Meu Feed

No mais...

Ex-presidente salvadorenho é condenado a devolver dinheiro doado por Taiwan

em - Internacional A Justiça de El Salvador condenou nesta quarta-feira o ex-presidente Elías Antonio Saca (2004-2009), que está preso, a devolver 6 milhões de dólares desviados de fundos doados ao país por Taiwan.Juntamente com Saca, o Segundo Tribunal de Instrução de San Salvador condenou os colaboradores do ex-presidente, Gerardo Balzaretti e Juan Tennant Wright, a devolverem 2 milhões de dólares cada um ao Estado, informou a Procuradoria-Geral da República.O Ministério Público denunciou Saca e seus colaboradores em 2019. "Causaram um dano ao país, uma vez que esse dinheiro era destinado a obras sociais", declarou em vídeo divulgado pela promotoria um dos promotores encarregados do caso, que não foi identificado.Saca e seus dois colaboradores são acusados de desviar 10 milhões de dólares que Taiwan destinou a El Salvador entre outubro de 2003 e abril de 2004 para a execução de quatro projetos que não foram inscritos ou registrados, apontou a promotoria.O Ministério Público solicitou em agosto ao Segundo Tribunal de Instrução a exoneração do ex-presidente Saca e de seus colaboradores do crime de lavagem de dinheiro, por prescrição, mas pediu ao mesmo tribunal que prosseguisse com o julgamento civil para recuperar o dinheiro doado por Taiwan. Em julho, o MP realizou uma série de embargos contra o partido de direita Aliança Republicana Nacionalista (Arena), que usou parte do dinheiro.Elías Antonio Saca cumpre desde 2018 uma pena de 10 anos de prisão por lavagem de dinheiro e outros atos de corrupção envolvendo 301 milhões de dólares durante seu mandato. Veja Mais

Câmara dos EUA aprova resolução em apoio a manifestantes em Cuba

em - Internacional A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira (3) uma resolução em apoio aos manifestantes em Cuba que tomaram as ruas em 11 de julho e planejam fazê-lo novamente em 15 de novembro, condenando a "violenta repressão" do governo cubano.O texto, apresentado pela congressista democrata Debbie Wasserman Schultz com o apoio do republicano Mario Díaz-Balart, ambos da Flórida, foi aprovado pela Câmara com 382 votos a favor e 40 contra.A maioria dos legisladores republicanos respaldou a iniciativa, que pede aos membros das Forças Armadas Revolucionárias (FAR), do Ministério do Interior cubano e da Polícia Nacional Revolucionária (PNR) que "não prendam ou detenham manifestantes pacíficos".Além disso, insta as autoridades de Havana a libertarem "imediatamente todos os presos políticos e detidos arbitrariamente" que permanecem sob custódia após os protestos.Também urge que não seja restringido o acesso dos cubanos à internet, bem como a todos os sites e aplicativos, "inclusive durante futuras manifestações e protestos pacíficos".O texto pede ainda ao governo do presidente Joe Biden que encontre maneiras de permitir que remessas, suprimentos médicos e outras formas de ajuda humanitária beneficiem diretamente o povo cubano "sem fornecer dólares americanos aos militares cubanos".Entre os 40 democratas que não endossaram a resolução estão os legisladores Alexandria Ocasio-Cortez, Ilhan Omar, Rashida Tlaib, Ayanna Pressley e Pramila Jayapal, conhecidos por suas posições de esquerda.Na segunda-feira, um grupo de oposição cubano que convocou uma passeata para 15 de novembro denunciou que seus integrantes foram alvo de repressão por parte do governo, enquanto as autoridades acusam seus líderes de serem agentes dos Estados Unidos.Entre as denúncias estão ameaças de demissão, intimidações, vigilância policial, confinamento domiciliar e detenções arbitrárias.O governo de Miguel Díaz-Canel advertiu os organizadores das consequências criminais se persistirem no chamado à manifestação, que está programada em Havana e em outras seis províncias da ilha.As resoluções do Congresso dos Estados Unidos não são vinculativas como as leis, mas expressam o sentimento coletivo dos parlamentares sobre uma questão.Twitter Veja Mais

Golpes de roubo de dados crescem 165%; veja como evitá-los

Golpes de roubo de dados crescem 165%; veja como evitá-los

Tecmundo A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou na sexta-feira (29) um levantamento que mostra que os golpes contra clientes de bancos aumentaram 165% no primeiro semestre deste ano, quando comparados com o segundo semestre de 2020. E o que é pior: são fraudes de engenharia social, o que significa que as informações confidenciais, como senhas e números de cartões, são fornecidas pelos próprios clientes aos criminosos.Entre eles, há o golpe do falso motoboy, no qual o cliente recebe uma ligação do golpista dizendo ser do banco e informando que o cartão foi fraudado. O "funcionário" pede a senha, diz para a pessoa cortar o cartão sem danificar o chip, e informa que um motoboy irá buscar o cartão na sua casa. A federação lembra que os bancos nunca pedem o cartão de volta nem mandam motoboys à casa dos clientes.Leia mais... Veja Mais

Biocoalizão parlamentar defende desenvolvimento sustentável - 03/11/21

Biocoalizão parlamentar defende desenvolvimento sustentável - 03/11/21

Câmana dos Deputados Deputados e senadores de oito frentes parlamentares se uniram para fazer do Brasil um dos protagonistas mundiais na promoção do desenvolvimento sustentável. A ideia da Biocoalizão Parlamentar é garantir o cumprimento de acordos internacionais para a diminuição da emissão de gases do efeito estufa. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Juiz ordena prisão de principal testemunha em escândalo da Odebrecht no México

em - Internacional Um juiz mexicano ordenou nesta quarta-feira a prisão do ex-diretor da estatal Pemex Emilio Lozoya, principal testemunha no escândalo de subornos da brasileira Odebrecht no México, informou uma fonte judicial.O magistrado revogou a medida de liberdade condicional, acatando um pedido nesse sentido feito pelo Ministério Público, que alertou para o risco de fuga do ex-funcionário, informou o Judiciário.Lozoya, 46, que dirigiu a Pemex entre 2012 e 2016, foi capturado na Espanha em fevereiro de 2020 e extraditado para o México em julho do mesmo ano. Ele havia conduzido seu processo com medidas cautelares como parte de um acordo com o Ministério Público em troca de depor contra outros supostos envolvidos, entre eles o ex-presidente Enrique Peña Nieto (2012-2018).Em declaração de agosto de 2020 vazada à imprensa por fontes judiciais, o ex-diretor da Pemex afirmou que seguiu instruções de Peña Nieto e do ex-secretário da Fazenda e ex-chanceler Luis Videgaray para administrar subornos que acabaram financiando a campanha para a presidência.Em audiência realizada nesta quarta-feira, o Ministério Público considerou que Lozoya "não cumpriu os requisitos para obter um critério de oportunidade" (colaborador) e pediu a prisão preventiva do mesmo, por "existir risco de fuga".O MP confirmou as acusações de uso de recursos de procedência ilícita, associação criminosa e corrupção ativa contra o ex-diretor, que pode ser condenado a até 30 anos de prisão.Durante a audiência, de acordo com a fonte judicial, Lozoya "disse que é inocente e que estão chegando a um acordo para reparar o dano", mesmo que ele "não tenha tido responsabilidade".Lozoya, que era amigo e colaborador próximo de Peña Nieto, é o funcionário de mais alto escalão no México citado no escândalo de subornos da Odebrecht, que teceu uma rede de propinas na América Latina em troca de contratos. Não foram chamados para depor nem o ex-presidente, nem Luis Videgaray, que comandou a campanha presidencial e negou as acusações.No fim da audiência, Manuel Ontiveros, advogado de defesa, disse que Lozoya, que ficará em uma prisão da capital, recebeu a decisão com tranquilidade. Ele assinalou que a defesa buscará reformular o acordo de colaborador e obter novamente a liberdade condicional. Veja Mais

Novo reality comandado por Sabrina Sato ganha data de estreia

O Tempo - Diversão - Magazine Atração vai ao ar neste sábado (6), logo após a exibição de "A Fazenda", com participantes conhecidos do grande público Veja Mais

Presidente colombiano diz que eleições na Venezuela 'não serão livres' ou 'democráticas'

em - Internacional As próximas eleições regionais na Venezuela não serão "livres" nem "democráticas", afirmou à AFP nesta quarta-feira (3) o presidente colombiano Iván Duque, que também falou sobre os "desafios" pendentes dos acordos de paz com as Farc e da luta contra o narcotráfico."Não serão livres, não serão democráticas", disse Duque durante entrevista em Paris, referindo-se às eleições marcadas para 21 de novembro, nas quais os principais partidos da oposição decidiram participar após anos de boicote.Para Duque, "é a mesma estratégia que Maduro sempre busca: fraturar um setor da oposição, convidá-los às eleições, deixá-los ganhar quatro, cinco ou seis governadores para que pareça um democrata aos olhos do mundo e perpetuar sua ditadura"."Claramente, o renascimento da democracia na Venezuela só vai começar no dia em que Nicolás Maduro deixar o cargo que exerce como ditador", acrescentou.Durante sua visita relâmpago à França, depois de participar da Conferência do Clima da ONU (COP26) em Glasgow, Escócia, o chefe de Estado colombiano se encontrou com seu par francês, Emmanuel Macron, com quem também discutiu a situação na Venezuela.O inquilino da Casa de Nariño, cujo mandato vai até agosto de 2022, destacou a visão compartilhada com Macron em aspectos como o combate às mudanças climáticas e garantiu que a relação bilateral "está em seu ponto histórico mais alto".O presidente francês prometeu que seu país, junto com seus parceiros da União Europeia, continuará a apoiar "as forças democráticas na Venezuela em seus esforços para conseguir eleições livres e transparentes".- Acordos de paz -Os dois líderes também abordaram o processo de paz, cinco anos após os acordos entre o governo do presidente colombiano Juan Manuel Santos e a extinta guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).Duque reconheceu à AFP ter posições conflituosas, considerando que a "grande maioria" dos ex-combatentes "entrou no caminho da legalidade", com o apoio também das autoridades, mas afirmou que ainda há "desafios" pendentes ."Acredito que seja necessária uma reparação material e econômica mais efetiva por parte dos perpetradores. Em segundo lugar, não podemos negar as dissidências das Farc", disse o governante, para quem também falta descobrir a verdade sobre os abusos de menores.A Colômbia vive o pior surto de violência desde o desarmamento das Farc. Dissidentes, o Exército de Libertação Nacional (ELN) e grupos armados de origem paramilitar brigam em várias regiões pelos lucros do narcotráfico, extorsão e mineração ilegal.Duque destacou na entrevista que não negociará com o ELN até que cessem "todos os atos criminosos" e todos os reféns sejam libertados, pois seria como "validar" seus "crimes atrozes" como um "mecanismo de pressão sobre o Estado".O presidente colombiano ressaltou ainda que o combate às drogas passa também pelos países consumidores. "Quantas campanhas de dissuasão eles estão fazendo? Quantas prisões estão fazendo contra os traficantes de drogas em muitos dos países mais desenvolvidos?", questionou Duque, que defendeu a "co-responsabilidade" nessa luta. Veja Mais

Negociações sobre programa nuclear iraniano serão retomadas este mês

em - Internacional As negociações entre as potências nucleares e o Irã serão retomadas no próximo dia 29, em Viena, após um impasse de cinco meses, em meio a pressões crescentes sobre Teerã devido ao avanço de seu programa nuclear, e a ameaças de ataque israelenses.O diálogo será retomado com a presença de China, França, Alemanha, Rússia e Reino Unido, anunciou a Comissão Europeia nesta quarta-feira (3). A reunião será presidida pelo diplomata espanhol Enrique Mora, adjunto do chefe da diplomacia da UE, Josep Borrell, segundo a nota oficial."Os participantes darão prosseguimento às discussões sobre a perspectiva de um possível retorno dos Estados Unidos" ao acordo e formas de "como garantir a implementação plena e efetiva do acordo por todas as partes", acrescentou a Comissão.China, Rússia, Estados Unidos, França, Reino Unido (potências nucleares) e Alemanha chegaram a um acordo com o Irã em 2015, o JCPOA. Por meio desse acordo, o Irã prometeu interromper seu programa de enriquecimento de urânio e, em troca, a comunidade internacional retiraria gradualmente as sanções econômicas adotadas contra o governo de Teerã.No entanto, em 2018, durante o governo de Donald Trump, os Estados Unidos retiraram-se do acordo e, em resposta, o Irã retomou suas operações de enriquecimento de urânio acima dos níveis definidos no acordo. Desde então, as partes buscam ressuscitar o entendimento e discutir um eventual retorno de Washington à mesa de negociações.Nesta quarta, os Estados Unidos disseram que poderiam chegar rapidamente a um acordo para reativar o pacto nuclear iraniano se Teerã for "séria" em suas intenções. "Acreditamos que, se os iranianos forem sérios, poderemos fazer isso de forma relativamente rápida", declarou o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, o qual garantiu que apenas "um número relativamente limitado de questões" ainda estão "em aberto", mas advertiu que a "janela não permanecerá aberta indefinidamente"."O presidente dos EUA carece de autoridade e se recusa a oferecer garantias", tuitou o principal responsável pela segurança do Irã, Ali Shamkhani, no Twitter, enquanto as conversas eram anunciadas. "Se isso não mudar, o resultado das negociações já está claro."O vice-chanceler Ali Bagheri, principal negociador iraniano, confirmou no Twitter que a retomada das negociações em 29 de novembro havia sido definida em conversa telefônica com Mora. "Concordamos em iniciar negociações com o objetivo de eliminar as sanções ilegais e desumanas em 29 de novembro em Viena", tuitou o diplomata.- Preocupações -As potências europeias têm expressado cada vez mais preocupação com a atividade nuclear do Irã, alertando que o progresso de Teerã seria tão avançado que retomar o acordo inicial seria inútil.Israel é amplamente suspeito de lançar uma campanha de sabotagem que incluiu o assassinato do principal cientista nuclear do Irã há um ano.Estados Unidos e Irã divulgaram hoje versões diferentes sobre um incidente envolvendo um petroleiro de bandeira vietnamita no Mar de Omã, no episódio mais recente de tensão naquela movimentada rota marítima. Embora Teerã tenha dito que frustrou na semana passada uma tentativa de apreensão de uma embarcação carregada com petróleo iraniano pela Marinha americana, um funcionário da defesa dos Estados Unidos indicou que apenas haviam observado a operação das forças iranianas. "Recebemos ordens para acompanhar de perto, e não para nos envolvermos", afirmou.O incidente ocorreu em meio a uma série de ataques a navios comerciais nas rotas marítimas que atendem ao Golfo Pérsico, onde grande parte do petróleo mundial é produzido e transportado. O Irã foi acusado de um ataque com drones em julho a um petroleiro ligado a Israel que navegava ao largo da costa de Omã, que resultou na morte de um ex-soldado britânico e um cidadão romeno.Teerã negou as acusações de estar por trás desse e de outros ataques e sequestros naquela região. Veja Mais

A Voz do Brasil - 03/11/2021

A Voz do Brasil - 03/11/2021

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-termos-de-uso/ Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeputados/ https://www.tiktok.com/@camaradosdeputados? https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #AVozdoBrasil #RádioCâmara Veja Mais

Congresso dos EUA aprova lei para pressionar pela democracia na Nicarágua

em - Internacional O Congresso dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira uma lei para aumentar drasticamente a pressão diplomática sobre o governo de Daniel Ortega na Nicarágua, acusado de repressão e prisão de opositores antes das eleições de 7 de novembro. A Lei RENACER (Reforçar o Cumprimento das Condições para a Reforma Eleitoral na Nicarágua, por sua sigla em inglês) foi aprovada por 387 votos a favor e 35 contra na Câmara dos Representantes, após sua aprovação pelo plenário do Senado em agosto e as emendas feitas na segunda-feira.A legislação bipartidária, que foi apoiada por mais republicanos do que democratas, agora deve ser sancionada pelo presidente Joe Biden."Estamos testemunhando o pior ataque autoritário à democracia na América Latina em décadas, e tenho orgulho de liderar este esforço para que o Congresso atue de forma decisiva para que o regime de Ortega-Murillo saiba que haverá grandes consequências para a pseudo coroação de sua ditadura dinástica", disse o senador democrata Bob Menendez, patrocinador da iniciativa.A lei apresenta um arsenal de medidas para enfrentar o que considera corrupção e abusos dos direitos humanos por parte do governo de Ortega e sua esposa e vice-presidente, Rosario Murillo. Para isso, aumenta, em coordenação com o Canadá, a União Europeia e os países da América Latina e do Caribe, as sanções seletivas a pessoas envolvidas em abusos de direitos humanos e obstrução de eleições livres.Além disso, amplia a supervisão dos empréstimos das instituições financeiras internacionais à Nicarágua e pede que se analise a participação da Nicarágua no pacto de livre comércio entre os Estados Unidos, América Central e República Dominicana (CAFTA-DR). Também adiciona a Nicarágua à lista de países centro-americanos sujeitos a restrições de visto por corrupção e exige mais relatórios de inteligência sobre as atividades do governo russo no país centro-americano, incluindo sobre as vendas militares russas a Manágua."O governo Biden deve assinar rapidamente este projeto de lei e trabalhar com aliados internacionais para coordenar as sanções contra este regime", disse o senador republicano Marco Rubio, outro dos proponentes do projeto.O presidente, um ex-guerrilheiro de 75 anos no poder desde 2007, busca seu quarto mandato consecutivo em meio a uma crise aguda na Nicarágua, após os protestos antigovernamentais de abril de 2018, cuja repressão deixou mais de 300 mortos, centenas de encarcerados e mais de 100.000 exilados. Veja Mais

The Walking Dead: World Beyond 2x5 - uma missão perigosa (recap)

The Walking Dead: World Beyond 2x5 - uma missão perigosa (recap)

Tecmundo No último domingo (31), muitas pessoas comemoraram o Halloween. E os espectadores da AMC foram surpreendidos com grandes emoções provocadas pela 2ª temporada de The Walking Dead: World Beyond. Exibindo um episódio verdadeiramente angustiante, a trama avançou de uma forma interessante, criando novos conflitos e tensões entre os personagens. Dessa forma, saiba tudo sobre o intitulado “Quatervois” com o nosso recap!Leia mais... Veja Mais

Conheça o Infoleg Orçamento

Conheça o Infoleg Orçamento

Câmana dos Deputados Conheça o Infoleg Orçamento, a maneira mais prática de acompanhar a execução dos recursos orçamentários da União destinados aos municípios. Pesquise, favorite e receba as notificações de emendas individuais ou de bancadas direto no seu celular. É mais transparência e fiscalização na palma da mão. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Infoleg #Orçamento Veja Mais

Itaú tem lucro líquido de R$ 5,8 bilhões no terceiro trimestre, alta de 28,6%

G1 Economia No mesmo período do ano passado, o ganho foi de R$ 4,492 bilhões. Em relação ao trimestre anterior, no entanto, houve queda de 23,5% . Fachada de agência do banco Itaú no Rio de Janeiro Sergio Moraes/Reuters O banco Itaú informou nesta quarta-feira (3) que registrou lucro líquido contábil de R$ 5,780 bilhões no terceiro trimestre de 2021, um crescimento de 28,6% em relação ao mesmo período do ano passado, quando reportou ganhos de R$ 4,492 bilhões. No segundo trimestre, o banco divulgou lucro líquido contábil de R$ 7,56 bilhões (-23,5%). Já o lucro líquido recorrente da instituição, que exclui fatores extraordinários no trimestre fiscal, somou R$ 6,779 bilhões no terceiro trimestre, acima do apurado no mesmo período de 2020 (R$ 5,030 bilhões). De acordo com o banco, os fatores que mais influenciaram os resultados são: Crescimento da margem financeira com clientes, impulsionado pela carteira de crédito; Redução no custo de crédito, como reflexo da boa qualidade da carteira; Aumento das receitas associadas à prestação de serviços. A inadimplência total foi de 2,6% no terceiro trimestre, ante 2,3% no segundo trimestre e 2,2% no terceiro trimestre de 2020. As despesas não decorrentes de juros alcançaram R$ 12,8 bilhões no período, com aumento de 1,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. A carteira de crédito total do Itaú cresceu 13,6% de julho a setembro ante o mesmo período de 2020, atingindo R$ 962 bilhões em setembro de 2021. O resultado, segundo o banco, reflete o desempenho das carteiras de crédito de pessoas físicas e de micro, pequenas e médias empresas, que avançaram 27,8% e 19,4%, respectivamente. "Conseguimos superar os momentos mais críticos de 2020 e nos fortalecemos para os desafios futuros", afirmou Alexsandro Broedel, CFO do Itaú Unibanco. Veja Mais

Sessão para votação da PEC dos Precatórios começa com incertezas

O Tempo - Política Líder do governo mostra confiança em aprovação da proposta Veja Mais

