Meu Feed

No mais...

Vice-prefeito Nunes diz que vai consultar Covas em temas importantes e que não fará mudanças

Valor Econômico - Finanças O vice-prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), passa a ser partir desta segunda-feira (3) prefeito em exercício, com o afastamento por 30 dias de Bruno Covas (PSDB), que se trata de um câncer no sistema digestivo. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Luzes no céu: satélites da SpaceX são vistos no Brasil hoje (2)

Luzes no céu: satélites da SpaceX são vistos no Brasil hoje (2)

Tecmundo Os satélites Starlink, da SpaceX, ficaram visíveis no céu do Brasil na noite deste domingo (2). As luzes apareceram por volta das 18h20 e diversos relato e imagens pipocaram nas redes sociais.O projeto Starlink visa formar uma rede global de internet de alta velocidade via satélite, levando a conexão para todos os cantos do planeta, inclusive áreas mais remotas.Leia mais... Veja Mais

FT: Apollo perto de comprar ativos de mídia da Verizon, incluindo o Yahoo

Valor Econômico - Finanças Negócio é avaliado entre US$ 4 bilhões e US$ 5 bilhões O grupo americano de “private equity” Apollo Global Management está perto de comprar o Yahoo e outros ativos de mídia da Verizon Communications, disseram neste domingo fontes a par da situação. O negócio acontece no momento em que o grupo de telecomunicações muda o foco para seus negócios considerados mais importantes e se dedica ao lançamento da tecnologia 5G sem fio. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Brasil registra 1.210 mortes por Covid em 24 horas e total de vítimas passa de 407 mil

Glogo - Ciência País contabiliza 14.753.983 casos e 407.775 óbitos, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa com informações das secretarias de Saúde. O país registrou 1.210 mortes pela doença nas últimas 24 horas e totalizou neste domingo (2) 407.775 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 2.407. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -16%, indicando tendência de queda nos óbitos decorrentes do vírus. Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h deste domingo. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O país também completa agora 47 dias com a média móvel de óbitos acima dos 2 mil mortos por dia. Para efeito de comparação: no ano passado, o pior período da primeira onda registrou 31 dias seguidos de média móvel acima da marca de 1 mil. O recorde, na época, foi de 1.097 óbitos por dia, média registrada em 25 de julho. Veja a sequência da última semana na média móvel: Média de mortes nos últimos 7 dias Arte G1 Segunda (26): 2.451 Terça (27): 2.399 Quarta (28): 2.379 Quinta (29): 2.523 Sexta (30): 2.523 Sábado (1º): 2.422 Domingo (2): 2.407 Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 14.753.983 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 28.493 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 59.224 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -9% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos. Um estado apresenta tendência de alta nas mortes: PE. Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados Mortes e casos por cidade Veja como está a vacinação no seu estado Brasil, 2 de maio Total de mortes: 407.775 Registro de mortes em 24 horas: 1.210 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 2.407 (variação em 14 dias: -16%) Total de casos confirmados: 14.753.983 Registro de casos confirmados em 24 horas: 28.493 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 59.224 por dia (variação em 14 dias: -9%) Estados Em alta (1 estado): PE Em estabilidade (12 estados): AL, AM, CE, MG, MS, PA, PI, RJ, RR, SC, SE e TO Em queda (13 estados e o Distrito Federal): AC, AP, BA, DF, ES, GO, MA, MT, PB, PR, RN, RO, RS e SP Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia). Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Vacinação Balanço da vacinação contra Covid-19 deste domingo (2) aponta que 31.875.681 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 15,05% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 15.869.985 pessoas (7,49% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 47.745.666 doses foram aplicadas em todo o país. Veja a variação das mortes por estado Estado com média móvel em alta Arte G1 Estados com estabilidade Arte G1 Estados com mortes em queda Arte G1 Sul PR: -16% RS: -25% SC: -10% Sudeste ES: -31% MG: -15% RJ: -3% SP: -20% Centro-Oeste DF: -36% GO: -19% MS: -15% MT: -30% Norte AC: -18% AM: -1% AP: -43% PA: -14% RO: -51% RR: -5% TO: -4% Nordeste AL: -15% BA: -16% CE: +4% MA: -24% PB: -20% PE: +31% PI: -9% RN: -19% SE: +3% Brasil Sul Sudeste Centro-Oeste Norte Nordeste Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal (saiba mais). Veja vídeos de novidades sobre vacinas contra a Covid-19: Veja Mais

Piracicaba, Limeira e Santa Bárbara d'Oeste oferecem 149 vagas de emprego nesta segunda

G1 Economia Há oportunidades para diversas áreas e escolaridades e também para pessoas com deficiência. Trabalhador deve se candidatar por e-mail. Carteira de trabalho Gilson Abreu/AEN Piracicaba (SP), Limeira (SP) e Santa Bárbara d'Oeste (SP) estão com 149 vagas de emprego e estágio abertas nesta segunda-feira (3). As oportunidades são para diversos setores e escolaridades e incluem chances para pessoas com deficiência (PCDs). Confira a lista de vagas abaixo. Piracicaba Em Piracicaba, são 21 vagas. Para se candidatar é necessário enviar um e-mail para entrevistacatpiracicaba@gmail.com informando a vaga de interesse. É preciso anexar RG e CPF, além dos comprovantes dos requisitos que a vaga exige. Os detalhes podem ser conferidos no painel de vagas. Auxiliar de limpeza Auxiliar de mecânico industrial Caldeireiro (a) industrial Cozinheiro (a) de restaurante Engenheiro (a) mecânico (a) industrial Instalador (a) de cama hospitalar Mecânico (a) hidráulico (a) industrial Operador (a) de caldeira I Operador (a) de central de balança Operador (a) de empilhadeira Operador (a) de escavadeira Operador (a) de grua Operador (a) de máquina Padeiro (a) Serviços gerais de borracharia Serviços gerais de limpeza Soldador (a) industrial Técnico (a) de eletrodomésticos Técnico (a) eletromecânico Técnico (a) em segurança do trabalho Operador (a) de caixa (PCD) Limeira Os interessados em se candidatar para qualquer uma das 10 vagas em Limeira devem enviar o currículo para o e-mail de cada oportunidade. Para mais detalhes, acesse o site da prefeitura. Supervisor (a) Cozinheiro (a) júnior Costureira (o) Auxiliar de limpeza Menor aprendiz Engenheiro (a) mecânico (a) industrial Caldeireiro (a) meio oficial Analista de controladoria Almoxarife de obras Vendedor (a) interno Santa Bárbara d'Oeste Em Santa Bárbara d'Oeste, há 118 vagas. A atendimento é feito por telefone, WhatsApp, e-mail ou presencialmente, mediante agendamento prévio. O telefone e WhatsApp é (19) 3499-1015 e o e-mail é empregos@santabarbara.sp.gov.br. Vagas para alfabetizados: Ajudante de contramestre Ajudante geral - 2 vagas Auxiliar de cozinha Auxiliar de limpeza - 2 vagas Contramestre Costureira (o) - 6 vagas Cromador (a) Eletricista industrial - 2 vagas Esmerilhador (a) Fresador (a) - 2 vagas Instalador (a) Manobrista Marceneiro (a) Mecânico (a) de cardas (fiação) Mecânico (a) de empilhadeira Mecânico (a) de tear (contramestre) Mecânico (a) de hidráulica Mecânico (a) industrial - 3 vagas Meio oficial fresador (a)/ torneiro (a) Meio oficial marceneiro (a) Montador (a) Operador (a) de máquina (corte a laser) Pedreiro (a) - 2 vagas Serralheiro (a) industrial - 2 vagas Tecelão (ã) Vagas para ensino fundamental (1º grau): Ajudante de cozinha Auxiliar de rebarbação Caldeireiro (a) Mecânico (a) diesel Montador (a) de móveis planejados Operador (a) de máquina matelasse/ Mutinga Polidor (a) Vagas para ensino médio (2º grau): Ajudante geral Atendente Auxiliar técnico (a) Comprador (a) Emplacador (a) de veículos Enfestador (a) Instalador (a) (sistema de segurança) - 2 vagas Instalador (a) de esquadrias de alumínio e vidro Líder de caldeireiro Mecânico (a) automotivo Mecânico (a) de manutenção Meio oficial de serralheiro Operador (a) corte/ vinco Operador (a) de máquina (trator esteira) Operador (a) de plasma (oxicorte/CNC) - 3 vagas Operador (a)/programador (a) de retifica Preparador (a) e operador (a) de CNC Serviços gerais Soldador (a) Vendedor (a) técnico (a) Vagas que exigem cursos: Auxiliar de torneiro mecânico: curso na área - 2 vagas Eletricista: curso de elétrica - 10 vagas Estagiário (a) técnico (a): curso técnico na área mecânica Manobrista: curso Mopp d CNH categoria E - 2 vagas Operador(a)/programador (a) de centro de usinagem: curso na área - 2 vagas Operador (a) de máquina CNC: curso na área - 6 vagas Operador (a) de veículo pesado: curso de pá carregadeira ou escavadeira - 3 vagas Programador (a) centro de usinagem: curso na área de usinagem Programador (a) de torno CNC: curso na área Técnico (a) de manutenção: curso de eletricista, elétrica e ou eletrônica Técnico (a) eletrônico (a): curso na área - 2 vagas Tosador (a): curso de banho e tosa Trocador (a) de óleo: curso de mecânica Vagas para graduação: Analista de departamento pessoal Assistente administrativo (a) Assistente comercial Assistente fiscal Estagiário (a) de marketing Estagiário (a) de PCP Região de Piracicaba: fique por dentro do que acontece nas cidades Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba Veja Mais

"NÃO TEM COMO O FLAMENGO NÃO SER CAMPEÃO BRASILEIRO"| DEPOIS DO JOGO

Band Sports Julio Gomes elogiou o Rubro-Negro, que segue nadando de braçadas no Campeonato Carioca. Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos siga também na redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports/...​ Twitter: https://twitter.com/bandsports​​​​​​​...​ Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV/​​ Veja Mais

Looke: conheça o streaming brasileiro de filmes e séries

Looke: conheça o streaming brasileiro de filmes e séries

Tecmundo Com um extenso catálogo de filmes e séries, o Looke é uma opção de streaming nacional com preço acessível. Na plataforma, é possível encontrar desde clássicos do cinema e da TV até produções recém-saídas das salas de exibição.Está procurando por mais uma alternativa para entretenimento em casa? Então, saiba mais sobre o Looke nesse breve guia!Leia mais... Veja Mais

Por que milhões de pessoas vacinadas nos EUA não retornaram para a segunda dose?

Glogo - Ciência Quase 8% dos americanos que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 não voltaram para a segunda injeção. Quão eficaz é tomar apenas uma dose? Pessoas que tiveram Covid-19 podem descartar a segunda? Pessoas aguardam em fila da vacinação contra o coronavírus em Filadélfia, nos EUA, nesta segunda-feira (29) Matt Rourke/AP Photo Por que milhões de americanos pularam a segunda dose da vacina contra a Covid-19? Nos Estados Unidos, quase 8% das pessoas que tomaram a primeira dose das vacinas contra a Covid-19 da Pfizer-Biontech ou da Moderna não retornaram para receber a segunda dose, segundo uma reportagem recente do jornal americano "The New York Times". Especialistas acreditam haver variadas razões para explicar esse número. "Algumas pessoas podem ter lido especulações de que uma dose seria suficiente [para proteger contra o coronavírus]", afirmou à DW a virologista Angela Rasmussen, da Organização de Vacinas e Doenças Infecciosas (Vido). Segundo ela, essa ideia instigaria nas pessoas um falso senso de segurança. Outra razão que pode desencorajar alguns vacinados a tomarem a segunda dose é o medo de possíveis reações adversas da imunização. "Algumas pessoas podem ter tido efeitos colaterais relacionados à primeira dose e decidiram por si mesmos que não querem viver isso de novo com a segunda dose", diz a virologista. "Acredito que outras pessoas foram aconselhadas por seu seguro de saúde a não receber a segunda injeção, e isso se eles já tiveram uma reação alérgica ou têm um histórico ruim ao receber segundas doses – provavelmente é uma minoria de casos, mas acho que algumas pessoas por razões médicas foram aconselhadas a não tomar a segunda dose", completa Rasmussen. A especialista cita ainda outras possíveis razões, como obstáculos logísticos que fogem do controle dos vacinados, bem como horários para vacinação cancelados ou farmácias que não estocaram doses do tipo certo da vacina. Um número pequeno de pessoas pode ainda ter simplesmente esquecido que precisava tomar uma segunda injeção. Fatores sociais também podem desempenhar um papel. Segundo a médica Lisa Cooper, chefe do Centro Johns Hopkins para Equidade na Saúde, pessoas de classes mais baixas e afro-americanas enfrentam barreiras estruturais específicas para ter acesso até mesmo à primeira dose da vacina. "Se você não tem um celular sofisticado ou um computador, provavelmente se sente mais confortável usando um telefone comum – mas alguns centros de vacinação não têm número para receber ligação, e a única forma de se registrar [para se vacinar] é estando online", disse Cooper em entrevista à DW. "Mesmo que você consiga [se registrar], descobrirá que o local da vacinação fica no outro lado da cidade, e você não tem carro – você quer pegar o transporte público durante a Covid-19? E vai lhe custar um dinheiro extra para fazer todas essas coisas." Preocupações econômicas também contribuem para a hesitação em relação à vacina. Muitos trabalhadores americanos dizem que gostariam de se vacinar, mas nem sempre obtêm o apoio de seus empregadores. Para evitar isso, o presidente dos EUA, Joe Biden, pediu aos empregadores que concedessem licença remunerada para permitir que seus funcionários sejam vacinados, e ofereceu créditos fiscais a pequenas e médias empresas para cobrir os custos. Uma dose da vacina é suficiente? Especialistas têm explicado repetidamente que, a fim de obter uma proteção maior e a longo prazo contra o coronavírus, é necessário tomar duas doses da vacina – no caso dos imunizantes que exigem duas doses, é claro. Há estudos que sugerem que, ao menos em curto prazo, a primeira dose já oferece certa proteção, mas não é claro quanto tempo dura essa proteção. Dois estudos recentes do Instituto Nacional de Estatísticas do Reino Unido e da Universidade de Oxford mostraram que pessoas vacinadas apresentaram uma forte resposta imunológica após receberem qualquer uma das doses. Um dos estudos apontou uma redução de 72% em infecções sintomáticas entre as pessoas que receberam a primeira dose das vacinas da Pfizer-Biontech e da AstraZeneca-Oxford. Após duas doses da Pfizer-Biontech, contudo, houve uma redução de 90% nas infecções sintomáticas. Os dados sobre a proteção após a segunda dose da AstraZeneca ainda estavam disponíveis. Koen Pouwels, autor do estudo e pesquisador na Universidade de Oxford, frisa que tomar a segunda dose dos imunizantes leva a uma proteção muito mais eficaz e mais duradoura contra a Covid-19. "É muito importante receber a segunda dose." "Como acontece com qualquer doença infecciosa, inicialmente [após a primeira dose] você terá alta proteção e, depois, essa eficácia diminuirá", disse Pouwels à DW. "Ao observar as respostas dos anticorpos, a queda é relativamente rápida. A segunda dose é muito protetora e aumenta muito mais os níveis de anticorpos, especialmente em pessoas idosas." Segundo a virologista Angela Rasmussen, o problema não é que a segunda dose não funcionará se o paciente esperar mais tempo para recebê-la, mas que ele pode não ter a proteção que pensa ter durante aquele intervalo entre uma dose e outra. "O que as pessoas podem estar esquecendo é que essa segunda dose é considerada realmente necessária para obter essas respostas imunológicas de longo prazo", afirma ela. Saiba a importância de tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 Quem já teve Covid-19 pode tomar apenas uma dose? Um estudo americano realizado pelo Centro Médico Cedars-Sinai com mais de 260 pessoas mostrou que "uma dose da vacina da Pfizer-Biontech em indivíduos que já tiveram Covid-19 gera uma resposta imunológica similar à dos indivíduos que receberam as duas doses recomendadas". Ou seja, segundo os pesquisadores, os dados sugerem que uma segunda dose pode não ser necessária para aqueles que se recuperaram de uma infecção pelo coronavírus. A questão é quão eficaz seria uma única dose. Funcionário dos transportes em Nova York (EUA) recebe vacina contra a Covid-19 em 10 de março Shannon Stapleton/Arquivo/Reuters "Muitos indivíduos tiveram Covid-19, e a disponibilidade da vacina ainda é limitada na maioria das regiões. Portanto, a dosagem única em indivíduos com [histórico] anterior de Covid-19 poderia acelerar significativamente o número de pessoas protegidas pela imunização e ajudar a alcançar níveis comunitários [de vacinação] que impedem a disseminação da infecção", afirmou à DW o coautor do estudo Jonathan Braun, professor de medicina no Centro Médico Cedars-Sinai. Outra pesquisa realizada pelo Instituto Penn de Imunologia, da Universidade da Pensilvânia, também descobriu que pessoas que se recuperaram de uma infecção apresentaram uma forte resposta de anticorpos após a primeira dose das vacinas que utilizam a técnica de mRNA, como o imunizante da Pfizer-Biontech. Em comunicado à imprensa, o imunologista e coautor do estudo E. John Wherry afirmou que "esses resultados são encorajadores tanto para a eficácia de curto prazo da vacina quanto para a de longo prazo". Na Alemanha, o Comitê Permanente de Vacinação (Stiko, na sigla em alemão) atualizou recentemente seus informes para incluir novos dados que recomendam que, para as pessoas que desenvolveram Covid-19, "uma única vacinação deve ser considerada, mas não antes de seis meses após a recuperação [...], devido à imunidade existente após a infecção". Veja Mais

