Meu Feed

Hoje

Ônibus movidos a hidrogênio começam a rodar da Escócia

Ônibus movidos a hidrogênio começam a rodar da Escócia

Tecmundo A cidade escocesa de Aberdeen inaugurou a primeira frota de ônibus movidos a hidrogênio do mundo. Os veículos contam com 60 assentos e podem deixar de jogar na atmosfera 1 kg de CO2 a cada quilômetro percorrido.Os ônibus serão operados pela empresa First Bus e usarão uma estação de produção e abastecimento de hidrogênio inaugurada em 2015. Segundo a empresa, é possível reabastecer os veículos em menos de 10 minutos. Anteriormente, protótipos de veículos movidos a hidrogênio já haviam sido projetados, mas a frota escocesa é a primeira a entrar em operação oficialmente.Leia mais... Veja Mais

TikTok paga multa milionária nos EUA para evitar "perda de tempo" com processo

tudo celular O TikTok preferiu pagar a multa do que "perder tempo" em uma batalha judicial nos EUA. Veja Mais

Galaxy A32 4G é lançado com tela AMOLED de 90 Hz, chipset MediaTek e mais

tudo celular A Samsung finalmente lançou o Galaxy A32 4G com boas especificações e tela de 90 Hz na Rússia. Veja Mais

Netflix Party: Como usar a extensão e assistir com seus amigos

Netflix Party: Como usar a extensão e assistir com seus amigos

Tecmundo A Netflix Party é uma extensão do Google Chrome que permite juntar seus amigos de forma online para assistirem a filmes e séries da Netflix. Ela sincroniza o conteúdo exibido para que você e outras pessoas possam assistir tudo em tempo real, com direito a um chat para que os participantes possam conversar em uma sala exclusiva sem sair da exibição.Para instalar o conteúdo é necessário ter o Google Chrome em seu PC, já que a Netflix Party é uma extensão para ser instalada no navegador. Confira como assistir os filmes e séries junto com seus amigos: Leia mais... Veja Mais

Huawei está se preparando para lançar um carro elétrico, diz rumor

tudo celular A Huawei pode estar se preparando para anunciar o seu próprio carro elétrico ainda neste ano, diz um novo rumor. Veja Mais

10 notícias de tecnologia para você começar o dia (26/02)

10 notícias de tecnologia para você começar o dia (26/02)

Tecmundo Bom dia! Separamos as principais notícias do mundo da Ciência e Tecnologia para você saber tudo o que aconteceu na última quinta-feira (25). Para conferir cada notícia na íntegra, basta clicar nos links a seguir.1. NASA localiza poço em Marte com 180 metros de diâmetro. Os cientistas acreditam que o fosso localizado em Marte pode ter se formado por canais de lava de antigos vulcões marcianos.Leia mais... Veja Mais

Vivo S9 tem design e resolução da câmera frontal confirmados em teaser oficial

tudo celular O vivo S9 teve o seu design confirmado pela própria fabricante novamente. Além disso, a empresa confirmou a resolução da câmera frontal. Veja Mais

Samsung Galaxy A8 2018 começa a receber pacote de segurança de março

tudo celular O celular não está recebendo novos recursos, somente o patch para o sistema Android. Veja Mais

Facebook lança vídeo para convencer usuários do iOS a habilitar coleta de dados para anúncios

tudo celular O Facebook está lançando uma nova campanha em busca de convencer usuários do iOS a permitir a coleta de dados para anúncios. Veja Mais

Últimos dias

Spotify agora permite que você filtre sua coleção de músicas curtidas

canaltech Se você é um heavy user do Spotify, é bem provável que a sua biblioteca de “Músicas Curtidas” seja uma verdadeira bagunça. Afinal, esse recurso foi feito para agrupar qualquer canção individual que você goste e deseje favoritar; no fim das contas, o usuário acaba com uma playlist bastante “eclética”. No caso deste repórter que vos escreve, ela varia de 2Pac, Diana Ross, The Strokes e Chico Buarque. Alta fidelidade! Spotify HiFi chega no fim de 2021 Spotify testa novo visual para a aba “Sua Biblioteca”; veja o que muda Spotify prepara reprodução de arquivos de música armazenados no celular Pensando em uma forma simples de resolver esse “problema”, o Spotify anunciou, nesta quinta-feira (25), um redesenho da página de músicas curtidas e agora permite que você aplique filtros para que somente as melodias de determinado gênero ou humor sejam reproduzidas. Isso significa que, finalmente, Tom Jobim vai parar de tentar me acalmar enquanto estou na vibe eletrizante do hip-hop dos anos 90. Imagem: Divulgação/Spotify A feature foi projetada para ser fácil de usar. A própria plataforma identifica os estilos musicais de cada faixa na biblioteca e cria tags posicionadas na área superior da interface (exemplo: trap, chill, folk, indie e assim por diante). Você pode acionar uma ou várias delas, ajustando temporariamente a playlist de acordo com a ocasião — tal como, é claro, remover todos os filtros para que a biblioteca volte ao estado original. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Infelizmente, por enquanto, a novidade só estará disponível para países que falam a língua inglesa, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul — não há previsão para que a feature seja levada para outras regiões. Ademais, a novidade é exclusiva dos aplicativos para Android e iOS; logo, você não vai encontrá-la no cliente oficial para desktop ou na interface web. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Netflix anuncia séries animadas de Transformers e My Little Pony

Netflix anuncia séries animadas de Transformers e My Little Pony

Tecmundo A Netflix anunciou, nesta quinta-feira (25), que está começando a produção de duas novas séries animadas. A informação é de que serão reimaginadas as histórias das franquias Transformers e My Little Pony.A plataforma de streaming divulgou que o nome do novo desenho animado dos brinquedos da Hasbro será Transformers: BotBots. A série terá 20 episódios e contará com Kevin Burke e Chris “Doc” Wyatt como produtores executivos e showrunners.Leia mais... Veja Mais

Vikings: Katheryn Winnick conta que o destino de Lagertha deveria ser outro

Vikings: Katheryn Winnick conta que o destino de Lagertha deveria ser outro

Tecmundo ATENÇÃO: SPOILERS À FRENTE!Vikings finalizou sua última temporada com muita tristeza e morte. Katheryn Winnick, que interpretava Lagertha, falou, recentemente, sobre a morte de sua personagem na série.Leia mais... Veja Mais

Por Trás de Seus Olhos: entenda o final surpreendente da série da Netflix

Por Trás de Seus Olhos: entenda o final surpreendente da série da Netflix

Tecmundo ATENÇÃO: SPOILERS À FRENTE!A mais nova minissérie de suspense psicológico da Netflix, criada por Steve Lightfoot, está atualmente em uma posição privilegiada do Top 10 do Brasil. Por Trás de Seus Olhos (Behind Her Eyes, no original) é baseada no romance homônimo de Sarah Pinborough, publicado em 2017. Leia mais... Veja Mais

Xbox Live fica fora do ar na noite desta quinta-feira

Xbox Live fica fora do ar na noite desta quinta-feira

Tecmundo Vários jogadores reclamaram, na noite desta quinta-feira (25), que a Xbox Live estava fora do ar. No site Down Detector, por exemplo, o número de notificações explodiu de praticamente zero para mais de 800 por volta das 20h.Depois de verificar a situação, a Xbox publicou no Twitter que "estava ciente" que jogadores poderiam estar não conseguindo entrar na rede e que a situação estava sendo averiguada.Leia mais... Veja Mais

CT News - 25/02/2021 (Mercado de games já vale mais que os de cinema e música)

canaltech No CTN de hoje: Mercado de games agora vale mais que indústrias de música e cinema juntas; Cyberpunk 2077 | Atualização que corrigiria o jogo é adiada após ataque hacker; Zoom libera legendas automáticas para todos durante videochamadas e mais. Ouça ao podcast. Veja Mais

Crash Bandicoot 4: game ganha novo vídeo para o PS5

Crash Bandicoot 4: game ganha novo vídeo para o PS5

Tecmundo A PlayStation anunciou, na noite desta quinta-feira (25) durante o State of Play, novidades para o lançamento de Crash Bandicoot 4: It's About Time para PlayStation 5. A nova versão terá resolução de 60 fps e 4K, uso dos gatilhos adaptativos e mais. O game será lançado para a plataforma em 12 de março.Leia mais... Veja Mais

Kena: Bridge of Spirits ganha novo trailer incrível no State of Play

Kena: Bridge of Spirits ganha novo trailer incrível no State of Play

Tecmundo Hoje (25), foi revelado durante o evento State of Play da Sony um novo trailer e a data de lançamento de Kena: Bridge of Spirits, que chega no dia 24 de agosto para PS4, PS5 e PC. O jogo de aventura mistura exploração, lutas e uma estética incrível de animação 3D e empolgou bastante desde sua revelação.O vídeo traz muito mais novidades do combate do game, mais áreas inéditas e até detalhes de como os espíritos ajudarão a protagonista, podendo ser combinados para se transformarem em novas criaturas. Confira:Leia mais... Veja Mais

PS5: Returnal recebe novo trailer e mais detalhes no State of Play

PS5: Returnal recebe novo trailer e mais detalhes no State of Play

Tecmundo Hoje (25), durante a transmissão do State of Play, o game Returnal ganhou um novo trailer e mais detalhes sobre o gameplay. Confira a seguir:Leia mais... Veja Mais

Kaley Cuoco fala sobre quando descobriu sobre final de The Big Bang Theory

Kaley Cuoco fala sobre quando descobriu sobre final de The Big Bang Theory

Tecmundo Kaley Cuoco, a Penny de The Big Bang Theory, falou sobre o dia em que ela descobriu que a série estava acabando. A atriz revela que ficou sabendo por causa de Jim Parsons, que interpretava Sheldon.Em uma entrevista para a Variety, Cuoco contou que, quando começaram a filmar a 12ª temporada, o criador da série, Chuck Lorre, chamou a equipe para conversar. A atriz diz que ela e Johnny Galecki, intérprete de Leonard, pensaram que seria para discutir sobre a próxima temporada.Leia mais... Veja Mais

Twitter anuncia Super Follow, recurso que permite cobrar por tuítes

canaltech O Twitter anunciou algumas novidades que pretende disponibilizar em breve na plataforma, incluindo um novo Modo Seguro, mais funções para grupos e um novo serviço de assinaturas na rede social para criadores monetizarem seu conteúdo. Como criar uma timeline personalizada no Twitter O que é e como funciona o Twitter Spaces As revelações foram feitas durante um evento para investidores, no qual a companhia declarou que pretende dobrar as receitas até 2023, comparado com 2020, de US$ 3,7 bilhões para US$ 7,5 bilhões. E para isso, a empresa pretende liberar um recurso de assinaturas semelhante ao OnlyFans, no qual os seguidores podem pagar um valor mensal para ter acesso a publicações exclusivas. O Twitter chama a funcionalidade de Super Follow, e anunciou que terá um preço fixo de US$ 4,99 (cerca de R$ 28 na cotação atual, sem impostos). Além das publicações exclusivas, o recurso ainda inclui insígnia de apoiador, newsletters, acesso à comunidade e outras vantagens. O assinante pode cancelar a qualquer momento, e deve pagar apenas uma quantia proporcional ao tempo de inscrição. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Super Follow é o recurso de monetização do Twitter (Imagem: Divulgação/Twitter) Vale lembrar que outras plataformas, como o YouTube, já oferecem recurso parecido. É uma maneira interessante para os criadores de conteúdo monetizarem o tempo que passam na plataforma, e das empresas de garantirem uma receita adicional, além de gerar mais engajamento. Comunidades Outra nova funcionalidade são as Comunidades, uma espécie de Facebook Groups no Twitter. Serão grupos para reunir pessoas com interesses em comum, como plantas, gatos, justiça social e por aí vai — seguindo exemplos da própria plataforma. Modo Seguro E a terceira novidade é uma espécie de Modo Seguro que, como o próprio nome sugere, é um recurso para tornar a sua linha do tempo menos propensa a exibir conteúdo de usuários que espalham ódio na rede. Quando ativada, a função vai tentar ocultar publicações que violam as regras do Twitter. Para isso, a plataforma tentará bloquear automaticamente contas abusivas, que tenham violado as regras da rede social, além de silenciar perfis detectados com publicações odiosas, incluindo xingamentos, linguagem ofensiva e discurso de ódio. Apesar do anúncio, o Twitter não divulgou previsão para liberar nenhum dos recursos descritos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Twitter anuncia 'metas ambiciosas' para dobrar a receita até 2023

Twitter anuncia 'metas ambiciosas' para dobrar a receita até 2023

Tecmundo Nesta quinta-feira (25), o Twitter revelou as metas de longo prazo com foco no aumento da base de usuários e no crescimento da receita. Assim, a rede social tem planos para conquistar 315 milhões de usuários ativos monetizáveis até o final de 2023.Com isso, ela quer dobrar a receita anual de US$ 3,7 bilhões faturados em 2020 para cerca de US$ 7,5 bilhões em 2023. Rapidamente, o anúncio teve impacto nas ações da companhia que cresceram 8%.Leia mais... Veja Mais

Projeto de privatização dos Correios também afetará Anatel

Projeto de privatização dos Correios também afetará Anatel

Tecmundo O projeto que pode privatizar os Correios foi enviado pelo Governo Federal para a Câmara dos Deputados nesta semana e também traz mudanças para outra estatal: a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O documento estipula uma série de mudanças para o setor de serviços postais, que poderão ser assumidos por companhias privadas.A documentação visa criar o Sistema Nacional de Serviços Postais, que organiza as funções que atualmente são delegadas somente aos Correios. Com a mudança, a estatal deixará de ser a única companhia a realizar esse tipo de serviço no Brasil.Leia mais... Veja Mais

Homem-Aranha: contrato de Tom Holland termina com 'No Way Home'

Homem-Aranha: contrato de Tom Holland termina com 'No Way Home'

Tecmundo Homem-Aranha 3 pode ser o último filme de Tom Holland como o teioso nos cinemas. Em entrevista ao Collider, o ator comentou que seu contrato atual se encerrará após o lançamento de Spider-Man: No Way Home (algo como “Sem Caminho para Casa”, em tradução livre), mas se Marvel e Sony o quiserem de volta ele vestirá o traje novamente.“[O longa] será o meu último [sob contrato]. Mas eu sempre disse que se me quiserem de volta, estarei lá em um piscar de olhos. Adorei cada minuto de fazer parte daquele mundo incrível. Mudou minha vida para melhor, tenho muita sorte de estar aqui. Se desejarem, estarei lá; se não, vou embora como uma pessoa muito feliz, pois foi uma jornada incrível”, revelou.Leia mais... Veja Mais

Mercado de games agora vale mais que indústrias de música e cinema juntas

canaltech Um novo estudo da TechNET Immersive apontou que a indústria de jogos está avaliada em US$ 163,1 bilhões. Com isso, o setor é responsável por mais da metade do valor da indústria de entretenimento, confirmando a já conhecida estatística de que é maior que o mercado de cinema e música juntos. Microsoft lança headset gamer sem fio para Xbox e PC por US$ 99 O que faz a indústria gamer seguir crescendo em tempos de pandemia Pelo relatório, são 2,5 bilhões de jogadores em todo mundo, com a China representando um quinto do total. O trabalho não detalha a parcela de brasileiros nisso. O mercado viu alto crescimento em 2020, por conta da pandemia. A estimativa do mesmo estudo é de que o setor estivesse avaliado em US$ 152 bilhões em 2019. “É difícil saber o quanto a COVID-19 impactou na indústria de entretenimento. Mas uma coisa é clara: com cinemas, teatros, shows e eventos esportivos fechados em todo mundo, parece que, para muita gente, os jogos se tornaram a primeira forma de entretenimento”, aponta Curtis Bailey, diretor de desenvolvimento da TechNET. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Não só a demanda aumentou, mas também os salários dos trabalhadores. Segundo o levantamento, 69% dos entrevistados no trabalho tiveram aumento em 2020. Contudo, 16% disse ter tido redução por conta de menos horas trabalhadas durante a pandemia. O trabalho foca em funcionários da indústria de games no Reino Unido e mostra que a maioria desenvolve para smartphones (37%), seguido de PlayStation (27%) e Xbox (22%). Somente 3% da indústria local foca em jogos para o Nintendo Switch. O relatório completo está disponível no site da empresa. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Como usar o MagaluPay

canaltech Oi, Gente! Hoje em dia, existem vários aplicativos de pagamento que oferecem soluções práticas para que as pessoas gerenciem sua vida financeira diretamente do celular. E essa é uma tendência crescente entre instituições financeiras, sabia? É que acaba sendo mais fácil do que ir ao banco, ou fazer esses pagamentos na lotérica, por exemplo. Desse jeito, dá para resolver toda a vida financeira com alguns poucos toques no celular. Mas, você sabia que o Magalu também tem a sua própria carteirinha digital? Com o MagaluPay você pode aproveitar diversas vantagens durante suas compras. Como rastrear seu pedido no Magalu Como alterar o endereço de entrega de um pedido do Magazine Luiza Olha só! Usando a carteirinha digital, você tem Cashback (dinheiro de volta) em suas compras do Magalu, dá para enviar e receber dinheiro, pagar contas e boletos e até mesmo usar seu saldo para compras no SuperApp do Magalu. Interessante, né? Saiba como começar a usar o MagaluPay :) -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Como usar o MagaluPay Passo 1: baixando o SuperApp do Magalu que está disponível para smartphones Android e iOS, é só você tocar no botão do “MagaluPay” que aparece logo na página inicial; Passo 2: feito isso, você pode dar uma olhadinha nos outros benefícios que o MagaluPay oferece, toque em “Conheça os benefícios”; Passo 3: depois disso, toque em “Oba, quero ativar!” para começar a usar a carteirinha; Passo 4: então, digite ou atualize seu número de celular para adicionar seu celular em sua conta. Ah! Não e esqueça de ler e marcar a opção “Eu li e aceito os Termos de uso do MagaluPay”; Passo 5: depois, é só confirmar os números recebidos por SMS; Passo 6: por fim, você estará com o MagaluPay ativo em sua conta e poderá aproveitar os serviços da carteirinha digital. E ai? Está gostando de usar o MagaluPay? Compartilhe essa matéria com os seus amigos ???? Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Galaxy S21 Ultra tem a melhor tela do mundo, aponta teste especializado

canaltech A Samsung deu bastante atenção à tela do Galaxy S21 Ultra e agora pode comemorar: o novo celular topo de linha da fabricante recebeu o título de melhor do mundo nesse quesito. Segundo análise do site especializado DxO Mark, referência no setor mobile, o aparelho superou iPhone 12 Pro Max, OnePlus 8T e até mesmo o Galaxy Note 20 Ultra, antigo líderdo ranking. Galaxy S21 Ultra vs. iPhone 12 Pro Max: qual é o melhor topo de linha? Galaxy S21 vs. Galaxy S20: o que muda entre as gerações? Samsung Galaxy S21 vs. Xiaomi Mi 11: quem vence um duelo de especificações? Equipado com uma tela Dynamic AMOLED 2X de 6,8 polegadas, resolução 2K (3.200 por 1.440 pixels) e taxa de atualização adaptável de 120 Hz, o Galaxy S21 Ultra (versão Exynos) alcançou 91 pontos no total, com destaque para legibilidade e qualidade de reprodução de vídeo, quesitos onde ele conseguiu a pontuação mais alta entre os celulares já testados. Brilho do vídeo, da esquerda para a direita: S21 Ultra, Note 20 Ultra, OnePlus 8 Pro, iPhone 12 Pro (Imagem: Reprodução/DxO Mark) Os maiores elogios ao display do S21 Ultra foram para o brilho bastante intenso, que se saiu muito bem nos testes em ambientes internos. Já em cenários externos, a análise destacou uma dificuldade para visualizar conteúdos sob a luz solar direta, mas apontou que a maioria das telas de celular sofrem com a visibilidade nesse tipo de teste. De qualquer maneira, o smartphone conseguiu se adaptar suavemente às transições de luz. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Com relação à exibição de vídeos, a análise destacou a excelente fidelidade de cores e o nível de brilho ao assistir conteúdos em HDR10. Graças ao painel AMOLED, o S21 Ultra também se sai bem na renderização de tons escuros e nível de detalhes em condições de pouca luz, mas não o suficiente para ultrapassar o iPhone 12 Pro Max no teste. Brilho do vídeo, da esquerda para a direita: S21 Ultra, Note 20 Ultra, OnePlus 8 Pro, iPhone 12 Pro (Imagem: Reprodução/DxO Mark) Como nem tudo são flores, o Galaxy S21 Ultra decepcionou na sensibilidade ao toque, ficando quase 30 pontos atrás do OnePlus 8 Pro — a análise notou uma dificuldade em aplicar o zoom in com os dedos no aplicativo de galeria. Além disso, há uma falta de suavidade perceptível durante a jogatina, o que pode não ser ideal para jogadores mobile. O topo de linha da Samsung também não convenceu na consistência do movimento, apresentando quedas na taxa de quadros a 30 e 60 fps. Os pontos pretos devem permanecer sob os dedos o tempo todo para o teste ser bem-sucedido (Imagem: Reprodução/DxO Mark) No geral, o Galaxy S21 Ultra representou um avanço natural em relação ao Galaxy S20 Ultra, de 2020, e uma ligeira melhoria quando comparado com o Galaxy Note 20 Ultra. No entanto, a análise concluiu que o aparelho da Samsung não é uma opção ideal para os gamers de plantão devido aos problemas de toque e movimento. Apesar dos pontos negativos, o saldo final foi bastante positivo. Confira o abaixo o top 10 dos smartphones com as melhores telas do mercado, segundo o DxO Mark: Samsung Galaxy S21 Ultra 5G (Exynos) - 91 pontos Samsung Galaxy Note 20 Ultra 5G (Snapdragon) - 90 pontos Samsung Galaxy Note 20 Ultra 5G (Exynos) - 89 pontos OnePlus 8T - 89 pontos Apple iPhone 12 Pro Max - 88 pontos OnePlus 8 Pro - 88 pontos LG Wing - 88 pontos Apple iPhone 12 Pro - 87 pontos Samsung Galaxy S20 Ultra 5G (Exynos) - 87 pontos Vivo X51 5G - 87 pontos Review do Galaxy S21 Ultra   Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Como criar uma conta no Spotify Kids

