planejamento. A coordenadora da força-tarefa da Associação de Médicos Intensivistas fez uma comparação dramática sobre a situação nas UTIs. "O cenário – a impressão que a gente tem – é que é de guerra mesmo. Não conseguimos colocar em palavras a realidade do front. Não são só pessoas que estão morrendo – muitas vezes, são pessoas da mesma família que morrem. O tamanho desta tragédia é indescritível em palavras", afirmou Lara Kretzer. "Precisamos passar uma mensagem um pouquinho mais consistente e coerente à população. A população precisa saber que tem um papel muito importante para cumprir, contribuindo com medidas básicas, como usar máscara de maneira consistente e evitando ao máximo o contato social que não é estritamente necessário." Veja Mais

MC Kekel investe na mistura de funk com sertanejo em single com Lauana Prado

G1 Pop & Arte ♪ A mistura da batida do funk com a levada pop da corrente música rotulada como sertaneja volta e meia é experimentada por artistas associados a esses dois gêneros musicais. O funkeiro paulista MC Kekel investe na fusão em single gravado com a cantora goiana Launa Prado. Intitulado É tão bom, o single de Kekel e Lauana tem lançamento programado para sexta-feira, 26 de março, em mais uma parceria da gravadora Som Livre com a KondZilla Records. A música É tão bom é inédita. A gravação foi feita por Kekel e Lauana em estúdio, em janeiro, com produção musical confiada ao DJ RD. Veja Mais

Sombra e Ossos: showrunner explica escolhas criativas da série da Netflix

Sombra e Ossos: showrunner explica escolhas criativas da série da Netflix

Tecmundo Durante uma visita ao set de filmagens da série Sombra e Ossos (Shadow and Bone, no original), da Netflix, pela equipe do site ComicBook.com, Eric Heisserer, showrunner da produção, explicou alguns detalhes sobre as escolhas criativas realizadas para a composição do universo fantástico em que os personagens estão inseridos.Baseada nos romances de Leigh Bardugo, Sombra e Ossos deve estrear na plataforma de streaming em 23 de abril. De acordo com as informações relatadas por Heisserer, inicialmente a produção teria dez episódios, mas para agregar ainda mais valor aos eventos narrativos, optou por condensar tudo em oito partes.Leia mais... Veja Mais

Cientistas 'camuflam' nanorrobôs para enviá-los a cérebros de ratos

Cientistas 'camuflam' nanorrobôs para enviá-los a cérebros de ratos

Tecmundo Uma pesquisa publicada ontem (24) na revista ScienceRobotics traz uma nova forma de tratamento de tumores cerebrais que parece saída de um livro de ficção científica: as drogas são entregues diretamente aos tecidos doentes por um time de robôs microscópicos viajando de carona com um exército de neutrófilos, e vestidos de Escherichia coli, uma bactéria frequentadora do intestino humano.Nanorrobôs bio-híbridos nadadores, impulsionados por bactérias ou espermatozoides e com capacidade de autopropulsão e navegação, têm se tornado um fascinante campo de pesquisas, principalmente após adquirirem a capacidade de locomoção controlável em áreas do corpo de difícil acesso, para entrega não-invasiva de drogas e tratamentos.Leia mais... Veja Mais

Congresso aprova Orçamento da União de 2021; projeto segue para sanção

G1 Economia Entre outros pontos, texto prevê corte de recursos do censo demográfico e estima rombo de R$ 251 bi para o setor público. Saúde terá R$ 125 bi, valor próximo ao pré-pandemia. Câmara dos Deputados aprova orçamento 2021 O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira (25) o projeto de lei do Orçamento da União para 2021. O texto segue para sanção presidencial e estabelece as receitas e despesas federais previstas para este ano. Também nesta quinta, a Comissão Mista de Orçamento (CMO), formada por deputados e senadores, aprovou o texto. Geralmente, o orçamento de um ano é aprovado no ano anterior, já que o texto é necessário para organizar os gastos do governo. No entanto, a votação que deveria ter acontecido em 2020 acabou adiada para este ano em razão de disputas políticas, da pandemia de Covid-19 e das eleições municipais. A votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que serve para embasar o Orçamento e que deveria ter sido analisada até julho, foi aprovada só no fim de dezembro. Com isso, o governo federal, desde o início do ano, só pôde acessar 1/12 do orçamento anual previsto a cada mês. A gestão do orçamento global só deve ser liberada após a sanção do texto pelo presidente Jair Bolsonaro. Entre outros pontos, o projeto orçamentário define que: as receitas somarão R$ 4,324 trilhões; as despesas somarão R$ 4,324 trilhões; o déficit primário nas contas públicas poderá chegar a R$ 247,1 bilhões; a estimativa do rombo global para o setor público é R$ 251,1 bilhões (incluindo empresas estatais, estados e municípios). Parâmetros Os parâmetros macroeconômicos que embasam a proposta e servem para estimar a arrecadação tributária estão defasados. Segundo técnicos, com isso, os gastos do governo acabaram ficando subestimados. Na prática, o Executivo terá que reavaliar as contas e poderá haver a necessidade de fazer cortes em verbas de ministérios. O projeto tem, por exemplo, como base projeção de que a Selic média deve ficar em 2,63% ao ano. No entanto, a taxa já está, atualmente, em 2,75% e com chance de chegar a 3,5%. Os parâmetros usados preveem ainda que: o país pode crescer 3,2% em 2021; a inflação medida pelo IPCA deve ficar em 4,4%; a taxa média de câmbio do dólar deve fechar 2021 em R$ 5,30. Orçamento já sai do Congresso defasado, alerta economista Censo O parecer apresentado pelo relator, senador Márcio Bittar (MDB-AC), prevê corte de recursos para o censo demográfico. O IBGE argumenta que isso tornará a pesquisa inviável. Por lei, o levantamento deve ser realizado a cada dez anos. São coletados dados sobre renda, educação, acesso a serviços e perfil das famílias. Essas informações são usadas para definir políticas públicas. Sem o Censo em 2021, ações governamentais pós-pandemia serão afetadas, alerta IBGE O último censo foi em 2010. O recenseamento que estava previsto para o ano passado acabou adiado para o segundo semestre deste ano em razão da pandemia. Inicialmente, o orçamento pedido pelo IBGE era de R$ 3,4 bilhões, mas, após pressão do governo federal, o instituto teve que enxugar a pesquisa, e o custo passou para cerca de R$ 2 bilhões. Orçamento prevê corte de verbas para o Censo Demográfico Em seu parecer, Bittar cortou cerca de R$ 1,7 bilhão. Segundo o instituto, o que sobra não é suficiente para bancar a pesquisa. Nesta quinta, o relator apresentou ainda uma complementação de voto em que retirou mais R$ 169,7 milhões dessa ação orçamentária, deixando a área praticamente sem recursos. Com o novo corte, o montante total para o IBGE em 2021 é de R$ 71 milhões. Na CMO, o deputado Felipe Carreras (PSB-PE), um dos sub-relatores do orçamento, defendeu a aprovação de um destaque para recompor o orçamento do IBGE, mas a mudança foi rejeitada. "É importante que nós tenhamos o tamanho da responsabilidade e da importância de o censo ser realizado no nosso país, é a principal investigação estatística no nosso país", disse Carreras. "É o censo que orienta desde o presidente da república ao ministro da economia, nortear, balizar todos os investimentos." Em plenário, o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), propôs um acordo de compromisso futuro, por parte do Executivo, de recomposição do orçamento do IBGE “para realização oportuna” do censo demográfico. “O censo permite justiça e isonomia aos municípios brasileiros”, disse o senador. “Estamos fazendo um compromisso público de esforço junto ao governo e junto ao Ministério da Economia e a todos os instrumentos possíveis para a recomposição dos recursos do IBGE para a realização do censo.” Gomes propôs, ainda, uma reunião na próxima semana com os presidentes da Câmara e do Senado para estudar uma forma de recompor o orçamento das universidades e da área da saúde. Saúde No total, ações e serviços públicos de saúde terão orçamento de R$ 125 bilhões, pouco acima do piso constitucional (R$ 123,8 bilhões). O montante está acima do orçamento do ano passado, que era de R$ 121 bilhões, mas abaixo dos valores efetivamente aplicados em saúde no ano passado, considerando os créditos extraordinários da pandemia, que totalizaram R$ 161 bilhões. Na prática, o valor para 2021 retorna ao patamar pré-pandemia. De acordo com a Comissão Mista de Orçamento, em 2019, quando não havia pandemia, foram R$ 122,2 bilhões para a área. Defesa A maior parte do Orçamento já está comprometida com gastos obrigatórios. O total reservado a investimentos é de R$ 37,6 bilhões. Desse montante, o Ministério da Defesa ficará com R$ 8,8 bilhões, o que gerou críticas de parlamentares de oposição, que ponderaram que a prioridade deveria ser o enfrentamento à crise sanitária. O relatório manteve ainda o reajuste a militares das Forças Armadas em 2021. O impacto estimado é de R$ 7,1 bilhões. Guedes diz que, após aprovação do Orçamento, governo deve antecipar benefícios de aposentados Educação Para educação, o montante mínimo que deveria ser alocado era de R$ 55,6 bilhões. Segundo o relator, no entanto, consideradas todas as fontes de recursos para o setor, o valor alcança cerca de R$ 100 bilhões. O texto prevê repasse da União de R$ 19,6 bilhões para o Fundeb, o equivalente a 12% dos recursos aportados dos estados e municípios. Segundo técnicos do Senado, a estimativa total no orçamento para a educação é de R$ 124 bilhões. Deste montante, porém, R$ 48,5 bilhões estão na regra de ouro, ou seja, dependem de aprovação do Congresso para sua utilização. Corte em despesas obrigatórias O relator cancelou R$ 26,46 bilhões do Orçamento e transferiu o dinheiro para custear obras do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), no valor de R$ 10,2 bilhões, e projetos de outras pastas. Os recursos entram como emendas do relator do Orçamento - que, na prática, é dinheiro alocado de acordo com a indicação de senadores e deputados. No MDR, por exemplo, são obras de habitação, abastecimento de água e segurança hídrica, por exemplo. À Saúde foram realocados R$ 8,6 bilhões. Já para o Ministério da Educação, será mais R$ 1 bilhão de investimentos. Como a maior parte do dinheiro entrou como “incremento temporário”, o destino será definido por acordo entre governo e parlamentares. Quase todo o montante cancelado (R$ 23,5 bilhões) seria destinado a benefícios da Previdência, abono salarial e seguro desemprego, gastos obrigatórios do governo federal Na avaliação de técnicos do Congresso, trata-se de uma "manobra" que subdimensiona despesas obrigatórias para incluir, dentro do teto, despesas de interesses dos parlamentares. Do total cancelado, apenas R$ 7,4 bilhões referentes ao abono salarial poderiam, de fato, ser retirados pelo relator, devido a uma mudança no calendário do benefício que transferiu o pagamento para o próximo ano. Como os cortes tratam de despesas obrigatórias, o governo precisará abrir espaço no orçamento ainda este ano, já que estes gastos não podem ser contingenciados. A mudança foi feita por meio de um complemento no voto de Bittar, apresentado nesta quinta-feira. No Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do primeiro bimestre, apresentado nesta semana, o Executivo já indicou que é necessário um corte de R$ 17,5 bilhões para não furar o teto de gastos neste ano. Regra de ouro O texto prevê uma despesa de R$ 451,1 bilhões que está condicionada à aprovação futura de crédito suplementar pelo Congresso Nacional. O Executivo dependerá dessa autorização do Legislativo para não desrespeitar a "regra de ouro". Previsto na Constituição Federal, o mecanismo proíbe que o governo contraia dívidas para pagar despesas correntes, como salários, e só pode ser contornado com aval do Congresso. O relator pondera, no entanto, que, em eventual decretação de estado de calamidade pública, as parcelas poderão ser autorizadas diretamente pelo Executivo. Teto de gastos O governo federal estimou que pode ter que bloquear cerca de R$ 17,5 bilhões em despesas não obrigatórias dos ministérios, até o fim deste ano, para cumprir a regra do teto de gastos. Essa regra fiscal impede o crescimento das despesas acima da inflação. Os gastos não obrigatórios, ou "discricionários", são aqueles sobre os quais o governo tem poder de decisão. Representam uma pequena parte do orçamento dos ministérios, englobando despesas em saúde, educação, investimentos federais e gastos de custeio, como contas de água e luz. O restante das despesas (quase 95% do total) é obrigatório — custos previdenciários, gastos com salários de servidores e com benefícios sociais, entre outros. Initial plugin text Veja Mais

Jessica Walter, atriz de 'Arrested Development', morre aos 80 nos EUA

O Tempo - Diversão - Magazine Ela morreu durante o sono em sua casa em Nova York Veja Mais

Alice Portugal fala sobre as prioridades da Comissão de Cultura para 2021 - 25/03/21

Alice Portugal fala sobre as prioridades da Comissão de Cultura para 2021 - 25/03/21

Câmana dos Deputados A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) fala sobre as prioridades da Comissão de Cultura da Câmara para 2021, nesta edição do Palavra Aberta. Apresentação - Maristela Sant'Ana Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Aliel Machado aponta desafios e prioridades da Comissão de Ciência e Tecnologia - 25/03/21

Aliel Machado aponta desafios e prioridades da Comissão de Ciência e Tecnologia - 25/03/21

Câmana dos Deputados A Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara retoma seu funcionamento depois de um ano de suspensão pela pandemia de coronavírus. O deputado Aliel Machado (PSB-PR) é o novo presidente do colegiado e fala sobre os desafios e prioridades da comissão neste ano, nesta edição do Palavra Aberta. Apresentação - Daniela André Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Israel: Resultados finais da eleição confirmam impasse político