Joe Biden recorda o assassinato de Osama bin Laden há dez anos

O Tempo - Mundo 'Seguimos Bin Laden até as portas do inferno e o pegamos', disse o presidente dos EUA em um comunicado divulgado pela Casa Branca Veja Mais

Johnny Hooker lança álbum gravado ao vivo no Recife há cinco anos

G1 Pop & Arte Fafá de Belém e Otto participam do show captado na última apresentação da turnê 'Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito!'. ♪ Cinco anos após ter captado o derradeiro show da turnê Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito!, apresentado na madrugada de 22 de abril de 2016 na casa Baile Perfumado, no Recife (PE), Johnny Hooker lança o registro audiovisual do espetáculo. Com capa que expõe pintura de Ramonn Vieitez emoldurada na arte de Mila Fraga, o álbum ao vivo e o DVD Johnny Hooker em Macumba ao vivo em Recife aportam nas encruzilhadas digitais à meia-noite da próxima sexta-feira, 7 de maio. Na gravação ao vivo, além de rebobinar o repertório autoral do álbum Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito! (2015), disco que projetou o cantor e compositor pernambucano com hits como Alma sebosa e Amor marginal, o artista dá voz a músicas alheias como Abandonada (Michael Sullivan e Paulo Sérgio Valle, 1996) – número feito em dueto com Fafá de Belém (intérprete original da composição) e já previamente editado em single – e Garçom (Reginaldo Rossi, 1987), standard do cancioneiro sentimental brasileiro que Hooker revive em duo com o conterrâneo Otto. Veja Mais

Cachorro que atuou com Paolla Oliveira em 'A Força do Querer' morre de câncer

O Tempo - Diversão - Magazine O pet trabalhou por anos no Batalhão de Operações com Cães da Polícia Militar do Rio antes de ser um dos personagens da novela Veja Mais

Leilões de infraestrutura geram R$ 48 bi de investimento

Valor Econômico - Finanças Novos projetos em abril consagram operadores locais, mas trazem capital novo A maratona de leilões de infraestrutura do último mês contratou um total de R$ 48 bilhões de novos investimentos, que serão aplicados ao longo dos próximos 35 anos. Ao todo, em abril, foram seis dias de disputas na B3, 14 novos contratos de concessão gerados e ao menos seis liminares (ou tentativas de impedir as licitações) derrubadas. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Brasil tem apenas 90 cidades sem óbitos por covid-19

Valor Econômico - Finanças São municípios com até 11 mil habitantes, no interior de 12 Estados Ao atingir mais de 400 mil mortes em decorrência da covid-19, o Brasil tem apenas 90 cidades sem óbitos causados pela doença. Estão livres da marca municípios com até 11 mil habitantes, no interior de 12 Estados. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Estado do Rio entrega 650 mil doses de vacina contra a covid-19 a muncípios

Valor Econômico - Finanças 54 mil unidades de Coronavc serão entregues para aplicação de segunda dose A Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro continua a entregar a remessa de 649.980 doses de vacinas contra a covid-19 aos 92 municípios do estado. Alguns, como Rio, São Gonçalo, Maricá e Niterói já haviam retirado parte das doses a que têm direito na sexta-feira e no sábado e fazem novas buscas neste domingo, quando outros 88 municípios recebem suas doses. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Apple explica como tenta proteger AirTag de stalkers

Apple explica como tenta proteger AirTag de stalkers

Tecmundo Depois de anunciar o lançamento de etiquetas rastreadoras chamadas AirTags, a Apple logo foi confrontada com algumas críticas e preocupações. Afinal, o discreto acessório poderia ser utilizado também para controlar o paradeiro e a movimentação de animais ou até pessoas sem consentimento.Em resposta, a empresa explicou um pouco melhor o funcionamento do produto em relação a mecanismos que podem impedir essa utilização criminosa.Leia mais... Veja Mais

'BBB21': Show da final terá apresentações de Karol Conká, Rodolffo, Projota e Pocah

G1 Pop & Arte Participantes do camarote desta edição do reality serão responsáveis pelos tradicionais números musicais da final. Transmissão do encerramento será feita direto do gramado da casa. Projota, Pocah, Carol Conká e Rodolffo vão se apresentar na final do "BBB21" Globo/João Cotta Karol Conká, Projota, Pocah e Rodolffo, já eliminados do "BBB21", serão os responsáveis pelas apresentações musicais da grande final do programa. Rodolffo terá ao seu lado seu parceiro na dupla sertaneja, Israel. O tradicional show de encerramento vai acontecer, pela primeira vez, direto do gramado da casa. E o trio finalista, que será anunciado neste domingo (2), vai acompanhar de camarote a retrospectiva de seus 100 dias na casa. O cantor Fiuk já tem vaga garantida na grande final, que acontece no dia 4 de maio. 'BBB dia 101': participantes da 21ª edição do reality show terão reencontro na casa Projota, Conká, Rodolffo e Pocah falam sobre a ansiedade para a apresentação Karol Conká: "Voltar à casa do BBB é revisitar um momento de vida que, como alguns outros – deixar a casa dos pais, lançar o primeiro disco, se tornar mãe –, marca um antes e um depois na minha história." "Foi o início de um processo de conquista de mais autoconhecimento e maturidade na forma de me relacionar com circunstâncias emocionalmente desafiadoras." Karol Conka no Palco Sunset do Rock in Rio 2019 Adriano Ishibashi/ Framephoto/ Estadão Conteúdo Projota: "Ainda não sei se meu coração vai aguentar. Vai ser especial demais reencontrar meus amigos e, mais uma vez, cantar em uma final de BBB, mas agora do meu BBB." (O cantor já se apresentou na final do "BBB18".) "Estou bastante empolgado por esse dia, que representa muito pra mim. Tenho certeza de que vai ser uma apresentação que eu nunca vou esquecer." Projota Divulgação Rodolffo: "Já virei muitas noites assistindo ao programa e, ao mesmo tempo, na espera incansável de ouvir uma música de Israel e Rodolffo tocando em uma festa do BBB." "Inesperadamente recebi o convite para participar desta edição, aconteceu tudo o que aconteceu e eu fico sem palavras para expressar o tamanho da felicidade de poder cantar, ao vivo, na final do reality. A gratidão a Deus, ao BBB e ao público é incalculável." Rodolffo, da dupla com Israel, em Goiás Reprodução/Instagram Pocah: "Vai ser uma emoção gigantesca me apresentar na final do programa, que tem uma importância enorme e marcou a minha vida e de todos que participaram." "Voltar cantando, levando o meu trabalho, é algo que me deixa sem palavras." "Fui surpreendida com essa notícia maravilhosa quando saí da casa e amei saber. Para mim é um presente. Quero fazer algo bem especial." Pocah chega para curtir o primeiro dia de Rock in Rio Marcos Serra Lima/G1 Semana Pop conta fofocas e tudo o que você precisa saber sobre os VIPs do 'BBB 21' Veja Mais

10 filmes de ficção científica que previram o futuro

10 filmes de ficção científica que previram o futuro

Tecmundo O gênero de ficção científica sempre esteve presente no cinema de forma fascinante para o público. Suas possibilidades sem limites mostram aos espectadores coisas além de suas imaginações. No entanto, de vez em quando, esses filmes são capazes de acertar aspectos da realidade que estão à frente de seus tempos.Por isso, veja 10 filmes de ficção científica que previram o futuro!Leia mais... Veja Mais

Galaxy A52 vs A51: intermediário da Samsung em 2021 supera antecessor? | Comparativo

tudo celular Galaxy A52 é o melhor celular intermediário da Samsung em 2021. Mas será que supera o antecessor Galaxy A51? É o que saberemos neste Comparativo do TudoCelular. Veja Mais

STJ mantém 92% das decisões que negam análise de recursos

Valor Econômico - Finanças Agravos em recursos especiais representam metade do volume julgado pelos ministros Metade dos recursos que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) julga anualmente não trata do mérito das causas. São apenas tentativas de partes para que os ministros aceitem analisar seus processos — os chamados agravos em recursos especiais (AREsp). Pedidos que, em sua maioria, são negados. Em 2020, 92% dos 182,2 mil apresentados não tiveram sucesso — percentual que vem crescendo desde 2017. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

'Eu poderia ser um dos mortos', diz brasileiro que escapou de tragédia em Israel

O Tempo - Mundo Daniel Rabinovitsch, 21, estava no Monte Meron, na Galileia, ao norte de país, no momento em que 45 pessoas foram mortas pisoteadas durante um festival religioso Veja Mais

Como ganhar Cod Points no Call of Duty: Mobile

Como ganhar Cod Points no Call of Duty: Mobile

Tecmundo Call of Duty: Mobile é o jogo de tiro em primeira pessoa para celulares baseado na franquia de sucesso da Activision. Apesar de ser totalmente gratuito para jogar, ele conta com uma moeda virtual conhecida como Cod Points (ou CP, em sua abreviatura) que é útil para adquirir diversos itens cosméticos – ou seja, que não oferecem vantagem competitiva.A seguir, listamos algumas formas de adicionar CPs em sua conta, seja com dinheiro real (e mostrando uma forma de garantir um montante maior em sua compra) ou outras sem precisar desembolsar nada no mundo real para isso.Leia mais... Veja Mais

Bolsa ‘barata’ dificulta planos de novatas

Valor Econômico - Finanças A temporada de IPOs de abril sofreu altos e baixos por conta da volatilidade do mercado, da concorrência de uma bolsa “barata”, de ofertas de ações subsequentes e também do tamanho de algumas operações, abaixo do bilhão, que oferecem menos liquidez. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Covid-19: com mais 1.210 mortes em 24h, total de óbitos no Brasil atinge 407.775, diz consórcio de imprensa

Valor Econômico - Finanças Mais 1.210 mortes foram registradas no Brasil por causa da covid-19 no período de 24 horas encerrado por volta das 20h deste domingo, conforme levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados da secretarias estaduais de Saúde. Assim, o total de óbitos causados pela doença no Brasil subiu para 407.775. Com esses dados, a média móvel de óbitos nos últimos sete dias foi de 2.407, 16% menor que no período anterior. Mas, apesar da queda, a média móvel foi superior a 2 mil mortes por dia pelo 47º dia seguido, segundo dados do site “G1”, do Grupo Globo. Já a média móvel de casos confirmados alcançou 59.224 nos últimos sete dias até este domingo, também em baixa (de 9% na comparação com o intervalo anterior). No total, o número de casos confirmados atingiu 14.753.983. Segundo o levantamento, houve redução no número de mortes na média móvel dos últimos sete dias no Acre, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo, além do Distrito Federal.No Rio de Janeiro, onde houve alta, a covid-19 foi a causa de 42% das mortes, segundo dados do Portal da Transparência do Registro Civil. Dados do governo federal Também neste domingo, o Ministério da Saúde divulgou seu boletim às 17h, segundo o qual o Brasil registrou mais 1.202 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 407.639 óbitos pela doença. O governo divulgou ainda que o país registrou 28.935 novos casos da doença de sábado (1) para este domingo. Com isso, o total de diagnósticos confirmados sobe para 14.754.910. O país alcançou a marca de 13.278.718 pacientes recuperados. Outros 1.068.553 doentes ainda estão sob acompanhamento. São Paulo é o Estado com mais mortes e casos confirmados — já são 97.058 óbitos e mais de 2,9 milhões de infectados pela covid-19. Minas Gerais é o segundo Estado com mais casos (1.370.202), enquanto o Rio de Janeiro é o segundo do ranking em número de óbitos (44.835). Colaborou Vandson Lima. Veja Mais

