Meu Feed

No mais...

Democracia é 'ingrediente essencial' para as Américas, diz Biden na abertura da Cúpula

em - Internacional O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, exortou os líderes da América Latina e do Caribe a se unirem e demonstrarem que a democracia "é o ingrediente essencial para o futuro", abrindo a Cúpula das Américas em Los Angeles, marcada pelo boicote de vários líderes."Nossa região é grande e diversificada. Nem sempre concordamos em tudo, mas em uma democracia abordamos nossas divergências com respeito mútuo e diálogo", discursou.Esta cúpula é marcada pela ausência de alguns chefes de Estado, particularmente os do México, Guatemala, Bolívia e Honduras.O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, critica a Casa Branca por ter excluído os governos de Cuba, Nicarágua e Venezuela, que Washington não convidou por considerar que não cumprem os padrões democráticos."A democracia é uma marca da nossa região", como consta na Carta Democrática Interamericana, disse o presidente durante abertura da cúpula, marcada por música e pela participação de jovens e crianças.Biden exortou os participantes a se unirem "em torno de ideias ousadas, ações ambiciosas e demonstrar ao nosso povo que o incrível poder das democracias oferece benefícios concretos e melhora a vida de todos"."Não é mais apenas uma questão de o que os Estados Unidos farão pelas Américas? A questão é o que podemos alcançar trabalhando juntos como verdadeiros parceiros com diversas habilidades, mas com respeito mútuo e igual, reconhecendo nossa soberania individual e nossa responsabilidades", continuou.Desde que chegou à Casa Branca em janeiro de 2021, Biden insistiu que a América Latina não é o quintal dos Estados Unidos.Durante o discurso, o presidente americano enfatizou o anúncio de uma parceria das Américas para a prosperidade econômica a fim de promover um crescimento mais inclusivo na região.Ele também mencionou a Declaração sobre migração que planeja adotar na sexta-feira, com uma abordagem "inovadora", para gerenciar o problema e compartilhar responsabilidades."Representa um compromisso mútuo de investir em soluções regionais que melhorem a estabilidade" e "aumentem as oportunidades de migração segura e ordenada", bem como reprimir o tráfico de pessoas. Veja Mais

Polícia não descarta nenhuma hipótese sobre desaparecidos na Amazônia

em - Internacional Autoridades continuavam nesta quarta-feira as buscas ao jornalista britânico e ao indigenista desaparecidos há mais de três dias na Amazônia, sem descartar "nenhuma linha investigativa", incluindo homicídio, em uma região com forte presença do narcotráfico.Apesar do tempo transcorrido desde o seu desaparecimento, a polícia e as Forças Armadas tentam encontrar rastros do jornalista Dom Phillips, 57, e do especialista Bruno Pereira, 41, e têm esperança de encontrá-los com vida."Até o momento, falamos em desaparecimento", ressaltou Eduardo Alexandre Fontes, superintendente da Polícia Federal no estado do Amazonas (norte do Brasil). "Iremos apurar um eventual homicídio, caso tenha ocorrido. Não descartamos nenhuma linha investigativa", acrescentou.Segundo Fontes, a região onde eles desapareceram é "bastante perigosa, com criminalidade intensa e tráfico de drogas transnacional, sobretudo pela faixa de fronteira com Peru e Colômbia, mas sabemos também de garimpo ilegal, da ocorrência de exploração ilegal de madeira e de pesca ilegal".- Um preso e perícias em andamento -Até agora, seis pessoas foram interrogadas e um homem foi detido como suspeito, segundo a polícia, que tenta determinar se ele tem relação com o desaparecimento. Testemunhas disseram que o viram passar em uma lancha em grande velocidade na mesma direção que Phillips e Pereira, depois que eles foram vistos pela última vez. Mas a polícia diz que o homem foi preso porque portava munições de calibre ilegal e drogas. "Estamos fazendo as oitivas para ver se ele tem ligação com o que aconteceu, mas, por enquanto, não temos nada", disse Carlos Mansur, secretário de Segurança do Amazonas. "Já temos material apreendido com suspeita de ter ligação com o fato, mas ainda é tudo uma suspeita. Por enquanto, nosso trabalho forte está nas buscas, temos esperança de encontrá-los vivos.""Estamos com esperança de ter havido algum problema com a embarcação, de ter entrado em um braço de rio, de estarem em algum local da selva", comentou Mansur.A operação naquela área, de difícil acesso, inclui cerca de 250 homens, entre policiais, militares e bombeiros, além de duas aeronaves, drones, 16 barcos e outros veículos, segundo a polícia. Veja Mais

Mia Couto: Africanos não foram só vítimas da colonização, afirma escritor

O Tempo - Diversão - Magazine Moçambicano abre Feira do Livro e defende a complexidade das relações humanas ao lembrar história de genocídio Veja Mais

Plenário – Resumo do dia – Veja como foi – 08/06/22

Plenário – Resumo do dia – Veja como foi – 08/06/22

Câmana dos Deputados Aprovações do Dia: - PLP 62/15: Imposto sobre tarifa adicional de energia; - MP 1102: R$ 480 milhões para socorrer municípios atingidos por chuvas. Veja Mais

Joias da arte sacra do italiano Valadier são descobertas em catedral na Nicarágua

em - Internacional Peças de arte sacra do renomado ourives italiano Luigi Valadier (1726-1785) que se acreditavam perdidas no México foram encontradas na Catedral de León, Nicarágua, anunciou uma fonte eclesiástica nesta quarta-feira.Doze candelabros, dois ostensórios e um cálice, entre outras peças, "são obras do ourives Luigi Valadier ", apontam as primeiras observações do pesquisador e crítico de arte americano Xavier Salomon, feitas para as autoridades da Diocese de León."Acreditava-se que esses objetos sagrados elaborados por Valadier encontravam-se perdidos em algum lugar do México, para onde haviam sido enviados. Hoje se descobre que, ao longo desses séculos, eles foram encontrados servindo e destacando as celebrações litúrgicas e ornamentos da nossa famosa" basílica, expressou a cúria."Todos esses objetos sagrados fazem parte dos tesouros pertencentes à Catedral de León", também conhecida como Catedral da Assunção da Bem-Aventurada Virgem Maria, declarada patrimônio da humanidade pela Unesco em 2011.A Arquidiocese explicou que Salomon chegou à Nicarágua por meio de negociações com a Santa Sé, a fim de descobrir e estudar as joias do "famoso ourives e joalheiro italiano Luigi Valadier". Este último foi "uma das figuras mais proeminentes da arte decorativa, que criava peças impactantes em ouro, prata, pedras preciosas, madeira ou vidro", destacou a cúria, localizada no noroeste do país.Valadier também foi um dos artistas mais requisitados por papas, aristocratas e membros das famílias reais de sua época. Salomon, por sua vez, é um notável estudioso de arte, que trabalha atualmente como vice-diretor do museu Frick, curador-chefe do Peter Jay Sharp e curador do departamento de Pinturas Europeias do Museu Metropolitano de Arte de Nova York. Veja Mais

De Bandeja 8: TUDO IGUAL nas Finais, Klay Thompson 'em falta', Smart chave para os Celtics e mais!

De Bandeja 8: TUDO IGUAL nas Finais, Klay Thompson 'em falta', Smart chave para os Celtics e mais!

Fox Sports Brasil Está chegando mais um episódio do 'De Bandeja'! No programa de hoje, nossos comentaristas analisam a série empatada das Finais da NBA, e as peças que podem mudar o jogo para Warriors e Celtics! Quem vai levar a melhor no jogo 3? Confira com a gente! #NBAFinalsNaESPN ad Sadia Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #NBAFinals #NBA #Warriors #Celtics #ESPNnoStarPlus Veja Mais

Biden e venezuelano Guaidó conversam por telefone durante Cúpula das Américas

em - Internacional O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, conversou por telefone com o líder venezuelano Juan Guaidó na tarde desta quarta-feira (8) em meio à Cúpula das Américas, informaram as assessorias de ambas as partes."O presidente Biden manifestou seu apoio pelas negociações venezuelanas como o melhor caminho para a restauração pacífica das instituições democráticas, eleições justas e livres, e o respeito pelos direitos humanos e as liberdades fundamentais de todos os venezuelanos", disse a Casa Branca em um comunicado.Por sua vez, "Guaidó reafirmou a importância de calibrar permanentemente uma pressão multilateral internacional liderada pelos EUA para uma saída negociada para a crise que resulte em eleições livres, justas e verificáveis", afirmou sua equipe em comunicado enviado à AFP.A chamada telefônica durou cerca de 17 minutos e foi realizada enquanto Biden voltava a Los Angeles para participar da Cúpula, segundo fontes próximas a Guaidó.Washington ratificou que reconhece como presidente em exercício da Venezuela a Guaidó, eleito em 2015 como presidente da Assembleia Nacional, e não Nicolás Maduro, que não foi convidado para o evento.Após mais de duas décadas de tensão política, uma nova tentativa de diálogo entre a oposição e o governo foi iniciada no ano passado, mas Maduro suspendeu as conversas em outubro.Fontes próximas a Guaidó afirmam que há esforços para que o diálogo seja retomado com mediação do Vaticano.Essa semana, o chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, conversou com o cardeal Pietro Parolín para discutir, entre outras coisas, "a importância das negociações entre o regime e a Plataforma Unitária como o melhor caminho para resolver a crise".O presidente dos Estados Unidos reafirmou sua disposição para ajustar a polícia de sanções impostas à Venezuela, dependendo do avanço dessas negociações. Veja Mais

Boric defende 'a responsabilidade fiscal' para uma 'mudança' no Chile

em - Internacional O presidente do Chile, o esquerdista Gabriel Boric, afirmou nesta quarta-feira (8) em um fórum à margem da Cúpula das Américas que a "responsabilidade fiscal" é necessária para qualquer "mudança substancial", e não é "uma coisa de direitos"."Nos comprometemos com uma mudança substancial e as mudanças substanciais tem que ser feitas com responsabilidade fiscal", afirmou durante um discurso na Cúpula Empresarial das Américas."Tenha a plena convicção de que a responsabilidade fiscal, a seriedade fiscal não é uma coisa de direita, não é apenas uma coisa técnica", disse, relembrando que houve muitos problemas desse tipo na América Latina.Segundo ele, a esquerda "tem que abraçar a responsabilidade fiscal porque é a maneira que podemos fazer as coisas bem, é a garantia para poder avançar de forma sustentável ao longo do tempo", sustentou."Temos muitos exemplos em nosso continente de economias frustradas como resultado da irresponsabilidade na gestão da economia; nós vamos ser sérios", insistiu Boric sem nomear nenhum país.Em seu discurso, o presidente se vangloriou dos enormes recursos do seu país, rico em lítio, cobre, vento, terrenos agrícolas e extensos litorais e que "quer apostar fortemente no hidrogênio verde", mas reconheceu que nem tudo é cor de rosa."Não quero vir aqui para vender uma imagem de uma espécie de Éden perdido ou da cidade dos Césares, mas sim que o Chile é um país que também está em turbulência", enfrentando 13 anos de seca, com produtividade estagnada , uma grande desigualdade e a necessidade de diversificar a economia, listou.Para Boric, de 36 anos, que personifica uma mudança geracional na política chilena, é chave fortalecer "o quadro regulamentar e de governo". "Trabalhamos para consolidar o respeito, a defesa e a promoção dos direitos humanos como valores fundamentais independentemente da cor do governo e nisso quero ser muito claro", disse no fórum, onde subtraiu a necessidade de estabelecer "regras do jogo que sejam transparentes e duradouras a longo prazo".A Cúpula das Américas acontece essa semana em Los Angeles em meio ao boicote de vários presidentes latino-americanos, como o mexicano, Andrés Manuel López Obrador, devido à exclusão da Nicarágua, Cuba e Venezuela.O Chile também pediu uma cúpula inclusiva "entre todos e todas, independentemente das diferentes posições", segundo a chancelaria chilena.Boric tem uma reunião bilateral marcada com Biden, para a qual ainda não há data ou hora, segundo a equipe que o acompanha. Com ele divide "uma agenda comum" para "um desenvolvimento onde ninguém fique para trás". Veja Mais

Wall Street fecha em baixa à espera de dados sobre inflação

em - Internacional Wall Street fechou em baixa nesta quarta-feira pela primeira vez em três dias, novamente temendo os dados sobre a inflação, que serão divulgados na próxima sexta-feira e devem ser elevados, segundo a Casa Branca.O índice Dow Jones perdeu 0,81%, a 32.910,90 pontos; o Nasdaq, 0,73%, a 12.086,27 unidades; e o S&P 500, 1,08%, a 4.115,77 pontos. NovavaxDow Veja Mais

Irã desliga câmeras de sítios nucleares e AIEA condena o país por falta de cooperação

em - Internacional A tensão aumentou nesta quarta-feira entre o Irã e as potências ocidentais, depois que a república islâmica desligou câmeras de vigilância instaladas em instalações nucleares e que a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) condenou o país por falta de cooperação.O texto apresentado por Estados Unidos, Reino Unido, França e Alemanha é o primeiro a dirigir uma crítica ao Irã desde junho de 2020 e foi aprovado enquanto as negociações para retomar o acordo nuclear de 2015 se encontram estagnadas.Trinta membros aprovaram a resolução e tanto a Rússia quanto a China votaram contra, segundo dois diplomatas. Índia, Líbia e Paquistão se abstiveram.A resolução insta o Irã a "cooperar" com a agência nuclear da ONU, que lamentou em um recente informe a ausência das explicações "tecnicamente confiáveis" sobre os vestígios de urânio enriquecido encontrados em três usinas nucleares não declaradas.França, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos voltaram à carga à noite, pedindo que Teerã "respeite suas obrigações legais e coopere com a AIEA para esclarecer e resolver totalmente essas questões, sem prazos adicionais".Israel saudou a medida, que considerou "um primeiro e necessário passo para o objetivo de que o Irã cumpra suas obrigações de salvaguardas nucleares".O Irã anunciou um pouco antes o desligamento de algumas câmeras de vigilância, afirmando que as mesmas estavam ligadas como "um gesto de boa vontade", e não por "obrigação", como acreditava a AIEA. "A partir de hoje, as autoridades competentes foram instruídas a desligar o Monitor de Enriquecimento (Olem) e as câmeras do medidor de fluxo do organismo", informou a autoridade nuclear iraniana.O documento não especifica quantas câmeras foram desligadas, embora garanta que "mais de 80% das câmeras existentes no organismo funcionam em aplicação do acordo de salvaguardas e continuarão funcionando".- Sem atividades ocultas -O chefe da organização nuclear iraniana, Mohammad Eslami, afirmou que seu país "não tem atividades nucleares ocultas ou não documentadas, nem locais não declarados", segundo a agência de notícias estatal Irna. "Esses documentos falsos buscam manter a pressão máxima" sobre o Irã, acrescentou, referindo-se às sanções econômicas que Washington voltou a impor quando o então presidente Donald Trump abandonou o acordo nuclear entre o Irã e as potências mundiais, em 2018."Essa decisão recente de três países europeus e dos Estados Unidos ao apresentarem um projeto de resolução contra o Irã é política", criticou Eslami, ressaltando que "o Irã teve uma cooperação máxima com a AIEA". Veja Mais

Presidente Duque preocupado com 'polarização' na Colômbia para escolha de seu sucessor

em - Internacional O presidente da Colômbia, Iván Duque, expressou nesta quarta-feira (8) preocupação com "a demagogia, populismo, pós-verdade e a polarização" que podem assolar seu país, que escolherá seu sucessor nas urnas entre polos opostos."Precisamos de democracias fortes, democracias sólidas, e democracias se tornam sólidas quando há pleno exercício das liberdades e não há ameaça à estabilidade", disse Duque, que participa da Cúpula das Américas em Los Angeles.A Colômbia vai às urnas no dia 19 de junho para escolher entre o senador e ex-guerrilheiro de esquerda Gustavo Petro e a surpresa da campanha, o ex-prefeito e empresário milionário Rodolfo Hernández, em um país que passou recentemente por uma convulsão social.Enquanto Petro propõe fortalecer o Estado, Hernández fala em corte de impostos e burocracia. Ambos aparecem praticamente empatados nas pesquisas."Mais do que falar de viradas, o que me preocupa é demagogia, populismo, pós-verdade, a polarização", afirmou o presidente, que participou de um fórum empresarial antes do encontro que reunirá chefes de Estado de mais de 20 nações nos Estados Unidos."Sempre continuaremos defendendo as liberdades econômicas, defendendo as instituições, e temos que enfrentar todas as ameaças às liberdades e todas as ameaças às instituições", disse Duque, ao final de um encontro bilateral com o presidente do Peru, Pedro Castillo.Ambos os países terão uma reunião ministerial binacional no Peru em julho para tratar de questões de comércio, proteção da Amazônia e segurança. Veja Mais

The Boys: 8 cenas mais chocantes e bizarras da série

The Boys: 8 cenas mais chocantes e bizarras da série

Tecmundo Lançada em 2019 pelo Amazon Prime Video, a série The Boys rapidamente ganhou a atenção do público. A história é uma adaptação dos quadrinhos homônimos lançados em 2006 e é conhecida pela narrativa irônica de humor ácido.Ironizando as histórias de super-heróis, não é de hoje que a série usa e abusa de cenas para lá de sangrentas e bizarras - fator considerado, inclusive, o grande diferencial da narrativa pelos fãs.Leia mais... Veja Mais

Céu, Criolo e Emicida se juntam em 'Amor, ordem e progresso', show inédito do festival João Rock

G1 Pop & Arte Músicas de Pixinguinha, Milton Nascimento e Jards Macalé estão no roteiro entre composições dos repertórios dos três artistas paulistanos. ♪ Dois importantes rappers projetados nacionalmente nos anos 2010, Criolo e Emicida, se juntam com uma cantora e compositora, Céu, que ajudou a imprimir a caligrafia da música brasileira do século XXI. O trio paulistano está reunido em Amor, ordem e progresso, show inédito que será apresentado no sábado, 11 de junho, dentro da programação do festival João Rock, atração de Ribeiro Preto (SP). O roteiro de Amor, ordem e progresso está estruturado em três partes – Sankofa, A nave e Ainda há tempo? – com linhas narrativas que, entrecruzadas, pretendem expor em cena a diversidade da cultura brasileira. Os repertórios dos três artistas conduzem os três atos do show entre abordagens de músicas alheias como Carinhoso (Pixinguinha, 1917 / com letra posterior de Braguinha, 1937), Nada será como antes (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, 1971) e Vapor barato (Jards Macalé e Waly Salomão, 1971). Júlio Fejuca assina a direção musical de Amor, ordem e progresso, show feito por Céu, Criolo e Emicida com banda formada por Carlos Café do Pandeiro (percussão), Jhow Produz (bateria), Mônica Agena (guitarra, cavaquinho e assistente de produção musical) e Rodrigo Digão (baixo, synths, violão e cavaquinho), além DJ Nyack nos toca-discos. Veja Mais