Valor Econômico - Finanças Aliança de Netanyahu conquistou 52 cadeiras, enquanto seus oponentes, juntos, obtiveram 57 O impasse político em Israel deve continuar após o primeiro-ministro do país, Binyamin Netanyahu, e seus rivais não terem conseguido obter uma vitória clara nas eleições da última terça-feira, de acordo com os resultados oficiais divulgados nesta quinta. Sem um vencedor claro, os dois principais blocos políticos do país agora estão lutando para conquistar os apoios necessários para ter 61 cadeiras no Knesset, o parlamento israelense. O desafio imediato para Netanyahu e seus rivais é a decisão do presidente Reuven Rivlin de quem será designado para formar um novo governo. O atual premiê, o mais longevo da história de Israel, já conseguiu superar obstáculos semelhantes no passado. Netanyahu Marc Israel Sellem/Pool via AP Com a apuração concluída, o Likud, partido de Netanyahu, conquistou o maior número de cadeiras, 30. Agora, ele tentará convencer parlamentares de outros partidos menores a se unirem a uma aliança existente, formada por siglas de direita e religiosas, para atingir os 61 assentos no Knesset. Netanyahu também pode buscar uma aliança com o Raam, um partido islâmico conservador. No entanto, muitos dos aliados do premiê já indicaram que seriam contrários a uma coalizão com a legenda. Analistas políticos dizem que pode levar dias ou até semanas para que as negociações sobre a formação do novo governo sejam concluídas. Há a possibilidade de Netanyahu não conseguir um caminho claro para permanecer no poder. A aliança de Netanyahu conquistou 52 cadeiras, enquanto seus oponentes, juntos, obtiveram 57. O partido de direita Yamina ficou com outros sete assentos e o Raam com quatro. Ambos não se comprometeram com nenhum dos dois blocos. A esperança de Netanyahu está nas profundas divergências entre seus adversários, um grupo que inclui partidos de esquerda, de centro, de direita e grupos árabes. Desta forma, é mais provável que Rivlin dê ao atual premiê a primeira chance de tentar formar um novo governo. Se Netanyahu não for bem-sucedido nas negociações, Rivlin pode indicar outros líderes para tentar costurar uma aliança com apoio suficiente para governar o país. Se esses esforços falharem, Israel pode caminhar para uma nova eleição, que seria a quinta desde 2019. Veja Mais

Dólar bate R$ 5,67 com exterior e preocupações domésticas

Valor Econômico - Finanças Comentários do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sobre os próximos passos da política monetária deram alívio apenas pontual ao câmbio O dólar comercial fechou em alta de 0,56% nesta quarta-feira, a R$ 5,6700. Em um dia com oscilações até contidas na comparação recente, o viés da moeda americana acabou determinado pelo ambiente externo, onde o dólar continuou a se valorizar contra a maior parte das demais divisas, e também questões domésticas como a votação do orçamento e o noticiário relativo ao enfrentamento da pandemia da covid-19. Comentários do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sobre os próximos passos da política monetária deram alívio apenas pontual ao câmbio. Veja Mais

Bolsonaro volta a atacar medidas que seguram a propagação da covid

Valor Econômico - Finanças Mais de 300 mil brasileiros já morrem de covid-19, segundo os números oficiais Mesmo cobrado a mudar o rumo do combate à pandemia, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social determinadas por governadores e prefeitos como forma de diminuir a curva de contágio de covid-19 no país, que vem alcançando recordes. Para ele, a diminuição de postos de trabalho e o encerramento de atividades nas empresas são motivados pelos decretos de lockdown. Mais de 300 mil brasileiros já morrem de covid-19, segundo os números oficiais. “O desemprego, o fechamento de empresas, parte diretamente de quem pratica o lockdown", disse, em evento no Palácio do Planalto em que anunciou benefícios para hospitais filantrópicos. Bolsonaro diz que que fará “todo o possível” para manter empregos, citando a reedição do BEm, do Pronampe e o diferimento do Simples. Caso o orçamento seja aprovado hoje, o governo também poderá antecipar o pagamento do 13º salário de beneficiários do INSS, disse. Bolsonaro exaltou ainda o pagamento do auxílio emergencial, que no ano passado chegou a 68 milhões de pessoas, e defendeu que “é na dificuldade que um governo mostra a sua força”. O benefício, segundo ele, será retomado no mês que vem, com mais quatro parcelas com valor médio de R$ 250. “Sabemos que pode não ser muito, mas representa algo para quem necessita”, finalizou. Pablo Jacob/Agência O Globo Veja Mais

Música espacial? NASA converte dados visuais de galáxias em sons

Música espacial? NASA converte dados visuais de galáxias em sons

Tecmundo Convertendo dados visuais em sons, a NASA revelou uma nova série de sonificações na última quarta-feira (24). Assim, a “música espacial” permite que as pessoas tenham uma experiência totalmente diferente ao observar imagens de galáxias e buracos negros.As três novas “composições” foram criadas a partir de dados coletados pelo Observatório de Raios-X Chandra e de outros telescópios espaciais da NASA. Então, uma equipe de cientistas teve o apoio do músico Andrew Santaguida para criação do material.Leia mais... Veja Mais

Pacheco sobre vacinação de empresários: não admitimos descumprimento do PNI

O Tempo - Política Reportagem da revista Piauí mostrou esquema clandestino de imunização em Belo Horizonte Veja Mais

Hackers vazam quase 1 milhão de senhas de internautas brasileiros

Hackers vazam quase 1 milhão de senhas de internautas brasileiros

Tecmundo Quase 1 milhão de senhas de internautas de todo o Brasil foram vazadas nos últimos dias por cibercriminosos que usaram um trojan do tipo “Password Stealer”. O alerta foi dado nesta quinta-feira (25) pela empresa de cibersegurança ISH Tecnologia, que descobriu o golpe no início da semana.De acordo com a companhia, os hackers estão enviando um e-mail falso de cobrança para as vítimas, se passando por uma empresa de telefonia celular. Na mensagem, eles solicitam ao cliente efetuar o download de uma suposta fatura em atraso, no formato PDF, para realizar o pagamento.Leia mais... Veja Mais

Congresso faz acordo e aprova Orçamento para 2021 – 25/03/21

Congresso faz acordo e aprova Orçamento para 2021 – 25/03/21

Câmana dos Deputados Congresso aprova o Orçamento para este ano. Houve reclamações quanto à destinação ou redução de recursos para algumas áreas que poderiam interferir até no censo do IBGE. Mas um acordo viabilizou a votação e aprovação da Lei Orçamentaria Anual. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Orçamento Veja Mais

Sessão do CN Senado - Congresso aprova Orçamento - 25/03/2021

Sessão do CN Senado - Congresso aprova Orçamento -  25/03/2021

Câmana dos Deputados O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira (25) a proposta orçamentária deste ano (PLN 28/20). Gastos vinculados ao salário mínimo foram calculados com valor inferior ao atual, e caberá ao Poder Executivo propor os ajustes. O texto foi aprovado há pouco pelo Senado, por 60 votos a 12 e 1 abstenção. Na Câmara, foram 346 votos a 110. A proposta segue para sanção. Pela Constituição, o projeto deveria ter sido aprovado em dezembro. Um impasse político na instalação da Comissão Mista de Orçamento (CMO) e a pandemia de Covid-19 afetaram os trabalhos. O relator-geral, senador Marcio Bittar (MDB-AC), fez vários ajustes no projeto de lei enviado pelo Poder Executivo. Definiu como meta fiscal um déficit de R$ 247,1 bilhões para o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência). As receitas foram estimadas em R$ 4,324 trilhões, com acréscimo de R$ 32,2 bilhões em relação ao original do Executivo. As despesas foram fixadas em mais de R$ 2,576 trilhões, fora o refinanciamento da dívida e as empresas estatais. O teto dos gastos é de R$ 1,486 trilhão, conforme a Emenda Constitucional 95. De forma mais prática, R$ 1,480 trilhão, porque há dispêndios do ano passado a serem quitados agora, e outros previstos para 2021 que ficarão para 2022. Dentro do teto de gastos estão benefícios da Previdência Social e da Assistência Social (BPC), seguro-desemprego e abono salarial. O texto aprovado considera um valor de R$ 1.067 para o salário mínimo, que desde janeiro vale R$ 1.100. Obras e saúde Para assegurar a aprovação do parecer final pelo Congresso – e, mais cedo, pela CMO, já que as regras exigem aval do colegiado –, Marcio Bittar remanejou R$ 26,5 bilhões em despesas para o atendimento de pleitos dos parlamentares. O Ministério do Desenvolvimento Regional (administração direta e órgãos vinculados), com R$ 10,2 bilhões, e o Fundo Nacional de Saúde, com R$ 8,3 bilhões, foram os mais favorecidos pelas mudanças de última hora. Foram canceladas, entre outras, dotações reservadas inicialmente pelo Executivo para quitar benefícios previdenciários urbanos e rurais (R$ 13,5 bilhões), abono salarial (R$ 7,4 bilhões) e seguro-desemprego (R$ 2,6 bilhões). “Na árdua tarefa para conciliar o cenário de pandemia, a retração econômica, os poucos recursos discricionários [de livre uso pelo Executivo] e os pleitos legítimos, tive tomar decisões difíceis, mas necessárias”, explicou Marcio Bittar. Segundo ele, os gastos com a Previdência Social devem cair devido à recente reforma e pelo combate a fraudes. No entanto, relatório da equipe econômica informa que a previsão é faltar R$ 8,5 bilhões para essas despesas neste ano. A medida foi criticada por parlamentares de oposição. “Sabe o que isso significa? Calote na previdência dos brasileiros”, comentou a deputada Sâmia Bomfim (Psol-SP). “Está tirando dos pobres para dar para as Forças Armadas”, reclamou, ao atacar o corte efetivado no abono salarial. “O governo editará medida provisória com crédito extraordinário para retomar o benefício emergencial”, informou o deputado Claudio Cajado (PP-BA), citando programa para redução de salário e jornada como alternativa no setor privado. Críticas e acordo Vários parlamentares criticaram as mudanças e as dotações abaixo do esperado para combate à pandemia, universidades e meio ambiente. “O governo não tem interesse no Orçamento”, disse o deputado Afonso Florence (PT-BA). Um corte de R$ 1,75 bilhão inviabilizou o Censo Demográfico, argumentaram alguns parlamentares. Numa complementação de voto, Marcio Bittar retirou outros R$ 169,7 milhões dessa ação, agora sem nada mais para gastar. O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), assumiu compromisso de que haverá dinheiro para a saúde e a educação. Informou ainda que a contagem populacional será viabilizada oportunamente. Emendas impositivas O relator-geral da proposta orçamentária para 2021 incorporou quase R$ 19,8 bilhões oriundos de 7.133 emendas parlamentares à despesa. A maior parte das sugestões (86%) são emendas impositivas, de execução obrigatória pelo Executivo. Das emendas individuais impositivas, mais de R$ 8,3 bilhões são de deputados e mais de R$ 1,3 bilhão de senadores. Somadas, as 26 bancadas estaduais e a do Distrito Federal terão R$ 7,3 bilhões em emendas impositivas – o valor foi corrigido para cima após decisão do Tribunal de Contas da União (TCU). Reportagem – Ralph Machado Edição – Pierre Triboli Fonte: Agência Câmara de Notícias #CâmaraDosDeputados Veja Mais

FLAMENGO X ATLÉTICO-MG: QUEM TEM O MELHOR ELENCO? Futebol na Veia compara e debate

FLAMENGO X ATLÉTICO-MG: QUEM TEM O MELHOR ELENCO? Futebol na Veia compara e debate

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse o ESPN.com.br e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ Imagens: Fla Tv ➡ Facebook: https://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: https://instagram.com/foxsportsbrasil ➡ Facebook: https://www.facebook.com/espnbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/ESPNBrasil ➡ Instagram: https://www.instagram.com/espnbrasil Vamos JuntosNaTorcida! #Flamenga #Atlético-MG #ESPNBrasil Veja Mais

'Alguém faz lockdown de insetos?', diz Onyx para criticar medida de isolamento

O Tempo - Política Ministro da Secretaria Geral da Presidência, Lorenzoni criticou adoção de lockdown para frear crescimento de casos de Covid-19, e defendeu que insetos podem transportar o vírus Veja Mais

Xuxa faz apelo em vídeo para 'cancelar' a Covid-19

O Tempo - Diversão - Magazine Não é mimi, fique em casa, use máscara, álcool em geral, disse a apresentadora Veja Mais

Simulação revela aglomerados microscópicos semelhantes a galáxias após Big Bang

canaltech O Big Bang é uma teoria bem aceita porque é sustentado por evidências científicas, observações e pesquisas, mas há muitas dúvidas sobre o que aconteceu nos primeiros instantes logo após o evento e como eram as primeiras estruturas formadas. Para encontrar respostas, os cientistas usam simulações de computador, e uma equipe de físicos na Nova Zelândia acaba de aprimorar o método para encontrar aglomerados microscópicos no nascimento do universo. Big Bang está errado? Saiba como cientistas tentam resolver problemas da teoria Estudo apoia a hipótese de que o universo se encolherá até um novo Big Bang Estudo sugere que a matéria escura pode ter surgido antes do Big Bang Através de parâmetros, restrições e condições reconstruídos matematicamente, considerando o que já se sabe sobre o Big Bang — muito disso é baseado na observação da radiação cósmica de fundo, uma espécie de “fóssil” na forma de luz que revela algumas condições dos primórdios do universo —, os pesquisadores melhoraram a habilidade de simulações para visualizar a era inicial. O que eles encontraram foi uma rede complexa de estruturas formada no primeiro trilionésimo de segundo após o Big Bang. Curiosamente, o comportamento desses objetos imita a distribuição das galáxias no universo de hoje, com a diferença de que são absurdamente pequenos. Enquanto as galáxias atuais medem anos-luz de comprimento e pesam alguns tredecilhões de quilogramas, os aglomerados produzidos pela simulação são muito menores que partículas como prótons. Além disso, as regiões de maior densidade são mantidas unidas por suas próprias gravidades. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Os resultados da simulação mostram o crescimento de estruturas minúsculas e extremamente densas logo após a fase de inflação do universo inicial. À esquerda, acima, e à direita, estão os estados inicial e final da simulação, respectivamente. A área se expandiu dez milhões de vezes a partir do volume inicial, mas ainda é muitas vezes menor que um próton. No canto inferior esquerdo está uma área com massa de aproximadamente 20 kg (Imagem: Reprodução/Jens Niemeyer) De acordo com Jens Niemeyer, chefe do Grupo de Cosmologia Astrofísica da Universidade de Göttingen, o espaço físico representado pela simulação “caberia em um único próton um milhão de vezes". Ele afirma que essa é “provavelmente a maior simulação da menor área do universo feita até agora". Mas as simulações não servem somente para ver como era o universo — elas são muito úteis para calcular as propriedades de quaisquer vestígios que os astrônomos possam encontrar desse cosmos inicial. Assim, ao detectar algo no espaço que combina com essas propriedades, os pesquisadores poderão analisar com mais atenção se estão diante de algo que carrega informações do nascimento do universo. Outro detalhe que pode ser colocado à prova é que, segundo as simulações, pequenos buracos negros poderiam se formar caso essas mini estruturas experimentassem um colapso descontrolado. Se isso aconteceu após o Big Bang, talvez as consequências ainda sejam observáveis ​​hoje, com os devidos equipamentos. As estruturas simuladas também tiveram outro comportamento coerente com o processo de evolução do cosmos: elas "evaporam" rapidamente em partículas elementares padrão. Ainda assim, traços dessa fase inicial podem ser detectados em experimentos futuros. "A formação de tais estruturas, bem como seus movimentos e interações, deve ter gerado um ruído de fundo de ondas gravitacionais", disse Benedikt Eggemeier, que conduziu o estudo. "Com a ajuda de nossas simulações, podemos calcular a força desse sinal de onda gravitacional, que pode ser mensurável no futuro”, concluiu. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Veja Mais

