Meu Feed

Últimos dias

Criador de The Boys revela qual HQ da Marvel o lendário Stan Lee odiava

canaltech Stan Lee foi o cocriador dos principais ícones da Marvel Comics, como Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, Hulk, Doutor Estranho, Homem de Ferro, entre outros. Garth Ennis é o pai de vários clássicos modernos, a exemplo de Preacher, Hitman, The Boys, entre outros. E, agora, Ennis revela qual série sombria da linha Marvel MAX o lendário Stan odiava. The Boys | HQ finalmente tapa buraco na trama que incomodou por 18 anos The Boys x Liga da Justiça? Criador revela que série fazia parte do Universo DC Ennis trabalhou um tempo na Marvel fazendo alguns bons trabalhos com o Justiceiro e também com Nick Fury na linha MAX, um selo adulto que permite à Casa das Ideias explorar aventuras mais violentas de algumas de suas criações que também exigem obras com essa faceta. E, como ele está de volta para a minissérie Get Fury, falou mais sobre como seus roteiros desagradavam Stan. Em uma entrevista recente para o site CBR, Ennis diz que se lembra de sua “antiga série Fury com algum carinho” enquanto “levava o personagem para o que via como seu lugar lógico no mundo, ou seja, um completo lunático apaixonado pela guerra”.  -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- E, em seguida, revela: “Eu sei que, entre outros, Stan Lee não gostou, mas, justamente por nunca ter lido nenhum de seus quadrinhos, isso não significa tanto para mim quanto poderia para alguns”, cutuca o autor irlandês. Nova série de Fury escrita por Ennis chega ao mercado gringo em maio (Imagem: Reprodução/Marvel Comics) Lançada em 2012 como Fury MAX, esta série limitada estava repleta de sangue, violência e bastante nudez, levando Fury para diferentes conflitos globais que duraram décadas ao longo de sua série de 13 edições. Como Ennis adora o tema militar, ele também usou Frank Castle, o Justiceiro, em sua mistura. Assine Amazon Kindle Unlimited por apenas R$ 19,90/mês e tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais! Bem, não chega a uma surpresa que Ennis tenha desdenhando das HQs criadas por Stan, até porque o irlandês critica publicamente os super-heróis, a exemplo do que podemos ver em The Boys. A nova série Get Fury para a linha MAX chega ao mercado gringo em maio. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Nintendo Switch: os 25 melhores jogos com até 90% de desconto

Nintendo Switch: os 25 melhores jogos com até 90% de desconto

Tecmundo Ei, Nintendista, chega mais e venha conferir as promoções da Nintendo desta semana! Como manda a nossa tradição, listamos alguns dos melhores jogos para Nintendo Switch com preço reduzido, com vários games de peso com até 90% de desconto na eShop brasileira!Entre os destaques das ofertas de jogos para Nintendo Switch desta semana você vai encontrar títulos como What Lies in the Multiverse, Moving Out 2, LEGO DC Super-Villains, Crown Trick, Dead Cells, Mario + Rabbids Kingdom Battle e Overcooked! Special Edition, que está custando apenas R$ 9,99 na eShop BR.Leia mais... Veja Mais

Causa da maior explosão de raios gama já vista é confirmada

canaltech A maior explosão de raios gama já detectada no espaço foi decifrada, mas deixa um novo mistério “no ar”. Um novo estudo confirmou que o evento foi provocado por uma supernova, mas os elementos que esse tipo de explosão produz não foram encontrados. Quem descobriu as supernovas? O que aconteceria com a Terra se uma supernova explodisse por perto? -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Em outubro de 2022, os astrônomos detectaram o evento GRB 221009A, uma explosão de raios gama tão poderosa que ganhou o apelido "Brightest of All Time" (Mais Brilhante de Todos os Tempos, ou simplesmente BOAT). O fenômeno foi tão surpreendente que os cientistas cogitam ter sido o maior em toda a história da humanidade. Não foi fácil descobrir a causa de uma explosão tão intensa, mas, por fim, concluiu-se que foi a explosão de uma estrela massiva a cerca de 2,4 milhões de anos-luz. Além disso, os cientistas sabem que, após a explosão, a estrela colapsou em um buraco negro. O problema é que esse tipo de supernova e colapso não deveria gerar tanta energia. Outro mistério é que o brilho diminuiu gradualmente, algo também incomum. Círculos formados pela interação entre as partículas produzidas pela BOAT e as nuvens de poeira (Imagem: Reprodução/ESA/XMM-Newton/M. Rigoselli (INAF)) Para determinar a causa do evento, os autores do novo estudo decidiram observar a região após a explosão — a intensidade dos raios gama era tanta que impossibilitou observar o objeto durante a emissão dos raios gama, assim como não podemos ver a lâmpada de um farol aceso no escuro. Então, cerca de seis meses após a detecção do BOAT, a equipe usou o telescópio James Webb para examinar os arredores à procura de elementos típicos de uma supernova (cálcio e oxigênio, por exemplo). Surpreendentemente, eles descobriram que os elementos não estavam muito brilhantes. Isso significa que a supernova não foi algo excepcional, como seria esperado em um evento tão brilhante. Isso colocou dúvidas sobre a relação entre a luminosidade de uma explosão de raios gama e a supernova associada.   Ao confirmar a supernova, os pesquisadores aproveitaram para testar outra hipótese: poderia um evento de colapso de estrela em buraco negro produzir elementos pesados, como ouro e platina? Por enquanto, cientistas conhecem apenas um meio de se produzir elementos mais pesados que o ferro no universo — as quilonovas, isto é, a colisão entre duas estrelas de nêutrons. Dada a baixa ocorrência desse tipo de evento e alta quantidade de elementos, os astrônomos suspeitam que existam outros métodos de produção. Um dos candidatos era as supernovas, o que nos leva ao BOAT. Se alguma explosão estelar poderia produzir elementos pesados, a mais energética já observada deveria fazê-lo. Contudo, os autores do estudo não encontraram nenhum desses elementos. O artigo da pesquisa foi publicado na revista Nature Astronomy. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Review Galaxy A25 | Um bom intermediário barato KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Veja Mais

Maioria dos casos de infecção hospitalar vem da pele dos pacientes

canaltech As infecções hospitalares são um grave problema para a saúde pública. Inclusive, estão associadas com elevados níveis de óbitos após uma cirurgia e são uma causa recorrente de readmissão hospitalar. Eis que pesquisadores dos Estados Unidos acabaram de descobrir que, na maioria das vezes, esses patógenos já viviam na pele dos pacientes — este é o improvável local de origem da maioria das bactérias. Nova classe de antibióticos elimina superbactérias e pode salvar milhões As bactérias mais mortais do mundo Para ser preciso, 86% das bactérias que causam infecção hospitalar, após uma cirurgia de coluna, já estavam presentes no corpo do paciente. É o que revelam os médicos e os cientistas do Centro Médico de Harborview, que é parte da Universidade de Washington.  Enquanto estão na pele (parte externa) dos pacientes, esses patógenos não causam nenhum sintoma. Os problemas começam quando eles entram dentro do organismo, durante o procedimento cirúrgico, disseminando infecções e, em alguns casos, chegando até a corrente sanguínea, onde podem ser mortais. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Origem das infecções hospitalares Toda a pesquisa, recém-publicada na revista Science Translational Medicine, começou a partir do seguinte dado: a cada 30 procedimentos cirúrgicos, um paciente é acometido por alguma infecção hospitalar, sem explicação aparente. Para a equipe do hospital norte-americano, as infecções ocorrem nessa proporção mesmo quando são adotadas inúmeras medidas de prevenção, como a esterilização de todos os equipamentos cirúrgicos, o uso de luz ultravioleta para limpar o centro cirúrgico, o cumprimento de protocolos rígidos para vestimentas e o monitoramento do fluxo de ar dentro do ambiente. "Durante um ano, coletamos amostras de bactérias que vivem no nariz, pele e fezes de mais de 200 pacientes antes da cirurgia [na coluna vertebral]. Em seguida, acompanhamos esse grupo, coletando amostras de infecções que ocorreram posteriormente”, contam os pesquisadores, em artigo na plataforma The Conversation. Assim, “mostramos que muitas infecções do sítio cirúrgico após cirurgia da coluna vertebral são causadas por micróbios que já estão na pele do paciente”, acrescentam os autores sobre a conclusão do estudo. A maioria das bactérias que causam infecção hospitalar já estavam na pele do paciente, antes da cirurgia (Imagem: Gerd Altmann/Pixabay) Além disso, as análises revelaram que quase 60% das infecções hospitalares eram resistentes ao antibiótico preventivo administrado durante a cirurgia, ao antisséptico usado para limpar a pele antes da incisão ou a ambos.  Como evitar as infecções? Embora a descoberta aponte para uma conclusão não óbvia — os hospitais não são a principal fonte de infecções hospitalares —, é possível adotar novas medidas de prevenção, a partir desses achados. Por exemplo, o uso de novos antissépticos para a limpeza da pele ou até pesquisas no microbioma do paciente, antes da cirurgia. A ideia é adotar medidas mais personalizadas, de acordo com o histórico, para reduzir o risco. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Review Galaxy A25 | Um bom intermediário barato KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Veja Mais

Ubuntu 24.04 ganha versão Beta com GNOME 46

canaltech A versão Beta do Ubuntu 24.04 já está entre nós. Liberada nesta semana, a compilação experimental da atualização traz a interface gráfica GNOME 46, com suporte ao OneDrive, melhorias no instalador do sistema operacional e outras novidades. 13 coisas que usam Linux e você não sabia Qual foi a primeira distribuição Linux criada? Ubuntu 24.04 Beta já está disponível A nova compilação de testes é uma das últimas etapas para a distribuição geral da versão estável do Ubuntu 24.04, prevista para ser liberada até o final de abril. Na fase atual, os usuários ganham uma imagem mais estável do sistema operacional, porém, ainda com algumas falhas e outras inconsistências de menor proporção — por isso é recomendável testá-la apenas em uma máquina virtual ou um PC secundário. Como já era esperado, a grande estrela da atualização é a interface gráfica GNOME 46. Lançada em março, a nova versão se destaca por trazer compatibilidade com o OneDrive, permitindo o acesso aos arquivos guardados na nuvem da Microsoft. O explorador de arquivos nativo, conhecido como Nautilus, também recebeu incrementos. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- O Ubuntu 24.04 também conta com mudanças no instalador, como a nova área de acessibilidade e a opção para importar uma configuração de instalação automática. As demais melhorias se concentram na central de aplicativos, na interface gráfica da ferramenta para atualizar o firmware e na presença do utilitário de rede Netplan 1.0. Vale lembrar que a Canonical, desenvolvedora do Ubuntu, atrasou a liberação do Beta para evitar a brecha de segurança do XZ Utils descoberta recentemente e que poderia abrir margem para grandes ataques. Nova área de acessibilidade do instalador do Ubuntu 24.04 Beta (Imagem: Divulgação/Canonical) Suporte estendido Seguindo a tradição, dois anos após a estreia do Ubuntu 22.04, a Canonical traz outra versão com selo LTS, uma abreviação para “Tempo prolongado de suporte” (tradução livre). Isso significa que o Ubuntu 24.04 possui cinco anos de atualizações nos canais oficiais, o que ajuda a evitar bugs e problemas de segurança. Por ser uma versão LTS, o Ubuntu 24.04 também é compatível com o Ubuntu Pro, um programa que, entre vários benefícios, prolonga o suporte para 10 anos. Esse prazo pode subir para 12 anos ao contratar o Legacy Support. Ou seja, caso utilize o Ubuntu 24.04 sem aditivos, as atualizações serão oferecidas até 2029. Já ao contratar o Ubuntu Pro e o Legacy Support, os pacotes serão distribuídos até 2034 e 2036, respectivamente. Quando o Ubuntu 24.04 será liberado? A atualização para a versão final do Ubuntu 24.04 está prevista para abril de 2024 — ou seja, nas próximas semanas. Após a disponibilização, você poderá instalar a versão estável no seu computador e desfrutar das novidades e de mais uma versão com suporte prolongado. A Canonical também oferece a atualização sem a necessidade de formatar o computador, através de uma notificação enviada ao sistema. Por outro lado, se você realmente precisa de uma versão LTS, a empresa recomenda aguardar a liberação da versão 24.04.1, prevista para junho. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

X-Men '97: novo teaser revela possível participação de um dos Vingadores; veja vídeo!

X-Men '97: novo teaser revela possível participação de um dos Vingadores; veja vídeo!

Tecmundo Os fãs de X-Men '97 foram pegos de surpresa com a recente revelação de um possível crossover com um dos heróis mais emblemáticos do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU): o Capitão América. Um teaser recém-lançado da série deixou os espectadores em polvorosa ao mostrar o escudo icônico do Capitão América, sugerindo uma conexão iminente entre os X-Men e os Vingadores.Leia mais... Veja Mais

Fallout 76 fica de graça por tempo limitado para celebrar lançamento da série

canaltech Quem se empolgou com a estreia de Fallout e quer continuar a explorar as terras desoladas dos Ermos por mais tempo poderá fazer isso sem desembolsar um único centavo sequer. Assinantes do Amazon Prime vão poder resgatar o jogo Fallout 76 de graça tanto na versão para PC quanto para Xbox. Como baixar jogos de graça no Prime Gaming Fallout | 5 detalhes que só os fãs dos games vão entender O resgate pode ser feito até o próximo dia 15 de maio, o que significa que você tem um mês para ir até a página do Prime Gaming — área dedicada a jogos do Amazon Prime — e pegar seu jogo. Uma vez feito isso, o game é adicionado à sua biblioteca para sempre.  Fallout 76 é a experiência multiplayer da série e pode ser baixado de graça até o dia 15 de maio (Imagem: Reprodução/Bethesda) Diferente da grande maioria dos jogos da série, Fallout 76 tem uma pegada multiplayer até então inédita na franquia. Assim, os jogadores incorporam o papel desses sobreviventes do Refúgio 76 que têm seu primeiro contato com o mundo exterior e se deparam com a realidade devastada por um apocalipse nuclear, embarcando em missões sozinho ou ao lado de amigos. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Lançado em 2018, o game foi alvo de muita discussão e polêmica quando chegou aos consoles. Isso porque ele chegou repleto de bugs e falhas que tornavam toda a exploração muito mais penosa do que deveria, atrapalhando a experiência. Com uma ideia bastante equivocada de que o jogo não precisava de NPCs, os jogadores buscaram outras formas de se divertir — entre elas, explodir uma mega bomba-nuclear que, em tese, não deveria ser acionada dentro do game em questão de meses. Pois o pessoal desbloqueou o armamento em dias. Jogo permite que você se junte aos seus amigos para encarna a Irmandade do Aço (Imagem: Divulgação/Bethesda) Porém, seis anos depois, Fallout 76 se tornou um jogo muito mais estável e próximo daquilo que a produtora Bethesda prometeu na época de seu anúncio. Além disso, ao longo de todo esse tempo, o game recebeu ainda diversas expansões que tornaram a experiência geral de explorar os Ermos muito mais interessante. Como baixar Fallout 76 de graça? A única exigência para aproveitar a oportunidade e baixar Fallout 76 de graça é ser assinante do Amazon Prime — o que inclui também para quem for utilizar o período de 30 dias gratuito do programa. Cumprindo este requisito, é só acessar a página do Prime Gaming e escolher a sua versão.  Para resgatar seu Fallout 76 de graça, basta acessar a página do Prime Gaming e selecionar o jogo (Imagem: Captura da Tela/Canaltech/Durval Ramos) As versões de PC e Xbox são oferecidas em separado e a boa notícia é que, caso você seja um jogador das duas plataformas, pode resgatar os dois jogos sem qualquer impedimento. Além disso, outros conteúdos relacionados a Fallout estão disponíveis para os assinantes, incluindo o game Fallout Tactics e a trilha sonora do seriado via Amazon Music. Para quem for baixar o RPG tático, fica um adendo. Ao contrário de Fallout 76, Fallout Tactics tem um prazo menor de resgate. O jogo só pode ser adquirido sem custo algum até o dia 24 de abril. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Como uma greve de taxistas ajudou na criação de Stellar Blade; entenda!

Como uma greve de taxistas ajudou na criação de Stellar Blade; entenda!

Tecmundo Stellar Blade, exclusivo de PS5 que chega no dia 26 de abril, chamou muita atenção pelo seu vasto e vibrante universo — além do gameplay frenético que parece ser muito divertido. Recentemente, Kim Hyung Tae, diretor do hack 'n' slash coreano, revelou que se inspirou em uma greve de taxistas para a criar o game.Em entrevista recente ao PlayStation Blog, o desenvolvedor relembrou o dia em que presenciou uma greve de taxistas, motivada pela evolução dos carros com direção automática. Na verdade, o maior medo dos motoristas era que os carros autônomos, ou seja, aqueles que dirigem sozinhos, pudessem dominar o negócio e "roubar" seus empregos.Leia mais... Veja Mais

O que é Coronium? Conheça a história do elemento químico que não existiu

O que é Coronium? Conheça a história do elemento químico que não existiu

Tecmundo Em 1869, os astrônomos norte-americanos aguardavam ansiosamente pela ocorrência de um eclipse solar total que passou por algumas regiões dos Estados Unidos. Na época, dois cientistas conseguiram identificar uma linha de emissão no espectro da coroa solar que não estava nos parâmetros de nenhuma substância identificada pela ciência. Por isso, eles afirmaram que se tratava de um novo elemento chamado de corônio (coronium).Também conhecido como newtônio, o elemento foi descoberto pelos astrônomos Charles Augustinus Young e William Harkness, quando realizaram medições do espectro do Sol durante o eclipse total. Em diferentes experimentos, eles encontraram evidências de um possível novo elemento que poderia revolucionar a trajetória da ciência.Leia mais... Veja Mais

Ator de As Branquelas entra na onda e posta foto se declarando ao Brasil

Ator de As Branquelas entra na onda e posta foto se declarando ao Brasil

Tecmundo Após Vince Martella, o Greg de Todo Mundo Odeia o Chris, ganhar milhões de seguidores declarando seu amor pelo Brasil, parece que a moda realmente pegou entre celebridades estrangeiras. Nesta sexta-feira (12), Marlon Wayans (As Branquelas) também homenageou os fãs locais, afirmando que é o mais famoso entre todos que entraram na onda.“Eu vejo todas essas pessoas com camisetas dizendo o quão famosos eles são no Brasil... MAS eu sou o MAIS FAMOSO no Brasil. BRBRBR te amo Brasil, muito”, escreveu o famoso em uma publicação no Instagram. Ele aparece em uma foto na qual veste uma camiseta dizendo que não é só popular no país, como também tem um CPF.Leia mais... Veja Mais

Lava e seca encolhe roupas?

canaltech As máquinas lava e seca podem ser uma mão na roda para quem procura mais praticidade na hora de lavar roupa e já secá-las de forma mais ágil. No entanto, pode ser uma preocupação para alguns pelo risco de encolher as peças.  Review Cadence Gran Italiana | Cafeteira boa, mas não é italiana Review WAP Family 4L | Airfryer compacta e potente Mas será que isso é verdade? Em quais situações as roupas podem encolher após o uso na lava e seca? Neste texto, eu tiro essas dúvidas e esclareço os mitos e verdades sobre o encolhimento de roupas na lava e seca.  Este é o CT Eletro, o mais novo projeto do Canaltech! Nossa missão de ajudar você a escolher produtos eletrônicos agora se estende a um universo ainda maior. Com o CT Eletro, você terá acesso às informações mais atualizadas e confiáveis sobre os melhores produtos para o seu lar. Estamos aqui para tornar suas escolhas mais simples e acertadas quando se trata de tornar sua casa um lugar mais confortável e funcional. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- ???? Veja ofertas de máquinas Lava e Seca no Magalu ???? Veja ofertas de máquinas Lava e Seca no Mercado Livre ???? Veja ofertas de máquinas Lava e Seca Amazon Afinal, lava e seca encolhe as roupas, mesmo?  De forma direta, sim e não. As máquinas lava e seca podem, sim, encolher algumas roupas, mas isso acontece em casos específicos, portanto dá para ter um controle maior sobre esses “acidentes”.  Basicamente, o que faz a peça encolher ou não é o tipo de tecido com o qual ela é feita. As roupas de tecidos naturais, ou seja, feitas de algodão, lã ou seda, por exemplo, têm mais tendência de encolher após o uso na lava e seca.  Isso porque as fibras naturais da peça se retraem com o calor da máquina, causando o efeito de encolhimento.  Ainda assim, porém, não são todos os casos em que roupas de tecidos naturais encolhem, mas esse é um cenário mais variável, sobre o qual não há muito controle.  Máquinas lava e seca podem ser boas aliadas no dia-a-dia (Imagem: Divulgação/Toshiba) Já os tecidos sintéticos são mais resistentes à alta temperatura das máquinas lava e seca e, portanto, não têm risco de encolhimento. Assim, você pode colocar suas roupas de poliéster, por exemplo, para lavar e secar normalmente que eles não vão encolher.  Como saber se a roupa pode ir na lava e seca?  Além de se atentar para o tipo de tecido, você também pode contar com um grande aliado na hora de saber se a roupa pode ou não ir na lava e seca: a própria etiqueta da peça.  Nela, há alguns símbolos que indicam o tipo de material e os cuidados necessários: se ela pode ser lavada na máquina ou apenas à mão, se pode usar ferro de passar roupa e se pode ir na máquina de secar. Então, é só seguir as instruções na etiqueta que não tem erro.  O que fazer se a roupa encolher após o uso na lava e seca?  Caso você coloque uma roupa de tecido natural na lava e seca e ela encolha, talvez ainda haja uma solução. Em alguns casos, as fibras conseguem retornar ao estado natural após alguns usos. Elas laceiam com o tempo e ficam mais “esticadas”. Mas, se isso não acontecer de forma natural, há ainda um “truque” para forçar esse laceamento. Uma dica é deixar de molho por pelo menos 24 horas em uma solução de água com amaciante. Isso faz com que as fibras absorvam o produto e voltem ao tamanho normal. Mais uma vez, porém, essa não é uma tática infalível e pode não dar certo em todos os casos.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

Axis apresenta nova câmera de segurança com sensor duplo 4K e recursos de IA

tudo celular O equipamento também vem com suporte a uma plataforma que protege a câmera e as informações captadas por ela Veja Mais

NASA anuncia estratégia para combater detritos espaciais

canaltech A NASA anunciou novos planos para mitigar o lixo espacial na órbita terrestre. A agência publicou a primeira parte da sua Estratégia de Sustentabilidade Espacial, uma iniciativa desenhada para lidar com as mudanças do ambiente espacial sem abrir mão da sua preservação para gerações futuras. Nesta etapa, a estratégia é focada na órbita da Terra, mas deve ser expandida para outros domínios no futuro.  Parte do metal poluindo a atmosfera da Terra vem do lixo espacial Lixo espacial: o que é esse perigo na órbita da Terra? “O lançamento dessa estratégia marca um verdadeiro progresso para a NASA na sustentabilidade espacial”, descreveu Pam Melroy, administradora adjunta na agência espacial. Com a nova iniciativa, a NASA planeja medir e avaliar a sustentabilidade espacial na órbita da Terra, incentivar a adoção de práticas sustentáveis e compartilhar informações com o restante da comunidade espacial global.  Melroy alertou que o espaço está ficando cada vez mais ocupado por objetos espaciais. “Se quisermos garantir que as partes críticas do espaço sejam preservadas para que nossos filhos e netos possam continuar usando-as para o benefício da humanidade, a hora de agir é agora”, ressaltou.  -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Para isso, a NASA já conta com diferentes entidades que trabalham nas melhores práticas, ferramentas analíticas e tecnologias usadas em todo o mundo. Agora, a ideia é unir estes recursos para que a agência possa direcionar os esforços às questões que mais exigem atenção. Um diretor de sustentabilidade espacial vai ser nomeado, sendo o responsável pela coordenação de atividades na área de combate aos detritos espaciais.  A nova estratégia da NASA vai ser direcionada ao lixo espacial na órbita baixa, onde há mais detritos; a imagem mostra os objetos já em monitoramento (Imagem: Reprodução/NASA ODPO) Segundo estimativas da Agência Espacial Europeia atualizadas em dezembro de 2023, a órbita da Terra abriga mais de 36 mil pedaços de lixo espacial com mais de 10 cm de comprimento; ao considerar aqueles com dimensões entre 1 mm e 1 cm, o número aumenta para 130 milhões. Muitos destes detritos orbitais se movem a velocidades sete vezes maiores que aquela de uma bala. Para evitar colisões com eles, satélites e até a Estação Espacial Internacional precisam realizar manobras de desvio. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

Twitter não permitirá mais que as contas ocultem o selo azul

canaltech A plataforma X (o antigo Twitter) começou a notificar os usuários que em breve eles não poderão mais ocultar o selo azul de verificação de seus perfis, independente do status de assinatura. A medida tem o potencial de gerar mais polêmica junto ao público da plataforma. Como deixar o Twitter mais seguro | 8 dicas Como sair do Twitter | Fazer logoff A alteração da regra acompanha outra decisão controversa da rede social, na última semana, de “presentear” contas populares com o X Premium e o polêmico selo. Exibição do selo azul Na era pré-Elon Musk, o Twitter dava o selo de verificação para contas de figuras públicas ou vozes importantes dentro das suas áreas de atuação mediante uma solicitação de análise junto à plataforma. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Na era do Twitter, selo verificado era concedido para figuras públicas e vozes importantes mediante solicitação (Imagem: Alexander Shatov/Unsplash) Após a compra da rede social, o bilionário decidiu que o selo azul seria exibido apenas para quem assinasse a versão Premium — o que gerou novas discussões sobre a credibilidade das informações divulgadas na rede. Perfis verificados e contas com legado no Twitter perderam o selo na mudança para o X, e, no meio dessa polêmica, os usuários também começaram a zombar de quem pagava a assinatura para ter o check azul. Nesse cenário, Musk concedeu a opção dos assinantes ocultarem o sinal de verificação de suas contas. Agora, o proprietário muda novamente a regra e não vai mais permitir a retirada do selo das contas. BREAKING: #X seems to be removing the ability to hide the verification checkmark! pic.twitter.com/1Kn2OU4puj — Nima Owji (@nima_owji) April 11, 2024 X Premium de graça Na semana passada, a plataforma X pegou o público de surpresa ao começar a distribuir o selo azul de verificado de forma gratuita para algumas contas populares. Em mensagem, a rede social convida os perfis com mais de 2,5 mil seguidores que “como um membro influente da comunidade no X, estamos dando uma assinatura de cortesia ao X Premium, sujeita aos termos do X Premium”. As contas contempladas podem rejeitar a cortesia, e a rede social informa que também pode cancelar a oferta gratuita do plano a qualquer momento. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

6 jogos ao estilo de Supermarket Simulator disponíveis para Android

6 jogos ao estilo de Supermarket Simulator disponíveis para Android

Tecmundo Supermarket Simulator se tornou um fenômeno em todo mundo. O simulador de administração de mercados se tornou uma febre entre os jogadores e streamers, por apresentar uma pegada simples, e ao mesmo tempo um tanto viciante. E, embora até o momento ele seja exclusivo para PC, ainda sim é possível jogar versões alternativas para Android. Elas variam desde clones muito parecidos, alguns mais completos que o original, até outros títulos com a mesma temática, mas uma jogabilidade um pouco diferenciada. E para te ajudar a escolher o que jogar em meio a tantas opções, hoje o Voxel traz uma lista com os melhores games estilo de Supermarket Simulator para Android. Confira!Leia mais... Veja Mais

Apple vai permitir reparo do iPhone com peças originais usadas; entenda

Apple vai permitir reparo do iPhone com peças originais usadas; entenda

Tecmundo A Apple anunciou nesta quinta-feira (11) uma importante atualização no processo de reparo do iPhone, passando a permitir que o celular seja consertado com peças originais usadas, mantendo todas as suas funcionalidades. A novidade entrará em vigor a partir do próximo outono nos Estados Unidos, que se inicia em setembro.Durante o reparo do smartphone, a Maçã realiza o processo de emparelhamento, verificando se um componente é genuíno. Em caso de utilização de peça que não for nova ou original, o telefone passa a exibir notificações afirmando não ser possível confirmar a procedência e, em alguns casos, ela pode não funcionar totalmente, como nos sensores Touch ID e Face ID.Leia mais... Veja Mais

Google vai abrir vagas para centro de engenharia de SP

Google vai abrir vagas para centro de engenharia de SP

canaltech O Google já prepara terreno para o seu próximo centro de engenharia em São Paulo (SP). Ao portal G1, a big tech anunciou nesta quinta-feira (14) que vai abrir vagas para tecnologia, incluindo as áreas de desenvolvimento e dados. Para participar, os interessados precisam falar em inglês e ter experiência e graduação na área. Como se preparar para uma entrevista de emprego no Google? 8 cursos de linguagens de programação online e gratuitos Google vai contratar mais pessoas no Brasil As posições são destinadas ao futuro campus do Google, mas serão ocupadas antes mesmo da estreia do espaço. A empresa explica que, neste primeiro momento, os funcionários serão alocados nos demais escritórios da empresa, mas depois serão destinados ao centro de engenharia, previsto para 2026. No geral, as vagas vão atender as posições de estágio até liderança, com foco em tecnologia e áreas correlatas. Entre elas, estão os postos para ciência de dados, engenharia de software e segurança. O Google também reserva vagas afirmativas para pessoas com deficiência, pretas e pardas.  -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Para participar, os interessados devem ter experiência e formação na área, além de outras exigências que vão variar de cargo para cargo. Além disso, o inglês é outro pré-requisito para atuar no futuro centro de engenharia da empresa em São Paulo. Google prepara centro de engenharia Os postos de trabalho são destinados ao futuro centro de engenharia do Google de São Paulo (SP), que vai seguir os moldes do espaço similar de Belo Horizonte (BH). Anunciado em fevereiro, o campus será inaugurado em 2026 no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). A ideia do ambiente é criar um espaço multidisciplinar para desenvolver produtos e soluções para serviços já existentes, como o Gmail, Busca e afins. O espaço também tende a encontrar novos caminhos para áreas estratégicas, como privacidade e segurança. “O Google tem um compromisso de longo prazo com o Brasil, país que está entre os maiores mercados para nossos produtos e serviços no mundo, incluindo a Busca”, afirmou o presidente do Google Brasil, Fábio Coelho, na apresentação do projeto. “Promovemos um impacto positivo na economia brasileira de mais de R$ 150 bilhões em 2022 e seguimos investindo e contribuindo para o desenvolvimento do país nas próximas décadas.” Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço ???? PARCELADO | Compre Samsung Galaxy Tab S9 FE em ótimo preço X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Por que os trailers da CinemaCon não são liberados ao público?

