Meu Feed

No mais...

EUA: Suprema Corte julga ações que vão definir futuro de redes sociais

Valor Econômico - Finanças A Suprema Corte dos Estados Unidos começa nesta se... Veja Mais

Filho do Tite impede que técnico 'entregue' tática utilizada pelo Flamengo contra o Fluminense

Filho do Tite impede que técnico 'entregue' tática utilizada pelo Flamengo contra o Fluminense

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Shorts #Flamengo #Fluminense Veja Mais

Ilia Topuria, o novo campeão do UFC, deu o pontapé inicial em Real Madrid x Sevilla

Ilia Topuria, o novo campeão do UFC, deu o pontapé inicial em Real Madrid x Sevilla

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Shorts #RealMadrid #UFC Veja Mais

'Transformar o ilícito e informal da Amazônia em economia verde é um dever', diz Ilona Szabó

Valor Econômico - Finanças Para conseguir trazer investimento em economias co... Veja Mais

Declarações de Bolsonaro em manifestação na Avenida Paulista podem contribuir com investigações

Valor Econômico - Finanças Avaliação de integrantes do STF e da PF é de que o... Veja Mais

Em clássico movimentado, River e Boca ficam no empate na Copa da Liga Argentina | Melhores Momentos

Em clássico movimentado, River e Boca ficam no empate na Copa da Liga Argentina | Melhores Momentos

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #river #boca #copadelaliga #Argentinonaespn Veja Mais

O que é a 'minuta do golpe', ponto central na investigação da PF contra Bolsonaro

Valor Econômico - Finanças Documento é citado pela Polícia Federal como um do... Veja Mais

Planetas 'impossíveis' podem ser mais comuns no universo do que pensávamos

Planetas 'impossíveis' podem ser mais comuns no universo do que pensávamos

Tecmundo Em uma entrevista recente, o consultor sênior para ciência e exploração da Agência Espacial Europeia (ESA), Dr. Mark McCaughrean, explicou que planetas com características peculiares estão sendo observados no universo. A região da Nebulosa de Orion, por exemplo, deveria abrigar planetas que se formaram nos discos planetários, contudo, eles são binários; e os cientistas não conseguiram explicar exatamente como esses pares se mantiveram juntos mesmo depois da formação planetária.Leia mais... Veja Mais

Acuado, Bolsonaro faz discurso vazio na Paulista

Valor Econômico - Finanças Cautela no discurso esvazia impacto político na Pa... Veja Mais

Redmi Note 13 Pro 4G: teste de bateria em tempo real | Acompanhe

tudo celular Saiba qual a real autonomia do celular Redmi Note 13 Pro 5G neste teste de bateria padronizado. Veja Mais

Inter de Milão GOLEIA Lecce fora de casa com SHOW de Lautaro Martínez e segue SOBRANDO no Italiano

Inter de Milão GOLEIA Lecce fora de casa com SHOW de Lautaro Martínez e segue SOBRANDO no Italiano

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #MelhoresMomentos #Inter #futebol #italiano #calcio #seriea #futebolaovivo #lautaro Veja Mais

Cenário brasileiro: 7 jogos famosos que se passam no Brasil

Cenário brasileiro: 7 jogos famosos que se passam no Brasil

Tecmundo O Brasil é mundialmente conhecido por suas paisagens e riqueza cultural, inspirando inúmeras produções audiovisuais ao longo do tempo. Desde grandes franquias, como Street Fighter, até produções que ficaram esquecidas, como Shadowrun, estúdios e desenvolvedoras ao redor do mundo tentaram reproduzir os cenários do nosso país tropical.No entanto, devido à extensão continental e diversidade de costumes, por vezes, essas tentativas resultaram em uma verdadeira mistura de conceitos e estereótipos. Nesta lista, o Voxel separou sete jogos que se basearam no Brasil, seja na construção de seus cenários ou de seus personagens.Leia mais... Veja Mais

5 motivos para comprar o Corsair Voyager a1600

canaltech O Corsair Voyager a1600 é o primeiro notebook gamer desenvolvido pela Corsair e foi lançado com o selo AMD Advantage em 2022. Isso significa que todas as especificações principais desse modelo vêm com hardware da AMD, incluindo o processador e a placa de vídeo. Voltado para streamers, o aparelho ainda conta com um design diferente a uma barra touch para auxiliar na criação de conteúdo. Review Corsair Voyager a1600 | Notebook gamer com Stream Deck para streamers 5 motivos para não comprar o Corsair Voyager A1600 Com muitos pontos positivos, apesar dos erros, o Corsair Voyager a1600 foi amplamente discutido na análise do Canaltech. Agora é hora de listar alguns motivos que tornam esse notebook uma escolha ideal para o seu uso. 5. S-Key Macro Bar Como dito na introdução, o Corsair Voyager a1600 possui uma barra de LED touchscreen integrada no chassi. Chamada de S-Key Macro Bar, essa barra pode ser personalizada através do software iCUE para ser usada como atalhos rápidos para abrir aplicativos, abas no navegador, executar games rapidamente, etc. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- No entanto, a principal função é servir como uma Stream Deck da Elgato em um notebook. O aplicativo do Stream Deck já vem pré-instalado na máquina e como a Corsair é dona da Elgato, tudo tem 100% de compatibilidade. Assim, você pode personalizar a barra touch para mudar configurações da sua livestream em tempo real, ou utilizar a funcionalidade como atalhos rápidos em uma edição audiovisual.  Ao centro da S-Key Macro Bar há um mini display que permite monitorar informações do notebook (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) 4. Componentes AMD Encontrar um notebook com especificações da AMD já não é tão fácil no mercado internacional. Agora, encontrar um notebook gamer com processador e placa de vídeo da AMD no Brasil é extremamente raro. Por sorte, o Corsair Voyager a1600 acompanha um Ryzen 9 6900HS de oito núcleos e uma Radeon RX 6800M na parte de processamento gráfico. Isso é um prato cheio para os amantes da AMD, já que o varejo brasileiro geralmente só oferta notebooks com processadores da marca, mas raramente com placas de vídeo dedicadas, sempre deixando esse espaço reservado para produtos pertencentes ao portfólio da NVIDIA. O Corsair Voyager a1600 ainda acompanha 32 GB de memória RAM DDR5 (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) 3. Teclado mecânico Cherry MX Quase sempre fora do centro das atenções, o teclado do Corsair Voyager a1600 é um destaque a parte. O laptop utiliza um teclado mecânico com switches táteis Cherry MX, uma das marcas mais populares e renomadas quando o assunto são switches para esses periféricos.  Trabalhando no formato de baixo perfil, a experiência de usar esse teclado é muito satisfatória. Com toques precisos e uma resposta tátil concisa e rápida, o periférico embutido é ideal para jogar, mas desempenha um ótimo papel na digitação extensiva, perfeito para quem quer uma máquina multifuncional para arrasar nos joguinhos e trabalhar.  Além do teclado, o Corsair Voyager a1600 possui um touchpad largo (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) 2. Construção Ninguém quer comprar um notebook que não tenha uma construção confiável. Felizmente, o Corsair Voyager a1600 passa muita robustez e segurança, já que é construído com uma chapa de alumínio bem competente e passa realmente a sensação de ser um produto íntegro e topo de linha. Diferente de outros modelos, o aparelho quase não tem pontos frágeis e é bem rígido, sem balançar ou entortar facilmente. O mais interessante dessa construção premium é a espessura do Voyager a1600. Quando fechado, o notebook tem apenas 2 centímetros de altura e pesa 2,4 kg, ou seja, um valor bem interessante em relação a outras máquinas gamer portáteis mais pesadas e feitas em plástico.  O Voyager a1600 possui uma estética única, que fica ainda melhor com a barra de LED colorida (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) 1. Armazenamento Atualmente todos os notebooks já chegam com um SSD de fábrica, mas esbarram normalmente em 256/512 GB ou, no máximo, em 1 TB quando é um modelo gamer. A fabricante desse produto foi além e equipou o Corsair Voyager a1600 com 2 TB de um baita SSD PCIe 4.0 NVMe.  Isso foi muito interessante durante o meu uso diário, já que consegui instalar todos os meus aplicativos de trabalho e mais de 10 games bem pesados. Tudo isso e ainda sobrou cerca de 900 GB para baixar ainda mais games ou trabalhar com arquivos pesados. O Corsair Voyager a1600 ainda possui uma entrada M.2 secundário para inserir mais um SSD (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) ???? Compre o Corsair Voyager a1600 com Ryzen 9 6900HS, 32 GB de RAM e RX 6800M em promoção no Kabum! ???? Compre o Corsair Voyager a1600 com Ryzen 9 6900HS, 32 GB de RAM e RX 6800M em promoção no Kabum! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? 10 comandos legais para usar no Gemini Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Veja Mais

FT: Preço do gás europeu cai para o nível anterior à crise de energia

Valor Econômico - Finanças Crise energética que tem afetado a região nos últi... Veja Mais

‘IPOs privados’ ganham força em Wall Street como alternativa a ofertas públicas tradicionais

Valor Econômico - Finanças Conceito se espalha, à medida que investidores e b... Veja Mais

Análise: Bolsonaro volta ao palanque porque já não tem o que perder

Valor Econômico - Finanças Ex-presidente não tem como apagar provas do que co... Veja Mais

Juventus vence Frosinone com DOBLETE de Vlahovic e gol nos ACRÉSCIMOS em jogo de duas VIRADAS

Juventus vence Frosinone com DOBLETE de Vlahovic e gol nos ACRÉSCIMOS em jogo de duas VIRADAS

Fox Sports Brasil A Juventus venceu o Frosinone em casa em um maluco com duas viradas. Os donos da casa saíram na frente com Vlahovic, mas Cheddira e Brescianini colocaram os visitantes na frente. Ainda no 1º tempo, o artilheiro da Juve balançou a rede de novo e deixou o placar igual antes do intervalo. A partida só foi decidida nos acréscimos do 2º tempo, praticamente na última jogada do jogo, com um gol salvador de Rugani. Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #MelhoresMomentos #Juventus #Vlahovic #Futebol #Futebolaovivo #Italiano #SerieA #Frosinone Veja Mais

Como baixar, instalar e ativar o Windows XP | Guia Prático

canaltech O Windows XP marcou gerações nos anos 2000 ao garantir estabilidade para acessar à internet, rodar jogos e muito mais. Mesmo após o fim do suporte, você pode baixar e instalar o Windows XP em uma máquina virtual para reviver os seus tempos de glória. Por que o Windows ME é considerado o pior Windows de todos os tempos? Do 1.0 ao 11 | Veja como o Windows evoluiu a cada geração Dá para baixar o Windows XP? Ao contrário das versões mais recentes, a Microsoft não oferece o download do sistema operacional e, portanto, não é possível baixar o Windows XP por canais oficiais. Para instalar o Windows XP, é preciso ter uma cópia autenticada do software, seja em um CD ou em um arquivo ISO. Além disso, a Microsoft exige a chave do produto original para instalar o sistema operacional no computador. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Como instalar o Windows XP O Windows XP não possui mais suporte oficial e, por isso, é recomendável instalar o software em uma máquina virtual.  Criar a máquina virtual Veja como criar uma máquina virtual no VirtualBox: Abra o VirtualBox; Clique em “Novo”; Insira o nome da máquina virtual; Escolha o local onde a máquina virtual será salva; Abra o arquivo ISO do Windows XP; Selecione a versão “Windows XP (32-bit)” ou “Windows XP (64-bit); Marque a caixa “Pular Instalação Desassistida”; Clique em avançar; Selecione a quantidade de memória RAM; Escolha o armazenamento desejado; Clique em “Finalizar”. Caption Instalar o Windows XP Veja como instalar o Windows XP: Inicie a máquina virtual; Aguarde a instalação ser iniciada; Aperte “Enter” para iniciar a instalação; Pressione “F8” para concordar com os termos de licença; Aperte a tecla “C” para criar a partição do Windows XP; Aloque o tamanho da partição e pressione “Enter” para criá-la; Selecione a partição e aperte “Enter” para instalar o Windows XP; Escolha a opção “Format the partition using the NTFS file system”; Aguarde a instalação ser concluída. Aprenda a instalar o Windows XP (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Configurar o Windows XP O PC será reiniciado ao concluir a instalação e iniciar a configuração do Windows XP: Configure o local e formato do teclado; Digite o seu nome e avance; Insira a chave de produto; Digite o nome do computador; Se preferir, insira uma senha de administrador; Configure a data, hora e fuso horário; Escolha as configurações típicas de rede; Selecione que o computador não faz parte de uma rede e avance. Como configurar o Windows XP (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Agora é só esperar o computador reiniciar. Em seguida, finalize as configurações iniciais do Windows XP: Ative as atualizações automáticas; Selecione a opção para se conectar em uma rede local; Faça a ativação do Windows XP; Pule o registro online na Microsoft; Digite o seu nome para criar o usuário; Clique em “Finalizar” para prosseguir. Finalize a configuração do Windows XP (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Como ativar o Windows XP Assim como as demais versões, é preciso ter uma chave de produto original para usar o Windows XP. Essa informação é obrigatória, inclusive, para prosseguir com a instalação do sistema operacional em um computador ou máquina virtual. A ativação, que é realizada durante a instalação, é outra etapa obrigatória para usar o sistema operacional.  Todavia, o Windows XP não possui mais suporte oficial da Microsoft e está sujeito à falhas de segurança que podem colocar seus dados em risco. Portanto, não utilize-o como o seu sistema operacional principal. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? 10 comandos legais para usar no Gemini Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Veja Mais