Estrangeiro volta para a bolsa brasileira

Valor Econômico - Finanças Depois de dois meses de saída líquida de capital externo da bolsa brasileira, o fluxo estrangeiro caminha para um resultado bem positivo em abril. No mês até dia 28, os investidores não residentes ingressaram com R$ 7,4 bilhões no mercado secundário (ações já listadas) da B3. Com isso, o saldo acumulado no ano é superavitário em R$ 19,6 bilhões. O resultado é beneficiado principalmente pela forte entrada de R$ 23,6 bilhões em janeiro, a despeito da debandada em fevereiro (R$ 6,8 bilhões) e março (R$ 4,6 bilhões). Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

MESSI FAZ GOLAÇO DE FALTA, E BARCELONA VENCE VALENCIA EM JOGO EMOCIONANTE | MELHORES MOMENTOS

MESSI FAZ GOLAÇO DE FALTA, E BARCELONA VENCE VALENCIA EM JOGO EMOCIONANTE | MELHORES MOMENTOS

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse o ESPN.com.br e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: https://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: https://instagram.com/foxsportsbrasil ➡ Facebook: https://www.facebook.com/espnbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/ESPNBrasil ➡ Instagram: https://www.instagram.com/espnbrasil Vamos JuntosNaTorcida! #Barcelona #Valencia #Laliga Veja Mais

Sombra e Ossos: 7 séries parecidas para quem quer se aventurar

Sombra e Ossos: 7 séries parecidas para quem quer se aventurar

Tecmundo Na semana passada, os oito primeiros episódios da série Sombra e Ossos (Shadow and Bone, no original) ficaram disponíveis na Netflix. A produção, que é baseada nos romances da escritora Leigh Bardugo, cativou os espectadores com todos os seus personagens e construção de um novo universo fantástico.Quem já conferiu a 1ª temporada pode estar precisando de novas aventuras. Portanto, nesta lista, confira 7 séries parecidas com Sombra e Ossos!Leia mais... Veja Mais

Bruno Covas decide se licenciar da prefeitura de SP para tratamento do câncer

O Tempo - Política Ele deixou o hospital na semana passada e está sendo medicado em casa Veja Mais

Fã faz cosplay sensacional de A2, personagem do game Nier: Automata

Fã faz cosplay sensacional de A2, personagem do game Nier: Automata

Tecmundo Nier: Automata é o segundo jogo de uma franquia que, essa semana, recebeu uma versão remasterizada do seu primeiro capítulo, agora com o nome de NieR Replicant ver.122474487139. Para comemorar o feito, a cosplayer Mira Ladovira recriou uma das personagens do game, a androide A2.O cosplay de Mira traz o protótipo da linha androide YoRHa. Ela exibe longos cabelos brancos e esvoaçantes de A2, uma roupa preta esfarrapada e o seu traje com uma bota na altura da coxa em sua perna esquerda e um sapato na outra. Para completar, ela ainda carrega um realismo em sua espada e efeitos visuais que deixam a personagem ainda mais parecida com a sua versão no game. Leia mais... Veja Mais

Transmissões piratas de luta rendem processo de US$ 100 milhões

Transmissões piratas de luta rendem processo de US$ 100 milhões

Tecmundo A disputa de boxe do youtuber Jake Paul contra o lutador Ben Askren realizada em 17 de abril foi um sucesso do ponto de vista midiático, mas a dona dos direitos da transmissão não está satisfeita com os números. Agora, ela vai atrás judicialmente de quem realizou o streaming ilegal do evento.Segundo o site TorrentFreak, a empresa de mídia Triller abriu um processo de US$ 100 milhões contra 12 organizações e 100 pessoas que estariam envolvidas em transmissões pirata da luta.Leia mais... Veja Mais

Uruguai deve ser o primeiro país da América Latina a ter passaporte covid

Valor Econômico - Finanças Documento atestará que cidadão tomou vacina contra a doença e estará disponível em junho O Uruguai deve ser o primeiro país da América Latina a ter um passaporte covid para viagens internacionais. Autoridades avançam nos trâmites para poder ter o documento em junho, quando espera-se que as fronteiras internacionais possam ser reabertas. Atualmente, o país passa por um dos piores momentos da pandemia. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Pandemia agrava saúde mental de profissionais

Valor Econômico - Finanças Poucas empresas se preocupam com o tema no Brasil, mas quadro está mudando A pandemia agravou outra pandemia que a sociedade já enfrenta há 30 anos, mas que vinha sendo silenciada por conta da estigmatização: a da saúde mental. “A gente tem a oportunidade de agora realmente escutar”, afirma Leandro Pereira Garcia, gerente sênior de gestão de saúde populacional na Amil/UHG. O médico participou de uma Live do Valor sobre o tema no último dia 29. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Ficha policial com digitais de Charles Manson é posta à venda por R$ 500 mil

O Tempo - Mundo A ficha traz as informações de que ele foi preso por roubo e homicídio, além de estar enfrentando sete acusações de homicídio à época Veja Mais

Harry Potter: descubra tudo sobre as Horcruxes de Voldemort

Harry Potter: descubra tudo sobre as Horcruxes de Voldemort

Tecmundo Artefatos importantes da saga Harry Potter, as Horcruxes escondem mistérios sobre Voldemort. Os objetos criados através de magia das trevas são parte importante da narrativa dos últimos livros do jovem bruxo.Por outro lado, a série de filmes teve pouco tempo para explorar detalhes sobre as Horcruxes. Então, conheça os motivos que fizeram o vilão criar esses itens!Leia mais... Veja Mais

Programa de estágio remoto na área de tecnologia abre inscrições

Programa de estágio remoto na área de tecnologia abre inscrições

Tecmundo A Invillia, empresa multinacional do setor de estratégias, produtos e serviços digitais, abriu as inscrições para o seu programa de estágio. O Insiders 2021 oferece vagas para estudantes de áreas como Ciência da Computação e Sistema de Informação que morem em qualquer lugar do país.De acordo com a companhia, o primeiro recrutamento do ano será realizado em 14 de maio, data em que ocorrerá a divulgação dos resultados das provas online. A segunda etapa será realizada em 22 de maio.Leia mais... Veja Mais

GOL SALVADOR NO FIM! Melhores momentos de Boca Juniors 1 x 0 Lanus no Campeonato Argentino

GOL SALVADOR NO FIM! Melhores momentos de Boca Juniors 1 x 0 Lanus no Campeonato Argentino

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse o ESPN.com.br e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: https://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: https://instagram.com/foxsportsbrasil ➡ Facebook: https://www.facebook.com/espnbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/ESPNBrasil ➡ Instagram: https://www.instagram.com/espnbrasil Vamos JuntosNaTorcida! #BocaJuniors #Lanus #CampeonatoArgentino Veja Mais

Será possível se comunicar com as plantas? Cientistas dizem que sim

canaltech Imagine como seria se as pessoas pudessem se comunicar com as plantas. Uma equipe da Universidade NTU, de Cingapura, foi além da imaginação. Os cientistas criaram um dispositivo capaz de enviar e receber sinais elétricos de uma planta carnívora, estabelecendo uma espécie de “conversa” entre ela e os seres humanos. Chinês cria planta-robô que se movimenta em busca da luz do sol Cientistas criam microrrobôs que rastejam com a absorção da umidade Nem robô, nem animal | Cientistas criam seres vivos programados por computador Com os eletrodos presos na superfície da planta, os pesquisadores conseguem monitorar os impulsos elétricos que são emitidos naturalmente pela vegetação. Isso faz com que seja possível transmitir sinais de comando para que a planta carnívora feche as folhas rapidamente. O que elas “falam” As plantas emitem sinais elétricos para sentir e responder ao ambiente onde vivem, mas esse sinal é muito fraco e, até agora, muito difícil de ser detectado. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Com o novo dispositivo composto de um eletrodo e uma espécie de hidrogel, os cientistas conseguem “sentir” esses impulsos elétricos, criando uma via de mão dupla para a troca de informações.   Estabelecido o contato, eles usaram um aplicativo de celular para transmitir os pulsos elétricos, provocando uma reação na planta carnívora para que ela “obedecesse” e fechasse suas mandíbulas. Depois, os pesquisadores prenderam uma das mandíbulas da planta a um braço robótico e repetiram o estímulo elétrico, fazendo com que ela conseguisse pegar um pedaço de arame de meio milímetro de diâmetro. Além da comunicação Os cientistas acreditam que além de estimular reações físicas na vegetação, essa nova tecnologia pode ajudar na criação de robôs baseados em plantas, mais precisos e capazes de manipular objetos frágeis. “Esses tipos de robôs naturais podem ter uma interface ligada a outros robôs artificiais para fazer sistemas híbridos e mais eficientes”, explica o professor Chen Xiaodong. Braço robótico "interagindo" com a planta carnívora (Imagem: Reprodução/NTU) Utilizando o mesmo sistema, também seria possível ajudar no monitoramento da saúde de plantações inteiras, detectando problemas nas lavouras em um estágio inicial, quando sintomas visíveis ainda não apareceram. “Ao monitorar os sinais elétricos, podemos detectar possíveis sinais de perigo e anormalidades. Os agricultores podem descobrir quando uma doença está em andamento em suas plantações”, completa o professor Chen. Conversa antiga Essa não é a primeira vez que seres humanos tentam trocar uma ideia com as plantas. Em 2016, cientistas do MIT transformaram folhas de espinafre em sensores capazes de enviar e-mails de alerta para avisar sobre a presença de explosivos em águas subterrâneas.   Eles incorporaram nanotubos de carbono que emitem sinais quando as raízes da planta entram em contato com substâncias nitroaromáticas, geralmente encontradas em explosivos. Esse sinal é captado por uma câmera infravermelha que processa o estímulo e envia uma mensagem pela internet. Com todos esses avanços, os pesquisadores esperam poder “ouvir” as plantas com mais frequência, maximizando o rendimento das safras para garantir a segurança alimentar de todo o planeta. Quem sabe durante esse processo, também seja possível aprender a linguagem por trás desses impulsos elétricos. O que será que as plantas têm a dizer? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes Pesquisadores descobriram um jeito de "rejuvenescer" as baterias de lítio Michael Collins, o "astronauta esquecido" da Apollo 11, morre aos 90 anos Salários de até R$ 27 mil: confira vagas de emprego e cursos na área de TI Primeiro navio autônomo do mundo está pronto para zarpar Veja Mais

Brasil é apontado como vilão ambiental até em briga de terceiros na OMC

Valor Econômico - Finanças Em defesa contra a UE, Indonésia retrata Brasil como um país que de fato destrói o ambiente O Brasil é apontado agora como vilão ambiental inclusive por países que tentam se defender de acusações contra falta de sustentabilidade na sua produção, como acontece em uma disputa entre a Indonésia e a União Europeia (UE) na Organização Mundial do Comércio (OMC). Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Núbia Oliiver é investigada por suposto esquema de prostituição internacional

O Tempo - Diversão - Magazine Na última terça-feira, dia 27 de abril, seis pessoas foram presas no Brasil, Espanha e Portugal durante a operação Harém BR. Veja Mais

Prefeito de São Paulo, Bruno Covas é internado novamente

O Tempo - Política Ele está se tratando de um câncer no sistema digestivo com metástase óssea e, na semana passada, havia deixado o hospital e estava sendo medicado em casa Veja Mais

Volatilidade deixa IPOs pelo caminho e frustra perspectiva de abril recorde

Valor Econômico - Finanças Se dependesse dos bancos e das empresas, abril teria sido recorde em número e volume de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês). Quinze operações seriam fechadas e somariam R$ 26 bilhões. Faltou combinar com os investidores. A instabilidade do cenário econômico e político brasileiro elevou a percepção de risco do país. Isso, de um lado, afastou o investidor estrangeiro. De outro, levou o doméstico a barganhar. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Real volta a operar no patamar pré-intervenção na Petrobras

