Meu Feed

No mais...

"O NEYMAR NÃO CHEGOU PERTO DE JOGAR O MESMO QUE O RONALDO NO AUGE"

Band Sports Julio Gomes comparou os desempenhos dos dois atacantes. Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos siga também nas redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports​ Twitter: https://twitter.com/bandsports​​​​​​​ Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV​ Veja Mais

Como baixar um podcast do Spotify para escutar offline

canaltech Ouvir música offline no Spotify é um dos principais recursos do aplicativo de streaming. E o mesmo vale se você quiser baixar podcast do Spotify, permitindo que você ouça horas de conteúdo sem precisar de conexão com a internet. Como baixar música no Spotify para ouvir offline Spotify grátis: como usar o serviço sem pagar assinatura A opção de baixar podcasts está disponível na versão desktop do serviço e no aplicativo para celulares Android e iPhone (iOS). Além disso, é uma função exclusiva para assinantes que pagam o Spotify Premium. Veja a seguir como baixar um podcast do Spotify para escutar offline. No computador (aplicativo desktop) Abra o aplicativo desktop do Spotify no computador; Encontre o episódio de um podcast que deseja baixar; Passe o mouse em cima do episódio e clique em “Baixar" (ícone de seta para baixo); Aguarde a conclusão do download do episódio. O ícone de seta ficará verde; Seus podcasts salvos ficarão na aba “Seus episódios”, no menu à esquerda. Como baixar podcast do Spotify: episódios ficam salvos para você escutar offline (Captura de tela: Caio Carvalho) No Android e iPhone (aplicativo para celular) Abra o aplicativo do Spotify no celular; Encontre o episódio de um podcast que deseja baixar; Toque em “Baixar" (ícone de seta para baixo); Quando o ícone ficar verde, significa que o download foi concluído; Para visualizar os podcasts salvos, toque em “Sua Biblioteca” e vá em “Seus episódios”. App para Android e iPhone tem botão para baixar podcast do Spotify no celular (Captura de tela: Caio Carvalho) Posso baixar podcast do Spotify na versão web? Não. O web player do Spotify (versão para navegadores) não permite baixar podcasts. Entretanto, você ainda consegue acessar a lista “Seus episódios”, com todos os podcasts salvos no celular ou desktop. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Posso baixar vários episódios de um podcast de uma vez? Não. Por enquanto, só é possível baixar um episódio de podcast por vez no Spotify. Preciso baixar podcast do Spotify em cada dispositivo? Sim. O download de um episódio de podcast só vale para o dispositivo em que for baixado. Por exemplo, se você salvou o conteúdo no aplicativo do Spotify para Android, então precisará baixar o mesmo episódio no Spotify para desktop se quiser ouvir no computador. É só repetir o tutorial. Posso perder um podcast baixado do Spotify? Sim. Você pode perder seus downloads, incluindo músicas e podcasts, nas seguintes situações: Se você não ficar online pelo menos uma vez a cada 30 dias; Se o app do Spotify for excluído e/ou reinstalado; Se o mesmo conteúdo for baixado em mais de 5 dispositivos; Se o app do Spotify não estiver atualizado; Se o cartão SD (caso você use um) não funcionar corretamente. Posso remover o download de um podcast? Sim. Basta entrar na seção “Seus episódios” e clicar no ícone verde de seta para baixo para remover o episódio baixado do Spotify. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Top Gun: Maverick | O que é a velocidade de Mach 10 que o personagem alcança? Stranger Things | 6 questões que precisam de resposta no final da 4ª temporada Grupo ligado à SpaceX investe no desenvolvimento de um motor de dobra Após banir home office, Elon Musk pede demissões e freia contratações na Tesla Pesquisa experimental leva à remissão de câncer em todos os pacientes envolvidos Veja Mais

Telegram compartilhou dados de usuários suspeitos de crimes com órgãos alemães

canaltech O posicionamento oficial do Telegram sobre compartilhamento de dados de seus usuários para governos sempre foi que a plataforma nega esse tipo de solicitação, nunca tendo atendido a pedidos do tipo — mas uma reportagem do jornal alemão Der Spiegel indica que a verdade é outra, compartilhando informações com autoridades da Alemanha sobre suspeitos de abuso infantil e terrorismo. Golpe da Caixa Misteriosa engana consumidores prometendo iPhone por R$ 180 Após bloqueio no Brasil, CEO do Telegram pede desculpas ao STF por negligência De acordo com a reportagem, o governo alemão estaria pressionando já há algum tempo o Telegram para auxiliar nas investigações de grupos de extrema-direita que podem utilizar o mensageiro como plataforma para organizar suas operações. A reportagem afirma que a autoridade teve dificuldade em fazer a empresa de Dubai concordar em compartilhar as informações dos suspeitos de envolvimento nessas atividades, chegando ao ponto do Ministério do Interior da Alemanha, órgão focado em segurança do país, realizar video chamadas com Pavel Durov, fundador e CEO do aplicativo, para conversar sobre o caso desde fevereiro deste ano. A reportagem do portal alemão detalha que após as conversas entre a autoridade do país e o Telegram, o mensageiro estabeleceu uma linha direta, através de um endereço de e-mail, para comunicação sobre os de usuários suspeitos de engajarem em atividades criminosas através da plataforma — com o aplicativo já tendo bloqueado centenas de canais envolvidos nessas situações desde a abertura desse meio de contato, além de ter compartilhado informações sobre suspeitos de engajarem em atividades de terrorismo e de abuso infantil. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Situação pode mostrar mudança do Telegram no tratamento de dados de usuários Sessão do FAQ do Telegram sobre compartilhamento de informações de usuários com autoridades. (Imagem: Captura de Tela/Dácio Augusto) Qualquer pessoa que acessar sessão de perguntas frequentes do Telegram, em especial a parte sobre informações de usuários, encontrarão no capítulo 8.3 uma afirmação que a plataforma não compartilha dados de quem usufrui de seus serviços com nenhum terceiro, seja ele governos ou não — a menos que exista confirmação do envolvimento dessa pessoa em atos de terrorismo. Por anos, essa afirmação foi real, com a plataforma sendo banida em 2018 da Rússia por se recusar a entregar as chaves de criptografia utilizadas em seus serviços, só voltando a atuar no país em 2020 com novas medidas de segurança. Com a situação relatada pelo portal Der Spiegel, porém, o cenário muda, mostrando que talvez a plataforma esteja começando a mudar a forma que atua e trata os dados de seus usuários. O Canaltech entrou em contato com a assessoria de imprensa do Telegram para pedir um posicionamento sobre a questão. Assim que recebermos uma resposta, atualizaremos este conteúdo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Top Gun: Maverick | O que é a velocidade de Mach 10 que o personagem alcança? Stranger Things | 6 questões que precisam de resposta no final da 4ª temporada Grupo ligado à SpaceX investe no desenvolvimento de um motor de dobra Após banir home office, Elon Musk pede demissões e freia contratações na Tesla Pesquisa experimental leva à remissão de câncer em todos os pacientes envolvidos Veja Mais

Criança mata o pai na frente da mãe com tiro acidental nos EUA

O Tempo - Mundo Menino de 2 anos encontrou arma carregada em bolsa e atirou no pai enquanto ele jogava no computador Veja Mais

Ministério Público do DF cria unidade especializada em criptomoedas

Ministério Público do DF cria unidade especializada em criptomoedas

Tecmundo O Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT) criou uma unidade especializada em criptomoedas. O lançamento oficial da Unidade Especial de Cryptoativos (Crypto), como foi chamada, será realizado nesta teça-feira, 7 de junho.Essa é a primeira unidade especial de ativos digitais dentro de um Ministério Público e mesmo outras instituições do Brasil. De acordo com uma nota oficial do ministério, o conceito de ativos digitais aplicado engloba as representações de valores que só existem no meio virtual cujas transações não precisam ser intermediadas por uma instituição financeira ou banco central.Leia mais... Veja Mais

The Umbrella Academy: Elliot Page diz por que seu papel é tão especial

The Umbrella Academy: Elliot Page diz por que seu papel é tão especial

Tecmundo Elliot Page, estrela de The Umbrella Academy, revelou, em entrevista recente, por que, em sua opinião, o papel na série de sucesso da Netflix é tão especial a ponto de ocupar um lugar importante em seu coração.Em uma entrevista de divulgação da 3ª temporada da série, que estreia em 22 de junho, à Esquire, Page explicou por que ele ama tanto trabalhar em The Umbrella Academy: seus colegas de elenco. “Aprendi o quão especial é interpretar um personagem por tanto tempo, evoluir com uma família de personagens”. Leia mais... Veja Mais

EUA pedem que México revise eventuais violações de direitos trabalhistas sob T-MEC

em - Internacional Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (6) que pediram que o México revise possíveis violações dos direitos trabalhistas em uma fábrica de autopeças no estado fronteiriço de Coahuila, na quarta demanda do tipo sob o tratado de livre comércio da América do Norte, o T-MEC.O governo de Joe Biden informou que o secretário americano do Trabalho, Marty Walsh, e a representante comercial dos Estados Unidos, Katherine Tai, pediram ao México para ver se os trabalhadores da fábrica de Teksid Hierro, localizada em Ciudad Frontera, a 260 km de Laredo, Texas, estão tendo negados os direitos de livre associação e negociação coletiva.Esta solicitação é a quarta em virtude do Mecanismo Trabalhista de Resposta Rápida do Tratado México-Estados Unidos-Canadá (T-MEC), o acordo que substituiu em 1º de julho de 2020 o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), vigente há quase 25 anos."Esperamos colaborar com o governo do México para garantir que os trabalhadores possam escolher seus representantes sindicais livremente e sem interferências", destacou Walsh em um comunicado.O capítulo trabalhista do T-MEC obriga os três países a garantir negociações coletivas autênticas, democracia sindical e liberdade de associação aos funcionários de empresas que negociam na região."Continuamos usando o Mecanismo Trabalhista de Resposta Rápida do T-MEC para defender os direitos dos trabalhadores", disse Tai.Tai ordenou, ainda, que o Tesouro suspenda a liquidação de todas as entradas de bens não liquidados da fábrica de Teksid Hierro. A secretaria de Economia do México informou ter recebido o pedido de Washington e destacou que "conta com dez dias para notificar se realizará ou não a revisão da solicitação", segundo um comunicado.Segundo o estipulado por el T-MEC, o México tem 10 dias para aceitar uma revisão para determinar se ocorreu infração e, se ocorreu, 45 dias a partir desta segunda para remediá-la.GENERAL MOTORSPANASONIC CORP. Veja Mais

Washington acusa Moscou de 'intimidar' correspondentes de meios americanos

em - Internacional Os Estados Unidos acusaram, nesta segunda-feira (6), a Rússia de "intimidar" os correspondentes de meios americanos em Moscou, convocados pela diplomacia russa, que ameaçou com represálias devido às sanções americanas contra a invasão da Ucrânia."O Ministério das Relações Exteriores russo convocou seus colegas para 'lhes explicar as consequências da linha hostil de seu governo na esfera midiática'", declarou aos jornalistas o porta-voz do Departamento de Estado americano, Ned Price."Sejamos claros, o Kremlin realiza um verdadeiro ataque contra a liberdade de expressão, o acesso à informação e à verdade", afirmou Price, ao denunciar um "esforço claro e flagrante para intimidar jornalistas independentes".A porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, ameaçou no fim de maio expulsar meios e jornalistas ocidentais se a plataforma YouTube bloqueasse suas entrevistas semanais, como havia feito anteriormente. Na sexta-feira, Zakharova acusou novamente Washington de "reprimir os meios russos" nos Estados Unidos."Eles fazem o possível para tornar impossível o trabalho dos meios russos [...] Se não normalizarem o trabalho dos meios russos em território americano, haverá medidas contundentes" em resposta, advertiu a porta-voz, ao anunciar que os representantes de veículos americanos tinham sido "convidados" nesta segunda-feira para comparecer à sede do Ministério das Relações Exteriores em Moscou.Segundo Price, Moscou reagiu assim à inclusão na lista de sanções americanas, há um mês, de três canais de televisão russos, Pervy Kanal, Rossiya-1 e NTV, como parte do esforço internacional contra a invasão da Ucrânia.GOOGLE Veja Mais

Zema amplia voto entre os evangélicos, aponta DATATEMPO

O Tempo - Política Governador tem agora 47,46% dos votos, contra 41,51% na rodada anterior, de abril; ex-prefeito Alexandre Kalil, por sua vez, caiu de 23,08% para 19,49% Veja Mais

Com dores na coluna, Alcione grava sentada DVD dos 50 anos de carreira

O Tempo - Diversão - Magazine "Ela pinçou o nervo ciático", informa a assessora da cantora; falta de mobilidade da estrela da noite não comprometeu o espetáculo Veja Mais

Sem associação com presidenciáveis, Zema venceria em primeiro turno

O Tempo - Política Governador oscilou positivamente e retornou ao patamar registrado em novembro de 2021, com 45,7% das intenções de voto na pesquisa estimulada Veja Mais

Fechamento dos grãos de soja em Chicago

em - Internacional (Em Fechamento hoje / Fechamento anterior: JUL 22 16,9925 / 17,2925 AGO 22 16,3575 / 16,5875 SET 22 15,6350 / 15,8050 NOV 22 15,3350 / 15,4175 JAN 23 15,3825 / 15,4525 Veja Mais

Militantes da extrema direita são acusados de 'sedição' por invasão do Congresso nos EUA

em - Internacional Henry Tarrio, figura-chave da extrema direita americana, e outros quatro membros da milícia "Proud Boys" foram acusados nesta segunda-feira (6) de "sedição" por seu papel na invasão do Capitólio, sede do governo dos Estados Unidos, em 6 de janeiro de 2021, anunciou o Departamento de Justiça.Os cinco homens, com idades entre 31 e 45 anos e detidos há vários meses, já tinham sido processados por "associação criminosa" com o objetivo de obstruir um procedimento oficial ou por violência.A acusação de "sedição", muito raramente utilizada e punível com 20 anos de prisão, vai mais longe, já que implica conspirar contra o governo ou qualquer de suas leis.Desde o ataque de apoiadores do magnata republicano Donald Trump à sede do Congresso, no momento em que os legisladores certificavam a vitória de seu rival democrata, Joe Biden, nas eleições presidenciais de 2020, mais de 810 pessoas foram presas e acusadas em tribunal, a maioria por entrada ilegal em um prédio federal.Um punhado deles, todos membros de outra milícia radical chamada "Oath Keepers", também estão sendo processados por "sedição" devido a este incidente, que deixou cinco mortos - incluindo um policial.Ao mesmo tempo, uma comissão parlamentar de inquérito tenta esclarecer o papel desempenhado pelo ex-presidente republicano (2017-2021) e seus familiares neste golpe. A investigação deve apresentar suas primeiras conclusões na quinta-feira, durante uma audiência cercada de expectativa.Entretanto, a acusação adotada esta segunda-feira por um grande júri acusa Henry Tarrio e quatro dos seus tenentes de terem coordenado a invasão do Capitólio por uma centena de membros desta milícia, criada em 2016.O próprio Tarrio não estava no local: dois dias antes ele havia sido preso pela destruição de um cartaz do movimento antirracista "Black Lives Matter", que surgiu como reação aos casos de negros mortos por policiais brancos.O indivíduo estava de posse de carregadores de armas proibidos na Capital Federal e havia sido liberado em 5 de janeiro de 2021 com ordens de ficar fora de Washington. Veja Mais

Primeiro baixista do grupo Bon Jovi morre aos 70 anos

O Tempo - Diversão - Magazine "Como membro fundador (do grupo), Alec John Such foi fundamental para a formação da banda", disse Jon Bon Jovi Veja Mais

‘Colar’ em Lula pode virar o jogo e fazer Kalil ultrapassar Zema

O Tempo - Política Em voo solo, ex-prefeito de BH tem 22,1% dos votos, contra 45,7% de Zema, que venceria no 1º turno; com nome associado ao ex-presidente, placar vira para 40,4% a 24,4% Veja Mais