6 séries para quem gostou de F1: Drive to Survive

canaltech A abordagem mais pessoal dada aos pilotos e dirigentes de equipes em F1: Dirigir Para Viver transformou a série documental da Netflix em um sucesso. Mais do que isso, a produção ainda alavancou o interesse pelo próprio esporte, criando uma nova geração de fãs e aumentando as audiências das corridas e das redes sociais dos envolvidos. Os 10 melhores filmes e séries sobre a Fórmula 1 10 filmes sobre automobilismo que todo fã precisa assistir Com tudo isso, é claro que produtos inspirados e até derivados iriam surgir. Outras categorias também investiram em seus próprios Drive to Survive, enquanto produções similares se voltaram a outras histórias e momentos célebres da Fórmula 1. Está em dia com F1: Dirigir Para Viver e quer algo para assistir enquanto espera a próxima temporada? Deseja ir além e investir em outras séries esportivas com a mesma pegada? O Canaltech separou algumas sugestões para que você não precise tirar o pé do acelerador. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- 6. Fernando   A série original do Amazon Prime Video pode ser considerada quase como um spin-off de F1: Dirigir Para Viver, ainda que não tenha nada a ver com a produção da Netflix. Em suas duas temporadas, Fernando acompanha os dois anos que o piloto espanhol Fernando Alonso passou fora da Fórmula 1, buscando atingir um dos patamares mais singulares do esporte a motor. Por apenas R$ 14,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Depois de vencer um título mundial e inúmeras corridas durante sua carreira, ele parte para conquistar a Tríplice Coroa, um feito obtido por apenas um piloto até hoje — o britânico Graham Hill. Ela consiste em vencer as três provas mais prestigiadas do esporte a motor: o Grande Prêmio de Mônaco, que Alonso já tem, as 500 Milhas de Indianapolis e as 24 Horas de Le Mans. Essa jornada, assim como o retorno de Alonso à Fórmula 1, é contada nas duas temporadas de Fernando, disponíveis no Amazon Prime Video. 5. Brawn: Uma História Incrível da F1   Um feito que hoje parece absurdo é o tema da série original do Star+. Brawn: Uma História Incrível da F1 conta a meteórica jornada da equipe Brawn GP que, em sua única temporada na Fórmula 1, venceu os títulos de pilotos e construtores na temporada de 2009. A transformação é de uma equipe considerada acabada para um dos maiores aproveitamentos da história do esporte. Narrada por Keanu Reeves (John Wick), a série em quatro capítulos tem a participação do campeão Jenson Button e do brasileiro Rubens Barrichello, que era seu companheiro de equipe. Felipe Massa, o antigo dono da Fórmula 1, Bernie Ecclestone e, claro, o diretor da equipe que leva seu nome, Ross Brawn, também trazem seus insights e revelações inéditas sobre a história. Brawn: Uma História Incrível da F1 está disponível no Star+. 4. Formula E Unplugged   Uma das categorias mais inovadoras do automobilismo também tem seu próprio Drive to Survive. Disponibilizada gratuitamente no YouTube, a série Formula E Unplugged traz os bastidores da temporada da competição de carros elétricos e um olhar bem próximo dos pilotos e das equipes. A série finalizou sua terceira temporada no início de fevereiro, com dois episódios por semana para mostrar o caminho do piloto Jake Dennis e da equipe Andretti ao título. O foco, claro, não está apenas neles e, mais do que compor um resumo da disputa, a série se volta às emoções, atritos e tensões que acontecem no paddock, antes, durante e depois das provas. Formula E Unplugged está disponível de graça no YouTube. 3. 100 Days to Indy   Os pilotos, o glamour e, principalmente, a tensão da aproximação de uma das provas mais famosas da Fórmula Indy são o tema desta série lançada em 2023. O olhar nos bastidores é privilegiado, principalmente, pelo fato de a produção ser da Penske Entertainment, parte de um conglomerado que também possui uma equipe na competição. A abordagem, claro, é voltada ao time e, principalmente, à figura de Josef Newgarden, piloto da Team Penske Dallara Chevrolet. Através dele, 100 Days to Indy nos mostra de perto toda a expectativa pela realização de mais uma prova das 500 Milhas de Indianapolis. 100 Days to Indy pode ser assistida no Paramount+. 2. Dias de Golfe   Chamada por aí de “o Drive to Survive do golfe”, essa produção original da Netflix acompanha os atletas da categoria durante a temporada do esporte. Entre o PGHA Tour e o U.S. Open, os torneios mais reconhecidos da modalidade, veteranos e novatos promissores se juntam em busca de vitórias e reconhecimento. Dias de Golfe tem oito episódios em sua primeira temporada e já teve até crossover. Como parte da divulgação do Grande Prêmio de Las Vegas de 2023, o serviço de streaming uniu a série aos protagonistas de Drive to Survive para realizar a Netflix Cup. Transmitida ao vivo, mas disponível na plataforma, ela une atletas do golfe e pilotos de Fórmula 1 em duplas para uma disputa amistosa. Dias de Golfe está no catálogo da Netflix. 1. Bem-Vindos ao Wrexham   O futebol, é claro, não poderia ficar de fora da onda das séries documentais esportivas. Aqui, o foco está em um período de grandes mudanças para o time britânico Wrexham A.F.C., comprado em 2021 pelos atores Rod McElhenney (It’s Always Sunny in Philadelphia) e Ryan Reynolds (Deadpool 2). Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Como todos sabem, o futebol é coisa séria no Reino Unido e, apesar de terem salvado o clube de uma provável falência, a dupla logo teve de provar a si mesma como dirigentes, diante do ceticismo dos torcedores. Como McElhenney e Reynolds se viraram como executivos esportivos e os resultados que vieram depois para o terceiro time mais antigo do mundo são alguns dos temas da primeira temporada da série. Bem-Vindos ao Wrexham pode ser assistido no Star+. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) 10 comandos legais para usar no Gemini Presença de chumbo em copo Stanley rende processos à empresa Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Cromossomo Y está desaparecendo da espécie humana Veja Mais

Agenda: Fazenda divulga dívida e resultado do governo central; Tebet acompanha Lula na Guiana

Valor Econômico - Finanças Brasil participa como convidado da reunião da cúpu... Veja Mais

Donald Trump vence primária republicana na Carolina do Sul

Valor Econômico - Finanças Haley diz que continuará a campanha e retratou a s... Veja Mais

'Oppenheimer' leva principal prêmio do Sindicato dos Atores de Hollywood; veja vencedores

G1 Pop & Arte Para TV, 'O Urso' levou a melhor em três categorias. Premiação é indicativo dos favoritos ao Oscar, que acontece em 10 de março. Elenco de 'Oppenheimer' no SAG Awards 2024 Mike Blake/Reuters O filme "Oppenheimer" venceu no sábado (24) a principal categoria na premiação do Sindicato dos Atores de Hollywood (Screen Actors Guild Awards, SAG), que aconteceu poucos meses após a greve mais longa da história da categoria. Com o prêmio de melhor elenco no SAG Awards, um importante indicativo para o Oscar, "Oppenheimer" é o grande favorito para vencer na categoria de melhor filme na premiação da Academia, em 10 de março. LEIA MAIS Oscar 2024 anuncia indicados com 'Oppenheimer', 'Pobres criaturas' e 'Assassinos da Lua das Flores' Leonardo DiCaprio, Greta Gerwig, Margot Robbie, Dua Lipa e 'Saltburn' estão entre os esnobados do Oscar 2024 O drama de Christopher Nolan sobre o pai da bomba atômica também levou as estatuetas de melhor ator para Cillian Murphy, que interpreta o cientista Julius Robert Oppenheimer, e de melhor ator coadjuvante para Robert Downey Jr. Em um ambiente festivo, o sindicato SAG-AFTRA, que representa 120 mil intérpretes, incluindo vários astros do cinema, celebrou o sucesso de sua greve, que terminou em novembro. Com a paralisação de vários meses, o sindicato conseguiu aumentos salariais e proteções contra o uso da inteligência artificial (IA) pelos estúdios. "Vocês sobreviveram à greve mais longa da história do nosso sindicato com coragem e convicção", afirmou a presidente do SAG-AFTRA, a atriz Fran Drescher. Nas demais categorias de cinema, Lily Gladstone ("Assassinos da Lua das Flores") venceu como melhor atriz e Da'Vine Joy Randolph ("Os Rejeitados") levou a estatueta de melhor atriz coadjuvante. Lily Gladstone vence SAG Awards 2024 na categoria de melhor atriz Mario Anzuoni/Reuters Barbra Streisand, 81 anos, recebeu o prêmio especial pelo conjunto de sua carreira e foi ovacionada pelo público. Nas categorias de televisão, "O Urso" dominou entre as séries de comédia, com prêmios de melhor elenco e para seus protagonistas, Jeremy Allen White e Ayo Edebiri. Entre as séries de drama, "Succession" venceu como melhor elenco, enquanto Elizabeth Debicki venceu a categoria de melhor atriz por "The Crown" e Pedro Pascal ganhou como melhor ator por "The Last of Us". A 30ª edição do SAG Awards foi a primeira premiação de Hollywood exibida pelo Netflix. Lista de vencedores do SAG Awards: Cinema Melhor elenco: "Oppenheimer". Melhor ator: Cillian Murphy, "Oppenheimer". Melhor atriz: Lily Gladstone, "Assassinos das Lua das Flores". Melhor ator coadjuvante: Robert Downey, Jr., "Oppenheimer". Melhor atriz coadjuvante: Da'Vine Joy Randolph, "Os Rejeitados". Melhor elenco de dublês: "Missão: Impossível - Acerto de Contas: Parte 1" Televisão Pedro Pascal vence categoria de melhor ator em série de drama por 'The Last of Us' no SAG Awards 2024 Mario Anzuoni/Reuters Melhor elenco de série dramática: "Succession". Melhor ator de série dramática: Pedro Pascal, "The Last of Us". Melhor atriz de série dramática: Elizabeth Debicki, "The Crown". Melhor elenco de série de comédia: "O Urso". Melhor ator de comédia: Jeremy Allen White, "O Urso". Melhor atriz de comédia: Ayo Edebiri, "O Urso". Melhor ator em minissérie ou filme para TV: Steven Yeun, "Treta". Melhor atriz em minissérie ou filme para TV: Ali Wong, "Treta". Melhor elenco de dublês: "The Last of Us". Os filmes mais aguardados de 2024 Veja Mais

MWC 2024: Honor anuncia versões globais do Magic 6 Pro e Magic V2 RSR Porsche Design

tudo celular A Honor divulgou suas novidades durante a feira, em Barcelona. Veja Mais

Agenda do Plenário - Veja o que pode ser votado esta semana - 25/02/24

Agenda do Plenário - Veja o que pode ser votado esta semana - 25/02/24

Câmana dos Deputados O plenário da Câmara deve votar, nesta semana, medidas provisórias que perdem a validade nos próximos dias. Como, por exemplo, a MP 1190, que abre crédito no valor de R$ 400 milhões para compensar atingidos pelo ciclone extratropical no Rio Grande do Sul. Também pode ser votado o PL 1269/22, que muda registro de imóveis para evitar invalidação de futura negociação. Confira outras propostas que podem ser apreciadas pelos deputados com o repórter Santiago Dellape. Siga-nos também nas redes sociais: https://www.facebook.com/camaradeputados https://twitter.com/camaradeputados https://www.instagram.com/camaradeput... https://www.tiktok.com/@camaradosdepu... https://cd.leg.br/telegram Conheça nossos canais de participação: https://www2.camara.leg.br/participacao #CâmaraDosDeputados #Agenda #Plenário #Votação Veja Mais

China: Presidente da BYD propõe duplicar tamanho de programa de recompra de ações

Valor Econômico - Finanças O presidente da montadora chinesa BYD, Wang Chuanf... Veja Mais

Dua Lipa compartilha detalhes de seu novo álbum e fala do amor pelo Brasil: 'Triste por não ter ido ao carnaval'

G1 Pop & Arte Em entrevista ao 'Fantástico', a popstar diz que 'mal pode esperar para voltar' ao Brasil. Ela também falou de seu novo álbum, que marca uma nova fase de sua vida. Dua Lipa compartilha detalhes de seu novo álbum e fala do amor pelo Brasil: 'triste por não ter ido ao carnaval' A cantora e compositora britânica-albanesa Dua Lipa cresceu e diz estar agora na "temporada de transição". Dua conversou com o Fantástico e contou da sua admiração pelo Brasil, das conquistas recentes na música e de outros projetos que vem tocando. Aos 15 anos, ela saiu da casa dos pais em Pristina, capital do Kosovo, para viver em Londres, onde começou a publicar covers. Deu tudo certo. Em 2015, ela assinou o seu primeiro contrato e, hoje, vem se apresentando no mundo todo. Dua Lipa posta fotos de passeio pelo Rio de Janeiro com os pais No início deste mês, ela fez o palco do Grammy tremer em Los Angeles (EUA) e se prepara para lançar o seu terceiro álbum. Ela afirma que compôs 97 músicas nos últimos três anos, para lançar este álbum, que marca a temporada de transição dela. Questionada se havia gostado do Brasil quando visitou o país, ela é direta na resposta: "Eu amei o Brasil. Eu simplesmente adorei". "Então, a minha resposta é um grande sim. Estou muito triste por não ter ido ao carnaval", disse Dua Lipa. "Qualquer desculpa que tiver para ir ao Brasil, eu vou. O Brasil tem um lugar especial no meu coração e mal posso esperar para voltar", completou. Novo álbum "Você não é mais uma garota. Você é uma mulher, agora. É como se a temporada de treinamento tivesse acabado?", perguntou o Fantástico. Dua respondeu: "Eu acho que meu novo álbum vê essa transição em mim de menina para mulher. Cada uma das músicas foi reescrita algumas vezes até que eu pensei: 'ok, está feito agora'. Sinto que cresci tanto como compositora que estou pronta para realmente lutar por cada pequeno detalhe". Perguntada sobre quem ela trabalhou junto que deu aquele frio na barriga, Dua lembrou de Elton John. "Tenho momentos de beliscão o tempo todo, mas trabalhar com Elton John foi simplesmente inacreditável. Eu pude cantar, me apresentar com ele e fazer música juntos", conta. "É algo que até agora, enquanto estou falando isso, me dá um frio na barriga", completou. Vida fora da música Dua Lipa tem outros projetos fora da música. Recentemente, participou do filme "Argylle - O Superespião", administra um site de crônicas e dicas de viagens dos lugares que ela visitou. Ainda tem um podcast no qual conversa com famosos do mundo inteiro e lançou há pouco tempo um clube do livro. "Sou bem organizada. Isso desde criança. Eu sempre tive que fazer listas e anotar tudo o que ia fazer naquele dia e planejar, porque isso me fazia sentir como se estivesse no controle e pudesse realizar quantas coisas quisesse durante o dia", conta. Sobre o clube do livro, ela diz que adora ler e quer incentivar as pessoas a lerem mais. "Acho muito bom ter uma geração mais jovem, talvez, que me segue ou gosta de ouvir minha música, para também ver a importância dos livros e da leitura e mergulhar em outra história", finaliza. LEIA TAMBÉM: Isso é Fantástico — Car-T Cell: uma esperança na luta contra o câncer 'Com certeza foram dores minhas que vieram à tona lá dentro, isso eu não tenho dúvida': o relato de Vanessa Lopes após desistir do BBB Paolla Oliveira se emociona ao falar de seu carnaval: ‘Mais do que eu esperava' Ouça os podcasts do Fantástico ISSO É FANTÁSTICO O podcast Isso É Fantástico está disponível no g1, Globoplay, Deezer, Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts e Amazon Music trazendo grandes reportagens, investigações e histórias fascinantes em podcast com o selo de jornalismo do Fantástico: profundidade, contexto e informação. Siga, curta ou assine o Isso É Fantástico no seu tocador de podcasts favorito. Todo domingo tem um episódio novo. PRAZER, RENATA O podcast 'Prazer, Renata' está disponível no g1, no Globoplay, no Deezer, no Spotify, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, na Amazon Music ou no seu aplicativo favorito. Siga, assine e curta o 'Prazer, Renata' na sua plataforma preferida. BICHOS NA ESCUTA O podcast 'Bichos Na Escuta' está disponível no g1, no Globoplay, no Deezer, no Spotify, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, na Amazon Music ou no seu aplicativo favorito. Veja Mais

Entenda o que é anistia e se condenados pelo 8 de janeiro podem recebê-la, como pede Bolsonaro

Valor Econômico - Finanças Jair Bolsonaro pediu anistia aos condenados pela i... Veja Mais

Como usar a Área de Transferência do iPhone | Guia Prático

canaltech A Área de Transferência do iPhone guarda o último texto ou imagem que você copiou no celular. Ao gravar a informação, você consegue colar o conteúdo em outro aplicativo ou até mesmo em outro dispositivo da Apple, como um Mac ou iPad.  Como ver a Área de Transferência do PC | Guia Prático O que é iOS? Onde fica a Área de Transferência do iPhone? A Apple não permite o acesso à Área de Transferência do iOS, ao contrário do que acontece com os teclados de celulares com Android e no Windows. Dessa forma, não é possível ver o histórico de textos e imagens copiados no iPhone e iPad recentemente. No lugar, o sistema operacional guarda apenas uma interação por vez — ou seja, só dá para colar a última informação copiada no celular.  -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Como usar a Área de Transferência Por ser limitada a uma informação por vez, o recurso permite apenas copiar e colar textos e imagens. Veja como usá-lo: Selecione a imagem ou o texto; Toque em “Copiar”; Vá para o app onde a informação será colada; Com o teclado aberto, toque na caixa de texto; Aperte em “Colar”. Como usar a Área de Transferência do iPhone (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Como funciona a sincronização entre dispositivos O ecossistema da Apple também conta com a integração da Área de Transferência entre dispositivos para você copiar um dado no Mac e colar no iPhone, por exemplo. Esse sistema é abrangente e funciona com texto, imagem, arquivo e outros tipos de conteúdo. A tecnologia está disponível no iPhone, iPad, Mac e Apple Vision Pro. Para usá-la, os dispositivos devem atender aos seguintes requisitos: Se conectar ao mesmo ID Apple; Ativar o Bluetooth e o Wi-Fi; Habilitar o Handoff; Ter o iOS 10, iPadOS 13, macOS 10.12 ou mais recente instalado. Além disso, é preciso manter os dispositivos dentro do raio de alcance do Bluetooth, de cerca de 10 metros, para que a troca de informações seja realizada. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) 10 comandos legais para usar no Gemini Presença de chumbo em copo Stanley rende processos à empresa Xiaomi 14 Pro ganha comunicação via satélite e fica ainda mais caro Baleia-azul gera híbridos ao acasalar com outras espécies Veja Mais

Final Fantasy 7 Rebirth e mais: os lançamentos de jogos na semana (25/02)

Final Fantasy 7 Rebirth e mais: os lançamentos de jogos na semana (25/02)

Tecmundo Na mesma semana em que fevereiro se encerra, e março se inicia, temos a chegada de uma boa leva de lançamentos. O principal destaque é aquele que, para muitos, é o jogo mais esperado do ano: Final Fantasy 7 Rebirth. O novo game continua a jornada de Cloud e seu grupo, depois dos acontecimentos de Final Fantasy 7 Remake.E por falar em remake, essa semana também fica marcada pela chegada de versões melhoradas de dois clássicos dos videogames. O primeiro é Star Wars: Dark Forces Remaster, que dá um novo visual ao clássico game lançado 29 anos atrás. Já Brothers: A Tale of Two Sons Remake também traz melhorias gráficas ao jogo que surpreendeu o mundo em 2013. Leia mais... Veja Mais