Valor Econômico - Finanças Em meio à redução dos temores sobre o quadro fiscal doméstico e ao ambiente externo ainda benigno aos ativos de risco, o dólar anotou, em abril, a primeira baixa mensal do ano. Com o maior recuo para um único mês desde novembro, a moeda americana também voltou a operar nos mesmos níveis que registrava em fevereiro, antes da intervenção do presidente Jair Bolsonaro na Petrobras elevar a percepção de risco e disparar uma forte busca por dólares. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Como tirar prints no iPhone: o guia definitivo

canaltech A Captura de Tela é definitivamente um dos recursos mais utilizados dos celulares, e os usuários da maçã estão tranquilamente incluídos nesta estatística. Tirar print de uma matéria jornalística, de um produto que quer comprar, de um Tweet que achou engraçado, de uma conversa do WhatsApp, e por aí vai - quem nunca? Como tirar print de tela no Mac Como tirar captura de tela no Apple Watch Como tirar print da página inteira no Microsoft Edge E para fazer capturas de tela no seu dispositivo Apple, há algumas formas bem conhecidas por seus usuários, mas, mesmo quem utiliza iPhone há anos, pode talvez não saber todas as formas possíveis de tirar print da tela - ou então não conhecer as funções secretas existentes na edição de prints do iOS. Por isso, confira nossa lista e veja tudo sobre como tirar prints no seu iPhone: -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- 1ª Forma: a mais conhecida de todas é a forma clássica do iPhone desde a geração X em diante, tirar print da tela apertando o botão da lateral direita junto ao botão de aumentar volume. No entanto, caso o seu iPhone seja da geração 8 ou anteriores, é preciso apertar o botão Home junto ao botão lateral. 2ª Forma: eventuais problemas que o botão Home apresentavam a seus usuários fizeram desta 2ª forma um pouco conhecida também, que é tirar print através do Assistive Touch. Entre em Acessibilidade > Toque > AssistiveTouch > Ative-o > Personalizar Menu Principal. Clique em algum dos ícones e adicione a função de Captura de Tela. Ative o AssistiveTouch e o configure para tirar prints. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Caso você mantenha as outras funções, toda vez que apertar o Assistive Touch, você precisa selecionar qual função quer usar - e, no caso de tirar print, selecionar "Captura de Tela". Selecione a função de Captura de Tela para tirar prints. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Uma outra ideia menos conhecida e utilizada pelos usuários da maçã é optar por deixar apenas a função de Captura de Tela, de modo que o clique no Assistive Touch funcione exclusivamente para tirar print da sua tela. Isso traz muito mais agilidade, caso você precise tirar prints de forma seguida. Deixe apenas a função de Captura de Tela para tirar prints mais rapidamente. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) 3ª Forma: lançado no iOS 14 no final de 2020 e apenas disponível nos iPhones com a parte de trás de vidro - ou seja, da geração 8 em diante -, o recurso de Toques Atrás também pode ser utilizado para tirar print da sua tela. Entre em Acessibilidade > Toque > Tocar Atrás e selecione a função de Captura de Tela para dois ou três toques atrás do seu celular - ou para as duas opções, se assim preferir. Configure a Captura de Tela em alguma das opções de Toques Atrás. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) 4ª Forma: na edição do print que aparece no canto inferior esquerdo da sua tela logo ao tirar um print, é possível customizar a imagem com o uso de algumas funções divertidas. A edição de print possui várias funcionalidades interessantes. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Caso você use a função de lápis para desenhar formatos conhecidos - como círculos, triângulos ou corações -, o iPhone consegue dentificar o padrão do seu desenho e automaticamente substituir as linhas por uma marcação perfeita - mas caso você não goste e prefira à sua maneira, basta clicar no ícone de "Voltar" no centro do topo da tela. Desenhe um formato conhecido para que o iPhone identifique e o substitua. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Dentre os formatos conhecidos que o iPhone consegue identificar e substituir automaticamente estão: círculos, retângulos, quadrados, triângulos, estrelas e corações. Formatos conhecidos de desenho podem ser identificados pelo iPhone. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) 5ª Forma: caso você esteja navegando pelo Safari em alguma página da web - como uma matéria jornalística, um artigo de notícia, ou algo semelhante -, e queira tirar um print de todo o conteúdo, basta você tirar o print e, na edição do print que vai aparecer no canto inferior esquerdo da sua tela, selecionar a aba de "Página Completa". Selecione a aba de Página Completa. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) O arquivo, no entanto, não será uma imagem e sim um PDF. Por isso, caso você opte por salvar no seu dispositivo, será preciso salvá-lo no app Arquivos do iPhone ou algum aplicativo semelhante que suporte o arquivo - como Google Drive, Dropbox, entre outros. Clique no ícone de compartilhamento no topo direito da tela. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Porém, você pode optar por não salvar o print e enviá-lo diretamente para alguém. Para fazer isso, basta clicar no ícone de compartilhamento no topo direito da tela para abrir a tela de compartilhamento - além de uma série de opções de aplicativos, você também terá uma lista de pessoas e conversas como sugestão para envio do seu print. Compartilhe o seu print entre usuários e aplicativos. Captura de tela: Lucas Wetten (Canaltech) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes Pesquisadores descobriram um jeito de "rejuvenescer" as baterias de lítio Michael Collins, o "astronauta esquecido" da Apollo 11, morre aos 90 anos Salários de até R$ 27 mil: confira vagas de emprego e cursos na área de TI Moto G60 vs Galaxy A72: qual intermediário potente tem mais vantagens? Veja Mais

Covid-19: Planalto teme desgaste de Bolsonaro com quebra de patentes de vacinas

O Tempo - Política Governo tentará barrar aprovação da proposta na Câmara dos Deputados por medo de causar mais estragos à imagem do presidente Veja Mais

Apple lidera vendas de celulares 5G, enquanto as chinesas ultrapassam a Samsung

canaltech O mercado de celulares no primeiro trimestre do ano voltou a crescer junto à demanda por aparelhos compatíveis com a rede 5G, que teve um aumento de 458% em relação ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e março de 2021, foram comercializados 133,9 milhões de smartphones 5G, segundo relatório divulgado pela empresa de consultoria Strategy Analytics, com destaque para a Apple e duas fabricantes chinesas. Mercado de celulares tem o melhor 1º trimestre em 3 anos Galaxy S21 leva Samsung ao topo de vendas em fevereiro Sucesso do iPhone 12 Linha iPhone 12 vem fazendo sucesso em todo o mundo (Imagem: Divulgação/Apple) A Apple liderou o ranking de vendas de smartphones 5G com a linha iPhone 12, sua primeira família compatível com a nova tecnologia de rede móvel. Somente nos primeiros três meses do ano, foram vendidos cerca de 40,4 milhões de iPhone 12, mesmo considerando o desempenho longe do esperado do iPhone 12 mini, um dos destaques da geração. A Maçã abocanhou 30,2% de participação de mercado no segmento 5G. O resultado positivo já era esperado, dado que a Maçã é um dos últimos grandes nomes da indústria que apresentam smartphones próximo do final do ano — no caso, entre setembro e outubro. Inclusive, os iPhone 12 e iPhone 12 Pro se tornaram os smartphones 5G mais vendidos de 2020 já em seu mês de lançamento, em outubro passado. A dupla conquistou quase um quarto do segmento, deixando para trás aparelhos como o Samsung Galaxy Note 20 Ultra, Huawei P40, Galaxy S20 Plus e OPPO A72. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- iPhone 12 se torna o celular 5G mais vendido do ano já no mês de estreia As vendas gerais do iPhone aumentaram cerca de 65,5% em relação ao ano passado, com destaque para os mercados chinês, europeu e norte-americano. O documento aponta que a combinação de um hardware de ponta e preços "surpreendentemente competitivos" fizeram do novo iPhone um sucesso nesses mercados — infelizmente, não se pode dizer o mesmo aqui no Brasil. Samsung cai e chinesas crescem Uma surpresa "negativa" foi a Samsung, que viu sua liderança sair de vista ao vender aproximadamente 17 milhões de aparelhos 5G entre janeiro e março deste ano, um crescimento de 105% em relação ao primeiro trimestre de 2020, mas menos que a Apple e as chinesas OPPO e Vivo. A coreana terminou o período na quarta posição, com 12,7% de market share, uma queda de 21,9 pontos percentuais quando comparado com os 34,6% alcançados em 2020. Apesar de sair do top 3, a Samsung não deve se considerar um "fracasso" na venda de smartphones 5G: o Galaxy S21 foi um grande sucesso para empresa, sendo o dispositivo mais vendido no mês de fevereiro e um dos maiores durante o primeiro trimestre, ultrapassando, inclusive, o iPhone 12. A nova geração da linha Galaxy S também levou a um aumento dos lucros da empresa no começo deste ano. OPPO e Vivo, ambas pertencentes ao grupo chinês BBK Electronics, se beneficiaram da "saída" da conterrânea Huawei do mercado e fisgaram os segundo e terceiro lugares no segmento de celulares 5G. A primeira, que se tornou a maior fabricante de smartphones do mercado chinês, mais que dobrou sua participação de mercado, vendendo 21,5 milhões de unidades no período, um aumento de incríveis 1.164% em relação aos 1,7 mi comercializados em 2020. Já a sua "irmã" comercializou cerca de 19,4 milhões de smartphones 5G no primeiro trimestre de 2021, um aumento de incríveis 646% quando comparado com o mesmo período do ano passado. A Xiaomi, atual terceira maior fabricante de celulares do mundo, fecha o top 5 com 16,6 milhões de unidades vendidas, um aumento de 564% nas vendas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes Pesquisadores descobriram um jeito de "rejuvenescer" as baterias de lítio Michael Collins, o "astronauta esquecido" da Apollo 11, morre aos 90 anos Salários de até R$ 27 mil: confira vagas de emprego e cursos na área de TI Moto G60 vs Galaxy A72: qual intermediário potente tem mais vantagens? Veja Mais

CPI vira palco de retaliações entre aliados de Bolsonaro e senadores do G7

O Tempo - Política Congressistas dos dois grupos já preparam uma batalha de requerimentos para retaliar os adversários Veja Mais

Como enviar e-mail confidencial no Outlook

canaltech O Outlook (Android | iOS | Web), anteriormente conhecido como Hotmail, é uma plataforma de e-mails da Microsoft que, além de uma integração com outros softwares da empresa, oferece inúmeros recursos de segurança para seus usuários. Como excluir uma conta do Hotmail Como configurar uma conta Gmail no Outlook Como ativar a verificação em duas etapas no Outlook Sempre que você for enviar um e-mail no app nativo do serviço no Windows, pode marcar a sua mensagem como “Pessoal”, “Particular” ou “Confidencial”. Desta maneira, você ajuda os seus destinatários a conhecerem melhor suas intenções ao enviar alguma informação. Abaixo, você pode conferir o passo a passo para enviar um e-mail confidencial no Outlook! Como enviar um e-mail confidencial pelo Gmail Gmail: confira recursos da plataforma ideais para usar no trabalho Como enviar e-mail confidencial no Outlook Passo 1: abra o app do Outlook em seu PC Windows e clique em “Novo E-mail” no canto superior esquerdo. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Abra o app do Outlook em seu PC Windows e clique em "Novo E-mail" no menu superior (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: com a janela do e-mail aberta, clique no ícone de “Seta para baixo” para expandir o menu. Em seguida, clique no ícone de seta para expandir o menu superior da janela do e-mail (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: feito isso, clique no item “Opções de Mensagens” indicado na imagem abaixo. Clique em "Opções de Mensagens" indicado na imagem (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: localize o item “Confidencialidade” e altere de “Normal” para “Confidencial”. Finalizados os ajustes, clique em “Fechar”. Também é possível utilizar esta mesma aba para solicitar a confirmação de entrega e leitura, ou até mesmo configurar uma data de vencimento para o e-mail. Localize o item "Confidencialidade" e altere de "Normal" para "Confidencial" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: escreva o e-mail normalmente e clique em "Envia" para mandá-lo. Escreva normalmente o e-mail e envie-o (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: como o e-mail é confidencial, o destinatário verá uma mensagem “Tratar isso como Confidencial” exibida na barra de informações do e-mail. Assim, o destinatário verá uma mensagem "Tratar isso como Confidencial" no e-mail (Captura de tela: Matheus Bigogno) Fique atento, pois este recurso não impede que os destinatários tirem um print, imprimam ou até mesmo encaminhem as mensagens para outras pessoas. Para informações extremamente confidenciais, a Microsoft sugere a utilização da ferramenta de criptografia do Outlook. Pronto! Agora você pode enviar e-mails confidenciais no Outlook. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes Pesquisadores descobriram um jeito de "rejuvenescer" as baterias de lítio Michael Collins, o "astronauta esquecido" da Apollo 11, morre aos 90 anos Salários de até R$ 27 mil: confira vagas de emprego e cursos na área de TI Primeiro navio autônomo do mundo está pronto para zarpar Veja Mais

Diablo 2 Resurrected quer ser 'o jogo que os fãs se lembram'

Diablo 2 Resurrected quer ser 'o jogo que os fãs se lembram'

Tecmundo Revelado de surpresa durante a feira BlizzConline 2021, o remake Diablo 2 Resurrected colocou as nossas expectativas lá no alto rapidinho. E como poderia ser diferente? Bastou o primeiro acorde da clássica trilha sonora aparecer no trailer para os fãs de todo o mundo se arrepiarem e serem transportados de volta ao ano 2000, data de lançamento do jogo original.As coisas ficaram ainda mais promissoras quando veio a confirmação de que ninguém menos que o estúdio Vicarious Visions, responsável por outros grandes remakes recentes como Tony Hawk's Pro Skater 1+2 e Crash Bandicoot N. Sane Trilogy, tinha assumido a colossal empreitada de apresentar o clássico RPG de ação a uma nova geração.Leia mais... Veja Mais

Bolsonaro anuncia retorno de motorista brasileiro preso na Rússia

Valor Econômico - Finanças Robson Oliveira está na sede da embaixada brasileira em Moscou O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje que o motorista Robson Nascimento de Oliveira foi solto na Rússia e está na sede da embaixada brasileira em Moscou. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

MARATONA COM GUILHERME COSTA, NADADOR QUE FEZ TRÊS ÍNDICES PARA OS JOGOS OLÍMPICOS #BANDSPORTS

MARATONA COM GUILHERME COSTA, NADADOR QUE FEZ TRÊS ÍNDICES PARA OS JOGOS OLÍMPICOS #BANDSPORTS

Band Sports Esta semana Álvaro José recebeu o nadador que fez índice nas provas dos 400m, 800m e 1500m na seletiva do Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Confira! Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos siga também na redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports/...​ Twitter: https://twitter.com/bandsports​​​​​​​...​ Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV/​​ Veja Mais

