Meu Feed

No mais...

Análise: Araújo se 'weintraubiza' e flerta com eleição em 2022

Valor Econômico - Finanças Não foi impulso em um domingo de tédio. Cada um dos 403 caracteres tuitados por Ernesto Araújo é resultado de um cálculo para sensibilizar o bolsonarismo raiz. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

A bactéria comedora de carne que ameaça se espalhar pela Austrália

Glogo - Ciência Cientistas estão se esforçando para entender o aumento dos casos de úlcera de Buruli no país — uma doença bacteriana que pode causar grandes feridas abertas e, se não for tratada, levar à desfiguração permanente. A úlcera de Buruli é causada por uma infecção bacteriana que pode destruir tecidos moles se não for tratada ANNETTE RUZICKA via BBC Adam Noel achou que era apenas uma picada de mosquito. Ele notou um leve calombo vermelho na parte de trás do tornozelo cerca de uma semana antes, mas não melhorava. Os médicos atribuíram a algum tipo de irritação na pele. No entanto, mais duas semanas se passaram, e seu calcanhar agora tinha um buraco. "Há algo muito estranho acontecendo", ele pensou, e decidiu ir até o Hospital Austin, em Melbourne, para ser examinado novamente. Era abril de 2020, e a pandemia de Covid-19 tomava conta da Austrália. A equipe do hospital estava sobrecarregada. E os médicos disseram a ele que a ferida sararia em breve. Em vez disso, depois de mais alguns dias, era possível ver seu tendão de Aquiles por meio do buraco do tamanho de uma bola de pingue-pongue em seu calcanhar. Desta vez, ele foi para o St Vincent's, um dos principais hospitais da Austrália. E ficou internado por cerca de uma semana fazendo biópsias até finalmente confirmarem o diagnóstico: úlcera de Buruli. Uma doença bacteriana que pode causar grandes feridas abertas e, se não for tratada, levar à desfiguração permanente. Foram cerca de seis semanas desde que Noel percebeu o calombo até fazer uma biópsia definitiva e tomar a medicação certa. Os médicos disseram que ele podia ter perdido o pé. Antes de notar o que pensava ser uma mera mordida de mosquito, Noel vinha trabalhando muito no jardim, mexendo na terra para abrir espaço para um grande galpão. "Cortei um monte de árvores que não eram mexidas há 20 anos", diz ele. "Estou bastante convencido de que [pegar a úlcera] coincidiu com a destruição das árvores e do habitat dos gambás." Sim, gambás. Os cientistas acreditam que essas criaturas noturnas fofas podem desempenhar um papel fundamental na transmissão da úlcera de Buruli para os humanos. Eles também sofrem com a doença, e a bactéria do Buruli — chamada Mycobacterium ulcerans — é encontrada em grandes quantidades em suas fezes. Os gambás perderam grande parte do seu habitat natural para o desenvolvimento urbano nos últimos anos, o que os aproximou dos humanos enquanto as duas espécies competem por espaço e, possivelmente, gerando casos da doença. Antes restrita aos subúrbios, a úlcera de Buruli está agora se aproximando de Melbourne, e médicos e cientistas estão tentando impedir seu avanço antes que ela atinja a população de cinco milhões de habitantes. Uma ameaça crescente Daniel O'Brien atende de cinco a dez novos pacientes por semana com úlcera de Buruli ANNETTE RUZICKA via BBC Noel mora em Melbourne, mas sua família tem uma casa de praia a cerca de 100 km de distância, na Península de Mornington. É uma área nobre que aparece no mapa como uma perna do continente, com a ponta do dedo do pé apontando para o oeste. É um destino de férias popular entre os moradores da cidade, com suas praias cercadas por cabanas coloridas e passarelas de madeira que serpenteiam as colinas com vista para o mar. Trilhas levam a lugares como a "Diamond Bay" e o "Millionaire's Walk", onde as casas são grandes e modernas, muitas com piscina e jardins enormes. Não é exatamente o tipo de lugar em que você esperaria ouvir falar sobre uma bactéria devoradora de carne à solta, mas os casos de úlcera de Buruli no estado de Victoria tendem a ser encontrados nessa região. Em todo o estado, o número de casos mais do que triplicou nos últimos anos: em 2014, os médicos notificaram 65 casos da doença; em 2019, foram registrados 299, enquanto no ano passado, 218. Quando há suspeita da doença, o paciente geralmente é encaminhado para o médico Daniel O'Brien, infectologista especialista em úlceras de Buruli que tem uma clínica nas proximidades de Geelong. Ele começou a fazer a travessia de 40 minutos de balsa semanalmente para ver o número crescente de pacientes com a doença. Ele conta que atende de cinco a dez novos pacientes por semana. A úlcera de Buruli pode destruir rapidamente a pele e os tecidos moles se não for tratada com uma combinação de antibióticos e esteroides específicos ao longo de semanas e, em muitos casos, meses. "Não importa o quão pequena ou grande seja a lesão, não há ninguém que não seja significativamente afetado por essa doença", diz O'Brien. Os impactos físicos são significativos: a úlcera agressiva pode causar desfiguração, exigindo cirurgia e levando à incapacidade de longo prazo. "Ela pode realmente devorar um membro inteiro", explica O'Brien, cuja lista de pacientes inclui crianças que precisaram de até 20 operações para combater a úlcera. A doença também tem um impacto econômico. Noel trabalha na novela Neighbours e teve de se ausentar por um mês porque o buraco no calcanhar o impediu de ficar de pé por um longo período de tempo. Os tratamentos também podem fazer com que as pessoas se sintam muito mal. Foi o caso de Noel com os esteroides. "Fiquei muito feliz quando paramos", diz ele. Mas, sete meses depois, ele ainda precisa tomar antibióticos. Outros pacientes relatam que os antibióticos causam náusea, candidíase vaginal e oral e dor de estômago. "É difícil. É muito desconfortável e muito desagradável", afirma Cheryle Michael, aposentada que teve úlcera de Buruli no rosto em agosto de 2020 e ainda está tomando medicamentos. "Os esteroides me deixaram muito deprimida, cansada e desmotivada", acrescenta. Os antibióticos, por sua vez, provocam problemas estomacais que a deixam nervosa ao sair de casa. "Para ser franca, prefiro não ficar muito longe do meu banheiro." A úlcera de Buruli é tratada com uma dose forte de dois antibióticos potentes que precisam ser tomados por várias semanas e, muitas vezes, meses: a rifampicina, que também é usada no tratamento de outras infecções bacterianas graves, incluindo tuberculose e hanseníase, e a moxifloxacina, que pode ser usada para tratar a peste. Dependendo da gravidade da úlcera, altas doses de esteroides também são necessárias, assim como cirurgia. "Eu não diria que qualquer tratamento é fácil. [Os pacientes] todos sofrem em um grau significativo", diz O'Brien. Úlcera desconhecida Kim Blasdell está tentando monitorar os níveis da bactéria em gambás na Península de Mornington ANNETTE RUZICKA via BBC Enquanto a úlcera de Buruli devora os tecidos moles dos pacientes, algumas perguntas sem resposta atormentam médicos e cientistas encarregados de tentar impedir que outras pessoas sejam infectadas. "Não sabemos o suficiente a respeito. Há algumas questões científicas realmente importantes sobre onde ela deixa o meio ambiente, os outros reservatórios animais e como os humanos realmente a contraem", explica O'Brien. "A menos que obtenhamos respostas para essas perguntas vitais, realmente vamos ter dificuldade para controlar a doença." Atualmente, os cientistas estão trabalhando com a hipótese de que a bactéria é amplificada por gambás e suas fezes. Mosquitos e outros insetos que picam transportam então essa bactéria dos gambás ou do ambiente para os humanos, ao perfurar sua pele e deixar a bactéria que vai causar a úlcera de Buruli. Mas isso continua sendo uma teoria, e ninguém sabe ao certo se os humanos estão contraindo a doença de mosquitos, do solo ou dos próprios gambás. A úlcera de Buruli é classificada como uma doença "negligenciada" pela Organização Mundial da Saúde (OMS): não recebe muita atenção e não se sabe muito sobre ela. Foi descoberta pela primeira vez em 1897 em Uganda, mas como afeta sobretudo comunidades pobres com cuidados de saúde limitados, "simplesmente não havia dinheiro para realmente investir tempo, esforço e recursos na pesquisa", afirma O'Brien. Sua própria experiência vem de passar anos trabalhando na África Ocidental, tratando de pacientes com úlcera de Buruli e doenças relacionadas: lepra e tuberculose. Quando a úlcera de Buruli apareceu pela primeira vez no estado de Victoria em 1948, havia apenas um punhado de casos. Mas agora, segundo especialistas, a doença está se tornando mais comum na Austrália. Ninguém sabe como ela chegou aqui. Até mesmo algumas pessoas que vivem no meio da península dizem que nunca ouviram falar dela, afirma Kim Blasdell, pesquisadora sênior da CSIRO, agência nacional de ciências da Austrália. Ela está liderando um estudo para entender a possível ligação entre gambás, a úlcera de Buruli e os humanos. "Se há pessoas que vivem nas áreas de foco da doença que não ouviram falar dela, então a maioria das pessoas fora dessas áreas também não terá ouvido falar", diz ela. Isso pode ser um grande problema: pacientes desinformados que esperam semanas pelo diagnóstico podem ser potencialmente desastrosos, como aconteceu no caso de Noel. "Então, você realmente quer ser capaz de evitar", afirma O'Brien. Desenvolvimento da doença Uma parte fundamental da prevenção está em entender o que pode estar acontecendo na região para aumentar o número de casos da doença. Buscar mudanças no ambiente local é vital, de acordo com Blasdell. "Há muitos empreendimentos em desenvolvimento nas áreas onde houve muitos casos em humanos", diz ela. Os humanos estão transformando a Península de Mornington desde que os europeus chegaram em 1803 e começaram derrubando grande parte da floresta nativa para fornecer lenha para a recém-criada cidade de Melbourne. Mas, à medida que a população cresceu nos últimos anos, o desenvolvimento urbano aumentou e cada vez mais habitats naturais foram perdidos. "Quando as pessoas limpam o terreno para construir uma casa nova ou derrubam a vegetação nativa, isso significa que os animais nativos que vivem naquela terra, inclusive os gambás, migram para a vegetação remanescente daquela área. Isso concentra o número de gambás ", explica Blasdell. E também pode concentrar a quantidade de Mycobacterium ulcerans em uma pequena área. O desenvolvimento humano também significa que as pessoas estão tendo um contato mais próximo com os animais. Os gambás vivem naturalmente em árvores nativas como as árvores-do-chá, mas essas criaturas fofas podem se adaptar bem a um ambiente mais urbano quando são obrigadas — como o jardim da casa das pessoas. Em suas novas moradias, os gambás também têm acesso a mais recursos do que teriam em seus habitats naturais. Essas criaturas têm uma queda por plantas frondosas, desde as folhas dos carvalhos dos parques públicos às rosas, magnólias e árvores frutíferas que são encontradas em abundância nos jardins da região. Uma planta florida pode ser reduzida a um caule nu por um gambá faminto, para desespero dos jardineiros do subúrbio. "Muitas casas na região têm muitas espécies nativas [de plantas e árvores]. Os gambás amam; vivem nelas e fazem cocô por todo chão. Eles correm sobre telhados e garagens", diz Blasdell. Pode parecer um estorvo, mesmo sem a úlcera de Buruli, mas os gambás são espécies protegidas na Austrália — é ilegal matá-los ou feri-los. Muitas vezes, as pessoas tentam se livrar dos gambás sacudindo as árvores para tirá-los de lá, ou até mesmo usando "spray de pimenta e molho de peixe", diz Blasdell. Ao fazer isso, eles podem se colocar em contato ainda mais próximo com os gambás, aumentando o risco de contrair doenças. Além de acabar com seu habitat natural e, inadvertidamente, aproximar animais selvagens e humanos, os novos projetos de desenvolvimento podem estar involuntariamente atraindo doenças, diz Blasdell. Os novos empreendimentos na Península Bellarine, no lado oposto à Península de Mornington, são repletos de lagos e canais. Pode parecer bacana. Mas não para ela e seus colegas. Eles pensam imediatamente nos mosquitos que podem estar envolvidos na transmissão do Buruli, além de serem portadores conhecidos de outros patógenos. Da mesma forma que os empreendedores precisam fazer avaliações de impacto ambiental, diz Blasdell, eles também deveriam levar em consideração os riscos à saúde. Cheryle Michael, que chegou à região com sua família no início dos anos 1990, notou a diferença. "Costumávamos dizer que era bom porque não havia mosquitos, mas sem dúvida as populações de mosquitos aumentaram ao longo das décadas", afirma. Assim como os casos de úlcera de Buruli. "A úlcera de Buruli não fazia parte do ambiente até recentemente. Simplesmente não era algo com que nos preocupássemos", acrescenta.. A úlcera de Buruli não é o único exemplo. Um relatório de 2018 encontrou muitas relações entre a perda da vegetação nativa e a mudança no uso da terra e o surgimento de doenças na Austrália. O desenvolvimento de doenças é um processo no qual os humanos estão muito envolvidos, diz Rosemary McFarlane, professora assistente de saúde pública na Universidade de Canberra, na Austrália, e uma das coautoras do estudo. "Estamos colocando uma pressão incrível sobre os sistemas naturais; temos muito mais humanos e rebanhos do que vida selvagem, mas eles estão todos se sobrepondo enquanto competem por recursos. É um problema que nós mesmos criamos", avalia. Portanto, o problema não são os gambás em si — é que estamos mais perto deles do que nunca. Parte da razão pela qual não devemos culpá-los. Sem falar que os gambás são uma parte importante do ecossistema australiano, com suas fezes nutrindo o solo. Além disso, Blasdell destaca que, se o gambá fosse o culpado, era esperado ver úlcera de Buruli em outras partes superdesenvolvidas semelhantes da Austrália, onde também há gambás. Em vez disso, o problema está centralizado perto de Melbourne e Geelong. Uma combinação de desenvolvimento e outros fatores ambientais parecem estar contribuindo para a propagação desta doença. Entender como e por que a doença existe — tanto em gambás quanto no meio ambiente de Victoria — é vital para saber se vai se espalhar ainda mais pelo país. Em busca de respostas Cada vez mais frustrado com o aumento no número de pacientes que sofrem com a doença, O'Brien publicou em 2018 um artigo no Medical Journal of Australia, pedindo financiamento para uma resposta científica urgente ao crescente número de casos. Por volta da mesma época, uma menina de 13 anos chamada Ella Crofts lançou uma petição pedindo fundos ao governo depois de sofrer com uma úlcera grave no joelho que exigiu três operações e meses de tratamento. Uma semana após a publicação, O'Brien havia garantido mais de 3 milhões de dólares australianos (cerca de R$ 13 milhões). Com essa verba, O'Brien tem colaborado com outros especialistas para responder à pergunta fundamental: como acontece a transmissão? "Essa é uma doença que tem uma interação complexa entre o meio ambiente, os animais e os humanos", afirma. Mas sem um entendimento melhor da transmissão, sua prevenção continuará difícil. O'Brien se juntou a pesquisadores ambientais, cientistas de doenças infecciosas e especialistas em comportamento humano para conseguir montar todas as peças do quebra-cabeça e descobrir o que está acontecendo. Um dos pesquisadores com quem ele tem trabalhado nos últimos dois anos é Blasdell. Em uma manhã ensolarada de outubro de 2020, Blasdell vagava pelas ruas do subúrbio da Península de Mornington equipada de máscara, luvas azuis e um saco plástico amarelo. Ela parou ao lado de uma árvore e levantou a cabeça para olhar para sua copa. A árvore Melaleuca preissiana é um dos pontos de encontro favoritos de gambás e — bingo! — ela avistou um ninho. Na grama logo abaixo, achou rapidamente o que procurava: bolinhas marrom-escuras de cocô de gambá. De sua sacola plástica, Blasdell tirou um pequeno tubo de ensaio e uma pinça verde. Decantando algumas fezes no tubo, ela colou uma etiqueta nele e guardou na bolsa com outras amostras. Enquanto isso, sua equipe enviou questionários aos moradores da Península de Mornington — tanto para aqueles que tiveram a doença quanto para aqueles que não tiveram. Eles querem conhecer seus hábitos: será que usam luvas na jardinagem, por exemplo, e moram perto de reservatórios de água parada, que podem atrair mosquitos? Blasdell e sua equipe também visitaram as casas de alguns moradores e coletaram amostras ambientais para ver se a bactéria se encontrava no solo ao redor de suas residências. Ao relacionar todas essas informações, eles esperam obter uma imagem mais clara de como a doença está passando do meio ambiente para os humanos. Depois do pôr do Sol, Saras Windecker e sua equipe se dirigiram para lá. Na escuridão da noite, Windecker, pesquisadora da Universidade de Melbourne, se pôs a caminhar lentamente pelas ruas do subúrbio da península, enquanto a lanterna presa à sua cabeça iluminava as árvores ao redor, e começou a contar. Ela estava fazendo um levantamento para ver quantos gambás existem na região. Ela começou no norte de Melbourne, onde encontrava cerca de 30 por noite. Mas, à medida que se aproximava da Península de Mornington, "começamos a ver números realmente altos — mais de 100 gambás em uma única noite", diz ela. Como os cientistas acreditam que os mosquitos provavelmente também desempenham um papel nesta complexa cadeia de transmissão, além de contabilizar os gambás, eles também têm realizado levantamentos de mosquitos. "Podemos usar isso para criar um mapa espacial de onde o mosquito é mais abundante e em que períodos de tempo", afirma Windecker. Ao obter todas essas informações —a abundância de gambás, a quantidade de bactérias em suas fezes e no meio ambiente e a profusão de mosquitos —, Windecker pretende criar um sistema de alerta para as comunidades e autoridades de saúde. "Vamos [criar] um mapa de risco espacial mais amplo de onde a bactéria pode estar em maior risco de infectar mais humanos no futuro", explica. Mas a importância de encontrar respostas vai muito além da costa da Península de Mornington: quase 3 mil pessoas no mundo todo sofrem de úlcera de Buruli a cada ano. A pesquisa estava indo bem até a primavera de 2020, mas a pandemia de covid-19 prejudicou seu andamento — e é difícil obter mais financiamento. Por enquanto, os pesquisadores ainda não descobriram com certeza como a bactéria infecta os humanos. Diante de uma pandemia global, O'Brien teme que a úlcera de Buruli possa cair no esquecimento mais uma vez. E receia que seria imprudente ignorá-la. "A Covid-19 está nos mostrando que não podemos ver doenças isoladamente. [Os coronavírus] podem ser respiratórios, e [a úlcera de] Buruli bacteriana, mas ambos vêm da natureza, ambos são um alerta sobre nossas interações com a natureza, os dois são imensamente prejudiciais à saúde humana", afirma. "Aprender as lições de um é muito importante para o outro." Veja Mais