Casa Branca espera que o próximo número da inflação nos EUA seja 'elevado'

em - Internacional A Casa Branca disse nesta quarta-feira (8) que espera que o número da inflação dos Estados Unidos para maio, que deve ser divulgado nesta sexta-feira, seja "elevado", embora o assunto seja a prioridade econômica do presidente Joe Biden.Os preços ao consumidor na maior economia do mundo atingiram o nível mais alto em quatro décadas, afetados pela invasão russa da Ucrânia, bem como pelos problemas contínuos de abastecimento causados pela pandemia de covid-19."Esperamos um número de inflação alto", disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, a repórteres a bordo do Air Force One."Esperamos", acrescentou, "que a guerra na Ucrânia também tenha alguns efeitos na inflação subjacente", isto é, excluindo os preços voláteis de alimentos e energia.Em particular, Jean-Pierre mencionou as tarifas aéreas e o efeito dos custos mais altos do combustível de aviação como fatores para o aumento."Mas, apesar desses distúrbios e do fato de que os números podem ser voláteis de mês para mês, continuamos acreditando que a economia pode passar do que tem sido uma recuperação histórica para um crescimento estável e sustentado", afirmou a porta-voz do governo Biden.O Departamento do Trabalho dos EUA deve divulgar os dados do Índice de Preços ao Consumidor de maio na sexta-feira, e os economistas esperam que o aumento seja maior do que em abril, quando o IPC subiu 8,3% em 12 meses.Biden expressou confiança na sexta-feira passada de que a inflação poderia ser controlada "sem sacrificar" o emprego, já que o mercado de trabalho continuou a mostrar força em maio.O presidente democrata fez do combate à inflação sua principal prioridade econômica, mas tem poucas ferramentas para impactar diretamente os preços.O Federal Reserve (Fed, banco central) começou a aumentar agressivamente as taxas de juros para combater as pressões inflacionárias. Veja Mais

Séries e filmes: veja os principais lançamentos de junho nos streamings

Séries e filmes: veja os principais lançamentos de junho nos streamings

Tecmundo O mês de junho chegou com vários lançamentos de peso nos streamings, com a chegada de títulos como Peaky Blinders, The Boys e Ms. Marvel - para a alegria dos fãs mais ansiosos. Mas se você está por fora das estreias do mês, não se preocupe. Confira, abaixo, os principais destaques de junho de 2022 na Netflix, Amazon Prime Video, Apple TV+, Disney+ e HBO Max.Um olheiro de basquete azarado encontra um jogador com potencial para fazer sucesso na NBA e se esforça para provar que ambos merecem chegar lá.Leia mais... Veja Mais

Jovem da Califórnia é acusado de tentar assassinar juiz da Suprema Corte americana

em - Internacional Um jovem da Califórnia incomodado com os tiroteios em massa nos Estados Unidos e as decisões que serão anunciadas pela Suprema Corte sobre o aborto e o direito ao porte de armas foi acusado nesta quarta-feira de tentar assassinar o juiz conservador Brett Kavanaugh.Nicholas John Roske foi preso por volta de 1h50 em frente à casa de Kavanaugh, em Chevy Chase, Maryland, arredores de Washington, portando uma arma semiautomática Glock 17, uma faca e um colete tático, segundo documentos apresentados em um tribunal federal.Roske foi visto por dois policiais do lado de fora da casa de Kavanaugh. Ele então se afastou e telefonou para o serviço de emergência dizendo que se sentia um suicida e que havia vindo da Califórnia para matar Kavanaugh, de acordo com os documentos.O jovem, 26, foi preso sem incidentes pela polícia local enquanto ainda estava ao telefone. Mais tarde, disse "que estava irritado com o vazamento de um projeto de decisão recente da Suprema Corte sobre o direito ao aborto, bem como com o tiroteio na escola de Uvalde, Texas", segundo declaração do FBI. "Roske indicou que achava que o juiz que pretendia matar ficaria do lado das decisões da Segunda Emenda, que relaxariam as leis de controle de armas."O presidente Joe Biden condenou a ameaça a Kavanaugh "nos termos mais fortes", divulgou a Casa Branca.- Mais segurança -A prisão ocorre no momento em que a Suprema Corte se prepara para emitir decisões potencialmente históricas no fim do mês, sobre dois casos de grande peso político, sobre o aborto e o direito ao porte de armas.Segundo o rascunho divulgado no começo de maio, a Suprema Corte pode estar prestes a derrubar as proteções federais ao direito ao aborto, provavelmente abrindo caminho para muitos estados proibirem completamente o procedimento. Depois que o rascunho, escrito pelo juiz conservador Samuel Alito, vazou para a imprensa, manifestantes pelo direito ao aborto protestaram do lado de fora das casas de vários juízes, incluindo Kavanaugh."As ameaças de violência e a violência real contra os juízes, é claro, atacam o coração da nossa democracia", declarou hoje o procurador-geral dos Estados Unidos, Merrick Garland. "Por isso, acelerei no mês passado a proteção de todas as residências dos juízes 24 horas por dia."- Aborto e armas -O parecer final do tribunal será publicado no fim de junho, e ainda não se sabe se anulará ou não o processo Roe v. Wade, que há cinco décadas consagrou o direito constitucional ao aborto em todo o país. O jovem também se irritou com a recente onda de tiroteios em massa, disseram os investigadores ao Post. Espera-se que o máximo tribunal também se pronuncie antes de 30 de junho sobre um caso de armas de fogo em Nova York que poderia flexibilizar as leis de controle de armas. Kavanaugh é um dos três juízes da ala conservadora a Suprema Corte indicados pelo ex-presidente republicano Donald Trump. O máximo tribunal, de nove membros, conta atualmente com seis magistrados conservadores e três progressistas. Confirmado em 2018 após um acirrado debate envolvendo acusações de agressão sexual desde sua juventude, Kavanaugh representa para muitos progressistas americanos a face da mudança do tribunal superior para a direita. Veja Mais

Cruzeiro alemão é proibido de atracar num porto de Marrocos por covid

em - Internacional O Marrocos não permitiu que um navio de cruzeiro alemão atracasse em um porto no norte do país depois que casos positivos de coronavírus foram detectados entre passageiros, informou a mídia local nesta quarta-feira (8).Vindo de Lisboa, o barco "Mein Schiff Herz", da gigante turística alemã Tui Cruises, devia chegar na manhã de terça-feira ao grande porto de Tânger.Mas as autoridades portuárias proibiram os turistas que estavam a bordo, a maioria deles alemães, de desembarcar, "com base num relatório recebido pelas autoridades de saúde marroquinas que registra um aumento de casos de infecção por covid-19 entre os passageiros", especificou o site Le360.O "Mein Schiff Herz", com bandeira maltesa, tem capacidade para 1.900 passageiros e 780 tripulantes, o que o classifica na categoria de grandes navios de cruzeiro.Na terça-feira, diante de um aumento na propagação do vírus, especialmente nas grandes cidades, o Marrocos decidiu aumentar seu nível de vigilância de "verde baixo" para "laranja médio".O chefe das operações de emergência do Ministério da Saúde, Dr. Muad Mrabet, exortou a população a voltar a usar a máscara em locais fechados ou muito frequentados, embora o número de mortes e novos casos admitidos nos serviços de reanimação permaneça baixo. Veja Mais

Turismo - Planos de investimento do bloco nordeste de aeroportos - 08/06/2022

Turismo -  Planos de investimento do bloco nordeste de aeroportos - 08/06/2022

Câmana dos Deputados A Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta quarta-feira (8) para debater os planos de investimento do bloco nordeste de aeroportos. O deputado Felipe Carreras (PSB-PE), autor do requerimento para realização da audiência, lembra que a estatal espanhola Aena venceu a disputa para administrar seis aeroportos no Nordeste, considerado o lote mais atrativo do conjunto de concessões de 12 aeroportos feitas pelo governo federal neste ano. "A Aena, que tem 51% das ações controladas pelo Estado espanhol, pagará ao governo brasileiro R$ 1,9 bilhão pelo direito de explorar essas seis instalações durante os próximos 30 anos. A concessão inclui a possibilidade de uma prorrogação voluntária por mais cinco anos ao final do contrato. É o maior investimento já feito pela Aena fora da Espanha, e a primeira vez que administrará sozinha um aeroporto no exterior", informou o deputado. Carreras acredita que cabe à Comissão de Turismo da Câmara entender como se dará os planos de investimento da referida empresa e como ela fará a relação entre os aeroportos hoje superavitários e os deficitários. Debatedores Foram convidados para o debate o diretor de Relações Institucionais e Comunicação da estatal espanhola Aena Brasil, Marcelo Bento Ribeiro; o gerente de Relações Institucionais da Azul Linhas Aéreas, César Grandolgo; e o diretor da Agência Nacional de Aviação Civil, Tiago Pereira. Fonte: Agência Câmara de Notícias Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65585 Veja Mais

Em visita a BH, Moro volta a criticar Kalil: “Oportunismo político"

O Tempo - Política Não é a primeira vez que o ex-ministro Sergio Moro (União Brasil) e o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), trocam farpas Veja Mais

HOJE É DIA DE JOGO 3 DAS FINAIS DA NBA! Acompanhe AO VIVO os bastidores direto do TD Garden!

HOJE É DIA DE JOGO 3 DAS FINAIS DA NBA! Acompanhe AO VIVO os bastidores direto do TD Garden!

Fox Sports Brasil Direto do TD Garden, Rômulo Mendonça e Guilherme Giovannoni falam sobre o jogo 3 da NBA Finals entre Warriors e Celtics! Deixe suas perguntas e mande sua mensagem! Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #NBA #NBAFinals #NBAFinalsNaESPN #Warriors #Celtics Veja Mais

Entidades criticam decisão do STJ de planos de saúde não cobrirem procedimentos fora da lista da ANS; veja repercussão

G1 Economia Federação Nacional de Saúde Suplementar, no entanto, considera mudança positiva por garantir 'sustentabilidade dos planos'. Seis dos nove ministros da Segunda Seção votaram para definir que lista da ANS contém toda a cobertura obrigatória. A Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidu, nesta quarta-feira (8), que as operadoras dos planos de saúde não precisam cobrir procedimentos que não constem na lista da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A decisão abarca a cobertura de exames, terapias, cirurgias e fornecimento de medicamentos, por exemplo. Entidades de saúde e defesa do consumidor criticaram a decisão. "Apesar de toda a união da sociedade pelo rol exemplificativo, os ministros do STJ decidiram por 6 votos a 3 pelo entendimento taxativo mitigado do rol da ANS. Dessa forma, as operadoras poderão negar tratamentos e procedimentos indicados por médicos, mas que estejam fora do rol", escreveu o Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC) no Twitter nesta tarde. O Conselho Nacional de Saúde (CNS) também se posicionou contra o rol taxativo. O conselho encaminhou, na última terça (7), uma recomendação ao STJ, para que julgassem pelo entendimento de que o rol de procedimentos da ANS tivesse caráter. "O rol é uma lista usada como referência básica para a cobertura de tratamentos pelos planos de saúde. A decisão pelo caráter taxativo pode afetar negativamente a vida de milhões de pessoas", disse o órgão em nota. Para o jurista Fernando Capez, que ocupou a presidência do Procon de São Paulo por três anos, diz que a decisão é favorável às empresas de plano de saúde, mas não ao consumidor. "Essa mudança de entendimento sujeita o consumidor à limitação imposta pela ANS, o que é preocupante, na medida em que a essa agência reguladora historicamente tem sido muito conservadora na defesa dos interesses dos consumidores e tolerante com as operadoras. A decisão não vai reduzir a judicialização, pois a tendência é de que as instâncias inferiores continuem garantindo o direito dos consumidores, com base na presunção legal de sua vulnerabilidade", diz o jurista Fernando Capez, que ocupou a presidência do Procon de São Paulo por três anos", diz. Já a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) considera a decisão positiva. Segundo a entidade, ela garante "a segurança do paciente, além da segurança jurídica e da sustentabilidade dos planos de saúde". "É importante destacar que o rol de cobertura da ANS é amplo, conta com mais de 3300 itens, e prevê a cobertura para todas as doenças listadas na CID da Organização Mundial da Saúde (OMS)." Entenda decisão O entendimento de que a lista é taxativa deve ser modulado pelos ministros do STJ para admitir algumas exceções – por exemplo, terapias recomendadas expressamente pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), tratamentos para câncer e medicações "off-label" (usadas com prescrição médica para tratamentos que não constam na bula daquela medicação). A tese considerada correta pela maioria dos ministros foi proposta pelo ministro Villas Boas Cuêva e incorporada ao voto pelo relator, Luis Felipe Salomão. Em resumo, o entendimento do STJ é de que: o rol da ANS é, em regra, taxativo; a operadora não é obrigada a custear um procedimento se houver opção similar no rol da ANS; é possível a contratação de cobertura ampliada ou a negociação de um aditivo contratual; não havendo substituto terapêutico, ou após esgotados os procedimentos incluídos na lista da ANS, pode haver, a título excepcional, a cobertura do tratamento indicado pelo médico ou odontólogo assistente. Para que essa exceção prevista no quarto tópico seja aplicada, é preciso que: a incorporação do tratamento desejado à lista da ANS não tenha sido indeferida expressamente; haja comprovação da eficácia do tratamento à luz da medicina baseada em evidências; haja recomendação de órgãos técnicos de renome nacional, como a Conitec e a Natijus, e estrangeiros; seja realizado, quando possível, diálogo entre magistrados e especialistas, incluindo a comissão responsável por atualizar a lista da ANS, para tratar da ausência desse tratamento no rol de procedimentos. Veja Mais

Blade: Marvel começará a filmar novo filme em julho, confira!

Blade: Marvel começará a filmar novo filme em julho, confira!

Tecmundo A Marvel está cada vez mais investida em expandir o MCU para a plataforma de streaming Disney+ e vem trazendo diversos filmes e séries para esse multiverso, como as recentes Cavaleiro da Lua e Ms. Marvel.Agora, é a vez de um dos personagens mais queridos dos quadrinhos dos anos 1990, Blade, ter sua chance de brilhar com um novo filme e, para os fãs do caçador de vampiros, esse é um ótimo momento, pois as gravações da produção vão iniciar já no mês de julho.Leia mais... Veja Mais

Brasil tem primeiro caso confirmado de varíola de macacos

Brasil tem primeiro caso confirmado de varíola de macacos

Tecmundo O primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil foi confirmado em um homem que viajou para a Espanha. O paciente, de 41 anos, está internado no Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, segundo informações do G1.O Ministério da Saúde está investigando outros casos suspeitos em pacientes dos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Ceará, Rondônia e Santa Catarina — até esta quarta-feira (8), sete casos estão sendo investigados. Outro caso suspeito em São Paulo é de uma mulher, de 26 anos.Leia mais... Veja Mais

'Tudo está sendo feito' para encontrar jornalista e indigenista, diz ministro

O Tempo - Política Ministro da Defesa ponderou que área de desaparecimento é "crítica" e disse que "torce e reza" para que Jornalista Dom Philips e Bruno Pereira sejam encontrados vivos Veja Mais

EUA vão eliminar plásticos de uso único em terrenos públicos até 2032

em - Internacional Os Estados Unidos eliminarão dentro de uma década os plásticos de uso único em parques nacionais e outros espaços públicos, anunciou o governo do presidente Joe Biden nesta quarta-feira (8), Dia Mundial dos Oceanos.O plano deve proibir a venda e distribuição de sacolas e garrafas de plástico, além de embalagens de alimentos, copos e outros utensílios de mesa, segundo uma determinação da secretária do Interior, Deb Haaland.Foi fixado o prazo de um ano para a implementação do uso de materiais biodegradáveis e compostáveis, sendo 2032 o limite para que a transição seja concluída."Como administradora dos espaços públicos da nação, incluindo parques nacionais e santuários de vida silvestre, e como órgão responsável pela conservação e manejo dos peixes, vida selvagem, plantas e seus habitats, estamos em uma posição única para melhorar nossa Terra", disse Haaland em nota.Os resíduos plásticos são devastadores para peixes e animais selvagens e afetam principalmente os mares.Dos mais de 300 milhões de toneladas de plástico produzidos anualmente no mundo, ao menos 14 milhões terminam nos oceanos, informou o Departamento do Interior.A indústria do plástico tentou convencer de que o problema poderia ser resolvido com a reciclagem, mas apenas 9% do plástico fabricado globalmente foi reciclado e esta taxa permanece estagnada.Christy Leavitt, diretora da campanha sobre plásticos da organização sem fins lucrativos Oceana, afirmou à AFP que "o governo Biden está dando um grande passo para proteger nossos oceanos do plástico de uso único".Oceana e outras 300 organizações e empresas solicitaram esta ação em carta enviada no ano passado ao governo americano.A medida anunciada inclui os 423 parques nacionais, além dos refúgios de vida silvestre e outras terras e águas administradas pelo Departamento do Interior: no total, 20% das terras dos Estados Unidos, que recebem cerca de 400 milhões de visitantes ao ano.Leavitt disse esperar que "as cidades, os condados e os estados de todo o país avancem" na mesma direção.A Casa Branca anunciou ainda que o Hudson Canyon, ao longo da costa de Nova York, com cerca de 4 km de profundidade e grande quantidade de espécies ameaçadas, passará a ser uma área de proteção.Também indicou o início dos esforços para criar o Plano de Ação Climática Oceânica. Veja Mais