The Sims 4 terá kit de Decoração Botânica

canaltech A Electronic Arts (EA) e a Maxis revelaram nesta quarta-feira (3) novos conteúdos para o jogo The Sims 4. Entre as novidades, estão o Kit Decoração Botânica, que será pago, e novos recursos de jogabilidade chamados Cenários, que serão gratuitos. PS4, PS5: The Sims, GTA e mais jogos em promoção na PS Store 9 remakes e remasters de jogos que deram errado 10 ótimos games para jogar em live A DLC Decoração Botânica chega em 9 de novembro e é ideal para os jogadores que queiram “preencher seus espaços com uma vegetação exuberante e criar um santuário moderno em suas casas”, explica a EA em comunicado à imprensa. Julgando pelas fotos, haverá uma vasta quantidade de plantas para decorar as casas dos Sims, como samambaias, jiboias e mais. Jogadores poderão decorar suas casas com uma variedade de plantas (Foto: Divulgação/Electronic Arts) “Levar jeito para jardinagem não é necessário neste novo kit, já que os Sims tem inspiração em trazer o exterior para dentro com plantas vibrantes, que dão nova vida a qualquer espaço. Quem joga pode curtir uma atmosfera relaxante de crescimento por todos os lados com detalhes folhosos inesperados e beleza natural, animando seus espaços ao transformar utensílios domésticos regulares em uma decoração viva com a adição de folhagem encantadora. Plantas em vasos e penduradas transformam qualquer cômodo em um pequeno pedaço do paraíso e, com uma infinidade de cores verdejantes, será como morar, literalmente, em uma estufa.” -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- O conteúdo será pago. Embora a EA não tenha informado o preço oficial, espera-se que o valor seja de R$ 29,90, assim como o de outros Kits de The Sims 4. Já a novidade gratuita, intitulada Cenários, está disponível como uma atualização gratuita do jogo básico em todas as plataformas. Tratam-se de histórias com objetivos, nas quais as escolhas do jogador impactam diretamente os resultados. Cenários são mini histórias com diferentes finais (Foto: Divulgação/Electronic Arts) Foram apresentados dois Cenários: Encontrando um Amor Após um Término e Ganhando Dinheiro. Também há um Cenário limitado, Bebês Demais, que estará disponível a partir de sábado, 6 de novembro. A EA promete que novas histórias serão adicionadas ao longo do tempo, “com diferentes temas e estilos”. A empresa explica: “Por exemplo, em Ganhando Dinheiro, seu Sim começa com zero Simoleons na conta bancária. Para concluir o Cenário, você terá que dar um jeito de fazer um milhão de Simoleons. Como você vai conseguir, isso é com você! Você pode escolher um caminho nobre e abrir caminho com muito trabalho e dedicação, ou usar a criatividade para conseguir um milhão de Simoleons de outras formas…” The Sims 4 está disponível para PC e macOS via Origin e Steam, além dos consoles PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X e Xbox Series S. Compre aqui o Xbox Series S e entre para a nova geração com o modelo mais compacto da Microsoft Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

EUA acusa China de acelerar corrida nuclear para ter mil bombas em 2030

O Tempo - Mundo Relatório do Pentágono aponta que Pequim poderá ter o dobro de seu atual arsenal em 2027 Veja Mais

Ataque dos EUA que matou 10 civis afegãos não violou leis de guerra, afirma Pentágono

em - Internacional O ataque de drones dos EUA que matou 10 civis afegãos em 29 de agosto em Cabul foi um erro trágico, mas não violou nenhuma lei, disse nesta quarta-feira (3) uma autoridade do Pentágono que investigou o incidente. Três adultos - incluindo um homem que trabalhava para um grupo de apoio dos EUA - e sete crianças foram mortos na operação que teve como alvo uma casa e um veículo onde se acreditava que estavam militantes do Estado Islâmico (EI). "A investigação não encontrou nenhuma violação de leis, incluindo a Lei da Guerra. Erros de execução combinados com orientação de confirmação e falhas de comunicação levaram às lamentáveis mortes de civis", disse o inspetor-geral da Força Aérea dos Estados Unidos, Sami Said, em um relatório. "Foi um erro (não intencional)", disse ele a repórteres no Pentágono. "Mas não foi uma conduta criminosa, (...) aleatória", nem fruto de uma "negligência", acrescentou. Said disse que os envolvidos diretamente no ataque, que ocorreu durante a evacuação de dezenas de milhares de afegãos depois que o Talibã assumiu o controle do país, acreditavam genuinamente que estavam "alvejando" os responsáveis por "um ataque iminente"."O alvo do ataque, o veículo, seu interior e ocupantes, foram genuinamente avaliados na época como uma ameaça iminente às forças americanas e à missão no Aeroporto Internacional Hamid Karzai" em Cabul, segundo o relatório. No entanto, a interpretação da inteligência e o monitoramento do veículo e de seus ocupantes por oito horas foram "terrivelmente imprecisos". "O que provavelmente falhou não foi a inteligência, mas a correlação dessa inteligência com uma casa específica", explicou Said. Os militares dos EUA acreditavam que estavam mirando em militantes do EI que planejavam um atentado às operações de evacuação, três dias depois de um ataque suicida a bomba no aeroporto que deixou 13 agentes americanos e dezenas de afegãos mortos.Eles pensaram que o carro continha explosivos como os usados no ataque ao aeroporto. Após uma investigação preliminar, o Pentágono admitiu em 17 de setembro que foi um "erro trágico". O Pentágono anunciou que as famílias dos mortos receberiam uma indenização. Said afirmou que não há a quem culpar pelo erro. Ele também disse que não era sua responsabilidade decidir se alguém deveria ser punido pela falha. Veja Mais

Midnight Suns: jogo de estratégia da Marvel é adiado

canaltech A publisher Take-Two Interactive adiou o lançamento do RPG tático com heróis da Marvel Midnight Suns para o segundo semestre de 2022. Revelado em agosto durante a Gamescom, o jogo foi anunciado inicialmente para março de 2022. Team-Xecuter pagará R$ 25 milhões de multa à Nintendo por pirataria Review Marvel's Guardians of the Galaxy | Cativante e divertido do começo ao fim Os lançamentos de jogos mais aguardados para novembro de 2021 De acordo com a mensagem compartilhada no Twitter pela desenvolvedora Firaxis Games, a equipe que trabalha no game usará o tempo extra para “tornar Midnight Suns possível”. O tempo adicional servirá para a inclusão de mais histórias, cutscenes e um polimento geral na aventura. We have an important development update to share with our fans pic.twitter.com/ycNDCVtbwD -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- — Marvel's Midnight Suns (@midnightsuns) November 3, 2021 Midnight Suns permitirá que jogadores criem seu próprio herói, que luta ao lado de estrelas da Marvel como Capitão América, Wolverine e o Doutor Estranho em combates de estratégia por turnos. O título está em desenvolvimento pela equipe da Firaxis em parceria com a 2K — ambos os estúdios trabalharam em franquias como XCOM e Civilization. Cansado de perder tempo procurando preços baixos? Inscreva-se no Canaltech Ofertas e receba as melhores promoções no seu celular! Apesar de contar com um sistema de cartas e também de customização dos personagens, Midnight Suns não terá loot boxes ou microtransações que afetam o gameplay. De acordo com o perfil oficial no Twitter, o jogo terá somente skins para compra, que não afetarão a jogabilidade.   Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Como saber meu número?

canaltech Descobrir o número do telefone celular é uma tarefa simples e que pode ser feita tanto ao acessar as configurações do sistema operacional quanto ao ligar para a operadora. Veja a seguir como saber o número de celular Vivo, Claro, TIM, Oi e qualquer outra operadora. Como consultar o IMEI do celular Como saber se um celular é original? Como saber se o celular está com vírus? O tutorial vale tanto para aparelhos Android quanto iOS. Se preferir, você ainda pode usar métodos como o WhatsApp ou ligar para outro número, que também vamos descrever no final deste artigo. Como saber meu número de celular Assim como pode acontecer com os números de documentos importantes, como RG e CPF, muita gente ainda não decorou ou não sabe o número do próprio telefone celular. Também pode ser que o chip SIM da operadora não esteja inserido corretamente no smartphone e, portanto, não está sendo reconhecido pelo sistema. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Como saber meu número Vivo Abra o aplicativo de mensagens do celular Note que não se trata do WhatsApp ou outros mensageiros, mas sim do recurso nativo de mensagens de texto SMS que tem em todos os celulares. Como bloquear ligações irritantes no seu celular Android Como bloquear ligações de alguns contatos no iPhone No Android, o aplicativo de mensagens costuma ficar localizado na tela inicial, e tem a cor azul. Já no iPhone, o app Mensagens é composto por um balão branco de conversa dentro de um quadrado verde. Abra o app de mensagens do seu celular. Vale tanto para Android quanto iOS (Captura de tela: Caio Carvalho/Canaltech) Crie uma nova conversa Para usuários Android, selecione “Iniciar chat” ou vá no ícone de mensagem no canto inferior direito — a interface pode mudar um pouco de acordo com a versão do Android. Enquanto isso no iPhone, toque no ícone quadrado no canto superior direito da tela. Selecione a opção para iniciar uma nova mensagem de texto (Captura de tela: Caio Carvalho/Canaltech) Informe o destinatário e escreva a mensagem No campo “Para" ou “Destinatário" (também pode variar dependendo do seu sistema operacional), insira o número 8300. E no campo de texto, escreva “Número" (sem as aspas). Tudo pronto. Agora só mandar a mensagem para a Vivo (Captura de tela: Caio Carvalho/Canaltech) Envie a mensagem Com tudo escrito conforme explicamos acima, agora é só enviar o SMS usando o botão de seta. Em alguns segundos, a Vivo te mandará uma mensagem de texto com o número do chip SIM do seu celular. Como saber meu número Claro Ligue para *510# A primeira alternativa para descobrir o seu número na Claro é ligando para *510#. Não se esqueça de que o chip já precisa estar inserido no aparelho, caso o contrário não será possível efetuar ligações. Feito isso, é só aguardar alguns instantes até que o número apareça na tela do seu smartphone. Envie um SMS Usando o mesmo caminho que descrevemos em Como saber meu número Vivo, abra o aplicativo de SMS do seu celular e envie uma mensagem para o número 35742. Em alguns segundos você receberá um SMS com o número do seu plano. Como saber meu número TIM Ligue para *846# No aparelho que você deseja saber o número e já com o chip instalado, ligue para *846#. No mesmo instante, você verá o número aparecer a tela para que você o anote. Como saber meu número Oi Ligue para *880# Com o chip da operadora já colocado no celular, ligue para *880#. Você ouvirá uma voz eletrônica fornecer algumas opções. Selecione “Serviços” e, no menu seguinte, escolha “Consultar Número”. Aguarde alguns instantes até que o número do celular seja exibido na tela. Como saber meu número de qualquer operadora Ligue para 0800 643 0424 Para quem não sabe qual é a operadora do chip de celular ou utiliza alguma outra provedora que não foi listada anteriormente, basta ligar gratuitamente para o número 0800 643 0424. Aguarde alguns segundos até que uma voz eletrônica comece diga a frase “O número chamado é”, seguida do seu número de telefone celular. Como fazer ligação internacional, interurbana e a cobrar no celular Como descobrir qual é a operadora de celular antes de ligar Quais são os códigos das operadoras brasileiras É importante já ter um papel e caneta em mãos, ou outro meio para anotar o número, já que a sequência só é dita uma vez pela voz eletrônica. Caso não tenha conseguido anotar todos os números, ligue novamente para 0800 643 0424 e ouça a sequência numérica mais uma vez. Como saber meu número no Android e iOS No Android Em “Configurações”, desça a tela até o final e selecione a opção “Sobre o telefone”. Na tela seguinte, você verá informações como nome, status do cartão SIM, modelo do aparelho, entre outros dados. O número do celular aparecerá no topo da página. Se o seu smartphone tiver suporte para mais de um cartão SIM e houver dois cartões inseridos no aparelho, os dois números aparecerão em destaque nessa tela. O Android mostra os números de todos os cartões SIM do celular, caso tenha mais de um (Captura de tela: Matheus Bigogno/Canaltech) No iOS No iPhone, abra a opção “Ajustes" e vá em “Telefone”. Você verá o número do seu celular já na tela seguinte. Caso o seu iPhone tenha o chip físico e o eSIM (chip digital), os dois números aparecerão nessa mesma página. O iPhone só permite um chip físico dentro do aparelho, mas é possível usar chips digitais em algumas operadoras. Se este for o caso e você tiver mais de um número, ambos serão mostrados nesta tela (Captura de tela: Caio Carvalho/Canaltech) Como saber meu número pelo WhatsApp Acesse seu perfil do WhatsApp Uma forma simples de verificar o seu número de celular é usando sua conta do WhatsApp. Para isso, abra o aplicativo e acesse as configurações. Vá até seu perfil e visualize o número da sua linha na seção “Telefone”. Se não quiser ligar para a operadora, é só abrir o seu perfil dentro das configurações do WhatsApp para saber seu número de telefone (Captura de tela: Caio Carvalho/Canaltech) Como saber meu número por outra pessoa Ligue para o celular de outra pessoa A boa e velha técnica de ligar para o celular de outra pessoa não poderia faltar nessa lista. Aqui, você só precisa fazer uma ligação para o aparelho de alguém que esteja próximo a você. Não é necessário que a pessoa atenda a chamada, já que o celular também salva ligações não atendidas. Só não desligue antes que a chamada complete um toque. Depois disso, verifique seu número no smartphone da outra pessoa. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Humankind recebe suporte a mods em nova atualização

canaltech O jogo de estratégia Humankind acaba de receber uma porção de novidades, incluindo um evento inédito, suporte a mods e ajustes de balanceamento. O conteúdo chegou por meio da atualização "Fabius Maximus", que é gratuita e já está disponível. Humankind | Como a cultura brasileira é abordada no jogo Humankind chegará ao Xbox Game Pass no dia do lançamento Prévia | Humankind te dá todas as ferramentas para dominar o mundo — ou não Um dos destaques é o evento de Dia dos Mortos, que está disponível a partir desta quarta-feira (3) e vai até o dia 30 de novembro. Os jogadores devem completar todos os desafios do capítulo para ganhar novos símbolos, decorações e o avatar predefinido Catrina para a sua coleção.   Confira abaixo as atualizações que o jogo recebeu, como ajustes de ritmo e balanceamento: -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Era Neolítica: a era Neolítica sofrerá mudanças para desacelerar o crescimento e limitar o pico inicial de energia obtido com o atrasado da Era Antiga (menos comida ganha em Santuários, mamutes mais fortes). Late game: trazendo o custo de tecnologias e construções conforme os recursos obtidos pelos jogadores, bem como o impacto da estabilidade dos distritos e recursos de luxo, tornando difícil manter uma estabilidade muito alta no final do jogo. Culturas: algumas culturas serão rebalanceadas, especialmente aquelas que são mais consideradas as mais fortes ou muito fracas. Também foi examinado a força de combate e o custo das unidades emblemáticas e gerais Cívicos: os efeitos de várias atividades físicas foram revisados, incluindo o desarmamento nuclear. Afinidades: a afinidade expansionista também foi reequilibrada Na parte de configuração e recursos, Humankind recebeu as seguintes novidades: Abundância de recursos: novas configurações de mapa estão sendo adicionadas para a abundância de recursos. Os jogadores vão poder controlar a quantidade de recursos luxuosos e estratégicos colocados no mapa, o que permite personalizar o nível de conflito e cooperação dentro da partida. Sistema de avatar e persona: foi adicionada a possibilidade de criar uma persona aleatória ao escolher seus oponentes. Configuração do seletor de cores: agora, jogadores podem selecionar a cor das legendas e as cores dos impérios disponíveis. Ferramentas de modding: o jogo agora possui suporte ao mod.io, com os jogadores podendo assinar mods na página do jogo e adicioná-los ao game. Em breve, as ferramentas de mod também estarão disponíveis no Steam. Humankind está disponível para PC, Mac e Stadia. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Casos de covid-19 caem nas Américas, mas a pandemia continua, alerta Opas

em - Internacional Os casos de covid-19 na região das Américas diminuíram pela oitava semana consecutiva, destacou a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) nesta quarta-feira (3), embora tenha alertado que isso não significa o fim da pandemia.As Américas do Norte, Central, do Sul e o Caribe têm registrado tendências de queda nas infecções e mortes semanais por coronavírus, salvo algumas exceções. Além disso, as hospitalizações reduziram e os casos que requerem internação são, em sua maioria, de pessoas não vacinadas."A diminuição de casos e mortes mostra que nossa abordagem está funcionando e é fundamental mantermos este rumo até que todos estejam vacinados", disse Jarbas Barbosa, vice-diretor da Opas, em coletiva de imprensa."Porém, este não é o fim da pandemia com certeza. Devemos permanecer vigilantes", enfatizou.Barbosa defendeu a manutenção das medidas de saúde pública para conter as infecções e a continuidade dos esforços para atingir a cobertura vacinal de 40% por país até o final do ano e 70% até meados de 2022, uma meta da Organização Mundial da Saúde (OMS).- Prioridades -Na América Latina e no Caribe, onde a imunização avança, mas há defasagens em vários países e o acesso continua desigual, Barbosa pediu para priorizar as doses da vacina anticovid."Quando a disponibilidade de vacinas é baixa, é melhor proteger primeiro os mais vulneráveis", lembrou.Isso significa não atingir todos os níveis da população antes que uma alta porcentagem de grupos vulneráveis esteja totalmente imunizada."A Opas insta os países a priorizarem os idosos, os trabalhadores da linha de frente e as pessoas com doenças pré-existentes, para protegê-los, mas também para evitar que os sistemas de saúde fiquem sobrecarregados com casos graves", disse Barbosa.Uma vez que os mais vulneráveis estiverem protegidos, a maior porcentagem possível da população adulta deve ser imunizada e "só depois" deve-se considerar vacinar os mais jovens, segundo a Opas.- Dose adicional? -A Opas também não aconselha a aplicação de uma dose adicional da vacina de forma generalizada.Pessoas imunossuprimidas devem recebê-la, independentemente da vacina que tomaram. Pessoas com mais de 60 anos de idade que receberam uma vacina de vírus inativo, como as chinesas Sinovac ou Sinopharm, também."Essas pessoas precisam de uma dose adicional para se protegerem de uma doença grave e do risco de morrer por covid-19, e sua vacinação não pode ser considerada completa até que recebam a terceira injeção", ressaltou Barbosa."Ainda não há evidências suficientes para recomendar vacinas de reforço para outros grupos que estão totalmente imunizados, especialmente quando a disponibilidade da vacina é limitada e muitos em nossa região ainda não receberam sua primeira injeção", acrescentou.Até agora, 46% da população da América Latina e do Caribe foi totalmente vacinada contra covid-19, de acordo com a Opas. No entanto, 19 países têm cobertura de menos de 40%. Veja Mais

Educação - Discussão e votação de propostas - 03/11/2021

Educação - Discussão e votação de propostas - 03/11/2021

Câmana dos Deputados Comissão de Educação LOCAL: Anexo II, Plenário 06 HORÁRIO: 14h30min TEMA: "Discussão e deliberação de proposições" A - Requerimentos: 1 - REQUERIMENTO Nº 180/2021 - do Sr. Professor Israel Batista - que "requer a realização de audiência neste Colegiado para o Lançamento da Campanha Salve seus Dados". 2 - REQUERIMENTO Nº 183/2021 - da Sra. Sâmia Bomfim - que "requer a realização de audiência pública no âmbito desta Comissão para debater o tema “Dados sobre educação de crianças e adolescentes quilombolas e indígenas”". Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/63830 Veja Mais