Migrantes sofrem 'abusos' na fronteira entre EUA e México, aponta HRW

em - Internacional Os migrantes que entram em território mexicano pela fronteira sul sofrem "abusos" pelas medidas adotadas pelo México e por Washington para impedir sua chegada aos Estados Unidos, denunciou a Human Rights Watch nesta segunda-feira (6), coincidindo com o início da Cúpula das Américas.Os pedidos de status de refugiados e as detenções de migrantes no México "têm aumentado drasticamente" na medida em que o presidente americano, Joe Biden, segue restringindo o acesso ao asilo na fronteira sul", alertou a ONG em um relatório.Segundo a HRW, "aqueles que cruzam a fronteira sul do México fugindo da violência e da perseguição tem dificuldades para obter proteção, enfrentam graves abusos e atrasos"."Muitas vezes se veem obrigados a esperar durante meses em condições desumanas perto da fronteira sul do México, enquanto batalham para encontrar trabalho ou moradia".Para Tyler Mattiace, pesquisador para as Américas da Human Rights Watch, "a delegação da aplicação migratória americana ao México deu lugar a graves abusos e obrigou centenas de milhares de pessoas a esperar, em condições assustadoras, para buscar proteção".Em 2021, o México deteve 307.569 migrantes e 130.863 pessoas solicitaram o status de refugiado, um recorde para ambos, segundo o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur).Biden "continuou com muitas das políticas abusivas contra a imigração" de seu antecessor, Donald Trump, "como pressionar o México para que impeça os migrantes de chegar aos Estados Unidos" e bloquear o acesso ao asilo na fronteira através de políticas como o Título 42, uma norma sanitária que Biden tentou rescindir, mas foi impedido por um juiz, e o "Fique no México", denunciou a ONG. O chefe de Estado mexicano, Andrés Manuel López Obrador, enviou quase 30.000 soldados e agentes do Instituto Nacional de Migração (INM) para deter os imigrantes irregulares no país, acrescentou.O Escritório de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos estima um total de aproximadamente 7.500 detenções de imigrantes não autorizados por dia ao longo da divisa com o México, um número quase cinco vezes maior que a média entre os anos de 2014 e 2019.E milhares de pessoas continuam chegando a essa fronteira: hoje, uma caravana que se reuniu no sul do México partiu rumo ao norte. Biden espera alcançar uma declaração regional sobre migração durante a Cúpula das Américas, que acontece esta semana em Los Angeles, um tema essencial a poucos meses das eleições de meio mandato de novembro.Mas os líderes de países-chave para discutir a crise migratória, como México, Honduras e Guatemala, se recusaram a participar da reunião regional.A maioria dos migrantes que entra pela fronteira sul do México vem da América Central e do Caribe, e quase metade dos que pediram asilo eram haitianos, informou a Human Rights Watch. A organização apontou também que a maior parte entra pelas redondezas da cidade de Tapachula, no estado de Chiapas.Segundo entrevistas e documentos da ONG citados no relatório, a maioria afirma fugir da violência ou da perseguição em seus países.Muitos dizem escapar de ameaças de morte, extorsão e do recrutamento forçado por parte de gangues e cartéis de drogas em Honduras, Guatemala e El Salvador. Fogem também da perseguição política e dos abusos generalizados contra os direitos humanos em Cuba, Nicarágua e Venezuela.Ao chegar ao México, temem que os agentes do INM os deportem. Alguns afirmam que lhes foi negada proteção, que foram dissuadidos de solicitar o status de refugiados e pressionados a aceitar o retorno voluntário."Pensei que nos ajudariam quando chegássemos ao México, mas [...] nos rejeitaram", declarou um homem que afirma fugir do recrutamento forçado de gangues em Honduras, citado no relatório. A autoridade responsável pelos refugiados no México, a Comissão Mexicana de Atenção ao Refugiado (Comar, independente do INM) recebeu em 2021 mais de 130.000 pedidos, mas só processou 38.000. Veja Mais

Nova York proíbe venda de armas semiautomáticas para menores de 21 anos

em - Internacional O estado de Nova York proibiu a venda de armas semiautomáticas a menores de 21 anos, na tentativa de diminuir a violência após os recentes massacres de adolescentes em Buffalo e Uvalde, que deixaram 10 e 21 mortos (19 crianças), respectivamente, no últimas semanas.Até agora, a idade mínima para adquirir essas armas era de 18 anos.A governadora do estado, democrata Kathy Hochul, assinou nesta segunda-feira um pacote de medidas aprovado em tempo recorde pelo parlamento estadual, que também inclui a proibição de venda de coletes à prova de balas e capacetes de proteção para pessoas que não exercem determinadas profissões."A violência das armas de fogo é uma epidemia que está dilacerando nosso país", disse a governadora, acompanhada pelos líderes da Câmara - que viabilizaram a aprovação do pacote - e por autoridades locais, como a promotora Letitia James.Hochul exortou o Congresso federal a "liderar e tomar medidas imediatas" de prevenção significativas contra a violência com armas, considerando que se trata de um "problema nacional"."Vidas dependem disso", insistiu.Só no último fim de semana, 10 mortos e mais de vinte feridos foram contabilizados em uma série de tiroteios em todo o país.De acordo com uma pesquisa da CBS News, a maioria dos americanos é a favor de regras mais rígidas sobre a posse de armas, com 81% apoiando a verificação de antecedentes de todos os potenciais compradores.Diante da onda de violência por armas de fogo, o presidente Joe Biden, também democrata, atacou mais uma vez os republicanos que se opõem à restrição da venda de armas e lamentou o fato de lugares como escolas ou hospitais "terem se tornado campos de extermínio, campos de batalha".No domingo, o presidente voltou a dizer "Chega". "Se não podemos proibir armas de assalto como deveríamos, devemos pelo menos aumentar a idade para 21" para comprá-las, tuitou.A violência armada nos Estados Unidos matou mais de 18.000 pessoas até agora em 2022, incluindo quase 10.300 suicídios, de acordo com o Gun Violence Archive.Os incidentes mais graves até agora são o tiroteio em massa por um supremacista branco de 18 anos em um supermercado em Buffalo, no estado de Nova York, em 14 de maio, no qual 10 afro-americanos foram mortos; e o tiroteio 10 dias depois em uma escola em Uvalde, no estado do Texas, pelas mãos de um jovem de 18 anos que matou 19 crianças e dois professores.Em 2020, havia cerca de 393 milhões de armas de fogo em circulação nos Estados Unidos, mais do que a população do país. Veja Mais

Johnson celebra um 'resultado convincente' que o permite 'seguir em frente'

em - Internacional O primeiro-ministro Boris Johnson celebrou nesta segunda-feira sua "convincente" vitoria em um voto de desconfiança do Partido Conservador britânico, considerando que permite a seu governo, afetado há meses pelo escândalo do "partygate", "seguir em frente"."Entendo que o que temos que fazer agora é nos unir como governo, como partido. E isso é exatamente o que vamos fazer agora", disse aos jornalistas após sobreviver à votação por 211 votos contra 148. Veja Mais

Felipe Rigoni cria Código de Defesa do Contribuinte - 30/05/22

Felipe Rigoni cria Código de Defesa do Contribuinte - 30/05/22

Câmana dos Deputados Nada no mundo é certo... Exceto a morte e os impostos! A frase é do presidente americano Benjamin Franklin, mas para o brasileiro que trabalha, em média, 149 dias por ano só para pagar impostos essa frase sintetiza uma dura realidade. A lógica do sistema tributário brasileiro é privilegiar o estado em detrimento do contribuinte, que é quem o sustenta. Foi pensando na correção dessas assimetrias e disparidades na atual relação entre cidadão contribuinte e fazenda pública que o deputado Felipe Rigoni - União/ES, apresentou projeto de lei complementar, que estabelece normas gerais relativas a direitos, garantias e deveres do contribuinte, principalmente quanto a sua interação perante a fazenda pública e dispõe sobre critérios para a responsabilidade tributária. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #CodigoDefesadoContribuinte Veja Mais

Amazonas anuncia grupo de busca por repórter e indigenista desaparecidos

O Tempo - Política O Exército, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal já foram acionados para promover buscas Veja Mais

The Boys: criador da série elogia Jensen Ackles como Soldier Boy

The Boys: criador da série elogia Jensen Ackles como Soldier Boy

Tecmundo Para a felicidade dos fãs, a 3ª temporada de The Boys finalmente chegou ao catálogo do Amazon Prime Video com os três episódios iniciais. Chegou o momento de conferir de perto o personagem Soldier Boy, interpretado por Jensen Ackles, que despertou a curiosidade de todos desde o anúncio.Para quem conhece o trabalho de Ackles apenas de Sobrenatural, fica o aviso que o Soldier Boy é completamente diferente de Dean Winchester mesmo em seus piores dias. Para combinar com o resto dos super-heróis de The Boys, o novo participante também tem seus momentos chocantes.Leia mais... Veja Mais

Futebol no Mundo #113: Favoritos decepcionam na Nations, Gales na Copa e mundo alternativo da Europa

Futebol no Mundo #113: Favoritos decepcionam na Nations, Gales na Copa e mundo alternativo da Europa

Fox Sports Brasil País de Gales na Copa do Mundo após 64 anos, a vitória do brasileira em amistoso contra o Japão, má atuação das seleções favoritas na Nations League e muito mais: ouça agora o 113º episódio do Podcast Futebol no Mundo! Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #ESPNBrasil #ESPN #ESPNnoStarPlus #StarPlusBR Veja Mais

O QUE É V1OLÊNC1A DOMÉST1CA?

O QUE É V1OLÊNC1A DOMÉST1CA?

 Minutos Psíquicos Confira o episódio completo: https://youtu.be/gb2z0yHBgq4 #shorts CRÉDITOS ● Pesquisa e roteiro: Beatriz Cavendish e André Rabelo ● Apresentação, narração e edição: André Rabelo (@oandrerabelo) ● Ilustração e edição: Pedro Tavares (Xicão) (@pedroxicao) ● Música: FeelinIt - Bobby Renz Veja Mais

Caçula, enfermeiro e obcecado por guerra: quem é o brasileiro desaparecido que lutava na Ucrânia

 Caçula, enfermeiro e obcecado por guerra: quem é o brasileiro desaparecido que lutava na Ucrânia

em - Internacional No Dia das Mães, o gaúcho André Luis Hack Bahi, 43, aproveitou um tempo de folga e foi ao grupo de WhatsApp da família dizer que já havia realizado dois dos seus maiores sonhos.Como odiava o frio, um deles era morar em um lugar quente. Realizou o desejo ao morar no Ceará. O segundo era atuar em uma guerra. Concretizou o sonho atuando como voluntário na guerra da Ucrânia. Em seguida, em uma sequência de três mensagens, ele lembrou uma redação dos tempos de escola."Quando criança não lembro bem a idade mas uma redação de escola a professora da (sic) o título 'QUAL SEU SONHO'""Eu disse morrer na guerra. Então com a situação que me encontro não sei dizer.""Mas não tenho medo", disse André. Menos de um mês depois, a família de André agora está em busca de informações sobre ele depois que brasileiros que estão no campo de batalha na Ucrânia relataram que ele teria sido morto em combate por forças russas. Segundo sua irmã, Letícia Hack, a última vez que o irmão fez contato com a família foi na quarta-feira (02/06)."Foi no grupo da família. A gente comentou alguma coisa e ele enviou um sinal de 'ok' pelo WhatsApp. Desde então, não tivemos mais nenhum contato dele", disse.Os rumores sobre sua morte surgiram nas redes sociais no domingo. (05/06). Outro brasileiro que atuou na Ucrânia, André Kivairtis, repostou uma mensagem lamentando a suposta morte do amigo.À BBC News Brasil, o brasileiro Alex Silva, que também atua no combate na Ucrânia, disse ter recebido relatos sobre a morte do compatriota."Nós tivemos a informação de que ele morreu. Isso teria ocorrido na região leste do país, onde os conflitos estão mais concentrados", disse. No Rio Grande do Sul, a família do brasileiro está apreensiva com a falta de informações e com a possibilidade de que os rumores sobre sua morte venham a ser confirmados."Até agora, a gente só tem esses relatos, mas nenhuma confirmação. Meus pais estão aflitos. Eles já são idosos", conta Letícia. Procurado, o Itamaraty disse à BBC News Brasil que ainda não tem informações que confirmem a morte de André e que acompanha o caso. O órgão disse ainda que, desde o início do conflito, aconselha brasileiros a não ingressarem na Ucrânia. Veja trecho da nota enviada pelo Itamaraty: "O Ministério das Relações Exteriores não possui, no presente momento, confirmação sobre eventual falecimento de cidadão brasileiro em território ucraniano em decorrência do conflito naquele país. A Embaixada do Brasil em Kiev segue buscando mais informações sobre o caso e permanecerá à disposição para prestar a assistência cabível, em conformidade com os tratados internacionais vigentes e com a legislação local. Assim como tem feito desde o começo do conflito, o Itamaraty continua a desaconselhar enfaticamente deslocamentos de brasileiros à Ucrânia, enquanto não houver condições de segurança suficientes no país".Caçula apaixonado por brinquedos de guerra André nasceu em Porto Alegre. Foi o caçula e o único homem entre três irmãs.Letícia Hack lembra que, desde pequeno, André mostrava interesse pela temática bélica. "Ele era apaixonado por assuntos de guerra. Quando era pequeno, ele adorava uns bonecos pequenos de soldado. Essa paixão continuou conforme ele cresceu", explicou a irmã. Letícia conta que André chegou a servir no Exército quando jovem. Depois de cumprir seu período no quartel, ele se formou como enfermeiro, mas logo encontrou uma forma de continuar no meio militar.O apego de André pelo tema era visível em suas redes sociais. Em seu perfil no Instagram, há diversas fotos dele utilizando fardas e empunhando armas.Segundo Letícia, André se alistou na Legião Estrangeira, um grupo militar sediado na França que envia combatentes para diferentes partes do mundo. Ainda de acordo com a irmã, André teria participado de combates na Costa do Marfim, onde foi ferido, em 2017."A gente tentou convencer ele a desistir dessa ideia de guerra, mas ele sempre foi apaixonado por isso. Era o que ele queria fazer da vida", diz Letícia.A Legião com sede na França não está envolvida no conflito da Ucrânia, mas grupos de combatentes voluntários estrangeiros têm se deslocado para o país desde o início da guerra, em fevereiro.A irmã conta que a família acompanhava com tensão a passagem de André pelo conflito na Ucrânia. Segundo ela, o irmão mantinha contato por aplicativos de mensagens e enviava vídeos e fotos das atrocidades que encontrava na área de combate."Ele ficava muito indignado. Dizia que era um absurdo o que estava acontecendo. Ele sempre mandava vídeos e fotos pra gente. O que ele mandou sobre Bucha foi horrível", disse Letícia em referência à cidade ucraniana onde, segundo o governo do país, forças russas teriam massacrado militares e civis. Os russos negam as acusações.Letícia e o restante da família ainda tratam André como "desaparecido"."Nós não temos nenhuma confirmação de que ele morreu. Ainda não tem imagem do corpo, nada disso. Então, ainda temos esperança de que isso tudo pode ser um engano e ele esteja vivo", disse.Em meio à escassez de informações confiáveis, a família de André no Brasil ainda não sabe o que acontecerá com ele caso sua morte seja confirmada."A gente não sabe se vão devolver o corpo. Se o pior aconteceu e ele, infelizmente, não está mais entre nós, gostaríamos que ele fosse enterrado perto dos nossos pais, aqui no Brasil", disse Letícia. 'Cuida da nossa bebezinha' Riana Maria Andrade Moreira, 30, era a companheira de André antes de ele ingressar no combate na Ucrânia. Os dois se conheceram em 2019, em Quixadá, cidade do interior cearense.Ela atuava como bombeira civil e ele era instrutor de um curso de técnicas de sobrevivência. Depois do curso, André conseguiu o telefone de Riana e os dois começaram a se relacionar."O que me chamou atenção nele foi o sorriso. Era incrível a energia que ele passava pra quem estava ao redor", disse Riana.O casal tem uma filha, de três anos de idade. Em meio a dificuldades financeiras, Riana conta que André foi para Portugal em fevereiro deste ano. Pouco antes, ele vinha garantido o sustento da família atuando como motorista de aplicativos. Pouco depois de chegar a Portugal, ela diz, André avisou que iria à Ucrânia. "Ele me disse que queria proteger as pessoas de lá. Que a guerra não era justa. Eu tentei falar pra ele não ir, mas esse desejo era muito forte nele. Aí, o certo era apoiar e foi o que eu fiz", diz. Riana conta que falava com André praticamente todos os dias, quando ele não estava em missão.A última vez em que os dois se falaram, porém, foi na quarta-feira (02/06). Naquele dia, ele informou que estava se dirigindo com a tropa em direção à região de Luhansk, no leste do país, uma das áreas onde se concentram os confrontos entre russos e as forças ucranianas e estrangeiras que lutam contra a invasão.Naquele dia, o casal trocou mensagens de texto e fez uma chamada de vídeo via WhatsApp. "Cuida da nossa bebezinha", disse André a Riana. "Nós vamos cuidar. Lembre disso. Nos (sic). Não eu. Nos (sic)", respondeu Riana."Enquanto eu não estiver", completou André. "Vai ficar tudo bem", disse Riana.Emocionada, ela conta que, durante a conversa, André pediu que os dois realizassem uma chamada de vídeo para que eles pudessem fazer uma captura de tela."Ele disse: 'Vamos tirar uma foto juntos. Do jeito que as coisas estão, pode ser nossa última foto'", conta Riana.Assim como Letícia, a companheira de André também diz torcer para que os rumores sobre a morte de André não se confirmem. Ela ainda não comentou sobre o desaparecimento dele para a filha. "Ela é muito pequena. Dia desses, pediu pra ver o pai e eu mostrei um vídeo ele. Ela ficou toda animada. Estou querendo que tudo isso não passe de um engano e a gente receba notícia de que ele está vivo", contou.Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal! Veja Mais