Líder religioso mexicano é condenado nos EUA por abuso sexual

em - Internacional Naason Joaquin Garcia, líder de uma denominação evangélica fundada no México chamada "La Luz del Mundo", foi condenado nesta quarta-feira (8) a 16 anos e oito meses de prisão por abusar sexualmente de três menores de idade na Califórnia.Garcia, de 53 anos, se declarou culpado desses atos na semana passada. Ele foi preso na Califórnia em 2019 por crimes cometidos entre 2015 e 2018 enquanto estava à frente da "La Luz del Mundo", uma organização religiosa internacional que reivindica cinco milhões de seguidores no mundo.O pastor e dois corréus, que também se declararam culpados de abuso de menores, são acusados de forçar as vítimas a praticar atos sexuais sob o argumento de que "se fossem contra a vontade ou os desejos do 'Apóstolo'", título dado a Garcia, "estariam se opondo a Deus."O líder religioso negou por muito tempo, mas acabou se declarando culpado em um acordo com a justiça por estupro de dois menores e um ato de agressão sexual contra uma menina de 15 anos.Antes de anunciar a sentença de Garcia nesta quarta, o juiz Ronald Coen pediu desculpas às vítimas, muitas das quais queriam prestar depoimento no julgamento inicialmente marcado para esta semana em Los Angeles, e pediam a pena máxima."Minhas mãos estão atadas", explicou o juiz às mulheres. Mas "o mundo as ouviu", acrescentou Coen, que descreveu o condenado como um "predador sexual"."Ele merece ficar na prisão para sempre, mas isso ainda não seria suficiente", disse uma das vítimas em um comunicado lido para o público. "Ele tirou minha fé (...) Me usou e usou minha fé em Deus e minha inocência", declarou outra.Apesar dos testemunhos e da confissão de seu líder, a igreja "La Luz del Mundo" renovou publicamente o seu apoio a quem considera ser "Apóstolo de Jesus Cristo".Em um comunicado publicado em sua conta no Twitter após o anúncio da pena, a organização acusa o sistema de justiça de ter "fabricado" provas contra García e de não ter permitido que ele tivesse um julgamento justo.Ele não tinha, de acordo com a igreja, "nenhuma escolha a não ser aceitar um acordo judicial" e se declarar culpado, como o "melhor meio de proteger a Igreja e sua família"."Nossa confiança nele permanece intacta em todo o conhecimento de sua integridade, sua conduta e seu trabalho", afirmam.Twitter Veja Mais

Câmara aprova projeto que impede cobrança de ICMS sobre custo adicional de energia - 08/06/22

Câmara aprova projeto que impede cobrança de ICMS sobre custo adicional de energia - 08/06/22

Câmana dos Deputados O plenário aprovou projeto que impede a cobrança do ICMS sobre os valores acrescidos à conta de luz por conta das bandeiras tarifárias. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

VÍDEO: Orangotango agarra visitante em zoológico e se recusa a soltá-lo

 VÍDEO: Orangotango agarra visitante em zoológico e se recusa a soltá-lo

em - Internacional Um homem que visitava o zoológico Kusang Kulim, na Indonésia, nesta segunda-feira (6/6), passou por maus bocados quando se aproximou da jaula de um orangotango. As informações são da emissora norte-americana, Fox News. Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, o visitante — identificado como Hasan Arifin — se aproxima da jaula da orangotango chamada Tina quando o animal o agarra pela camiseta através das barras e se recusa a soltá-lo. O jovem então entra em desespero e tenta escapar, em vão, do ataque. Em seguida, a macaca puxa Arifin para mais perto da jaula e o agarra pelas pernas levantado-o do chão, na tentativa de mordê-lo. As pessoas ao redor correram para salvar o rapaz. A cena foi registrada por uma das testemunhas. O vídeo mostra ao redor da vítima, se esforçando para puxá-la de volta, enquanto outros chutam o animal para fazê-lo desistir do ataque.   Outro vídeo, no entanto, apresenta o desfecho da situação. Arifin foi libertado, sem nenhum ferimento, assim como a orangotango.   O gerente do zoológico Kasang Kulim, Desrizal, afirmou que o jovem quebrou as regras de segurança na tentativa de obter um vídeo do bicho enjaulado. "O que aconteceu na segunda-feira à tarde foi que o visitante pulou no parapeito da jaula do orangotango para fazer um vídeo sem permissão. O visitante violou as regras pulando o parapeito", disse.  Veja Mais

João Maia detalha marco legal das garantias de empréstimos - 08/06/22

João Maia detalha marco legal das garantias de empréstimos - 08/06/22

Câmana dos Deputados A Câmara aprovou o projeto de lei que cria o marco legal das garantias de empréstimos. A proposta é de autoria do poder executivo e teve como relator o deputado João Maia do PL do Rio Grande do Norte. Apresentação: Cassiana Tormin Direção: Chiaro Trindade Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Emprestimos Veja Mais

Ms. Marvel: tudo sobre a estreia da série do Disney+ (recap)

Ms. Marvel: tudo sobre a estreia da série do Disney+ (recap)

Tecmundo Adolescentes possuem sonhos que, muitas vezes, são incontroláveis. Em Ms. Marvel, nova série do MCU lançada pelo Disney+ nesta quarta-feira (8), o público conhece Kamala Khan (interpretada por Irma Vellani), uma jovem com descendência paquistanesa, que reside em Nova Jersey com seus pais e irmão mais velho. Um fato curioso sobre ela é que a adolescente nutre uma paixão pelos Vingadores, em especial Carol Danvers, a Capitã Marvel. Mas como isso pode estar ligado com o surgimento de uma nova heroína? Descubra mais ao ler nosso recap completo logo abaixo!Leia mais... Veja Mais

Chanceler do México deseja que EUA tenham 'outra relação' com as Américas

em - Internacional O chanceler do México, Marcelo Ebrard, disse nesta quarta-feira (8) que espera que os Estados Unidos caminhem para "outro tipo de relação" com a região no contexto da Cúpula das Américas, que acontece em Los Angeles neste semana.Ebrard chegou à Califórnia em representação de seu país, depois que o presidente Andrés Manuel López Obrador confirmou na segunda-feira que não compareceria ao encontro hemisférico devido à exclusão de Venezuela, Cuba e Nicarágua."Eu não diria que não convidar três países é uma falta de respeito, mas é algo muito polêmico", disse Ebrard nesta quarta-feira aos jornalistas. "Vários países mencionaram isso na reunião de chanceleres porque já foi tema de discussão há dez anos em Cartagena das Índias [Colômbia], e chegou-se à declaração de 'vamos convidar'", acrescentou o titular da diplomacia mexicana.Washington excluiu os três países sob o argumento de que não são governos democráticos.Nesta quarta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, conversou por telefone com o opositor venezuelano Juan Guaidó, a quem Washington reconhece como presidente interino do país sul-americano, e insistiu nas negociações como uma saída pacífica da crise política."Nós sempre tivemos uma atitude construtiva, o que nós estamos dizendo é que a organização que temos nas Américas deve evoluir", disse Ebrard. Veja Mais

WTI se aproxima de máxima em 13 anos

em - Internacional O preço do barril do West Texas Intermediate (WTI) encerrou a quarta-feira perto da máxima de fechamento em 13 anos, impulsionado pela demanda.O barril para julho subiu 2,26%, a US$ 122,11, aproximando-se dos US$ 123,70 do começo de março, máxima desde 2008. Já o Brent para entrega em agosto ganhou 2,49%, a US$ 123,58.Os preços do petróleo bruto subiram após a divulgação do relatório semanal sobre as reservas de petróleo nos Estados Unidos."Mesmo com os preços que os motoristas americanos estão pagando, a demanda por gasolina permanece sem ser afetada", destacou o analista John Kilduff, da Again Capital, "Isso coloca a indústria sob pressão.""Com o ritmo atual de consumo, estamos muito longe do pico (dos preços), uma vez que a China ainda não se recuperou", após semanas de confinamento, alertou hoje o ministro da Energia dos Emirados Árabes, Suhail al-Mazrouei, em conferência na Jordânia. Veja Mais

Caravana de migrantes para à espera de negociação com autoridades mexicanas

em - Internacional A caravana de milhares de migrantes em situação ilegal com a intenção de chegar aos Estados Unidos fez uma pausa nesta quarta-feira (8), à espera de negociar com autoridades migratórias salvo-condutos que lhes permitam seguir a marcha."Vamos para a fronteira norte! Vamos com carteira (migratória), sem carteira, com ônibus, sem ônibus, como quiserem", disse à multidão o ativista Luis García Villagrán, do Centro de Dignificação Humana, que acompanha a mobilização.Os migrantes, majoritariamente venezuelanos, muitos com famílias completas, instalaram um acampamento improvisado em quadras de basquete da comunidade de Huixtla (estado de Chiapas, sul).É sua primeira parada após 40 km de trajeto desde que saíram de Tapachula (na fronteira com a Guatemala), na segunda-feira passada.Esta cidade se tornou um gargalo para as dezenas de milhares de ilegais procedentes da América Central, pois o Instituto Nacional de Migração (INM) ficou sobrecarregado para entregar-lhes vistos temporários.Os migrantes tentam pressionar as autoridades para que lhes concedam estas permissões - vigentes por um mês - e poder recorrer o México sem medo de ser deportados.Segundo García, os viajantes já receberam ofertas do INM para conseguir os documentos."Estão começando a dar a eles vistos humanitários", disse o ativista, informando, no entanto, que o processo avança lentamente.Uma fonte do INM confirmou à AFP sob a condição do anonimato por não estar autorizada a declarar, que iniciaram os trâmites para entregar permissões migratórias por 30 dias.A multidão, que avança levando seus poucos pertences fugindo da pobreza e da violência em seus países, se mobiliza em um momento em que a cidade americana de Los Angeles sedia a Cúpula das Américas, que tem em sua agenda o problema migratório.Consultado nesta quarta-feira sobre os cerca de 30.000 militares e guardas nacionais que, segundo ONGs e fontes oficiais, estão mobilizados nas fronteiras norte e sul para controlar os fluxos migratórios, o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, disse que é "normal" e que "não há um plano especial" neste momento.López Obrador acrescentou que se reunirá com seu chanceler, Marcelo Ebrard, depois que voltar da cúpula "para analisar o tema migratório".O presidente se recusou a participar da cúpula regional em repúdio à exclusão dos governos de Cuba, Nicarágua e Venezuela e enviou seu chanceler no lugar.Na terça, os Estados Unidos anunciaram novos compromissos de investimento privado de quase dois bilhões de dólares na América Central para frear a migração irregular, um tema central da cúpula.- Até de muletas - Viajam em caravana cerca de 11.000 pessoas, segundo a Comissão Nacional de Direitos Humanos. Entre elas, destacam-se cerca de 70 portadores de deficiência.Apoiado em muletas após perder uma perda em um acidente de trânsito, o venezuelano Julio Andrade, de 43 anos, sonha em chegar aos Estados Unidos."Por um futuro melhor porque a situação no meu país está muito feia, não tem emprego, segurança, nem remédios. Tenho muita força para continuar porque a deficiência não impede nada. Tudo está na mente", assegurou à AFP.Os venezuelanos marcam o ritmo, às vezes entoando seu hino nacional, ou com Villagrán fazendo ironias sobre o presidente Nicolás Maduro, que são festejadas com assobios e agitação.Viajam com a expectativa de receber um tratamento especial dos Estados Unidos, que desconhecem Maduro como governante, embora algumas medidas que Washington anunciou só beneficiam quem já está em solo americano."Não queremos ficar aqui (...), estamos de passagem. Então, não entendemos por que (...) aqui está difícil", disse a venezuelana Gleidys, de 29 anos, sobre as restrições do governo mexicano.Segundo a agência da ONU para os Refugiados, mais de seis milhões de venezuelanos saíram de seu país, mergulhado em uma profunda crise econômica e política.As caravanas de migrantes que percorreram o México em 2018 e 2019 provocaram fortes tensões com os Estados Unidos, então governado pelo republicano Donald Trump.Desde então, o México reforçou o controle na fronteira sul e em 2021 foram detidos 307.679 migrantes. Veja Mais

Por falha geológica, Tarauacá é a cidade do Acre com mais registros de terremotos, diz pesquisador

Glogo - Ciência Tarauacá fica dentro de uma grande depressão e sofre com abalos sísmicos, segundo estudo. Na noite dessa terça-feira (7), cidade registrou um terremoto com magnitude 6.5 na escala Richter. Imagem do Centro Sismológico Euro-Mediterrânico mostra o epicentro do terremoto no Acre na noite dessa terça (7) CSEM A cidade de Tarauacá, interior do Acre, foi surpreendida por mais um terremoto na noite dessa terça-feira (7). O abalo sísmico com magnitude 6.5 na escala Richter foi sentido por alguns moradores, mas não há registro de feridos. LEIA TAMBÉM: Após terremoto no AC, igreja em Tarauacá sofre rachaduras Terremoto no Peru de magnitude 7,2 é sentido em Rio Branco Terremoto de magnitude 6,5 atinge fronteira do Peru com o Brasil Ao g1, o professor e doutor em geografia da Universidade Federal do Acre (Ufac), Waldemir Lima dos Santos, explicou que o município é o que mais registra terremotos e com grandes magnitudes no estado acreano. O professor é autor do projeto "Eventos Tectônicos no Acre: Levantamento e caracterização inicial da ocorrência de terremotos", desenvolvido no laboratório de geomorfologia e sedimentologia da Ufac. O material estuda abalos sísmicos no estado acreana entre 1950 e 2016. Segundo o estudo, entre os anos 2000 a 2016 foram registrados 38 terremotos no Acre com magnitude acima de 5 graus. A maioria na cidade de Tarauacá. A explicação para esses eventos, conforme o especialista, seria uma possível falha geológica porque o município fica dentro de uma grande depressão. Ele complementa o seguinte: "A cidade está dentro de uma grande depressão, então, temos lá o Platô de Cruzeiro do Sul, que é parte alta, e depois descemos Tarauacá, Feijó, até Sena Madureira [cidades do interior], onde tem uma grande depressão no estado, que chamamos de depressão Juruá/Iaco. Depois temos uma planície que pega Rio Branco até Acrelândia. É possível que nessa região, como os terremotos ocorreram em linha, se você olhar no mapa vai estar alinhados, pressupõe que haja uma falha geológica naquele município, que corta, inclusive, o Acre ao meio", frisou. Um dos maiores terremotos já registrados O especialista destacou que o terremoto registrado em Tarauacá na noite dessa terça foi um dos maiores, mas não o maior já registrado. Em 2015, a cidade teve uma ocorrência com magnitude de 6.7. Esse foi o quarto registrado apenas naquele ano no município. "Queria fazer um registro, um histórico dos sismos que acontecem no Acre e não tínhamos dados. Montei um projeto e fizemos a caracterização. Levantamos quantos tem, qual a localidade mais atingida dentro do Acre por sismos e depois a gente foi fazendo a caracterização com base na profundidade e a magnitude. Descobrimos que Tarauacá acaba sendo o município que mais tem ocorrências de terremoto", relembrou. Gráfico mostra profundidade e magnitude dos terremotos registrados no Acre até 2016 Reprodução Onda dissipada Apesar de o último terremoto ter magnitude acima de 5 na escala Richter, a profundidade do evento foi muito grande e a onda foi dissipada sem causar danos à superfície. O epicentro do terremoto foi a cerca de 111 km de Tarauacá, registrado às 21h55, horário de Brasília, pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos. A profundidade do abalo foi de 621 km. "Apesar de serem terremotos superiores a 5, 6 e 7 graus, as profundidades são maiores do que 500 quilômetros. Então, isso, de certa forma, acaba dissipando a onda quando ocorre a movimentação da placa, ocorre a dissipação e essa onda, por ser muita profunda, já chega de uma forma amenizada na superfície não causando grandes danos para as pessoas", argumentou. Moradores sentiram: 'tremeu tudo' A professora aposentada Maria Monteiro conta que sentiu o tremor de terra. Ela estava na sala assistindo a um jogo de futebol com o filho quando sentiu uma sensação estranha e foi até a cozinha. No cômodo, ela falou que viu os copos que estavam em cima da pia se movimentarem. "Tinha lavado uma louça que estava em cima da pia e começou a tremer os copos. Era cedo ainda da noite. Estava tudo tremendo, balançando. Foi tudo muito rápido, foi forte, mas não foi como da outra vez, que deu no Peru", recordou. Outra moradora que também afirma ter sentido o terremoto foi Jeane de Souza. "Tremeu tudo e foi bem forte porque as coisas que tenho no rack começaram a cair. Foi tipo quando o som está muito alto na casa e vai tremendo", garantiu. Evento andino O professor e doutor Waldemir dos Santos acrescentou que o terremoto de Tarauacá ocorreu devido à movimentação das placas tectônicas Sulamericana e de Nazcar, na região da Cordilheira dos Andes. "Ocorre um movimento, que chamamos de movimento de compreensão, a placa de Nazcar, mais pesada, acaba mergulhando por essa outra, que é a Sulamericana, que tem um material mais leve, e acaba se suspendendo por conta desse rebaixando da placa de Nazcar. Na hora que ocorre o movimento de acomodação de placas, o planeta está em movimento, é o gatilho para ocorrer os terremotos na superfície", pontuou. Conforme o estudo, entre 2000 a 2010 foram registrados 12 terremotos acima de 5 graus na escala Richter. Entre 2013 a 2016 foram 21. Em 2015, foram 17 ocorrências, sendo que 13 foram sentidos na cidade de Tarauacá. Em 2016, foram 21. Nesse mesmo ano, inclusive, houve um terremoto de 7. 6 na escala Richter na cidade, segundo o especialista. "É em função dessas placas tectônicas que ocorrem os terremotos. O que é mais interessante é que as pessoas, às vezes, pensam que Cruzeiro do Sul tem mais terremotos por estar muito próximo dos Andes, mas, na verdade não é, é Tarauacá. Isso a gente fez o estudo e ficou bem caracterizado, inclusive com dados da USGS [serviço geológico dos EUA]", concluiu. Reveja os telejornais do Acre Veja Mais

Giro pelo que vem de novo na Summer Game Fest | ESPN E-Sports

Giro pelo que vem de novo na Summer Game Fest | ESPN E-Sports

Fox Sports Brasil ???? Se você gosta de acompanhar o que rola no mundo de games e e-sports, se liga que teremos transmissão do Summer Game Fest com a galera do ESPN e-Sports em twitch.tv/espnbrasil. Já anota aí: ???? Quinta-feira (09) - 14h45 (Horário de Brasília) ???? Domingo (12) - 13h45 (Horário de Brasília) ???? Divulgação/Summer Game Fest/NBA 2K22/EA Sports/Playstation Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Shorts #ESPNBrasil #ESPN #ESPNnoStarPlus #StarPlusBR Veja Mais