Como criar um e-mail pelo celular (Gmail, Outlook, Yahoo)

canaltech Oi, gente! Hoje eu vim dar uma dica importante para quem está aprendendo a mexer com a tecnologia. Seja nas redes sociais, aplicativos, sites ou até mesmo no trabalho. Ter um endereço de e-mail é muito importante, né? É que além deles servirem para enviar e receber e-mails, eles também são uma das principais credenciais da internet. ???? O que são os cookies de internet? O que é Backup e por que ele é importante? Como o endereço de e-mail é uma informação pessoal e individual, ele é uma informação que pode ser usada para guardar sua conta em um aplicativo, por exemplo. Ah! E eles também oferecem muitos benefícios para quem está usando. Com uma conta no Gmail dá para aproveitar todos os serviços da Google gratuitamente. Então, são muitas vantagens. Ainda não tem um e-mail? Vou te ensinar como fazer um. Dá só uma olhadinha! ???? -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Como criar um e-mail pelo celular Gente, vou ensinar a vocês como criar uma conta de e-mail com facilidade no celular. Para isso, separei alguns dos serviços de e-mail mais populares aqui no Brasil. Gmail Passo 1: instale o aplicativo do Gmail (Android | iOS). Então, toque em "Adicionar nova conta", depois selecione "Google"; Passo 2: feito isso, toque em "Criar conta". Aqui você só vai precisar preencher algumas informações pessoais como nome, sobrenome e número de celular. Além de criar um endereço de e-mail e senha, tá? Passo 3: com tudo certinho, é só ler e confirmar os "termos de uso" do Gmail e depois tocar em "Criar conta". Outlook Passo 1: baixe o aplicativo do Outlook (Android | iOS) então toque em "Criar uma nova conta"; Passo 2: feito isso, você vai precisar criar o seu endereço de e-mail do Outlook e preencher algumas informações pessoais. Para passar de página, toque em "Próximo"; Passo 3: com tudo pronto, você só vai precisar confirmar sua identidade resolvendo o "CAPTCHA" que é um teste que evita que robôs e inteligências artificiais criem e-mails. Daí você terá criado seu endereço de e-mail com sucesso. Yahoo Passo 1: com o aplicativo do Yahoo (Android | iOS) baixado, toque em "Cadastre-se"; Passo 2: feito isso, aqui você vai precisar preencher alguns dados e confirmar sua identidade. Então, será enviado um SMS para seu número de celular. Daí quando você receber ele, sua conta vai estar autenticada com sucesso. Então, é só tocar em "Começar"; 12 dicas para você organizar o seu Gmail Passo 3: com essas etapas feitas, você também pode personalizar a página inicial da sua "Caixa de entrada"; Passo 4: daí seu e-mail já vai estar pronto para uso. Rapidinho, né? Prontinho! Agora você sabe como criar um endereço de e-mail pelo celular. Gostou da dica? Compartilhe essa matéria com quem está aprendendo a usar e-mails. ???? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes Pesquisadores descobriram um jeito de "rejuvenescer" as baterias de lítio Michael Collins, o "astronauta esquecido" da Apollo 11, morre aos 90 anos Salários de até R$ 27 mil: confira vagas de emprego e cursos na área de TI Primeiro navio autônomo do mundo está pronto para zarpar Veja Mais

Xperia 5 III vs Galaxy S21 Plus: quase os melhores das suas famílias

canaltech Diversas fabricantes já atualizaram seus smartphones topo de linha para 2021. A primeira foi a Samsung, que revelou em janeiro e série Galaxy S21 ao mundo, enquanto Sony trouxe em abril a sua nova geração de modelos. Entre os lançamentos, vemos no lado da sul-coreana o Galaxy S21 Plus e no lado da japonesa o Xperia 5 III. Xperia 1 III vs Galaxy S21 Ultra: a Sony ainda consegue brigar com gigantes? Xperia 10 III vs Galaxy A52 5G: como se sai o primeiro intermediário 5G da Sony? Redmi Note 10S vs Galaxy A52: pague mais caro e tenha mais em troca Com características bastante poderosas, os dois modelos trazem alta performance, conjuntos de câmeras competentes, resistência IP68 e diversas outras coisas bastante interessantes. Mas qual dos dois é melhor? O Canaltech coloca os dois aparelhos lado a lado para descobrir qual deles é uma melhor opção para o público de dispositivos topo de linha. Design Começando pelo design e construção, eles trazem visual bem diferentes, mas isso não quer dizer que as marcas economizaram por aqui. Os dois trazem estrutura em alumínio com traseira em vidro. Vale ressaltar que a Sony optou por usar proteção Gorilla Glass 6 tanto na tampa traseira quanto no vidro frontal, enquanto a Samsung usou o Gorilla Glass Victus em ambos os casos. Eles também são dispositivos com resistência IP68 contra água e poeira, aguentando mergulhar em água doce em até 1,5 metro de profundidade por até 30 minutos. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Sony Xperia 5 III (Imagem: Divulgação/Sony) O Xperia traz um visual mais reto, com um módulo vertical no canto superior esquerdo para guardar as suas câmeras e leitor de impressões digitais na lateral direita, integrado ao botão liga/desliga. Ele tem até mesmo um botão extra também na lateral direita que serve como disparador da câmera. Na frente, ele tem bordas superior e inferior um pouco mais espessas que o do concorrente, já que a Sony segue contra o uso de recortes em seus aparelhos mais premium, ao passo que não abre mão de alto-falantes estéreo voltados para frente. Por outro lado, o Galaxy é mais arredondado, e também traz um módulo verticalizado para as câmeras traseiras, mas no seu caso o módulo está integrado à lateral em alumínio. Seu leitor de impressões digitais está presente sob a tela, e tem tecnologia ultrassônica. Quanto à sua parte frontal, ele traz bordas bem mais finas que o concorrente e tem apenas um furo centralizado para a câmera frontal no topo da tela. Samsung Galaxy S21 Plus (Imagem: Divulgação/Samsung) Vale dizer que o Samsung é um dispositivo maior em altura e largura, além de ser mais pesado. O Sony tem as dimensões 157 x 68 x 8.2 mm e pesa 168 gramas e traz conexão P2 de 3,5 mm para fones de ouvido, enquanto o Galaxy é mais fino e tem as dimensões 161.5 x 75.6 x 7.8 mm, pesando 200 gramas. Por fim, o sul-coreano é oferecido nas cores preto, branco, violeta, rosa, cinza e prata (nem todas no Brasil), e o japonês chega ao mercado nas tonalidades preto, verde e rosa. Tela Sony Xperia 5 III: OLED de 6,1 polegadas 21:9, 10-bit, resolução Full HD+ (2520 x 1080 pixels), taxa de atualização de 120 Hz, HDR, Gorilla Glass 6 Samsung Galaxy S21 Plus: Dynamic AMOLED 2X de 6,7 polegadas 20:9, resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels), taxa de atualização de 120 Hz, HDR10+, Gorilla Glass Victus Tratando de displays, vemos que os dois modelos trazem características bastante interessantes, mesmo não sendo o melhor que cada uma pode oferecer. O Galaxy S21 Plus tem uma tela Dynamic AMOLED 2x contra uma tela OLED do Xperia. Além disso, a tela do Sony é um pouco mais esticada, mas ambos trazem resolução Full HD+ e suporte a HDR. Sony Xperia 5 III (Imagem: Divulgação/Sony) Felizmente, os dois aparelhos trazem uma maior taxa de atualização, oferecendo suporte a 120 Hz. Uma diferença é que a tela do japonês é 10-bit e por consequência pode reproduzir mais tons de cor, enquanto o painel do aparelho sul-coreano é mais resistente, graças ao vidro Gorilla Glass Victus que cobre a tela. Câmeras Sony Xperia 5 III: 12 MP (Principal, f/1.7) + 12 MP (Telefoto, f/2.3-f/2.8, zoom óptico de 3x-4.4x) + 12 MP (Ultra grande angular, f/2.2) + 8 MP (Frontal, f/2.0) Samsung Galaxy S21 Plus: 12 MP (Principal, f/1.8) + 64 MP (Telefoto, f/2.0, zoom óptico de 1.1x/híbrido de 3x) + 12 MP (Ultra grande angular, f/2.2) + 10 MP (Frontal, f/2.2) Ambos os smartphones são extremamente competentes quando se trata de câmeras. Os dois modelos trazem câmera principal de 12 MP, mas a abertura da lente do Xperia é um pouquinho maior. No caso da câmera telefoto, a do Sony é de 12 MP, contra uma de 64 MP do Samsung que tem maior abertura de lente, mas o japonês tem como trunfo a lente com zoom variável, sendo capaz de oferecer aproximação de 3x ou 4,4x numa única câmera, enquanto o zoom sem perdas do Galaxy S21+ é de apenas 1,1x. Samsung Galaxy S21 Plus (Imagem: Divulgação/Samsung) A ultra grande angular de ambos também tem a mesma quantidade de megapixels, assim como abertura de lente, mas o Xperia 5 III traz autofoco para aumentar as possibilidades de foto com essa câmera. Mas as coisas se invertem na câmera frontal, já que a do Sony é de 8 MP com uma abertura um pouco maior, e o Galaxy tem uma de 10 MP, mas que tem como vantagem o autofoco. Vale dizer que smartphone da marca japonesa tem suporte a gravação de vídeo em 4K a até 120 fps e o modelo sul-coreano grava em até 8K a 24 fps. Na frente, o Galaxy grava em até 4K a 60 fps e o Xperia grava apenas em Full HD a 30 fps. Processador e memória  Sony Xperia 5 III: Qualcomm Snapdragon 888 Octa-core (1x2.84 GHz Kryo 680 & 3x2.42 GHz Kryo 680 & 4x1.80 GHz Kryo 680) Samsung Galaxy S21 Plus: Samsung Exynos 2100 Octa-core (1x2.9 GHz Cortex-X1 & 3x2.80 GHz Cortex-A78 & 4x2.2 GHz Cortex-A55) Em processamento, temos em ambos os melhores chipsets do mundo Android, com algumas ressalvas. O Xperia 5 III traz o Snapdragon 888, um dos principais processadores para smartphones Android da atualidade, enquanto o Galaxy S21 Plus tem o Exynos 2100 da própria Samsung, principal concorrente da plataforma da Qualcomm. Samsung Galaxy S21 Plus (Imagem: Divulgação/Samsung) Independente de qual dos dois for escolhido, saiba que estará levando um celular extremamente poderoso, que não deve deixar ninguém na mão. Eles são dispositivos que podem lidar com qualquer tipo de tarefa com folga, seja a execução de um jogo mais simples ou a edição de um vídeo, por exemplo. Quando se fala de armazenamento, os dois trazem essencialmente o mesmo conjunto, sendo ambos oferecidos com 8 GB de memória RAM e 128 GB ou 256 GB de espaço para armazenamento interno. Porém, importante ressaltar que o Sony tem a vantagem de oferecer suporte a expansão de memória através de um cartão micro SD. Bateria Em bateria, eles trazem capacidades diferentes, velocidades de carregamento diferentes e um deles apresenta mais recursos nesse quesito. O Sony Xperia 5 III chega com uma bateria de 4.500 mAh com suporte a carregamento rápido de 30 watts, que segundo a empresa pode carregar metade da bateria em 30 minutos. Ele tem como extra a tecnologia USB Power Delivery, onde o aparelho é totalmente alimentado pelo carregador durante a execução de jogos, evitando extressar demais a bateria e assim superaquecer. Sony Xperia 5 III (Imagem: Divulgação/Sony) Já o Galaxy S21 Plus tem uma bateria de 4.800 mAh, com suporte a carregamento rápido de 25 watts. A diferença é que o modelo da marca sul-coreana tem suporte a carregamento sem fio de 15 watts e carregamento reverso sem fio de 4,5 watts, que pode servir para carregar outros dispositivos como seu fone ou smartwatch, por exemplo, desde que sejam compatíveis com a tecnologia Qi. De qualquer maneira, ambos os modelos devem durar um tempo semelhante, cerca de um dia e meio de uso moderado. Xperia 5 III vs Galaxy S21 Plus: qual vale mais a pena? Fica claro aqui que, mesmo sendo um pouco diferente nas características técnicas, a decisão por comprar um ou outro ficará nos detalhes. São dois modelos altamente capazes, realmente dignos de fazerem parte da categoria de topos de linha, mesmo não sendo necessariamente os melhores que cada fabricante pode ofertar. Sony Xperia 5 III (Imagem: Divulgação/Sony) O Sony Xperia 5 III tem um design mais sóbrio e reto, com bordas mais grossas acima e abaixo da tela, biometria na lateral e um botão extra para disparo da câmera. Ele é menor e mais leve que o concorrente, além de ter porta P2 para fones de ouvido. A sua tela é menor, mas ela é capaz de reproduzir mais cores. A performance é semelhante em ambos, mas ele traz expansão de memória via cartão microSD. Ele tem uma câmera telefoto variável, que com uma única lente pode ofertar zoom de 3x ou 4.4x, e ultra-wide com autofoco, mas suporta gravação “apenas” em 4K. Por fim, tem uma bateria menor, mas tem carregamento mais rápido e o extra do USB Power Delivery. Samsung Galaxy S21 Plus (Imagem: Divulgação/Samsung) No caso do Samsung Galaxy S21 Plus, ele tem um visual mais descontraído, com traseira fosca, várias opções de cores, furo na tela e biometria escondida sob a tela, que inclusive é maior. Ele tem ainda câmera frontal com autofoco e suporta gravação de vídeo em 8K com a câmera principal, bem como bateria maior e recursos extras de carregamento sem fio, além de oferecer funcionalidades como o Samsung Pay e o modo Dex, que transforma o smartphone em um computador. Infelizmente, o Sony não pode ser comprado de forma oficial no Brasil, mas o Galaxy S21 Plus pode. De qualquer modo, são modelos competentes, mas cabe a você, leitor, saber qual deles é uma melhor escolha. Sony Xperia 5 III: ficha técnica Tela: 6,1" OLED, resolução Full HD+ de 2520 x 1080 pixels, taxa de atualização de 120Hz, HDR Chipset: Qualcomm Snapdragon 888 Memória RAM: 8 GB Armazenamento interno: 128 GB ou 256 GB Câmera traseira: 12 MP (principal, f/1.7) + 12 MP (telefoto variável, f/2.3 e f/2.8, zoom óptico de 2,9x e 4,4x) + 12 MP (ultra wide, f/2.2, 124º) Câmera frontal: 8 MP (f/2.0) Dimensões: 157 x 68 x 8,2 mm Peso: 168 gramas Bateria: 4.500 mAh com recarga de 30 W Extras: 5G, conector P2 para fones de ouvido, áudio estéreo com Sony 360 Reality, NFC, Bluetooth 5.2, IP68 Cores disponíveis: preto, verde e rosa Sistema operacional: Android 11 Samsung Galaxy S21 Plus: ficha técnica Tela: 6,7 polegadas Dynamic AMOLED 2X, Full HD+, 120 Hz, Gorilla Glass 7; Chipset: Samsung Exynos 2100 OctaCore (3x 2.8 + 4x 2.4 + 1x 2.9 GHz); Memória RAM: 8 GB; Armazenamento interno: 128 GB ou 256 GB; Câmera traseira: 12 MP (principal) + 12 MP (ultra grande-angular) + 64 MP (telefoto); Câmera frontal: 10 MP; Dimensões: 161,4 x 75,6 x 7,8 mm; Peso: 202 gramas; Bateria: 4.800 mAh com recarga rápida; Extras: IP68, Wireless PowerShare, ANT+, DeX, Modo Criança, Segurança de Dados Knox, Geo-Tagging, Função de Sincronização, Dual SIM; Cores disponíveis: Prata, Preto, Roxo; Sistema operacional: Android 11 com Samsung One UI 3.1. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes Pesquisadores descobriram um jeito de "rejuvenescer" as baterias de lítio Michael Collins, o "astronauta esquecido" da Apollo 11, morre aos 90 anos Salários de até R$ 27 mil: confira vagas de emprego e cursos na área de TI Primeiro navio autônomo do mundo está pronto para zarpar Veja Mais

Lote de 3,9 milhões de doses da vacina da AstraZeneca chega ao Brasil

Valor Econômico - Finanças Doses foram disponibilizadas pelo Consórcio Covax Facility, da OMS O Ministério da Saúde recebeu hoje um lote com 1,7 milhão de doses da vacina Covishield, desenvolvida pela universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca, contra a covid-19. O lote chegou ao Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, por volta de 4h20, informa o G1 . Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Parker McKenna Posey: por onde anda a Kady de Eu, a Patroa e as Crianças?