Homem armado invade gabinete e mata ministro na República Dominicana

em - Internacional O ministro do Meio Ambiente da República Dominicana, Orlando Jorge Mera, morreu nesta segunda-feira (6) ao ser baleado dentro de seu gabinete, informou o governo do país caribenho."As informações que temos até agora indicam que, na manhã de hoje [segunda-feira], o ministro de Meio Ambiente perdeu a vida ao ser atacado em seu gabinete com uma arma de fogo", disse o porta-voz da presidência, Homero Figueroa."Miguel Cruz, a pessoa identificada como autora do disparo, era um amigo pessoal do falecido ministro. O responsável se encontra sob custódia da polícia nacional e do Ministério Público", acrescentou. "Os motivos do ocorrido estão sendo investigados".Jorge Mera era filho do ex-presidente Salvador Jorge Blanco (1982-1986) e estava à frente do ministério desde agosto de 2020.Cruz entrou em uma reunião que o ministro mantinha semanalmente com seus secretários e abriu fogo, segundo os funcionários da pasta, que falaram com a AFP sob reserva.Por ser um amigo próximo da vítima, Cruz não teve problemas para entrar na sede do ministério em Santo Domingo.A polícia não quis comentar o ocorrido. A equipe da AFP presente no local viu um grupo fortemente armado da unidade de elite da polícia entrar no ministério."Estamos consternados com a situação apresentada na manhã deste segunda-feira no Ministério de Meio Ambiente e Recursos Naturais", informou a pasta mais cedo no Twitter. Após o incidente, o prédio foi evacuado pelas autoridades. Veja Mais

Jornalista britânico e indigenista brasileiro desaparecem na Amazônia

em - Internacional Um jornalista britânico e um indigenista brasileiro desapareceram em uma região remota da Floresta Amazônica, após receberem ameaças, confirmaram autoridades nesta segunda-feira (6), despertando temores envolvendo sua segurança.O correspondente estrangeiro Dom Phillips, 57 anos, desapareceu enquanto realizava uma pesquisa para um livro no Vale do Javari, no estado do Amazonas, junto com o renomado especialista em questões indígenas Bruno Pereira, relatou o jornal britânico The Guardian, do qual o jornalista é colaborador, em um primeiro momento.Os dois viajaram de barco para o lago Jaburu, no oeste do Amazonas, e deveriam ter retornado à cidade de Atalaia do Norte por volta das 9h00 de domingo.A União das Organizações Indígenas do Vale do Javari (UNIVAJA) e o Observatório de Direitos Humanos dos Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato (OPI) disseram em nota que os homens "receberam ameaças".Pereira, especialista da Fundação Nacional do Índio (Funai) e com profundo conhecimento da região, recebia regularmente ameaças de madeireiros e garimpeiros que tentam invadir ilegalmente as terras das comunidades indígenas. Fontes da Funai disseram à AFP que estão colaborando com as autoridades locais nas buscas. E acrescentaram que Pereira tirou uma licença temporária para se dedicar a "assuntos pessoais".- Dois detidos, segundo imprensa -Phillips e Pereira viajaram para entrevistar os habitantes indígenas ao redor de uma base de monitoramento da Funai e chegaram ao lago Jaburu na sexta-feira (3) à noite, informaram UNIVAJA e OPI.Eles começaram a viagem de retorno na madrugada de domingo, fazendo uma parada na comunidade de São Rafael, onde Pereira havia programado uma reunião com um líder local para discutir as "invasões" em suas terras, segundo o comunicado.Como o líder da comunidade não chegou, os dois homens decidiram seguir até Atalaia do Norte, uma viagem de aproximadamente duas horas, disseram. A última vez em que foram vistos foi na localidade de São Gabriel, perto de São Rafael. Viajavam em um barco novo com 70 litros de gasolina, o que era "suficiente para a viagem", e usavam equipamentos de comunicação por satélite. Segundo o jornal "O Globo", dois pescadores foram detidos pela Polícia Federal na noite de hoje no âmbito do caso, incluindo a pessoa com a qual deveriam se reunir.O Ministério Público Federal (MPF) anunciou a abertura de um procedimento administrativo para apurar o desaparecimento, uma investigação que será conduzida pela Marinha, com participação de Polícia Federal, Polícia Civil, Força Nacional e Frente de Proteção Etnoambiental Vale do Javari. As buscas até a tarde de hoje não haviam dado resultado.- 'O tempo é essencial' -As famílias dos desaparecidos manifestaram preocupação, junto com organizações e personalidades, entre elas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva."Apelamos às autoridades brasileiras" que façam o possível "para encontrar nosso querido Dom", escreveu no Twitter Paul Sherwood, cunhado de Phillips."O tempo é essencial", acrescentou. O Comitê para Proteção de Jornalistas (CPJ) e a Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil (ACIE) pediram às autoridades que atuem "imediatamente". "Espero que sejam encontrados logo, que estejam bem e em segurança", tuitou Lula, favorito nas pesquisas para as eleições presidenciais de outubro contra o presidente Jair Bolsonaro, que, por sua vez, é acusado de incentivar as invasões de terras indígenas en favor de garimpeiros e do agronegócio.Phillips, que também trabalhou para o New York Times e o Washington Post, é casado e vive em Salvador, na Bahia. Ele tinha viajado com Pereira em 2018 ao Vale do Javari para escrever uma matéria para o The Guardian.Trata-se de uma terra indígena de difícil acesso no extremo-oeste do Amazonas. Lá vivem cerca de 6.300 indígenas de 26 grupos diferentes, 19 deles isolados, segundo a ONG Instituto Socioambiental. Nos últimos anos a violência armada aumentou na região diante da presença de garimpeiros, caçadores e pescadores ilegais. A base local da Funai, instalada para proteger e prestar assistência aos indígenas, foi alvo de diversos ataques desde o fim de 2018, incluindo o assassinato a tiros em 2019 de um de seus funcionários. THE NEW YORK TIMES COMPANYTwitter Veja Mais

Criptomoedas: veja as principais cotações e um resumo da abertura do mercado

canaltech A abertura do mercado de criptomoedas, nesta segunda-feira (6), foi positiva. Depois de um fim de semana com pouca movimentação nos preços, o setor ganhou força ao longo do dia. Abaixo está um resumo do comportamento dos valores das principais moedas digitais. Escritor oferece NFTs em 1ª trama interativa no modelo "leia para ganhar" 5 tendências do mercado de criptomoedas em 2022 A grande surpresa foi uma criptomoeda chamada Pancakeswap (CAKE), que recebeu um investimento da maior corretora do mundo, a Binance, e obteve uma forte valorização. A moeda digital chegou a registrar 12% de alta. Até o momento do fechamento desta matéria, era negociada a US$ 4,56 (R$ 21,87). A principal criptomoeda, o Bitcoin (BTC), iniciou o dia sendo negociado por US$ 29.890 (R$ 143.343), e fechou a tarde com alta de 7,30%, a US$ 31.548 (R$151.294). A segunda principal opção do mercado, a Ethereum (ETH), teve valorização de 5,27%, a US$ 1.874 (R$8.987). -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- O gráfico é a representação visual dos preços das criptomoedas. A análise se baseiam em tendências e níveis importantes nos preços das criptomoedas (Imagem: Reprodução/Envato-Twinsterphoto). Binance Coin (BNB) é a quinta moeda na lista das principais criptomoedas do mercado, segundo o site coinmarketcap. A cripto iniciou o dia sendo negociada por US$ 299 (R$ 1.433) e fechou a tarde a US$ 297 (R$1424). Já a Cardano (ADA) que ocupa a sexta posição na lista, teve valorização de 7%, a US$ 0,61 (R$2.93). Ripple (XRP), dentre as principais foi uma das que não teve um bom desempenho, com US$ 0,39 (R$ 1,87) no inídio do dia e US$ 0,40 (R$1,92) no final da tarde. As criptomoedas com os melhores desempenhos nesta segunda foram a UNFI (Unifi Protocol) que no dia subiu mais de 40% e fechou a tarde a US$ 3,58 (R$ 17,17); a BEL (Bella Protocol) com alta de 33%, a US$ 1,10 (R$ 5,28); e a ONG superou 20%, a US$ 0.55 (R$ 2,64). Por outro lado, as criptos com os piores desempenhos foram a MITH (Mithril), que apresentou queda de 14%, a US$ 0,01 (R$ 0,04); a STEEM (Steem) caindo 11%, a US$0,28 (R$1,34); e UTK (Utrust), com desvalorização de -10%, a US$ 0,18 (R$0,86). Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Top Gun: Maverick | O que é a velocidade de Mach 10 que o personagem alcança? Stranger Things | 6 questões que precisam de resposta no final da 4ª temporada Grupo ligado à SpaceX investe no desenvolvimento de um motor de dobra Após banir home office, Elon Musk pede demissões e freia contratações na Tesla Pesquisa experimental leva à remissão de câncer em todos os pacientes envolvidos Veja Mais

E-commerce: 4 tecnologias para as lojas online no Dia dos Namorados

canaltech Apesar do cenário econômico ruim deste ano, com inflação e juros altos, as lojas online têm boas expectativas para vender no Dia dos Namorados, no próximo domingo (12). Soluções que ajudam os indecisos, redução de fretes e atendimento em muitos canais permitem que o e-commerce aproveite o potencial da data. E-commerce brasileiro cresce 12,6% e fatura R$ 39,6 bi no 1º trimestre Startup do interior de SP conecta pequenas lojas online a marketplaces O Dia das Mães seria um termômetro do otimismo pré-compras. De acordo com o Índice Cielo de Varejo Ampliado, as vendas de 2 a 8 de maio deste ano cresceram 18,1% em comparação a 2021. Outro relatório, da empresa Neotrust, concluiu que o varejo digital faturou R$ 6,5 bilhões no Dia dos Namorados do ano passado, com aumento de 15,3% no valor médio de compra, que chegou a R$ 464. Conheça mais detalhes sobre quatro ferramentas que podem aumentar as vendas. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Resgatando o cliente que desistiu da compra Cerca de 80% das pessoas têm o hábito de abandonar as compras online no carrinho, segundo pesquisa da Opinion Box. Para driblar o problema, uma dica é contar com uma equipe de vendas para entrar em contato com esses consumidores e entender o que aconteceu. A startup Appmax oferece esse serviço especializado e também possui um sistema antifraude híbrido, que reduz o número de recusas no momento do pagamento. Solução para fretes diminui taxas e evita desistências No Brasil, 62% dos consumidores abandonam um pedido por má experiência durante a compra online. Destes, 65% desistem por alto valor do frete e 44% quando há prazos de entrega muito longos, segundo dados da CX Trends 2022. A plataforma Magazord processa aproximadamente 400 mil pedidos por mês, e esse alto volume ajuda a negociar taxas de frete com valor médio de R$ 13,90. A ferramenta também permite que as lojas façam campanhas de frete grátis ou de acordo regras personalizáveis por clientela. E-commerce: no Brasil, 62% dos consumidores abandonam um pedido por má experiência nas lojas online (Imagem: Envato/rawf8) Ferramenta ajuda no atendimento omnicanal Apesar do aumento das vendas no e-commerce, o varejo físico continua indo bem. Uma pesquisa realizada pela Forrester prevê que 72% das compras no varejo dos EUA ainda ocorrerão em lojas físicas em 2024. O Manhattan Active Omni é um conjunto de soluções de gerenciamento de pedidos, estoque, atendimento, engajamento do cliente e ponto de venda. Ele dá visão completa dos consumidores, do histórico e das transações, independentemente do canal, com recursos de gerenciamento de casos, monitoramento de redes sociais e comunicação. Solução que reduz ruptura e aumenta vendas do varejo físico A ruptura é quando o cliente não encontra o produto na prateleira e tende a procurá-lo em outra loja ou substituí-lo por outra marca. O Involves Doors, ferramenta desenvolvida pela retailtech Involves, usa inteligência artificial para detectar diariamente comportamentos fora do padrão em cada unidade de estoque, disparando alertas automáticos para que a equipe de reposição verifique os produtos e resolva o problema o mais rápido possível. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Top Gun: Maverick | O que é a velocidade de Mach 10 que o personagem alcança? Stranger Things | 6 questões que precisam de resposta no final da 4ª temporada Grupo ligado à SpaceX investe no desenvolvimento de um motor de dobra Após banir home office, Elon Musk pede demissões e freia contratações na Tesla Pesquisa experimental leva à remissão de câncer em todos os pacientes envolvidos Veja Mais

Capcom terá showcase de 35 minutos com novidades no dia 13 de junho

Capcom terá showcase de 35 minutos com novidades no dia 13 de junho

Tecmundo Em suas redes sociais, a Capcom anunciou no fim desta segunda-feira (6) que fará um showcase especial de 35 minutos dedicados a trazer novidades de jogos anteriormente anunciados. A live será no dia 13 de junho às 19h do horário de Brasília e o Voxel fará a transmissão com tradução para todos vocês.Infelizmente, é muito difícil que algo novo seja revelado, já que a publisher já adiantou que apenas games que já conhecemos devem aparecer por lá (portanto, Dragon's Dogma 2 ou qualquer outro projeto novo não vai dar as caras). Entretanto, isso está longe de ser ruim, já que a Capcom tem títulos como Pragmata, Street Fighter 6, Exoprimal, DLC de Resident Evil Village e o recém-anunciado Resident Evil 4 Remake. Confira:Leia mais... Veja Mais

Petróleo fecha em baixa

em - Internacional Os preços do petróleo fizeram uma pausa em suas altas nesta segunda-feira, após atingirem US$ 120 o barril, em um mercado que teve realizações de lucro. O barril do Brent para entrega em agosto caiu 0,17%, a US$ 119,51, e o WTI para julho, 0,31%, a US$ 118,50.Além das realizações de lucro, o fortalecimento do dólar, que torna o barril mais caro para investidores em outras moedas, contribuiu para conter a alta, observou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates, acrescentando que os preços seguem "altamente voláteis".Saudi Aramco Veja Mais

Bolsonaro propõe zerar ICMS do diesel e compensar Estados

O Tempo - Política Anúncio é resultado das pressões ao presidente para tentar conter a crise dos preços dos combustíveis Veja Mais

México captura holandês suposto líder de organização pedófila

em - Internacional As autoridades mexicanas prenderam um cidadão holandês, identificado como Nelson "N", acusado de ser o suposto líder de uma organização internacional de pedofilia, informou a promotora da Cidade do México, Ernestina Godoy, nesta segunda-feira (6).Godoy explicou que o indivíduo foi capturado "em flagrante delito" e que é o "possível líder de uma associação internacional de pedófilos criada em 1982".A prisão é resultado de uma "ampla investigação" da promotoria em colaboração com a ONG Operation Underground Railroad (OUR), disse Godoy em um vídeo postado nas redes sociais.A ONG, dedicada ao combate à exploração sexual infantil, denunciou às autoridades a presença do holandês no México.A OUR "tinha informações de que Nelson 'N' estava em nosso país, possivelmente para expandir sua rede de tráfico humano e pornografia infantil", explicou a promotora.A investigação descobriu seu "modus operandi e localização" e possibilitou apurar suas rotinas, visando entrar em contato com outros possíveis pedófilos."Foi realizada uma operação secreta que permitiu que ele fosse detido em flagrante delito" em uma estação de transporte público perto do Bosque de Chapultepec, acrescentou Godoy.Após a prisão do suspeito, as autoridades fizeram buscas em sua suposta casa, na zona norte da cidade, onde foram encontradas fotografias com pornografia infantil, computadores, discos rígidos, cartões de memória e dois passaportes holandeses.De acordo com a investigação, a associação chefiada por Nelson "N" era uma das maiores de seu país até que em 2014 foi considerada ilegal pelo Supremo Tribunal da Holanda.O suspeito também havia promovido entre 2014 e 2021 diversas publicações nas redes sociais que defendiam a legalização do sexo com crianças.Nelson "N" foi preso várias vezes na Holanda, disse o promotor, mas estava foragido desde pelo menos fevereiro deste ano. Veja Mais

DATATEMPO: Zema tem votação acima da média em parcela mais rica da população

O Tempo - Política No recorte regional, piores desempenhos dele são registrados no Vale do Mucuri, no Vale do Jequitinhonha e na região metropolitana de BH Veja Mais

'Top Gun: Maverick' sofre ação por não citar autor de artigo que inspirou filme

O Tempo - Diversão - Magazine Longa de 1986 se baseou em texto de Ehud Yonay, e seus herdeiros veem violação de direitos autorais no novo filme Veja Mais

Câmara de BH aprova pacote de reajuste salarial ao funcionalismo municipal

O Tempo - Política Diversas categorias receberam correção de 11,77%; Somados, impacto anual é de R$ 200 milhões aos cofres da PBH Veja Mais