Câmara aprova projeto que proíbe cobrança de ICMS sobre a bandeira tarifária da conta de luz

G1 Economia Em 2021, consumidores pagaram R$ 20,6 bilhões a mais nas contas de luz para custear despesas extras do sistema. Governo também acionou bandeira 'escassez hídrica', mais cara, por seis meses. A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (8), por 405 votos a um, um projeto de lei complementar que proíbe a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o adicional das bandeiras tarifárias na conta de energia. O texto ainda será votado pelo Senado e, se aprovado, seguirá para sanção do presidente Jair Bolsonaro. As bandeiras tarifárias são uma cobrança adicional aplicada às contas de luz dos consumidores por decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O sistema serve para arrecadar recursos para cobrir custos adicionais com a produção de energia no país - como, por exemplo, em meio à crise hídrica, que reduz o armazenamento de água nos reservatórios das hidrelétricas e exige o acionamento das termelétricas, mais caras. No ano passado, os consumidores brasileiros pagaram R$ 20,658 bilhões a mais nas contas de luz devido a essas cobranças. Um dos autores da proposta, o deputado Hildo Rocha (MDB-MA) defendeu na tribuna que o consumidor não pode ser penalizado duas vezes pelo aumento nos custos da energia. "O consumidor não é culpado por a energia estar diminuindo a sua geração e a sua transmissão. Além dele não ter culpa, ele é punido para pagar a tarifa mais cara. Além disso, é punido pela segunda vez porque é obrigado a pagar ICMS mais caro em cima do fornecimento de energia em função do aumento da tarifa por causa da bandeira vermelha e amarela", disse. Pacote tenta frear inflação O texto, que tramita na Casa desde 2012, faz parte de um pacote de projetos defendidos pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), na tentativa de reduzir os preços dos combustíveis e da energia elétrica. Antes, já foram aprovados: projeto que limita o ICMS sobre combustíveis, energia, gás natural, comunicações e transportes coletivo entre 17% e 18%, a depender da localidade. O texto está em negociação no Senado; projeto que prevê reembolso de tributos cobrados a mais em conta de luz. A matéria já foi aprovada nas duas Casas e segue para sanção; projeto de lei que prevê regras de transparência na composição de preços de combustíveis. O texto também segue para o Senado. Veja Mais

Biden busca aproximação de líderes latino-americanos na abertura da Cúpula das Américas

em - Internacional O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, abre oficialmente nesta quarta-feira em Los Angeles a nona edição da Cúpula das Américas, onde espera seduzir os colegas da região com ofertas de financiamento, e conversará com o presidente Jair Bolsonaro sobre a importância de eleições "livres" no Brasil.O encontro, que deve ter a presença de mais de 20 chefes de Estado, começa ofuscado pelo boicote do presidente do México, Andrés Manuel López Obrador (AMLO), que desistiu de participar porque Washington não convidou Cuba, Nicarágua e Venezuela, por considerar que os três países não cumprem os parâmetros de uma democracia.A presença de AMLO era crucial para abordar a crise de migração regional.O governo Biden minimizou a questão e prosseguiu com os planos para consolidar os vínculos com a América Latina, onde a China faz cada vez mais avanços diante da influência histórica dos Estados Unidos.Cuba garantiu na quarta-feira que a cúpula não terá um "resultado efetivo" para a região sobre a questão migratória, devido à falta de uma discussão aprofundada e alertou que o fluxo migratório continuará.A ilha vive "um Mariel silencioso", estimam analistas, devido aos quase 150 mil cubanos que deixaram Cuba em sete meses, número superior aos 130 mil que saíram do porto de Mariel em 1980.A América Latina e o Caribe é a região de impacto mais direto na vida dos norte-americanos, assim que "o que acontece no hemisfério, acontece com a gente", disse o secretário de Estado, Antony Blinken, nesta quarta-feira durante a Cúpula Empreendedorismo das Américas, um dos três fóruns realizados à margem da reunião.Blinken considerou que as "diferenças políticas" são uma "força". "Temos governos democráticos de esquerda, direita e centro. Mas apesar das diferenças políticas que existem, se os fundamentos estiverem presentes, poderemos trabalhar juntos de forma muito, muito eficaz", garantiu.Em seu discurso à tarde, Biden falará sobre a necessidade de se preparar melhor para uma futura pandemia, a agenda climática e energética, bem como as brechas digitais, revelou Blinken.- Promessas -Horas antes da chegada de Biden a Los Angeles, sua administração anunciou a criação de um novo Corpo de Saúde das Américas para melhorar a formação de 500.000 profissionais da saúde na região, aproveitando as lições da pandemia de covid-19.Também será formada uma aliança para a prosperidade econômica, na qual propõe uma "reforma ambiciosa" do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além de tentar obter uma participação de capital no BID para investir no ramo de empréstimos do setor privado e "direcioná-los para onde tenham o maior impacto".Mauricio Claver-Carone, presidente do BID, declarou à AFP que a América Latina pode ser ser vista como um "mar de paz" para os investidores, em meio às turbulências provocadas pela invasão da Rússia à Ucrânia.Na terça-feira, a vice-presidente Kamala Harris anunciou investimentos privados de 1,9 bilhão de dólares para estimular a criação de empregos e conter a migração a partir de Honduras, Guatemala e El Salvador, no momento em que a fronteira sul dos Estados Unidos registra números recordes de migrantes interceptados procedentes de países como Venezuela, Nicarágua ou Haiti. E Blinken lançou uma nova "Rede de Comunicação Digital" para a América Latina.A cúpula, que não acontecia nos Estados Unidos desde 1994, começou a semana com pouco entusiasmo, mas nesta quarta-feira as apresentações dos líderes se sucederam.Os participantes esperam "anúncios que sinalizem um compromisso renovado dos Estados Unidos", disse à AFP Guy Mentel, diretor do grupo de pesquisa Global Americans.- Encontro entre Biden e Bolsonaro - Apesar das várias ausências, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou sua presença e, inclusive, deve ter um encontro bilateral com Biden.Jake Sullivan, conselheiro de segurança nacional de Biden, disse a repórteres a bordo do Air Force One que a questão eleitoral está na agenda e que Biden falará de "eleições abertas, livres, justas, transparentes e democráticas" no Brasil.Bolsonaro, que foi aliado do ex-presidente americano Donald Trump, questionou o resultado da eleição que deu a Biden a vitória em 2020, prejudicando as relações entre Washington e Brasília.Na terça-feira, Bolsonaro voltou a mencionar o tema durante uma conversa com jornalistas."Quem falou (sobre fraude nas eleições) foi o povo americano. Não vou entrar em detalhes na soberania de outro país. Agora, o Trump estava muito bem. E muita coisa chegou para a gente, e a gente fica com o pé atrás. A gente não quer que aconteça isso no Brasil", declarou o presidente.Nayib Bukele, presidente de El Salvador e outro político importante para questão migratória, ainda não revelou se viajará a Los Angeles. Em contrapartida, o presidente do Chile, Gabriel Boric, estreante no evento, foi um dos primeiros a chegar.Em seu discurso, Biden anunciará uma aliança com a América Latina para melhorar a situação econômica, em plena recuperação pós-pandemia, com o objetivo de mobilizar investimentos, informou uma fonte do governo.Com a segurança reforçada ao redor da zona hoteleira e do Centro de Convenções de Los Angeles, onde acontecerão as plenárias, vários protestos também estão previstos para os próximos dias.As autoridades reforçaram a segurança em torno da zona hoteleira e do Centro de Convenções de Los Angeles, onde serão realizadas as plenárias, mas são esperados protestos.Representantes indígenas da Amazônia se reunirão nesta quarta-feira para criticar as atividades extrativistas na floresta, que engloba oito países da região."O destino da Amazônia está nas mãos dos líderes que se reúnem aqui. É o futuro da vida no planeta, precisamos agir", declarou à AFP a fundadora e presidente da organização Amazon Watch, Atossa Soltani, que criticou a exclusão de líderes destas comunidades do evento. Veja Mais

Prefeito é morto a tiros no sul do México

em - Internacional Um prefeito do estado de Chiapas, no sul do México, foi assassinado a tiros nesta quarta-feira(8), informou o Ministério Público regional. Com este crime, já são 94 prefeitos mortos no país desde o ano 2000. Rubén de Jesús Valdez Díaz, prefeito do município de Teopisca, estava saindo de carro de sua casa quando foi surpreendido por dois homens que chegaram de moto.O Ministério Público anunciou a abertura de uma investigação.Segundo versões de moradores e jornalistas, logo após o crime um grupo armado chegou à localidade e invadiu algumas casas. O comércio e escolas foram fechados, segundo estes relatos.O homicídio foi cometido duas semanas depois da divulgação de vídeos que mostravam uma gangue, provavelmente de traficantes de drogas, passando pela cidade.Valdez foi eleito em 6 de junho de 2021.César Valencia, prefeito de Aguililla, no estado de Michoacán (oeste), morreu a tiros em 11 de março nesta região gravemente afetada pelos cartéis de drogas.Entre 2000 e 2022, 94 prefeitos mexicanos foram assassinados, segundo uma publicação da consultora Etellekt nesta quarta-feira no Twitter."Com o assassinato de Rubén de Jesús Valdez Díaz (...) são 17 os prefeitos assassinados" desde dezembro de 2018, quando o presidente de esquerda Andrés Manuel López Obrador assumiu o poder, acrescentou a postagem.Esse número é "21% maior que o mesmo período do governo de Enrique Peña Nieto (2012-2018)", do Partido Revolucionário Institucional, PRI, detalhou a Etellekt. Veja Mais

One Piece: Red - filme ganha trailer e pôster de divulgação; confira!

One Piece: Red - filme ganha trailer e pôster de divulgação; confira!

Tecmundo O universo de One Piece continua fazendo um enorme sucesso no mundo inteiro e os fãs se preparam para a estreia de One Piece: Red já durante o mês de agosto deste ano.E, para a felicidade dos amantes dessa saga, o filme acaba de ganhar um novo trailer, que apresenta um pouco da trama envolvendo Shanks e Uta, além de um pôster oficial com os visuais da produção.Leia mais... Veja Mais

Diablo Immortal tem crossplay entre PC, Android e iOS?

Diablo Immortal tem crossplay entre PC, Android e iOS?

Tecmundo Anunciado inicialmente em 2018, Diablo Immortal, o título mais recente da icônica franquia da Blizzard, foi finalmente disponibilizado na última quinta (02) para PC, Android e iOS. E com a sua chegada, muitos devem estar se perguntando se ele oferece crossplay — recurso cada vez mais importante e requisitado na indústria, que permite aos jogadores curtirem um game com usuários de outras plataformas. Leia mais... Veja Mais

VIVA O ESPORTE - 09/06/2022 | AO VIVO | BANDSPORTS

VIVA O ESPORTE - 09/06/2022 | AO VIVO | BANDSPORTS

Band Sports #VivaOEsporte​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​ de segunda a sexta, a partir das 10h15, com Stephano Alba. Aprenda mais sobre saúde, bem-estar e esporte! Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos siga também nas redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports​ Twitter: https://twitter.com/bandsports​​​​​​​ Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV​​ Veja Mais

Câmara avança em proposta que proíbe aposentadoria compulsória a juízes

O Tempo - Política Proposta também prevê a perda de cargo a magistrados por quebra de decoro Veja Mais

Shopee: usuários reclamam de fim de frete grátis sem valor mínimo

Shopee: usuários reclamam de fim de frete grátis sem valor mínimo

Tecmundo A Shopee deu início neste começo de junho a uma nova política de benefícios para os consumidores, dentre eles eliminando o frete grátis sem valor mínimo e bons descontos somente em compras pelo aplicativo.No mês passado a empresa já havia feito algumas mudanças nesse sentido, aumentando de R$ 20 para R$ 29 o valor mínimo para que o cliente tivesse frete grátis em produtos com selo. No caso de compras sem o selo promocional, o valor tinha passado de R$ 50 para R$ 59.Leia mais... Veja Mais

França, Alemanha, Reino Unido e EUA instam o Irã a 'cooperar...

em - Internacional França, Alemanha, Reino Unido e EUA instam o Irã a 'cooperar' com a AIEA (comunicado) Veja Mais

Agência nuclear da ONU aprova resolução crítica ao Irã

em - Internacional O Conselho de Governadores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) aprovou nesta quarta-feira (8) por ampla maioria uma resolução crítica ao Irã por sua falta de cooperação, informaram fontes diplomáticas à AFP.O texto apresentado por Estados Unidos, Reino Unido, França e Alemanha é o primeiro a dirigir uma crítica ao Irã desde junho de 2020 e foi aprovado enquanto as negociações para reviver o acordo nuclear de 2015 se encontram estagnadas.Trinta membros aprovaram a resolução e tanto a Rússia quanto a China votaram contra, segundo dois diplomatas. Índia, Líbia e Paquistão se abstiveram.A resolução insta o Irã a "cooperar" com a agência nuclear da ONU, que lamentou em um recente informe a ausência das explicações "tecnicamente confiáveis" sobre os vestígios de urânio enriquecido encontrados em três usinas nucleares não declaradas."É essencial que o Irã proporcione toda informação e os documentos que a AIEA considera necessários para esclarecer e resolver estas questões", reforçou a embaixadora dos Estados Unidos, Laura Holgate, durante os debates que antecederam a votação.O Irã desligou algumas câmeras de vigilância do organismo de controle nuclear depois da apresentação da resolução.As negociações para reativar o acordo nuclear começaram em abril de 2021 com o objetivo de reintroduzir os Estados Unidos neste pacto alcançado entre Teerã e as principais potências mundiais para evitar que o Irã produza a bomba atômica.Durante a presidência de Donald Trump em 2018, os Estados Unidos se retiraram do acordo. Veja Mais

Presidente do Equador comemora aprovação de projeto sobre uso da força por autoridades

em - Internacional O Parlamento do Equador, controlado pela oposição, aprovou um projeto de lei saudado nesta terça-feira pelo presidente do país, Guillermo Lasso, que regulamenta pela primeira vez o uso da força por autoridades, em meio à onda de rebeliões carcerárias e violência ligada ao narcotráfico. "Precisávamos dessa lei. Nossa força pública precisava dela. Nossos cidadãos a requeriam com urgência. Agora sim, e mais do que nunca, #UnidosContraLosViolentos", tuitou o presidente, que participa em Los Angeles da Reunião de Cúpula das Américas.Com uma confortável maioria de 104 votos, a Assembleia Nacional aprovou nesta terça-feira, em segundo e definitivo debate, o projeto de lei que regulamenta o uso legítimo e excepcional da força por militares, policiais e guardas prisionais. Ele regulamenta o uso de armas letais, para proteger a liberdade dos cidadãos e resguardar o direito à segurança integral.O Congresso, no qual o partido no poder conta com 13 das 137 cadeiras, emitiu regras para o uso da força segundo o nível de ameaça, resistência ou agressão, e quando outros meios, não violentos, resultarem ineficazes ou não garantirem a manutenção da ordem. O texto também proíbe o uso indevido da força, visando a evitar excessos, ilegalidades e arbitrariedades, bem como a tortura.O Equador enfrenta um aumento da violência e da criminalidade devido ao narcotráfico. O país encerrou 2021 com uma taxa de homicídios de 14 a cada 100.000 pessoas, quase o dobro de 2020.O Legislativo, onde a oposição é maioria, estabeleceu para militares, policiais e agentes penitenciários direitos à defesa institucional e Defensoria Pública quando se virem envolvidos em casos de uso da força no cumprimento do dever, e a se negarem a obedecer ordens que atentem contra as garantias. Lasso deve vetar ou ordenar a publicação do projeto no Diário Oficial, para que se converta em lei.Os militares estarão autorizados a intervir em operações para manter a ordem e segurança dos cidadãos em caso de declaração do estado de exceção, segundo o projeto aprovado pelo Parlamento. Lasso declarou em 30 de abril estado de exceção por 60 dias nas três províncias mais atingidas pelo narcotráfico e pela criminalidade, que deixaram mais de 1.200 mortos em todo o país. Veja Mais

Nothing Phone (1) tem lançamento confirmado para julho

Nothing Phone (1) tem lançamento confirmado para julho

Tecmundo O mistério em torno do lançamento do Nothing Phone (1) finalmente acabou. Em postagem feita no Twitter, nesta quarta-feira (8), a empresa britânica revelou que o seu primeiro celular será apresentado oficialmente no dia 12 de julho.Denominado “Return to Instinct” (“Volta ao Instinto”, em tradução livre), o evento de lançamento do smartphone da Nothing será exibido ao vivo no site da fabricante e em seus perfis oficiais nas redes sociais. A transmissão está marcada para começar às 12h (horário de Brasília) e é possível se cadastrar na página para ser alertado na data.Leia mais... Veja Mais

Comissões debatem o papel do Parlamento na implementação da Década da Ciência Oceânica - 08/06/2022

Comissões debatem o papel do Parlamento na implementação da Década da Ciência Oceânica - 08/06/2022

Câmana dos Deputados Quer enviar perguntas agora? Acesse o portal e-Democracia: https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/2751/ Audiência pública da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia em conjunto com a Comissão de Legislação Participativa. Tema: O papel do Parlamento na implementação da Década da Ciência Oceânica Convidados: - Senhor Glauco Kimura, Oficial de Meio Ambiente e Água da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO); - Representante do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP); - Senhor William Freitas, Presidente da Rede Mar; - Senhora Anna Carolina Lobo, Gerente de Conservação - WWF Brasil; - Senhor Ronaldo Adriano Christofoletti, Professor Associado do Instituto do Mar da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65487 Veja Mais

Direitos da Pessoa Idosa - Participação da pessoa idosa no processo eleitoral - 08/06/2022

Direitos da Pessoa Idosa - Participação da pessoa idosa no processo eleitoral - 08/06/2022

