Meu Feed

Hoje

Brasil estreia amanhã na Olimpíada de Paris 2024. Veja datas e horários do Time Brasil

Valor Econômico - Finanças Estreia do Time Brasil será na quinta-feira, 25 de... Veja Mais

Neurocirurgião do MIT desiste de carreira ao não ver mais sentido na profissão

Valor Econômico - Finanças Médico americano avalia ter tido uma "crise de mei... Veja Mais

10 notícias de tecnologia para você começar o da (24/07)

10 notícias de tecnologia para você começar o da (24/07)

Tecmundo Bom dia! Separamos as principais notícias do mundo da Ciência e Tecnologia para você saber tudo o que aconteceu na última terça-feira (23). Para conferir cada notícia na íntegra, basta clicar nos links a seguir.1. 200 milhões de brasileiros são expostos gratuitamente em site de consulta. O “Scan da Vida” possui mais de 200 milhões de dados registrados, 3 mil usuários ativos cadastrados e realiza mais de 200 mil buscas por mês.Leia mais... Veja Mais

JOCKEY CLUB BRASILEIRO - HIPÓDROMO DA GÁVEA | 23/07 | AO VIVO

JOCKEY CLUB BRASILEIRO - HIPÓDROMO DA GÁVEA | 23/07 | AO VIVO

Band Sports Assista AO VIVO o Jockey Club Brasileiro e faça a sua aposta: http://www.jcbrateiofixo.com Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos siga tambe?m nas redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports Twitter: https://twitter.com/bandsports Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV Veja Mais

Vivo, Oi e TIM são multadas por propaganda enganosa da rede 5G

tudo celular As operadoras Vivo, Oi e TIM foram multadas por propaganda enganosa envolvendo a rede 5G em seus planos. Veja Mais

Apple iPhone dobrável ganha previsão de lançamento com formato flip e mais

tudo celular O primeiro iPhone dobrável ganhou previsão de lançamento no mercado global e ele deve concorrer com o Galaxy Z Flip 8 ou Xiaomi Mix Flip 3. Veja Mais

HMD Crest: linha ganha data de lançamento e teaser

tudo celular A linha HMD Crest teve lançamento confirmado na Índia e ganhou um site para novidades. Veja Mais

iPhone 16: Apple faz mudanças internas para reduzir problemas com superaquecimento

tudo celular A Apple deve fazer mudanças internas para evitar o superaquecimento da linha iPhone 16. Veja Mais

Huawei Mate 70: linha deve ter reconhecimento facial em todos os modelos

tudo celular Um novo rumor divulgado nesta semana indica que a Huawei pode usar a câmera retrátil do Pura 70 Ultra na linha Mate 70. Além disso, os novos aparelhos podem ter chipset de 5 nm. Veja Mais

Redmi Pad SE 8.7 4G tem especificações e preço vazados após surgir em imagens

tudo celular O Redmi Pad SE 8.7 4G foi certificado pelo IMEI e pode ser lançado em breve. Veja Mais

Olimpíada de Paris 2024: veja atletas brasileiros convocados em cada modalidade

Valor Econômico - Finanças Time Brasil competirá em 39 modalidades A Olimpíad... Veja Mais

SENAI-SP e Oracle Academy lançam capacitação em tecnologia com 10 mil vagas

canaltech O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (SENAI-SP) e a Oracle Academy criaram um novo projeto de capacitação tecnológica para até 10 mil pessoas, incluindo professores e alunos, até o ano que vem. O programa navega em áreas como Java, IA, Cloud Computing e banco de dados, com objetivo de suprir a demanda por profissionais qualificados na área de TI.  Clique e siga o Canaltech no WhatsApp RD Station oferece cursos de marketing digital grátis em julho Para isso, usa estruturas e soluções desenvolvidas pela Oracle para treinar o corpo docente e otimizar o processo de aprendizagem dos alunos: a companhia  cede conteúdos para a instituição, enquanto professores e alunos possuem a oportunidade de usar as mesmas ferramentas usadas em grandes empresas.  De acordo com ao SENAI-SP, o programa conta com 4,5 mil alunos matriculados e já impactou 3.700 estudantes da instituição, enquanto 70% deles já estão no mercado de trabalho.  -Entre no Canal do WhatsApp do Canaltech e fique por dentro das últimas notícias sobre tecnologia, lançamentos, dicas e tutoriais incríveis.- O supervisor de operações e avaliação da instituição, Emerson Costa, avalia que a parceria ajuda a contornar um desequilíbrio no mercado de trabalho de TI. “A é uma ferramenta-chave para reverter esse cenário de desequilíbrio, trazendo novos recursos e tecnologias aos cursos do SENAI e tornando-os mais atrativos. Consequentemente capacitamos mais mão de obra de forma gratuita e presencial, com laboratórios e materiais de apoio”, explica.   Trilhas de conhecimento Os alunos inscritos no programa têm acesso a jornadas de estudo que envolvem conceitos básicos da programação em Java, como estruturas básicas de linguagem, e depois avançam para uma trilha mais aprofundada em conhecimentos específicos da área. Além das soluções da Oracle à disposição, os cursos combinam teoria e projetos práticos. Os cursos são gratuitos e oferecidos para jovens matriculados no SENAI-SP. É necessário consultar a unidade da instituição na sua respectiva cidade para descobrir quais treinamentos estão disponíveis. Além disso, o governo do estado de São Paulo oferece cursos gratuitos em tecnologia com o programa Qualifica SP. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Batman revela que são os substitutos de emergência da Liga da Justiça Brasileiro mostra que atividade solar que forma auroras corrói metais Objeto mais rápido criado pelo homem é 500 vezes mais veloz que o som Novo Surfista Prateado serve a um mestre que nem Galactus imaginaria NASA e SpaceX revelam nave que vai destruir Estação Espacial Internacional Estudo da NASA aponta que Brasil pode ficar inabitável em 50 anos Veja Mais