canaltech O Spotify (Android | iOS | Web) se tornou um dos principais serviços de streaming de música disponíveis no mercado. Além do plano gratuito, o serviço também oferece assinaturas do tipo Premium, com os planos Individual, Universitário, Duo e Família. Como usar o Spotify Premium Família Quais são os planos que o Spotify oferece? Caso você seja assinante do Spotify Premium Família, além de ter acesso à playlist chamada “Family Mix”, também tem acesso ao Spotify Kids, uma plataforma que oferece conteúdos exclusivos selecionados especialmente para o público infantil. Como desconectar o Spotify de seus dispositivos Como usar o gift card do Spotify e quais são as vantagens Para acessar a plataforma, basta apenas efetuar o login com a sua conta do Spotify e criar uma conta infantil. Este procedimento é bastante rápido e prático, confira a seguir o passo a passo! -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Filmes, Séries, Músicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o quê? Como criar uma conta no Spotify Kids Passo 1: baixe e instale em seu celular o Spotify Kids (Android | iOS). Ao abri-lo, clique em “Sim” e insira o e-mail e senha do administrador do plano Premium Família para efetuar o login na sua conta. Se você entra no Spotify usando a sua conta do Facebook, clique em “Entrar sem senha”, crie uma senha e volte à essa aba para poder utilizá-la. Abra o app do Spotify KIds em seu celular e faça o login com a sua conta Premium Família (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: insira o nome da criança, a data de nascimento e clique em “Continuar”. Insira o nome da criança, a data de nascimento e clique em "Continuar" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: na aba seguinte, selecione qual o tipo de conteúdo que seu filho poderá escutar na plataforma. NA aba seguinte, selecione qual tipo de conteúdo ela poderá ouvir (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: escolha um personagem que mais combina com a criança e clique no ícone de “Confirmar” no canto inferior. Escolha um personagem e clique no ícone de "Confirmar" no canto inferior (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: agora seu filho poderá navegar pela plataforma e começar a ouvir uma gama de músicas e conteúdos exclusivos para a sua faixa etária. Agora seu filho poderá navegar pela plataforma e conteúdos exclusivos do Spotify Kids (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode criar uma conta no Spotify Kids usando a sua assinatura do Spotify Premium Família. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Vacina da Moderna contra variante da África do Sul está pronta para testes

canaltech Em meio à pandemia, as variantes do coronavírus são o que mais tem preocupado os especialistas nos últimos tempos. Com a intenção de lidar especificamente com a variante da África do Sul, a empresa americana de biotecnologia Moderna decidiu investir numa vacina, e na última quarta-feira (25), anunciou que o imunizante já está pronto para os testes em humanos. Moderna: o que sabemos até agora sobre a vacina contra COVID-19 Vacina da Moderna é aprovada pela FDA nos Estados Unidos Mutação do coronavírus | O que se sabe sobre a variante encontrada em São Paulo Intitulada 501Y.V2, a variante sul-africana do SARS-CoV-2 é apontada pelos especialistas como a mais perigosa, levando em consideração que  é capaz de escapar de alguns dos bloqueios que os anticorpos estabelecem contra as versões "tradicionais" do coronavírus. Acredita-se que pessoas infectadas anteriormente com as outras variantes podem ser mais suscetíveis a voltar a desenvolver COVID-19 com a 501Y.V2. Os especialistas também levantam um alerta de que a proteção da primeira geração de vacinas é menor contra a variante da África do Sul. A Moderna investe, desde o ano passado, em uma vacina contra a COVID-19 chamada de mRNA-1273, que já teve inclusive anunciada a taxa de de eficácia na prevenção da doença (94,5%). O imunizante adota técnicas atuais da biotecnologia para promover a imunização contra a COVID-19 e desenvolve uma vacina de RNA mensageiro. Dessa forma, o corpo começa a produzir proteínas virais, mas não o vírus inteiro, o que é suficiente para treinar o sistema imunológico para atacar o vírus da COVID-19. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Vacina da Moderna contra variante 501Y.V2 Vacina da Moderna contra variante da África do Sul (501Y.V2) está pronta para a realização de testes em seres humanos (Imagem: CDC / Unsplash) A farmacêutica anunciou que sua vacina contra a COVID-19, que já se encontra inclusive em fase de distribuição, é capaz de neutralizar a variante sul-africana, mas que mesmo assim decidiu aplicar mais de uma estratégia, no estilo "melhor prevenir do que remediar". A farmacêutica ainda ressalta que uma possível estratégia contra a variante sul-africana pode ser o uso do novo imunizante como uma dose de reforço, combinada com as duas doses da atual vacina contra a COVID-19. "Esperamos ansiosos pelo início dos testes clínicos", declarou Stéphane Bancel, diretor-executivo da Moderna. Vale notar que a empresa ainda anunciou aumento da expectativa de produção de vacinas em 2021 para 700 milhões de doses no mundo todo, e ainda tem em vista outras melhorias em seu processo de manufatura que poderiam elevar a produção para até 1 bilhão de doses. Segundo a empresa, há um investimento em sua capacidade adicional de fabricação, o que deve levar sua produção global em 2022 para cerca de 1,4 bilhão de doses. Lembrando que, em janeiro, os Estados Unidos descobriram o primeiro caso da variante sul-africana e, desde então, ela apareceu em diversos estados. Estudos sugerem que ela pode ser mais resistente às vacinas existentes do que outras variantes do coronavírus. Felizmente, por enquanto, o Ministério da Saúde não confirmou um caso da 501Y.V2 no Brasil, mas algumas outras variações já foram encontradas em São Paulo e no Amazonas. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Rainbow Six Quarantine/Parasite: trechos de gameplay vazam na internet

Rainbow Six Quarantine/Parasite: trechos de gameplay vazam na internet

Tecmundo Um vídeo de gameplay de Rainbow Six Quarantine vazou no Reddit nesta quinta-feira (25). Os trechos curtos foram publicados pelo redditor “ThyroidMelanin”, que ainda divulgou capturas de telas do jogo que mostram uma skin que estará no game.A gravação está sob a perspectiva de Vigil, um dos agentes do jogo. Os registros mostram também os personagens Lion e Tachanka em uma missão. Nas imagens é possível ver Vigil atirando em uma espécie de casulo com gosma alienígena.Leia mais... Veja Mais

Movi Electric inicia produção de mini carros elétricos no Paraná

Movi Electric inicia produção de mini carros elétricos no Paraná

Tecmundo A montadora brasiliense, Movi Eletric, inicia nesta sexta-feira (26), a produção de carros elétricos no País. A fabricação dos mini veículos urbanos ocorrerá no parque industrial Biopark, em Toledo, no Paraná.Feitos originalmente na Argentina pela Sero Eletric, os automóveis se encaixam na categoria de micro carros elétricos, categoria L6e. Com autonomia de 150 km, sem a necessidade de recarregar, os veículos podem atingir até 50 km/h.Leia mais... Veja Mais

Xiaomi Mi Band 6 vai receber suporte completo a WhatsApp e Telegram

tudo celular As evidências da próxima pulseira inteligente da Xiaomi foram encontradas no código do aplicativo Mi Fit. Veja Mais

Pentágono testa satélite que envia energia solar para Terra

Pentágono testa satélite que envia energia solar para Terra

Tecmundo Um grupo de cientistas do Pentágono, central do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, enviou um protótipo de painel solar para o espaço capaz de transmitir energia elétrica para qualquer ponto da Terra. O painel chamado Módulo de Antena Fotovoltaica de Radiofrequência (PRAM) foi lançado pela primeira vez em maio de 2020, montado em um drone X-37B ultrassecreto.Como no espaço a luz solar não recebe o "filtro" da atmosfera terrestre, a expectativa era que o protótipo recebesse uma quantidade extrema de energia. Porém, por ter o tamanho de um caixa de pizza, a carga gerada foi de apenas 10 watts, energia suficiente para alimentar um tablet.Leia mais... Veja Mais

Cherry: o que os críticos estão falando do filme com Tom Holland

Cherry: o que os críticos estão falando do filme com Tom Holland

Tecmundo Depois do sucesso com Vingadores: Ultimato, os irmãos Joe e Anthony Russo se preparam para lançar o seu próximo filme. Protagonizado por Tom Holland e Ciara Bravo, Cherry - Inocência Perdida conta a história de um jovem militar que volta da guerra com transtorno de estresse pós-traumático (PSPT) e se torna um ladrão de banco depois que o vício em drogas o deixa em dívida.Alguns críticos de cinema já tiveram acesso ao filme e puderam escrever suas primeiras impressões. Confira abaixo o que eles estão falando do longa, que chega ao catálogo do Apple TV+ no dia 23 de março.Leia mais... Veja Mais

Primeiro caso confirmado de COVID-19 no Brasil completa um ano

canaltech O Brasil completou, na última quarta-feira, 24 de fevereiro, um ano desde a primeira suspeita de caso de contaminação pelo coronavírus no país. O paciente teve o diagnóstico em São Paulo, indo ao hospital com sintomas de gripe após ter feito uma viagem à Itália. O exame foi feito e, poucas horas depois, mas já no dia seguinte, há exatamente um ano, o resultado mostrou positivo. Google apoia plataforma que permite rastrear propagação de doenças em tempo real COVID: Pfizer aposta em terceira dose para combater variante sul-africana Como saber se a vacina foi aplicada? Pode filmar? Especialistas tiram dúvidas Os primeiros casos de COVID-19 começaram a ser divulgados na imprensa ainda em dezembro de 2019, mas a doença ainda não tinha nome, sendo tratada apenas como uma gripe misteriosa. No mês seguinte, em oito de janeiro, a China divulgou que a doença se tratava de um novo tipo de coronavírus e que pouco se sabia sobre a sua origem. Não demorou para que a cidade de Wuhan, onde aconteceram as primeiras contaminações, fosse classificada como o epicentro da doença. Imagem: Reprodução/kjpargeter/ Freepik Desde então, com os primeiros surtos graves acontecendo na China e na Itália, o coronavírus vem sendo a causa de diversas crises sanitárias e econômicas ao redor do mundo, fechando aeroportos, comércios e lotando UTIs, com a OMS (Organização Mundial de Saúde) decretando que estávamos vivendo uma pandemia. E estamos até hoje. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Nesta semana, um ano depois da primeira confirmação da doença por aqui, o Brasil atingiu a marca de 250 mil mortes pelo coronavírus, além da maior média móvel de óbitos desde o início da pandemia, com 1.127 mortes diárias. Manaus, no Amazonas, é a cidade que mais vem sofrendo com a COVID-19, sendo a primeira a vivenciar um grande colapso do sistema de saúde, vendo pacientes morrendo pela falta de tanques de oxigênio e sem ter o que fazer. Calculadora de vacinas sugere que pandemia vai acabar daqui a 7 anos Imagem: Reprodução/Governo de São Paulo Entre pequenos avanços e complicações constantes, o mundo vem enfrentando o surgimento de diferentes variações do SARS-CoV-2, o coronavírus, sendo ainda mais contagiosas e, alguns casos, mais letais. Já temos vacinas, mas o processo continua sendo lento, principalmente no Brasil, pela alta quantidade de habitantes. Por aqui, está sendo vacinada, inicialmente, a população que atua na linha de frente no combate à pandemia e idosos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Avião destinado a trazer 13 milhões de vacinas de Oxford ao Brasil deixa China

canaltech Na primeira quinzena de fevereiro, apresentamos uma problemática das vacinas contra a COVID-19: a falta de doses, considerando um produto disponível suficiente apenas para começar a imunizar mais 2 milhões de pessoas, sem expectativas para mudar até o fim deste mês. No entanto, o avião com insumos da China que vão ser entregues à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para a fabricação da vacina Covishiled, desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, parte de Pequim nesta quinta-feira (25). Vacina de Oxford apresenta até 90% de eficácia contra a COVID-19; entenda Vacina de Oxford | Lote com mais 2 milhões de doses chega da Índia ao Brasil Infectologista tira as principais dúvidas sobre a vacina de Oxford/AstraZeneca Tendo em mente o voo partindo nesta quinta, a previsão é que o IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo), chegue ao Rio de Janeiro no próximo sábado (27). O material é suficiente para fabricar aproximadamente 13 milhões de doses. Com isso, a ideia é que em 15 de março a Fiocruz consiga entregar cerca de um milhão de doses ao Ministério da Saúde. As informações são de Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Além disso, na última terça-feira (23), um avião da companhia Emirates que carregava a remessa do imunizante de Oxford produzido na Índia aterrissou em São Paulo, mas a ideia é levar o material ao Rio de Janeiro. A aeronave decolou de Mumbai na segunda (22). Uma vez no Rio de Janeiro, esse lote deve ser encaminhado para o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e depois da avaliação técnica das doses, distribuído pelos estados brasileiros, seguindo orientação do Ministério da Saúde. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Avião destinado a trazer 13 milhões de vacinas da Covishielld (Vacina de Oxford/AstraZeneca) ao Brasil deixa China (Imagem: Alena Shekhovtcova/Pexels) A estimativa é que sejam entregues, até o final de março, 15 milhões de doses da vacina para o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. Até julho, o número de doses deve chegar a 100,4 milhões. Isso porque entre fevereiro e o início de março, a fábrica da Fiocruz trabalhará com uma única linha de produção, com capacidade para o envase de 700 mil doses por dia. A Covishiled é uma vacina que utiliza um vírus inativado, o adenovírus, como vetor de parte do material genético do SARS-CoV-2, que produz a proteína que gera a resposta imune. Vale lembrar, ainda, que a eficácia da vacina foi de 70,4%. Isso significa que uma pessoa vacinada possui 70,4% menos chances de contrair doença causada pelo vírus SARS-CoV-2, comparado a uma pessoa que não recebe a vacina. Por exemplo, considerando que uma cidade de 1 milhão de habitantes terá 100 mil casos de COVID-19, caso toda a população seja imunizada, a vacina irá prevenir 70 mil desses casos.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Oddworld: Soulstorm será gratuito no PS5 para usuários da Plus

Oddworld: Soulstorm será gratuito no PS5 para usuários da Plus

Tecmundo Depois dos anúncios do State of Play, a Sony divulgou em seu twitter que a versão de PS5 de Oddworld: Soulstorm será de graça para os assinantes da PS Plus no mês de abril! Confira:The PS5 version of Oddworld: Soulstorm is one of your PlayStation Plus games for April!Full details on Abe’s the weird & wonderful quest to liberate his fellow Mudokons: https://t.co/IIfMEtZP5A pic.twitter.com/kp9vwOCfKrLeia mais... Veja Mais

Como programar para apagar mensagens no Telegram

canaltech O Telegram (Android | iOS | Web) é um app de mensagens que oferece inúmeros recursos e funções para seus usuários. Após a recente atualização, o mensageiro agora conta com uma função que permite programar para apagar mensagens dos chats. Como compartilhar fotos do Telegram no WhatsApp Como encaminhar áudio do Telegram para o WhatsApp Já existia uma função semelhante a esta, presente nos “Chats secretos”, porém agora ela está disponível para todas as conversas da plataforma. Depois de ativada, qualquer mensagem enviada em seguida será apagada após um dia ou uma semana. Confira abaixo o passo a passo para acessá-la e utilizá-la! Signal vs Telegram: qual app de mensagens é mais seguro? WhatsApp Web vs. Telegram Web: qual é o melhor mensageiro para usar no PC? Como programar para apagar mensagens no Telegram Passo 1: abra o app do Telegram em seu celular e abra uma conversa ou grupo. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Acesse o app do Telegram e abra uma conversa ou grupo (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: com o chat aberto, clique no ícone de “Três pontos” no canto superior direito. Clique no ícone de "Três pontos" no canto superior direito (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: no menu aberto em seguida, clique em “Limpar histórico”. No menu aberto em seguida, selecione o item "Limpar histórico" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: selecione o período para remover as mensagens e clique em “Ativar autoexcluir”. Selecione o período para apagar as mensagens e clique em "Ativar Autoexcluir" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: a partir desse momento, qualquer mensagem enviada nesta conversa será apagada após o intervalo que você definiu. Para alterar o período, basta apenas clicar na mensagem exibida. A partir desse momento, qualquer mensagem enviada neste chat será apagada (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 6: ajuste um novo prazo ou arraste o controle deslizante para a opção “Desativado” caso queira cancelar a ação. Finalizados os ajustes, clique em “Definir neste chat”. Arraste o controle deslizante para "Desativado" e clique em "Definir neste chat" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode programar para apagar mensagens nos chatos do Telegram. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Riverdale 5x6: o grupo começa a trabalhar na escola (Recap)

Riverdale 5x6: o grupo começa a trabalhar na escola (Recap)

Tecmundo A 5ª temporada de Riverdale continua após o salto no tempo do último episódio. Nesta semana, Betty, Veronica, Archie e Jughead começam a trabalhar como professores em Riverdale High e eles se dão surpreendentemente bem com as novas vagas. Confira o recap completo a seguir!Leia mais... Veja Mais

Rover que vai "farejar" água na Lua em 2023 começará a ser construído em breve

canaltech Em 2019, a NASA oficializou a missão VIPER (Volatiles Investigating Polar Exploration Rover) com o objetivo de procurar água na Lua. Trata-se do primeiro rover robótico capaz de “farejar” água e outros voláteis — recursos importantes para as próximas missões tripuladas e para a permanência sustentável da humanidade na superfície lunar. Agora, a agência espacial estadunidense anunciou o avanço do projeto para a próxima etapa de desenvolvimento. Agência Espacial Europeia quer missão para explorar as cavernas da Lua China descobre quase 110 mil novas crateras na Lua China revela primeiras imagens das amostras lunares coletadas pela Chang'e 5 Na última quarta-feira, a NASA anunciou que o VIPER recebeu aprovação para passar da etapa de formulação, na qual foram realizadas importantes revisões do projeto. A equipe conseguiu atender a todos os requisitos, com “um nível aceitável de risco dentro das restrições de custo e cronograma”, escreveu a agência espacial. Agora, a missão chega à etapa de implementação do projeto do rover. Isso significa que o equipamento do VIPER está mais perto de se tornar uma realidade. Daniel Andrews, gerente de projeto do VIPER, disse que a equipe agora está pronta para terminar o projeto e o planejamento operacional do rover. Em seguida, ele começará a ser efetivamente construído, e pode ser que vejamos algumas de suas primeiras imagens em algum momento dessa etapa. Andrews destaca os esforços da equipe durante a pandemia de COVID-19, que impactou o trabalho dos funcionários da NASA de várias maneiras. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Como o VIPER vai procurar água na Lua? (Imagem: Reprodução/NASA Ames/Daniel Rutter) O projeto VIPER faz parte do programa CLPS (Commercial Lunar Payload Services), criado pela NASA para que empresas espaciais privadas possam colaborar com a agência no envio de cargas úteis para a Lua durante o programa Artemis. Assim, a empresa selecionada para ajudar no pouso do VIPER na superfície lunar foi a Astrobotic, que assinou um contrato de US$ 199,5 milhões com a NASA em 2020. Batizado como Griffin, o módulo de pouso da Astrobotic tem quase dois metros de altura e 4,5 metros de diâmetro, e será o responsável por descer da órbita lunar e realizar uma alunissagem (o equivalente à aterrissagem na Lua) segura, levando o VIPER consigo. Depois deste pouso, o rover movido a energia solar começará a andar pela superfície lunar e iniciará uma missão de 100 dias, percorrendo cerca de 20 km. O rover em terá 2,5 metros de altura e 1,5 metros de comprimento e largura, e será um especialista em se esgueirar em torno de crateras graças a um novo tipo de movimento em suas rodas. Ele também será ágil o suficiente para se mover por vários tipos de inclinações e de solos, desde os mais compactos e rochosos aos mais “fofos”. Com seus instrumentos sensíveis e sua broca, ele vai tentar detectar moléculas de água tanto na superfície quanto abaixo dela. Esses componentes permitirão ao rover estudar muitas características da água polar da Lua. Há uma série de outras inovações neste rover, como o fato de ser o primeiro da NASA a contar com faróis para que consiga explorar áreas onde a luz do Sol não chega há bilhões de anos. Além disso, ele será capaz de trabalhar durante a noite lunar, algo que as demais sondas lunares não fazem — elas “adormecem” para poupar energia e sobreviver ao frio extremo durante duas semanas terrestres, que é o tempo de duração de uma noite lunar. Por fim, o VIPER usará uma broca, projetada para atingir cerca de 1 metro de profundidade, para cavar e estudar a composição da Lua de maneira inédita. A previsão de lançamento é para o final de 2023. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Five Nights at Freddy's: Security Breach ganha trailer aterrorizante

Five Nights at Freddy's: Security Breach ganha trailer aterrorizante

Tecmundo A PlayStation divulgou, na noite desta quinta-feira (25) durante o State of Play, um novo vídeo de Five Nights at Freddy's: Security Breach, jogo de terror. O título será lançado ainda em 2021 para PlayStation 4 e PlayStation 5. Veja, a seguir, as novas imagens.Leia mais... Veja Mais

Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX

canaltech No início de fevereiro, a SpaceX ampliou a fase de testes beta de sua internet Starlink, abrindo a possibilidade de pessoas ao redor do mundo fazerem a reserva para tal, assim que a oferta começar em suas regiões, e precisando pagar uma taxa de U$ 99 para garantir seu lugar na fila. Até então, este serviço estava restrito aos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, mas interessados no Brasil começaram agora a receber notificações de que já podem fazer o pedido — e o Canaltech já se inscreveu para ser um dos primeiros da fila de acesso à conexão de Elon Musk. SpaceX quer oferecer serviços de telefonia por meio da internet Starlink Starlink e Kuiper: Musk e Bezos trocam farpas sobre satélites de internet Moradores de vilarejo na França não querem a instalação de antenas Starlink Essa novidade vem em meio a uma expansão dos testes beta da rede, como uma forma de dar prioridade aos clientes que pagarem a taxa de US$ 99 quando o serviço estiver liberado em suas regiões. Para se inscrever, os interessados precisam acessar o site do projeto Starlink e inserir seu e-mail e endereço de onde o serviço será utilizado. Aviso da disponibilidade da reserva antecipada no Brasil (Imagem: Canaltech) Ao realizar a inscrição, o Canaltech recebeu um e-mail de confirmação, cujas informações mostram que o serviço será disponibilizado no Brasil somente no final de 2021. Após pagar a taxa de U$ 99, um e-mail de confirmação do depósito é recebido. Este valor pode ser reembolsado e deve ser pago além dos custos gerais do serviço — ou seja, ainda será necessário pagar U$ 499 para a adquirir o kit com antena, roteador Wi-Fi, fonte de energia e tripé, além da assinatura mensal que também custa U$ 99. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- A SpaceX ressalta que o pagamento da taxa não é uma garantia de receber o serviço na região, já que a oferta local depende de diversos fatores. Um deles, claro, é a liberação do serviço pela Anatel, agência que regula as telecomunicações aqui no Brasil. A empresa precisa receber a autorização do órgão para atuar como uma operadora de internet em nosso país. E-mail recebido com a confirmação do depósito (Imagem: Canaltech) O programa beta do Starlink foi iniciado em outubro do ano passado e, até o momento, a SpaceX possui aprovação para operar o serviço de internet nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, pretendendo expandir o serviço para outros países no futuro próximo. Por enquanto, os usuários podem perceber alguma variação na velocidade da rede, que pode oscilar de 50 Mbps a 150 Mbps, mas a conexão deverá ficar cada vez mais estável com o lançamento de novos satélites. A empresa costuma fazer lançamentos periódicos com 60 unidades cada. Hoje, a SpaceX já conta com mais de mil unidades na órbita da Terra, mas ainda chegará ao total de 30 mil satélites. Quando estiver totalmente operacional, a rede irá fornecer internet banda larga de alta velocidade e baixa latência para todo o mundo, mesmo em regiões remotas ou de difícil acesso. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja Mais