Por que os trailers da CinemaCon não são liberados ao público?

canaltech A CinemaCon 2024 está chegando ao fim. O maior evento da indústria cinematográfica de Hollywood, que acontece desde 2011 em Las Vegas, iniciou sua programação na última segunda-feira (8) e chega ao fim nesta quinta-feira (11), após as principais produtoras do mercado terem realizado suas apresentações. Beetlejuice 2 | Filme ganha primeiro teaser e nome nacional terrível Por que Nosferatu é o filme ilegal mais famoso da história do cinema? Neste ano, filmes como Beetlejuice 2, Nosferatu e Michael, a cinebiografia de Michael Jackson, tiveram seus trailers exibidos na feira, além de James Gunn ter revelado o logo do novo filme do Superman, que promete ser o destaque da feira do próximo ano. Só que nada disso foi mostrado ao público do lado de fora do evento. Imagem de Beetlejuice 2 (Imagem: Divulgação/Warner Bros. Pictures) Como acontece em todas as edições da CinemaCon, o uso de celulares não foi permitido durante as exibições e os trailers do evento ficaram, ao menos nesse primeiro momento, restritos aos profissionais presentes na conferência. Uma decisão que sempre faz muita gente se questionar: por que, afinal, as imagens e trailers exibidos na CinemaCon não são liberados para o público? -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Um evento de negócios Embora seja tão importante e famosa quanto outras conferências como a CCXP, a SDCC e a D23, a CinemaCon é, diferente delas, um evento global voltado para os profissionais da indústria e não para os fãs de cinema e cultura pop. E isso muda tudo. Segundo a própria conferência, sua finalidade é reunir representantes de diferentes áreas do cinema mundial com o intuito de apresentar as tendências e novidades do mercado. Uma programação que inclui apresentações exclusivas de produtos de Hollywood, exibições de trailers e longas-metragens e até mesmo debates sobre toda a cadeia de produção do filme — indo da exibição a distribuição, marketing e mídias sociais. Primeira imagem revelada da cinebiografia de Michael Jackson (Imagem: Divulgação/Lionsgate) Isso significa que muitos dos trailers veiculados na feira são direcionados aos profissionais presentes no local, fazendo parte de uma estratégia de marketing voltada para esse público-alvo. Por apenas R$ 14,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Trailers geram buzz e são teste das produtoras A exibição em primeira mão funciona, ao mesmo tempo, como buzz e como teste, já que as “primeiras impressões” do filme chegam através da imprensa — despertando logo de início a curiosidade do público final —, mas também sendo um ótimo termômetro para avaliar a reação da indústria diante do “novo produto”. Embora alguns trailers já estejam finalizados quando chegam à CinemaCon e, tempos depois, sejam de fato liberados para a audiência, muitos deles ainda não estão prontos, sendo apenas um protótipo da ideia do longa-metragem. Essa versão inicial é utilizada justamente para testar a recepção dos profissionais em relação ao filme e orientar a produtora sobre como proceder dali em diante. Na CinemaCon 2024, James Gunn revelou o logo do novo filme do Superman (Imagem:Reprodução/DC Comics) Sonic, por exemplo, é o caso de um filme que se beneficiou por ter um trailer lançado na CinemaCon. Ainda não finalizado, o vídeo foi exibido no evento de 2019, sendo alvo de críticas sobre o visual do ouriço azul — opinião que ganhou ainda mais força poucos dias depois, quando uma nova versão finalizada do vídeo foi divulgada para o público. Diante disso, a Paramount decidiu manter o que havia sido elogiado pelos fãs e pela indústria e revisar o visual do protagonista, lançado uma nova versão do vídeo. Uma decisão bastante acertada, que ajudou para o sucesso do título nas bilheterias. Por outro lado, trailers já finalizados, mas que são apenas descritos pela imprensa aqui fora, ajudam a alimentar ainda mais o hype e ansiedade em torno do filme. Algo que aconteceu, por exemplo, com Barbie, que após ter seu trailer revelado na conferência do ano passado, “encantou” toda a indústria e elevou ainda mais as expectativas do público para sua exibição. Coringa: Delírio a Dois teve seu primeiro trailer revelado na CinemaCon 2024 (imagem: Divulgação/Warner Bros. Pictures) A CinemaCon 2024 se encerra nesta quinta-feira (11). Além dos filmes já citados, Coringa: Delírio a Dois e Mickey 17 também tiveram seus trailers exibidos na conferência, que contou ainda com a prévia de Furiosa: Uma Saga Mad Max e imagens inéditas de O Corvo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço ???? PARCELADO | Compre Samsung Galaxy Tab S9 FE em ótimo preço X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Razer anuncia versões do headset gamer BlackShark V2 Pro para consoles

Razer anuncia versões do headset gamer BlackShark V2 Pro para consoles

Tecmundo Não é segredo para ninguém que todo jogador nato que preza por uma boa experiência sonora possui um fone de qualidade, não é mesmo? Para quem é fã da Razer, a empresa acaba de anunciar dois novos modelos de headset gamer que prometem te imergir ainda mais em jogatinas nos consoles.A gigante dos periféricos anunciou dois novos modelos do BlackShark V2 Pro para consoles, especialmente projetados em colaboração com profissionais de elite dos eSports, como Hakis (Alliance) e Shotzzy (OpTic Gaming), para uma experiência única no PlayStation e no Xbox. Leia mais... Veja Mais

Fallout | Como a série explora algo que os jogos não conseguem

Fallout | Como a série explora algo que os jogos não conseguem

canaltech Fallout chegou ao Prime Video adaptando a franquia de jogos da Bethesda Softworks com bastante fidelidade. Enquanto boa parte da adaptação segue os moldes dos games, mostrando um futuro pós-apocalíptico, um dos elementos mais interessantes do seriado nunca foi muito explorado nos videogames: o passado desse mundo. Fallout | Conheça os games que são a grande aposta do Prime Video Os 15 melhores filmes baseados em jogos Walter Goggins em cena pré-apocalipse nuclear em Fallout (Imagem: Divulgação/Prime Video) Em entrevista ao site Tech Radar, Todd Howard, diretor da Bethesda e produtor executivo da série, revelou que ficou bastante animado com a ideia de a adaptação conseguir trabalhar com um período que nunca foi possível visitar nos games, que é a época anterior à explosão das bombas nucleares. Um período supostamente mais tranquilo A franquia Fallout se passa em um futuro alternativo, com visual retrofuturista, em que uma guerra entre Estados Unidos e a China foi resolvida em um cataclisma nuclear que ceifou bilhões de vidas, basicamente acabando com a sociedade como a conhecemos. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Os jogos chegam próximo desse momento chave apenas ao mostrar quando as bombas caíram, mas nunca explorando como era o mundo antes do apocalipse. Por isso, Howard ficou animado com a ideia de a série conseguir fazer exatamente isso. O mundo antes da guerra (Imagem: Divulgação/Prime Video) "O jeito que Jonathan Nolan e todos os envolvidos exploraram como os Estados Unidos eram, com a ameaça da bomba atômica e o que uma guerra nuclear faz com as pessoas, com o preconceito contra comunistas, o que era a Vault-Tec. Eles trouxeram essa história fabulosa para a franquia Fallout", disse Howard. Segundo o produtor, todos da Bethesda ficaram animados com as ideias, que trazem algo de novo para Fallout, ainda que parece algo que sempre fez parte dos jogos. Boa parte da trama "pré-bomba" é mostrada pelos olhos de Cooper Howard, personagem de Walter Goggins (Justified) que se transforma em um Ghoul, um mutante com mais de 200 anos que atua como um caçador de recompensas. Na época antes da guerra, ele era um ator, que inclusive trabalhou no marketing da Vault-Tec. Os anos não foram piedosos com o cara (Imagem: Divulgação/Prime Video) A primeira temporada gira em torno desse personagem, da moradora do Vault 33, Lucy MacLean, interpretada por Ella Purnell (Yellowjackets) e Maximus, o escudeiro da Irmandade do Aço, interpretado por Aaron Moten. Por apenas R$ 19,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Suas histórias de sobrevivência no que antes foi a região de Los Angeles, na Califórnia, acabam se entrelaçando, mostrando todos os perigos de um mundo devastado pela violência, radiação e ganância dos sobreviventes. Os oito episódios de Fallout já estão disponíveis no Prime Video. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Leica Leitz Phone 3 chega com câmera poderosa e tela de 240 Hz

Leica Leitz Phone 3 chega com câmera poderosa e tela de 240 Hz

canaltech A Leica, tradicional marca alemã de câmeras que atualmente coloca seu nome em sistemas ópticos de celulares da Xiaomi, acaba de anunciar seu novo smartphone. Trata-se do Leitz Phone 3, um dispositivo feito em parceria com a companhia japonesa Sharp.  Teste de câmera | Fotos com o Galaxy S24 são ótimas Review iPhone 15 Plus | O iPhone com a maior bateria Novo celular da Leica tem câmera de 47 MP e melhorias em fotos (Imagem: Divulgação/Leica) Assim como se pode esperar, o principal destaque do dispositivo está em seu conjunto de câmeras. Ele traz um sensor principal de 47,2 MP e dimensões de 1 polegada, similar ao componente presente no Xiaomi 14 Ultra, por exemplo.  Na prática, isso significa que o aparelho será capaz de entregar resultados mais satisfatórios em condições precárias de luz, algo que a Leica reforçou durante o lançamento do Leitz Phone 3. Esta câmera ainda opera com uma distância focal equivalente a 19 mm, algo que oferece um campo de visão intermediário entre uma ultrawide e a principal de celulares tradicionais. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Celular é feito em parceria com marca japonesa de eletrônicos Sharp (Imagem: Divulgação/Leica) Mesmo que as câmeras sejam o principal destaque do smartphone, não foram implementadas muitas mudanças de componentes em relação ao Leitz Phone 2. Mesmo assim, a Leica afirmou que a qualidade de imagem foi aprimorada em três aspectos: representação mais precisa de pontos de luz (em termos de formas e cores), segmentação de objetos mais refinada, e melhor simulação de cores da Leica.  Há ainda filtros da empresa chamados de “vívido” e “melhorado”, para adicionar uma camada extra de personalidade nas imagens. O Leica Style e Leica Tone também estilizam os resultados, com efeitos das clássicas câmeras da marca.  O produto de terceira geração ainda traz o chamado “Leica Perspective Control”, recurso que anteriormente estava disponível apenas nas câmeras da marca. A função identifica qual o ângulo da câmera em relação ao chão durante as capturas, e realiza a correção de perspectiva por meio de processamento posterior.  Recurso ajusta imperfeições de ângulo (Imagem: Divulgação/Leica) Na parte frontal, o celular traz uma câmera de 12,6 MP para as selfies, com ângulos de visão de 78 graus e abertura f/2.3. Além da parte de câmeras, o Leica Leitz Phone 3 ainda traz um conjunto de especificações relativamente avançado. Sua tela se destaca por trazer suporte para taxa de atualização de 240 Hz, além de ter brilho máximo de 2.000 nits em um painel OLED de 6,6 polegadas e resolução de 2.730 x 1.260 pixels.  Seu processador Snapdragon 8 Gen 2 não é o que há de mais recente em plataformas para celulares Android, mas ainda deve entregar performance satisfatória para grande parte dos aplicativos da Play Store. Ele será vendido em versão única com 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento interno.  Sua construção tem resistência IP68 contra água e poeira, além de trazer uma entrada 3,5 mm para fones de ouvido. Na parte interna, a bateria tem capacidade de 5.000 mAh.  Preço e disponibilidade O Leica Leitz Phone 3 será lançado apenas no Japão, ao menos por enquanto, com entregas a partir do dia 14 de abril. Seu preço oficial não foi divulgado, mas deve ficar próximo do equivalente a R$ 8 mil, preço cobrado pelo Leitz Phone 2 em sua apresentação.  Leica Leitz Phone 3: ficha técnica Tela: OLED de 6,6 polegadas, resolução WUXGA+ de 2.730 x 1.260 pixels, taxa de atualização de 240 Hz, brilho máximo de 2.000 nits Processador: Qualcomm Snapdragon 8 Gen 2 Memória RAM: 12 GB Armazenamento interno: 512 GB Câmera traseira: 47,2 MP (f/1.9) Câmera frontal: 12,6 MP (f/2.3) Bateria: 5.000 mAh  Dimensões: 161 x 77 x 9,3 mm; 209 gramas Extras: 5G, Wi-Fi, Bluetooth 5.3, NFC, IP68 Cores disponíveis: preto Sistema operacional: Android 14  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Entenda por que o DPVAT, seguro obrigatório, voltou

Entenda por que o DPVAT, seguro obrigatório, voltou

canaltech O seguro obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) voltou. Extinto em 2019, o tributo foi aprovado em votação na Câmara e, assim que receber o crivo do Senado Federal, será enviado para sanção presidencial para, posteriormente, se tornar lei. Como baixar e imprimir o CRLV Digital do seu veículo Como saber se levei multa ou não? Depois de alguns anos sem pesar no bolso dos motoristas, o imposto, que foi reformulado e mudou até de nome, terá novamente cobrança anual e obrigatória. O SPVAT (Seguro Obrigatório para Proteção de Vítimas de Acidentes de Trânsito), assim que estiver vigente, deverá ser pago junto com o licenciamento do veículo. A proposta para o retorno do DPVAT vem gerando uma série de questionamentos e, para esclarecer por que o tributo voltou, o Canaltech preparou um conteúdo especial. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- O que mudou do DPVAT para o SPVAT? O DPVAT mudou de nome, mas as diferenças entre ele e o recém-criado SPVAT vão além da sigla. O ponto comum entre eles é que o pagamento de despesas médicas para vítimas de acidentes de trânsito continua direcionando entre 35% e 40% do valor arrecadado com o prêmio aos municípios e estados em que houver serviço municipal ou metropolitano de transporte público coletivo. Novo DPVAT tem coberturas inéditas em casos de acidente de trânsito (Imagem: Aleksandarlittlewolf/Freepik) Há, porém, diversas novidades em relação às coberturas que o novo DPVAT englobará. O SPVAT passará a incluir o reembolso para despesas médicas suplementares, como fisioterapia e remédios que não estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, a cobertura foi estendida para serviços funerários e, também, reabilitação profissional para as vítimas de invalidez parcial. Outra novidade que certamente vai causasr polêmica: o não pagamento será caracterizado como multa grave no Código Brasileiro de Trânsito (CTB) e incidirá com a adição de pontos na CNH. Por que o DPVAT vai voltar? Agora que já explicamos as diferenças entre o velho e o novo DPVAT, vamos responder à pergunta que muitas pessoas têm feito: por que, afinal, a cobrança do tributo anual e obrigatório vai voltar? A resposta é simples. O DPVAT deixou de ser cobrado por dois motivos: primeiro por conta de suspeitas de irregularidades na Seguradora Líder, responsável por administrar o dinheiro arrecadado. Esse problema foi sanado com a transferência da gestão dos fundos para a Caixa Econômica Federal. A segunda razão pela interrupção na cobrança é, na verdade, a resposta direta para o retorno do DPVAT: o saldo do fundo, na ocasião, era superior às despesas. Esse montante, de cerca de R$ 4,3 bilhões, porém, se esgotou em novembro de 2023 e, por conta disso, o DPVAT, agora reformulado, voltará a ser cobrado. Depois de aprovado, DPVAT terá que ser pago junto com o licenciamento anual do veículo (Imagem: Firestock/Freepik/CC) É possível que, por conta da falta de saldo no fundo, os novos tributos (prêmios) sejam cobrados com valores mais altos para quitar os sinistros que estiverem pendentes até o novo DPVAT. Ainda não se sabe, porém, se o pagamento do seguro será estendido para vítimas de acidentes ocorridos entre 1º de janeiro de 2024 e a data em que o SPVAT entrar efetivamente em vigência. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Motorola Moto Buds e Buds+ têm design vazado com muitas cores e som Bose

Motorola Moto Buds e Buds+ têm design vazado com muitas cores e som Bose

canaltech Após o lançamento do Moto Buds 600 no ano passado, a Motorola pode estar próxima de anunciar a estreia de dois novos modelos de fone de ouvido sem fio para os fãs da marca que clamam por opções mais interessantes. Review Moto Buds 600 | Motorola quase acerta em cheio Moto G24 Power chega ao Brasil com som estéreo e enorme bateria moto buds... pic.twitter.com/7vw3u8YQwc — Evan Blass (@evleaks) April 10, 2024 -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Em publicação no X (antigo Twitter), o informante Evan Blass compartilhou as possíveis renderizações finais do Moto Buds e Moto Buds Plus, sem dar detalhes sobre a data de lançamento do par de fones de ouvido. O Moto Buds comum aparece com possível sensor interno de proximidade e estojo de transporte semelhante ao utilizado no Buds 600, mas com aparência mais polida em quatro opções de cores: verde, azul claro, coral e azul escuro. Já o Moto Buds Plus se destaca pela aparência premium com cores mais sóbrias em preto e bege, possível sensor de proximidade nos fones para reprodução automática de mídia e abertura na parte de trás indicando microfones para Cancelamento Ativo de Ruído (ANC). Outro diferencial do modelo premium fica para a inscrição "Sound by Bose”, sugerindo otimização da renomada marca de acessórios de som para entregar alta qualidade sonora. Motorola Moto Buds tem imagens vazadas revelando design antes do lançamento. ((Imagem: Reprodução/Evan Blass)) Modelo mais econômico da dupla será apresentado em quatro cores e deve apostar em preço baixo. ((Imagem: Reprodução/Evan Blass)) Moto Buds Plus será versão premium dos novos fones de ouvido da Motorola, com cores sóbrias e presença de Cancelamento Ativo de Ruído. ((Imagem: Reprodução/Evan Blass)) Os estojos de carregamento de ambos os modelos oferecem botão interno que deve ser utilizado para iniciar pareamento via Bluetooth com smartphones, tablets e PCs. O novo Moto Buds pode ser o sucessor do Moto Buds 600, que se destacou em nosso review pela longa bateria, corpo com resistência à água e boa qualidade sonora, mas decepcionou em relação à única opção de cor pouco atrativa e falta de aplicativo para ajuste personalizado. Já o Moto Buds Plus seria um concorrente para modelos como Galaxy Buds 2 Pro e AirPods Pro 2. Ainda não existem detalhes relacionados ao preço ou data de lançamento do Moto Buds e Moto Buds Plus, mas novidades devem ser divulgadas muito em breve, seja por meio de vazamentos ou por informações oficiais da Motorola — a marca tem evento agendado para o próximo dia 16 de abril, onde veremos os novos Edge 40, data em que também podemos ter novidades sobre os fones. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da NASA mostra como foi ver o eclipse solar na ISS 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa BYD quer comprar maior mineradora de lítio do Brasil As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Veja Mais

O Simpatizante | O que esperar da nova série de Robert Downey Jr

O Simpatizante | O que esperar da nova série de Robert Downey Jr

canaltech O Simpatizante, nova série histórica da HBO e da Max mostra o final da Guerra do Vietnã pelos olhos de um espião duplo, trabalhando para o regime comunista do Vietnã do Norte e junto com a CIA. Tendo como grande chamariz a presença de Robert Downey Jr. no elenco, a série chega com a tarefa de usar de humor ácido para tratar dos acontecimentos cada vez mais insanos dos anos 70. Lançamentos da Max em abril de 2024 As 15 séries mais esperadas de 2024 Hoa Xuande e Robert Downey Jr. em O Simpatizante (Imagem: Divulgação/HBO) Baseado no livro de mesmo nome do autor Viet Thanh Nguyen, O Simpatizante quase virou filme, de acordo com o produtor Niv Fichman em conversa que o Canaltech teve a oportunidade de participar sobre a série. Com a direção de Park Chan-wook (Oldboy), ao lado do produtor Don McKellar, o projeto saiu do papel com a chegada de Robert Downey Jr, que além de atuar, também produz a adaptação. Qual é a história de O Simpatizante? O Simpatizante adapta com fidelidade a história criada por Viet Thanh Nguyen em torno de um personagem simplesmente chamado de Capitão. Atuando como um ajudante de um general do Vietnã do Sul, trabalhando com a CIA, ao mesmo tempo que trabalha como agente infiltrado do Vietnã do Norte, o espião busca formas de ajudar a libertação do Vietnã em 1975. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Obrigado a fugir com o General para os Estados Unidos durante a Queda de Saigon, o Capitão acaba se vendo entre a difícil missão de continuar passando informações para os aliados na sua terra natal, enquanto começa a ver oportunidades na sua vida no Ocidente. O Capitão em um momento caótico da série (Imagem: Divulgação/HBO) Vale comentar que O Simpatizante tem uma sequência, chamada The Committed, que continua a história do Capitão. Em nossa conversa com Niv Fichman e Susan Downey, produtores executivos da série (e, no caso dela, esposa de Robert Downey Jr), eles comentaram que ainda não pararam para pensar na possibilidade de adaptar a continuação, mas caso a série seja bem sucedida, existe essa possibilidade. Robert Downey Jr em múltiplos papéis? Um dos pontos mais chamativos de O Simpatizante é a presença de Robert Downey Jr, que recentemente ganhou um Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu trabalho em Oppenheimer. Na série, ele interpreta quatro personagens diferentes, cada um presente em um momento da vida do Capitão, que é interpretado pelo ator australiano Hoa Xuande (Cowboy Bebop). Downey Jr em um dos seus personagens em O Simpatizante (Imagem: Divulgação/HBO) Apesar de os trailers darem a entender que todos são a mesma pessoa, Downey Jr realmente interpreta quatro pessoas diferentes, umas mais esquisitas e caricatas que as outras, que acabam representando diferentes facetas do Ocidente frente ao confronto da Guerra do Vietnã. E, ao contrário do que vimos nos filmes do Eddie Murphy (Norbit), essas múltiplas facetas do agora ganhador do Oscar convencem, mesmo com toda a bizarrice envolvida. Por apenas R$ 19,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Quem está por trás da minissérie? O Simpatizante tem como showrunners Don McKellar e o diretor sul-coreano Park Chan-wook, conhecido por seu trabalho na direção de clássicos modernos da Trilogia da Vingança, com Mr. Vingança, Oldboy e Lady Vingança.   O projeto marca um dos raros trabalhos de Chan-Wook em Hollywood, que também é responsável pelo filme O Expresso do Amanhã. Junto deles, estão um time de produtores, que incluem o autor Viet Thanh Nguyen, Niv Fichman (Blackberry), Robert Downey Jr. e sua esposa, Susan Downey (Sherlock Holmes), e os diretores Marc Munden e o brasileiro Fernando Meirelles (Cidade de Deus). Já na frente das câmeras, o elenco é liderado por Hoa Xuande e Downey Jr, mas também traz nomes como Fred Nguyen Khan (Mãe), Toan Le, Alan Trong (Alita: Anjo de Combate) e Sandra Oh (Killing Eve). O Simpatizante estreia na HBO e na Max no dia 14 de abril, com episódios todos os domingos. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da NASA mostra como foi ver o eclipse solar na ISS 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa BYD quer comprar maior mineradora de lítio do Brasil As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Veja Mais

Lexar revela novo SSD de 1TB para Steam Deck e consoles portáteis! Conheça

Lexar revela novo SSD de 1TB para Steam Deck e consoles portáteis! Conheça

Tecmundo Após a Sony liberar a atualização com a possibilidade de expansão do SSD M.2 do PS5 em julho de 2021, diversos modelos foram lançados desde então. Agora, parece que a gigante japonesa criou uma nova tendência, já que outras marcas do mercado também estão criando versões dedicadas do hardware para outras plataformas.A Lexar, por exemplo, anunciou no início desta semana o Lexar PLAY 2230 PCIe 4.0, um SSD criado especialmente para consoles portáteis — como o Steam Deck e o Asus ROG Ally. Porém, ele também é compatível com "pequenos laptops M.2".Leia mais... Veja Mais

Fallout | Como a série prepara terreno para a segunda temporada

canaltech Fallout, adaptação do Prime Video da franquia de jogos de videogame da Bethesda, acerta a mão ao tratar a sua primeira temporada como se fosse um novo jogo da série, apresentando personagens e uma história inédita. Seria suficiente para contar uma história fechada, mas a versão que chegou ao streaming da Amazon prepara os espectadores para mais histórias com Lucy, Maximus e o Ghoul. Fallout | Conheça os games que são a grande aposta do Prime Video Fallout vai ter temporada 2? Lucy terá muito o que fazer em uma eventual segunda temporada (Imagem: Divulgação/Prime Video) A primeira temporada de Fallout acompanha os três personagens em uma jornada em busca de uma cabeça que serviria como troca por Hank MacLean, superintendente do Refúgio 33 e pai de Lucy. Se você ainda não assistiu a todos os episódios, fique avisado que discutiremos spoilers sobre o final dela. Novos caminhos se abrem Nos últimos episódios de Fallout, descobrimos que Hank MacLean, que nasceu no Refúgio 31, na verdade tem mais de 200 anos, sendo que era um funcionário da Vault-Tec, empresa que construiu os abrigos nucleares espalhados pelos Estados Unidos. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Lucy MacLean no tempo que vivia no Refúgio 33 (Imagem: Divulgação/Prime Video) Toda a guerra e a detonação das bombas nucleares foi um plano da empresa, que em conluio com outras companhias que desejam lucrar com o apocalipse. O Refúgio 31 foi onde funcionários da Vault-Tec foram instalados e congelados, visando serem reanimados no futuro. Isso acontecia com algumas pessoas, que eram escolhidas para liderar os refúgios 32 e 33. Essa descoberta coloca Hank na mira do Ghoul, que antes das bombas era um ator de Hollywood casado com uma executiva da Vault-Tec. Sobrevivendo mais de 200 anos por conta de sua mutação, ele ainda procura a sua família e apenas MacLean pode revelar essa informação. Hank foge, deixando Ghoul e sua filha, Lucy, para trás. Maximus, o escudeiro da Irmandade do Aço, acaba sendo deixado para trás pela dupla, que parte em uma jornada atrás de respostas. A Irmandade do Aço também terá mais destaque em uma possível segunda temporada (Imagem: Divulgação/Prime Video) A Irmandade acaba em poder de uma máquina de fusão fria, capaz de produzir energia infinita, trazendo eletricidade de volta para a Nova República da Califórnia. Maximus se transforma em um herói, ainda que sinta que deveria estar com Lucy. Nos momentos finais, o Ghoul e Lucy partem juntos em uma viagem pelos Ermos, deixando a região para trás. Hank chega ao seu destino, onde os verdadeiros líderes estão, mostrando no horizonte New Vegas. Assine Amazon Prime por R$ 19,90/mês e ganhe frete grátis, catálogo de filmes e séries que compete com a Netflix, livros, músicas e mais! Teste 30 dias grátis! Mais conexões com os jogos A maior surpresa do final da temporada é realmente a revelação de New Vegas, cenário de um dos melhores jogos da franquia, Fallout: New Vegas. Apesar de a série se passar vários anos após o jogo, a possibilidade de lugares e algumas figuras serem mostradas ou mencionadas deve animar muitos fãs.  Viva New Vegas! (Imagem: Reprodução/Prime Video) Apesar de a Vault-Tec ser uma das corporações sedentas por dinheiro na franquia, a série ajudou a desenvolver ainda mais a ideia de como a empresa influenciou na guerra e na situação em que o mundo se encontra. Isso deve ser mais abordado em uma eventual segunda temporada, assim como a posição da Irmandade do Aço, agora em posse de energia infinita. Até o momento, a Amazon não confirmou uma segunda temporada de Fallout, que caso seja anunciada, deve estrear apenas a partir do segundo semestre de 2025. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus Review Galaxy A25 | Um bom intermediário barato Google lança manual para criar bons prompts no Gemini Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Cibersegurança Report #21