Google mistura física e IA para criar previsão do tempo ainda mais precisa

canaltech O que acontece quando se junta inteligência artificial e física? Uma previsão do tempo precisa e eficaz. É o que garantem os pesquisadores do Google, com um novo modelo chamado NeuralGCM. As informações estão publicadas na revista científica Nature. Clique e siga o Canaltech no WhatsApp GraphCast | IA do Google faz previsão do tempo para 10 dias em 1 minuto Os modelos atuais usam equações para modelar mudanças na atmosfera e fornecer projeções precisas, mas o problema apontado pelos pesquisadores é que são extremamente lentos e caros para executar. Esse novo sistema do Google usa um modelo convencional para calcular grandes mudanças atmosféricas necessárias para fazer uma previsão. -Entre no Canal do WhatsApp do Canaltech e fique por dentro das últimas notícias sobre tecnologia, lançamentos, dicas e tutoriais incríveis.- O modelo então incorpora inteligência artificial. E justamente por usar uma abordagem híbrida combinando modelos baseados em física padrão com uma ferramenta de machine learning, a equipe conseguiu evitar problemas vistos em experimentos em que se usou apenas a IA. O resultado: um modelo que pode produzir previsões sob a promessa de mais rapidez e menor necessidade de recursos, ou seja: por uma fração do custo atual. Eventos climáticos de larga escala A grande promessa está em eventos climáticos de larga escala que são proibitivamente caros para modelar com técnicas convencionais. A ideia é que a tecnologia possa prever ciclones tropicais com mais antecedência e modelar mudanças climáticas mais complexas que estão a anos de distância.  A ideia é que a IA do Google possa prever até mesmo ciclones tropicais (Imagem: NASA/Unsplash) “O NeuralGCM é o primeiro modelo baseado em machine learning a fazer previsões meteorológicas de conjunto precisas. É também, até onde sabemos, o primeiro modelo híbrido que atinge viés espacial comparável aos modelos globais de resolução de nuvens, e pode simular trilhas realistas de ciclones tropicais”, diz o estudo. “Acreditamos que a abordagem de modelagem híbrida diferenciável do NeuralGCM tem o potencial de transformar a simulação para uma ampla gama de aplicações, como descoberta de materiais, dobramento de proteínas e design de engenharia multifísica”, conclui a pesquisa. O projeto faz parte do maior esforço de IA do Google, e os autores observam que a abordagem híbrida de física e IA pode impulsionar outros esforços na área da ciência. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Batman revela que são os substitutos de emergência da Liga da Justiça Brasileiro mostra que atividade solar que forma auroras corrói metais Objeto mais rápido criado pelo homem é 500 vezes mais veloz que o som Novo Surfista Prateado serve a um mestre que nem Galactus imaginaria NASA e SpaceX revelam nave que vai destruir Estação Espacial Internacional Estudo da NASA aponta que Brasil pode ficar inabitável em 50 anos Veja Mais

Empresas adotam mediação com credores para evitar processo de recuperação judicial

Valor Econômico - Finanças Medida é possível desde janeiro de 2021, com entra... Veja Mais

A era do pop sáfico: como cantoras estão transformando amores lésbicos em sucessos pop