GOLAÇO de Rafa Leão! Milan e Atalanta empatam pelo Italiano | Melhores Momentos

GOLAÇO de Rafa Leão! Milan e Atalanta empatam pelo Italiano | Melhores Momentos

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Milan #Atalanta #Gols Veja Mais

Análise: Bolsonaro oscilou entre desinformação e estratégia diante de provável prisão

Valor Econômico - Finanças Manifestação na Paulista teve propósito claro de l... Veja Mais

Sullivan negocia sobre cessar-fogo temporário entre israelenses e o Hamas

O Tempo - Mundo O assessor de Segurança Nacional do presidente dos EUA ainda disse que é necessário que ocorram negociações indiretas com o grupo palestino, em meio aos ataques de Israel na Faixa de Gaza Veja Mais

Na Paulista, Bolsonaro nega tentativa de golpe e pede anistia a condenados pelo 8 de janeiro

Valor Econômico - Finanças Ex-presidente tirou de seu discurso ataques a mini... Veja Mais

POCO M6 Pro 5G: teste de bateria em tempo real | Acompanhe

tudo celular Saiba qual a real autonomia do celular POCO M6 Pro 5G neste teste de bateria padronizado. Veja Mais

Bolsonaro na Paulista: Entenda quem criou o Pix

Valor Econômico - Finanças Tarcísio atribui o meio de pagamento à gestão Bols... Veja Mais

FÁBIO SANTOS E ALMIRZINHO | MunDu Meneses ep. 37

FÁBIO SANTOS E ALMIRZINHO | MunDu Meneses ep. 37

Fox Sports Brasil Bem-vindo a um mundo de alegria e histórias contadas com a ajuda de convidados especiais. Esporte com entretenimento. Futebol, música, humor e resenhas nunca imaginadas. Eu, Eduardo de Meneses, comando todo esse bate-papo e, claro, com aquele improviso muito solto que você ama. Aproveite, divirta-se. Respeitável público, MunDu Meneses está no ar! ------------ Siga nosso apresentador e nossos convidados nas redes sociais -Eduardo de Meneses: @dumeneses -Fábio Santos: @fabiosantosfs6 -Almir @almirserraoficial ------------ Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #FabioSantos #Corinthians #Futebol Veja Mais

5 motivos para não comprar o Corsair Voyager A1600

canaltech Um dos únicos notebooks gamer com processador e placa de vídeo dedicada da AMD vendidos no Brasil, o Corsair Voyager a1600 é certamente um produto excêntrico. Com muitas propostas interessantes e outras até inusitadas, o modelo apresenta uma experiência descompassada e que certamente se torna um problema na indicação. Review Corsair Voyager a1600 | Notebook gamer com Stream Deck para streamers 5 motivos para comprar o Corsair Voyager a1600 Pensando nisso, o Canaltech listou 5 motivos que podem fazer você não comprar o Corsair Voyager a1600. 5. Performance Quando você compra um notebook gamer, o esperado é que esse modelo entregue uma performance satisfatória pelo valor investido. Com o Corsair Voyager a1600 isso não acontece: esse notebook tem um desempenho pior que seus concorrentes na mesma faixa de preço. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- O melhor cenário é em Quad HD, onde o notebook foi feito para brilhar, mas o desempenho é praticamente empatado com outros modelos que possuem uma RTX 4060 — e custam muito menos. Isso significa que o desempenho geral dessa máquina é muito decepcionante e sequer aguentar jogos como Alan Wake 2 em qualidade máxima sem ajuda do upscaling de imagem.  4. Drivers Se a performance não é boa, a experiência em games não ajuda mesmo quando a taxa de FPS é alta. A culpa disso recai sobre os drivers da RX 6800M, que muitas vezes entraram em conflito com os jogos, ocasionando bugs e crashes. O problema dos drivers não foi exclusivo em games, e muitas vezes que eu fechava alguma aplicação pesada, a tela simplesmente apagava e eu precisava reiniciar a máquina. Problema de driver ou erro do sistema, o Corsair Voyager a1600 é um produto bem instável para manusear e pode frustrar usuários inexperientes.  Embora seja bom ver um produto com AMD no Brasil, é difícil recomendar o notebook devido aos problemas de software (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) 3. Tela O Corsair Voyager a1600 vem com tela Quad HD+ (2560x1440) de 16 polegadas no formato 16:10, com um painel IPS, taxa de atualização de 240 Hz e tempo de resposta de 3ms. No papel, o display tem tudo o que precisa para funcionar bem, mas, na prática, a situação é outra, já que essa tela não é tão boa quanto poderia — e deveria — ser. O grande problema é que o display conta com uma profundidade de cores baixa, sem vividez ou uma entonação brilhante. Ao jogar um game ou assistir a um filme, é muito perceptível que está faltando algumas cores, como maior aprofundamento do espectro de cores DCI-P3. Tudo isso é incompatível com a faixa de preço na qual o Voyager está inserido.  A tela do Voyager a1600 não é um desastre, mas está aquém do esperado (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) 2. Conectividade Embora seja uma tendência de notebooks ultrafinos e leves terem menos conexões, os notebooks gamer quase sempre vêm bem completos nesse sentido. Esse também não é o caso do Corsair Voyager a1600, que carrega 3 portas USB-C, uma porta USB-A, entrada para fone de ouvido P3 e uma conexão para cartão SD. Se você queria mais USB-A, HDMI, mini DisplayPort, entrada para internet e afins, pode esquecer.  Para compensar isso, a Corsair envia dois adaptadores USB-C para USB-A. Infelizmente, para o público gamer a falta de uma entrada HDMI ou mini DisplayPort pode ser um grande problema, principalmente para quem não possui um HUB de conexões em casa. Embora isso possa agradar parte do público e decepcionar outra parcela dos compradores, entendo como algo ruim por ser um produto do nicho gamer.  Lado esquerdo do Voyager a1600 (Felipe Vidal/Canaltech) Lado direito do Voyager a1600 (Felipe Vidal/Canaltech) 1. Preço Tudo isso culmina no preço. O Corsair Voyager a1600 não é um notebook nada barato e custa na casa dos R$ 15.000. Por esse valor, é inaceitável o nível de performance apresentado pelo notebook, assim como a qualidade mediana da tela e o escasso leque de conectividade. Nem entro no mérito dos drivers bugados, pois isso é um problema à parte do notebook em si. Contudo, por todo esse valor, há notebooks que literalmente dobram a performance e parecem ter um custo-benefício mais interessante. Mesmo com um design e construção imponente, de nada adianta se o conjunto da obra é limitado (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) ???? Para quem não considera esses pontos um problema, compre o Corsair Voyager a1600 no Kabum! ???? Confira outros produtos da Corsair em promoção no Kabum! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? 10 comandos legais para usar no Gemini Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Veja Mais

O que muda do Xiaomi 13 Ultra para o Xiaomi 14 Ultra?

canaltech O Xiaomi 14 Ultra foi oficialmente lançado como uma das opções mais avançadas da Xiaomi para 2024, e o celular trouxe algumas diferenças em relação ao seu antecessor. Assim como já aconteceu em gerações passadas, o modelo tem seus principais atributos na parte de câmeras, que recebeu diversas novidades em comparação com a geração passada. Xiaomi 13 Ultra decepciona em câmeras e fica fora do top 10 do DXOMARK Galaxy S24 x iPhone 15: qual é o melhor top de linha compacto? Câmeras em foco A câmera principal do Xiaomi 14 Ultra traz um sensor Sony LYT900, em vez do IMX989 presente na geração anterior. Mesmo que o novo componente mantenha a resolução de 50 MP e as grandes dimensões de 1 polegada, ele promete entregar performance otimizada em diferentes condições de luminosidade. Xiaomi 14 Ultra ganhou nova câmera principal (Imagem: Divulgação/Xiaomi) O novo sensor foi anunciado pela Sony como parte de sua linha LYTIA, que surgiu em 2022 com o objetivo de dar maior liberdade criativa na hora de capturar fotos e vídeos. O Xiaomi 14 Ultra ainda traz algoritmos atualizados e desenvolvidos em parceria com a marca alemã de câmeras Leica, o que deve representar uma vantagem em relação ao seu antecessor em aspectos como exposição, qualidade de cor, nitidez e mais. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- O aparelho atualizado ainda traz suporte para abertura variável com 1.024 stops entre f/1.63 (obturador mais aberto) e f/4.0 (obturador mais fechado). Na prática, isso significa que é possível obter maior flexibilidade em aspectos como exposição à luz e profundidade de campo em fotos e vídeos, permitindo um efeito de desfoque mais preciso e natural, por exemplo. Para referência, o Xiaomi 13 Ultra já tinha suporte para abertura variável, mas em um espectro ligeiramente mais restrito entre f/1.9 e f/4.0. Além disso, a geração passada oferece apenas dois stops, sem intermediários. Parte de fotografia e vídeos é maior destaque do celular (Imagem: Divulgação/Xiaomi) As outras três câmeras traseiras do Xiaomi 14 Ultra permanecem com os mesmos sensores Sony IMX858 de 50 MP, posicionados para capturar conteúdos em ultrawide, telefoto com zoom de 3,2x e periscópio 5x. Essa geração também ganhou um novo kit de fotografia, que agora também serve como uma bateria extra com capacidade de 1.500 mAh. O acessório ainda traz protetores para as lentes traseiras, além de um botão de obturador com acionamento em dois estágios. Processamento, sistema e bateria Assim como era esperado, o Xiaomi 14 Ultra também ganhou uma atualização de performance com a chegada do Snapdragon 8 Gen 3, que substitui o 8 Gen 2 presente no modelo anterior. A nova plataforma foi anunciada pela Qualcomm no final do ano passado, com otimizações de performance e novos recursos relacionados com a inteligência artificial (IA) processada no próprio dispositivo. Celular traz interface HyperOS para sistema operacional Android (Imagem: Divulgação/Xiaomi) Novidades também são vistas na parte de software, já que o smartphone roda a interface HyperOS baseada no Android 14, que chegou para substituir a MIUI característica dos aparelhos da Xiaomi. Além de trazer novos ícones e a reestruturação de alguns menus, o sistema também ganhou maior integração com outros itens da marca, incluindo produtos de casa inteligente, tablets, notebooks e mais. Uma mudança mais sutil é vista na parte de bateria, já que sua capacidade ganhou 300 mAh e passou a 5.300 mAh. Na prática, isso significa que o Xiaomi 14 Ultra será capaz de entregar alguns minutos a mais de uso antes de descarregar completamente, mesmo que não seja uma melhoria tão aguda. Adicionado a isso está o aumento da velocidade máxima das recargas sem fio, cuja potência passou de 50 W para 80 W. O carregamento por cabo permanece em 90 W. Já as características principais que não sofreram grandes alterações no Xiaomi 14 Ultra incluem: Versões com até 12 ou 16 GB de RAM Tela de 6,73 polegadas com resolução de 1.440 x 3.200 pixels e taxa de atualização de até 120 Hz Opções com 256 e 512 GB de armazenamento interno, além de uma variante mais avançada com 1 TB Câmera frontal de 32 MP com sensor OmniVision Resistência IP68 contra água e poeira Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? 10 comandos legais para usar no Gemini Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Veja Mais

Entenda por que o Morumbi virou MorumBis

Valor Econômico - Finanças SPFC vendeu o nome do estádio para a Mondelez Bras... Veja Mais

Osimhen marca, mas Napoli leva gol no último lance e fica no empate com Cagliari | Melhores Momentos

Osimhen marca, mas Napoli leva gol no último lance e fica no empate com Cagliari | Melhores Momentos

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #napoli #cagliari #seriea #italianonaespn Veja Mais

FMI recomenda a Milei proteger setores mais pobres da Argentina

G1 Economia Na véspera, presidente da Argentina esteve em uma convenção ultraconservadora na região de Washington, e pediu em discurso que seus ouvintes não deixassem o 'socialismo avançar' e chamou a justiça social de 'aberração'. Javier Milei em 17 de janeiro de 2024 Denis Balibouse/Reuters O Fundo Monetário Internacional (FMI) recomendou que o presidente Javier Milei proteja os setores sociais mais pobres da Argentina, enquanto avança com suas reformas econômicas ultraliberais e busca reduzir o déficit fiscal a zero. "As medidas concretas adotadas para cumprir com a âncora fiscal devem ser calibradas para garantir que a assistência social continue sendo prestada e que o peso não recaia totalmente sobre os grupos mais pobres", declarou a subdiretora do FMI, Gita Gopinath, em uma entrevista ao jornal La Nación publicada neste domingo (25). A Argentina mantém com o FMI um programa de crédito de 44 bilhões de dólares (219 bilhões de reais) e a funcionária visitou o país na quinta e sexta-feira para avaliar pessoalmente seu progresso e se reunir com Milei e membros de seu governo, mas também com economistas, sindicalistas e representantes de organizações sociais que demandam mais ajuda estatal. O governo enfrentou nos dois meses e meio de gestão uma desvalorização de 50% da moeda, a completa liberalização de preços, desregulamentações e cortes drásticos para alcançar o déficit fiscal zero ainda este ano, como principal remédio para conter uma inflação de 254,2% e reverter uma pobreza de mais de 50%. LEIA MAIS Argentina corta gastos e tem superávit mensal pela 1ª vez em 12 anos, mas sofre com pobreza e inflação em alta Milei aumenta salário mínimo em 30% na Argentina, abaixo do que foi pedido por empresários e sindicatos Inflação na Argentina chega a 254% em 12 meses, com desaceleração em janeiro Milei sofre grande derrota ao não conseguir aprovar mudanças legislativas na Argentina Gopinath considerou "importante garantir que o valor real das aposentadorias e da assistência social seja mantido. Que as aposentadorias e a assistência social acompanhem o ritmo da inflação". Ela opinou que "a economia herdada por este governo estava à beira de uma crise e exigia uma ação audaciosa e decisiva para afastá-la do precipício" e que já foram adotadas algumas medidas de alívio social, "mas serão necessárias mais, para garantir que a redução do déficit fiscal não recaia sobre os segmentos vulneráveis da sociedade". "Prevemos que a inflação possa cair para um dígito até meados deste ano", disse a subdiretora do organismo de crédito, "mas acredito que levará pelo menos um ano para reduzir a inflação a níveis baixos e, em seguida, mantê-la nesses níveis até 2025 também exigirá esforços", ela ponderou. Para o FMI, "também será muito importante investir em capital humano. Este é um aspecto crítico. As taxas de pobreza infantil de mais de 55% são extremamente preocupantes. É o futuro do país. É importante garantir que essa porcentagem diminua muito e poder investir mais em educação". Sobre os planos de Milei de dolarizar a economia para concluir suas reformas econômicas ultraliberais, Gopinath insistiu que "a decisão sobre que tipo de regime monetário um país terá é uma decisão soberana". 'Não deixem o socialismo avançar' No sábado (24), o presidente da Argentina esteve em uma convenção ultraconservadora na região de Washington, e pediu em discurso que seus ouvintes não deixassem o "socialismo avançar" e chamou a justiça social de "aberração". Milei discursou na Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC) e tentou aprofundar a ideia que apresentou no Fórum Econômico de Davos: o mundo "está em perigo" devido ao socialismo. O presidente ultraliberal, que venceu as eleições de novembro, falou sobre sua ideologia e concluiu: "Os socialistas arruínam nossas vidas". A mensagem foi clara: "Não apoiem a regulação, não apoiem a ideia de falhas de mercado, não permitam o avanço da agenda assassina do aborto e não se deixem levar pelo canto da sereia da justiça social". "Eu venho de um país que comprou todas estas ideias estúpidas" e de ser um "dos mais ricos do mundo, agora está no 140º lugar", afirmou. Milei chegou ao poder com um discurso reformista. Ele emitiu um superdecreto que modifica centenas de leis para tentar reverter a crise. Mas parte das reformas provocaram grandes manifestações nas ruas e críticas da esquerda. Na CPAC. ele disse que encontrou "grandes resistências" ao Decreto de Necessidade de Urgência e à 'Lei Omnibus' por "parte dos beneficiários do sistema, ou seja, a casta corrupta". Milei defendeu o capitalismo, que seria acusado de ser "um sistema hiperindividualista" diante do "altruísmo socialista com o dinheiro alheio". "A aberração acontece em nome da justiça social", protestou. "Como diz o grande Jesús Huerta de Soto, a justiça social é violenta e injusta, ou seja, não é justa, nem social, nem nada, é uma aberração", destacou, ao cintar um economista espanhol. Milei parafraseou o lema do ex-presidente republicano Donald Trump "Make America Great Again" (MAGA). O ex-presidente americano discursou um pouco antes de Milei, com quem teve um encontro nos bastidores. E brincou que a Argentina é um dos poucos países que podem utilizar a sigla em inglês (Make Argentina Great Again). "Não vamos desistir de tornar a Argentina grande novamente", disse Milei. Veja Mais

De Tinder a Esopo: uma seleção das melhores partes das 59 cartas anuais de Buffett

Valor Econômico - Finanças Repórter do Wall Street Journal destaca as passage... Veja Mais

SAG Awards 2024: confira a lista completa de vencedores

SAG Awards 2024: confira a lista completa de vencedores

Tecmundo Na noite de ontem (24) foi realizada a 30ª edição do Screen Actors Guild Awards, premiação que homenageia os melhores atores e atrizes do ano. Entre os destaques da cerimônia estão Oppenheimer, que levou três prêmios e a série The Bear, também com três estatuetas. A grande surpresa da noite foi a vitória de Lily Gladstone na categoria Melhor Atriz em Filme por Assassino da Lua das Flores. Lily desbancou Emma Stone (Pobres Criaturas), considerada favorita na categoria. Leia mais... Veja Mais

Baby Bandito: série da Netflix terá segunda temporada?