Riverdale 5x9: Cheryl tenta ajudar Kevin e Fangs (recap)

Riverdale 5x9: Cheryl tenta ajudar Kevin e Fangs (recap)

Tecmundo Performances icônicas, problemas de casais e novos mistérios voltaram a ser o foco da 5ª temporada de Riverdale. Depois de tentar separar Kevin e Fangs, Cheryl conduz uma espécie de terapia para casais, enquanto Betty tenta se vingar pelo sumiço e morte de Polly, com Jughead impedindo que ela fizesse algo pior. Confira o recap completo a seguir!Leia mais... Veja Mais

Brasil pode atingir 5 mil mortes/dia por covid-19 em abril e maio

Brasil pode atingir 5 mil mortes/dia por covid-19 em abril e maio

Tecmundo O Brasil pode chegar a um pico de 5 mil mortes diárias por covid-19 entre abril e maio, superando os recordes que têm sido registrados em março. A projeção foi feita em um estudo liderado pelo professor do Departamento de Estatística da Universidade Federal Fluminense (UFF) Márcio Watanabe, divulgado nessa quarta-feira (24).Segundo o estatístico, este número de óbitos causados pelo novo coronavírus foi calculado com base na sazonalidade da enfermidade. Assim como outras doenças respiratórias, a covid-19 apresenta uma alta de casos no outono e no inverno, por causa da baixa imunidade nestas estações e do tempo maior em ambientes fechados, entre outros fatores.Leia mais... Veja Mais

Pesquisa on-line sobre impacto da pandemia entre jovens busca participantes

Glogo - Ciência Questionário da consulta "Juventudes e a Pandemia do Coronavírus (Covid-19)" ficará disponível até 5 de abril. Ela pode ser acessada no link bit.ly/juventudesepandemia2. Um ano depois da pandemia começar no Brasil, como tem sido sua rotina? Pesquisa on-line busca entender impacto da pandemia entre os jovens. Divulgação Como a pandemia afeta os jovens e como eles podem ser apoiados neste momento? Em busca dessas respostas foi lançada uma nova rodada da pesquisa “Juventudes e a Pandemia do Coronavírus (Covid-19)”. Jovens de 15 a 29 anos de todo o Brasil podem participar da consulta no link bit.ly/juventudesepandemia2. A pesquisa ficará aberta até 5 de abril. A ação é promovida pelo Conselho Nacional da Juventude (Conjuve), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, a Unesco, a Rede Conhecimento Social, a Visão Mundial, o Mapa Educação, o Em Movimento e o Porvir. Pandemia fez com que 49% de jovens pensassem em desistir do Enem 2020, aponta pesquisa Projeto Não Desista do seu Futuro alerta para índices de evasão escolar no Brasil após a pandemia Temos de impedir que crise de aprendizagem na pandemia vire catástrofe, diz Unesco A primeira edição da pesquisa foi realizada em maio de 2020 e ouviu 33.688 jovens. À época, seus resultados mostraram que a pandemia afetava diferentes aspectos da vida dos jovens, como perda de trabalho e renda, dificuldade para estudar em casa e elevado nível de estresse. Agora, com os riscos ampliados pela longa exposição à pandemia, a segunda rodada da mobilização pretende atualizar as percepções das juventudes sobre a crise e trazer dados que ajudem a evitar sequelas graves para a maior geração de jovens da história do país. "Todo este contexto tem forte influência no processo de desenvolvimento da população jovem no Brasil. A situação é grave. Precisamos urgentemente de ações concretas, com real capacidade de promover mudanças, atendendo as demandas emergenciais e apresentando perspectivas de futuro", afirma Marcus Barão, Presidente do Conselho Nacional da Juventude. "Uma série de direitos têm sido violados ou negligenciados e para o enfrentamento da complexidade desses desafios será fundamental a construção de soluções que sejam baseadas em evidências, por isso decidimos realizar a segunda onda da Pesquisa Juventudes e a Pandemia do Coronavírus" - Marcus Barão, presidente do Conjuve Por meio do questionário, os jovens terão a oportunidade de relatar suas experiências e sentimentos em relação a saúde e bem estar; educação e aprendizado; trabalho e renda; e vida pública e expectativas. Pesquisa do Conjuve pode ser respondida até 5 de abril Reprodução Também devem responder algumas informações sobre sua origem e perfil socioeconômico, mas não precisam se identificar. Com 70 perguntas como: "Quando estiver disponível para a sua faixa de idade, você pretende tomar a vacina contra COVID-19?" e "Pensando em perspectivas de futuro para o mundo do trabalho, quais são as duas ações prioritárias para instituições públicas e privadas ajudarem jovens a lidar com efeitos da pandemia?", a pesquisa leva aproximadamente 30 minutos para ser completada. Assim como na primeira edição, os temas e questões do questionário foram propostos por um grupo de 10 jovens que participaram de oficinas utilizando a metodologia PerguntAção, coordenadas pela Rede Conhecimento Social, uma das organizações parceiras da iniciativa. A iniciativa tem como objetivo atingir uma amostra representativa das juventudes brasileiras. Para isso, será feito um monitoramento durante a fase de coleta, conforme explica Rosalina Soares, assessora de Pesquisa e Avaliação da Fundação Roberto Marinho. "No processo de mobilização precisamos ficar atentos se estamos atraindo e garantindo a representatividade de jovens de todas a regiões do Brasil, moradores de zonas urbanas e rurais, jovens do sexo masculino e feminino, com diferentes identidades de gênero e cor/raça. Vamos monitorar as respostas, utilizando dados populacionais do IBGE para analisar a representatividade e ativar a mobilização, cuidando para que ao final da coleta a pesquisa represente as juventudes brasileiras”. O lançamento dos dados será realizado no festival de lançamento do Atlas das Juventudes, em maio. O Atlas das Juventudes é uma pesquisa nacional, coordenada pelo Em Movimento e pelo Pacto das Juventudes pelos ODS que tem como objetivo produzir, sistematizar e disseminar dados sobre as diferentes juventudes do Brasil. Contribuir com evidências para que sejam feitos os investimentos certos, no momento certo, para ativar o potencial desta geração. Veja Mais

Com agravamento da pandemia, sete montadoras de veículos suspendem produção no Brasil

G1 Economia Maioria das companhias vai dar férias coletivas aos funcionários que atuam dentro das fábricas e manterá a equipe dos escritórios em home office. Linha de montagem da Volkswagen Swen Pfoertner/Pool via Reuters/Arquivo Com o agravamento da pandemia e o desabastecimento de peças no Brasil, sete montadoras de veículos decidiram suspender a produção nos próximos dias: Toyota, Nissan, Volkswagen, Mercedes-Benz, Nissan, Volvo e Scania. A maioria das companhias vai dar férias coletivas aos funcionários que atuam dentro das fábricas e manterá a equipe dos escritórios em home office. Confira detalhes de cada montadora abaixo: Toyota Toyota é mais uma montadora a suspender produção no Brasil A Toyota informou que vai suspender a produção de veículos no Brasil a partir da próxima segunda-feira (25), após medidas de isolamento social tomadas por governos municipais. Com 5.600 funcionários no Brasil, a companhia afirmou que tomou a decisão em conjunto com sindicatos de trabalhadores das fábricas paulistas localizadas em São Bernardo do Campo, Sorocaba, Porto Feliz e Indaiatuba. O retorno ao trabalho nas fábricas de São Bernardo do Campo, Sorocaba e Porto Feliz está prevista para 5 de abril e em Indaiatuba, no dia seguinte Nissan Nissan do Brasil também suspende produção por agravamento da pandemia A Nissan do Brasil vai interromper a produção da planta de Resende, no Rio de Janeiro, entre 26 de março e 9 de abril. Nesse período, os funcionários terão férias coletivas. As atividades devem ser retomadas em 12 de abril. "Buscando garantir a segurança de seus funcionários como parte do esforço de reduzir o impacto da pandemia, adaptar a empresa ao cenário atual dos desafios enfrentados pelo setor automotivo e garantir a continuidade do negócio, a Nissan decidiu adotar férias coletivas em seu Complexo Industrial de Resende de 26 de março a 9 de abril", informou a montadora. Volkswagen 'Nossa ação não são férias, é para ficar em casa', afirma presidente da Volkswagen As atividades da Volkswagen estão suspensas em todas as unidades da empresa no país entre os dias 24 de março e 4 de abril. De acordo com a montadora, a decisão foi tomada diante do crescimento do número de casos da pandemia e da taxa de ocupação dos leitos de UTI no país. "A empresa adota esta medida a fim de preservar a saúde de seus empregados e familiares", disse em comunicado. Mercedes-Benz Mercedes Benz para produção para evitar aglomerações, em Juiz de Fora A Mercedes-Benz vai suspender a produção de duas fábricas, em São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG). A parada deve acontecer de 26 de março até 5 de abril. Dali em diante, dará férias coletivas para grupos alternados de funcionários, para reduzir a circulação dentro das plantas fabris. Os funcionários da área administrativa da Mercedes-Benz não serão afetados, pois estão em regime de trabalho remoto. De acordo com a empresa, as concessionárias e oficinas permanecem em funcionamento normal, seguindo medidas preventivas contra a Covid-19. Renault A Renault do Brasil decidiu interromper a produção no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR), entre 29 de março a 1º de abril. Segundo a montadora, a decisão tem como objetivo "contribuir para o isolamento social neste momento em que diferentes cidades adotaram medidas mais restritivas, e em alinhamento com o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba." Volvo Volvo reduz produção de caminhões A Volvo decidiu diminuir em 70% a produção de caminhões na unidade de Curitiba a partir do dia 23 e deve permanecer até o fim do mês. "O motivo é o alto nível de instabilidade na cadeia, global e local, de abastecimento de peças, principalmente semicondutores, combinado com o agravamento da pandemia", informou a Volvo. Scania A montadora sueca Scania vai parar a produção em São Bernardo do Campo, na região do ABC Paulista, a partir do dia 26 de março, com retorno previso para 5 de abril. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da região de São Bernardo do Campo, a decisão da Scania ocorreu após negociação com a entidade e a parada se deve ao agravamento da pandemia e o consequente colapso no sistema de saúde de todo o país. Veja Mais

Falcão e o Soldado Invernal: brinquedo revela Sam como Capitão América

Falcão e o Soldado Invernal: brinquedo revela Sam como Capitão América

Tecmundo Um novo brinquedo da Marvel Select revela o possível uniforme de Sam Wilson (Anthony Mackie) como Capitão América. As imagens divulgadas no Twitter mostram em detalhes o traje vermelho, branco e azul, tanto na parte da frente, quanto na de trás, além da embalagem original."Captain America" (The Falcon and The Winter Soldier ver.)#MarvelSelect pic.twitter.com/vakhrwQsMZLeia mais... Veja Mais

Segredo de George Orwell foi fundir política e estética de jeito único

O Tempo - Diversão - Magazine Livro 'Por que Escrevo' reúne quatro textos em que o escritor britânico reflete sobre política e literatura Veja Mais

'Ghost of Tsushima' vai virar filme e terá mesma direção de 'John Wick'

O Tempo - Diversão - Magazine Sem data de estreia, longa marca parceria entre Sony e PlayStation Veja Mais

The Last of Us Part 2: cosplay de Ellie leva vingança a outro nível

The Last of Us Part 2: cosplay de Ellie leva vingança a outro nível

Tecmundo Estamos observando cada vez mais trabalhos de cosplayers que elevam esse hobby a um nível surpreendente. O caso mais recente foi compartilhado pela produtora Naughty Dog e mostra o trabalho feito pela cosplayer conhecida como Opal Ink Cosplay para trazer Ellie à vida.Ao que tudo indica, a ideia de Opal Ink Cosplay foi de mostrar um período difícil dentro da jornada em The Last of Us Part 2, tendo em vista o detalhamento nos machucados da personagem. Confira o trabalho de cosplay na imagem abaixo:Leia mais... Veja Mais

Bolsonaro volta a criticar prefeitos e governadores por lockdown na pandemia

O Tempo - Política Fala foi um dia após reunir autoridades federais e estaduais para um encontro de pacificação em torno do combate à Covid-19 Veja Mais

Renault suspende a produção em função do agravamento da pandemia

Valor Econômico - Finanças A montadora anunciou que vai interromper a produção em São José dos Pinhais (PR) entre 29 de março a 1º de abril A Renault do Brasil informou que vai interromper a produção no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR), entre 29 de março a 1º de abril. Segundo a montadora, a decisão tem como objetivo “contribuir para o isolamento social neste momento em que diferentes cidades adotaram medidas mais restritivas, e em alinhamento com o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba”. A montadora francesa informou que, considerando o feriado do dia 2 de abril, a produção será retomada no dia 5 de abril. “Os dias não trabalhados serão compensados oportunamente.” Nas fábricas serão mantidas apenas atividades essenciais. Segundo a Renault, os funcionários das áreas administrativas seguem em teletrabalho. “Desde o início da pandemia nossa prioridade tem sido a saúde dos nossos colaboradores. Implementamos um completo protocolo de saúde e segurança, que segue vigente desde maio de 2020. Ao longo de todo este período operando com a adoção do protocolo, nossa experiência demonstrou que todas as fábricas do Complexo industrial Ayrton Senna são um ambiente seguro.” Veja Mais

Comissão aprova relatório do Orçamento 2021 - 25/03/21

Comissão aprova relatório do Orçamento 2021 - 25/03/21

Câmana dos Deputados Comissão Mista de Orçamento aprova relatório final do plano de gastos, investimentos e receitas do País para este ano. Houve debate sobre cortes e destinações dos recursos. A ultima palavra agora é do Plenário Ulysses Guimarães. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Orçamento2021 Veja Mais

Assinatura de contrato de transferência tecnológica com AstraZeneca atrasou, diz Fiocruz