Quais são os principais instrumentos usados para a observação do espaço?

canaltech Ao longo do tempo, nossa compreensão do céu evoluiu de maneira impressionante — sendo que, até 1609, a única maneira de observarmos o céu noturno era a olho nu. Foi então que Galileu Galilei criou a primeira ferramenta para observar o espaço com mais detalhes, a luneta. Hoje, possuímos grandes telescópios aqui na Terra e até mesmo em sua órbita. Ampliamos o nosso olhar e fomos além — percebemos que o nosso planeta não é o único e o Sol é uma entre cerca 400 bilhões de estrelas — isso pensando apenas na Via Láctea. Mas quais são os principais instrumentos usados para a observação do espaço à nossa disposição hoje em dia? Mais poderoso que o Hubble: o que esperar do telescópio Nancy Grace Roman? Telescópio espacial James Webb será lançado em 31 de outubro de 2021 Os 10 melhores aplicativos de astronomia Observar o espaço é analisar o espectro eletromagnético — conhecido como a luz, que recebemos dele em várias faixas, emanada ou refletida por corpos celestes. Nesse espectro, temos a luz visível, a qual é responsável pelas cores que nossos olhos são capazes de absorver e processar. Mas nessa vastidão do universo, existem outras fontes de luz em frequências invisíveis para nós, como os raios gama, raio-x, o infravermelho e também as ondas de rádio. Para isso, é necessário o uso de equipamentos especificamente desenvolvidos para "enxergar" essas outras frequências. Por isso, possuímos uma série de instrumentos que ampliam nossa percepção e compreensão do espaço — capazes de enxergar a alta energia que um buraco negro emana de seus polos ao consumir matéria ou, então, estrelas recém-nascidas por dentro de grandes nebulosas. Do nível mais amador e sem grandes pretensões aos maiores observatórios na Terra (e em sua órbita), usados por astrônomos profissionais em todo o mundo, qual será o melhor instrumento usado para observação do espaço? -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Principais instrumentos para observação do espaço Binóculos (Imagem: Reprodução/astrakanimages/Envato) Um binóculo é formado por um par de lunetas que se valem das propriedades da óptica com suas lentes, para ampliar nosso campo de visão — assim como os telescópios. São comumente usados por observadores iniciantes na astronomia. Em questão de desempenho, são parecidos com telescópios mais básicos, mas se destacam por serem mais leves, mais baratos e portáteis. É uma ótima ferramenta para começar a estudar o céu noturno, antes de migrar para um telescópio propriamente dito. Com ele, é possível observar Júpiter e suas luas, nebulosas (a de Órion, por exemplo) e algumas galáxias distantes. Telescópios Telescópios são ótimas ferramentas para observar o céu noturno (Imagem: Reprodução/claudioventrella/Envato) Telescópios são ferramentas que usam lentes ou espelhos curvos para captar e focar a luz. No entanto, diferentemente de um binóculo, um telescópio requer um pouco mais de conhecimento técnico na manipulação. Através deles, conseguimos enxergar objetos celestes de pouca luminosidade ou que estejam a grandes distâncias. Existem dois tipos principais de telescópios. O primeiro é o refrator, que capta e foca imagens através de lentes — para enxergar objetos mais distantes, carece de lentes mais grossas. O segundo tipo é o refletor, que capta e amplia a luz através de espelhos esféricos e é o tipo mais usado por ser mais barato do que os refratores, além de mais leves — também é conhecido como telescópio Newtoniano em homenagem ao seu inventor, Isaac Newton. O maior telescópio terrestre se encontra no Observatório do Roque de los Muchachos, na Espanha, o Gran Telescopio Canarias, conhecido como GRANTECAN (GTC). É do tipo refletor e possui um espelho com 10,4 metros de diâmetro — localizado a uma altura de 2.267 metros, sempre em condições de céu aberto e livre de nuvens. É capaz de observar galáxias bem distantes. Gran Telescopio Canarias (GTC), também conhecido como GRANTECAN (Imagem: Reprodução/Daniel López/IAC) Telescópios Espaciais Telescópios espaciais apresentam algumas vantagens em relação aos terrestres, como a ausência da turbulência atmosférica e de poluição luminosa — fatores que atrapalham na hora de captar a luz vinda do espaço. Contudo, vale ressaltar que eles não substitutem os observatórios terrestres, já que seus trabalhos são complementares, e não "rivais". Abaixo, um pouco sobre alguns dos principais telescópios espaciais já lançados à órbita: Telescópio Espacial Hubble (HST) O Telescópio Espacial Hubble já tem mais de três décadas de trabalho na órbita da Terra, proporcionando grandes descobertas para a astronomia (Imagem: Reprodução/NASA) O Hubble opera a uma altitude de 560 km, que funciona como um grande telescópio refletor — seu espelho principal tem um diâmetro de 2,4 metros para captar a luz visível. Ele também é capaz de observar o universo em outras faixas de frequência da luz, como raio gama, raio-X e infravermelho. É um instrumento de grande importância para a história da astronomia, pois ele revolucionou nossa compreensão sobre o universo — assim como Galileu com a luneta. Telescópio espacial Fermi de raios gama (FGST) Concepção artística do FGTS em órbita (Imagem: Reprodução/NASA) Raios gamas são a forma mais energética de radiação e liberam uma energia bilhões de vezes maior do que a luz visível. Para tanta energia assim, só um evento tão gigante para provocar a liberação dessa grande quantidade de energia, como os jatos lançados por buracos negros ao consumirem matéria, supernovas ou quilonovas. O FGTS observa o fluxo de energia no universo e através dele percebemos o quão dinâmico ele é. Para isso ele conta com o Telescópio de grande área (LAT) e Monitor de explosão de raios gama (GBM), que captam e filtram os raios gama. O LAT é a principal ferramenta do telescópio e funciona com quatro subsistemas que filtram essa grande energia. Observatório de raios-X Chandra Ilustração do artista do Observatório de Raios-X Chandra, o mais sensível telescópio deste tipo (Imagem: Reprodução/NASA) O Chandra observa o universo pelo raio-x e, para isso, ele conta com quatro espelhos que são mais resistentes do que os usados em telescópios ópticos (como o Hubble). Isso porque os fótons de raios-X penetram em um espelho da mesma forma como uma bala atinge uma parede, pois são extremamente energéticos. O observatório conta com outras ferramentas científicas como os espectrômetros LETG e HETG que fornecem informações mais detalhadas sobre a composição desses raios. É capaz de observar supernovas e remanescentes delas. SOFIA (sigla para Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy) O observatório SOFIA acoplado ao Boing durante o voa e sua equipe trabalhando de dentro do avião (Imagem: Reprodução/NASA) O SOFIA é um telescópio refletor de 2,7 metos de diâmetro, capaz de observar o universo no infravermelho do espectro eletromagnético. É um dos observatórios espaciais mais interessantes, pois ele é usado dentro de um avião Boeing 747 que voa bem alto na atmosfera — livrando-se das interferências das camadas de ar. China inicia operações oficiais com o maior radiotelescópio do mundo Arecibo | Radiotelescópio que busca por alienígenas é misteriosamente danificado Radiotelescópios Ao contrário dos telescópios, os radiotelescópios funcionam como grandes antenas em formato parabólico que "leem" o universo através das frequências de rádio — as quais são invisíveis aos nossos olhos. Captam frequências de rádio emitidas ou refletidas por objetos celestes bem distantes da Terra — como pulsares ou galáxias ativas (chamadas de quasares) —, pois emitem radiação em radiofrequência. Alguns funcionam através do conjunto de vários pequenos radiotelescópios. Abaixo, alguns dos principais radiotelescópios do mundo: Atacama Large Millimeter Array (ALMA) Algumas das antenas parabólicos que compõem o grande radiotelescópio ALMA (Imagem: Reprodução/ESO/C. Malin) O ALMA conta com um conjunto de 66 antenas parabólicas, dentre elas 54 possuem 54 metros de diâmetro e o restante 12 metros — a performance do radiotelescópio depende do funcionando sincronizado de todas as antenas. Ele observa a luz emitida por objetos com baixa temperatura, permitindo que mistérios como a formação de planetas, “impressões digitais” de moléculas complexas ou a radiação residual do Big Bang sejam desvendados. O radiotelescópio fica localizado a 5 km de altura, no Deserto do Atacama, no Chile, a uma altitude elevada e onde a atmosfera é limpa e seca — diminuindo qualquer fator que possa atrapalhar a observação. Radiotelescópio FAST O radiotelescópio FAST tem cerca de 500 metros de diâmetro, o maior do maior (Imagem: Reprodução/Ou Dongqu/Xinhua) O Five-hundred-meter Aperture Spherical Telescope (FAST), como bem o nome diz, é um radiotelescópio com 500 metros de diâmetro — o que faz dele o maior do mundo. É considerado o “olho da China”, onde se encontra, e sua principal missão é observar a evolução do universo, incluindo fenômenos como ondas gravitacionais, matéria escura e sinais que possam indicar a existência de civilizações extraterrestres. O FAST também é capaz de observar "rajadas rápidas de rádio" (FRB, sigla em inglês), que são fenômenos com grande energia e que duram apenas por milissegundos; sua origem ainda é um grande mistério. "Diferentões" Estes são apenas alguns exemplos dos principais instrumentos usados para observação do espaço, mas existem uma porção de outros telescópios e radiotelescópios pelo mundo. Alguns projetos são curiosos, como é o caso do Event Horizon Telescope (EHT), que nos proporcionou a primeira imagem real de um buraco negro, localizado no centro da galáxia M87. O projeto envolve uma rede global de radiotelescópios, combinando dados de várias estações — um das maiores ações de cooperação entre diversas instituições e observatórios profissionais —, formando uma espécie de telescópio virtual do tamanho do planeta Terra. Além disso, em complemento às ferramentas de observação do céu noturno, atualmente existe um grande número de aplicativos, ou simuladores para computador, que podem auxiliar um observador iniciante em seus estudos. Binóculos e telescópios menores são utilizados por astrônomos amadores e, os maiores e complexos, por astrônomos profissionais. Mas isso não impede que um amante da astronomia possa visitar um destes grandes observatórios pelo mundo, pois a maioria deles tem até visita guiada para o grande público — isto é, em tempos que não sejam estes de pandemia e distanciamento social. O importante é conhecer as ferramentas que temos à nossa disposição para contemplar e estudar o céu noturno. Olhar para o céu é reconhecer parte de si — como dizia o célebre Carl Sagan: “nós somos uma forma de o cosmos conhecer a si mesmo”. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Qual o lugar mais longe que o homem já foi no espaço? E qual será o próximo? Os 10 filmes mais pirateados da semana (28/03/2021) Encontraram o "irmão" perdido da Lua posicionado atrás de Marte Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo Veja Mais

ONU critica países desenvolvidos por 'estoque' de vacinas contra a Covid-19

O Tempo - Mundo Secretário geral da entidade, Antonio Guterres pediu o compartilhamento de imunizantes com o restante do mundo, a fim de ajudar a encerrar a pandemia Veja Mais

Coronel Sandro aguarda vaga em UTI de hospital particular há 2 dias

O Tempo - Política Assessoria do deputado estadual está com dificuldade de obter informações atualizadas diante da crise do sistema hospitalar em Belo Horizonte Veja Mais

Terroristas tentam envenenar água de cidade americana

Terroristas tentam envenenar água de cidade americana

Tecmundo Temos acompanhado ataques de hackers a pessoas e organizações, quase sempre com o objetivo de obter dinheiro, através de fraude ou extorsão.Muito recentemente aconteceu um ataque de natureza diferente, um verdadeiro ataque terrorista: o FBI está investigando uma tentativa de envenenar a água fornecida aos habitantes da cidade de Oldsmar, na Flórida.Leia mais... Veja Mais

Meu ceular roda League of Legends Wild Rift? Confira os requisitos mínimos

Meu ceular roda League of Legends Wild Rift? Confira os requisitos mínimos

Tecmundo Com o lançamento nacional de League of Legends: Wild Rift marcado para o dia 29 de março de 2021, a desenvolvedora Riot Games revelou qual smartphone você precisa ter para conseguir rodar o seu novo jogo! Confira a seguir os requisitos mínimos tanto nos dispositivos Android como no iOS.Em dispositivos Android é preciso ter 2 GB de Memória RAM, Processador Quad-core de 1.5 GHz (32 ou 64 bits), e Placa de Vídeo Mali-T860, além de Sistema Operacional Android 5 ou posterior.Leia mais... Veja Mais

Termografia infravermelha pode rastrear COVID-19 com precisão, segundo estudo

canaltech Em meio à pandemia, medir a temperatura tem sido um meio de ajudar a detectar indivíduos infectados com a COVID-19, algo comumente realizado em entradas de estabelecimentos. Mas um novo estudo da Universidade McGill (Canadá) apontou os potenciais da termografia infravermelha ao rastrear a doença em questão. Coronavírus "morre" em temperaturas acima de 36°C: mito ou verdade? COVID-19 | Febre no início da infecção pode ser aliada, aponta pesquisador Clima não faz diferença na propagação do coronavírus, conclui estudo Segundo os pesquisadores, usar abordagens tradicionais para triagem de temperatura tem várias falhas importantes. A primeira é que, a menos que a temperatura seja medida na axila, boca ou tímpano, o que está sendo registrado é a temperatura da pele, não a temperatura do corpo em si.  O estudo explica que a diferença é importante, considerando que enquanto a temperatura central dos humanos é estável em torno de 37º C, a temperatura da superfície mostra muita variação entre os indivíduos ao longo do tempo, devido a fatores ambientais como o calor e umidade, atividade física, hormônios e diferenças no fluxo sanguíneo. O resultado é a falta de um valor de referência preciso para a temperatura “normal” da testa. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Os pesquisadores ressaltam que muitos fatores diferentes podem desencadear a febre, por isso não é específico da infecção por COVID e, por si só, tem valor muito limitado na previsão da doença. De qualquer forma, eles descobriram que uma diferença de temperatura igual ou superior a 0,55º C entre a testa e o olho é altamente preditiva de infecção por COVID-19 e, mais importante, ajuda a discernir entre pessoas com e sem infecção por COVID-19 quando há um histórico de contato próximo com um indivíduo infectado e sintomas leves. Os resultados do estudo, que utilizou a termografia infravermelha para rastrear a COVID-19, questionam a abordagem de triagem atual e abrem o caminho para a adoção de melhores estratégias que podem ser facilmente implantadas de uma maneira ampla. (Imagem: outsideclick/Pixabay) “No entanto, é preciso ter cautela na interpretação dos resultados, pois se trata de um estudo piloto. Outra limitação potencial que precisa ser tratada antes de uma implementação mais ampla do método são as preocupações éticas sobre a imagem do rosto dos indivíduos, mas isso pode ser superado borrando as imagens e automatizando o método", diz a pesquisadora Luna Ramirez-Garcia.  Com isso, ainda há trabalho pela frente para validar se os resultados podem ser replicados em diferentes ambientes, como a entrada de um edifício ou a entrada de uma estação de metrô, com equipamentos diferentes. “Atualmente, estamos trabalhando na automação do método para eliminar parte de sua variabilidade e em busca de parcerias para testar em diferentes cenários”, conclui a pesquisadora. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Qual o lugar mais longe que o homem já foi no espaço? E qual será o próximo? Os 10 filmes mais pirateados da semana (28/03/2021) Encontraram o "irmão" perdido da Lua posicionado atrás de Marte Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo Veja Mais

Paes busca nomes à esquerda para disputa no Rio

Valor Econômico - Finanças Nome do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, se junta a outras figuras no radar de Paes para a sucessão ao governo do Rio, incluindo Marcelo Freixo (Psol) e Rodrigo Neves (PDT) Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Cidades da região de Campinas iniciam semana com 219 vagas de emprego abertas; veja cargos