ID.5 e ID.5 GTX: Família elétrica Volkswagen cresce com dois novos coupês

canaltech   A Volkswagen segue firme no projeto Way to Zero, planejado para tornar a marca neutra em emissão de CO2 até 2050. Nesta quarta-feira (3), a montadora apresentou em Wolfsburg, na Alemanha, os dois novos membros de seu line-up elétrico: o ID.5 e o ID.5 GTX. O CEO Ralf Brandstätter apostou alto no sucesso da dupla. Volkswagen e Shell se unem para criar rede de eletropostos no Brasil Volkswagen aposta na indústria 4.0 para otimizar produção de carros no Brasil Volkswagen inicia desenvolvimento de baterias de nióbio no Brasil “O ID.5 é elétrico, esportivo e elegante. Nosso coupé SUV premium com tração totalmente elétrica registra outro marco em nossa estratégia de aceleração. Estamos entrando em um segmento de mercado totalmente novo com este modelo. Ele oferece prazer de direção localmente neutro em carbono para um grupo de clientes exigentes”, explicou. Assim como os já lançados ID.3 e ID.4, que em breve deverão aparecer também no mercado brasileiro, o ID.5 foi construído na plataforma MEB. Por isso, segundo Jozef Kabaň, chefe da Volkswagen Design, consegue alinhar aerodinâmica, desempenho e espaço interno em um único produto. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- “O ID.5 é a carroceria do futuro: aerodinâmica, expressiva, esportiva e, graças ao MEB, com saliências curtas. É assim que conseguimos garantir um interior espaçoso, apesar da linha dinâmica do teto. Isso simplesmente não era possível antes”, comentou o executivo responsável pelo “jeitão invocado” dos novos carros elétricos da montadora. Motorização e autonomia Imagem: Divulgação/Volkswagen Segundo a Volkswagen, os novos membros da família elétrica serão oferecidos em versões com tração dianteira ou integral. O ID.5 será movido por um motor elétrico na parte traseira. A tração nas quatro rodas de motor duplo do ID.5 GTX será alimentada por um e-motor nos eixos dianteiro e traseiro. A chamada ID.5 Pro, de entrada, conta com um motor elétrico na parte traseira, com uma potência de 174 cv (128 kW). No ID.5 Pro Performance, o motor traseiro tem uma potência de 204 cv (150 kW). No ID.5 GTX, oferecido com tração integral, um motor elétrico funciona no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro. Os dois motores darão uma potência máxima de 299 cv (220 kW), capazes de acelerar o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 6,3 segundos, e alcançando uma velocidade máxima de 180 km/h. A autonomia do ID.5 e do ID.5 GTX, segundo a montadora, pode alcançar até 520 quilômetros. A Volkswagen revelou que todos os motores do utilizam uma bateria de longa duração, que pode armazenar 77 kWh de energia. O modelo topo de linha, ID.5 GTX com tração integral, tem uma autonomia prevista um pouco mais modesta, de 480 km (WLTP). Volkswagen tem plano para ampliar vida da bateria de seus carros elétricos Em relação ao carregamento, os modelos ID.5 podem trabalhar com potência de até 11 kW em um ponto de carga com corrente alternada ou em uma estação de carga doméstica. O ID. Charger, a estação de carga doméstica da Volkswagen, oferece novas funções junto com um sistema de gerenciamento de energia doméstica (HEMS). De acordo com a marca, ele funciona com carregamento em horários de baixo custo ou com energia solar, se houver uma instalação fotovoltaica. “Além disso, no futuro também será possível usar a carga bidirecional, de modo que a eletricidade da bateria possa voltar ao grid da rede doméstica”, revelou a montadora. Tecnologia Imagem: Divulgação/Volkswagen O ID.5 e o ID.5 GTX, como não poderia deixar de ser, também carregam alta tecnologia, tanto em segurança quanto em infotenimento. O que promete chamar a atenção é um sistema de “boas-vindas” ao motorista, como informou a marca. Segundo a fabricante, o recurso percebe a aproximação do motorista com a chave e, a partir daí, os faróis dianteiros e traseiros se acendem com uma sequência de luzes, enquanto os retrovisores externos projetam a “impressão digital” da família ID. no chão. Por dentro, o “show de luzes” continua, segundo a montadora alemã. A iluminação também desempenha um papel essencial no interior do veículo. A luz ambiente no revestimento interior do teto, no painel, nas portas e próximo dos pés podem ser configuradas em muitas cores. Na mesma linha há também o recurso chamado de ID. Light. Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Volkswagen ID.5 e ID.5 GTX (Divulgação/Volkswagen) Ao acioná-lo, a faixa de iluminação abaixo do para-brisas faz parte do sistema de luz ambiente e também serve para contribuir com a interface homem-máquina (HMI). Com seus pulsos de luz diferentes, o ID. Light sinaliza se o veículo está pronto para partir, em que direção (de acordo com a navegação), ou se a bateria está sendo carregada no momento. Volkswagen está perto de criar suas próprias células de bateria Além disso, o ID. Light fornece assistência em situações de perigo. Ele informa e avisa o motorista e demais ocupantes do veículo com sinais luminosos, por exemplo, no caso de veículos em um ponto cego ou quando existe uma situação de frenagem inesperada no trânsito. O ID. Light também pode indicar quando o motorista precisa se deslocar para outra faixa de rodagem antes de sair da rodovia ou se deve tirar o pé do acelerador para não ultrapassar os limites de velocidade. Ainda não há informações sobre os preços que a Volkswagen cobrará pelo ID.5 e pelo ID.5 GTX, nem se eles desembarcarão no Brasil em um futuro próximo. A chegada dos modelos aos mercados da Europa está prevista para o ano que vem, mas também sem uma data específica. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Pagamento pela floresta em pé existe - e pode gerar R$ 30 bilhões

O Tempo - Mundo A Unidade de Crédito de Sustentabilidade (UCS) pode ser comercializada entre produtores certificados por manter a floresta, empresas e pessoas físicas interessadas em reduzir ou neutralizar o impacto ambiental que geram Veja Mais

Mohamed Mbougar Sarr ganha Goncourt, maior prêmio literário da França

O Tempo - Diversão - Magazine O escritor era o grande favorito e se impôs, claramente, frente aos concorrentes, com seis dos dez votos do júri, na primeira rodada de votação Veja Mais

Batman descobre em nova HQ mais uma arma que pode ferir o Superman

canaltech Um dos grandes trunfos de Batman nas ocasionais lutas contra Superman é munir-se de armas que podem derrotá-lo, geralmente à base de Kryptonita. Mas na HQ Batman nº 115, publicada recentemente nos EUA, vimos outro armamento que ele poderia usar para derrubar o Homem de Aço se fosse necessário. Sapo-Thor está de volta nas HQs para provar aos haters que é digno Marvel revela por que a inteligência do Homem-Aranha não é levada a sério Ciclope guarda um segredo do Professor X que poderá destruir Krakoa e os X-Men Atenção: spoilers a seguir! No atual arco Fear State, Bruce Wayne perdeu seus bilhões e voltou ao básico: batarangues e ganchos, mas ele ainda consegue estocar alguma tecnologia. Na história escrita por James Tynion IV e desenhada por Bengal e Jorge Jimenez, o Cavaleiro das Trevas se uniu a Miracle Molly, membro do Coletivo Unsanity, para a base oculta do grupo. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- A certa altura da história, surge um oponente com um par de luvas inventadas por Molly, que é um gênio da tecnologia e adepta do trans humanismo, isto é, de "melhorar" seu corpo com implantes tecnológicos. Embora ela rapidamente desligue o aparato, Molly solta a informação de que as manoplas são fortes o suficiente para lutar contra o Superman. Cena de Batman nº 115 (Imagem: Reprodução/DC) Por apenas R$ 9,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Em outras ocasiões Batman já demonstrou ter planos de contingência não apenas para derrotar Superman, mas outros colegas da Liga da Justiça, como visto no arco Torre de Babel. Agora que está sem seu dinheiro e equipamentos mais modernos, o Homem-Morcego provavelmente não teria todos os recursos para enfraquecer seus aliados, a menos que a nova personagem Miracle Molly o ajude com isso. Potencial ela tem, como vimos nesta história. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Explosão solar gera "nuvem canibal" que atingirá a Terra nesta quinta (4) Múmia mais antiga do que se imaginava pode mudar os rumos da história egípcia Eternos │ Entenda as duas cenas pós-crédito do novo filme da Marvel Novo exoplaneta é confirmado na órbita de estrela a 137 anos-luz Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Veja Mais

Lucy Lawless comenta possível reboot de Xena: A Princesa Guerreira

Lucy Lawless comenta possível reboot de Xena: A Princesa Guerreira

Tecmundo Em entrevista para o Screen Rant, Lucy Lawless (Spartacus) comentou sobre uma possível reinicialização da épica série Xena: A Princesa Guerreira e revelou que a equipe vem se esforçando para encontrar uma maneira de viabilizar a produção, mas esbarra em barreiras criativas.Exibida entre 1995 e 2001, Xena: A Princesa Guerreira foi uma série desenvolvida para funcionar ao lado de Hércules: A Lendária Jornada (1995-1999), sendo ambientada na época da mitologia grega e contando as mais diversas histórias sobre deuses e deusas, seres fantásticos e criaturas do submundo. Leia mais... Veja Mais

Emissões de CO2 se aproximam dos níveis anteriores à pandemia

em - Internacional A pandemia foi apenas um respiro para o clima e as emissões globais de CO2, principal gás do efeito estufa, que voltaram a se aproximar de níveis recorde, aponta um estudo divulgado nesta quinta-feira.A pandemia freou brutalmente a economia mundial e, com isso, a poluição do planeta pelo consumo de energia fóssil. As emissões totais caíram 5,4% em 2020, mas devem voltar a subir em 2021, nada menos do que 4,9%, a menos de 1% do recorde de 2019, segundo um estudo do consórcio internacional de cientistas Global Carbon Project divulgado durante a COP26.As emissões de gás e carvão são particularmente preocupantes, uma vez que crescerão este ano mais do que caíram em 2020. O relatório constata que a reativação econômica voltou a se basear nos combustíveis fósseis.As emissões devido ao petróleo devem aumentar 4,4% em 2021. Não voltarão aos níveis de 2019, mas os autores assinalam que o setor de transportes ainda não recuperou os níveis pré-crise."Esse relatório é um balde de água fria", comentou em entrevista à AFP a coautora Corinne Le Quéré, professora de mudanças climáticas na Universidade de East Anglia. "Mostra o que acontece no mundo real, enquanto aqui em Glasgow falamos sobre como lidar com as mudanças climáticas."- Sem 'mudança estrutural' -A consequência desse reaquecimento da economia e do planeta é que se torna cada vez mais distante o objetivo ideal de limitar o aumento da temperatura em 1,5ºC.O planeta já experimentou um aumento entre 1,1ºC e 1,2ºC em relação à era pré-industrial. No ritmo atual, o mundo tem apenas oito anos para ter 50% de chances de limitar o aumento da temperatura em 1,5°C.O pior aluno é a China, país onde teve início a pandemia, responsável po 31% das emissões de CO2. Como sua economia se recuperou antes do restante do mundo, esse percentual pode mudar.A queda da atividade mundial devido à pandemia "nunca foi uma mudança estrutural. Deixar o carro temporariamente na garagem ou trocá-lo por um veículo elétrico não é a mesma coisa", disse Corinne.A recuperação "foi mais forte do que o esperado", destacou Glen Peters, do Centro Internacional de Pesquisas sobre o Clima, outro autor do estudo.- Novo crescimento -Por outro lado, as emissões em 2021 cairão nos Estados Unidos e na União Europeia 3,7% e 4,2%, respectivamente, aponta o estudo. Os Estados Unidos respondem por 14% das emissões planetárias, e a UE, por 7%.A demanda por energia ultrapassa em muito os investimentos milionários para mudar o modelo, de combustíveis fósseis a renováveis, alertam os especialistas. Mas a esperança permanece.Na década de 2010, 23 países cresceram, mas suas emissões diminuíram. A maioria deles eram desenvolvidos, o que significa que os regulamentos e as mudanças funcionaram.Para se alcançar um equilíbrio entre emissões e retenções de gases em 2050, o que se conhece como neutralidade de carbono, seria necessário deixar de emitir 1,4 bilhão de toneladas por ano. "Em 2020, durante a pandemia, tivemos uma queda de 1,6 bilhão de toneladas, o que mostra a escala da ação necessária", comentou Corinne Le Quéré. Veja Mais

Após dia de reuniões, Lira coloca em votação PEC dos Precatórios

G1 Economia Presidente da Casa fez sequência de reuniões para tentar garantir mínimo de votos em meio à falta de acordo. Um dos pontos mais polêmicos adia o pagamento de dívidas com o Fundef. Aliados do governo tentam acordo para votar a PEC dos precatórios Após um dia de reuniões, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), colocou em votação às 21h30 desta quarta-feira (3) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que muda o cálculo do teto de gastos e cria um limite para o pagamento de precatórios. A PEC é a principal aposta do governo para viabilizar o Auxílio Brasil — programa social que irá substituir o Bolsa Família — pois abre margem para o governo contornar o teto de gastos (veja mais abaixo). NOVO PROGRAMA: Veja o que se sabe sobre o Auxílio Brasil ENTENDA: o que é teto de gastos A sessão foi aberta por volta das 18h. Contudo, Lira postergou o início da análise da PEC até o início da noite, aguardando a chegada de voos que traziam parlamentares a Brasília. Na semana passada, a PEC dos precatórios saiu de pauta devido a falta de consenso e o baixo quórum. Na volta do feriado prolongado do Dia de Finados, houve dificuldade para que o número expressivo de parlamentares na sessão presencial fosse atingido. O problema foi ampliado em razão da falta de um consenso sobre o texto que será colocado em votação. A retomada das votações presenciais, desde a semana passada, é vista como o principal empecilho para garantir o placar. Antes, devido à pandemia, os deputados podiam votar por meio de um sistema remoto, diretamente dos seus estados. Na tentativa de ampliar o número de deputados que pudessem votar, a mesa diretora chegou a editar um ato, em publicação extraordinária do "Diário Oficial da Câmara", para permitir que deputados que estejam em viagem – em "missão autorizada pela Câmara" – participem a distância das votações em plenário. A medida deve permitir que deputados da comitiva enviada à COP26 em Glasgow, na Escócia, participem da sessão. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (3), Arthur Lira disse não ter "compromisso com o resultado da votação". “Não tenho compromisso com o resultado, eu quero deixar isso bem claro. Agora, tenho compromisso em defender uma pauta que, aparentemente, não causa mal a ninguém, pelo contrário, só traz benefícios", afirmou o presidente da Câmara. Lira sobre a votação da PEC dos Precatórios na Câmara: ‘Não tenho compromisso com o resultado’ Lira disse ainda que a proposta viabilizará o Auxílio Brasil, aumentará o parcelamento dos débitos previdenciários dos municípios e que o dinheiro não será usado para "fazer farra". “Então, com essas dificuldades todas nós temos, dentro desse texto, um auxílio temporário de R$ 400 para 20 milhões de brasileiros, mais ou menos, nós temos um parcelamento de todos os débitos previdenciários de todos os municípios que fizeram a reforma da previdência de 60 para 240 meses, para amenizar essa situação. Nós temos com o ajuste do teto de gastos de 26 para 21 e a mudança de julho-junho para dezembro-janeiro, com uma folga que permite todas as despesas estarem ali discriminadas pelo relator. Não há essa versão mentirosa de dizer que vai se usar dinheiro para fazer farra, para furar teto, para criar dificuldades e outros problemas", afirmou. Especialistas em contas públicas e economistas do setor financeiro afirmam que o governo está propondo um calote nos precatórios e que as manobras desrespeitam a Lei de Teto de Gastos. “Nós vamos ter uma soma em torno de R$ 95 bilhões no ano que vem que não existiria não fossem essas mexidas na Constituição. Isso é visto pelos agentes econômicos, pelos investidores, pelos analistas, por todos, como algo que aumenta o risco fiscal, desrespeita os princípios da responsabilidade fiscal, e é assim que os juros estão aumentando, a perspectiva de crescimento econômico para o ano que vem diminuindo. E isso afeta a vida de todos, de todos os cidadãos. Por que? Porque esse crescimento mais baixo vai significar menos emprego e menos renda”, disse Felipe Salto, diretor da Instituição Fiscal Independente. Governo intensifica negociações para votar a PEC dos Precatórios Educação Um dos pontos mais polêmicos da proposta é que ela posterga o pagamento de precatórios devidos ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) — atual Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A estimativa é que a dívida da União com o Fundef para o ano que vem gira em torno de R$ 16 bilhões — parte desses recursos seria destinada aos professores, em forma de abono. Para viabilizar a votação nesta quarta-feira (3), o presidente da Câmara se reuniu com lideranças partidárias na tentativa de costurar um acordo. Nos encontros, foi debatida a possibilidade de alterar o texto para prever o parcelamento dos precatórios do Fundef em três vezes — 40% em 2022, 30% em 2023 e 30% em 2024 — e fora do teto de gastos. A alteração no relatório é vista como uma manobra no regimento, uma vez que já não era possível fazer alterações de mérito nesta fase de tramitação. A proposta A estimativa do governo é que a PEC abra um espaço no Orçamento de 2022 de R$ 91,6 bilhões, sendo: R$ 44,6 bilhões decorrentes do limite a ser estipulado para o pagamento das dívidas judiciais do governo federal (precatórios); R$ 47 bilhões gerados pela mudança no fator de correção do teto de gastos, incluída na mesma PEC. Segundo o Ministério da Economia, o dinheiro será usado para: Auxílio Brasil, que deve tomar cerca de R$ 50 bilhões dessa folga orçamentária; ajuste dos benefícios vinculados ao salário mínimo; elevação de outras despesas obrigatórias; despesas de vacinação contra a Covid; vinculações do teto aos demais poderes e subtetos. Na avaliação de técnicos do Congresso e de deputados da oposição, o espaço aberto pela PEC também deve encorpar recursos para parlamentares no próximo ano, como o pagamento de emendas de relator, criticadas pela falta de transparência e de paridade entre os congressistas, e para o fundo eleitoral. O valor pode chegar a mais de R$ 20 bilhões. A divisão exata do espaço liberado pela proposta no teto de gastos só será definida na votação do Orçamento de 2022. Teto de gastos O relatório do deputado Hugo Motta (Republicanos-PB) altera a regra de correção do teto de gastos. Atualmente, a fórmula para corrigir o teto de gastos considera o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apurado entre julho de um ano e junho do ano seguinte. A escolha desse período se justifica porque é o dado disponível nos meses de agosto, quando o governo precisa enviar ao Congresso o projeto de Orçamento do ano seguinte. Com a mudança proposta pela PEC, o IPCA usado na correção do teto passa a ser o índice acumulado entre janeiro e dezembro. A regra proposta, segundo os técnicos do Congresso, é “totalmente casuística”— ou seja, foi pensada apenas para permitir gastos extras no próximo ano. De 2023 em diante, não há qualquer garantia de que o cálculo de janeiro a dezembro seja mais vantajoso que o modelo atual. Ou seja, a mudança no período de apuração pode provocar um aperto nos orçamentos federais nos anos seguintes. Essa mudança no cálculo também afeta o pagamento dos precatórios, já que a PEC limita a alta dessas despesas pelo mesmo índice. Pelo texto, o limite proposto é o montante pago em precatórios em 2016, ano da aprovação do teto de gastos, corrigido pela inflação. Vacinação Caso seja aprovada ainda esse ano, a PEC já recalcula o teto de gastos de 2021 e tem potencial para ampliar o espaço dentro do teto de gastos no Orçamento deste ano em R$ 15 bilhões. De acordo com técnicos do Congresso, o espaço aberto esse ano seria superior a R$ 30 bilhões. Porém, o relatório limita esse reajuste a R$ 15 bilhões. O valor seria suficiente para pagar despesas com a vacinação contra a Covid e uma ampliação no Auxílio Brasil ainda esse ano — os dois gastos chegariam a cerca de R$ 12 bilhões. O próprio relatório prevê que esse saldo deve ser usado exclusivamente para despesas da vacinação contra Covid ou "relacionadas a ações emergenciais e temporárias de caráter socioeconômico" – descrição em que se encaixa o Auxílio Brasil. Na avaliação de técnicos, esse dispositivo pode resolver uma lacuna sobre recursos para a vacinação no ano seguinte. Como o governo encaminhou o projeto do Orçamento de 2022 sem previsão orçamentária para os imunizantes, a medida seria uma forma de garantir os valores ainda em 2021. VÍDEOS: notícias sobre política Veja Mais

Estado de Nova York incluirá em sua Constituição o direito a água e ar limpos

em - Internacional O direito à água potável, ao ar puro e a um meio ambiente saudável passará a fazer parte da Constituição do Estado de Nova York, após o "sim" dos eleitores no referendo organizado junto com as eleições locais de terça-feira (2)."Toda pessoa tem direito a ar e água limpos e a um meio ambiente saudável", estará escrito na Carta Magna deste estado de cerca de 20 milhões de habitantes, o quarto mais populoso dos Estados Unidos.O "sim" venceu com 60,8%, diante de 27% de votos contrários e 11,7% brancos, segundo o site oficial do estado.Apesar da baixa participação - 3,1 milhões dos 12,3 milhões de eleitores cadastrados -, as associações de defesa ambiental veem a vitória como um passo importante, em meio à COP 26."Não podemos dar como garantidos a água e o ar limpos. Por muito tempo, nossas comunidades mais vulneráveis foram vítimas de altos níveis de poluição do ar e da água", disse à AFP a presidente da Liga de Eleitores Ecologistas de NY, Julie Tighe.Ainda há, porém, questionamentos sobre a natureza obrigatória desse direito. Críticos alertaram para o risco de aumento de processos judiciais que podem desacelerar projetos econômicos."Os tribunais terão muito trabalho para determinar o que esses direitos significam exatamente", advertiu à AFP o diretor da associação Proteja os Adirondacks, Peter Bauer, ao mesmo tempo que saudou o avanço.O estado de Nova York se estende até a fronteira com o Canadá e inclui grandes regiões naturais, como as montanhas de Adirondacks, ao norte.A inscrição de direitos relacionados ao meio ambiente em textos fundamentais é uma questão recorrente em muitos países.De acordo com o site americano Ballotpedia, a Pensilvânia foi o primeiro estado americano a adotar esse tipo de declaração em 1971. Em seguida, vieram Havaí, Illinois, Massachusetts, Montana e Rhode Island. Veja Mais

Quem quer ser 'imortal'? Os bastidores das eleições na Academia Brasileira de Letras