Valor Econômico - Finanças Mesmo assim, o diretor da fábrica de vacinas da fundação disse que o cronograma prevendo a entrega de 110 milhões de doses de vacinas 100% nacionais ainda em 2021 está mantido O diretor da fábrica de vacinas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Maurício Zuma, disse ao Valor que ficou para abril a assinatura do contrato de transferência tecnológica para a produção local do IFA da vacina de Oxford/AstraZeneca no Brasil. A Fiocruz contava em ter o documento assinado até o fim de março. Pontos como a definição dos royalties a serem pagos ao laboratório anglo-sueco e adaptações à legislação brasileira travam o desfecho do negócio. Mesmo assim, disse ele, o cronograma prevendo a entrega de 110 milhões de doses de vacinas 100% nacionais ainda em 2021 está mantido e só vai sofrer atrasos se as negociações não forem concluídas dentro de abril. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Firefox apresenta novo visual "Proton" para Windows, macOS e Ubuntu

canaltech Após anos com a mesma aparência, um novo visual está chegando para o Mozilla Firefox em Windows, Mac e Ubuntu. A versão repaginada, chamada de Proton, pode chegar no Firefox 89, previsto para 18 de maio de 2021. Visual do Firefox deve passar pela maior modificação em anos em 2021 Firefox 87 ganha reforço pesado na proteção da sua privacidade Mozilla Firefox ou Google Chrome: qual navegador é melhor? O redesenho do Proton terá impacto muito além dos aprimoramentos visuais e deve trazer uma nova experiência de navegação. Serão reformuladas as barras de endereços e de guias, o menu principal (apelidado carinhosamente de hambúrguer, em razão das três linhas paralelas), opções de personalização e outras introduções. (Imagem: Captura de tela/Canaltech) Possivelmente ainda haverá novos recursos disponíveis, mas já deu para sentir um gostinho das novidades. É importante ressaltar que, por se tratar de uma versão de testes, tudo ainda pode mudar antes do lançamento final. As capturas de tela foram feitas no Windows, mas há uma galeria com prints do app para Mac e Ubuntu ao fim da matéria. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Reformulação geral O menu “hamburger” agora será inteiramente baseado em texto e sem ícones, novidade que facilita o acesso a opções mais usadas e torna o visual mais limpo. Por outro lado, a interface fica menos amigável, o que não deve ser um problema para quem já usa o navegador. (Imagem: Captura de tela/Canaltech) A nova barra de endereços ficou um tanto diferente. Ela está maior e mais arredondada, mas mantém as mesmas funcionalidades — a ideia é facilitar para quem usa dispositivos com recursos de toque na tela. Os atalhos para adicionar aos Favoritos ou salvar no Pocket ainda estarão lá quando um endereço for carregado. Já a barra de menus mudou bastante para torná-la mais limpa. As opções de voltar ou avançar uma página agora são quadrados com cantos arredondados, em vez de circunferências. Saíram de cena os ícones da “Home”, do histórico de navegação, menus de contexto e downloads recentes. (Imagem: Captura de tela/Canaltech) Todas as opções removidas dos menus ainda podem ser configuradas manualmente se o usuário quiser. Dá para inserir os atalhos para navegação anônima, controles de zoom, salvar páginas e dezenas de outros atalhos para deixar o browser mais próximo ao gosto do utilizador. Guias mais separadas  A maior novidade fica por conta do menu de abas ou guias, como preferir. Em vez de se integrar à barra de endereços, como é hoje, a guia selecionada ficará dentro de uma “caixinha”, delimitando mais claramente a diferença entre as áreas. Esta é uma mudança cosmética, mas também pensada para quem usa a interface de toque, pois dá uma aparência de “botão”. (Imagem: Captura de tela/Canaltech) Quando há mídia tocando em segundo plano, a guia se ajusta para informar que há conteúdo sendo reproduzido, como no caso de vídeos no YouTube. A alteração torna essa informação mais visual, pois até agora ela era marcada por um ícone de alto falante exibido no título da aba do conteúdo. Personalizar a “Nova Guia” continua possível, tendo novas opções de customização de forma acessível e simples. Quem desejar algo mais apurado, basta selecionar as opções avançadas no pé do menu. É possível ajustar quais sites serão mostrados, os atalhos, dicas do Firefox e toda a atividade recente. Confira a seguir a galera com imagens do Firefox 89 Proton para MacOS e Ubuntu 20.04 LTS: Opção de configuração de "Nova Guia" traz mais opções (Reprodução/OMGUbuntu) Este é o novo menu Hamburguer no Ubuntu (Reprodução/OMGUbuntu) MacOS: as guias informam quando há alguma reprodução de em segundo plano (Reprodução/OMGUbuntu) Novo menu hamburguer no MacOS (Reprodução/OMGUbuntu) Como testar a nova versão? O primeiro passo é baixar o Firefox Beta, Developer ou Nightly, pois somente eles são compatíveis com a versão Proton. Feito isso, é necessário seguir o tutorial abaixo para habilitar tudo Passo 1: digite about:config na barra de endereço do Firefox Passo 2: confirme na janela pop-up que você terá cuidado com as alterações Passo 3: busca por browser.proton.enabled e coloque a opção em TRUE Passo 4: reinicie o Firefox Beta, Developer ou Nightly para ativar a alteração. (Imagem: Captura de tela/Canaltech) Após isso, você não vai notar nenhuma diferença. Isso porque ainda é necessário ativar as novas opções uma a uma. Digite os endereços abaixo, marque a opção “Booleana” e clique na setinha para ativar. Vamos lá: Digite browser.proton.tabs.enabled para as novas guias Digite browser.proton.appmenu.enabled para o novo menu baseado em texto Digite browser.proton.urlbar.enabled para a nova barra de endereços Digite browser.proton.toolbar.enabled para a nova barra de ferramentas Digite browser.proton.contextmenus.enabled para os novos menus de contexto Por fim, para conferir o design de guias reformulado, pesquise a configuração browser.newtabpage.activity-stream.newNewtabExperience.enabled e habilite-a da mesma forma que fez com as anteriores. Pronto, agora é só reiniciar novamente o navegador para que todas as alterações tenham efeito. Testou o novo layout do Firefox 89? Conte o que achou das novidades. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Xbox ou PS5? Especialistas elegem o console de 2020 no 4º Prêmio Canaltech Estados Unidos ganha 1º bairro feito apenas com casas impressas em 3D Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Veja Mais

ASUS começa a liberar versão final do Android 11 para o ZenFone 7

canaltech Em agosto do ano passado, a ASUS anunciou sua linha ZenFone 7 trazendo diversas melhorias, ainda tomando como base o design de câmera móvel que estreou junto ao Zenfone 6. Além do Snapdragon 865 no modelo padrão e do 865+ na variante Pro, a linha abandonou os painéis IPS LCD em favor dos mais populares AMOLED, aumentou a taxa de atualização para 90 Hz, adicionou som estéreo e turbinou o sistema de câmeras, agora triplas, com recursos de áudio e vídeo de alta qualidade. O aparelho chegou então ao Brasil poucos meses depois, em dezembro. ASUS ROG Phone 5 é desmontado e tem razões para grande fragilidade reveladas ASUS Zenfone 8 Mini deve chegar com tela pequena para brigar com iPhone 12 Mini Galaxy A82 5G, Moto G100 e outros lançamentos vazam em lista oficial do Google Agora, cerca de sete meses desde seu anúncio, o Zenfone 7 e 7 Pro começam a receber a atualização oficial para o Android 11 em Taiwan. Ambos os dispositivos já haviam recebido o novo software em fase de testes beta, e agora contam com os recursos proporcionados pela versão mais recente do sistema do robozinho, algumas melhorias adicionadas pela Asus, além de chegarem ao patch de segurança de março de 2021. Anunciados em agosto do ano passado, o ASUS ZenFone 7 e 7 Pro começam a receber o Android 11 estável em Taiwan (Imagem: Divulgação/ASUS) De acordo com recente postagem no fórum ASUS ZenTalk, a atualização chega com número 30.40.30.93 e contempla os modelos ZS670KS (ZenFone 7) e ZS671KS (ZenFone 7 Pro). Ainda não se sabe quando o update será disponibilizado para outros países, como o Brasil, mas o fato de já estar chegando em sua versão estável indica que não deve demorar muito para ser lançado em outros mercados. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Novidades da atualização De acordo com as notas de atualização, disponibilizadas pelo usuário ades0212@tmu.edu.tw no ASUS ZenTalk, além do Android 11, a nova versão de software atualiza diversos apps do sistema como Clima, Configurações e Gerenciados de arquivos; traz suporte a permissões únicas, controle de acesso de arquivos e redefinição automática de permissões; permite a manutenção do Bluetooth mesmo em modo avião; e ajusta a barra de notificações seguindo a nova organização do Android 11, que separa os alertas de acordo com o tipo. (Imagem: ades0212@tmu.edu.tw/ASUS ZenTalk) Há ainda controle de dispositivos inteligentes e Google Pay no menu de energia; remoção do modo de uma mão; adição do novo Nearby Share; histórico de notificações; bem como novo painel de configurações rápidas com suporte a controles de mídia embutidos. As notas também alertam para a incompatibilidade do Android 11 com alguns programas e apps de terceiros, para a realização de backup caso o usuário pretenda realizar o downgrade para o Android 10 e para a configuração "download e instalação automática via Wi-Fi", ativada por padrão no Android 11. ASUS ZenFone 7 e 7 Pro: ficha técnica Tela: 6,67 polegadas AMOLED, resolução de 1.080 x 2.400 pixels, taxa de atualização de 90 Hz Chipset: Qualcomm Snapdragon 865 (ZenFone 7) e 865+ (ZenFone 7 Pro) Memória RAM: 6 GB (ZenFone 7) e 8 GB (ZenFone 7 Pro) Armazenamento: 128 GB (ZenFone 7) ou 256 GB Câmera: 64 MP (principal, f/1.8, OIS no 7 Pro) + 12 MP (ultrawide, f/2.2) + 8 MP (telefoto, zoom óptico de 3x, f/2.4) Dimensões: 165,08 x 77,28 x 9,6 mm Peso: 230 gramas Bateria: 5.000 mAh, recarga com fio a 30 W Extras: 5G, leitor de digital na lateral, dual-chip Cores: branco e preto Sistema: Android 10, com update para o Android 11 Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Xbox ou PS5? Especialistas elegem o console de 2020 no 4º Prêmio Canaltech Estados Unidos ganha 1º bairro feito apenas com casas impressas em 3D Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Veja Mais

Relatório mostra como malwares estão se disfarçando para não serem detectados

canaltech Que o número de ataques cibernéticos cresce a cada dia é algo que todos nós sabemos. Porém, a mais recente edição do relatório trimestral Quarterly Threat Insights Report, da HP, referente aos últimos três meses de 2020, dão uma visão mais apurada sobre como os criminosos estão usando técnicas de ofuscação e packers (“embalagens” para disfarçar o malware) para entregar códigos maliciosos sem que soluções de segurança os identifiquem. Segundo a marca, 29% das ameaças do período não foram reconhecidas. Malware que rouba dados bancários tem foco exclusivo no Brasil Ransomware usa máquina virtual para fugir de apps de segurança Malware que chega por e-mail rouba credenciais armazenadas em navegadores A descoberta só foi possível por conta da forma como a HP treina a sua solução de segurança, a Sure Click: estudando os malwares em "máquinas-cobaias" e observando toda a cadeia de infecção do início ao fim. Em média, os malwares passaram despercebidos durante quase nove dias antes que seus hashes (assinaturas eletrônicas) fossem identificados pelos antivírus, concedendo uma vantagem de tempo para os cibercriminosos. No geral, a maioria (64%) eram trojans, seguidos pelos exploits (12,7%) e downloaders (5,3%). “Este relatório destaca as deficiências das proteções tradicionais, que dependem da detecção para bloquear malware. Os criminosos têm reiteradamente encontrado novos jeitos de contornar ferramentas tradicionais baseadas na detecção, tornando mais importante do que nunca que as organizações apliquem princípios de design confiança zero em sua arquitetura de segurança”, afirma o Dr. Ian Pratt, chefe global de Segurança para Sistemas Pessoais da HP. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Segundo Alex Holland, analista sênior de malware da HP, “os cibercriminosos têm explorado kits baratos de 'malware como serviço', que estão se proliferando em fóruns clandestinos. Kits como o APOMacroSploit, que surgiu no quarto trimestre de 2020, podem ser comprados por até US$ 50, o que ilustra como é fraca a barreira contra crimes cibernéticos oportunistas”. O especialista também ressalta que técnicas de execução antigas, porém eficazes, como macros do Excel 4.0, continuam populares. Imagem: Reprodução/Sora Shimazaki (Pexels) No geral, 88% dos malwares chegam via correio eletrônico, disfarçados como documentos (31%), arquivos (28%), planilhas (19%) e arquivos de execução (17%). “No quarto trimestre, os invasores trocaram os documentos de Word por arquivos executáveis a fim de entregar RATs. Houve um aumento nas campanhas de e-mails maliciosos contra usuários alemães usando o Agent Tesla e RATs do Formbook, que entravam como executáveis anexos em e-mails”, diz Holland. Para Pratt, a melhor forma de proteger endpoints contra tais ameaças emergentes é a microvirtualização. “Esse tipo de isolamento baseado no hardware acaba com a oportunidade de o malware danificar o PC anfitrião — mesmo que seja um malware novo — porque não depende de um modelo de segurança 'detectar para proteger'. Com a segurança sendo erguida no nível do hardware, os dispositivos podem ajudar a proteger os usuários e se recuperar de ataques automaticamente, melhorando a resiliência empresarial”, finaliza. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Veja Mais