G1 Pop & Arte De Billie Eilish a Ludmilla, cantoras estão escrevendo abertamente sobre relacionamentos lésbicos e trazendo sua sexualidade para o centro de suas músicas. Artistas do 'pop sáfico' cantam abertamente sobre se relacionar com outras mulheres. Reprodução Em maio de 2024, uma das artistas mais ouvidas do mundo lançou uma música sobre sexo com outra mulher. “Eu poderia comer essa garota no almoço”, cantou Billie Eilish em “Lunch”. A faixa ficou em quinto lugar nas paradas globais. “Lunch” foi tocada ao vivo pela primeira vez no mês anterior, no festival Coachella, nos EUA. No mesmo evento, Reneé Rapp, protagonista da nova versão de "Meninas Malvadas" e uma promissora cantora pop, se declarou para mulheres em um palco decorado com duas tesouras (uma alusão ao sexo lésbico). Também no Coachella, Ludmilla se apresentou ao lado da esposa com uma música sobre amor, sexo e casamento entre elas. E a jovem Chappell Roan cantou que precisava de uma “garota super gráfica ultramoderna” como ela. A música pop sempre falou de amor e sexo. Mas as cantoras que dedicam essas músicas para outras mulheres nunca foram tão pop. No vídeo abaixo, veja trechos de clipes e entenda o fenômeno do pop sáfico: A era do pop sáfico: como cantoras estão transformando amores lésbicos em sucessos pop De onde vem o pop sáfico? “Ela era uma sedutora, Brigitte Bardot / Ela me mostrou coisas que eu nem sabia / Ela fez ali mesmo, na varanda / Colocou seus dentes caninos no meu pescoço” ("Red Wine Supernova", Chappell Roan) As mulheres sáficas (que se relacionam com outras mulheres) não apareceram agora; muitas artistas são assumidas há décadas. Mas essa manifestação na música pop mundial é mais recente e tem a ver com uma presença mais "cotidiana" de pessoas LGBTQ+ na mídia. “O que a gente tem visto nos últimos tempos é que, como as pessoas vão se assumindo mais, essa temática vai aparecendo. Em novelas, filmes, séries, entre artistas e apresentadoras de televisão”, contextualiza Joana Ziller, professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e coordenadora do Grupo de Estudos em Lesbianidades (GEL). Esse processo é essencial para entender o novo movimento de cantoras. Afinal, estamos falando em música pop, um gênero que reflete o que as pessoas consomem ou querem consumir. Se não houvesse aceitação do público, os casos seriam mais raros. “As pessoas vão se acostumando com o tema, entendendo que não há nada de errado e essa é a realidade. E vão se abrindo”. Para a professora, isso dá espaço para a “circulação de algo que já existia”, mas não era público. “A questão é que agora, pessoas de grande visibilidade se sentiram confortáveis para falar de algo que já fazia parte do mundo.” Novas artistas para conhecer o Pop Sáfico g1 e Divulgação A relação entre público e artista também mudou muito. "Historicamente, não havia um interesse tão grande na sexualidade dos artistas. Não era um elemento na construção da persona pública do artista”, lembra Thiago Soares, professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e pesquisador de música e cultura pop. Entre redes sociais e palcos, a carreira de um popstar passou a se entrelaçar com a sua vida pessoal. “A gente acabou ficando obcecado pela vida privada dos artistas e como ela reflete nas obras", explica o professor. 3º DISCO: Billie Eilish fala pela 1ª vez sobre desejo sexual QUEM É ELA? Chappell Roan é a nova queridinha do pop Para Thiago, à medida em que a sociedade discute gênero e sexualidade, artistas que trazem isso para a música começaram a ter um "traço diferenciador". Em outras palavras, canções que expõem aspectos pessoais da vida dos artistas ficaram mais atrativas. Você pode se identificar pela história homossexual ou, ainda, se sentir mais próximo do artista só por saber mais sobre a parte pessoal. Billie, Reneé, Chappell e Ludmilla cantam em primeira pessoa. Falam de afetos por outras mulheres em entrevistas. E escolhem, deliberadamente, trazer suas sexualidades como influência criativa e estética dentro de seus trabalhos. E não fica entre só as mais famosas. Muitas cantoras do pop alternativo já faziam e seguem fazendo músicas que falam desse assunto, conquistando um público cada dia maior: nomes como King Princess, Hayley Kiyoko, Girl in Red, Kehlani e Fletcher, que veio ao Lollapalooza Brasil neste ano. É quase um subgênero musical: o pop sáfico, em que cantoras pop lésbicas e bissexuais não se escondem por trás de fachadas heterossexuais. Na verdade, escolhem trazer seus desejos por mulheres para o cerne de seu trabalho. Fugindo do estigma Ai, que saudade dela / Do cheiro dela, da boca dela / Foto no fundo da tela do meu celular” ("Real Valor", Carol Biazin) Ao contrário dos homens gays, relações sáficas apareciam ocasionalmente na mídia. Mas Thiago diz que, na maior parte das vezes, cenas de mulheres se beijando (ou simulando um contexto sexual) eram feitas para atender ao desejo masculino. “A cultura sempre olhou para o corpo da mulher para enquadrá-la para o espectador masculino. E a interação lésbica tem um lugar na pornografia masculina." Um caso conhecido é o videoclipe de "Can’t Remember to Forget You”, de Shakira e Rihanna, em que as cantoras se acariciam. Enquanto isso, elas cantam sobre um homem: "Eu faria tudo por aquele garoto". Shakira e Rihanna no clipe de 'Can't Remember to Forget You'. Reprodução/YouTube Para Thiago, esse tipo de vídeo é ambíguo: não é negativo, tampouco positivo. Por um lado, o clipe "adere ao imaginário masculino". Mas por outro, em um momento que a representatividade de mulheres sáficas não era frequente, o clipe mostrava relações que a sociedade “tentava ocultar”. "I Kissed a Girl" (2009), sucesso de Katy Perry, é outro exemplo dessa ambiguidade. Em um clipe sensual com mulheres hiperfemininas de lingerie, a música descreve uma experimentação de uma mulher que namora um homem, mas beijou outra mulher. A homossexualidade aparece como uma aventura, não como uma identidade. Mas por muito tempo, com tão poucos sucessos pop sobre o tópico, "I Kissed a Girl" foi uma das principais músicas "sáficas" conhecidas, amada inclusive por mulheres lésbicas e bissexuais. Para Joana, essas músicas e vídeos chamavam a atenção justamente por falar de algo que, até então, não era comum. “Eram feitos para ser a exceção”. A lesbianidade já serviu inclusive como estratégia de marketing. Nos anos 2000, uma dupla russa chamada t.A.T.u fez sucesso com o vídeo "All The Things She Said", um dos mais controversos da década. As cantoras se beijavam no clipe, que foi banido em diversos países. Lena Katina e Julia Volkova nos tempos de t.A.T.u. Divulgação Na verdade, elas eram consideradas ícones LGBTQ+ até que, anos depois, foi revelado que ambas eram heterossexuais e as cenas lésbicas eram uma estratégia de marketing do empresário. Mais tarde, uma delas chegou a dizer que não admitiria ter um filho gay. LEMBRA DELAS? Ruiva do t.A.T.u. diz que dupla lésbica fake ajudou a 'tirar pessoas do armário' Joana acredita que, à medida em que a homossexualidade vem sendo entendida como parte do nosso cotidiano, esses casos foram desaparecendo. “A gente perde a necessidade de que isso seja colocado de forma provocante”. “Lunch” prova essa virada. Conhecida por compor músicas sobre sua vida pessoal, Billie Eilish canta e age ignorando o impacto que a letra sexual poderia provocar. Como se fosse mais uma canção sobre a vida dela. E de fato é. No vídeo, Billie entoa os versos em fundo liso, sem interagir com outras pessoas ou se vestir provocativamente. "A Billie traz um elemento diferencial, que é essa estética meio ‘butch’, meio ‘machinho’. É retomar a figura ‘dyke’, ‘sapatão’, de uma forma menos estigmatizada”, diz Thiago. A cantora e sua musa “É a minha de fé, minha preferida / Eu caso com essa mulher, vou parar lá em Maldivas” ("Maldivas", Ludmilla) A música brasileira já tem suas artistas sáficas há décadas. Angela Ro Ro se assumiu entre os anos 70 e 80. Marina Lima se ofereceu para ser o “homem para chamar de seu” nos anos 80. E Ana Carolina viveu fantasias com Madonna nos anos 2000. Nos anos 2020, essa lista foi crescendo com novos nomes. As cantoras Carol Biazin e Day Limns, ambas ex-participantes do "The Voice Brasil", conquistaram fãs por seus trabalhos individuais e pelo seu relacionamento, que acabou em 2022. Elas compunham juntas (Day e Carol assinam "Penhasco", de Luísa Sonza) e trocavam declarações públicas de carinho nas redes sociais. Hoje, o repertório de ambas tem músicas de amor, decepção e sexo que falam de outra(s) mulher(es). E é impossível falar desse assunto sem mencionar Ludmilla. A cantora, que já lançou algumas faixas que falam de mulheres, tem uma em especial que marcou sua carreira. Ludmilla e Bruna Reprodução No sucesso nacional “Maldivas”, ela se declara para uma mulher que todo mundo sabe quem é. O clipe (hoje com mais de 39 milhões de visualizações) mostra imagens da cantora e sua esposa, Brunna Gonçalves, em lua de mel. Ludmilla adota a mesma proposta de outras cantoras sáficas atuais: celebra a sua sexualidade como um elemento de seus shows, parte de quem é como artista. Mas no caso dela, trazer a vida pessoal para suas músicas trouxe também a sua musa para o centro do palco. Em apresentações da música ao vivo, Brunna (que é dançarina da cantora) se afasta do restante do balé e se junta a Ludmilla sob os holofotes. Às vezes, elas encerram a música com um beijo, o que é aplaudido por fãs. No caso delas, o amor do público não se restringe à cantora, como à sua musa. “Brumilla”, como elas são apelidadas, deixou de ser somente um casal de celebridades e passou a ser uma espécie de símbolo pop brasileiro. Elas aparecem em capa de revista, palcos internacionais, programas de auditório. "[Pessoas LGBTQ+] sempre estiveram por aí, estiveram na cultura pop e no mundo. Há 20, 30, 40 anos existiam até relacionamentos de fachada. O que está conquistando lugar agora é a visibilidade. Pessoas confortáveis para viver a vida como elas de fato são", afirma Joana. Aos poucos, o sinal dos tempos aparece. Finalmente, há algum espaço (e muito público) para quem teve que esconder quem era por tanto tempo. Em entrevista ao "Profissão Repórter" em 2022, Ludmilla resumiu o que muita gente já percebeu: independentemente dos pronomes, o assunto dessas músicas não mudou. "É maravilhoso ver pessoas de todas as idades cantando a música que fiz para a Bru. Afinal, é sobre amor". Veja Mais