Câmana dos Deputados Quer enviar perguntas agora? Acesse o portal e-Democracia: https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/2756/ A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa debate nesta quarta-feira (8) a importância da participação da pessoa idosa no processo eleitoral. O debate atende a requerimento do deputado Denis Bezerra (PSB-CE) O parlamentar destaca que população idosa tem crescido e que é necessário debater a sua importância no processo eleitoral, por meio da promoção de políticas públicas que incentivem o exercício da cidadania. “É extremamente necessário que os idosos se mantenham ativos e escolham representantes que entendam a urgência de apresentar e realizar projetos que valorizem uma geração que muito contribuiu para o desenvolvimento do País”, afirma. Foram convidados: – o secretário nacional de Promoção e Defesa da Pessoa Idosa do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Antonio Costa; – a secretária-geral da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral, Christine Peter da Silva; - a juíza e coordenadora da Central Judicial do Idoso, Monize da Silva Freitas Marques; e - a procuradora de Justiça e representante do Conselho Nacional do Ministério Público, Yélena de Fátima Monteiro Araújo. – o representante Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) Vicente Faleiros. Fonte: Agência Câmara de Notícias Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65141 Veja Mais

Supremo decide que empresa deve dialogar com sindicatos antes de fazer demissão em massa

G1 Economia Decisão, tomada dentro de processo que analisou demissões de 4 mil funcionários pela Embraer, em 2009, tem repercussão geral e terá que ser seguida por demais instâncias da Justiça. O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (8), por 6 votos a 3, que é obrigatória a intervenção prévia dos sindicatos para que uma empresa faça a demissão em massa de trabalhadores. Segundo a decisão do STF, significa que é imprescindível o diálogo da empresa com os sindicatos, mas isso não se confunde com a autorização do sindicato para a realização das demissões. O recurso analisado foi apresentado pela Embraer e sindicatos contra decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que exigiu a negociação no caso da demissão de mais de 4 mil trabalhadores da empresa em 2009. A tese firmada pelo plenário foi: Intervenção sindical prévia é exigência procedimental imprescindível para dispensa em massa de trabalhadores, que não se confunde com autorização prévia por parte da entidade sindical ou celebração de convenção ou acordo coletivo. A decisão tem repercussão geral, isto é, deverá ser seguida pelas demais instâncias da Justiça. Não há um número de trabalhadores específicos para caracterizar uma demissão em massa. O TST tem decidido caso a caso, baseado nos motivos que levaram às demissões, como econômico, tecnológico ou de alteração na estrutura da empresa. O julgamento A análise teve início em maio do ano passado e foi interrompida por pedido de vista (mais tempo para analisar o caso) do ministro Dias Toffoli. O relator do recurso, ministro Marco Aurélio Mello, hoje aposentado, defendeu a tese de que não há necessidade da negociação. “A iniciativa da rescisão é ato unilateral, não exigindo concordância da parte contrária, muito menos do sindicato que congregue a categoria profissional", defendeu o ex-ministro na época. O relator foi acompanhado pelos ministros Nunes Marques e Gilmar Mendes. A maioria dos ministros, no entanto, seguiu o entendimento do ministro Edson Fachin, que divergiu e votou pela necessidade de negociação prévia com sindicatos. Foram a favor da exigência de intervenção os ministros Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber. O presidente da Corte, ministro Luiz Fux, estava ausente da sessão e não votou. O ministro Alexandre de Moraes, que havia acompanhado o relator na sessão anterior, mudou o voto e decidiu também acompanhar Fachin. Em seu voto, Fachin afirmou que a Constituição garante o poder de negociação. “As normas constitucionais constituem garantias constitucionais contra qualquer ação, do poder público e das entidades privadas, que possa mitigar o poder de negociação", disse. O ministro Dias Toffoli destacou que “não se trata de pedir autorização ao sindicato, mas de envolvê-lo no processo, podendo contribuir para a economia do país, ou da região ou do município”. VÍDEOS: notícias de política Veja Mais

Usuários de planos de saúde temem perder procedimentos após decisão do STJ; veja relatos

G1 Economia Preocupação é que tratamentos caros que estão fora da lista da ANS podem ser interrompidos. Entenda decisão do STJ sobre cobertura dos planos de saúde A Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta quarta-feira (8) que as operadoras dos planos de saúde não precisam cobrir procedimentos que não constem na lista da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A decisão afeta a cobertura de exames, terapias, cirurgias e fornecimento de medicamentos, por exemplo. Mas, principalmente, afeta pessoas com tratamentos que tinham o auxílio dos planos de saúde para tratamentos que estavam fora lista da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Pernambuco Mãe de menino com microcefalia diz que ministros não sabem o que é ir para a fila do SUS O Guilherme, de 6 anos, tem microcefalia e transtorno do espectro autista. Sua mãe, Germana Soares, de 31 anos, recebeu um telefonema do plano de saúde enquanto acompanhava de casa a votação do Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta quarta (8), e ficou angustiada. A funcionária do plano de saúde afirmou que iria verificar se o terapia intensiva TheraSuit, que ela solicitou para o filho, estava na lista da ANS. Muito abalada, ela disse que o sentimento sobre a decisão era de impotência e de revolta. "Quem nasce pobre no Brasil é condenado. A gente vive em um país em que o dinheiro fala mais alto que a vida. Esses ministros não sabem o que é ir para a fila de um SUS [Sistema Único de Saúde] de madrugada, passar meses esperando", declarou Germana. Santa Catarina Talita entrou com ação judicial para garantir o tratamento da filha Arquivo Pessoal Victória, filha da catarinense Talita Negri, nasceu com microcefalia e precisa de tratamentos específicos de neuroreabilitação pediátrica, que não estão inclusas no rol da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Agora, teme não conseguir mais tratamento. Talita conseguiu, em fevereiro de 2022, uma liminar para que o convênio pague os tratamentos da menina de 3 anos. Segundo ela, no entanto, o plano de saúde ainda não cumpriu a determinação judicial. Ela teme que, com a nova decisão federal, a situação se torne ainda mais difícil. "O rol da ANS sendo considerado taxativo vai jogar por terra toda a luta de pessoas que precisam de tratamentos específicos. Isso não só na nossa realidade como mães atípicas, mas muitas pessoas serão impactadas [pela decisão]", afirmou. Paraná Maria Fernanda luta por acesso a medicamento que lhe trará qualidade de vida Arquivo Pessoal Maria Fernanda Lopes, de 11 anos, portadora de acondroplasia - doença conhecida como nanismo - é afetada pela decisão do STJ. A mãe, Jéssica Lopes, moradora de Curitiba, diz se sentir de mãos atadas. " A gente se sente refém do sistema. Eles estão decidindo a vida das pessoas, as pessoas dependem disso. Eu estou torcendo por um milagre", afirma Jéssica. A administradora de empresas contou que na segunda-feira (6) recebeu a informação de que o plano de saúde informou que compraria o medicamento necessário à Maria Fernanda. O fornecimento do Voxzogo (vosoritida) pelo plano de saúde foi determinado pela Justiça. O remédio custa em torno de R$ 1,3 milhão por ano, conta a mãe. Porém, com a decisão do STJ, Jéssica diz não saber o que pode acontecer com o tratamento da filha - que sequer teve acesso ainda ao medicamento. São Paulo Almir e o filho Maxiê, que tem o tratamento com canabidiol custeado pelo plano de saúde após ação judicial Arquivo pessoal "Poucas pessoas têm condições de bancar esses tratamentos. Eles são caros, e de longo prazo. Espero que os pais continuem ganhando as ações contra os planos. O benefício é muito grande", conta Almir Severino, 60 anos, morador de Campinas (SP), que é pai de um jovem autista que faz uso de canabidiol há três anos. Almir é pai de Maxiê Durigo Severino, de 24 anos, que sofre com crises convulsivas desde o primeiro ano de vida. Diagnosticado com Síndrome de West, o jovem passou por diversos tratamentos com os medicamentos convencionais até chegar à recomendação de uma neurologista pelo uso do canabidiol. O custo dos medicamentosé alto: um frasco de 30 ml, que dura por cinco dias, custa em torno de US$ 150 - o equivalente a R$ 735 na cotação atual. Veja Mais

Conselheiro Lafaiete é a primeira cidade do Brasil a ter tecnologia para 5G

 Conselheiro Lafaiete é a primeira cidade do Brasil a ter tecnologia para 5G

em - tecnologia  Conselheiro Lafaiete, localizada na região do Alto Paraopeba, é a primeira cidade do Brasil com instalação de infraestrutura para receber internet 5G. Como o nome infere, essa é a quinta geração de redes móveis, que promete um aumento considerável em velocidade e possibilidades para as conexões móveis.Obras já estão em andamento na Praça São Sebastião para receber a tecnologia. De acordo com a Prefeitura Municipal, será realizada a substituição de um poste e um banco que já existem no local para a colocação da antena que fará a distribuição do sinal 5G. O ponto de implantação do equipamento é de um perímetro previamente estabelecido pela Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel.   A empresa responsável pela instalação do novo equipamento será a IHS Towers, que "adotará" a Praça São Sebastião e, além de trabalhar com o sinal, realizará revitalização em todo o espaço, um dos mais tradicionais na cidade. A prefeitura de Conselheiro Lafaiete garantiu que as obras não descaracterizarão a praça, mantendo a arquitetura e características do local de forma integral. Tecnologia 5G A tecnologia 5G vem para substituir a 4G e promete velocidades de 10 gigabits por segundo (Gbps), superando sua predecessora. Outro ponto positivo é que a quinta geração de rede de internet móvel utiliza ondas de rádio, o que faz com que suporte com maior facilidade um alto número de aparelhos conectados. Veja Mais

Câmara aprova MP que libera R$ 480 milhões para ajudar municípios atingidos por chuvas - 08/06/22

Câmara aprova MP que libera R$ 480 milhões para ajudar municípios atingidos por chuvas - 08/06/22

Câmana dos Deputados Recursos destinam-se a obras de recuperação da infraestrutura, como construção de pontes e de moradia A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (8) a Medida Provisória 1102/22, que abre crédito extraordinário de R$ 479,9 milhões no Orçamento deste ano para municípios que sofreram danos por causa das chuvas que vêm ocorrendo desde dezembro do ano passado. A MP será enviada ao Senado. Os recursos da MP são destinados a obras de recuperação da infraestrutura, como construção de pontes e de unidades habitacionais e estabilização de encostas, beneficiando estados que decretaram situação de emergência ou estado de calamidade pública. Entretanto, até o momento, nenhum valor foi gasto segundo relatório on-line de execução orçamentária da Consultoria do Orçamento da Câmara. O texto foi aprovado com o parecer favorável do relator, deputado Lucio Mosquini (MDB-RO). Ele rejeitou todas as emendas apresentadas, que pretendiam direcionar parte da dotação nacional para cidades específicas. "A população afetada pelos desastres naturais requer ação imediata para atenuar a situação. Foi um recorde de desastres com chuvas intensas, em um número maior do que nos anos anteriores", disse o relator. Com mais essa medida, o governo já editou cinco MPs para custear diferentes ações de socorro às vítimas das chuvas, com um total de R$ 2,348 bilhões. Outros créditos Até agora, o Ministério do Desenvolvimento Regional registrou solicitação de recursos para a reconstrução de áreas em 150 municípios de 11 estados que poderão ser atendidos: Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraná e Rio de Janeiro. Em dezembro, o governo já havia editado a MP 1086/21 para destinar R$ 200 milhões à recuperação de rodovias danificadas por chuvas, por meio do Ministério da Infraestrutura. Para atender às vítimas das chuvas em Minas Gerais e na Bahia, a MP 1092/21 destinou R$ 700 milhões ao Ministério da Cidadania. Já MP 1096/22 oferece mais R$ 550 milhões para ações de defesa civil pelo Ministério do Desenvolvimento Regional. Além disso, o Ministério da Infraestrutura foi contemplado com mais R$ 418 milhões com a MP 1097/22. Debate em Plenário Durante o debate sobre a MP em Plenário, o deputado Renildo Calheiros (PCdoB-PE) reclamou da falta uma política de defesa civil no País. "O governo federal se movimenta de tragédia em tragédia, mais fazendo encenação do que enfrentando os problemas reais, concretos. Agora mesmo Pernambuco enfrenta uma grande tragédia. Mais de 100 pessoas morreram com as chuvas no estado", lamentou. Ele propôs que o governo federal se una a estados e municípios para mapear as áreas de risco e deslocar as famílias para moradias em áreas seguras. "Isso tem de ser comandado pelo governo federal, que tem a capacidade de alocar recursos", afirmou. "Não tem nada efetivo para socorrer a população", criticou. Reportagem – Eduardo Piovesan e Francisco Brandão Edição – Pierre Triboli Fonte: Agência Câmara de Notícias Analisadas: MP 1102: R$ 480 milhões para ajudar municípios atingidos por chuvas Status: A proposta foi aprovada em Plenário PLP 62/15: Urgência a imposto sobre tarifa adicional de energia Status: A proposta foi aprovada em Plenário A Câmara dos Deputados pode votar nesta quarta-feira (8) o projeto de lei que impede a incidência do ICMS sobre o adicional de energia elétrica das bandeiras tarifárias. ==================================== Local: Plenário da Câmara dos Deputados Início: 08/06/2022 às 13:55 Situação: Convocada ==================================== Confira a pauta do Plenário: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65655 Fonte: Agência Câmara de Notícias Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Aeronave militar cai no sul da Califórnia

em - Internacional Uma aeronave militar caiu nesta quarta-feira (8) no sul da Califórnia, declarou à AFP um porta-voz dos fuzileiros navais dos Estados Unidos.A fonte não entregou nenhuma informação sobre eventuais vítimas do acidente, mas o militar desmentiu informações segundo as quais a aeronave transportava substâncias radioativas quando caiu perto de Glamis, a 35 km da fronteira com o México."Podemos confirmar que uma aeronave pertencente à 3e Marine Aircraft Wing caiu perto de Glamis", disse o porta-voz."Resgates militares e civis estão no lugar. Contrário a rumores nas redes sociais, não havia material nuclear a bordo da aeronave", detalhou.Há uma base aérea de fuzileiros navais situada próxima do local do acidente, em Yuma (Arizona), que abriga um certo número de aviões MV-22 Osprey de decolagem vertical.O exército americano já sofreu diversos acidentes envolvendo este tipo de avião, entre eles um que deixou quatro mortos em março na Noruega durante um exercício da Otan. Veja Mais

Festival traz música, gastronomia e ações sociais para o Mirante da Lagoinha

O Tempo - Diversão - Magazine Com 15 atrações culturais e mais de 10 horas de shows, 'Jazz Música de Rua, Música de Alma' acontece neste sábado (11) e domingo (12) Veja Mais

Audiência debate papel do Congresso no semipresidencialismo - 08/06/22

Audiência debate papel do Congresso no semipresidencialismo - 08/06/22

Câmana dos Deputados As prerrogativas das duas Casas do Congresso no semipresidencialismo foram debatidas em reuniāo com juristas do conselho consultivo do grupo de trabalho sobre a instituição desse sistema de governo. Conheça nossos termos de uso: https://www.camara.leg.br/tv/562840-t... Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados Veja Mais

Câmara aprova proibição de ICMS sobre bandeira tarifária em conta de luz

O Tempo - Política Iniciativa é parte do pacote analisado pelo projeto para tentar frear a alta dos combustíveis e da energia elétrica Veja Mais

Autoridades da bolsa dos EUA propõem medidas para melhorar concorrência no mercado

em - Internacional O presidente da SEC, a autoridade das bolsas de valores dos Estados Unidos, Gary Gensler, apresentou nesta quarta-feira (8) uma série de projetos de reforma que visam tornar o mercado financeiro "mais transparente e competitivo", em particular para os pequenos investidores.O objetivo dessas mudanças, que modificariam regras em vigor há 20 anos, é "garantir plena concorrência entre os diferentes players do mercado para oferecer os melhores preços aos pequenos investidores", explicou o chefe da SEC durante uma conferência virtual organizada pela banco de investimentos Piper Sandler.Gensler quer concentrar esforços nos fluxos de ordens de transação que são realizados por meio de um punhado de intermediários poderosos, que concentram volumes extraordinários de pedidos.Esses atacadistas, que obtêm melhores preços pelos volumes de compra, pagam às empresas que transmitem esses pedidos de seus clientes.É graças a essa remuneração que as plataformas de corretagem online podem oferecer transações sem cobrar comissão.Mas, para a SEC, essa prática pode criar conflitos de interesse e limitar a concorrência, já que são poucos intermediários.Gensler propõe que essa prática seja reformada - sem eliminá-la - para "minimizar" possíveis conflitos de interesse. A SEC formalizará essas propostas até o terceiro trimestre. Veja Mais

Boris Johnson promete 'seguir em frente' apesar de rebelião em suas bancadas

em - Internacional Boris Johnson prometeu nesta quarta-feira (8) "seguir em frente" com medidas para ajudar os britânicos a superar a crise, apesar da ameaça de paralisação devido a uma rebelião em sua bancada conservadora que enfraquece o primeiro-ministro, já afetado por escândalos.Em um momento em que o alto custo de vida asfixia muitas famílias, ele se comprometeu a criar "postos de trabalho bem remunerados e altamente qualificados". "E falando em trabalho, vou seguir em frente com o meu", destacou diante do crescente número de deputados, da oposição mas também de sua própria bancada, que pedem sua renúncia.Indignados pelo escândalo do "partygate", as festas celebradas em Downing Street durante os confinamentos de 2020 e 2021, os legisladores de maioria conservadora ativaram na segunda-feira um voto de desconfiança que poderia destituí-lo.Johnson conseguiu o apoio de 211 de seus 359 deputados, mas os 148 que votaram contra ele mostraram que a revolta não para de crescer. Em uma tentativa de reconquistar o terreno perdido, nesta quarta-feira ele prometeu cuidar dos problemas que mais afetam os britânicos, começando por uma possível baixa nos impostos para aliviar a crise provocada por uma inflação histórica, de 9% em ritmo anual, que impõe sacrifícios a muitos britânicos.Nesta quarta, a sessão semanal de perguntas na Câmara dos Comuns refletiu o descontentamento entre os rebeldes, quando muitos deles não aplaudiram quando Johnson enfrentou o líder da oposição, o trabalhista Keir Starmer."Fingir que não não foram infringidas as regras anticovid nas festas não funcionou, fingir que a economia está no auge e que vai construir 40 hospitais também não vai funcionar", afirmou Starmer.Se o primeiro-ministro não conseguir unir novamente seu partido, ele corre o risco de os rebeldes obstruírem as ações de seu Executivo em uma nova tentativa de afastá-lo.Seguindo com sua ofensiva, nesta quinta-feira viajará a Lancashire, no noroeste da Inglaterra, onde prometerá iminentes "reformas para ajudar a população a cortar custos em todas as áreas da despesa familiar, da alimentação à energia, ao cuidado infantil, ao transporte e à moradia", segundo um discurso antecipado por Downing Street.- Reconquistar o eleitorado -As normas do Partido Conservador estabelecem uma pausa de um ano antes de uma tentativa de ativar outro voto de confiança e seus dirigentes não parecem dispostos a mudá-las, apesar da pressão de alguns parlamentares.Johnson, de 57 anos, chegou ao poder em agosto de 2019 após a demissão da também conservadora Theresa May que, apesar ganhar o voto de confiança em uma consulta sobre sua capacidade para levar o Brexit adiante, ficou enfraquecida e se viu obrigada a renunciar.Depois, ele conquistou o maior resultado eleitoral de seu partido em 40 anos em eleições legislativas antecipadas celebradas em dezembro do mesmo ano.Desde então, no entanto, aumentam os escândalos ao redor de Johnson: da amiga íntima a quem concedeu contratos enquanto prefeito de Londres à luxuosa reforma de sua residência oficial com o dinheiro de um doador do Partido Conservador não declarado em sua totalidade.Conhecido por seu talento para se esquivar das crises, o primeiro-ministro tem se mantido no cargo defendendo seu trabalho, como o ativo apoio à Ucrânia, cujo presidente, Volodymyr Zelensky celebrou na segunda-feira sua vitória pelo voto de confiança.Na ausência de um sucessor óbvio, seu carisma e liderança também o favoreceram.Mas sua popularidade não para de cair e precisa reconquistar seu eleitorado, pois uma derrota conservadora nas legislativas parciais em 23 de junho em duas circunscrições inglesas podem impulsionar a rebelião.Johnson será ainda investigado nos próximos meses por uma comissão parlamentar que deve determinar se ele mentiu de maneira deliberada quando afirmou que não sabia que estava violando normas anticovid em seu gabinete.Segundo o código de conduta oficial, mentir ao Parlamento é motivo para renúncia. Veja Mais