Cibersegurança Report #21

Tecmundo Os últimos dias no setor de cibersegurança foram marcados por uma alta em denúncias de vulnerabilidades ou possíveis ataques contra grandes empresas. Felizmente, boa parte desses casos envolveram bugs que foram neutralizados ou corrigidos antes de serem aproveitados por usuários mal intencionados.Além disso, a semana foi marcada por atualizações em golpes e fraudes no Brasil, incluindo um desdobramento em um caso famoso de vazamento de dados.Leia mais... Veja Mais

Melhores dicas de como conseguir cupom de desconto

Melhores dicas de como conseguir cupom de desconto

Tecmundo As vendas online não param de crescer no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em 2023, o mercado movimentou R$ 185,70 bilhões, 10% mais que no ano anterior.Você ajudou a engrossar essa estatística e já se rendeu à praticidade das compras pela internet? Então, certamente, procurou maneiras de economizar nos e-commerces, deve ter ouvido falar em cupons de desconto e quer saber como achar o cupom certo para a sua compra.Leia mais... Veja Mais

Nova Volkswagen Amarok já tem previsão para chegar ao Brasil

canaltech A Volkswagen vem ensaiando mudanças na Amarok há algum tempo e, pelo visto, a nova versão da picape média está bem próxima de chegar ao Brasil, e dará as caras ainda em 2024. Review Volkswagen Amarok V6 | Motor monstruoso compensa falta de tecnologia 10 caminhonetes mais vendidas do Brasil em março de 2024 Segundo apuração dos amigos do Motor1, a caminhonete da marca alemã apresentará suas novidades no Brasil no comecinho do segundo semestre, em agosto. O uso da palavra “novidades”, na verdade, pode soar exagerado no caso da Amarok. Afinal, a picape média vai apresentar algumas mudanças no design, mas nada tão radical, repetindo o expediente que a Volkswagen adotou com a Saveiro. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/podcast/- A Saveiro, aliás, parece ter servido de inspiração para o visual da nova Amarok. Assim como a “irmã”, a caminhonete média passa a ostentar a grade dianteira integrada aos faróis e as luzes de neblina posicionadas na vertical, e não mais na horizontal. A barra cromada no centro também foi herdada do modelo compacto. Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Auto Test (@autotestarg) Nova Amarok manterá motorização As últimas informações apuradas a respeito da Amarok que estreará no mercado brasileiro em agosto indicam mais uma semelhança com a estratégia adotada pela Volkswagen em relação à renovação da linha da Saveiro: a motorização. Ao que tudo indica, a Amarok manterá no Brasil o motor 3.0 V6 turbodiesel, que gera 258 cv de potência e 59,1 kgf/m de torque, sempre trabalhando em conjunto com o câmbio automático de 8 velocidades e com a tração integral 4Motion. A Argentina, país no qual a caminhonete média seguirá sendo produzida, terá uma opção extra a quem quiser comprar a nova Amarok. Ela ostentará sob o capô um motor 2.0 turbodiesel de 180 cv e torque de 42,8 kgf/m, menos potente e, portanto, mais barata que a disponível aos brasileiros. Motor V6 deve ser mantido na nova Amarok que chegará ao Brasil (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech) Em relação à tecnologia embarcada, nada oficial, mas é possível que a Volkswagen equipe a nova Amarok com a central VW Play, que oferece Android Auto e Apple CarPlay sem fio, além de itens de assistência ao motorista e cluster digital com as principais informações durante a condução. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Review Galaxy A25 | Um bom intermediário barato KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Veja Mais

Cópia lacrada de Castlevania para NES é vendida por R$ 458 mil; entenda motivo

Cópia lacrada de Castlevania para NES é vendida por R$ 458 mil; entenda motivo

Tecmundo O mercado retrogamer tem algumas cenas capazes de causar espanto em algumas pessoas, e uma delas aconteceu no mês de março. Afinal, não é todo dia que se vê uma cópia lacrada de um jogo de Nintendinho sendo vendida por US$ 90 mil (cerca de R$ 458 mil). O jogo em questão é uma cópia selada de fábrica de Castlevania, que estava em leilão no eBay. O título faz parte de um grupo de outros games vendidos em mesmo estado, e aparentemente foram adquiridas por um casal em um leilão em Dallas, nos Estados Unidos. Leia mais... Veja Mais

IA da Meta começa a ser testada no Instagram

canaltech A Meta começou a testar uma barra de busca no Instagram que faz uso de tecnologia de inteligência artificial. Os testes da chamada IA da Meta começaram na Índia e envolvem, além do aplicativo de compartilhamento de fotos e vídeos, o WhatsApp e o Messenger. Por se tratar de experimentos com usuários selecionados, ainda não há data da chegada do chatbot para o resto do mundo. Como deixar o perfil do Instagram bonito | 10 dicas Meta AI | Tudo sobre a IA de WhatsApp, Facebook e Instagram IA no Instagram A empresa de Mark Zuckerberg liberou a IA da Meta no WhatsApp para mais países na sexta-feira (12), mas a opção no Instagram ainda parece limitada à Índia neste primeiro momento. Para acessar o chatbot, basta realizar uma pesquisa na barra de busca do app que você será levado para uma conversa com a inteligência artificial. A partir daí, é possível realizar perguntas variadas ou selecionar algum dos comandos disponíveis automaticamente, que incluem dúvidas como “Por que os gatos ronronam?” e “Recomendações de filmes sobre balé”. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- As respostas podem vir com links e imagens para facilitar a vida da pessoa, tudo muito parecido com o oferecido por outras IAs como o ChatGPT e o Gemini. Além disso, é provável que a Meta passe a indicar conteúdos dentro do ecossistema da marca, seja em uma postagem no Threads ou em um Status do WhatsApp. A Índia é o primeiro país a receber a novidade por ser o maior mercado para os aplicativos da companhia de Zuckerberg — com uma base de usuários de bilhões de indivíduos. Vale lembrar que ainda não há data para a chegada da função em demais países. Screenshot of the Meta AI chatbot https://t.co/Bj63dpg7kc pic.twitter.com/R3IvyFvDRY — Chandra R. Srikanth (@chandrarsrikant) April 12, 2024 Interface da Meta AI lembra a da Perplexity Curiosamente, o CEO da Perplexity — empresa de IA generativa — fez um post no X (antigo Twitter) no qual aponta a similaridade entre a IA da Meta e o chatbot de sua companhia. Aravind Srinivas destacou o orgulho que tem de seus designers enquanto colocou as duas interfaces para as conclusões dos seguidores. Citation: pic.twitter.com/PCdnbcS0Dq — Aravind Srinivas (@AravSrinivas) April 12, 2024 Mesmo com os experimentos ainda em andamento, a IA da Meta já passou vergonha no início de abril ao não conseguir gerar casais de etnias diferentes em uma série de testes feitas por um repórter do The Verge. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Facebook é condenado a pagar R$ 10 mil para dona de pousada que sofreu com perfil fake

Facebook é condenado a pagar R$ 10 mil para dona de pousada que sofreu com perfil fake

Tecmundo A 3ª Câmara de Direito Privado do Rio de Janeiro condenou o Facebook a pagar uma indenização de R$ 10 mil à dona de uma pousada em Arraial do Cabo (RJ). Na sentença, foi mencionado que o valor é uma forma de compensação por conta dos danos morais causados pela empresa de Mark Zuckerberg.A ação em questão corre em favor de Flavia Furlanetto Oliveira, dona da pousada. A proprietária conta que criou o perfil oficial do estabelecimento no Instagram para fazer a divulgação de ofertas de hospedagem, alcançando a marca de 60 mil seguidores.Leia mais... Veja Mais

Google Pixel 8a vaza em quatro opções de cores e inédito tom de verde

canaltech O evento Google I/O 2024 acontece em aproximadamente um mês e a grande estrela em termos de produto a ser apresentada pelo Google na ocasião pode ser o seu próximo smartphone intermediário. E um novo vazamento de design mostra mais detalhes do suposto Pixel 8a, incluindo suas quatro opções de cores. Review Pixel 7a | O celular mais barato do Google para 2023 Review Google Pixel 8 Pro | O topo de linha com Android puro e IA Imagens publicadas pelo site AndroidHeadlines mostram o futuro Google Pixel 8a com o já aguardado novo design de cantos arredondados e câmera dupla traseira, dando ainda mais destaque à tela. No painel frontal, vemos que o smartphone terá bordas substancialmente grossas em todas as regiões e ainda mais na parte inferior, contrariando a adesão às bordas cada vez mais finas dos smartphones da categoria. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- De qualquer forma, as imagens mostram também que o Pixel 8a será vendido em quatro opções de cores: verde, branco, preto e azul. Enquanto o verde se destaca entre as opções por sua tonalidade forte e chamativa — diferente do verde usado em outras gerações da linha —, os outros modelos seguem o padrão esperado pelos fãs da linha, com o tom azul sendo semelhante ao utilizado no Pixel 8 Pro. Google Pixel 8a tem lançamento esperado para o evento Google I/O 2024, que acontece em 14 de maio (Imagem: Reprodução/AndroidHeadlines) O Pixel 8a é esperado com tela OLED de 6,1 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz, processador Tensor G3 do Pixel 8, câmera principal de 64 MP e sensor de 13 MP para a lente ultrawide, além de uma bateria de 4.500 mAh. Um diferencial do modelo em relação aos concorrentes pode ser o suporte nativo à suíte de aplicativos e ferramentas de inteligência artificial do Google, permitindo editar vídeos e fotos com IA, resumir gravações de voz, respostas inteligentes no Gboard e muito mais. Google Pixel 8a será vendido em inédita versão verde de tom muito saturado e extra chamativo. ((Imagem: Reprodução/AndroidHeadlines)) Smartphone também será vendido na tradicional cor preta; intermediário apostará no chip Tensor G3 utilizado no Pixel 8 e Pixel 8 Pro. ((Imagem: Reprodução/AndroidHeadlines)) Presente também no Pixel 8 Pro, versão azul será levada ao modelo mais acessível da série de smartphones do Google. ((Imagem: Reprodução/AndroidHeadlines)) Pixel 8a na cor branca aparece com capa de proteção bege cobrindo tampa traseira de vidro e oferecendo maior proteção para as câmeras. ((Imagem: Reprodução/AndroidHeadlines)) No ano passado, o Pixel 7a estreou com preço de lançamento de US$ 499 (cerca de R$ 2.559 em conversão direta) nos Estados Unidos. Para este ano, os rumores apontam que o Google aumente o preço em 50 dólares e lance o Pixel 8a a partir de US$ 549 (~R$ 2,8 mil). Como esperado, o dispositivo não deve ser vendido oficialmente no Brasil, com interessados tendo que recorrer a métodos como importação, o que pode encarecer o preço final do dispositivo. Mais detalhes relacionados ao Google Pixel 8a devem surgir nas próximas semanas à medida que nos aproximamos cada vez mais do anúncio oficial. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países Veja Mais

Destaque da NASA: pontos brilhantes no eclipse solar são foto astronômica do dia

canaltech O eclipse solar apareceu outra vez na foto destacada pela NASA no site Astronomy Picture of the Day. Nesta sexta-feira (12), a imagem mostra a beleza das chamadas Contas de Baily, nome dado aos pontos brilhantes que aparecem durante a fase total do fenômeno. Eclipses 2024 | Veja quando tem eclipse solar e lunar neste ano Eclipse solar: veja as melhores fotos do evento astronômico Estas estruturas cercando a silhueta do disco lunar nada mais são do que a luz solar brilhando pelo terreno da Lua, com relevo repleto de crateras e montanhas. Elas foram registradas por Daniel Korona em Durango, no México. As imagens mostram várias Contas de Baily, mas revelam também um pouco do comportamento do Sol. Se você observar bem, vai encontrar algumas proeminências de plasma se erguendo pela atmosfera do nosso astro. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Alguns pensaram que as estruturas luminosas durante a totalidade eram erupções solares, mas na verdade, eram só filamentos de plasma. Segundo especialistas, não houve erupções solares durante o fenômeno, contrariando as expectativas.  Contas de Baily visíveis no eclipse solar total (Imagem: Reprodução/Daniel Korona) Como o Sol está se aproximando do pico de atividade em seu ciclo de 11 anos, havia a possibilidade de que acontecessem erupções ou ejeções de massa coronal durante o eclipse. No fim, nosso astro permaneceu tranquilo.  Vale lembrar também a diferença entre estes eventos solares. As erupções liberam plasma da fotosfera (a superfície solar), enquanto as proeminências são estruturas de plasma que se mantêm ligadas à fotosfera por dias ou semanas.  Eclipse solar de abril O eclipse solar total nesta segunda-feira (8) foi visível por quase 44 milhões de pessoas espalhadas pelo México, Estados Unidos e Canadá. Na faixa da totalidade, que percorreu parte destes países, observadores puderam conferir a Lua bloqueando completamente a luz solar por alguns minutos.  Quem estava nestas regiões pode ter visto as Contas de Baily. Trata-se de um fenômeno óptico com nome inspirado no astronônomo francês Francis Baily, que pode ser visto nos eclipses solares do tipo total e anular.  O efeito de Anel de Diamantes também é visível durante o eclipse solar total. O nome descreve um anel de luz que ocorre poucos segundos antes de o disco solar ser oculto pela Lua, surgindo outra vez quando o astro reaparece por trás do nosso satélite natural.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países Veja Mais

NVIDIA Studio chega ao Brasil para auxiliar processos criativos com conteúdo de IA

tudo celular O NVIDIA Studios chegou ao Brasil com suas novas redes sociais para ajudar no desenvolvimento de profissionais e processos criativos. Veja Mais

Incaprettamento | Método de sacrifício era comum no Neolítico

canaltech Durante o período Neolítico, também chamado de Nova Idade da Pedra, diversas mulheres foram mortas em sacrifício por um método chamado incaprettamento, onde uma corda é amarrada em seus pescoços e ligada às pernas pelas costas — causando um enforcamento “auto-imposto”. Um novo estudo identificou dezenas de mortes pelo método ao longo de mais de 2.000 anos. Sacrifício animal em massa da Idade do Ferro é descoberto na Espanha Múmia de homem morto há 2.400 anos revela qual foi sua última refeição A análise começou após uma nova análise do túmulo de Saint-Paul-Trois-Châteaux, descoberto há mais de 20 anos nas proximidades da cidade de Avignon, na França. A sepultura imita um silo, local para armazenar grãos, e guardava os restos mortais de três mulheres enterradas há cerca de 5.500 anos. A equipe multidisciplinar de cientistas franceses publicou uma análise dos achados na última quarta-feira (10) no periódico científico Science Advances, onde concluem que duas das mulheres foram mortas por incaprettamento e enterradas ainda vivas, provavelmente em um ritual ligado à agricultura. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Mortes e rituais no Neolítico Segundo contou o autor principal do estudo, Eric Crubézy, à Live Science, há vários sinais ligando o túmulo à agricultura. Os símbolos incluem a construção de uma estrutura de madeira alinhada com o sol nos solstícios e diversas pedras de moagem enterradas próximas. Por fim, o enterro ter sido em um silo reforça a possibilidade dessa ligação ritual.  O túmulo em formato de silo e a posição em relação ao sol indicam ligação do sacrifício à agricultura (Imagem: Ludes et al./Science Advances) Os pesquisadores seguiram com a análise em 20 outros casos prováveis de incaprettamento em 14 sítios arqueológicos diferentes do Neolítico, datados entre 5.400 a.C. e 3.500 a.C. Artes em pedras na Caverna de Addaura, na Sicília, datadas do Mesolítico (Idade da Pedra) e feitas entre 14.000 a.C. e 11.000 a.C. mostram, aparentemente, duas figuras amarradas de acordo com o método de execução, e artigos as descrevendo foram estudados pelos cientistas. Segundo Crubézy, o método surgiu no Mesolítico, antes do advento da agricultura, e tomou significado associado à prática durante o Neolítico. Esse tipo de sacrifício parece ter se espalhado por toda a Europa, com evidências da prática indo da Espanha à Tchéquia. O mais antigo foi em Brno-Bohunice, na Tchéquia, em cerca de 5.400 a.C, e o mais recente é o do estudo na França. Posição e condição do enterro das mulheres sacrificadas — há fragmentos de pedras de moagem acima de seus corpos (Imagem: Ludes et al./Science Advances) Apesar de o material das cordas que ataram as mulheres em Saint-Paul-Trois-Châteaux já ter se decomposto, a posição de suas pernas e outras características denunciam o incaprettamento. A terceira mulher enterrada parece ter falecido de causas naturais, ficando em posição normal à época, de lado e no centro do túmulo. As outras mulheres teriam sido sacrificadas cerimonialmente junto à falecida, sendo mais jovens do que ela no momento da morte. Elas foram mantidas no lugar com fragmentos pesados de pedra de moagem, indicando que provavelmente estavam vivas quando foram enterradas. Embora não se saiba por que o método era utilizado, Crubézy acha possível que esse tipo de morte fosse vista como alguém tendo estrangulado a si mesmo — e não como um assassinato. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

Onde fica o backup do WhatsApp no Google Drive?

Onde fica o backup do WhatsApp no Google Drive?

Tecmundo O WhatsApp é uma plataforma que apresenta diversos recursos, e um deles é o de guardar mensagens. Pensando nisso, uma dúvida que pode surgir na cabeça de muitos é onde fica o backup do WhatsApp no Google Drive?Caso esteja neste grupo, vamos mostra a seguir como realizar as configurações e onde encontrar o backup do WhatsApp no Google Drive. Confira!Leia mais... Veja Mais

ROM para Android baseada no Google Pixel será encerrada

canaltech O PixelExperience, uma versão alternativa do Android que leva recursos do Google Pixel para celulares de outras marcas, chegou ao fim. No blog oficial do projeto, o desenvolvedor José Henrique informou a decisão de encerrar o desenvolvimento da ROM customizada. As versões antigas do software, contudo, permanecerão disponíveis para download. Como atualizar um celular Android antigo | Guia prático Como resetar ou formatar o celular | Android PixelExperience chega ao fim A decisão impacta uma das ROMs customizadas mais populares do Android na atualidade. Caso não esteja a par, trata-se de uma variante do sistema operacional do Google feita por desenvolvedores independentes, com a proposta de entregar recursos extras aos celulares e tablets. No caso do PixelExperience, o software leva os destaques da interface da linha Pixel a celulares de outras fabricantes, como Samsung, Motorola, Xiaomi, Asus e afins. A ROM customizada foi criada em 2017, quase junto com a estreia do primeiro aparelho da família do Google. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- PixelExperience leva experiência da interface da linha Pixel a celulares de outras fabricantes (Imagem: Reprodução/Google) Contudo, a versão paralela do Android não terá mais novidades. Nesta quarta-feira (10), o desenvolvedor responsável informou que tomou a decisão de encerrar o projeto, sem esclarecer os motivos. “Ao nos despedirmos do desenvolvimento ativo, quero expressar meu mais profundo agradecimento a todos os membros da nossa comunidade, testadores, colaboradores e todos os apoiadores”, afirmou. “Sua paixão e comprometimento têm sido a força motriz por trás de cada marco que alcançamos.” Site permanecerá no ar Apesar do encerramento do desenvolvimento, as versões já existentes permanecerão disponíveis para download, assim como o site do projeto. “Isso significa que você ainda terá acesso para baixar versões mais antigas”, disse José Henrique. Ainda não está claro se outras pessoas vão manter o projeto de pé e vão distribuir atualizações aos dispositivos que têm suporte atualmente ao PixelExperience. Contudo, você pode procurar por outras ROMs disponíveis ao público, como o LineageOS, ou retornar à versão oficial do Android no seu celular, caso esteja disponível para reinstalação.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

Veja os vencedores do BAFTA 2024, uma das principais premiações dos games

Veja os vencedores do BAFTA 2024, uma das principais premiações dos games

Tecmundo Os vencedores do BAFTA Games Awards 2024 foram anunciados na última quinta-feira (11). A premiação anual, que aconteceu no Queen Elizabeth Hall, em Londres, cobre os lançamentos do ano anterior e também é uma das mais importantes da indústria ao lado do The Game Awards.Um dos destaques da edição não é segredo para ninguém: Baldur’s Gate 3, aclamado RPG da Larian Studios que também garantiu o caneco de Melhor Jogo na premiação britânica — além, claro, de ter levado o GOTY no The Game Awards em dezembro de 2023.Leia mais... Veja Mais

Shake it off! Músicas de Taylor Swift estão de volta ao TikTok

Shake it off! Músicas de Taylor Swift estão de volta ao TikTok

Tecmundo Fãs de Taylor Swift que usam o TikTok têm motivos para comemorar. Após um sumiço de dez semanas, as músicas da artista voltaram a aparecer na plataforma dos vídeos curtos.Em fevereiro deste ano, as músicas da cantora tinham sido removidas do TikTok por conta do fim do contrato com o grupo Universal Music. Vale frisar, entretanto, que esse retorno da cantora não afeta outros artistas que integram a empresa do ramo musical.Leia mais... Veja Mais

Falha no Nubank impede Pix e “some” com saldo de clientes

Falha no Nubank impede Pix e “some” com saldo de clientes

canaltech Clientes do Nubank estão enfrentando dificuldade nesta quinta-feira (11) para realizar transferências via Pix e também para conferir o saldo correto de suas contas. Algum problema que atinge a instituição faz com que o saldo “suma” do aplicativo e também impede que sejam realizados envios pelo sistema de pagamentos do Banco Central. Como pedir outro cartão Nubank | 2ª via Nubank revela conta global para clientes Ultravioleta Como de costume, nas redes sociais muita gente reclama que o saldo da conta aparece zerado, o que sem dúvida gera alguns sustos. Contudo, o banco tem respondido a alguns clientes no X (antigo Twitter) para tranquilizar afirmando se tratar de um bug que já está sendo investigado. “Recebemos relatos de pessoas que não consegue visualizar seu saldo ou não conseguem fazer Pix, nosso time já está trabalhando para solucionar, por enquanto, basta aguardar”, disse o Nubank em uma das respostas. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Nubank com problemas O site Downdetector, que monitora o funcionamento de páginas da web, indica que os relatos de problemas na fintech brasileira se estendem ao longo de toda a manhã, mas tiveram um pico por volta das 12h (horário de Brasília). Apesar de reconhecer o problema, o Nubank não deu qualquer pista sobre a razão para a falha nem qual a previsão para que tudo volte a funcionar normalmente. Se você é cliente Nubank e está com problema, a única coisa que pode fazer no momento é aguardar. Recebemos relatos de pessoas que não consegue visualizar seu saldo ou não conseguem fazer Pix, nosso time já está trabalhando para solucionar, por enquanto, basta aguardar. — Nubank (@nubank) April 11, 2024 Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço ???? PARCELADO | Compre Samsung Galaxy Tab S9 FE em ótimo preço X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Bateria produz energia a partir de variações da temperatura ambiente

Bateria produz energia a partir de variações da temperatura ambiente

canaltech Nos Estados Unidos, engenheiros da Universidade de Utah trabalham no desenvolvimento de um novo tipo de bateria apelidada de célula piroeletroquímica (PEC). De forma bastante inusitada, a fonte de energia nunca precisa ser recarregada, já que produz a própria energia elétrica conforme ocorrem mudanças de temperatura no ambiente externo. Primeira bateria nuclear brasileira vai durar 200 anos sem recarga Bateria verde brasileira deve revolucionar implantes É um “dispositivo integrado que pode coletar energia térmica ambiente e convertê-la diretamente em energia eletroquímica, armazenada na forma de um supercapacitor ou bateria, com aplicações no campo da Internet das Coisas [IoT] e sensores distribuídos”, descreve Roseanne Warren, uma das cientistas responsável pela nova bateria, em nota sobre o invento. Como a bateria é carregada? Em fase de desenvolvimento, a bateria é carregada pela mudança de temperatura no ambiente circundante em que está inserida. De forma mais detalhada, a mudança de temperatura cria um campo elétrico dentro da célula, o que empurra os íons e permite que a célula armazene energia. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- A seguir, veja o protótipo da bateria que produz energia através das variações da temperatura ambiente: Engenheiros desenvolvem bateria capaz de carregar a partir da mudança na temperatura ambiente (Imagem: Brian Maffly/Universidade de Utah) Por enquanto, esse sistema consegueria, de forma estimada, produzir até 100 microjoules por centímetro quadrado, a partir de um único ciclo de aquecimento ou de resfriamento. Isso é quase nada de energia, mas, segundo os engenheiros, é o suficiente para manter a operação de alguns dispositivos conectados à IoT, que não podem ser facilmente recarregados. Pensando em um exemplo prático, a queda da temperatura, conforme a noite vai adentrando, poderia ser o suficiente para garantir uma nova dose de energia a essa bateria e manter um sensor agrícola funcionando.  Bateria e mudanças de temperatura “Estamos falando de níveis muito baixos de captação de energia, mas a capacidade de ter sensores que podem ser distribuídos e não precisam ser recarregados no campo é a principal vantagem”, reforça a engenheira Warren. No entanto, não há planos de utilizar essa forma de energia para manter a operação de um smartwatch ou mesmo telefone celular. Isso porque eles têm um display e transmitem muitos dados simultaneamente, o que é bem diferente de um “simples” sensor, que fornece informações pontuais, sem uma tela. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço ???? PARCELADO | Compre Samsung Galaxy Tab S9 FE em ótimo preço X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Chefe de IA da Meta contraria Elon Musk e diz que IAs não devem alcançar inteligência humana jamais

Chefe de IA da Meta contraria Elon Musk e diz que IAs não devem alcançar inteligência humana jamais

Tecmundo Enquanto muitos especialistas fazem previsões um tanto assustadoras sobre o futuro da inteligência artificial, Yann LeCun, cientista-chefe de IA da Meta e vencedor do prestigiado Prêmio Turing, tem um pensamento contrário ao assunto.  Durante evento realizado em Londres, ele chegou a comentar que a Inteligência Geral Artificial, também chamada de AGI e que supostamente tem capacidade para aprender capacidades humanas complexas, "não existe". Leia mais... Veja Mais

AMD seguirá com gráficos integrados RDNA 3+ até 2027

AMD seguirá com gráficos integrados RDNA 3+ até 2027

canaltech Tecnologia já confirmada pela AMD para aparecer em futuros produtos, a microarquitetura de RDNA 3+ pode permanecer no portfólio de APUs do time vermelho até 2027. A informação foi sugerida pelo informante Golden Pig Upgrade no Weibo, revelando que a empresa comandada por Lisa Su deve investir pesado nesse tipo de tecnologia para seus processadores com gráficos integrados. Review AMD Ryzen 7 8700G | CPU imbatível para jogar sem GPU 3 melhores processadores da AMD para jogos Apesar de não detalhar muito, o insider aponta que o núcleo principal das APUs será baseado em microarquitetura RDNA 3+ por bastante tempo, até 2027 pelo menos. Considerando que essa tecnologia deve chegar em certos produtos ainda este ano, a microarquitetura teria um ciclo de vida entre 3 a 4 anos. Isso não é uma movimentação anormal na indústria, principalmente do lado da AMD, que utilizou a microarquitetura Vega por anos até mudar para as primeiras versões do RDNA. Contudo, o RDNA 3+ permanecer até 2027 não significa que apenas essa tecnologia estará em vigor, já que a AMD ainda poderia lançar novas versões para coexistir com essa no mercado. -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/podcast/- RDNA 3+ é só uma atualização No entanto, a principal preocupação no RDNA 3+ ficar por tanto tempo em APUs é que essa tecnologia é apenas uma atualização para o RDNA 3 tradicional, presente nas placas Radeon 7000. Mesmo que as APUs com essa tecnologia ainda não tenham sido lançadas para vermos o salto de desempenho, a expectativa é que a nova versão seja comedida. Texto traduzido do Chinês de forma automática pela Google (Imagem: Captura de tela/Felipe Vidal/Canaltech) Os primeiros processadores com gráficos integrados a serem lançados pertencem à linha Strix Point, com até 16 Unidades Computacionais, os famosos CUs. Por outro lado, uma versão especial chamada de Strix Halo pode ter até 40 dessas estruturas e um nível de performance bem elevado. Especula-se que as APUs Strix Point sejam anunciadas até o fim de 2024, mas é possível que o lançamento fique para o início de 2025. ???? Compre a placa de vídeo AMD Radeon RX 6750 XT em oferta no Kabum! ???? Confira outras placas de vídeo da AMD com preço baixo no Kabum! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Nokia relança três celulares clássicos com mais bateria