Motorola divulga teaser do celular com certificação militar mais fino do mundo

tudo celular A Motorola divulgou teasers do celular com certificação militar mais fino do mundo Veja Mais

A TORCIDA DO INTER FICOU REVOLTADA COM A ELIMINAÇÃO NA SUL-AMERICANA #shorts

A TORCIDA DO INTER FICOU REVOLTADA COM A ELIMINAÇÃO NA SUL-AMERICANA #shorts

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível no Disney+! http://dis.la/ESPNenDisneyPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #ESPN #DisneyPlus #Internacional Veja Mais

iPhone SE 4: novo vazamento reforça tela OLED e revela previsão de produção em massa

tudo celular Um novo vazamento trouxe a previsão de lançamento do iPhone SE 4, bem como reforçou algumas especificações vazadas. Veja Mais

A ELIMINAÇÃO DO INTER TERMINOU EM CONFUSÃO NO GRAMADO!

A ELIMINAÇÃO DO INTER TERMINOU EM CONFUSÃO NO GRAMADO!

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível no Disney+! http://dis.la/ESPNenDisneyPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Shorts #Internacional #Futebol Veja Mais

LAZARINI FALA DA ELIMINAÇÃO DO INTER NA SUL-AMERICANA: "ROGER NÃO TEM CULPA" | DEPOIS DO JOGO

LAZARINI FALA DA ELIMINAÇÃO DO INTER NA SUL-AMERICANA:

Band Sports Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Nos siga tambe?m nas redes sociais: Instagram: https://www.instagram.com/bandsports Twitter: https://twitter.com/bandsports Facebook: https://www.facebook.com/BandSportsTV Veja Mais

Fortalecer a produção de diagnósticos: Uma oportunidade indispensável para o Brasil

Valor Econômico - Finanças O aumento dos casos de dengue é o alerta mais rece... Veja Mais

Quase 70% dos profissionais de TI acreditam que a saúde mental piorou

canaltech Aumento no nível de estresse tem como principal motivo o aumento de ciberataques contra empresas brasileiras Ouça ao podcast. Veja Mais

Jorge Lucki: Um dos mercados de vinho mais antigos do mundo

Valor Econômico - Finanças ‘La Place’ não é um lugar físico, mas uma rede vir... Veja Mais

Destaque

Valor Econômico - Finanças Crédito presumido A 1ª Turma do Superior Tribunal... Veja Mais

'Deadpool & Wolverine' quase entra no top 10 dos filmes da Marvel: confira posição no ranking