Julgamento contra ex-presidente é retomado na Bolívia

em - Internacional O julgamento contra a ex-presidente de direita boliviana Jeanine Áñez foi retomado nesta segunda-feira, enquanto o Ministério Público anunciou que pedirá 15 anos de prisão para ela por golpe de Estado em 2019 contra o esquerdista Evo Morales.O Primeiro Tribunal de Sentença Anticorrupção de La Paz abriu a audiência, da qual a ex-presidente, 54, participa por videoconferência no presídio feminino onde está detida desde março de 2021. Ela pediu para participar presencialmente, mas o tribunal negou.O julgamento foi suspenso no começo de maio, quando os advogados da ex-chefe de Estado entraram com uma ação de inconstitucionalidade no Tribunal Constitucional Plurinacional (TCP). Está pendente que o tribunal resolva o pedido da defesa da ex-presidente para que o processo seja suspenso até que o TCP resolva um recurso "ante a omissão deliberada do Tribunal Constitucional em se pronunciar sobre o mérito de ilegalidade do julgamento contra a ex-presidente".O procurador-geral do Estado, Juan Lanchipa, disse em entrevista coletiva que uma sentença de 15 anos de prisão será pedida para Jeanine, que enfrenta vários julgamentos simultâneos, entre eles os chamados "caso Golpe de Estado I" e "caso Golpe de Estado II". O caso I é por seus atos como presidente, e o II, por seus atos como senadora. O primeiro está parado no Parlamento.O partido de Morales diz que ele foi afastado do poder por meio de um golpe, com a participação da União Europeia, Brasil e Equador, além da Igreja Católica e lideranças locais de direita. Seus opositores defendem, por sua vez, que houve uma revolta popular contra Morales, a quem acusam de ter cometido fraude nas eleições de 2019, quando pretendia obter um quarto mandato até 2025.Jeanine Áñez assumiu o poder em novembro de 2019, em meio à forte agitação social após a renúncia de Morales (2006-2019). Veja Mais

Gilberto Gil faz strip-tease poético no livro 'Todas as Letras'

O Tempo - Diversão - Magazine Volume não se contenta em ser apenas uma antologia de composições do músico, mestre atemporal da canção brasileira Veja Mais

NATIONS LEAGUE: COM GOLAÇO ANTOLÓGICO, DINAMARCA VENCE ÁUSTRIA E SEGUE 100% | MELHORES MOMENTOS

NATIONS LEAGUE: COM GOLAÇO ANTOLÓGICO, DINAMARCA VENCE ÁUSTRIA E SEGUE 100% | MELHORES MOMENTOS

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #melhoresmomentos #dinamarca #austria Veja Mais

Jornalista britânico e indigenista brasileiro desaparecem no Amazonas

em - Internacional Um jornalista britânico e um indigenista brasileiro desapareceram em uma região remota da floresta amazônica do Brasil após receberem ameaças, confirmaram as autoridades nesta segunda-feira (6), despertando temores por sua segurança.O veterano correspondente estrangeiro Dom Phillips, de 57 anos, desapareceu enquanto realizava uma pesquisa para um livro no Vale do Javari, no estado do Amazonas, junto com o renomado especialista em questões indígenas Bruno Pereira, relatou o jornal britânico The Guardian, do qual o jornalista é colaborador, em um primeiro momento.Os dois viajaram de barco para o lago Jaburu, no oeste do Amazonas, e deveriam ter retornado à cidade de Atalaia do Norte por volta das 9h00 de domingo.A União das Organizações Indígenas do Vale do Javari (UNIVAJA) e o Observatório de Direitos Humanos dos Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato (OPI) disseram em nota que os homens "receberam ameaças".Pereira, especialista da Fundação Nacional do Índio (Funai) e com profundo conhecimento da região, recebia regularmente ameaças de madeireiros e garimpeiros que tentam invadir ilegalmente as terras das comunidades indígenas. Fontes da Funai disseram à AFP que estão colaborando com as autoridades locais nas buscas. E acrescentaram que Pereira tirou uma licença temporária para se dedicar a "assuntos pessoais".Phillips e Pereira viajaram para entrevistar os habitantes indígenas ao redor de uma base de monitoramento da Funai e chegaram ao lago Jaburu na sexta-feira (3) à noite, informaram UNIVAJA e OPI.Eles começaram a viagem de retorno na madrugada de domingo, fazendo uma parada na comunidade de São Rafael, onde Pereira havia programado uma reunião com um líder local para discutir as "invasões" em suas terras, segundo o comunicado.Como o líder da comunidade não chegou, os dois homens decidiram seguir até Atalaia do Norte, uma viagem de aproximadamente duas horas, disseram. A última vez em que foram vistos foi na localidade de São Gabriel, perto de São Rafael. Viajavam em um barco novo com 70 litros de gasolina, o que era "suficiente para a viagem", e usavam equipamentos de comunicação por satélite. O Ministério Público Federal (MPF) anunciou a abertura de um procedimento administrativo para apurar o desaparecimento, uma investigação que será conduzida pela Marinha, com participação de Polícia Federal, Polícia Civil, Força Nacional e Frente de Proteção Etnoambiental Vale do Javari. Duas primeiras buscas realizadas por indígenas locais "extremamente conhecedores da região" não encontraram nenhum vestígio dos desaparecidos, disseram as organizações UNIVAJA e OPI.- 'O tempo é essencial' -As famílias dos desaparecidos manifestaram preocupação, junto com organizações e personalidades, entre elas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva."Apelamos às autoridades brasileiras" que façam o possível "para encontrar nosso querido Dom", escreveu no Twitter Paul Sherwood, cunhado de Phillips."O tempo é essencial", acrescentou. O Comitê para Proteção de Jornalistas (CPJ) e a Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil (ACIE) pediram às autoridades que atuem "imediatamente". "Espero que sejam encontrados logo, que estejam bem e em segurança", tuitou Lula, favorito nas pesquisas para as eleições presidenciais de outubro contra o presidente Jair Bolsonaro, que, por sua vez, é acusado de incentivar as invasões de terras indígenas en favor de garimpeiros e do agronegócio.Phillips, que também trabalhou para o New York Times e o Washington Post, é casado e vive em Salvador, na Bahia. Ele tinha viajado com Pereira em 2018 ao Vale do Javari para escrever uma matéria para o The Guardian.Trata-se de uma terra indígena de difícil acesso no extremo-oeste do Amazonas. Lá vivem cerca de 6.300 indígenas de 26 grupos diferentes, 19 deles isolados, segundo a ONG Instituto Socioambiental. Nos últimos anos a violência armada aumentou na região diante da presença de garimpeiros, caçadores e pescadores ilegais. A base local da Funai, instalada para proteger e prestar assistência aos indígenas, foi alvo de diversos ataques desde o fim de 2018, incluindo o assassinato a tiros em 2019 de um de seus funcionários. THE NEW YORK TIMES COMPANYTwitter Veja Mais

Executivo da UE é ameaçado com moção de censura por pacote de ajuda à Polônia

em - Internacional Três líderes do grupo político liberal Renew no Parlamento Europeu pediram nesta segunda-feira (6) a votação de uma moção de censura contra a equipe da presidente da Comissão, Ursula von der Leyen, por aprovar a ajuda econômica para a Polônia apesar de seus ataques ao estado de direito.Por enquanto, a proposta não recebeu o apoio dos principais grupos parlamentares.Para que a moção seja votada no plenário do Parlamento, o texto contra o executivo da União Europeia (UE) precisar das assinaturas de, pelo menos, 10% dos eurodeputados (70 dos 705 parlamentares). E, para ser aprovado, precisa do respaldo de dois terços dos votos.Se Ursula von der Leyen "continuar a recusar firmemente a aplicação das regras de condicionalidade do estado de direito", que regulam a entrega de fundos europeus ao estrito respeito dos Estados-membros dos direitos fundamentais, "retiraremos o nosso apoio", disse um desses líderes, Guy Verhofstadt, que redigiu o texto com a ajuda da holandesa Sophie in't Veld e do espanhol Luis Garicano, vice-presidente do grupo Renew.A Comissão Europeia aprovou na semana passada o plano de recuperação econômica da crise da covid-19 para a Polônia, no valor de 35,4 bilhões de euros, e que estava parado há mais de um ano devido à falta de progressos feitos por Varsóvia em relação ao respeito à independência judicial.Para os três deputados do Renew, os anúncios feitos pelo governo polonês que possibilitaram o desbloqueio do pacote de ajuda (como a abolição da câmara disciplinar que iria controlar os juízes), são insuficientes."A Comissão está ciente de que as soluções anunciadas pelas autoridades polonesas são puramente estéticas", disse Verhofstadt em uma carta ao seu grupo político à qual a AFP teve acesso.Após as primeiras reuniões realizadas na tarde desta segunda-feira em Estrasburgo, o grupo Renew, o terceiro maior grupo parlamentar, decidiu não apoiar a proposta dos seus três membros, alegando que "continua sendo uma iniciativa pessoal", disseram fontes parlamentares.Entre os Verdes também não houve consenso sobre o tema e não se espera que este projeto obtenha assinaturas suficientes.Entre os dois principais grupos parlamentares, o PPE (direita) e o grupo S&D (esquerda) não apoiarão a moção. Veja Mais

Pix do Nubank fica fora do ar

G1 Economia App apresenta instabilidade para transferência instantânea e não tem previsão de normalização. O sistema de pagamento instantâneo PIX do Nubank apresenta instabilidade para alguns usuários nesta segunda-feira (6). Ao tentar fazer uma transferência, o cliente recebe a mensagem: "Pix fora do ar. Faça transferências por TED, de segurança a sexta, das 06h30 às 17h." Nubank Arquivo Pessoal O formato eletrônico de pagamentos apresenta falhas e, segundo o atendimento digital, não há previsão de normalização. O g1 entrou em contato com o banco e não teve resposta até o momento da publicação. Post do twitter Publicação Post do twitter Divulgação Post do twitter Publicação Veja Mais

Estreia da chapa Lula e Kalil em Uberlândia é remarcada para 15 de junho

O Tempo - Política Agenda foi alterada após ex-presidente Lula e esposa, Janja, testarem positivo para Covid-19 Veja Mais

Johnson celebra um "resultado convincente" que o permite 'se...

em - Internacional Johnson celebra um "resultado convincente" que o permite 'seguir em frente' Veja Mais

Boris Johnson sobrevive à moção de confiança do Partido Conservador britânico

em - Internacional O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afetado pelo escândalo das festas ilegais em Downing Street durante os confinamentos, sobreviveu nesta segunda-feira(6) a uma moção de censura de seu Partido Conservador, mas ficou enfraquecido com o resultado.No total, 211 dos 359 deputados conservadores votaram a favor do primeiro-ministro, que permanece cargo. No entanto, os 148 parlamentares que votaram contra o líder deixam sua legitimidade fortemente abalada. Veja Mais

Boris Johnson sobrevive à moção de confiança do Partido Cons...

em - Internacional Boris Johnson sobrevive à moção de confiança do Partido Conservador britânico Veja Mais

Legislação Participativa - Fadiga crônica - 06/06/2022

Legislação Participativa - Fadiga crônica - 06/06/2022

Câmana dos Deputados Participe! Envie sua pergunta pelo e-Democracia: https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/2730/ Comissão de Legislação Participativa Tema: Fadiga Crônica Local: Anexo II, Plenário 03 Início: 06/06/2022 às 14:57 Informações: Origem: Req. 22/22 - de autoria da Dep. Erika Kokay (PT/DF) Expositores confirmados: I - Representantes do Ministério do Trabalho e Previdência: - Orion Sávio Santos de Oliveira, Coordenador-Geral de Benefícios de Risco e Reabilitação Profissional do Ministério do Trabalho e Previdência; - Álvaro Friderichs Fagundes, Subsecretário da Perícia Médica Federal do Ministério do Trabalho e Previdência; e - Viviane Cabral, Coordenadora-Geral da Perícia Médica Previdenciária do Ministério do Trabalho e Previdência; II - Dr. Hector Bonilla - Professor da Universidade de Stanford/USA III - Dr. Rudolf Oliveira - Professor da UNIFESP IV - Rosângela Ferreira Pessoa - Representante das Pessoas Acometidas pela Síndrome da Fadiga Crônica - Assistente Social V - João Paulo Calife Vernieri - Médico Oncologista Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65514 Veja Mais

TSE e lideranças religiosas fazem parceria em torno de paz nas eleições

O Tempo - Política Iniciativa do tribunal reúne líderes de diversas religiões para buscar ações e projetos para preservar a normalidade das eleições em outubro Veja Mais

EUA ordena apreensão de dois aviões do oligarca russo Abramovich

em - Internacional Os Estados Unidos ordenaram nesta segunda-feira (6) a apreensão de dois aviões pertencentes ao magnata russo Roman Abramovich, sob a alegação de que foram utilizados em violação das sanções impostas à Rússia após a invasão da Ucrânia.O Departamento de Justiça dos EUA afirmou em documentos legais que as duas aeronaves - um Boeing 787-8 Dreamliner e um jato executivo Gulfstream G650ER - voaram sobre o território russo em desrespeito aos controles de exportação americanos fixados em 2 de março para aviões fabricados no país.Os veículos, avaliados em mais de 400 milhões de dólares, são de origem americana e seu proprietário, o bilionário Abramovitch, os levou à Rússia em março, sem solicitar uma licença especial de reexportação, segundo as autoridades americanas."Os controles de exportação e reexportação do Comércio são fortes e devem ser respeitados. São um componente crítico da estratégia dos Estados Unidos para privar a Rússia dos meios para alimentar sua guerra ilegal", explicou a jornalistas o procurador Andrew Adams.Adams dirige um novo grupo de trabalho no Departamento de Justiça batizado de "KleptoCapture", responsável por investigar e processar as violações das sanções implementadas contra Moscou desde o início da ofensiva contra a Ucrânia e por organizar o confisco de bens dos oligarcas."Os objetivos a curto prazo (...) são demonstrar uma forte aplicação do regime de sanções, incentivando as pessoas próximas ao Kremlin a se distanciar do Estado russo à medida em que a guerra é intensificada", acrescentou Adams durante uma videoconferência.O Departamento de Justiça não disse onde estão atualmente os dois aviões. Segundo a imprensa, o Boeing pode estar em Dubai e o Gulfstream, na Rússia."Tomaremos medidas para realizar a apreensão e ficaremos atentos para verificar se trocarem de jurisdição", disse Adams.- Sanções financeiras -A ordem para o confisco descreve em detalhes como Abramovich controla as duas aeronaves por meio de uma série de empresas fictícias.Em paralelo, o Departamento de Comércio dos EUA publicou uma carta acusando oficialmente Abramovich de violar conscientemente as restrições americanas que buscam bloquear a exportação de certas tecnologias e bens para a Rússia.O bilionário enfrenta acusações que podem gerar sanções financeiras significativas, de até o dobro do valor da transação de exportação, aponta a carta do Departamento de Comércio.Esse Boeing é, segundo o órgão, "um dos aviões privados mais caros do mundo, com valor aproximado de 350 milhões de dólares". O Gulfstream, por sua vez, foi comprado em março de 2020 por cerca de 60 milhões por uma empresa identificada como de Abramovich.A medida desta segunda tem como alvo um dos mais ricos magnatas russos, que já se viu obrigado a vender o clube de futebol inglês Chelsea após a invasão russa da Ucrânia. Abramovich não está entre as personalidades sancionadas pelos EUA, porém, consta na lista de restrições da União Europeia.BOEING Veja Mais

Johnny Hooker revela a capa de 'Orgia', álbum inspirado em relatos eróticos de escritor argentino

G1 Pop & Arte ♪ Esta é a capa de Orgia, álbum que Johnny Hooker lança às 21h de quinta-feira, 9 de junho. Comportada, a capa do dsico foi revelada hoje nas redes sociais do artista pernambucano. Precedido pelos singles Marido de aluguel (2021) e Cuba (2022), o álbum Orgia tem como fonte de inspiração os relatos eróticos feitos pelo dramaturgo, ensaísta e poeta argentino Tulio Carella (1919 – 1972) no livro Orgia – Diários de Tulio Carella – Recife, 1960, editado no Brasil em 1968. A intenção do cantor e compositor foi abordar amor e sexo no álbum Orgia dentro do atual contexto social e político do Brasil. Veja Mais