Baby Bandito: série da Netflix terá segunda temporada?

Tecmundo A trama chilena Baby Bandito, produção original da Netflix, vem fazendo sucesso ao contar uma história real. Criada no Chile, a série nos apresenta a um skatista chamado Kevin, que arriscou a vida para cometer um crime.Baby Bandito vem sendo muito bem recebida na plataforma de streaming, chegando até mesmo a alcançar o top 10 de séries mais assistidas da semana. Com tamanho sucesso, os assinantes da Netflix querem saber se a trama vai conquistar uma nova temporada.Leia mais... Veja Mais

10 carros elétricos mais baratos do Brasil em 2024

canaltech O BYD Dolphin Mini está prestes a chegar ao Brasil e, se a montadora chinesa realmente lançar o modelo pelo preço que vem sendo comentado, o compacto se tornará o carro elétrico mais barato do Brasil. 10 carros elétricos que vão chegar ao Brasil em 2024 10 carros elétricos mais econômicos do Brasil Enquanto ele não chega, porém, o posto pertence a um outro carro, também compacto, o Renault Kwid E-Tech, que teve uma redução de R$ 24 mil em seu preço recentemente, justamente por conta da iminência da chegada de mais um rival chinês por aqui. Atualmente, o hatch francês custa R$ 99.990 e também é (por enquanto) o único carro elétrico à venda no Brasil com preço abaixo de R$ 100 mil. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Renault Kwid E-Tech é o carro elétrico mais barato do Brasil em 2024 (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech) Top 10 tem amplo domínio de asiáticos O ranking dos 10 carros elétricos mais baratos do Brasil tem um europeu na ponta, mas é dominado amplamente por modelos de origem asiática. Ao todo, são 7 carros elétricos vindos da China ou da Coreia do Sul, contra apenas três do Velho Continente. A JAC Motors, com dois modelos, é a marca com mais representantes entre os 10 carros elétricos mais baratos do Brasil — E-JS1 e E-JS4. A BYD, com o Dolphin, a GWM, com o Ora 03 Skin e a Seres, com o Seres 3, completam o “quinteto chinês”, enquanto a Caoa Chery, com o iCar, e a Hyundai, com o Kona, representam a Coreia do Sul. Uma curiosidade interessante é que o Volvo EX30 fecha não conseguiu entrar para a lista na 10ª colocação e acabou ficando atrás do JAC E-JS4. Os modelos estão separados por apenas R$ 50, mas o representante sueco oferece em seu pacote muito mais motorização, mais acessórios e mais autonomia do que o chinês. 10 carros elétricos mais baratos do Brasil em 2024 Modelo Preço 1. Renault Kwid E-Tech  R$ 99.990 2. Caoa Chery iCar R$ 119.990 3. JAC E-JS1 R$ 126.900 4. BYD Dolphin R$ 149.800 5. GWM Ora 03 Skin R$ 150.000 6. Peugeot e-2008 R$ 169.900 7. Hyundai Kona R$ 189.990 8. Seres 3 R$ 199.990 9. Fiat 500e R$ 214.990 10. JAC E-JS4 R$ 229.900 Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) 10 comandos legais para usar no Gemini Presença de chumbo em copo Stanley rende processos à empresa Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Cromossomo Y está desaparecendo da espécie humana Veja Mais

5 apps de relacionamento para homens e mulheres mais velhos

canaltech Os apps de relacionamento para homens e mulheres mais velhos são ótimas opções para fugir de plataformas convencionais, como o Tinder e o Bumble, e encontrar pessoas mais maduras e dispostas a viver um relacionamento sério — longe de joguinhos ou enrolações.  O que é Tinder? | O rei dos apps de relacionamento Apps de paquera: confira 10 alternativas ao Tinder Uma característica recorrente desses aplicativos é a idade mínima para criar uma conta, que costuma variar entre 40 ou 50 anos. No caso, é necessário fornecer essa informação além de preencher outros campos a fim de deixar o seu perfil mais claro quanto às pretensões.  5 apps de namoro para pessoas mais velhas Veja a seguir cinco aplicativos de paquera gratuitos pensados para quem tem mais de 40 anos de idade e tente a sorte conhecendo pessoas novas e dispostas a dar uma chance ao amor. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- 1. Coroa Metade Esse app, cujo nome é um trocadilho, foca em pessoas com mais de 40 anos e que ainda acreditam no amor. Você deve deslizar o perfil de alguém para a direita caso queira flertar com essa pessoa. Caso seja correspondido, um chat é aberto para que vocês possam conversar. Além disso, o app mostra homens e mulheres com base na sua localização. Disponível em: Android | iOS O Coroa Metade conta com uma interface estilo Tinder (Imagem: Captura de tela/Fabrício Calixto/Canaltech 2. Our Time O Our Time permite que pessoas com 50 anos de idade ou mais se cadastrem para conhecer umas às outras. O aplicativo segue os mesmos moldes do Tinder e conta com bastante detalhes para personalizar um perfil — o que é bom para deixar bem explícito o que você procura na plataforma. Além disso, é possível fazer ligações por vídeo no Our Time caso prefira um encontro virtual antes de dar o próximo passo. Disponível em: Android | iOS O Our Time é um app de relacionamento para homens e mulheres mais velhos que tenham 50 anos ou mais (Imagem: Captura de tela/Fabrício Calixto/Canaltech) 3. 40Plus Quem deseja encontrar pessoas solteiras e que tenham 40 anos ou mais podem baixar o 40Plus, que exibe perfis no modo exploração — permitindo que você selecione a dedo (literalmente) a pessoa com quem deseja tentar a sorte. Além disso, o app de namoro oferece sistema de filtros com base em interesses mútuos. Disponível em: Android | iOS O 40Plus é ótimo app de relacionamento para homens e mulheres mais velhos (Imagem: Captura de tela/Fabrício Calixto/Canaltech) 4. DateMyAge Embora não seja exatamente um app focado em pessoas mais velhas, o DateMyAge é usado predominantemente por usuários com mais de 40 anos de idade. O aplicativo de namoro também oferece um sistema que permite pesquisar perfis próximos de você, além de um modo anônimo que dispensa criação de conta — o que é ótimo para quem deseja somente dar uma bisbilhotada no “movimento”. Disponível em: Android | iOS Apesar de não ser focado somente em homens e mulheres mais velhos, o DateMyAge é muito usado por pessoas com mais de 40 anos (Imagem: Captura de tela/Fabrício Calixto/Canaltech) 5. FINALLY Também na pegada Tinder, o FINALLY é um app de relacionamentos disponível somente no Android e focado em usuários com 50 anos de idade ou mais. Se você se interessar por alguém, basta deslizar o perfil da pessoa para o lado e aguardar ser correspondido. O FINALLY também conta com os diferenciais de verificar perfis e bloquear capturas de tela — medidas que visam mais segurança e privacidade a todos. Disponível em: Android O FINALLY é um ótimo app de paquera para pessoas mais velhas que conta com diversos mecanismos de segurança e discrição (Imagem: Divulgação/FINALLY) Se esses aplicativos ainda não são o suficiente para você se dar bem, sem crise: você ainda pode recorrer aos cinco melhores apps de relacionamento para conhecer alguém e, se tudo der certo, dizer adeus à solidão. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) 10 comandos legais para usar no Gemini Presença de chumbo em copo Stanley rende processos à empresa Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Cromossomo Y está desaparecendo da espécie humana Veja Mais

Ministerial da OMC começa com riscos e estagnação do comércio

Valor Econômico - Finanças Interrupção em rotas marítimas essenciais para o c... Veja Mais

MWC 2024: Samsung confirma lançamento do Galaxy Ring

tudo celular A coreana ressaltou que o acessório chega como uma nova abordagem de saúde, a fim de simplificar o bem-estar diário. Veja Mais

MWC 2024: Intel anuncia processadores Xeon Sierra Forest e Granite Rapids-D

tudo celular A empresa também apresentou uma nova plataforma de borda da rede, voltada para aplicações de Inteligência Artificial escaláveis. Veja Mais

Prefeito de SP acompanha Bolsonaro, defende ex-presidente e diz que ato foi 'histórico'

Valor Econômico - Finanças Pré-candidato à prefeitura paulistana, Ricardo Nun... Veja Mais

Análise: Ato de Bolsonaro na Paulista traz disputa por espólio e vírus resistente do negacionismo

Valor Econômico - Finanças No alto do pódio da disputa pelo espólio ficou ex-... Veja Mais

Os 5 principais lançamentos e filmes e séries da semana! Veja lista

Os 5 principais lançamentos e filmes e séries da semana! Veja lista

Tecmundo A semana que encerra fevereiro e inicia março vem repleta de lançamentos. O grande destaque é Duna: Parte 2, sequência direta do longa de ficção científica, que chega exclusivamente aos cinemas, e que tem tudo para ser um dos melhores filmes do ano. Já na Star Plus, tem a estreia de Xógum: A Gloriosa Saga do Japão, que depois de 11 anos em produção, finalmente estará disponível exclusivamente no catálogo da produtora. Já a Netflix ganhará mais um longa exclusivo de Adam Sandler: O Astronauta. Nele, o astro precisa salvar seu casamento, mesmo a milhares de anos luz da Terra, e a bordo de uma nave espacial. Leia mais... Veja Mais

Modric faz GOLAÇO, e Real Madrid vence o Sevilla em LALIGA | Melhores Momentos

Modric faz GOLAÇO, e Real Madrid vence o Sevilla em LALIGA | Melhores Momentos

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #LALIGA #RealMadrid #Sevilla Veja Mais

Agenda de Mercados: Dados de PIB e inflação, no Brasil e nos EUA, são destaques

Valor Econômico - Finanças Pib no Brasil tem potencial para gerar onda de rev... Veja Mais

Quanto Popó e Bambam ganharam com a luta que durou 36 segundos?

Valor Econômico - Finanças Maior parte é fruto de patrocínios por conta da gr... Veja Mais

Laila Garin dá voz à primeira parceria de Nelson Motta com Alexandre Elias

G1 Pop & Arte Laila Garin lança em 1º de março o single 'Só eu sei', gravado com Alexandre Elias Divulgação ? Em 2010, seguindo conselho de Nelson Motta, o compositor e multi-instrumentista Alexandre Elias gravou álbum de bossa nova com o grupo carioca Ipanema Lab, formado por Elias com Guta Menezes (trompete), Ney Conceição (baixo) e Reginaldo Vargas (percussão). Então ainda sem a projeção nacional que obteria somente a partir de novembro de 2013 ao interpretar Elis Regina (1945 – 1982) no espetáculo de teatro Elis, a musical, a atriz e cantora baiana Laila Garin era a vocalista convidada do Ipanema Lab no disco intitulado French kiss bossa nova e lançado em 2011. Uma das canções desse disco, Step by step, bossa composta em inglês com alternância de tons, chamou a atenção de Nelson Motta, que disse a Elias que um dia escreveria uma letra em português para a composição. Esse dia demorou. Foi somente no início de 2023 que a letra chegou no WhatsApp de Alexandre Elias. Na letra, Nelson Motta versa sobre a mudança do ser amado pela ótica do amante após o fim do amor. Intitulada Só eu sei, a inédita letra em português ganhou registro fonográfico em gravação feita numa manhã de dezembro de 2023 com a voz de Laila, cantora naturalmente escolhida por Elias e Nelson Motta. Na próxima sexta-feira, 1º de março, o público poderá ouvir Só eu sei em single gravado com produção musical de Alexandre Elias, que também tocou violão, guitarra, baixo e teclados, além de ter feito a mixagem e a masterização do fonograma. Detalhe: a voz de Laila Garin em Só eu sei é a captada no primeiro take, em cinco minutos. Capa do single 'Só eu sei', de Laila Garin com Alexandre Elias Divulgação Veja Mais

iPhone 15 Pro: teste de bateria em tempo real | Acompanhe

tudo celular Saiba qual a real autonomia do celular iPhone 15 Pro neste teste de bateria padronizado. Veja Mais

Moto G34: teste de bateria em tempo real | Acompanhe

tudo celular Saiba qual a real autonomia do celular Motorola Moto G34 neste teste de bateria padronizado. Veja Mais

Ao lado de Bolsonaro, Tarcísio o chama de amigo e relembra bandeiras da gestão do ex-presidente

Valor Econômico - Finanças Governador de São Paulo também agradeceu ex-presid... Veja Mais

Milei ataca governadores após ameaça de corte no fornecimento de petróleo e gás

O Tempo - Mundo Presidente argentino atacou em específico o governador de Chubut, Nacho Torres, que lidera ameaças nos últimos dias Veja Mais

Liverpool vence Chelsea na PRORROGAÇÃO e é CAMPEÃO da Copa da Liga Inglesa em final eletrizante

Liverpool vence Chelsea na PRORROGAÇÃO e é CAMPEÃO da Copa da Liga Inglesa em final eletrizante

Fox Sports Brasil O Liverpool é o grande campeão da Copa da Liga Inglesa 2023/24! Neste domingo (25), os Reds venceram o Chelsea por 1 a 0 na prorrogação, em uma final alucinante em Wembley, que teve transmissão pela ESPN no Star+. Foi a 10ª vez que o time de Anfield conquistou a competição mata-mata. O troféu também garante que o técnico Jürgen Klopp, que já anunciou sua saída para o final da temporada, ganhará pelo menos uma taça em seu ano de adeus. Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #MelhoresMomentos #Liverpool #Chelsea #Klopp #Dijk #Final #futebol #futebolaovivo #copadaligainglesa #carabaocup Veja Mais

Como a pirataria colabora para o aumento de crimes virtuais?

Como a pirataria colabora para o aumento de crimes virtuais?