Veja quais são os requisitos para baixar Valheim no PC

canaltech Lançado no início de fevereiro de 2021 em Acesso Antecipado no Steam, Valheim já está se tornando um dos maiores sucessos da plataforma. O jogo de sobrevivência com temática viking desenvolvido pela Iron Gate já atingiu a marca de 3 milhões de vendas e, recentemente, alcançou mais de 500 mil jogadores simultâneos no Steam. Como baixar e instalar Rocket League de graça Como baixar e jogar Muse Dash no PC e celular Como baixar Apex Legends para PC Caso você queira saber quais os requisitos mínimos e recomendados de Valheim e o passo a passo para baixar o game em seu PC, confira abaixo! O que é Among Us e como baixar o game PUBG: 10 dicas para começar a jogar Quais são os requisitos para jogar Valheim no PC Requisitos mínimos Sistema Windows 7 64bit ou superior Processador 2.6 GHz Dual Core ou similar -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Memória RAM 4 GB Placa de vídeo GeForce GTX 500 ou superior Armazenamento 1 GB de espaço livre DirectX Versão 11 Requisitos recomendados Sistema Windows 7 64bit ou superior Processador i5 3GHz ou superior Memória RAM 8 GB Placa de vídeo GeForce GTX 970 ou superior Armazenamento 1 GB de espaço livre DirectX Versão 11 Como baixar Valheim Passo 1: abra o Steam em seu PC, acesse a aba “Loja” no menu superior e, no campo de buscas, procure pelo “Valheim” e clique nele. Acesse o Steam através do seu PC, procure por Valheim e clique nele (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 2: caso necessário, insira a sua data de nascimento e clique em “Acessar página”. Insira a sua data de nascimento e clique em "Acessar página" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 3: com a página do game aberta, clique em “Carrinho”. Com a página do game aberta, clique em "Carrinho" (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 4: feito isso, clique em “Comprar para a minha conta”. Clique em "Comprar para a minha conta" para poder prosseguir (Captura de tela: Matheus Bigogno) Passo 5: escolha o método de pagamento, preencha todos os itens necessários e clique em “Continuar” para finalizar a sua compra. Assim que o pagamento for aprovado, o download do game será iniciado. Selecione o métido e pagamento e clique em "Continuar" para finalizar a compra (Captura de tela: Matheus Bigogno) Pronto! Agora você pode baixar Valheim no PC e saber e quais são os seus requisitos mínimos e recomendados. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Cientistas resolvem mistério de "gelo perdido" nas águas dos oceanos

canaltech Quando as temperaturas da Terra aumentam, grandes quantidades de gelo das águas presas em geleiras começam a derreter, e essa água percorre os oceanos, provocando o aumento do nível do mar. Então, quando as temperaturas globais ficam mais frias, o que costuma acontecer durante a era glacial, o nível do mar também começa a abaixar, uma vez que a água começa a ser congelada novamente, formando grandes mantos de gelo. Afinal, onde está a maior parte da água no planeta Terra? Formas misteriosas de vida são encontradas abaixo do gelo da Antártida Desastre glacial que atingiu a Índia não deve ser o último, dizem especialistas Esse processo, que parece simples, vem sendo estudado por cientistas que, há anos, acompanham esse ciclo, sugerindo que existe o que é chamada de "gelo perdido". De acordo com os pesquisadores, há um desequilíbrio misterioso entre o nível do mar muito baixo e o volume de gelo presente nas geleiras.  Imagem: Reprodução/NASA Contextualizando, durante o pico da última Era Glacial da Terra, que chegou ao fim há 20 mil anos, o nível do mar estava, aproximadamente,130 metros mais baixo que o nível atual, segundo informações coletadas com o estudo de sedimentos antigos de corais. Agora, modelos computacionais sugerem que o volume de gelo nas geleiras não é grande o suficiente para explicar um nível tão baixo do mar. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Conclusões erradas A questão resultou em um estudo conduzido por Evan Gowan, geofísico do Instituto de Alfred Wegener, na Alemanha. Através de um novo padrão chamado PaleoMIST 1.0, os cientistas conseguiram moldar a evolução das camadas de gelo globais até um passado muito distante, antes mesmo do último período glacial, chegando a 80 mil anos atrás. O modelo sugeriu que a anomalia presente nesses dados não se trata de gelo perdido, mas sim de conclusões erradas sobre o quão baixo estaria o nível no mar naquele período. De acordo com os dados obtidos pelo PaleoMIST 1.0, o nível do mar caiu em, no máximo, 116 metros abaixo da superfície, e não em 130 metros, com o volume de gelo chegando a cerca de 42,2 x 106 km³. A equipe de pesquisadores diz que a falha do argumento da falta de gelo pode ter se originado, primeiramente, da alta necessidade de depender de evidências de sedimentos de corais de diversas localizações no mundo, o que não garante respostas precisas.  Imagem: Reprodução/Gowan, E.J., Zhang, X., Khosravi, S. Outro problema seria o uso de um método empregado há bastante tempo, que faz a medição da massa glacial e dos ciclos de proporção de isótopos de oxigênio, e que, aparentemente, traz dados que divergem da altura do nível do mar com as geleiras. "O modelo de isótopos vem sendo usado por anos para determinar o volume de gelo em geleiras de milhões de anos atrás", conta Paolo Stocchi, um geofísicos envolvidos no estudo. "Nosso trabalho levanta dúvidas sobre confiabilidade deste método", completa. Ainda que o mistério tenha sido resolvido, os cientistas dizem que ainda há muito para investigar sobre a questão, com pesquisas futuras trazendo mais respostas sobre a evolução dos mantos de gelo de um passado distante até os dias de hoje.   Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Como criar uma loja no Enjoei para anunciar grátis

canaltech O Enjoei (Android | iOS | Web) é uma plataforma digital voltada para a compra e venda de roupas e acessórios. O app funciona como um brechó digital, no qual usuários cadastrados podem anunciar e comprar produtos usados, mas também abre espaço para comerciantes que desejam aproveitar o espaço para criarem a própria loja virtual. Como divulgar serviços no Mercado Livre Vantagens de anunciar na internet Como utilizar o serviço de rastreamento dos Correios? Ao criar uma conta, uma loja vinculada ao seu perfil automaticamente é aberta. Apesar do processo, não é necessário utilizar a plataforma para vendas. No entanto, se você procura por uma renda extra ao desapegar alguns produtos, é possível personalizar e adicionar produtos à venda. Todo o processo de anúncio é gratuito, e o Enjoei cobra uma taxa do valor total da venda para o funcionamento. A seguir, confira um passo a passo para personalizar a sua loja e vender produtos. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Enjoei: como criar loja e anunciar gratuitamente Passo 1: baixe o aplicativo e toque em "Criar conta"; Abra o app do Enjoei (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: preencha com as informações cadastrais solicitadas. A plataforma pede nome completo, endereço de e-mail, senha e CEP para localizar produtos; Digite as informações cadastrais (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: com a conta criada, toque no ícone do menu inferior com o seu nome; Abra seu perfil na plataforma (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: em seguida, toque em "Ver loja"; Acesse a loja no Enjoei (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: a loja será exibida no aplicativo. Selecione "Configurações" para fazer alterações; Visão geral da loja no aplicativo (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 6: no menu, toque em "Minha loja"; Comece a configurar a loja (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 7: na tela seguinte, é possível personalizar a loja. Existem recursos para trocar o nome, fotos de perfil e capa, descrição e URL. As alterações são salvas automaticamente. Deixe a loja de acordo com suas preferências (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Enjoei: como anunciar produtos Passo 1: na tela da loja, toque em "Subir produtos"; Insira um produto na plataforma (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: carregue fotos para ilustrar o seu produto. É possível selecionar imagens da galeria ou utilizar a câmera; Insira as fotos do anúncio (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: informe um título, uma descrição e defina se o produto é novo ou usado. Toque em "Continuar" para avançar; Digite os detalhes sobre o produto anunciado (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: em seguida, escolha uma categoria para o anúncio; Selecione uma das opções (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: digite o nome da marca do produto; Informe qual é a marca (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 6: informe qual preço deseja cobrar, com valor mínimo de R$ 9. É importante ressaltar que algumas taxas podem ser aplicadas ao valor total; Digite o preço (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 7: na tela seguinte, escolha o método de envio e informe o peso da encomenda; Plataforma permite envios por transportadora e Correios (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 8: confirme todas as informações e toque em "Enviar produto"; Finalize o envio (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Após o envio, a plataforma verificará todas as informações e prosseguirá para colocá-lo no ar. Em até 72 horas, o produto estará disponível para venda. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Galaxy S21 Ultra e Zenfone 7 superam iPhone 12 Pro Max e Note 20 Ultra | Comparativo câmeras

tudo celular Depois de tanto apanhar para Apple em câmera, será que Samsung recupera o trono com o Galaxy S21 Ultra? Confira nosso comparativo e veja também se o Zenfone 7 registra boas fotos. Veja Mais

Fones sem fio Redmi AirDots 3 são anunciados e prometem autonomia de até 30h

canaltech A Xiaomi anunciou, nesta quinta-feira (25), ao lado dos novos Redmi K40, a nova geração dos fones de ouvido sem fios da linha AirDots. Os Redmi AirDots 3 mantêm o design característico do modelo passado, mas prometem muitas melhorias em conexão, qualidade sonora e autonomia de bateria. Redmi K40, K40 Pro e K40 Pro+ chegam com tela AMOLED 120 Hz e preço competitivo Os melhores relógios e pulseiras inteligentes da Xiaomi Redmi AirDots 3: principais características Os Redmi AirDots 3 não são equipados com a tecnologia de cancelamento de ruído presente em modelos mais caros, como o AirPods Pro e o Galaxy Buds Pro, mas a Xiaomi garante que sua solução própria de redução faz com que os fones sejam capazes de remover barulhos externos em meio a uma chamada. Infelizmente, parece que os sons desnecessários são reduzidos apenas em ligações, ou seja, durante as músicas ainda seria possível ouvir o que acontece ao redor. (Imagem: Divulgação/Xiaomi) A Xiaomi também destaca a presença do codec de áudio aptX Adaptive da Qualcomm, prometendo qualidade de áudio premium, uma transmissão de baixa latência e baixa taxa de bits. A tecnologia se adapta automaticamente ao conteúdo reproduzido e ajusta as configurações a partir dela. Para conexão, o Redmi AirDots 3 traz melhores resultados na velocidade, na taxa de transmissão e na estabilidade da conexão graças ao Bluetooth 5.2. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Segundo a empresa, os fones oferecem até 30 horas de reprodução contínua de músicas, sendo 23 horas da case e sete horas dos próprios acessórios. Além disso, os Redmi AirDots 3 vêm um conector USB-C para carregamento, o que deve oferecer uma velocidade de recarga mais rápida que o antecessor. (Imagem: Divulgação/Xiaomi) Em relação aos extras, os fones contam com botões multifuncionais, suporte à assistente virtual XiaoAI e integração com smartphones Xiaomi para verificar, através do próprio celular, o status de conexão e bateria. Para quem curte praticar esportes ouvindo música, o Redmi AirDots traz a certificação IPX7 para proteção contra respingos d'água. Disponibilidade e preço O Redmi AirDots estará disponível no mercado chinês a partir do dia 4 de março nas cores preto, branco e rosa. Seu preço sugerido será de 199 iuanes, aproximadamente R$ 160 em conversão direta. (Imagem: Divulgação/Xiaomi) O que achou do novo Redmi AirDots 3? Conte-nos sua opinião abaixo, no campo dos comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Sonda da ESA flagra rover Perseverance e seus componentes de pouso em Marte

canaltech Em 18 de fevereiro, o rover Perseverance pousou na cratera Jezero com sucesso, levando consigo o helicóptero Ingenuity. Já no dia 23, o orbitador Trace Gas Orbiter (TGO), da Agência Espacial Europeia (ESA) e Roscosmos, a agência espacial russa, registrou o Perseverance em seu novo lar, junto dos paraquedas que ajudaram na descida, do escudo de calor e do estágio descendente. Há uma mensagem escondida no paraquedas do Perseverance — e ela é motivadora Veja as primeiras fotos tiradas pelo Perseverance logo após o pouso em Marte Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O rover e o helicóptero integram a missão Mars 2020, cujo objetivo principal é a busca possíveis evidências deixadas por formas de vida que, talvez, tenham existido no passado de Marte. Para isso, o rover pousou na cratera Jezero, uma região onde, há bilhões de anos, existiu o delta de um rio. O orbitador TGO foi lançado em 2016 e, desde então, vem buscando gases que podem estar relacionados com processos biológicos ou geológicos. Assim, enquanto segue na órbita do Planeta Vermelho, a câmera CaSSIS do TGO fez o registro abaixo, que mostra os componentes utilizados no pouso do Perseverance espalhados pela superfície de Marte como pequenos pixels de cores claras e escuras. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Indicações da localização dos componentes utilizados durante o pouso do rover Perseverance (Imagem: Reprodução/ESA/Roscosmos/CaSSIS/A. Valantinas) Durante a entrada na atmosfera de Marte, os paraquedas do rover Perseverance foram abertos em velocidade supersônica, seguidos da separação do escudo de calor. Posteriormente, o escudo traseiro se separou do rover e do estágio descendente, que desceu o veículo em segurança até a superfície do planeta. Na imagem, é possível observar os paraquedas, o escudo traseiro, o estágio descendente e o escudo de calor, enquanto o Perseverance aparece mais ao centro. Essa etapa foi uma das mais desafiadoras da missão, e o TGO forneceu suporte de comunicação entre o rover e a Terra para transmitir imagens e vídeos feitos pelas câmeras durante o pouso. Para isso, o orbitador entrou nas janelas de comunicação com o Perseverance e transmitiu dados entre nosso planeta e o veículo por meio de estações em solo na Terra. Agora, o TGO vai continuar fornecendo este suporte para a comunicação e transmissão de dados entre a Terra e Marte, para seguir com o auxílio às missões de superfície da NASA. O TGO faz parte da missão ExoMars, feita em uma parceria entre a ESA e a agência espacial russa. Ele foi enviado junto da sonda Schiaparelli, que apresentou um defeito e acabou se chocando contra a superfície de Marte. Agora, a próxima etapa do projeto envolve o envio do rover Rosalind Franklin, junto da plataforma estacionária russa Kazachok, que também servirá para fazer trabalhos científicos. O veículo e a plataforma deverão chegar ao Planeta Vermelho em 2023 para buscar sinais de vida por lá, além de estudar também o histórico da água em nosso vizinho. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Among Us recebe mod com voz de GlaDOS

Among Us recebe mod com voz de GlaDOS

Tecmundo Quem jogou Portal certamente deve se lembrar de GlaDOS, com quem havia uma interação ao longo de toda a aventura. A voz que guiava os aventureiros certamente está na memória de muitos, e graças ao trabalho de um modificador ela marca presença dentro do universo de Among Us.Visto pela primeira vez por muitos usuários do Reddit, o trabalho do modificador conhecido como AltSk0P permite à inteligência do game da Valve interagir com outros jogadores e até mesmo mentir. Confira um pouco do trabalho a seguir:Leia mais... Veja Mais

Pesquisa brasileira desenvolve produção de fígados em laboratório

canaltech Para transplantar um órgão, pacientes podem ter que aguardar um tempo, muitas vezes considerado fatal, na fila de espera, já que existe tanto o número baixo de doações quanto a dificuldade de encontrar um doador compatível. Pensando nessas questões, um grupo de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) desenvolveu uma técnica inédita para a reconstrução e produção de fígados em laboratório.      Miniórgãos revolucionam o que a ciência sabe sobre a COVID-19; entenda COVID-19 | 'Minipulmões' contaminados dão aula sobre coronavírus para cientistas Como um peixe de aquário pode ajudar na luta contra a COVID-19? Por enquanto, a prova de conceito (PoC) da técnica para produção de órgãos foi realizada com um fígado de rato pela equipe do Centro de Estudos do Genoma Humano e de Células-Tronco (CEGH-CEL), do Instituto de Biociências (IB-USP). Em outras palavras, os pesquisadores já demonstraram a eficácia da técnica nos roedores. Além disso, o órgão do animal foi "editado" com células do fígado humano.   Pesquisadores brasileiros desenvolvem nova técnica para recuperação e desenvolvimento de fígados dentro do laboratório (Imagem: Reprodução/ Artem Podrez/ Pexels) Futuro: produção de fígados humanos Agora, o próximo desafio será adaptar essas estratégias para, no futuro, produzir fígados humanos aptos para o transplante. “A ideia é produzir fígados humanos em laboratório com o intuito de diminuir a espera por doadores compatíveis e os riscos de rejeição do órgão transplantado”, explica Luiz Carlos de Caires Júnior, pesquisador e primeiro autor do estudo. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- O objetivo é que essa produção possa ser sob demanda, de acordo com as características do paciente que precisa ser transplantado e que existam algo como fazendas para a produção desses órgãos, se possível, de rápida entrega. Para chegarmos a esse futuro, antes, os pesquisadores brasileiros adotam e complementam técnicas de bioengenharia de tecidos desenvolvidas nos últimos anos, chamadas descelularização —  técnica para remover células de um órgão ou tecido, deixando apenas o "esqueleto" —  e recelularização — método para a introdução de novas células.  Como desenvolver um fígado em laboratório? A técnica apresentada pelos pesquisadores da USP consiste em levar, por uma série de vezes, o órgão de um doador falecido — no caso específico, o fígado doado —  com soluções detergentes ou com enzimas. O objetivo dessa etapa de limpeza é retirar todas as células do tecido até restar apenas a matriz extracelular, ou seja, a estrutura e o formato original do órgão. Depois, essa matriz extracelular será reconstruída com alguns tipos de células derivadas do paciente receptor. Assim, deve-se evitar o risco de reações imunológicas e diminuir o risco de rejeição em longo prazo do órgão transplantado. “É como se o receptor recebesse um fígado recauchutado, que não seria rejeitado porque foi reconstituído usando suas próprias células. Ele não precisaria nem tomar imunossupressores”, comenta Mayana Zatz, coordenadora do CEGH-CEL e coautora do estudo. No futuro, fígados humanos serão produzidos em larga escala (Imagem: Reprodução/ Agência Fapesp/ CEGH-CEL/ USP) Segundo os pesquisadores, essas mesmas técnicas tornam possível a reconstrução de órgãos considerados limítrofes, ou seja, aquelas doações que estão no limite dos critérios de seleção para um transplante. “Muitos órgãos disponíveis para o transplante não são aproveitáveis porque são provenientes de pessoas que sofreram acidentes de trânsito. Por meio dessas técnicas é possível recuperar esses órgãos, dependendo de sua condição”, afirma o pesquisador. Entre esses órgãos, estão: o pulmão; o coração; e a pele. Update no "esqueleto" do órgão Nesse processo de descelularização (limpeza), são removidos os principais componentes do órgão, como moléculas que direcionam as células do corpo para formar vasos, por exemplo. De forma geral, isso dificulta a recelularização (reconstrução) do tecido e diminui a capacidade de novas células aderirem ao "esqueleto" do órgão original. Em outras palavras, dificulta bastante a sua reutilização e, por isso, foi necessário pensar em novos procedimentos.  Após "limparem" o fígado do roedor, os pesquisadores injetaram uma solução rica em moléculas, produzidas por células hepáticas cultivadas em laboratório. Com essas novas proteínas, as células do fígado aprendem que devem se proliferar e formar vasos sanguíneos, o que será fundamental para o seu bom funcionamento, como um fígado humano. “O enriquecimento da matriz extracelular [o órgão descelularizado] com essas moléculas permite que ela se torne muito mais parecida com a de um fígado saudável”, explica Caires. Essas células foram produzidas a partir de células-tronco pluripotentes induzidas (iPS). Em outras palavras, os pesquisadores reprogramaram células adultas —  provenientes da pele ou de outro tecido de fácil acesso — para deixá-las em estágio de semelhante ao de células-tronco embrionárias. “O trabalho mostrou que é possível induzir a diferenciação de células-tronco humanas em linhagens de células que fazem parte de um fígado e usá-las para reconstruir o órgão de modo que seja funcional. É a primeira prova de conceito de que a técnica funciona”, comenta Zatz. Nova técnica permite o reaproveitamento de órgãos para a produção de novos fígados (Imagem: Reprodução/ Edward Jenner / Pexels) Por fim, o órgão cresceu durante cinco semanas em uma incubadora que simula as condições do corpo humano. “As células hepáticas crescem e funcionam melhor por meio desse tratamento. Pretendemos, agora, construir um biorreator para fazer a descelularização de um fígado humano e avaliar a possibilidade de produzi-lo em laboratório e em escala”, completa Caires. Outras pesquisas para fabricação de órgãos Além dessa pesquisa, o Centro de Estudos do Genoma Humano e de Células-Tronco está envolvido em outros projetos para a fabricação ou reconstrução de órgãos para transplante. Em parceria com a farmacêutica EMS, um grupo de cientistas busca modificar órgãos de porcos, como o rim, coração e pele, para transplantá-los em humanos. Para isso, também investem em técnicas de descelularização e recelularização, além do uso de impressoras 3D. Os resultados do estudo da USP, apoiado pela FAPESP, foram publicados na revista científica Materials Science and Engineering: C e pode ser acessado aqui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Redmi MAX 86 é TV de 86" com 97% de aproveitamento frontal, HDMI 2.1, HDR10 e mais

tudo celular Membro da família de TVs gigantes da empresa, a Redmi MAX 86 chega como um modelo "mais compacto" mas ainda robusto, com HDMI 2.1, HDR10 e mais Veja Mais

WhatsApp começa a testar pequena mudança na tela de envio de mídia

tudo celular Alteração pode ser efetivada nas próximas versões do mensageiro. Veja Mais

Animes, Turma da Mônica e mais! Samsung TV Plus adiciona mais três canais na grade

tudo celular O Samsung TV Plus agora conta com novas opções para os fãs de desenhos japoneses e da Turma da Monica, além de um canal dedicado à cultura africana. Veja Mais

Coronavírus: Brasil chega a 251.498 mortes em 10.390.461 casos confirmados | Relatório diário

tudo celular Fique por dentro dos dados atualizados de casos confirmados e mortes por Covid-19 no Brasil e no mundo. Veja Mais

E o Brasil? Canon EOS M50 Mark II, mirrorless focada em vloggers, chega a novos países

tudo celular Focada em vloggers com recursos como gravações na vertical e streaming no YouTube, a Canon EOS M50 Mark II chega a novos mercados Veja Mais

Nickelodeon lança estúdio para expandir a franquia Avatar

Nickelodeon lança estúdio para expandir a franquia Avatar

Tecmundo A Nickelodeon anunciou nessa quarta-feira (24) a criação do Avatar Studios, uma divisão do canal cujo foco será desenvolver conteúdos para a expansão da franquia Avatar, composta pelas animações A Lenda de Aang e A Lenda de Korra.Os criadores da série animada Michael DiMartino e Bryan Konietzko, que no ano passado se afastaram de uma adaptação live-action em desenvolvimento pela Netflix, serão os responsáveis por comandar o Avatar Studios, atuando na produção de novos desenhos e filmes originais.Leia mais... Veja Mais