G1 Pop & Arte Nas próximas semanas, 15 candidatos disputarão cinco vagas. Saiba como serão as eleições na Academia Brasileira de Letras A ABL foi fundada em 1897 Acervo ABL Em 1940, o poeta Manuel Bandeira (1886-1968) tentou ingressar na Academia Brasileira de Letras (ABL). Como manda o protocolo, redigiu carta ao então presidente da casa, o historiador Celso Vieira (1878-1954), se declarando candidato à sucessão de Luiz Guimarães Filho (1878-1940). Quando soube da decisão de Bandeira, Menotti Del Picchia (1892-1988) retirou sua candidatura. Com isso, sobrou, apenas, Oswald de Andrade (1890-1954). Contados os votos, Bandeira ganhou de lavada: 21 a um. Há controvérsia sobre quem teria votado em seu oponente: se Cassiano Ricardo (1895-1974) ou Guilherme de Almeida (1890-1969). "Nesse ano, Oswald de Andrade chamou a academia de 'asilo de impotentes'", escreveu Daniel Piza (1970-2011) no livro "Academia Brasileira de Letras - Histórias e Revelações" (2003). "Certamente, sua pouca aceitação vinha de sua língua bipartida". Em 1980, outro poeta, Mário Quintana (1906-1994), também tentou a sorte. Encorajado pelo Prêmio Machado de Assis, que recebera um ano antes pelo conjunto da obra, anunciou sua candidatura à vaga aberta pela morte de Otávio de Faria (1908-1980). Teria como concorrente o ex-ministro da Educação do governo Figueiredo, Eduardo Portella (1932-2017). Quintana, porém, não teve o mesmo êxito de Bandeira. Perdeu por 31 a 6. Abalado, deu entrada numa clínica de repouso em Porto Alegre. "Quintana apresentou-se em ocasiões pouco propícias", avalia o acadêmico Antônio Carlos Secchin, ocupante da cadeira 19, "desconsiderando que muitos acadêmicos, que certamente votariam nele em outro momento, não poderiam fazê-lo por já estarem previamente comprometidos". Fundada em 20 de julho de 1897, a ABL sempre vira notícia quando um de seus membros morre e a cadeira que ocupava torna-se alvo da cobiça de aspirantes a "imortais". Atualmente, não apenas uma, mas cinco delas estão vagas e são disputadas por 15 candidatos - há desde atriz, cantor e advogado até médico, economista e representante indígena. E esse número não é maior porque dois pretendentes adiaram suas candidaturas: o jornalista Edney Silvestre e a professora universitária Raquel Naveira. "Quero muito representar meu estado, o Mato Grosso do Sul, mas, por motivos pessoais, deixei para uma próxima oportunidade", justifica Naveira. O longo caminho da imortalidade A primeira das cinco eleições está marcada para a próxima quinta, dia 4. Para a vaga do diplomata Affonso Arinos de Mello Franco (1930-2020), uma única candidata: a atriz Fernanda Montenegro. "Posso estar enganada, mas acho que é inédito algo como o que está acontecendo agora, de ninguém pretender concorrer com Fernanda Montenegro", observa a acadêmica Ana Maria Machado, ocupante da cadeira 1 e presidente da instituição entre 2012 e 2013. "Talvez seja um sinal de como ela se constitui num ícone cultural, embora seja uma atriz - a rigor um perfil algo insólito para a Casa de Machado de Assis. Dá ideia de seu valor simbólico hoje". Ao longo de seus 124 anos, a ABL só elegeu oito mulheres: Rachel de Queiroz (1977), Dinah Silveira de Queiroz (1980), Lygia Fagundes Telles (1985), Nélida Piñon (1989), Zélia Gattai (2001), Ana Maria Machado (2003), Cleonice Berardinelli (2009) e Rosiska Darcy de Oliveira (2013). Muito antes de Rachel de Queiroz (1910-2003) se tornar a primeira mulher a vestir o fardão de ramos de café bordados com fios de ouro, outras mulheres tentaram. A primeira delas foi a jornalista Amélia de Freitas Beviláqua (1860-1946). Em 1930, escreveu uma carta ao então presidente da casa, Aloísio de Castro (1881-1959), propondo sua candidatura. Em vão. Quarenta anos depois, Dinah Silveira de Queiroz (1911-1982) também cumpriu os protocolos da academia: entregou uma carta oficializando sua inscrição e disponibilizou suas obras para os acadêmicos. De nada adiantou. Um ano depois, tentou novamente. E, em 1979, mais uma vez. Só foi eleita em 1980. "Historicamente, as candidaturas femininas foram não só reiteradamente condenadas e rejeitadas pela esmagadora maioria dos membros da academia, como sua proibição foi incorporada ao regimento interno da ABL em 1951", afirma Michele Asmar Fanini, doutora em sociologia pela Universidade de São Paulo (USP) e autora da tese Fardos e Fardões: Mulheres na Academia Brasileira de Letras (1897-2003). "A proibição regimental às candidaturas femininas vigorou até 1976. Em seus primeiros 80 anos de existência, tornar-se 'imortal' correspondia a uma prerrogativa exclusivamente masculina". Hoje, apenas cinco dos 40 acadêmicos, o que corresponde a 12,5% do total, são do sexo feminino. Em agosto de 2018, Conceição Evaristo bem que tentou, mas não conseguiu se eleger. Ela concorreu à cadeira 7, que pertenceu ao cineasta Nelson Pereira dos Santos (1928-2018), mas só obteve um voto. Cacá Diegues conquistou 22 votos e Pedro Corrêa do Lago, 11. De nada adiantaram, entre outras iniciativas, o "tuitaço" usando a hashtag #ConceiçãoEvaristonaABL e uma petição online com 40 mil assinaturas. Se tivesse conseguido se eleger, Conceição seria a primeira mulher negra a se tornar uma imortal da ABL. Muito candidato para pouca vaga No dia 11, será escolhido o sucessor do jornalista Murilo Melo Filho (1928-2020). São três os pretendentes à cadeira 20: Gilberto Gil, Salgado Maranhão e Ricardo Daudt. "Seguindo um certo protocolo informal, não pretendo falar sobre a campanha", respondeu Maranhão, por e-mail. O atual presidente da ABL também declinou do convite. "Por tradição, presidentes não falam da eleição. É uma regra", justificou Marco Lucchesi, por correio eletrônico. No dia 18, a disputa será pela cadeira 12, que pertenceu ao crítico literário Alfredo Bosi (1936-2021). Mais três candidatos: Paulo Niemeyer, Joaquim Branco e Daniel Munduruku. "Sou um educador que escreve ou um escritor que educa", define Munduruku. "Sempre tive como meta dar visibilidade à temática dos povos indígenas para tentar aproximar nossos saberes dos saberes da cultura ocidental. Ambos têm uma riqueza muito grande e podem se ajudar a construir uma visão de sociedade capaz de estabelecer um caminho novo para o Brasil que queremos". Para Joaquim Branco, outro candidato à cadeira 12, a parte mais difícil da campanha é "advogar em causa própria". "Como alguém dizer que é merecedor disso ou daquilo?", indaga. "Sei que sou um autor mineiro com 35 livros publicados e alguns prêmios literários no Brasil e no exterior. Escrevi, como de praxe, a cada acadêmico dando meus motivos e pretensões à vaga. Resta aguardar para ver". No dia 25, a mais acirrada das eleições da temporada: seis candidatos disputam a vaga deixada pelo advogado Marco Maciel (1940-2021). São eles: José Paulo Cavalcanti, Ricardo Cavaliere, Godofredo de Oliveira Neto, Luiz Coronel, Camilo Martins e Leandro Gouveia. "Estar na Casa onde estiveram o autor de Brás Cubas e o de Grande Sertão: Veredas é uma honra para qualquer escritor. Conviver com intelectuais por quem tenho admiração e respeito, idem. E, de quebra, uma oportunidade para representar literariamente o estado de Santa Catarina", afirma Oliveira Neto. No caso de Ricardo Cavaliere, quem o estimulou a candidatar-se foi o acadêmico Evanildo Bechara. Perto de completar 94 anos, Bechara está preocupado com o futuro do setor de Filologia e Lexicografia da ABL. "Os estatutos da Academia conferem-lhe o dever de cultivar a língua e a literatura nacional. Trata-se de uma vocação que a Casa de Machado de Assis não pode olvidar em respeito à vontade de seu patrono maior. Creio poder contribuir para o cumprimento deste compromisso". Por último, mais cinco nomes disputam o voto dos acadêmicos: Sérgio Bermudes, Gabriel Chalita, Eduardo Giannetti da Fonseca, Sâmia Macedo e José Humberto da Silva. A eleição será no dia 16 de dezembro e quem vencer ocupará a cadeira 2, do filósofo Tarcísio Padilha (1928-2021). "A campanha por uma cadeira na Academia é árdua porque são muitos os pretendentes e poucos os lugares", sintetiza Bermudes. Ainda em dezembro, outra eleição: a do próximo presidente da ABL. O nome mais cotado para substituir Lucchesi é o do jornalista Merval Pereira. O ocupante da cadeira 31, se confirmado, será o 47º presidente da ABL. Quem ocupou o cargo por mais tempo foi Austregésilo de Athayde (1898-1993): 34 anos. Barrados na academia A mais disputada eleição da história da ABL ocorreu no dia 21 de agosto de 2008. Dezenove inscritos, como Antônio Torres e Ziraldo Alves Pinto, disputaram a cadeira 23, que pertencia à escritora Zélia Gattai (1916-2008). O escolhido foi o jornalista Luiz Paulo Horta (1943-2013). Uma curiosidade: quando Horta morreu, cinco anos depois, quem assumiu sua vaga foi Torres. "A ABL é uma das instituições culturais mais respeitadas do país. E fala de modo muito intenso ao imaginário da nação", explica Ana Maria Machado. "Celso Furtado (1920-2004) contava que os feirantes da rua onde ele morava se orgulhavam de dizer que ali residia um membro da ABL, como se nada mais do que ele fez na vida tivesse importância". Ingressar na ABL não é nada fácil. Muitos tentaram e não conseguiram. Monteiro Lobato (1882-1948) foi um deles. O mais importante nome da literatura infanto-juvenil brasileira tentou duas vezes: em 1922, perdeu para Eduardo Ramos (1854-1923) e, em 1926, para Adelmar Tavares (1888-1963), ambos juristas. "A ABL é uma confraria. Consegue votos suficientes para entrar nessa confraria quem cumpre certos rituais de 'beija-mão' e se mostra afável e prestigioso o suficiente para ser aceito no 'clube'. E isso tem pouquíssimo a ver com a qualidade da obra de quem entra ou não ali", observa o jornalista e crítico literário Rodrigo Casarin. Lima Barreto (1881-1922) é outro bom exemplo. O autor de "Triste Fim de Policarpo Quaresma" (1911) bateu à porta da ABL em três ocasiões. "Na última, desistiu", conta a historiadora Lilia Moritz Schwarcz, autora de "Lima Barreto - Triste Visionário" (2017). "Penso que Lima não tinha o 'modelo moral e bem-comportado' da academia". Em compensação, o inventor Santos Dumont (1873-1932), o político Getúlio Vargas (1883-1954) e o empresário Assis Chateaubriand (1892-1968) conseguiram se eleger. A ideia de "academizar notáveis" partiu de Joaquim Nabuco (1849-1910), um dos fundadores da ABL. Em 1898, ele sugeriu a Machado de Assis (1839-1908) o nome do Barão de Rio Branco (1845-1912), ministro das Relações Exteriores. Segundo relato do acadêmico Carlos Heitor Cony (1926-2018) no artigo "A Academia e o Tempo Brasileiro", Machado hesitou, alegando que "o barão não tinha livro publicado". Nabuco argumentou: "Rio Branco está escrevendo o mapa do Brasil". E o barão tornou-se acadêmico. Por outro lado, houve quem nunca sonhou em tomar o tradicional chá das quintas-feiras, com direito a bolo, suspiros e biscoitos, entre outros quitutes saborosos. Caso de Graciliano Ramos (1892-1953), Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) e Clarice Lispector (1920-1977). "Em Todas as Cartas" (2020), a escritora ucraniana naturalizada brasileira admite, em bilhete escrito a Lygia Fagundes Telles, em novembro de 1977: "Quero dizer que, apesar do grande respeito que tenho pela Academia, eu jamais aceitaria entrar nela". "A gente dá um espirro, já pensam que estamos morrendo e querem a nossa vaga", completou a autora de "A Paixão Segundo G.H." (1964). Derrota hoje, vitória amanhã Cada um dos 15 candidatos precisou enviar carta, telegrama ou e-mail ao atual presidente da instituição, Marco Lucchesi, no cargo desde 2018. Para ser eleito, o postulante precisa ter metade dos votos mais um. O voto, a propósito, é secreto e a sessão, híbrida. Há acadêmicos que moram em outros estados, como Lygia Fagundes Telles, em São Paulo, e países, caso de Paulo Coelho, na Suíça. No total, podem ser realizados até quatro escrutínios no mesmo dia. Se ninguém conquistar a maioria dos votos, a eleição é encerrada e tem início uma nova fase de inscrições. Terminada a contagem dos votos, as cédulas são queimadas. Antes da pandemia, cada acadêmico podia receber até R$ 12 mil, considerando uma ajuda de custo mensal de R$ 3 mil, mais participação em duas reuniões semanais, uma às terças e outra às quintas, além de um bom plano de saúde. No chá das quintas-feiras, entre um gole e outro, histórias que mais parecem anedotas. Como a vez em que Aurélio Buarque de Hollanda (1910-1989), vestido de fardão, apanhou às pressas um táxi e ouviu do motorista que se acalmasse: "Do jeito que o senhor está vestido, a cerimônia não vai começar enquanto o senhor não chegar". Segundo o artigo 2º do estatuto da ABL, "só podem ser membros efetivos da Academia os brasileiros que tenham, em qualquer dos gêneros de literatura, publicado obras de reconhecido mérito ou, fora desses gêneros, livro de valor literário". "Para ser candidato, duas condições são essenciais: ser brasileiro e ter escrito pelo menos um livro", resume o acadêmico Arnaldo Niskier, o ocupante da cadeira número 18 e presidente da instituição entre 1998 e 1999. "Por causa disso, o teatrólogo Pedro Bloch (1914-2004) não pôde se candidatar. Era nascido na Ucrânia". Machado ressalva que "não há a menor pretensão ou obrigação de ler todos os livros de todos os aspirantes". "Não precisamos ler todos os livros de todos os aspirantes a vagas para sabermos quem é quem. Levamos em conta outros aspectos. Como, por exemplo, a busca de um certo equilíbrio de saberes ou a possibilidade de um convívio ameno. Isso pode eventualmente dificultar a entrada de um rabugento notório ou de um briguento insuportável". Secchin afirma que "não há receita infalível" para ingressar na ABL. Até o ritual das visitas, pondera, deixou de ser norma. "A convivência entre nós é vitalícia e compulsória, até que a morte nos separe: não há divórcio na Academia", diz. "O ideal é que o postulante tenha algum convívio prévio com os acadêmicos, pois o voluntarismo quase sempre dá errado: alguém supor que tem de entrar simplesmente porque se considere merecedor, independente das circunstâncias. E elas são importantíssimas. Saber perder com elegância hoje pode ser trunfo para uma vitória amanhã". Palavra de imortal. Veja Mais

Apetite das baleias é muito maior do que se pensava e essencial para o ecossistema

em - Internacional A voracidade das baleias é três vezes maior do que se acreditava, de acordo com estudo publicado nesta quarta-feira, que destaca o papel essencial desses animais, dizimados pela caça, nos ecossistemas marinhos.Baleias jubarte, baleias azuis - o maior animal vivo do planeta - e outras espécies filtram a água do mar através de suas barbatanas para se alimentar de krill e pequenas presas. Os autores do estudo publicado na revista Nature acompanharam 321 baleias em seus hábitos alimentares e descobriram que uma única baleia azul come cerca de 16 toneladas de krill por dia, embora não se alimente todos os dias."É um animal do tamanho de um avião, que absorve o volume de uma piscina em poucos segundos", destaca o autor do estudo, Mateus Savoca."Imagine correr três maratonas e comer o máximo possível e fazê-lo durante a maior parte do verão", disse ele à AFP. "É muito louco".Baseando-se nas estimativas diárias de sete espécies na Antártica, o estudo calcula que as populações de baleias consumiam até 430 milhões de toneladas de krill ao ano antes que fossem dizimadas pela caça, o dobro da quantidade de de krill que existe na atualidade.O krill é especialmente rico em ferro. Uma vez digerido pelas baleias e liberado como fezes, fornece um nutriente essencial para o resto do ecossistema, particularmente o fitoplâncton.Este plâncton vegetal alimenta muitos organismos nos oceanos, fornece uma parte importante do oxigênio que respiramos e armazena carbono."Os nutrientes de que o fitoplâncton precisa estão presentes no krill e os intestinos das baleias permitem a liberação de ferro", descreve Matthew Savoca, pesquisador da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Este fenômeno poderia explicar o declínio das populações de krill, que não prosperaram quando as populações de baleias foram dizimadas.No século XX foram caçadas cerca de 1,5 milhão de baleias caçadas no Oceano Antártico."No caso das baleias azuis, foram mais de 99% de sua população", diz Mateus Savoca.O restabelecimento dessas populações - agora ameaçadas pelas mudanças climáticas, colisões com navios, redes de pesca e caça que alguns países ainda praticam - permitiria que um círculo virtuoso se iniciasse para todo o ecossistema marinho. "Não só haveria mais krill, mas também mais peixes e um ecossistema saudável". Veja Mais

MC Hariel grava show 'Mundão girou' com Alok, Felipe Ret, Lauana Prado e Don Juan

G1 Pop & Arte Registro audiovisual está programado para 18 de novembro na cidade de São Paulo. MC Hariel reúne 20 músicas no roteiro do show 'Mundão girou' Divulgação ♪ Em cena desde 2014, MC Hariel grava álbum ao vivo em show programado para 18 de novembro no Espaço das Américas, na cidade natal de São Paulo (SP). Intitulado Mundão girou, o registro audiovisual do espetáculo do funkeiro paulistano – nascido há 23 anos com o nome de Hariel Denaro Ribeiro na zona norte de São Paulo – será feito com intervenções de Alok, Felipe Ret, Lauana Prado e MC Don Juan. O roteiro do show Mundão girou prevê 20 músicas. Dez são inéditas. As outras dez serão regravações de sucessos do artista, como Cracolândia, Lei do retorno e Tem café. Veja Mais

Samsung anuncia produção de notebooks com o Windows 11

Samsung anuncia produção de notebooks com o Windows 11

Tecmundo Nesta quarta-feira (3), a Samsung anunciou que seus novos notebooks da linha Samsung Book agora serão produzidos com o Windows 11, o mais recente sistema operacional da Microsoft. Além disso, a sul-coreana confirmou que determinados modelos fabricados anteriormente também terão acesso gratuito à atualização automática da plataforma.Adiante, a Samsung afirmou que a família Galaxy Book é a próxima a receber a nova plataforma da Microsoft em sua linha de produção em 2022 — que conta com os modelos Galaxy Book Pro, Galaxy Book Pro 360 e Galaxy Book S, por exemplo. Nesse contexto, a empresa esclareceu que os modelos da linha lançados neste ano no mercado nacional também são elegíveis para a atualização.Leia mais... Veja Mais

Tribunal Internacional vai investigar Venezuela por crimes de lesa-humanidade

O Tempo - Mundo Serão investigados possíveis crimes cometidos durante a repressão às manifestações antigovernamentais em 2017 Veja Mais

ONU renova mandato de missão europeia de segurança na Bósnia

em - Internacional O Conselho de Segurança da ONU renovou nesta quarta-feira por um ano o mandato da missão militar europeia de segurança na Bósnia (Eufor Althea), apesar da oposição da Rússia ao cargo de alto representante internacional e europeu para aquele país dos Bálcãs.Os debates e a votação no Conselho de Segurança da resolução 2.604 coincidiram com ameaças separatistas feitas repetidamente pelo líder dos sérvios da Bósnia, país dividido desde o fim da guerra, em meados da década de 1990.Como em 2020 e 2019, a Rússia, que apoia os sérvios da Bósnia, não poupou críticas ao cargo de alto representante para a Bósnia e representante especial da União Europeia. Moscou se nega a reconhecer o alemão Christian Schmidt, que sucedeu o austríaco Valentin Inzko após 12 anos de mandato.A Rússia contesta o próprio princípio da existência do cargo, por considerá-lo parcial. Em 2019, apelou à ONU para fechar o escritório do alto representante, acusado de fazer lobby pela integração euro-atlântica de Sarajevo.Schmidt ocupa o cargo desde 1º de agosto, após ter sido nomeado pelo comitê diretor do Conselho encarregado de implementar a paz, composto por 55 países e independente da ONU.As instituições bósnias têm como base um sistema complexo nascido dos acordos de paz de Dayton (1995), que conta com duas entidades autônomas, a Republika Srpska e uma federação bósnio-croata, unidas por um governo central.Milorad Dodik, membro da presidência colegiada de um país que despreza, promete criar um exército sérvio e deseja expulsar instituições federais, como a justiça, da Republika Srpska, entidade sérvia da Bósnia.A Força da União Europeia na Bósnia é composta por cerca de 600 homens e substituiu em 2004 a missão de manutenção da paz da Otan (SFOR). Veja Mais