Nokia relança três celulares clássicos com mais bateria

canaltech A HMD, responsável pela produção de celulares com a marca da Nokia, anunciou discretamente a chegada de três novos feature phones — ou seja, aqueles celulares que trazem características mais simples em comparação com os smartphones. Os aparelhos ganharam baterias maiores, entre outras alterações sutis.  Qual é o melhor celular bom e barato? Review Moto G24 | Um celular para quem quer só o básico Novos aparelhos da Nokia são clássicos reimaginados (Imagem: Divulgação/HMD) Um dos modelos atualizados é o Nokia 6310, que se diferencia do aparelho anterior de mesmo nome por trazer uma bateria com capacidade de 1.450 mAh. Além disso, o carregamento pode ser feito por meio de uma porta USB-C, em vez do micro USB presente na geração anterior, provavelmente para se adequar à legislação da União Europeia que também fez a Apple usar USB-C no iPhone 15.  O restante de suas especificações permanece o mesmo, incluindo a presença de um processador Unisoc 6531F e 8 MB de RAM. Seu armazenamento interno é de 16 MB, com possibilidade de expansão a até 32 GB.  -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/podcast/- O Nokia 6310 ainda tem uma tela LCD de 2,8 polegadas, além de uma câmera VGA na parte traseira. Suas opções de conectividade móvel se limitam ao 2G, um tipo de rede que está com seus dias contados. Nokia 5310 tem pegada musical (Imagem: Divulgação/HMD) Por sua vez, o Nokia 5310 também ganhou uma bateria maior de 1.450 mAh. No entanto, neste caso a mudança foi acompanhada pelo aumento da construção toda do dispositivo, com uma tela LCD mais ampla com 2,8 polegadas.  Ele também teve o seu processador alterado, já que trocou uma plataforma MediaTek pelo mesmo  Unisoc 6531F do 6310. Ele também é vendido em versão com 8+16 MB, e há possibilidade de expansão de espaço para 32 GB.   O diferencial do Nokia 5310 é o seu apelo para entusiastas da música, inclusive com botões laterais dedicados para controlar as faixas. Ele ainda conta com um sistema duplo de alto-falantes, e sintonização de rádio FM.  Nokia 230 tem duas câmeras de 2 MP (Imagem: Divulgação/HMD) Finalmente, o Nokia 230 foi outro modelo a ganhar bateria com capacidade de 1.450 mAh e porta USB-C. O restante de suas características não mudou, incluindo a tela TFT de 2,8 polegadas e a presença de duas câmeras de 2 MP na parte frontal e traseira, ambas auxiliadas por flash de LED.  A HMD não especificou informações sobre preço e disponibilidade dos dois modelos, mas eles já estão listados oficialmente no site da empresa.  Nokia 6310 (2024): ficha técnica Tela: LCD, 2,8 polegadas, resolução QVGA Processador: Unisoc 6531F Memória RAM: 8 MB Armazenamento interno: 16 MB, com possibilidade de expansão a até 32 GB com cartão microSD Câmera traseira: 0,3 MP Bateria: 1.450 mAh (até 27 dias de standby, segundo a marca) Dimensões: 135,5 x 56 x 14,1 mm;  Extras: 2G, Bluetooth 5.0, rádio FM, porta 3,5 mm para fones de ouvido Cores disponíveis: verde ou preto Sistema operacional: S30+ Nokia 5310 (2024): ficha técnica Tela: LCD, 2,8 polegadas, resolução QVGA Processador: Unisoc 6531F Memória RAM: 8 MB Armazenamento interno: 16 MB, com possibilidade de expansão a até 32 GB com cartão microSD Câmera traseira: 0,3 MP Bateria: 1.450 mAh (até 27 dias de standby, segundo a marca) Dimensões: 132 x 57 x 13,1 mm; Extras: 2G, Bluetooth 5.0, rádio FM, porta 3,5 mm para fones de ouvido Cores disponíveis: preto ou branco, ambos com detalhes em vermelho Sistema operacional: S30+ Nokia 230 (2024): ficha técnica Tela: LCD, 2,8 polegadas, resolução QVGA Processador: Unisoc 6531F Memória RAM: 8 MB Armazenamento interno: 16 MB, com possibilidade de expansão a até 32 GB com cartão microSD Câmera traseira: 2 MP Câmera frontal: 2 MP Bateria: 1.450 mAh (até 27 dias de standby, segundo a marca) Dimensões: 124 x 53 x 11 mm; Extras: 2G, Bluetooth 5.0, rádio FM, porta 3,5 mm para fones de ouvido Cores disponíveis: preto ou branco Sistema operacional: S30+ Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Febre oropouche: o que é? Há riscos do Brasil enfrentar surto?

Febre oropouche: o que é? Há riscos do Brasil enfrentar surto?

canaltech Nos últimos meses, está mais comum escutar sobre a febre oropouche, uma doença transmitida por mosquitos, como a dengue, a zika e a chikungunya. Apesar de pouco conhecida e quase sempre restrita aos estados do Norte, como o Amazonas, esta infecção ocorre no Brasil há mais de 50 anos.  Lúpulo tem ação antiviral contra chikungunya e oropouche 7 doenças transmitidas por mosquitos como o da dengue A diferença é que, neste ano, os casos da febre oropouche “explodiram”. Até o momento, o Ministério da Saúde identificou 3,3 mil casos da arbovirose — vírus transmitido por artrópodes, como mosquitos. O número é quatro vezes maior que o registrado ao longo do ano passado. No entanto, nenhuma morte foi confirmada até o momento. O que é Febre do Oropouche? Identificado pela primeira vez nos anos 1960 em um animal silvestre, o vírus da febre oropouche é endêmico na região da Amazônia. A transmissão para humanos ocorre a partir da picada de insetos, como o Culicoides paraensis, também conhecido como maruim ou mosquito-pólvora. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Este inseto tem a cor escura, e a sua picada costuma ser bastante dolorida, causando coceira e até hematomas. A picada é bastante diferente da associada ao mosquito da dengue, por exemplo. No entanto, as espécies Culex quinquefasciatus, Coquilletti diavenezuelensis e Aedes serratus também podem carregar o vírus que causa a febre oropouche, segundo o Ministério da Saúde.  Sintomas da doença transmitida por mosquitos Na maioria dos pacientes, os sintomas da febre oropouche podem ser confundidos com a de outras arboviroses, já que são generalistas. A seguir, confira os mais comuns, segundo o Ministério da Saúde: Febre de início súbito; Dor de cabeça; Dor nas articulações; Dor muscular; Náuseas; Diarreia. Até o momento, “não existe tratamento específico”, lembra a Saúde. Por isso, o paciente deve permanecer em repouso, usando remédios para aliviar os sintomas, enquanto se recupera. Para se proteger, é possível usar repelentes e roupas que reduzem a exposição da pele. Surto de febre oropouche no Amazonas Entre os estados brasileiros, o mais afetado é o Amazonas, com mais de 2,5 mil casos identificados desde o começo do ano. Diante da situação, as autoridades do estado declararam surto de febre oropouche em março. Culicoides (paraensis group), Rondonia, Western Amazon, Brazil#culicoides #bitingmidges #midges #maruins #oropouche #orov #vectors #amazon #rondonia pic.twitter.com/qC5Z0R1GGf — Luis Paulo Carvalho (@luispaulobio) April 2, 2023 No entanto, a medida é questionável, já que o surto foi declarado tardiamente, como explica Jesem Orellana, pesquisador da Fiocruz Amazônia. A situação no estado estava crítica desde dezembro do ano passado, especialmente em Manaus. “Surto, em teoria, é um evento de baixa magnitude, ou seja, que atinge um baixo número de pessoas e por um período de tempo curto. Nós estamos falando de uma epidemia em curso há oito meses, pelo menos, e que já foram diagnosticados cerca de 2 mil casos”, afirma Orellana para a Agência Brasil.  “Na prática, nós devemos ter, pelo menos, 10 mil pessoas que tiveram a doença, mas que não foi possível fazer esse diagnóstico”, acrescenta o pesquisador. Inclusive, um dos desafios é o diagnóstico, já que não existem testes rápidos, e a única alternativa são os testes moleculares, que identificam o RNA viral.     Casos da Febre Oropouche no Brasil Para entender o cenário nacional, o Informe Semanal nº 09, da Saúde, confirma a ocorrência de 3,3 mil casos positivos da febre oropouche neste ano, contra 832 casos confirmados em 2023. Casos da febre oropouche aumentam no Brasil, e surto da doença acomete o Amazonas (Imagem: Reprodução/Ministério da Saúde) As pessoas mais infectadas são aquelas que têm entre 20 e 49 anos. No entanto, há casos em crianças pequenas (com menos de 10 anos) e em idosos (com mais de 60 anos). Surto nacional da febre oropouche? Perto de outras arboviroses, a situação da febre oropouche é menor numericamente. Neste ano, já foram identificados 3,6 mil casos prováveis de zika, 131 mil casos de chikungunya e 3 milhões de casos de dengue, segundo o Painel de Arboviroses, atualizado pela última vez na quarta-feira (10).  Nesse contexto, o risco de um surto nacional de febre oropouche é baixo, mas isso não significa que a doença não seja um problema de saúde pública.  Estados endêmicos para a doença Um dos fatores que reduz o risco de uma epidemia nacional é que, até o momento, os casos estão associados com regiões específicas, classificadas como endêmicas, mais ao norte do país.  "Os casos detectados de FO [febre oropouche] tiveram local provável de infecção (LPI) em estados da região Norte”, explica o informe da Saúde. De forma mais simples, quase todas as infecções já detectadas da febre oropouche envolvem pacientes que estiveram em algum dos cinco seguintes estados: Amazonas;  Rondônia;  Acre;  Roraima;  Pará. A possível exceção são casos, ainda em investigação, da febre oropouche na Bahia. Além disso, alguns pacientes diagnosticados e tratados no Brasil eram residentes da Bolívia — por lá, infecções pelo vírus também ocorrem. Na verdade, outros países da América do Sul também enfrentam essa doença, o que inclui Panamá, Argentina, Equador, Peru e Venezuela. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Tunelamento quântico: estudo revela embaralhamento de informação em reações químicas

Tunelamento quântico: estudo revela embaralhamento de informação em reações químicas

Tecmundo Em um estudo publicado recentemente na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, uma equipe de físicos teóricos e químicos das universidades Rice e Illinois Urbana-Champaign, ambas nos EUA, usou técnicas de mecânica quântica (função de onda e integrais de caminho) para analisar uma reação química relativamente simples.O experimento resultou em um embaralhamento da informação quântica das partículas envolvidas a uma velocidade impressionante, quase tão rápida quanto a mais extrema forma de embaralhamento de informações conhecida no Universo: a singularidade de um buraco negro. Leia mais... Veja Mais

Frente fria avança no Sul do Brasil e eleva risco de temporal

Frente fria avança no Sul do Brasil e eleva risco de temporal

canaltech Depois de uma onda de calor intensa, o Brasil agora se vê diante do frio. Na última terça-feira (9), a região Sul do país começou a ser tomada por uma frente fria que veio da Argentina. A situação vem provocando um céu nublado e aumenta o risco de temporal em estados como o Rio Grande do Sul.  Por que o frio extremo na Europa não contraria o aquecimento global? Qual é o lugar mais frio do Brasil? Nesta quinta-feira (11), a previsão é que o Sol volte a aparecer no estado, mas ainda assim o frio deve continuar.  Para se ter uma noção, essa massa de ar frio da Argentina foi responsável por mínimas de -7,2ºC em Maquinchao; -2,5ºC em Esquel; -2,1ºC em Bariloche; -1,0ºC em Chapelco; e 0,0ºC em Calafate.  -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Mas o Metsul anuncia que o ar frio não vai conseguir progredir de forma a romper o bloqueio atmosférico do ar mais quente que cobre grande parte do Brasil, e que a tendência é de "trazer marcas menores e mais amenas no Rio Grande do Sul". Já em Santa Catarina e no Paraná, "os efeitos serão irrisórios e vai seguir quente em diversas cidades". Temporal no Rio Grande do Sul Com o aumento no risco de temporal, o Rio Grande do Sul pode completar 16 dias seguidos com registro de chuva, uma vez que desde 1º de abril houve registro de precipitação na forma de chuva de ao menos 1 mm todos os dias no estado em questão. Na quarta-feira teve o décimo dia seguido com chuva de ao menos 1 mm em algum ponto do Rio Grande do Sul, e os dados de modelos numéricos analisados pela MetSul indicam que o estado sulista deve ter chuva todos os dias até a próxima terça-feira (16). No que diz respeito aos outros estados, Santa Catarina passa por um tempo mais encoberto, com chuva persiste. O Paraná, passa por aumento nas nuvens no litoral e em Curitiba, com condição de chuva a qualquer momento, principalmente na sexta-feira (12), momento em que o frio deve ficar ainda mais notável. TEMPO | Ar frio na Argentina traz queda de temperatura nesta quarta-feira em diversas regiões gaúchas. ?? https://t.co/SK5UPAUrLT pic.twitter.com/EKxY9FOqGZ — MetSul Meteorologia (@metsul) April 9, 2024 Mas o Sudeste também não escapa: na noite desta quinta, a frente fria pode atingir o litoral sul de São Paulo. A consequência envolve mais umidade e aumento de chuva. Com a entrada do ar frio, o esperado então é uma diminuição nas temperaturas na cidade de São Paulo e no litoral paulista. O Metsul diz que o começo da semana que vem reserva mais chuva, graças à frente fria associada a um centro de baixa pressão. Frente fria no Brasil O início do mês de abril no Brasil ainda teve muito calor, mas nessa segunda quinzena, as baixas temperaturas se intensificam, de modo que o Sul e o Sudeste, que devem registrar mínimas abaixo de 10 °C a partir do dia 14. Em regiões serranas como a Serra Catarinense e a Serra Gaúcha, a frente fria não apenas é mais intensa, com direito a temperaturas inferiores a 4 °C, como também traz chances até de geada. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da NASA mostra como foi ver o eclipse solar na ISS 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa BYD quer comprar maior mineradora de lítio do Brasil As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Veja Mais

RKGK, novo game da Gearbox, mistura anime e grafite! Conheça

RKGK, novo game da Gearbox, mistura anime e grafite! Conheça

Tecmundo Jogos que apostam forte em uma direção de arte diferenciada sempre chamam a atenção do público — e parece que a Wabisabi Games captou isso de alguma forma. Não é para menos que RKGK, game estreante do estúdio mexicano, traz um belíssimo estilo artístico que mistura anime e grafite.Publicado pela Gearbox Publishing, casa de Remnant II, Tribes of Midgard, Godfall e tantos outros títulos, RKGK é um game de plataforma 3D vibrante e colorido. Ele chega ao PC (Steam) no inverno brasileiro (janela entre junho e setembro).Leia mais... Veja Mais

Google Fotos vai liberar recursos de edição com IA para todos os usuários

Google Fotos vai liberar recursos de edição com IA para todos os usuários

Tecmundo O Google anunciou na quarta-feira (10) que vai liberar novas ferramentas de edição de imagens alimentadas por inteligência artificial do app Fotos para todos os usuários no Android e no iOS a partir do dia 15 de maio. As funções avançadas eram restritas a proprietários de celulares da linha Pixel e assinantes do Google One.Um dos recursos de edição com IA que ficará disponível para todos no serviço de armazenamento na nuvem é o Magic Editor, que estreou nos smartphones Pixel 8 e Pixel 8 Pro. Ele utiliza IA generativa para efetuar edições complexas, como reposicionar objetos, remover pessoas do fundo ou mudar a cor do céu de forma simples.Leia mais... Veja Mais

Stranger Things ganha vida em evento imersivo no Brasil! Confira

Stranger Things ganha vida em evento imersivo no Brasil! Confira

Tecmundo Já pensou em entrar no universo de Stranger Things? Uma experiência interativa disponível em São Paulo promete levar os fãs da série da Netflix para o mundo invertido. Chamado de Stranger Things: The Experience, o evento é destinado a todos os fãs da série da Netflix e traz à realidade diversos cenários famosos da série. Com isso, o público pode tirar fotos e visitar locais similares aos que  Eleven, Dustin, Mike, Lucas, Max e Will vivem suas aventuras na produção. Leia mais... Veja Mais

10 filmes imperdíveis sobre Inteligência Artificial

canaltech Se existe um campo pelo qual o cinema sempre teve fascínio foi o da inteligência artificial. Dos mais alarmantes cenários até a história de máquinas que experimentaram as complexidades da vida humana, não foram poucos os longa-metragens que se debruçaram sobre o assunto, imaginando possíveis futuros e avanços da IA. Os 10 melhores filmes de ficção científica disponíveis na Netflix 10 séries incríveis de ficção científica para assistir na Netflix Algumas dessas histórias se tornaram clássicos, como é o caso do filme 2001 – Uma Odisseia no Espaço, lançado em 1968 e dirigido por Stanley Kubrick (O Iluminado). Marco dos filmes de ficção científica, ele imortalizou o supercomputador HAL 9000, servindo como inspiração para muitas outras tramas em que as máquinas se voltavam contra os humanos. Cena de 2001 - Uma Odisseia no Espaço (Imagem: Divulgação/MGM) Mais recente, mas também muito comentado pelo olhar que traz para a relação das pessoas com os sistemas operacionais, Ela, de 2013, é outro título que encantou o público e a crítica quando foi lançado. Muito premiado, o filme retrata de maneira poética a história de um homem solitário, que se apaixona por sua assistente virtual. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Além deles, há ainda o pouco conhecido, mas muito interessante, Jung_E. Produção sul-coreana, ele imagina um futuro distópico em que a Terra se tornou inabitável devido às mudanças climáticas e uma pesquisadora decide clonar o cérebro de sua mãe em um exército de robôs guerreiros. Para conhecer esses e outros títulos imperdíveis sobre o tema, o Canaltech montou uma lista de 10 filmes sobre Inteligência Artificial que valem a pena conhecer. Todos eles estão disponíveis em streaming ou em plataformas digitais para compra e locação. Por apenas R$ 14,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! 10. 2001 – Uma Odisseia no Espaço   Um dos mais importantes filmes do gênero, 2001 – Uma Odisseia no Espaço é um longa-metragem de ficção científica, parcialmente baseado no conto The Sentinel de Arthur C. Clarke. Lembrado até hoje por sua sonoplastia, trilha sonora e questões existencialistas, ele ficou famoso também na literatura, por ter um livro de mesmo nome desenvolvido em conjunto com o longa-metragem. Indicado a quatro estatuetas do Oscar, o título segue os passos de David Bowman, um astronauta enviado com sua equipe para Júpiter para investigar um misterioso monolito, que parece emitir sinais de uma civilização extraterrestre. No caminho, no entanto, o computador integrado a sua nave muda de “comportamento”, tenando assumir o controle da Discovery e eliminar seus tripulantes. 2001 – Uma Odisseia no Espaço está disponível para compra e locação na Amazon, Google Play e Microsoft Store. 9. Resistência   Visualmente impressionante, Resistência é um épico de ação e sci-fi co-criado e dirigido por Gareth Edwards (Rogue One: Uma História Star Wars). Lançado nos cinemas em 2023, ele se passa no ano de 2070, quinze anos após uma inteligência artificial, originalmente criada para proteger os seres humanos, se rebelar e detonar uma ogiva nuclear em Los Angeles, nos EUA. Com efeitos visuais e sonoros impressionantes, que renderam ao filme duas indicações ao Oscar, o título se passa nesse cenário apocalíptico, em que um ex-agente é recrutado para matar o criador de uma arma capaz de acabar com a humanidade. O problema é que em sua jornada para proteger a Terra, o protagonista faz uma descoberta que pode atrapalhar seus planos: a de que a ameaça é nada menos do que uma IA em forma de criança. Resistência pode ser visto no Star+. 8. Vingadores: Era de Ultron Até mesmo os filmes de super-heróis já enveredaram pelo mundo da inteligência artificial. Vingadores: Era de Ultron, segundo filme da saga dos Vingadores e décima quinta maior bilheteria da história do cinema, é um título de 2015 responsável por combinar a força dos heróis da Marvel com uma pitada de sci-fi – e uma história que mostra, mais uma vez, as máquinas se voltando contra os humanos.   Dirigido por Joss Whedon (Buffy, a Caça-Vampiros), o longa-metragem gira em torno de Tony Stark, quando o industrial bilionário decide criar uma IA que sirva de armadura para o mundo, trazendo assim a paz mundial. Tudo dá errado, no entanto, quando o projeto dá origem a Ultron, um robô supervilão que leva a equipe dos Vingadores a entrarem em ação para protegerem a humanidade. Vingadores: Era de Ultron faz parte do catálogo do Disney+. 7. Matrix   Outro clássico dos cinemas, Matrix é um filme de 1999 dirigido pela irmãs Lily e Lana Wachowski (Speed Racer). Título do gênero cyberpunk, que entrou para a cultura pop, ele ficou conhecido por suas cenas coreografadas de luta e pelo efeito de câmera lenta, chamado bullet time, que imortalizou em várias de suas cenas. Estrelado por Keanu Reeves o filme conta a história de Neo, um programador atormentado por estranhos sonhos, que passa a duvidar do mundo à sua volta. Ao conhecer Morpheus e Trinity, ele descobre estar na Matrix, um sistema de IA que criou uma realidade ilusória e explora seu corpo e cérebro reais. Trazido de volta à consciência, Neo entra então em guerra contra as máquinas, sendo apontado como o messias que pode salvar a humanidade. Matrix pode ser assistido na Max. 6. Ela   Premiado drama romântico de Spike Jonze (Adaptação), vencedor, inclusive, do Oscar de Melhor Roteiro Original, Ela é um longa-metragem de 2013, estrelado por Joaquim Phoenix (Coringa). Escrito antes da existência do ChatGPT, mas inspirado pelos primeiros programas de mensagens instantâneas entre humanos e IAs, o filme tem um quê de autobiografia com partes inspiradas no divórcio de Jonze com a cineasta Sofia Coppola. Ambientado em um futuro próximo, o filme conta a história de Theodore, um homem solitário e recém-divorciado, que decide comprar um sistema operacional com uma assistente virtual programada para evoluir psicologicamente. Ao acioná-lo e trazer à tona Samantha, a voz feminina que “dá vida” à máquina, Theodore acaba se encantando pela IA e se apaixonando irreversivelmente por ela. Ela está disponível no Amazon Prime Video. 5. M3GAN Longa-metragem de terror e ficção científica, com pitadas de humor macabro, M3GAN é um filme de Gerard Johnston (Housebound) e, lançado em 2022. Já renovado para uma sequência, que deve chegar aos cinemas em 2025, ele foi um sucesso de bilheteria para o valor de sua produção, ganhando especial atenção do público após ter seu trailer viralizado nas redes sociais.   Estrelada por Allison Williams (Corra!) e pela estreante Violeta McGraw, a produção conta a história de Cady, uma garotinha de oito anos que após perder os pais e ir morar com sua tia Gemma, é presentada pela roboticista com a boneca M3GAN, um robô humanoide que tem como função protegê-la. O problema é que conforme se apega mais a Cady, M3GAN passa a encontrar “ameaças” em todos os lugares, destruindo qualquer coisa ou pessoa que apareça em seu caminho. M3GAN está no catálogo da Max e do Telecine. 4. Jung_E   Única produção sul-coreana da lista, Jung_E é um filme original da Netflix, que conta com direção de Yeon Sang-ho (Invasão Zumbi). Título de ficção científica que chegou a figurar no top 10 de 80 países em que o serviço de streaming opera, ele foi a última produção da atriz Kang Soo-yeon, que faleceu antes do filme ser lançado. Ambientado no ano de 2194, quando devido à falta de recursos parte da humanidade vive em abrigos no espaço, o filme conta a história de Yun Seo-hyun, uma pesquisadora cuja mãe, uma lendária mercenária, entrou em coma quando ela era pequena. Agora adulta e disposta a honrar seu legado, Yun comanda então um projeto para clonar o cérebro de sua progenitora e criar uma inteligência artificial de combate com todas as suas habilidades. Jung_E está disponível na Netflix. 3. A.I. – Inteligência Artificial   Por questões óbvias, um dos filmes mais lembrados quando o assunto são produções sobre IA, A.I. – Inteligência Artificial é um título dirigido por Steven Spielberg vagamente inspirado no conto Supertoys Last All Summer Long de Brian Aldiss. Lançado em 2001, a produção demorou anos para sair do papel, sendo originalmente desenvolvida pelo diretor Stanley Kubrick. Protagonizado por Haley Joel Osment (O Sexto Sentido) e Jude Law (Animais Fantásticos), o longa-metragem se passa no século 22, quando devido ao aquecimento global e a redução da população mundial, robôs foram criados como substitutos de humanos. Nesse contexto, acompanhamos a jornada de David, um protótipo de criança capaz de experimentar o amor, adquirido por um casal cujo filho contraiu uma doença rara. A.I. – Inteligência Artificial está disponível para compra e locação na Amazon e Google Play. 2. O Homem Bicentenário Estrelado por Robin Williams (Sociedade dos Poetas Mortos) em uma de suas atuações mais memoráveis nos cinemas, O Homem Bicentenário é uma comédia de ficção científica lançada em 1999. Dirigida por Chris Columbus (Esqueceram de Mim), ela é baseada no romance The Positronic Man, uma obra escrita pelo aclamado autor de sci-fi Isaac Asimov e Robert Silverberg.   Lançado no final da década, próximo ao bug do milênio, o filme segue os passos de Andrew, um robô comprado por uma simpática família americana, cuja função é realizar pequenas tarefas domésticas. Conforme, no entanto, os anos passam e Andrew se adapta à vida cotidiana, a IA começa a apresentar traços como curiosidade e personalidade própria, o que coloca o robô em uma jornada para se tornar o mais próximo possível de um ser humano. O Homem Bicentenário está disponível para compra e locação na Amazon, Google Play e iTunes. 1. Blade Runner 2049   Épico neo-noir dirigido por Denis Villeneuve (Duna), Blade Runner 2049 é uma sequência do clássico filme de ficção científica, Blade Runner – título que, por sua vez, é baseado no romance Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? de Philip K. Dick. Lançado mais de 30 anos após sua produção original, ele pode ser assistido como uma história independente, que explora temas tecnológicos diferentes ligados à ecologia e realidade virtual. Estrelado por Ryan Gosling (Barbie) e contando com a participação de Harrison Ford (Star Wars), protagonista do primeiro filme, o longa-metragem gira em torno de K, um policial replicante ordenado a caçar os rebeldes de sua espécie. Um dia, K descobre que uma replicante teve um filho e mesmo enviado para eliminar a criança, parte em busca de respostas sobre a chocante revelação. Blade Runner 2049 pode ser visto na Netflix. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus Review Galaxy A25 | Um bom intermediário barato Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Google lança manual para criar bons prompts no Gemini KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Veja Mais

Thunderbolts* | Por que o novo filme da Marvel tem um asterisco no nome?