G1 Pop & Arte Veja lista com todos os filmes do estúdio, do pior para o melhor, de acordo com o g1. Reencontro da dupla, que estreia nesta quinta-feira (25), é o filme mais aguardado de 2024. 'Deadpool & Wolverine' quase entra no top 10 dos filmes da Marvel: confira ranking "Deadpool & Wolverine" é o filme mais aguardado de 2024. Mais do que alvo de uma expectativa quase sem tamanho, o reencontro da dupla também é o primeiro filme estrelado por mutantes a integrar o Universo Cinematográfico da Marvel(MCU, da sigla em inglês) – ou o 34º do estúdio. Ao estrear nesta quinta-feira (25) nos cinemas brasileiros, a aventura vai finalmente responder se tamanha expectativa é justificada. Com abuso de referências, mas falta de ousadia narrativa, o filme é divertido o suficiente para chegar perto do top 10 dos filmes da Marvel. G1 já viu: 'Deadpool & Wolverine' tem tudo o que os fãs querem, menos consequências Somadas, as bilheterias das produções que já passaram pelos cinemas arrecadaram quase US$ 30 bilhões em todo mundo. Mais do que isso, dez delas superaram a impressionante barreira do US$ 1 bilhão em arrecadação — os dois "Vingadores" mais recentes, inclusive, não estabeleceram meta e dobraram a meta. Com tantos filmes, heróis, vilões e até planetas, não é fácil manter controle sobre o que aconteceu em cada um deles. Mais importante ainda, é difícil saber quais valem mais a pena assistir. Por isso, o g1 atualizou seu ranking com todos os filmes lançados pela Marvel Studios, do pior para o melhor. Ou seja, nada dos "X-Men", dos "Homem-Aranha" de Sam Raimi (que fez sua estreia no MCU nesse meio tempo) ou de qualquer produção de outros estúdios. Veja abaixo a lista completa: 34 - 'Homem de Ferro 3' (2013) 'Homem de Ferro 3' é terceira aventura solo de Tony Stark e estreou em 2013 Marvel/Divulgação Ironicamente, o pior filme da franquia é um dos nove com a maior bilheteria. "Homem de Ferro 3" insulta um dos vilões clássicos do herói nos quadrinhos, subverte desnecessariamente uma tecnologia interessante das histórias recentes do personagem e tem um final tão inconsequente que foi imediatamente ignorado por seus sucessores. 33 - 'Homem de Ferro 2' (2010) O retorno de Tony Stark (Robert Downey Jr.) aos cinemas era alvo de expectativas gigantescas, após o estrondoso sucesso do primeiro, e o fracasso de "O incrível Hulk" (2008). Mas nem a apresentação de Scarlett Johansson como a Viúva Negra salva um filme com vilões simplórios e riscos que nunca ameaçam ninguém. 32 - 'Thor' (2011) O anúncio de que o shakespeariano Kenneth Branagh dirigiria a apresentação do deus nórdico da Marvel nos cinemas confundiu muita gente. Sete anos depois, ainda é difícil acreditar que tenha sido a melhor opção, com um Thor (Chris Hemsworth) preso na Terra por causa de sua arrogância, longe de merecer a importância do personagem nas HQs. Ei, pelo menos o público descobriu o charme de Tom Hiddleston como Loki, o vilão que todos amam tanto odiar que acabou ganhando uma série própria. 31 - 'O incrível Hulk' (2008) Edward Norton interpretou o herói monstruoso em 'O incrível Hulk' Divulgação Talvez este filme devesse estar em posição pior na lista. Afinal, colocou o último prego no caixão das chances de o Hulk conseguir estrelar seus próprios filmes, tanto que nem Edward Norton sobreviveu como o gigante esmeralda. Ele recebe um pouco de paciência por ter sido apenas o segundo filme da Marvel, por trazer a franquia ao Brasil e por Tim Roth, sempre ótimo. 30 - 'Thor: O mundo sombrio' (2013) A presença de Thor e Loki em "Os Vingadores: The Avengers" (2012) ajudou a elevar as expectativas para a continuação do deus do trovão. Infelizmente a divisão de atenção entre Asgard e Midgard (também conhecida como Terra) somada a um vilão pouco carismático resultou em um filme decepcionante para a maioria. 29 - 'Capitão América: O primeiro vingador' (2011) Este é o ponto em que os filmes deixam de ser exatamente ruins e entram na categoria "ok". "O primeiro vingador" é o filme padrão de origem de herói, com a pequena diferença de se passar na Segunda Guerra Mundial. Hugo Weaving se esforça como o Caveira Vermelha, mas pouco pode fazer para tirá-lo do caricato. E muita gente continuava em dúvida da capacidade do até então cômico Chris Evans em retratar um personagem tão icônico. 28 - Doutor Estranho no multiverso da loucura (2022) O segundo filme do mestre das artes místicas chegou com muita expectativa após o sucesso de "Homem-Aranha: Sem volta para casa" (2021). Apesar de aprofundar a exploração de dimensões paralelas da aventura do outro herói e utilizar bem a experiência de seu novo diretor, Sam Raimi, com o terror, "Multiverso da loucura" nunca chega a empolgar. 27 - 'Eternos' (2021) Assista ao trailer de 'Eternos' "Eternos" é o primeiro filme da Marvel Studios dirigido por uma ganhadora de Oscar. Chloé Zhao ("Nomadland") entrega o filme mais bonito visualmente da editora, e o mais autoral, se afastando do estilo que marca o MCU. Somando isso a um elenco estrelado, mas inchado e personagens cósmicos pouco conhecidos, talvez dê para entender por que é também o mais criticado pela imprensa especializada. 26 - 'Doutor Estranho' (2016) Mais uma história de origem padrão. Basicamente "Homem de Ferro", mas com magia no lugar de tecnologia, e demônio interdimensional substituindo terroristas e empresários inescrupulosos. Nada de errado com a fórmula, mas o mago supremo merecia mais. 25 - 'Vingadores: Era de Ultron' (2015) A segunda reunião da equipe adiciona três novos membros, mesmo que um deles não tenha durado muito tempo, e faz boa adaptação de um dos vilões mais clássicos dos quadrinhos. Poderia ter posição melhor se não fosse tão longo e não tivesse uma sequência final tão absurda. 24 - 'As Marvels' (2023) Assista ao trailer de 'As Marvels' Muita gente não gosta e mais gente ainda nem sequer viu, mas "As Marvels" é um breve retorno do estúdio à sua média de filmes medianos divertidos sem muita ambição. Com três heroínas de um filme e duas séries anteriores, a continuação de "Capitã Marvel" pode ter soado demais como uma lição de casa para o público engajar, mas o carisma da Ms. Marvel (Iman Vellani) compensa tudo. 23 - 'Homem-Aranha: De volta ao lar' (2017) O subtítulo deixa claro que esta é a grande celebração do retorno do herói mais popular da Marvel à sua casa, após cinco filmes licenciados totalmente para a Sony. Longe de ser o desastre dos dois longas estrelados por Andrew Garfield, também não será lembrado como o clássico “Homem-Aranha 2” (2004) de Tobey Maguire e Sam Raimi. 22 - 'Guardiões da Galáxia Vol. 2' (2017) Cena da sequência 'Guardiões da Galáxia Vol 2' Divulgação/Disney O segundo filme da equipe espacial tinha tudo para ser ainda melhor que o anterior. Sem precisar apresentar cada um dos personagens, poderia aproveitar para aprofundá-los, mas não consegue manter a qualidade. O humor é o mesmo, mas às vezes parece mais forçado do que o necessário. Mas a trilha sonora continua ótima. 21 - 'Homem-Formiga' (2015) Filme de origem que foge um pouco do padrão pela estrutura, na qual um herói veterano escolhe seu sucessor de forma quase aleatória. O humor funciona e até os poderes de certa forma ridículos do protagonista são bem construídos, mas o filme nunca se encaixou totalmente na estrutura dos demais. 20 - 'Capitã Marvel' (2019) "Capitã Marvel" apresenta a heroína mais poderosa da Marvel com uma história de origem cheia de clichês previsíveis, mas emocionantes. Com o carisma de Brie Larson ("O quarto de Jack") e a química da protagonista com o Nick Fury de Samuel L. Jackson, o filme se equilibra bem no limite entre o genérico e o divertido. 19 - 'Thor: Amor e Trovão' (2022) O quarto filme do deus nórdico é o segundo com Taika Waititi na direção e o primeiro sem Tom Hiddleston como Loki. Sua ausência nem é tão grande, graças ao retorno de Natalie Portman como uma nova versão de Thor. Mas piadas demais atrapalham o desenvolvimento emocional dos personagens em uma história que pedia um pouco mais do lado humano. 