Parker McKenna Posey: por onde anda a Kady de Eu, a Patroa e as Crianças?

Tecmundo Parker McKenna Posey cresceu em frente às câmeras como a adorável Kady Kyle em Eu, A Patroa e As Crianças. Com participações especiais em séries, uma linha de roupas de banho chamado HoneyDip e mais de 1,5 milhões de seguidores no Instagram, a atriz continua fazendo sucesso até hoje. Fonte: ABC/ReproduçãoLeia mais... Veja Mais

Borderlands: do pior ao melhor, segundo a crítica

Borderlands: do pior ao melhor, segundo a crítica

Tecmundo Correr, atirar e lootear. Hoje, uma cacetada de games multiplayer possuem esse formato pela diversão gerada ao metralhar tudo no caminho e fazer aquela bela politicagem na hora de dividir os prêmios. A série que vamos falar hoje foi a que começou com esse formato.Juntar três amigos para acabar com os adversários e rir sem parar? Gostamos e queremos! Vocês pediram, votaram e aqui está o do Pior ao Melhor da franquia Borderlands. Aqui estão nossos critérios, prestem bastante atenção:Leia mais... Veja Mais

Letícia Colin vive médica viciada em crack na série 'Onde Está Meu Coração'

O Tempo - Diversão - Magazine O primeiro episódio da trama será exibido na Tela Quente, da Globo, nesta segunda-feira Veja Mais

FT: Entusiasmo com Spac diminui e ações têm forte baixa nos EUA

Valor Econômico - Finanças As ações das empresas que abriram o capital por meio de acordos com companhias criadas com o propósito específico de aquisição — as chamadas Spacs — caíram uma média de 40% em relação aos seus níveis mais altos, depois que o apetite por esse outrora aquecido setor do mercado de ações dos Estados Unidos começou a esfriar rapidamente. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Filha de Nicette Bruno, Bárbara Bruno é intubada devido a complicações da Covid

O Tempo - Diversão - Magazine A informação foi dada pela irmã dela, a atriz Beth Goulart, pediu uma corrente de oração para todos que estão doentes Veja Mais

Demanda por capital de giro é ‘infinita’, afirma Desenvolve SP

Valor Econômico - Finanças A carteira de crédito da Desenvolve SP, o banco de fomento do Estado de São Paulo, cresceu 56% no ano passado, para R$ 1,98 bilhão, e a demanda das empresas segue muito forte, segundo o presidente da instituição, Nelson de Souza. De acordo com ele, o capital de giro representa para as empresas o que o auxílio emergencial é para a população. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro. Veja Mais

Netflix anuncia que 'The Last Kingdom' chegará ao fim na quinta temporada

O Tempo - Diversão - Magazine Última temporada será baseada no nono e décimo livros da saga 'The Saxon Stories', que no Brasil recebeu o nome de 'Crônicas Saxônicas' Veja Mais

Covid-19: o que explica mais infecções e mortes entre os jovens no Brasil

Glogo - Ciência Especialistas apontam para 'rejuvenescimento' da pandemia no Brasil; média de idade para casos novos e óbitos caiu de janeiro para março, enquanto mortes aumentaram exponencialmente. VÍDEO: Comentaristas da GloboNews analisam marca de 400 mil mortos pela Covid-19 O mês de março teve registradas quatro vezes mais mortes por Covid-19 entre pessoas de 30 a 39 anos em relação ao mês de janeiro: foram 3.449 pessoas dessa faixa etária que perderam a vida para a doença, contra 858. Também em março, o registro do número de mortes entre 20 e 29 anos pulou de 245 para 887, um aumento de 260%, segundo dados do Portal da Transparência do Registro Civil, que reúne dados dos cartórios por todo o país. 82.401 vidas perdidas: pelo segundo mês consecutivo, Brasil tem recordes de mortes por Covid em dois terços do país Especialistas apontam para 'rejuvenescimento' da pandemia no Brasil; média de idade para casos novos e óbitos caiu de janeiro para março Getty Images via BBC Embora possa haver eventuais diferenças, em parte dos casos, entre quando as mortes ocorreram e de fato foram registradas, epidemiologistas não têm dúvidas de que há um aumento na mortalidade entre pessoas não idosas por Covid-19 no Brasil, refletindo uma triste realidade: o novo coronavírus mata, proporcionalmente, muito mais jovens aqui do que no restante do mundo. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, foram registrados cerca de 20 mil óbitos por Covid abaixo de 39 anos no Brasil, ou 5% do total de 400 mil, marca atingida na quinta-feira (29). Essa taxa é mais de três vezes maior do que nos Estados Unidos (1,5%). No Reino Unido, ela é de apenas 0,64%. Mais de um terço das mortes por Covid-19 no Brasil é de menores de 59 anos. À medida que os mais velhos estão sendo vacinados, os óbitos nessa faixa etária têm caído pela metade. Por que, então, os jovens estão morrendo mais no Brasil? A BBC News Brasil conversou com especialistas para entender os motivos. Estas são algumas das causas elencadas por eles: Comportamento mais arriscado Desde o início da pandemia de Covid, sabe-se que os mais jovens são menos susceptíveis a desenvolver os sintomas mais graves da doença e morrer por complicações dela. De maneira geral, por causa da idade, eles têm a seu favor um sistema imunológico mais forte, o que facilita o combate ao vírus. A exceção são aqueles que têm algum tipo de comorbidade (doença associada), como obesidade ou asma, por exemplo. Mas isso não quer dizer que os jovens estejam imunes à doença - e essa falsa percepção acaba encorajando uma maior exposição ao risco. Em outras palavras: aglomeram-se com mais frequência e ignoram medidas importantes de prevenção, como uso de máscaras e distanciamento social. Por todo o Brasil, imagens de festas clandestinas interrompidas pela polícia foram compartilhadas nas redes sociais e ganharam o noticiário. Volta ao trabalho Os mais jovens compõem a maior parte da população economicamente ativa. Isso quer dizer que são o grosso dos que trabalham - ou que estão procurando emprego. Se de um lado o auxílio emergencial pago pelo governo ajudou a complementar a renda das famílias brasileiras, a redução do valor do benefício obrigou muitos desses jovens a voltarem às ruas. Na última quinta-feira (29), o governo concluiu o pagamento do auxílio emergencial 2021 aos trabalhadores inscritos por meio do aplicativo e site do programa, além daqueles que fazem parte do Cadastro Único. O impacto maior acaba sendo nas classes socialmente menos privilegiadas e, mais particularmente, nos negros, aponta um estudo realizado pela consultoria global de saúde Vital Strategies em parceria com o Afro-CEBRAP (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento), instituto de pesquisa em questões raciais sediado em São Paulo. A pesquisa mostrou que o excesso de mortalidade no Brasil em 2020 foi de 28% entre pretos e pardos em comparação com 18% entre pessoas de cor branca. O excesso de mortalidade significa o número de pessoas que morreram acima do esperado. Na faixa etária até 29 anos, essa taxa foi de 32,9% entre os negros e 22,6% entre os brancos. Já entre 30 e 59 anos, foi de 37% entre os negros e 32% entre os brancos. No ano passado, foram 270 mil 'mortes em excesso' (22%), em grande parte relacionadas à pandemia de Covid-19. "Enquanto os mais privilegiados - de maioria branca - dispõem de recursos que lhes possibilitam cumprir o isolamento social trabalhando em casa, os profissionais informais e precários - majoritariamente negros - continuam cada vez mais expostos", diz à BBC News Brasil Márcia Lima, coordenadora e pesquisadora do Afro-CEBRAP. A epidemiologista Fátima Marinho, da Vital Strategies, que também participou da pesquisa, reforça: "O resultado do nosso estudo mostrou que as desigualdades raciais e sociais pré-existentes foram intensificadas pela pandemia de Covid-19, levando a um número maior de mortes entre a população negra do Brasil". As duas especialistas advogam, portanto, que esse grupo seja considerado "prioritário" para a vacinação. Variante P1 foi inicialmente detectada em Manaus Sandro Pereira/Fotoarena/Estadão Conteúdo Variante P1 Desde que foi descoberta em Manaus, em janeiro deste ano, a variante P1 logo se alastrou pelo Brasil. Hoje, responde por 90% das amostras analisadas pelo Instituto Adolfo Lutz no Estado de São Paulo, segundo informado na última quarta-feira (28). Ela é até 2,4 vezes mais transmissível do que outras linhagens do coronavírus e, segundo estudos recentes, pode 'driblar' o sistema imunológico, infectando novamente quem já teve a doença e levando a quadros mais graves. Evidências associam essa nova variante ao maior número de hospitalizações e mortes, especialmente jovens. Pandemia 'mais rejuvesnecida' Um boletim recente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), publicado no fim de março, alerta para o 'rejuvenescimento' da pandemia no Brasil. "O número de casos, hospitalizações e mortes entre pessoas com menos de 60 anos cresce mais rápido do que em idosos. O risco, portanto, para incidência e mortalidade vem aumentando gradativamente para quem não é idoso e é, via de regra, saudável", dizem os pesquisadores. "Este deslocamento de casos e óbitos sugere que a pandemia ganha um novo contorno no Brasil, ficando mais rejuvenescida", acrescentam. Segundo a Fiocruz, "por se tratar de população com menos comorbidades - e, portanto, com evolução mais lenta dos casos graves e fatais, frequentemente há um maior tempo de permanência na internação em terapia intensiva". Como os jovens têm um sistema imunológico mais forte, combatem melhor a doença e demoram muitos mais para se salvar ou, eventualmente, morrer. Por isso, acabam ficando mais tempo na UTI. Fato é que a média da idade de pacientes internados vem caindo. Enquanto a média da idade dos casos novos no início de janeiro era de 62 anos e de óbitos, de 71 anos, em meados de março, passou para 58 e 66 anos, respectivamente. Segundo os pesquisadores, essa maior incidência da Covid-19 entre os mais jovens bem como a manutenção da mortalidade entre os idosos "contribui para o cenário crítico da ocupação dos leitos hospitalares". Eles também destacaram que essas diferenças de incidência entre as faixas etárias "implicam num compromisso intergeracional". "Sendo a infecção mais comum entre os jovens e os óbitos mais frequentes em mais idosos e pessoas com doenças crônicas, uma geração deve procurar proteger a outra, evitando o contágio de membros da família, vizinhos, companheiros de trabalho e amigos", afirmam. Vídeos: Mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias Veja Mais

Prefeito de SP, Bruno Covas decide se licenciar do cargo

Valor Econômico - Finanças Ele está tratando de um câncer no sistema digestivo com metástase óssea O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), decidiu se licenciar do cargo. Ele está se tratando de um câncer no sistema digestivo com metástase óssea. O vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB), assumirá a maior prefeitura do país. Covas pedirá à Câmara Municipal licença de 30 dias do cargo, informou a prefeitura, por meio das Secretarias de Governo e Especial de Comunicação. O ofício com o pedido de afastamento por 30 dias será enviado amanhã, dia 3, com base nos artigos 65 e 66 da Lei Orgânica do Município. “Diante da necessidade de dedicação exclusiva ao tratamento médico neste momento, o prefeito Bruno Covas pedirá licença de 30 dias à Câmara Municipal e o cargo será exercido pelo vice-prefeito Ricardo Nunes. Desde que recebeu o diagnóstico da enfermidade, Covas adotou total transparência em respeito à população. Com o surgimento de novos focos [de câncer], o prefeito de São Paulo precisará de dedicação integral ao tratamento e entende que não será compatível com as suas responsabilidades e compromisso com a cidade e os paulistanos”, diz a nota do governo municipal. O prefeito esteve internado entre 15 e 27 de abril depois que exames identificaram novos focos de câncer nos ossos e no fígado. O tucano luta contra a doença há um ano e meio. Em outubro de 2019, descobriu um câncer na cárdia, no trato digestivo, com metástase no fígado e uma lesão nos linfonodos. O prefeito fez oito sessões de quimioterapia, seguidas pelo tratamento de imunoterapia. Em fevereiro, exames mostraram que o câncer voltou a se espalhar e ele foi submetido a mais quatro sessões de quimioterapia. Segundo boletim médico divulgado na semana passada, Covas seguiria com tratamentos de quimioterapia e imunoterapia por mais duas semanas. Reeleito no segundo turno em novembro passado, o tucano vinha despachando do hospital e de casa, mas agora seu estado inspira mais cuidados. Veja Mais

BAITA ASSISTÊNCIA DE BRASILEIRO! Melhores momentos de Newcastle 0 x 2 Arsenal na Premier League

BAITA ASSISTÊNCIA DE BRASILEIRO! Melhores momentos de Newcastle 0 x 2 Arsenal na Premier League

Fox Sports Brasil Quer saber tudo sobre o melhor do esporte? Acesse o ESPN.com.br e inscreva-se no nosso canal! https://www.espn.com.br/ ➡ Facebook: https://facebook.com/foxsportsbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/foxsportsbrasil ➡ Instagram: https://instagram.com/foxsportsbrasil ➡ Facebook: https://www.facebook.com/espnbrasil ➡ Twitter: https://twitter.com/ESPNBrasil ➡ Instagram: https://www.instagram.com/espnbrasil Vamos JuntosNaTorcida! #Arsenal #Newcastle #PremierLeague Veja Mais