canaltech Thunderbolts* está em produção e foi um dos focos da apresentação do Marvel Studios na CinemaCon, evento fechado para donos de cinema dos Estados Unidos. Entre trailers de Deadpool & Wolverine e Capitão América: Admirável Mundo Novo, Kevin Feige, revelou a logo de Thunderbolts*, incluindo um asterisco misterioso no final do nome do filme. Por que os trailers da CinemaCon não são liberados ao público? Marvel Studios | Calendário com os próximos filmes e séries do MCU Como quem não quer nada, o presidente do Marvel Studios comentou sobre o asterisco, dizendo que só vai falar sobre o motivo de ele estar ali após a estreia do filme, marcada para 1 de maio de 2025. Só que rumores e o histórico dos personagens nos quadrinhos podem indicar exatamente por que a adaptação do time de "vilões" do MCU ganhou esse curioso asterisco no nome. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- O Presidente Ross quer Vingadores de volta à ativa (Imagem: Divulgação/Marvel Studios) Tudo deve começar com Capitão América Apresentando Capitão América: Admirável Mundo Novo na CinemaCon, o Marvel Studios revelou uma cena em que o presidente Thunderbolt Ross, agora interpretado por Harrison Ford, fala para Sam Wilson, o  atual Capitão América, que deseja reunir os Vingadores. O conflito entre Ross e Wilson devem marcar a produção, que estreia antes de Thunderbolts*. Considerando que o time carrega o apelido do presidente dos Estados Unidos, existe uma grande chance de ele estar envolvido no recrutamento dos membros confirmados do time. Até o momento, foram confirmados no filme Yelona Belova (Florence Pugh), Guardião Vermelho (David Harbour), Treinador (Olga Kurylenko), Agente Americano (Wyatt Russell), Fantasma (Hannah John-Kamen) e Soldado Invernal (Sebastian Stan). Kevin Feige confirms ‘THUNDERBOLTS*’ is the official title.“We won’t talk about the asterisk until after release” pic.twitter.com/fVHWfsXCPh — DiscussingFilm (@DiscussingFilm) April 11, 2024 Rumores indicavam que o filme mostraria esse time de vilões e anti-heróis se juntando em uma missão suicida, capitaneados pela Condessa Valentina Allegra de Fontaine (Julia Louis-Dreyfus). Porém, essa ideia de "Esquadrão Suicida da Marvel" pode ter sido alterada, já que alguns rumores começaram a apontar para a evolução natural dos Thunderbolts nos quadrinhos. Mudança de título no final do filme Com a inclusão do asterisco no título, muitos começaram a ligar os pontos e acreditar que, assim como aconteceu com Falcão e o Soldado Invernal, a Marvel estaria preparando uma mudança do nome do filme nos seus créditos finais. Na série de Sam Wilson, após aceitar o manto passado por Steve Rogers em Vingadores: Ultimato, a série muda o seu nome para Capitão América e o Soldado Invernal. Assine a Disney+ aqui e assista a títulos famosos da Marvel, Star Wars e Pixar quando e onde quiser! O mesmo poderia acontecer com Thunderbolts*, que, ao chegar no final, pode passar pela mudança que ocorreu nos quadrinhos, quando a revista do time passou a se chamar Vingadores Sombrios. Os Vingadores Sombrios contra os Vingadores de verdade nos quadrinhos (Imagem: Reprodução/Marvel Studios) Na HQ, vilões como Norman Osborn, Escorpião e Mercenário assumem o nome de grandes heróis como Patriota de Ferro, Homem-Aranha e Gavião Arqueiro. Considerando que, em Admirável Mundo Novo, Thunderbolt Ross deseja reunir os Vingadores, nada impede que ele o faça com outros membros, criando a sua própria versão sombria do time — uma equipe sob o seu controle e muito mais alinhada com o seu jeito de lidar com o mundo. Obviamente, isso ainda é apenas especulação, mas parece ser a direção que o Marvel Studios está caminhando para suas próximas fases.  Thunderbolts* estreia em 1 maio de 2025, encerrando a fase 5 do universo cinematográfico da Marvel. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Review Galaxy A25 | Um bom intermediário barato KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Veja Mais

Google ameaça limitar links de notícias na Califórnia, EUA

canaltech O Google preparou uma resposta dura ao estado da Califórnia, nos EUA, que discute uma lei capaz de exigir que a Big Tech pague uma taxa a sites de notícias para expor os links das matérias no buscador. A empresa revelou que vai fazer um teste e remover os links de sites de notícia da plataforma como uma forma de “medir o impacto da legislação na experiência do produto”. Google e OpenAI treinam IAs com vídeos do YouTube, diz jornal Google pode facilitar a busca por vídeos do TikTok A Lei de Preservação ao Jornalismo na Califórnia (CJPA, na sigla em inglês) ainda tramita no congresso local, mas já incomodou a Gigante de Mountain View. Veículos locais de mídia argumentam que isso ajudaria a dividir os lucros obtidos pela Big Tech com anúncios, mas o Google responde que isso beneficiaria apenas os grandes conglomerados.  Em nota assinada pelo Vice-presidente de Parcerias Globais de Notícias do Google, Jaffer Zaidi, a empresa argumenta que uma eventual aprovação da lei “criaria um nível de incerteza que nenhuma companhia poderia aceitar” e “colocaria pequenos publicadores em desvantagem”. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Google ameaça tirar notícias do buscador na Califórnia em resposta a lei que exigiria o pagamento de uma taxa pela Big Tech (Imagem: Charles Deluvio/Unsplash) A resposta do Google veio em ações que podem limitar a presença de veículos de notícias no estado dos EUA. Primeiramente, um teste considerado de curto prazo vai remover os links de matérias dos sites da Califórnia que poderiam ser englobados na CJPA. Além disso, vai remover investimentos no ecossistema de notícias do estado, principalmente nas iniciativas Google News Showcase e Google News Initiative, até que mais informações sobre a lei sejam esclarecidas.  A empresa revela que apenas 2% das buscas na pesquisa do Google envolvem notícias e aponta que as pessoas buscam outras fontes de informação, como podcasts, vídeos curtos, newsletters e redes sociais. Porém, reforça que ainda faz investimentos para garantir a saúde do ecossistema de imprensa. Google já reagiu em outros casos Não é a primeira vez que o Google toma providências severas como resposta a projetos de lei que influenciam a monetização de veículos de notícias no buscador. A empresa chegou a deixar de exibir links de notícias no Canadá no ano passado em resposta a uma lei discutida em moldes parecidos — Facebook e Instagram também fizeram o mesmo na época. Após meses de negociação, o projeto foi alterado e o Google teve que pagar 100 milhões de dólares canadenses (cerca de R$ 371 milhões, em conversão direta na cotação atual) a veículos locais como parte do acordo. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Rancho Fundo | O que esperar da nova novela das 18h?

canaltech Substituta do remake de Elas por Elas, Rancho Fundo é a nova novela da faixa das 18h que estreia na Globo 18h no próximo dia 15 de abril. Trazendo como protagonistas nomes de peso como Andréa Beltrão, Alexandre Nero, Du Moscovis e Debora Bloch, a trama se volta para o interior do país para contar a história de uma família que tenta deixar a dureza do sertão com a oportunidade que o garimpo oferece — mas tendo que lidar também com os riscos que a atividade traz. As 10 novelas mais populares da Globo para assistir no Globoplay 5 novelas que invadiram os cinemas e viraram filmes O enredo é escrito por Mário Teixeira, o mesmo autor de Mar do Sertão, outra novela das 18h que foi ao ar entre 2022 e 2023. A trama, inclusive, trará personagens de volta, como Deodora (vivida por Bloch), Quintilha (Ju Colombo) e Padre Zezo (Nanego Lira). Apesar disso, o autor garante que o folhetim que estreia na próxima semana não é uma continuação. Andréa Beltrão vive a protagonista Zefa em Rancho Fundo. (Divulgação/Globo/Fabio Rocha) A convite da Globo, o Canaltech viajou para acompanhar o evento de lançamento da novela e conversou com Teixeira, que comentou sobre essa questão. De acordo com ele, a ideia de resgatar antigos personagens surgiu do clamor popular e também da oportunidade de dar uma nova chance para eles contarem suas histórias.  -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/podcast/- “Na verdade são personagens que, em Mar do Sertão, eram muito carismáticos e caíram no gosto do público e que, de uma certa forma, tiveram a vida interrompida, como a Deodora, por exemplo, que foi presa. Então essas pessoas agora terão uma segunda chance na vida — mas elas sofrerão mudanças como todo mundo.” Qual é a história de Rancho Fundo? Em Rancho Fundo, o protagonismo ficará com a família Leonel, formada pela garimpeira Zefa (Beltrão) e seu marido e Tico (Nero), além dos três filhos: Zé Beltino (Igor Fortunato), Quinota (Larissa Bocchino) e Juquinha (Tomás de França). De origem humilde, suas vidas mudam completamente quando Zefa encontra uma pedra preciosa azul que atrai muitos oportunistas tentando lhe sabotar. Personagens vão trazer um ar mais ingênuo e para cima (Imagem: Divulgação/Globo) E, como o romance não pode ficar de fora, um triângulo amoroso também fará parte do roteiro. Ele acontece entre a ultrarromântica Quinota, o mau caráter Marcelo Gouveia (José Loreto), e o mocinho Artur Ariosto, vivido por Túlio Starling que, assim como a protagonista Larissa, também é mineiro. Aliás, a nova novela das 18h é feita com vários sotaques e quem destaca isso é o próprio autor. “Foi Allan (Fiterman, o diretor) que descobriu os rostos novos. A gente busca representatividade. Além deles, mais da metade do elenco são de atores nordestinos e há também uma atriz indígena.” Sou noveleira e nordestina. A gente pensa que em 2024 isso não vai mais acontecer, mas nos enganamos. Essa foto de "No rancho fundo" é problemática, para dizer o mínimo. As cores, as roupas, os personagens com aspecto de sujo. Até quando o Nordeste será retratado apenas assim? pic.twitter.com/NXQsOVOda2 — Aqui é TV por Lyvia Rocha (@aquietv) March 19, 2024 O comentário, inclusive, soa quase como uma alfinetada às redes sociais diante da repercussão que a novela teve quando sua primeira imagem foi divulgada, no início de 2024. Na época, muitos comentários apontaram para uma suposta estereotipação dos personagens nordestinos, retratando-os como miseráveis e com a novela pesando a mão namaquiagem e na fotografia mais amaralada para reforçar o aridez do sertão. Em resposta às crítica, a Globo afirmou que a foto havia vazado e que não estava finalizada. A novela romantiza o garimpo? Outra questão que surgiu à medida que a divulgação de Rancho Fundo começou diz respeito à questão do garimpo. Como dito, a protagonista de Andrea Beltrão é uma garimpeira que busca nos minérios uma forma de criar sua família — o que fez muita gente temer que a novela pudesse romantizar a questão em um momento em que o Brasil olha com preocupação para os impactos do garimpo ilegal, principalmente na região Norte do país. Em 2023, imagens de indígenas do povo Yanomami sofrendo com doenças e desnutrição chocaram a todos. O garimpo terá parte central na história dos protagonistas de Rancho Fundo (Foto/Diandra Guedes) Durante o evento de lançamento, o autor Mario Teixeira comentou que pretende fazer um retrato da realidade da atividade. "É uma temática mais leve [da novela], mas muito realista. A Zefa se preocupa muito com a natureza, ela não joga veneno nas terras, ela perde dinheiro por conta disso. Ela jamais polui um rio com mercúrio, por exemplo, então é uma novela que é absolutamente para cima, que não quer ensinar as pessoas como fazer, mas ao mesmo tempo mostra para elas como deve ser [o garimpo legal]. Então, o garimpo será retratado de uma forma realista, mas dentro da perspectiva dos nossos personagens que amam a natureza.” Cansado de perder tempo procurando preços baixos? Inscreva-se no Canaltech Ofertas e receba as melhores promoções no seu celular! O que esperar de Rancho Fundo: elenco entrosado e personagens divertidos   Com um enredo que mescla fábula com romance, Rancho Fundo promete entregar uma trama divertida, ideal para o horário das 18h. Dando vida a um dos protagonistas, Alexandre Nero se disse completamente apaixonado pelo enredo. “Eu estou apaixonado pelo meu personagem. Estou me divertindo, estou apaixonado. É um personagem extremamente carismático, fofo, amável. Um cara que acredita na vida, acredita nas pessoas. Ele é o típico arquétipo do inocente que é passado para trás, mas de uma maneira muito divertida. Estou com expectativa altíssima”. Luisa Arraes, que interpreta a vilã Blandina, também explicou os motivos de estar encantada pela sua personagem. “Ela é muito complexa e acho que até hoje a gente batalha por personagens femininas assim. É uma mulher com muito desejo, que quer dominar o mundo e vai atrás do que almeja.” Já em relação à caracterização e aos cenários, o público pode esperar muitas referências ao Norte e Nordeste na parte rural, com casas coloridas e enfeitadas com plantas nativas. Em relação às roupas, a figurinista Julia Ayres explica que um dos pontos fundamentais para a construção do acervo foi uma extensa pesquisa sobre a região onde se passa a história.  “Fomos ao Nordeste para retratar um pouco daquela região e contamos com a ajuda de duas produtoras do Recife (PE), que ajudaram com os estabelecimentos onde poderíamos comprar peças que melhor se encaixavam no universo do personagem e com os fornecedores locais, para que a gente pudesse representar os artistas da região também nas roupas. Visitamos ainda a Feira de Caruaru. A presença desses profissionais no projeto foi fundamental”. Rancho Fundo trará roupas e acessórios em tons quentes. (Divulgação/Globo/Léo Rosário) O que a Globo espera de Rancho Fundo? A estreia da nova novela também carrega a expectativa da Globo de recuperar a audiência nessa faixa horária. Com uma média de 15 pontos de média, Elas por Elas foi novela das 18h menos assistida da emissora,  enquanto suas antecessoras Amor Perfeito, Mar do Sertão e Além da Ilusão cravaram 20 pontos. Mário Teixeira comentou esse desafio e garantiu que o público não irá fugir das novelas. “O público jamais vai fugir, ele estava em algum momento cansado. O que essa novela vai fazer é pegar o espectador pela emoção. Mostra a gente como a gente é, são os nossos vizinhos, a nossa tia, esses personagens fazem parte da nossa vida. É esse lado amoroso que as pessoas querem ver” Agora, resta saber se a trama encabeçada por Zefa e Tico Leonel vai realmente conquistar o público. Lembrando que ela estreia segunda-feira, dia 15 de abril. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Review iPhone 15 Pro | Excelente e com melhorias reais

canaltech A Apple finalmente cedeu e trouxe o conector USB-C ao iPhone 15 Pro. Mas o novo celular mais potente da empresa tem algumas outras novidades além disso. O Canaltech pegou o celular para testar e contar o que mais há de novo e o que ficou igual ao antecessor na análise a seguir. Review iPhone 15 Pro Max | O melhor iPhone, agora com USB-C Review iPhone 14 Pro | A câmera de 48 MP é o seu destaque Nota geral do iPhone 15 Pro: 4,6 | Design: 4,5 | Bateria: 4,5 | Câmera: 4,5 | Tela: 4,5 | Desempenho: 5 Prós Tela excelente Desempenho de sobra Fotos de alta qualidade Bateria com boa duração Contras Modo noturno da câmera abaixo do concorrente Cabo USB-C 2.0 na caixa Design e tela As mudanças em design são sutis, mas existem. O visual é o mesmo desde o iPhone 12 Pro, com laterais retas e quinas bem arredondadas. A Ilha Dinâmica da câmera e sensores frontais segue igual à que chegou no iPhone 14 Pro, e o módulo de câmeras traseiro mantém o estilo 'cooktop', e aumentou um pouco de tamanho. ???? Compre o iPhone 15 Pro no Magalu ???? Compre o iPhone 15 Pro no Mercado Livre ???? Compre o iPhone 15 Pro na Amazon "Mas o que mudou, então?", você deve estar se perguntando. O material da moldura lateral, que era aço inoxidável e agora é titânio. É um metal mais leve e, em teoria, mais resistente. De fato, o peso da nova geração é de cerca de 20 gramas a menos que o dos modelos da geração anterior nos modelos Pro. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Há ainda duas outras novidades: o conector Lightning deu lugar ao USB-C, finalmente; e a chave do modo silencioso agora é um botão de ação configurável. De resto, a proteção IP68 segue igual, e a tela também é, basicamente, a mesma, com 6,1 polegadas e painel LTPO Super Retina XDR OLED. O nome assusta um pouco, mas é o jeito da Apple tentar diferenciar o painel de seus celulares dos concorrentes. Porém, a tecnologia é quase a mesma do que vemos em muitos topo de linha Android. É uma tela OLED com bastante contraste, cores vívidas e ótima taxa de brilho, baixo para locais escuros e alto para ambientes externos. +4 $(function() { $('body').append("\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n1 \/ 8\n\n\n\niPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n2 \/ 8\n\n\n\niPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n3 \/ 8\n\n\n\niPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n4 \/ 8\n\n\n\niPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n5 \/ 8\n\n\n\niPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n6 \/ 8\n\n\n\niPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n7 \/ 8\n\n\n\niPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n8 \/ 8\n\n\n\niPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n\nIMAGENS\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n"); iniciaGaleria($('#_097b49')); }); "O display do iPhone 15 Pro tem todos os recursos esperados de um topo de linha, como HDR10 e Dolby Vision. Ainda possui resolução ligeiramente maior que o Full HD+ e taxa de atualização de até 120 Hz. Não falta nada, considerando o que vemos na indústria de smartphones atualmente" — Felipe Junqueira Desempenho de sobra Quando o Canaltech testou o iPhone 15 Pro Max, que tem o mesmo chip A17 Pro do seu "irmão menor", notamos aquecimento excessivo em tarefas simples. Havia uma promessa de correção via software, que aparentemente resolveu o problema. Não senti aquecimento incomum durante o período em que testei o iPhone 15 Pro. O celular consegue rodar qualquer tarefa proposta de maneira tranquila, e roda muito bem qualquer jogo disponível da App Store. A pontuação no AnTuTu ficou em 1,5 milhão de pontos, mesma faixa do iPhone 15 Pro Max e de Androids mais recentes como a linha Galaxy S24. O iPhone 14 Pro somou 977 mil pontos no mesmo benchmark, então há um aumento considerável entre as duas gerações. "Não tem muito o que falar sobre o desempenho do smartphone da Apple. Se até mesmo os modelos de três, quatro anos atrás ainda não deixam o usuário na mão, imagine o novo modelo. A linha iPhone 15 Pro deve entregar o bastante até mesmo em tarefas pesadas para os próximos dois anos — e eu estou chutando baixo." — Felipe Junqueira $(function() { $('body').append("\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n1 \/ 2\n\n\n\niPhone 15 Pro ficou à frente do iPhone 15 no AnTuTu, mas abaixo de Androids como Galaxy S24 Plus e Redmagic 9 Pro (Imagem: Canaltech)\n\n\n\n\n2 \/ 2\n\n\n\nBateria do iPhone 15 Pro dura mais que a do Galaxy S24 Plus, do iPhone e do iPhone 15 Pro, mas menos que a do Redmagic 9 (Imagem: Canaltech)\n\n\n\n\n\nIMAGENS\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n"); iniciaGaleria($('#_fcc308')); }); Duração da bateria e tempo de recarga Bateria deixou de ser o maior ponto fraco do iPhone já tem algum tempo. Se você ainda é daquelas pessoas que gosta de fazer piada com isso, passou da hora de parar. Todos os modelos mais recentes têm boa duração, e o iPhone 15 Pro não é diferente, com 26 horas de previsão, segundo o teste padrão do Canaltech. Importante ressaltar que o teste é mais exigente que a média de uso brasileira. Consideramos que 18 horas são suficientes para entregar um dia de uso tranquilo. Ou seja, o smartphone da Apple ultrapassa a marca com folga, e deve conseguir até dois dias longe da tomada, a depender do seu uso. O tempo de recarga vai variar bastante. Como a Apple não envia adaptador de parede, e só inclui cabo USB-C 2.0, fica difícil fazer um teste justo. Plugar o cabo em um computador significa carga muito demorada. A Apple recomenda o uso de carregador de 20W, e foi o que eu usei. A recarga de 0% a 100% demorou cerca de 1,5 hora. "A duração de bateria do iPhone 15 Pro é de mais de um dia em uso moderado. O celular da Apple fica entre o Galaxy S24 Ultra e o Galaxy S24 Plus, considerados seus grandes concorrentes." — Felipe Junqueira Câmera O conjunto de câmeras do iPhone 15 Pro não tem novidades em relação ao antecessor. A Apple manteve o sensor principal de 48 MP, telefoto de 12 MP com zoom óptico de 3x e ultrawide de 12 MP. A frontal também segue com a mesma resolução e recursos, também com 12 MP. Só a super grande-angular não tem estabilização óptica de imagem (OIS). As fotos têm uma qualidade muito boa, com um nível de texturas impressionante em quase todos os cenários. Por característica, as imagens têm cores mais saturadas, mais vibrantes. Até pouco tempo atrás, a Apple preferia manter as imagens mais "cruas" para permitir ao usuário fazer edições por conta própria. Não acho que dar uma forçada nas cores seja ruim, pelo contrário. A maioria das pessoas prefere assim, e isso evita o trabalho de fazer edição posterior. Se você prefere cores mais suaves, pode mexer nas configurações da câmera ou usar o ProRAW, que salva mais informações e aumenta as possibilidades de edição. A gravação de vídeo é a parte imbatível nas câmeras da Apple. Quando falamos em filmagem com celular, o iPhone ainda é a melhor opção. Além da alta qualidade, as opções de ajustes são ótimas. E o celular da Maçã ainda tem o modo Cinema, que inclui profundidade de campo e transições de foco aos vídeos. "O iPhone 15 Pro é um dos melhores celulares para tirar fotos e gravar vídeos. Porém, tem um ponto fraco, ao menos em relação ao principal concorrente: o modo noturno está bem abaixo não só da linha Galaxy S24 e antecessores, como perde em alguns casos para o Galaxy A55, um intermediário." — Felipe Junqueira $(function() { $('body').append("\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n1 \/ 2\n\n\n\nCâmera telefoto (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n2 \/ 2\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n\nIMAGENS\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n"); iniciaGaleria($('#_c068f3')); }); Recursos e conectividade Quando falamos de sistema do iPhone, todo mundo já sabe. O modelo mais novo já chega com a versão mais recente do iOS, que neste caso é a 17. Eu testei o 15 Pro com a 17.4.1, que traz algumas melhorias em segurança e outras alterações pequenas. A Apple deve atualizar este modelo até o iOS 22. Conector USB-C finalmente chegou ao iPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)O celular oferece ainda recarga sem fio via MagSafe e sistema de som estéreo, apesar de não ter conector para fones de ouvido. O novo botão de ação pode ser configurado para silenciar notificações, abrir a câmera, ativar o modo foco, ligar a lanterna e outras seis opções. Em conectividade, o iPhone 15 Pro tem quase tudo de mais recente que um celular pode oferecer. Isso inclui bandas 5G, NFC para pagamento por aproximação e Bluetooth 5.3. Porém, fica devendo o Wi-Fi 6 de banda tripla, limitado à banda dupla. O conector USB-C está na versão 3.2 Gen 2, o mais atual disponível. Concorrentes diretos No Brasil, o concorrente direto do iPhone 15 Pro pode ser qualquer modelo da linha Galaxy S24. Por ser mais ou menos o intermediário da linha, o mais comum é compará-lo ao S24 Plus. E aí você tem uma escolha entre Samsung e Apple, Android e iOS. Ambos são excelentes e vão durar mais de três anos com ótima experiência. Outras opções são modelos anteriores da própria Apple, ou o iPhone 15, que é mais em conta e quase tão bom quanto o modelo Pro. O iPhone 15 Pro vale a pena? iPhone 15 Pro (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)Se você pode arcar com o alto valor cobrado pelo mais atual celular da Apple, o iPhone 15 Pro vale a pena. Pessoalmente, eu acho que o iPhone 15 é mais jogo, porque é quase tão bom quanto o Pro e custa bem menos. O modelo mais avançado tem chip mais atual e mais recursos de câmera. Mas o processador do iPhone 15 já é bom o bastante para qualquer tipo de uso. E os recursos de câmera a mais do 15 Pro são mais para quem tem um conhecimento mais avançado de fotografia. Sendo assim, você é quem escolhe se paga quase R$ 6.500 no iPhone 15 Pro, ou se economiza um pouco e investe R$ 4.800 no 15 básico. Dá para comprar alguns acessórios junto e ainda gastar menos. Mas a opção é sua, eu só estou fazendo uma sugestão com base no que testei dos aparelhos. ???? Compre o iPhone 15 Pro no Magalu ???? Compre o iPhone 15 Pro no Mercado Livre ???? Compre o iPhone 15 Pro na Amazon Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Picape híbrida da BYD terá potência e autonomia absurdas

canaltech A BYD está prestes a apresentar oficialmente seu novo lançamento mundial: uma picape média, com motorização híbrida plug-in, que promete agitar o segmento das caminhonetes com a mesma intensidade que Dolphin e Dolphin Mini chegaram ao Brasil. 10 caminhonetes mais vendidas do Brasil em março de 2024 5 carros que a BYD lançará no Brasil até 2025 Ainda sem nome definido, a caminhonete da BYD terá porte médio e, por isso, será a mais nova rival de Toyota Hilux, hoje a mais vendida em seu nicho, Chevrolet S10 e Ford Ranger, testada e avaliada pelo Canaltech em 2023 como a melhor do país. As primeiras informações a respeito do modelo que será apresentado ao mundo no México indicam que a vindoura picape será impressionante, não apenas pelo visual arrojado, mas também por suas especificações relacionadas à potência e, principalmente, à autonomia. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- A promessa é que a picape híbrida plug-in da BYD ofereça potência equivalente às rivais equipadas com motor V8, como a RAM 1500, e alcance similar ao do BYD Song Plus DM-i, SUV híbrido da marca que roda mais de 1.000 km por ciclo de carga. Tudo isso com dimensões maiores que as da Ford Ranger. Picape média da BYD será apresentada no México, e promete balançar o segmento no Brasil (Imagem: Divulgação/BYD) O que se sabe sobre a picape da BYD? As especificações exatas da picape média da BYD não foram divulgadas pela marca, e só serão conhecidas em breve, no evento global que será realizado no México. Apesar disso, algumas dicas caminham na direção do que vem sendo especulado. A marca confirmou que a caminhonete híbrida plug-in terá suspensão independente de braço duplo, tanto na dianteira quanto na traseira, e um motor “equivalente a um V8 4.0”, que no Brasil será flex. A potência combinada, ainda não confirmada, pode ser de 480 cv, superior à oferecida pela RAM 1500, que é de 400 cv. Em relação à autonomia absurda que vem sendo especulada, ela será possível por conta da estreia da plataforma DMO Super Híbrida off-road, que utiliza um chassi separado da carroceria justamente para atender a esse tipo de veículos eletrificados. Tamanho de Ranger, potência de RAM e autonomia absurda: picape da BYD será superlativa (Imagem: Divulgação/BYD) O visual da picape híbrida da BYD também promete chamar a atenção. As novas fotos indicam que ela terá um design parecido com o da Ford F-150, modelo que é sucesso de vendas em diversos países, especialmente na América do Norte. Os faróis retangulares — 4, no total — são os elementos de maior destaque. Quanto vai custar a picape da BYD? A BYD não oficializou uma data exata para a chegada de sua futura picape híbrida, mas a expectativa atual é para que o lançamento do modelo aconteça em 2025. O preço? Por enquanto, assim como tudo o que diz respeito à caminhonete, é apenas especulação, mas deve custar, lá fora, o equivalente a R$ 370 mil. Picape híbrida BYD (camuflada) (Divulgação/BYD) Picape híbrida BYD (camuflada) (Divulgação/BYD) Picape híbrida BYD (camuflada) (Divulgação/BYD) Picape híbrida BYD (camuflada) (Divulgação/BYD) Picape híbrida BYD (camuflada) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

Interestelar, de Christopher Nolan, voltará aos cinemas em comemoração aos seus 10 anos

Interestelar, de Christopher Nolan, voltará aos cinemas em comemoração aos seus 10 anos

Tecmundo Um dos maiores sucessos do cinema mundial vai retornar às telonas em breve. Interestelar, filme espacial de Christopher Nolan, completa 10 anos de lançamento em 2024 e a comemoração já está confirmada.O anúncio da reexibição aconteceu na última quinta-feira (11) na CinemaCon, evento que aconteceu em Las Vegas. Por meio de seus representantes, a Paramount Pictures, então, revelou que o filme vai ser relançado nos cinemas de todo o mundo no segundo semestre.Leia mais... Veja Mais