Halo Infinite | Ator pode ter revelado mês de lançamento do jogo

canaltech Halo Infinite pode ser lançado em novembro deste ano. Embora nem Microsoft, nem a desenvolvedora 343 Industries ainda confirmem, o ator Verlon Roberts revelou no podcast Fadam and Friends que o jogo chega em novembro. Halo Infinite | Chefe de estúdio abandonou jogo após apresentação "desastrosa" Halo Infinite vai ser lançado com um ano de atraso Ainda não se sabe se o ator poderia ter dado esta informação, ou se ela já é oficial. Entretanto, é possível dar credibilidade à fala dele, visto que estamos diante de alguém que efetivamente participou do projeto. No programa, Roberts descreve que seu papel em Halo Infinite será o de Griffin, um supersoldado espartano assim como Master Chief. Segundo o ator, ele inclusive gravou algumas cenas com a pessoa que interpreta o protagonista, mostrando que ambos vão interagir na trama. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/-   Halo Infinite passou por um conturbado desenvolvimento em 2020. O título estava agendado para o lançamento do Xbox Series X|S, em novembro do ano passado. Contudo, em um vídeo de divulgação em julho, o título recebeu uma enxurrada de críticas e a equipe prometeu uma série de mudanças. Após os problemas, o diretor criativo do game, Joseph Staten disse que teria que adia-lo para que o time pudesse “fazer as coisas direito”. A nova data de lançamento não foi divulgada ainda, mas a empresa havia prometido que o jogo chegaria no outono norte-americano deste ano, ou seja, entre setembro e dezembro. Agora, é possível que chegue aos consoles da Microsoft em novembro. Assine já: Xbox Game Pass Ultimate é um pacotão que inclui o Live Gold, biblioteca com mais de 100 jogos de Xbox e PC, além de descontos exclusivos! As especulações giram em torno de 20 de novembro. A data é especialmente chamativa por também marcar os 20 anos desde o lançamento do primeiro Halo para o Xbox original em 2001. Logo seria uma oportunidade de celebrar o aniversário da franquia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Veja Mais

Iniciativas tentam reduzir preços de alimentos para população de baixa renda

G1 Economia Porta-voz do Ministério da Agricultura diz que esperava uma pressão menor sobre o preço dos alimentos neste ano. Donos de pequenos negócios garantem alimentos mais baratos para famílias pobres Iniciativas de empresários do setor de alimentos tentam reduzir os preços para a população de renda mais baixa. Isso porque, em meio à pandemia de Covid-19, o preço dos alimentos está em alta em todo o país. Esse aumento dos preços é um efeito colateral do prolongamento da pandemia no Brasil e impacta de forma desigual pobres e ricos. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostram que, nos últimos 12 meses, a inflação da cesta de compras da população de renda mais alta foi de 3,43%. A de renda muito baixa, de 6,75%. "A alta de preços não tem como você controlar, não depende de você, depende do outro, então o que a gente viu foi assim um absurdo, preços, o básico que a gente necessita para viver como feijão, arroz, óleo, carne (tudo aumentou). Eu já perdi o contato com a carne eu não sei mais que gosto ela tem. Eu como frango, ovo, legumes, coisa assim q dá pra comprar pq realmente hj nem carne de segunda a gente consegue comprar. Tá muito complicado, tá muito difícil", diz a funcionária pública Maria de Fátima Cruz. A economista Gabriela Chaves, fundadora do NoFront, explica como o aumento está ocorrendo. "Enquanto uma pessoa milionária vai gastar menos de 1%, 5% do que ela tem com alimentação, para uma pessoa mais pobre, que ganha um, dois salários mínimos, acaba comprometendo quase metade da renda só com essa necessidade de sobreviver", diz a economista. Com isso, se vê o retorno do quadro da fome ao país, explica a economista. "Isso porque, sem o auxílio emergencial e sem opções de trabalhar, as pessoas estão sem opção e o que a gente está vendo é o retorno da fome no Brasil." A crise do preço dos alimentos é um fenômeno mundial com um impacto severo nas cidades brasileiras e iniciativas criadas por empresários tentam baratear os valores. Um exemplo é o de uma horta feita no centro de São Paulo e perto do consumidor, sem o risco de ter que aumentar valores por causa da alta dos combustíveis. "A gente acaba ficando quase no zero a zero, mas entende que se a gente é serviço essencial a gente tem que ter o lado social e prestar esse serviço para a comunidade", diz o empreendedor social Guilherme Maruxo, explicando que teve de reduzir a margem de lucro dos sócios. Segundo ele, a iniciativa ajuda a "combater essa alta nos preços". "Você consegue pensar o que vai colocar e não precisa comer só um tipo de coisa: carne, laticínio. Você consegue ter essa diversidade que ajuda a enfrentar dificuldades", afirma.off As sementes da horta do empresário foram doadas pra moradores de uma ocupação, que se sentem mais fortes pra enfrentar a pandemia. "Esse alimento nos ajuda muito porque o preço dos alimentos, das hortaliças, dos legumes está um absurdo, e o pai de família hoje não pode comprar um tomate, não pode comprar uma cebola, não pode comprar um pé de coentro", diz Ivanildo, morador da ocupação. Mas, para mudar o horizonte de todos que precisam só uma ação do governo federal, defende o professor lars Sanches, do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper) "O que vai para a mesa do brasileiro é o alface plantado pelos pequenos produtores, é o tomate, é o feijão, que são em grande parte plantados, produzidos por pequenos agricultores. Um dos caminhos seria dar esse apoio aos pequenos produtores", defende ele. Sobre a questão, o porta-voz do Ministério da Agricultura diz que esperava uma pressão menor sobre o preço dos alimentos neste ano. "Mas nós estamos vendo já no início deste ano uma situação muito semelhante à que nós vivemos no primeiro semestre de 2020", diz Silvio Farnese, diretor de Comercialização e Abastecimento da Secretaria de Política Agrícola do Mapa. "O Ministério da Agricultura tem trabalhado no plano safra que nós estamos preparando agora e deve sair até o mês de maio, continua sendo o foco na agricultura familiar e no médio produtor rural através do Pronamp", afirma ele. "Dentro da política do governo, tem uma área específica da agricultura familiar. Com a linha de crédito específico, com seguro específico, com taxas de juros mais facilitadas e linhas de crédito para investimento, que é exatamente pra poder dar sustentação pra esses produtores que têm uma participação relevante no abastecimento nacional", acrescenta Farnese. VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana Veja Mais

Godzilla vs Kong pode ter maior estreia global do período pandêmico

Godzilla vs Kong pode ter maior estreia global do período pandêmico

Tecmundo Godzilla vs Kong vai fazer sua estreia esta semana nos mercados de todo o mundo, antes de seu lançamento doméstico, em 31 de março. O longa épico espera fazer barulho ao trazer mais atenção aos cinemas conforme eles começam a reabrir em meio aos picos de vacinação. A pandemia tem sido obviamente desagradável para a indústria cinematográfica desde que começou, mas novos relatórios confirmam que Godzilla vs Kong deve criar a maior estreia mundial de qualquer filme desde que a pandemia criou um novo modo de vida para bilhões.Leia mais... Veja Mais

Sessão do CN Câmara - Deputados concluem votação da proposta orçamentária – 25/03/21

Sessão do CN Câmara - Deputados concluem votação da proposta orçamentária – 25/03/21

Câmana dos Deputados A Câmara dos Deputados rejeitou dois destaques apresentados ao Orçamento de 2021 (PLN 28/20) e concluiu a votação da proposta, que deverá ser votada ainda hoje pelos senadores. O substitutivo do relator, senador Marcio Bittar (MDB-AC), foi aprovado por 346 votos a 110. Em seguida, a sessão do Congresso para os deputados foi encerrada. Devido à votação remota, deputados e senadores votam propostas em sessões separadas. Na manhã desta quinta-feira, Bittar fez vários ajustes no projeto de lei enviado pelo Poder Executivo, definindo como meta fiscal um déficit de R$ 247,1 bilhões para o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência). Para assegurar a aprovação do parecer final pelo Congresso – e, mais cedo, pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) –, Marcio Bittar remanejou R$ 26,5 bilhões em despesas para o atendimento de pleitos dos parlamentares. Previdência e emendas Os deputados rejeitaram dois destaques. O primeiro deles, do Psol, pretendia evitar o corte de R$ 13,5 bilhões da Previdência Social dentro desse total remanejado. Já o destaque do Novo pretendia retirar dispositivo do projeto que proíbe a abertura de créditos orçamentários com o cancelamento de dotações de emendas parlamentares. Mais informações em instantes Reportagem – Eduardo Piovesan Edição – Pierre Triboli Fonte: Agência Câmara de Notícias Líderes do governo e da oposição fecham acordo para votar Orçamento. No entanto, partidos como Psol e Novo se posicionaram contra o acordo. Fonte: Agência Câmara de Notícias Líderes da oposição impõem condições para acordo de votação do Orçamento. Fonte: Agência Câmara de Notícias Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/60796 Veja Mais

Pagamento do auxílio emergencial será retomado na primeira semana de abril, diz Bolsonaro

G1 Economia Governo pagará quatro parcelas mensais do auxílio. Valores variam entre R$ 150 e R$ 375, conforme o perfil de quem recebe. Pagamentos começam 'dia 4 ou 5', afirmou presidente. O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (25) que os pagamentos da nova rodada do auxílio emergencial começarão na primeira semana de abril. Segundo Bolsonaro, os pagamentos começarão no "dia 4 ou 5" — embora dia 4 seja domingo. Perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial O governo pagará quatro parcelas mensais do auxílio. Os valores variam entre R$ 150 e R$ 375, conforme o perfil de quem recebe. O valor médio do benefício será de R$ 250. "Dia 4 ou 5 começa o pagamento de mais quatro parcelas do auxílio emergencial", afirmou Bolsonaro durante uma transmissão ao vivo em uma rede social. O Congresso Nacional autorizou o governo federal a realizar novos pagamentos do auxílio emergencial com a aprovação de uma emenda constitucional. Depois, duas medidas provisórias abriram caminho no orçamento para até R$ 44 bilhões destinados aos pagamentos. Bolsonaro assina pacote de MPs que estabelece valores e regras para a nova rodada do auxílio emergencial Ao mencionar o auxílio emergencial, Bolsonaro voltou a criticar as políticas de distanciamento tomadas para diminuir o contágio pelo novo coronavírus, causador da Covid-19. "[O auxílio emergencial] já é o maior programa social do mundo para atender exatamente aqueles que foram atingidos pela política do 'fique em casa, feche tudo'", disse o presidente. Nesta quarta-feira (24), em uma audiência na Câmara, o ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que o valor do novo auxílio emergencial “está muito distante do ideal”. “O valor do novo auxílio emergencial está muito distante do que seria o ideal para aqueles que estão vivendo dificuldades, dificuldades de ir e vir, dificuldades para sair e ganhar o sustento da sua família, passando por privações. Então, é um momento de muita cooperação e serenidade”, disse o ministro, cuja pasta é a responsável pelo pagamento do auxílio. O presidente também afirmou que o governo deve reeditar o Benefício Emergencial para Preservação do Emprego e da Renda, que compensa parte da perda salarial dos trabalhadores que firmarem acordos com os patrões para redução da carga horária e do salário durante a pandemia. Além disso, afirmou Bolsonaro, haverá nova rodada do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), criado para prover linha especial de crédito para micro e pequenos empresários durante a crise provocada pela Covid-19. Bolsonaro também defendeu medidas adotadas pelo governo, como o adiamento por três meses dos pagamentos do Simples Nacional, sistema de tributação simplificada criado para facilitar o recolhimento de contribuições das microempresas e médias empresas. As três parcelas adiadas serão pagas ao longo dos seis meses posteriores ao período em que o pagamento ficou suspenso. "Depois do fim do terceiro mês, no quarto, vai ter seis meses para pagar o que deixou de receber. A gente espera que até lá a economia volte e as políticas de 'lockdown' sejam atenuadas ou extintas. É o que a gente espera", declarou Bolsonaro. VÍDEOS: auxílio emergencial Veja Mais

Renault paralisa produção em fábrica de São José dos Pinhais por causa da pandemia da Covid-19

G1 Economia Serviços na fábrica do Paraná serão suspensos na segunda-feira (29) e, devido ao feriado, retomam somente no dia 5 de abril; cerca de 5 mil funcionários devem parar. Fábrica da Renault em São José dos Pinhais, no Paraná Divulgação A Renault informou, nesta quinta-feira (25), que irá suspender a produção na fábrica de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, a partir de segunda-feira (29), por causa da pandemia da Covid-19. Em nota, a empresa informou que vai paralisar a produção até quinta-feira (1º), mas, devido ao feriado do dia seguinte, sexta-feira (2), os trabalhadores só devem voltar ao trabalho em 5 de abril. A decisão atinge cerca de 5 mil funcionários. Os dias não trabalhados, de acordo com a fábrica, "serão compensados oportunamente". CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado VACINAÇÃO NO PARANÁ: Veja perguntas e respostas Ainda conforme a empresa, somente as atividades essenciais da fábrica, como a manutenção de fornos de fundição de alumínio, linhas de vapor e ar comprimido, que precisam continuar funcionando, serão mantidas. O objetivo, de acordo com a Renault, é contribuir com o isolamento social. A decisão foi alinhada com o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba, que já havia solicitado medidas como esta. Trabalhadores do setor administrativo devem continuar em home office. A empresa informou que, desde maio de 2020, trabalha com um protocolo de saúde e segurança, contra o coronavírus, nas unidades. Renault paralisa produção em fábrica de São José dos Pinhais por causa da pandemia da Covid-19 Divulgação VÍDEOS: Mais assistidos do G1 PR nos últimos 7 dias Veja mais notícias do estado no G1 Paraná. Veja Mais

A VOZ DO BRASIL - 25/03/2021

A VOZ DO BRASIL - 25/03/2021

Câmana dos Deputados Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #AVozDoBrasil Veja Mais

The Vampire Diaries: Ian Somerhalder e Paul Wesley se unem em novo projeto

The Vampire Diaries: Ian Somerhalder e Paul Wesley se unem em novo projeto

Tecmundo Apesar do último episódio de The Vampire Diaries ter sido transmitido em 2017, os atores Ian Somerhalder e Paul Wesley estão se unindo em um novo projeto para a alegria dos fãs. Entretanto, não será nenhuma nova série ou filme. Trata-se de uma nova marca de bebidas, a Brother's Bond Bourbon.De acordo com o que foi apurado pela imprensa internacional, os dois vêm desenvolvendo a ideia do projeto há pelo menos 10 anos. Leia mais... Veja Mais

Glaustin da Fokus propõe atendimento público especializado para pessoas com autismo - 25/03/21

Glaustin da Fokus propõe atendimento público especializado para pessoas com autismo - 25/03/21

Câmana dos Deputados Os portadores de transtorno do espectro autista devem ter atendimento público especializado, com terapias específicas (PL 630/21). É o que propõe o deputado Glaustin da Fokus (PSC-GO), convidado desta edição do Palavra Aberta. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

PUBG Mobile faz aniversário e ganha música inédita de MC Maha

PUBG Mobile faz aniversário e ganha música inédita de MC Maha

Tecmundo PUBG Mobile está comemorando seu terceiro aniversário. E como parte das festividades, o game ganhou uma música e um clipe do rapper MC Maha cheia de referências ao universo do jogo. O game também terá um desafio com celebridades do TikTok com a nova canção. Leia mais... Veja Mais