18 - 'Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania' (2023) Assista ao trailer do filme 'Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania' Responsável pela abertura de da quinta fase do MCU, a aventura sofre com ritmo instável e história genérica em que os riscos nunca parecem ser dos maiores. No fim, o verdadeiro herói é o vilão. Com uma poderosa atuação em sua primeira aparição (mais ou menos) como Kang, o provável maior antagonista dos próximos anos do MCU, Jonathan Majors ("Lovecraft country") faz o filme valer a pena. 17 - 'Shang-Chi e a lenda dos Dez Anéis' (2021) Em "Shang-Chi", a Marvel mostra que pode ser sua grande inimiga. O estúdio tentou a todo custo sabotar a divulgação da história de origem do herói chinês com pôsteres e trailers pavorosos. Para piorar, forçou mais um final megalomaníaco que destoa completamente do tom de um personagem mestre em artes marciais. Com mais sorte que juízo, o filme supera seus problemas com protagonistas carismáticos, lutas incríveis e elenco invejável. 16 - 'Homem-Formiga e a Vespa' (2018) Assista ao trailer de 'Homem-Formiga e a Vespa' Nessa continuação, o diretor Peyton Reed apara as arestas do antecessor sem a necessidade de ajustar um projeto já em andamento. Com isso, leva o herói e sua nova parceira para dentro do gênero de ficção científica ao qual os personagens (e seus poderes) pareceram sempre pertencer. 15 - 'Homem-Aranha: Longe de casa' (2019) Um dos melhores filmes estrelados pelo Amigão da Vizinhança, "Longe de casa" mistura gêneros e referências para surpreender o público com grandes reviravoltas (pelo menos aqueles que não conhecem tanto os quadrinhos). O herói se distancia um pouco de sua versão consagrada, mas uma das melhores demonstrações dos poderes dos personagens nos cinemas aumenta a expectativa pelo próximo, "Sem volta para casa", que estreia em dezembro. 14 - 'Pantera Negra: Wakanda para sempre' (2023) O diretor e roteirista Ryan Coogler prova de uma vez por todas ser o cineasta mais valioso do time do MCU. Com uma história sobre luto, que honra e respeita a morte de Chadwick Boseman (1976-2020), ele supera mais uma vez os limites do gênero de super-heróis. Para ser justo, ele é apoiado por um elenco excelente. A indicada ao Oscar Angela Bassett, por exemplo, se agiganta ao longo de grande parte do filme com o pesar da rainha que perdeu o filho. 13 - 'Guardiões da Galáxia Vol. 3' (2023) Depois de alguns sustos com a crítica e com o público, a Marvel mostra que ainda sabe fazer um grande espetáculo emocionante com "Guardiões da Galáxia Vol. 3". Com clima de despedida, o filme diz um adeus aparente a alguns dos heróis favoritos do público e conquistou o público com um gosto agridoce para o estúdio. Afinal, é também o encerramento da amizade com o diretor Joss Whedon, novo copresidente da rival DC Studio (com um "Superman" no forno). 12 - 'Deadpool & Wolverine' (2024) Assista ao trailer de 'Deadpool & Wolverine' "Deadpool & Wolverine" é uma sequência desavergonhada e muito divertida de referências ao gênero de super-heróis, participações especiais surpresa, piadinhas e vísceras – o suficiente para o delírio dos milhões de fãs dos personagens e da Marvel ao redor do mundo. Apesar de excelente, no entanto, o reencontro da dupla abre mão de uma história minimamente complexa e de qualquer relevância no quadro geral. Expectativas justificáveis para o primeiro filme estrelado pelos mutantes dos quadrinhos produzido pelo seu próprio estúdio. 11 - 'Capitão América: Guerra Civil' (2016) "Guerra Civil" é o primeiro entre os ótimos filmes da lista. A história tem diversos furos e o vilão carrega uma motivação tosca, mas quem se importa? No fim do dia, o público teve a oportunidade de ver Capitão e Homem de Ferro se esmurrando ao lado de diversos outros heróis, além da estreia de um certo Peter Parker (Tom Holland) na franquia. 10 - 'Thor: Ragnarok' (2017) Foi necessário abandonar o tom mais soturno dos filmes anteriores e entregar o terceiro longa do deus do trovão para um comediante para que Thor finalmente encontrasse o sucesso. Tudo bem, o enredo rouba muito de um dos maiores arcos do Hulk nos quadrinhos, e às vezes exagera nas risadinhas, mas "Ragnarok" é um baita filme. 9 - 'Homem-Aranha: Sem volta para casa' (2022) 'Homem-Aranha: Sem volta para casa' ganha novo trailer; ASSISTA A conclusão da trilogia do Homem-Aranha no MCU junta nostalgia e universos paralelos (com a presença de Tobey Maguire e Andrew Garfield, os dois outros atores a interpretarem o herói nos cinemas), amarra pontas soltas e reescreve a origem do protagonista. Não deveria dar certo, mas de alguma forma funciona e deixa o público ansioso para saber o futuro da franquia. 8 - 'Vingadores: Guerra Infinita' (2018) "Guerra Infinita" tem a difícil missão de reunir quase todos os heróis da Marvel no cinema e consegue se virar com dignidade e dar sentimento aos personagens. Ainda perde profundidade com o tamanho da escala, mas mostra que até mesmo um titã pode ter coração. 7 - 'Homem de Ferro' (2008) O primeiro filme produzido e financiado pela própria Marvel podia ter sido o último da franquia. Mas seu sucesso retumbante, com base no intenso carisma de Robert Downey Jr. como Tony Stark, serve como alicerce de todos os filmes que viriam depois. 6 - 'Guardiões da Galáxia' (2014) Quem dissesse, antes do lançamento de "Guardiões da Galáxia", que sabia que o longa seria um sucesso estaria mentindo. Aliás, seria difícil encontrar até mesmo alguém que soubesse dizer o nome de todos os integrantes da equipe. Mas James Gunn constrói uma aventura espacial divertida e memorável, mostrando como é possível apresentar rapidamente personagens totalmente novos sem perder complexidade (viu, DC/Warner?). 5 - 'Os Vingadores: The Avengers' (2012) Cena de 'Os vingadores, filme de 2012 que reuniu super-heróis da Marvel pela primeira vez Divulgação O encontro dos "heróis mais poderosos da Terra" supera com louvor até as mais altas expectativas dos fãs da editora, acerta ao escolher o carismático Loki como seu vilão, dá momentos para que todos brilhassem (até mesmo o Gavião Arqueiro) e ainda introduz o misterioso Thanos. Não fosse o uniforme ridículo do Capitão América, alguns talvez poderiam dizer que o filme se aproxima da perfeição. 4 - 'Viúva Negra' (2021) Assista ao trailer de Viúva Negra "Viúva Negra" é muito bom. É tão bom que chega a dar raiva da Marvel. Afinal, o excelente filme de ação e espionagem é a grande prova de que a heroína merecia uma aventura solo há muito tempo e, quem sabe, trilhar caminhos próprios. Infelizmente, o desejo dos fãs foi atendido depois do desfecho de "Ultimato" (2019), então o público terá de se contentar com o legado da personagem, deixado na introdução de uma nova Viúva, Yelena (a maravilhosa Florence Pugh). 3 - 'Pantera Negra' (2018) O herói já tinha aparecido em "Guerra Civil", mas mostra força própria em seu filme solo. Para ser justo, ao lado de T'Challa (Chadwick Boseman) estão um dos melhores elencos de apoio de toda a franquia, um vilão complexo e consistente, uma discussão relevante e uma mitologia rica e profunda. O resultado é tão bom que foi reconhecido com uma indicação ao Oscar de melhor filme. 2 - 'Vingadores: Ultimato' (2019) Trailer de 'Vingadores: Ultimato' No começo de "Ultimato", a Marvel já sabia que o jogo estava ganho. Por essas que o filme parece aquelas goleadas tranquilas nas quais o time da casa joga para a torcida. Ao concluir a grande saga de Thanos (Josh Brolin) e as Joias do Infinito, entrega tudo o que os fãs queriam com muita pancadaria, encontros de dezenas de heróis e um final digno para alguns dos maiores líderes do MCU. 1 - 'Capitão América 2: O Soldado Invernal' (2014) Talvez seja injusto colocar este no topo da lista. Afinal, "O Soldado Invernal" é mais filme de espionagem que filme de herói, mas objetivamente é uma obra muito mais completa. Não é apenas Steve Rogers que evolui com a história, mas todo o universo da Marvel nos cinemas. O segundo filme do Capitão é o primeiro dos irmãos Russo, responsáveis pelo futuro da franquia nos cinemas, na Marvel, e prova de que até mesmo super-heróis podem discutir temas relevantes, porém sem perder a qualidade da ação jamais. "Ultimato" até chegou perto de bater o líder, mas ele ainda reina soberano em diferentes níveis como produto cinematográfico. Chris Evans e Sebastian Stan em cena de 'Capitão América 2: O Soldado Invernal' Divulgação Veja Mais