'O Conto da Aia' à prova de fogo de Margaret Atwood é leiloado por R$ 634 mil

O Tempo - Diversão - Magazine Edição especial foi feita com materiais não incineráveis em campanha pela liberdade de expressão Veja Mais

Informação verificada e segurança, os desafios da Meta na América Latina

em - Internacional A Meta, casa matriz do Facebook, quer garantir a difusão de informação confiável em suas plataformas, populares na América Latina, e um acesso seguro a seu metaverso, afirmou seu presidente de Assuntos Globais, Nick Clegg.Queremos "que quando nossos serviços forem usados em eleições e momentos de maior debate, tenhamos um papel responsável para garantir às pessoas acesso a informação autorizada", disse Clegg em entrevista à AFP em Los Angeles, onde participa da Cúpula das Américas."E se observamos a forma como nossos serviços têm sido usados na América Latina durante a pandemia (...), o WhatsApp foi uma das formas mais importantes em que as pessoas encontraram acesso a informação confiável sobre onde poderiam conseguir uma vacina", avaliou."Trabalhamos com 'fact checkers' independentes na América Latina, trabalhamos no WhatsApp com muitos governos na região para ajudar as pessoas a encontrar informação confiável sobre a pandemia e eleições", explicou."Se as pessoas não se sentem seguras, não vão usar nossos aplicativos. É para a sociedade, mas também para nosso próprio interesse", acrescentou Clegg.A AFP faz parte do programa de verificação digital da Meta em mais de 80 países e 24 idiomas. No âmbito deste programa, a Meta paga a cerca de 80 organizações, incluindo meios de comunicação e checadores especializados, em troca de usar suas verificações em Facebook, WhatsApp e Instagram.Assim, o conteúdo qualificado como "falso" atinge um público menor. O usuário que tenta compartilhar essa publicação recebe um artigo explicando que o mesmo é enganoso e quem já a compartilhou recebe uma notificação com um link para a verificação. Nenhuma publicação é retirada das plataformas e os checadores de fatos são livres para escolher como ou o que averiguar.- Metaverso -Número três no comando da gigante californiana, Clegg avaliou que há grandes oportunidades para a América Latina com o metaverso, universo virtual onde é possível ter uma vida paralela, a grande aposta de Mark Zuckerberg."Vai beneficiar a América Latina porque haverá uma economia digital totalmente nova e as pessoas vão vender e comprar serviços e benefícios digitais que ainda não foram inventados. O potencial é enorme no continente", afirmou.Mas ele não se arriscou a antecipar planos de investimentos. "Estamos em uma viagem, nas primeiras etapas desta viagem para o metaverso, e não posso dizer hoje exatamente como vamos investir no futuro", acrescentou.Diferentemente das redes sociais atuais, onde uma publicação com ameaça ou assédio pode ficar no ar por horas antes de ser derrubada, com o metaverso isto poderá ser melhor controlado, explicou."No futuro seria muito diferente. Isso vai dar às pessoas muito mais controle, como controlar sua interação. Se eu não quero falar com você no futuro do metaverso, eu posso simplesmente sair do espaço de um momento a outro", como na vida cotidiana, quando não se quer interagir com alguém.Um dos princípios "fundamentais" do metaverso "será a interoperabilidade".Isso significa que "no futuro, se estamos falando no metaverso da Meta e queremos ir juntos ver um show no metaverso da Microsoft (...), podemos passar de uma parte a outra do metaverso", detalhou Clegg.Por isso mantêm conversas com Microsoft, Google, Magic Leap, além de governos e especialistas, para estabelecer as regras, destacou."Que seja uma experiência que tenha liberdade de circulação de um metaverso para outro, mas também segurança. Esse equilíbrio entre liberdade e segurança é fundamental", explicou.- A essência do WhatsApp -Sobre o WhatsApp, outra ferramenta popular na região, Clegg disse que estudam a forma de monetizá-la, mas sem perder sua essência."Agora não monetizamos o WhatsApp muito em comparação com o Facebook e o Instagram porque não há publicidade da mesma forma", lembrou."Estamos tentando ver como as pessoas podem usar o WhatsApp para pagar" suas compras "sem trocar" o motivo pelo qual "as pessoas gostam de usar o WhatsApp, que é (ser) simples, privado, seguro", detalhou.Outro dos objetivos da Meta, segundo Clegg, é garantir que as pequenas e médias empresas latino-americanas que usam suas plataformas para negócios continuem a fazê-lo sem contratempos.MetaGOOGLEMICROSOFTAPPLE INC.LEAP WIRELESS INTERNATIONAL Veja Mais

PEC dos Combustíveis prevê R$ 29,6 bi para estados zerarem ICMS

O Tempo - Política Proposta dá aos estados a opção de zerar o imposto sobre óleo diesel, gás natural e gás de cozinha Veja Mais

O que se deve saber antes do encontro entre Joe Biden e Jair Bolsonaro

em - Internacional O presidente Jair Bolsonaro se reunirá pela primeira vez com o contraparte americano, Joe Biden, nesta quinta-feira (9), em Los Angeles, após ter mantido uma relação fria devido à sua proximidade com seu antecessor, Donald Trump.Confira a seguir alguns dos temas que mais dividem os dois presidentes e marcarão o encontro, previsto à margem da Cúpula das Américas.- "O Trump dos trópicos" -Bolsonaro, conhecido como o "Trump dos trópicos", é um grande admirador do ex-presidente republicano, de quem copiou métodos e estratégias, segundo analistas, como sua preferência pelas redes sociais como meio para se comunicar.O presidente brasileiro foi um dos últimos líderes mundiais a reconhecer a vitória de Biden sobre Trump, o que só fez 35 dias depois das eleições, em dezembro de 2020. Além disso, adotou o discurso do republicano de que pode ter havido "fraude" na votação.Em seguida, prometeu uma relação "pragmática" e de "aproximação" com Biden, que de fato avançou pouco.Na terça-feira, dois dias antes da reunião, Bolsonaro afirmou em uma entrevista que ainda duvida do resultado da eleição americana: "Trump estava muito bem. E muita coisa chegou para gente que a gente fica com pé atrás".- Desafio ao sistema de votação -Assim como Trump nos Estados Unidos, Bolsonaro levanta - sem provas - o fantasma de uma possível fraude orquestrada através do sistema de urna eletrônica para favorecer o esquerdista Luiz Inácio Lula da Silva, favorito nas pesquisas para a eleição presidencial del 2 de outubro. Altos membros da Justiça brasileira e políticos opositores temem que as ameaças de Bolsonaro podem se tornar um desafio concreto ao resultado, caso ele seja derrotado.Nesta quarta, um assessor de Biden afirmou que o presidente democrata "discutirá eleições abertas, livres, justas, transparentes e democráticas" com Bolsonaro.- "Neutralidade" perante a Ucrânia -A Ucrânia representa o mais recente episódio controverso na relação bilateral. Em fevereiro, a visita de Bolsonaro ao presidente russo, Vladimir Putin, a quem ofereceu sua "solidariedade" dias antes de que invadisse a Ucrânia, gerou mal-estar nos Estados Unidos. O país garantiu que a viagem havia deixado o Brasil isolado da "grande maioria da comunidade internacional". Bolsonaro declarou que mantém uma posição "neutra" em relação ao conflito.- Desmatamento e mudança climática -Biden tem sido um dos presidentes que mais aumentou a pressão sobre o governo brasileiro para que combata ativamente o desmatamento na Amazônia, que registrou os piores indicadores em uma década durante o mandato de Bolsonaro.Durante sua campanha, o democrata prometeu se unir a outro países e disponibilizar um fundo milionário para que o Brasil detenha o desmatamento ou, caso contrário, sofra "consequências econômicas significativas". Em uma cúpula climática organizada por Biden em abril de 2021, Bolsonaro prometeu buscar a neutralidade de carbono até 2050, dez anos à frente da meta anterior, não conseguindo convencer seus críticos de sua súbita conversão a uma agenda ambientalista.Para Bolsonaro, o governo Biden tem uma "obsessão pela questão ambiental" que "dificulta um pouco" a relação, conforme declarou em agosto de 2021."É importante equilibrar a visão: Nós temos dever de casa e eles têm dever de casa. Não se trata de um pedindo coisas ao outro, mas os dois dizendo que vão fazer em termos dos compromissos que assumiram", afirmou à AFP Pedro da Costa e Silva, secretário das Américas do Itamaraty.- Relação comercial estreita -Apesar das desavenças diplomáticas, a relação comercial se mantém próxima.Os Estados Unidos são o segundo maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas da China. Os intercâmbios entre os dos países ultrapassaram os 26 bilhões de dólares entre janeiro e abril deste ano, um aumento de 41% em relação ao mesmo período de 2021.A maior nação da América Latina compra dos Estados Unidos - entre os principais produtos - óleos combustíveis ou minerais e motores e máquinas não elétricas. Enquanto tem como principais itens de exportação produtos semi-acabados de ferro ou aço e aeronaves. Veja Mais

NATIONS LEAGUE: HOLANDA VENCE PAÍS DE GALES EM JOGO DE FORTES EMOÇÕES NO FIM | MELHORES MOMENTOS

NATIONS LEAGUE: HOLANDA VENCE PAÍS DE GALES EM JOGO DE FORTES EMOÇÕES NO FIM | MELHORES MOMENTOS

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #NationsLeague #Holanda #PaísDeGales #MelhoresMomentos Veja Mais

TSYHANKOV MARCA, E UCRÂNIA VENCE A IRLANDA NA NATIONS LEAGUE | Melhores Momentos

TSYHANKOV MARCA, E UCRÂNIA VENCE A IRLANDA NA NATIONS LEAGUE | Melhores Momentos

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #MelhoresMomentos #Ucrânia #Irlanda Veja Mais

França, Alemanha, Reino Unido e EUA instam Irã a 'cooperar' com AIEA

em - Internacional Os ministros das Relações Exteriores de França, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos instaram nesta quarta-feira (8) o Irã a "cooperar" plenamente com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), que criticou a falta de cooperação da República Islâmica.Os quatro países celebraram em um comunicado conjunto a adoção desta resolução por parte da agência nuclear da ONU e urgiram o Irã a "respeitar suas obrigações jurídicas e cooperar com a AIEA para esclarecer e resolver estes temas integralmente, sem prazos suplementares". Veja Mais

Argélia suspende tratado de cooperação com Espanha por questão do Saara

em - Internacional A Argélia suspendeu nesta quarta-feira (8) um "tratado de amizade, boa vizinhança e cooperação" assinado com a Espanha em 2002, após a mudança de posição de Madri no caso do Saara Ocidental, pelo qual se alinhou com Marrocos, anunciou a presidência.A Argélia, que vê a nova posição das autoridades espanholas como uma "violação das suas obrigações legais, morais e políticas", decidiu "proceder à suspensão imediata do Tratado de Amizade, Boa Vizinhança e Cooperação concluído em 8 de outubro de 2002 com o Reino de Espanha, e que enquadrou o desenvolvimento das relações entre os dois países", explicou esta mesma fonte.O tratado hispano-argelino procurou fortalecer o diálogo político entre os dois países, em todos os níveis, e o desenvolvimento da cooperação nos campos econômico, financeiro, educacional e de defesa.Em 18 de março, a Espanha mudou radicalmente sua tradicional neutralidade na questão do Saara Ocidental e apoiou o plano marroquino de autonomia naquela região, considerada um "território não autônomo" pela ONU e pela qual Marrocos e a Frente Polisário, pró-independência, lutam há décadas.Isso irritou as autoridades argelinas, tradicionais aliadas da Frente Polisário."Esta atitude do governo espanhol supõe a violação da legalidade internacional imposta pela sua condição de poder administrador, bem como os esforços das Nações Unidas e contribui diretamente para a deterioração da situação no Saara Ocidental e na região", afirmou o governo argelino.A Espanha, por sua vez, reagiu dizendo que "lamenta" a suspensão do tratado de cooperação e que "considera a Argélia um país vizinho e amigo e reitera a sua plena disponibilidade para continuar a manter e desenvolver as relações especiais de cooperação entre os dois países".Fontes do governo espanhol reiteraram o compromisso de Madri com os princípios do tratado, citando a "igualdade soberana dos Estados, a não ingerência nos assuntos internos e o respeito ao direito inalienável dos povos de dispor de si mesmos".- "Argumentos falaciosos" -"Essas mesmas autoridades (espanholas) que assumem a responsabilidade por uma mudança injustificada de posição desde os anúncios de 18 de março de 2022, pelos quais o atual governo espanhol deu seu total apoio à fórmula ilegal e ilegítima de autonomia interna defendida pela potência ocupante, se empenham para promover uma situação colonial com argumentos falaciosos", acrescentou a presidência argelina.A questão do Saara Ocidental, ex-colônia espanhola considerada "território não autônomo" pela ONU, opõe há décadas o Marrocos - que controla 80% do território - aos separatistas da Frente Polisário.Após a mudança de postura espanhola, a Argélia ligou para o seu embaixador no país ibérico e a empresa nacional de hidrocarbonetos Sonatrach citou um aumento dos preços do gás argelino fornecido à Espanha.Em abril, o presidente Tebboune descreveu a mudança de posição da Espanha como "moral e historicamente inaceitável".O chefe da diplomacia espanhola, José Manuel Albares, respondeu afirmando "não querer alimentar polêmicas estéreis" com a Argélia.- "Arma de pressão" -A mudança de posição espanhola pôs fim à grave crise diplomática que opôs os dois países durante quase um ano.Em meados de maio de 2021, mais de 10.000 migrantes chegaram em 48 horas ao enclave espanhol de Ceuta, incentivados pelo relaxamento dos controles por parte das autoridades marroquinas.A este respeito, o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, afirmou nesta quarta-feira que o seu país "não tolerará" o uso da "imigração ilegal como arma de pressão", numa advertência indireta a Marrocos.A crise entre os dois países foi causada pela recepção na Espanha em abril de 2021 do chefe da Frente Polisário, Brahim Ghali, para tratar uma infecção por covid-19.Em um relatório confidencial revelado pelo El Pais e ao qual a AFP teve acesso, os serviços de inteligência espanhóis afirmaram que a recepção de Ghali foi usada pelo Marrocos "como uma oportunidade magnífica para obter maiores concessões" da Espanha. Veja Mais

Empresa deve falar com sindicatos antes de demissões em massa, decide STF

O Tempo - Política Decisão define que a intervenção sindical é imprescindível, mas não se confunde com autorização prévia do sindicato ou acordo coletivo para as demissões Veja Mais

PL 6461/19 - Estatuto do Aprendiz - O Estatuto do Aprendiz e o Programa +Jovens - 08/06/2022

PL 6461/19 - Estatuto do Aprendiz - O Estatuto do Aprendiz e o Programa +Jovens - 08/06/2022

Câmana dos Deputados Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6461, de 2019, do Sr. André de Paula e outros, que "Institui o Estatuto do Aprendiz e dá outras providências. Convidados: ANTONIO ROBERTO SILVA PASIN, Superintendente da FEBRAEDA - Federação Brasileira de Associações Socioeducacionais de Adolescentes; HUMBERTO CASAGRANDE, CEO do CIEE Centro de Integração Empresa Escola; FERNANDO ALMEIDA ALVES, Diretor Executivo da Rede Cidadã; NETTO BITTAR, Presidente da Bittar Educação e Patrono do Instituto João Bittar; ANA MARIA VILLA REAL, Procuradora do Ministério Público do Trabalho - Coordenadora Nacional do combate à exploração do trabalho da criança e do adolescente; RAMON DE FARIA SANTOS, Auditor Fiscal do Trabalho - Representante do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho. MPV 1.116/22 do Poder Executivo que " Institui o Programa Emprega + Mulheres e Jovens e altera a Lei nº 11.770, de 9 de setembro de 2008, e a Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943. " Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65615 Veja Mais

DATATEMPO: Saiba quem são os eleitores de Zema na disputa pelo governo de Minas

O Tempo - Política Eleitores do governador têm predominantemente renda mais alta e estão espalhados pelo interior do Estado Veja Mais