Tecmundo A pirataria é uma realidade presente na vida de muitos brasileiros, seja na banquinha que vende camisetas de futebol falsificadas ou no site pirata em que você baixa filmes e séries. É uma solução rápida para acessar produtos inacessíveis devido ao custo ou disponibilidade.De acordo com um relatório da empresa de cibersegurança americana, State of the Internet Akamai, o Brasil figura como o quinto país que mais consome conteúdo pirata no mundo.Leia mais... Veja Mais

Como acelerar um vídeo | 3 apps de edição

canaltech Editores gratuitos, como o Capcut, oferecem opções para acelerar vídeos sem muito mistério. Com ferramentas nativas, os aplicativos oferecem opções para ajustar a velocidade dos conteúdos para publicá-los em Instagram, TikTok e outras plataformas. Como editar vídeos | 6 dicas e Guia PráticoComo editar vídeos no celular | Guia Prático 3 apps para acelerar vídeos Existem três aplicativos para acelerar vídeos pelo celular e computador: o CapCut, Clipchamp e o iMovie, da Apple. 1) CapCut Além de fazer ajustes para incluir música de fundo, legendas e afins, o CapCut também acelera ou desacelera vídeos. Veja como acessar ferramenta:  -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Abra o CapCut (Android | iOS | Windows | Web); Toque em “Novo projeto” e selecione o vídeo que será editado; Aperte no botão “Editar”; Vá em “Velocidade”. Como importar mídias no CapCut (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) O CapCut oferece duas opções para acelerar os vídeos. A primeira, identificada como “Normal”, altera a velocidade do vídeo em todo o conteúdo, do começo ao fim. Ao selecioná-la, você pode alterar o ritmo de 0,1x até 100x.  A segunda opção, conhecida como “Curvo”, muda o ritmo em momentos específicos do vídeo para fazer um ajuste mais criativo com modelos prontos ou personalizados. Dessa forma, você consegue deixar o vídeo mais lento no começo e depois acelerá-lo no final, por exemplo. Depois de aumentar a velocidade, você pode realizar outras edições no CapCut antes de exportar o vídeo. 2) Clipchamp Para quem está no computador, seja com Windows ou não, o Climpchamp é uma alternativa para editar e acelerar vídeos sem depender do celular. Além de ser gratuito para quem não precisa de recursos mais avançados, a plataforma funciona por meio de um app ou pelo próprio navegador. Primeiro, você precisa importar o vídeo para o editor: Abra o Clipchamp (Windows | Web); Clique em “Criar novo vídeo”; Aperte em “Importar mídia” e selecione o vídeo que será editado; Arraste a mídia importada para a linha do tempo. Como importar mídias no Clipchamp (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Após a importação, é só ajustar a velocidade: Clique em velocidade; Ajuste entre 0,1x e 16x; Conclua as edições; Aperte em “Exportar” para salvar o vídeo. Como acelerar vídeos no Clipchamp (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) 3) iMovie Outra solução para quem utiliza produtos da Apple é o iMovie, um app gratuito para editar vídeos sem muita complexidade e com opção para acelerar vídeos: Abra o iMovie (iOS); Na seção “Iniciar Novo Projeto”, toque em “Filme”; Abra o vídeo que será editado; Toque no vídeo disponível na linha do tempo; Pressione no ícone de velocímetro; Ajuste a velocidade do vídeo; Aperte em “Ok” para finalizar a edição e exportar o vídeo. Como acelerar vídeos no iMovie (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Se você quer mais opções para editar sem ter que baixar nem instalar nada em seu computador, confira um guia completo sobre como editar vídeos online. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? 10 comandos legais para usar no Gemini Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Veja Mais

EUA dizem que chegaram a entendimento para novo cessar-fogo no Oriente Médio

Valor Econômico - Finanças "Esperamos que nos próximos dias possamos chegar a... Veja Mais

iPhone 15 Plus vs Galaxy S23 Plus: qual é o melhor celular top para comprar? | Comparativo

tudo celular Quando colocamos estes concorrentes lado a lado, é a Apple ou a Samsung que tem o top de linha mais interessante na hora da compra? Vamos ver a resposta em detalhes agora, no Comparativo do... Veja Mais

MWC 2024: Xiaomi lança Watch 2, Smart Band 8 Pro e Watch S3 como novos vestíveis globais

tudo celular Além dos seus novos celulares tops de linha, a Xiaomi também oficializou os seus novos vestíveis durante a apresentação na MWC 2024. Veja Mais

Agenda BC: Semana do BC tem publicação da ata do Comef e CMN

Valor Econômico - Finanças Roberto Campos Neto participa da reunião mensal do... Veja Mais

MWC 2024: Xiaomi 14 e 14 Ultra são lançados em versão global

tudo celular O mais modesto já havia sido oficializado na China em outubro de 2023, enquanto o modelo avançado teve seu anúncio em solo chinês feito nos últimos dias. Veja Mais

O céu não é o limite! | Planeta escondido, ondas na galáxia, explosão solar e+

canaltech Na última semana, os cientistas anunciaram algumas descobertas impressionantes sobre quasares, buracos negros e alguns novos mistérios sobre a Via Láctea. Em nosso Sistema Solar, uma espaçonave pousou a Lua e aconteceu a maior explosão solar dos últimos 7 anos. Confira essas e outras notícias em nosso resumo semanal dos principais acontecimentos da semana. O brasileiro que pode ter descoberto um planeta Um pesquisador brasileiro publicou um estudo mostrando a possibilidade de um novo planeta no Sistema Solar, além de Netuno, a mais de 200 unidades astronômicas do Sol (ou seja, 200 vezes a distância entre o Sol e a Terra). E não, não estamos falando do famoso Planeta 9. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Ilustração de objetos do Sistema Solar fora de escala (Imagem: Reprodução/Daniel Roberts/Pixabay) Para isso, foram analisadas órbitas de objetos transnetunianos no Cinturão de Kuiper, revelando órbitas peculiares. As simulações revelam que a massa do planeta hipotético seria equivalente a algo em torno de 1,5 a 3 Terras. A onda na Via Láctea Uma estrutura chamada Onda Radcliffe, composta por nuvens formadoras de estrelas, apresentou movimentos ondulatórios. Eles são semelhantes à coreografia conhecida popularmente como “ola”, realizada por torcidas em estádios de futebol. Representação das oscilações ondulatórias no grande conjunto de nuvens de formação estelar (Imagem: Reprodução/Ralf Konietzka/Alyssa Goodman/WorldWide Telescope) A estrutura está localizada a 500 anos-luz do Sol, o que é bem próximo em escalas astronômicas, e tem aproximadamente 9.000 anos-luz de comprimento. Os astrônomos ainda não sabem exatamente o que gerou desse comportamento, mas a descoberta pode ajudar a elaborar e a testar hipóteses sobre o fenômeno. A maior explosão solar dos últimos 7 anos Conforme o previsto, o Sol segue aumentando sua atividade magnética e, por consequência, vem produzindo explosões. Na quinta-feira (22), foi detectada a erupção mais poderosa dos últimos sete anos, segundo as medições dos serviços de monitoramento do clima espacial. ? Last night the sun emitted a strong X6.3 solar flare, the largest of flare of this solar cycle so far and the largest since September 2017. There's a minor CME associated with it, though it's not expected to bring significant auroral effects.????#SpaceWeather pic.twitter.com/9bBvxxrzEc — Met Office Space (@MetOfficeSpace) February 23, 2024 Foi emitida uma pequena ejeção de massa coronal, mas mesmo assim, nenhum efeito foi registrado em nosso planeta. Isso significa que o evento não causou apagões de rádio, não vai produzir auroras boreais, e muito menos vai resultar em problemas em nossas tecnologias de comunicação. Aliás, você pode conferir como o Sol mudou ao longo dos anos. O pouso da IM-1 O lander Odysseus pousou na Lua às 20h23 (horário de Brasília) da quinta-feira (22). Essa é a primeira vez em 50 anos que uma espaçonave dos EUA desceu até a superfície lunar. A Odysseus pousou na borda de Malapert A, próximo ao polo sul lunar (Imagem: Reprodução/Intuitive Machines) O módulo de pouso, da iniciativa privada Intuitive Machines, demorou cerca de 15 minutos para confirmar o sucesso da alunissagem, até que finalmente a empresa anunciou que tudo correu como o esperado. Antes disso, a Odysseus enviou algumas fotos da Terra. O quasar mais brilhante já visto  O quasar J0529-4351 é o novo recordista de objeto mais brilhante já observado no universo: ele brilha cerca de 500 trilhões de vezes mais que o Sol! Além disso, ele tem o buraco negro mais faminto do cosmos, devorando o equivalente a um Sol por dia.   Localizado a 12 bilhões de anos-luz de distância, o buraco negro tem massa entre 17 bilhões e 19 bilhões de vezes a do Sol, e aumenta a cada refeição. Por fim, possui um disco de acreção (o anel de plasma alaranjado ao redor do buraco negro) com 7 anos-luz de diâmetro. O satélite que reentrou na atmosfera  A Agência Espacial Europeia anunciou a reentrada bem sucedida do satélite ERS-2 às 14h17 (horário de Brasília) da quarta-feira (21). O objeto voou acima do Pacífico norte, entre o Alasca e o Havaí, tendo seu combustível remanescente eliminado como medida de precaução. Indicação de onde aconteceu a reentrada do satélite ERS-2 (Imagem: Captura de tela/Google Maps) Dias antes da reentrada, a companhia australiana HEO Robotics divulgou fotos do satélite aproximando-se da atmosfera terrestre. As imagens foram capturadas entre janeiro e fevereiro por câmeras de outros satélites em órbita. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) 10 comandos legais para usar no Gemini Presença de chumbo em copo Stanley rende processos à empresa Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Cromossomo Y está desaparecendo da espécie humana Veja Mais

Se Netanyahu espera desculpas de Lula, vai continuar esperando, diz Celso Amorim

Valor Econômico - Finanças Conselheiro de Lula afirma que há "uma estranha al... Veja Mais

Livros: O último de Bolaño, um célebre tratado sobre a ética

Valor Econômico - Finanças Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso... Veja Mais

Brasil ainda tem 1,2 milhão de pessoas em lares sem banheiro; 5,4 milhões vivem com 4 ou mais, aponta Censo

G1 Economia IBGE divulgou nesta sexta-feira (23) dados sobre saneamento no país. Números apontam que fatia dos que vivem sem banheiro caiu de 7,7% em 2010 para 0,6% em 2022. Avanço aconteceu em todas as regiões, mas Norte e Nordeste ainda têm cenário pior que o de Centro-Oeste, Sudeste e Sul há 12 anos. Em 2022, o Brasil tinha 1,2 milhão de pessoas vivendo sem nenhum banheiro ou sequer um sanitário, e 5,4 milhões em lares com quatro banheiros ou mais, segundo dados do Censo divulgados na sexta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esses números equivalem, respectivamente a 0,6% e 2,7% da população brasileira, de 203 milhões de habitantes. Os 97,8% que têm algum banheiro estão divididos em: 1 banheiro: 62,58% 2 banheiros: 26,18% 3 banheiros: 6,33% 4 banheiros: 2,67% A fatia da população sem banheiro caiu desde 2010, e o avanço aconteceu em todas as regiões. As maiores elevações ocorreram nas regiões Norte e Nordeste. Apesar do avanço, ambas ainda estavam, em 2022, em patamares inferiores aos que as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste tinham em 2010 (veja no infográfico abaixo). De um a sete banheiros Déborah mora em um apartamento que um dia pertenceu a avó na região central de Londrina, no norte do Paraná. O local dispõe de quatro banheiros. Para a jovem, que mora sozinha, a quantidade é excessiva e ela chegou a desativar um deles. "A casa tem dois banheiros completos e bem grandes. Um eu utilizo no dia a dia. O outro fica parado. O lavabo é usado eventualmente por prestadores de serviço e visitas", explica. Além disso, segundo Déborah, a disposição dos banheiros dentro da arquitetura do apartamento causa estranhamento. "Os quartos não são suítes, são pequenos, enquanto os banheiros são bem grandes. [...] Imagino que a divisão na época seria um banheiro para o casal e um banheiro para os filhos , mais um lavabo para as visitas e o banheiro de serviço", detalha. Casa onde Deborah mora dispõe de quatro banheiros Arquivo Pessoal A jovem conta também que a casa onde morava com os pais, também em Londrina, conta com sete banheiros. Atualmente, apenas o casal de idosos mora no local. A casa, porém chegou a abrigar sete pessoas e todos os banheiros eram amplamente utilizados. A cerca de quatro quilômetros dali mora Kelly Cristina Evangelista, no Assentamento Aparecidinha, no bairro Jardim São Jorge. Apesar da proximidade, ao contrário de Déborah, a casa onde ela jovem mora não tem acesso à água encanada e nem a saneamento básico —assegurado pelo direito à dignidade da pessoa humana, conforme a Constituição. LEIA TAMBÉM: Censo: 6 milhões vivem em lares sem abastecimento de água no Brasil; 1 milhão são crianças de até 9 anos MAPA: Veja quantas pessoas têm água, esgoto, banheiro e coleta de lixo na sua cidade Kelly afirma que precisou improvisar um espaço, que é usado como banheiro, na casa onde vive com o marido. Os dois ergueram uma estrutura de madeira e colocaram um vaso sanitário. Banheiro e fossa utilizada pela família de Kelly Arquivo Pessoal Todos os dejetos depositados lá caem em uma fossa que fica ao lado da residência do casal. "Meu banheiro era para fora, mas o meu marido colocou uma portinha. Eu fiz um banheiro de tábuas e ele abriu uma 'boca' para a gente poder usar, porque ficar sem banheiro é difícil. Mas não tem nada de nada, só tem uma fossa", conta. De acordo com o IBGE, para ser considerado um banheiro, é necessário que seja um cômodo separado com local para banho, sanitário e que seja utilizado pelos membros da família e/ou hóspedes. Apesar das condições precárias, o banheiro de Kelly se encaixa nas definições do instituto. Ela relata ainda que cuida diariamente da neta de 5 anos. Para Kelly, a ausência de um banheiro dificulta os cuidados com a criança e o bem-estar da família. "A qualquer momento pode vir uma chuva e derrubar o banheiro", desabafa. A expectativa de Kelly é que, um dia, o acesso à água potável e ao saneamento básico chegue até a residência. "É o meu sonho e de todos que moram aqui", afirma. Pretos e pardos são 69% dos que não têm esgoto Os dados divulgados nesta sexta pelo IBGE mostram ainda que o Brasil tem 49 milhões de pessoas vivendo em lares sem descarte adequado de esgoto. Esse número equivale a 24% da população brasileira. Entre os pretos e pardos – grupos que compõem pouco mais da metade da população brasileira – o percentual sobe para 68,6%. Veja: Pardos são 45,3% da população brasileira, e 58,1% dos sem esgoto adequado; Brancos são 43,5% da população brasileira, e 29,5% dos sem esgoto adequado; Pretos são 10,2% da população brasileira, e 10,4% dos sem esgoto adequado; Indígenas são 0,8% da população brasileira, e 1,7% dos sem esgoto adequado; Amarelos são 0,4% da população brasileira, e 0,1% dos sem esgoto adequado. É considerado descarte adequado o esgoto que vai para as redes públicas de coleta (geral ou pluvial) ou para fossas sépticas ou com filtro, ainda que depois de passar por esses equipamentos não sejam destinados para essas redes. As outras formas – uso de fossa rudimentar ou buraco, descarte direto em rios ou no mar, por exemplo, são consideradas inadequadas pelo Plano Nacional de Saneamento Básico. ????Acesso à água A falta de um abastecimento adequado de água atingia 6,2 milhões de brasileiros em 2022. Assim como acontece com o descarte de esgoto, há diferença entre os diferentes grupos raciais. Pretos e pardos representam 72% da população sem acesso adequado a água. Brancos, 24%. Em 2022, eram considerados abastecimento adequado o acesso por rede de distribuição (82,9%), poço profundo ou artesiano (9%), poço raso, freático ou cacimba (3,2%) e fonte, nascente ou mina (1,9%). Os inadequados são carro-pipa (1%), rios, açudes, córregos e igarapés (0,9%), água de chuva armazenada (0,5%) ou outras formas de abastecimento (0,6%). A dependência de carro-pipa ou água da chuva está concentrada no Nordeste, enquanto a de rios, açudes, córregos e igarapés, na Norte. Como os critérios mudaram, não é possível comparar exatamente como evoluiu o acesso adequado à água entre 2010 e 2022. Mas, a proporção de moradores com água encanada em casa – independentemente se vem da rede ou de um poço artesiano, por exemplo – subiu de 89,3% para 95,1%. Outra informação relativa ao abastecimento de água foi a forma como a água chega até o domicílio. Para domicílios onde vivem 192,3 milhões de pessoas, representando 95,1% da população, a água chegava encanada até dentro da residência – ou seja, diretamente em torneiras, chuveiros e vasos sanitários. Já para 2,5% da população, a água chegava encanada, mas apenas até o terreno. Para outros 2,4%, a água não chegava encanada – ou seja, precisava ser transportada em baldes, galões, veículos ou outros recipientes. Coleta de lixo No total, o percentual geral de pessoas morando em residências com coleta de lixo subiu de 85,8% para 90,9% entre 2010 e 2022, no país. Mas também persistem desigualdades regionais. Na Região Norte, a proporção da população atendida pela coleta de lixo domiciliar em 2022 foi de 78,5%. Já na Região Sudeste, o percentual obtido foi de 96,9%. Em situações intermediárias se encontravam as Regiões Nordeste (82,4%), Centro-Oeste (93,1%) e Sul (95,3%). O Maranhão foi o estado que mais ampliou a coleta de lixo na última década, passando de 53,5% para 69,8%. Apesar do avanço, o estado ainda tem a pior proporção nacional de cobertura na coleta de resíduos sólidos do país, seguido de Piauí (73,4%) e Acre (75,9%). Os dados de 2022 dos três estados mencionados acima ainda são inferiores ao que os três estados com melhor colocação no ranking (São Paulo, Distrito Federal e Rio de Janeiro) haviam apresentado em 2010. E A proporção de pessoas que moram em apartamentos vem crescendo nas últimas décadas. Em 2000, o índice estava em 7,6%, passando para 8,5% em 2010, até chegar a 12,5% em 2022. A grande maioria da população, no entanto, ainda vive em casas: 84,8%. Enquanto o Piauí tem a maior proporção de pessoas em casas (95,6%), o Distrito Federal lidera em apartamentos (28,7%). Dos mais de 5 mil municípios do país, só três fogem à regra nacional e têm apartamentos como forma predominante de habitação da população: Santos (SP): 63,45% São Caetano do Sul (SP): 57,22% Balneário Camboriú (SC): 50,77% A maior proporção de ocorrência dos domicílios do tipo "casa de vila ou em condomínio" foi registrada no Rio de Janeiro (5,9%). Outros dados do Censo 2022 As informações do Censo 2022 começaram a ser divulgadas em junho de 2023. Desde então, foi possível saber que: O Brasil tem 203 milhões de habitantes, número menor do que o estimado pelas projeções iniciais; O país segue se tornando cada vez mais feminino e mais velho. A idade mediana do brasileiro passou de 29 anos (em 2010) para 35 anos (em 2022). Isso significa que metade da população tem até 35 anos, e a outra metade é mais velha que isso. Há cerca de 104,5 milhões de mulheres, que são 51,5% do total de brasileiros; 1,3 milhão de pessoas se identificam como quilombolas (0,65% do total) – foi a primeira vez na História em que o Censo incluiu em seus questionários perguntas para identificar esse grupo; O número de indígenas cresceu 89%, para 1,7 milhão, em relação ao Censo de 2010. Isso pode ser explicado pela mudança no mapeamento e na metodologia da pesquisa para os povos indígenas, que permitiu identificar mais pessoas; Pela primeira vez, os brasileiros se declararam mais pardos que brancos, e a população preta cresceu. Também pela primeira vez, o instituto mapeou todas as coordenadas geográficas e os tipos de edificações que compõem os 111 milhões de endereços do país, e constatou que o Brasil tem mais templos religiosos do que hospitais e escolas juntos. Após 50 anos, o termo favela voltou a ser usado no Censo. Veja Mais