G1 Economia Relação inclui postos para diversos níveis de escolaridade e oportunidades exclusivas para PCD em seis municípios. Em virtude da pandemia, PATs atendem pela internet ou telefone. Homem segura carteira de trabalho enquanto procura emprego Amanda Perobelli/Reuters A região de Campinas (SP) tem ao menos 219 vagas de emprego abertas a partir desta segunda-feira (28), segundo dados fornecidos ao G1 pelas cidades de Americana, Campinas, Espírito Santo do Pinhal, Indaiatuba, Itapira e Jaguariúna. Os interessados podem se candidatar a partir desta segunda-feira (22). Veja abaixo a lista de cargos. Na metrópole, o Centro Público de Apoio ao Trabalhador (CPAT) retoma o atendimento presencial, mas com agendamento. O serviço nas três unidades tinha sido suspenso na última quarta-feira (17) por conta do agravamento da pandemia. As oportunidades oferecidas pelas unidades de atendimento aos trabalhadores (PATs) são para diversos níveis de escolaridade e destinadas a candidatos de todos os gêneros. Além disso, há vagas exclusivas para pessoas com deficiência (PCD). As administrações municipais alertam que as ocupações podem ser preenchidas ao longo do dia e, por isso, a relação divulgada tem alterações. Em virtude da pandemia do novo coronavírus, os atendimentos nas unidades têm sido realizados de forma online, por telefone ou presencialmente com horário agendado. A recomendação é para que o candidato acompanhe os canais oficiais das prefeituras sobre as medidas de restrição. Americana O PAT de Americana oferece 42 oportunidades. Os interessados precisam cadastrar o currículo no site da prefeitura. O telefone da unidade é (19) 3461-0289. Agente de segurança - 1 vaga; Almoxarife - construção civil - 1 vaga; Auxiliar de cozinha - 2 vagas; Auxiliar de limpeza - 1 vaga; Auxiliar de produção - 5 vagas; Azulejista - 2 vagas; Cozinheiro (a) - 1 vaga; Desenhista promob - 1 vaga; Empregado (a) doméstico (a) - 2 vagas; Faxineiro (a) - 1 vaga; Funileiro (a) de veículos - 1 vaga; Garçom - 2 vagas; Instalador (a) de sistema de segurança eletrônica - 1 vaga; Manobrista - 2 vagas; Massoterapeuta - 1 vaga; Mecânico (a) de retorsão - 1 vaga; Montador (a) de móveis planejados e projetados - 1 vaga; Motorista carreteiro - 11 vagas; Operador (a) de corte - 1 vaga; Operador (a) de máquina conicaleira - 1 vaga; Operador (a) de retoção - 1 vaga; Pedreiro (a) - 1 vaga; Técnico (a) de informática - 1 vaga. Campinas Centro Público de Apoio ao Trabalhador de Campinas retoma atendimento presencial Campinas tem 31 vagas empregos disponíveis. Por conta da pandemia do coronavírus, os interessados devem agendar o atendimento pelo telefone 156. Agente de vistoria de alarmes - 3 vagas; Armador (a) de ferros - 5 vagas; Auxiliar de faturamento - 1 vaga; Carpinteiro (a) - 5 vagas; Costureiro (a) de máquina reta - 1 vaga; Costureira de máquinas industriais - 1 vaga; Eletricista - 1 vaga; Motorista carreteiro - 4 vagas; Motorista de caminhão - 1 vaga; Operador (a) de máquina jardinagem - 1 vaga; Pedreiro (a) - 5 vagas; Pintor (a) de alvenaria - 1 vaga; Polidor (a) de metais - 1 vaga; Vendedor (a) orçamentista para refrigeração e ar condicionado - 1 vaga. Para acompanhar mudanças no quadro de vagas ou conferir detalhes, acesse a página do CPAT. Espírito Santo do Pinhal Espírito Santo do Pinhal reúne vagas em 13 cargos, mas não especificou a quantidade de postos por ocupação. Os currículos devem ser enviados para o e-mail vagas.patpinhal@gmail.com ou os interessados podem entrar em contato com a unidade pelo telefone (19) 3661-2114. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 15:30. Auxiliar de departamento pessoal; Almoxarife industrial; Auxiliar de limpeza; Ajudante de serralheiro; Costureiro (a); Cozinheiro (a) industrial; E-commerce; Mecânico (a) de automóveis; Motorista carreteiro; Motorista de caminhão; Pedreiro (a); Operador (a) de produção; Operador (a) de serra fita. Indaiatuba O PAT de Indaiatuba tem 92 vagas de emprego. A unidade pede que, por conta da pandemia, os interessados entrem em contato pelo telefone (19) 3816-9252. Agente de inspeção - 2 vagas; Ajudante de eletricista - 1 vaga; Ajudante de obras - 2 vagas; Apontador de produção - 1 vaga; Armador (a) de ferragens na construção civil - 1 vaga; Assistente administrativo - 1 vaga; Assistente de vendas - 1 vaga; Atendente balconista - 1 vaga; Atendente de lanchonete - 1 vaga; Auxiliar de almoxarifado - 1 vaga; Auxiliar de confeitaria - 1 vaga; Auxiliar de cozinha - 2 vagas; Auxiliar de limpeza - 1 vaga; Auxiliar de linha de produção - 1 vaga; Auxiliar de manutenção predial - 1 vaga; Auxiliar de marceneiro - 1 vaga; Auxiliar operacional de logística - 1 vaga exclusiva para PCD; Caldeireiro (a) - 3 vagas; Carpinteiro (a) - 1 vaga; Consultor (a) de vendas - 1 vaga; Coordenador (a) de restaurante - 1 vaga; Chefe de Cozinha - 1 vaga; Desenhista mecânico (a) - 1 vaga; Eletricista - 3 vagas; Empacotador (a) - 1 vaga; Encanador (a) - 1 vaga; Encarregado (a) de orçamento - 1 vaga; Encarregado (a) de supermercado - 1 vaga; Encarregado (a) eletromecânico de instalações - 1 vaga; Enfestador (a) de roupas - 1 vaga; Ferramenteiro (a) de bancada - 1 vaga; Fresador (a) - 2 vagas; Gerente comercial - 1 vaga; Gerente de restaurante - 2 vagas; Jardineiro (a) - 1 vaga; Manobrista - 2 vagas; Marceneiro (a) - 2 vagas; Mecânico (a) montador (a) - 1 vaga; Mecânico (a) de auto em geral - 1 vaga; Montador (a) soldador (a) - 1 vaga; Motorista carreteiro (a) - 1 vaga; Motorista de caminhão - 1 vaga; Oficial de manutenção - 1 vaga; Oficial de manutenção predial - 2 vagas; Oficial de serviços diversos na manutenção de edificações - 5 vagas; Operador (a) de caixa - 1 vaga; Operador (a) de empilhadeira - 1 vaga; Operador (a) de extrusora de borracha e plástico - 1 vaga; Operador (a) de de máquinas de construção civil e mineração - 1 vaga; Operador (a) de máquinas fixas - 1 vaga; Operador (a) de máquina-elevador - 1 vaga; Operador (a) de telemarketing ativo (a) - 1 vaga; Operador (a) de tesoura mecânica e máquina de corte, no acabamento de chapas e metais - 1 vaga; Pedreiro (a) - 3 vagas Pizzaiolo (a) - 1 vaga; Pintor (a) de Automóveis - 1 vaga; Preparador (a) de torno automático - 2 vagas; Repositor (a) de mercadoria - 1 vaga; Retificador - 1 vaga; Soldador (a) - 4 vagas; Serralheiro (a) - 1 vaga; Traçador de caldeiraria - 1 vaga; Técnico (a) eletrônico - 1 vaga; Técnico em manutenção de equipamentos de informática - 1 vaga; Tecnólogo em eletrônica - 1 vaga; Torneiro (a) mecânico - 3 vagas; Vendedor (a) interno - 1 vaga; Zelador (a) - 1 vaga. Itapira Assim como Espírito Santo do Pinhal, Itapira oferece oportunidades em 23 profissões, mas não especificou a quantidade de vagas por ocupação. Os interessados devem acessar o site da unidade para agendar um horário e posteriormente comparecer presencialmente. Ajudante geral; Alimentador (a) de linha de produção; Analista de faturamento e logística Auxiliar de produção; Auxiliar de operações logísticas; Balconista; Caseiro (a); Cozinheiro (a); Doméstico (a); Marceneiro (a); Mecânico (a) automotivo (a); Moldador (a) manual; Moldador (a) mecanizado; Motorista de caminhão; Operador (a) de estação de tratamento de água; Operador (a) de máquinas; Operador (a) de máquina agrícola; Promotor (a) de negócios; Serralheiro (a); Supervisor (a) comercial; Torneiro (a) mecânico; Trabalhador (a) agrícola Tratorista agrícola. Jaguariúna Jaguariúna também oferta vagas em 18 cargos no PAT, mas sem especificar a quantidade. Os interessados devem acessar o site da unidade para agendar um horário e posteriormente comparecer presencialmente. Ajudante geral rural; Analista de rede; Analista de servidores e storage; Auxiliar contábil; Auxiliar de departamento fiscal; Auxiliar de limpeza; Auxiliar de produção; Eletricista de manutenção industrial; Encarregado (a) de limpeza; Instalador (a) de calhas; Líder de limpeza; Marceneiro (a); Mecânico (a) de manutenção industrial; Pedreiro (a); Pizzaiolo (a); Técnico (a) agrícola; Técnico (a) em informática; Técnico (a) instalador. PLAYLIST: Veja vídeos de assuntos de destaque na região de Campinas Veja mais oportunidades da região no G1 Campinas Veja Mais

Orçamento pode causar saída da equipe econômica, diz Carlos Kawall

Valor Econômico - Finanças Diretor do ASA Investments e ex-secretário do Tesouro diz que o governo deve encontrar alguma maneira de reformular o texto e que especialistas em contas públicas ficaram 'em choque' A aprovação pelo Congresso de um Orçamento com emendas parlamentares infladas e cortes de despesas obrigatórias de difícil execução e sem respaldo técnico é preocupante e vergonhosa e, se as manobras prosperarem, podem resultar na saída da equipe econômica atual. A avaliação é de Carlos Kawall, diretor do ASA Investments, para quem o governo deve encontrar alguma maneira de reformular o texto. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Fundação tenta recuperar prejuízos da Petrobras com Lava-Jato

Valor Econômico - Finanças Fundação Mudes, acionista minoritária da Petrobras, iniciou há quatro anos uma arbitragem pedindo que a União repare a companhia em R$ 40 bilhões por prejuízos gerados com os problemas de corrupção A Fundação Mudes, acionista minoritária da Petrobras, iniciou há quatro anos uma arbitragem em favor da petroleira, que ainda está longe do desfecho. O pedido, avaliado em R$ 40 bilhões, é para que a União repare a companhia por prejuízos gerados com os problemas de corrupção que vieram à tona com a Operação Lava-Jato. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Você pode usar os papéis de parede animados do OnePlus 9 Pro no seu celular

canaltech A OnePlus oficializou a nova geração de celulares topo de linha da empresa nesta terça-feira (23), e os dispositivos já foram vastamente elogiados em diferentes testes, com boa durabilidade em teste de resistência e “calibração quase perfeita” da tela. OnePlus anuncia OnePlus 9 e 9 Pro com câmeras Hasselblad e carregamento rápido OnePlus 9R é lançado com Snapdragon 870, 5G e design que lembra o 8T Entre os novos recursos, os papéis de parede animados chamaram atenção do público. Um pacote para baixar todas as imagens já havia sido divulgado na web, mas nada de aproveitar as movimentações. Agora, graças a um usuário do Reddit, praticamente qualquer pessoa com um celular Android pode instalar e usar os live wallpapers do OnePlus 9. “Eu queria testar se dá para usar os novos papéis de parede do OnePlus 9 Pro oficialmente em meu OnePlus 8 Pro com o Android 11 Beta 8 e funciona”, publicou RolfBenz, no fórum, que disponibiliza o link de dois APKs a serem instalados. “Ambos foram fornecidos pelo usuário TechGen1us. Se algo der errado, você pode resetar os dois apps no seu aparelho”, explicou. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Vários outros usuários responderam dizendo ter testado e conseguido usar com sucesso em uma grande variedade de dispositivos, como o OnePlus 7 e o Galaxy Note 9. No Google Pixel 3, “está um pouco bugado na seleção de papel de parede pelo Google Wallpaper”, explicou TheGoldenNopler. Como sempre, papéis de parede da OnePlus fazem sucesso e já podem ser instalados em outros aparelhos (Imagem: Divulgação/OnePlus) Para testar em seu celular, é só acessar o tópico no Reddit e instalar os dois APKs indicados por RolfBenz. Se algo der errado, desinstale os aplicativos para retornar às configurações anteriores. E não se esqueça de nos contar, nos comentários, se deu tudo certo e qual é o modelo do seu smartphone. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Giro da Saúde: vacina do Butantan; lavagem cerebral noturna; cannabis e COVID Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo O céu (não) é o limite | Nova força fundamental na física, asteroide perto e + Veja Mais

Brave Mobile | Uma opção segura e que vai além do básico [análise]

canaltech O Brave é um dos navegadores bem interessante: ele combina um visual moderno com bons recursos, foco em privacidade e tem uma proposta bem diferenciada para a questão de publicidade. Mint Browser | App da Xiaomi é bom? Confira a nossa análise completa Opera Touch | O melhor navegador com foco em mobile da atualidade Microsoft Edge mobile | Enfim, um navegador que faz jus à Microsoft Além da versão para desktop, o app está disponível também para as plataformas mobiles e consegue transpor para elas uma experiência semelhante, mas que não empolga. Não há qualquer problema grave e quem gosta de fuçar nas configurações pode explorar ainda mais tudo o que ele tem a oferecer. Isso será o suficiente para classificar o Brave mobile como uma alternativa competente para os nomes mais famosos do setor? Confira agora a nossa análise completa. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Brave promete foco emvelocidade e privacidade (Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela) Ficha técnica Brave (Android | iOS) Versão: 1.21.77 Testado no Android 10 Prós Controle avançado de bloqueio de anúncios Sincroniza conteúdo Sistema de recompensas Gerenciador de senhas Contras Não abre páginas em aplicativos instalados Sem um grande diferencial para enfrentar os principais concorrentes Navegador ajustável O Brave é um navegador inteligente e com uma vasta gama de recursos. Ele parece ter um foco especial em quem quer um cuidado extra em termos de privacidade e ajustes, visto que seu meu de configurações reúne uma quantidade imensa de opções. Isso é bom ou é ruim? A resposta é: depende. Quem está atrás de um navegador “abrir e usar” até pode optar por ele, mas o apelo principal aqui parece ser usuários que buscam algo a mais. É possível fazer leves modificações na parte visual (remover um botão, ocultar uma barra inferior), ativar uma função que encerra todas as abas abertas toda vez que você fecha o programa e até personalizar facilmente o buscador padrão da aba anônima. Esse conjunto é interessante e mostra como o Brave pode oferecer mais a quem estiver disposto a procurar. Privacidade e velocidade Como traz um bloqueador de anúncios nativo, que já vem ativado por padrão, o Brave poupa megabytes do seu pacote de dados pois carrega menos conteúdo cada vez que você acessa uma página da web. O mais legal nesse sentido é que um controle avançado, com direito a relatório e tudo, que pode ser acessado por meio do ícone da cabeça de leão presente na barra de endereços do browser. Além isso, ele garante ainda uma navegação mais ágil: como bloqueia diversos elementos inclusive nos bastidores da página, há menos conteúdo a ser carregado e tudo flui melhor. Esse é, obviamente, um ponto positivo do Brave, mas a prática não se mostra tão perceptiva quanto em outros browsers, como Opera Touch, DuckDuckGo ou Firefox Focus. Claro que o Brave tem mais recursos, sendo uma opção até mais robusta especialmente do que o Focus e o DuckDuck (duas opções de navegadores com foco em privacidade). Porém, mesmo assim, essa vantagem que de fato existe não se mostra tão significativa e pode passar despercebida pela maioria dos usuários. Ainda na parte de privacidade, é legal a facilidade com que se pode configurar o mecanismo de busca das abas privadas (você pode escolher um padrão diferente daquele usado nas guias convencionais). É um incremento bem-vindo nesse âmbito. Relatório de privacidade sempre à mão (Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela) Além disso, o Brave garante acesso rápido ao gerenciamento das abas privadas por meio de um ícone específico na barra de notificação do sistema — outra facilidade capaz de fazer deste o único navegador necessário em um celular. Sincronização e recompensas Para quem procura um navegador com versões em diversas plataformas, inclusive no PC, tem uma ótima opção por aqui. É possível sincronizar conteúdos de navegação e até guardar senhas, um pacote completo que já virou básico para um app da qualidade e do nível do Brave. Este aplicativo também é conhecido por seu sistema de recompensas no qual você ganha criptomoedas conforme assiste anúncios específicos. O valor arrecadado fica disponível para doações a sites a criadores de conteúdo, e tudo está bastante acessível dentro da versão mobile. O mais positivo é que a participação neste programa não é obrigatória, ou seja, para participar, é preciso ativá-lo manualmente. Além disso, o ícone do sistema de recompensas que aparece na barra superior pode ser removido nas configurações (o que definitivamente não é o ideal e pode incomodar algumas pessoas). Brave é um bom navegador? Não há absolutamente nada que inviabilize o uso do Brave. Ele é bonito, tem um visual agradável e bons recursos, mas parece que falta algo. Para mim, a grande falha é a ausência de atalho para abrir páginas (como YouTube, Twitter e Facebook) em aplicativos, não dentro do navegador. No geral, as coisas aqui estão bem organizadas, é fácil navegar por todos os seus menus, a forma de exibição de abas abertas funciona muito bem (ele se apresenta em cards, o que não acho ideal, mas não é nada prejudicial à experiência de uso) e ele traz uns extras de privacidade que podem fazer a diferença. Brave Brave ((Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela)) Brave ((Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela)) Brave ((Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela)) Brave ((Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela)) Brave ((Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela)) Brave ((Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela)) Brave ((Imagem: Douglas Ciriaco/Captura de tela)) A sensação geral, porém, é de que falta algo. Apesar da gama de recursos e do visual, o Brave deixa a impressão de que não é tão rápido a ponto de servir de alternativa a navegadores com foco em velocidade nem tão robusto quanto os apps mais convencionais, digamos assim. Ele tem recursos para bater de frente com o Chrome, o mais popular do mundo, mas não parece estar apto a substituí-lo de fato. Vale reforçar que o Brave passa longe de ser ruim e funcionou muito bem durante nossos testes. Ele tem muita lenha pra queimar e serve tanto a usuário básicos quanto a usuários mais intensos, digamos assim. A questão é que ele não parece ter brilho o suficiente para ofuscar opções mais estabelecidas (Chrome, Samsung, Edge e Opera, por exemplo) nem para se destacar entre os “novatos” (como Vivaldi, Kiwi e Mint). Seria injusto dizer que ele não faz bem aquilo a que se propõe nem que ele não merece a atenção de quem está em busca de um novo navegador, mas, pessoalmente, não seria a minha escolha para buscar uma alternativa aos principais nomes do mercado na atualidade. Você usa o Brave? Qual a sua opinião sobre o navegador? Divida conosco aí embaixo, na caixa de comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Giro da Saúde: vacina do Butantan; lavagem cerebral noturna; cannabis e COVID Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo O céu (não) é o limite | Nova força fundamental na física, asteroide perto e + Veja Mais

Como jogar Atari Breakout no Google Imagens?

Como jogar Atari Breakout no Google Imagens?

Tecmundo Quem está entediado ou deseja um passatempo de qualidade pode procurar uma alternativa dentro do Google Imagens.Não, a solução não é pesquisar por fotos e ilustrações no buscador: o Google abriga, secretamente e há vários anos, diversas brincadeiras curiosas envolvendo homenagens, projetos paralelos dos desenvolvedores ou simples piadas. Algumas delas estão bem escondidas e exigem um caminho longo e que dificilmente você faria acidentalmente. Outras acabam ativadas quase sem querer por alguns usuários.Leia mais... Veja Mais

Deputados argentinos aprovam redução de imposto sobre o salário

O Tempo - Mundo A reforma do imposto, que ainda precisa ser aprovada pelo Senado, recebeu 241 votos a favor, nenhum contra e apenas três abstenções Veja Mais

Qual é a importância da 'versão do diretor' para os cineastas?

Qual é a importância da 'versão do diretor' para os cineastas?