Amazon Music já está disponível em dispositivos Android TV

canaltech A Amazon anunciou nesta quinta-feira (25) que o Amazon Music, sua plataforma de streaming de música e podcasts já pode ser acessado em dispositivos com sistema operacional Android, como smart TVs, consoles de jogos, conversores e alto-falantes e novo aplicativo Chromecast com Google TV. O app está disponível para usuários e assinantes Prime em vários territórios do mundo, incluindo o Brasil. Amazon Music ganha suporte para podcasts Como adicionar seu canal de podcast no Google Podcasts Usuários do Amazon Music Unlimited, a assinatura premium do serviço, agora têm acesso a mais de 70 milhões de músicas, playlists e estações em dispositivos Android. Já os assinantes da Amazon Prime que utilizam produtos com sistema operacional Android TV possuem dois milhões de faixas selecionadas disponíveis na plataforma, além de mais de mil playlists e estações sem custo adicional na assinatura. Amazon Music ganha aplicativo para Chromecast com Google TV e dispositivos Android TV (Imagem: Divulgação / Amazon) O app de música da Amazon para dispositivos Android TV OS está disponível para clientes nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Brasil, México, Alemanha, França, Itália, Espanha, Índia, Japão e Austrália. A partir de hoje, os usuários que utilizam produtos com o sistema operacional compatível já podem ouvir alguns dos mais novos hits disponíveis, incluindo a playlist Rap Rotation, de hip-hop, e a playlist Pop Culture, que traz sucessos atuais da música pop, além de estações como Top Hip Hop, Chill Electronic, e Ultimate Jazz. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Amazon Music Unlimited compete com o Spotify ao entregar milhares de músicas sem anúncios e custa apenas R$ 16,90/mês! Assine aqui Em território brasileiro, é possível optar entre dois planos para utilizar o aplicativo do Amazon Music: o primeiro e mais básico está disponível com o restante da assinatura do Amazon Prime, por R$ 9,90 ao mês e teste gratuito por 30 dias. Já o Amazon Music Unlimited dá acesso ao usuário a todo acervo de faixas, playlists e estações pelo valor de R$ 16,90 ao mês. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Roubo de contas bancárias cresceu em 20% ao longo de 2020, afirma estudo

canaltech Account takeover — é esse o nome em inglês do novo golpe que está se tornando cada vez mais popular, inclusive no Brasil. Em português, podemos chamá-lo simplesmente de roubo de contas bancárias, e, de acordo com uma pesquisa efetuada pela Kaspersky, a incidência desse tipo de ataque aumentou em 20% ao longo de 2020 (considerando registros ao redor do mundo inteiro, e não apenas em nosso país). Fraudes arrojadas geram perdas de milhões de dólares para o setor financeiro Caímos nos golpes da internet para te explicar melhor como eles funcionam Phishings bancários já somam 11 milhões de golpes em 2020 O esquema é simples: o criminoso entra em contato com a vítima por telefone e personifica duas identidades: a do “salvador” ou a do “investidor”. Na primeira, ele finge ser funcionário de uma instituição bancária e alerta que a conta-corrente do cidadão está em perigo, visto que supostas movimentações fraudulentas foram detectadas em seus sistemas. Começam aí a surgir as tentativas de conseguir as credenciais da vítima. Querendo convencer o internauta de que sua conta realmente está em perigo, o “salvador” pode pedir sua senha, solicitar um código de verificação enviado via SMS (ou notificação push) ou ainda sugerir a instalação de uma aplicação de gerenciamento remoto, como o TeamViewer. Trata-se de um software benigno, mas que pode ser usado para finalidades malignas caso o atacante empregue-o para invadir o celular alheio. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Já no perfil de “investidor”, o argumento do golpista é que ele possui uma proposta irrecusável de investimentos em ações ou criptomoedas que lhe trará retornos milagrosos em pouquíssimos tempos. Para poupar o tempo da vítima, eles pedem acesso à sua conta bancária ou solicitam informações sigilosas que podem ser usadas para invadir seu internet banking à força. Imagem: Reprodução/Eduardo Soares (Unsplash) “Os dados globais refletem bem a situação que constatamos diariamente no Brasil. Estamos sempre no topo da lista dos países mais atacados por phishing (mensagens falsas) e este é o principal método de roubo de credenciais bancários no país — ou seja, é o que sustenta os golpes de account takeover por aqui”, explica Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil. “E é importante lembrar também que os trojans financeiros mais avançados desenvolvidos no Brasil usam e abusam das ferramentas de acesso remoto (RAT), pois esta é a única forma de burlar os mecanismos de proteção do sistema bancário brasileiro — que é um dos mais avançados no mundo”, finaliza, citando, inclusive, que gangues brasileiras desenvolveram malwares nacionais e já estão exportando-os para outras nações. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Quando se comemora o Dia do Consumidor?

Quando se comemora o Dia do Consumidor?

Tecmundo O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, que celebra os direitos conquistados pelos consumidores até então, é uma data comemorada mundialmente. Sua origem foi um discurso realizado pelo ex-presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, em 15 de março de 1962. Em sua fala, ele ressaltou os princípios básicos da proteção dos interesses dos consumidores: direito à segurança, informação, escolha e direito a ser ouvido. Considerado um marco, seu discurso inspirou a criação da data. Algum tempo depois, em 15 de março de 1983, se comemorava o primeiro Dia do Consumidor. Desde então, o evento é celebrado anualmente no mesmo dia. Leia mais... Veja Mais

Nova variante: bebê com carga viral elevadíssima de coronavírus acende alerta

canaltech Desde o aparecimento do novo coronavírus (SARS-CoV-2), as crianças, de forma geral, têm mostrado uma maior resistência a este agente infecioso. Em números, os Estados Unidos diagnosticaram mais de 28,5 milhões de contaminados, sendo que foram confirmados pouco mais de três milhões de casos da doença em crianças. No entanto, um caso específico chama a atenção de médicos e pesquisadores no país: um bebê que foi internado com uma carga viral 51 mil vezes mais alta do que a taxa comum e com uma nova variante do vírus da COVID-19. COVID-19 | Tudo o que você precisa saber sobre as variantes do coronavírus Pfizer e BioNTech testam vacina contra COVID-19 em grávidas Novo coronavírus e gravidez: quais são os riscos? Desde o aparecimento do coronavírus, o Children's National Hospital (CNH), em Washington D.C., tratou mais de dois mil jovens e crianças contaminadas pelo agente infecioso, sendo que a maioria não apresenta sintomas e nem precisa ser hospitalizada. A exceção foi o bebê que deu entrada, em setembro no ano passado, com estado febril. Segundo as análises da condição de saúde do bebê, a sua carga viral era 51.418 vezes maior do que carga média de outros pacientes pediátricos. Casos de bebê nos EUA com elevada carga viral desperta atenção de cientistas (Imagem: Reprodução/ Fernando Zhiminaicela/ Pixabay) Diante do caso excepcional, a equipe do CNH sequenciou uma amostra contendo o coronavírus responsável pela infecção no bebê. Assim, descobriram uma nova variante, conforme publicaram em um preprint — estudo que aguarda a revisão por pares — na plataforma MedRxiv. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- "A análise de um isolado viral de um paciente neonatal com uma alta carga de RNA viral resultou na identificação de uma nova variante da proteína spike [presente na membrana do coronavírus e responsável pela infecção das células saudáveis] e que representa a primeira amostra conhecida de uma linhagem emergente de SARS-CoV-2", afirmam os pesquisadores do CNH, no estudo. A mutação inédita da variante é a N679S e que, agora, está sendo investigada em detalhes. Nova variante é mais perigosa? Não se deve tirar conclusões precipitadas sobre o caso do bebê com a elevada carga viral e uma suposta relação deste quadro com a nova variante, explica Roberta DeBiasi, chefe do departamento de doenças infecciosas do CNH, para o jornal Washington Post. “Pode ser uma coincidência completa”, pondera DeBiasi. “Mas a associação é muito forte. Se você vir um paciente que tem exponencialmente mais vírus e é uma variante completamente diferente, provavelmente está relacionado”, especula. Segundo Jeremy Luban, virologista da Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts, a carga viral do bebê “em si é chocante e digna de nota”. No entanto, Luban pensa que a lata carga viral "poderia ser devido à mutação N679S ou simplesmente porque é um [recém-nascido] com um sistema imunológico imaturo, permitindo que o vírus se replique fora de controle". Crianças e o coronavírus A partir do estudo sobre os casos de coronavírus em crianças no hospital, DeBiasi explica que “não há evidências de que essa nova variante tenha algo relacionado com infecções mais graves em bebês”. No entanto, a médica e pesquisadora explica que, em alguns determinados casos, mutações podem representar um aumento de casos em grupos, até então, pouco atingidos pela infecção. Isso porque, hoje, os pesquisadores ainda não formaram um consenso sobre o porquê das crianças serem, em sua maioria, assintomáticas. Bebê é identificado com nova variante do coronavírus em Washington (Imagem: Reprodução/ Marcin Jozwiak/ Unsplash) Além da cepa com a mutação N679S, não há evidências de que as outras variantes identificadas, como a do Reino Unido, da África do Sul ou do Brasil, sejam mais perigosas para as crianças. Por outro lado, as autoridades do Reino Unido já afirmaram que estão monitorando um aumento incomum de infecções, especialmente entre crianças entre seis e nove anos, que é desproporcional à sua parcela na população. Independente dessas questões sobre a maior gravidade ou não das infecções pelo coronavírus, é consenso de que a descoberta de novas variantes apontam para a importância do acompanhamento de mutações genômicas, através do sequenciamento. "Variação nas doenças infecciosas emergentes são esperadas, mas essa descoberta [do bebê] ressalta a necessidade de monitoramento do genoma viral completo, em larga escala, para garantir que as respostas possam ser rapidamente adaptadas em face da evolução viral. Sem isso, as variantes continuarão a circular sem serem detectadas, dificultando a resposta global ao SARS-CoV-2", completam os pesquisadores. Para acessar o preprint completo, publicado pelos pesquisadores do Children's National Hospital, clique aqui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Caro, bonito e poderoso: Galaxy Book S é o primeiro notebook da “marca” Galaxy

canaltech A Samsung acaba de dar uma bela tacada nesta quinta-feira (25): a companhia anunciou uma expansão do “ecossistema Galaxy”, lançando o primeiro notebook que leva a marca originalmente criada a família homônima de smartphones. Estamos falando do Galaxy Book S, que vem para acompanhar outros dispositivos que também recebem a “tarjeta”, incluindo os Galaxy Buds, a Galaxy SmartTag e o Galaxy Watch. Novos Galaxy S21 chegam ao Brasil custando a partir de R$ 6 mil Samsung anuncia os novos Galaxy Buds Pro e o rastreador Galaxy SmartTag Galaxy S21 | Conheça todas as cores do novo topo de linha da Samsung A ideia é que a marca se torne uma referência em qualidade e mobilidade, expandindo-se, futuramente, para uma linha ainda maior de dispositivos. No caso do Galaxy Book S, temos um laptop com processador Intel Core i5, 8 GB de memória RAM e 256 GB ou 512 GB de armazenamento em SSD (depende de qual cor você deseja: a Mercury Gray possui menor capacidade, enquanto a Earthly Gold possui mais memória). A tela é de 13,3 polegadas com resolução Full HD, mas o que impressiona mesmo é a espessura (1,18 cm) e peso (950 gramas) reduzidos do equipamento. A bateria promete uma autonomia de até 17 horas, e, para garantir a segurança de seus dados, temos sensor de impressão digital para otimizar o processo de login e o recurso “Pasta Segura”, que é uma espécie de cofre protegido por credenciais. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.-   “Estamos há mais de dez anos produzindo notebooks no Brasil e ficamos muito felizes em fazer parte da família Galaxy. Com o Galaxy Book S, trazemos ao mercado nacional um computador de qualidade e alta tecnologia. Aproveitamos todo o conhecimento da companhia para oferecer um notebook ideal para pessoas que estão sempre em movimento e precisam do que há de melhor em mobilidade, conectividade e desempenho”, afirmou Sandra Chen, diretora da área de notebooks da Samsung no Brasil. O Galaxy Book S já está disponível no Brasil, sendo preciso investir R$ 7.199 para a cor Mercury Gray e R$ 7.499 para a Earthly Gold. Promocionalmente, quem adquirir qualquer versão do notebook ganhará um par dos fones de ouvido wireless Galaxy Buds. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Final Fantasy 7 ganha versão Battle Royale para celulares; veja

Final Fantasy 7 ganha versão Battle Royale para celulares; veja

Tecmundo A Square Enix anunciou, na noite desta quinta-feira (25), Final Fantasy VII: The First Soldier. O jogo é um battle royale para celulares que será lançado para aparelhos Android e iOS ainda neste ano. Veja, a seguir, o primeiro vídeo gameplay do título.Leia mais... Veja Mais

Final Fantasy 7 Remake ganha novo trailer de versão para PS5

Final Fantasy 7 Remake ganha novo trailer de versão para PS5

Tecmundo A PlayStation anunciou, na noite desta quinta-feira (25) durante o State of Play, a versão para PlayStation 5 de Final Fantasy VII Remake. Chamada de "Intergrade", o game chegará para o console em 10 de junho com várias melhorias. Quem tiver a versão base no PlayStation 4, poderá fazer o upgrade de graça no próximo console. Um dos momentos altos da divulgação foi, porém, a revelação de Yuffie. A personagem ganhará uma episódio extra no game com novas aventuras. Veja, a seguir, o novo trailer do jogo.Leia mais... Veja Mais

Prévia | Novo Nissan Kicks eleva patamar tecnológico para encarar rivais

canaltech O Nissan Kicks é um dos SUVs mais vendidos do Brasil há alguns anos, tendo conquistado inúmeros clientes desde seu lançamento por se apresentar como um produto confiável, bonito e eficiente. Mas chega uma hora em que são necessárias mudanças para seguir competindo firme no mercado, que pede cada vez mais tecnologia, conforto e segurança. Para seguir encarando seus principais rivais com qualidade, a fabricante japonesa deu um belo banho de loja em seu crossover. Nissan lança primeira loja 100% online para compra de carros novos Análise | Nissan Leaf é a experiência genuína do carro elétrico Análise | Nissan Frontier esbanja tecnologia, poder e robustez A linha 2022 do Kicks não é tratada como uma nova geração pela Nissan, mas seus avanços com relação ao modelo que foi lançado por aqui em 2016 podem fazer com que estejamos diante de um novo carro, apesar de as sensações ao guiá-lo sejam exatamente as mesmas no quesito desempenho. Itens como o alerta de colisão frontal, sistema de frenagem automática de emergência, alerta de mudança de faixa, identificador de ponto cego, sistema de tráfego cruzado e o controle de chassi garantem que o Nissan Kicks 2022 eleve seu patamar tecnológico para encarar os principais rivais, como o Volkswagen T-Cross, Chevrolet Tracker e o novo Jeep Renegade, que deve chegar ainda este ano. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- O Canaltech teve a oportunidade de conhecer e passar algumas horas com a versao Exclusive, a topo de linha do novo Nissan Kicks 2022. Veja abaixo nossas primeiras impressões. Conectividade e Segurança O novo Nissan Kicks 2022 mostra que evoluiu absurdamente quando abordamos o quesito segurança. Guiar o carro, por mais que em termos de desempenho seja a mesma coisa do modelo antigo, nos transmite uma sensação de proteção muito maior, como se o carro estivesse nos segurando em situações extremas. A Nissan decidiu seguir um caminho um pouco diferente para o novo modelo de seu SUV e aposta na tecnologia para fazer frente aos rivais que, em média, possuem crossovers mais divertidos de serem guiados, mas que, talvez, não apresentem, neste momento, o mesmo aparato de segurança. No traçado do Haras Tuiuti, circuito em que avaliamos o Kicks 2022, sentimos que todo o investimento feito pela montadora para o SUV faz, sim, muita diferença. Foto: Murilo Góes/Nissan Comecemos por uma que nos chamou muito a atenção e que já estava presente no modelo anterior do SUV, mas que ganhou um upgrade nessa nova versão: o Chassi Control, ou controle de chassi. Essa tecnologia desenvolvida pelos japoneses garante que o motorista tenha total controle do veículo em curvas rápidas e situações extremas, como frenagens bruscas. Na prática, ele é bem diferente dos controles de estabilidade e tração (também presentes no carro), pois atua na estrutura do veículo e isso pode ser percebido em situações bem específicas na pista. Entretanto, a Nissan não quis parar por aí e acrescentou ao Kicks o Nissan Safety Shield, um conjunto de tecnologias que está presente em modelos mais avançados da marca, como o Nissan Leaf, já avaliado aqui pelo Canaltech. As novidades ficam por conta do Alerta de Tráfego Cruzado Traseiro (RCTA), o Monitoramento de Ponto Cego (BSW), o Alerta Inteligente de Mudanças de Faixa (LDW) e o Acendimento Inteligente dos Faróis com Ajuste de Altura e Intensidade (HBA). Os dois últimos inéditos no segmento. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech O Alerta de Tráfego Cruzado Traseiro (RCTA) previne colisões e atropelamentos involuntários nas manobras de ré, já que emite sinais para o motorista quando há a aproximação de outro veículo graças aos sensores instalados nas extremidades do para-choque traseiro, que têm alcance de até 20 metros. Já o Monitoramento de Ponto Cego (BSW) e o Alerta Inteligente de Mudanças de Faixa (LDW) são auxílios importantes para mudanças de faixa de rolamento ou em momentos de distração do condutor. Foto: Murilo Góes/Nissan O BSW emite alertas visual e sonoro ao detectar um veículo ao lado em uma manobra de troca de faixa, enquanto o LDW avisa ao condutor quando o crossover está cruzando uma faixa de rolamento sem a luz de direção acionada, o que previne colisões por distrações e até mesmo saídas involuntárias da via. O diferencial, porém, é que o carro te avisa dessa manobra com uma vibração no volante, algo novo nessa tecnologia, que já está presente em outros veículos até mais caros, mas que ficam restritos a avisos visuais e sonoros. Durante o uso na pista, em ambiente controlado, deu para perceber a extrema eficiência do recurso. A câmera 360º para manobras, alerta e sistema de frenagem de emergência, controles de estabilidade e tração e o sensor de estacionamento, presentes na versão anterior do SUV, seguem nesta nova. Multimídia e Som Quando vamos para a central multimídia, mais evoluções dentro do Kicks 2022. Agora o SUV traz a central Nissan Connect, equipada com tela de oito polegadas sensível ao toque, boa resolução e respostas rápidas. O diferencial, além do tamanho da tela, é a possibilidade de conectar simultaneamente dois equipamentos via Bluetooth para o uso de um deles em ligações com as mãos livres e outro para ouvir o aplicativo de música, por exemplo. Para conectar os equipamentos no multimídia ou mesmo carregá-los, o Kicks 2022 traz duas entradas USB, sendo uma delas tipo USB-C, que proporcionam maior velocidade na transmissão de dados e menor tempo de carregamento. As entradas USB-C são compatíveis com as versões USB 3.0 e USB 3.1. Ou seja, ninguém vai reclamar de conectividade a bordo do Kicks. Além disso, sua central também funciona como roteador Wi-Fi, tal qual vimos na Nissan Frontier e no próprio Leaf. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Para completar a experiência, outra excelente novidade: o sistema de som Personal Space assinado pela BOSE. Seu diferencial, porém, está na maior imersão, tornando este, sem dúvidas, o melhor disponível no segmento de SUVs compactos. Esse sistema proporciona um som potente e equilibrado com a ajuda de oito alto-falantes de alta performance (dois deles são tweeters) e um amplificador digital. O segredo, no entanto, está nos dois alto-falantes Bose UltraNearfield de 2,5 polegadas localizados dentro do encosto de cabeça do banco do motorista. Mas, ao contrário do que imaginávamos, não atrapalha em nada na condução, dando uma experiência ao volante bem equilibrada e agradável. Conforto e Experiência de Uso Um dos pontos fortes do Kicks sempre foi o conforto e ele segue sendo na nova versão do SUV. Desta vez, na cabine, sentimos que está tudo mais silencioso e agradável, mesmo que o acabamento, infelizmente, deixe a desejar em alguns aspectos. De acordo com a montadora, o para-brisa tem tratamento acústico diferenciado para a redução de ruídos internos. Assim, a cabine fica silenciosa mesmo em momentos de fortes acelerações, como pode ser visto na pista do Haras Tuiuti. Os números de redução beiram os 35%, segundo a Nissan. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Além disso, os bancos "gravidade zero", que já estavam presentes no modelo anterior, seguem nesta versão e são bem confortáveis, tanto para quem vai na frente, quanto para os ocupantes de trás, que não sofrem com o espaço, diferentemente de outros modelos. Já em termos de comportamento, poucas mudanças no Kicks. Seu confiável motor 1.6 de 114 cv dá conta do recado para o uso na cidade, mas não é tão ágil e, em subidas mais pesadas, pode sentir um pouco. Ele, porém, é silencioso e econômico, trabalhando bem com a transmissão CVT. Evidente que o utilizamos na pista e traremos mais detalhes no dia a dia da cidade, mas a impressão é idêntica ao do atual Kicks, que já passou pelas mãos do repórter. Completam os itens de conforto a chave presencial, ar-condicionado, direção elétrica, bancos com revestimento sintético, retrovisor fotocrômico e a fita do Sem Parar, que pode ser ativada no ato da compra do carro. Design e acabamento O que era bom, ficou ainda melhor. O Kicks possui um design jovial no atual modelo, mas no novo, além de transparecer modernidade, ficou mais requintado e elegante. Essa sensação pode ser reforçada pelo novo conjunto óptico, que é 100% em LED, e por suas novas linhas laterais, que passam mais robustez. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Além disso, a grade frontal ficou mais agradável aos olhos, passando uma sensação de mais imponência ao SUV e as novas rodas aro 17, exclusivas da versão topo de linha, são bem bonitas. Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech Já no acabamento, os mesmos problemas vistos na versão anterior do carro permanecem. Muito embora na versão topo de linha (que é a que testamos) haja um capricho maior, a abundância de plástico duro incomoda. Veredicto e Coeficiente Canaltech O Nissan Kicks 2022 evoluiu absurdamente no aspecto tecnológico e apresenta itens de segurança e conforto vistos apenas em carros de segmentos superiores. Mesmo com a ausência de um piloto automático adaptativo, o SUV da Nissan entrega recursos muito interessantes, como o alerta de tráfego traseiro, o sistema de permanência em faixa com alerta háptico nos volantes e o monitoramento de ponto cego. Apesar de seu desempenho apenas regular, o SUV pode, sim, conquistar mais clientes, pois ficou mais bonito e equipado. O Nissan Kicks 2022 estará disponível em todo o Brasil em março, com preços que serão revelados em breve pela Nissan. O Canaltech viajou para Tuiuti/SP a convite da Nissan do Brasil. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

VOCÊ NÃO PODE PERDER | Linha iPhone 12 está com preços arrasadores no Magalu!