MWC 2024: Qualcomm apresenta solução para IA generativa e novas plataformas 5G e Wi-Fi 7

tudo celular A Qualcomm oficializou novidades destinadas a Inteligência Artificial e conectividade, durante a feira em Barcelona. Veja Mais

Ancelotti esbanjando categoria em Real Madrid x Sevilla

Ancelotti esbanjando categoria em Real Madrid x Sevilla

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Shorts #RealMadrid #Sevilla Veja Mais

Nas Nuvens vai investir até R$ 500 milhões após aporte da Primary Wave

Valor Econômico - Finanças Empresa especializada em gestão e compra de catálo... Veja Mais

Modric fez essa PINTURA para o Real Madrid

Modric fez essa PINTURA para o Real Madrid

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Shorts #RealMadrid #LALIGA Veja Mais

Ator canadense Kenneth Mitchel morre aos 49 anos

G1 Pop & Arte Mitchel, que atuou em mais de 40 séries e 10 filmes, era portador de ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica) Mitchell sofria de ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), doença degenerativa que não tem cura. Reprodução O ator canadense Kenneth Mitchell, que atuou em séries como "Jericho" e filmes como "Capitã Marvel", morreu no sábado (24) aos 49 anos. Mitchell sofria de ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), doença degenerativa que não tem cura. 'Oppenheimer' leva principal prêmio do Sindicato dos Atores de Hollywood; veja vencedores Brasileira Juliana Rojas vence prêmio de Melhor Direção na mostra Encounters em Berlim Claude Montana, estilista francês, morre aos 76 anos Em um comunicado nas redes sociais do ator, a família lamentou sua morte, dizendo que ele foi um “querido pai, marido, irmão, tio, filho e amigo”. O ator deixa mulher e dois filhos. Ele anunciou publicamente a doença em 2020 e nos últimos anos usava uma cadeira de rodas para se locomover. Mitchell atuou em 10 filmes e em mais de 40 séries, como "Grey’s Anatomy", "CSI Miami", "Star Trek: Discovery" e "Jericho", onde interpretou Eric Green, um dos protagonistas. Abaixo, reveja reportagem da GloboNews de 2019 sobre a Esclerose Lateral Amiotrófica: Especialista tira dúvidas sobre esclerose lateral amiotrófica VÍDEOS: veja os mais recentes do g1 Veja Mais

O que é Google Fuchsia OS?

canaltech O Fuchsia OS é um sistema operacional (SO) de código aberto baseado em um microkernel de nome Zircon. Assim como o Android e o ChromeOS, este SO é propriedade do Google, que trabalha no projeto há alguns anos, mas sem oficializar a sua finalidade. Atualmente, o Fuchsia OS pode ser encontrado em smart displays da companhia. O que é Wear OS? Vale a pena comprar Google Nest Hub fora do Brasil? É possível usá-lo da mesma forma que outros sistemas operacionais disponíveis no mercado, pois o Fuchsia OS tem elementos comuns entre outras plataformas. Funções como gerenciamento de recursos, framework de driver e abstrações estão presentes no SO, isso porque ele foi projetado para cuidar de um ecossistema diversificado tanto de hardware quanto de software. O Google confirmou que o sistema suporta C++, Dart e Go como linguagens de programação. Para efeito de comparação, plataformas da Microsoft, Apple e Linux também fazem uso de algumas dessas tecnologias. Mesmo assim, a Big Tech ainda não afirmou exatamente o propósito do Fuchsia OS, pois seu único uso confirmado é direcionado para smart displays em produtos como o Google Nest Hub. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- A trajetória do Fuchsia OS Em 2016, antes mesmo de qualquer anúncio oficial por parte do Google, diversos veículos relataram que um “misterioso” código-fonte havia sido publicado no GitHub. Não demorou muito para descobrirem que a Gigante de Buscas estava desenvolvendo um novo sistema operacional batizado de Fuchsia. Com o passar do tempo, mais descobertas foram feitas e relatos de que o SO poderia rodar em diversos produtos, desde celulares a sistemas de automóveis, surgiram. Porém, a principal informação é que, ao contrário do Android e do ChromeOS, o Fuchsia não é baseado em Linux, mas sim em um kernel chamado de Magenta (que posteriormente foi renomeado para Zircon). Em janeiro de 2018, o Google finalmente publicou algo sobre o sistema operacional: trata-se de um guia para rodar o Fuchsia OS no Pixelbook — uma linha de notebooks da empresa descontinuada em 2020. Contudo, foi apenas em maio de 2019, durante a conferência Google I/O daquele ano, que a Gigante de Buscas anunciou oficialmente o SO, mesmo que sem muito alarde. Isso porque a empresa não foi ao palco destacar o Fuchsia ou os projetos ao redor dele, mas apenas o mencionou em uma palestra com desenvolvedores. Em julho do mesmo ano, o Google lançou um site do projeto com documentação e o código-fonte, que está no ar até hoje em fuchsia.dev. Atualmente, o Fuchsia OS roda em dispositivos de casa inteligente, como o Google Home Hub e o Nest Hub de segunda geração. O Google Nest Hub usa o Fuchsia OS como seu SO (Imagem: Erick Teixeira/Canaltech) O que significa “fuchsia”? O nome do SO veio da cor fúcsia, uma mistura de roxo com rosa, e faz referência a dois sistemas operacionais da Apple que influenciaram a equipe do projeto. Trata-se do Taligent (que tinha o codinome Pink — rosa, em inglês) e do iOS (de codinome Purple, roxo em inglês). Além disso, essas cores estavam presentes nos cartões dos funcionários da Maçã que serviam para organizar as ideias e planejar novas propostas. O Fuchsia OS vai substituir o Android? Mesmo que o Google tenha afirmado que o Fuchsia é “um sistema operacional multiplataforma que pode ser usado em diversos dispositivos”, não há indícios de que ele substituirá o Android. Pelo menos não tão cedo. Por outro lado, há burburinhos de especialistas que acreditam que o Fuchsia OS assumirá o lugar tanto do Android quanto do ChromeOS em algum momento do futuro. Se isso ocorrer, os desenvolvedores provavelmente precisarão se adaptar para levar seus aplicativos para o novo sistema. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? Xiaomi 14 Pro ganha comunicação via satélite e fica ainda mais caro 10 comandos legais para usar no Gemini Veja Mais

Campeonato Mineiro de Flag Football 2024 Finais

Campeonato Mineiro de Flag Football 2024 Finais

Band Sports Campo 1 – Playoffs, Semi-Finais e Final Estádio Radialista Mario Helênio – Juiz de Fora-MG Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos siga tambe?m nas redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports Twitter: https://twitter.com/bandsports Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV Veja Mais

Malafaia critica STF em manifestação na Avenida Paulista

Valor Econômico - Finanças Pastor foi o idealizador do ato convocado por Jair... Veja Mais

Como baixar, instalar e ativar o Windows 11 | Guia Prático

canaltech A Microsoft oferece a opção para baixar e instalar o Windows 11 gratuitamente pelo seu próprio site. Ao fazer o download da imagem ISO, você consegue fazer a instalação do sistema operacional para ativá-lo com licenças adquiridas individualmente ou com o computador. 10 dicas e truques para usar o Windows 11 melhor Do 1.0 ao 11 | Veja como o Windows evoluiu a cada geração Como baixar o Windows 11 Existem dois caminhos para baixar o Windows 11 de maneira oficial, ambos disponíveis sem qualquer custo. O primeiro é através do utilitário que cria um pendrive bootável do sistema operacional de maneira expressa, sem depender de apps de terceiros. Você também pode baixar um arquivo ISO para executá-lo em uma máquina virtual ou gravar um DVD. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Criar um pendrive bootável Saiba como baixar o utilitário para fazer o download do Windows 11 e criar um pendrive bootável: Acesse o site da Microsoft (microsoft.com); Se direcione à seção “Criar mídia de instalação do Windows 11”; Clique em “Baixar agora”; Aguarde o download ser concluído e abra o programa; Aceite os termos de licença; Selecione o idioma ou marque “Usar as opções recomendadas para este computador”; Selecione a opção “Unidade flash USB” para criar o pendrive bootável; Insira um pendrive com 8 GB ou mais no PC; Clique em “Atualizar a lista de unidades” e selecione o pendrive; Aguarde o processo ser encerrado. Como criar um pendrive bootável do Windows 11 (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Baixar a imagem ISO A Microsoft também oferece o arquivo ISO para ser gravado em um DVD ou gravá-lo em um pendrive. Veja como baixar o Windows 11: Entre no site da Microsoft (microsoft.com); Vá para a seção “Baixar a Imagem do Disco (ISO) do Windows 11”; Em “Selecionar download”, escolha “Windows 11 (multi-edition ISO)”; Clique em “Baixar”; Selecione o idioma desejado; Aperte o botão “64-bit Baixar”; Aguarde o download ser finalizado. Como baixar a imagem ISO do Windows 11 (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Como instalar o Windows 11 Para instalar o Windows 11, você tem duas opções: criar uma máquina virtual ou usar uma mídia de instalação para executá-la no computador. No segundo caso, é preciso consultar o manual do PC ou placa-mãe para verificar o passo a passo para fazer boot em DVD ou pendrive, já que o processo varia de dispositivo para dispositivo — esse processo consiste em pressionar uma tecla enquanto o PC liga, geralmente F2, F8, F10 ou Del. Além disso, é necessário atender a uma lista de requisitos mínimos de sistema do Windows 11 para instalá-lo, como um processador compatível, 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento. Vale lembrar que o chip TPM 2.0 também é exigido em máquinas virtuais. Nas versões mais recentes do VirtualBox, o módulo de segurança é ativado automaticamente ao criar uma nova virtualização e selecionar o Windows 11.  Instalar o Windows 11 Para instalar o Windows 11, ative a máquina virtual com a imagem ISO ativada ou ligue o computador e dê boot no pendrive ou DVD. Depois, realize o procedimento a seguir: Pressione qualquer botão do teclado para iniciar a instalação; Selecione o idioma, formato de hora e o padrão do teclado; Clique em “Instalar agora”; Digite a chave do produto ou clique em “Não tenho a chave do produto”; Selecione a versão do Windows 11; Aceite os termos de uso; Escolha a instalação “Personalizada”. Como instalar o Windows 11 (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Nesta etapa, você precisa particionar o disco — dividir o armazenamento em blocos — conforme as suas necessidades. Lembre-se de reservar mais espaço para a partição principal, onde será armazenado o Windows 11: Clique no botão “Novo”; Escolha o tamanho da partição; Confirme o aviso em “OK”; Selecione a partição “Primário”; Clique em “Avançar”; Aguarde a instalação ser concluída; Retire o disco de inicialização do PC ou máquina virtual. Como particionar o disco para o Windows 11 (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Ao encerrar a instalação, o computador será reinicializado. Agora é só configurar o Windows 11 e utilizá-lo normalmente. Como ativar o Windows 11 A ativação é um pré-requisito para utilizar o sistema operacional da Microsoft. Se o seu dispositivo não tem uma licença digital configurada, você está usando uma máquina virtual ou não inseriu uma chave do produto durante a instalação, veja como ativar o Windows 11: Abra o Iniciar e acesse as “Configurações”; Na “Sistema”, clique em “Ativação”; Para adquirir uma licença, clique em “Abrir a Store” e faça a compra; Se você tem uma chave do produto, pressione o botão “Alterar”; Digite a chave do produto e confirme. Como ativar o Windows 11 (Imagem: Captura de tela/Bruno De Blasi/Canaltech) Cabe ressaltar que as chaves são relacionadas às categorias do produto, ou seja, se você tem a licença do Windows 11 Home, não é possível utilizá-la no Windows 11 Pro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? 10 comandos legais para usar no Gemini Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Veja Mais

Tentativa de golpe, joias e 8 de janeiro: as investigações contra Bolsonaro

Valor Econômico - Finanças Ex-presidente é citado em dezenas de inquéritos em... Veja Mais

Boom dos metais de bateria para carros elétricos se converte em decepção

Valor Econômico - Finanças Os preços do lítio caíram até 90% desde o começo d... Veja Mais