Senado pede afastamento de Filipe Martins, e Bolsonaro busca cargo para assessor

O Tempo - Política Durante uma tensa sessão em que senadores cobravam a saída do ministro Ernesto Araújo, Martins foi flagrado pelas gesticulando às costas de Pacheco Veja Mais

Toyota vai suspender produção no Brasil a partir da segunda-feira com agravamento da pandemia

G1 Economia Retorno ao trabalho deve ocorrer em 5 de abril; montadora tem 5.600 funcionários no páis. A Toyota informou nesta quinta-feira (25) que vai suspender a produção de veículos no Brasil a partir da próxima segunda-feira, após medidas de isolamento social tomadas por governos municipais. Trabalhadores da Toyota nas fábricas de Sorocaba e Porto Feliz Reprodução/TV TEM A companhia afirmou que tomou a decisão em conjunto com sindicatos de trabalhadores das fábricas paulistas localizadas em São Bernardo do Campo, Sorocaba, Porto Feliz e Indaiatuba. "A medida tem como objetivo contribuir com a redução de circulação de pessoas no momento mais crítico da pandemia no país, além de atender a antecipação de feriados por parte de autoridades em algumas dessas regiões", afirmou a companhia em comunicado. O retorno ao trabalho nas fábricas de São Bernardo do Campo, Sorocaba e Porto Feliz ocorrerá em 5 de abril e em Indaiatuba no dia seguinte. A Toyota tem 5.600 funcionários no Brasil. Com o agravamento da pandemia, várias montadoras têm paralisado as suas atividades. Nesta quinta-feira (25), a Nissan do Brasil também informou que vai suspender a sua produção. Antes, Volkswagen e Mercedes-Benz anunciaram interrupção das linhas de montagem por conta da Covid-19. Vídeos: Últimas notícias de economia Veja Mais

Filme de Demon's Souls pode estar a caminho, indica rumor

Filme de Demon's Souls pode estar a caminho, indica rumor

Tecmundo De acordo com uma fonte do site Giant Freak Robot, um filme sobre o universo de Demon's Souls está sendo produzido como um título de grande orçamento. Segundo a fonte, a Sony estaria acreditando no potencial do longa baseando-se no sucesso da franquia nos games.Apesar da possibilidade, não há detalhes sobre a história, se ela teria relação direta com as histórias vivenciadas em Demon's Souls ou ainda mais próxima de Dark Souls, título antecessor e que abriu portas para uma sequência clássica. De qualquer forma, como Demon's Souls deixa o nome do personagem em aberto para o jogador fazer sua jornada, os roteiristas têm muito espaço para criação.Leia mais... Veja Mais

Robô guardião combina simpatia e inteligência artificial para "vigiar" uma casa

canaltech Se você precisa de um robô para ajudar na proteção da sua casa, o Scout é o candidato perfeito. Ele é o primeiro dispositivo doméstico com Inteligência Artificial capaz de patrulhar uma residência de forma autônoma 24 horas por dia, sete dias por semana. CES 2020 | Conheça Ballie, o robô doméstico inteligente da Samsung Conheça o Vector, o robô doméstico sempre disposto a ajudar que “se sente vivo” Vesta: o projeto “secreto” de robô doméstico que a Amazon tem medo de lançar Criado pela empresa Moorebot, o Scout foi lançado com a prerrogativa de ser um gadget divertido e ao mesmo tempo funcional, ideal para monitorar casas e escritórios com autonomia suficiente para desempenhar essa função sem a interferência humana. Veja o Scout em ação no vídeo abaixo: -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.-   No tamanho ele não impressiona, afinal são pouco mais de 10 centímetros de largura, mas o aparato tecnológico envolvido nesse robozinho é digno de filmes de ficção científica. Ele conta com sensores capazes de detectar e se adaptar a qualquer tipo de obstáculo, e uma câmera de visão noturna permite o monitoramento em qualquer situação. Além disso, o Scout se conecta sozinho à rede Wi-Fi, tem um sensor infravermelho e é à prova d 'água. Scout tem consegue "enxergar" bem até em ambientes escuros (Imagem: Reprodução/Moorebot) O robô-vigilante transmite sons e imagens em alta resolução e também oferece suporte à maioria dos recursos de câmeras IP, assim o proprietário pode controlar o Scout e monitorar sua casa de qualquer lugar do mundo. Ele também é capaz de encontrar sua própria base de carregamento ao final de uma ronda. Todo o processamento de vídeo do Scout tem criptografia de ponta a ponta e ainda autenticação em duas etapas para proteção dos dados. Robô inteligente e funcional O processador de Inteligência Artificial vai além do monitoramento residencial. Para quem tem crianças pequenas ou animais de estimação, o Scout é um ótimo companheiro: ele é capaz de detectar a presença do seu cachorro ou do seu filho e monitorá-los enquanto eles se divertem pela casa, avisando sobre qualquer perigo. Um recurso de áudio bidirecional permite que você ouça e fale com quem estiver perto do robô. IA amigável (Imagem: Reprodução/Moorebot) O Scout foi desenvolvido com recursos de financiamento coletivo e já está disponível nos EUA por US$ 139 dólares (cerca de R$ 790) em sua versão mais básica. Um valor razoável a se pagar por um vigilante incansável e que ainda pode se tornar o melhor amigo do seu pet. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Xbox ou PS5? Especialistas elegem o console de 2020 no 4º Prêmio Canaltech Estados Unidos ganha 1º bairro feito apenas com casas impressas em 3D Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Veja Mais

Falcão e o Soldado Invernal: novo vídeo fornece mais detalhes sobre a série

Falcão e o Soldado Invernal: novo vídeo fornece mais detalhes sobre a série

Tecmundo Nesta quinta-feira (25), a Marvel lançou um novo vídeo complementar para a série Falcão e o Soldado Invernal. O Continuation Featurette (Recurso de Continuação, em uma tradução livre) apresenta uma entrevista com os realizadores da produção, dando pontos de vistas acerca de cenas e questões que ainda serão abordadas ao longo dos episódios.Assim como WandaVision, a nova série da Marvel está sendo transmitida com um formato de distribuição semanal. Na sexta-feira passada (19), o público pôde acompanhar o início da nova saga de Sam Wilson (Anthony Mackie) e Bucky Barnes (Sebastian Stan).Leia mais... Veja Mais

Câmara examina problemas do turismo - 25/03/21

Câmara examina problemas do turismo - 25/03/21

Câmana dos Deputados A Comissão de Turismo da Câmara realizou audiência pública nesta quinta-feira para debater problemas enfrentados pelo setor de turismo durante a pandemia. Além da liberação de recursos para a rede hoteleira e de bares e restaurantes , os deputados defenderam a manutenção da infraestrutura da rede de turismo no País. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Caixa: Próxima rodada de auxílio emergencial não terá grande volume de filas

Valor Econômico - Finanças Segundo Pedro Guimarães, das 45 milhões de pessoas que terão direito à nova rodada do auxílio emergencial, 20 milhões terão que ir às agências bancárias para receber o benefício O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta quinta-feira (25) que das 45 milhões de pessoas que terão direito à nova rodada do auxílio emergencial, 20 milhões terão que ir às agências bancárias para receber o benefício. “Faremos novamente [pagamento do auxílio emergencial] em breve e sem ter volume grande de filas”, frisou Guimarães. “Faremos de novo emergencial e metade das pessoas [que têm direito] não precisará ir às agências porque houve uma bancarização”, contou. Em evento realizado no Palácio do Planalto, ele frisou que, no ano passado, 38 milhões de pessoas foram bancarizadas e poderão receber os benefícios em sua conta digital, sem a necessidade de ir ao banco. Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro editou medida provisória renovando o auxílio emergencial por mais quatro meses. Os benefícios vão variar de R$ 150 a R$ 375, dependendo da composição familiar. A expectativa do governo é que os pagamentos tenham início em abril. Veja Mais

Como fazer autenticação em dois fatores no Fortnite

canaltech Ativar a autenticação em dois fatores é uma opção viável para aumentar a segurança de sua conta em Fortnite. Com a função configurada, os jogadores precisam informar um código numérico a cada acesso à conta da Epic Games em um novo dispositivo. Esse código pode ser recebido por endereço de e-mail, telefone celular ou através de aplicativos de autenticação, como o Google Authenticator. Como ativar a autenticação em duas etapas nas redes sociais Como mudar de nome no Fortnite Como adicionar títulos gratuitos da Epic Games na sua biblioteca Desde 2018, a Epic Games disponibiliza gratuitamente o emote "Boogie Down" para quem realiza a autenticação em dois fatores. Além disso, a medida é necessária para adquirir alguns jogos gratuitos da loja virtual da empresa, garantir acesso em eventos competitivos de Fortnite e enviar presentes dentro do jogo. O procedimento para ativar a medida de proteção é feito pelo nas configurações do perfil, através do site da Epic Games Store. Confira o passo a passo! Como fazer autenticação em dois fatores no Fortnite Passo 1: acesse epicgames.com no navegador e faça o login em sua conta; -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Abra a loja virtual da Epic Games (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: após o login, passe o mouse sobre seu nome de usuário e selecione a opção "Conta"; Acesse as configurações da conta (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: na próxima tela, vá até a aba "Senha e segurança"; Avance para as preferências de segurança da Epic Games (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: em seguida, desça a tela até encontrar as opções de autenticação em dois fatores. Marque a chave com o método que deseja utilizar para o processo. Para esse tutorial, foi selecionada a opção de mensagem para o celular; Escolha entre usar e-mail, telefone celular ou aplicativo (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: digite um número de telefone celular para cadastro e selecione "Enviar código"; Informe um número de telefone (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 6: em seguida, digite o número recebido por SMS; Digite o código para validar a autenticação (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 7: a autenticação estará habilitada. A partir desse momento, ao acessar a conta da Epic Games em outro dispositivo, é necessário validar o login com o código recebido na plataforma registrada. Confirmação da autenticação (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Seguindo esses passos, você poderá ativar a autenticação em dois fatores e reforçar a segurança de seu perfil para jogar Fortnite. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Xbox ou PS5? Especialistas elegem o console de 2020 no 4º Prêmio Canaltech Estados Unidos ganha 1º bairro feito apenas com casas impressas em 3D Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Veja Mais

Peru registra recorde de casos de covid-19 e forte disseminação da variante brasileira

Valor Econômico - Finanças O Peru é um dos países mais atingidos pelo coronavírus na América Latina O governo do Peru disse nesta quinta-feira que o país registrou recorde de 11.260 novos casos em um único dia, na quarta-feira, em meio à rápida disseminação da variante P1, detectada primeiro no Brasil, e o sistema hospitalar perto de colapsar. O Peru é um dos países mais atingidos pelo coronavírus na América Latina. Durante a primeira onda de infecções o Peru havia atingido o pico de 10.143 infectados, em 16 de agosto. A segunda onda, no entanto, atinge o país com mais força, em parte pela variante brasileira. Segundo o Ministério da Saúde peruano, a variante brasileira é responsável por 40% dos novos casos registrados em Lima, nos últimos meses. "Um estudo permitiu identificar, por amostragem em toda Lima, que a principal variante causadora de covid-19 é a brasileira em 40% dos casos", disse o ministro da Saúde, Óscar Ugarte. Segundo o jornal "El Comercio", a variante brasileira foi identificada semanas atrás na região amazônica do país, que faz fronteira com o Brasil. O Peru vetou a entrada de passageiros vindos do Brasil. Desde o início da pandemia, o Peru registrou mais de 1,49 milhão de casos de covid-19, segundo o Ministério da Saúde. Peru Martin Mejia/AP Veja Mais

Riverdale 5x10: Archie recebe notícias inesperadas (preview)

Riverdale 5x10: Archie recebe notícias inesperadas (preview)

Tecmundo O canal The CW divulgou a prévia oficial de “The Pincushion Man” (O Homem de Alfinetes, em uma tradução livre), o décimo episódio da 5ª temporada de Riverdale, que também servirá como o final da midseason, antes que a série inicie seu hiato prolongado das telas por várias semanas.O show deixará temporariamente as telas após a finale da próxima quarta-feira. Em seguida, ele será substituído pela recém chegada Kung Fu, a próxima série de ação e aventura de artes marciais que estreia na The CW em 7 de abril de 2021, e que permanecerá no ar até o retorno de Riverdale, no dia 7 de julho.Leia mais... Veja Mais

Filmes sobre Caso Richthofen, com Carla Diaz, ganham novo trailer

Filmes sobre Caso Richthofen, com Carla Diaz, ganham novo trailer

Tecmundo Os filmes sobre o Caso Richthofen, A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, acabam de ganhar um novo trailer com algumas cenas inéditas.Leia mais... Veja Mais

In the Earth: filme de terror sobre pandemia ganha trailer

In the Earth: filme de terror sobre pandemia ganha trailer

Tecmundo O filme de terror In the Earth ganhou seu primeiro trailer, divulgado pela produtora NEON. Dirigido por Ben Wheatley (Free Fire: O Tiroteio), o título de baixo orçamento foi gravado em segredo durante 15 dias no início da pandemia, tema que será parte central da trama. Em paralelo com a luta do mundo para descobrir uma cura para o vírus, um cientista é enviado para uma floresta ao lado de uma guia para testar alguns equipamentos.Contudo, durante a noite, eles experimentarão uma caminhada aterrorizante, ao passo em que o local ganha vida. O vídeo começa mostrando o ambiente aparentemente pacífico, mas logo revela um possível mistério sobrenatural que assombrará e colocará em risco a sanidade dos protagonistas. Tal situação sugere que a natureza poderá ser a grande “vilã” do longa.Leia mais... Veja Mais

Inside Man: série da Netflix anuncia nomes do elenco principal

Inside Man: série da Netflix anuncia nomes do elenco principal

Tecmundo O elenco da minissérie Inside Man, produção da BBC One e da Netflix, terá a participação de Stanley Tucci, David Tennant, Dolly Wells e Lydia West nos papéis principais. O projeto é desenvolvido pelo roteirista Steven Moffat.A trama apresenta a saga de três personagens que têm seus destinos cruzados após um evento. Há um prisioneiro no corredor da morte nos Estados Unidos, um vigário de uma pacata cidade inglesa e um professor de matemática preso em um porão. Leia mais... Veja Mais