Toque físico reduz dor, depressão e ansiedade

canaltech O toque físico pode reduzir a dor e os sintomas de depressão e ansiedade. É o que conclui uma revisão publicada na revista científica Nature Human Behavior na última segunda-feira (8). Segundo a metanálise, esse tipo de contato promove o bem-estar físico e mental. Estudo comprova benefícios da companhia de animais contra depressão e ansiedade Sua dieta influencia em sintomas de depressão e ansiedade Ao todo, 212 estudos fizeram parte da revisão promovida por pesquisadores do University Hospital Essen (Alemanha). Uma das descobertas é que os toques são especialmente eficazes na regulação dos níveis de cortisol, conhecido como hormônio do estresse.  Dentre os projetos analisados, 85 envolviam especificamente os adultos. Enquanto isso, 52 envolviam recém-nascidos. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- O interesse dos pesquisadores nesse público se deve ao fato de que o tato é o primeiro sentido a se desenvolver nos bebês. E um ponto curioso levantado pela análise é que os humanos tiveram benefícios semelhantes em termos de saúde física quando tocados por outros humanos e por objetos, como robôs sociais ou mesmo cobertores. Você já abraçou seu travesseiro em busca de alívio enquanto chorava à noite? Então. É nessa mesma linha de raciocínio. Toque físico traz benefícios ao corpo e à mente (Imagem: Addictive_Stock/Envato) “Significa que precisamos de realizar mais investigação sobre o potencial dos cobertores pesados ??ou dos robôs sociais para melhorar o bem-estar das pessoas, especialmente durante situações de limitação de contacto, como a recente pandemia de covid-19”, apontam os pesquisadores, em comunicado. Mas como já é de se esperar, o impacto positivo na saúde mental é maior para o toque humano do que para o toque de objetos. Outras considerações do estudo é que o tipo de toque e sua duração não interferem no resultado. Apesar disso, tocar a cabeça traz maiores benefícios à saúde do que tocar outras partes do corpo. Abraço conforta corpo e mente A literatura científica já indica que o abraço faz bem para a mente, como é o caso de um estudo da Ruhr University Bochum, que mostra que o abraço diminui efeitos do cortisol. Um projeto da Carnegie Mellon University reforça essa ideia ao comprovar que abraços podem impactar até o nível de imunidade e manter as pessoas mais saudáveis, reduzindo a chance de ficar doente. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países Veja Mais

Fallout 4: veja novidades chegando na atualização grátis de nova geração

Fallout 4: veja novidades chegando na atualização grátis de nova geração

Tecmundo Não se fala em outra coisa nas redes sociais além de Fallout, que acaba de ter sua própria série em live-action no catálogo do Prime Video. As impressões da crítica, inclusive, são extremamente positivas — o que, claro, são ótimas notícias para os fãs da franquia.No entanto, a grande novidade aqui envolve Fallout 4, clássico do catálogo da Bethesda que foi lançado em 2015 para PlayStation 4, Xbox One e PC. Em breve, o jogo terá sua própria versão nativa para a nova geração de consoles — ou seja, PlayStation 5 e Xbox Series X|S.Leia mais... Veja Mais

Monarch: Legado de Monstros terá segunda temporada spin-offs

canaltech O MonsterVerse ganhará novos títulos em breve. A Apple TV+ confirmou a segunda temporada de Monarch: Legado de Monstros e ainda divulgou uma parceria com a Legendary Entertainment para que a série ganhe spin-offs no futuro, expandindo o universo das histórias de Godzilla e os demais titãs.  Monarch | Como série da Apple se conecta com os filmes de Godzilla Como Elon Musk influenciou a história Godzilla e Kong: O Novo Império Os detalhes como elenco e data de estreia ainda estão em sigilo, mas em entrevista à imprensa, Morgan Wandell, chefe de desenvolvimento internacional da Apple TV+, se mostrou empolgado com a novidade. “Não poderíamos estar mais entusiasmados para que os espectadores não apenas tenham a chance de experimentar ainda mais emoções na segunda temporada, mas também de embarcar em novas jornadas épicas na franquia, à medida que expandimos o Monsterverse da Legendary.”  Pode gritar e comemorar, porque a segunda temporada de Monarch: Legado de Monstros está garantida (Imagem: Divulgação/Apple TV+) Sobre os spin-offs, nada foi comentado — principalmente se a ideia é focar mais nas histórias dos humanos ou dar atenção a outros dos titãs. Vale lembrar que, dentro da cronologia do MonsterVerse, Kong foi o único a receber uma série derivada com a animação A Ilha da Caveira, da Netflix. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Isso porque, embora Godzilla apareça muito na divulgação, Monarch: Legado de Monstros não é sobre o lagarto, mas sobre a organização que dá nome à série. A primeira temporada estreou em 2023 e trouxe uma história ambientada tanto no passado quando no presente, mais especificamente em meio aos acontecimentos dos filmes Godzilla (2014), Godzilla: Rei dos Monstros e Godzilla vs Kong. A trama gira em torno do que é a Monarch, organização secreta que está conectada com os titãs, dando mais coesão a essas histórias de monstros gigantes. Apesar do Godzilla roubar a cena, Monarch é muito mais sobre a organização e os humanos (Imagem: Reprodução/Apple TV) Com 10 episódios no total, a série chamou atenção do público e recebeu 89% de avaliação positiva no Rotten Tomatoes. Os responsáveis por esse sucesso são os co-showrunners e produtores executivos Chris Black, Matt Fraction e Joby Harold que já estão confirmados na nova temporada. Já o elenco contou com Anna Sawai, Wyatt Russell, Mari Yamamoto, Kurt Russell, entre outros nomes de peso que devem retornar à trama. O sucesso de Godzilla A notícia da expansão do MonsterVerse vem de encontro com o sucesso que a franquia tem feito com o público desde 2014, quando a nova versão de Godzilla foi lançada nos cinemas. Desde então, o universo dos monstrões se expandiu e gerou até mesmo dois encontros com outra fera gigante dos cinemas — o King Kong. O capítulo mais recente desse crossover, Godzilla e Kong: O Novo Império, sendo que este último chegou aos cinemas no dia 28 de março e já arrecadou mais de US$ 367,5 milhões em todo o mundo. Com isso, o filme já é o terceiro mais assistido no ano, atrás apenas de Duna: Parte 2 e Kung Fu Panda 4. Aqui no Brasil, ele desbancou o lançamento de A Primeira Profecia e tem se mantido como o mais assistido entre aqueles que estão em cartaz. O consenso do público é que o longa tem excelentes efeitos especiais, ritmo ágil e tudo o que os fãs de ação amam. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

Shurato receberá uma versão remasterizada com distribuição no streaming

tudo celular O anime será relançado em comemoração ao seu aniversário de 20 anos Veja Mais

Usuários Premium do X (Twitter) não poderão mais esconder seus 'verificados'

tudo celular O X (antigo Twitter) vai impedir que usuários dos planos Premium escondam suas verificações de conta muito em breve de acordo com notificações. Veja Mais

Usuários envergonhados do X Premium não podem mais esconder selo verificado

Usuários envergonhados do X Premium não podem mais esconder selo verificado

Tecmundo A rede social X, anteriormente conhecida como Twitter, parece ter revertido uma configuração envolvendo os assinantes da plataforma. A partir de agora, não é mais possível esconder que você paga ou foi beneficiado com os recursos Premium do serviço.A informação partiu de usuários como Benjamin Goggin, que viu um alerta nas opções do aplicativo. Em breve, a opção atual de remover o selo azul de verificação ao lado do nome do perfil será descontinuada — o que significa que ele vai "entregar" que são os assinantes.Leia mais... Veja Mais

Por que Stephen Hawking não queria estabelecer contato com seres extraterrestres?

Por que Stephen Hawking não queria estabelecer contato com seres extraterrestres?

Tecmundo A busca por vida inteligente fora da Terra já ocorre há milhares de anos, tanto por tentativas de povos antigos que observavam os céus quanto por mensagens enviadas ao espaço, como na Mensagem de Arecibo — a missão teve ajuda do astrônomo, astrofísico e divulgador científico Carl Sagan. Contudo, nem todos apoiam esse objetivo. O físico e cosmólogo Stephen Hawking expressava abertamente sua desaprovação em relação à ideia de a humanidade enviar mensagens para alienígenas.Desde meados de 2010, Hawking começou a expressar seu receio em relação ao envio de mensagens para possíveis extraterrestres, pois eles poderiam possuir um tipo de tecnologia muito mais avançada do que a nossa. Leia mais... Veja Mais

Epic Games libera ótimo jogo de graça nesta quinta (11)! Resgate agora

Epic Games libera ótimo jogo de graça nesta quinta (11)! Resgate agora

Tecmundo A Epic Games segue investindo esforços em sua comunidade, presenteando todos os membros da plataforma semanalmente. Se quiser saber qual o jogo gratuito da vez, veio ao lugar certo: Ghostrunner, um game de combate violento em ritmo acelerado que combina temas de ficção científica e pós-apocalípticos. A estratégia da Epic Games vem rendendo ótimos jogos para a biblioteca dos usuários. Apenas para citar alguns nomes, os membros da plataforma já receberam Marvel's Guardians of the Galaxy, GTA V, Death Stranding, ambos os jogos da franquia The Evil Within e muitos outros. Leia mais... Veja Mais

Destaque da NASA: fases do eclipse solar são foto astronômica do dia

Destaque da NASA: fases do eclipse solar são foto astronômica do dia

canaltech Caso você tenha perdido o eclipse solar na segunda-feira (8), não se preocupe, pois a foto destacada pela NASA nesta quinta-feira (11) mostra o fenômeno fase a fase. A imagem traz a progressão do eclipse ao longo de sete exposições capturadas no estado de Vermont, nos Estados Unidos. Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Céu de abril | Cometa e chuva de meteoros estão entre eventos astronômicos O fotógrafo Xiaofeng Tan capturou as imagens usando um telescópio e uma câmera. A imagem ao centro mostra a coroa solar, a atmosfera mais externa do nosso astro que só se torna visível a olho nu durante eclipses solares totais. O eclipse foi visível em toda a América Central e do Norte como parcial; já no caminho da totalidade, faixa que percorreu parte do México, dos Estados Unidos e do Canadá, foi possível ver um eclipse do tipo total.  -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- A parcialidade do eclipse apareceu primeiro para observadores emr Pu‘uali‘i, no Havaí, às 13h27 no horário de Brasília. Quem estava em Mazatlán, no México, pôde observar a totalidade do fenômeno a partir das 13h51. Nos Estados Unidos e Canadá, o eclipse solar total foi visível primeiro nos estados do Texas e Terra Nova e Labrador, respectivamente. Fases do eclipse solar (Imagem: Reprodução/Xiaofeng Tan) Infelizmente, este eclipse solar não pôde ser visto do Brasil. Este evento ocorreu menos de seis meses após o eclipse solar do tipo anular — este, sim, foi visível em nosso país. A próxima oportunidade para ver um fenômeno do tipo vai ser em outubro, quando vai acontecer um eclipse solar parcial. O que é eclipse solar total? Um eclipse total acontece quando a Lua fica entre o Sol e a Terra, projetando sua sombra em nosso planeta. Quando isso acontece, nosso satélite natural cobre o disco solar por inteiro, levando a alguns minutos de escuridão durante o dia. O fenômeno é incrível e tem grande importância científica. É que, enquanto a Lua bloqueia a luz solar por alguns minutos, os cientistas podem estudar a coroa solar e os efeitos do eclipse na atmosfera da Terra.  Além disso, vale lembrar que a ionosfera (camada que faz parte da atmosfera superior) é afetada pela radiação do Sol. Assim, o eclipse representou uma oportunidade para os cientistas entenderem a relação entre a luz solar e esta camada atmosférica de forma controlada.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço ???? PARCELADO | Compre Samsung Galaxy Tab S9 FE em ótimo preço X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Instagram vai borrar nudes enviados para adolescentes

Instagram vai borrar nudes enviados para adolescentes

canaltech A Meta anunciou, nesta quinta-feira (11), o teste de novas ferramentas para proteger as pessoas contra a extorsão sexual e o abuso de imagens íntimas. Os recursos incluem avisos de segurança e um filtro de desfoque para fotos que contenham nudez enviadas por DM a adolescentes. Segundo a companhia, os novos mecanismos de segurança e combate ao assédio de imagens íntimas começam a ser testados nas próximas semanas.  Conheça 7 dicas para tornar o Instagram mais seguro Perfis no Instagram fingem amamentar para postar pornografia Proteção contra nudez nas DMs Para combater o abuso de fotos íntimas nas mensagens diretas (DMs), o Instagram criou um mecanismo para identificar e desfocar imagens com nudez. Segundo comunicado da Meta, “esse recurso foi projetado não apenas para proteger as pessoas de verem nudez indesejada em suas DMs, mas para protegê-las de criminosos que podem enviar imagens íntimas para induzir as pessoas a enviarem as suas próprias fotos em troca”. A proteção será ativada por padrão para todos os menores de 18 anos globalmente, e a plataforma vai incentivar os adultos a também ligarem o recurso. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Instagram testa ferramentas de proteção contra abuso de imagens íntimas nas DMs (Imagem: Divulgação/Meta) O mecanismo evita que as pessoas sejam impactadas por uma foto que contenha nudez dentro das conversas no Instagram e dá a opção de escolha sobre ver ou não a imagem. O usuário deverá tocar e manter o arquivo pressionado para ver o conteúdo. A companhia informa que vai utilizar aprendizado de máquina no próprio aparelho para identificar imagens enviadas com nudez. “Como as imagens são analisadas no próprio dispositivo, a proteção contra a nudez funcionará em conversas criptografadas de ponta-a-ponta, onde a Meta não terá acesso a essas imagens — a não ser que alguém opte por denunciá-las para nós”, explica a Big Tech. Avisos na tela Além do desfoque de fotos íntimas, o recurso de proteção vai exibir alertas na tela sobre o envio de imagens com nudez. Para as pessoas que vão enviar fotos sensíveis, haverá um recado sobre a possibilidade de o destinatário realizar capturas de tela ou encaminhar as imagens para outras pessoas. Além de pedir cuidado, a mensagem lembra que será possível cancelar o envio se desejar, mas que outras pessoas já poderão ter visto a foto. O Instagram também vai exibir um aviso para quem encaminhar uma foto recebida que contenha nudez. O recado destaca a possibilidade de a foto ser usada para prejudicar quem está nela e que o compartilhamento de imagens sensíveis de outras pessoas pode ser ilegal e ir contra as diretrizes da rede social. Instagram vai alertar sobre os riscos de compartilhar imagens íntimas (Imagem: Divulgação/Meta) Mensagens também serão exibidas para quem receber fotos íntimas. “Mostraremos uma mensagem incentivando os usuários a não se sentirem pressionados a responder, com a opção de bloquear o remetente e denunciar a conversa” informa a Meta. As pessoas vão receber também dicas de segurança, elaboradas com a orientação de especialistas, e materiais de apoio da Central de Segurança da Meta, StopNCII.org (para maiores de 18 anos) e o Take It Down (para menores de 18 anos).  Mais segurança aos jovens A Big Tech anunciou também a ampliação dos recursos de segurança para menores de 18 anos na rede social. A plataforma já impedia que adultos iniciem conversas pelas DMs com menores que não estejam conectados como amigos, e agora vai ocultar a opção “Mensagem” do perfil de adolescentes para contas sinalizadas com potencial para prática de extorsão sexual. “Estamos desenvolvendo uma tecnologia para ajudar a identificar contas podem estar potencialmente envolvidas em golpes de extorsão sexual, com base em uma série de sinais que podem indicar comportamentos desse crime — embora esses sinais não sejam necessariamente uma prova de que uma conta violou as nossas regras”, informa a companhia em comunicado. Meta anuncia mais ferramentas para proteger adolescentes no Instagram (Imagem: Frimufilms/Freepik) O objetivo é evitar que essas contas encontrem e interajam com os menores de 18 anos. A Meta informa que realiza um teste para a ocultação dos jovens dessas contas nas listas de seguidores, contas seguidas pelo perfil e curtidas das pessoas para dificultar a localização de contas de adolescentes nos resultados de pesquisas. Além disso, a rede social vai adicionar novos recursos nos canais de denúncia para o encaminhamento mais ágil e eficaz aos órgãos regionais responsáveis. As iniciativas da Meta para combater a exploração sexual e o abuso de imagens íntimas são anunciadas dias após o governo brasileiro regulamentar os direitos de crianças e adolescentes em ambientes digitais — o que inclui o Instagram. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias

100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias

canaltech Fundada em 2021, a Bluesky é uma das principais alternativas ao X/Twitter hoje e parece se beneficiar das polêmicas da plataforma rival com a Justiça brasileira. Em conversa exclusiva com o Canaltech, a rede do Céu Azul afirma que quase 100 mil brasileiros criaram um perfil nos últimos dias, indicando que há por parte do público a percepção de que ela pode ser um refúgio para quem quer sair do site de Elon Musk. Bluesky vs Twitter | O que Jack Dorsey fez de diferente? Threads ou Bluesky: quem evoluiu melhor como rede social? Efeito Musk x STF? Sem citar qualquer relação com a questão que envolve o concorrente, a companhia diz que os brasileiros são muito bem-vindos e apresenta o anseio de construir um espaço para conversas saudáveis e divertidas. “A Bluesky deu as boas-vindas a cerca de 100 mil novos usuários brasileiros nos últimos dias, levando o total de usuários para cerca de 5,5 milhões de pessoas, e adoraríamos que mais brasileiros participassem”, celebra a companhia. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- “A missão da Bluesky é criar uma rede social aberta para conversas globais que são divertidas, saudáveis, e dar aos usuários mais opções do que as plataformas em que as decisões são tomadas por um pequeno grupo de pessoas”, prossegue. Brasil na Bluesky Se você é um pouco ligado em hábitos de internet, deve saber que os brasileiros costumam se espalhar rapidamente por alguns serviços — vale lembrar da "invasão" ao Koo no fim de 2022, quando Musk assumiu de vez o Twitter e gerou um certo temor em parte do público. Na Bluesky, isso não parece ser muito diferente. “Os brasileiros sempre foram uma parte importante da Bluesky, eles são superdivertidos e engajam bastante, adoram memes”, explica a companhia ao Canaltech. A rede social não diz exatamente quantos brasileiros estão hoje na plataforma, mas comenta que os brazucas foram uma das primeiras comunidades a se juntar a ela em 2023, quando o total de usuários não passava de 20 mil pessoas, o que criou laços. “Como a rede era pequena e acolhedora naquela época, a equipe da Bluesky fez amizade com vários usuários brasileiros”, relata a equipe do site que desde o início de fevereiro dispensa a necessidade de convite para novos cadastros. Bluesky tem olhado bastante para o Brasil (Imagem: Reprodução/Bluesky) A questão da moderação A grande razão da treta entre Elon Musk e o Supremo Tribunal Federal (STF) envolve a questão do tipo de conteúdo que é veiculado no X/Twitter. Inquéritos sobre ataques à democracia e propagação de fake news e desinformação no Brasil levaram muitos perfis a serem bloqueados a pedido da Justiça, algo que Musk e seus apoiadores acusam de censura. Também é conhecido o pouco apreço de Musk aos mecanismos internos de moderação no X: ele realizou demissões que minaram a capacidade da rede de manter essas estruturas funcionais de fato, é acusado de ser leniente com a presença de grupos extremistas e também fortaleceu as “Notas da comunidade”, que opta pela via da autorregulação por parte do público em vez de remover conteúdos violentos ou desinformação, por exemplo. Bluesky diz que moderação é a espinha dorsal de qualquer espaço social saudável (Imagem: Divulgação/Bluesky) Perguntados sobre a questão da moderação, os representantes da Bluesky destacaram que a companhia considera a moderação como “a espinha dorsal de espaços sociais saudáveis” e “não tolera assédio ou discurso de ódio”. A rede conta com uma equipe global de moderadores e também com apoio de moderadores locais, inclusive no Brasil, que analisam o conteúdo de denúncias feitas por aqui. “Qualquer usuário pode relatar conteúdo ou contas pelo app e isso é analisado em até 24 horas”, garantem os representantes da plataforma. Além disso, o pilar da moderação da Bluesky é a chamada moderação combinável. A tática funciona a partir de diretrizes gerais em áreas sensíveis (como spam, assédio, discursos de ódio e desinformação eleitoral), que precisam ser respeitadas por todos os participantes, combinadas à moderação extra criada por grupos de pessoas que usam a rede. "Isso permite às comunidades mais controle sobre os seus espaços online”, explica a companhia. Essas camadas de moderação personalizada são criadas no Ozone, a ferramenta interna de moderação da plataforma, e podem ser adotadas por outras comunidades na plataforma. Ou seja, os mecanismos de moderação básicos podem contar com o reforço de regras específicas criadas por determinados grupos em suas próprias comunidades dentro da Bluesky.  “Essas ferramentas estão sendo adotadas rapidamente pelos usuários que querem criar suas próprias experiências na Bluesky, seja para impedir screenshots de outras plataformas ou manter suas comunidades seguras online”, finaliza a companhia ao Canaltech. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

O Dead Space 2 de Schrödinger: afinal, o jogo foi cancelado ou não?

O Dead Space 2 de Schrödinger: afinal, o jogo foi cancelado ou não?

canaltech O futuro sobre o remake de um dos jogos de terror modernos mais aclamados da última década tornou-se alvo de muita especulação. Uma nova versão de Dead Space 2 vem sendo comentada desde que o game original foi refeito, em 2023. No entanto, ele voltou à pauta após novos rumores sobre um possível cancelamento surgir, o que foi desmentido e reconfirmado horas depois. Mas afinal, o que está acontecendo? Os 10 melhores survival horror já feitos 7 jogos de terror para você curtir no Xbox Game Pass Para entender toda a situação desse Dead Space 2 de Schrödinger, em que o game existe e não existe ao mesmo tempo, é preciso dar um passo para trás e entender como os primeiros rumores surgiram. E, como não poderia deixar de ser, o centro de toda a discussão seria a Electronic Arts. Remake de Dead Space 2 foi ancelado, descancelado e desmentido em questão de horas. O que está realmente acontecendo? (Imagem: Reprodução/Electronic Arts)  Em seu podcast Game Mass Mornings, o jornalista Jeff Grubb disse ter conversado com algumas pessoas que trabalharam no remake do primeiro Dead Space, lançado para a atual geração no ano passado, e elas afirmaram que o desenvolvimento de uma sequência chegou a entrar em uma fase de pré-produção, mas que acabou sendo suspenso ou mesmo cancelado. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Como dito, Dead Space 2 é um dos jogos de terror mais elogiados da última década e, por isso mesmo, havia muita expectativa sobre um remake desse clássico moderno. Contudo, pelo que foi apresentado por Grubb e suas fontes, a Electronic Arts teria decidido engavetar o projeto por causa das baixas vendas do jogo de 2023. Segundo jornalista, vendas do remake de Dead Space, lançado em 2023, teriam ficado abaixo do esperado pela EA (Imagem: Reprodução/Electronic Arts) Embora a nova versão de Dead Space tenha sido muito bem recebida pela crítica, com uma média variando entre 87 e 89 no site Metacritic, o resultado financeiro teria ficado abaixo do esperado. Por isso, a empresa optou por realocar suas equipes para outros projetos, como o próximo título da franquia Battlefield e no jogo do Homem de Ferro anunciado em 2022. Comunicado da EA confunde ainda mais Só que não demorou muito para que a EA decidisse quebrar seus próprios protocolos e emitisse uma nota desmentindo o boato. No texto, a empresa afirmava que não costuma comentar rumores sobre seus jogos e projetos, mas que não havia verdade nessa história. Resposta da EA não deixa claro se o que não existiu foi o cancelamento ou o jogo em si (Imagem: Reprodução/Electronic Arts) O comunicado é bem sucinto e, por isso mesmo, ambíguo. Por um lado, é possível entender que o suposto cancelamento da sequência não é verdade e que, assim, Dead Space 2 não teria sido cancelado e ainda estaria nos planos da empresa. Só que também é possível interpretar a nota de um modo um pouco mais radical, com a EA negando a intenção de uma sequência. Oficialmente, o jogo nunca foi anunciado. Havia uma certa especulação justamente pelo apreço que os fãs têm com o segundo capítulo da série e por este ser o caminho óbvio depois da ótima recepção do Dead Space de 2023. Por isso mesmo é que a nota é tão dúbia. Em relação à possível decepção da EA com os números de vendas do game no ano passado, a empresa não trouxe números que confirmassem ou negassem os rumores. Contudo, fontes falaram ao site IGN que o título teve um bom desempenho comercial. A única coisa que a produtora confirmou é que realmente parte da equipe que trabalhou em Dead Space vai mesmo ajudar em Battlefield. Na última terça-feira (09), foi anunciado que uma equipa comandada por Roman Campos-Oriola e Phillipe Ducharme iriam apoiar a produção do shooter tanto na parte single-player quanto no multiplayer. Dead Space 2 é um dos grandes clássicos do horror moderno nos games (Imagem: Reprodução/Electronic Arts) Dead Space 2 morreu de novo Quando tudo parecia pacificado na confusão, uma nova informação vem para bagunçar tudo mais uma vez. O jornalista da Bloomberg, Jason Schreier, decidiu consultar suas fontes e confirmou que o remake de Dead Space 2 foi mesmo cancelado. Famoso por suas coberturas antecipadas e por obter muitas informações em primeira mão, Schreier ratificou as informações iniciais trazidas por Jeff Grubb — ou seja, o remake foi mesmo abandonado e sua equipe realocada para trabalhar em Battlefield e Homem de Ferro.  Segundo ele, uma pequena equipe da EA Motive, responsável por essa retomada de Dead Space, começou a trabalhar em ideias para um remake do segundo jogo logo após o lançamento do primeiro game, em janeiro de 2023. O problema é que a empresa nunca deu o sinal verde oficial para o projeto. Morreu quem nunca esteve vivo É aí que as informações começam a se encontrar. Juntando todas as versões, parece claro que há uma disputa de versões com base em tecnicalidades para dizer a mesma coisa: Dead Space 2 não vai acontecer. Pelo que parece, a única coisa certa é que Dead Space 2 não vai rolar (Imagem: Divulgação/Electronic Arts) Com base no que as fontes ouvidas por Jason Schreier apontam, houve um movimento interno dos desenvolvedores de Dead Space de esboçarem ideias para o remake da sequência, mas sem que o projeto tenha sido oficializado ou entrado nos planos da EA. Assim, diante desse aparente descontentamento com as vendas, a ideia de uma continuação nunca esteve nos planos da empresa — apenas na vontade da equipe. Por isso, faz sentido a Electronic Arts dizer que as informações não são verdadeiras. Afinal, ela não pode ter cancelado um jogo que ela não estava produzindo de fato. Isso não muda o fato de que a desejada nova versão de Dead Space 2 não vai acontecer, apesar da vontade dos fãs e da própria equipe envolvida no jogo anterior. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Marco Legal dos Games: Abragames se posiciona sobre aprovação do novo texto

Marco Legal dos Games: Abragames se posiciona sobre aprovação do novo texto

Tecmundo A indústria de jogos eletrônicos no Brasil teve uma notícia importante na última quarta-feira (10). O novo texto do Marco Legal dos Games finalmente foi aprovado pela Câmara dos Deputados e agora segue para a sanção do presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).Inicialmente, o Projeto de Lei incluía os fantasy games, tipo de jogo "em que os usuários escalam equipes imaginárias ou virtuais de jogadores reais de algum esporte profissional", nas regulamentações. Em suma, essa categoria engloba as apostas esportivas — mais conhecidas como "bets" por aqui. Leia mais... Veja Mais

YouTube testa novo visual na web e recebe críticas

YouTube testa novo visual na web e recebe críticas

canaltech O YouTube começou a testar um novo visual para reproduzir vídeos na web que não foi muito bem recebido. Nesta quarta-feira (10), diversos usuários da plataforma de streaming fizeram queixas à atualização, que posiciona o título, descrição e comentários em uma barra lateral. Segundo o Google, o design faz parte de um teste que não tem prazo para ser encerrado. Como postar vídeos no YouTube 7 dicas para fazer o seu canal do YouTube se destacar Novo visual do YouTube Ainda que a página de suporte do YouTube indique que uma bateria de testes para alterar o layout da versão web começou em 20 de fevereiro para facilitar o acesso a vídeos relacionados e comentários, as reclamações surgiram apenas nesta semana em publicações feitas no X (ex-Twitter). No geral, os relatos mostram capturas de tela feitas em um computador ou tablets, com algum vídeo em reprodução pelo site do YouTube. Diferentemente do que estamos habituados, com o título, descrição e comentários do vídeo abaixo do reprodutor, essas informações são exibidas na lateral direita. -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Enquanto isso, a lista com vídeos relacionados aparece na horizontal na parte debaixo do player, em vez da lateral direita, onde sempre foi posicionada. Ou seja, os programadores da plataforma inverteram a posição dos itens, dando um destaque maior à recomendação de conteúdos. Recepção nada calorosa Apesar da tentativa, o Google não teve uma boa recepção. Na quarta, diversos usuários recorreram à rede social de Elon Musk para criticar o novo visual. “É horrível, por favor, mude de volta”, diz a publicação no perfil identificado como “Mr. Jackman”. WTF IS THIS NEW YOUTUBE DESIGN??!!! ????????????????????????ITS AWFUL PLEASE CHANGE IT BACK!#YouTube pic.twitter.com/AUugxyC1Tk — Mr.Jackman (@DPSvini1) April 10, 2024 “A nova IU do YouTube é meio confusa”, relatou o desenvolvedor Aleksey Hoffman. “Recebi esse design hoje e já me peguei duas vezes pensando que a descrição do vídeo que você está assistindo é na verdade a descrição do último vídeo da linha de vídeos sugeridos.” A mudança também alcançou outros perfis no X. “Novo design do Youtube?”, questionou o também desenvolvedor Christian Hänsel. “Eu só consigo isso com uma conta específica. As outras contas estão com a versão “antiga” que vejo há anos.” Diante das queixas, o YouTube chegou a responder algumas postagens através do seu perfil oficial. Na explicação, a empresa disse que “se você estiver vendo um design de IU diferente, é porque você faz parte de nosso recurso experimental” e recomendou a enviar um feedback. Algumas pessoas perguntaram se poderiam deixar o teste, mas a equipe do YouTube afirmou que não havia uma opção para cancelar os experimentos. Também não deu um prazo para o encerramento e informou que “a maioria dura apenas algumas semanas”. Não há previsão de lançamento do novo visual a todos. Contudo, a considerar as críticas, pode ser que o YouTube não implemente as mudanças no futuro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da NASA mostra como foi ver o eclipse solar na ISS 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa BYD quer comprar maior mineradora de lítio do Brasil As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Veja Mais