Review Corsair Voyager a1600 | Notebook com Stream Deck para streamers

canaltech Especialista na criação de coolers, gabinetes, periféricos e fontes, a Corsair resolveu investir na fabricação de um notebook gamer em 2022. O Corsair Voyager a1600 nasceu da colaboração com a AMD, já que esse foi um dos primeiros modelos a receber o selo AMD Advantage para laptops e é um dos únicos a contar com uma placa de vídeo dedicada do time vermelho no varejo brasileiro. 5 motivos para comprar o Corsair Voyager a1600 5 motivos para não comprar o Corsair Voyager A1600 Com um design excelente, construção parruda e múltiplos recursos para streamers e criadores de conteúdo, o Voyager deixa a desejar no desempenho. Mas será que esse peculiar notebook é realmente decepcionante, ou é apenas a ponta do iceberg do que a Corsair pode melhorar para os próximos lançamentos? Prós Belo design Boa construção Barra touch Muito armazenamento Teclado mecânico Contras Muito suscetível a marcas de dedo Desempenho fraco Poucas conexões Preço inflado Drivers de GPU bugados Design e construção Por mais que eu tenha muitas ressalvas sobre esse notebook, a apresentação e unboxing do Corsair Voyager a1600 é simplesmente fantástica. O notebook chega em uma caixa muito bem acabada e é apresentado com pompa, mostrando nitidamente de que se trata de um produto premium. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- ???? Compre o Corsair Voyager a1600 em oferta no Kabum! O visual em preto fosco é imponente, abrindo mão de LEDs na parte externa da carcaça e concentrando as luzes no interior. O que chama atenção logo de cara é o formato diferente. Por ter uma tela de 16 polegadas em 16:10, o display naturalmente é mais quadrado do que retangular. No entanto, esse aparelho tem duas abas nas laterais e um recorte que divide muito bem a chapa do chassi principal e a tela.  Apesar dos problemas de performance, o visual do Corsair Voyager a1600 é realmente bem distinto (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) Esse recorte existe para dar uma estética diferente, mas, principalmente, fazer com que a barra de LED touch consiga ficar em destaque. O chamariz do Corsair Voyager a1600 é a S-Key Macro Bar, uma barra sensível ao toque com 10 botões totalmente personalizáveis, além de um pequeno display centralizado, que também pode ser customizado via software. Embaixo, há uma saída de ar para auxiliar no resfriamento da máquina, enquanto as laterais também possuem essas aberturas, tanto para exaustão quanto para o alto-falante embutido. O teclado é outro ponto importante: ele é do tipo mecânico com switches Cherry MX táteis de perfil baixo. O mesmo vale para o touchpad gigantesco embutido nesse aparelho, que possui uma área muito grande e confortável para o uso. Todo esse baita conjunto é envolvido em uma chapa de alumínio inteiriça que passa muita confiança, robustez e autenticidade ao produto. Porém, embora seja realmente bem construído, o material é muito suscetível a marcas de dedos com pouquíssimo tempo de uso. Em poucos dias, e com o calor do Rio de Janeiro, a tampa do laptop ficou completamente imunda, diferente de outros modelos topo de linha que já passaram pelas minhas mãos. Voltando aos elogios, surpreende o fato de o Corsair Voyager a1600 ser bem fino. O modelo tem pouco menos de 2 centímetros de espessura quando fechado. Apesar disso, o aparelho pesa 2,4 kg e fica próximo da média dos demais notebooks gamer. Por conta da tela e seu tamanho alongado, esse laptop pode não ser tão indicado para mochila e usar por longos períodos.  A barra de LED do aparelho fica visível mesmo com a tampa fechada (Felipe Vidal/Canaltech) Com poucos dias de uso o notebook já fica com uma aparência latente de um produto sujo (Felipe Vidal/Canaltech) S-Key Macro Bar O grande atrativo do Corsair Voyager a1600 é a S-Key Macro Bar, barra touchscreen customizável que é bastante rara de ser encontrada em notebooks. E essa é exata e mais coerente descrição resumida que eu poderia dar para essa funcionalidade. Toda a concepção do Voyager a1600 foi pensando nos streamers e criadores de conteúdo. Como a Corsair detém a divisão Elgato voltada para esse público, a empresa decidiu unir o útil ao agradável. Assim, a Macro Bar serve como um Stream Deck virtual embutido no corpo do notebook.  A S-Key Macro Bar ajuda bastante no cotidiano, mas foi projetada para streamers (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) Dessa forma, o usuário pode customizar essas funções através do software Stream Deck e mudar a disposição dos botões para alterar a posição da câmera ou mostrar o chat em uma livestream. Porém, também é possível utilizar o programa iCUE para mudar as cores e as funções dessas teclas para aplicações comuns. Por exemplo, utilizei esses macros para abrir páginas no navegador, acessar rapidamente o Photoshop, executar um jogo de forma fácil, etc. "A S-Key Macro Bar é a estrela do Corsair Voyager a1600, sendo um peça ilustre em um notebook voltado para streamers graças à integração com o Stream Deck, mas que também se mostra muito útil para aumentar a produtividade no cotidiano" - Felipe Vidal Ao centro, ainda há um minidisplay que exibe o horário e a bateria por padrão. Contudo, no próprio iCUE é possível personalizar essa tela para exibir outras informações, como a carga de trabalho da CPU. O mini display central também ajuda bastante a monitorar certas informações (Felipe Vidal/Canaltech) A barra touch faz com que o notebook tenha esse recorte entre o chassi e a tela (Felipe Vidal/Canaltech) Ficha técnica do Corsair Voyager a1600 Começando a entrar no aspecto técnico, o Corsair Voyager a1600 vendido no Brasil acompanha um bom processador AMD Ryzen 9 6900HS e uma Radeon RX 6800M. O laptop ainda possui 32 GB de memória RAM DDR5-4800 em 2x16GB, além de um generoso SSD NVMe PCIe 4.0 de 2 TB, que permite armazenar muitos games ou arquivos para edição. Processador: AMD Ryzen 9 6900HS (8 núcleos e 16 threads); Memória RAM: 32 GB (2x16) ou 16 GB (2x8) DDR5 4.800 MT/s; Armazenamento: SSD NVMe M.2 de 2 TB; Placa de vídeo: AMD Radeon RX 6800M Webcam: HD (720p); Sistema operacional: Windows 11 Home. Esse é um conjunto de especificações muito interessantes, já que é raro achar notebooks com placas de vídeo dedicadas da AMD no Brasil. Infelizmente, embora seja um diferencial, esse também é o ponto fraco do notebook, como veremos nos testes ao longo deste review. A Radeon RX 6800M é uma placa fraca e que não acompanha a velocidade louvável do restante dos componentes, com destaque para a CPU.  Justiça seja feita, o Corsair Voyager a1600 é um notebook lançado em 2022, mas que só pude avaliar em 2024. Pode ser que em 2022 esse produto fizesse sentido com a RX 6800M e sem o lançamento de competidoras mais novas da NVIDIA, mas para 2024 essa configuração é desequilibrada. No papel, as especificações do Corsair Voyager a1600 são boas, mas na prática não fazem tanto sentido(Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) Tela Com uma tela Quad HD+ (2560x1600) de 16 polegadas, o Corsair Voyager a1600 tem um display muito interessante no papel. Na prática, a tela se sai bem, mas performa abaixo do esperado para um produto dessa magnitude. Tamanho da tela: 16 polegadas Painel: IPS  Resolução: Quad HD+ (2560x1600) Taxa de atualização: 240Hz Tempo de resposta: 3ms Recursos extras: AMD FreeSync, ± 80% DCI-P3 e 100% do sRGB O painel  é do tipo IPS e tem uma qualidade de imagem decente, com poucas distorções, mesmo quando visto de muitos ângulos. Os tons de preto são aceitáveis, bem como o nível das cores, contraste e nitidez. Contudo, o problema não se encontra no painel, nem na ótima resolução QHD+. O principal empecilho é a falta de robustez na gama de cores, pois essa tela só suporta cerca de 80% do espectro DCI-P3 e 100% do sRGB. Esses valores não são necessariamente ruins, mas estão abaixo de competidores de outras marcas e encontrados por valores semelhantes. Todavia, a tela ainda tem 240Hz de taxa de atualização e 3ms de tempo de resposta, compatível com a tecnologia AMD FreeSync Premium.  A tela do Corsair Voyager a1600 é anti-reflexo (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) A experiência de uso cotidiana é agradável, como deveria ser. Em filmes e séries, é perceptível que essa tela podia entregar mais, pois falta uma certa profundidade visual. Já em games eu não posso reclamar tanto, pois a fluidez dos quadros é boa, apesar de a imagem apresentar os mesmos problemas. No fim do dia é um bom display, mas que poderia ser mais refinado e calibrado. Teclado e touchpad Apesar de não ser fã de touchpads, é preciso dar o braço a torcer e parabenizar a Corsair nesse quesito. O touchpad do Voyager a1600 é grande e largo, proporcionando conforto e precisão. Inclusive, a área é tão grande que a fabricante permite que o usuário desative metade do touchpad através de gestos com os dedos. O teclado mecânico é outro ponto positivo e se beneficia dos switches Cherry MX. Essa combinação é ótima, formando um combo ideal para digitação extensiva e a jogatina por longos períodos. A digitação nesse teclado é muito prazerosa e não gera ruídos altos, apenas cliques relaxantes de escutar. O touchpad largo é ótimo para quem não tem um mouse por perto (Felipe Vidal/Canaltech) O teclado mecânico com switches Cherry MX é muito gostoso para digitação (Felipe Vidal/Canaltech) Conectividade A conectividade é um ponto muito inusitado no Corsair Voyager a1600. Nas laterais, o modelo vem com duas portas USB-C com Thunderbolt 4 e uma USB-C 3.2, além de uma conexão USB-A 3.1, uma porta para cartão SD e uma entrada para fone/microfone do tipo P3. Não há HDMI, mini-DisplayPort nem sequer a porta RJ45 para internet cabeada. Essa é uma decisão ousada da Corsair, que vai agradar uns e decepcionar outros. Por ter um HUB USB-C em casa, consegui aumentar a quantidade de portas e adicionar uma entrada HDMI e de internet facilmente, mas quem não tem essa opção vai precisar fazer um investimento extra. Porém, a fabricante ainda envia dois adaptadores USB-C para USB-A no intuito de auxiliar o uso.  Lado esquerdo do Voyager a1600 (Felipe Vidal/Canaltech) Lado direito do Voyager a1600 (Felipe Vidal/Canaltech) A respeito das conexões sem fio, o dispositivo é compatível com o Wi-Fi 6E e o Bluetooth 5.2.  Bateria Bateria e notebooks gamer são como água e óleo, mas o Corsair Voyager a1600 não se sai tão mal nesse quesito. Em meus testes, consegui empurrar uma manhã inteira de trabalho com esse laptop e brilho de tela em 70% sem grandes problemas. Dentre os usos específicos, utilizei múltiplas janelas de navegadores, softwares de edição como o PhotoScape, Google Docs e planilhas. Para mensurar melhor esses dados, realizei o teste de produtividade no Battery Life do UL Procyon com brilho de tela em 50%. O benchmark rodou até exaurir a capacidade máxima da bateria do notebook, que tem 99 Whr e acompanha uma fonte externa de 230 W. O resultado foi de cerca de 5 horas de duração, simulando atividades com programas de escritório do dia a dia, como o pacote Office e navegação na internet.  Isso gera uma autonomia diária interessante e pouco pior do que observado no Alienware m16, por exemplo. Para uso cotidiano, é possível aguentar essas mesmas 5 ou 6 horas longe das tomadas, mas em games é obrigatório usar com a energia conectada.  Temperatura Felizmente, o Corsair Voyager a1600 sabe ponderar suas temperaturas. Embora fosse esperado que o combo Ryzen + Radeon dedicada em um notebook fino pudesse trazer temperaturas altas e um possível thermal throttling, isso não acontece. No modo ocioso, tanto o Ryzen 9 6900HS quanto a Radeon 6800M figuram na casa dos 45°C, ou seja, um número muito bom para esses componentes em idle. Já nos testes em carga máxima com o 3DMark, a CPU e GPU se mantêm em uma faixa entre 84 a 87 °C nos picos. Esse é um resultado bem interessante para as duas peças, já que nenhuma delas topa em seu limite térmico. O teste utilizado foi o Time Spy Extreme Stress Test, que simula uma situação de jogo em 4K, sendo uma boa métrica para entender como esse modelo se comportaria em cenários reais de uso. Agora, em situações de jogo reais, notei que o processador batia o limite dos 95?°C, enquanto a placa de vídeo se comportava de forma muito parecida ao teste do 3DMark. Mesmo chegando ao máximo, o processador não gerou nenhuma situação de thermal throttling e não causou nenhum tipo de problemas. O consumo bateu 134 W no máximo, enquanto a Radeon chegou em 120 W, nem perto dos 145 W que a AMD dá de margem.  Naturalmente, em carga máxima esse notebook fica com o chassi bem quente na área superior do teclado. O sistema de dissipação é competente o suficiente para evitar superaquecimento, mas não faz milagres. É bom dar os devidos créditos para a Corsair nesse quesito. A fabricante trabalhou bem o interior do produto, com duas ventoinhas dedicadas para cada chip e uma chapa metálica entre essas fans, que escondem os heatpipes de cobre responsáveis pelas trocas de calor.  Corsair Voyager a1600 por dentro (Felipe Vidal/Canaltech) SSD principal do Corsair Voyager a1600 (Felipe Vidal/Canaltech) Sistema de arrefecimento (Felipe Vidal/Canaltech) Os pentes de memória RAM são protegidos e há dois thermal pads dedicados para o SSD principal e o SSD secundário, no intuito de evitar problemas com esses componentes. De forma geral, é um projeto bem competente, seja pela limitação térmica dos chips, seja pelo sistema de arrefecimento usado.  Benchmarks Finalizando todos os aspectos do Corsair Voyager a1600, chegou a hora de ver o que essa máquina encara. Eu testei o Voyager a1600 em benchmarks de produtividade, criação de conteúdo, uso profissional e games. O desempenho se manteve instável em diversos momentos e acabou saindo bem abaixo do esperado. Produtividade No dia a dia, o Corsair Voyager a1600 se comporta muito bem, como já era previsível. O fato de o notebook ter o ótimo processador Ryzen 6900HS com oito núcleos e uma baita combinação de 32 GB de RAM torna o aparelho imbatível nas tarefas diárias. Seja para usar múltiplas abas do navegador, softwares de edição, etc, o notebook nem chega perto de travar ou apresentar engasgos. Para sacramentar esse bom desempenho, testei o Voyager a1600 na suíte de benchmarks do Office Productivity do UL Procyon. Esses testes simulam atividades de escritório intensas, com dezenas de planilhas, documentos e slides abertos. A ideia nesse tipo de benchmark é entender até que ponto a máquina consegue chegar em situações comuns, mas complexas. Embora o resultado do Procyon possa parecer desanimador, esses números não refletem necessariamente a experiência de uso com esse aparelho. De fato, o Voyager precisa de mais fôlego para encarar o teste sintético, mas o notebook me pareceu pronto para aguentar essas atividades complicadas do cotidiano, mesmo quando em alta carga. Um cenário similar acontece no Geekbench 6, voltado para a simulação de tarefas padrão do dia, como compressão/descompressão de arquivos compactos, trabalhos com PDF, etc. O teste de single-core aproxima as pontuações, mas o resultado multi-core volta a afastar esse modelo dos concorrentes. Seja em números, seja na prática, o Corsair Voyager a1600 é competente no dia a dia. Isso não é um elogio, mas sim uma obrigação, afinal de contas 32 GB de RAM e uma CPU octa-core tem o que é preciso para trabalhar bem. Criação de conteúdo  Pensado para streamers e criadores de conteúdo, nada mais junto do que testar as capacidades do Corsair Voyager a1600 em atender esse público. Nos testes, utilizei mais uma vez a ferramenta do Procyon, somada a softwares como o Adobe Photoshop, Adobe Lightroom Classic e o Adobe Premier Pro, muito usados por editores profissionais. Os resultados me surpreenderam bastante, visto que o notebook é inferior aos demais em boa parte dos testes. No que diz respeito a edição de imagem, o Voyager se sai bem, mas ainda fica atrás de outros modelos. Mesmo assim, usar o Photoshop foi tranquilo e sem travamentos bruscos, com exceção das pesadas funcionalidades de IA que podem dar umas engasgadas. Já em edição de vídeo, o notebook da Corsair consegue um desempenho até que bem surpreendente. Mesmo com uma placa de vídeo que limita o processador — como veremos em breve — a Radeon RX 6800M tem um leque de codecs parrudo e chega com suporte oficial AV1, logo esse aparelho pode ser uma opção interessante para quem precisa de uma máquina diferente para criar conteúdo ou editar. Profissional Antes de passar para os games, eu fiz quatro levas de benchmarks em softwares para entender até onde o Corsair Voyager a1600 pode ir em aplicações profissionais complexas. Dentre os testes, destaca-se o SPECviewperf, responsável por simular cenários de uso para áreas industriais, engenharia, medicina, etc. O Cinebench 2024 é outro teste bem famoso, já que é por meio dele que estressamos bastante a CPU em single e multi-threads na renderização de cenas 3D. Por fim, o Blender é uma clássica ferramenta para medir a performance da máquina em situações que envolvam modelagem e animação 3D com aplicação pesada de Ray Tracing. Começando pelo Blender, a situação do Voyager a1600 não é muito agradável. Em todos os três testes dessa leva de benchmarks, o notebook performa bem abaixo do esperado e emplaca pontuações baixas até demais. O grande vilão aqui é a RX 6800M, que, como toda placa AMD até agora, não lida bem com ray tracing e derruba a pontuação dos testes. Já no Cinebench 2024 as coisas começam a mudar de figura. A pontuação em single-thread ainda é baixa, mas começa a indicar um aspecto de melhorias. O mesmo se repete em multi-thread, que não chega a ser uma pontuação ruim, mas também tinha espaço para voar. Nesses testes, a carga é centralizada no processador, indicando que o Ryzen 6900HS é bom, mas o fato de já ser "antigo" e ter competidores recentes não o favorece. Por fim, o SPECviewperf traz um frescor em meio a resultados decepcionantes. O Corsair Voyager apresenta ótimos resultados nos testes do 3DSMax e Creo e fica no páreo dos testes com o Solidwork e o Maya. Resultados muito interessantes e surpreendentes contra competidores parrudos presentes no gráfico. Vale lembrar que os testes com o V-Ray não foram realizados, uma vez que placas da AMD não possuem compatibilidade com a ferramenta, portanto sequer aparecem no gráfico. Games Passando para o que são os testes que mais importantam para muitos usuários, chegou a hora de falar dos games. Para isso, eu testei 9 títulos em resolução Full HD, para estressar bastante o processador; e em Quad HD, resolução nativa do notebook e com o objetivo de colocar a placa de vídeo em carga máxima. Os games foram testados em suas configurações mínimas e máximas e em QHD pudemos testar tecnologias de upscaling, como o FSR e o XeSS. Full HD Começando a bateria de testes, o Corsair Voyager a1600 não se sai tão bem quanto eu gostaria em Full HD. Embora um jogo ou outro possa ter o benefício de rodar melhor nesse notebook, o cenário geral aponta uma performance baixa pelo preço cobrado nesse aparelho. A exceção é em Forza Horizon 5, que vai muito bem nesse laptop; e Metro Exodus, capaz de elevar muito a taxa de quadros em qualidade mínima. Mas até mesmo títulos um pouco mais antigos, como Shadow of the Tomb Raider e Red Dead Redemption 2, rodam em uma taxa de quadros bem inferior quando comparado a notebooks rivais. Claro que é possível o usuário realizar um refinamento das configurações e melhorar bastante a taxa de FPS, principalmente para tirar proveito da tela de 240Hz, mas, no geral, o resultado não convence. Quad HD Em Quad HD as coisas estão mais favoráreis para o Corsair Voyager a1600. A tela de 1440p do dispositivo invoca suas forças para dar mais performance à máquina, que consegue se aproximar e até superar alguns notebooks com a RTX 4060. Isso fica evidente em Cyberpunk 2077, Far Cry 6 e sua otimização para a AMD, Metro Exodus e Forza Horizon 5. No entanto, ainda é notável que o notebook da Corsair apresenta um descompasso de performance. Em Alan Wake 2, o notebook não consegue se segurar bem com o pesadelo do escritor e acaba caindo em um conto macabro para sua GPU. Formula 1 2023 é outro exemplo bem definido quando observamos as barras do gráfico que indicam as configurações máximas desse notebook.  Quando as coisas não vão tão bem na resolução nativa, é hora de pedir o auxílio do upscaling. O FidelityFX Super Resolution consegue dobrar a performance em Alan Wake 2 e aproximar a jogatina para algo perto dos 60 FPS, além de elevar a suavidade no gameplay em Cyberpunk 2077 e Red Dead Redemption 2. Mesmo com as melhorias do FSR, o notebook permanece atrás de outros modelos. Números vs experiência Comumente nossa seção de comentários se encerraria por aqui, mas é importante fazer alguns apontamentos a respeito do desempenho em games do Corsair Voyager a1600. Mesmo que o gráfico em Quad HD seja melhor, minha experiência cotidiana nos jogos foi diferente. É muito comum encontrar stuttering e problemas de drivers da RX 6800M, que são uma verdadeira dor de cabeça. Não encontrei indícios de gargalo de processador em nenhum teste, mas a falta de potência da RX 6800 coloca em cheque a viabilidade do Ryzen 9 6900HS. Essa placa de vídeo não tem performance para Quad HD e, caso a AMD tivesse outra solução gráfica em 2021, a história poderia ter sido diferente. O Corsair Voyager a1600 deixa de voar e passa a apenas caminhar por ter uma GPU fraca, mesmo tendo um ótimo conjunto. Concorrentes diretos Olhando como um notebook da AMD, o Corsair Voyager a1600 não tem nenhum concorrente direto no Brasil com especificações parecidas. Mas observando a questão do preço — o modelo custa cerca de R$ 15.000 —, ele tem como concorrente de respeito o Alienware m16. O modelo da Dell tem uma tela QHD+ com 240Hz bem similar e acompanha um Intel Core i9-13900HX, 32 GB de RAM e uma RTX 4070 como placa de vídeo, custando aproximadamente o mesmo valor.  Agora, quando o assunto é um concorrente em performance direta, o ROG Strix G16 e o Lenovo Legion Slim 5i, ambos analisados pelo Canaltech, são boas recomendações. Os dois têm uma GeForce RTX 4060 e podem ser equipados ou com processador Intel Core i7 ou Core i9. Esses notebooks já são encontrados entre R$ 8.000 e R$ 10.000.  ???? Compre o ROG Strix G16 com RTX 4060 e um Intel Core i9-13980HX em promoção no Kabum! ???? Compre o Lenovo Legion Slim 5i com RTX 4060 e um Intel Core i7-13700H no Kabum! ???? Compre o Alienware m16 com RTX 4070 e um Intel Core i9-13900HX no Kabum! O Lenovo Legion Slim 5i é um notebook bem dimensionado em CPU e GPU (Imagem: Brenno Barreira/Canaltech) Vale a pena comprar o Corsair Voyager a1600? O Corsair Voyager a1600 é um notebook gamer que vale a pena para quem busca um produto diferenciado, indicado principalmente para streamers ou produtores de conteúdo que possam usar frequentemente a S-Key Macro Bar para o seu trabalho diário. Esse é um laptop fino, com uma tela legal e um design impar, ideal para aqueles que gostam de produtos únicos. O Corsair Voyager a1600 é um notebook desequilibrado, mas que pode e deve ser corrigido em novas versões (Imagem: Felipe Vidal/Canaltech) O Corsair Voyager a1600 não vale a pena para quem quer um notebook gamer apenas para jogar, pois sua combinação de placa de vídeo e processador resulta em um desempenho abaixo da média, principalmente quando colocamos seu alto preço nessa equação. O modelo tem uma média de 97 FPS quando calculamos todos os resultados, gerando um custo de R$ 194 a cada FPS na resolução Quad HD. Abaixo você também pode conferir a média potencial de FPS que o jogador pode alcançar ao habilitar o AMD FidelityFX Super Resolution. Cheio de boas intenções, o Voyager a1600 tropeça no hardware defasado. Embora tenha um bom processador, o Ryzen 9 6900HS;  é a Radeon RX 6800M que, na melhor das hipóteses, acaba decepcionando. A Corsair mostrou que tem muito potencial para desenvolver notebooks, mas precisa trabalhar com chips melhores para, quem sabe, despontar em um mercado tão concorrido. A largada da fabricante já foi dada e eu espero ver novidades da marca no futuro, pois embora o Voyager tenha um gosto amargo, esse chef sabe preparar os pratos certos. ???? Compre o Corsair Voyager a1600 em oferta no Kabum! ???? Compre o Corsair Voyager a1600 em oferta no Kabum! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? 10 comandos legais para usar no Gemini Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Veja Mais