canaltech *IMPORTANTE: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços e promoções estão sujeitos à disponibilidade de estoque e duração da oferta, que tem tempo limitado. Alterações de preço podem ocorrer a qualquer momento, sem prévio aviso do varejista. O preço ou valor total do produto poderá ser alterado de acordo com a localidade considerando frete e possíveis impostos interestaduais. Os produtos exibidos aqui foram selecionados pela nossa equipe de ofertas. Logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda. Esta matéria é fruto de uma parceria com o Magazine Luiza e traz uma oferta especial para os leitores do Canaltech. Saiba tudo sobre a loja Magazine Você no vídeo que gravamos na sede do Magalu:   A nova geração do iPhone chegou trazendo muitas melhorias em comparação com os modelos do ano anterior. O iPhone 12 se destaca bastante em meio aos lançamentos por ser um aparelho compacto, fino, leve, equipado com tecnologia 5G, trazendo o novo processador A14 Bionic da Apple, que garante o desempenho excelente de sempre, e uma tela OLED com bordas mínimas. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Os modelos da linha iPhone 12 estão em promoção com preços imperdíveis no Magazine Luiza. Para quem estava esperando um bom desconto, é a hora certa de aproveitar e já começar o ano com um aparelho novo. Confira abaixo todos os modelos de iPhone 12 na promoção: Sobre o iPhone 12   O modelo padrão da nova linha tem visor de 6,1 polegadas, dentro do esperado quando comparamos com os modelos da Apple lançados nos últimos anos. O conjunto duplo de câmeras na traseira — que é o mesmo usado no iPhone 12 mini — promete captar 27% mais luz que a geração anterior, graças à abertura maior. Com isso, passa a ser possível captar vídeos com tecnologia HDR, que contém mais detalhes, principalmente em áreas escuras. Já o design utilizado em todos os modelos deste ano deixou de lado as curvaturas e passou a adotar um visual mais parecido com o do iPhone 4, com um acabamento reto nas laterais por volta de todo o celular. No caso do iPhone 12 e do 12 mini o material utilizado nessa construção é alumínio. Todos contam ainda com suporte ao 5G, resistência à água e proteção Ceramic Shield no visor. O chipset presente em todos os modelos de iPhone 12 é o A14 Bionic da Apple. Segundo a empresa, ele tem uma CPU 50% mais rápida que a dos modelos anteriores, além de ser o primeiro chip para smartphones a utilizar o processo de fabricação de 5 nanômetros. Isso significa que ele é mais potente e consome menos bateria que os outros chipsets da companhia. Compre o iPhone 12 (64 GB) por R$ 5.579,07 à vista | 12x R$ 499: iPhone 12 (64 GB) preto iPhone 12 (64 GB) branco iPhone 12 (64 GB) verde iPhone 12 (64 GB) vermelho iPhone 12 (64 GB) azul Compre o iPhone 12 (128 GB) por R$ 5.749: [ESGOTADO] iPhone 12 (128 GB) Vermelho [ESGOTADO] iPhone 12 (128 GB) Verde Sobre o iPhone 12 Mini   Feito especialmente para quem não está nada feliz com o crescimento das telas dos celulares nos últimos anos, o iPhone 12 mini é um dos menores smartphones já feitos pela Apple recentemente. Ele consegue ter um tamanho inferior até mesmo em relação ao iPhone 8 e ao iPhone SE (2020), modelos que já se destacavam por serem menores que a média do mercado atual. E por seguir a tendência do design com bordas mínimas, ele consegue incluir um visor de 5,4 polegadas nesse espaço, maior que os dois modelos citados anteriormente. O tamanho é a única grande mudança do iPhone 12 mini, que traz as mesmas câmeras, chipset e tela Super Retina XDR do iPhone 12. Ele de fato traz tudo o que você espera de um iPhone novo em formato compacto. Compre o iPhone 12 Mini 64 GB por R$ 4.499 | 10x de R$ 499: iPhone 12 Mini (64 GB) Preto iPhone 12 Mini (64 GB) Vermelho iPhone 12 Mini (64 GB) Branco Compre o iPhone 12 Mini 128 GB por R$ 5.039 | 12x de R$ 466: iPhone 12 Mini (128 GB) Preto iPhone 12 Mini (128 GB) Vermelho iPhone 12 Mini (128 GB) Amerelo Sobre o iPhone 12 Pro   Quando comparado com o iPhone 12, o iPhone 12 Pro pega essas características e sobe um pouco o patamar. Ele tem mais memória RAM que os outros dois modelos citados anteriormente, o que beneficia quem costuma abrir vários aplicativos ao mesmo tempo. Isso também quer dizer que ele deve ser capaz de lidar melhor com as futuras atualizações lançadas pela Apple, tendo uma vida útil mais longa. Mas a grande diferença está mesmo na câmera. Em vez de um conjunto duplo, o iPhone 12 Pro traz uma câmera tripla, adicionando um modo telefoto que não está presente no iPhone 12 e no iPhone 12 mini. É uma ótima adição para quem procura uma experiência completa em fotografia no celular, com a possibilidade de usar sensores especializados caso deseje fotografar objetos que estão mais distantes. Ele também é capaz de filmar em 4K HDR em até 60 quadros por segundo e traz um scanner que melhora os resultados em ambientes escuros ao reduzir o tempo necessário para focar no objeto que está sendo fotografado. É um grande salto de qualidade para as câmeras da Apple, mesmo quando comparado com modelos anteriores que já tinham câmeras excelentes. Compre o iPhone 12 Pro 128 GB por R$ 8.849,10: [ESGOTADO] iPhone 12 Pro (128 GB) Grafite [ESGOTADO] iPhone 12 Pro (128 GB) Prateado [ESGOTADO] iPhone 12 Pro (128 GB) Azul Sobre o iPhone 12 Pro Max iPhone 12 Pro Max está em promoção (Imagem: Divulgação/Apple) Agora, se além de um chipset de ponta e câmera tripla com novas tecnologias você deseja um iPhone com tela grande, a escolha certeira é o iPhone 12 Pro Max. Ele combina todas as melhores especificações que já citamos aqui com um visor de 6,7 polegadas. É o melhor que a Apple tem a oferecer em tecnologia para smartphones. Compre o iPhone 12 Pro Max por R$ 9.388,94: [ESGOTADO] iPhone 12 Pro Max (128 GB) Grafite [ESGOTADO] iPhone 12 Pro Max (128 GB) Azul [ESGOTADO] iPhone 12 Pro Max (128 GB) Prateado Receba ofertas diretamente no celular O Canaltech Ofertas é um serviço de promoções que sempre seleciona os melhores preços encontrados nas lojas brasileiras e mostra de uma forma organizada para você. Diariamente, nossos especialistas procuram descontos em celulares, notebooks, jogos e em diversos outros produtos, filtram apenas as ofertas que realmente valem a pena e divulgam tudo para você. Esse serviço existe para facilitar a sua vida na hora de fazer uma nova compra, trazendo somente produtos e preços aprovados por nossa equipe Assim, você tem a garantia de que está adquirindo algo em uma loja confiável e por ótimas condições de pagamento, economizando tempo e dinheiro. Para receber todas essas ofertas diretamente no seu celular, convidamos você a entrar nos nossos grupos de descontos no WhatsApp e no Telegram. Lá, você terá acesso às melhores promoções assim que elas forem publicadas. Entre agora e comece a economizar! Entre nos grupos de WhatsApp e Telegram do Canaltech Ofertas Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Psicopatas têm função cerebral reduzida na hora de tentar demonstrar empatia

canaltech Graças à indústria do cinema e da televisão, nós nos familiarizamos com a existência de pessoas psicopatas, normalmente retratadas como grandes vilões. Pessoas que sofrem desse transtorno, de fato, possuem características e comportamentos antissociais, se tornando incapazes de sentirem empatia pelos outros, muito menos remorso por algo que fizeram. Novo estudo relaciona 'trollagem' com sadismo, narcisismo e psicopatia Postar muitas 'selfies' pode ser sinal de psicopatia em homens, afirma estudo Twitter pode ajudar a identificar psicopatas Para tentar entender melhor o funcionamento do cérebro de uma pessoa diagnosticada com a psicopatia, o que vem sendo um grande mistério por ser bastante difícil fazer essa compreensão, pesquisadores conduziram uma pesquisa que, felizmente, trouxe respostas significativas. De acordo com o estudo, agora temos a primeira evidência de que psicopatas ficam com a função cerebral reduzida na tentativa de se empatizar com alguém. Imagem: Reprodução/pressfoto/Freepik A pesquisa, publicada na revista científica NeuroImage, mostrou que pessoas com psicopatia sentiam dificuldade em finalizar tarefas relacionadas a tomar conta da perspectiva de outra pessoa, com os exames dando destaque às áreas do cérebro relacionadas ao sentimento que apresentavam pouca atividade.  -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Metodologia do estudo Os pesquisadores realizaram o estudo com 94 pessoas, todos homens, adultos e presos por terem cometido crimes, com o objetivo de prever suas emoções durante interações sociais, julgando assim suas capacidades de sentir empatia. Os participantes do estudo precisaram observar imagens de duas pessoas em interações específicas, como um consolando o outro, e uma das pessoas tinha o rosto substituído por uma forma. Então, eles precisaram escolher uma expressão facial que eles acreditavam que estava no rosto escondido. Os presos ainda foram entrevistados e testados para a psicopatia, comparando os resultados com imagens de dados de ressonância magnética funcional (fMRI) para conferir diferenças entre psicopatas e pessoas sem o transtorno. Os cientistas, então, observaram que as pessoas que pontuaram alto para a psicopatia foram as mesmas que apresentaram um desempenho pior na hora de identificar as emoções sentidas nas cenas. Imagem: Reprodução/Bret Kavanaugh/Unsplash Esses participantes evitaram citar, principalmente, sentimentos de medo, tristeza e felicidade, e quando as tentativas de identificação aconteciam, as atividades cerebrais eram reduzidas em diversas regiões relacionadas à empatia. Sendo assim, os pesquisadores sugerem que existe alguma disfunção biológica que impede pessoas com psicopatia a compreenderem as emoções. A pesquisa, no entanto, conta com suas limitações, de acordo com os autores. Mesmo apresentando um desempenho ruim nas tarefas de identificar felicidade e tristeza, a atividade cerebral dos psicopatas não foi menor que a dos outros participantes. Segundo os responsáveis pelo estudo, essa descoberta pode estar relacionada com a forma na qual foi feita a medição da atividade cerebral, tendo um menor precisão em algumas das emoções. Ainda assim, os resultados trazem mais evidências de que pessoas com psicopatia se esforçam para ter o sentimento de entender a perspectiva de outras pessoas. Eles também não conseguem sentir medo, fato que também pode explicar a capacidade dessas pessoas se tornarem grandes líderes. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

PlayStation está deixando de priorizar estúdios japoneses, diz site

PlayStation está deixando de priorizar estúdios japoneses, diz site

Tecmundo A PlayStation pode estar fazendo um ousado movimento em suas operações. De acordo com fontes do site Video Game Chronicle (VGC), a divisão de jogos eletrônicos da Sony estaria fechando estúdios no Japão para transferir poder para escritórios nos Estados Unidos.Ações neste sentido já estariam, inclusive, em curso. Vários produtores e desenvolvedores têm, recentemente, anunciado seus desligamentos. O último caso foi o de Masaaki Yamagiwa, que trabalhou em Bloodborne. Além dele, Ryo Siogabe, Teruyuki Toriyama e outros já anunciaram suas saídas.Leia mais... Veja Mais

Google abre inscrições para programa de treinamento para mulheres

Google abre inscrições para programa de treinamento para mulheres

Tecmundo Na última quarta-feira (24), o Google anunciou a abertura das inscrições para seu programa de treinamento e capacitação para mulheres em uma postagem de seu blog. O evento, chamado internacionalmente de "Women Will", recebeu o nome "Cresça com o Google para Mulheres" no Brasil, realizando em 2017 sua primeira edição. Este ano, a empresa promoverá uma programação online e gratuita, iniciando-se no Dia Internacional da Mulher, 8 de março.A programação deste ano será dividida em duas principais vertentes de aprendizado: a primeira é voltada para mulheres que buscam empreender, desenvolvendo seus próprios negócios, enquanto a segunda é direcionada para mulheres que desejam crescer dentro de suas carreiras.Leia mais... Veja Mais

Amazon lança relógio cuco para avaliar interesse dos consumidores

Amazon lança relógio cuco para avaliar interesse dos consumidores

Tecmundo Primeiro produto a testar a iniciativa Build It da Amazon, oferecida a partir da semana passada (17), um relógio cuco híbrido, analógico e inteligente, está sendo lançado pela gigante do e-commerce com o propósito de avaliar o interesse dos consumidores pelos conceitos oferecidos.  Inspirado no programa Day 1 Editions de 2019, no qual a Amazon criava produtos beta para serem testados por algumas pessoas convidadas, o Build It estabelece metas de pré-encomenda para os produtos. Se estas forem atingidas em 30 dias, o item será produzido em massa, caso contrário, o objeto não será fabricado e você não será cobrado pela encomenda que fez.Leia mais... Veja Mais

Valheim: update conserta bugs e deixa os chefões mais difíceis

Valheim: update conserta bugs e deixa os chefões mais difíceis

Tecmundo Mesmo sendo um jogo relativamente simples e feito por um pequeno grupo de pessoas, Valheim se tornou um dos títulos mais vendidos da Steam nas últimas semanas. O game que mistura um pouco de lendas nórdicas, sobrevivência e construção conquistou milhões de fãs, mas ainda está longe de ser um jogo bem equilibrado.A verdade é que não demorou muito para que seus jogadores encontrassem diversos bugs, alguns dele inofensivos e outros bem sérios. O pior deles chega a resetar todo o seu progresso de forma que não dá para reverter o problema e você é obrigado a começar tudo do zero.Leia mais... Veja Mais

Segue a parceria! Xiaomi Mi 12 deve ser primeiro celular equipado com Snapdragon 895

tudo celular Segundo o site Digitimes, o Xiaomi Mi 12, próximo flagship da chinesa, deve manter parceria com a Qualcomm e estrear o Snapdragon 895 Veja Mais

Terra 2.0: réplica digital mostrará a evolução da crise do clima

Terra 2.0: réplica digital mostrará a evolução da crise do clima

Tecmundo Destination Earth (ou Destino Terra) é o nome do projeto ambicioso que tem como objetivo central a criação de uma Terra virtual, no qual o destino do planeta poderá ser modelado nos mínimos detalhes. A iniciativa europeia, cujo lançamento foi oficialmente marcado com a publicação do projeto na revista Nature Computacional Science, envolve cientistas do clima e da computação, começará a funcionar em meados desse ano e deverá durar uma década, desenvolvendo e testando cenários possíveis para um desenvolvimento humano sustentável.Leia mais... Veja Mais

Senado aprova Marco Legal das Startups por unanimidade. O que vem por aí?

canaltech Na última quarta-feira (25), o Senado aprovou por unanimidade o Projeto de Lei Complementar (PLP) 146/2019, também conhecido por Marco Legal das Startups. O texto traz medidas de estímulo à criação de empresas de inovação e estabelece incentivos para quem investir nas mesmas. Como houve mudanças no documento, ele voltará para Câmara para novas discussões e aprovação antes de passar pela sanção presidencial.  De autoria do deputado federal JHC (PSB-AL), o Marco Legal das Startups traz a definição de startups e estabelece os princípios e as diretrizes para a atuação da administração pública no setor. Também prevê medidas de fomento ao ambiente de negócios e ao aumento da oferta de capital para investimento em empreendedorismo inovador. Além disso, traz normas sobre licitação e contratação de soluções inovadoras pela administração pública. Quem poderá realizar aportes de capital? Pelo texto do Marco Legal, as startups poderão admitir aporte de capital tanto de pessoa física como jurídica, com obrigatório registro contábil. Como já fora discutido nas primeiras versões da lei, esse aporte pode resultar ou não em participação no capital social, a depender do instrumento adotado. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Quanto à figura do investidor-anjo — a pessoa física que aplica o próprio patrimônio em empresas de alto potencial de retorno - ficou definido que ele não será considerado sócio, nem possuirá direito à gerência ou a voto na administração da empresa. No entanto, ele poderá participar nas deliberações em caráter estritamente consultivo, estabelecido em contrato. A região Sudeste sedia mais da metade das startups pelo Brasil (Imagem: ABStartups / Agência Brasil) Fica estipulado também que essa modalidade de investidor não responderá por dívidas da empresa, inclusive em recuperação judicial, e não será estendido a ele nenhuma obrigação da empresa — como as trabalhistas, por exemplo. Sua importância está no fato de que, além de ajudar financeiramente a startup, eles também trazem suas experiências e rede de contatos para auxiliar os negócios. Receita bruta e "empreendedorismo inovador” A proposta aprovada também estabelece que a receita bruta das startups deve ser de até R$ 16 milhões no ano anterior e a inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) deve ter, no máximo, dez anos. Também exige que a empresa tenha declarado, na sua criação, o uso de modelos inovadores ou que se enquadre no regime especial Inova Simples, previsto no Estatuto das Micro e Pequenas Empresas. Para entrar no Inova Simples, no entanto, o limite de renda é menor: a receita bruta máxima é de R$ 4,8 milhões. O texto destaca também que “empreendedorismo inovador” é instrumento de desenvolvimento econômico, social e ambiental a ser promovido de forma colaborativa pela iniciativa pública e privada. Já as startups são, de acordo com o projeto, empresas e sociedades cooperativas que atuam na inovação aplicada a produtos, serviços ou modelos de negócios. Questão dos stock options terá um projeto lei à parte O texto do Marco Legal que havia sido aprovado pela Câmara anteriormente incluía a possibilidade de concessão de incentivo por meio da opção de subscrição de ações, popularmente conhecido como stock options (ou plano de opção de ações, em português) - basicamente, trata-se da opção de o funcionário comprar ações da empresa em que trabalha, a preços mais baixos que os de mercado. Na versão aprovada pelo Senado, o relator Carlos Portinho (PL-RJ) retirou a possibilidade de stock options. De acordo com ele, apesar de serem um instrumento importante para as startups, as stock options não são restritas a elas e, por isso, o assunto deveria ser tratado em outro projeto, específico para esse fim. Além disso, Portinho citou decisões judiciais que apontam a natureza mercantil e não remuneratória desse tipo de instrumento, ao contrário do que constava no texto aprovado pela Câmara. Para não atrasar a aprovação do projeto, já que esse tema foi objeto de emendas de vários senadores, ele se comprometeu a apresentar outro projeto de lei sobre o tema. Como o Estado participará no Marco Legal Um dos pontos mais polêmicos do Marco Legal das Startups diz respeito à participação do governo. O projeto aprovado pela Senado permite a participação do Estado no processo de estímulo às startups, com uma modalidade especial de licitação que consiste na contratação de pessoas ou empresas para teste de soluções inovadoras, com ou sem risco tecnológico. A intenção é resolver demandas públicas que exijam solução inovadora com emprego de tecnologia, além de promover a inovação no setor produtivo por meio do uso do poder de compra do Estado. Segundo Portinho, com as novas modalidades de contratação criadas pela PLP 146/2019, o governo poderá agilizar soluções inovadoras em diversas áreas que ficam sob a responsabilidade do poder público. Um exemplo dado por ele é  demandar soluções inovadoras para problemas enfrentados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), como medicamentos inteligentes, kits de diagnóstico rápido, equipamentos portáteis, logística e entrega de medicamentos, vacinas e equipamentos em áreas remotas. As soluções, segundo o senador, podem reduzir custos do SUS, aumentar a eficiência e garantir a melhores condições de vida à população. Distribuição de startups por estado no Brasil (Imagem: BrazilLab / ABStartups) Também foi acatada parcialmente uma sugestão da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) para garantir o pagamento antecipado de parte do valor do contrato a startups vencedoras de licitação. No texto original, havia a possibilidade de antecipação, não a obrigatoriedade. O percentual mínimo de 20% sugerido pela senadora não foi incluído do texto. Emendas Carlos Portinho acolheu emenda apresentada pelo líder do governo na Casa, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), visando suprimir a parte do texto que concedia incentivos fiscais à inovação. De acordo com o governo, a criação dos incentivos não foi acompanhada de uma estimativa de impacto orçamentário e financeiro, o que contraria a Lei de Responsabilidade Fiscal. Outra emenda aceita pelo relator foi emenda do senador Jorginho Mello (PL-SC) para excluir da Lei das Sociedades por Ações o critério do número máximo de acionistas para que empresas sejam dispensadas de fazer publicações obrigatórias (balanços, por exemplo) em jornais de grande circulação. A autorização para que as publicações fossem feitas por meio eletrônico já foi tema de uma medida provisória que perdeu a validade sem ser votada pelo Congresso: a MP 892/2019. Atualmente, essa dispensa é para companhias fechadas com menos de 20 acionistas e patrimônio líquido de até R$ 10 milhões. O texto aprovado pela Câmara aumentou os limites para 30 acionistas e receita bruta anual de até R$ 78 milhões. Com a emenda acatada pelo relator, o critério do número de acionistas foi excluído e as empresas com receita bruta anual de até R$ 78 milhões estariam dispensadas das publicações impressas. Entidades lamentam supressão de alguns pontos  Entidades representativas do setor de startups lamenta a supressão de pontos importantes na versão aprovada do Marco Legal das Startups. Um dos principais críticos das mudanças é Italo Nogueira, presidente da Assespro Nacional: “Quando trabalhamos há vários anos pela melhoria do ambiente de negócios brasileiro, nunca imaginamos que um projeto tão bom, pode ficar tão ruim a cada dia e a cada movimentação nas Casas legislativas. A supressão do capítulo de stock options e dos incentivos de natureza tributária para inovação tecnológica, só demonstra a incapacidade e a incompreensão dos nossos legisladores no tocante ao futuro da inovação”. A Assespro havia encaminhado sugestões ao relator do projeto, apontando temas sensíveis para os investidores e empreendedores, que poderiam causar prejuízos para desenvolvimento do setor. Entre eles, a equiparação de tratamento tributário no investimento em startups e políticas de estímulo e o estabelecimento de garantia de recebimento na contratação de soluções inovadores de startups pelo governo. “Enviamos ofício e diversas sugestões para o relator e enxergamos que são oportunidades perdidas A entidade continuará trabalhando junto ao parlamento em um outro projeto posteriormente”, diz Nogueira. Já para Marcelo Nicolau, diretor da Play Studio, consultoria de inovação e venture builder, a aprovação desa versão pode trazer contribuições importantes para o setor. Segundo ele, a principal contribuição é que o marco regulatório acaba com o problema da insegurança jurídica, o que deve provocar um forte crescimento do capital destinado a esses negócios. “Ao se criar um ambiente regulatório favorável a empresas e investidores, há um destrave de investimentos represados e o custo de capital para estas empresas também pode cair”, afirma. Ainda de acordo com o executivo, um dos pontos mais importantes foi a rejeição de todas as emendas que pediam a responsabilização dos investidores-anjo com relação às atividades das startups. “Este era um dos principais fatores que provocava uma reticência dos investidores fazerem aporte nas empresas. Ninguém quer comprometer seu patrimônio total, sendo responsabilizado por problemas trabalhistas, por exemplo, ao fazer um investimento em uma empresa que se encontra em estágio inicial”. O fato de ter sido aprovada a possibilidade de contratação de startups pela administração pública é outro motivo de comemoração para o setor. “Sabemos o poder de investimento do governo e o fato de poder direcionar ou limitar certas licitações a startups faz com que elas ganhem competitividade e mais estímulo. Além disso, o próprio governo passa a se atualizar ao trabalhar com empresas que trazem soluções mais inovadoras, com muito mais liberdade criativa”, acredita Nicolau. Por outro lado, o executvio lamentou a supressão do capítulo VII do PLP, que tratava da regulamentação dos stock options. Algo muito corriqueiro no Vale do Silício, o uso desta modalidade permite que startups, que não têm muitos recursos, tragam profissionais mais qualificados ao conseguir pagá-los com as próprias ações, o que torna o instrumento mais importante para as pequenas empresas do que para as grandes companhias. “Uma das coisas mais comuns é complementar o pagamento dos funcionários com stock option da empresa. É uma forma não só de atrair talentos, mas também de criar maior engajamento, uma vez que os funcionários também se remuneram com o crescimento da empresa”, explica. Leia também: Oito perguntas sobre: o Marco Legal das Startups Oito perguntas sobre: GovTechs - startups que podem transformar o poder público Fintech lança serviço para startups que buscam investimentos no exterior Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Os melhores celulares até R$ 3.000 de 2021