Zuckerberg é o 'arquiteto' do novo capítulo da Meta, diz executivo da empresa

em - Internacional O metaverso, mundo virtual onde se pode levar uma vida paralela, é criação de Mark Zuckerberg e "é lógico" que ele seguirá com o projeto, disse o presidente de Assuntos Globais da Meta, Nick Clegg. Em um momento em que grandes corporações costumam ter uma rotatividade em suas lideranças, Clegg defendeu a permanência de Zuckerberg, que tem 38 anos e "muita energia", na empresa-mãe do Facebook."Esse é um projeto de muitos anos. Para mim, seria lógico que Mark Zuckerberg queira continuar, construir esse novo capítulo dessa empresa, e isso vai durar muitos, muitos anos", afirmou Clegg à AFP."É o fundador da empresa, a Meta, mas também o arquiteto do novo capítulo, dessa construção, dessas tecnologias de realidade aumentada e realidade virtual", acrescentou o executivo, que participa da Cúpula das Américas em Los Angeles.Clegg destacou as amplas oportunidades para a América Latina com o metaverso, como o fato de que, por meio de sofisticados dispositivos, uma professora poderá levar seus alunos à Grécia Antiga ou um estudante de medicina poderá praticar uma cirurgia.Ele explicou que, no futuro, o acesso ao metaverso não ocorrerá apenas por óculos. "Nos próximos anos, as pessoas também poderão ter acesso a essas tecnologias novas por seus celulares", disse."Trabalhamos para explorar como podemos ampliar e levar esse acesso a todos, não apenas a quem pode pagar pelos novos e últimos hardwares", observou."A tecnologia em si não pode resolver a desigualdade que existe na sociedade. Mas proporciona oportunidades que não existiam antes. Na pandemia, a tecnologia permitiu que as pessoas trabalhassem de casa, o que não era possível antes", acrescentou Clegg. Veja Mais

Consequências da guerra da Ucrânia no mundo se agravam, alerta Guterres

em - Internacional As consequências da invasão russa da Ucrânia se agravam no mundo e afetam 1,6 bilhão de pessoas, alertou nesta quarta-feira (8) o secretário-geral da ONU, António Guterres, ao apresentar o segundo boletim da organização sobre as repercussões internacionais do conflito."O impacto da guerra na segurança alimentar, na energia e nas finanças é sistêmico, grave e se acelera", alertou. "A guerra ameaça gerar uma onda sem precedentes de fome e miséria, deixando um rastro de caos social e econômico no mundo inteiro", afirmou o chefe da ONU. Ele alertou que se atualmente a crise alimentar corresponde à "falta de acesso" aos alimentos, no ano que vem poderia se dever diretamente à "falta de alimentos". "Só há uma forma de deter esta tempestade que se forma: a invasão russa da Ucrânia deve parar", afirmou Guterres. Ele disse ser "essencial" que cheguem a um bom destino as negociações que a ONU antecipa para garantir "as exportações de alimentos produzidos na Ucrânia pelo mar Negro e o acesso sem entraves aos mercados mundiais para os alimentos e os fertilizantes russos". "Este acordo é essencial para centenas de milhões de pessoas nos países em desenvolvimento, entre eles na África subsaariana", disse, sem dar detalhes sobre o estado destas tratativas, até o momento sem resultados visíveis. Segundo o relatório da ONU, "94 países que abrigam cerca de 1,6 bilhão de pessoas estão gravemente expostos a pelo menos uma das dimensões da crise (finanças, alimentação ou energia)" e são "incapazes enfrentá-la". Deste 1,6 bilhão de pessoas, "três quartos vivem em países gravemente expostos e vulneráveis simultaneamente às três dimensões", destaca o documento, assegurando que no futuro "nenhum país ou comunidade estará livre desta crise do custo de vida". - Insegurança alimentar -A "guerra poderia aumentar o número de pessoas em situação de insegurança alimentar de 47 milhões em 2022 para 323 milhões no fim do ano". Na América Latina, as regiões mais afetadas seriam a América Central e as ilhas do Caribe, pois já vivem uma "tempestade perfeita" na qual só terão dificuldades com acesso aos alimentos, mas também a energia e problemas financeiros, disse a principal encarregada do informe, Rebeca Grynspan, em coletiva de imprensa. Na África, "até 58 milhões poderiam se somar este ano à pobreza", segundo o informe, que vaticina que a pobreza extrema no Oriente Médio e o norte da África "poderia afetar 2,8 milhões de pessoas a mais em 2022". No sudeste asiático, "500 milhões de pessoas estão gravemente expostas às dimensões alimentar e financeira" da crise, uma situação "agravada pelas fortes ondas de calor que afetam os cultivos da região", segundo a ONU. Veja Mais

Planos de saúde: STJ decide que rol de cobertura é taxativo; entenda o que deve mudar

G1 Economia Julgamento altera o entendimento sobre a cobertura de planos de saúde no país. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) alterou, nesta quarta-feira (8), o entendimento sobre o rol de procedimentos listados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para a cobertura dos planos de saúde. Planos de saúde não precisam cobrir procedimentos fora da lista da ANS, decide STJ Planos de saúde não precisam cobrir procedimentos fora da lista da ANS Entenda o que o STJ decidiu e o que muda para os segurados. O que estava em julgamento? O STJ deveria decidir se o rol de cobertura dos planos é exemplificativo ou taxativo. A cobertura exemplificativa significa que os planos de saúde não se limitam a cobrir apenas o que está na lista da ANS, pois ela serve exatamente como exemplo de tratamento básicos. Já a cobertura taxativa entende que o que não está nesta lista preliminar da ANS não precisa ter cobertura das operadoras. Como era até agora? O rol da ANS era considerado exemplificativo pela maior parte do Judiciário. Isso significa que pacientes que tivessem negados procedimentos, exames, cirurgias e medicamentos que não constassem na lista poderiam recorrer à Justiça e conseguir essa cobertura. Isso porque o rol era considerado o mínimo que o plano deveria oferecer. Os planos, assim, deveriam cobrir outros tratamentos que não estão no rol, mas que tenham sido prescritos pelo médico, tenham justificativa e não sejam experimentais. E como fica? O entendimento do STJ é de que o rol é taxativo. Com isso, essa lista contém tudo o que os planos são obrigados a pagar: se não está no rol, não tem cobertura, e as operadoras não são obrigadas a bancar. Com a mudança, as decisões judicias devem seguir esse entendimento – de que o que não está na lista não precisa ser coberto. Nesse caso, muitos pacientes não conseguirão dar continuidade ou começar um tratamento com a cobertura do plano de saúde. A decisão do STJ não obriga as demais instâncias a terem que seguir esse entendimento, mas o julgamento serve de orientação para a Justiça. Quais procedimentos perdem a cobertura dos planos de saúde? O rol da ANS é básico e não contempla muitos tratamentos, como medicamentos aprovados recentemente, alguns tipos de quimioterapia oral e de radioterapia, e cirurgias com técnicas de robótica, por exemplo. Com o rol é taxativo, os planos ficam isentos da obrigação de bancar esses tratamentos. Além disso, a ANS limita o número de sessões de algumas terapias para pessoas com autismo e vários tipos de deficiência. Muitos pacientes precisam de mais sessões do que as estipuladas para conseguir resultado com essas terapias, por isso, no atual modelo, conseguem a aprovação de pagamento pelo plano de saúde. Há exceções? O entendimento do STJ é de que a lista, embora taxativa, admita algumas exceções, como terapias recomendadas expressamente pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), tratamentos para câncer e medicações "off-label" (usadas com prescrição médica para tratamentos que não constam na bula daquela medicação). Se não houver um substituto terapêutico ou depois que os procedimento incluídos na lista da ANS forem esgotados, pode haver cobertura de tratamento fora do rol, indicado pelo médico ou odontólogo assistente. Para isso, no entanto, é preciso que: a incorporação do tratamento à lista da ANS não tenha sido indeferida expressamente; haja comprovação da eficácia do tratamento à luz da medicina baseada em evidências; haja recomendação de órgãos técnicos de renome nacional, como a Conitec e a Natijus, e estrangeiros; seja realizado, quando possível, diálogo entre magistrados e especialistas, incluindo a comissão responsável por atualizar a lista da ANS, para tratar da ausência desse tratamento no rol de procedimentos. Veja Mais

The Last of Us: remake pode chegar já no início de setembro

The Last of Us: remake pode chegar já no início de setembro

Tecmundo O suposto remake de The Last of Us ainda não foi anunciado oficialmente pela Sony, mas parece já ter uma previsão de lançamento: 2 de setembro de 2022, com versões para PC e consoles. This makes sense to be TLOU Remake - But I am not 100% sure yet.It lines up with what I've heard on a latter 2022 release and would make sense if GOW has been pushed to Q4 22. https://t.co/70rrnPu9jY https://t.co/5hgxyavyDMLeia mais... Veja Mais

Biden discutirá eleições 'livres' com Bolsonaro

em - Internacional O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, enfatizará a importância da realização de eleições livres em encontro com o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que tem colocado dúvidas sobre o próximo pleito no país, informou um assessor do líder americano nesta quarta-feira (8).Os dois países confirmaram que Biden manterá seu primeiro encontro com Bolsonaro na quinta-feira em Los Angeles. A reunião acontecerá à margem da Cúpula das Américas, na qual os Estados Unidos se propõem a defender a democracia na região.Ao ser questionado se Bolsonaro se ressentiria de falar sobre as eleições de outubro no Brasil, Jake Sullivan, conselheiro de Segurança Nacional do presidente americano, disse que "não há restrição de tema em nenhum encontro bilateral do presidente, inclusive com o presidente Bolsonaro"."Posso adiantar que o presidente discutirá eleições democráticas abertas, livres, justas e transparentes", disse Sullivan aos jornalistas a bordo do avião presidencial Air Force One.Bolsonaro, um apoiador declarado do ex-presidente americano Donald Trump, tem questionado, sem provas, o sistema de voto eletrônico no Brasil.O presidente brasileiro também questionou os resultados das eleições americanas em 2020, quando Biden derrotou Trump, e foi um dos últimos líderes munidais a reconhecer a vitória do democrata no pleito.Ontem, Bolsonaro voltou a falar sobre as últimas eleições americanas durante entrevista ao SBT News."Quem diz [sobre fraude nas eleições] é o povo americano. Eu não vou entrar em detalhes na soberania de outro país. Agora, o Trump estava muito bem. E muita coisa chegou para gente que a gente fica com pé atrás. A gente não quer que aconteça isso no Brasil", afirmou o presidente brasileiro, que deve chegar a Los Angeles na quinta-feira.A questão ambiental também será abordada no encontro, acrescentou Sullivan, no momento em que o Brasil se encontra no olho do furacão pelo desaparecimento de um jornalista britânico e um indigenista brasileiro na região do Vale do Javari, na floresta amazônica.O Brasil concentra em seu território a maior parte da floresta tropical, e Bolsonaro é favorável à exploração comercial da mesma, uma posição que é amplamente criticada por ambientalistas e que gerou tensões com outros líderes mundiais no passado recente, entre eles o presidente francês Emmanuel Macron.Fontes do Itamaraty afirmam que a reunião com Biden terá duração de meia hora. Depois de participar da Cúpula, na qual deverá discursar na sexta-feira, Bolsonaro partirá para Orlando, na Flórida, para a inauguração de um consulado.Fontes do Itamaraty acrescentaram que o presidente brasileiro tentará manter encontros com representantes do Partido Republicano na Flórida.De acordo com as últimas pesquisas, Bolsonaro está em segundo lugar na preferência dos eleitores brasileiros, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Veja Mais

Democracia é 'ingrediente essencial' para as Américas, diz B...

em - Internacional Democracia é 'ingrediente essencial' para as Américas, diz Biden na abertura da Cúpula Veja Mais

Starlink só deve abrir capital dentro de 3 a 4 anos, diz Musk

Starlink só deve abrir capital dentro de 3 a 4 anos, diz Musk

Tecmundo Os investidores que aguardam pela oferta pública de ações (IPO) da Starlink vão precisar de paciência, pois a subsidiária da SpaceX, especializada em internet por satélite, não deve abrir capital na Bolsa tão cedo. Quem afirma é o próprio CEO da empresa Elon Musk, como informou a CNBC na terça-feira (7).Segundo a publicação, o bilionário disse aos funcionários que o aguardado IPO da Starlink provavelmente não acontecerá antes de três ou quatro anos. Dessa forma, interessados em investir nas ações da organização só poderão fazê-lo a partir de 2025, no mínimo, caso a previsão se confirme.Leia mais... Veja Mais

Twitter compartilhará seus dados internos com Musk para dar sequência a acordo de compra

em - Internacional O Twitter atenderá ao pedido de Elon Musk para fornecer dados internos, como parte de um impasse sobre a contestada oferta de US$ 44 bilhões do magnata para comprar a plataforma, informou a imprensa americana nesta quarta-feira (8).A notícia chega poucos dias depois que o CEO da Tesla ameaçou desistir do acordo para comprar o Twitter, acusando a rede social de não fornecer dados sobre contas falsas.Os jornais The Washington Post e The New York Times e o site Axios citaram fontes anônimas próximas às negociações segundo as quais o conselho do Twitter decidiu dar a Musk acesso total aos dados internos com as centenas de milhões de tuítes que são publicados diariamente na plataforma."Isso acabaria com o maior impasse entre Musk e o conselho sobre essa questão crucial que suspendeu o acordo", escreveu Dan Ives, analista da Wedbush, em um tuíte.O CEO do Twitter, Parag Agrawal, afirmou que menos de 5% das contas ativas do Twitter são bots (robôs), sem que essa análise possa ser replicada externamente em função da política de proteção de dados.Cerca de duas dúzias de empresas já pagam para acessar o enorme acervo de dados internos do Twitter, que inclui o registro de tuítes e informações sobre contas e dispositivos dos quais as mensagens são enviadas, disse o Post.O Twitter se recusou a comentar a informação, mas defendeu sua resposta às sugestões de Musk, prometendo concluir o acordo nos termos originais.O imprevisível Musk concordou em comprar o Twitter por US$ 44 bilhões no final de abril.O principal executivo jurídico do Twitter disse aos funcionários que uma votação especial dos acionistas para aprovar a aquisição pode ocorrer no final de julho ou início de agosto, segundo a Bloomberg.Musk começou a fazer um barulho considerável em torno das contas falsas em meados de maio, quando disse que desistiria da transação se suas preocupações não fossem abordadas.Alguns analistas viram o questionamento de Musk ao Twitter como um meio de encerrar o processo de compra ou como um método de pressionar o Twitter para baixar o preço de aquisição.As ações do Twitter fecharam ligeiramente acima de US$ 40 nesta quarta-feira, consideravelmente abaixo dos US$ 54,20 que Musk concordou em pagar quando assinou o acordo de compra.THE NEW YORK TIMES COMPANYTESLA MOTORS Veja Mais

'Quem recebe R$ 400 não passa fome', diz Flávio Bolsonaro

O Tempo - Política Senador afirmou que Auxílio Brasil protege os mais vulneráveis e que Bolsonaro fez o que pode para enfrentar fome no país Veja Mais

Câmara de BH deve votar, nesta quinta, reajuste salarial de 11,77% para Educação

O Tempo - Política Entrou na pauta desta quinta-feira (9) também, projeto que cria a Política Municipal de Prevenção ao Abandono e Evasão Escolar no Município Veja Mais

Senado aprova projeto que cria a Lei Geral do Esporte

O Tempo - Política Texto prevê regras contra corrupção no esporte, pune preconceito nos estádios e torna o Bolsa Atleta política de Estado Veja Mais

Família Trump deverá depor a partir 15 de julho em NY por fraude fiscal

em - Internacional O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seus filhos Donald Jr e Ivanka foram citados para prestar depoimento a partir de 15 de julho no caso sobre fraude fiscal instruído pela procuradoria de Nova York, informaram nesta quarta-feira (8) fontes judiciais.A procuradora do estado de Nova York, Letitia James, e sua equipe de investigadores prosseguirão com o interrogatório "na semana seguinte", segundo um documento da Justiça.Trump e seus filhos Donald Jr e Ivanka têm até 13 de junho para apresentar um recurso à máxima instância judicial de Nova York.O trio tentou, de todas as maneiras, evitar o interrogatório sob juramento pelo caso de evasão fiscal instruído pela procuradora democrata James, alegando que o processo está motivado politicamente.O juiz estadual de Nova York Arthur Engoron ditou em fevereiro que os três têm que testemunhar e rejeitou uma demanda dos Trump para anular as citações de James.Desde 2019, James investiga o ex-presidente e a Organização Trump por uma possível fraude e tentou interrogá-lo por meses.Em janeiro, a procuradora disse que sua investigação havia encontrado provas que sugerem uma avaliação fraudulenta de diversos ativos e a tergiversação desses valores para pagar menos impostos.Os Trump, por sua vez, negam qualquer irregularidade.No mês passado, o ex-presidente pagou 110.000 dólares de multa por se recusar a entregar evidências e documentos aos investigadores.A investigação de James é uma das muitas batalhas judiciais nas quais está imerso o magnata e político de 75 anos, o que pode complicar suas eventuais aspirações de concorrer nas eleições presidenciais de 2024. A Organização Trump também está sendo investigada pelo promotor do distrito de Manhattan por possível crime fiscal e fraude de seguros.Em julho do ano passado, a Organização Trump e seu então diretor financeiro Allen Weisselberg se declararam inocentes, em um tribunal de Nova York, de 15 acusações de fraude e evasão fiscal.O julgamento está previsto para acontecer este ano.Até agora, Trump ainda não confirmou sua intenção de concorrer novamente à indicação do Partido Republicano na corrida pela Casa Branca. Veja Mais

Michel Blois expõe desejos de um idoso e de uma cadeirante no espetáculo teatral ‘Euforia’

G1 Pop & Arte Com entrada gratuita, apresentação está em cartaz em Presidente Prudente (SP), nesta quinta-feira (9), a partir das 20h30. Ator integra o elenco da novela 'Além da Ilusão', na TV Globo. Em dois solos, Michel Blois interpreta uma cadeirante e um idoso Renato Mangolin Os desejos de um idoso e de uma cadeirante são os temas centrais do espetáculo teatral "Euforia", que será apresentado gratuitamente, às 20h30, nesta quinta-feira (9), na Área de Convivência do Sesc Thermas, em Presidente Prudente (SP). É o ator, diretor e dramaturgo Michel Blois que se divide nesses dois solos. Na apresentação, há o desabafo da mulher que ficou paraplégica após um acidente e de um idoso de mais de 80 anos que esconde ser homossexual. Os dois socialmente são olhados como seres assexuados, invisíveis aos olhos do prazer comum. A apresentação do espetáculo faz parte da Campanha de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, do Sesc São Paulo, que neste ano trabalha o tema Reconhecimento e Direitos. O texto de "Euforia" é de Julia Spadaccini, com direção de Victor Garcia Peralta. Após a apresentação, haverá um bate-papo com o ator Michel Blois. Atualmente, ele está no ar na novela “Além da Ilusão”, na TV Globo, com o personagem Leopoldo. “Espero que o público de Presidente Prudente se conecte com a fragilidade de um personagem que muda a forma de agir com seu cuidador, por medo da reação, escondendo sua sexualidade, algo incompatível com sua juventude livre”, afirma Michel Blois sobre o personagem idoso. O espetáculo tem duração de 60 minutos e classificação etária de 14 anos. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados a partir das 12h desta quinta-feira (9) pelo site ou na bilheteria do Sesc Thermas, que fica na Rua Alberto Peters, 111, no Jardim das Rosas. Em dois solos, Michel Blois interpreta uma cadeirante e um idoso Renato Mangolin Em dois solos, Michel Blois interpreta uma cadeirante e um idoso Renato Mangolin Em dois solos, Michel Blois interpreta uma cadeirante e um idoso Renato Mangolin VÍDEOS: Tudo sobre a região de Presidente Prudente Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região. Veja Mais

Fechamento dos grãos de soja em Chicago

em - Internacional (Em Fechamento hoje / Fechamento anterior: JUL 22 17,40 / 17,2825 AGO 22 16,6275 / 16,5375 SET 22 15,8850 / 15,76 NOV 22 15,68 / 15,4975 JAN 23 15,72 / 15,54 Veja Mais

Water cooler vs Air cooler: qual escolher?