TPI abre investigação contra Venezuela por crimes de lesa-humanidade

em - Internacional O Tribunal Penal Internacional (TPI) abrirá uma investigação formal contra a Venezuela por possíveis crimes de lesa-humanidade durante a repressão às manifestações antigovernamentais em 2017, informou nesta quarta-feira (3) o procurador Karim Khan em um encontro com o presidente Nicolás Maduro em Caracas.O TPI abriu uma análise preliminar em 2018, sobre a qual Khan deveria decidir se seria arquivada ou se seguiria para a próxima etapa. "Peço a todos, na medida em que entramos nesta nova etapa, que deem ao meu escritório o espaço para fazer seu trabalho", comentou o procurador."Depois desta avaliação e deste debate, o procurador decidiu passar para a próxima fase para buscar a verdade. Respeitamos sua decisão como Estado, apesar de termos lhe manifestado que não compartilhamos da mesma", disse, por sua vez, Maduro.Os dois assinaram no Palácio de Miraflores, a sede da Presidência venezuelana, um acordo de colaboração para esta próxima etapa.Khan, que chegou no domingo à Venezuela para uma visita de três dias, agradeceu pelo "diálogo construtivo" nas reuniões que manteve com Maduro, sua vice-presidente Delcy Rodríguez, o procurador-geral Tarek William Saab e representantes da Suprema Corte."Estou plenamente consciente das fraturas que existem na Venezuela, da divisão política que existe. Não somos políticos, nos guiamos pelo princípio da legalidade e pelo Estado de Direito", insistiu o procurador do TPI.Depois que a corte internacional sediada em Haia, na Holanda, abriu a investigação preliminar em 2018, a antecessora de Khan, Fatou Bensouda, afirmou que havia uma "base razoável" para acreditar que crimes contra a humanidade haviam sido cometidos no país sul-americano."Somos francos e diretos ao afirmar que a chamada fase de análise preliminar não permitiu que o Estado venezuelano tivesse acesso à documentação e ao conteúdo que se avaliava. Como eu disse ao respeitado procurador Karim Khan, estivemos cegos nessa etapa", criticou Maduro.Khan, que deverá voltar à Venezuela em uma data ainda não definida, também disse que se reuniu com "organizações nacionais e internacionais" antes e durante a sua visita.Nos dias em que o procurador esteve na Venezuela, familiares de vítimas de supostas violações de direitos humanos pediram para serem "ouvidos" em pequenos protestos de rua.Nesta quarta, cerca de 20 pessoas protestaram diante da sede do serviço de inteligência venezuelano, o Sebin, onde são mantidos os opositores presos. Veja Mais

Conselho de Ética arquiva processo contra Luis Miranda - 03/11/21

Conselho de Ética arquiva processo contra Luis Miranda - 03/11/21

Câmana dos Deputados O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados aprovou o arquivamento do processo que pedia a cassação do mandato do deputado Luis Miranda (DEM/DF). O Conselho também analisou o processo contra o deputado Ricardo Barros (PP/PR), líder do governo na Câmara. mas a votação foi adiada por um pedido de vistas. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #LuisMiranda Veja Mais

Deputados debatem Código Penal brasileiro - 03/11/21

Deputados debatem Código Penal brasileiro - 03/11/21

Câmana dos Deputados A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados analisou, nesta quarta-feira, um anteprojeto que altera o Código Penal e aumenta as penas previstas para os crimes de furto e roubo quando houver conduta reiterada, habitual ou profissional do responsável pelo delito. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #CódigoPenal Veja Mais

Edward Snowden alerta sobre investimentos em criptomoedas memes

canaltech As chamadas criptomoedas memes, que usam assuntos ou imagens populares na internet para ajudar em seu marketing, tem chamado a atenção do mercado de criptoativos, ao ponto de Edward Snowden, delator de um dos maiores escândalos de espionagem dos EUA, emitir um alerta sobre o investimento nessas quantias digitais. Criptomoeda falsa que usa nome da série Round 6 rende US$ 2,1 mi aos golpistas Cliente tem R$ 32 mi em Bitcoin presos após violar termos de uso da Binance Vítimas do maior roubo de Bitcoins da história receberão indenização de US$ 9 bi Em um tweet feito no sábado (30), Snowden alerta para que investidores tomem cuidado ao investir nessas moedas memes, já que mesmo que anúncios indiquem que elas sejam uma forma de atingir riqueza, os novatos no mercado terão que aguardar uma oportunidade de venda que, talvez, nunca aconteça, para atingir esse sonho. i say this with love:if you got talked into exchanging your hard-earned savings for some new dog money because a meme said you'd get rich, please carefully consider your odds of outsmarting a market that sold to you its stake in *not even dog money but a CLONE of dog money* -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- — Edward Snowden (@Snowden) October 31, 2021 Embora não citando diretamente nenhuma criptomoeda, o comentário de Snowden pode ter sido motivado pela Shiba Inu (SHIB), que na semana passada teve um aumento de 826% em seu valor de mercado. Desde sexta ela ocupa a nona posição no ranking de criptoativos mais valiosos do mundo, posição anteriormente ocupada pela Dogecoin (DOGE), ativo cuja Shiba Inu é considerado um "clone". No fechamento desta matéria, o valor total de mercado da SHIB era de US$ 35,8 bilhões (cerca de R$ 201,3 bilhões, na conversão atual). A variação da criptomoeda Shiba Inu durante os últimos 7 dias. (Imagem: Captura de Tela/Dácio Augusto/Canaltech) Outra moeda que pode ter ocasionado o comentário de Snowden é a Floki Inu (FLOKI), que, na semana passada, iniciou campanhas de marketing em Londres, alegando que investimentos nela são rentáveis, diferente dos com a DOGE. #FLOKI GOES MAINSTREAM WITH MAJOR MARKETING MOVESThese strategic marketing moves will further increase mainstream awareness of $FLOKI.1. FLOKI will be on 300 buses in London for 3 full weeks -- in October.In other words, FLOKI will be everywhere! pic.twitter.com/oDr7gVf8PM — Floki Inu (@RealFlokiInu) September 28, 2021 Independente de qual moeda foi responsável pelo comentário, é importante frisar, porém, que Snowden está certo em recomendar cuidados, já que a cada grande anúncio de venda de criptomoedas memes, muitas pessoas acabam investindo pensando que serão as próximas a alcançarem a riqueza, mas, na verdade, perdem quantias, muitas vezes, significativas. Além disso, quem ficou milionário neste mercado não está comprando ativos, mas sim vendendo-os. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Tunche: roguelike peruano desenhado à mão é lançado para PC e consoles

canaltech Tunche, uma aventura de ação beat'em up com mecânicas roguelike, chegou para PC (via Steam), Nintendo Switch, Xbox One, Xbox Series X e Series S. O jogo desenhado à mão foi desenvolvido durante os últimos 5 anos pela LEAP Game Studios, uma equipe independente localizada no Peru. Harry Potter: Wizards Unite será desativado em 2022 Diablo 4 e Overwatch 2 são adiados indefinidamente Como limpar o chat do Clash of Clans Na história, o jogador escolhe um dos cinco personagens únicos, cada um com seu próprio estilo de jogo para explorar uma selva amazônica mágica em busca de uma entidade mítica. A ação ocorre enquanto os protagonistas lutam contra feras fantásticas. O elenco de guerreiros jogáveis conta com um personagem convidado, o protagonista Hat Kid de A Hat in Time.   O jogo peruano tem inspirações em Devil May Cry para os combates. No sistema Stylish Grade, o jogador é recompensado com mais variedades de habilidades e mais recompensas se mandar bem nas batalhas. Cada personagem selecionável possui habilidades únicas, golpes supremos e história própria, liberada durante a aventura. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Assine o Xbox Game Pass Ultimate por apenas R$ 44,99/mês e tenha acesso a uma biblioteca com mais de 100 jogos para Xbox e PC! Além de Hat Kid, Tunche apresenta como protagonistas a feiticeira Rumi, o músico Pancho, o menino pássaro Qaru e a guerreira Nayra. É possível aproveitar o título sozinho ou até com 3 amigos em sessões locais. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Cade aprova venda da Oi Móvel para TIM, Claro e Vivo, mas sugere restrições

canaltech A venda da Oi para a TIM, a Claro e a Vivo foi aprovada na terça-feira (2) com restrições pela Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Agora, o caso será julgado pelo tribunal do órgão e a recomendação pode ou não ser seguida pelos conselheiros no julgamento. O órgão tem 240 dias, prorrogáveis por mais 90, para analisar a operação. O prazo começou em 23 de março. Cade aprova venda da rede neutra de fibra óptica da Oi ao BTG Pactual Cade aprova a aquisição do KaBuM! pelo Magalu Cade descarta união anticompetitiva e aprova aquisição da Linx pela Stone Segundo o parecer, a operação pode ser aprovada desde que as empresas adotem restrições para minimizar os efeitos da diminuição do número de concorrentes no setor. O documento aponta que as três empresas devem agir de forma coordenada para evitar o compartilhamento da rede com outras empresas e diminuir a possibilidade de rivais entrarem no mercado. Imagem: Divulgação/Oi Os princípios seguidos para a determinação das restrições é que elas fossem proporcionais, tempestivas, factíveis e verificáveis. “O fato de não reduzir seu escopo a um único tipo de agente ou modelo de negócio aumenta a probabilidade de que o remédio possa ser efetivo”, indica o parecer. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Acordo para garantir concorrência Tim, Claro e Vivo concordaram em assinar um Acordo em Controle de Concentrações (ACC), que prevê restrições para a operação. Entre elas, estão o compromisso de acordo de compartilhamento de rede de acesso, o aluguel do espectro da Oi em municípios com menos de 100 mil habitantes, o acordo de roaming e a oferta de produtos em atacado para empresas com diferentes modelos de negócio, como operadoras de rede móvel virtual (Mobile Virtual Network Operator – MVNO). Apesar de a venda da Oi conferir às compradoras a capacidade de rivalizar, isso não é suficiente para garantir essa competitividade. Isso porque as empresas que restarão no mercado após a saída da Oi Móvel são exatamente as que compraram seus ativos. “Isso pode reduzir seus incentivos a rivalizar, aumentando seus incentivos a se acomodar”, aponta o parecer. O objetivo do ACC, então, é incentivar a concorrência, estimular a entrada de um operador de rede neutra e aumentar a probabilidade de outras empresas se interessarem pelo segmento. “Os compromissos do ACC buscam uma solução de mercado ao permitir condições para que existam ofertas para os diversos modelos de negócio no setor de telefonia celular”, completa o documento. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Pacheco divulga data para sabatina de autoridades no Senado

O Tempo - Política Entre os possíveis sabatinados, está André Mendonça, indicado por Bolsonaro ao STF Veja Mais

CT News em Podcast - Netflix começa a disponibilizar games no app e mais!

canaltech No CT News de hoje: a chegada de games na Netflix, brecha de segurança no iFood, bugs do Windows 11 e mais Ouça ao podcast. Veja Mais

Explosão solar gera "nuvem canibal" que atingirá a Terra nesta quinta (4)

canaltech As ejeções de massa coronal enviadas pelo Sol no final de outubro ainda não acabaram. Após uma quantidade considerável de partículas carregadas chegarem à Terra no dia 31 — proporcionando belas auroras aos habitantes das regiões mais próximas do Polo Norte, aliás —, nossa estrela ejetou três outras massas coronais, incluindo uma "nuvem canibal". Tempestade solar produz aurora boreal tão intensa que pôde ser vista em NY Essa foi a maior tempestade solar dos últimos séculos — e pode se repetir um dia Nova sonda da NASA estudará origem de partículas que causam tempestades solares Ejeções de massa coronal (CMEs, da sigla em inglês) são geralmente formadas acima de manchas solares e disparam bolhas de gás e campos magnéticos. Nos dias 1° e 2 de novembro, uma mancha solar chamada AR2887 desencadeou duas dessas explosões, mas ambas foram "engolidas" por uma terceira CME, no final da terça-feira (2). Essa terceira explosão partiu de outra mancha solar, chamada AR2891. De acordo com os pesquisadores do clima espacial, os coronógrafos SOHO captaram a terceira "nuvem" da tempestade geomagnética após uma explosão solar, capturada em câmera lenta, na mancha solar AR2891. As CME canibais recebem esse apelido porque são mais rápidas que as demais e "comem" outras ejeções de sua própria espécie. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- (Imagem: Reprodução/SOHO/NASA/ESA) Até onde foi reportado, a nuvem canibal varreu um CME inteiro e uma parte do outro. Isso resulta em uma "fusão" de massas coronais que viajam em nossa direção, devendo chegar à Terra por volta das 03h (horário de Brasília). O modelo computacional prevê um aumento de 250 km/s na velocidade do vento solar, aproximadamente, e 6 vezes em densidade. Essas configurações significam que as tempestades geomagnéticas a caminho de nosso planeta são de classe G2, consideradas moderadas, com alguma interferência em sinais de rádio nas altas latitudes e potenciais flutuações da rede elétrica que podem prejudicar transformadores. Além disso, essa classe de tempestade solar pode causar irregularidades na orientação dos satélites. Mas não há motivo algum para pânico ou alarde. Abaixo, você confere dois vídeos com imagens das duas novas manchas solares — AR2887 AR2891 — obtidas pelo Observatório de Begues, Espanha. Essas CMEs estão sendo monitoradas "de perto" e os efeitos mais perceptíveis ocorrem principalmente em altas latitudes, ou seja, próximo aos polos magnéticos. Ainda assim, essas regiões não sofrerão maiores danos — na verdade, experimentarão mais uma noite com auroras intensas, que podem aparecer até mesmo no extremo sul de Nova York, Wisconsin e Washington, na quinta-feira (4). Por isso, enfatizamos que, no momento, não há risco algum para seres humanos ou equipamentos críticos em órbita terrestre Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Anatel realiza nesta quinta o leilão do 5G, a nova geração de internet móvel

G1 Economia Tecnologia promete revolução: downloads ultrarrápidos, carros que andam sozinhos e vários aparelhos ligados ao mesmo tempo sem lentidão ou queda no sinal. Anatel realiza nesta quinta o leilão do 5G, a nova geração de internet móvel Tecnologia promete revolução: downloads ultrarrápidos, carros que andam sozinhos e vários aparelhos ligados ao mesmo tempo sem lentidão ou queda no sinal. Leilão começa às 10h em Brasília, na sede da Anatel, e pode durar até sexta-feira (5). Acompanhe a transmissão nesta página.. 15 empresas entregaram propostas, entre elas Claro, Vivo e TIM. Serão leiloadas 4 faixas de frequência, divididas em lotes nacionais e regiões.. Expectativa da Anatel é que o leilão movimente um total de R$ 49,7 bilhões; governo deve ficar com R$ 3,06 bilhões.. Serviço de 5G deve ser oferecido por operadoras até julho de 2022, começando pelas capitais. . O que muda com o 5G? Vai custar caro? Preciso trocar de celular? Veja aqui um guia sobre o 5G e tire dúvidas. Veja Mais

Arma ficou duas horas sem supervisão antes de ser entregue a Alec Baldwin, diz advogado de armeira

G1 Pop & Arte Advogado levantou possibilidade de 'sabotagem' e disse que outras pessoas podem ter colocado munições não cenográficas na arma enquanto ela ficou no set sem supervisão. Alec Baldwin disse que está cooperando com a polícia JIM WEBER/THE NEW MEXICAN Um advogado que representa a mulher responsável no set de filmagem pela arma que foi disparada pelo ator Alec Baldwin e levou à morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins disse que o incidente pode ter sido um ato de "sabotagem" por membros descontentes da equipe de "Rust". Hannah Gutierrez-Reed era a armeira no set do filme de faroeste gravado no Novo México, onde Baldwin atirou em direção à Hutchins no mês passado após ser informado que a arma era segura. O advogado da armeira declarou ao programa "Today", da NBC, que Gutierrez-Reed carregou a arma com munições de uma caixa de balas falsas ou inertes e "não tinha ideia" de onde veio a bala real que matou Hutchins. Hannah Gutierrez, armeira de 'Rust' Reprodução / Facebook "Temos um período de tempo entre as 11h e 1h aproximadamente daquele dia em que as armas estiveram em alguns momentos sem supervisão. Então houve a oportunidade de manipular a cena", disse. "Presumimos que alguém colocou a bala real naquela caixa - e se pensar sobre isso, a pessoa que colocou a bala real na caixa de balas falsas tinha que ter como objetivo sabotar o set", disse Jason Bowles. "Não há outra razão para fazer isso. Para misturar a bala real com as balas falsas". Os promotores não apresentaram nenhuma acusação criminal pela morte de Hutchins. O xerife de Santa Fé, Adan Mendoza, afirmou dias atrás que parecia haver "alguma complacência no set". Foram divulgados vários relatos de que uma equipe de cinegrafistas de "Rust" havia se demitido um dia antes da tragédia, em parte por preocupações com a segurança das armas de fogo e explosivos no set. Tanto Baldwin quanto Gutierrez-Reed estão cooperando com a investigação em andamento. Questionado sobre por que alguém sabotaria deliberadamente a produção camuflando balas reais com munições seguras, Bowles apontou para os trabalhadores "insatisfeitos" que partiram poucas horas antes do disparo. Alec Baldwin fala pela primeira vez sobre a morte da diretora Halyna Hutchins "Temos pessoas que deixaram o set, que saíram porque estavam infelizes", respondeu Bowles, destacando as reclamações sobre as longas horas de trabalho e as acomodações da equipe. Quando perguntado por que Gutierrez-Reed deixou as armas sem supervisão, Bowles alegou que os produtores haviam pedido a ela para cumprir funções adicionais e estava ocupada com isso na hora do disparo. Initial plugin text Veja Mais

Como o Open Finance traz vantagens para os clientes de instituições financeiras

G1 Economia No primeiro episódio do "#AbraSuaCabeça", aqui no g1, Manoel Soares bate um papo com Gabriela Chaves sobre as vantagens do Open Finance, uma evolução do Open Banking. Como o Open Finance traz vantagens para os clientes de instituições financeiras Ir ao banco, pegar fila para realizar transações… Isso parece coisa do passado, não é mesmo? E é! Agora dá para resolver toda a sua vida financeira pelo celular. Aliás, dá até para contratar crédito pela conta digital, sabia? E com a Open Finance, uma evolução do Open Banking, você terá acesso aos melhores produtos e serviços financeiros. Isso porque você passa a ser o dono das suas informações bancárias, e não mais o banco. Isso pode abre uma janela de benefícios aos clientes de instituições financeiras. Gabriela Chaves e Manoel Soares conversam sobre as vantagens do Open Finance Divulgação A economista de No Front Educação Financeira, Gabriela Chaves, bateu um papo com o apresentador Manoel Soares sobre o assunto. No primeiro episódio do especial #AbraSuaCabeça, ela explica que revolução é essa chamada Open Finance. "Com o Open Finance, as possibilidades vão além dos serviços que encontramos só nos bancos. Os seus dados podem ser levados para outras instituições financeiras, para ter acesso a melhores opções de investimento, seguros e previdência, por exemplo", disse Gabi. Quer ver como foi esse papo da Gabi com o Manoel? Então assista ao vídeo na íntegra. E para saber mais sobre a diferença entre Open Banking e Open Finance, o blog Conexão Mercado Pago traz mais informações para ajudar na tomada de decisão. Veja Mais

‘Não conheço Mário Valadares’, diz engenheira da PBH

O Tempo - Política Débora Morgado Maia foi inquirida, nesta quarta-feira, para esclarecer papel na doação de ventiladores pulmonares pelo Shopping Oiapoque ao Executivo Veja Mais

EUA, Arábia Saudita, EAU e Reino Unido pedem restauração de governo civil no Sudão

em - Internacional A Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, que têm laços estreitos com os militares do Sudão, se juntaram a Estados Unidos e Reino Unido, nesta quarta-feira (3), em um apelo à "restauração imediata" do governo civil no país africano, após um golpe militar."Pedimos a restauração completa e imediata do governo de transição liderado por civis e suas instituições", diz um comunicado conjunto publicado pelo Departamento de Estado americano."Apoiamos a libertação de todos os detidos em conexão com os acontecimentos recentes, e a suspensão do estado de emergência", acrescenta o documento.Os quatro países também afirmaram que a "violência não tem lugar no novo Sudão" e instaram todas as partes a realizarem um "diálogo efetivo", no qual "a paz e a segurança do povo sudanês seja a prioridade principal".Na semana passada, o general Abdel Fattah al-Burhan dissolveu o governo transitório, declarou o estado de emergência e deteve líderes da sociedade civil, acabando com o frágil processo de transição à democracia. Além disso, as manifestações da oposição no último sábado foram reprimidas pelas forças comandadas pelos militares sudaneses, e terminaram com um saldo de três mortes e quase 100 feridos. Funcionários do governo americano assinalaram que os Emirados Árabes Unidos têm uma influência particular no Sudão. Contudo, uma ausência notável do comunicado é o Egito, que tem fronteira com o Sudão e é acusado por alguns observadores de apoiar os militares golpistas. Veja Mais

The Good Doctor 5x5: Shaun precisa driblar questões internas (recap)

The Good Doctor 5x5: Shaun precisa driblar questões internas (recap)

Tecmundo Nesta semana, Shaun Murphy (Freddie Highmore) começa a lidar mais profundamente com suas questões internas. Conforme Salen  (Rachel Bay Jones) vai realizando novas intervenções no hospital, algumas de suas fragilidades são expostas. Dessa maneira, o personagem quer mudar sua postura para que seus novos problemas não sejam tão grandiosos.Sendo assim, saiba tudo sobre o intitulado “Crazytown” de The Good Doctor com o nosso recap!Leia mais... Veja Mais

AVAÍ/KINDERMANN MASSACRA O YARACUYANOS-VEN NA ESTREIA DA LIBERTADORES FEMININA | MELHORES MOMENTOS

AVAÍ/KINDERMANN MASSACRA O YARACUYANOS-VEN NA ESTREIA DA LIBERTADORES FEMININA | MELHORES MOMENTOS

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! https://bit.ly/3Bgc4nb E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Avai #LibertadoresFeminina #Futebol Veja Mais