EUA e Europa instam que Rússia acabe com violência sexual na Ucrânia

em - Internacional Os Estados Unidos e a Europa pediram nesta segunda-feira (6) que a Rússia ponha fim na suposta violência sexual perpetrada pelas suas forças militares na Ucrânia, acusação que Moscou nega, durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU organizada pela Albânia."A Rússia deve tomar medidas para que seu exército e seus combatentes respeitem" a resolução 1820 da ONU sobre a violência sexual, adotada em 2008, que proíbe transformar essas práticas em arma de guerra, declarou a embaixadora american, Linda Thomas-Greenfield."Cabe à Rússia acabar com as violações e as atrocidades perpetradas por seus soldados. Cabe a Rússia pôr fim a essa guerra atroz, não provocada, contra o pov ucraniano", insistiu.O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, também denunciou as "atrocidades" cometidas pela Rússia. "Esses crimes serão punidos", "precisamos de provas" e "estamos ajudando a coletá-las", disse.Denunciou também que Moscou é o "único com responsabilidade" pela crise alimentar provocada pela guerra, o que provocou a saída do embaixador de Moscou na ONU, Vassily Nebenzia, da sala. Ele foi substituído por um vice.Antes, o diplomata russo havia classificado como "mentiras" os abusos sexuais dos quais as forças armadas russas são acusadas."As acusações de violência sexual contra o exército russo se repetem (...) mas não apresentaram nenhuma prova", disse Nebenzia. "Sejam mais prudentes porque não há nenhuma prova das acusações de Kiev", disse aos ocidentais.O embaixador ucraniano na ONU, Sergiy Kyslytsya, também acusou o exército russo de violência sexual em seu país, e Moscou de querer ocultá-lo, antes de pedir uma solução "à ocupação da Rússia de uma cadeira permanente soviética" no Conselho de Segurança. "O quanto antes, melhor", disse já que "precisamos de um Conselho confiável".Outros membros do Conselho denunciaram que violência sexual pode constituir crimes de guerra, segundo o direito internacional. A China pediu que qualquer denuncia seja objeto de uma investigação.Após apontar que "as mulheres constituem a maioria das supostas vítimas", Pramila Patten, representante especial do Conselho de Segurança para a violência sexual nos conflitos, pediu "cuidas para que as anistias aos crimes de violência sexual sejam explicitamente proibidas" em qualquer acordo de paz eventual e futuro. Veja Mais

Casa Branca defende planos de Biden de viajar à Arábia Saudita

em - Internacional A Casa Branca defendeu nesta segunda-feira (6) os planos do presidente Joe Biden de viajar à Arábia Saudita para se reunir com o príncipe Mohamed bin Salman, apesar dos serviços de inteligência americanos terem concluído que ele ordenou o assassinato do jornalista dissidente Jamal Khashoggi."Essa viagem a Israel e Arábia Saudita - quando chegar - ocorreria no contexto de importantes objetivos para o povo americano na região do Oriente Médio", disse a jornalistas a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre. "Se ele (Biden) decidir que é do interesse dos Estados Unidos estabelecer o contato com um líder estrangeiro e que esse contato pode obter resultados, então ele o fará", declarou.A monarquia petroleira "foi um parceiro estratégico durante quase 80 anos. Não há dúvidas de que há importantes interesses (americanos) ligados" ao país, explicou.A imprensa americana anunciou que Biden realizaria sua primeira visita como presidente a Israel e Arábia Saudita este mês durante uma viagem que incluirá Alemanha e Espanha, para cúpulas do G7 e da Otan.No entanto, diante de críticas sobre a mudança de postura do presidente democrata, que prometeu tratar o reino como "pária" após o assassinato de Khashoggi, a Casa Branca se recusou a confirmar a informação.Karine Jean-Pierre admitiu que uma viagem em junho "foi considerada, mas nunca confirmada".A aproximação ocorre após duas aparentes concessões da Arábia Saudita aos objetivos de Biden: aumentar a produção de petróleo que poderia ajudar a aliviar a alta dos preços, e a ampliação de uma trégua no Iêmen. Veja Mais

Boris Johnson 'sobrevive' a voto de desconfiança que poderia derrubá-lo

 Boris Johnson 'sobrevive' a voto de desconfiança que poderia derrubá-lo

em - Internacional O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, reuniu número de votos suficiente entre seus correligionários do Partido Conservador para se manter no cargo. Nesta segunda-feira (6/6), o premiê foi submetido a uma moção de desconfiança - uma votação entre os parlamentares de seu partido que definiria se ele deveria ou não ser substituído. Entre os 359 conservadores no Parlamento Britânico (de um total de 650 congressistas), 211 votaram a favor de Johnson e 148 votaram contra. Ele precisava de pelo menos 180 para que pudesse continuar na posição de primeiro-ministro. A votação aconteceu entre 18h e 20h do horário local (14h e 16h do horário de Brasília) e o resultado foi anunciado às 21h (17h do horário de Brasília).O que estava em jogo?Há meses, Johnson está no centro de um escândalo apelidado de "partygate" envolvendo festas e comemorações durante o período mais estrito de lockdown na Inglaterra. A presença do premiê e de diversos membros de sua equipe em festas durante o período de distanciamento social contra a covid-19 chegou a ser formalmente investigada. A funcionária pública responsável por investigar o caso, Sue Gray, examinou 16 eventos realizados entre maio de 2020 e abril de 2021 em Downing Street (a residência oficial do primeiro-ministro) e nos gabinetes ministeriais, além de uma comemoração realizada nas dependências do Departamento de Educação. Um deles foi uma festa de aniversário organizada para o primeiro-ministro no chamado Cabinet Room (sala de reuniões ministeriais) em 19 de junho de 2020. Divulgado no último mês de maio, o chamado relatório Sue Gray fala em "fracasso de liderança e de julgamento" e diz que, "sob o contexto da pandemia, quando o governo pedia que cidadãos aceitassem restrições amplas em suas vidas, alguns dos comportamentos ao redor desses encontros são difíceis de serem justificados". "Alguns desses eventos não deveriam ter podido acontecer. Outros não deveriam ter podido evoluir como evoluíram." O texto aponta ainda que o consumo excessivo de álcool em algumas das confraternizações "não é apropriado em um ambiente profissional em momento algum". Johnson chegou a pedir desculpas diante do Parlamento "pelas coisas em que não acertamos e pelo modo como o assunto tem sido lidado". "Não adianta dizer que as coisas foram feitas dentro das regras e não adianta dizer que as pessoas (de Downing Street) estavam trabalhando duro. Esta pandemia tem sido difícil para todos. Pedimos às pessoas que fizessem sacrifícios extraordinários e entendo a raiva das pessoas. Mas não basta pedir desculpas. Temos de nos olhar no espelho e aprender. (...) Acato as descobertas feitas por Sue Gray por completo e sua recomendação de que aprendamos e ajamos agora." "Estamos fazendo mudanças na forma como Downing Street e os gabinetes ministeriais funcionam, para que possamos seguir com o trabalho a que fui eleito a fazer", concluiu. Desde então, membros do parlamento vinham protocolando pedidos para que se realizasse uma moção de desconfiança contra Johnson. Nesta segunda, o número de cartas enviadas por congressistas do Partido Conservador chegou a 54, ou 15% do total de legisladores da mesma sigla do premiê - o limite estabelecido pelas regras do partido para que o processo seja iniciado. Nos últimos dias, uma das principais aliadas de Johnson, a secretária de cultura Nadine Dorries, vinha comentando que Johnson é vítima de fogo amigo dentro do Partido Conservador e que alguns de seus correligionários estariam "fazendo o trabalho da oposição". Em entrevista à BBC Radio 4 na última semana, Dorries afirmou existir uma campanha "liderada por um ou dois indivíduos nos bastidores para tentar derrubar o primeiro-ministro por razões individuais ligadas a ambição pessoal e outras razões". Nesta segunda, antes da votação, ela trocou farpas nas redes sociais com Jeremy Hunt, membro do Parlamento pelo Partido Conservador e uma das vozes bastante críticas a Johnson.E agora?O editor de política da BBC, Chris Mason, pontua que a vitória de hoje pode ter um gosto amargo para Johnson. "Votos de confiança são sempre más notícias para os líderes políticos", escreveu, ressaltando que o resultado por si só não necessariamente restabelece a autoridade do primeiro-ministro. Mason lembra que, em outras situações, sobreviver a moções de desconfiança acabou sendo "o começo do fim". Foi o caso, por exemplo, da antecessora de Johnson, Theresa May. Dois terços dos colegas votaram a favor dela em 2018 e, ainda assim, seis meses depois ela renunciou ao cargo. O impasse ante a saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit, abriu uma crise no governo de May, que decidiu encerrar seu mandato depois de uma tentativa frustrada de passar sua proposta de acordo para a transição do Brexit. Assim como aconteceu com ela, o atual primeiro-ministro também pode ter saído enfraquecido da votação de hoje. Johnson teve, aliás, desempenho pior do que o de May - recebeu 148 votos contrários, 41,2% do total, ante 133 da antecessora (37%). Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal! Veja Mais

Governo israelense perde votação chave em revés para coalizão

em - Internacional A coalizão do governo israelense sofreu nesta segunda-feira (6) um duro revés da oposição, que reuniu maioria contra um projeto de lei que prorroga a aplicação da legislação israelense aos colonos da Cisjordânia ocupada.Em vigor desde a ocupação em 1967, a norma determina que os colonos nesse território gozam dos mesmos direitos que os cidadãos residentes em Israel e costuma ser ratificada automaticamente no Parlamento a cada cinco anos.Mas na noite desta segunda, dois membros da heterogênea coalizão, um deputado do partido árabe e outro de esquerda votaram contra o projeto, o que coloca em dúvida a estabilidade do governo dirigido pelo primeiro-ministro Naftali Bennett.A oposição, que anunciou que votaria contra o projeto apenas para mostrar sua desconfiança no governo, reuniu 58 votos contra os 52 favoráveis à coalizão, que recentemente perdeu sua maioria na câmara.Se a "lei da Judeia e Samaria" - nome de Israel para a Cisjordânia ocupada - não for aprovada antes de 1º de julho, os mais de 475 mil colonos que vivem em assentamentos nesse território deixarão de se beneficiar dos mesmos direitos que os outros cidadãos israelenses, incluindo o direito ao voto.De acordo com analistas, a oposição de direita liderada pelo ex-primeiro-ministro Benjamin Netanyahu não quer bloquear a lei, mas sim debilitar o governo e colocar em evidência sua minoria parlamentar. Veja Mais

Stranger Things: Kate Bush reage ao sucesso de sua música na série

Stranger Things: Kate Bush reage ao sucesso de sua música na série

Tecmundo A 4ª temporada de Stranger Things trouxe, como de costume, diversas referências aos anos 80 e fez quem viveu a época sentir saudades de cortes de cabelo, roupas e acessórios, além de obras cinematográficas e musicais. Já quem não viveu, pôde descobrir pérolas escondidas no passado - como a canção "Running Up That HIll", de Kate Bush.Na trama, a música é tocada diversas vezes por Max (Sadie Sink) - não vamos entrar em detalhes para não dar spoilers do enredo. Basta contar que o destaque da música na série resultou em um grande aumento de sua popularidade, alcançando o primeiro lugar no iTunes e também ganhando destaque em outras plataformas, como o Spotify.Leia mais... Veja Mais

Wall Street fecha em leve alta

em - Internacional Wall Street fechou em leve alta nesta segunda-feira, em um mercado que aguarda a divulgação do índice-chave de inflação na próxima sexta-feira.O índice Dow Jones subiu 0,05%, a 32.915,78 pontos; o Nasdaq, 0,40%, a 12.061,36; e o S&P 500, 0,31%, a 4.121,43 unidades.Dow Veja Mais

DATATEMPO: Funcionários públicos têm 125% de chance a mais de votar em Kalil

O Tempo - Política Governador Romeu Zema (Novo) tem uma relação conturbada com os servidores públicos do poder Executivo de Minas Gerais Veja Mais

Entenda a proposta do governo federal para reduzir o ICMS dos combustíveis e compensar estados

G1 Economia Acordo prevê que imposto estadual seja zerado para diesel e gás, com compensação federal, e reduzido para gasolina e etanol. Planalto fala em enviar PEC ao Congresso para validar repasses. Bolsonaro anuncia proposta do governo de zerar impostos federais sobre combustíveis; entenda O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira (6) uma proposta de acordo com os governos estaduais para reduzir a carga tributária sobre os combustíveis e, com isso, tentar frear a escalada da inflação no país. O acordo prevê, em linhas gerais: zerar o ICMS (imposto que vai para os cofres estaduais) sobre diesel e gás de cozinha; reduzir o ICMS e zerar os impostos federais sobre gasolina e etanol; compensar os estados e o Distrito Federal por parte da perda de arrecadação. O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou no mesmo pronunciamento que um eventual acordo terá prazo e valor definidos. A ideia é manter essas regras em vigor até 31 de dezembro deste ano, e limitar o ressarcimento aos estados em um valor a ser fixado, entre R$ 25 bilhões e R$ 50 bilhões. Além da concordância dos estados, o acordo envolve a aprovação de dois projetos pelo Congresso Nacional, incluindo uma proposta de Emenda à Constituição (PEC), que requer amplo apoio na Câmara e no Senado. Principais pontos da proposta O QUE O GOVERNO PROPÕE? A proposta anunciada por Jair Bolsonaro se divide em duas linhas principais. Para gasolina e etanol: a União propõe que estados e DF apoiem o projeto de lei que propõe um teto de 17% para o ICMS sobre esses combustíveis, e se submetam a essa alíquota máxima. Se isso acontecer, o governo federal derruba a zero os impostos que vão para os cofres da União (PIS/Cofins e Cide-Combustíveis). Para o óleo diesel e o gás de cozinha: a União propõe derrubar as alíquotas de ICMS a zero até o fim do ano – os impostos federais (PIS e Cofins) já estão zerados, nos dois casos. Se isso acontecer, o valor que seria arrecadado em ICMS pelos estados e pelo DF com as alíquotas a 17% será repassado aos governos locais pela União. Pelo que foi detalhado por Bolsonaro, portanto, os estados não devem ser ressarcidos: pelas perdas decorrentes da redução do ICMS sobre etanol e gasolina; pelas diferença de arrecadação entre o ICMS praticado atualmente e a alíquota máxima de 17%, caso o projeto que fixa esse teto seja sancionado. A COMPENSAÇÃO SERÁ TOTAL OU PARCIAL? Segundo fontes de dois ministérios ouvidas pelo g1, o ressarcimento que o governo federal pretende oferecer em relação a diesel e gás de cozinha é parcial, limitado aos 17% do projeto do ICMS — ou seja os estados têm de apoiar a aprovação pelo Congresso do teto de 17% para a alíquota. Assim, um estado cuja alíquota seja, por exemplo, 17% seria inteiramente compensado. Mas outro no qual a alíquota seja 30% seria ressarcido somente até o limite de 17% e não em relação aos demais 13%. O QUE JÁ ESTÁ NO CONGRESSO? O projeto de lei complementar que já tramita no Congresso Nacional prevê apenas parte dessas regras. O texto define que combustíveis, energia, gás natural, comunicações e transportes coletivos são bens essenciais e indispensáveis. Essa classificação faz com que estados não possam cobrar alíquotas de ICMS acima da chamada "alíquota geral", que varia de 17% a 18%. O texto já foi aprovado pela Câmara e está agora sob análise do Senado. O relator do texto, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), se reuniu com representantes dos estados na última semana para discutir o projeto. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), já anunciou que o tema será levado diretamente a plenário, sem passar por comissões – mas evitou cravar uma data no pronunciamento desta segunda. "Esperamos muito brevemente ter uma definição em relação a esse relatório do senador Fernando Bezerra Coelho. Mas, de fato, uma oportunidade ao diálogo, ao consenso e o que é mais importante: favorecer o consumidor final em relação ao problema gravíssimo que temos hoje, que é o preço excessivo do combustível na bomba dos postos", disse. O QUE AINDA SERÁ ENVIADO AO CONGRESSO? O governo ainda precisará enviar ao Congresso Nacional um projeto que trate da compensação aos estados pela perda de arrecadação. Durante o pronunciamento, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que o tema será tratado em uma proposta de Emenda à Constituição (PEC). Propostas desse tipo podem ser apresentadas pelo presidente da República – se nascerem no Congresso, precisam da assinatura de ao menos um terço dos deputados ou senadores. O número de votos para aprovar uma PEC também é maior, se comparado a projetos de lei mais simples. A proposta é aprovada se tiver o apoio de 308 deputados e 49 senadores (três quintos do plenário), em dois turnos de votação em cada Casa. O ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que a PEC a ser enviada pelo governo deve conter, já de início, o valor máximo a ser transferido para os governos estaduais. Essa cifra, diz, deve ficar entre R$ 25 bilhões e R$ 50 bilhões. O ACORDO É CAPAZ DE FREAR A ESCALADA DOS PREÇOS? Não há uma resposta definitiva. A diretora da Instituição Fiscal Independente (IFI), Vilma Pinto, afirma que um corte no ICMS tem potencial para reduzir os preços na bomba – mas nada garante que os preços se mantenham baixos. "Se você reduzir a alíquota do ICMS, naturalmente haverá uma redução nos preços, se houver esse repasse dentro da cadeia, claro. Só que é uma redução pontual, naquele momento. A partir dali, o preço pode variar para cima ou para baixo, a depender da política de formação de preço do produto", afirmou Vilma ao g1 no fim de maio, antes do anúncio do governo federal. Também no fim de maio, o ICMS respondia por 24% do custo da gasolina na bomba e 11,6% do preço do diesel. Esse peso varia conforme o preço dos combustíveis flutua. Veja abaixo como estava a composição no fim do mês passado: Composição dos preços Arte g1 Natuza Nery comenta proposta de Bolsonaro para zerar imposto federal da gasolina Camarotti: anúncio de Bolsonaro para zerar imposto federal dos combustíveis ‘foi todo improvisado’ Veja Mais