Presidente da Colômbia pede retirada de reforma tributária do Parlamento

O Tempo - Mundo Iván Duque disse que apresentará uma nova iniciativa excluindo as propostas mais polêmicas da anterior Veja Mais

James Denton, ator de Desperate Housewives, aparece irreconhecível

O Tempo - Diversão - Magazine Artista disse que o rótulo de homem mais sexy da TV nunca lhe coube bem Veja Mais

Os lançamentos do Disney+ em maio de 2021

canaltech Maio chegou e é oficialmente o mês para os fãs da maior franquia galáctica da história do cinema. A poucos dias do Star Wars Day, ou May the 4th, o Disney+ separou uma enxurrada de lançamentos exclusivos para os assinantes aproveitarem a data, mesmo que 2021 não entregue ainda as séries em live-action altamente esperadas do catálogo, como Obi-Wan Kenobi, Andor e a terceira temporada de The Mandalorian. Para comemorar a data, o serviço de streaming estreará a mais nova animação da saga, The Bad Batch, junto com outras produções do universo cinematográfico: Lego Star Wars: All-Stars, Lego Star Wars: As Aventuras dos Freemaker, Rebels, Forças do Destino. Além disso, outros dois grandes destaques chegam na segunda e na última semana do mês, respectivamente. São eles: a segunda temporada de High School Musical: A Série: O Musical, que mostrará os Wildcats se preparando para a apresentação inspirada em A Bela e a Fera; e o live-action de Cruella estrelado por Emma Stone, por meio do Premier Access. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Há novos episódios semanais de Big Shot: Treinador de Elite e Virando o Jogo dos Campeões, as duas séries esportivas exclusivas para o streaming do Disney+. E, falando em exclusivo, Phineas e Ferb estarão de volta no longa-metragem Candace Contra o Universo, que misturará as típicas aventuras dos irmãos com uma aventura pelo espaço. Os fãs de documentários também podem se animar, há muitas estreias da National Geographic neste mês, como Elefantes: Em Nome da Liberdade, Grand Canyon ao extremo, Ártico Ameaçado, Ailo - A Jornada de uma Rena, Grandes Migrações e muito, muito mais. Confira a lista completa abaixo e já risque da agenda o que você mal pode esperar para assistir. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Star Wars: The Bad Batch (04/05) (Imagem: Divulgação / Lucasfilm) Star Wars:The Bad Batch, uma nova série animada sobre os clones de elite experimentais do Lote Estragado (que apareceram pela primeira vez em Star Wars: The Clone Wars), enquanto abrem caminho em uma galáxia que está mudando muito rápido, imediatamente após a Guerra dos Clones. Os integrantes de O Grande Lote - um lote especial de clones com variações genéticas em relação a seus irmãos da Armada dos Clones - cada um com uma habilidade única e excepcional que os converte em soldados extraordinariamente eficientes que formam um esquadrão formidável. Elefantes: Em Nome da Liberdade (07/05) (Imagem: Divulgação / NatGeo) A atriz Ashley Bell, junto com a reconhecida exploradora Lek Chailert e equipe, se jogam em uma missão de 48 horas, atravessando 800 km na Tailândia, para resgatar do cativeiro uma elefante cega de 70 anos e devolvê-la à liberdade. Elefantes: Em Nome da Liberdade é um documentário emocionante e cheio de esperança que revela a situação dos elefantes asiáticos e daqueles que trabalham incansavelmente para resgatá-los. Phineas e Ferb, O Filme: Candace Contra o Universo (14/05) (Imagem: Divulgação / Disney+) Depois de falhar repetidamente na tentativa de flagrar os seus irmãos, Phineas e Ferb, os irmãos criativos e travessos que amam se divertir, a dramática irmã mais velha Candace Flynn sente que o universo está conspirando contra ela. Quando Candace é abduzida por alienígenas, ela encontra um planeta distante livre de irmãos irritantes, onde ela é venerada como salvadora! Será que ela finalmente havia encontrado sua tão sonhada Utopia? Enquanto isso, Phineas, Ferb e seus amigos atravessam a galáxia pra resgatar Candace, desvendando os segredos sinistros dos alienígenas. High School Musical: O Musical: A Série - Temporada 2 (14/05) (Imagem: Divulgação / Disney+) Na segunda temporada de High School Musical: A Série: O Musical, os Wildcats de East High, que estão se preparando para apresentar A Bela e a Fera como seu musical de primavera, confrontam a escola rival, North High, para vencer uma prestigiada e voraz competição de teatro estudantil. Perucas são arrancadas, lealdades são testadas e baladas são esgoeladas. Em paralelo, Ricky agora tem que lidar com relacionar-se à distância com Nini, que vai atrás de seu sonho numa nova escola de artes. Marvel: Aventuras dos Super-Heróis (21/05) (Imagem: Divulgação / Marvel) Acompanhe essas fofas e divertidas aventuras dos seus heróis favoritos da Marvel em episódios curtos e animados. Já com três temporadas disponíveis no streaming, o Disney+ dá as Boas-vindas para a quarta temporada do desenho, mostrando o Homem-Aranha revelando seus aprendizados de suas aventuras com outros Vingadores. Grand Canyon ao Extremo (21/05) (Imagem: Divulgação / NatGeo) Grand Canyon ao Extremo é um filme que retrata uma meditação sobre a beleza eterna de um dos lugares sagrados da América e uma história de dificuldade física que põe à prova os laços da amizade de dois colegas que tentam atravessar a pé o Grand Canyon. Esperam que a caminhada de 1200 km os ajude a entender melhor esta paisagem e os desenvolvimentos comerciais prontos para alterá-la para sempre. Cruella (28/05) (Imagem: Divulgação / Walt Disney Pictures) Cruella acompanha os primeiros dias de rebeldia de uma das vilãs mais notórias do cinema e da moda, a lendária Cruella de Vil. Passando-se na década de 1970 em Londres, em meio à revolução do punk rock, a história segue uma jovem vigarista chamada Estella, uma garota inteligente e criativa determinada a se tornar famosa com seus designs. Ela faz amizade com um par de jovens ladrões que apreciam seu prazer por travessuras e, juntos, eles se viram sozinhos nas ruas de Londres. Um dia, o talento de Estella para a moda chama a atenção da baronesa von Hellman, uma lenda da moda, devastadoramente chique e assustadora. Porém, o relacionamento das duas desencadeia acontecimentos e revelações que farão com que Estella abrace seu lado perverso e se torne a maligna, elegante e vingativa Cruella. O filme só estará disponível no Disney+ por meio do Premier Access sob a taxa de R$ 69,90 e por tempo limitado. Launchpad - Curta a Diversidade (28/05) (Imagem: Divulgação / Disney) A coleção Launchpad da Disney inclui seis curtas-metragens de uma nova geração de dinâmicos contadores de histórias. Com o objetivo de contar novas histórias cada vez mais representativas da diversidade real que existe na sociedade e dar acesso a vozes que historicamente não o tiveram, os cineastas que participam desta iniciativa provêm de grupos sub-representados e foram selecionados entre mais de 1.100 candidatos americanos para compartilhar suas perspectivas e visões criativas todo o mundo. Inspirados na viagem da vida, estes seis curtas-metragens do Disney+ baseiam-se no tema da "Descoberta". Lista completa de lançamentos no Disney+ em maio de 2021 04/05: STAR WARS DAY Star Wars: The Bad Batch Lego Star Wars: All-Stars Lego Star Wars: As Aventuras dos Freemaker Star Wars: Rebels Star Wars: Forças do Destino 07/05 Derramamento de óleo do século Ailo - A Jornada de uma Rena Grandes Migrações Elefantes: Em Nome da Liberdade Virando o Jogo dos Campeões: Episódio 7 Big Shot: Treinador de Elite: Episódio 4 14/05 Phineas e Ferb, O Filme: Candace Contra o Universo Ártico Ameaçado The Gifted: Temporadas 1 e 2 High School Musical: A Série: O Musical: Temporada 2, Episódio 1 Virando o Jogo dos Campeões: Episódio 8 Big Shot: Treinador de Elite: Episódio 5 21/05 Grand Canyon ao extremo Marvel: Aventuras dos Super-Heróis: Temporada 1 High School Musical: A Série: O Musical: Temporada 2, Episódio 2 Virando o Jogo dos Campeões: Episódio 9 Big Shot: Treinador de Elite: Episódio 6 28/05 Cruella Coop & Cami: Temporada 2 As Crônicas de Evermoore (Minissérie) Marvel Rising: Initiation Dra. T: Clínica de Animais Exóticos: Temporada 1 Expedição Marte Desafio Impossível: Temporada 1 High School Musical: A Série: O Musical: Temporada 2, Episódio 3 Virando o Jogo dos Campeões: Episódio 10 Big Shot: Treinador de Elite: Episódio 7 Launchpad - Curta a Diversidade Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Moto G60 chega ao Brasil com câmera de 108 MP e preço abaixo dos concorrentes Pesquisadores descobriram um jeito de "rejuvenescer" as baterias de lítio Michael Collins, o "astronauta esquecido" da Apollo 11, morre aos 90 anos Salários de até R$ 27 mil: confira vagas de emprego e cursos na área de TI Primeiro navio autônomo do mundo está pronto para zarpar Veja Mais

Artista dissidente em greve de fome é transferido para hospital

O Tempo - Mundo Luis Manuel Otero Alcántara, 33, e o 'Movimento San Isidro' (MSI), ao qual ele pertence, são acusados pelo governo de tentar manipular a política Veja Mais

Guedes aposta que Covid perderá força, mas equipe vê incertezas

O Tempo - Política Para o ministro, a vacinação concentrada nos grupos mais vulneráveis à doença vai ser responsável por fazer decrescer o número de mortes Veja Mais