canaltech Os preços dos smartphones topos de linha durante o lançamento realmente assustam, mas, felizmente, a maioria deles se torna mais atraente ao longo dos meses. A boa notícia é que esses modelos não sofrem muito com o tempo e ainda são excelentes opções para trabalhar, jogar, ver filmes e tirar fotos por muitos anos. Os melhores celulares até R$ 1.000 Os melhores celulares até R$ 1.500 Os melhores celulares até R$ 2.000 Os melhores celulares até R$ 2.500 Os melhores celulares acima de R$ 3.000 Há muitas opções disponíveis no mercado e, pensando nisso, o Canaltech selecionou os cinco melhores celulares até R$ 3.000. Confira abaixo e escolha o que mais combina com você: Alerta: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços estão sujeitos à mudança sem aviso. Os produtos exibidos aqui são selecionados pela nossa equipe, logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Samsung Galaxy Note 10: mais interessante com canetinha Indicado para quem procura um celular com canetinha para trabalhar, editar vídeos e desenhar com mais precisão Confira as ofertas do Galaxy Note 10 Os modelos da linha Galaxy Note 20 ainda se encontram por preços acima dos R$ 4.000, então uma ótima opção é olhar para um degrau abaixo. O Galaxy Note 10 é o principal nome da linha Note lançada em 2019 e conta com um conjunto de especificações ideal para usuários que gostam de trabalhar com o celular, criar conteúdos e, até mesmo, jogar com qualidade.   Começando pelo chamariz do Galaxy Note 10, a caneta S Pen permite desenhar com precisão, tocar notas rápidas com a tela desligada e controlar algumas funções sem precisar tocar no aparelho, como reproduzir um vídeo, fazer fotos e vídeos, navegar pela galeria e aumentar e diminuir o volume. Se você é criador de conteúdo ou gamer, ter uma tela de qualidade é essencial em um celular. O Note 10 tem display de 6,3 polegadas com resolução Full HD+ e painel Dynamic AMOLED, que é uma versão aprimorada do AMOLED da Samsung. Na prática, isso significa que cores e tons brilhantes são intensificados, além de reproduzir vídeos no YouTube com tudo o que a plataforma oferece. Outro ponto positivo do Galaxy Note 10 é seu desempenho para jogos e tarefas de realidade aumentada. Ele é equipado com chip Exynos 9825 com velocidades de até 2.73 GHz, 8 GB de memória RAM e 256 GB de armazenamento interno, mais que suficientes para rodar os títulos mais pesados da Play Store. Além disso, editar vídeos em 4K a 60 quadros por segundo, baixar conteúdos com rapidez, transformar seu celular em PC com o recurso DeX, tudo isso é possível com o smartphone. Samsung Galaxy S20: topo de linha de respeito Indicado para quem procura um celular topo de linha mais barato com todos os principais recursos do mercado Confira as principais ofertas do Galaxy S20 Com o lançamento da linha Galaxy S21no começo deste ano, a geração passada já pode ser encontrada por menos de R$ 3.000, o que é muito interessante. O S20 padrão, por exemplo, traz todas as principais características de um smartphone premium em um corpo elegante e compacto. O Galaxy S20 é o mais interessante nesse faixa de preço (Imagem: Divulgação/Samsung) Um dos principais destaques do S20 é a sua tela Dynamic AMOLED 2X com resolução 2K, oferecendo qualidade e definição de imagem superior em relação ao novo S21. O aparelho ainda é equipado com uma taxa de atualização de 120 Hz, o que significa maior fluidez no sistema e em jogos compatíveis. Por dentro, o smartphone roda o Exynos 990, com velocidades de até 2,73 GHz. Ele trabalha com 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento, na versão vendida no Brasil, combinação mais que suficiente para rodar os mais pesados jogos da Play Store por um bom tempo. Uma excelente notícia, também, é que a Samsung vai oferecer atualizações do Android para o smartphone por mais dois anos. Com relação às câmeras, o Galaxy S20 conta com três na traseira, com destaque para a lente telefoto de 64 MP e zoom híbrido de até 30x. O conjunto fotográfico também é capaz de gravar vídeos em até 8K de resolução a 24 quadros por segundo (fps), algo ainda raro em muitos aparelhos premium, ou em 4K a 60 fps com estabilização de imagem. Quando o assunto são recursos, você tem a disposição: certificação IP68 para proteção contra água e poeira; recarga com fio de até 25 W ou sem fio de 15 W; possibilidade de recarregar outros produtos usando sua própria bateria; modo DeX para transformar o celular em computador; e muito mais! Galaxy S20 FE: topo de linha com mais opções de cores Indicado para quem procura um celular topo de linha com cores chamativas Confira as melhores ofertas do Galaxy S20 FE Outro aparelho da Samsung na lista, o S20 FE é uma opção topo de linha mais acessível, mas ainda bastante interessante. Ele é equipado com quase as mesmas características do S20 padrão, como chip Exynos 990, 128 GB de memória e três câmeras traseiras, mas traz uma bateria de maior capacidade e diversas opções de cores muito legais.   Idealizado para os fãs da Samsung, o S20 FE traz uma tela Full HD+ com painel Super AMOLED e 120 Hz de taxa de atualização, combinação decente para assistir vídeos no YouTube e filmes na Netflix com qualidade. Diferentemente dos seus irmãos, o display do celular é plano, o que pode agradar quem não curte a curvatura dos modelos anteriores. O Galaxy S20 FE pode ser encontrado em seis opções de cores: azul-escuro, laranja, branco, vermelho, azul-claro e lavanda, então basta escolher o que melhor combina para você. Vale lembrar que o aparelho ainda conta com uma versão extra com 256 GB de armazenamento, mas ele também suporta expansão de memória via cartão microSD. Se você se importa com autonomia, o Galaxy S20 FE traz uma bateria de 4.500 mAh, maior que os 4.000 mAh do S20. No entanto, apesar de ser mais acessível, há suporte para recarga de 25 W com fio, 15 W sem fio e também recarga reversa — ou seja, você terá um aparelho mais barato, mas, ainda assim, com muitos elementos premium. Xiaomi Mi 10T Lite: opção com 5G mais acessível Indicado para quem procura um celular com conexão 5G no Brasil Confira as principais ofertas do Xiaomi Mi 10T Lite Um dos lançamentos mais recentes da Xiaomi no Brasil, o Mi 10T Lite é a opção mais acessível da chinesa por aqui com conexão 5G. O smartphone é equipado com o competente processador Snapdragon 750G, idealizado para games mais pesados, e conta com 6 GB de RAM e até 128 GB de memória interna.   Como o celular tem grande foco em jogos, há uma tela de 6,67 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz, algo presente normalmente em modelos premium, além de painel IPS LCD Full HD. Com relação às câmeras, há três na parte traseira com todos os principais recursos de inteligência artificial os modelos Mi 10T e Mi 10T Pro, como Fotos simultâneas, Dual Video e inúmeros filtros. O Mi 10T Lite conta com uma bateria de 4.820 mAh e tem autonomia de uso de até dois dias. Ele sai de fábrica com um carregador com fio de 33 W. Mesmo que o 5G ainda não esteja em atuação aqui no Brasil, o Mi 10T Lite pode ser uma opção ideal para quem procura apostar na tecnologia e não ficar obsoleto em alguns anos. Qual desses aparelhos é o seu favorito? Em qual deles você investiria até R$ 3.000? Conte aí embaixo, nos comentários. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Pascal’s Wager: Souls-like de mobile chega ao PC em breve

Pascal’s Wager: Souls-like de mobile chega ao PC em breve

Tecmundo Sucesso nos dispositivos móveis, Pascal’s Wager está prestes a encontrar seu caminho até o PC, onde estará disponível para o público a partir do próximo mês, mais especificamente a partir do dia 12.De acordo com as informações divulgadas pela produtora, este Souls-like será disponibilizado nos computadores com todo conteúdo disponibilizado no mobile, incluindo aqui a expansão The Tides of Oblivion, o modo Into the Dark Mist e três vestimentas para os personagens utilizados na aventura.Leia mais... Veja Mais

Como gerar boleto de pagamento no PayPal

canaltech O PayPal (Android | iOS | web) é uma plataforma que permite realizar pagamentos online, em que além da conta é possível contar com uma série de serviços, inclusive criar faturas para enviar para os seus clientes via e-mail. Os boletos emitidos pelo serviço devem ser pagos também através do PayPal. Confira abaixo o passo a passo para emitir o boleto de pagamento no Paypal. Como criar uma conta no PayPal Como usar o PayPal para pagar corridas no Uber Como adicionar saldo em sua conta do PayPal Como gerar boleto de pagamento no PayPal Passo 1: abra o aplicativo ou o site do PayPal e clique na parte inferior em “Mais”; Acesse o PayPal pelo aplicativo ou site (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela) Passo 2: toque em “Criar Fatura”; -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!-  Selecione a opção de Criar uma fatura (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela) Passo 3: coloque o e-mail do cliente e toque em “Adicionar Produto ou Serviço”;  Coloque o e-mail do cliente (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela) Passo 4: insira os dados referentes à cobrança, como o nome do produto ou serviço, o valor, quantia se há imposto, frete e, ainda, se há desconto. O desconto é possível ser feito em porcentagem ou em reais; Adicione os dados referentes ao boleto (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela) Passo 5: clique em “Enviar”;  Após preencher os dados do boleto, toque em enviar (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela) Passo 6: tanto o cliente, quanto o vendedor, recebem e-mail de confirmação da geração do boleto. O usuário receberá um e-mail confirmando a emissão da fatura (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela) Pronto! Agora você já sabe como emitir boletos no PayPal para enviar para os seus clientes. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Returnal: trailer detalha as mudanças no hostil planeta Atropos

Returnal: trailer detalha as mudanças no hostil planeta Atropos

Tecmundo A desenvolvedora Housemarque lançou um novo trailer de Returnal, apresentando um pouco mais sobre as mudanças ambientais que o planeta Atropos irá sofrer com o passar do jogo.Como é possível observar nas imagens, o hostil planeta alienígena será palco para uma intensa perturbação da protagonista Selene, que deverá encontrar respostas no local para poder voltar para casa. No vídeo, são apresentados vários cenários que poderão ser explorados, cada um deles contendo estruturas como ruínas, catacumbas e muitas referências à ficção científica clássica, além de atmosferas únicas com suas próprias mecânicas de mundo.Leia mais... Veja Mais

Charlize Theron quer estrelar reboot LGBTQ+ de Duro de Matar

Charlize Theron quer estrelar reboot LGBTQ+ de Duro de Matar

Tecmundo Charlize Theron, protagonista de Mad Max: Estrada da Fúria, em entrevista à Vanity Fair, reforçou que deseja interpretar uma mulher que faz de tudo para salvar sua esposa em um reboot LGBTQ+ de Duro de Matar, franquia estrelada, originalmente, por Bruce Willis. A sugestão foi dada por um usuário do Twitter e compartilhada pela atriz, que se mostrou muito empolgada."Sim, quero dizer, é uma ótima ideia. É por isso que a postei em meu Twitter, pois simplesmente achei que era brilhante. Eu estava, tipo, 'isso precisa acontecer'. Quanto ao fato de que seriam duas mulheres, pensei: 'Sim, me coloquem nessa'", salientou Theron, cuja trajetória já conta com personagens de grupos minoritários.Leia mais... Veja Mais

Correios tem nome e domínio "oficial" usados por cibercriminosos em golpe por e-mail | Detetive TC

tudo celular O golpe é aplicado por e-mail e usa técnicas que induzem a pensar ser legítimo. Confira os detalhes na coluna. Veja Mais

Apple libera atualização macOS Big Sur 11.2.2 para corrigir limitação de laptops

canaltech A Apple liberou, nesta última quinta-feira (25), a atualização de número 11.2.2 (compilação 20D80) para o sistema operacional macOS Big Sur. Como você pode adivinhar, trata-se de um “minor update” — ou seja, ele não foi projetado para trazer novos recursos ou sequer otimizar o desempenho do SO, mas sim corrigir um pequeno erro que andava assolando os donos de MacBooks Pro (2019 ou posterior) e MacBooks Air (2020 ou posterior). macOS Big Sur 11.1 e 11.2 estão causando problemas de conexão com monitores Veja quais Macs são compatíveis com o Big Sur e como atualizar Safari vai permitir customizar página de nova guia com extensões A atualização vem para prevenir que os laptops sofram danos caso sejam conectados a docks ou hubs de má qualidade, fabricados por terceiros e que são alimentados pela porta USB-C. Muita gente relatou esse tipo de problema ao longo dos últimos meses, e, embora o uso de periféricos não homologados seja sempre desaconselhado, a Maçã resolveu emitir uma solução para tal questão a nível de software. Isso também significa que, basicamente, caso você esteja rodando o macOS Big Sur em qualquer outro iGadget (como o Mac mini, o iMac ou o Mac Pro), a compilação 11.2.2 é essencialmente inútil. Porém, é válido lembrar que a atualização 11.3 já está sendo testada em Beta e deverá ser disponibilizada ao público em breve — esta sim deve trazer melhorias significativas para o sistema operacional como um todo. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- De qualquer forma, para quem possui um MacBook Pro ou um MacBook Air, o update já está disponível para download via over-the-air (OTA). Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Como configurar o BlueStacks, emulador de Android para PC

canaltech BlueStacks (Mac | Windows) é um emulador do sistema operacional Android para computadores. Através do software, é possível fazer o download de apps e games para celulares e executá-los no desktop. É amplamente utilizado para games, incluindo comandos específicos e otimização para o uso de teclado e mouse. Como rodar jogos do Android no PC ou Mac 8 melhores jogos multiplayer para Android e iOS Os melhores jogos para Android de 2020 Apesar de ser voltado para jogos, nada impede de utilizar o emulador para baixar outros conteúdos da Play Store. Usuários podem testar apps ou baixar softwares que sejam muito pesados, funcionando como uma alternativa para quem possui aparelhos com o hardware limitado. Veja como baixar, instalar e configurar o BlueStacks! Como configurar o BlueStacks Passo 1: acesse o site do BlueStacks clicando aqui e faça o download do software; -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Baixe o BlueStacks em seu computador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 2: ainda no navegador, clique no ícone do download para executar o arquivo; Abra o arquivo instalador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 3: uma janela do BlueStacks será exibida. Clique em "Instalar agora". A primeira inicialização do emulador pode demorar alguns minutos; Comece a instalação (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 4: após a instalação, é necessário conectar com uma conta do Google. Clique em "Vamos lá" para iniciar; Configure o emulador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 5: faça login com uma conta do Google. Caso possua um aparelho Android, é possível utilizar a mesma conta vinculada; Entre com uma conta do Google (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 6: a tela inicial do BlueStacks simula um aparelho Android. Existem os botões de ação na parte inferior da tela e alguns apps já instalados, como o Chrome e um gerenciador de arquivos. Clique no ícone da Play Store para acessá-la; Entre na Google Play Store (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 7: a Play Store pelo emulador tem a mesma interface dos celulares e tablets. Procure por games e apps e faça o download; Acesse a loja de aplicativos pelo computador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 8: ao acessar a página de um app, selecione "Instalar" para fazer o download; Baixe aplicativos e games (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 9: retorne para a aba "My Apps" para acessar a tela inicial e visualizar os apps instalados. Clique em cada um para abri-los; Execute os aplicativos pelo computador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 10: clique e arraste a tela de cima para baixo para visualizar a aba de notificações do Android; Acesse as notificações da maneira que são exibidas em celulares (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) Passo 11: o BlueStacks ainda possui uma aba chamada "App Center", que reúne os apps mais baixados e jogos otimizados para uso no emulador; Encontre mais sugestões de aplicativos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela) O que acha do BlueStacks? Deixe seu comentário! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Crítica | Wrong Turn revitaliza o slasher e ensina o terror a criar vilões

canaltech   Desde a sedimentação do slasher como gênero, os estereótipos de colegiais ou jovens adultos são atualizados, mas raramente a escolha de quais seriam os estereótipos escolhidos mudava. Personagens clichês como a patricinha promíscua, a virgem, o idiota e o capitão do time, de certa forma adorados pelo público, apenas tiveram seus estereótipos contemporaneizados ao longo dos anos. Um deleite para os nerds que viam os bullies sofrer no cinema, numa vingança a la Nelson Rodrigues. A primeira coisa que vemos em Wrong Turn, é a subversão desse esquema clássico. Assim, o filme logo de cara já mostra o que é: uma homenagem a todos os tipos de slashers, mas uma homenagem às avessas. Longe de ser uma sátira inteligente e elogiosa como foi A Babá: Rainha da Morte (que faz propositalmente uma atualização dos clássicos estereótipos), Pânico na Floresta - A Fundação (título nacional) é um elogio a todos os desdobramentos do slasher e uma tremenda reflexão sobre novos estereótipos, originais dos nossos tempos. Além disso, o filme ainda faz uma belíssima correção do “caipira” estadunidense, inúmeras vezes tratado de forma bastante ofensiva pelos filmes de terror. Imagens: Reprodução/Constantin Film Wrong Turn consegue homenagear, atualizar e corrigir um sub-gênero do terror que é considerado praticamente canônico. É uma pena, no entanto, que o longa não tenha caído nas mãos de mentes criativas mais autorais, porque, ouso dizer, em termos de ideia e homenagem, ele não está distante de filmes como Pânico ou os novos Halloween. Pânico na Floresta 7 (como também vem sendo chamado) também se aproxima do pastiche tarantinesco ao emular clássicos do terror de uma forma que vai muito além da simples referência, apropriando-se também de estéticas, linguagens e ideias. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Atenção! A partir daqui a crítica pode conter spoilers. Reviravoltas Wrong Turn começa sem pressa e se aproveita dos estereótipos e clichês impregnados nas nossas mentes ao mostrar Scott (Matthew Modine) procurando a sua filha em uma pequena e aparentemente hostil cidade. Até então, podemos entender os moradores locais como vilões e estamos autorizados pela própria história do slasher a pensar isso. Em contrapartida, Wrong Turn não deixará de nos mostrar o enorme preconceito que há por trás dessas representações, o que acaba sendo consertado pelo próprio filme no final, quando os locais se tornam heróis incompreendidos e salvadores (um recurso deus ex-machina que podemos aceitar tranquilamente). Imagens: Reprodução/Constantin Film Quando finalmente começamos a acompanhar o tradicional “grupo de jovens”, seus estereótipos são quase caricaturas dos militantes virtuais, pessoas com conhecimento, entendimento e empatia pelas causas, mas que provavelmente nunca enfrentaram uma ameaça real. Assim, a protagonista, novamente “a mais inocente”, ao invés de ser uma virgem (estereótipo retrógrado), é uma privilegiada defensora dos direitos humanos. Chamados de "mimados idiotas", os jovens não ficam quietos e expõem seus currículos: Darius faz trabalho voluntário, Milla é oncologista (e a responsável por não deixar pessoas feridas guiarem o roteiro), Adam é um desenvolvedor de apps, Gary e Luis são donos de bistrôs em Nova York, enquanto Jen (Charlotte Vega) ostenta com não muito orgulho dois títulos de mestrado. Imagens: Reprodução/Constantin Film Com isso, A Fundação já estabelece personagens completamente diferentes, o que automaticamente extermina os clichês derivados dos estereótipos. Mesmo o “idiota” que fala quando não deve, personificado em Adam, é bastante diferente e não é simplesmente uma pessoa acéfala, mas uma pessoa que tem uma personalidade profundamente moldada por discussões de internet. Se os antigos slashers funcionavam como um espelho para os espectadores, este filme também convida à reflexão através dos seus personagens. Quando a Fundação entra na trama, tudo começa a ficar mais tenso, claro. A inserção desse núcleo é no mínimo interessante. Pânico na Floresta 7 tem inúmeras referências e elas não estão muito escondidas. A Bruxa de Blair, Midsommar, A Vila, Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado, Evil Dead e até mesmo a animação Como Treinar o Seu Dragão ganham espaço entre as inúmeras referências, inspirações e homenagens de Wrong Turn. Este é, na verdade, uma espécie de reboot, remake ou "sequência espiritual" de Pânico na Floresta ("Wrong Turn", no original), clássica franquia escrita por Alan B. McElroy, mesmo roteirista desta nova entrada na franquia. Imagens: Reprodução/Constantin Film Citando sem copiar, o filme consegue prestar uma homenagem ao legado, mas sem cair nos mesmos problemas dos antigos slashers, que é a calcificação do gênero: o slasher é original e empolgante quando surge, mas se torna enfadonho quando o gênero é comercialmente engessado. Wrong Turn, um terror indie, consegue fazer malabarismos com o clichê e a consequência disso é um filme que instiga justamente por seguir caminhos que não somos capazes de antecipar. Até o último segundo Inicialmente, parece que vamos ficar acompanhando o grupo de amigos caminhando na floresta, enquanto são subtraídos um a um, até que o pai de Jen chegue e salve a filha, única sobrevivente. Ainda que isso aconteça de certa forma, Wrong Turn acaba com essa linha de narrativa em pouquíssimo tempo. A sequência de abertura nos indica que Jen e seus amigos estão desaparecidos e, quando enfim começamos a acompanhar a história deles, tudo se desenrola bastante rápido e não demora muito para que o grupo tenha sido completamente capturado, além de já ter tido algumas baixas. As mortes não são perfeitamente previsíveis e acontecem pelos mais diversos motivos, o que traz mais camadas e complexidade para a história. O roteiro ainda chega a nos colocar em uma posição de dúvida bastante interessante ao inverter os papéis de vilões e mocinhos durante o julgamento promovido pela Fundação, uma excelente estratégia para remover o maniqueísmo da história. Imagens: Reprodução/Constantin Film Não é através do ponto de vista dos protagonistas que entendemos os membros da Fundação como maus, mas por suas próprias atitudes, sobretudo aquelas que limitam a liberdade dos membros do grupo. Podemos até entender que eles tenham uma ética e uma justiça próprias, que vivam segundo seus próprios valores, como acontece em Midsommar. Ao contrário do filme de Ari Aster, no entanto, o líder da Fundação é tirano com seu próprio povo, revelando a si mesmo como vilão. Crítica | A esperança agressiva de Midsommar: O Mal Não Espera a Noite Ao final, quando ele encontra Jen e sua família longe da floresta, o personagem enfim adquire ares de psicopatas como Charles Manson, cujo grupo foi inspiração para inúmeros filmes sobre “hippies do mal”, como Mandy: Sede de Vingança, outro tremendo elogio aos slashers. Na floresta, no entanto, a Fundação lembra outra cultura, pouco familiar dos brasileiros até muito recentemente, quando vimos as chocantes imagens da invasão ao Congresso dos EUA. Os chifres e peles de animais da ficção e da vida real, não devem ser mera coincidência, ainda que Pânico na Floresta 7 leve esses personagens ao extremo das suas próprias caricaturas. Imagens: Reprodução/Constantin Film Quem é fã de slashers e está contaminado por todos os códigos do gênero provavelmente irá se divertir como qualquer outro espectador ao ter suas expectativas frustradas pelas guinadas da trama. A imprevisibilidade se torna tão grande que ficamos grudados na tela até os segundos finais, quando contemplamos os mortos ao redor do veículo acidentado enquanto Jen e Ruthie caminham, somem do quadro e os créditos sobem. Ficamos atentos a cada detalhe até que a imagem se torna uma tela preta com a logo da Constantin Film. Nada mais aconteceu, mas fomos fisgados. Entre referências, quebras de expectativa e muitas imagens gráficas de crânios esfaqueados, amassados e quebrados, Wrong Turn consegue criar um filme que parece refrescar o slasher de uma forma que ainda não tínhamos visto. Sem uma direção claramente autoral, que tornaria este um clássico instantâneo, o longa corre o risco de passar despercebido não apenas pelo público em geral, mas também pelos fãs de terror, o que seria uma pena. Wrong Turn não apenas merece reconhecimento, como também oferece toda uma nova possibilidade de exploração do gênero, algo que não vemos surgir todo dia. *Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Canaltech Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Nova variante do coronavírus é descoberta em Nova York