Xiaomi Mix Flip será lançado na Europa em breve, confirma executivo

tudo celular O Xiaomi Mix Flip deve ser vendido globalmente e um vazamento trouxe as cores e até mesmo o preço final do dobrável. Veja Mais

Concorda com o Gian Oddi, fã de esporte? #Shorts

Concorda com o Gian Oddi, fã de esporte? #Shorts

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível no Disney+! http://dis.la/ESPNenDisneyPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #ESPN #DisneyPlus #internacional Veja Mais

INTER 1 X 1 ROSARIO CENTRAL - Pós-jogo com a coletiva de Roger Machado

INTER 1 X 1 ROSARIO CENTRAL - Pós-jogo com a coletiva de Roger Machado

Fox Sports Brasil Após eliminação na Sul-Americana, Roger Machado e Alan Patrick concedem entrevista coletiva! Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível no Disney+! http://dis.la/ESPNenDisneyPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #Internacional #Futebol #SulAmericana Veja Mais

INTERNACIONAL EMPATA COM O ROSARIO CENTRAL E É ELIMINADO DA SUL-AMERICANA | Melhores Momentos

INTERNACIONAL EMPATA COM O ROSARIO CENTRAL E É ELIMINADO DA SUL-AMERICANA | Melhores Momentos

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível no Disney+! http://dis.la/ESPNenDisneyPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #MelhoresMomentos #Internacional #RosarioCentral Veja Mais

TEXTOR ACUSA BOTAFOGO DE MANIPULAÇÃO, BRAITHWAITE NO GRÊMIO E PARTIDA DECISIVA PARA O INTER

TEXTOR ACUSA BOTAFOGO DE MANIPULAÇÃO, BRAITHWAITE NO GRÊMIO E PARTIDA DECISIVA PARA O INTER

Band Sports Inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do BandSports! Siga-nos tambe?m nas redes sociais: Instagram: instagram.com/bandsports/ Twitter: twitter.com/bandsports Facebook: facebook.com/BandSportsTV Veja Mais

Como dizer ao meu chefe que a ideia dele não é boa?

Valor Econômico - Finanças A colunista Dani Jesus aconselha leitora que está... Veja Mais

Olimpíadas 2024 | Onde assistir à cerimônia de abertura do evento

canaltech Falta muito pouco para o Time Brasil entrar em campo no maior evento esportivo do planeta. A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Paris 2024 acontece já na próxima sexta-feira (26), quando as 205 delegações de todos os países se apresentam ao público, marcando oficialmente o início da competição. Clique e siga o Canaltech no WhatsApp Olimpíadas 2024 | Onde assistir à transmissão online e pela TV O momento, muito aguardado, promete ser ainda mais marcante este ano, já que será realizado em barcos que navegarão pelas águas do Rio Sena, e não em um estádio como de costume. O percurso de 6km feito pelas embarcações, inclusive, promete mostrar pontos turísticos da cidade – como a Torre Eiffel e o Museu do Louvre –, e vai permitir que milhares de pessoas assistam de maneira gratuita e in loco a apresentação. Se você, no entanto, não é um dos sortudos que acompanhará o evento direto da França, às margens do rio, não tem problema: o Canaltech fez uma lista dos veículos em que é possível assistir à abertura das Olimpíadas 2024, pela TV ou internet, do conforto de casa. Confira! -Entre no Canal do WhatsApp do Canaltech e fique por dentro das últimas notícias sobre tecnologia, lançamentos, dicas e tutoriais incríveis.- Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Paris2024 (@paris2024) Cansado de perder tempo procurando preços baixos? Inscreva-se no Canaltech Ofertas e receba as melhores promoções no seu celular! Onde assistir à cerimônia de abertura das Olimpíadas 2024 A Rede Globo (canal de TV aberta) e o SporTV (canal de TV a cabo) serão os responsáveis pela cobertura da cerimônia na televisão. Ambos os canais do rupo Globo transmitirão o evento a partir das 14h30 (horário de Brasília), mostrando a entrada de todas as delegações e contando com comentários e análises da apresentação. Já no online, o Globoplay e o site ge.globo transmitirão o evento, que também será veiculado pela CazéTV em seu canal do YouTube e em seu canal da Twitch. No canal dirigido por Casimiro Miguel, inclusive, os comentários da cerimônia ficarão a cargo de Milton Cunha, carnavalesco famoso por seus comentários extrovertidos sobre moda e cenografia. Portanto, recapitulando: Quando: sexta-feira, 26 de julho Horário: a partir das 14h30 (horário de Brasília) Onde: pela TV Globo e SporTV (TV), e pelo Globoplay, ge e CazéTV (internet) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Batman revela que são os substitutos de emergência da Liga da Justiça Brasileiro mostra que atividade solar que forma auroras corrói metais Objeto mais rápido criado pelo homem é 500 vezes mais veloz que o som Novo Surfista Prateado serve a um mestre que nem Galactus imaginaria NASA e SpaceX revelam nave que vai destruir Estação Espacial Internacional Estudo da NASA aponta que Brasil pode ficar inabitável em 50 anos Veja Mais