Tropas da Ucrânia resistem em cidade-chave

em - Internacional As tropas ucranianas resistiam diante de efetivos russos "mais numerosos e poderosos", na cidade estratégica de Severodonetsk, anunciou nesta segunda-feira o presidente Volodimir Zelensky, enquanto a Rússia alertou para o envio de mais armas ocidentais a Kiev.Zelensky indicou que suas tropas enfrentam forças russas "mais poderosas" em Severodonetsk, cidade estratégica no leste que vem sendo bombardeada há semanas. "Estamos resistindo, mas eles são mais numerosos e mais poderosos", disse a repórteres em Kiev. O líder ucraniano informou que o comando do país tomaria "decisões de acordo com a situação"."Os combates são intensos em Severodonetsk. Nossos defensores conseguiram contra-atacar e libertar metade da cidade, mas a situação se agravou para nós", declarou horas antes Sergei Gaidai, governador da região de Lugansk, ao canal de televisão ucraniano 1+1, sem revelar mais detalhes."Os russos destroem tudo com sua tática habitual de terra arrasada, para que que não reste mais nada por defender", acusou.Com base em comunicações interceptadas do comando russo, o governante advertiu para uma possível intensificação da ofensiva sobre esta cidade industrial "até 10 de junho".Para Moscou, que há alguns dias havia assumido o controle quase total da cidade, conquistar Severodonetsk seria uma alavanca para assumir completamente a bacia de mineração de Donbass.A resistência ucraniana em Severodonetsk "provavelmente continuará captando a atenção das forças russas na região de Lugansk e provocará vulnerabilidades nos esforços defensivos russos na região de Kharkiv (nordeste) e ao longo do eixo meridional", analisou no domingo o Instituto dos Estados da Guerra (ISW) dos Estados Unidos.Como o governo americano já havia feito, o Reino Unido anunciou que fornecerá para a Ucrânia lança-foguetes de longo alcance (80 quilômetros), ignorando as advertências contrárias do presidente russo Vladimir Putin. - 'Filme de terror' -Os disparos de artilharia ficaram mais intensos em Severodonetsk e na vizinha Lysychansk, onde o aposentado Oleksandr Lyakhovets conseguiu escapar de sua casa e salvar o gato das chamas provocadas por um bombardeio russo. "Atiram sem parar... é um filme de terror", contou à AFP o homem, 67 anos.Lysychansk, cidade vizinha de Severodonetsk - separada apenas pelo rio Donets -, foi um dos pontos visitados pelo presidente Zelensky no domingo, em uma viagem que serviu para "constatar a situação operacional na linha de frente", segundo o governo.As forças russas continuavam sua ofensiva em outras frentes no leste da Ucrânia. Segundo o Ministério da Defesa russo, suas tropas atacaram três depósitos de armas e um depósito de combustível perto da cidade de Kodema, na região de Donetsk.Kiev alertou que a situação na região de Kherson, um pouco mais ao norte, era crítica. Não há "redes de telefonia móvel e internet, alimentos, remédios e dinheiro". E em Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, novos ataques russos atingiram uma fábrica de carros blindados perto de Lozova, segundo Moscou. Pelo menos 10 pessoas morreram na região nas últimas 24 horas, de acordo com Kiev. A Ucrânia disse que repeliu sete ataques em Donetsk e Lugansk. Mas as tropas russas, admite, ocupam um quinto do território e impuseram um bloqueio aos portos do Mar Negro, provocando temores de uma crise alimentar global."Atualmente, 20 a 25 milhões de toneladas de cereais estão bloqueadas e, neste outono, esse número pode subir para 70 a 75 milhões de toneladas", alertou Zelensky. Em contrapartida, o Exército ucraniano assegurou nesta segunda-feira que fez recuar a frota russa em mais de cem quilômetros da costa.O chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, acusou o Kremlin de "chantagem" por paralisar as exportações, e afirmou que são confiáveis as informações de que está roubando a produção ucraniana.- Mísseis de longo alcance -Os ucranianos pedem há várias semanas lança-foguetes para que consigam atacar as posições russas e, ao mesmo tempo, posicionar suas baterias mais distantes da frente de batalha.No domingo, as autoridades ucranianas afirmaram que o conflito com a Rússia virou uma guerra de desgaste e que precisam do envio constante de ajuda militar para derrotar o exército russo, que já ocupa 20% do território da Ucrânia.O Reino Unido prometeu enviar lança-foguetes M270 MLRS, com um alcance de 80 quilômetros, que "aumentarão significativamente as capacidades das forças ucranianas", anunciou o ministério da Defesa britânico em um comunicado.A decisão foi tomada em "estreita coordenação" com Washington, que anunciou na semana passada o fornecimento de equipamentos do sistema Himars, lança-foguetes que permitem disparos múltiplos e são instalados em veículos blindados leves com alcance similar aos dos equipamentos do Reino Unido.Especialistas militares destacam que este alcance é ligeiramente superior ao de sistemas análogos russos, o que permitiria à Ucrânia atacar a artilharia inimiga sem ser atacada por esta.O chanceler russo, Serguei Lavrov, também fez um alerta aos países ocidentais a respeito do envio de armas de longo alcance à Ucrânia. "Quanto mais armas de longo alcance enviarem, para mais longe do nosso território as empurraremos".Por outro lado, Lavrov foi obrigado hoje a cancelar uma visita à Sérvia, um dos poucos Estados europeus que se mantêm próximos de Moscou, depois que vários países vizinhos lhe fecharam o espaço aéreo.Em entrevista coletiva, Lavrov descreveu como "inconcebível" e "escandalosa" a decisão dos três países europeus, um gesto considerado "hostil" pelo porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.Em sua batalha diplomática, Moscou ampliou a lista de americanos que não podem entrar em seu país, e Washington ordenou a apreensão de dois aviões pertencentes ao oligarca Roman Abramovich, considerado íntimo de Putin. Veja Mais

Presidente da Argentina defende imposto sobre renda extraordinária devido à guerra

em - Internacional O presidente da Argentina, Alberto Fernández, defendeu nesta segunda-feira (6) a criação de um imposto sobre a renda extraordinária derivada do aumento do preço das matérias-primas devido à guerra na Ucrânia, e solicitou o apoio do Congresso para sua aprovação.Este imposto, que seria aplicado apenas uma vez, durante o ano fiscal de 2022, atingiria aquelas empresas com lucros tributáveis de mais de 1 bilhão de pesos por ano (cerca de 8 milhões de dólares) e que vejam um aumento de mais de 10% em seus lucros.Embora não tenham sido mencionados, estima-se que os exportadores agrícolas, principalmente os de trigo, girassol e milho, sejam os principais atingidos pela proposta.Trata-se "daquele ganho que ninguém esperava ter porque ninguém esperava uma guerra dessas características", justificou Fernández em uma cerimônia junto com seu ministro da Economia, Martín Guzmán."Poucos ganham muito com a guerra. Essa é a imoralidade, a indecência, que nós do Estado não podemos permitir", completou o presidente de centro-esquerda, pedindo uma melhor distribuição da riqueza neste país que sofre inflação projetada em mais de 60% ao ano até 2022 e que tem uma taxa de pobreza de 37,3%.Sem maioria no Congresso, o presidente não indicou quando o projeto será apresentado ao Legislativo, que convocou para aprovar a iniciativa.A Argentina é um dos maiores exportadores de alimentos do mundo, tanto em cereais e oleaginosas quanto em carne bovina. Veja Mais

EUA dizem serem 'confiáveis' informes de que Rússia rouba trigo da Ucrânia

em - Internacional O chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, considerou "confiáveis" nesta segunda-feira (6) as informações de que a Rússia "rouba" as exportações de cereais ucranianos, bloqueadas por causa do conflito, "para vendê-las em benefício próprio"."Há informes críveis (...) de que a Rússia está roubando as exportações de cereais da Ucrânia para vendê-las em benefício próprio", disse Blinken durante coletiva de imprensa virtual sobre a insegurança alimentar.Moscou está "monopolizando suas próprias exportações de alimentos também", o que está fazendo disparar os preços do trigo e de outros cereais no mundo, gerando o temor de uma escassez, acrescentou Blinken.O secretário de Estado disse que a Rússia bloqueia a saída de navios de carga carregados com cereais do porto de Odessa, no mar Negro, e acusou o presidente russo, Vladimir Putin, de praticar "chantagem" ao buscar com isso a suspensão das sanções internacionais por causa da invasão da Ucrânia."Um bloco naval russo no mar Negro impede que a safra ucraniana seja encaminhada a seus destinos normais", disse."Tudo isso é deliberado".O jornal New York Times tinha noticiado sobre a advertência que Washington fez em meados de maio a 14 países, principalmente na África, de que cargueiros russos transportavam "cereais ucranianos roubados".Antony Blinken fez alusão a este artigo publicado no jornal americano, sem confirmar, no entanto, de forma direta o alerta emitido aos países africanos.Na sexta-feira, o embaixador da Ucrânia em Ancara tinha acusado a Rússia de "roubar" e exportar cereais ucranianos, especialmente para a Turquia.O presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, assegurou na segunda-feira que entre 20 e 25 milhões de toneladas de cereais estavam bloqueadas por causa da guerra, um volume que poderia triplicar até o próximo outono boreal."Precisamos de corredores marítimos e o discutimos com a Turquia e com o Reino Unido", assim como com a ONU, afirmou.Rússia e Ucrânia, duas superpotências produtoras de grãos, produzem 30% das exportações mundiais de trigo. A guerra que começou em 24 de fevereiro provocou uma escalada nos preços dos cereais e dos óleos derivados, superando os preços alcançados durante a "primavera árabe" em 2011 e a crise alimentar em 2008.THE NEW YORK TIMES COMPANY Veja Mais

Motorista lesiona pênis ao bater carro em caminhão enquanto recebia sexo oral

O Tempo - Mundo Caso ocorreu na Flórida e o casal teve a identidade preservada; acidente ocorreu na última quinta-feira Veja Mais

Boris Johnson, o escapista político que voltou a se salvar, mas não saiu ileso

em - Internacional Carismático e controverso, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, é conhecido por seu talento para escapar de crises pessoais e profissionais e, nesta segunda-feira (6), voltou a fazê-lo, ao sobreviver a um voto de desconfiança que, entretanto, desferiu um duro golpe contra sua legitimidade.O Partido Conservador teve "sua maior vitória eleitoral em 40 anos sob minha liderança e se não creem que possamos recuperar nossa posição atual e vencer de novo, é porque não olharam direito para minha história", disse ele nesta segunda aos parlamentares conservadores, momentos antes da votação para definir se ele seria ou não destituído como seu líder e, portanto, como chefe de governo.Contra todos os prognósticos, esse ex-jornalista de 57 anos com certo ar de palhaço conseguiu uma esmagadora maioria legislativa em 2019, graças a sua promessa de levar a cabo um Brexit que parecia impossível após anos de bloqueio político.O político da cabeleira loira bagunçada cumpria assim seu sonho de chegar a Downing Street, gabinete e residência oficial do primeiro-ministro do Reino Unido.Mas foi exatamente lá - onde várias festas realizadas durante os confinamentos contra a covid-19 indignaram a opinião pública e boa parte de seus próprios deputados - que se forjou o escândalo que ameaçou derrubá-lo nesta segunda.Na corda bamba há seis meses pelo chamado "Partygate", Johnson se salvou ao obter a confiança de 211 dos 359 parlamentares conservadores. Porém, com 148 votos contra, ele sai desse novo truque de mágica com sua legitimidade muito fragilizada.- Só acredita em si mesmo -Alexander Boris de Pfeffel Johnson nasceu em 1964 em Nova York, no seio de uma família de políticos, jornalistas e celebridades midiáticas.Um de seu bisavôs era turco e foi ministro do Império Otomano. Algo que sempre recorda quando é acusado de islamofobia, como quando comparou as mulheres que usam burca com caixas de correio, em declarações que geraram também acusações de misoginia."O único em que Boris Johnson acredita é Boris Johnson", declarou à AFP Pascal Lamy, ex-diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), que conhece sua família desde que Boris era garoto e estudava na Escola Europeia de Bruxelas, onde seu pai foi eurodeputado.Isso, segundo alguns, é demonstrado pelo inusitado exercício que realizou para decidir sua posição sobre o Brexit: enquanto era colunista do jornal conservador The Daily Telegraph, escreveu um artigo anunciando apoio à permanência no bloco e outro defendendo o contrário.Assim, alimentou a impressão de que sua decisão escondia um cálculo político, quando no referendo de 2016, esse grande admirador de Winston Churchill - sobre quem escreveu uma biografia - surgiu como um dos principais defensores da saída britânica da União Europeia.- Mentiras e exageros -Seguindo o roteiro clássico das elites britânicas, estudou nos prestigiosos Eton College e Universidade de Oxford.Em 1987, começou uma carreira de jornalista no The Times, que o demitiu um ano depois por inventar declarações. Entre 1989 e 1994, foi correspondente do Telegraph em Bruxelas, onde escreveu artigos que ridicularizavam as regulamentações europeias."Não inventava as histórias, mas sempre caía no exagero", lembra Christian Spillmann, jornalista da AFP em Bruxelas naquela época.Eleito para o Parlamento do Reino Unido em 2001, perdeu um posto na cúpula conservadora três anos depois por mentir sobre um caso extraconjugal. Um dos vários escândalos pessoais de um político que não diz quantos filhos tem, além dos sete reconhecidos.Divorciado duas vezes, ele agora vive em Downing Street com sua terceira esposa, Carrie, de 34 anos, e os filhos do casal, Wilfred, de dois anos, e Romy, de seis meses.Adquiriu status de estrela após ser eleito prefeito de Londres em 2008 e, embora atribuam a ele alguns projetos desastrosos, se destacou com os exitosos Jogos Olímpicos de 2012.Foi nomeado ministro de Relações Exteriores por Theresa May em julho de 2016. Acusado de ter cometido graves erros diplomáticos, foi demitido dois anos depois por suas discordâncias sobre como realizar o Brexit.Já como primeiro-ministro, foi duramente criticado por sua errática gestão da pandemia de coronavírus, mas conseguiu se redimir se apoiando em uma campanha de vacinação de sucesso. Veja Mais

Pedro Sampaio reúne Anitta, Dadju e Nicky Jam no remix de 'Dançarina', faixa do primeiro álbum do DJ

G1 Pop & Arte ♪ Hit absoluto nas pistas, o primeiro álbum do DJ e produtor musical carioca Pedro Sampaio, Chama meu nome (2022), gera o primeiro remix oficial desde que foi lançado em fevereiro. Feita com a voz de MC Pedrinho, a gravação da música Dançarina (Pedro Sampaio, MC Pedrinho e DJ Maikinho) ganha remix que, além de manter MC Pedrinho, reúne Anitta, Nicky Jam – cantor e compositor norte-americano de ascendência porto-riquenha e dominicana – e o rapper francês Dadju. Veja Mais

Governo anuncia ações para conter alta dos combustíveis

O Tempo - Política Presidente Jair Bolsonaro divulgou medidas em coletiva no Palácio do Planalto Veja Mais

Veja quem integra buscas a jornalista e indigenista desaparecidos na Amazônia

O Tempo - Política Polícia Federal, Marinha, Exército, Polícia Civil e Ministério Público acompanham o caso; governo do Reino Unido também monitora situação Veja Mais

Deputados do PSD evitam comentar presença de Silveira em eventos com o PT

O Tempo - Política Mesmo com a aliança dos partidos em Minas Gerais, parte dos parlamentares pessedistas já declararam que não vão apoiar os petistas Veja Mais

Quanto ganha um desenvolvedor mobile júnior no Brasil em 2022?

Quanto ganha um desenvolvedor mobile júnior no Brasil em 2022?