Nova variante do coronavírus é descoberta em Nova York

Tecmundo Uma nova variante do coronavírus está circulando na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, preocupando as autoridades de saúde. Ela pode ter a capacidade de reduzir a eficácia das vacinas contra covid-19 atuais, conforme noticiou o The New York Times nessa quarta-feira (24).Identificada por duas equipes de pesquisadores diferentes, uma do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) e outra da Universidade de Columbia, a variante B.1.526 foi detectada pela primeira vez em amostras recolhidas na cidade em novembro.Leia mais... Veja Mais

Final Fantasy VII Ever Crisis é anunciado para iOS e Android

Final Fantasy VII Ever Crisis é anunciado para iOS e Android

Tecmundo A Square Enix trouxe novidades para o Final Fantasy VII Remake com um novo episódio com a Yuffie e um upgrade para o PS5 durante o State of Play. Porém, a empresa não parou por aí! No pós-evento foi anunciado o Final Fantasy VII Ever Crisis para iOS e Android! Confira o trailer a seguir:Leia mais... Veja Mais

Como a Inteligência Artificial já influencia na gestão de pessoas nas empresas

canaltech Não é exatamente uma novidade que a Inteligência Artificial já está presente no nosso dia a dia pessoal e profissional. Seja no atendimento efetuado por um chatbot, em um game, na recomendação de um filme ou em um software que usamos para executar processos em nosso trabalho e muito mais. E agora, essa tecnologia começa a crescer em uma área onde, até pouco tempo, sua presença era um tabu: a de Recursos Humanos - incluindo a gestão de pessoas nas organizações. Uma pesquisa recente conduzida pela Oracle e pelo Future Workplace descobriu que os profissionais de RH acreditam que a IA pode apresentar oportunidades para que eles dominem novas habilidades e ganhem mais tempo livre. Isso permitiria que os profissionais de RH - e líderes de equipes - expandam suas funções atuais para serem mais estratégicos em sua organização. No entanto, entre os líderes de RH que participaram da pesquisa, 81% disseram que acham difícil acompanhar o ritmo das mudanças tecnológicas no trabalho. Como tal, é mais importante do que nunca para os profissionais de desse setor compreenderem as maneiras como a IA está remodelando o setor. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- E de olho nessa mudança de cenário está a Robbyson, uma plataforma brasileira de People Management que utiliza ciência de dados, Machine Learning e gamificação para engajar, reconhecer e desafiar funcionários de indústrias dos mais diversos setores. Ao longo de 2020, a companhia viu dobrar o número de clientes e de usuários ativos de sua plataforma. Com a atração de novas marcas em diversos setores da economia — como financeiro, varejo, seguros e telecomunicações — a companhia registrou um aumento de 20% em seu faturamento no passado. Mas até onde a Inteligência Artificial pode ajudar na gestão de pessoas? Quando um olhar mais humano deve substituir a tecnologia? Para responder essas e outras questões, o Canaltech conversou com Laila Costa, Business Strategy da Robbyson, que explica como funciona a plataforma nesse gerenciamento e já adianta: "nada substitui o contato humano". Laila Costa, da Robbyson: "A Tecnologia não substitui as pessoas, mas complementa" (Imagem: Divulgação / Robbynson)  Confira como foi o papo: Canaltech - De que forma a inteligência artificial pode impactar na gestão de pessoas e negócios? Laila Costa: De muitas formas. Desde o mapeamento e mensuração de perfis de consumidores, até por meio de insights, a partir de grandes volumes de dados gerados, que podem auxiliar gestores no dia a dia de suas áreas e equipes. Na Robbyson acreditamos que tudo que pode ser medido, pode ser melhorado. Então, sempre que coletamos dados, podemos usar essas informações para o bem, ajudando gestores a projetarem futuros, ou com insights para uma tomada de decisão com mais segurança. CT - É possível utilizar a inteligência artificial para medir e acompanhar indicadores de performance individuais? L.C.: É exatamente o que fazemos. Na Robbyson, o comportamento observado, por meio dos grandes volumes de dados coletados, permite com que mesmo empresas com milhares de funcionários, possam fazer uma gestão até o nível de cada indivíduo. Nós conseguimos fazer recomendações personalizadas sobre como desempenhar uma função ou superar um desafio, dar dicas sob medida, recomendar treinamentos ou leituras para cada pessoa. Temos também uma aplicação de IA que são as predições, seja para comportamentos e atitudes, seja para performance de funcionários. A gestão individual por indicadores é peça fundamental na gestão de pessoas atualmente. Cada um deve se sentir reconhecido por aquilo que entrega e ter a possibilidade de melhorar em cada oportunidade identificada. Isso é meritocracia e gera engajamento e satisfação dos colaboradores. CT - Com a IA, os colaboradores poderão receber feedbacks automáticos ou virtuais? L.C.: Sim. É claro que o contato humano nunca será ou deverá ser substituído, mas para questões do dia a dia que são processuais, a inteligência artificial se torna uma grande aliada do gestor de uma equipe. A Robbyson, por exemplo, vai ainda mais além. A plataforma pergunta diariamente ao usuário sobre como ele está se sentindo. E entre as respostas “Top Demais, “Tô de boa” e “Tô pra baixo”, a ferramenta consegue identificar o clima de uma equipe e filtrar até aquele colaborador reincidente em um humor “Tô pra baixo” e orientar para que procure pelo gestor e compartilhe seus problemas, caso queira. A Robbyson também sinaliza ao gestor sobre o humor daquele colaborador e sugere uma aproximação individual. Nas questões da rotina do trabalho, a Robbyson consegue predizer se a performance de um colaborador não alcançará resultados em um determinado período e o orienta sobre o que fazer. Esses feedbacks chegam até o usuário em forma de notificações, mensagens do nosso chatbot e também pela nossa funcionalidade de ensino à distância (EAD) que consegue, por exemplo, sugerir um treinamento específico a um colaborador que precise de uma capacitação identificada pela própria plataforma. CT - Usar a IA para tais feedbacks não elimina uma parte importante da avaliação, que é o olhar humanizado? Ou o olhar de quem conhece o negócio mais a fundo e que a tecnologia não consegue perceber? L.C.: Não elimina porque não substitui. Ela agrega. Se torna mais uma parte do processo e mais: torna o processo mais justo, pois se baseia em dados e não em opiniões ou preferências. Como dito anteriormente, nada substitui o que o humano pode fazer. E o que ele pode fazer de melhor é criar e sentir. Isso não está em jogo na aplicação da Inteligência Artificial na gestão de pessoas. O que a I.A adiciona ao processo é uma leitura analítica e objetiva de cenários que oferece ao gestor ainda mais insumos para uma gestão mais inteligente, produtiva e assertiva. CT - Qual é o impacto da IA na gestão de grandes equipes? L.C.: A capacidade exponencial de alcançar muito mais pessoas do que normalmente. O impacto está principalmente na satisfação dos colaboradores e isso resulta diretamente no aumento da produtividade. O objetivo deve ser sempre o engajamento e o reconhecimento dos colaboradores de forma justa. Uma gestão otimizada, produtiva e a excelência nos serviços prestados são consequências naturais deste processo. Um ambiente corporativo onde pilares como comunicação, transparência, reconhecimento e autogestão são praticados de forma correta, é um ambiente com excelente clima organizacional, pessoas felizes e que trabalham para a melhor performance da empresa. Este é o grande impacto da IA na gestão de grandes equipes. Não é somente a aplicação da tecnologia pura. Isso é automação e pode até funcionar para áreas específicas de trabalhos robotizados. Onde há pessoas, há a necessidade de uma gestão inteligente. Com análise, com planejamento, com ideias, inovação e gestão individualizada. A boa aplicação da IA é fundamental em todos estes aspectos. CT - Como a Robbyson avalia o futuro do uso da IA pelas empresas no Brasil? L.C.: A avaliação é de que o uso tende a crescer. Atualmente, o uso está centralizado para traçar perfis de consumo e muito relacionado ao comportamento do consumidor e não a gestão de pessoas, equipes e indicadores. A tendência é de que a IA comece a ser utilizada como inteligência de negócio, de forma mais democrática, ampla e integrada. CT - Com a IA, é possível criar ambientes de trabalho mais justos ou meritocráticos? Que parâmetros ela leva em conta para definir condições justas nesse sentido? L.C.: A IA é parte fundamental na criação deste ambiente. Com a medição de indicadores individualizados, um gestor consegue ter conhecimento sobre os talentos e oportunidades de cada colaborador. Isso o ajuda a direcionar os colaboradores a funções de acordo com seu perfil e acordar metas justas para cada pessoa. É possível saber quem merece ser reconhecido. Na Robbyson, existe a funcionalidade da Central de Trocas e um método de reconhecimento gamificado por meio de uma moeda virtual, os Coins. À medida que o usuário alcança suas metas, ele acumula Coins, que podem ser trocados por itens ou experiências em uma Central de Trocas personalizada por níveis que também são medidos com base na conquista da moeda. Esta é uma forma de trazer reconhecimento de forma mais ágil e justa aos colaboradores que veem seus esforços sendo recompensados em um curto prazo. A médio e longo prazo, o gestor consegue avaliar por meios dos indicadores, a performance de um colaborador e indica-lo a uma promoção, troca de área ou função baseado em seu comportamento nos indicadores. CT - O que a IA ainda não consegue fazer pela gestão de pessoas hoje, mas será capaz de fazer em um futuro próximo? L.C.: Do ponto de vista de viabilidade, não existe nada que não possa ser executado. Porém, é preciso que exista um uso cada vez maior para que o dado seja mais aperfeiçoado e mais preciso (o que chamamos de acurácia). Assim, a I.A. consegue ser cada vez mais assertiva. CT - Como não perder a dimensão humana da gestão com o uso de IA? L.C.: Antes de mais nada, é preciso lembrar que nenhuma máquina é capaz de substituir pessoas. Elas existirão sempre para melhorar outras pessoas e negócios. É preciso fazer um uso inteligente e equilibrado da IA. É necessário que haja bom senso e que nunca se perca o interesse pessoal por suas equipes e indivíduos. Só o humano é capaz de sentir. As emoções serão sempre de grande importância em um ambiente de relações que são humanas. A tecnologia deve existir para ser uma grande aliada e não uma encurtadora ou substituta de relações. Leia também: NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil Como funciona o bot do Twitter que publica vagas de emprego na área de TI Pesquisadores criam sistemas que burlam detecção automática de deepfakes Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Linha Redmi K40 Pro é lançada com foco em alto desempenho

Linha Redmi K40 Pro é lançada com foco em alto desempenho

Tecmundo Nesta quinta-feira (25), a linha Redmi K40 Pro chega ao mercado com configurações potentes e conjunto robusto de câmeras. Possuindo duas variantes, os modelos recém-lançados contam com um processador topo de linha, armazenamento de sobra, três diferentes cores e, claro, preço competitivo — pelo menos no mercado internacional.Ambos os modelos são equipados com o potente processador Snapdragon 888, acompanhado de 8 GB de memória RAM para o Redmi K40 Pro e 12 GB para sua versão Plus. Para o armazenamento, o Redmi K40 Pro+ possui 256 GB enquanto a variante base possui opções de 128 GB e 256 GB disponíveis. Todo o conjunto é energizado pela bateria de 4.520 mAh com suporte para carregamento rápido de 33W, Quick Charge 3.0 e USB PD 3.0.Leia mais... Veja Mais

Sifu, jogo de combate de artes marciais, é anunciado para PS5

Sifu, jogo de combate de artes marciais, é anunciado para PS5

Tecmundo Durante o evento State of Play de hoje (25), foi anunciado Sifu, um jogo da Sloclap (de Absolver) que foca bastante no combate corpo a corpo com artes marciais. O jogo está programado para chegar ao PS5 ainda em 2021.No vídeo, vemos diversos personagens lutando e usando técnicas de kung-fu para derrotar inimigos, lembrando filmes de ação orientais. Confira o trailer:Leia mais... Veja Mais

Assistir WandaVision é obrigatório para Doutor Estranho 2 e Capitã Marvel 2?

canaltech Nesta sexta-feira (26), o Disney+ recebe o penúltimo episódio de WandaVision e, esperançosamente, todos os mistérios introduzidos durante a série serão respondidos até a semana que vem. O Universo Cinematográfico Marvel está passando por grandes mudanças e a Fase Quatro vai entregar toda a liberdade criativa que os roteiristas e produtores nas novas séries e filmes, iniciados justamente por Wanda Maximoff e Visão. Música do vilão de WandaVision estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Wanda pode ser o primeiro ‘Ser Nexus’ revelado no MCU; entenda Quem é Agatha Harkness e quais são seus poderes nas HQs da Marvel? Com tantos conteúdos exclusivos para o Disney+ em live-action da Marvel, incluindo Falcão e o Soldado Invernal e Loki, que chegam ao catálogo neste ano, o público fica em dúvidas se as séries são indispensáveis para quem deseja acompanhar toda a linha do tempo do MCU. E para tratar dessa preocupação, ninguém menos que o presidente da Marvel, Kevin Feige, para tirar as dúvidas. Seria indispensável assistir WandaVision para acompanhar o restante do MCU? (Imagem: Divulgação / Marvel Studios) Já se sabe que Elizabeth Olsen, nossa Feiticeira Escarlate, está atualmente em Londres para cumprir a agenda de gravações de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, enquanto Teyonah Parris reprisará seu papel como Monica Rambeau em Capitã Marvel 2. Este último apresentará alguns personagens novos, mas os fãs permanecem ansiosos para ver uma conexão com WandaVision, assim como o próximo capítulo da história de Stephen Strange. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Eu me preocupo com tudo o tempo todo. Meu trabalho é me preocupar com tudo. Uma coisa com a qual não me preocupo é mais Teyonah Parris. Acho que isso é bom. Mas é muito semelhante de filme para filme, honestamente. Tentamos fazer com que as histórias se desdobrem de uma forma que, se você estiver acompanhando e vendo o que a precedeu, estará no caminho certo. E o mais importante, se ainda não o fez, você estará atualizado. Assine Amazon Prime por R$ 9,90/mês e ganhe frete grátis, catálogo de filmes e séries que compete com a Netflix, livros, músicas e mais! Teste 30 dias grátis! Doutor Estranho no Multiverso da Loucura deve chegar apenas em 2022 (Imagem: Divulgação / Marvel Studios) A fala de Kevin Feige remete muito às entrevistas para a Entertainment Weekly que antecederam a estreia de WandaVision, em que o Presidente da Marvel Studios esclareceu que qualquer um poderia acompanhar a série, tendo visto todos os filmes do MCU ou nenhum deles. De qualquer forma, é inevitável afirmar que se o fã está em dia com todos os títulos que compõem a Saga do Infinito e, agora, com as séries do Disney+, ficará mais preparado para o que vem a seguir. Então, houve muitas conversas com Sam Raimi e Michael Waldron, e toda a equipe de Doutor Estranho que este filme precisa funcionar para as pessoas que assistiram WandaVision, mas o mais importante, precisa funcionar para as pessoas que não assistiram. [Para as pessoas que] talvez Vingadores: Ultimato tenha sido a última vez que viram Wanda, ou um dos filmes anteriores. Ou talvez ela seja uma personagem que eles estão conhecendo pela primeira vez. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! Capitã Marvel 2 fará parte da Fase Quatro do MCU (Imagem: Divulgação / Marvel Studios) Doutor Estranho no Multiverso da Loucura e Capitã Marvel têm estreias previstas para 2022, enquanto Homem-Aranha: No Way Home deve chegar no natal desse ano. Outros títulos como Viúva Negra, Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis e Os Eternos também possuem lançamentos aguardados a partir de maio, mas que estão sujeitos a mudanças devido à pandemia de COVID-19. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua

canaltech Durante as missões do programa Apollo, da NASA, os astronautas coletaram amostras de rochas lunares que foram trazidas para análise em Terra. Agora, ao analisar o material trazido pelas missões Apollo 15 e 17, entre 1971 e 1972, uma equipe de cientistas encontrou uma assinatura de isótopo que indica a ocorrência de eventos geológicos na história recente da Lua, como a formação de seu núcleo e a cristalização do oceano de magma.  Hipótese de que a Lua se formou após impacto de Theia com a Terra é fortalecida Encontrados metais em crateras da Lua que podem dar pistas sobre sua formação Estudo inovador revela que a Lua pode ser mais jovem do que pensávamos Segundo Alberto Saal, co-autor do estudo, por muito tempo foi considerado que as amostras de rochas basálticas lunares tinham variação limitada na proporção de isótopos de enxofre, o que deveria indicar que o interior da Lua possui composição homogênea do isótopo. Agora, no estudo, eles mostraram que os vidros vulcânicos analisados possuem, na verdade, bastante variação na proporção, que pode ser explicada pelos eventos que ocorreram na história recente lunar. A Apollo 17 pousou na região de Taurus-Littrow, escolhida por suas rochas mais antigas e jovens que aquelas das outras missões (Imagem: Reprodução/NASA/Kevin M. Gill) Eles trabalharam com a composição do isótopo de enxofre porque ela pode revelar detalhes sobre a evolução química da lava que, um dia, fluiu pela Lua. Assim, eles analisaram 67 amostras de vidro vulcânico com inclusões de lava que foram trazidas durante as missões Apollo, que podem representar alguns dos materiais vulcânicos mais primitivos presentes em nosso satélite natural. Essas inclusões são pequenas bolhas de lava que ficaram presas no vidro, que “prendem” a lava antes que o enxofre e outros elementos sejam liberados como gases nas erupções, um processo chamado de "desgaseificação". Por isso, elas indicam como era a fonte original de lava.  -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Os cientistas mediram os isótopos do enxofre nas inclusões derretidas e no vidro, e usaram os resultados para calibrar um modelo do processo de desgaseificação para todas as amostras: “após sabermos mais sobre a desgaseificação, é possível estimar como era a composição original do isótopo de enxofre das fontes que produziram a lava”, diz Saal. No fim, os cálculos mostraram que a lava veio de diferentes reservas do interior da Lua, com diferentes proporções dos isótopos de enxofre. Os valores do isótopo do enxofre 34, considerado “pesado”, podem ser explicados pelos processos de congelamento e cristalização pelos quais a Lua jovem passou. Isso fez com que o enxofre fosse removido do magma, produzindo reservas sólidas com o isótopo pesado — provavelmente, essa foi a fonte dos valores do isótopo já encontrados em algumas rochas basálticas e vidros vulcânicos coletados na Lua. Os resultados obtidos sugerem que as amostras registraram eventos críticos que ocorreram ao longo da história lunar. Embora mais estudos sejam necessários com outras amostras para que seja possível entender melhor a composição dos isótopos na Lua, estes resultados já ajudam a resolver questões antigas sobre o que fica no interior do nosso satélite natural. O artigo com os resultados do estudo foi publicado na revista Science Advances. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja Mais

COVID: Pfizer aposta em terceira dose para combater variante sul-africana

canaltech O surgimento de novas variantes do coronavírus SARS-CoV-2 acendeu o alerta sobre a redução da eficácia das vacinas já em uso, como a fórmula desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer e pela empresa de biotecnologia alemã BioNTech. Agora, os pesquisadores da vacina contra a COVID-19 começam a testar uma terceira dose, como um reforço específico contra a cepa da África do Sul (501Y.V2).  COVID-19 | Tudo o que você precisa saber sobre as variantes do coronavírus Vacina da Moderna contra variante da África do Sul está pronta para testes Vacina da Pfizer recebe registro definitivo da Anvisa; como fica o Brasil? De acordo com testes sobre a eficácia do imunizante da Pfizer/BioNTech, a fórmula — que adota uma tecnologia de RNA mensageiro (mRNA) para promover a imunização contra o coronavírus — desencadeou uma resposta imunológica mais fraca à cepa identificada na África do Sul. De forma semelhante, outras vacinas contra a COVID-19 enfrentam o mesmo desafio, já que foram desenvolvidas com base no vírus ancestral, ou seja, antes das novas mutações. Pfizer-BioNTech começam a testar reforço de vacina contra a COVID-19, desenvolvida para a cepa da África do Sul (Imagem: Reprodução/ Eyeeyeview/ Rawpixel) Vale lembrar que a vacina da Pfizer/BioNTech, aplicada até o momento em apenas duas doses, foi a primeira a ser autorizada para uso nos Estados Unidos, em dezembro do ano passado, após um amplo estudo global com 44 mil voluntários. Nessa pesquisa, foi possível observar uma taxa de eficácia de 95%. Na prática, uma recente pesquisa israelense, com 1,2 milhão de voluntários, verificou uma eficácia muito similar, de 94% para casos sintomáticos.  -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Como são os testes para o reforço contra a COVID? Nesta quinta-feira (25), as empresas anunciaram o início dos testes de eficácia da terceira dose da vacina da Pfizer/BioNTech em um pequeno estudo com humanos. Dessa forma, os pesquisadores buscam até 144 voluntários para receber o reforço. No entanto, essas pessoas devem ter, obrigatoriamente, participado dos outros estudos do imunizante no ano passado e devem ter sido vacinadas em um período de seis meses a um ano. Além disso, apenas voluntários com idades entre 18 e 55 ou entre 65 e 85 são elegíveis para o novo estudo.  O objetivo da pesquisa é verificar a presença de anticorpos neutralizantes contra as cepas circulantes, principalmente a da África do Sul, quando receberem a dose extra, uma semana depois e um mês depois. Os anticorpos neutralizantes são parte da resposta imune, junto a outros tipos de anticorpos e células T, que podem impedir que um vírus entre nas células e se replique, ou seja, que a infecção se prolifere. “Queremos não apenas proteger durante esta pandemia, mas nos preparar para o que gostamos de chamar de a variante desagradável do futuro, se uma aparecer”, explicou William Gruber, porta-voz da Pfizer, em uma entrevista. Até o momento, as empresas não comentaram quando esperavam ter os resultados do novo estudo. Reformulação da vacina contra a COVID-19? Além da dose reforço, a Pfizer e a BioNTech também estão em discussões com os reguladores de saúde internacionais sobre o estudo de uma versão ajustada de sua vacina que os pesquisadores projetaram para proteger também contra a variante encontrada na África do Sul. Em outras palavras, este seria outro caminho, já que envolveria a reformulação da atual vacina que está sendo distribuída. “Estamos tomando várias medidas para agir de forma decisiva e ficar prontos caso uma cepa se torne resistente à proteção conferida pela vacina”, afirmou o presidente-executivo da Pfizer, Albert Bourla, em um comunicado, sobre esta via contra a COVID-19. Outras vacinas também buscam soluções Na luta pela imunização contra o coronavírus, outros desenvolvedores também investem recursos em doses extras. É o caso da Moderna que, na quarta-feira (24), afirmou ter desenvolvido uma adaptação na vacina pensada contra a cepa encontrada na África do Sul. De acordo com a farmacêutica norte-americana, a fórmula já estaria pronta para testes nos Estados Unidos. A Johnson & Johnson também está trabalhando em adaptações contra as variantes. De acordo com a agência federal dos EUA, a Food and Drug Administration (FDA), vacinas de reforço contra variantes emergentes do coronavírus devem ser avaliadas de forma mais rápida e, para isso, não serão necessários grandes testes de eficácia, como acontece durante os estudos de Fase 3. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