Lira fala sobre votação da PEC dos Precatórios - 03/11/2021

Lira fala sobre votação da PEC dos Precatórios - 03/11/2021

Câmana dos Deputados O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que conversou pessoalmente com os governadores da Bahia, de Pernambuco e do Ceará para atender as demandas de priorizar o pagamento de precatórios relacionados ao antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). Esses três estados são os maiores credores de dívidas judiciais relacionadas a transferências para a área de educação que poderiam ser afetadas pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 23/21, que limita o pagamento de precatórios e muda o cálculo do teto de gastos. "Não podemos nos esconder no discurso dos professores. Estamos priorizando o Fundef. Os governadores podem antecipar todos os precatório de uma só vez, basta que compensem empresas que possuem débitos tributários", disse Lira, em entrevista à GloboNews. Sem a aprovação da PEC, as despesas com precatórios subiriam de R$ 54,7 bilhões, neste ano, para R$ 89,1 bilhões no ano que vem. Com a PEC haverá um limite de R$ 44,5 bilhões para precatórios no ano que vem, segundo estimativa do Ministério da Economia. Já o impacto na correção do teto de gatos é de R$ 47 bilhões. Somando os recursos abertos pela mudança no cálculo do teto de gastos e no limite para pagar precatórios, a PEC abre espaço para despesas discricionárias de R$ 91,6 bilhões. Auxílio Brasil Arthur Lira defendeu a PEC para poder gerar recursos ao programa social Auxílio Brasil, que substituiu o Bolsa Família. "Estamos hoje no prazo máximo de votação para socorrer pessoas que não receberão mais nada desde outubro", apontou. "Não podemos adiar mais. Ou a PEC vai ter voto ou o governo vai ter que encontrar outra alternativa", disse. Com o Auxílio Brasil, o governo espera oferecer R$ 400 mensais a R$ 20 milhões de famílias. O presidente da Câmara ainda afirma que os recursos poderão ser utilizados no parcelamento de dívidas previdenciárias de municípios e na desoneração da folha de pagamento de 17 setores. "A manutenção do emprego é imprescindível", definiu. Arthur Lira afirmou que sempre defendeu a manutenção do teto e a PEC deve ser uma solução provisória, já que o Senado ainda não aprovou a reforma do Imposto de Renda (Projeto de Lei 2337/21) para garantir fontes permanentes de financiamento ao Auxílio Brasil. "Nosso interesse não era estar votando deste jeito. Defendi votar o programa permanente, com origem na fonte do imposto de renda, que foi votado na Câmara com muita dificuldade enfrentando interesses poderosíssimos." Ele negou que a PEC tenha motivações eleitorais. Votação O presidente da Câmara também defendeu a volta das atividades presenciais na votação do Plenário. "Estamos em um momento de acomodação e retorno das atividades presenciais. É hora de votar, os deputados precisam de contato mais próximo para negociações em temas difíceis", afirmou. Fonte: Agência Câmara de Notícias Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Precatórios Veja Mais

Empresas da Bolsa de Londres prometem neutralidade de carbono até 2050

em - Internacional Mais da metade das empresas listadas no índice FTSE 100 de Londres se comprometeram a alcançar a neutralidade de carbono até 2050, informou o governo britânico nesta quinta-feira (3).O Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial disse que 60 empresas de primeira linha aderiram à campanha global da ONU "Race to Zero".As empresas, incluindo algumas das maiores do Reino Unido, representam um capital de mercado total de mais de 1,2 trilhão de libras (1,64 trilhão de dólares) e um faturamento anual combinado de 700 bilhões de libras (958 bilhões de dólares), acrescentou.O ministro de Negócios e Indústria, Lee Rowley, afirmou que mais de 2.500 empresas britânicas aderiram à iniciativa da ONU, que tem 5.200 participantes em todo o mundo.O anúncio segue os planos do governo anunciados na terça-feira para persuadir as instituições financeiras e empresas listadas na bolsa a se tornarem neutras em carbono.O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que acolhe a cúpula da ONU sobre mudanças climáticas em Glasgow, quer que a economia do Reino Unido seja neutra em carbono até meados do século.Porém, os defensores do meio ambiente criticam os ministros por não obrigarem os bancos e outras empresas listadas a publicar seus chamados "planos de transição". Isso os libera para continuar financiando projetos relacionados a hidrocarbonetos, que são altamente poluentes. Veja Mais

Quase 60% das empresas investiram em meios digitais na pandemia

Quase 60% das empresas investiram em meios digitais na pandemia

Tecmundo A plataforma de hospedagem de sites HostGator divulgou uma pesquisa que analisou os investimentos em presença digital na pandemia. A consulta, realizada dentro do próprio ambiente de hospedagem da multinacional no Brasil, envolveu mais de 5 mil empresas respondentes e mostrou que 58% delas passaram a investir mais em soluções digitais durante a pandemia da covid-19, sendo que, dentro dessa população, 64% perceberam um aumento de suas vendas.Embora exista uma percepção generalizada de que o comportamento dos consumidores está mais voltado para o ambiente digital, o que tem demandado uma utilização crescente de ferramentas tecnológicas, a pesquisa Presença Digital teve como objetivo mensurar e entender a aplicação desse cenário virtual para realização de negócios por empresas brasileiras.Leia mais... Veja Mais

Fear The Walking Dead 7x3: John quer encontrar corpo de Cindy (recap)

Fear The Walking Dead 7x3: John quer encontrar corpo de Cindy (recap)

Tecmundo O episódio exibido no último domingo (31) pela AMC trouxe momentos verdadeiramente assustadores para o público da 7ª temporada de Fear The Walking Dead. De um jeito bastante profundo, os espectadores puderam conferir momentos de grande angústia por meio de um único personagem.Dessa forma, confira todos os detalhes do episódio 7x3 da série de zumbis lendo nosso recap completo!Leia mais... Veja Mais

Portugal aprova dissolução do Parlamento, e presidente convocará eleição

O Tempo - Mundo A dissolução da Assembleia da República e a convocação de eleições legislativas começaram a ser organizadas após o Parlamento reprovar a proposta de Orçamento para 2022 Veja Mais

FERROVIÁRIA ESTREIA NA LIBERTADORES FEMININA COM SHOW DE RAQUEL | MELHORES MOMENTOS

FERROVIÁRIA ESTREIA NA LIBERTADORES FEMININA COM SHOW DE RAQUEL | MELHORES MOMENTOS

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! https://bit.ly/3Bgc4nb E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Ferroviaria #SolDeAmerica #LibertadoresFeminina Veja Mais

Home office: 35 vagas para trabalho remoto [03/11]

Home office: 35 vagas para trabalho remoto [03/11]

Tecmundo Muitas empresas optaram por manter o trabalho remoto mesmo após a pandemia. Sabemos que encontrar estas empresas nem sempre é fácil, por isso o TecMundo em parceria com a  Remotar, plataforma de vagas remotas traz para você a melhor seleção para vagas nas áreas de Tecnologia, Inovação e Marketing.  Confira as oportunidades abaixo:CopywritterLeia mais... Veja Mais

Autor sul-africano Damon Galgut ganha o Prêmio Booker

O Tempo - Diversão - Magazine Seu livro "The Promise", que vai do fim do apartheid à presidência de Jacob Zuma, traça o declínio de uma família branca de Pretória à medida que o país emerge para a democracia Veja Mais

ONGs acusam Nicarágua de restringir liberdades antes de eleições

em - Internacional Diversas ONGs, como a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, denunciaram nesta quarta-feira (3) as eleições gerais a serem realizadas na Nicarágua no próximo domingo (7), num contexto de repressão, desaparecimentos forçados e restrições às liberdades civis e políticas. Eleições "não garantem direitos humanos", afirmam as ONGs em relatório no qual exortam a comunidade internacional a "redobrar seus esforços para acabar com a crise" no país centro-americano. No próximo domingo, Daniel Ortega disputa um quarto mandato consecutivo após 14 anos no poder. Não há sinais da oposição, que está atrás das grades ou proscrita. As ONGs insistem na situação crítica dos direitos humanos na Nicarágua, onde centenas de pessoas morreram desde os protestos em massa pedindo a renúncia de Ortega em 2018.As organizações citam detenções arbitrárias e desaparecimentos forçados e lembram que "100 pessoas consideradas críticas ao governo continuam detidas".Também apontam "a falta de independência judicial e as violações do direito de acesso à justiça".A falta de liberdade de expressão é outro problema.As autoridades nicaraguenses perseguem defensores dos direitos humanos, jornalistas independentes e dissidentes "apenas pelo exercício de seu direito à liberdade de expressão", denunciam.Como parte dessa tática, as ONGs mencionam a lei para a regulamentação de agentes estrangeiros e a lei especial sobre crimes cibernéticos que restringem as liberdades.Entre julho e agosto de 2021, as autoridades ordenaram o fechamento de 45 ONGs, além de outras 10 fechadas desde que os manifestantes tomaram as ruas em 2018.O governo "tenta eliminar e desestimular a competição eleitoral", acusam as organizações, a cinco dias de Ortega disputar nas urnas contra cinco partidos de direita que os nicaraguenses mal conhecem. O povo nicaraguense - acrescentam as ONGs - deve poder "exercer seu direito de voto livremente, sem intimidação, e o direito de concorrer e ocupar cargos públicos em condições gerais de igualdade".A "falta de garantias" para o exercício do direito à reunião pacífica é outro dos motivos que levaram as organizações a denunciar o processo eleitoral.A Nicarágua "deve garantir a liberdade de reunião pacífica antes, durante e depois do processo eleitoral", concluem as ONGs.Os Estados Unidos, a União Europeia (UE), a Organização dos Estados Americanos (OEA), entre outros, consideram que a Nicarágua descumpre as condições mínimas para eleições livres e justas. Veja Mais

Mauro Nazif fala da regulamentação da profissão de frentista - 03/11/21

Mauro Nazif fala da regulamentação da profissão de frentista - 03/11/21

Câmana dos Deputados Regulamentar a profissão de frentista em todo o país é o objetivo de um projeto de lei em análise na Câmara (PL 3299/21). Existem hoje aproximadamente 500 mil frentistas no Brasil, e o salário médio é de R$ 1.200 para 44 horas semanais de trabalho, de acordo com o Caged, Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Com a possibilidade de aprovação do autosserviço nos postos de combustível, o deputado Mauro Nazif (PSB-RO) espera garantir segurança jurídica e formação adequada para a categoria. Ele é o entrevistado desta edição do Palavra Aberta. Apresentação: Regina Assumpção - Direção: Guga Caldas Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Frentista #Regulamentação Veja Mais

BOLA ROLANDO RECEBE DIRETOR JURÍDICO DO GRÊMIO| BOLA ROLANDO

BOLA ROLANDO RECEBE DIRETOR JURÍDICO DO GRÊMIO| BOLA ROLANDO

Band Sports Nestor Hein falou sobre o papel do clube na invasão de campo no jogo contra o Palmeiras, julgamento do caso no STJD, ações para identificar os culpados e mais. Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos sigam também nas redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports/​​​ Twitter: https://twitter.com/bandsports​​​ Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV/​ Veja Mais

Autor sul-africano Damon Galgut ganha o Prêmio Booker

em - Internacional O autor sul-africano Damon Galgut recebeu o prestigioso British Booker Prize nesta quarta-feira (3) por "The Promise", um livro sobre a passagem do tempo para uma família de agricultores brancos na África do Sul pós-apartheid."Estou profundamente e humildemente grato", reconheceu o vencedor, de 57 anos, um dos finalistas do prêmio pela terceira vez.Galgut era o favorito entre os finalistas, três homens e três mulheres.Seu livro "The Promise", que vai do fim do apartheid à presidência de Jacob Zuma, traça o declínio de uma família branca de Pretória à medida que o país emerge para a democracia.Os seis livros selecionados para a final foram escolhidos pelos cinco membros do júri entre 158 romances publicados no Reino Unido ou na Irlanda entre 1º de outubro de 2020 e 30 de setembro de 2021.No ano passado, o prêmio foi para o escocês Douglas Stuart por seu primeiro romance, "Shuggie Bain".Criado em 1969, o Booker é concedido anualmente ao autor do "melhor romance escrito em inglês".O vencedor recebe um prêmio de 50.000 libras (cerca de 68.000 dólares).Booker Group Veja Mais

Direitos Humanos e Minorias - Observatório RPU - Segurança Pública - 03/11/2021**

Direitos Humanos e Minorias - Observatório RPU - Segurança Pública - 03/11/2021**

Câmana dos Deputados Participe! Faça sua pergunta pelo portal e-democracia: https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/2420 LOCAL: Anexo II, Plenário 13 HORÁRIO: 15h30min TEMA: "Observatório RPU - Segurança Pública" Observatório da Revisão Periódica Universal Tema: Segurança Pública Convidadas e convidados: 1.Sr. Morris Tidball-Binz, Relator Especial da ONU para execuções sumárias extrajudiciais ou arbitrárias; (participação confirmada) 2.Márcio Brito Rosa, da Coordenação-Geral de Políticas de Prevenção à Violência e à Criminalidade da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública; (participação confirmada) 3.Ana Cristina Melo Santiago, Secretária de Gestão e Ensino em Segurança Pública (SEGEN), do Ministério da Justiça e Segurança Pública; (participação confirmada) 4.Esequiel do Espírito Santo Roque, Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial Adjunto do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; (participação confirmada) 5.Eduardo Miranda Freire de Melo, Secretário Nacional da Proteção Global Adjunto do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; (participação confirmada) 6.Geórgia Belisário Mota, Coordenadora de Relatórios Internacionais de Direitos Humanos do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; (participação confirmada) 7.Eduardo Santos de Oliveira Benones, Procurador da República, Coordenador do Controle Externo da Atividade Policial no Rio de Janeiro, representante da 7ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal; (participação confirmada) 8.Rita Cristina de Oliveira, Coordenadora do Grupo de Políticas Etnorraciais da Defensoria Pública da União; (participação confirmada) 9.Lúcia Helena Silva Barros de Oliveira, Defensora do Rio de Janeiro e Coordenadora da Comissão de Política Criminal da Associação Nacional das Defensoras e dos Defensores Públicos - ANADEP; (participação confirmada) 10.Helder Rogério Sant'ana Ferreira, Técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada-IPEA; (participação confirmada) 11.Carolina de Mattos Ricardo, Diretora Executiva do Instituto Sou da Paz; (participação confirmada) 12.Fernanda Prates, Fundação Getúlio Vargas. (participação confirmada) 13.Isabel Figueiredo, Fórum Brasileiro de Segurança Pública; (participação confirmada) 14.Monique de Carvalho Cruz, Rede Justiça Criminal; (participação confirmada) 15.Coalizão Negra por Direitos; 16.IBCCRIM; 17.Observatório de Favelas. Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/63615 Veja Mais

Airbus faz primeiro voo de avião abastecido com combustível sustentável

canaltech A Airbus deu um importante passo rumo à descarbonização de suas operações. A gigante europeia realizou o primeiro voo de uma aeronave abastecida inteiramente com o SAF (combustível sustentável de aviação). Diferentemente do teste realizado no mês de setembro em parceria com a British Airlines, essa experiência não contou com misturas de querosene no tanque do avião. Jato comercial abastecido com óleo de cozinha levanta voo pela primeira vez Por que o combustível dos aviões fica nas asas? Avião solar da Airbus que pode voar por meses sem parar conclui testes O modelo utilizado neste teste foi o Airbus A319neo equipado com motores CFM LEAP-1A, que partiu do aeroporto de Toulouse, na França, realizou um voo de três horas e retornou ao local sem maiores problemas. Nesse exercício, que fez parte do programa VOLCAN (“VOL avec Carburants Alternatifs Nouveaux”), foram aferidos dados de desempenho e consumo da aeronave, uma das mais eficientes da atualidade. O combustível SAF utilizado nos testes, por sua vez, é uma mistura de óleo de cozinha com ácidos graxos (HEFA), além do acréscimo de ésteres hidroprocessados. Segundo a Airbus, esse composto não tem cheiro e é bem menos poluente do que o querosene de aviação. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.-   "A melhor coisa sobre o HEFA é que ele não tem aditivos aromáticos. Selecionamos essa mistura como parte do projeto VOLCAN devido ao seu alto potencial para ter um impacto positivo nas emissões CO² em comparação com outros tipos de SAF. Na Airbus, entendemos que precisamos ir além das emissões de carbono para obter uma visão mais completa do impacto total da aviação no clima", explica Tim Leigh, líder do projeto VOLCAN na Airbus, em comunicado. O projeto VOLCAN é formado por uma parceria entre a própria Airbus, a Dassault, outra fabricante de aviões, a Onera, um centro de pesquisa aeroespacial e o Ministério dos Transportes da França. A expectativa do mercado é de que o SAF seja certificado para operações comerciais até 2030. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Casos de Covid caem nas Américas, mas a pandemia continua, alerta Opas

O Tempo - Mundo Até agora, 46% da população da América Latina e do Caribe foi totalmente vacinada contra a doença. No entanto, 19 países têm cobertura de menos de 40% Veja Mais

Anvisa sofre novas ameaças relacionadas a vacinas contra Covid para crianças

O Tempo - Política Na sexta-feira (29), a Anvisa havia informado que cinco diretores foram ameaçados de morte em relação às mesmas pautas Veja Mais

Biden: vacinar crianças entre 5 e 11 anos é passo importante para controlar covid

em - Internacional O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, celebrou em pronunciamento nesta quarta-feira, 3, a autorização de reguladores de saúde para a aplicação de vacinas contra covid-19 em crianças entre cinco e 11 anos no país. Segundo ele, isso será um "passo importante" para controlar a pandemia, ao lado da iniciativa já em andamento para dar reforço aos mais velhos, após seis meses da segunda dose (ou da dose única da Janssen).Biden lembrou que a imunização contra a covid-19 recebeu o aval dos reguladores e enfatizou que esse é um passo seguro para as crianças. Segundo ele, milhões de doses para esse grupo já foram enviadas para postos de aplicação, que serão cerca de 20 mil endereços pelo país. "A vacina é segura e eficaz", enfatizou.O presidente americano também renovou o apelo para que mais pessoas aceitem se vacinar. Ele destacou que o país conseguiu atingir a marca de 80% dos adultos com ao menos uma dose do imunizante. Biden ainda enfatizou que a vacinação "ajudará na nossa recuperação econômica", ao acelerar o fim da pandemia no país.Durante breves respostas a repórteres, Biden também voltou a defender a aprovação em breve de medidas econômicas que almeja para o país, como um pacote de gastos em infraestrutura. As medidas continuam a tramitar no Congresso. Veja Mais

Direitos Humanos e Minorias - Observatório RPU - Segurança Pública - 03/11/2021

Direitos Humanos e Minorias - Observatório RPU - Segurança Pública - 03/11/2021

Câmana dos Deputados Participe! Faça sua pergunta pelo portal e-democracia: https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/2420 LOCAL: Anexo II, Plenário 13 HORÁRIO: 15h30min TEMA: "Observatório RPU - Segurança Pública" Observatório da Revisão Periódica Universal Tema: Segurança Pública Convidadas e convidados: 1.Sr. Morris Tidball-Binz, Relator Especial da ONU para execuções sumárias extrajudiciais ou arbitrárias; (participação confirmada) 2.Márcio Brito Rosa, da Coordenação-Geral de Políticas de Prevenção à Violência e à Criminalidade da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública; (participação confirmada) 3.Ana Cristina Melo Santiago, Secretária de Gestão e Ensino em Segurança Pública (SEGEN), do Ministério da Justiça e Segurança Pública; (participação confirmada) 4.Esequiel do Espírito Santo Roque, Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial Adjunto do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; (participação confirmada) 5.Eduardo Miranda Freire de Melo, Secretário Nacional da Proteção Global Adjunto do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; (participação confirmada) 6.Geórgia Belisário Mota, Coordenadora de Relatórios Internacionais de Direitos Humanos do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; (participação confirmada) 7.Eduardo Santos de Oliveira Benones, Procurador da República, Coordenador do Controle Externo da Atividade Policial no Rio de Janeiro, representante da 7ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal; (participação confirmada) 8.Rita Cristina de Oliveira, Coordenadora do Grupo de Políticas Etnorraciais da Defensoria Pública da União; (participação confirmada) 9.Lúcia Helena Silva Barros de Oliveira, Defensora do Rio de Janeiro e Coordenadora da Comissão de Política Criminal da Associação Nacional das Defensoras e dos Defensores Públicos - ANADEP; (participação confirmada) 10.Helder Rogério Sant'ana Ferreira, Técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada-IPEA; (participação confirmada) 11.Carolina de Mattos Ricardo, Diretora Executiva do Instituto Sou da Paz; (participação confirmada) 12.Fernanda Prates, Fundação Getúlio Vargas. (participação confirmada) 13.Isabel Figueiredo, Fórum Brasileiro de Segurança Pública; (participação confirmada) 14.Monique de Carvalho Cruz, Rede Justiça Criminal; (participação confirmada) 15.Coalizão Negra por Direitos; 16.IBCCRIM; 17.Observatório de Favelas. Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/63615 Veja Mais