Tecmundo O mercado de trabalho da área de tecnologia está bastante aquecido. Seja motivado pela pandemia ou pela estratégia de negócios, a busca por profissionais qualificados, como desenvolvedor mobile júnior, tem crescido em meio a um ambiente escasso.Tem interesse de conhecer melhor a área? Então venha entender por que essa é uma carreira tão promissora e quanto ganha um profissional que está ingressando nela agora.Leia mais... Veja Mais

Ministro dominicano morre após ser baleado em seu gabinete

em - Internacional O ministro do Meio Ambiente da República Dominicana, Orlando Jorge Mera, morreu baleado nesta segunda-feira em seu gabinete, supostamente por um amigo, que foi detido.Advogado e político, Jorge Mera, 55, era filho do ex-presidente dominicano Salvador Jorge Blanco (1982-1986) e chefiava o ministério desde agosto de 2020."As informações que temos até o momento indicam que, na manhã de hoje [segunda-feira], o ministro de Meio Ambiente perdeu a vida ao ser atacado em seu gabinete com uma arma de fogo", disse o porta-voz da presidência, Homero Figueroa."Miguel Cruz, a pessoa identificada como autora do disparo, era amigo do falecido ministro. O responsável se encontra sob custódia da polícia nacional e do Ministério Público", acrescentou.Cruz, o suposto atirador, era "um amigo de infância que (o ministro) recebeu em seu gabinete. As circunstâncias do fato e sua consequente investigação estão nas mãos das autoridades competentes", comunicou a família.Segundo fontes do ministério, que pediram para não ser identificadas, Cruz entrou na reunião semanal de Mera com seus vice-ministros e abriu fogo. Por ser amigo da vítima, Cruz não teve problemas para entrar na sede do ministério, em Santo Domingo.Cruz era um empresário supostamente afetado por políticas do ministro, segundo fontes ligadas ao caso. O funcionário aplicava uma política de "tolerância zero". "Em nossa gestão, trabalharemos pelo uso responsável dos recursos naturais, pela proteção e conservação dos ecossistemas, pela redução da poluição e pela gestão eficaz dos resíduos sólidos", afirmou, ao assumir o cargo."Estamos consternados com a situação apresentada na manhã deste segunda-feira no Ministério de Meio Ambiente e Recursos Naturais", publicou a pasta mais cedo no Twitter. Após o incidente, o prédio foi esvaziado por autoridades. Veja Mais

Série final empatada, viagem a Boston: como Warriors e Celtics devem jogar! | Na Quadra de Casa #122

Série final empatada, viagem a Boston: como Warriors e Celtics devem jogar! | Na Quadra de Casa #122

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #NBA #WARRIORS #CELTICS Veja Mais

Marcelo Queiroga se vacina com a quarta dose contra a covid-19

O Tempo - Política Ministério da Saúde já liberou a aplicação da quarta dose para quem tem mais de 50 anos de idade e profissionais de saúde Veja Mais

Minas e Energia - Discussão e votação de propostas - 01/06/2022

Minas e Energia - Discussão e votação de propostas - 01/06/2022

Câmana dos Deputados TEMA: "Discussão e Votação de Propostas." LOCAL: Anexo II, Plenário 14 HORÁRIO: 09h A - Requerimentos: 1 - REQUERIMENTO Nº 14/2022 - do Sr. Heitor Freire - que "requer o encaminhamento de Pedido de Informações ao Ministro de Minas e Energia para que disponibilize a esta comissão os relatórios de atividades enviados pelos titulares das concessões de lavras no município de Paracatu, Minas Gerais". 2 - REQUERIMENTO Nº 34/2022 - do Sr. Padre João - que "requer a realização de audiência pública para discutir a mineração de urânio e fosfato no Ceará e no Brasil e, seus impactos para o meio ambiente, a saúde pública e o desenvolvimento regional" 3 - REQUERIMENTO Nº 36/2022 - do Sr. Pedro Lucas Fernandes - que "requer a criação de subcomissão especial no âmbito desta Comissão de Minas e Energia - CME, para tratar da exploração e produção de petróleo na Margem Equatorial brasileira (MEQ)". 4 - REQUERIMENTO Nº 37/2022 - do Sr. Filipe Barros - que "requer a realização de Audiência Pública conjunta entre a Comissão de Minas e Energia e a Comissão de Finanças e Tributação para debater o fundo de investimento destinado a financiar projetos de crédito de carbono". B - Proposições Sujeitas à Apreciação Conclusiva pelas Comissões: TRAMITAÇÃO ORDINÁRIA 5 - PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 3/2019 - do Sr. José Nelto - que "propõe que a Comissão de Minas e Energia realize ato de fiscalização no Ministério de Minas e Energia, Eletrobrás e BNDES para verificar a adequação do processo de privatização da Companhia Energética de Goiás - CELG". RELATOR: Deputado LÉO MORAES. RELATÓRIO FINAL: pelo encerramento e arquivamento. ... Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65417 Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

'Sandman' ganha novo trailer e estreia no dia 5 de agosto

G1 Pop & Arte Série baseada nos quadrinhos de Neil Gaiman vai ter dez episódios. Assista ao trailer de 'Sandman' A série "Sandman", baseada nos quadrinhos de Neil Gaiman, ganhou um trailer novo nesta segunda-feira (6) e uma data de estreia. A produção vai ser lançada na Netflix no dia 5 de agosto. Assista ao vídeo acima. A produção, que conta com supervisão do quadrinista britânico, vai ser estrelada por Tom Sturridge e terá dez episódios. Nela, o ator interpreta Sonho, membro de uma família entidades que personificam forças naturais do universo. A história começa quando o protagonista finalmente consegue se libertar após passar séculos aprisionado por acidente, que causa uma série de incidentes entre suas criações e a humanidade. Além de mostrar mais da trama, a prévia ainda apresenta pela primeira vez os personagens Johanna Constantine (Joana Coleman), que nas HQs é uma antepassada do detetive sobrenatural John Constantine, e Coríntio (Boyd Holbrook). Novos pôsteres de 'Sandman' Divulgação Veja Mais

VIVA O ESPORTE - 07/06/2022 | AO VIVO | BANDSPORTS

VIVA O ESPORTE - 07/06/2022 | AO VIVO | BANDSPORTS

Band Sports #VivaOEsporte​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​ de segunda a sexta, a partir das 10h15, com Stephano Alba. Aprenda mais sobre saúde, bem-estar e esporte! Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos siga também nas redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports​ Twitter: https://twitter.com/bandsports​​​​​​​ Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV​​ Veja Mais

Homem invade prédio e mata ministro a tiros na República Dominicana

O Tempo - Mundo Miguel Cruz era dado como amigo do ministro Orlando Jorge Mera, que também era filho do ex-presidente Salvador Jorge Blanco, que governou o País caribenho nos anos 1980 Veja Mais

Brasil trabalha implantação do 5G, mas 4G ainda não chegou a toda população

O Tempo - Política A quarta geração de internet móvel, usada em celulares, chegou ao Brasil em 2012, mas ainda não tem boa cobertura em alguns locais Veja Mais

Mulher rastreia namorado, descobre traição e o mata atropelado

 Mulher rastreia namorado, descobre traição e o mata atropelado

em - Internacional Nos Estados Unidos, uma mulher foi presa após atropelar e matar intencionalmente seu namorado, nessa sexta-feira (3/6). Ao descobrir uma traição, Gaylyn Morris, 26 anos, usou um aplicativo para espionar André Smith e segui-lo. A mulher avançou com seu carro sobre a vítima.Morris chegou a jogar uma garrafa de vinho na amante do seu cônjuge, mas o objeto foi desviado por Smith. Os três foram expulsos do bar, o confronto seguiu do lado de fora, até o momento que a mulher resolveu usar seu carro para passar por cima do namorado.Os médicos declararam o homem morto no local. Veja Mais

Venom da DC? Lanterna Verde enfrenta alienígenas simbiontes em nova HQ

canaltech O Lanterna Verde, sendo um herói da DC que tem muita conexão com o espaço, já enfrentou uma grande quantidades de adversários alienígenas — mas talvez nenhum seja tão devastador e assustador quanto o que muitos fãs estão chamando da versão da casa do Superman do Venom, famoso adversário do Homem-Aranha, da Marvel. DC admite que retorno de Barry Allen estragou a trajetória de Wally West Kryptonita? Lanternas Verdes poderiam matar Superman de outro jeito O vilão em questão é introduzido em Justice League: Road to Dark Crisis #1, edição que mostra como o universo da DC está após a aparente morte da Liga da Justiça em Justice League #75. A narrativa resumida é que, sem a principal equipe de heróis da editora, à Terra está em risco constante, com diversos alienígenas se aproximando do planeta com diversos objetivos, variando de conquistar o planeta até mesmo utilizá-lo como ambiente para multiplicação da raça extraterrestre, como no caso da criatura que lembra o Venom. Essa criatura, antes de chegar na Terra, estava sendo perseguida por Hal Jordan, um dos mais famosos Lanterna Verdes. Durante a corrida para pegar o vilão, Jordan tenta se comunicar com seus colegas da Liga, mas eles não respondem, já que os eventos que os levaram para suas aparentes mortes já haviam ocorrido, sem que o herói esmeralda soubesse. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- A perseguição acaba com a criatura entrando na Terra e indo para o fundo do oceano, sofrendo uma mutação para virar a criatura que se assemelha com o Venom — ao mesmo tempo que se multiplica. Terminado o processo, ela segue diretamente para Atlântida, e é então que Aqualad, o parceiro do Aquaman, defendendo sua cidade, percebe que o alien, na verdade, é um parasita, que está dominando algum ser vivo. O alienígenas e suas várias cópias chegam em Atlântida. (Imagem: Reprodução/DC Comics Com a ajuda de Jordan, que também chegou para continuar seu embate com o alienígena, Aqualad consegue separar o parasita e o ser vivo, também derrubando no processo as criaturas multiplicadas. Respirando aliviados, eles percebem que escaparam de um verdadeiro perigo, já que o vilão parecia ser capaz de muito mais do que eles puderam presenciar. O terror de Hal Jordan em tentar impedir o alienígena, enquanto estava no fundo do mar sem ter boa parte de sua capacidade de movimentação normal, faz com que o novo vilão, ainda não nomeado, se mostre um verdadeiro perigo — o que o coloca também como um bom análogo do Venom da Marvel, que além de também ser um extraterrestre que utiliza o corpo de outros seres vivos para poder realizar suas atividades, em suas aparições como vilão causa um verdadeiro senso de desespero nos heróis da Casa das Ideias. Assine Amazon Kindle Unlimited por apenas R$ 19,90/mês e tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais! Ainda não sabemos se a nova criatura da DC voltará a aparecer, mas considerando o desespero que ela causou nos heróis que se deparam com ela, talvez Justice League: Road to Dark Crisis #1 esteja preparando o cenário para introduzir uma ameaça nova para o universo da editora — e se esse for o caso, a primeira impressão foi bem forte. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Top Gun: Maverick | O que é a velocidade de Mach 10 que o personagem alcança? Stranger Things | 6 questões que precisam de resposta no final da 4ª temporada Grupo ligado à SpaceX investe no desenvolvimento de um motor de dobra Após banir home office, Elon Musk pede demissões e freia contratações na Tesla Pesquisa experimental leva à remissão de câncer em todos os pacientes envolvidos Veja Mais

Tencent, maior empresa de games do mundo, anuncia presença oficial no Brasil com escritório no país

G1 Pop & Arte Multinacional chinesa é dona de desenvolvedoras responsáveis por 'League of Legends' e 'PUBG Mobile'. Level Infinite, divisão internacional de games da gigante, vai ser representante no país. Cerca de 12 mil pessoas assistiram a final do CBLoL no estádio Allianz Parque, em 2015 Leonardo Benassatto/Futura Press/Estadão Conteúdo A Tencent, maior empresa de games do mundo, anunciou nesta segunda-feira (6) que vai ter presença oficial no Brasil com a abertura de um escritório no país e equipe nacional. A multinacional chinesa é dona de desenvolvedoras de jogos extremamente populares com o público brasileiro, como "League of Legends" e "PUBG Mobile". A contratação de um líder para as operações locais vai acontecer ainda em junho. A chegada ao país acontece com a Level Infinite, divisão internacional de games do conglomerado, fundada em dezembro de 2021 para expandir suas atividades ao redor do mundo. "Com base nosso histórico de sucesso com diversos games e marcas originais, estamos muito animados tanto em fortalecer nossa presença na América Latina quando em aprofundar nossos laços de longa data com o Brasil, para trazer uma experiência ainda melhor em games com ainda mais conteúdo localizado para os jogadores", diz em comunicado o gerente geral de publicação global e esports globais da Tencent Games, Vincent Wang. No comunicado, a empresa também afirma que tem interesse no país por causa de seu "potencial de crescimento de mercado" e que reconhece "a importância do país e de seu mercado jovem, dinâmico e tecnicamente experiente". Veja Mais

Como recuperar e-mail apagado do Gmail

canaltech Descobrir como recuperar um e-mail apagado do Gmail, pode ser um alívio para quem estava limpando a caixa de entrada — especialmente quando apagamos algo importante sem querer. Isso porque o Gmail permite que você recupere e-mail enviado para a lixeira. No entanto, quando uma mensagem é excluída ela permanece na lixeira por apenas 30 dias. Como criar uma conta no Google Como sair e desconectar a conta do Google Isso significa que existe uma janela de oportunidade para recuperar e-mails apagados antes deles serem excluídos definitivamente. Caso você queira encontrar um e-mail excluído recentemente do Gmail, você pode navegar por filtros e localizá-lo com facilidade na aba "Lixeira". Nesta matéria, veja como recuperar um e-mail apagado do Gmail! Acesse o Gmail (Web); Clique na categoria "Lixeira"; Em seguida, clique com o botão direito sobre o e-mail que deseja recuperar; Feito isso, é só clicar em "Mover para caixa de entrada". Clique em "Mover para a caixa de entrada" para recuperar um e-mail apagado (Captura de tela: Canaltech/Felipe Freitas) Como recuperar e-mail apagado do Gmail no celular Acesse o app do Gmail (Android | iOS); Toque no ícone de menu lateral; Em seguida, toque na categoria "Lixeira"; Nessa página, selecione o e-mail que você deseja recuperar; Então, toque no ícone de três pontinhos para ver mais opções; Feito isso, é só tocar em "Mover" e depois selecionar a categoria "Principais". Você pode recuperar e-mails excluídos acessando a categoria "Lixeira" (Captura de tela: Canaltech/Felipe Freitas) Acessando a lixeira também é possível filtrar seus e-mails por data, anexo, remetente e até mesmo intervalo. Tais filtros podem ajudar bastante na procura por e-mails específicos caso você costume esvaziar sua caixa de entrada com frequência. Além disso, caso você tenha excluído uma conta Google recentemente, também é possível recuperá-la e até mesmo migrar seus contatos e mensagens para outra conta Google. Gostou dessas dicas? Compartilhe essa matéria com seus amigos! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Top Gun: Maverick | O que é a velocidade de Mach 10 que o personagem alcança? Stranger Things | 6 questões que precisam de resposta no final da 4ª temporada Grupo ligado à SpaceX investe no desenvolvimento de um motor de dobra Após banir home office, Elon Musk pede demissões e freia contratações na Tesla Pesquisa experimental leva à remissão de câncer em todos os pacientes envolvidos Veja Mais

JOÃO GUILHERME: "DIEGO ALVES DESCOBRIU QUE NÃO ESTARIA NO BANCO DO FLAMENGO MINUTOS ANTES DO JOGO"

JOÃO GUILHERME:

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Flamengo #PauloSousa #DiegoAlves Veja Mais

Junta militar do Mali fixa prazo de 2 anos para retorno de civis ao poder

em - Internacional A junta militar no poder no Mali estabeleceu, nesta segunda-feira (6), um prazo de quase dois anos, até março de 2024, para entregar o comando do país novamente aos civis.O líder da junta, o coronel Assimi Goita, assinou um decreto que determina que "a duração da transição é fixada em 24 meses, [a partir] de 26 de março de 2022", segundo o documento lido em uma transmissão da emissora de televisão estatal.O anúncio acontece um dia depois da reunião de cúpula da Comunidade Econômica de Estados da África Ocidental (CEDEAO), que impôs, em 9 de janeiro, sanções financeiras e econômicas estritas ao Mali para forçar a junta a devolver o poder em um calendário "aceitável".Os militares que deram o golpe em agosto de 2020 haviam abandonado seu compromisso inicial de entregar o comando do país, afundado em uma crise de segurança, política e humanitária desde 2012, após as eleições que estavam programadas para fevereiro. Além disso, no início deste ano, eles indicaram que pretendiam ficar mais cinco anos no poder.No entanto, antes da cúpula da CEDEAO, os militares malineses reduziram suas pretensões para 24 meses, embora a comunidade econômica tenha consentido com um máximo de 16 meses. Veja Mais

Secretários são convocados pela ALMG para explicar licença na Serra do Curral

O Tempo - Política Audiência acontece nesta terça-feira (7) com titulares das pastas de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Veja Mais

Homem é morto nos EUA por tiro acidental de seu filho de dois anos

em - Internacional O disparo acidental de uma criança de dois anos levou à morte de seu pai no estado americano da Flórida. Seus pais haviam deixado a arma carregada sem monitoramento, informaram as autoridades locais nesta segunda-feira (6).Em 26 de maio, a polícia foi até a residência da vítima, perto da cidade de Orlando, após receber uma chamada de emergência.Ao chegar, os agentes se depararam com uma mulher, Marie Ayala, fazendo massagem cardíaca em seu marido, Reggie Mabry, que havia sido baleado.O homem de 26 anos morreu pouco depois no hospital, e em um primeiro momento a polícia pensou que se tratava de um suicídio, explicou em coletiva de imprensa o xerife do condado de Orange, John Mina.Mas o mais velho dos três filhos, um menino de cinco anos, informou aos agentes que foi seu irmão de dois anos quem havia disparado a arma de fogo, acrescentou o xerife.O pequeno encontrou a pistola em uma bolsa que Mabry havia deixado no chão e atirou em direção ao pai, que estava jogando no computador, segundo documentos judiciais.Toda a família - o casal, os dois meninos e uma bebê de cinco meses - estava no único quarto da casa quando tudo aconteceu.Mabry e Ayala estavam em liberdade condicional após cometerem delitos de negligência infantil e consumo de narcóticos, de acordo com Mina.Depois da morte de seu marido, a polícia prendeu Ayala, de 28 anos, por homicídio culposo, posse de arma de fogo por um criminoso condenado e violação de liberdade condicional."Agora essas crianças perderam seus pais, seu pai está morto, sua mãe está presa e um menino tem que viver sabendo que atirou contra seu pai", declarou o xerife. Veja Mais