Tecmundo Depois de mais de 4 anos de uma fervorosa campanha feita pelos fãs e quase US$70 milhões em edições de pós-produção e acréscimos de efeitos visuais, o longamente aliciado Snyder Cut da Liga da Justiça finalmente foi lançado. Os familiarizados com a filmografia do diretor Zack Snyder reconhecem que essa não é a primeira vez que o diretor de Madrugada dos Mortos e Watchmen voltou ao trabalho após o lançamento do projeto para tentar colocar mais ação, exposição, violência e emoção em cada minuto de filmagem deixado no chão da sala de edição.Leia mais... Veja Mais

Stuhlberger, do Verde Asset, diz que Bolsonaro nunca mais terá seu voto

Valor Econômico - Finanças Criador de fundo de R$ 52 bilhões diz que "Brasil foi o pior país do mundo na condução da pandemia" e calcula perda superior a R$ 130 bilhões no PIB este ano Em uma reflexão sobre os últimos 12 meses de pandemia, Luis Stuhlberger, criador do fundo Verde Asset, hoje com R$ 52 bilhões sob gestão, disse em entrevista ao Estadão/Broadcast, publicada neste fim de semana, que "certamente, o Brasil foi o pior país do mundo na condução da pandemia". Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Venezuela acusa Facebook de totalitarismo digital por bloquear perfil de Maduro

O Tempo - Mundo A providência foi tomada após postagens sobre remédios que o presidente promove como tratamento contra o coronavírus Veja Mais

Presidente do Chile adia eleições constituintes por alta de casos de covid-19

Valor Econômico - Finanças O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou na noite deste domingo (18) que a eleição para decidir a formação da assembleia constituinte do país será postergada para os dias 15 e 16 de maio. A data inicial era 11 de abril. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

GILBERTO DESTRUIU E MARCOU 4! Melhores momentos de Bahia 5 x 0 Altos na Copa do Nordeste

GILBERTO DESTRUIU E MARCOU 4! Melhores momentos de Bahia 5 x 0 Altos na Copa do Nordeste

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse o ESPN.com.br e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: https://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: https://instagram.com/foxsportsbrasil ➡ Facebook: https://www.facebook.com/espnbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/ESPNBrasil ➡ Instagram: https://www.instagram.com/espnbrasil Vamos JuntosNaTorcida! #Bahia #Altos #CopaDoNordeste Veja Mais

Covid-19: média móvel de sete dias atinge recorde de 2.598 mortes no Brasil

Valor Econômico - Finanças Dados são do consórcio de veículos de imprensa e foram divulgados neste domingo (28) O Brasil voltou a bater recorde na média móvel de mortes por Covid neste domingo: 2.598. É o maior número desde o início da pandemia e um crescimento de 42% se comparado com a última semana. A alta vem sendo puxada, principalmente, pelo Sudeste e Centro Oeste. A média móvel é um instrumento estatístico para amenizar grandes variações de dados, como as que ocorrem aos finais de semana e feriados. Ela é calculada pela soma das mortes dos últimos sete dias e divisão por sete. Até então, a média recorde anterior era de 2.548 mortes por dia, registrada neste sábado (27). Os dados são os aferidos pelo consórcio de veículos de imprensa integrado por Folha, UOL, G1, O Estado de S. Paulo, Extra e O Globo e coletados até as 20h com as secretarias de saúde dos estados. Nesta sexta (26), o país bateu o recorde de mortes em um único dia, com 3.600 óbitos. Mas, apesar de a situação ser gravíssima, ao menos parte desse elevado número de mortes registradas se deve a um represamento de dados que ocorreu durante a semana. Nas últimas 24h, o Brasil registrou 1.605 mortes por Covid, além de 43.402 novas infecções. Assim, o país chega a 312.299 óbitos e a 12.532.634 casos da doença desde o início da pandemia. Até terça-feira (23), o país completava 25 dias seguidos de valores máximos da média móvel. A sequência foi quebrada justamente no dia em que o Ministério da Saúde mudou a forma de registro das mortes, o que provocou dificuldade na documentação por alguns estados e fez o número de óbitos cair artificialmente. A medida gerou críticas, que levaram a pasta a suspender a mudança. Ainda assim, o país completa 67 dias com média móvel de mortes acima de 1.000. E, antes de acabar, março de 2021 já é de longe do mês mais letal da pandemia, com mais de 56 mil óbitos. Antes, o maior número de mortes em um mês por Covid havia sido visto em julho de 2020, quando quase 33 mil pessoas perderam a vida para a doença. Vacina O consórcio de imprensa também atualizou as informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid por 16 estados. Já foram aplicadas no total 20.204.147 doses de vacina (15.504.363 da primeira dose e 4.699.784 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde. Isso significa que somente 7,32% dos brasileiros maiores de 18 anos tomaram a primeira dose e só 2,22%, a segunda. Nas últimas 24 horas, 255.516 pessoas tomaram a primeira dose da vacina e 20.789, a segunda. A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes. Veja Mais

Katia Abreu reage a mensagem de ministro e cobra saída de 'marginal' Araújo

O Tempo - Política Chefe da pasta de Relações Exteriores fez postagens insinuando uma ligação do Senado com o lobby chinês pela tecnologia 5G Veja Mais

Música Lo-fi: o que é e por que fez tanto sucesso na pandemia?

Música Lo-fi: o que é e por que fez tanto sucesso na pandemia?

Tecmundo Rodando o feed do YouTube, é possível que você já tenha visto vídeos em que a capa mostra uma garota com traços de anime estudando com fones de ouvido. Essa é uma imagem típica que indica os longos sets de música Lo-fi.Misturando batidas do jazz e do hip-hop, esse gênero se tornou bem popular durante a pandemia do coronavírus. A seguir, entenda um pouco da origem desse estilo musical e como ele se tornou a trilha sonora oficial do home office.Leia mais... Veja Mais

Gretchen toma vacina contra a Covid-19 e comemora: 'Obrigada, SUS'

O Tempo - Diversão - Magazine Cantora pediu aos seguidores que também se vacinem, assim que tiverem a oportunidade Veja Mais

Ainda na UTI, Paulo Gustavo apresenta melhora em estado clínico, diz assessoria

O Tempo - Diversão - Magazine De acordo com comunicado, humorista está 'respondendo de forma satisfatória aos reajustes terapêuticos instituídos' Veja Mais

Kátia Abreu reage a insinuações sobre 5G e chama Ernesto Araújo de ‘marginal’

Valor Econômico - Finanças A senadora Kátia Abreu (PP-TO), presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, reagiu à postagem do chanceler Ernesto Araújo sugerindo que a parlamentar manifestou interesses em relação ao futuro da tecnologia 5G no país e que isso estaria por trás das pressões por sua saída do governo. Em nota, Abreu o chamou de "marginal" e defendeu abertamente que o ministro seja demitido. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Novas profissões olham para o potencial da economia prateada

Valor Econômico - Finanças Fenômeno da longevidade cria profissões como conselheiros de aposentadorias e especialistas em adaptação de casas, mostra estudo da Fundação Dom Cabral Um novo estudo da Fundação Dom Cabral (FDC), do projeto FDC Longevidade, com apoio técnico da Hype50+, aponta as dez profissões do futuro ligadas ao fenômeno da longevidade. Algumas já são realidade hoje, como cuidadores de idosos e geriatras, mas tendem a ter um aumento de demanda nos próximos anos. Outras começam a ganhar espaço ou tendem a se desenvolver, como conselheiros de aposentadorias, curadores de memórias pessoais e especialistas em adaptação de casas. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Falcão e o Soldado Invernal: confira os easter eggs do episódio 2

Falcão e o Soldado Invernal: confira os easter eggs do episódio 2

Tecmundo Um novo episódio de Falcão e o Soldado Invernal ficou disponível no Disney+. A série da Marvel, que vai seguir com a transmissão de novos episódios durante as próximas semanas, continua trazendo referências interessantes aos espectadores relacionadas ao Universo Cinematográfico da Marvel.Nesta lista, confira algumas das principais referências vistas ao longo do 2º episódio da série!Leia mais... Veja Mais

Ernesto Araújo diz que pressão por sua saída reflete 5G e não vacinas

Valor Econômico - Finanças Chanceler diz, em rede social, que interesses sobre a tecnologia 5G estão por trás da pressão para que ele seja demitido e cita a Senadora Kátia Abreu Criticado por sua atuação à frente do Ministério das Relações Exteriores, o chanceler Ernesto Araújo sugeriu hoje, em postagem nas redes sociais, que interesses sobre a tecnologia do 5G estão por trás da pressão para que ele seja demitido, e não a preocupação com vacinas contra a covid-19. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Judiciário quebra sigilo de processos arbitrais

Valor Econômico - Finanças Em duas recentes decisões, desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo retiraram o segredo judicial de ações contra sentenças proferidas por árbitros O Judiciário tem quebrado o sigilo de processos arbitrais. Em duas recentes decisões, desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) retiraram o segredo judicial de ações contra sentenças proferidas por árbitros. O sigilo é considerado um dos principais atrativos da arbitragem. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Mãe de Yudi Tamashiro deixa o hospital depois de ser infectada pela Covid-19

O Tempo - Diversão - Magazine Ator e apresentador compartilhou com os fãs nas redes sociais imagens de sua mãe deixando o hospital Veja Mais

Poco M3: celular bonitão da Xiaomi tem bateria como atrativo | Análise / Review

tudo celular O Poco M3 chama a atenção pelo design diferenciado e a bateria generosa, mas ele é um bom intermediário? Confira nossa análise completa. Veja Mais

Os 10 melhores filmes de Steven Spielberg

canaltech Steven Spielberg é um ícone. Para muitos, o diretor é uma lenda viva do cinema, indicado sete vezes ao Oscar de Melhor Direção (por enquanto). É dele, ainda, o filme seminal dos blockbusters: Tubarão, de 1975. Além disso, ele é produtor de obras icônicas, como a trilogia De Volta para o Futuro, Os Goonies, Poltergeist: O Fenômeno... entre outras que já somam perto das duas centenas. Os trabalhos de Spielberg são, geralmente, de uma imersão extremamente orgânica, misturando narrativa e linguagem de uma maneira muito sólida, capaz de entreter tanto apreciadores de Transformers (filme do qual é produtor executivo inclusive) a quem prefere algo menos efusivo. O diretor é capaz de transitar entre diversos gêneros e, claro, dar um ritmo cadenciado sempre em sintonia com a história contada — seja ela realista ou fantasiosa. 10 filmes sobre viagem no tempo que você deve assistir Entre os 36 longas-metragens dirigidos por Spielberg, separamos 10 que escolhemos como os essenciais de uma carreira tão prolífica. Sem dúvidas, com isso acabamos deixando de fora filmes incríveis e que poderiam estar na lista como os demais. A questão é que listas não trazem verdades absolutas — assim como nada em relação a uma arte —, portanto nós do Canaltech sabemos o quanto vocês podem sugerir nos comentários e aumentar as indicações. De repente, dizendo-nos quais são os 10 melhores de vocês. Mas... vamos à nossa: -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- 10. Encurralado Feito para TV, o segundo longa-metragem de Spielberg acompanha um sujeito que viaja a negócios e, ao tentar ultrapassar um caminhão petroleiro, vê-se perseguido e aterrorizado pelo motorista.   Encurralado é a essência do diretor. Ainda sem muito suporte da indústria hollywoodiana, ele soube usar dos mais diversos recursos visuais possíveis a seu favor. Com isso, a atmosfera de suspense grita na criação, especialmente pelas escolhas estéticas: do motorista que o espectador só pode ver os pés à paisagem terrosa, de vegetação rala e, também, ao enorme caminhão enferrujado. Há, igualmente, detalhes no para-choque do “monstro” que são sinistros... Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? 9. A Cor Púrpura Após décadas de abusos do próprio pai e de outras pessoas, uma mulher negra luta para encontrar a sua identidade. Com essa premissa, Spielberg constrói um dos filmes mais empáticos já realizados.   Celie (Whoopi Goldberg) é uma personagem daquelas muito poderosas em nossas mentes. Ter a sensibilidade de sentir a sua história é como receber a força da humanidade inteira. Spielberg guia as cenas com tanto carinho e ternura que parece encontrar o equilíbrio emocional perfeito, fugindo dos melodramas exagerados e, ao mesmo tempo, sendo suficientemente forte. A verdade é que A Cor Púrpura pode nos fazer compreender que um filme não é somente um filme (no sentido de passageiro), sobretudo quando consegue nos tocar tão profundamente. 10 filmes importantes para refletir sobre racismo e Consciência Negra 8. Minority Report: A Nova Lei Contando com as costumeiras inquietações do diretor acerca do homem querer ser um deus, Minority Report: A Nova Lei traz uma história futurista, na qual uma unidade especial de polícia pode prender assassinos antes que eles cometam seus crimes. Nesse meio, um oficial dessa unidade (interpretado por Tom Cruise) é acusado de um futuro assassinato.   Lançado em um momento na qual a tecnologia ganhava mais e mais espaço na estética dos filmes, essa ficção científica, baseada em um conto de Philip K. Dick, é uma aula da utilização das ferramentas tecnológicas em prol da história. Enquanto alguns construíam seus trabalhos a partir dos aparatos computacionais, Spielberg sempre confiou na história, utilizando-se do restante como elementos operários. Minority Report (sem subtítulo no original) é daqueles filmes em que estar grudado com os olhos na tela é fácil, passa rápido e é recompensador. E não é difícil estar entre as melhores sci-fis da história. Minority Report real: sistema de IA para prever crimes falha no Reino Unido 7. O Resgate do Soldado Ryan Um dos filmes mais aclamados do diretor tanto pela crítica quanto pelo público, O Resgate do Soldado Ryan inicia a sua parceria com Tom Hanks trazendo a história de um grupo de soldados que vai além das linhas inimigas para resgatar um paraquedista cujos irmãos foram mortos em combate.   O poder da direção de Spielberg está tanto na grandeza dos seus blockbusters quanto no caráter minimalista que ele consegue dar às emoções dentro de obras tão agigantadas. Ele sabe fazer o espectador chorar melhor do que a maioria dos seus contemporâneos e, aqui, aproveita-se muito bem dessa sua competência. Mas as lágrimas não são um resumo da ópera que é esse filme. O Resgate do Soldado Ryan incorpora ideias. Com isso, após a sensação emocional imeditada — que ocorre durante a experiência de assisti-lo —, os questionamentos deixados pelo filme ficam, aumentam. E eles são, como dito, minimalistas... sempre dentro de uma grande valorização da vida. O que é real e o que é ficção em Greyhound? 6. E.T.: O Extraterrestre Outro dos filmes mais empáticos de Spielberg, E.T.: O Extraterrestre tem uma visão tão linda do diretor que, facilmente, poderia ser aproveitado por qualquer animação produzida pela Disney/Pixar. Isso porque o filme pode ser visto pelas crianças de um modo e pelos adultos de outro, funcionando perfeitamente para qualquer idade e com cada faixa etária conseguindo captar o que de melhor tem essa produção.   Na história um menino reúne coragem para ajudar um alienígena amigável a escapar da Terra e retornar ao seu planeta. Aqui, Spielberg traz a visão de uma criança até mesmo em suas escolhas de planos, revelando sempre o mundo por um olhar em contra-plongée (de baixo para cima). Além disso, enquanto alguns filmes fazem pensar, outros são uma experiência sensorial e alguns promovem distração por meio do entretenimento, esse reúne tudo e demonstra claramente o quanto o cinema de Spielberg é completo. Clássicos do cinema: 10 dos melhores filmes dos anos 1980 5. Os Caçadores da Arca Perdida Talvez, Os Caçadores da Arcar Perdida seja o ápice da diversão na carreira de Spielberg, estando facilmente entre as aventuras mais divertidas já realizadas. O diretor já compreendia bem o teor dos roteiros para optar por caminhos que pudessem transpassar o que de melhor havia no texto. Aqui, o arqueólogo, professor e aventureiro Indiana Jones (Harrison Ford) é contratado pelo governo dos Estados Unidos para encontrar a Arca da Aliança antes que os nazistas de Adolf Hitler possam obter seus incríveis poderes.   Tudo é competentemente descompromissado e o início já dita o tom: teias de aranhas gigantes, armadilhas, poços sem fundo, traição, pedra gigante rolando atrás do protagonista para esmagá-lo... então ele quase se afoga, rasteja em um avião (algo referenciado mais de uma vez na franquia Missão: Impossível) e, finalmente, diz do seu medo de cobras. Os Caçadores da Arca Perdida é o exagero pelo exagero, mas com a força exuberante da direção de Spielberg. Ele sabe muito bem quais caminhos seguir para alcançar a suspensão da realidade por parte do público e, do mesmo modo que consegue fazer chorar, ele também consegue fazer sorrir. E como! Indiana Jones vai virar jogo em parceria entre a Bethesda e a LucasFilm Games 4. Contatos Imediatos de Terceiro Grau Roy Neary (Richard Dreyfuss – que havia trabalhado com o diretor em Tubarão) é um eletricista que vê sua vida rotineira virar de cabeça para baixo após um encontro com um OVNI.   Apesar de não ser exatamente um suspense, Contatos Imediatos de Terceiro Grau talvez seja o filme mais hitchcockiano de Spielberg. Inclusive, a trilha sonora musical de John Williams é carregada de referências ao modo de Bernard Herrmann (parceiro costumeiro de Hitchcock) compor. O controle da direção sobre o espectador é intenso e, ao mesmo tempo, discreto; a história permanece atual e é atraente, os efeitos especiais são absurdos para a época — e permanecem aos pés da perfeição com a restauração realizada para o aniversário de 40 anos do filme. Contatos Imediatos de Terceiro Grau é um filme completo em carisma e emoção, um trabalho que só cresce em revisões e que, como curiosidade, conta com a atuação de um dos grandes cineastas franceses de todos os tempos: François Truffaut — um dos ícones da Nouvelle Vague. 10 filmes com trilhas sonoras memoráveis 3. Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros Há uma subversão de valores aqui que é essencial para entender o quanto o olhar de Spielberg — baseado no romance de Michael Crichton — pode ser original e contundente. Ao contrário do livro, porém, o filme não se apega às sugestões de que os dinossauros eram mais inteligentes e sociáveis do que se acreditava. A questão é que Spielberg tem poder suficiente para encantar qualquer criança — de qualquer idade — amante de dinossauros e conquistá-las pelos olhos: Afinal, como é ver um T-Rex?   O virtuosismo de Spielberg, nesse sentido, é fulminante. Quase todo o suspense está em quando e como os dinossauros aparecerão. Há toda uma sequência preparada para a aparição do gigante carnívoro que é digna das melhores cenas da carreira do diretor: a chuva, as luzes, as crianças sozinhas dentro do carro, a poça de água denunciando os passos da fera, os fios de tensão se partindo... Não importa, exatamente, o que acontecerá, o que é necessário é ver e ter a experiência de presenciar aquele animal. Por essa perspectiva, o diretor jamais transforma os dinossauros em monstros. Eles são tratados com uma dignidade primitiva. Eles são feras, sim, mas os humanos, que brincam de ser deuses (mais uma vez batendo nesse ponto), são piores, são a culpa de todo mal. A vida existe, para o tiranossauro, para os raptors e para os demais na direção da sobrevivência mais literal. Isso pode ser muito claro desde as primeiras mortes humanas cometidas no filme: por raptors contra um humano que o deixa encarcerado e pelo próprio T-Rex contra um advogado inescrupuloso. Em Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros, então, os "monstros" são os heróis. Isso se confirma nos minutos finais, quando, por mais que sejam atacados, os protagonistas humanos são salvos por seus perseguidores. Spielberg é um diretor cheio de esperanças que, verdadeiramente, acredita que ainda podemos ser bons e que podemos coexistir em harmonia... mas cada um em seu mundo, cada um com sua própria liberdade. Crítica | Jurassic World: Acampamento Jurássico é ótima aventura com dinossauros Crítica | Jurassic World: Reino Ameaçado e DNA modificado 2. Tubarão Tubarão é um clássico que parece sempre atual. Sendo somente o sexto trabalho de Spielberg em um longa-metragem, o filme já trazia todo o estilo entertainer do diretor de forma completa. Aliado aos seus sempre sugestivos comentários sociais e à sua competência artística, o filme (que teve a produção mais complicada da lista) acabou criando ou redefinindo o conceito de blockbuster.   Além de tudo, a composição de John Williams para a trilha sonora é das mais emblemáticas da história: um intervalo simples, entre duas notas, substitui a aparição do tubarão durante mais de dois terços das pouco mais de duas horas de duração. Sabemos que o bicho está presente e quem indica isso é a música. Tubarão é um clássico, um trabalho que moldou o cinema em mais de uma camada. O filme, que é de 1975, demonstra, ainda, a forma que Spielberg lida com os tais "monstros". Aqui, o predador marinho é, sim, um grande vilão, mas, simultaneamente, há um maior: o prefeito Vaughn (Murray Hamilton) que, negando o perigo, mantém as praias abertas e, com isso, autoriza — na prática — uma chacina. 10 filmes de tubarão que vão fazer você se borrar de medo 1. A Lista de Schindler Spielberg é judeu e seus pensamentos religiosos sempre estiveram em suas obras, por mais que em caráter implícito — até mesmo o monólogo do Optimus Prime em Transformers (filme do qual, como dito, ele é produtor executivo) revela um pouco disso. A Lista de Schindler é, portanto, o seu filme mais pessoal, no qual ele se utiliza do conhecimento e da experiência gigantes adquiridos durante mais de três décadas de carreira para alimentar um filme que é sensível e, ao mesmo tempo, duro.   A Lista de Schindler constrói informações sobre o Holocausto, mas não o explica. Isso porque, para o trabalho de Spielberg, é inexplicável como um genocídio como tal foi praticado. Acontece que o filme, a partir dessa sensação, também está alcançando uma relação extrafilme, visto que a prática do genocídio é, infelizmente e dolorosamente, um lugar-comum na história humana. Com esse filme, Spielberg une a força do cinema com a necessidade de mudanças. Dada a dureza das três horas e 15 minutos de duração, não dá para dizer que o diretor esperançoso está no comando a todo momento, mas sua direção é sensível e parece buscar caminhos. Ele traz, então, a religião e a raça como marcadores usados para nos odiarmos e demonstra que, se não podemos ir além de uma visão tão limitada, também somos algozes, carrascos, cúmplices. O poder de A Lista de Schindler, portanto, não está em explicar o mal, mas em demonstrar que existem pessoas boas que podem resistir diante das más e que, a partir disso, o bem pode vencer. 10 filmes e séries que abordam o nazismo para assistir online Bastardos Inglórios é uma obra-prima em apenas 19 minutos Bônus: O Terminal Tantos filmes poderiam estar na lista; outros poderiam figurar aqui como menções honrosas, mas estamos trazendo O Terminal como uma sugestão para quem não o assistiu e por ser um dos filmes menos conhecidos de Spielberg. Na história, novamente protagonizada por Tom Hanks (a terceira das cinco parcerias), um turista (Hanks) encontra-se preso em um aeroporto e deve fixar residência temporária lá. É um filme divertido, cheio de carinho, romântico pela interpretação de Hanks; com uma condução leve, muito próxima e dinâmica de Spielberg e que pode merecer um lugarzinho no coração dos fãs do diretor.   Cientistas querem transformar resíduos de alimentos em combustível para aviões Pois é isso. Ficam, então, todas essas indicações e o espaço dos comentários para acréscimos e tudo o que desejarem. Sem dúvida, como sempre ao fazer uma lista, foi dolorido, mas temos certeza que vocês conseguirão complementar e enriquecer o que está aí. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Giro da Saúde: vacina do Butantan; lavagem cerebral noturna; cannabis e COVID Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo O céu (não) é o limite | Nova força fundamental na física, asteroide perto e + Veja Mais