Xiaomi Mix 5 deve ter lançamento antecipado por sucesso do Mix 4

canaltech A Xiaomi oficializou, na primeira quinzena de agosto, um de seus flagships mais recentes, o Mix 4, que marcou a volta da série de celulares conceituais da marca. Agora, pouco menos de três meses depois, já temos os primeiros detalhes sobre seu possível sucessor, que deve ser batizado de Xiaomi Mix 5 — seguindo sem o "Mi" já abandonado no atual modelo. Xiaomi Mi Mix 4 é oficializado como primeiro da marca com câmera sob o display Xiaomi Mi Mix Fold: primeiro dobrável da marca chega com lente líquida Possível Xiaomi 12 é visto em transporte público antes do anúncio Segundo o leaker Digital Chat Station, que publicou as informações em seu perfil no Weibo, a fabricante chinesa já está em estágio inicial de desenvolvimento do smartphone, que deve ser apresentado oficialmente um pouco antes do previsto, de acordo com o cronograma da Xiaomi. O leaker sugere que, enquanto o Mix 4 foi lançado em agosto de 2021, o Xiaomi Mix 5 deve ser oficializado entre os meses de junho ou julho de 2022. A série Mix da Xiaomi sempre foi conhecida por apresentar recursos mais inovadores, então é possível que o Xiaomi Mix 5 também conte com alguma tecnologia inédita ou pelo menos não tão popularizada ainda. Para relembrar, o Xiaomi Mix 4 foi o primeiro dispositivo da marca a contar com uma câmera sob o display, e ainda dentro da linha Mix a empresa entrou no segmento de dobráveis com o Mi Mix Fold, apresentado no primeiro trimestre deste ano. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Mi Mix Fold e Mix 4 foram os últimos lançamentos na linha (Imagem: Divulgação/Xiaomi) O Xiaomi Mix 5 pode ser equipado pela plataforma Snapdragon 898 — uma evolução natural em relação ao seu antecessor, que conta com o Snapdragon 888+. Além disso, o smartphone pode chegar com uma combinação generosa de 16 GB de RAM com 1 TB de armazenamento interno, enquanto seu display deve ter resolução 2K e taxa de atualização de 120 Hz, com a nova versão da tecnologia de câmera sob a tela. Outras características aguardadas incluem um suporte para carregamento ainda mais rápido e um gerenciamento melhor de temperatura para evitar que o dispositivo sofra com superaquecimento. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Novo lança Felipe d'Avila à Presidência com promessa de privatizar Petrobras

O Tempo - Política Cientista político disse que está aberto para conversas com outros postulantes da terceira via ao Planalto Veja Mais

Aaron Rodgers, astro na NFL, pega Covid-19 após recusar vacina

O Tempo - Mundo Site afirma que ele se "imunizou" após buscar tratamentos alternativos Veja Mais

Celine Dion 'não consegue mais se levantar da cama', diz familiar

O Tempo - Diversão - Magazine A cantora faria uma sequência de shows a partir de 5 de novembro: em seu Instagram, no dia 19 de outubro, ela avisou que adiaria as apresentações Veja Mais

Site da Câmara de BH volta a funcionar após invasão

O Tempo - Política Serviços do legislativo ficaram fora do ar e sessão da CPI da Covid foi interrompida Veja Mais

Derrotados na Virgínia, democratas mantêm Nova Jersey

em - Internacional O democrata Phil Murphy foi reeleito por estreita margem governador de Nova Jersey, permitindo ao partido limitar os danos após a derrota sofrida na Virgínia, que enfraquece o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Segundo resultados divulgados pela imprensa americana com 90% dos votos apurados, Phil Murphy foi reeleito com 50,1%, contra 49,1% para Jack Ciattarelli, uma diferença de cerca de 20.000 votos dos 2,4 milhões em disputa."As pesquisas previam entre 8 e 12 pontos de diferença a favor de Phil Murphy, por isso é uma surpresa", comentou o professor de ciência política da Universidade Rutgers de Nova Jersey, Saladin Ambar. "É muito difícil, em um estado onde os impostos, principalmente aqueles sobre a propriedade, são um grande problema para os democratas, permanecerem no cargo de governador", explicou à AFP, lembrando que a última vez que um democrata havia sido reeleito para o cargo remonta a 1977. Segundo Ambar, Phil Murphy também "foi vítima" da baixa popularidade do presidente americano, envolvido há semanas em negociações com o próprio partido para aprovar dois grandes planos de investimento. Veja Mais

Forza Horizon 5: franquia ainda tem melhor jogo de simulador de corrida? | Análise / Review

tudo celular O TudoCelular já teve acesso antecipado a ele e conta os destaques que você pode esperar a seguir. Veja Mais

Festival on-line Carnaval Além do Horizonte celebra edição primavera

O Tempo - Diversão - Magazine Em sua segunda edição, o evento saúda a estação das flores e traz atrações que vão contemplar desde o público infantil até o adulto Veja Mais

Um mapuche morto e cinco feridos em confronto com a polícia e militares no Chile

em - Internacional Um mapuche morreu e outros cinco ficaram feridos nesta quarta-feira (3) durante um confronto com policiais e militares na província de Arauco, no sul do Chile, área em estado de exceção e militarizada por uma onda de violência. Mais cedo, policiais e soldados da Marinha do Chile detiveram dois mapuches que dirigiam um veículo identificado pelos agentes como roubado, em uma estrada próxima à cidade rural de Cañete, na região de Biobío.O incidente incomodou outro grupo de mapuches que protestava próximo ao local contra a militarização da área e que tentou libertar os detidos, o que levou a um confronto.O incidente deixou "um assassinado e (...) cinco feridos, uma pessoa em risco de vida", informou Adolfo Millabur, constituinte mapuche, em entrevista coletiva em Santiago, acompanhado pela presidente da Convenção Constituinte, a acadêmica mapuche Elisa Loncon, e outros 15 representantes de povos indígenas.A polícia não respondeu imediatamente ao pedido da AFP de mais informações sobre o evento. Operações como a de hoje fazem parte do controle do tráfego no âmbito do estado de exceção ordenado pelo governo do presidente Sebastián Piñera em quatro províncias de Biobío e na região vizinha de La Araucanía desde 12 de outubro passado.Ambas as regiões vivem um conflito histórico entre o povo mapuche, maior etnia chilena, e o Estado, ao qual os indígenas reivindicam terras que consideram suas por direito ancestral e que foram entregues a empresas privadas.A falta de uma solução para este conflito aumentou a violência na última década, com ataques incendiários a propriedades privadas e caminhões. Também trouxe à luz a presença de organizações do narcotráfico e de autodefesa, bem como de operações policiais supostamente montadas para incriminar os indígenas.O presidente Piñera decidiu ordenar a militarização da área para conter a escalada da violência, por meio de um estado de exceção de 15 dias que foi estendido para mais 15 até 11 de novembro.Dada a prolongada agitação na área, ele pediu ao Congresso que ampliasse a medida novamente. "Consideramos o atual governo, as forças militares chilenas junto com os Carabineros responsáveis pela morte", disse Millabur. Veja Mais

Vacina parece reduzir o risco de câncer cervical (estudo)

em - Internacional Os casos de câncer cervical, também chamado de câncer do colo do útero, diminuíram entre as mulheres britânicas que receberam uma vacina contra o papilomavírus humano, que causa esse tipo de câncer, de acordo com um estudo publicado nesta quinta-feira. "Nosso estudo fornece a primeira evidência direta do efeito da vacinação contra o papilomavírus humano (HPV), por meio da vacina bivalente Cervarix, sobre a incidência do câncer cervical", indicam os autores do estudo, publicado na revista Lancet.O câncer cervical é quase sempre causado por uma infecção por HPV, sexualmente transmissível.Desde meados dos anos 2000, existem vacinas contra essa infecção. Por isso, muitos países lançaram campanhas dirigidas às adolescentes para que recebam a vacina antes de iniciar a atividade sexual.Até agora era conhecida a eficácia das vacinas contra a própria infecção e contra o desenvolvimento de lesões pré-cancerosas. Mas os dados eram menos precisos em termos de frequência de cânceres relatados.Esta é a contribuição do estudo na Lancet. De acordo com suas conclusões, há uma clara redução nos casos de câncer cervical entre as mulheres que participaram da campanha de vacinação britânica, lançada no final dos anos 2000. Esta diminuição, medida em relação à proporção de casos nas gerações anteriores, é notável em particular nas mulheres que se vacinaram precocemente, aos 12 ou 13 anos.Nesse grupo, os cânceres cervicais praticamente desapareceram nos últimos anos.Esses resultados têm limitações. Mesmo sem a vacinação, os pesquisadores esperavam um número limitado de cânceres nessa faixa etária, que hoje não tem mais de 25 anos.Portanto, enfatizam que será necessário continuar estudando a frequência dos cânceres nessa faixa etária nos próximos anos. Além disso, para fins de acompanhamento de longo prazo, o estudo está interessado apenas em mulheres que puderam se beneficiar da campanha britânica em seus primeiros dias.Na época, a vacina utilizada era a Cervarix, produzida pela GSK. Mas, desde então, foi substituída pela Gardasil, produzida pela empresa americana MSD, sobre a qual o estudo não pode tirar conclusões.GLAXOSMITHKLINEMERCK & CO Veja Mais

Portugal aprova dissolução de Parlamento e presidente convocará eleições

em - Internacional O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, deve convocar novas eleições para janeiro, depois de o Conselho de Estado - órgão consultivo ligado à chefia de Estado - ter aprovado sua proposta de dissolução do Parlamento feita na semana passada, após a coalizão do primeiro-ministro Antonio Costa não ter conseguido aprovar o Orçamento do ano que vem. "O Conselho de Estado deu parecer favorável à dissolução do Parlamento", disse a presidência portuguesa em nota. "É fundamental escutá-los."A derrota da chamada "Geringonça", coalizão de partidos de esquerda que governa o país, na discussão sobre o Orçamento lançou Portugal numa crise política nas últimas semanas. Rebelo de Sousa tentou negociar com os partidos do Parlamento uma solução. a votação do Orçamento, o Bloco de Esquerda e os comunistas se opuseram à proposta do Partido Socialista - o maior da coalizão.O anúncio da dissolução do governo e da data das novas eleições ocorrerá na noite de quinta-feira, 3. Segundo o diário "Público", de Lisboa, a nova votação deve ocorrer em 30 de janeiro. Há, no entanto, um certo mistério sobre a data exata da votação, já que os partidos de oposição, como o PSD, pretendiam organizar no fim do ano eleições primárias para resolver disputas internas.Rebelo de Sousa garantiu que anunciará uma data "razoável" para o processo, ainda que não leve em conta as necessidades de cada partido. Outro dia cogitado pela imprensa portuguesa para a votação é o 16 de janeiro. "Prefiro ser criticado por fazer algo do que por ser omisso", disse o presidente na terça-feira, 2. No bloco governista, o Partido Socialista advoga por uma eleição rápida. Seus parceiros de coalizão ainda tentavam um acordo para o Orçamento, mas, com o fim do prazo dado por Rebelo na semana passada, isso acabou não ocorrendo.Líderes do Bloco e do PCP dizem nos bastidores que os Socialistas querem a antecipação das eleições para aumentar seu capital político. Apesar da possível antecipação das eleições, o governo de Antonio Costa segue funcionando e não tem intenções de renunciar. (Com agências internacionais) Veja Mais

RODRIGO MUNIZ, EX-FLAMENGO, FAZ DOIS, E FULHAM APLICA 7 A 0 NO BLACKBURN | MELHORES MOMENTOS

RODRIGO MUNIZ, EX-FLAMENGO, FAZ DOIS, E FULHAM APLICA 7 A 0 NO BLACKBURN | MELHORES MOMENTOS

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! https://bit.ly/3Bgc4nb E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Fulham #RodrigoMuniz #Championship Veja Mais

Os super-ricos que decidiram não deixar fortuna para seus herdeiros

 Os super-ricos que decidiram não deixar fortuna para seus herdeiros

em - Internacional  Reportagem publicada originalmente em 29 de setembro de 2021 e atualizada em 3 de novembro de 2021 Declarações recentes de celebridades americanas a respeito de não entregarem "de bandeja" suas fortunas para seus filhos voltaram a agitar o debate sobre heranças milionárias e meritocracia. Em julho, durante evento de um podcast nos EUA, o ex-jogador da NBA Shaquille O'Neil, dono de uma fortuna estimada em US$ 400 milhões (R$ 2,2 bilhões na cotação atual), afirmou que costuma dizer aos seus seis filhos: "Nós não somos ricos, EU sou rico". Em declarações que ganharam destaque no Twitter nos últimos dias (quando "Shaq" participou do GP de Fórmula 1 dos EUA), o ex-jogador e atual empresário contou que defende "uma regra" para os filhos: educação. "Você precisa ter seu diploma, seu mestrado, e se quiser que eu invista suas empresas, você me apresenta (seu projeto). Mas eu não vou te dar nada", disse, agregando esperar que entre eles haja "um médico, um farmacêutico, um dono de um fundo de hedge, um advogado, alguém que tenha múltiplos negócios ou que assuma os meus negócios. Mas não vou entregar nada (aos filhos), eles terão que merecer". Em setembro, foi a vez de o apresentador Anderson Cooper, âncora da emissora CNN e cuja fortuna é estimada em cerca de US$ 200 milhões (R$ 1,1 bilhão na cotação atual), declarar que não pretende deixar "um pote de ouro" para seu filho, que hoje tem um ano e meio de idade. "Não acredito em passar adiante grandes quantidades de dinheiro", disse Cooper em episódio que foi ao ar em setembro no podcast Morning Meeting. "Não estou tão interessado em dinheiro, mas não pretendo passar adiante algum tipo de pote de ouro para meu filho. Vou fazer o que meus pais me disseram:  'sua faculdade será paga, e em seguida você precisa seguir (por conta própria)'."Cooper é descendente, por parte de mãe, dos Vanderbilts, que foram em seu tempo uma rica dinastia americana e que começou a definhar antes de o apresentador nascer - e sobre a qual ele escreveu um livro. O apresentador afirmou ao podcast que "cresceu vendo dinheiro ser perdido" pelos Vanderbilts e sempre evitou ser associado à família de sua mãe. Segundo ele, a fortuna do magnata Cornerlius Vanderbilt, erguida ainda no século 19, "foi uma patologia que infectou as gerações seguintes". "(O dinheiro) não os levou a grandes atos de generosidade ou à criação de fundações duradouras que ajudassem outras pessoas, mas sim ao anseio de entrar para a alta sociedade (de Nova York)." As falas de Cooper e de O'Neil se inserem em um debate maior entre uma parcela de milionários e bilionários internacionais a respeito da destinação de suas riquezas - e também em meio a críticas sobre responsabilidade social e impostos sobre fortunas em um momento de grande desigualdade e concentração de renda em todo o mundo. Além disso, trazem à memória casos famosos de magnatas que ativamente evitaram deixar o dinheiro para seus herdeiros.Andrew CarnegieQuando vendeu sua Carnegie Steel Company, no início dos anos 1900, o magnata do aço escocês-americano Andrew Carnegie obteve uma soma que, à época, já era gigantesca: US$ 480 milhões. E fez dele o homem mais rico do mundo em seu tempo. Esse dinheiro, porém, não foi para seus herdeiros. Carnegie foi autor de um hoje centenário manifesto chamado O Evangelho da Riqueza, que tem esta como uma de suas frases mais famosas: "o homem que morre rico morre em desgraça". A fortuna de Carnegie foi usada em sua maioria para financiar a construção de bibliotecas, institutos educacionais, fundos e fundações nos EUA e na Europa. "É por esse motivo que o clã Carnegie não aparece na lista da Forbes de famílias mais ricas dos EUA", aponta reportagem da própria Forbes de 2014. Segundo esta, quando Andrew Carnegie morreu, em 1919, deixou para sua mulher alguns bens pessoais, como uma casa em Manhattan (Nova York) e uma residência de férias na Escócia - que acabaria sendo vendida por conta de seus altos custos de manutenção. Sua única filha, Margaret, herdou um pequeno fundo, "o suficiente para ela (e o restante da família) viverem confortavelmente, mas nunca tanto dinheiro quanto (receberam) os filhos de outros magnatas, que viviam em enorme luxo", disse à Forbes o biógrafo de Carnegie, David Nasaw.Chuck FeeneyA trajetória de Andrew Carnegie foi marcante para outro bilionário americano - este contemporâneo -, Charles "Chuck" Feeney. Em 2020, o empresário, então com 89 anos, já havia doado para ações de filantropia os US$ 8 bilhões acumulados ao longo de sua carreira (ele foi cofundador, ainda nos anos 1960, da empresa de varejo em aeroportos Duty Free Shoppers, ou DFS). Feeney defendeu em entrevistas que "com a riqueza vem a responsabilidade"."As pessoas devem se definir ou sentir a responsabilidade de usar parte de seus recursos para melhorar a vida de seus pares, ou então criarão problemas insolúveis %u200B%u200Bpara as gerações futuras." Feeney leva uma vida frugal, sem casas ou carros de luxo, embora em 2012 tenha dito à Forbes que havia reservado cerca de US$ 2 milhões para a aposentadoria dele e de sua mulher. Sobre sua filosofia de doar uma quantidade bilionária para causas ainda em vida, ele declarou à revista: "vejo poucos motivos para adiar essa doação, quando tanto bem pode ser alcançado ao apoiar causas valiosas. Além disso, é muito mais divertido doar enquanto você está vivo do que quando já está morto."Kevin O'Leary"Você amaldiçoa uma criança quando elimina todo o risco de suas vidas", disse à emissora americana CNBC, em setembro deste ano, o empresário canadense Kevin O'Leary. "Muitos de nós conhecemos crianças ricas e mimadas que não se importam em buscar uma carreira e não têm incentivo para tal porque sua vida foi totalmente desprovida de risco." Por conta dessa filosofia, O'Leary - empreendedor que começou sua fortuna com softwares de informática e se tornou celebridade televisiva em seu país por aparecer em programas como Shark Thank (na versão brasileira, Negociando com Tubarões) - contou à CNBC que, quando ganhou dinheiro com seu primeiro IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês), estabeleceu um fundo para todas as crianças de sua família. Esse fundo garante, até mesmo depois da morte de O'Leary, que todas elas tenham suas despesas pagas desde seu nascimento até sua universidade. "Depois disso, ninguém recebe nada."Yu PengnianAinda em 2010, o empresário chinês Yu Pengnian, que teve uma vida humilde mas tornou-se bilionário dos ramos imobiliário e hoteleiro, anunciou que já havia doado cerca de US$ 1,2 bilhão a causas filantrópicas. Quando Yu morreu, em 2015, aos 93 anos, não deixou nada para seus herdeiros: seu testamento, segundo a imprensa chinesa, previa que todo o dinheiro restante fosse destinado à filantropia. "Se meus filhos são mais capazes do que eu, não é necessário que eu lhes deixe muito dinheiro. Se eles são incompetentes, muito dinheiro será prejudicial a eles", disse Yu ainda em 2009, segundo o jornal China Daily. Ele afirmou que seus filhos concordavam com sua decisão de doar sua fortuna.Em seu testamento, ele também pediu que sua família mantivesse vivo seu legado de benfeitorias, que vão desde cirurgias de catarata para pessoas necessitadas a bolsas de estudo em universidades chinesas.Doar dinheiro em vida Outros bilionários de diversos setores - desde mercado financeiro até tecnologia e indústria do entretenimento - têm ido a público dizer que pretendem doar parte substancial de sua fortuna ainda em vida. Nomes como Richard Branson, Warren Buffet, Michael Bloomberg e Bill e Melinda Gates participam do The Giving Pledge (compromisso de dar, em tradução livre), autodescrito como "um compromisso dos indivíduos e famílias mais ricos do mundo em dedicar a maioria de sua fortuna a devolver (à sociedade)". No Brasil, um caso recente de adesão a esse pacto foi o de David Vélez (fundador do Nubank) e sua mulher, Mariel Reyes. Em carta divulgada em agosto, o casal afirmou que vai doar seu dinheiro para projetos sociais na América Latina porque "qual o sentido de morrer com muitas posses materiais, quando um gesto pode radicalmente transformar a jornada de outra pessoa?" Além disso, disseram, "depois de um certo ponto, riqueza adicional não traz felicidade ou utilidade adicionais. Mas a satisfação de criar uma vida de propósito, essa não tem fim. (...) Achamos que permitir que nossos filhos adquiram um senso de propósito, construindo seu próprio caminho e não andando sob o (caminho) de outros, vai ajudar a moldar sua autoconfiança e um caráter forte." Ao mesmo tempo, muitos críticos questionam se o Giving Pledge tem de fato resultado em doações significativas e volumosas - em relação ao tamanho do patrimônio de seus signatários - com a velocidade necessária para resolver problemas sociais urgentes. Em 2014, veio à tona uma mensagem do milionário Robert Wilson dizendo que não pretendia aderir ao pacto porque "esses ricaços adoram jogar alguns milhões (de dólares) por ano de forma a se manterem socialmente aceitáveis. Mas para por aí". Para outros críticos, o compromisso de doar fortunas não dispensa a necessidade de se discutir elevar a taxação dos indivíduos mais ricos da sociedade. Em janeiro deste ano, relatório da organização Oxfam apontou que a fortuna somada dos dez homens mais ricos do mundo havia crescido em US$ 540 bilhões durante a pandemia de covid-19, causando aumento da desigualdade social "durante a maior crise econômica no período de um século". A organização instou governos a aumentar os impostos sobre fortunas.Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal! Veja Mais