A Voz do Brasil - Medidas para baixar valor das contas de luz estão na pauta da semana - 06/06/22

A Voz do Brasil - Medidas para baixar valor das contas de luz estão na pauta da semana - 06/06/22

Câmana dos Deputados RÁDIO CÂMARA - Confira nesta edição, entre outros assuntos: ✔️Medidas para baixar valor das contas de luz estão na pauta da semana ✔️Deputados cobram mais apoio para pequenos agricultores ✔️Proposta pretende bloquear bens de agressor enquadrado na Maria da Penha Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Neve Campbell diz que não estará em 'Pânico 6'

O Tempo - Diversão - Magazine "Senti que a oferta que me foi apresentada não equivale ao valor que eu trouxe para a franquia", explicou a atriz Veja Mais

Principal bloco político civil se nega a dialogar com o exército no Sudão

em - Internacional O principal bloco político civil do Sudão afirmou nesta segunda-feira (6) que não irá dialogar com os militares no poder, em um país imerso em uma profunda crise desde o golpe de Estado de outubro de 2021.As forças da Liberdade e Mudança (FLC), que encabeçaram a revolta que derrubou Omar al Bashir em 2019, após 30 anos de ditadura, disseram que receberam um convite da ONU, da Organização Africana e da organização regional da África Oriental IGAD para uma "reunião técnica" com o exército na próxima quarta-feira.Mas indicaram em um comunicado que não participariam no diálogo.Qualquer processo político deve ter como objetivo "pôr fim no golpe de Estado e estabelecer uma autoridade civil democrática", disseram as FLC. "Isso não pode ser feito inundando este processo com partidos que representam o grupo golpista ou ligado ao antigo regime", acrescentou.Após a queda de al Bashir, as FLC firmaram um acordo com o exército que marcou o início de um período de transição e previu uma divisão de poder entre civis e militares. O processo deveria levar a eleições.Mas, em 25 de outubro de 2021, um golpe liderado pelo chefe do exército, o general Abdel Fattah al Burhan, interrompeu o processo de transição.Desde o golpe de Estado, a comunidade internacional fez da volta dos civis ao poder uma condição imprescindível para a retomada da ajuda ao Sudão, um dos países mais pobres do mundo.Também pedem que acabe com a repressão, que deixou 100 manifestantes pró-democracia mortos desde 25 de outubro.Na segunda-feira, outro manifestante morreu durante um novo protesto contra o golpe perto de Cartum, a capital, segundo um grupo de médicos. Veja Mais

'Euphoria' e 'Homem-Aranha' vencem premiação da MTV

O Tempo - Diversão - Magazine O ator norte-americano Jack Black, 52, por sua vez, foi homenageado pela emissora por sua carreira Veja Mais

Bored Ape: Yuga Labs é hackeada e perde US$ 360 mil em NFTs

Bored Ape: Yuga Labs é hackeada e perde US$ 360 mil em NFTs

Tecmundo A Yuga Labs, criadora do token não fungível (NFT) Bored Ape Yacht Club (BAYC), confirmou nesta segunda-feira (6) que foi alvo de mais um ataque cibernético em seu servidor no Discord. O invasor roubou 200 ether (ETH) em ativos digitais, o equivalente a mais de R$ 1,7 milhão pela cotação do dia.O ciberataque aconteceu depois que o gerente de comunidade do projeto, Boris Vagner, teve a sua conta do Discord hackeada. A partir daí, o invasor utilizou o perfil para distribuir links de phishing nos canais oficiais do BAYC e Otherside, projeto de metaverso do NFT do macaco.Leia mais... Veja Mais

'Ama o Brasil': saiba quem é Dom Phillips, jornalista desaparecido na Amazônia

O Tempo - Mundo Cunhado do repórter afirmou, em post, que o profissional dedicou a carreira à cobertura dos problemas na Amazônia Veja Mais

EUA lançam plano para atrair de volta turistas estrangeiros

em - Internacional Em um esforço para recuperar bilhões de dólares em receita do turismo perdidos durante a pandemia, o governo dos Estados Unidos lançou nesta segunda-feira um plano para atrair 90 milhões de viajantes internacionais por ano.O plano de cinco anos visa a adicionar empregos e captar US$ 279 bilhões por ano em gastos dos turistas, informou o Departamento do Comércio. "O impacto da Covid-19 afetou nossa economia nacional e local, mas também nos apresentou uma oportunidade única de moldar uma indústria de viagens e turismo mais inclusiva, igualitária, sustentável e resiliente", destacou a secretária do Comércio, Gina Raimondo.Antes da pandemia, viagens e turismo geravam um superávit comercial de US$ 53,4 bilhões e eram responsáveis por 1 milhão de empregos nos Estados Unidos, segundo a secretária. Em 2019, quase 80 milhões de estrangeiros visitaram o país e contribuíram com quase US$ 240 bilhões para a economia, mas isso caiu mais da metade em 2020.Com ampla disponibilidade de vacinas, as chegadas mensais do exterior aumentaram para mais de 2 milhões em abril de 2022, acima dos 775.000 em outubro de 2021. Isso significa que as viagens internacionais geraram um superávit comercial em cada um dos últimos cinco meses, um indicador positivo de que o setor caminha para a recuperação, segundo a secretária. A Estratégia Nacional de Viagens e Turismo, de cinco anos, irá se concentrar em aumentar a promoção de destinos domésticos e melhorar a comunicação sobre o status e os requerimentos sanitários. Também oferecerá ajuda às autoridades locais para melhorar a infraestrutura de locais turísticos e oferecer mais opções de viagens ecológicas, além do uso da tecnologia para facilitar as viagens em termos de segurança."Nossa nova estratégia aproveita o melhor do que os setores público e privado oferecem, o que irá promover empregos, recuperar a receita perdida e inspirar experiências inesquecíveis", afirmou Gina. Veja Mais

Boris Johnson permanece no cargo mas fica enfraquecido após voto de desconfiança

em - Internacional O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, abalado pelo escândalo das festas em Downing Street durante os confinamentos da pandemia, sobreviveu nesta segunda-feira (6) a um voto de desconfiança do Partido Conservador, o que garantiu sua permanência no cargo, mais o deixou enfraquecido.Ele estava ameaçado pelo 'partygate' há cerca de dois meses, porém parecia estar a salvo devido à mudança de foco pela guerra na Ucrânia.Para concretizar a votação eram necessários pedidos por carta de pelo menos 15% dos 359 deputados da maioria conservadora, ou seja 54, o que foi alcançado no domingo, anunciou nesta segunda-feira Graham Brady, presidente do comitê que administra a bancada parlamentar conservadora.Mas somente 148 dos 359 conservadores votaram contra o primeiro-ministro, que obteve 211 votos favoráveis.Antes, Johnson, de 57 anos, conhecido por seu talento para o escapismo político, conversou com suas bancadas a portas fechadas em uma sala do Parlamento de Westminster, na tentativa de convencê-las."Em muitas ocasiões foi dito que eu estava acabado. Mas consegui restabelecer a confiança. Parem de falar de Westminster e comecem a falar das pessoas que nos colocaram aqui", disse ele, segundo um de seus assessores."A conquista desta noite é gigante [...] o melhor está por vir", acrescentou, segundo a mesma fonte, insinuando uma próxima redução de impostos, medida muito popular em um momento de inflação disparada que afeta muitas famílias.- 'O início do fim' -Segundo uma pesquisa relâmpago realizada pela YouGov com 506 membros do Partido Conservador, 42% queriam a destituição de Johnson e 53% preferiam que ele permanecesse.Uma vez que ele saiu vitorioso, não será possível uma nova votação semelhante durante um ano. No entanto, o alto número de parlamentares que se expressaram contra Johnson representa seu enfraquecimento. "A história nos diz que este é o princípio do fim", afirmou o líder da oposição trabalhista, Keir Starmer, à radio LBC. "Se observarem os exemplos anteriores de votos de desconfiança, incluindo quando os primeiros-ministros conservadores sobreviveram [...], o dano já está feito e normalmente eles caem razoavelmente rápido", lembrou, em alusão aos casos de Margaret Thatcher e Theresa May.Em breve, uma comissão parlamentar deve investigar se Johnson mentiu à Câmara dos Comuns quando em dezembro, quando garantiu que não houve festas em seu gabinete e que as normas anticovid não foram violadas. Segundo o código de conduta oficial, enganar o Parlamento é motivo de destituição, se ficar demonstrado que isso foi feito para resistir à pressão da oposição em suas próprias fileiras.O Partido Conservador tem um histórico implacável com seus líderes que deixaram de ter apelo eleitoral - incluindo Margaret Thatcher - e Johnson, que chegou ao poder de modo triunfal em 2019 quando a enfraquecida Theresa May se viu forçada a renunciar mesmo tendo superado um voto de desconfiança, sabe bem disso.- Vaiado pela multidão-A promessa de um Brexit que parecia impossível levou Johnson ao cargo que desejou a vida toda, mas agora, considerado um "mentiroso" pela maioria dos britânicos, vê sua popularidade cair e, na semana passada, foi vaiado pela multidão durante um ato do jubileu da rainha. Por algum tempo, a falta de um sucessor contou a seu favor. Porém, um relatório interno sobre o "partygate", publicado em 25 de maio, atribuiu as múltiplas violações das regras anticovid aos "altos funcionários envolvidos". E reacendeu a raiva dos rebeldes conservadores contra seu líder. Johnson, que só recebeu uma multa por ter participado de uma festa em seu aniversário de 56 anos, pediu desculpas, garantido que "não lhe ocorreu" que o breve encontro "poderia constituir uma violação das regras". Ele rejeitou os pedidos de renúncia da oposição e de alguns de seus deputados, garantindo que tinha que seguir em frente com "prioridades", como a guerra na Ucrânia e a crescente crise sobre o custo de vida. Mas ele não convenceu muitos, como John Penrose, seu "czar anticorrupção" que renunciou nesta segunda-feira, considerando "bastante claro que [Johnson] quebrou" o código de conduta oficial e que também deveria sair. Veja Mais

Cosplayer cria versão feminina do Skull Kid de Zelda: Majora's Mask

Cosplayer cria versão feminina do Skull Kid de Zelda: Majora's Mask

Tecmundo Ao longo dos anos, The Legend of Zelda: Majora's Mask se tornou um dos títulos mais queridos da franquia. Consequentemente, a figura do vilão Skull Kid se tornou icônica e adorada pelos fãs até hoje. Nos últimos dias, a cosplayer Suteroozu tem postado várias fotos e vídeos da sua versão do personagem. Confira:Uma publicação compartilhada por Stephanie (@suteroozu)Leia mais... Veja Mais

Caged: Minas criou 20 mil vagas de trabalho com carteira assinada em abril

O Tempo - Política No acumulado deste ano, Minas Gerais já criou 78.443 postos de trabalhos formais; saldo no mês teve também 8.667 vagas a mais que o verificado em igual mês de 2021 Veja Mais

Apple Watch vai medir fibrilação atrial e lembrar horário de tomar remédio

 Apple Watch vai medir fibrilação atrial e lembrar horário de tomar remédio

em - tecnologia  A Apple anunciou, durante a "WWDC 2022" (Worldwide Developer Conference), a conferência anual para desenvolvedores, nesta segunda-feira (6/6), a nova versão do Apple Watch, o watchOS 9. A nova versão terá recursos como um histórico de fibrilação atrial.  O recurso já foi aprovado pela FDA (Food and Drug Administration), a Anvisa norte-americana, e servirá para medir quando a frequência cardíaca estiver irregular. Além disso, será possível compartilhar os dados com um médico.A nova versão também trará opção para lembrar o usuário de tomar medicamentos e poderá fazer uma correlação dos dados aferidos com o uso de remédios. Para os usuários do Apple Fitness, a nova versão também trará melhorias, como novas opções de workouts.  Além disso, o watchOS 9 será mais personalizado, com quatro novas faces: Lunar, que retrata a relação entre o calendário gregoriano e o calendário lunar; Astronomy, uma versão com o mapa estelar; Playtime, uma versão dinâmica e divertida; e Metropolitan, um relógio clássico. Ainda não há data de quando a nova versão estará disponível.     Veja Mais

Diablo Immortal: vídeo compara gráficos no PC e no smartphone

Diablo Immortal: vídeo compara gráficos no PC e no smartphone

Tecmundo Na semana passada, Diablo Immortal foi finalmente lançado — após cerca de três anos de espera — e já está disponível tanto no computador quanto para celulares. Mas como o visual se compara nas duas plataformas? Agora é possível conferir uma análise detalhada dos dois!Em um vídeo publicado nesta segunda-feira (6), o youtuber ElAnalistadeBits faz uma comparação gráfica do título, usando um smartphone Galaxy S21, em resolução 1080p, e um computador com placa de vídeo RTX 3080, em 4K.Leia mais... Veja Mais

Dois suspeitos de corrupção de Estado na África do Sul são detidos nos Emirados

em - Internacional Os Emirados Árabes Unidos prenderam dois suspeitos da família Gupta, centro de um grande escândalo no qual está envolvido o ex-presidente sul-africano Jacob Zuma, informou o ministério da Justiça nesta segunda-feira (6)."O ministério da Justiça e Serviços e Penitenciários confirma que recebeu a informação das autoridades dos Emirados Árabes Unidos (EAU) de que os fugitivos Rajesh e Atul Gupta foram detidos", indicou a pasta em um comunicado.A África do Sul busca levar à Justiça os três irmãos e empresários de origem indiana, Ajay, Atul e Rajesh Gupta, acusados de desviar recursos públicos durante o mandato de Jacob Zuma (2009-2018). Em 2016, um relatório detalhou como os irmãos, muito próximos de Zuma, conseguiram contratos públicos lucrativos e participaram na gestão dos assuntos de Estado, entre eles a nomeação de ministros. Mas o trio fugiu da África do Sul em 2018, pouco depois da criação de uma comissão para investigar a corrupção durante os anos de Zuma no poder.Em fevereiro do mesmo ano, Zuma renunciou. Em julho, o ex-presidente foi condenado a 15 meses de prisão por ter se negado, em várias ocasiões, a comparecer diante à comissão.Mas em setembro, depois cumprir dois meses da pena, recebeu liberdade condicional por motivos médicos. Zuma ainda enfrenta acusações de corrupção. Uma parte do relatório da comissão, publicado em abril, afirmou que "está claro que desde o início de seu primeiro mandato, o (ex) presidente Zuma estava disposto a fazer tudo que os Gupta queriam que fizesse por eles".Em julho, a Interpol - a Organização Internacional de Policia Criminal - publicou um alerta de busca internacional contra Atul e Rajesh Gupta. Veja Mais

Insegurança alimentar pode atingir mais 7,8 milhões nas Américas

O Tempo - Mundo México, Colômbia, Brasil e Paraguai encabeçam lista de países com piora nos índices nutricionais, conforme relatório da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) Veja Mais

The Boys: quem é a Condessa Escarlate? Conheça sua origem e poderes!

The Boys: quem é a Condessa Escarlate? Conheça sua origem e poderes!

Tecmundo A 3ª temporada de The Boys foi lançada na última sexta-feira (3) pelo Amazon Prime Video. Com muitas novidades para o público, incluindo um episódio musical, e dando sequência à narrativa envolvente que todos já conhecem, a produção apresentou o grupo Payback logo em seu episódio de estreia. Sendo uma paródia dos Vingadores, da Marvel, entre os novos heróis está a Condessa Escarlate (Crimson Countess, no original).Esse nome não te remete a uma outra personagem muito familiar? Pois é, além de introduzir o famigerado Soldier Boy (interpretado por Jensen Ackles) à trama — que, sem dúvidas, é uma paródia do Capitão América —, a Condessa Escarlate (Laurie Holden) surgiu como uma espécie de Wanda Maximoff. Leia mais... Veja Mais

Amazônia: jornalista e especialista desaparecem após ameaças

O Tempo - Mundo Dom Phillips e Bruno Pereira sumiram após reuniões com indígenas sobre invasões de garimpeiros. Eles deveriam ter chegado a Atalaia do Norte (AM) nesse domingo Veja Mais

RAFINHA REVELA 'GRUPO' COM JOGADORES DO FLAMENGO DE 2019 E FALA DE JORGE JESUS | Bola da Vez

RAFINHA REVELA 'GRUPO' COM JOGADORES DO FLAMENGO DE 2019 E FALA DE JORGE JESUS | Bola da Vez

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Flamengo #Libertadores #JorgeJesus Veja Mais