China revela primeiras imagens das amostras lunares coletadas pela Chang'e 5

canaltech A China completou sua missão Chang’e 5 em dezembro de 2020, quando a cápsula com amostras da superfície lunar foi arremessada pelo módulo de serviço, caindo na Mongólia Interior, 23 dias após o lançamento da missão. Agora, a Administração Espacial Nacional da China (CNSA), cujos cientistas e engenheiros espaciais receberam os cumprimentos do presidente chinês Xi Jinping, revelou as amostras ao público. Veja a bandeira de tecido que a China hasteou na Lua e saiba mais sobre ela Conheça a trajetória das missões Chang'e, que levaram a China à Lua Conheça o passado, o presente e o futuro do programa espacial chinês (Imagem: Reprodução/CCTV/CNSA/CLEP) O conteúdo da cápsula de reentrada da Chang'e 5 foi coletado de uma região chamada Oceanus Procellarum, que é o maior dos "mares" lunares na borda ocidental, no lado próximo da Lua. Essa foi a primeira vez em que a humanidade trouxe material lunar desde 1976, quando a missão soviética Luna 24 trouxe cerca de 170 gramas de regolito para a Terra. O sucesso da Chang’e-5 marca a conclusão do programa inicial de exploração lunar da China, que consistiu em três etapas: orbitar, pousar e retornar da Lua com amostras. Na última segunda-feira (22), o presidente Xi Jinping se encontrou com a equipe da missão com Grande Salão do Povo, Pequim, no momento em que as fotos das amostras foram exibidas ao público. Grãos escuros e material fino da Lua se misturam com pequenos pedaços de vidro basáltico, criado pelo vulcanismo lunar, de acordo com a descrição abaixo das imagens. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- (Imagem: Reprodução/CCTV/CNSA/CLEP) Além de revelar o material lunar ao público, a China anunciou que cientistas de todo o mundo poderão obter um pouco das amostras para pesquisas. Os procedimentos para solicitar acesso às amostras foram publicados pela CNSA em janeiro. Por fim, as amostras estarão em uma exposição pública, dentro de um recipiente feito de cristal artificial, a partir de março. O recipiente, com a forma de um antigo vaso ritualístico, já foi enviado ao museu para que os curadores possam montar a exposição. Há uma série de outras curiosidades no recipiente de cristal, como suas medidas — 38,44 cm x 22,89 cm —, que fazem referência à distância média entre a Terra e a Lua (384.400 km) e ao tempo de duração da missão Chang'e-5, desde o lançamento ao pouso (22,89 dias). Além disso, interior mostra a Terra e o mapa da China, e conta ainda com uma esfera oca que representa a Lua. Essa esfera é onde as amostras estarão protegidas. (Imagem: Reprodução/National Museum of China) Quanto ao design do recipiente na forma de vaso, é uma referência a uma antiga peça feita de bronze, chamada zun. Trata-se de um vaso alongado com uma borda alargada, usado para armazenar o vinho das cerimônias e rituais da China antiga. A escolha do formado é uma homenagem e respeito prestados pelo museu à história e ao tesouro do país. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Brasileiros já podem fazer reservas para testar a internet Starlink, da SpaceX Rochas coletadas nas Apollo 15 e 17 revelam pistas do que há no interior da Lua Veja Mais

Plug in te desafia a navegar sem passar por Google, Amazon, Microsoft e Facebook

canaltech Você sabe o quanto as gigantes da tecnologia, como Google, Amazon e Facebook são necessárias para a internet atual? Para ajudar a ter uma noção de quantos sites passam por empresas como estas, o Economic Security Project lançou um plug in para navegadores que bloqueia todos os sites com IPs de Google, Facebook, Microsoft ou Amazon. Twitter terá aviso sobre materiais vazados em publicações Nova rede social Chekmarc aposta em novos aprendizados e saúde mental A ferramenta se chama Big Tech Detective e não somente impede que você visite os sites, como mostra algumas estatísticas sobre o quanto estas empresas estão inseridas na página visitada. O objetivo é revelar que grande parte dos sites e, principalmente, das redes sociais está sob o guarda-chuva destas gigantes ou contam com serviços que elas possuem. Por exemplo, se um serviço usa a rede de nuvem AWS da Amazon, precisa fazer uma requisição sempre que um usuário visita o endereço. O que o plug in faz é verificar se houve esta requisição para alguma destas big techs — e quantas foram. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- A questão é que são muitos e muitos sites que usam serviços simples destas empresas. Por exemplo, se uma página se aproveita de um conjunto de caracteres do Google Fonts, já se enquadra no plug in. Esse é só um dos vários exemplos. A ideia não é mostrar que estas ferramentas são nocivas, mas alertar para o quanto a navegação atual depende destas empresas. Todos os buscadores convencionais (incluindo Duck Duck Go) caíram no alerta do plug in, bem como as plataformas de streaming. As redes sociais mais comuns também não podem ser acessadas com a ferramenta. Se você quiser experimentar a ferramenta, ela está disponível para Google Chrome e Firefox. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

SpaceX culpa calor por explosão no Falcon 9

SpaceX culpa calor por explosão no Falcon 9

Tecmundo A SpaceX, empresa de bilionário Elon Musk, anunciou que o calor excessivo foi o culpado pela falha no pouso do foguete Falcon 9, no último dia 16. O ocorrido quebrou uma série de 20 pousos bem-sucedidos de boosters Falcon 9.A missão consistia no lançamento de 60 satélites Starlink, que oferecerão internet de alta velocidade em todo o mundo. Eles foram levados com sucesso para a órbita desejada, mas o propulsor do foguete teve uma falha e não conseguiu pousar na embarcação “Of Course I Still Love You”, que o aguardava no Oceano Atlântico. Os motores deveriam ser desligados após a queima da entrada do veículo, mas a câmera da embarcação registrou um forte brilho ao longe, no momento em que o pouso deveria ter acontecido.Leia mais... Veja Mais

Google apoia plataforma que permite rastrear propagação de doenças em tempo real

canaltech Nesta quarta-feira (24), o Google.org passou a apoiar o Global.health, uma plataforma aberta de dados epidemiológicos construída em parceria com pesquisadores das universidades de Oxford (Reino Unido), Tsinghua (China), Northeastern e do Boston Children’s Hospital (EUA). O apoio se dá por meio de doação e participação de fellows. Coronavírus em tempo real: mapa interativo mostra regiões mais afetadas do globo Plataforma mostra como está a situação da COVID-19 na sua cidade Coronavírus: plataforma brasileira informa risco de COVID-19 em cada região Quando os primeiros casos de COVID-19 foram relatados em Wuhan, na China, os dados se apresentaram como um recurso valioso no combate à pandemia. Foi com isso em mente que um grupo de pesquisadores que documentou o início do surto uniu forças e começou a coletar dados que poderiam ajudar epidemiologistas de todo o mundo a modelar a trajetória da doença. No entanto, o fluxo inicial do trabalho não foi projetado para o aumento exponencial de casos. Os pesquisadores recorreram, então, ao Google.org em busca de ajuda. Como parte da contribuição de US$ 100 milhões (R$ 542 milhões aproximadamente) do Google para iniciativas relacionadas à pandemia, o Google.org concedeu US$ 1,25 milhão (R$ 6,77 milhões) em financiamento e providenciou uma equipe de dez integrantes do Google.org em tempo integral e sete voluntários do Google de meio período para ajudar no projeto. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Google apoia plataforma que permite rastrear propagação de doenças em tempo real; plataforma foi criada pensando na COVID-19 (Imagem: HwangMangjoo/Rawpixel) Os voluntários do Google trabalharam com os pesquisadores para criar a Global.health, uma plataforma aberta e escalável que reúne milhões de casos de COVID-19 de mais de 100 países. Essa plataforma ajuda epidemiologistas em todo o mundo a criar modelos da trajetória da COVID-19 e a rastrear suas variantes e futuras doenças infecciosas. Para ajudar a comunidade global de pesquisadores nesse importante trabalho, a equipe do Google.org passou seis meses empenhada no desenvolvimento da plataforma. Lado a lado com profissionais da Universidade de Oxford e do Boston Children’s Hospital, a equipe conversou com pesquisadores e funcionários de saúde pública que trabalham na linha de frente para entender os desafios que enfrentaram ao lidarem com bases de dados sobre a doença. Vale perceber que os dados anonimizados usados na Global.health vêm de fontes abertas de autoridades de saúde pública, e passam por um painel de especialistas em dados para garantir que as informações atendem rigidamente os requisitos de anonimato. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Ray Donovan: após cancelamento, série ganhará filme para concluir a trama

Ray Donovan: após cancelamento, série ganhará filme para concluir a trama

Tecmundo Após o inesperado cancelamento de Ray Donovan no ano passado, após 7 anos no ar, a série fará um retorno em forma de filme para concluir a história.O longa vai continuar de onde a 7ª temporada terminou, com Mickey, interpretado por Jon Voight, à solta e Ray determinado a encontrá-lo antes que ele possa continuar seu massacre. A produção também vai abordar a briga atual entre Donovan/Sullivan e a história de origem de Ray e Mickey de 30 anos atrás.Leia mais... Veja Mais

Marketplace do Magazine Luiza ganha loja oficial da Apple com preços exclusivos

canaltech O Magazine Luiza agora possui uma loja oficial da Apple, oferecendo acesso a uma linha completa de dispositivos e acessórios de uma das mais importantes empresas de tecnologia do mundo. A companhia responsável pelo iPhone terá um espaço dedicado exclusivamente aos seus produtos, incluindo iPhone, MacBook, Apple Watch e AirPods, entre outros. Com a novidade, os clientes terão acesso às vantagens de comprar usando a plataforma do Magalu e a tranquilidade de saber que estarão adquirindo o produto diretamente de um revendedor autorizado pela fabricante. Além disso, a empresa está trazendo preços exclusivos para a loja oficial, com condições imperdíveis para quem procura os produtos da Apple. Acesse a nova loja oficial da Apple Como funciona o marketplace no Magalu O Magalu Marketplace é uma plataforma que funciona como um shopping virtual. Com ele, dentro do site principal do Magazine Luiza, é possível encontrar produtos vendidos por diferentes fornecedores e empresas. Isso é boa notícia para o consumidor, uma vez que a variedade de itens disponíveis no mesmo local aumenta, também servindo para facilitar o processo de compra, já que você pode fazer tudo pelo aplicativo do Magalu e usar todas as formas de pagamento oferecidas pela varejista. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/- Ou seja, comprar através da loja da Apple dentro do Magazine Luiza une a melhor experiência de compra, com diversas opções de pagamentos e preços exclusivos imperdíveis, à garantia de estar adquirindo o produto com a garantia do fabricante. Essa loja oficial é autorizada pela Apple e operada através do Revendedor Autorizado Apple, Allied Tecnologia S.A. Todos os produtos comercializados aqui são novos e originais da Apple, possuem qualidade e garantia do fabricante, detalhadas no site da Apple no Brasil. O que encontrar na loja da Apple Você vai encontrar vários dos principais produtos da Apple disponíveis na loja oficial no marketplace do Magazine Luiza, como linhas completas de iPhone, iPad e Apple Watch. Além deles, está presente a Apple TV, os fones totalmente sem fio AirPods e AirPods Pro, além de acessórios — como carregadores, cabos e capinhas — que são utilizados no dia a dia. Com tantas opções disponíveis, selecionamos duas das melhores ofertas para você conferir na nova loja e já começar a aproveitar os preços excelentes com toda a segurança de compra do Magazine Luiza. iPad (8.ª geração) em oferta O novo iPad é caderno digital, escritório portátil, estúdio fotográfico, videogame e sala de cinema. Com o chip A12 Bionic, você tem potência de sobra para os apps mais importantes e jogos envolventes. Edite um documento, faça uma busca na internet e uma chamada FaceTime com um amigo. Tudo ao mesmo tempo. Com o Apple Pencil, anotar, desenhar ou só rabiscar no iPad é fácil, rápido e parece mágica. Conecte um Smart Keyboard para digitar com todo o conforto em um teclado completo. E vá ainda mais longe com Wi-Fi e bateria para o dia todo Esse modelo do iPad costuma ser vendido por a partir de R$ 3.999 no modelo com 32 GB de armazenamento, mas está com o preço exclusivo da loja oficial e pode ser comprado por R$ 3.248,05 (32 GB) e R$ 4.274,05 (128 GB). É um preço imperdível para quem deseja ter o melhor tablet do mercado para estudar, trabalhar, ler, jogar e assistir filmes e séries. Confira a oferta do iPad (8.ª geração) na loja oficial da Apple no Magalu: iPad (32 GB) por R$ 3.248,05 iPad (128 GB) por R$ 4.274,05 Apple Watch SE em oferta O Apple Watch SE tem o mesmo tamanho de tela Retina do Series 6 para mostrar mais informações. Ele também vem com sensores avançados que registram todos os seus objetivos de boa forma e exercícios, além de recursos poderosos para manter você saudável e em segurança. O app Sono permite criar uma rotina para dormir e monitorar seu sono. Além disso, você recebe ligações e mensagens e ouve música direto do seu pulso. É muito para gostar por menos do que você imagina. O Apple Watch SE costuma ser vendido por a partir de R$ 3.799, mas aproveitando a oferta atual da nova loja oficial da Apple, você pode levá-lo para casa por um preço bem interessante. Confira a oferta do Apple Watch SE por a partir de R$ 2.592,55 Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Caiu aí? YouTube passa por instabilidade na noite desta quinta-feira (25)

tudo celular Plataforma passou por instabilidade e usuários tiveram dificuldades para acessar canais. Veja Mais

Como saber se a vacina foi aplicada? Pode filmar? Especialistas tiram dúvidas

canaltech A vacinação contra a COVID-19 teve início em inúmeros países, incluindo o Brasil. Integram o grupo prioritário profissionais da saúde, indígenas e idosos. No entanto, algumas imagens começaram a correr nas redes sociais, mostrando que enfermeiros espetam a agulha no braço da pessoa e retiram sem aplicar o imunizante. A prática antiética acendeu uma onda de receios e questões em torno da vacina. Com isso em mente, o Canaltech procurou especialistas para entender como saber se a dose foi aplicada. Plano de vacinação nacional conta com quatro imunizantes; veja quais Retrospectiva: a corrida das vacinas e o que 2021 nos promete Vacinação contra a COVID-19 começa no Brasil; quando chegam mais doses? Algumas capitais brasileiras começaram, no final de janeiro, a vacinação de idosos contra a doença. Na época, o país vibrou com o novo passo alcançado na corrida pelas vacinas. No entanto, em meio à campanha, alguns vídeos polêmicos passaram a tomar conta das redes sociais, em que enfermeiros supostamente espetam a agulha no braço de idosos mas não injetam o imunizante. Os casos tomaram proporções tão grandes, que alguns deles tiveram que ser resolvidos na justiça: o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) passou a investigar a denúncia de aposentada Luciana Jordão, de 57 anos, que filmou o momento da vacinação de sua mãe, Floramy de Oliveira Jordão (88 anos) e questionou a profissional após notar que o líquido continuava na injeção. A enfermeira, na ocasião, chegou a pedir desculpas e então aplicou a dose. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS), a enfermeira foi afastada da campanha de vacinação. Assim como outros casos, o vídeo repercutiu primeiro no Twitter: -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Será verdade de novo?Segundo @sagres730, o vídeo mostra momento em que #vacina NAO é injetada em idosa.Floramy de Oliveira Jordão, 88 anos, só recebeu a dose de forma correta depois q a filha dela, q fez o vídeo, denunciou o ocorrido. Em #Goiania.. pic.twitter.com/P0xU1zlfBD — RegisGalo13 (@RegisGalo_13) February 10, 2021 O caso deixou a população desconfiada, e muita gente passou a filmar o ato da vacinação não apenas como uma recordação do momento histórico na luta contra a COVID-19, mas também para certificar-se de que a dose está sendo aplicada de fato. Mas em meio a isso, diversas dúvidas acabam surgindo, e foi por isso que o Canaltech conversou com Lúcia Helena Linheira Bisetto, professora do curso de Enfermagem da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). A profissional recomenda, acima de tudo, que as pessoas peçam para presenciar enquanto o enfermeiro prepara a dose, antes de injetar: "Sugiro que a pessoa solicite ao vacinador que o preparo da dose de vacina na seringa seja realizado na sua presença, para que ela fique atenta durante a vacinação e verifique se a seringa está vazia ao término do procedimento", diz Lúcia. "O paciente deve presenciar todo o processo da vacinação, antes e após a administração da vacina, pois é uma medida que contribui para a sua segurança", completa. Questionamos também se o profissional precisa usar luva e máscara para aplicar a vacina, porque essa é uma dúvida que muita gente acaba tendo durante a vacinação, ao deparar-se com enfermeiros sem esses itens. "Segundo a Organização Mundial da Saúde, não é obrigatório o uso de luvas para a aplicação de vacinas. Se o profissional optar por usar luva, ela deverá ser trocada a cada paciente vacinado. Na pandemia, como medida de proteção para si e para os outros, todo cidadão deve usar máscara. Assim, durante a vacinação, paciente e profissional devem usar máscara", explica a enfermeira. A professora do curso de enfermagem garante, ainda, que todo o material utilizado no Programa de Imunizações do Brasil é descartável, para garantir a segurança do paciente, e que os enfermeiros têm sido orientados a manter as boas práticas da vacinação e segurança do paciente. "Cada serviço de saúde tem seus protocolos de assistência", afirma. Muitos acham que a seringa precisa estar completa com líquido, mas não é bem assim. "Cada dose das vacinas CoronaVac e Astrazeneca contém 0,5 ml", diz a professora do curso de enfermagem. Além disso, "há seringas de diversas graduações, ou seja, de tamanhos diferentes para serem utilizadas de acordo com a quantidade de líquido a ser injetado". Por isso, quando a seringa é muito longa, dá a impressão de que está sem líquido, algo que acontece principalmente por causa do espaço morto. "É um espaço residual, entre o canhão da agulha e o bico de encaixe da seringa, onde fica depositado o produto a ser administrado. O líquido nesse espaço permanece após o esvaziamento da seringa", acrescenta Lúcia. Pode filmar a vacina? Enfermeira e advogado garantem que o paciente tem todo o direito de filmar o ato da vacinação (Imagem: Katja Fuhlert / Pixabay) Questionada se o paciente pode filmar o ato da vacinação, Lúcia garante: "Sim, ele está consumindo um serviço e tem todo o direito de acompanhar o procedimento realizado pelo profissional". De acordo com o advogado e professor da PUC-SP Ricardo Vieira, o paciente não só pode como deve filmar. "Já existem instruções das secretarias estaduais de saúde. Como existe a aplicação em um ambiente público, as pessoas podem sim registrar esse momento. Toda administração pública se deve pautar pela publicidade, então é permitido sim o registro da imagem", afirma. E caso o enfermeiro não autorize filmar o ato da vacinação, o paciente pode até chamar a polícia. "Se a pessoa se recusar, o paciente pode acionar a polícia militar para fazer valer o direito dela, denunciar na secretaria de Saúde pedindo adoção das providências administrativas contra o funcionário, e também informar o ministério público, porque ele está agindo em desacordo com a determinação da secretaria da saúde", ressalta o especialista. "Em relação à divulgação da imagem nas redes sociais, que extrapola os fins de registro pessoal, tem que tomar cuidado, porque a pessoa que for gravar e divulgar em redes sociais não pode obter lucro com essa divulgação. Por exemplo: se for um YouTuber e monetizar o vídeo", o advogado explica. Ricardo Vieira alerta, no entanto, que não existe um crime específico por deixar de aplicar a vacina. "Como as pessoas recebem um certificado de vacinação quando tomam o imunizante, em que tem o nome do paciente, o nome do fabricante da vacina, número do lote, é assinado com o nome do enfermeiro e o número do conselho de enfermagem, o enfermeiro que não aplica a vacina, em tese acaba dando uma certidão de vacinação falsa, então responde pelo crime de falsidade ideológica, porque está emitindo um documento que tem uma declaração falsa, já que a pessoa na realidade não tomou a vacina", conclui. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Veja a 1ª foto panorâmica em 360º de Marte registrada pelo rover Perseverance O maior asteroide que passará perto da Terra em 2021 se aproxima de nós em março Veja essa incrível foto de Vênus feita pela sonda Parker, que estuda o Sol Sonda da NASA parece ter flagrado um objeto entrando na atmosfera de Júpiter WandaVision | Música do vilão estava na nossa cara o tempo todo e ninguém notou Veja Mais

Bloodborne: produtor Masaaki Yamagiwa confirma saída da Sony

Bloodborne: produtor Masaaki Yamagiwa confirma saída da Sony

Tecmundo Através de suas redes sociais, o produtor Masaaki Yamagiwa, de Bloodborne, confirmou que está deixando o Sony Interactive Entertainment Japan Studio no final do mês de fevereiro.Masaaki Yamagiwa foi o responsável por Déraciné, exclusivo de VR, e Tokyo Jungle, além do consagrado Bloodborne. O produtor integrava a equipe do Japan Studio desde 2010, quando foi contratado como analista, e deixa a desenvolvedora para focar em projetos pessoais, que ainda não foram detalhados.Leia mais... Veja Mais

Jetpack Compose: Google lança versão beta com facilidades para criar apps Android

tudo celular Confira o que há de novo no Jetpack Compose beta que foi lançado hoje pelo Google com diversas facilidades para desenvolvimento de aplicativos Android. Veja Mais

The Last of Us 2: jogador destrói Stalkers com o punho sem tomar dano

The Last of Us 2: jogador destrói Stalkers com o punho sem tomar dano

Tecmundo The Last of Us Part 2 já está disponível há algum tempo e, como muitos já terminaram a campanha, estão em busca de novos desafios. Neste sentido, por exemplo, podemos citar o caso do jogador Gwelio Ren, que decidiu encarar um grupo de Stalkers usando apenas os punhos.No segmento utilizado para o desafio, temos a oportunidade de ver o jogador em um trecho em que Abby está andando com uma pequena tocha para iluminar um local infestado de Stalkers, usando como arma apenas as mãos da personagem e sem tomar nenhum dano.Leia mais... Veja Mais