Apps OAuth na nuvem são o novo foco dos cibercriminosos

canaltech O padrão aberto OAuth é uma mão na roda: ele permite que determinado serviço ou aplicação tenham acesso a determinadas informações que você utilize sem saber das suas credenciais. Quando você permite que um software gerencie seu calendário do Google em uma interface diferente fazendo login através da conta Google, por exemplo, você está usando o OAuth — o Gigante das Buscas lhe pede uma confirmação e depois compartilha sua identidade na forma de um token. Ataque à SolarWinds: invasores acessaram e-mails da Justiça dos EUA Além dos russos: hackers chineses também teriam atacado a SolarWinds WordPress tinha vulnerabilidade crítica devido a plugin do Google Embora ela já seja bastante prática para o usuário final, a tecnologia é ainda mais valiosa para as organizações. Muitas companhias usam aplicativos OAuth em seus ambientes na nuvem como Microsoft 365 e Google Workspace — muitas vezes para ter acesso a novas funcionalidades que não existem nativamente nessas plataformas. Porém, uma nova pesquisa da Proofpoint mostra que os apps OAuth estão virando o novo foco dos cibercriminosos, levando em consideração o nível de privilégio que eles alcançam. “Por exemplo, eles podem acessar os arquivos dos usuários, ler seus calendários, enviar e-mails em seu nome e muito mais. Dadas as amplas permissões que eles podem ter para seus principais aplicativos em nuvem, os apps OAuth se tornaram uma superfície e um vetor de ataque. Os invasores usam vários métodos para abusar de aplicativos OAuth, incluindo comprometimento de certificados de aplicativo, que também foi usado na campanha SolarWinds/Solorigate”, explica a companhia. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Imagem: Reprodução/twenty20photos (Envato) No incidente, vale lembrar, atores maliciosos invadiram a infraestrutura de compilação de um software de gerenciamento da SolarWinds; dessa forma, passaram a embutir um trojan nesse programa legítimo, que foi baixado por mais de 18 mil clientes. Mas um comprometimento tão profundo não é a única forma que um criminoso pode abusar de um app OAuth — softwares que contenham bugs ou sejam mal-escritos por padrão podem ser utilizados em truques como phishing de token e personificação. A Proofpoint destaca que, só em 200, identificou 180 aplicações maliciosas, sendo que uma das campanhas mais bem-sucedidas visava distribuir o malware MexOAuthTA2552. “Este ataque começa com emails de phishing enviados a usuários corporativos. A URL de phishing redireciona para o login corporativo e a página de consentimento do aplicativo. A página se faz passar por autoridades fiscais mexicanas, Facebook ou Amazon”, explica. Segundo a companhia, as empresas precisam gerenciar corretamente os aplicativos OAuth utilizados em seus ambientes na nuvem, mantendo um nível adequado de governança de dados e não permitindo que apps obtenham acesso excessivo a informações sensíveis. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Como é a gravidade em outros planetas do Sistema Solar? Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Veja Mais

Bolsonaro fala em 'semana bastante complicada' e faz live sem convidados

O Tempo - Política Ele insistiu em criticar medidas restritivas adotadas para conter a disseminação do vírus e defendeu o tratamento precoce Veja Mais

Veja lista de celebridades que gravaram vídeos de apoio a turmas da FGV após mal-entendido de calouros

G1 Pop & Arte Gincana consistia em pedir a alunos veteranos vídeos de apoio às classes, mas alunos novatos acharam que a prova pedia mensagens de celebridades. Celebridades gravam vídeos de apoio às turmas de calouros da FGV de SP Os calouros da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo convenceram celebridades e políticos a gravar vídeos de apoio às turmas após mal-entendido sobre as regras de uma competição entre as salas da faculdade. As mensagens de personalidades como as do ex-juiz Sergio Moro, do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), da apresentadora Xuxa Meneghel e do humorista Fábio Porchat viralizaram nas redes sociais nesta quinta-feira (25). No Twitter, usuários dizem que os alunos conseguiram montar a "frente ampla" ao reunir diversos espectros da política. A frente ampla foi um grupo político que reuniu o conservador Carlos Lacerda e seus antigos adversários de centro à esquerda, Juscelino Kubitschek e João Goulart, contra o regime militar de 1964. Initial plugin text Veja a lista de personalidades que mandaram vídeos para a gincana dos calouros: Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e ex-juiz Xuxa, apresentadora Fabio Porchat, humorista Rodrigo Maia (DEM-RJ), deputado João Kleber, apresentador Guilherme Boulos (PSOL-SP), político Supla, cantor Flavia Alessandra e Otaviano Costa, atriz e ator Angélica, apresentadora Cafú, ex-jogador de futebol Marco Luque, humorista Marcos Mion, apresentador Milton Neves, jornalista Henri Castelli, ator Thiago Martins, ator Rubens Barrichelo, piloto Geraldo Alckmin, político Bruno Covas (PSDB), prefeito de SP Fernando Haddad (PT), político Luciano, cantor Michel Temer (MDB), ex-presidente João Amoêdo (Novo), político Alexandre Frota (PSDB-SP), deputado federal Raul Aragão, fotógrafo Arthur do Val, político Marina Helou, deputada Marco Feliciano., deputado federal Adrian Grenier, ator, conhecido no papel de Andy no filme "O Diabo Veste Prada" Ed O'Neill, ator que se notabilizou como Jay Pritchett na série "Modern Family" Maísa, atriz Ana Maria Braga, apresentadora Marisa Orth, atriz Zeca Camargo, jornalista Sandro Gomes, fundador da Cerveja Cacildis Edmundo, jogador de futebol Guilherme Benchimol, da XP Jô Soares, humorista e escritor Marcelo Freixo (PSOL-RJ), deputado federal Carolina Ferraz, atriz Felipe Neto, youtuber O Diretório Acadêmico Getúlio Vargas (DAGV) realiza, todos os anos, uma gincana entre as salas na qual os calouros devem pedir a estudantes integrantes do conselho de torcida da universidade a gravação de vídeos de apoio. São cinco alunos "celebridades" que fazem parte do conselho, e a turma de calouros que conseguir o endosso de mais conselheiros ganha a prova, segundo Marco Koblinsky, presidente do DAGV. No entanto, a brincadeira chamada "prova da cúpula" foi mal compreendida pelos novatos neste ano, que passaram a pedir vídeos de apoio às suas salas para celebridades, explicou Yumi Sakamoto, diretora de projetos do DAGV. Em sua conta, a estudante Mariana Parik postou mensagens de apoio gravadas por políticos como Sérgio Moro, Rodrigo Maia, João Amoedo, Alexandre Frota, Arthur do Val e Marco Feliciano. “Para a turma de calouros da FGV. Turma AE4, façam um bom curso, estou apoiando vocês na gincana", disse Sérgio Moro. Apresentadores de TV como Xuxa, Angélica, Milton Neves, Otaviano Costa e Zeca Camargo, além de atletas e ex-atletas como Rubens Barrichello, Cafu, Luizão, Aloísio Chulapa e Falcão, também enviaram vídeos para a gincana. Há até vídeos em inglês enviados por atores como Adrian Grenier, que ficou conhecido no papel de Andy no filme "O Diabo Veste Prada", e Ed O'Neill, que se notabilizou como Jay Pritchett na série "Modern Family". "Oi, todo mundo, meu nome é Ed O'neill, do programa Modern Family. Estou aqui para apoiar o time AE2 da GV”, disse o ator no vídeo. Segundo o Diretório Acadêmico Getúlio Vargas (DAGV), participam da competição os novos estudantes dos cursos de administração de empresas, administração pública e economia. Neste ano, cerca de 500 alunos ingressaram nessas carreiras na FGV de São Paulo. Mudança na prova Organizadores da gincana, os alunos Marco Koblinsky e Yumi Sakamoto explicaram que a prova faz parte de uma semana de integração dos estudantes novos. As turmas ganham pontos por completar cada desafio. O desafio no qual os vídeos foram enviados chama-se "Cúpula". "Nesse pedaço que fala do vídeo de alguma celebridade, alguns alunos interpretaram de forma errada e entenderam que eram celebridades no geral. Chegaram vídeos de famosos e a gente ficou sem saber muito bem o que fazer", disse Yumi Sakamoto, organizadora da gincana. Enunciado original da gincana de estudantes da FGV pedia vídeos de apoio gravados por conselheiros, que são estudantes mais velhos Reprodução Diante da enxurrada de vídeos de celebridades recebida, os organizadores decidiram adaptar as regras da prova para contemplar a confusão feita por alguns alunos. "Na prova original eram 100 pontos pra cada vídeo de um aluno da cúpula, e outros 500 pontos bônus para sala vencedora. A gente fez uma alteração, e agora valem 100 pontos para cada vídeo de famoso e 500 pontos para a sala que tiver vídeo de todos os cinco alunos da cúpula da torcida", disse Tumi. A gincana termina dia 5 de abril. Até lá, os organizadores continuarão recebendo os vídeos das turmas que participam da competição. Os membros do DAGV explicaram que não compartilham nenhum dos materiais recebidos, mas que alguns dos alunos participantes postaram os vídeos nas redes sociais. Antes da pandemia, a turma que tivesse mais pontos no final da gincana participava de um churrasco oferecido pelo veteranos. No entanto, com as aulas à distância, os organizadores ainda estão estudando qual será o prêmio para a turma ganhadora. VÍDEOS: Tudo sobre a Grande SP Veja Mais

Colunista do 'New York Times' vende artigo em NFT por US$ 563 mil

G1 Pop & Arte 'Estou olhando para o meu monitor e rindo incontrolavelmente', disse jornalista. Preço corresponde a R$ 3,1 milhões. Entenda como funciona o selo digital que atrai colecionadores. Coluna do 'New York Times' vendida em NFT Reprodução O colunista Kevin Roose, do jornal "New York Times", vendeu nesta quinta-feira um de seus artigos em formato digital por US$ 563 mil (cerca de R$ 3,1 milhões), no mais recente episódio relativo aos NFTs, ativos digitais fortemente cobiçados por colecionadores. NFT: como funciona o registro de coleções digitais que já valem milhões de dólares O artigo era dedicado à própria iniciativa do colunista, que pretendia testar o mercado e ampliar o alcance das obras digitais vendidas sob a etiqueta NFT, ou "non-fungible token", que permite associar um certificado de autenticidade a qualquer item virtual, seja uma imagem, fotografia, animação, vídeo, música ou artigo jornalístico. Obra de arte digital é vendida por quase US$ 70 milhões; entenda o que é o NFT O certificado é inviolável e não pode ser duplicado. Ele foi desenhado com a tecnologia "blockchain", que serve de base para as criptomoedas. "Por que um jornalista não pode participar da festa do NFT?", questiona o entretítulo do artigo de Kevin Roose, intitulado "Compre esta coluna na Blockchain!". Após 24 horas de leilão, um colecionador que responde pelo nome de Farzin e cujo usuário é @3FMusic levou o artigo por 350 criptomoedas Ethereum, que valem atualmente 563 mil dólares. "Estou olhando para o meu monitor e rindo incontrolavelmente", reagiu no Twitter o colunista, especializado em tecnologia, minutos após a venda. Ele informou que o valor arrecadado, descontados os 15% de comissão da plataforma onde ocorreu o leilão, será destinado às organizações beneficentes apoiadas pelo jornal. Veja Mais

Brasil registra recorde com quase 100 mil novos casos de Covid em um dia; mortos chegam a 303,7 mil

Glogo - Ciência País contabilizou 12.324.765 casos e 303.726 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Foram 97.586 novos diagnósticos em 24 horas, levando média móvel também a novo recorde. Brasil registra na quinta-feira (25/03) 2.639 mortes e 97.586 casos O Brasil registrou 97.586 novos casos de Covid-19 confirmados nesta quinta-feira (25), a maior marca em um dia até aqui --superando o dia 17/3, quando o número chegou a 90.830. O ritmo do contágio assusta diante do colapso de sistemas de saúde e a alta de mortes no país. Com isso, desde o começo da pandemia 12.324.765 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 76.738 novos diagnósticos por dia, também batendo recorde. Isso representa uma variação de +8% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos. É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h de quinta. O país também registrou 2.639 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 303.726 óbitos desde o início da pandemia. A média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.276. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +29%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença. ESPECIAL: 300 MIL MORTES ESPECIAL: Gente que inspira Já são 64 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de 1 mil; pelo décimo oitavo dia a marca aparece acima de 1,5 mil; e o país completa agora 9 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia. Dezenove estados e o Distrito Federal estão com alta nas mortes: PR, RS, SC, ES, MG, RJ, SP, DF, MS, MT, AP, RO, TO, AL, BA, PB, PE, PI, RN e SE. Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados Mortes e casos por cidade Veja como está a vacinação no seu estado Brasil, 25 de março Total de mortes: 303.726 Registro de mortes em 24 horas: 2.639 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 2.276 (variação em 14 dias: +29%) Total de casos confirmados: 12.324.765 Registro de casos confirmados em 24 horas: 97.586 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 76.738 por dia (variação em 14 dias: +8%) Estados Subindo (19 estados e o Distrito Federal): PR, RS, SC, ES, MG, RJ, SP, DF, MS, MT, AP, RO, TO, AL, BA, PB, PE, PI, RN e SE Em estabilidade (5 estados): GO, AC, PA, CE e MA Em queda (2 estados): AM e RR Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia). Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Vacinação Balanço da vacinação contra Covid-19 desta quinta-feira (25) aponta que 14.074.577 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 6,65% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 4.515.631 pessoas (2,13% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 18.590.208 doses foram aplicadas em todo o país. Variação de mortes por estados Estados com mortes em alta Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em estabilidade Editoria de Arte/G1 Estados com mortes em queda Editoria de Arte/G1 Sul PR: +20% RS: +34% SC: +26% Sudeste ES: +89% MG: +16% RJ: +44% SP: +35% Centro-Oeste DF: +126% GO: +10% MS: +60% MT: +63% Norte AC: +3% AM: -27% AP: +148% PA: +3% RO: +18% RR: -32% TO: +76% Nordeste AL: +39% BA: +25% CE: +14% MA: -2% PB: +21% PE: +46% PI: +32% RN: +93% SE: +86% Brasil Sul Sudeste Centro-Oeste Norte Nordeste Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal (saiba mais). Veja vídeos de novidades sobre vacinas contra a Covid-19: Veja Mais

Final Fantasy VIII Remastered finalmente chega ao Android e iOS

Final Fantasy VIII Remastered finalmente chega ao Android e iOS

Tecmundo Foi uma longa espera, mas finalmente a Square Enix disponibilizou nos dispositivos Android e iOS uma forma de jogar oficialmente o clássico JRPG Final Fantasy VIII Remastered! Confira o trailer de lançamento do port:Leia mais... Veja Mais