5 mil pessoas participam de show na Espanha para testar eventos pós-pandemia

G1 Pop & Arte Evento foi em Barcelona. Todas precisaram usar máscaras e passar por um teste de Covid, mas distanciamento não foi necessário. VÍDEO: 5 mil pessoas participam de show em Barcelona para testar eventos pós-pandemia Cinco mil pessoas participaram, no sábado (27) de um show em Barcelona, na Espanha, para testar eventos pós-pandemia. Todas precisaram usar máscaras e passar por um teste de Covid antes de entrar na arena, mas manter o distanciamento não foi necessário. A apresentação foi da banda espanhola de pop rock "Love of Lesbian", já indicada ao MTV Europe Music Awards. O show precisou de aprovação do governo para ocorrer. “Bem-vindos a um dos shows mais emocionantes de nossas vidas!”, disse o vocalista da banda, Santi Balmes, em uma saudação à multidão, que aplaudiu. Cinco mil pessoas participaram do show da 'Love of Lesbian' em Barcelona no sábado (27) para testar eventos pós-pandemia. Albert Gea/Reuters Em cenas surreais depois de um ano de distanciamento social, os fãs dançaram próximos uns dos outros, mas o mar de rostos cobertos de máscaras mostrou que as coisas não haviam voltado ao normal. Os controles sanitários na entrada atrasaram o início do show, mas não diminuíram o espírito de celebração, segundo a agência de notícias Reuters. “Foi espetacular. Nos sentimos seguros em todos os momentos. Estávamos na primeira fila e foi algo de que sentimos muita falta”, declarou o publicitário Salvador, de 29 anos, à Reuters após o show. “Estamos muito orgulhosos de ter tido a chance de participar disso. Esperamos que seja o primeiro de muitos", disse. Antes da apresentação, um dos co-organizadores do evento, Jordi Herreruela, afirmou à agência que "será mais seguro estar no Palau Sant Jordi [local do show] do que andar na rua”. Testes de Covid Cinco mil pessoas participaram do show da 'Love of Lesbian' em Barcelona no sábado (27) para testar eventos pós-pandemia. Albert Gea/Reuters Os testes usados foram de antígenos – que, assim como o teste PCR, identificam o coronavírus diretamente, porque detectam proteínas específicas que o vírus produz e que aparecem na superfície dele. Diferente do PCR, entretanto, que pode levar horas até apresentar os resultados – porque precisam ser levados a um laboratório e analisados –, os testes de antígenos não precisam de laboratório. Os exames foram feitos em três lugares de Barcelona por 80 enfermeiras, todas usando equipamento de proteção individual completo. Cerca de 10 a 15 minutos depois, os participantes recebiam os resultados em um aplicativo no celular. O teste e a máscara foram incluídos no preço do ingresso. Por volta de meio-dia, 3 das 2,4 mil pessoas já examinadas tinham recebido um resultado positivo para Covid, e uma havia tido contato com um caso positivo. Elas não puderam comparecer ao show e receberam a garantia de um reembolso. 00:00 / 17:57 Veja VÍDEOS da Semana Pop: Veja Mais

League of Legends: Wild Rift chega ao Brasil com Beta Aberto e nova experiência para mobile

tudo celular Wild Rift consistirá em um título do gênero MOBA 5v5. A mecânica básica seguirá o que os fãs da franquia já conhecem do League of Legends. Veja Mais

Saiba como o Congresso construiu um orçamento ‘fictício’ para 2021

Valor Econômico - Finanças Levantamento do repórter especial do Valor, Ribamar Oliveira, mostra o passo a passo que gerou Orçamento da União irrealista, com despesas obrigatórias subestimadas em R$ 17,57 bilhões O Congresso Nacional aprovou, na semana passada, um Orçamento da União para 2021 irrealista. Como informou a própria equipe econômica, as despesas obrigatórias estão subestimadas em R$ 17,57 bilhões. Além de não levar em consideração essa informação, o relator-geral, senador Márcio Bittar (MDB-AC), decidiu fazer um corte adicional nas despesas obrigatórias de R$ 26,46 bilhões. Para executar o Orçamento aprovado, o governo teria que fazer um contingenciamento de R$ 44,05 bilhões nas dotações orçamentárias. Mas, como o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) adiou o início do pagamento do abono salarial relativo a 2020, do segundo semestre deste ano para o primeiro semestre de 2022, as despesas obrigatórias serão reduzidas em R$ 7,4 bilhões. Com isso, o contingenciamento passaria para R$ 36,6 bilhões. As despesas discricionárias do Executivo (investimentos e custeio da máquina administrativa), submetidas ao teto de gastos, foram fixadas em R$ 92,05 bilhões neste ano. Um contingenciamento de R$ 36,6 bilhões reduziria as despesas de investimento e custeio para R$ 55,45 bilhões. Este valor, segundo fontes da área econômica, inviabiliza o funcionamento da administração federal, levando à paralisação de serviços oferecidos à população – o chamado ‘shutdown’. Veja abaixo o passo a passo para se chegar a esse orçamento “fictício”. 1. Em agosto de 2020, o governo encaminhou a proposta orçamentária para 2021. Para estimar as despesas com benefícios previdenciários, o governo utilizou o valor de R$ 1.067,00 para o salário mínimo e 2,09% para a inflação de 2020 medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O INPC corrige o salário mínimo e os benefícios com valor acima do salário mínimo. 2. O INPC acumulado em 2020, no entanto, disparou e atingiu 5,45%. O salário mínimo para 2021 foi fixado em R$ 1.100,00. 3. Mesmo com as mudanças de todos os parâmetros macroeconômicos, INPC e salário mínimo entre eles, o ministro da Economia, Paulo Guedes, não pediu ao presidente da República que enviasse ao Congresso Nacional uma mensagem modificativa da proposta orçamentária elaborada em agosto. Em 2019, Guedes fez isso após a aprovação da reforma da Previdência Social e mudanças dos parâmetros macroeconômicos, alterando a proposta orçamentária para 2020. 4. No dia 3 de março, o relator da Receita da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, deputado Beto Pereira (PSDB-MS), elevou em R$ 35,3 bilhões a previsão de arrecadação da União para este ano. No seu parecer, Pereira informa que “não obstante a profunda alteração do cenário econômico e social para 2021 em relação ao que se previa em final de agosto do ano passado, não foi encaminhada ao Congresso Mensagem Modificativa, à diferença de em outros exercícios quando as condições fiscais mudaram em curto espaço de tempo”. E acrescenta: “Coube ao Congresso suprir essa lacuna”. Mas apenas no tocante à receita. O Congresso não fez o mesmo em relação às despesas. 5. No dia 22 de março, o relator-geral do Orçamento, senador Márcio Bittar (MDB-AC), divulgou o seu parecer final sobre a proposta orçamentária deste ano. Nele, Bittar manteve as mesmas projeções para as despesas com benefícios previdenciários, assistenciais, com o abono salarial e com o seguro desemprego que constam da proposta orçamentária encaminhada pelo governo em agosto. Todas elas foram estimadas com o salário mínimo de R$ 1.067,00 e o INPC de 2,09%. 6. No mesmo dia 22 de março, o Ministério da Economia enviou ao Congresso Nacional, cumprindo determinação legal, o relatório de avaliação de receitas e despesas relativo ao primeiro bimestre de 2021. A divulgação do relatório ocorreu depois da divulgação do parecer final do relator-geral do Orçamento. No relatório, o Ministério da Economia informa que as despesas obrigatórias da proposta orçamentária deste ano, elaborada em agosto de 2020, estão subestimadas em R$ 17,57 bilhões. 7. Como o relator-geral não alterou a proposta orçamentária elaborada em agosto, os deputados e senadores votaram um orçamento fictício, pois, de acordo com o Ministério da Economia, as despesas obrigatórias estão subestimadas em R$ 17,57 bilhões. Deste total, R$ 8,5 bilhões se referem a benefícios previdenciários. 8. No relatório de avaliação do primeiro bimestre, o governo manteve sua estimativa para as despesas discricionárias deste ano (investimentos e custeio da máquina) em R$ 96,05 bilhões, sendo que deste total, R$ 4 bilhões se referem à capitalização de empresas estatais, que não está submetida ao teto de gastos. Além disso, reservou R$ 16,3 bilhões para as emendas dos parlamentares. O total das despesas discricionárias era, portanto, de R$ 112,35 bilhões. 9. Em seu parecer final, o relator-geral elevou as despesas discricionárias para R$ 113,1 bilhões. As emendas parlamentares passaram para R$ 22,79 bilhões. Para fazer isso, os sub-relatores de várias áreas da proposta orçamentária e o próprio relator-geral cortaram investimentos e custeio programados pelo Executivo e colocaram suas emendas. Do total dos 22,79 bilhões, R$ 2,56 bilhões se referem a emendas apresentadas pelo relator-geral. 10. Quando fazem emendas ao Orçamento, os parlamentares passam a ser responsáveis pela indicação do ente que será beneficiado com os recursos. Ele precisa indicar o CNPJ do beneficiário. Quando o governo promove um contingenciamento das dotações, o Executivo é obrigado a perguntar a cada parlamentar quais são as suas prioridades no corte das emendas. Eles se tornam, praticamente, donos de uma parte do Orçamento. 11. No dia 25 de março, o relator-geral apresentou um complemento ao seu parecer final. Nele, propõe o corte de R$ 26,46 bilhões em despesas obrigatórias, sendo que R$ 13,5 bilhões nas despesas com benefícios previdenciários. 12. Assim, além das despesas obrigatórias estarem subestimadas em R$ 17,5 bilhões, segundo relatório de avaliação do primeiro bimestre, o relator-geral ainda cortou R$ 26,46 bilhões. As dotações para as despesas obrigatórias neste ano estão subestimadas, portanto, em R$ 44,03 bilhões. Este seria, em princípio, o tamanho do contingenciamento. Mas como o governo adiou o início do pagamento do abono salarial de 2020, do segundo semestre deste ano para o primeiro semestre de 2021, uma despesa de R$ 7,4 bilhões, o contingenciamento teria que ser de R$ 36,6 bilhões (R$ 44,03 bilhões menos R$ 7,4 bilhões). O contingenciamento nesse nível levaria a um shutdown, com paralisação de serviços públicos oferecidos à população. Como será mostrado abaixo, o contingenciamento, no entanto, não resolve a questão. 13. O relator-geral justificou o corte de R$ 26,46 bilhões nas despesas obrigatórias com os seguintes argumentos: o adiamento do pagamento do abono salarial relativo a 2020, do segundo semestre deste ano para o primeiro semestre de 2022, já decidido pelo Codefat, vai reduzir a despesa obrigatória em R$ 7,4 bilhões neste ano; além disso, o governo vai editar uma medida provisória antifraude nos benefícios previdenciários e pedir ao Congresso Nacional que aprove uma legislação determinando que as empresas paguem o auxílio-doença, em vez do INSS. Essas duas medidas reduzirão, segundo o relator-geral, as despesas com benefícios previdenciários. Ele, no entanto, não apresentou a metodologia que utilizou para calcular o impacto das duas medidas. 14. O relator-geral cortou despesas obrigatórias baseado, em grande medida, em medidas que não foram apresentadas e nem aprovadas. Ele repetiu uma estratégia adotada pelo relator-geral do Orçamento de 2020, deputado Domingos Neto (PSD-CE), que cortou a despesa com o pagamento de pessoal com base na proposta de emenda constitucional 186, que previa a redução de 25% da carga de trabalho dos servidores, com a respectiva redução dos salários. Esta medida da PEC 186, também chamada de PEC Emergencial, não foi aprovada. 15. Ao fazer o corte nas despesas obrigatórias, o relator-geral contrariou o artigo 166 da Constituição e infringiu a Instrução Normativa nº 1, da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional. O artigo 166 estabelece que as emendas ao Orçamento só podem ser aprovadas para corrigir erros e omissões. A Instrução Normativa nº 1 estabelece que não serão admitidas, salvo se comprovado erro ou omissão de ordem técnica ou legal, emendas que proponham cancelamento, ainda que parcial, das dotações para despesas com pessoal, juros e encargos da dívida pública, amortização da dívida e despesas primárias obrigatórias. No complemento do seu parecer, o senador Bittar não justificou o corte das despesas obrigatórias por erro técnico ou omissão. 16. O que precisa ser entendido é que o relator-geral cortou as despesas obrigatórias para abrir, de forma irregular, espaço no teto de gastos da União, que foi instituído pela emenda constitucional 95/2016. Esta EC estabelece que a despesa máxima de um determinado ano é a mesma autorizada no ano anterior, corrigida pela inflação. Como a proposta orçamentária para 2021 foi encaminhada pelo governo no limite do gasto permitido, o relator não tinha como aumentar as emendas parlamentares por causa do teto, mesmo com a revisão da receita, que elevou o montante disponível. Ele, então, decidiu reduzir as despesas obrigatórias e abrir espaço para as emendas. 17. O teto de gastos não está sendo obedecido porque, durante a execução orçamentária deste ano, as dotações das despesas obrigatórias autorizadas pelo Orçamento não serão suficientes. Poderão faltar verbas, por exemplo, para pagar benefícios previdenciários e o seguro desemprego. 18. Neste caso, de nada vai adiantar ao governo fazer o contingenciamento de dotações orçamentárias, porque isso não será suficiente. O governo terá que cancelar despesas orçamentárias e propor crédito adicional para as dotações que foram subestimadas. O principal obstáculo para a gestão do Orçamento deste ano é que o artigo 4º da lei orçamentária aprovada não permite que o governo corte emendas parlamentares. Ele terá que pedir autorização para isso ao Congresso, por meio de um projeto de lei. Neste momento, ele terá que dizer quais as emendas de deputados e senadores terão que ser canceladas. E o Congresso terá que aprovar. 19. Com o corte de R$ 26,46 bilhões nas despesas obrigatórias, o relator-geral elevou o valor de suas emendas de R$ 2,55 bilhões para R$ 29,02 bilhões. No total, as emendas parlamentares ficaram em R$ 51,62 bilhões. Na distribuição das verbas, o relator-geral beneficiou, principalmente, o Ministério do Desenvolvimento Regional e o Ministério da Infraestrutura. O MDR tinha R$ 6,4 bilhões e ficou com R$ 20,8 bilhões. Congresso Nacional aprovou, na semana passada, Orçamento da União para 2021 irrealista. Dimitri Otis/Getty Images Veja Mais

Câncer é o próximo alvo dos criadores da vacina contra covid-19

Câncer é o próximo alvo dos criadores da vacina contra covid-19

Tecmundo A imunologista Özlem Türeci e o oncologista Ugur Sahin são os cientistas por trás da vacina gênica contra a covid-19 desenvolvida em uma parceria entre o laboratório americano e a BioNTech, empresa de biotecnologia que o casal fundou em 2008. Naquele ano, Sahin conseguiu estabilizar a molécula do RNA mensageiro (RNAm) para que ela pudesse ser usada no desenvolvimento de tratamentos e vacinas contra a recidiva do câncer.“Temos várias linhas de pesquisa para vacinas contra o câncer com base em mRNA. Não sabemos, porém, quando elas estarão disponíveis para todos, mas esperamos que, dentro de apenas alguns anos, tenhamos vacinas contra o câncer para oferecer”, disse Türeci.Leia mais... Veja Mais

Senadores do PT articulam suspender sabatinas de diplomatas durante pandemia

Valor Econômico - Finanças Paralela à pressão feita por parlamentares pela demissão do ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, os senadores Jean Paul Prates (PT-RN) e Jaques Wagner (PT-BA) estão coletando assinaturas para viabilizar a tramitação de projeto de resolução que visa suspender a realização de sabatinas dos chefes de missões diplomáticas pelo Senado durante a pandemia. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Araújo abre nova crise com o Congresso e convoca reunião extraordinária

O Tempo - Política Ministro foi chamado de 'marginal' pela senadora Katia Abreu e duramente criticado por outros parlamentares Veja Mais

Vikings: o que o elenco da série da Netflix está fazendo agora?