Carros elétricos 0km já são quase 3% do mercado no Brasil

Carros elétricos 0km já são quase 3% do mercado no Brasil

canaltech A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) divulgou o balanço da indústria automotiva ao final do 1º trimestre e revelou o crescimento do segmento dos eletrificados no mercado brasileiro. 10 carros elétricos mais vendidos do Brasil em março de 2024 10 carros elétricos mais econômicos do Brasil De acordo com os dados mais recentes do órgão, os BEVs, ou carros elétricos puros, totalizaram 14.118 novos emplacamentos entre o início de janeiro e o fim de março. O número representa 2,9% do mercado total de carros 0km vendidos no período — 502,2 mil, incluindo os comerciais leves. O desempenho dos BEVs no mercado brasileiro apresentou um aumento considerável em relação a todo o ano de 2023, quando foram vendidos 19.277 unidades entre janeiro e dezembro — 0,9% do total. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Os demais eletrificados também registraram números interessantes nos três primeiros meses de 2024. Segundo a Anfavea, os híbridos leves (HEVs) ficaram com uma fatia de 2,4% do mercado, com 11.637 emplacamentos; seguidos pelos híbridos plug-in (PHEVs), que tiveram 10.320 novas unidades vendidas, equivalente a 2,1% do total. Vendas de elétricos cresceram no Brasil e, em 3 meses, quase superam 2023 inteiro (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech) Produção de carros registra queda Se o mercado de carros eletrificados está em alta no Brasil, a produção de veículos 0km apresentou uma leve retração no comparativo entre o 1º trimestre de 2024 e os três primeiros anos do ano anterior. De acordo com a Anfavea, foram produzidas 502,2 mil unidades (entre carros e comerciais leves) entre janeiro e março deste ano, ante 507,5 unidades do mesmo período de 2023. Deste total, foram 401,1 mil carros, 3,7% a menos, e 101,1 mil comerciais leves, 10,9% a mais. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da NASA mostra como foi ver o eclipse solar na ISS 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa BYD quer comprar maior mineradora de lítio do Brasil As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Veja Mais

Microsoft ofereceu recursos de IA do DALL-E para uso militar nos EUA

Microsoft ofereceu recursos de IA do DALL-E para uso militar nos EUA

Tecmundo A Microsoft apresentou para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos um pacote de serviços Azure que incluía uma inteligência artificial (IA) para uso militar. A ferramenta em questão é a DALL-E, da OpenAI, já famosa para criar imagens a partir de descrições de texto.De acordo com uma matéria do jornal The Intercept, a companhia sugeriu o uso da IA por militares com o objetivo de "treinar sistemas de gerenciamento de batalha". Na prática, um grupo poderia usar essas ilustrações e a leitura delas por uma ferramenta para melhor compreender as condições de um campo de batalha e até estudar os passos seguintes de uma ofensiva.Leia mais... Veja Mais

10 notícias de tecnologia para você começar o dia (11/04)

10 notícias de tecnologia para você começar o dia (11/04)

Tecmundo Bom dia! Separamos as principais notícias do mundo da Ciência e Tecnologia para você saber tudo o que aconteceu na última quarta-feira (10). Para conferir cada notícia na íntegra, basta clicar nos links a seguir.1. Suspeito do maior vazamento do Brasil é preso; 223 milhões de pessoas foram afetadas. Acusado é responsável pelo vazamento de informações de 223 milhões de brasileiros e também de invadir sites do Senado, Exército e TSE.Leia mais... Veja Mais

X-Men promovem um clássico mutante ao nível Ômega após 40 anos

canaltech Os X-Men tiveram uma fase deslumbrante, complexa, utópica e massacrante recentemente, ao longo dos cinco anos que durou a Era Krakoana. Agora é o momento de juntar os cacos e literalmente, recomeçar, já que a ideia é oferecer algo mais simples, enxuto e fácil de acompanhar, com elementos populares — a animação X-Men ‘97 está aí para provar que isso dá certo. E o novo período já começa com a promoção de um mutante clássico ao nível Ômega. X-Men | Rivalidade de Wolverine e Ciclope ganha o final perfeito X-Men revela a verdadeira forma de membro icônico 40 anos depois Bem, para quem não sabe, os mutantes têm uma classificação própria para medir o nível de poder com o conjunto de habilidades desenvolvidas ao longo da vida — e isso inclui as transformações que muitos passam por conta da própria natureza evolutiva de seus genes. O nível Ômega é observado nos que conseguem realizar algo próximo do divino, ou seja, impossível para a maioria das pessoas. A novidade vem da nova formação da X-Force, que terá o comando do inventor mutante Forge, que voltou a ser bonzinho depois de ter uns faniquitos vilanescos nos últimos meses. O grupo terá também Rachel Summers, Betsy Braddock, Sábia, Faísca, Tanque e o “convidado da vez”, Deadpool — a ideia, segundo os autores, é ter um nome popular de tempos em tempos. -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Além de revelar a nova formação, a Marvel também adiantou que Forge se tornará um mutante de nível Ômega. “Ao acessar o grau de seu poder mutante único e complexo para construir qualquer coisa, Forge testemunhará tudo que não está funcionando no mundo”.  Forge inventou até um bicho esquisito, bem que podia inventar Tang de lata (Imagem: Reprodução/Marvel Comics) A nova fase From the Ashes (ou “Das Cinzas”) mostrará os X-Men tentando voltar a viver com os humanos, com três títulos principais de três equipes distintas espalhadas pelos Estados Unidos. Pelo menos mais seis “revistas satélite”, que podem ser renovadas a cada temporada ou dar lugar a outras narrativas, estão programadas.  Além de X-Force, foram anunciados os títulos Jean Grey, com mais uma ressurreição da Fênix, agora abandonando os X-Men e indo sassaricar com o Nova no espaço; e Nyx, que mostrará uma geração mais nova de Filhos do Átomo lidando com um mundo que os odeia e teme ainda mais depois da Era Krakoana. Assine Amazon Kindle Unlimited por apenas R$ 19,90/mês e tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais! X-Force #1 chega ao mercado gringo em 31 de julho. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus Review Galaxy A25 | Um bom intermediário barato Google lança manual para criar bons prompts no Gemini Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Fortnite: veja localização de todos os templos elementais de Avatar

Fortnite: veja localização de todos os templos elementais de Avatar

Tecmundo A colaboração completa de Avatar: A Lenda de Aang com Fortnite começou nessa sexta (12) e agora é possível dominar todos os quatro elementos e usá-los ao seu favor na partida. O mapa atualizado conta com 8 templos elementais que guardam essas habilidades. A chegada da Korra no passe de batalha anteriormente já trazia o item de dobra de água. Agora temos também dobra de fogo, terra e ar. Cada um desses elementos tem dois santuários no mapa, com cada um abrigando um item mítico da dobra correspondente. Leia mais... Veja Mais

Quão longe podemos enxergar no Universo?

Quão longe podemos enxergar no Universo?

Tecmundo Até onde sabemos, a velocidade da luz é a coisa mais rápida que existe e pode ser determinada experimentalmente como uma constante no Universo: não importa onde, quando ou em que direção a luz viaja no vácuo, ela sempre se move a uma taxa de 299.792.458 metros por segundo ou aproximadamente 300 mil quilômetros a cada segundo.Ao viajar livre no espaço por um intervalo de um ano (grandeza que define a distância de 1 ano-luz), ela percorre cerca de 9 trilhões de quilômetros, cerca de 2/3 do diâmetro total estimado para o Sistema Solar. Como o Universo surgiu há cerca de 13,8 bilhões de anos, então, os objetos mais distantes que podemos ver no espaço estão a 13,8 bilhões de anos-luz de distância, correto?Leia mais... Veja Mais

Brasil volta a ser um dos 10 maiores mercados de tecnologia do mundo

Brasil volta a ser um dos 10 maiores mercados de tecnologia do mundo

Tecmundo O Brasil aparenta ter voltado a ser um dos top 10 maiores mercados de tecnologia em 2023, apontam dados da consultoria IDC. As informações partem do relatório "Estudo Mercado Brasileiro de Software — Panorama e Tendências 2024", revelado na quinta-feira (11) pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES).De acordo com o levantamento, o movimento do mercado local correspondeu a US$ 50 bilhões em 2023 — ultrapassando a Coreia do Sul e a Itália. O número então coloca o Brasil entre as 10 potências globais.Leia mais... Veja Mais

Lançamentos da Netflix na semana (12/04/2024)

canaltech Após uma semana recheada de estreias, a Netflix deu uma bela segurada em seus lançamentos, entregando produções menores ou já reconhecidas pelo público. Os grandes destaques ficam para a chegada de Rocketman, cinebiografia do cantor Elton John, e o episódio final da segunda temporada do reality show A Batalha dos 100. Lançamentos da Netflix em abril de 2024 7 filmes incríveis que chegam à Netflix em abril de 2024 A Netflix incluiu no seu catálogo Rocketman, filme estrelado por Taron Egerton (Kingsman: O Serviço Secreto), e que conta a história de Reginald Dwight, um rapaz tímido que, depois de uma infância complicada devido ao descaso de seu pai com a família, cresce e se transforma no superstar da música global Elton John. Taron Egerton é Elton John em Rocketman (Imagem: Reprodução/Paramount Pictures) Além de Egerton, o filme conta no elenco com Jamie Bell (As Aventuras de Tintin), Richard Madden (Game of Thrones) e Bryce Dallas Howard (Argylle - O Superespião). -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Já do lado das séries, temos o último capítulo da segunda temporada de A Batalha dos 100. O reality show sul coreano coloca atletas, atores e influencers em competições para saber quem tem o melhor corpo de todos.  A última semana também viu a chegada de duas produções infantis. A primeira é Pica-Pau: As Férias no Acampamento, filme que mistura animação 3D com atores, colocando o pássaro barulhento em uma aventura com crianças em uma colônia de férias. Pica-Pau claramente pensando em bolo de morango (Imagem:Netflix) A segunda produção é Uma Fada Veio Me Visitar, filme baseado no livro de Thalita Rebouças e estrelado por Xuxa Meneghel no papel de uma fada que chega para ajudar uma adolescente em apuros na escola. Essas são apenas algumas das estreias do streaming. Confira todas as estreias da última semana na Netflix e garanta o seu próximo play. Por apenas R$ 14,90 você compra com frete grátis na Amazon e de quebra leva filmes, séries, livros e música! Teste grátis por 30 dias! Todos os lançamentos da Netflix na semana 07/04 Entre Irmãs - Temporada 1 Médicos em Colapso - Novo episódio, Temporada 1 Rainha das Lágrimas - Novo episódio, Temporada 1 08/04 Takagi: A Mestra das Pegadinhas - Novo episódio, Temporada 1 Guardiões da Floresta - Temporada 3 09/04 Neal Brennan: Crazy Good Kushi 10/04   A Batalha dos 100 - Novo episódio, Temporada 2 Anthracite - Temporada 1 Quando a Morte Sussurra Lansky: Uma História da Máfia O Que Jennifer Fez? Destrancados: Uma Experimento na Prisão - Temporada 1 Rocketman O Sequestro do Voo 601 - Temporada 1 Hora do Jantar com David Chang - Novo episódio, Temporada 1 11/04 Noite de Verão - Temporada 1 Heartbreak High: Onde Tudo Acontece - Temporada 2 Bebê Rena - Temporada 1 12/04   I Can Only Imagine Uma Fada Veio Me Visitar Good Times - Temporada 1 Pica-Pau: As Férias no Acampamento Uma Parede Entre Nós Herança Roubada Uma Jornada Entre Amigos No Auge da Fama Delicious in Dungeon - Novo Episódio, Temporada 1 Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Jean Grey abandona os X-Men e se junta a herói que está perto do MCU

canaltech Se você lembra de cabeça quantas vezes Jean Grey morreu e ressuscitou, mesmo quando não era moda, olha, meus parabéns. Esse vai e volta sempre promete uma trajetória mais digna que faça suas histórias serem menos enfadonhas e a moça não precise caducar novamente. Mas a eterna paixão de Ciclope e Wolverine acaba sempre repetindo o mesmo caminho, e, felizmente, isso promete mudar na nova fase — isso se não formos enganados de novo. Entenda por que os X-Men perderam a fé na liderança do Professor Xavier 10 aspectos que mudaram radicalmente os X-Men na atual fase de Jonathan Hickman Depois de formar um “trisal” com Logan e Scott na Era Krakoana, Jean foi uma das baixas no Massacre de Mutantes do Hellfire Gala durante o devastador ataque da organização antimutante Orchis (ou Orquídea). Na despedida com direito a momentos dramáticos que emocionaram um total de zero pessoas, dava para ouvir até quem pedisse que o clone Madelyne Pryor fosse junto. Eis que o futuro promete ser mais brilhante para a Garota Marvel, Fênix, X-Men, mutante e mãe: a prévia anunciada pela Marvel Comics nesta semana aponta para seu retorno ao lado de um personagem muito querido pelos fãs e que ninguém aguenta mais esperar pela sua estreia no Universo Cinematográfico Marvel: Richard Rider, o herói cósmico conhecido como Nova.  -Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.- Criado em meados da década de 1970, Nova é um exemplar dos quadrinhos sci-fi da Era de Prata. Richard Rider, um adolescente xarope da Terra, finalmente fica mais legal depois de entrar na Tropa Nova, que é o equivalente à Tropa dos Lanternas Verdes na Marvel. Como um de seus maiores inimigos é o Thanos e a própria Tropa Nova já apareceu no MCU, o herói é aguardado nas telonas há muito tempo. Nova é uma dos heróis mais aguardados no MCU (Imagem: Reprodução/Marvel Comics) Nova atuou recentemente ao lado dos X-Men, o que aumentou os rumores sobre sua estreia no MCU estar conectada aos Filhos do Átomo. E, agora, com essa parceria, além de uma possível novo romance para formar com Wolverine e Ciclope um grupo pronto para aquela festinha em Fernando de Noronha, a Casa das Ideias quase confirma que Nova deve mesmo ficar atrelado aos mutantes quando finalmente dar as caras nas telonas.   Assine Amazon Kindle Unlimited por apenas R$ 19,90/mês e tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais! Phoenix #1 chega ao mercado gringo em 17 de julho. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox Os 45 filmes mais esperados de 2024 Veja Mais

Pescoçudo da Patagônia é o mais novo titanossauro argentino

canaltech Foram encontrados, na Patagônia argentina, os restos de uma nova espécie de titanossauro, gigantes pescoçudos do passado — batizada Titanomachya gimenezi, a espécie viveu até o final do domínio dos dinossauros, no Período Cretáceo (145 milhões a 66 milhões de anos atrás), e chegava a ter uma média de 7 toneladas. 283 fósseis de dinossauro são encontrados em obra em Uberaba (MG) Dinossauro pescoçudo da Patagônia é tão grande que quebrou asfalto no transporte A pesquisa foi encabeçada pelo Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet) da Argentina, e foi publicada no periódico científico Historical Biology na última quinta-feira (11), com auxílio financeiro da National Geographic. Como era o novo titanossauro argentino Segundo o estudo, a nova espécie teria perambulado pela Argentina na era conhecida como Maastrichtiana, entre 72,1 milhões e 66 milhões de anos atrás, dentro do Período Cretáceo e representando seu final. Os restos encontrados pertenciam a um adulto considerado pequeno, com estimadas 5,8 a 9,8 toneladas de peso. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Cientistas do Conicet escavam o T. gimenezi na Patagônia argentina (Imagem: Vincent Brusca/Conicet) O prolífico sítio arqueológico que guardava o fóssil de dinossauro é chamado de Formação La Colonia, no sul do país, na província de Chubut. Em comunicado do Conicet, o principal autor do estudo, Agustín Pérez Moreno, afirmou que o T. gimenezi é o primeiro saurópode do sítio, ou seja, pertencente aos que conhecemos como “pescoçudos”, e segundo dinossauro achado no local. O nome da nova espécie deriva da mitologia grega: Titanomachya vem do evento de mesmo nome onde os Titãs, figuras divinas da Grécia, lutaram contra os Deuses do Olimpo, perdendo e sendo mortos ou feitos prisioneiros. Como o T. gimenezi viveu na época em que os titanossauros foram extintos, o nome tornou-se apropriado. Já gimenezi é uma homenagem a Olga Giménez, primeira paleontóloga a estudar os dinossauros de Chubut. Apenas alguns ossos foram preservados, mas o suficiente para determinar que o tálus do animal — osso responsável por distribuir o peso suportado pela tíbia na parte interna das patas — era inédito à ciência, ao menos nos titanossauros conhecidos. Isso, segundo Moreno, o coloca no meio termo entre as linhagens Colossosauria e Saltasauroidea, algo importante para a área e para o estudo do ecossistema da região. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

Hackers russos atacam Microsoft e coletam dados do governo dos EUA

canaltech A Agência de Cibersegurança e Infraestrutura (CISA) dos EUA publicou uma diretiva de emergência para relatar um ataque de hacker russo ao sistema de e-mails corporativos da Microsoft para interceptar dados de organizações vinculadas ao governo do país norte-americano.  Sozinho, um desenvolvedor pode ter salvado a internet de um grande ataque iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países A agência atribui o ataque a um grupo hacker conhecido como Midnight Blizzard, vinculado a organizações governamentais russas e que já foi acusado de comprometer sistemas da Big Tech anteriormente. O grupo teria invadido contas corporativas de e-mail da Microsoft que trocaram mensagens com organizações do Poder Executivo Civil Federal dos EUA e interceptado possíveis dados de credenciais. A empresa e a CISA já entraram em contato com as agências federais que tiveram e-mails identificados e vazados no ataque. A instrução é de que todos os órgãos com contas afetadas do Microsoft Azure analisem os e-mails potencialmente vazados, reconfigurem senhas e chaves de acesso e adotem medidas adicionais de segurança até o dia 30 de abril. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Ataque a e-mails corporativos da Microsoft deu acesso a dados de órgãos federais dos EUA a hackers (Imagem: Unsplash/Turag Photography) Em nota, a diretora do órgão de cibersegurança, Jen Easterly, disse que “por muitos anos, o governo dos EUA documentou ciber atividades maliciosas como parte da estratégia russa; esse ataque à Microsoft é mais um para a longa lista. Continuaremos nossos esforços com o governo federal e parceiros do setor privado para proteger e defender nossos sistemas dessas ameaças”. Dados internos da Microsoft também foram expostos A Microsoft também sofreu mais um problema de segurança: dados dos funcionários da empresa e outros materiais sensíveis foram expostos publicamente em fevereiro deste ano, e a situação foi resolvida somente um mês depois. Ainda não é possível apurar se os dois casos têm relação um com o outro.  Brasil tem problemas com vazamentos  Entre outras notícias de cibersegurança, o Brasil infelizmente ocupou o posto de país com o maior número de dados vazados em 2023, segundo levantamento da NordVPN. Informações como nome completo, e-mail, endereços e senhas estão entre as mais afetadas, enquanto as causas mais apontadas são vírus que interceptam dados salvos no navegador.  Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs? iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países Veja Mais

Globoplay busca parcerias com ISPs e agregadores de conteúdos para crescer mais

tudo celular A empresa quer manter a estratégia implementada no momento mais forte de pandemia para obter o maior número possível de clientes Veja Mais

Google Maps passa a usar o menu de compartilhamento nativo do Android 14

tudo celular O app de mapas é mais um da suíte da empresa a adotar essa página de compartilhamento Veja Mais

Coringa 2 | Quais as diferenças da Arlequina de Lady Gaga com a das HQs?

canaltech Quando aquela menina “bobinha” que falava como criança enquanto tocava o terror em Gotham City apareceu na animação Batman: A Série Animada nos anos 1990, nem mesmo o mais otimista dos fãs poderia sonhar que Arlequina subiria de divisão para se tornar um dos carros-chefes da Warner Bros, DC Films e DC Comics.  DC revela a única palavra que Arlequina não suporta ouvir Aves de Rapina: quais as diferenças entre o filme e os quadrinhos? E esse interesse todo pela vilã obrigou os escritores a se aprofundarem na mente insana de Harleen Frances Quinzel, ao ponto de ela ter mudado várias vezes por conta da complexidade que ganhou. E, agora, isso acontece novamente, desta vez em Coringa 2 — Delírio a Dois, pois o primeiro trailer do longa mostrou uma história de origem, comportamento e dinâmica de relacionamento completamente diferente das dos quadrinhos — e isso promete ser bom. Dá para resumir a trajetória de Harley Quinn em, basicamente, três fases.  -Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/podcast/- Fase 1 A Arlequina raiz dos anos 1990 (Imagem: Reprodução/DC Comics) A começar pelo período “pastelão tragicômico”, em que a ajudante do Coringa chamou tanta atenção em Batman: A Série Animada, em 1992, que os criadores Bruce Timm e Paul Dini tiveram que dar mais estofo à garota. Assim, soubemos que a psicóloga do Asilo Arkham se apaixonou pelo Coringa, o que ajudou sua natureza psicótica sair da jaula. Fase 2 Arlequina dos Novos 52 não estava para brincadeira (Imagem: Reprodução/DC Comics) A fase seguinte é a da “maturidade e independência”, quando Arlequina deixou seu romance tóxico e a dependência do Coringa em uma versão que foi amenizando a extrema violência inicial de quando chegou aos quadrinhos, em 1997, em uma edição especial; e em 1999, quando foi incorporada ao Universo DC. A partir do reboot conhecido como Novos 52, no começo dos anos 2010, Harley se tornou uma combatente letal e mais inteligente, com um comportamento mais complexo que muitas vezes alternava sua definição de vilão para anti-heroína e até heroína. Fase 3 Margot Robbie deu mais brilho a uma personagem em ascensão (Imagem: Reprodução/DC Comics) Já o período “contemporâneo” ganhou impulso com a caracterização de Margot Robbie em Esquadrão Suicida e Aves de Rapina, já quase nos anos 2020. A partir daí ela realmente se tornou uma estrela com brilho próprio, ao ponto de o soft reboot Renascimento revisar seu status, agora como gerente de uma um show de teatro caótico com dezenas de animais. Harley também assumiu seu romance com Hera Venenosa e voltou a ter um comportamento mais impulsivo e divertido. Essa é a caracterização mais popular atualmente, inclusive a que está alinhada com o mais recente filme Esquadrão Suicida e com sua própria série animada.  A Arlequina do filme Coringa 2 Arlequina da Lady Gaga promete manter o sucesso da personagem (Imagem: Reprodução/DC Comics) Antes de mais nada, é preciso lembrar que o mundo em que Coringa é ambientado nada tem a ver com o Universo DC tradicional, pois tudo é mais cru e realista. O próprio Palhaço do Crime é bem diferente dos quadrinhos, já que a caracterização imposta por Joaquin Phoenix é muito mais trágica e empática do que a versão inicialmente caótica e sem motivações verossímeis dos quadrinhos. Essa representação fez tanto sucesso que a DC até mudou o comportamento do Coringa nos quadrinhos, dando a ele uma série própria que se aprofundou mais em sua misteriosa origem e no desenvolvimento de suas motivações — não dá para falar a mesma ladainha de “agente do caos” e “amor/ódio pelo Batman” tanto tempo e de forma tão simplista. Da mesma forma, a Arlequina de Lady Gaga também parece muito mais segura de si e no controle da situação. Para começar, ela é uma paciente do Asilo Arkham, e não uma psicóloga; e quem ser apaixona por ela é o Coringa, e não o contrário. Além disso, o Palhaço do Crime é quem parece ser dependente dela, principalmente porque tudo leva a crer que esta Harley Quinn vai convencer Arthur Fleck a abraçar sua faceta vilanesca, em de ele tentar “se curar”. Assine Amazon Kindle Unlimited por apenas R$ 19,90/mês e tenha acesso a mais de 1 milhão de livros digitais! Enfim, por enquanto, é isso que dá para dizer pelo pouco que o trailer mostrou. Por isso mesmo é que não vemos a hora de ver Coringa 2 — Delírio a Dois, que estreia no Brasil em 3 de outubro de 2024. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

Huawei Watch 4 Pro ganha edição especial inspirada em Marte com recursos exclusivos

tudo celular Versão especial traz tela revestida com cristal de diamante. Veja Mais

Spotify prepara remix de músicas para competir com TikTok

canaltech O Spotify pode ganhar um novo recurso para atrair jovens e torná-lo mais interativo. Segundo o jornal Wall Street Journal, a plataforma de streaming pode ganhar uma opção para remixar músicas, similar ao TikTok. Os conteúdos, no entanto, não teriam a opção para serem compartilhados fora do aplicativo. Como ver as músicas mais ouvidas por você no Spotify Como usar o Spotify | Guia prático Remix no Spotify A ideia busca oferecer mais competitividade ao TikTok, que possui diversos recursos para explorar músicas na rede social. É o caso da ferramenta de remix, que permite aos usuários fazer suas próprias versões da canção e dar um tom mais pessoal e original aos seus vídeos. Em uma reportagem, o jornal estadunidense expõe que o Spotify pensa em preparar um recurso dessa natureza. A ideia seria oferecer opções para acelerar, misturar e editar as canções pelo aplicativo, mas sem a opção de compartilhar em outras plataformas — medida para assegurar os direitos dos autores originais das obras. -Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!- Spotify pode lançar em breve recurso de remix de músicas (Imagem: Fath/Unsplash) No lugar, as canções poderiam ser reproduzidas pelos usuários em seus celulares, tablets e computadores, e talvez até compartilhadas em playlists do próprio Spotify. Também seria possível reproduzi-las em encontros e festas pessoais, com amigos e parentes, com versões exclusivas das músicas. Apenas em planos pagos Ainda não há previsão de lançamento do recurso ao público em geral. No entanto, a estimativa é de que a ferramenta de remix seja exclusiva para os planos pagos do Spotify — ou seja, a assinatura seria uma pré-requisito para você criar as suas próprias versões das músicas. Confira os valores das assinaturas do Spotify Premium no Brasil: Estudante (individual): R$ 11,90 por mês; Individual: R$ 21,90 por mês; Duo (duas contas): R$ 27,90 por mês; Família (seis contas): R$ 34,90 por mês. As contratações podem ser pagas por cartão de crédito (Visa, Mastercard, Elo, American Express, Diners Club e Hipercard), bancos parceiros e Pix. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua 10 novidades do Android 15 Beta iPhone emite alertas de “malware mercenário” em 92 países 100 mil brasileiros criaram perfil na Bluesky nos últimos dias KaBuM! abre primeira loja física com produtos OpenBox 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa Veja Mais

O que são os Ghouls de Fallout? Entenda os mutantes necróticos da série

O que são os Ghouls de Fallout? Entenda os mutantes necróticos da série

Tecmundo Lidando com temas como bombas nucleares e radiação, Fallout mostra um mundo pós-apocalíptico no qual os sobreviventes lutam para fazer sentido da devastação a seu redor. Enquanto parte da humanidade conseguiu sobreviver a esse cenário escondida em Vaults subterrâneos, a maior parte dela não teve a mesma sorte — e muitas pessoas viraram Ghouls, também chamados de necróticos.Dentro do universo da franquia, essa palavra define seres que acabaram sendo deformados por ação da radiação. Enquanto em alguns casos isso os enlouqueceu completamente, há aqueles que mantêm sua sanidade e capacidade de pensamento, bem como lembranças que podem ter centenas de anos de idade.Leia mais... Veja Mais

Creality anuncia impressora 3D colorida que produz objetos multicoloridos

Creality anuncia impressora 3D colorida que produz objetos multicoloridos

Tecmundo A Creality é uma empresa conhecida no ramo da impressão 3D, e promete agitar esse mercado em 2024. Para celebrar seu décimo aniversário, a companhia anunciou o lançamento de alguns itens, entre eles uma nova linha de impressoras coloridas.Após um 2023 focado em lançar impressoras de alta velocidade, como a K1, K1Max e Ender 3 V3 K3, a meta agora é focar em dispositivos para impressão colorida. Para os próximos meses, por exemplo, são esperadas opções como o modelo K2 Plus e o sistema Creatility Filament System (CFS).Leia mais... Veja Mais

Fallout vai ter temporada 2?