O mistério do tamanho real do Universo

Glogo - Ciência O cosmos se expandiu desde o Big Bang, mas com que velocidade? A resposta pode revelar se tudo o que acreditamos saber sobre física está certo ou errado. Desde o Big Bang, o Universo vem se expandindo — saber o quão rápido isso está acontecendo pode nos dizer seu tamanho e idade NASA/JPL-CALTECH Vamos começar dizendo que o universo é grande. Estima-se que, se olharmos em qualquer direção, suas regiões visíveis mais distantes estão a cerca de 46 bilhões de anos-luz de distância. Isso significa ter um diâmetro de 540 sextilhões de milhas (ou 54 seguido por 22 zeros). Os 6 números que definem todo o Universo As teorias que veem o Big Bang não como o início, mas uma 'transformação' do Universo Mas este é, na verdade, nosso melhor palpite: ninguém sabe exatamente o quão grande o universo realmente é. Isso se deve ao fato de que só podemos ver a distância percorrida pela luz (ou, mais precisamente, a radiação de micro-ondas lançada a partir do Big Bang) desde sua origem. Desde que o universo surgiu há cerca de 13,8 bilhões de anos, ele vem se expandindo. Mas, como tampouco sabemos sua idade precisa, é difícil determinar até que ponto ele se estende além dos limites do que podemos ver. No entanto, os astrônomos tentaram usar uma propriedade para descobrir, um número conhecido como constante de Hubble. "É uma medida de quão rápido o universo está se expandindo agora", diz Wendy Freedman, astrofísica da Universidade de Chicago, nos EUA, que dedica sua carreira a fazer estas medições. "A constante de Hubble estabelece a dimensão do universo, tanto seu tamanho quanto sua idade", acrescenta. Pense no universo como um balão que infla. À medida que as estrelas e galáxias, pontos na superfície de um balão, se separam mais rapidamente, maior é a distância entre elas. Da nossa perspectiva, isso significa que quanto mais longe uma galáxia está de nós, mais rápido ela se afasta. Infelizmente, quanto mais os astrônomos calculam esse número, mais ele parece desafiar as previsões baseadas em nossa compreensão do universo. Um método de medir diretamente nos dá um certo valor, enquanto outra medição, que se baseia na nossa compreensão de outros parâmetros sobre o universo, diz algo diferente. Ou as medidas estão incorretas ou há algo de errado na maneira como pensamos que nosso universo funciona. Nossa galáxia, a Via Láctea, está se afastando de outras ao seu redor conforme o Universo se expande ALLAN MORTON/DENNIS MILON/SCIENCE PHOTO LIBRARY Mas os cientistas acreditam que agora estão mais perto de encontrar uma resposta, graças em grande parte a novos experimentos e observações destinadas a descobrir o que é exatamente a constante de Hubble. "O que enfrentamos como cosmologistas é um desafio de engenharia: como medimos essa quantidade da forma mais precisa e exata possível?", afirma Rachael Beaton, astrônoma que trabalha na Universidade de Princeton, nos EUA. Para enfrentar este desafio, diz ela, não só é preciso obter os dados para poder medir, como também verificar as medidas de todas as maneiras possíveis. "Da minha perspectiva como cientista, isso é mais como montar um quebra-cabeça do que estar dentro de um mistério no estilo Agatha Christie." A primeira medição da constante de Hubble, feita em 1929 pelo astrônomo Edwin Hubble, que deu nome a ela, foi de 500 km por segundo por megaparsec (km/s/Mpc). O megaparsec é uma unidade de distância usada em astronomia equivalente a 3,26 milhões de anos-luz. O valor calculado pelo cientista indica que para cada megaparsec mais longe da Terra que você olha, as galáxias que você vê estão se afastando de nós 500 km/s mais rápido do que aquelas que estão a um megaparsec mais perto. Mais de um século após a primeira estimativa de Hubble da taxa de expansão cósmica, esse número foi revisto várias vezes. As estimativas de hoje variam entre 67 e 74 km/s/Mpc. Parte do problema é que a constante de Hubble pode ser diferente dependendo de como é medida. A maioria das descrições da discrepância da constante de Hubble diz que há duas maneiras de medir seu valor. Uma delas observa a velocidade com que as galáxias próximas estão se afastando de nós, enquanto a segunda usa a radiação cósmica de fundo em micro-ondas (CMB, na sigla em inglês) — vestígios de luz do Big Bang. Ainda podemos ver essa luz hoje, mas como as partes distantes do universo estão se afastando de nós, a luz se estendeu em ondas de rádio. Esses sinais de rádio, descobertos por acidente na década de 1960, nos dão uma ideia de como era o universo nos tempos mais remotos. Duas forças concorrentes, a atração da gravidade e a pressão para fora da radiação, fizeram um cabo de guerra cósmico com o universo em sua infância. Isso criou distúrbios que ainda podem ser vistos na radiação cósmica de fundo em micro-ondas como pequenas diferenças de temperatura. Usando essas perturbações, é possível medir quão rápido o universo estava se expandindo logo após o Big Bang — e isso pode ser aplicado ao Modelo Padrão de Cosmologia para deduzir a taxa atual de expansão. Este Modelo Padrão é uma das melhores explicações que temos de como o Universo começou, do que ele é feito e o que vemos ao nosso redor hoje. Mas há um problema. Pequenos distúrbios nos primórdios do universo podem ser vistos em flutuações na radiação cósmica de fundo em micro-ondas NASA/JPL/ESA-PLANCK Quando os astrônomos tentam medir a constante de Hubble observando como as galáxias próximas estão se afastando de nós, eles obtêm um valor diferente. "Se o Modelo [Padrão] está correto, então você imaginaria que os dois valores, o que você mede hoje localmente e o valor que você deduz das primeiras observações, estariam alinhados", diz Freedman. "E não estão." Quando o satélite Planck da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) mediu as discrepâncias na CMB, primeiro em 2014 e depois novamente em 2018, o valor obtido para a constante de Hubble foi de 67,4 km/s/Mpc. Mas esse número é cerca de 9% menor do que o valor que astrônomos como Freedman mediram ao observar galáxias próximas. Outras medições da CMB em 2020 usando o Telescópio de Cosmologia do Atacama se correlacionam com os dados do satélite Planck. "Isso ajuda a descartar que houve um problema sistemático com o Planck a partir de algumas fontes", diz Beaton. Se as medições de CMB estiverem corretas, restam apenas duas possibilidades: ou as técnicas usando luz de galáxias próximas não funcionam ou o Modelo Padrão de Cosmologia precisa ser alterado. A técnica usada por Freedman e seus colegas é baseada em um tipo específico de estrela chamada variável cefeida. Estrelas pulsantes chamadas variáveis ​​cefeidas, como esta, podem ser usadas para medir distâncias no Universo e revelar quão rápido ele está se expandindo NASA/ESA/HUBBLE HERITAGE TEAM Descobertas há cerca de 100 anos por uma astrônoma chamada Henrietta Leavitt, essas estrelas mudam seu brilho, pulsando mais fraco ou com mais intensidade ao longo de dias ou semanas. Leavitt descobriu que quanto mais brilhante a estrela, mais tempo leva para se iluminar, depois escurecer e então brilhar novamente. Agora, os astrônomos podem dizer exatamente o quão brilhante uma estrela realmente é, estudando esses pulsos de brilho. Ao medir o quão brilhante ela nos parece da Terra e sabendo que a luz diminui em função da distância, esta técnica proporciona uma maneira precisa de medir a distância até as estrelas. Freedman e sua equipe foram os primeiros a usar variáveis ​​cefeidas em galáxias vizinhas à nossa para medir a constante de Hubble utilizando dados do Telescópio Espacial Hubble. Em 2001, eles calcularam 72 km/s/Mpc. Desde então, o valor obtido a partir do estudo de galáxias locais tem girado em torno do mesmo ponto. Usando o mesmo tipo de estrela, outra equipe utilizou o Telescópio Espacial Hubble em 2019 e chegou a 74 km/s/Mpc. Apenas alguns meses depois, outro grupo de astrofísicos usou uma técnica diferente envolvendo a luz proveniente de quasares e obteve um valor de 73 km/s/Mpc. Se essas medidas estiverem corretas, então é possível pensar que o universo poderia crescer mais rápido do que as teorias do Modelo Padrão de Cosmologia permitem. Isso pode significar que esse modelo, e com ele nossa melhor tentativa de descrever a natureza fundamental do universo, precisa ser atualizado. No momento, não dá para responder ao certo. Mas, se for esse o caso, as implicações podem ser profundas. O espelho de 18 segmentos do Telescópio Espacial James Webb vai capturar a luz infravermelha de algumas das primeiras galáxias que se formaram NASA/DESIREE STOVER "Isso pode nos indicar que está faltando alguma coisa em nosso Modelo Padrão", diz Freedman. "Ainda não sabemos por que isso está acontecendo, mas é uma oportunidade de avançar em direção a uma descoberta." Se o Modelo Padrão estiver errado, uma das primeiras coisas que pode significar é que nossos modelos de do que o universo é feito, as quantidades relativas de matéria bariônica ou "normal", matéria escura, energia escura e radiação, não estão muito certas. Além disso, se o universo está realmente se expandindo mais rápido do que pensamos, ele poderia ser muito mais jovem do que os 13,8 bilhões de anos que atualmente acredita-se que tenha. Uma explicação alternativa para a discrepância é que a parte do universo em que vivemos é de alguma forma diferente ou especial em comparação com o resto do universo, e essa diferença está distorcendo as medidas. "Está longe de ser uma analogia perfeita, mas você pode pensar em como a velocidade ou aceleração do seu carro muda conforme você sobe ou desce uma colina, mesmo se você estiver aplicando a mesma pressão no pedal do acelerador", diz Beaton. "Acho pouco provável que seja a causa principal da discrepância na constante de Hubble que vemos, mas também acho importante não ignorar o trabalho desses resultados." Mas os astrônomos acreditam que estão mais perto de determinar qual é a constante de Hubble e qual das medidas está correta. "O que é empolgante é que acredito que realmente vamos resolver isso em um período de tempo bastante curto, seja em um, dois ou três anos", afirma Freedman. "Há tantas coisas vindo no horizonte e que vão melhorar a precisão com que podemos fazer essas medições que acho que vamos chegar ao fundo disso." Uma dessas coisas é o observatório espacial Gaia da ESA, que foi lançado em 2013 e tem medido as posições de cerca de 1 bilhão de estrelas com alto grau de precisão. Os cientistas o estão usando para calcular as distâncias até as estrelas com uma técnica chamada paralaxe. À medida que este observatório espacial orbita ao redor do Sol, seu ponto de vista no espaço muda, assim como se você fechasse um olho e olhasse para um objeto, e depois olhasse com o outro olho, o objeto parece estar em um lugar ligeiramente diferente. Portanto, ao estudar objetos em diferentes épocas do ano durante sua órbita, Gaia permitirá aos cientistas calcular com precisão a velocidade com que as estrelas estão se afastando do nosso próprio Sistema Solar. Outro recurso que ajudará a responder qual é o valor da constante de Hubble é o Telescópio Espacial James Webb, que será lançado no fim de 2021 Ao estudar os comprimentos de onda infravermelhos, permitirá melhores medições que não serão obscurecidas pela poeira existente entre nós e as estrelas. No entanto, se descobrirem que a diferença na constante de Hubble persiste, será a hora de uma nova física. E embora muitas teorias tenham sido apresentadas para explicar a diferença, nenhuma se encaixa perfeitamente com o que vemos ao nosso redor. Cada teoria possível tem um inconveniente. Por exemplo, pode ser que houvesse outro tipo de radiação no início do universo, mas medimos a CMB com tal precisão que não parece provável. Outra opção é que a energia escura pode mudar com o tempo. "Parecia uma linha de estudo promissora a seguir, mas agora existem outras limitações sobre quanto a energia escura pode mudar em função do tempo", afirma Freedman. "Teria que ser feito de uma forma realmente artificial e isso não parece muito promissor." Uma alternativa é que havia energia escura presente no universo primitivo que simplesmente desapareceu, mas não há nenhuma razão óbvia para que isso acontecesse. Tudo isso obrigou os cientistas a vislumbrar novas ideias que poderiam explicar o que está acontecendo. "As pessoas estão trabalhando muito, é empolgante", acrescenta Freedman. "Só porque ninguém ainda descobriu o que [a explicação] é, não significa que uma boa ideia não aparecerá." Dependendo do que esses novos telescópios revelem, Beaton e Freedman podem se ver em meio a um mistério digno de um romance de Agatha Christie. * Abigail Beall é jornalista científica independente e autora do livro "The Art of Urban Astronomy" ("A Arte da Astronomia Urbana", em tradução literal). VÍDEOS: Ciência e Saúde Veja Mais

Nova biografia de Roberto Carlos é indicada para quem nunca teve acesso ao recolhido livro de 2006

G1 Pop & Arte Resenha de livro Título: Roberto Carlos – Por isso essa voz tamanha Autor: Jotabê Medeiros Editora: Todavia Cotação: * * * ♪ Pelo fato de o livro Roberto Carlos em detalhes (2006) estar oficialmente fora de circulação desde abril de 2007, por conta de acordo judicial firmado entre Roberto Carlos e a editora Planeta, a recém-lançada biografia do jornalista e escritor paraibano Jotabê Medeiros adquire relevância instantânea no mercado editorial por ser (por ora) o único livro disponível com relato da vida e obra do cantor e compositor capixaba de recém-completados 80 anos – um dos maiores ídolos populares da história do Brasil. Contudo, o livro somente soará de fato relevante para quem pouco ou nada sabe sobre Roberto Carlos. Lançado em 19 de abril, dia do 80º aniversário do artista, o livro Roberto Carlos – Por isso essa voz tamanha tem narrativa que avança até este ano de 2021, mas sem nada acrescentar de substancial ao que já fora revelado em 2006 pelo escritor baiano Paulo Cesar de Araújo na controvertida e fundamental biografia Roberto Carlos em detalhes. A narrativa de Medeiros é fluente porque o jornalista tem bom texto e, além de escrever bem, sabe organizar o material colhido – em entrevistas, na leitura de outros livros citados no texto e, sobretudo, em pesquisa em arquivos de jornais e revistas – na forma de enredo biográfico, estruturado em ordem cronológica. Para quem nunca leu Roberto Carlos em detalhes, o atual livro pode entreter, mas, a rigor, reconta a história do artista com base sobretudo no que já saiu na mídia ao longo dos 62 anos de carreira do cantor. A relação dos 30 nomes que deram entrevistas e depoimentos ao autor – Caçulinha, Claudette Soares, Eduardo Araújo, Getúlio Côrtes, João Donato, Lafayette (1943 – 2021), Luiz Ayrão, Paulo César Barros. Roberto Menescal, Wanderley Cardoso e Zé Renato, entre outros nomes menos conhecidos – inclui pessoas que aturaram como coadjuvantes ou mesmo figurantes na história da vida de Roberto Carlos. É óbvio que o protagonista – refratário às biografias e com planos de escrever ele mesmo a própria história em livro previsto para 2022 – jamais contribuiria com o livro de Medeiros. Como os coprotagonistas (os familiares, os músicos da banda do cantor e os amigos de fé como Erasmo Carlos) tampouco falaram com o autor, em lealdade a Roberto, o escritor teve que recorrer sobretudo a reportagens e artigos de jornais e revistas para reescrever a história do cantor que começou imitando João Gilberto (1931 – 2009) em 1959 até reinar como líder da juventude “alienada” que ouvia rock e o ronco do calhambeque na era da Jovem Guarda, movimento pop brasileiro que alicerçou a carreira de Roberto de agosto de 1965 a janeiro de 1968. De inimitável rei da juventude dos anos 1960, Roberto se transformou em grande cantor romântico a partir da década de 1970 com discografia que perdeu vigor a partir dos anos 1980 sem que o artista perdesse a majestade. Medeiros procura explicar o fenômeno de popularidade. Bem assessorado juridicamente pela editora Todavia (a ponto de ter tido o cuidado de não apresentar o rosto de Roberto nas imagens expostas na capa do livro), Jotabê Medeiros corre pouco risco de ser importunado pelo biografado na Justiça. O autor parece ter sabido até onde podia ir. A intimidade real jamais é desvendada. Até por isso a biografia Roberto Carlos – Por isso essa voz tamanha se apequena diante do livro de Paulo Cesar de Araújo – escritor que, aliás, lança em junho o primeiro dos dois volumes da nova biografia em que reconta a vida de Roberto Carlos através das letras das músicas do compositor. Jotabê Medeiros apresenta uma biografia possível de Roberto que, sim, poderá seduzir leitores pouco ou nada informados sobre a trajetória do artista, mas interessados em tentar entender o fenômeno. Os súditos mais fiéis do Rei, potenciais compradores do livro, aqueles que sabem de Roberto tudo o que ele permite saber, possivelmente nada encontrarão de realmente especial nas 512 páginas da biografia de Medeiros – isso se comprarem o livro, hipótese talvez desconsiderada pelos admiradores cientes da aversão do biografado às narrativas alheias sobre a vida pessoal dele. O livro poderia ter resultado mais conciso se o autor não tivesse eventualmente dedicado páginas para apresentar personagens, afinal, não tão importantes assim na vida de Roberto, caso do saxofonista norte-americano Booker Pittman (1909 – 1969), que tem a vida resumida nas páginas 89 e 90 pelo fato de ter convivido com Roberto na boate carioca Plaza, onde o cantor estreou profissionalmente em 1959. A favor do livro de Medeiros, há a checagem de dados e o levantamento de hipóteses sobre o que realmente aconteceu em 29 de junho de 1947, data em que, aos seis anos, Roberto perdeu parte da perna direita em acidente com trem durante festa que agitava a cidade natal de Cachoeiro de Itapemirim (ES). Contra, há eventuais dados imprecisos, como creditar ao ano de 1995 a gravação da canção A volta (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1966) pelo cantor para a trilha sonora da novela América (TV Globo, 2005). A gravação foi feita em 2004 para a trama estreada em março do ano seguinte, tendo sido apresentada três meses antes como faixa-bônus do álbum Pra sempre ao vivo no Pacaembu (2004). Enfim, no saldo final, o livro Roberto Carlos – Por isso essa voz tamanha se salva como boa introdução ao reino do cantor. Quando a narrativa biográfica vai perdendo fôlego na segunda metade do livro, Jotabê Medeiros contrabalança a queda com análises geralmente pertinentes de álbuns e atitudes de Roberto Carlos. Vale a leitura para quem nunca teve acesso à histórica biografia de 2006 escrita pelo destemido Paulo Cesar de Araújo. Veja Mais