Vikings: o que o elenco da série da Netflix está fazendo agora?

Tecmundo Você sabe o que o elenco de Vikings está fazendo agora? A série disponível na Netflix foi uma das mais aclamadas dos últimos tempos e, com o seu encerramento, os fãs já começaram a sentir falta de novos episódios — e não é por menos! Além de ter uma trama muito bem desenvolvida e envolvente, o elenco do seriado é extremamente talentoso e conseguiu aumentar ainda mais a imersão no universo viking.Leia mais... Veja Mais

Parlamentares reagem a ataque de Ernesto contra Kátia Abreu e pedem saída do chanceler

Valor Econômico - Finanças Após ataque feito pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, parlamentares saíram neste domingo (28) em defesa da presidente da comissão de Relações Exteriores do Senado, Kátia Abreu (PP-TO). Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

League of Legends: Wild Rift chega ao Brasil em Beta aberto; saiba tudo

canaltech A gigante Riot Games, conhecida pelos seus games para computador, traz mais uma adaptação dos seus títulos para o mobile, o League of Legends: Wild Rift ao Brasil. A versão de bolso do seu mais famoso game lançado há mais de 10 anos chega em Beta Aberto nas Américas — o que inclui um servidor dedicado ao público brasileiro. Já em testes em mais de 20 países e regiões pelo mundo, incluindo a Europa, o League of Legends: Wild Rift leva a experiência robusta e completa da sua versão tradicional, mas adaptada para as pequenas telas, controles integrados ao touchscreen e que, futuramente, também será levado aos consoles com experiência crossplay. Wild Rift, em sua forma mais curta, é um jogo do gênero MOBA assim como o League of Legends tradicional: um combate entre times adversários compostos por cinco jogadores que controlam personagens com poderes especiais e funções bem determinadas. Ele cumpre a promessa de ser uma adaptação fiel do que é o game do PC, mas com adaptações precisas para se ajustar aos controles sobre a tela do celular, com ícones maiores, movimentação direcional, controle sobre habilidades e até um mapa ligeiramente menor para se ajustar ao estilo de jogo mais dinâmico. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- League of Legends na telinha do celular O jogo não é mais uma novidade desde suas primeiras aparições públicas em seu período de testes Alpha e na sua atual fase Beta em servidores estrangeiros. Brasileiros, inclusive, já podiam experimentar o game a partir de softwares de “Rede Virtual Privada (VPN), mas a gameplay sofria com as latências altas, devido à distância entre o jogador e os servidores da Riot. A seleção de personagens foi refeita para se adaptar às telinhas. (Imagem: Riot/Divulgação) Agora, para os brasileiros e outras regiões das Américas, a Riot inaugura seus servidores e libera o Beta de Wild Rift para os celulares compatíveis. Todos podem entrar no game e se conectar da forma que preferir — seja pelo Google, Facebook ou conta Riot Games — e desenvolver suas habilidades no jogo, que logo apresenta um robusto tutorial para ensinar as principais mecânicas do game — tanto para quem vem do computador, quanto aos novos players. A fidelidade com as suas raízes é o principal destaque e, de longe, a maior atração do game mobile. Wild Rift importa as principais mecânicas, itens, elementos do mapa e características de seu irmão maior, perdendo apenas no catálogo de itens e na quantidade de personagens — ambos em constante expansão, vale mencionar. É um mapa reduzido, mas com todas as localizações conhecidas da Jungle e as três rotas em Summoners Rift. Em breve, por sua vez, a Riot introduzirá os testes em Howling Abyss, o mapa do ARAM, modo alternativo focado em pancadaria e numa seção um pouco mais rápida e com personagens selecionados aleatoriamente. Os controles No computador, Wild Rift se apoia na jogatina com o mouse e teclado; no celular, os controles são adaptados para botões contextualizados e movimentação dual-stick, semelhante ao adotado em jogos de tiro como Call of Duty: Mobile e PUBG: Mobile. Skills, feitiços de invocador e pings ficam à direita. (Imagem: Riot/Divulgação) Visualmente, o game retrabalha alguns dos visuais convencionais do computador para versões próprias do LoL Wild Rift. Alguns personagens, por sua vez, também tiveram suas habilidades refeitas do zero para se encaixarem devidamente com a jogatina de bolso. Não menos importante, várias das skins marcam presença no game, algumas delas com pequenas novidades. A loja de itens agiliza suas aquisições com sugestões de itens — que pode ser customizada antes de cada partida. Runas também estão por aqui e devem ser liberadas através da progressão de níveis, avanço que também garante novos personagens gratuitos e outros bônus. (Imagem: Riot/Divulgação) O Beta aberto de Wild Rift Por enquanto, o game ainda está em fase de testes e seguirá um cronograma de expansões mais intenso. O League of Legends de bolso terá modos normal, cooperativo contra a IA, treinamento, ranqueado, personalizado e ARAM, tal como seu irmão maior. O modo ARAM acontece em uma única rota e com personagens aleatórios (Imagem: Riot/Divulgação) Para o normal, a jogatina é leve e despretensiosa: seu objetivo é ganhar em um duelo entre dois times de 5 jogadores e a conclusão do game te garante ganhos em experiência dentro do jogo. Na ranqueada, seu elo entra em questão e daí entra a disputa para alcançar posições elevadas e ter acesso a prêmios de temporada, como as molduras especiais e as skins vitoriosas de jogadores do Ouro para cima. Nesse caso, as regras são as mesmas, mas com um suave toque de seriedade. Treinamento e cooperativo contra a IA são modos destinados aos jogadores que estão começando no game. Os adversários, logicamente, são controlados pela máquina e não são tão espertos quanto players normais. No cooperativo, as regras são idênticas ao modo normal e ranqueado, mas no Treinamento o player conta com algumas ferramentas avançadas para personalização da seção para experimentar personagens, estratégias e conjuntos de itens antes de levá-lo para a competição real. Requisitos Mínimos de League of Legends: Wild Rift Até o momento, a Riot determina o Wild Rift pode ser jogado em celulares com configurações bem modestas para o mercado atual, dispensando a aquisição de um topo de linha para ter uma experiência satisfatória no game. Para isso, nessa fase experimental, serão exigidos: Requisitos mínimos para celular Android CPU: processador com 4 núcleos e 1,5 GHz (ou superior) de 32 ou 64 bits; Memória: 2 GB de RAM; Resolução de tela: HD; Placa de vídeo (GPU): Mali-T860; Sistema operacional: Android 5 ou mais recente. Requisitos mínimos para celular Apple CPU: Dual-Core 1,4 GHz (Apple A8); Memória: 1 GB de RAM; Placa de vídeo (GPU): PowerVR GX6450; Sistema operacional: iOS 10 ou mais recente. League of Legends: Wild Rift lança oficialmente em fase beta para as Américas na segunda-feira (29) de março de 2021. Além do Brasil, o game chega para jogadores do México, Chile, Estados Unidos, Argentina, Canadá, Colômbia e Peru. Quando chegar a data, fique ligado na disponibilidade do aplicativo nas lojas de aplicativos. Atualmente, é possível fazer um pré-registro do app para garantir permitir a instalação automática do aplicativo assim que for liberado. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Qual o lugar mais longe que o homem já foi no espaço? E qual será o próximo? Os 10 filmes mais pirateados da semana (28/03/2021) Encontraram o "irmão" perdido da Lua posicionado atrás de Marte Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo Veja Mais

Céu anuncia o primeiro disco como intérprete

G1 Pop & Arte ♪ Céu lança o primeiro álbum como intérprete ainda neste ano de 2021. Embora a cantora e compositora já tenha feito show com o repertório de álbum de Bob Marley (1945 – 1981), Catch a fire (1973), toda a discografia de Céu até então esteve centrada no cancioneiro autoral da artista. Por isso mesmo, o anúncio do primeiro disco de Céu fora da esfera autoral – notícia dada pela artista na noite de sábado, 27 de março, ao participar da live em que Teresa Cristina celebrou o repertório de Alcione – soa surpreendente. “Vou lançar um disco como intérprete muito breve”, contou Céu para Teresa Cristina. “Isso é muito difícil para mim. Porque eu faço as minhas músicas, né? ... E a gente sempre dá um jeitinho de fazer as melodias confortáveis para a gente, entendeu? É aquele golpe (risos)... Então é a primeira vez que estou me propondo o desafio de cantar músicas de outras pessoas”, contextualizou a cantora, antes de interpretar Pode esperar (Roberto Corrêa e Sylvio Son, 1978), música lançada por Alcione no álbum Alerta geral (1978). Veja Mais

Jogamos LoL: Wild Rift! Confira as nossas impressões da versão mobile

Jogamos LoL: Wild Rift! Confira as nossas impressões da versão mobile

Tecmundo League of Legends, ou como é mais conhecido, LoL é um um fenômeno, um jogo que alcança milhões de jogadores do mundo inteiro, um MOBA que surgiu em 2009 inspirado em um outro MOBA derivado de um Mod de Warcraft 3 chamado DotA. É difícil explicar ao certo o motivo do sucesso estrondoso de LoL, mas uma coisa é certa: não há gamer no planeta que não já tenha pelo menos ouvido falar no jogo. Com toda essa popularidade, era uma questão de tempo trazer o Summoner's Rift, campo de batalha principal do título para as telas dos smartphones. Ouso dizer que isso até demorou mais do que eu imaginava, mas finalmente o dia chegou, e fomos convidados pela Riot para testar: League of Legends Wild Rift, o Lolzinho que cabe na palma da sua mão um pouquinho antes do lançamento do seu beta aberto nas américas no dia 29 de março. Leia mais... Veja Mais

Pais do governador Romeu Zema são vacinados contra a Covid-19

O Tempo - Política Informação foi divulgada pelo chefe do Executivo mineiro na manhã deste domingo Veja Mais

#PorOndeAnda: Alfonso Ribeiro, o Carlton Banks de Um Maluco no Pedaço

#PorOndeAnda: Alfonso Ribeiro, o Carlton Banks de Um Maluco no Pedaço

Tecmundo Conhecido principalmente por interpretar Carlton Banks em Um Maluco no Pedaço, Alfonso Ribeiro garantiu o seu espaço em Hollywood após o fim da série de comédia. Vamos conhecer mais da carreira do ator no #PorOndeAnda?Fonte: NBC/ReproduçãoLeia mais... Veja Mais

De volta a 'Salve-se Quem Puder', Flávia Alessandra diz que não cabia na roupa

O Tempo - Diversão - Magazine Atriz afirma ter engordado cinco quilos no período em que ficou longe das gravações Veja Mais

Liquidação de ações nos EUA é creditada a ex-Tiger Management

Valor Econômico - Finanças Pessoas próximas às negociações dizem que Bill Hwang, ex-operador da Tiger Management, estava por trás da venda sem precedentes que mexeu com o mercado americano na sexta-feira O family office de Bill Hwang, ex-operador da Tiger Management, estava por trás da venda sem precedentes de algumas ações dos Estados Unidos na sexta-feira, informaram hoje duas pessoas diretamente familiarizadas com as negociações. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Como ajustar o volume da Siri no iPhone, Mac e Watch

canaltech Quando estamos com o iPhone, iPad, Mac ou Apple Watch conectados a um aparelho de som externo - seja uma caixa de som ou um fone de ouvido -, o volume mais alto nem sempre é o ideal para o momento. Ou então mesmo em casa, onde mesmo sem dispositivos externos, o volume médio já é mais do que necessário para a situação. O que é a Siri? Como funciona a assistente virtual da Apple Como mudar a voz e o idioma da Siri no iPhone Como transcrever em texto as falas da Siri no iPhone Ao utilizar a Siri - a assistente inteligente virtual da Apple -, muitas vezes precisamos controlar o volume para a situação e o momento atual. Veja como ajustar o volume da Siri, seja no seu iPhone, iPad, Mac ou Apple Watch: No seu iPhone/iPad: Passo 1: acione a Siri e faça alguma solicitação. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Acione a Siri. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Passo 2: através dos botões físicos na lateral do seu aparelho, clique para aumentar ou diminuir o volume da voz da Siri enquanto ela estiver falando. Use os botões físicos laterais para controlar o volume. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) No seu Mac: Seja através dos botões físicos do teclado do seu Mac ou pelo ícone de volume na barra de menus do topo da tela, assim como no iPhone, basta você acionar a Siri e aumentar ou diminuir a volume da sua máquina enquanto ela estiver falando. Use os botões físicos ou o ícone de som do Mac para controlar o volume. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) No seu Apple Watch: Passo 1: por não possuir botões físicos para aumentar ou diminuir volume, há uma maneira mais metódica no relógio. Na lista de aplicativos do seu Apple Watch, entre em "Ajustes". Entre nos ajustes do seu Apple Watch. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Passo 2: desça a tela e procure por "Siri". Entre em Ajustes > Siri. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Passo 3: ajuste o volume conforme sua preferência. Ajuste o volume conforme sua preferência. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Giro da Saúde: vacina do Butantan; lavagem cerebral noturna; cannabis e COVID Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo O céu (não) é o limite | Nova força fundamental na física, asteroide perto e + Veja Mais

Canal de Suez interditado eleva frete para importação de combustível

Valor Econômico - Finanças Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis diz que valor do frete deve aumentar com a interdição do Canal de Suez desde terça-feira (23) A Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom) acredita que a interdição no Canal de Suez não vai impactar imediatamente o suprimento de combustíveis no Brasil. A expectativa, no entanto, é que o incidente afete o valor do frete pago para a importação de combustíveis, o que pode encarecer os produtos. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

“As próximas semanas serão dramáticas”, afirma Nelson Teich

Valor Econômico - Finanças Em entrevista ao Valor, ex-ministro da Saúde diz que o Brasil falhou em não ter criado um programa de controle de transmissão da covid-19 Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Saúde desviou comprimidos de cloroquina para covid-19

Valor Econômico - Finanças Desvio de função de 2 milhões de comprimidos para a covid-19, de um total de 3 milhões, gerou risco de desabastecimento do programa nacional de controle da malária a partir deste mês O Ministério da Saúde desviou 2 milhões de comprimidos de cloroquina para a covid-19, de um total de 3 milhões de comprimidos fabricados pela Fiocruz para o combate à malária. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Após condenação, Justiça acolhe recurso de Val Marquiori em processo movido por cantora Ludmilla

G1 Pop & Arte Socialite acredita que a Justiça foi feita com a decisão. Na condenação, juíza tinha determinado pagamento de R$ 30 mil por comparar o aplique que artista usava no cabelo no carnaval a uma palha de aço. VÍDEO: Val Marquiori se livra de processo movido pela cantora Ludmilla A Justiça do Rio de Janeiro acolheu o recurso da socialite Val Marchiori em um processo movido pela cantora Ludmilla por danos morais. A socialite tinha sido condenada no ano passado a pagar uma indenização de R$ 30 mil por comparar o aplique que artista usava no cabelo no carnaval a uma palha de aço. No entendimento do juiz, não houve intenção de Marchiori de ofender a cantora. "Com base nessa dinâmica fática, não há dúvidas de que o comentário da recorrente se referia a fantasia utilizada pela autora, em especial ao “aplique” ou “peruca”, e não ao seu próprio cabelo, ficando evidente, pela dinâmica fática, que o episódio está longe de ostentar cunho racista ou preconceituoso", diz a decisão a favor de Marchiori. Os advogados de Val Marquiori disseram que a socialite acredita que a Justiça foi feita com a decisão do último dia 24. Ainda de acordo com a defesa, o poder judiciário entendeu que a cliente não quis ofender, ser racista ou preconceituosa em nenhum momento. A decisão, ainda de acordo com os advogados, mantém e garante o direito constitucional de liberdade de expressão. Condenação A cantora Ludmilla no desfile do Salgueiro de 2016 Rodrigo Gorosito/G1 A decisão da 3ª Vara Cível da Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, havia condenado a socialite Val Marchiori a pagar R$ 30 mil de indenização em julho de 2020. O que gerou o processo foi um comentário feito durante a transmissão do carnaval de 2016 na Rede TV. “A fantasia está bonita, a maquiagem... agora, o cabelo... Hello! Esse cabelo dela está parecendo um bombril, gente!”, afirmou a socialite sobre a fantasia de Ludmilla. Na decisão, a juíza Françoise Picot Cully afirmou que houve ofensa à honra de Ludmilla e de outras mulheres negras. “Ao pontuar que o cabelo crespo visualizado no vídeo parecia com 'bombril', a primeira ré desqualificou um traço típico da raça negra, e ofendeu a honra subjetiva da autora. No cenário indicado, conclui-se que estão reunidos os elementos determinantes da formação do dever de indenizar”, diz a decisão. Veja Mais