The Beast | Conheça o carro à prova de ataques do presidente dos EUA

canaltech Os carros utilizados pelos presidentes de qualquer país precisam oferecer aos chefes de Estado a maior proteção possível. No caso dos Estados Unidos, uma das nações mais poderosas do mundo, que já teve um presidente assassinado, o cuidado é ainda maior. Clique e siga o Canaltech no WhatsApp Aurus Senat | Conheça o "Rolls-Royce russo" de Vladimir Putin O mais recente modelo que equipa a frota presidencial estreou com Donald Trump em 2018. Hoje utilizado por Joe Biden, o carro é o exemplo mais claro disso, e sua imponência fica clara já no apelido que recebeu: The Beast ou, em bom português, A Besta. As especificações exatas não são divulgadas pela Casa Branca, por motivos óbvios, mas o que já foi descoberto a respeito do veículo mostra que o apelido que ele recebeu não é nenhum exagero. -Entre no Canal do WhatsApp do Canaltech e fique por dentro das últimas notícias sobre tecnologia, lançamentos, dicas e tutoriais incríveis.- A “Besta” não tem apenas uma blindagem capaz de segurar tiros, granadas e até pequenos mísseis — o que, por si só, já seria impressionante. O carro à prova de ataques do presidente dos EUA é uma espécie de quartel sobre rodas, preparado para encarar as mais diversas situações de emergência. Comboio que leva o presidente dos Estados Unidos tem unidades do The Beast que servem de "isca" (Imagem: Divulgação/White House) Como é o The Beast? O carro à prova de ataques utilizado pelo presidente dos EUA é um Cadillac One construído sobre o chassi de uma picape Chevrolet Kodiak, da General Motors, para, assim, se tornar uma espécie de Cadillac XT6 alongado — uma autêntica limusine super-blindada. Os materiais usados para proteger a lataria incluem aço, alumínio e cerâmica, com cerca de 20 milímetros de espessura, além de janelas com vidros multicamadas de 12,7 centímetros. O peso é similar ao de uma porta de um jato 757 e chega a 9 toneladas. Os pneus são do tipo run-flat, à prova de furos, e o tanque de gasolina é todo envolvido com uma espuma especial, que impede incêndios. A parte traseira do carro, local em que o presidente e a primeira-dama ficam acomodados, é totalmente selada, separada da cabine dianteira e protegida contra ataques químicos. Por isso, é conhecida como “casulo” e não pode ter o vidro aberto — apenas o do motorista tem tal função. Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, fica isolado com a primeira-dama em um "casulo" (Imagem: Divulgação/White House) Para dar conta de mover as 9 toneladas, o The Beast tem sob o capô um motor V8 de 6.5 litros. A força é a principal característica do carro, que não ultrapassa 96 km/h. Para compensar a falta de velocidade, a comitiva do presidente dos Estados Unidos conta com “cópias” do carro no comboio, ambas com a função de serem “cobaias” e confundirem possíveis agressores em caso de ataques. Jay Leno revelou segredos da “Besta” Apesar de muitas das especificações do The Beast seguirem guardadas de maneira sigilosa, o apresentador Jay Leno, lenda da TV nos Estados Unidos, conseguiu mostrar um pouquinho mais do carro utilizado pelo presidente em seu canal do YouTube, Jay Leno’s Garage.   Leno contou com a ajuda de dois agentes do Serviço Secreto, Jay Nasworthy e Steve Abel, que deram mais detalhes sobre A Besta. Os que mais chamaram a atenção, sem dúvida, foram os equipamentos voltados para a segurança do presidente dos EUA, dignos dos melhores filmes da franquia 007. O Cadillac presidencial conta com sistema de visão noturna 360º, disparador de gás lacrimogêneo e cortina de fumaça, maçanetas que podem ser eletrificadas e até um dispositivo que solta uma mancha de óleo para que um eventual perseguidor derrape na pista. O The Beast, que pode acomodar até 7 pessoas no interior, conta ainda com tanques de oxigênio, linha direta com o Pentágono com acesso aos códigos nucleares, bolsas de sangue compatíveis com o do presidente, extintores de incêndio e internet nativa com alcance global. O custo de um carro à prova de ataques? Cerca de US$ 1,58 milhão — o equivalente a R$ 8,8 milhões. Cadillac The Beast (Divulgação/White House) Cadillac The Beast (Tia Dufour/Wikipedia/CC) Cadillac The Beast (Customs USA/Wikipedia/CC) Cadillac The Beast (Divulgação/White House) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Batman revela que são os substitutos de emergência da Liga da Justiça Brasileiro mostra que atividade solar que forma auroras corrói metais Objeto mais rápido criado pelo homem é 500 vezes mais veloz que o som Novo Surfista Prateado serve a um mestre que nem Galactus imaginaria NASA e SpaceX revelam nave que vai destruir Estação Espacial Internacional Estudo da NASA aponta que Brasil pode ficar inabitável em 50 anos Veja Mais

Crash Bandicoot N. Sane Trilogy pode chegar ao Game Pass em agosto

tudo celular Um rumor alega que Crash Bandicoot N. Sane Trilogy chegará ao Game Pass no início de agosto. Veja Mais

Realme 13 Pro e 13 Pro Plus: linha é certificada após ganhar data de lançamento

tudo celular Um teaser publicado pela realme confirma a presença de recursos baseados em IA nos novos realme 13 Pro. Veja Mais

A eliminação do Internacional foi justa, fã de esporte? #Shorts

A eliminação do Internacional foi justa, fã de esporte? #Shorts

Fox Sports Brasil Todo o esporte AO VIVO da ESPN disponível no Disney+! http://dis.la/ESPNenDisneyPlus_YT_BR E o melhor do jornalismo esportivo, com vídeos e notícias exclusivas, você acompanha no https://www.espn.com.br/ #ESPN #DisneyPlus #Internacional Veja Mais

Realme Narzo N61 ganha data de lançamento e tem primeiros detalhes confirmados

tudo celular O Realme Narzo N61 ganhou data de lançamento e teve os seus primeiros detalhes confirmados. Veja Mais

Vivo T3 Ultra é certificado e pode ser anunciado em breve

tudo celular O Vivo T3 Ultra foi certificado e pode ser anunciado em breve. Veja Mais

Samsung One UI 7.0: aplicativo de câmera tem novo ícone e interface revelados em capturas

tudo celular Um vazamento trouxe o design final do aplicativo de câmera da Samsung One UI 7.0. Nas imagens também há um novo ícone. Veja Mais