Com pênalti polêmico no fim, PSG empata com Rennes e segue disparado no Francês | Melhores Momentos

Com pênalti polêmico no fim, PSG empata com Rennes e segue disparado no Francês | Melhores Momentos

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível também no Star+! Assine já! http://dis.la/StarPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #psg #rennes #ligue1 #francesnaespn Veja Mais

Brasil e mais 122 países acertam acordo para facilitar investimento externo

Valor Econômico - Finanças A posição de países como a India, porém, continua... Veja Mais

Jay Rasulo: Conheça o ex-CFO que acha que pode consertar a Disney

Valor Econômico - Finanças Quase uma década depois de deixar a Disney, Rasulo... Veja Mais

Como limpar Área de Transferência | PC e celular

canaltech Se você quiser remover itens copiados recentemente como textos, links, conteúdos audiovisuais e senhas, saiba que há como limpar a Área de Transferência do seu celular ou PC de maneiras bem simples e intuitivas. 5 aplicativos para compartilhar a área de transferência entre Windows e Android Como apagar o histórico de atividades do Google automaticamente Apesar de o recurso ser muito útil para não perder informações armazenadas no histórico de cópias, a remoção desses itens garante mais segurança e privacidade contra bisbilhoteiros e coleta de dados por parte de alguns aplicativos. Como remover itens da Área de Transferência O PC e o Android contam com uma interface nativa do sistema para limpar a Área de Transferência. Já no iOS é necessário usar um esquema alternativo para “eliminar” o conteúdo sem precisar de apps externos. Você confere todas essas dicas logo a seguir. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- No Android O Android é capaz de salvar uma série de registros de forma simultânea, o que pode deixar seus dados ainda mais vulneráveis em caso de vazamentos, coleta de informações e coisas do tipo. No entanto, o Robô permite eliminar item por item de forma bem intuitiva. O procedimento pode variar conforme a marca do celular, — veja a seguir como realizar o processo tomando um Samsung A12 com Android 13 como exemplo: Vá em uma conversa qualquer e abra o teclado; Toque no ícone de prancheta na parte superior do teclado; Toque no ícone de lixeira; Selecione todos os itens que você deseja se livrar; Aperte  “Excluir” no canto direito do teclado. Há como limpar a Área de Transferência do Android através do teclado do sistema (Imagem: Captura de tela/Fabrício Calixto/Canaltech) No iOS O iOS não conta com uma interface para limpar a Área de Transferência do celular e armazena somente um item por vez. Além disso, os aplicativos de terceiros disponíveis para realizar essa tarefa costumam não funcionar corretamente por conta de políticas de atualizações do sistema. Tendo em vista esse cenário, a dica é o seguinte para “limpar” o espaço: Abra uma conversa qualquer; Tecle duas vezes (ou mais) a barra de espaço; Pressione e segure o espaço em branco na conversa para selecioná-lo; Toque em “Copiar”. Ao copiar um espaço em branco no iOS, você “limpa” a Área de Transferência do sistema (Imagem: Captura de tela/Fabrício Calixto/Canaltech) Pronto. Ao copiar um espaço em branco, você automaticamente “elimina” o último conteúdo registrado antes dele — embora isso não limpe o histórico “oculto” do sistema. No Windows O Windows conta com uma interface nativa que permite limpar a Área de Transferência. No entanto, é preciso ativá-la ao usá-la pela primeira vez, mas isso é simples. Veja abaixo como é fácil ativar o recurso e manter a limpeza da Área de Transferência do Windows sempre em dia: Pressione Tecla do Windows + V; Clique em “Ativar”;  Clique em “Limpar tudo”. O Windows conta com um modo bem simples de limpar a Área de Transferência do sistema (Imagem: Captura de tela/Fabrício Calixto/Canaltech) Aproveite esse “clima de limpeza” para aprender como faxinar o histórico de pesquisa do Google e a memória do seu celular. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Xiaomi lança câmera de segurança CW500 com preço baixo e proteção contra chuva Os 10 filmes mais vistos da semana (24/02/2024) Estrutura misteriosa em forma de onda está se movendo por nossa galáxia Como ter certeza de que o homem pousou na Lua? 10 comandos legais para usar no Gemini Popó x Kleber Bambam | Como assistir à luta ao vivo? Veja Mais

5 jogos grátis parecidos com Helldivers 2 para PC e consoles

5 jogos grátis parecidos com Helldivers 2 para PC e consoles

Tecmundo Lançado no início deste mês, Helldivers 2 acabou se transformando rapidamente em um sucesso que superou até mesmo as melhores expectativas de seus criadores. Misturando insetos gigantes, robôs assassinos, mundos alienígenas e uma dificuldade intensa, o título fez muitas pessoas descobrirem a série e lotarem seus servidores em qualquer horário do dia.O grande sucesso veio acompanhado de alguns problemas: mesmo quem comprou o jogo não tem conseguido jogar direito devido às longas filas de espera. Além disso, a falta do título no Xbox e seus requisitos no PC podem fazer com que muitos jogadores interessados não consigam ter acesso à aventura.Leia mais... Veja Mais

Priscilla Frade sucumbe à tentação de ser feliz em single com serelepe baião de José Miguel Wisnik e Luiz Tatit

G1 Pop & Arte Priscilla Frade lança em 1º de março single com gravação fluente do 'Baião de quatro toques' Divulgação Capa do single 'Baião de quatro toques', de Priscilla Frade Divulgação Resenha de single Título: Baião de quatro toques Artista: Priscilla Frade Composição: José Miguel Wisnik e Luiz Tatit Edição: Mills Records Cotação: ? ? ? ? ? Baião de quatro toques é a música mais famosa dentre as seis parcerias do paulista José Miguel Wisnik com o paulistano Luiz Tatit. Embora os dois compositores sejam donos de obras identificadas com a poesia concreta das esquinas de São Paulo (SP), ambos se afinaram no território nordestino desse baião composto com o rigor habitual dos autores e, ao mesmo tempo, tão fluente, quase popular. Tanto que, após ser apresentado por José Miguel Wisnik no álbum Pérolas aos poucos (2003), o Baião de quatro toques atraiu – em discos e/ou shows – cantoras do porte de Gal Costa (1945 – 2022), Jussara Silveira, Mônica Salmaso e Ná Ozzetti (em gravação feita com Ceumar e Suzana Salles). Cantora, compositora e violonista mineira, nascida em Juiz de Fora (MG), Priscilla Frade se junta a esse time feminino na próxima sexta-feira, 1º de março, dia em que a gravadora Mills Records põe no mundo um registro inédito do baião em single gravado, mixado (por Lourival e Vinicius Sá) e masterizado (por Carlos Mills) entre outubro de 2023 e janeiro deste ano de 2024. E, justiça seja feita, a abordagem do Baião de quatro toques por Priscilla Frade em nada fica a dever aos registros anteriores da música. Feita com produção musical do sanfoneiro Rodrigo Ramalho, a gravação de Frade é graciosa e expõe cantora com pleno domínio rítmico. Porque é preciso destreza para cair bem no suingue do serelepe baião de Wisnik e Tatit. Feita com os músicos Adan Oliveira (zabumbatera), Guto Menezes (bandolim e cavaquinho), Lau Trajano (baixo), Léo Rodrigues (pandeiro) e Rodolfo Willame (triângulo), além de Rodrigo Ramalho na sanfona, a gravação do Baião de quatro toques por Priscilla Frade jamais perde a fluência. Por volta dos dois minutos e meio, o fonograma quase vira arrasta-pé em passagem instrumental forrozeira que antecede a volta para o fluxo inicial desse single sedutor em que, citando verso da letra de Luiz Tatit, Priscilla Frade sucumbe à tentação de ser muito feliz. Veja Mais

Fortuna de CEO da Nvidia chega a US$ 69,6 bi; saiba quem é Jensen Huang

Valor Econômico - Finanças Cofundador da empresa acorda às 4h, pratica exercí... Veja Mais

Agenda de política: Lula tem viagens internacionais e Senado discute fuga em Mossoró

Valor Econômico - Finanças Câmara dos Deputados ainda vai definir pauta de vo... Veja Mais

Capacidade do Brasil de ser ‘ponte’ está em xeque, afirmam analistas

Valor Econômico - Finanças Falas de Lula e alinhamento à Palestina e à Rússia... Veja Mais

GTA San Andreas tem vídeo secreto com detalhes extras da história; veja!

GTA San Andreas tem vídeo secreto com detalhes extras da história; veja!

Tecmundo GTA San Andreas é icônico de muitas maneiras diferentes, seja pela sua trilha sonora marcante, pela liberdade no gameplay ou pela trama inspirada nas gangues californianas dos anos 1990. Mas você sabia que existe um vídeo "secreto" do game para introduzir os jogadores ao universo de Los Santos?Caso você não saiba, a edição especial de GTA San Andreas e a trilha sonora oficial para o PS2 vieram acompanhadas de um terceiro disco, que continha um curta-metragem com aproximadamente 20 minutos de duração chamado "The Introduction".Leia mais... Veja Mais

Vale o Play? | The Bad Batch é o Star Wars que ninguém vê, mas deveria

canaltech No Vale o Play desta semana, Durval Ramos recebe o youtuber Northon Domingues para falar sobre The Batch, a subestimada animação de Star Wars Ouça ao podcast. Veja Mais

Kinsol anuncia investimento de R$ 150 milhões em postos para carros elétricos em São Paulo

Valor Econômico - Finanças As dez primeiras estações ficarão prontas até o fi... Veja Mais

Saiba qual o principal risco de trabalhar o dia inteiro sentado

Valor Econômico - Finanças Estudo realizado em Taiwan apontou diferenças na s... Veja Mais