Como resetar uma Smart TV

canaltech Oi, gente! As Smart TV's conseguem fazer tantas coisas, né? Baixar aplicativos, transmitir conteúdos, acessar a internet... Elas têm muitas funções em seus sistemas operacionais. Mas, caso você esteja enfrentando problemas em sua Smart TV, uma das soluções recomendadas pode ser restaurar ela para as configurações originais de fábrica. Nessa matéria, vou te ensinar como fazer. ???? Como baixar aplicativos em Smart TV’s Android TV, webOS e Tizen Quais são as diferenças entre TV OLED, LCD ou LED? Como resetar uma Smart TV Gente, para fazer o reset de sua Smart TV e solucionar problemas como falhas e travamentos em aplicativos ou lentidão durante o uso da televisão, infelizmente não existe um caminho universal para todos os sistemas. Por isso, hoje eu reuni algumas dicas de como fazer nos modelos mais populares de Smart TV aqui no Brasil. Dá só uma olhadinha. ???? Android TV Para retornar sua Android TV para as configurações de fábrica é bem rapidinho; -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Passo 1: com seu controle remoto, aperte o botão "Home" para acessar o menu. Depois, vá em “Ajustes > Configurações”; Passo 2: então, escolha "Armazenamento e redefinição", daí é só selecionar a opção "Redefinir configuração original"; Passo 3: por fim, uma nova tela vai pedir que você confirme a redefinição, lá é só escolher a opção "Apagar tudo". Se uma senha for solicitada é só usar o código de segurança da sua TV. Depois é esperar a TV reiniciar. Quando ela ligar novamente estará com as configurações de fábrica como se tivesse acabado de sair da loja. Smart TV LG (webOS) Já em Smart TVs da LG com o webOS você pode redefinir para as configurações de fábrica desse jeito: Passo 1: aperte o botão com ícone de engrenagem (⚙️) no controle remoto para acessar as configurações da Smart TV LG; Passo 2: lá no menu lateral, use as setas de navegação do controle para selecionar a opção “Todas as configurações”; Passo 3: então, navegue na vertical até o menu “Geral”; Passo 4: procure na lista pela opção “Redefinir para as configurações iniciais”, daí é só selecionar usando o botão central do seu controle remoto; Passo 5: por fim, uma notificação vai surgir na parte de baixo da tela. Com as setas do controle, selecione “Ok”. Então, sua TV irá reiniciar e voltar as definições originais. Quando ela ligar novamente, estará em modo de configuração inicial, como se tivesse acabado de sair da loja. Apple TV Para redefinir sua Apple TV para as configurações originais de fábrica, é bem fácil: Passo 1: acesse “Ajustes > Sistema > Redefinir”. (em gerações mais antigas “Sistema” pode aparecer como “Geral”); Passo 2: então, selecione uma opção de redefinição, você pode escolher entre “Redefinir” (essa opção é mais rápida, ela restaura sua Apple TV para os ajustes de fábrica e não precisa de conexão com a internet) ou “Redefinir e Atualizar”(já essa opção restaura para os ajustes de fábrica e instala as atualizações mais recentes, nessa você precisa estar conectado com a internet); Passo 3: por fim, é só deixar sua Apple TV ligada na tomada até o fim do processo de redefinição. Quando ela voltar, estará novamente com as configurações originais de fábrica. Prontinho! Agora você sabe como resetar alguns dos modelos de Smart TV mais populares no Brasil. Compartilhe essa dica! ???? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Giro da Saúde: vacina do Butantan; lavagem cerebral noturna; cannabis e COVID Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo O céu (não) é o limite | Nova força fundamental na física, asteroide perto e + Veja Mais

Gretchen toma primeira dose da vacina contra a Covid-19 e diz: 'Obrigada, SUS'

G1 Pop & Arte Ela foi vacinada neste domingo (28) em Belém, no Pará. Gretchen mostra cartão de vacina Reprodução Gretchen tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 neste domingo (28). Ela divulgou em suas redes sociais a imagem e escreveu: "Uhuuuu. Vacinadaaaaaaa. Obrigada SUS." Ela tomou a vacina em Belém, no Pará, em Belém, no Pará. Ela também agradeceu ao governador do Pará, Helder Barbalho, e prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues. Gretchen é a estrela de campanha contra o assédio Veja Mais

10 jogos que completam 30 e 35 anos em 2021

10 jogos que completam 30 e 35 anos em 2021

Tecmundo 2021 também é o ano em que diversos jogos completam 30 e 35 anos de vida. 1986 foi marcado pelo surgimento de franquias de sucesso, como Castlevania e Zelda, enquanto 1991 marcou o lançamento de games clássicos como Sonic e Street Fighter 2. Confira abaixo a nossa lista com os jogos que completam mais de 3 décadas em 2021:Leia mais... Veja Mais

Estado de ex-deputado Ivair Nogueira é delicado e requer cuidados, diz esposa

O Tempo - Política Ex-deputado estadual e ex-prefeito de Betim está na UTI desde sábado à noite, mas não está intubado Veja Mais

Os 10 filmes mais pirateados da semana (28/03/2021)

canaltech A última semana completa de março ficou para trás e o submundo da internet continua a todo vapor, com os rippers disponibilizando os principais lançamentos da atualidade nos trackers torrent. Este período, em especial, é marcado pela corrida da distribuição ilegal de filmes indicados ao Oscar, então daqui em diante devemos começar a ver cada vez mais produções do tipo aparecer no ranking de filmes mais pirateados. Os lançamentos da Netflix em março de 2021 Os lançamentos do Disney+ em março de 2021 Os lançamentos do Globoplay em março de 2021 Os lançamentos do Amazon Prime Video em março de 2021 O pontapé parece ter sido dado nesta semana, já que o drama Meu Pai aparece por aqui pela primeira vez. Sem ter estreado nos cinemas brasileiros, o filme deve chegar oficialmente por aqui apenas em abril em plataformas de vídeo sob demanda. Mas isso não impediu ele de ter caído nas mãos dos piratas e debutar por aqui ocupando o pódio ao lado de figuras bastante conhecidas. Raya e o Último Dragão, principal lançamento da Disney em março, e o aguardadíssimo Liga da Justiça de Zack Snyder completam o Top 3. Outro filme que estreia na lista desta semana é a mistura de suspense e ficção científica de Os Portais. Com uma proposta intrigante, o filme fisgou muita gente desavisada que navega por aí atrás de entretenimento, mas não recebeu lá muito crédito da crítica especializada, não... Para tirar as próprias conclusões, só assistindo. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Além desses filmes, o ranking é inteirado por nomes já conhecidos por quem acompanha semanalmente as publicações do Canaltech, que apura e levanta esta lista com exclusividade para você. Está curioso para saber quais são os demais filmes? Então confira a seguir. 10. Soul   A trama de Soul segue a vida de Joe, um professor de música do ensino fundamental que está prestes a tocar no melhor clube de jazz de Nova York. Mas um acontecimento o transporta das ruas da cidade para o Pré-vida, um lugar fantástico onde novas almas obtêm suas personalidades, peculiaridades e interesses antes de irem para a Terra. Nisso, o filme nos lança uma pergunta: você já se perguntou o que é que o torna quem você é? Leia também: Crítica | Soul e a resposta para o sentido da vida 9. Mulher-Maravilha 1984   Depois de muitos adiamentos e polêmica, Mulher-Maravilha 1984 acabou estreando mesmo no HBO Max e em cinemas selecionados. Envolto em muita expectativa, o filme se passa décadas após os acontecimentos do primeiro e mostra Diana Prince trabalhando no museu Smithsonian. Apesar da vida "normal", a super-heroína logo percebe o surgimento de uma enorme conspiração do empresário Max (Pedro Pascal) e de uma inimiga misteriosa, a Mulher Leopardo (Kristen Wiig). Será que desta vez ela será capaz de impedir o colapso do mundo sozinha? Leia também: Crítica | Mulher-Maravilha 1984 é bonito, mas se perde em roteiro frágil 8. Tom e Jerry: O Filme   Adaptação dos desenhos animados que marcaram nossa infância, o filme mostra uma das rivalidades mais amadas da história, que é reacendida depois que Jerry se muda para o melhor hotel da cidade de Nova York às vésperas do "casamento do século". Isso acaba forçando a despreparada organizadora do evento (Chloe Grace Moretz) a contratar Tom para se livrar do rato, mas logo surge um problema ainda maior e que ninguém esperava: um funcionário ambicioso começa a conspirar contra os três. Leia também: Crítica | Tom & Jerry: O Filme prova que ainda há espaço para mais da dupla 7. Um Príncipe em Nova York 2   A grande estreia do mês de março no Amazon Prime Video já circula nos trackers torrent internet afora desde o dia 1. A trama começa no luxuoso país de Zamunda, onde Akeem (Eddie Murphy) acaba de ser coroado. Agora rei, ele e seu confidente e melhor amigo Semmi (Arsenio Hall) decidem embarcar mais uma vez em uma nova aventura: de sua grande nação na África ao bairro do Queens, em Nova York, onde tudo começou 30 anos atrás. Leia também: Crítica | Um Príncipe em Nova York 2 recicla e exalta a comédia oitentista Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? 6. Monster Hunter   Baseado na franquia de videogames da Capcom, Monster Hunter retrata uma faceta perigosa do mundo que conhecemos, dominado por monstros gigantes e perigosos que governam com total feracidade. A Tenente Artemis (Milla Jovovich) é transportada com sua unidade para essa realidade depois de eles serem atingidos por uma tempestade de areia; em choque, os soldados terão de se adaptar ao novo ambiente hostil e lar de inúmeras criaturas perigosas. Batalhar é uma obrigação, sobreviver é um milagre. Leia também: Crítica | Monster Hunter faz qualquer coisa, menos adaptar o game para as telas 5. Os Portais   Repentinamente, milhões de misteriosos portais alienígenas aparecem em todo o mundo. Assustada, a humanidade corre contra o tempo para entender o motivo e o propósito dessa anomalia cósmica. Enquanto isso, incidentes bizarros ocorrem ao redor dos portais e levam todos a questionarem sua própria existência. 4. Cherry - Inocência Perdida   Novo filme do Apple TV+, Cherry acompanha a vida do personagem-título (Tom Holland), que deixa a faculdade para se tornar médico no Iraque com o apoio de sua amada, Emily (Ciara Bravo). Porém, ele retorna da guerra com estresse pós-traumático e acaba se envolvendo com o crime e com drogas. Agora ele terá de lutar para sair desse buraco e reconquistar seu lugar no mundo. Leia também: Crítica | Cherry é um capítulo à parte na filmografia dos irmãos Russo 3. Raya e o Último Dragão   A maior estreia do catálogo do Disney+ de março em matéria de filme, Raya e o Último Dragão acompanha a jovem que dá nome ao filme em uma aventura para salvar sua cidade e família. Segundo a lenda, a guerreira independente Raya tem de encontrar o último dragão e acabar para sempre com os Drunn, que há 500 anos ameaçaram a Terra. Mas nessa jornada ela aprende que vai precisar muito mais do que o dragão para alcançar seu objetivo. Leia também: Crítica | Raya e o Último Dragão deixa conto de fadas e mergulha na política Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! 2. Meu Pai   Indicado ao Oscar de Melhor Filme, Meu Pai acompanha o dia a dia de Anthony, um idoso de 81 anos que vive sozinho em seu apartamento em Londres. Teimoso, ele recusa todos os cuidados que sua filha, Anne, tenta impor a ele. Mas essa necessidade se agrava quando ela se muda para Paris com um homem que conheceu, não podendo mais estar presente no cotidiano do pai. Mas fatos estranhos começam a acontecer e o levam a se questionar se está ficando louco ou se tudo não passa de um plano da filha para tirá-lo de casa. Leia também: Mank lidera indicações ao Oscar 2021: confira a lista completa 1. Liga da Justiça de Zack Snyder   Inspirado pelo ato heróico e altruísta do Superman, o Bruce Wayne restaura sua fé na humanidade e convoca Diana Prince para combater um inimigo ainda maior. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam Aquaman, Ciborgue e Flash para formar a Liga da Justiça. Mesmo assim, pode ser tarde demais para salvar o planeta de um ataque catastrófico. Leia também: Crítica | Liga da Justiça é épico sem surpresas e deixa boas ideias para o DCEU Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Qual o lugar mais longe que o homem já foi no espaço? E qual será o próximo? Encontraram o "irmão" perdido da Lua posicionado atrás de Marte Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo Liberação de dióxido de carbono congelado pode formar "aranhas" em Marte Veja Mais

Brasil registra novo recorde na média móvel com 2.598 mortes diárias por Covid

Glogo - Ciência País contabilizou 12.532.634 casos e 312.299 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Média móvel de mortes registra mais um recorde: 2.598 por dia O Brasil registrou 1.605 mortes por Covid nas últimas 24 horas e totalizou neste domingo (28) 312.299 óbitos. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.598, um novo recorde desde o início da pandemia pelo 3º dia consecutivo. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +40%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença. É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h de domingo. Já são 67 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de mil; pelo vigésimo primeiro dia a marca aparece acima de 1,5 mil; e o país completa agora 12 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia. Veja a sequência da última semana na média móvel: Segunda (22): 2.298 (recorde) Terça (23): 2.349 (recorde) Quarta (24): 2.279 Quinta (25): 2.276 Sexta (26): 2.400 (recorde) Sábado (27): 2.548 (recorde) Domingo (28): 2.598 (recorde) Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 12.532.634 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 43.402 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 76.599. Isso representa uma variação de +14% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos. Vinte e o Distrito Federal estão com alta nas mortes: CE, MS, SP, TO, RS, RN, MG, PE, AL, ES, PR, RJ, SC, SE, MT, RO, AP, BA, PI, MA. Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados Mortes e casos por cidade Veja como está a vacinação no seu estado Brasil, 28 de março Total de mortes: 312.299 Registro de mortes em 24 horas: 1.605 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 2.598 (variação em 14 dias: +40%) Total de casos confirmados: 12.532.634 Registro de casos confirmados em 24 horas: 43.402 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 76.599 por dia (variação em 14 dias: +14%) Estados Subindo (20 estados e o Distrito Federal): PR, RS, SC, ES, MG, RJ, SP, DF, MS, MT, AP, RO, TO, AL, BA, CE, MA, PE, PI, RN, SE Em estabilidade (3 estados): GO, PA, PB Em queda (3 estados): AC, AM e RR Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia). Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Vacinação Balanço da vacinação contra Covid-19 deste domingo (28) aponta que 15.476.005 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 7,31% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 4.695.360 pessoas (2,22% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 20.171.365 doses foram aplicadas em todo o país. Variação de mortes por estado Estados com número de óbitos em alta Arte/G1 Estados com número de mortes por Covid-19 em estabilidade Arte/G1 Estados com número de óbitos por Covid-19 em queda Arte/G1 Sul PR: +28% RS: +27% SC: +29% Sudeste ES: +106% MG: +47% RJ: +63% SP: +68% Centro-Oeste DF: +126% GO: +10% MS: +87% MT: +50% Norte AC: -16% AM: -44% AP: +77% PA: +14% RO: +17% RR: -34% TO: +61% Nordeste AL: +32% BA: +21% CE: +28% MA: +32% PB: +10% PE: +69% PI: +33% RN: +43% SE: +43% Brasil Sul Sudeste Centro-Oeste Norte Nordeste Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal (saiba mais). Veja vídeos de novidades sobre vacinas contra a Covid-19: Média móvel de mortes registra mais um recorde: 2.598 por dia Veja Mais

Astrônomos revelam padrão em explosões rápidas de rádio

Astrônomos revelam padrão em explosões rápidas de rádio

Tecmundo Cientistas encontraram um padrão em explosões rápidas de rádio (FRB, sigla em inglês para “fast radio bursts”), pulsos repentinos — de duração inferior a milissegundos — ainda inexplicáveis observados em algumas galáxias. Nesse espectro, uma equipe de astrônomos estudou o evento em períodos de 3 a 4 microssegundos, revelando a presença de uma estrutura de brilho estável. A técnica adotada pode ajudar a desvendar pistas sobre a origem e física das emissões. O estudo foi publicado no periódico científico Nature Astronomy.O trabalho foi liderado por Kenzie Nimmo, do Instituto Anton Pannekoek de Astronomia da Universidade de Amsterdã. Ao analisar a FRB 180916 com dados de alta resolução da rede de radiotelescópios European Very Long Baseline Interferometry Network, ela capturou uma rajada repetida operando em ciclos de 16 dias, nos quais ocorrem explosões a cada 4 dias, seguidos de uma inatividade por 12 dias.Leia mais... Veja Mais

iOS 14.5: o que esperar da atualização do sistema da Apple?