Comissão discute falta de oxigênio nos hospitais - 25/03/21

Comissão discute falta de oxigênio nos hospitais - 25/03/21

Câmana dos Deputados A Comissão Externa de Combate à Covid-19 debateu como melhorar o fornecimento de oxigênio a hospitais públicos e privados. A demanda do produto mais que dobrou nos primeiros meses de 2021 e a tendência é crescer mais ainda, segundo os gestores de saúde. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Glee: GLAAD Awards reunirá elenco da série em tributo a Naya Rivera

Glee: GLAAD Awards reunirá elenco da série em tributo a Naya Rivera

Tecmundo O prêmio GLAAD Media Awards está preparando uma reunião com o elenco e equipe da série Glee em memória da atriz Naya Rivera, que interpretava Santana Lopez no show.A organização em apoio ao grupo LGBTQIA+ está organizando o seu 32º evento anual no dia 8 de abril, uma quinta-feira, durante o qual um tributo especial à personagem de Rivera acontecerá.Leia mais... Veja Mais

Collor, Alcolumbre e Temer: saiba quais são os cotados para a vaga de Araujo

O Tempo - Política Nos corredores do órgão, dois ex-presidentes da República e um do Senado são citados. Anastasia também é citado, mas não tem interesse Veja Mais

Após reunião com empresários, Guedes faz 'convocação' para que setor privado compre vacinas

G1 Economia Ajuda empresarial poderia acelerar vacinação, diz ministro, mas lei atual prevê que 100% das doses sejam entregues ao SUS. Grupo ouvido por Guedes quer vacinar próprios funcionários. O ministro da Economia, Paulo Guedes, convocou nesta quinta-feira (25) o setor empresarial a comprar vacinas contra a Covid para acelerar o processo de imunização no país. A declaração foi dada após reunião com os empresários Luciano Hang e Carlos Wizard. Guedes afirmou que o setor privado tem muita capacidade de impacto no processo e que poderia "dobrar" a quantidade de vacinas já contratada pelo governo. Hang e Wizard disseram querer doar 10 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde – com a contrapartida de serem autorizados a vacinar os próprios funcionários. “Estamos fazendo essa convocação a todo o setor privado que sigam esse exemplo. Com 100 empresários teremos 500 milhões de vacinas. Podemos dobrar os 500 milhões que o governo já conseguiu. Agora não é quantidade, é velocidade”, afirmou Guedes. Dono da rede de lojas Havan e aliado de Jair Bolsonaro, Luciano Hang reforçou em entrevista após a reunião que tem a intenção de reservar parte das doses para os próprios funcionários. “A possiblidade de os empresários comprarem vacina, e poderem doar para seus funcionários, tiraria as pessoas do SUS. Nós temos amigos que também querem comprar a vacina e doar para seus funcionários”, afirmou Hang. Questionado sobre a origem das vacinas a serem doadas pelos empresários, Hang não respondeu. O empresário também não explicou quantas das vacinas doadas seriam usadas na vacinação dos próprios funcionários, nem se a doação está condicionada a essa possibilidade. Hoje, a lei obriga que 100% das vacinas contra Covid eventualmente contratadas por empresas ou outras instituições sejam doadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), sem alterar as prioridades da vacinação. Essa regra vale até que todos os membros do grupo prioritário sejam imunizados – cerca de 77 milhões de brasileiros, segundo o Ministério da Saúde. O objetivo de Hang e Wizard é alterar essa lei. Os empresários devem se reunir nesta sexta-feira (26) com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para tratar da doação de 10 milhões de doses e da possibilidade de reservar parte para os trabalhadores de suas empresas. Hang e Wizard já se reuniram com o presidente da Câmara, Arthur Lira, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e com o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins. O novo possível formato da legislação, no entanto, ainda não foi divulgado. O ministro da Economia, Paulo Guedes, não esclareceu se a pasta apoia a flexibilização da exigência de doação ao SUS, nem o governo avalia mudar a lei por meio de medida provisória. Em janeiro, o governo federal chegou a negar aos empresários que autorizaria a compra de vacinas para uso privado. Veja comentário da jornalista Míriam Leitão à época: Empresários debatem sobre interesse em comprar vacina contra Covid; Miriam Leitão comenta 1 milhão de vacinados por dia Ainda ao defender a atuação de empresários para acelerar a vacinação no país, o ministro Paulo Guedes afirmou que a estimativa do governo é de aplicar 1 milhão de doses de vacina por dia em um prazo de 60 dias. A previsão coincide com a promessa feita pelo novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em entrevista nesta quarta. "Devemos ter 35 milhões de idosos, 15% da população. Vacinando 1 milhão por dia, vamos vacinar em menos de dois meses o mais vulneráveis. Como 85% dos óbitos estão acima de 60 anos, os óbitos devem cair bastante. Então essa ajuda que vem do setor privado pode acelerar ainda mais esse processo", disse. Veja Mais

Em meio à pandemia, empresas abrem mais de 1 mil vagas no Brasil

Em meio à pandemia, empresas abrem mais de 1 mil vagas no Brasil

Tecmundo Mesmo em meio à pandemia, empresas dos mais diversos segmentos estão com vagas abertas para profissionais de TI, Design, Marketing, Relações Públicas, Desenvolvedores, Engenharia, Computação e muito mais. São mais de 1 mil empregos para o Brasil todo em modalidades de trabalho semipresencial e home-office.Confira, a seguir, a lista completa e como se candidatar, incluindo para trabalhar na NZN, companhia que comanda o TecMundo, Voxel, Minha Série, Mega Curioso, Baixaki, Click Jogos e The Brief.Leia mais... Veja Mais

Após três quedas, Ibovespa sobe e retoma os 113 mil pontos

Valor Econômico - Finanças Apesar do avanço, o Ibovespa ainda registra perda de 2,13% na semana Depois de uma sequência de três dias de perdas, o Ibovespa, finalmente, conseguiu se desvencilhar da onda de vendas e fechou em firme alta, encostando na marca de 114 mil pontos. O gatilho para esse movimento veio só no fim da manhã, quando a volatilidade no mercado de juros, que vinha contagiando outros ativos, foi apaziguada por comentários do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Com esse alívio, os investidores encontraram espaço para calibrar suas posições diante de um noticiário corporativo bastante carregado. O principal índice da bolsa brasileira fechou em alta de 1,50%, aos 113.750 pontos, revertendo a queda de mais de 1% no começo do dia. Apesar do avanço, o Ibovespa ainda registra perda de 2,13% na semana, enquanto sobe 3,38% no acumulado do mês de março até aqui. Pixabay Veja Mais

Virologista da Fiocruz alerta para o risco de formação de novos supervírus

canaltech Nos últimos meses, as redes sociais, as pessoas, as autoridades e o mundo giraram —  e ainda devem girar no futuro — em torno de discussões sobre o coronavírus SARS-CoV-2. Mesmo que a COVID-19 seja a maior ameça, é possível que outros agentes infecciosos surjam e ganhem destaque, sendo até mesmo mais perigosos. De acordo com o virologista Fernando do Couto Motta, existe o risco iminente da chegada de novos supervírus. Este homem possui superanticorpos que o tornam naturalmente imune à COVID-19 Coronavírus pode ter surgido em fazendas de animais selvagens na China, diz OMS Coronavírus híbrido? Duas variantes do vírus da COVID se fundem nos EUA Chefe substituto do Laboratório de Vírus Respiratório e Sarampo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Motta debateu sobre os próximos desafios que a sociedade pode encontrar na batalha contra os agentes virais, durante o Foro Inteligência — evento criado para discutir assuntos de interesse do BRICS, uma sigla que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul — na terça-feira (23).  "Não fique surpreso se outras grandes epidemias se alastrarem pelo mundo mais vezes", comentou o virologista. Além do coronavírus, outros agentes infecciosos podem se espalhar pelo mundo com êxito (Imagem: Reprodução/IciakPhotos/Envato Elements) Cenário favorável para os vírus De acordo com o virologista, é uma tendência que os vírus desencadeiem, de forma sistemática, mais prejuízos à humanidade, em decorrência de modificações e alterações no ambiente. Essas mudanças podem ocorrer por uma série de causas, como o aquecimento global, a derrubada de florestas, a abertura de estradas ou a domesticação de animais silvestres. De forma geral, as causas estão relacionadas ao comportamento humano na natureza. "Essas situações nos colocam em contato com novos reservatórios de parasitas e forçam os vírus a se adaptar, com a busca de novos hospedeiros como o ser humano", comentou Motta. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Em paralelo a esse cenário, a população mundial nunca foi tão numerosa e grandes comunidades estão reunidas, de forma bastante concentrada, em centros urbanos. Para um vírus, esses locais podem ser vistos como uma concentração de hospedeiros, de fácil contaminação.  Com o excesso de interações humanas nesses ambientes, é mais difícil controlar a transmissão ou eliminar um agente infeccioso.  "Nesses casos, a evolução tende a favorecer vírus de ação rápida e devastadora. A realidade em que vivemos automaticamente seleciona agentes mais virulentos", explicou o virologista. Alta probabilidade de mutação viral Outra questão importante destacada pelo virologista é a facilidade com que os vírus mutam e trocam genes e o potencial risco que isso acarreta para a vida humana. Afinal, essas mutações permitem que esses agentes infecciosos evoluam de forma muito mais rápida que outros grupos, como as bactérias. Elas são compostas por organelas, e é a partir delas que produzem energia. De estrutura simples, vírus dependem de hospedeiros para se proliferar (Imagem: Reprodução/Pete Linforth/Pixabay) Por outro lado, os vírus são apenas "um conjunto de DNA e enzimas embrulhadas para presente em uma camada de proteína", descreveu Motta. "Para se replicar, ele precisa invadir outros seres e se apropriar dos instrumentos de que eles dispõem. Os vírus têm algumas características de seres vivos, como gerar descendentes, e não têm outras, como uma existência autônoma", complementou. Em outras palavras, essa simplicidade estrutural dos vírus os beneficia, desde que haja um hospedeiro. "Ninguém sabe dizer quantas doenças eles causam. O que se conhece são algumas maneiras com que eles causam tanto estrago", apontou o pesquisador. Como os vírus surgiram? Quando comprados, os vírus são milhares de vezes menores do que uma bactéria e, por isso, só podem ser vistos através de microscópios eletrônicos. Hoje, a ciência ainda não compreende de que forma eles surgiram, no entanto, uma das hipóteses é de sejam formas de bactérias que perderam várias organelas e a capacidade de viver, de forma autônoma. Outra ideia é de que seriam pedaços de células que se desprenderam de um organismo maior. Independente de como os vírus surgiram, estão há milhões de anos no planeta Terra e interferiram, de forma ativa, na evolução de quase todas as espécies. De acordo com o virologista da Fiocruz, um desses exemplos está no próprio DNA humano. Em um mapeamento do genoma humano, é possível identificar sequencias genéticas de vírus escondidas nele. Este evento reuniu o BRICS Policy Center e a Insight, com o apoio do Instituto de Relações Internacionais (IRI)  da PUC-Rio e da Casa de Afonso Arinos. Para assistir o encontro completo com o virologista Motta, durante o Foro Inteligência, clique aqui.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Evidências de uma nova força fundamental da natureza podem ter sido encontradas Ouça o primeiro áudio do Perseverance se deslocando na superfície de Marte Xbox ou PS5? Especialistas elegem o console de 2020 no 4º Prêmio Canaltech Estados Unidos ganha 1º bairro feito apenas com casas impressas em 3D Exército britânico quer substituir até 10 mil soldados humanos por robôs Veja Mais

Back 4 Blood: estúdio confirma adiamento para outubro de 2021

Back 4 Blood: estúdio confirma adiamento para outubro de 2021

Tecmundo Através de uma nota postada em suas redes sociais, a desenvolvedora Turtle Rock Studios confirmou o adiamento de Back 4 Blood. O título, que estava inicialmente previsto para ser lançado em 22 de junho deste ano, foi empurrado oficialmente para 12 de outubro.Sem comunicar os motivos para o adiamento, a mensagem do estúdio também confirmou que o período de testes beta aberto de Back 4 Blood irá ocorrer neste verão, entre os meses de junho a setembro, mas sem data específica prevista. Leia abaixo a nota na íntegra.Leia mais... Veja Mais

Santander vai fechar 111 agências no Reino Unido, quase 20% da rede

Valor Econômico - Finanças O Santander UK também planeja fechar quatro escritórios até o fim do ano e reduzir o tamanho de escritórios em outros locais A unidade do Banco Santander no Reino Unido planeja fechar alguns escritórios importantes e quase um quinto de suas agências, à medida que se adapta às mudanças trazidas pela pandemia do coronavírus, com os clientes mudando para canais digitais e as empresas adotando um modelo operacional mais flexível. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Caixa destina R$ 3 bi a linha de crédito para Santas Casas e hospitais filantrópicos

Valor Econômico - Finanças Também foi anunciada como reforço das medidas de enfrentamento da pandemia a possibilidade de pausa de 180 dias em contratos de crédito das entidades e de ampliação do prazo de pagamento A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira a destinação de R$ 3 bilhões para linha de crédito para as Santas Casas e hospitais filantrópicos neste ano. Além disso, também foi divulgada a possibilidade de uma pausa de 180 dias em contratos de crédito, a ampliação do prazo de pagamento de 84 para 120 meses e a disponibilização da nova modalidade Caixa Hospitais Pós, que tem taxa pós-fixada de 0,29% a.m. + CDI, 42% menor em relação às atuais. As medidas de apoio às Santas Casas e aos hospitais filantrópicos foram anunciadas pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em evento no Palácio do Planalto com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes. O anúncio tem como objetivo reforçar as medidas de combate ao coronavírus, auxiliando instituições que estão na linha de frente. Neste sentido, as entidades podem solicitar pausa nas operações já contratadas do Caixa Hospitais, Caixa Giro SUS e Caixa Hospitais FGTS. Já na linha Caixa Hospitais Pós, segundo o banco, as Santas Casas e hospitais filantrópicos podem utilizar os recursos para investimentos ou para compor fluxo de caixa, com carência de até seis meses para pagamento da primeira parcela, podendo escolher a melhor alternativa de aplicação frente à sua realidade financeira. O Caixa Hospitais é uma linha de crédito destinada às entidades conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), que tenham recursos financeiros a receber do Ministério da Saúde referentes aos serviços ambulatoriais e de internações hospitalares prestados. Em 2020, a Caixa já havia reduzido a taxa média da carteira em 45% das praticadas até 2018. O desenho da nova modalidade permitirá às entidades acessarem condições ainda melhores, de acordo com seu perfil. Veja Mais