Water cooler vs Air cooler: qual escolher?

Tecmundo Na hora de montar um computador, o sistema de arrefecimento (ou resfriamento) geralmente é um dos últimos itens na lista de prioridades do usuário. Porém, quando finalmente é hora de investir nessa peça, uma dúvida começa a surgir: meu PC vai ficar melhor com um air cooler ou um water cooler? Neste artigo especial do TecMundo, vamos destrinchar o funcionamento dessas duas soluções para deixar o seu processador bem gelado, além de tentar ajudar a selecionar a melhor escolha para qualquer máquina.Leia mais... Veja Mais

Governo diz que terá de pagar dívida de R$ 4,8 bi à União por não aderir ao RRF

O Tempo - Política De acordo com o Governo, valor é 433% mais alto quando comparado à adesão ao Regime de Recuperação Fiscal Veja Mais

NATIONS LEAGUE: BÉLGICA TOMA GOL DE LEWANDOWSKI, MAS ATROPELA POLÔNIA | Melhores Momentos

NATIONS LEAGUE: BÉLGICA TOMA GOL DE LEWANDOWSKI, MAS ATROPELA POLÔNIA | Melhores Momentos

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Belgica #polonia #melhoresmomentos Veja Mais

Maduro busca atrair investimentos turcos na Venezuela

em - Internacional O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em visita a Ancara, fez nesta quarta-feira (8) um novo apelo para que o empresariado turco invista em seu país, destacando oportunidades em áreas como petróleo, gás e mineração.Maduro insistiu que seu país está "em processo de recuperação econômica", em meio a uma bateria de sanções internacionais, que incluem um embargo americano a seu petróleo.A Venezuela vive a pior crise econômica de sua história moderna e até o fim de 2021 estava há pelo menos sete anos em recessão."Esse ano de 2022 é um ano em que se espera um crescimento superior", previu Maduro em uma coletiva de imprensa com seu par turco, Recep Tayyip Erdogan. "É o momento para os investimentos da Turquia na Venezuela, para que cheguem no turismo, na mineração, na indústria, na logística, nos bancos, no petróleo, no gás, no carvão", declarou.A viagem de Maduro coincide com a Cúpula das Américas, que começou na segunda-feira em Los Angeles e para a qual não foram convidados os governos de Cuba, Nicarágua e Venezuela, considerados "ditaduras" por Washington.Erdogan também foi excluído de uma cúpula sobre democracia, igualmente organizada pelos Estados Unidos em dezembro do ano passado.O presidente da Turquia, integrante da Otan, foi um dos poucos líderes mundiais que apoiou Maduro depois que Washington e dezenas de líderes rechaçaram sua reeleição em 2018 e reconheceram o opositor Juan Guaidó como presidente em exercício do país."A Turquia sempre esteve ao nosso lado", disse Maduro, que já havia pedido investimentos turcos em abril, durante a visita do chanceler Mevlut Cavusoglu.Erdogan, por sua vez, anunciou a intenção de visitar a Venezuela em julho. Os dois países estão vinculados por mais de 50 acordos comerciais, incluindo três assinados nesta quarta em turismo, agricultura e negócios bancários.O comércio bilateral quase triplicou em três anos, chegando a cerca de 1 bilhão de dólares, apontou Erdogan. Após a Turquia, Maduro deve visitar a Argélia na quinta-feira. Veja Mais

Twitter decide entregar 'montanha' de dados a Elon Musk, diz jornal

Twitter decide entregar 'montanha' de dados a Elon Musk, diz jornal

Tecmundo Segundo declaração de uma fonte anônima ao The Washington Post, o Twitter vai fornecer a Elon Musk, ainda nesta semana, uma quantidade massiva de dados internos. O objetivo da ação é provar ao empresário que, ao contrário do que ele alega, suas estimativas em relação ao volume de bots na plataforma estão equivocadas.O bilionário ameaçou cancelar a compra da rede social por US$ 44 bilhões por acreditar que cerca de 20% dos usuários seriam contas gerenciadas por robôs. Por outro lado, o Twitter defende a existência de menos de 5% delas.Leia mais... Veja Mais

Tropas russas tomam 'grande parte' da cidade ucraniana de Severodonetsk

em - Internacional As tropas russas conseguiram conquistar "grande parte" da cidade estratégica ucraniana de Severodonetsk (leste), após duras batalhas de uma guerra que, segundo a ONU, ameaça gerar uma onda inédita de "fome e miséria" no mundo.Severodonetsk se tornou o foco da ofensiva russa em sua tentativa de ocupar uma faixa oriental da Ucrânia, após ter sido repelida em outras partes do país desde o início da invasão em 24 de fevereiro.As forças russas "controlam grande parte de Severodonetsk. A zona industrial ainda está nas nossas mãos", informou Serhiy Haiday, governador de Luhansk, a província onde fica Severodonetsk.Pouco antes, Haiday admitira que as tropas ucranianas poderiam ser obrigadas a "recuar" dessa localidade.Em Lysychansk, cidade-gêmea de Severodonetsk, da qual é separada por um rio, as tropas russas disparam "deliberadamente" contra hospitais e centros de distribuição de ajuda humanitária, denunciou o governador."Todos os dias há bombardeios e algo é incendiado", disse à AFP Yuriy Krasnikov, um aposentado que vive em Lysychansk.As duas cidades representam o último grande núcleo urbano controlado pela Ucrânia em Luhansk. Sua queda abriria o caminho da Rússia para Kramatorsk, a capital administrativa 'de facto' da bacia mineradora do Donbass, uma região já dominada parcialmente, desde 2014, pelos separatistas pró-Rússia.Além de deixar milhares de mortos e milhões de deslocados, a invasão russa devastou a economia do país e destruiu sua infraestrutura.No entanto, a ofensiva russa também afeta a segurança alimentar, a energia e as finanças do mundo, advertiu a ONU.- Insegurança alimentar -"Para a população do mundo inteiro, a guerra ameaça provocar uma onda sem precedentes de fome e miséria", alertou o secretário-geral da ONU, António Guterres."O mundo pagará um preço alto pela guerra da Rússia contra a Ucrânia", advertiu, por sua vez, Laurence Boone, economista-chefe da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que prevê uma forte queda do crescimento mundial e uma recuperação da inflação.Rússia e Ucrânia representam 30% das exportações mundiais de trigo e se acusam mutuamente de destruir suas reservas de grãos e acentuar os temores de uma crise alimentar global.Além disso, Kiev acusa Moscou de bloquear seus portos no Mar Negro, o que lhe impede de exportar seus grãos.A queda das exportações desencadeou um aumento do preço dos grãos. Segundo a ONU, a "guerra poderia aumentar o número de pessoas em situação de insegurança alimentar de 47 milhões em 2022 para 323 milhões até o fim do ano".No caso da América Latina, a região mais afetada seria a América Central e as ilhas do Caribe. Ambas vivem uma "tempestade perfeita" na qual, não apenas terão dificuldades com o acesso aos alimentos, mas também à energia, detalhou a ONU.Por isso, advertiu Guterres, "é essencial" que as negociações pedidas pela ONU cheguem a bom termo.As conversas acontecem em Ancara, a capital da Turquia, que propôs sua mediação para resolver o problema do bloqueio de grãos.- Rússia se diz 'disposta' a garantir exportações -O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, disse em Ancara que Moscou estava disposta "a garantir a segurança dos navios que partam dos portos ucranianos [...] em cooperação com nossos colegas turcos". No fim de maio, a Rússia pediu que fossem levantadas as sanções ocidentais contra si como condição para o desbloqueio dos grãos ucranianos. Lavrov não mencionou esta condição hoje, mas seu colega turco, Mevlut Cavusoglu, sim o fez."Se devemos abrir o mercado internacional ucraniano, pensamos que é legítimo levantar os obstáculos às exportações russas", afirmou.Por sua vez, o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, considerou que "a verdadeira causa desta crise é a invasão russa, não as sanções" adotadas pelos países do Ocidente contra Moscou.A pedido das Nações Unidas, a Turquia se propôs a ajudar a escoltar os navios dos portos ucranianos, apesar da presença de minas, algumas das quais foram detectadas perto do litoral turco.Mas a Ucrânia descartou retirar as minas do porto de Odessa, por temor de que o exército russo se aproveite disso para atacar a cidade.Ao finalizar uma conferência ministerial sobre segurança alimentar no Mediterrâneo, o ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio, advertiu que "milhões" de pessoas poderiam morrer, a menos que a Rússia desbloqueasse os portos da Ucrânia.Contudo, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, minimizou o impacto da ofensiva sobre o aumento nos preços dos grãos e pediu que não se "exagere" sobre a importância das reservas ucranianas. Veja Mais

Relator propõe abater dívida dos estados para criar teto do ICMS

O Tempo - Política Fernando Bezerra acredita que se as medidas forem aprovadas, o litro da gasolina pode ter uma redução de R$ 1,65 e o do álcool, de R$ 0,76 Veja Mais

Direitos Humanos e Minorias - Chacina de Acari - 08/06/2022

Direitos Humanos e Minorias - Chacina de Acari - 08/06/2022

Câmana dos Deputados Quer enviar perguntas agora? Acesse o portal e-Democracia: https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/2708/ Tema: Desdobramentos da Chacina de Acari, em exame pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos, particularmente sobre o crime de desaparecimento forçado e dos projetos de lei que tramitam sobre o tema Convidadas e convidados: 1. Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos - MMFDH 2. Comissão Interamericana de Direitos Humanos - CIDH 3. André Porciúncula, Defensor Nacional de Direitos Humanos - DPU; (participação confirmada) 4. Eugênia Augusta Gonzaga, Procuradora Regional da República e Coordenadora do GT Memória e Verdade da PFDC; (participação confirmada) 5. Roberta Rosa Ribeiro, Promotora de Justiça do Ministério Público do Rio de Janeiro - MPRJ; (participação confirmada) 6. Mônica Alckimim - Representante do Conselho Nacional dos Direitos Humanos - CNDH; (participação confirmada) 7. Sidney Teles, Presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos - CEDDH; (participação confirmada) 8. Dani Monteiro, Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro - CDDHC; (participação confirmada) 9. Carlos Nicodemos, Conselheiro do MNDH Nacional e Representante da Organização de Direitos Humanos Projeto Legal e das vítimas da chacina de Acari; (participação confirmada) 10. Alexandra de Jesus Silva - familiar de vítima; (participação confirmada) 11. Aline Leite de Souza - familiar de vítima; (participação confirmada) 12. Rosângela da Silva - familiar de vítima. (participação confirmada) Requerimento 3/2022, de autoria da Deputada Talíria Petrone, subscrito pelos Deputados Abílio Santana, Helder Salomão e Marcon. Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65423 Veja Mais

Fome dispara no Brasil e afeta 33 milhões de pessoas

em - Internacional Cerca de 33,1 milhões de pessoas passam fome no Brasil, 73% a mais que em 2020, enquanto mais da metade dos habitantes sofre algum tipo de insegurança alimentar, revelou uma pesquisa nesta quarta-feira (8)."O número de domicílios com moradores passando fome saltou de 9% (19,1 milhões de pessoas) para 15,5% (33,1 milhões de pessoas)", informou o estudo da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (PENSSAN), com dados coletados entre novembro de 2021 e abril de 2022."Mais da metade da população do país - 125,2 milhões de pessoas - vive com algum grau de insegurança alimentar", ou seja, não têm certeza quando vai comer e cujo maior nível de gravidade é a fome, detalha a segunda pesquisa sobre insegurança alimentar da rede. O dado representa uma alta de 7,2% em relação a 2020.A situação seria consequência da "continuidade do desmonte de políticas públicas, a piora na crise econômica, o aumento das desigualdades sociais e o segundo ano da pandemia de covid-19", afirma o texto.O governo de Jair Bolsonaro, que concorrerá a reeleição em outubro, aumentou o valor do programa Auxílio Brasil para pessoas vulneráveis para uma média de 500 reais. Mas o montante é corroído pela inflação, de 12,13% em 12 meses até abril. Segundo o estudo, "a insegurança alimentar moderada e grave cresceu mesmo nos domicílios que recebiam auxílio financeiro" do governo.- "Retrocesso histórico" -Este "retrocesso histórico", segundo os pesquisadores, se reflete diariamente em imagens de pessoas vasculhando o lixo em busca de alimentos, multiplicadas em diferentes cidades do país.A maioria dos lares sofre insegurança alimentar em áreas rurais (60%) e cerca de 27,4 milhões de pessoas passam fome nestas regiões, números "estarrecedores".A fome duplicou nas famílias com crianças menores de 10 anos, de 9,4% em 2020 a 18,1% em 2022, descrevem. Além disso, a pesquisa revela que a população preta e parda são mais afetadas que a branca, com 18,1% dos lares com fome, contra 10,6%. Também sofrem mais de fome e com a precariedade, os lares comandados por mulheres (19,3%) em relação aos comandados por homens(11,9%).De um ponto de vista regional, a situação é pior no norte e noroeste do país, onde 45,2% e 38,4% da população, respectivamente, sofrem níveis mais altos de insegurança alimentar. A inflação sobre a alimentação residencial subiu 16,12% em 12 meses até abril, acima do índice geral.A alta nos preços dos alimentos e dos combustíveis (+33,24% em doze meses) foi impulsionada desde fevereiro pela guerra entre Rússia e Ucrânia. Veja Mais

DATATEMPO: Saiba quem são os eleitores de Kalil na disputa pelo governo de Minas

O Tempo - Política Ex-prefeito de Belo Horizonte vai bem na região Metropolitana, mas tem dificuldade na maior parte das regiões do interior Veja Mais

Silent Hill: diretor do primeiro filme está trabalhando em novo roteiro

Silent Hill: diretor do primeiro filme está trabalhando em novo roteiro

Tecmundo Em uma entrevista para o site de jogos francês Jeux Video, Christophe Gans, diretor e roteirista de Terror em Silent Hill, afirmou que utilizou a pandemia do coronavírus para escrever um novo roteiro para um longa que não estaria conectado aos filmes de 2006 e 2012.“Aproveitei a oportunidade para escrever dois roteiros, [incluindo] o roteiro de um novo filme de Silent Hill que é totalmente independente dos dois filmes anteriores feitos e respeita a forma como a série evoluiu. Estou ciente de que é uma franquia de videogame muito grande e uma obra de arte no nobre sentido da palavra. Na maioria das vezes, são histórias independentes. Silent Hill é um pouco como Além da Imaginação, a quarta dimensão, um lugar onde tudo e qualquer coisa pode acontecer", disse Gans.Leia mais... Veja Mais

Grave Situação de Pernambuco pelas Fortes Chuvas - Apresentação do Plano de Trabalho - 08/06/2022

Grave Situação de Pernambuco pelas Fortes Chuvas - Apresentação do Plano de Trabalho - 08/06/2022

Câmana dos Deputados Comissão Externa destinada a acompanhar a grave situação de Pernambuco em decorrência das fortes chuvas que assolam o Estado A - Apresentação do Plano de Trabalho; e B - Deliberação de Requerimentos. Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65607 Veja Mais

Comissão Mista de Orçamento - Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2023 - LDO - 08/06/22

Comissão Mista de Orçamento - Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2023 - LDO - 08/06/22

Câmana dos Deputados Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização Veja mais: https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/65589 Veja Mais

Uber ajuda a distribuir água e alimentos em cidades da Ucrânia

Uber ajuda a distribuir água e alimentos em cidades da Ucrânia

Tecmundo A Uber está auxiliando nas entregas de emergência de alimentos e água na Ucrânia, atendendo à população que vive em áreas devastadas pela guerra contra a Rússia. O trabalho é realizado em parceria com o Programa Mundial de Alimentos da Organização das Nações Unidas (PAM), conforme relata a BBC nesta quarta-feira (8).Segundo a publicação, a empresa de transporte por app desenvolveu uma versão personalizada da plataforma para este trabalho. A partir dela, a entidade coordena uma frota de veículos menores para as entregas, pois os caminhões têm dificuldade para circular em meio aos escombros e são alvos fáceis de ataques.Leia mais... Veja Mais

Call of Duty Modern Warfare II promete elevar tudo o que a franquia já fez

Call of Duty Modern Warfare II promete elevar tudo o que a franquia já fez

Tecmundo Entra ano sai ano e a franquia Call of Duty chega com uma nova versão. De uma forma ou de outra, os games da série sempre trazem inovações. Dois mil e dezenove foi especial para a série, já que Call of Duty: Modern Warfare foi o jogo mais vendido daquele ano, e pudera ele realmente caiu nas graças da galera, até eu que estava meio desacreditado com jogos de tiro em primeira pessoa passei centenas de horas no PvP do CoD de 2019.Agora, a Activision está prometendo entregar o Call of Duty mais inovador e ambicioso de sua história. Modern Warfare 2 vai chegar no dia 28 de outubro de 2022 para PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X|S, Xbox One e PC via Battle.net e Steam e o VOXEL foi convidado para um evento digital para dar uma olhadinha no que vem por aí. Leia mais... Veja Mais