canaltech O iOS 14.5 está há semanas em fases experimentais, mas logo deve chegar à versão estável. A Apple já liberou algumas atualização da fase Beta, aquecento a chegada do grande update em si que deve ser oferecido a todos os iPhones a partir do 6s. iOS: como consultar o nível de bateria do iPhone Aqui estão todas as novidades do iOS 14.3 iOS 14.5 tem mais funções reveladas em nova versão beta; confira A atualização do iOS introduzirá novidades importantes para a experiência geral com o iPhone, indo desde ajustes visuais às políticas de privacidade inéditas do App Tracking Transparency (ATT), criticadas por gigantes como o Facebook e até supostamente evitadas pelo Google. No geral, as mudanças buscam refinar o sistema de acordo com as demandas mais latentes, otimizar o consumo de energia e o desempenho e ajustar o sistema para os próximos objetivos da companhia. ATT e novos padrões de segurança no iOS Por se tratar de um pacote menor, a atualização da metade do ciclo não adiciona grandes novidades visuais ou de usabilidade ao sistema — essas implementações ficam reservadas para o possível iOS 15, que chegará em algum momento do futuro. Contudo, ela sugere algumas das estratégias adotadas pela Apple para os próximos updates, principalmente no que se refere à segurança e privacidade. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- (Imagem: Reprodução/Phone Arena) Por isso, algumas das maiores mudanças do sistema do iPhone estão no relacionamento dos dispositivos Apple com os aplicativos do sistema. A fabricante determinou um novo conjunto de regras no pacote do App Tracking Transparency que implicam numa maior transparência na coleta de dados de usuários em duas diferentes frentes: na App Store e no próprio sistema. Apple lança beta do iOS 14.5 e finalmente inaugura o App Tracking Transparency Na loja, cada aplicativo que pretende ser disponibilizado por lá deverá apresentar de forma clara quais são as informações coletadas para o seu funcionamento, por menor que sejam — desde detalhes do perfil, localização ou padrões de uso. Enquanto isso, em cada iPhone, o usuário será notificado quando dados forem solicitados e terá o poder de aceitar ou recusar a entrega no processo, tal como acontece nas permissões para acesso a câmera, microfone ou arquivos pessoais. Em paralelo, o ciclo de vida das atualizações de segurança será mais curto. Novas opções na seção de “Atualizações automáticas” sugerem que a Apple encaminhará correções de vulnerabilidade separadamente dos pacotes de mudanças do iOS. Na prática, a alternativa passa a ser interessante para aqueles usuários que resistem às atualizações mais recentes, mas que apreciariam suporte por maior período. (Imagem: Reprodução/9to5 Mac) Do útil ao agradável Ainda que seja uma atualização menor, o iOS 14.5 levará à versão estável algumas mudanças em usabilidade bastante interessantes. Uma delas é a adição de funções ao aplicativo Atalhos, nativo do iPhone. A partir dele, será possível configurar cenários automáticos para realizar uma captura de tela, alternar entre as antenas 4G ou 5G de acordo com a localização e horário ou travar a orientação da tela enquanto assiste algum vídeo. Good to see Apple continuing to add new system actions to Shortcuts.iOS 14.5 beta 2 has brought actions to take screenshots programmatically, set voice and data, and turn/toggle orientation lock. pic.twitter.com/hvDwABHGZO — Federico Viticci (@viticci) February 16, 2021 De outro lado, está a chegada do “Buscar”, outra ferramenta nativa incluída na atualização. Seu principal objetivo é ajudar a encontrar objetos perdidos, mas que estejam presos a um Air Tag. Isso é para nunca mais perder as chaves, fones de ouvido ou algum outro item pela casa. Logicamente, para funcionar, é necessário que a tag inteligente seja sincronizada com o iPhone previamente. Ademais, há mecanismos de segurança para evitar que o acessório seja utilizado para qualquer espionagem indevida, como a desativação por proximidade com outros celulares Apple. (Imagem: Reprodução/Editech) Siri mais inteligente Vale lembrar da confusão causada pelas primeiras atualizações da fase de testes pública do iOS 14.5. A Siri passou a permitir a seleção de um player de música alternativo ao Apple Music como padrão e a medida parecia ser uma adição de personalização adicionada ao sistema da Apple. Contudo, a Apple esclareceu as surpresas e negou os rumores sobre a mudança do padrão para a reprodução de músicas. A assistente virtual do iPhone será a única capaz a perguntar sobre a preferência do usuário e, por sua vez, essa mesma pergunta pode acontecer em próximas solicitações — não necessariamente definindo a escolha como app padrão. (Imagem: Reprodução/TechCrunch) Fitness+ com AirPlay 2 A nova compilação deve dar novas possibilidades para o treino em casa acompanhado por dispositivos Apple. O Fitness+, app e serviço da Apple para exercícios físicos, terá suporte ao padrão AirPlay 2 para transmissão de conteúdo a partir de smart TVs. Anteriormente, a prática de exercícios pelo Fitness+ era limitada à exibição das demonstrações nos próprios aparelhos — iPhone, iPad ou Apple TV. A atualização expande o leque de possibilidades e adiciona mais dispositivos para a lista de compatibilidade. Face ID com máscara A necessidade de utilizar máscaras em ambientes compartilhados complicou a vida de quem dependia do Face ID para desbloquear o celular. Uma das novidades incluídas no sistema é a integração do Apple Watch aos métodos de autenticação do iPhone. (Imagem: Vjeran Pavic/The Verge) A combinação do uso do smartwatch e o reconhecimento facial avançado do iPhone permite que o usuário seja identificado mesmo com parte do rosto coberto por uma máscara e desbloqueie a tela do celular como faz normalmente — não será mais preciso colocar o acessório no queixo para mexer no celular, viu? Novos emojis Para deixar as conversas mais dinâmicas, o iOS 14.5 adicionou centenas de novos emojis. São 217 novas figuras para aumentar as possibilidades nas conversa. (Imagem: Reprodução/Emojipedia) Novidades no Apple Music No aplicativo de músicas nativo, a atualização vai introduzir mais opções de controle no menu contextual de cada música. O app permitirá a criação de playlists rápidas ao colocar uma música diretamente na fila de reprodução ou como a última a ser reproduzida entre as opções, ou criar estações com base naquela faixa direto na coleção pessoal. Lots of new changes in Music in iOS 14.5 beta 2! pic.twitter.com/kuCU5AaK8g — Duraid Abdul (@duraidabdul) February 16, 2021 O gesto de “deslizar para os lados” receberá novas opções para adicionar uma música na fila, excluí-la da lista ou baixá-la no aparelho. No fim, essas adições são semelhantes ao que há em aplicativos concorrentes, como o Spotify, mas são bem-vindas para quem prefere o reprodutor da Apple. Preparando o terreno para as baterias MagSafe Dentro do iOS 14.5 Beta 2, programadores encontraram código relacionado à compatibilidade com “carregamento portátil”. Tal função ainda não foi anunciada pela gigante, mas faz referência a acessórios como power banks, mas integrados com o sistema de imãs dos iPhones 12. Ainda não há nenhuma “Battery Pack” da Apple no mercado atualmente, mas a companhia estaria em estágios avançados de desenvolvimento desses acessórios em seus laboratórios. New ‘Mobile Charge Mode’ in iOS 14.5 beta 2 for an as-yet-unannounced ‘Battery Pack’ and not a case presumedly because it uses MagSafe for charging iPhone 12 devices. Also interestingly it keeps your iPhone charged to 90% for ‘battery efficiency’. https://t.co/CPZXkBXkEc pic.twitter.com/jHHrrz4Qir — Steve Moser (@SteveMoser) February 16, 2021 O iOS 14.5 está chegando Ainda não há datas específicas para o lançamento da nova versão de meio ciclo do sistema operacional da Apple. Entretanto, a distribuição do beta 4 foi identificada por números seguidos da letra “a”, sugerindo que estamos próximos de uma versão final e que não devem acontecer grandes surpresas até a distribuição estável. Por agora, resta aguardar o anúncio da atualização. Há a chance da Apple lançar mais uma atualização para a fase de testes antes de finalmente encerrar o período de experimentação. Sendo assim, continue ligado no Canaltech para se manter ciente das novidades. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Confira o calendário completo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel Recurso transforma textos do Word em slides do PowerPoint em segundos Moto G100 chega ao Brasil com processador e recursos avançados a preço baixo O céu (não) é o limite | Nova força fundamental na física, asteroide perto e + Lançamentos da Netflix na semana (26/03/2021) Veja Mais

Cristiano, da dupla com Zé Neto, faz alerta sobre Covid e pede empatia

O Tempo - Diversão - Magazine Após voltar para casa depois de ficar internado por causa do coronavírus, cantor pediu para que seus seguidores tenham cuidado. Veja Mais

Internado com Covid, Orlando Morais agradece a Gloria Pires e aos fãs por apoio

O Tempo - Diversão - Magazine Cantor citou orações recebidas e disse que reza por quem não tem condições de fazer um tratamento médico ideal Veja Mais

Hapag Lloyd: Bloqueio em Suez afeta Europa, mas Brasil pode sentir efeitos

Valor Econômico - Finanças Luigi Ferrini, que comanda a empresa de navegação no Brasil, diz que o tempo de interdição no Canal de Suez pode gerar 'efeito cascata' global de falta de navios e de contêineres Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Shawn Mendes e Camila Cabello têm casa roubada e ladrões levam carro do cantor, diz site

G1 Pop & Arte Ladrões fugiram quando viram que havia pessoas no local, mas levaram o carro de Shawn Mendes, segundo o TMZ. Shawn Mendes e Camila Cabello posam depois de vencer 'Colaboração do ano', por 'Señorita', no American Music Awards Jordan Strauss/Invision/AP Shawn Mendes e Camila Cabello tiveram a casa roubada em Los Angeles, nos EUA, disse o site TMZ. Os ladrões levaram o carro do cantor. O site diz que o assalto aconteceu na semana passada, mas não informa o dia. Segundo o TMZ, os ladrões fugiram ao perceberam que havia pessoas em casa. Mas eles conseguiram levar a chave do carro do cantor e fugiram com ele. A polícia busca os criminosos, mas não fez nenhuma prisão até agora. Shawn Mendes considera Rock in Rio o momento mais incrível da vida dele Veja Mais

Conheça todos os códigos dos bancos no Brasil

Conheça todos os códigos dos bancos no Brasil

Tecmundo No Brasil, para facilitar as transações monetárias, cada banco no país recebe uma identificação através de um código único. Com isso, é possível realizar um depósito ou outra ação para uma instituição financeira diferente da sua. E com a quantidade de bancos em território nacional, muitas vezes ficamos perdidos na hora de lembrar uma determinada instituição. Por isso, hoje o Tecmundo traz a lista com os códigos de todos os bancos do país. Confira:Leia mais... Veja Mais

Argentina adianta projeto de lei que isenta 1,3 milhão de pessoas do IR

Valor Econômico - Finanças Governo argentino impõe 'contribuição extraordinária' a cidadãos de alta renda para ajudar a preencher receita perdida do imposto de renda Os legisladores argentinos deram um grande passo para isentar cerca de 1,3 milhão de cidadãos do pagamento de imposto de renda. Após uma maratona de debates, o Congresso da Argentina aprovou um projeto de lei neste domingo para dobrar a renda tributável mínima para 150.000 pesos por mês (R$ 9.400,44) do nível atual de cerca de 75.000 (R$ 4.700,22) pesos para uma única pessoa. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Galeria física de arte NFT é inaugurada em Nova York

O Tempo - Diversão - Magazine Imateriais por natureza, as obras são apresentadas em uma tela gigante ou por projeção Veja Mais

Residencial Forma Leblon vende todas as unidades em apenas 48h

Valor Econômico - Finanças O empreendimento, que será construído no terreno antes ocupado pela churrascaria Plataforma, repete sucesso da Incorporadora BAIT na Zona Sul Os sócios da BAIT comemoram o sucesso de vendas do Forma Leblon, mostrando a potência do setor Divulgação Bastaram dois dias de pré-lançamento para que 100% das unidades disponíveis do residencial Forma Leblon fossem vendidas. Com preços que partem de R$ 28 mil o metro quadrado, a Bait repete o feito do empreendimento Atlantico Bait, lançado em 2020, no último terreno livre da orla de Copacabana. O empreendimento foi totalmente vendido em três dias. As memórias do número 32 da Rua Adalberto Ferreira, no Leblon, onde por décadas funcionou a churrascaria Plataforma, passam por Tom Jobim, Ruy Castro e todo um Rio de Janeiro festivo da Bossa Nova. Agora, o terreno situado em ponto tão especial da cidade vai entrar em uma nova fase. Mais tecnológica, sustentável e pensada para satisfazer as necessidades da vida contemporânea. Criado pela incorporadora BAIT, o residencial Forma Leblon chega para dar frescor ao bairro que tem no DNA a alma sofisticada e descontraída do carioca. — Ali é mais Leblon. Uma localização especial, perto da Lagoa, da Gávea e do Jardim Botânico. As vistas dos apartamentos são incríveis, alcança-se o Cristo, as montanhas, parte da pista do Jockey e da Lagoa— comenta o CEO da BAIT, Henrique Blecher. FOTO Uma palhinha da vista da cobertura do Forma Leblon Divulgação Os 61 apartamentos são bem variados. Vão de studios de 31m², a unidades de 139 m² como as coberturas duplex, com piscina de borda infinita e muitos outros atrativos. Completam o conjunto unidades do tipo garden (45 a 83 m²) e double suítes (65 a 74 m²), todos com plantas integradas e flexíveis que se adaptam aos desejos e necessidades do morador, oferecendo autonomia e facilidade na criação do espaço. A variedade de configurações de plantas e layouts entre o compacto e o amplo é uma das tendências captadas pela BAIT, que em todos os seus empreendimentos leva em conta a forma atual de se viver. No Forma Leblon, a maior parte das unidades tem um espaço na varanda para receber bancada gourmet. Isso permite mais versatilidade no ambiente, que pode se tornar um espaço gourmet, home office ou até mais espaço para fazer atividades físicas, de acordo com o perfil do comprador. FOTO A fachada do Forma Leblon, localizado na Rua Adalberto Ferreira, 32 Divulgação — Condomínios mais funcionais e tecnológicos com uma área comum com bastante lazer e verde são mais que uma tendência, são um caminho sem volta. Unimos apartamentos compactos à áreas comuns espaçosas, com natureza, espaço fitness indoor e outdoor, lounge com hidro, espaço wellness e área gourmet. Além do lobby com iluminação cênica, música ambiente, wi-fi, vestiário para funcionários, coworking com sala de reunião e work station, funcionando como uma extensão do lar. Desse jeito, uma residência com tamanho menor torna-se maior — diz Blecher. Um dos trunfos da BAIT é otimizar a relação do morador com sua casa. Por isso, a incorporadora faz uma busca constante para descobrir as demandas da sociedade e entregar soluções que acompanhem as mudanças de hábitos e de consumo. Entre as modernidades que fazem parte do empreendimento estão fechadura smart lock, infraestrutura para comando de voz e para rede de dados Wi-fi nas áreas comuns, olho mágico digital, iluminação cênica na portaria e área de lazer além de som ambiente nas áreas de convívio. — Sabemos que o Forma Leblon vai ser procurado tanto por moradores quanto por aqueles que pensam em alugar temporariamente via plataforma de locação digital, por exemplo. Será um local que tanto uma família viverá com muito conforto, quanto um investidor terá um retorno rápido. Pensamos nesses dois perfis ao desenvolver o complexo — disse Blecher antes do lançamento. As plantas integradas e flexíveis, que se adaptam aos desejos e necessidades do morador, são marcas do Forma Leblon Divulgação A segurança do condomínio também conta com dispositivos modernos para controle de portaria, como sistema de reconhecimento facial de alta eficiência para controle de acesso dos moradores com integração à portaria remota; segurança perimetral monitorada; circuito de CFTV com acesso remoto; controle eletrônico de veículos e eclusa para controle de visitantes. Haverá também área destinada para delivery, com lockers de serviços inteligentes. O foco na sustentabilidade também foi grande. Placas fotovoltaicas de energia solar, que suprirá grande parte do consumo da área comum, tomada para carros elétricos e bikes, sensores de iluminação nas áreas comuns, medidores de água individuais, temporizador de torneiras das áreas comuns e irrigação automatizada estão na lista de iniciativas. O conceito assinado pela Triptyque Architecture também tem seus diferenciais, entregando mais que um projeto de arquitetura, uma declaração de amor ao Rio e ao Leblon no seu melhor lifestyle carioca, na história anterior do terreno e suas construções. Foram as montanhas rochosas representadas através do jardim vertical nas empenas laterais da fachada, o verde da Mata Atlântica no paisagismo da área comum e o coração abstrato que pulsa a Lagoa Rodrigo de Freitas representado nas formas orgânicas da piscina foram as principais inspirações para o desenvolvimento do projeto. A musicalidade também é evocada com varandas, divisórias e elementos verticais em justa posição rítmica que compõem um samba de uma nota só nas fachadas. “Unimos apartamentos compactos à áreas comuns espaçosas, com natureza, espaço fitness indoor e outdoor, lounge com hidro, espaço wellness e área gourmet. Desse jeito, uma residência com tamanho menor torna-se maior”, diz Henrique Blecher Divulgação O paisagismo desenvolvido pela Embyá é outro ponto alto, com bastante vegetação nativa brasileira, gerando sombras e refrescando o local. Outro destaque são as piscinas da cobertura que se debruçam e embelezam a fachada. Sem falar na integração total com a natureza ao redor. — Acima de tudo, buscamos trazer o espírito carioca aos nossos projetos. Algo despojado, com elegância e sem exageros, valorizando a verdade dos materiais. Os sócios são todos do Rio [além de Blecher, David Klabin, Amanda Klabin e Eduardo Tckaz fundaram a incorporadora] e pensamos sempre em deixar um legado para a cidade — comenta. Imóveis que contam a história do Rio Os imóveis escolhidos pela Bait são muitas vezes icônicos na cidade, como o Ivo, em Botafogo, antiga clínica do renomado cirurgião plástico Ivo Pitanguy; o Atlantico Bait, em Copacabana, onde era a clássica Casa de Pedra e último terreno disponível da Av Atlântica; e o Palacete Modesto Leal, em Laranjeiras. — Não tem magia — diz Henrique Blecher —Nossa fórmula de sucesso é baseada em estudos que identificam os produtos que faltam ao mercado da Zona Sul carioca, considerando localização privilegiada, plantas inteligentes, design e uma estrutura financeira consistente e eficiente. Claro que o cenário de juros baixos tem ajudado muito, já que o investidor enxerga nos ativos imobiliários uma maior rentabilidade que outros investimentos não estão proporcionando. Sem contar que o imóvel é um ativo mais seguro em tempos de incerteza como esse da pandemia. Mas há outras características que marcam a atuação da Bait, que já é tida como a queridinha do imobiliário carioca. O DNA de mercado financeiro dos sócios tem feito a diferença. Eles seguem dispostos a investir alto sem medo de correr algum risco e também com boas relações para angariar os recursos necessários com outros investidores, para, por exemplo, comprar os terrenos mais disputados na cidade, concorrendo com grandes empresas do setor. A Bait também não mede esforços para contratar escritórios renomados de arquitetura, design de interiores e paisagismo, criando residenciais que se destacam entre os lançamentos da cidade. O Forma é assinado pelo Triptyque Architecture; e o Atlantico foi projetado pelo Bernardes Arquitetura e Escritório de paisagismo Burle Marx. — Já me perguntaram se o nosso sucesso vinha de terrenos icônicos. Eu falo que esses itens são complementos. O que o carioca precisava mesmo era de plantas funcionais. Viver em espaços pensados nos detalhes para se ter o melhor aproveitamento possível, mesmo em terrenos pequenos como os disponíveis hoje na Zona Sul. Uma casa bem desenvolvida, com design, total aproveitamento de luminosidade, ventilação natural, espaços integrados, agregando valores objetivos e subjetivos ao produto, aliado a uma estrutura de aquisição diferenciada, e com funcionalidades que a tecnologia proporciona, é o que falta. Nós buscamos entender os movimentos da vida contemporânea, desenhar produtos inovadores, com economicidade, conforto, proporcionando qualidade de vida e praticidade com soluções inteligentes no produto e no negócio — diz Blecher. Tecnologia em vendas A Bait também está muito focada em marketing e vendas digitais. Parte significativa das vendas é feita por sistemas digitais, com clientes do outro lado do mundo podendo ver os projetos pelo celular. Entre os recursos disponíveis, estão apps, plantas, tour 360º, modelo 3D, book de vendas, filmes, vistas dos andares, imagens animadas das unidades e áreas comuns. Essas facilidades atraem compradores de outros estados do Brasil, como São Paulo, Goiás, Rio Grande do Sul, Paraná e Maranhão. Com quatro empreendimentos lançados nos últimos seis meses, a Bait alcança 380 milhões de VGV lançados, numa performance superior a 80% de comercialização. O crescimento supera 300% em 12 meses. Veja Mais