Boeing recebe sinal verde para satélites que proverão internet do espaço

em - Internacional A Boeing recebeu nesta quarta-feira (3) autorização dos Estados Unidos para o projeto de lançar uma rede de satélites que fornecerá serviços de internet do espaço. A Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC, na sigla em inglês) informou em comunicado que havia aprovado uma licença para a gigante aeroespacial "construir, colocar em órbita, e operar uma constelação de satélites" que "fornecerá conexão banda-larga e serviços de comunicação para uso residencial, comercial, institucional, governamental, e profissional nos Estados Unidos e no mundo"."Os serviços avançados de internet banda-larga via satélite terão um papel importante para oferecer conexão às comunidades mais difíceis de serem atendidas", disse Jessica Rosenworcel, diretora da FCC. A FCC deu luz verde para uma constelação de 147 satélites, a maioria dos quais ficará em órbita a baixa altitude: 132 poderão ser posicionados a cerca de 1.000 km de altitude, enquanto os outros 15 ficarão bem mais altos, entre 25.000 e 43.000 quilômetros.O serviço será ofertado primeiro a clientes nos Estados Unidos, e depois em todo o mundo."A Boeing vê um futuro multi-órbita para tecnologias de satélite", disse a empresa aeroespacial em um comunicado."Conforme a demanda por comunicações por satélite cresce, a diversidade será necessária entre os regimes orbitais e as frequências para satisfazer as demandas exclusivas dos clientes, e vemos a banda V ajudando a fornecer parte dessa diversidade", acrescentou a Boeing.Alguns projetos envolvendo constelações de satélites desenvolvidos por outras companhias já estão em curso. O bilionário Elon Musk, dono da companhia espacial SpaceX, já posicionou mais de 1.500 satélites em órbita para criar a rede Starlink, enquanto o fundador da Amazon, Jeff Bezos, tem um projeto similar chamado Kuiper. BOEINGAMAZON.COM Veja Mais

Criptomoeda oficial da China já movimenta US$ 9,7 bilhões

Criptomoeda oficial da China já movimenta US$ 9,7 bilhões

Tecmundo O número de pessoas que utilizam a criptomoeda chinesa yuan digital vem aumentando bastante nos últimos meses. Conforme relata a Reuters nesta quarta-feira (3), aproximadamente 140 milhões de pessoas tinham registrado sua conta na carteira digital oficial do país até outubro.A informação foi confirmada pelo diretor-geral de moeda digital do Banco Popular da China (PBoC) Mu Changchun, durante a conferência Fintech Week em Hong Kong. O número de usuários representa cerca de 10% da população chinesa, atualmente em 1,4 bilhão de habitantes.Leia mais... Veja Mais

Republicanos bloqueiam texto sobre acesso de minorias ao voto nos EUA

em - Internacional Senadores republicanos dos Estados Unidos se recusaram nesta quarta-feira (3) a debater um projeto de lei que facilita o acesso das minorias ao voto, um direito ameaçado em vários estados conservadores, de acordo com os democratas.O texto - que leva o nome do ícone dos direitos civis e parlamentar democrata que morreu em 2020, John Lewis - visa anular as medidas, normalmente muito técnicas, tomadas este ano por pelo menos 19 estados para limitar o acesso às urnas para minorias, especialmente afro-americanos que votam em sua maioria nos democratas, de acordo com o Brennan Center for Justice.É a terceira vez que este projeto, aprovado em agosto pela Câmara dos Representantes, é bloqueado pelos republicanos no Senado, onde precisa de uma maioria de 60 eleitos para ser aprovado."Este é um momento muito, muito triste na história desta instituição. A obstrução de hoje é apenas a última de uma série de pontos de inflexão preocupantes para o Partido Republicano", lamentou o líder democrata no Senado, Chuck Schumer, após votar.A exigência de endereço para se registrar para votar, a proibição de dar comida ou bebida a eleitores que fazem fila em frente a locais de votação e o veto ao voto presencial de carro são algumas das disposições das cerca de 30 leis eleitorais restritivas adotadas em todo o país.Este processo se acelerou nos estados republicanos no contexto das alegações não comprovadas de fraude eleitoral em massa feitas por Donald Trump desde que ele perdeu a presidência nas eleições de novembro de 2020.Nos Estados Unidos, as leis eleitorais são administradas localmente, e os republicanos consideram que o Congresso está ultrapassando seus poderes para decidir como as eleições serão conduzidas.Exigir uma identificação com foto para votar é senso comum, eles argumentam.Apenas a senadora republicana Lisa Murkowski, do Alasca, votou nesta quarta-feira para que o texto fosse debatido. Ela declarou que "todos os americanos merecem a mesma oportunidade de participar de nosso sistema eleitoral". Veja Mais

Melhores celulares Android de outubro, segundo o AnTuTu

Melhores celulares Android de outubro, segundo o AnTuTu

Tecmundo O AnTuTu, plataforma chinesa de benchmark, publicou a lista dos melhores celulares Android do mês de outubro na China. Diferente de outros meses, a chegada do processador Snapdragon 888+ teve forte influência no ranking.Lançado no mês passado, o smartphone gamer Black Shark 4S Pro é o novo líder da categoria premium. Alimentado pelo recente chipset turbinado da Qualcomm, o dispositivo da subsidiária da Xiaomi conquistou 875.902 pontos.Leia mais... Veja Mais

Fechamento dos grãos de soja em Chicago

em - Internacional (Em Fechamento hoje / Fechamento anterior: NOV 21 12,3150 / 12,44 JAN 22 12,4425 / 12,5625 MAR 22 12,5525 / 12,67 MAI 22 12,65 / 12,7650 JUL 22 12,7150 / 12,8175 Veja Mais

Enem 2021: cartão de inscrição com locais de prova é divulgado

Enem 2021: cartão de inscrição com locais de prova é divulgado

Tecmundo O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou nesta quarta-feira (3) a consulta ao cartão de confirmação de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. Por meio do documento, os candidatos podem conferir o local de prova.Além da data, hora e local onde o inscrito fará as provas, marcadas para os dias 21 e 28 deste mês, o cartão do Enem 2021 traz outras informações importantes, como o número de inscrição e a opção de língua estrangeira. Nele, também estão a escolha pela versão impressa ou a edição digital do exame e detalhes sobre atendimento especializado (se solicitado).Leia mais... Veja Mais

ONU ajudará países pobres a melhorar previsões meteorológicas

em - Internacional Os países em desenvolvimento e insulares estão sendo duramente afetados pelas mudanças climáticas, enquanto também enfrentam a falta de dados meteorológicos para prevê-las, um problema que as instituições internacionais, entre elas a ONU, querem remediar.Para preencher essa lacuna, as Nações Unidas - por meio do PNUD e PNUMA - e a Organização Meteorológica Mundial (OMM) lançaram nesta quarta-feira (3) um mecanismo de financiamento para observações meteorológicas, que começará a operar a partir de junho de 2022.O mecanismo "trará benefícios tangíveis em termos de vidas salvas, melhor gestão de desastres, meios de subsistência, biodiversidade, acesso à água e crescimento econômico", afirmou a diretora do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Inger Andersen, em um comunicado."Nem mesmo medidas ambiciosas de redução de emissões nos permitirão escapar aos significativos impactos das mudanças climáticas nas próximas décadas", disse Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde, um estado insular na costa de África onde nascem alguns dos ciclones mais poderosos do Atlântico.Atualmente, os países pobres ou pequenos Estados insulares têm acesso a menos de 10% das observações básicas do tempo e do clima, de acordo com o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas. Veja Mais

Irã e EUA dão versões distintas sobre captura de petroleiro no mar de Omã

em - Internacional Estados Unidos e Irã apresentaram nesta quarta-feira (3) duas versões bastante diferentes sobre um incidente que envolveu um petroleiro de bandeira vietnamita no mar de Omã.O Irã disse que havia frustrado, na semana passada, uma tentativa de captura de um navio carregado com petróleo iraniano por parte da Marinha dos Estados Unidos.Contudo, um funcionário do Departamento de Defesa dos EUA classificou essa afirmação de "inexata e falsa", e explicou que duas embarcações americanas na área apenas observaram quando as forças de Teerã "deram a volta, abordaram e se apoderaram do barco, para levá-lo a águas iranianas".Um comunicado publicado no site Sepahnews, que é controlado pela Guarda Revolucionária do Irã, afirma que as forças americanas haviam se apoderado de um petroleiro e "transferido sua carga para outro navio".Em seguida, as forças navais iranianas entraram em ação e, com apoio aéreo, capturaram um segundo petroleiro, frustrando a segunda tentativa da Marinha dos Estados Unidos de tomar a embarcação, segundo o comunicado.O texto acrescenta que "os americanos abandonaram o local" e que o petroleiro havia atracado no porto de Bandar Abbas às 8h00 (01h30 no horário de Brasília) de 25 de outubro.Por outro lado, o funcionário americano, que falou sob condição de anonimato, negou a versão divulgada pelo site iraniano. De acordo com a fonte, as duas embarcações dos EUA, e o apoio aéreo, apenas observavam a operação por parte das forças da República Islâmica."Recebemos ordens para monitorar de perto, e não interferimos", afirmou.As imagens aéreas publicadas pela agência de notícias iraniana Fars mostram navios de guerra americanos e lanchas rápidas iranianas seguindo e dando voltas em torno do navio-petroleiro, mas não lançam qualquer luz sobre as circunstâncias do incidente.O fato aconteceu em meio a uma onda de ataques contra embarcações comerciais nas rotas marítimas do Golfo Pérsico, por onde passa grande parte do petróleo produzido no mundo.O Irã foi acusado de realizar um ataque com drones em 29 de julho contra um petroleiro vinculado a Israel, que navegava em frente à costa de Omã, o MV Mercer Street, que provocou a morte de um ex-soldado britânico e de um cidadão romeno.Teerã, por sua vez, negou as acusações de estar por trás desse e de outros ataques e sequestros na região.A discussão sobre o incidente envolvendo o petroleiro acontece em meio aos esforços diplomáticos para reativar o acordo nuclear do Irã com o G5+1 (Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido, mais Alemanha), conhecido pela sigla em inglês JCPOA, que colocaria um fim às sanções econômicas dos Estados Unidos contra Teerã, que afetam o setor petroleiro da República Islâmica. Veja Mais

Realme prepara verdadeiro celular topo de linha para 2022

canaltech A Realme tem apostado na linha GT para representar seus smartphones mais poderosos no mercado global, mas algo falta algo nos modelos: câmeras de alto desempenho. Apesar das excelentes especificações, celulares como o recente GT Neo 2 ainda deixam a desejar em quesito de fotografia, e parece que isso deve mudar em breve. Realme GT Master Edition chega ao Brasil como primeiro flagship da marca no país Realme GT Neo 2 chega ao mercado global com Snapdragon 870 e tela de 120 Hz Realme GT 5G é o novo celular de ponta baratinho do mercado; confira Durante uma conferência para parceiros globais, o vice-presidente Xu Qi revelou que a Realme apostará em uma nova "estratégia dual-flagship", onde lançará um celular não apenas com performance de ponta, como também câmeras poderosas. A estratégia foi anunciada ainda durante a MWC21 em junho, sendo comentado o lançamento de modelos distintos para quem prefere câmera ou performance, buscando balancear os custos para entregar sempre um valor final agressivo. (Imagem: Reprodução/Realme) Com a nova visão, é esperado que a Realme finalmente una tudo o que há de mais interessante em seu portfólio em um único produto, oferecendo hardware de ponta e diferenciais em câmeras como sensor de alta resolução e lente periscópica para alta aproximação. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- O executivo confirmou ainda que o futuro flagship da Realme custará aproximadamente 5 mil yuans, ou cerca de US$ 780 (aproximadamente R$ 4.400), faixa de preço correspondente a flagships de Samsung, Xiaomi ou mesmo Apple, obviamente nas versões mais básicas de suas respectivas linhas. Realme GT, o único celular da marca com Snapdragon 888 (por enquanto) Imagem: Reprodução/Realme Apresentado no início do ano com processador Snapdragon 888, o Realme GT continua sendo o modelo mais poderoso da fabricante, mas não possui câmeras potentes o suficiente para quem busca um flagship completo. A Realme já confirmou detalhes a respeito GT Flash com Snapdragon 888+ e câmera mais poderosa com sensor de 50 MP, mas o smartphone ainda não foi disponibilizado ao público. Mais detalhes a respeito do aguardado flagship completo da Realme devem surgir nas próximas semanas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Instagram e Facebook caíram? Redes passam por instabilidade mais uma vez Teoria de Albert Einstein é comprovada em escala milimétrica pela primeira vez Coruja gigante e rara faz sua primeira aparição pública em 150 anos Quais são os 5 carros mais luxuosos do mundo? Lista de celulares mais poderosos de outubro tem Xiaomi no topo Veja Mais

Anvisa recebe segunda ameaça por conta de vacina contra Covid-19 em crianças

O Tempo - Política Caso foi registrado na última sexta-feira (29) e enviado para autoridades federais Veja Mais

"O ATLÉTICO MINEIRO PRECISA FAZER O DEVER DE CASA HOJE"| BOLA ROLANDO

Band Sports Ivan Drago salientou a importância da vitória contra o Grêmio para se aproximar ainda mais do título do Campeonato Brasileiro. Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos sigam também nas redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports/​​​ Twitter: https://twitter.com/bandsports​​​ Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV/​ Veja Mais

Na COP 26, Stella McCartney diz: 'Moda deve trocar de pele ou morrerá'

O Tempo - Diversão - Magazine "Acho que sou uma das poucas estilistas aqui. E, infelizmente, somos uma das indústrias mais nocivas para o meio ambiente", ponderou ela Veja Mais

EUA: Fed começará a reduzir estímulo monetário a partir de novembro

em - Internacional O Federal Reserve dos Estados Unidos (Fed) anunciou nesta quarta-feira (3) que começará a reduzir seu programa de compra de ativos a partir de novembro devido ao "progresso" da economia. Assim, o Fed vai reduzir as compras de títulos do Tesouro ou vinculados a empréstimos hipotecários, atualmente em 120 bilhões de dólares por mês, em 15 bilhões por mês, valor que será "ajustado" em função da evolução da economia. A redução será de US $ 10 bilhões no caso de títulos do Tesouro e US $ 5 bilhões na compra de títulos.O Comitê Monetário do Fed (FOMC) considera que "reduções semelhantes" ocorrerão a cada mês, com ajustes "se justificados pela evolução das perspectivas econômicas", segundo comunicado divulgado ao final de reunião iniciada terça-feira. Assim, se a inflação for muito alta, a redução dessas compras será maior, antes de começar a aumentar as taxas referenciais, como forma de conter a alta dos preços. O organismo, portanto, manteve suas taxas de juros baixíssimas na faixa de 0 a 0,25%.Essas compras de ativos permitiram que o crédito continuasse fluindo e baixaram as taxas de juros de longo prazo, evitando a convergência da crise econômica com a crise financeira. Mas a reativação está no caminho certo e a previsão é de que a inflação seja mais forte e persistente do que o esperado nos Estados Unidos, principalmente devido a interrupções na rede de abastecimento global em um contexto de forte demanda do consumidor. Os dirigentes do Fed destacaram que "a inflação está alta e reflete principalmente fatores que deveriam ser temporários". "Os desequilíbrios de oferta e demanda por conta da pandemia e da reabertura da economia vão contribuir para aumentos significativos de preços em alguns setores", resumiu. Os preços subiram 4,4% em 12 meses até setembro nos Estados Unidos, máximo desde 1991, de acordo com o índice PCE. O Fed destacou que "os setores mais afetados pela pandemia melhoraram nos últimos meses", embora "o aumento de casos de covid (devido à variante delta, nota do editor) tenha retardado seu restabelecimento.- Taxas baixas -O Fed cortou suas taxas de referência para níveis ultrabaixos para impulsionar o crédito e o consumo e teme que o aumento precoce das taxas de referência prejudique a recuperação do mercado de trabalho. As empresas privadas contrataram 571.000 pessoas em outubro, informou a empresa de serviços ADP nesta quarta-feira, o último sinal de que a economia dos Estados Unidos está se recuperando da pandemia de covid-19. O aumento do emprego foi maior do que os analistas esperavam. Empresas de todos os tamanhos agregaram vagas, a maioria no setor de serviços, incluindo lazer e hotelaria, duas áreas que foram muito afetadas pelas restrições da pandemia. A taxa de desemprego, a ser divulgada na sexta-feira, deve cair ligeiramente para 4,7%.Alguns bancos centrais já aumentaram suas taxas, por exemplo, na Noruega, Nova Zelândia e Brasil. A Inglaterra pode anunciar uma alta na quinta-feira. O Banco Central Europeu (BCE), entretanto, manteve as medidas de apoio. Sua presidente, Christine Lagarde, considerou nesta quarta-feira um aumento nas taxas de referência em 2022 "muito improvável". A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, antecipa que "no próximo ano boa parte dos atuais gargalos ligados à reabertura" da economia vai desaparecer e "no decorrer do segundo semestre" a previsão é de que "as taxas de inflação retornem à média de 2%", segundo suas declarações nesta quarta-feira à rádio NPR. Veja Mais

'É preciso ter responsabilidade fiscal', diz Moro em crítica ao governo

O Tempo - Política Pré-candidato do Podemos critica a solução dada pelo governo na PEC dos Precatórios Veja Mais

Suplente de Tasso, cunhado de Gilmar Mendes toma posse no Senado

O Tempo - Política Chiquinho Feitosa ocupará o cargo temporariamente e se coloca a favor da sabatina de André Mendonça na CCJ Veja Mais

Slipknot tem que interromper show após fãs acenderem fogueira gigante na plateia; veja vídeo

G1 Pop & Arte Apresentação ficou parada durante 30 minutos em Phoenix, no Arizona, após fãs colocarem fogo em cadeiras. Bombeiros foram chamados e apagaram fogo para o show continuar. Fãs do Slipknot acendem fogueira durante show e apresentação é interrompida por 30 minutos O Slipknot teve que interromper um show no Arizona, nos EUA, nesta terça-feira (2) por causa de uma fogueira gigante feita pelos fãs na plateia. Veja o vídeo acima. Os fãs estavam em uma área de gramado, colocaram fogo em uma pilha de cadeiras e começaram a dançar em volta da fogueira. A banda interrompeu o show por cerca de 30 minutos, até que os bombeiros conseguiram apagar a fogueira. Não há relatos de feridos. Slipknot no Palco Mundo do Rock in Rio Flávio Moraes/G1 Veja Mais

TJ-SP decide que Estrela deve devolver brinquedos como 'Super Massa' e 'Jogo da Vida' a empresa dos EUA e destruir estoque

G1 Economia A Estrela e a Hasbro travam disputa judicial há 15 anos sobre os royalties de produtos que incluem também Genius, Detetive, Cara a Cara e Combate, que são de propriedade da companhia norte-americana. Jogo da Vida, um dos brinquedos da marca Estrela Reprodução O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve uma decisão da primeira instância, de julho de 2019, e determinou que a fabricante brasileira Estrela retire das prateleiras vários brinquedos cujos registros de propriedade industrial pertencem à empresa norte-americana Hasbro. As duas companhias travam uma disputa judicial há 15 anos sobre os royalties de produtos como Super Massa, Dr. Trata Dentes, Genius, Detetive, Cara a Cara, Jogo da Vida e Combate, que são de propriedade da empresa estrangeira e que desde março de 2008 não recebia os valores devidos pela Estrela. O desembargador Rui Cascaldi, do TJ-SP, acolheu o pedido da Hasbro para que a Estrela, além da retirada dos produtos das prateleiras e a devolução da propriedade, deixe também de comercializar algumas marcas e destrua o estoque desses brinquedos que são sucesso de venda no Brasil, conforme a decisão de 2019 da juíza Paula da Rocha e Silva Formoso, da 36ª Vara Cível de São Paulo. Segundo o processo, a dívida da Estrela com a Hasbro ultrapassa R$ 64 milhões devido ao não pagamento dos royalties previstos em acordo firmado entre as partes em 2003. Veja os dez brinquedos mais populares da história da Estrela A pedido do consumidor, Estrela volta a fabricar Genius Prédio do Tribunal de Justiça de São Paulo Reprodução/ TV Globo O processo está em fase de execução e liquidação, em que se discute como os valores serão pagos. A Estrela argumenta que a empresa pode não ter condições de arcar com eventuais custos do processo e honorários de advogado, caso perca alguma decisão no futuro. Já a Hasbro entende que a Estrela não teria condições financeiras de pagar a indenização a que foi condenada e pediu à Justiça a desconsideração da personalidade jurídica da Estrela, para que o patrimônio das empresas coligadas à companhia e dos sócios e gestores possa ser utilizado para arcar com o prejuízo. O contrato de licenciamento entre as duas empresas foi até março de 2008, época em que a Estrela deixou de pagar os valores do acordo e a Hasbro abriu uma subsidiária no Brasil, passando a comercializar ela mesma os brinquedos da marca. O g1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Estrela, mas, até a última atualização desta reportagem, não recebeu retorno. ESTRELA: o Genius, clássico brinquedo que fez muito sucesso nos anos 80, não cai de moda e ainda tem a versão miniatura. Marta Cavallini/G1 História da Estrela Fundada em 1937, a Estrela foi durante muitos anos a maior marca de brinquedos do Brasil, tendo ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Após a abertura do país para a importação, nos anos 90, a empresa começou a enfrentar a concorrência de produtos da China e do Paraguai. Em 2015, decidiu fechar o capital da empresa e deixar a Bovespa, onde estava desde 1968. No ano passado, o desembargador Rui Cascaldi, da 1ª Câmara de Direito Privado, já tinha deferido parcialmente um pedido da Hasbro para a Estrela depositar em conta judicial os royalties devidos. A tutela de urgência tinha sido requerida porque a empresa norte-americana alegava que, até agosto de 2019, a Estrela havia registrado prejuízo da ordem de R$ 39 milhões, com patrimônio líquido negativo de mais de R$ 460 milhões. VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana Veja Mais