Fallout vai ter temporada 2?

canaltech Fallout chegou ao Prime Video e muitos fãs já começaram a maratonar toda a primeira temporada, liberada de uma só vez na noite da última quarta-feira (10). Só que, com alguns já devorando os oito episódios, surge a questão se a Amazon vai ou não produzir uma segunda temporada da série. Fallout | Conheça os games que são a grande aposta do Prime Video Os 15 melhores filmes baseados em jogos Ella Purnell é uma das estrelas de Fallout (Imagem: Divulgação/Prime Video) A produção de Fallout envolve não somente a Amazon, mas também a Bethesda, estúdio que hoje é da Microsoft e que é dona de toda a franquia de jogos que servem de base para a adaptação. Os últimos episódios da série do Prime Video deixam ideias bastante claras sobre como a história pode continuar, o que deixou os fãs ainda mais empolgados com a possibilidade de uma renovação. Fallout vai ter uma segunda temporada? A resposta para essa pergunta é "Provavelmente". Apesar de ainda não ter sido confirmada oficialmente, no dia 8 de abril de 2024, a California Film Commission divulgou uma lista de programas que receberão incentivos fiscais para gravar no estado americano. Entre a lista de programas, como NCIS: Origins e Dr. Odyssey, de Ryan Murphy, estava a segunda temporada de Fallout, que receberia US$ 25 milhões em incentivos do estado — a maior fatia da verba destinada ao programa de incentivo. -Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.- Isso praticamente confirma que a Amazon está seguindo em frente com a série, já que até mesmo o governo da Califórnia está envolvido. A primeira temporada foi filmada nos estados americanos de Nova York e Utah, custando aproximadamente US$ 153 milhões, e a ideia dessa verba liberado pelo estado da Costa Oeste seria atrair a produção para lá. Maximus, um escudeiro da Irmandade do Aço (Imagem: Divulgação/Prime Video) O final da primeira temporada também deixou algumas pontas soltas, como a crença de Maximus, personagem interpretado por Aaron Moten, na Irmandade do Aço, a jornada de Lucy (Ella Purnell) e o Ghoul (Walter Goggins) ainda continua e a viagem de Hank, interpretado por Kyle MacLachlan (Twin Peaks), para um destino bastante conhecido dos fãs dos games — a cidade de New Vegas. Com as filmagens acontecendo na Califórnia, local que serviu como cenário "oficial" para a trama da primeira temporada, a produção poderá aproveitar ainda mais as paisagens do estado e de sua vizinha, Nevada, que pode ser bastante importante caso a história prossiga. Quando essa segunda temporada pode estrear? Tudo depende de quando a Amazon confirmar a produção e começar as suas filmagens. Pensando da maneira mais otimista, caso ela seja confirmada nas semanas seguintes à estreia da primeira temporada, existe a possibilidade de ela ser filmada ainda em 2024 e lançada no segundo semestre de 2025 Porém, devemos levar em consideração o processo de pós-produção que, dependendo da história, pode demandar mais tempo. Portanto, um lançamento em 2026 parece ser uma aposta mais segura. Ainda assim, mais uma vez, é sempre bom reforçar que não há nada confirmado até agora. Enquanto ela não chega, vale a pena rever os episódios da primeira temporada ou cair de cabeça nos vários jogos da franquia Fallout, disponível para consoles e PC.   Fallout, a série, gira em torno de um trio de personagens, uma moradora do Vault 33, um abrigo subterrâneo que protege seus habitantes há mais de 200 anos, um escudeiro da Irmandade do Aço, e um mutante caçador de recompensas.  Quando Lucy sai do seu abrigo e conhece o mundo exterior pela primeira vez, precisa aprender que o mundo conseguiu sobreviver à uma guerra nuclear, mas não sem mudar completamente os seres vivos da superfície. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço ???? PARCELADO | Compre Samsung Galaxy Tab S9 FE em ótimo preço X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Google Fotos poderá economizar espaço no app para Android

Google Fotos poderá economizar espaço no app para Android

canaltech O Google Fotos pode disponibilizar em breve o recurso de economia de armazenamento diretamente no aplicativo para Android, e potencialmente também no iOS. A mais recente atualização do app contém linhas de código que indicam que a função para diminuir o tamanho de fotos e vídeos está em desenvolvimento para aplicação pelo celular. Como baixar fotos do Google Fotos Montagem | Como fazer um vídeo com fotos do Google Fotos O recurso para converter mídias e liberar espaço no armazenamento em contas Google só está disponível no momento com o acesso pela web. Recuperar armazenamento pelo app As linhas de código que revelam a preparação da ferramenta no celular foram descobertas pela equipe do Android Authority a partir da última atualização do aplicativo Google Fotos nesse sistema operacional. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- O modo de economia de armazenamento ajuda a reduzir o tamanho ocupado por fotos e vídeos na conta Google. Atualmente é possível utilizar esse recurso pelo navegador dentro da aba “Gerenciar armazenamento” do aplicativo. Modo de economia de armazenamento do Google Fotos pela web (Imagem: Captura de tela/Guilherme Haas/Canaltech) Ao acionar a função pela web, o Google Fotos alerta que a compactação de fotos e vídeos não pode ser desfeita e pede a confirmação do usuário. O app avisa também que a ação não tem efeito sobre arquivos armazenados em outras plataformas do Google, como YouTube, Gmail e Drive. Essa ferramenta é útil para contas que estão no limite de espaço disponível. Em 2021, o Google encerrou o armazenamento ilimitado de fotos e determinou que cada usuário tem apenas 15 GB para utilizar com todos os serviços do ecossistema — incluindo Drive e Gmail. Para quem deseja ter mais espaço, a companhia oferece planos de assinatura Google One para pessoas físicas a partir de R$ 7,99 (para 100 GB). Ferramentas de edição no Google Fotos Por enquanto não há uma previsão sobre a liberação do modo de compactação de itens do Google Fotos no celular, mas a Big Tech anunciou nesta semana que vai liberar as ferramentas de edição com IA do aplicativo para todo o público. Essa atualização será lançada a partir do dia 15 de maio e vai incluir as ferramentas Magic Erase, Photo UnBlur e Portrait Light que atualmente estão disponíveis apenas mediante assinatura. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço ???? PARCELADO | Compre Samsung Galaxy Tab S9 FE em ótimo preço X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Meta apresenta chips de IA para frear dependência da NVIDIA

Meta apresenta chips de IA para frear dependência da NVIDIA

canaltech Nesta quarta-feira (10), a Meta apresentou a segunda geração dos chips MTIA (Meta Training and Inference Accelerator) para infraestrutura própria de IA. Desenvolvidos sob medida para alimentar os servidores da companhia, o MTIA v2 traz 3,5 vezes mais desempenho computacional e 1,5x mais desempenho por watt que a geração anterior. Como a Intel quer revolucionar os computadores com os AI PCs O que é IA generativa? O novo chip proprietário já está operando nos data centers da Meta, atendendo aos principais modelos LLM de IA que alimentam e impulsionam os sistemas de classificação e recomendação de anúncios do Facebook e do Instagram. Além disso, a novidade mostra que a companhia está em busca de autossuficiência e independência de empresas terceiras, notadamente a NVIDIA, dominante no fornecimento de soluções voltadas para IA.  Segundo a corporação, os MTIA operam como um complemento altamente eficiente para as GPUs para IA disponíveis no mercado, entregando um excelente equilíbrio entre desempenho e eficiência em caragas de trabalho específicas às operações da Meta em seus vários segmentos de atuação. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Solução fullstack personalizada Os novos MTIA são fabricados em tecnologia de 5 nm da TSMC, trazem TDP de 90W e frequências de 1,35 GHz. Além disso, a nova geração traz barramento PCIe 5 de largura de banda de 32 GB/s contra os PCIe 4 de 16 GB/s dos MTIA v1. Novo chip MTIA v2 para IA da Meta. (Imagem: Meta / Divulgação) Mais do que entregar um hardware dimensionado para as cargas de trabalho específicas da Meta, os chips proprietários também visam otimizar o desenvolvimento ao nível de software. Ao atuar como um acelerador dedicado com instruções específicas incorporadas no firmware do MTIA, o desenvolvimento e depoly de soluções em PyTorch é bastante simplificado. Especificações MTIA (Meta Training and Inference Accelerator) Chip MTIA v1 MTIA v2 Fabricação TSMC 7 nm TSMC 5 nm Frequência 800 MHz 1,35 GHz Barramento PCIe4 (16 GB/s) PCIe 5 (32 GB/s) TOPS GEMM (Multplicação Matricial Geral) 102,4 TFLOPS/s (INT8) 51.2 TFLOPS/s (FP16/BF16) 708 TFLOPS/s (INT8) (sparsity) 354 TFLOPS/s (INT8) 354 TFLOPS/s (FP16/BF16) (sparsity) 177 TFLOPS/s (FP16/BF16) TOPS SIMD (Instrução Única / Múltiplos Dados) 3.2 TFLOPS/s (INT8/FP16/BF16) 1.6 TFLOPS/s (FP32) 5.53 TFLOPS/s (INT8/FP16/BF16) 2.76 TFLOPS/s (FP32) Memória 64 GB 128 GB Largura de Memória 176 GB/s 204,8 GB/s TDP 25 W 90 W Por isso, a Meta já declarou que o investimento nos chips próprios é uma iniciativa a longo prazo para otimizar ao máximo os processos de implantação e evolução dos usos de IA em seus serviços, de ponta a ponta, fazendo do MTIA uma solução fullstack. MTIA é projetado para otimizar fluxo de desenvolvimento e deploy de soluções de IA utilizando PyTorch e Triton. (Imagem: Meta / Divulgação) Ainda por se tratar de uma solução complementar, ela está totalmente adaptada para operar tanto nos servidores atuais quanto eventuais novos racks de 72 GPUs para IA que a Meta possa adquirir no futuro. ???? Compre processador Intel Core pelo melhor preço! ???? Compre placa de vídeo NVIDIA GeForce RTX pelo melhor preço! Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua

Sonda da NASA tira fotos de outra espaçonave na Lua

canaltech A sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), da NASA, flagrou o que parecia ser um objeto estranho orbitando a Lua. Na verdade, trata-se apenas da sonda espacial Danuri, da Coreia do Sul, que aparece nas fotos como um traço fino e escuro.  Brasileiro tira foto da Lua crescente rica em detalhes Qual é a verdadeira cor da Lua? O orbitador lunar Danuri foi lançado em 2022 para desenvolver e testar tecnologias, além de criar um mapa do relevo da superfície lunar. Entre seus instrumentos, está a câmera ShadowCam e sua alta sensibilidade à luz, que permite capturar imagens do que há nas regiões lunares imersas em sombras. A NASA contribuiu para o desenvolvimento do dispositivo, e por isso, nada mais justo que a LRO voltar seus “olhos” para a espaçonave sul-coreana. As fotos foram tiradas quando passaram a 11.500 km/h em direções opostas uma à outra, nos dias 5 e 6 de março.  -Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.- Em uma das fotos, a LRO estava 5 km acima da Danuri e precisou mudar seu ângulo para conseguir registrar a outra espaçonave. Em outra órbita, a dupla estava separada por apenas 4 km. Na última, a distância aumentou para 8 km.  Fotos da sonda Danuri tiradas pela LRO em diferentes encontros (Imagem: Reprodução/NASA/Goddard/Arizona State University) "Devido às rápidas velocidades relativas entre as duas espaçonaves, a equipe de operações da LRO no Centro de Voos Espaciais Goddard, da NASA, precisou de um timing primoroso para apontar a [câmera] LROC para o lugar certo, na hora certa, para vislumbrar a Danuri, a primeira espaçonave da República da Coreia na Lua", explicou a NASA em um comunicado. Pode parecer estranho ver esta espaçonave, que tem formato cúbico, visível nas fotos como uma estrutura fina e alongada. Mas, para Paul Byrne, professor de ciência planetária associado da Universidade de Washington, não há mistério algum. "Para ser claro, o orbitador Danuri não é uma 'carga estranhamente fina de pixels' — é um orbitador de aparência bastante normal", escreveu Byrne no X, o antigo Twitter. "Mas as velocidades incríveis envolvidas significam que ele está borrado no detector da câmera do LRO”, acrescentou. To be clear, the Danuri orbiter is not a weirdly thin load of pixels—it's a fairly normal-looking orbiter. But the terrific speeds involved mean that it's smeared on the LRO's camera detector.Here it is in "unsmeared" form, by the LRO team: pic.twitter.com/qrcXH428CP — Paul Byrne (@ThePlanetaryGuy) April 5, 2024 Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Brecha em Smart TVs da LG permite invasão em mais de 90 mil aparelhos

Brecha em Smart TVs da LG permite invasão em mais de 90 mil aparelhos

Tecmundo Um levantamento feito pela empresa de cibersegurança Bitdefender encontrou uma série de problemas de segurança no webOS, o sistema operacional de televisores da LG. Ao todo, mais de 90 mil aparelhos estavam vulneráveis a ataques.As brechas foram detectadas nas versões webOS 4.9.7 a webOS 7.3.1-43 e afeta quatro modelos específicos: Leia mais... Veja Mais

iPhone 16 pode estrear com mais opções de cores que iPhone 15

iPhone 16 pode estrear com mais opções de cores que iPhone 15

canaltech A Apple deverá seguir o costume de oferecer a dupla comum de seus smartphones em opções com corpo colorido este ano, e um novo rumor aponta que o iPhone 16 e o iPhone 16 Plus podem estrear em sete opções de cores, duas a mais que as disponibilizadas para os iPhone 15 e iPhone 15 Plus. Review iPhone 15 Plus | O iPhone com a maior bateria iPhone 16 e 16 Pro têm novos protótipos de design vazados com mudanças O rumor foi publicado na rede social Weibo por um informante com supostas fontes internas da cadeia de produção. Segundo ele, o iPhone 16 será vendido nas cores Branco, Azul, Rosa, Roxo, Amarelo, Verde e Preto. Com isso, esperamos que a Apple apresente os futuros dispositivos nas mesmas cinco tonalidades das versões atuais, com uma nova opção branca e outra na cor roxa. -Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.- Não sabemos se a empresa deve apostar em tons mais saturados como forma de agradar os consumidores que criticaram as opções de cores lavadas do iPhone 15, ou se a mesma estratégia deve continuar este ano. As cores esperadas, em comparação com o que temos atualmente, são: Cores do iPhone 15 e 15 Plus: Azul Rosa Amarelo Verde Preto Possíveis cores do iPhone 16 e 16 Plus: Branco Azul Rosa Roxo Amarelo Verde Preto Apesar dos mesmos nomes de cor, é possível que a Apple apresente leves mudanças de tonalidade no iPhone 16, uma vez que a empresa não costuma copiar a exata matiz de cor do ano anterior. Apesar do vazamento indicar as cores da próxima dupla comum de smartphones da Apple, é importante lembrar que mudanças podem ser realizadas de última hora. Com isso, embora a empresa pareça estar testando sete possíveis cores para o lançamento do iPhone 16, existe chance de que nem todas sejam vendidas no lançamento ou que outras opções entrem no lugar das previstas atualmente. iPhone 16 e 16 Plus podem ganhar duas novas opções de cores este ano em relação aos modelos do ano passado (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech) Para o iPhone 16 Pro e iPhone 16 Pro Max, há rumores de que a Apple considera lançar a dupla premium nas cores Branco, Cinza, Preto-espacial e Rosa, deixando de vender as opções em Titânio natural e Titânio azul. Mais detalhes a respeito da linha iPhone 16 devem surgir nas próximas semanas, uma vez que a empresa deve começar a se preparar para a fase final de prototipagem para iniciar a produção em massa muito em breve, visando garantir unidades suficientes para o lançamento em setembro. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram Engenheiro desmonta Cybertruck e fica chocado com a bateria Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço O filme do Silvio Santos usou a mesma fonte da Sega? X-Men ‘97 traz a primeira grande conexão com o MCU Veja Mais

Review Moto G24 | Um celular para quem quer só o básico

Review Moto G24 | Um celular para quem quer só o básico

canaltech O Moto G24 é mais uma opção de celular básico 4G disponível no Brasil. Sem grandes destaques além do armazenamento interno de 128 GB — que já podemos considerar o mínimo hoje em dia — o celular da Motorola tem ainda câmera principal de 50 MP. Descubra se vale a pena investir neste smartphone na análise do Canaltech. Review Galaxy A05 | O celular barato com câmera de 50 MP Review Moto G34 | O celular 5G bom e barato Nota geral do Moto G24: 3,1 | Design: 3 | Bateria: 3,5 | Câmera: 3,5 | Tela: 2,5 | Desempenho: 3 Prós Duração da bateria Boa câmera frontal Contras Recarga demorada Sem NFC Não tem 5G Design e tela Apesar de ser um aparelho mais simples, o Moto G24 tem uma aparência bem interessante. A Motorola optou por laterais mais retas e traseira em peça única, com uma elevação para o módulo de câmeras. São duas lentes, que ficam no dentro de dois círculos bem grandes. ???? Compre o Moto G24 no Magalu ???? Compre o Moto G24 no Mercado Livre ???? Compre o Moto G24 na Amazon O celular não tem nenhum tipo de certificação contra água e poeira. O sensor de impressão digital fica na lateral direita, abaixo dos botões de volume e integrado ao liga/desliga. A câmera frontal fica em um pequeno furo na parte superior central da tela, que tem 6,56 polegadas. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Falando no display, o painel IPS LCD tem taxa de atualização de 90 Hz e resolução HD. Ou seja, não entrega aquele preto profundo do OLED, porque não apaga totalmente os pixels da área. A suavidade de animações é um pouco maior que a de aparelhos mais antigos, mas a nitidez da imagem pode ficar devendo um pouco a alguns olhos. O brilho do smartphone também não é dos melhores. Para você ter uma ideia, eu testei o Moto G24 simultaneamente com o Galaxy A25. Enquanto o celular da Motorola oferece brilho de 82% em um ambiente interno, o da Samsung fica em menos de 40%. E a tela do Moto G ainda estava um pouco menos clara. +4 $(function() { $('body').append("\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n1 \/ 8\n\n\n\nMoto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n2 \/ 8\n\n\n\nMoto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n3 \/ 8\n\n\n\nMoto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n4 \/ 8\n\n\n\nMoto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n5 \/ 8\n\n\n\nMoto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n6 \/ 8\n\n\n\nMoto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n7 \/ 8\n\n\n\nMoto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n8 \/ 8\n\n\n\nMoto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n\nIMAGENS\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n"); iniciaGaleria($('#_097f25')); }); Desempenho No primeiro momento que eu peguei o Moto G24 para configurar, senti alguns engasgos e atrasos em comandos simples. A pontuação no AnTuTu também me deixou um pouco receoso com o celular, já que ficou abaixo dos 300 mil pontos. O smartphone da linha Moto G teve cerca de 20 mil pontos a mais que o Moto G04, que seria um modelo mais simples, em tese. Ao menos ficou em linha com o Galaxy A05s, que é o seu concorrente direto no Brasil. Moto G24 só não supera o Galaxy A05s nas notas do AnTuTu, ficando à frente de Galaxy A05 e Realme C35 e C53Curiosamente, os engasgos e a lentidão melhoraram depois de passado o AnTuTu e instalados apps para os testes. Como se o aparelho "pegasse no tranco". O teste de bateria transcorreu sem grandes incidentes de desempenho, inclusive com performance bem satisfatória em jogos. "Não recomendo o Moto G24 se você gosta de usar muitos apps ao mesmo tempo e transitar livremente entre eles. Com apenas 4 GB de memória RAM, ele segura pouca coisa em segundo plano. Um jogo mais leve já costuma matar outros aplicativos, por exemplo." — Felipe Junqueira +27 $(function() { $('body').append("\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n1 \/ 31\n\n\n\nZoom de 2x na câmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n2 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n3 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n4 \/ 31\n\n\n\nCâmera macro (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n5 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n6 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n7 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n8 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n9 \/ 31\n\n\n\nCâmera macro (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n10 \/ 31\n\n\n\nCâmera macro (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n11 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n12 \/ 31\n\n\n\nCâmera macro (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n13 \/ 31\n\n\n\nCâmera macro (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n14 \/ 31\n\n\n\nCâmera macro (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n15 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal, modo noturno (bastante luz) (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n16 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal, modo noturno (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n17 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal, modo noturno (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n18 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal, modo noturno (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n19 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n20 \/ 31\n\n\n\nCâmera macro (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n21 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal, modo noturno (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n22 \/ 31\n\n\n\nCâmera principal, modo noturno (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n23 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n24 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n25 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n26 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n27 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n28 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal, modo \"noturno\" (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n29 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n30 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n31 \/ 31\n\n\n\nCâmera frontal (Imagem: Felipe Junqueira\/Canaltech)\n\n\n\n\n\nIMAGENS\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n"); iniciaGaleria($('#_b558c7')); }); Câmera A Motorola acertou ao colocar apenas duas câmeras no Moto G24. Mas poderia ser apenas uma, a principal, porque a macro deixa bastante a desejar. O fato de ser um sensor de apenas 2 MP ajuda a explicar o desempenho fraco. Mesmo o sensor de 50 MP deixa a desejar, com faixa dinâmica falha em alguns cenários. O ponto positivo fica para a câmera frontal que tem um desempenho razoável, exceto em locais com pouca luz. O nível de texturas é muito bom, apesar de a faixa dinâmica também deixar um pouco a desejar. "No geral, o Moto G24 consegue fazer registros ocasionais de documentos ou para mostrar algo específico a alguém. Não achei a câmera boa o suficiente para tentar arrasar nas redes sociais — a menos que você seja um fotógrafo muito habilidoso que aproveita os defeitos da câmera para registros mais artísticos." — Felipe Junqueira Bateria O Moto G24 tem uma boa duração de bateria, com apenas 25% da carga gasta no teste padrão do Canaltech. Isso dá uma previsão de 24 horas de uso ininterrupto, mais do que seus principais concorrentes — exceto o Realme C53, que registrou 25 horas no mesmo teste. Autonomia estimada do Moto G24 é de 24 horas, acima de boa parte de seus principais concorrentesPorém, o teste tem uma exigência mais alta que a média de uso de um celular no Brasil, especialmente da categoria deste Moto G. Aqui, vale a pena ter em mente que o smartphone da Motorola se beneficia de sua tela ter o brilho mais baixo que outros. O carregamento não é muito veloz. O Moto G24 tem suporte a recarga de até 15 W, e demorou cerca de duas horas para ir de 22% para 100%. Curiosamente, ele vem com um carregador de 20 W na caixa, e mesmo assim demorou para fazer o preenchimento da bateria — normal, a bateria só puxa a potência que aguenta. Recursos e conectividade O Moto G24 roda o Android 14 e traz algumas pequenas adições de recursos da Motorola, além de apps extras. Os recursos incluem os gestos de ligar lanterna e abrir câmera, já bastante conhecidos. Já os apps extras podem ser um problema, uma vez que muitos são bem desnecessários. São algumas redes sociais e serviços que você poderia instalar por conta própria, se quisesse. Ao menos não tem nada muito pesado, e não são tantos quanto algumas fabricantes chinesas incluem em seus modelos. Em conectividade, você conta com 4G, Wi-Fi de banda dupla e Bluetooth 5.0. O Moto G24 também tem conector de fone de ouvido, além de um sistema de som estéreo de qualidade razoável para a faixa de preço. Mas fica devendo o NFC, impossibilitando pagamentos por aproximação. $(function() { $('body').append("\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n1 \/ 4\n\n\n\nMotorola Moto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n2 \/ 4\n\n\n\nMotorola Moto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n3 \/ 4\n\n\n\nMotorola Moto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n4 \/ 4\n\n\n\nMotorola Moto G24 (Imagem: Ivo Meneghel Jr\/Canaltech)\n\n\n\n\n\nIMAGENS\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n\n"); iniciaGaleria($('#_84ef46')); }); Concorrentes diretos Apesar de parecer estar posicionado junto a um Galaxy A25, o Moto G24 possui características e preço em faixa mais baixa. Assim, o Galaxy A05s pode ser considerado seu grande rival na Samsung. Outra opção da sul-coreana é o Galaxy A05, que custa cerca de R$ 700, R$ 200 a menos que o "irmão". Já entre as chinesas presentes no Brasil, você poderia optar pelo Redmi 12C ou um entre três modelos da Realme: C53, C33 ou C35. O Redmi 12C fica na faixa de R$ 700, enquanto os Realme transitam entre os R$ 700 e R$ 800. Eu recomendaria o Galaxy A05s ou o Realme C53, se você fosse escolher celular de outra marca. Mas acho mais jogo partir para um modelo já com 5G, que embarca diversas tecnologias mais recentes. Por menos de R$ 1.000 as opções são Moto G34, Galaxy A14 5G ou A15 5G. O Moto G24 vale a pena? Moto G24: celular 4G sem grandes destaques (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)A meu ver, o Moto G24 não vale a pena, pois existem celulares com tecnologias mais atuais a preço semelhante. A menos que ele baixe para menos de R$ 600, valor em que é muito raro encontrar bons modelos 5G para comprar. Mas, se por um acaso você faz questão do Moto G24, não ficará na mão no quesito duração de bateria. E o desempenho não é dos melhores, mas aguenta as tarefas mais simples do dia a dia. Um dos seus maiores problemas é a tela com brilho baixo. O uso em ambientes externos fica bem difícil assim, então se você precisa do aparelho na rua, é melhor pensar em outro modelo. Este é um recado para quem é Uber ou trabalha com entregas, por exemplo. Além disso, as câmeras e a recarga deixam bastante a desejar. E aí eu recomendo o Moto G34, o Galaxy A14 5G ou o Realme 11x, que embarcam tecnologias mais novas, e têm um desempenho melhor. Ou seja, vão durar alguns anos a mais, o que pode compensar o preço um pouco maior. ???? Compre o Moto G24 no Magalu ???? Compre o Moto G24 no Mercado Livre ???? Compre o Moto G24 na Amazon Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da NASA mostra como foi ver o eclipse solar na ISS 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa BYD quer comprar maior mineradora de lítio do Brasil As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Veja Mais

WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram

WhatsApp terá opção para publicar stories no Instagram

canaltech O WhatsApp desenvolve uma integração com o Instagram para permitir que as atualizações de status do mensageiro (os posts que ficam até 24h no ar) sejam compartilhadas como Stories na rede social. A função é igual ao recurso já existente para conectar com a conta do Facebook, mas ainda não há uma previsão de lançamento para o público. Como aumentar a letra do WhatsApp | Android e iPhone Como deixar o WhatsApp mais seguro | 10 dicas A opção de compartilhar status no Instagram foi encontrada anteriormente em construção na versão Beta para Android, e agora aparece no app Beta do mensageiro para iOS — ainda sem disponibilidade para teste. Status compartilhados A opção de compartilhar os conteúdos de status do WhatsApp como Stories no Instagram possibilita maior integração entre as plataformas da Meta e facilita a publicação de atualizações nos perfis pessoais. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- Com a novidade, as pessoas não vão mais precisar criar posts separados para o aplicativo de mensagens e a rede social. Dentro das configurações de “Privacidade do status” no WhatsApp haverá o recurso para conectar com uma conta do Instagram. Opção de republicação dos status do WhatsApp como Stories do Instagram está em desenvolvimento (Imagem: Reprodução/WABetaInfo) Os usuários poderão acionar ou desativar essa função a qualquer tempo. Para controlar quem pode ver os conteúdos compartilhados na rede social, será necessário gerenciar as configurações de privacidade dentro do Instagram. O WhatsApp deve lançar a integração com o Instagram em breve para testadores em Android e iOS, mas não há um cronograma definido. Outras novidades do WhatsApp O aplicativo de mensagens também prepara outras novidades e modificações que podem chegar em breve para o público. O WhatsApp vai facilitar a ligação rápida aos contatos frequentes com um modo de favoritar pessoas dentro da aba de chamadas. Além disso, a interface terá um botão de minimizar janela para seguir na chamada enquanto navega em outras partes do mensageiro. O app também deve mudar a posição das ferramentas de desenho, concentrando o pincel e o seletor de cores na parte inferior da tela. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da NASA mostra como foi ver o eclipse solar na ISS 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa BYD quer comprar maior mineradora de lítio do Brasil As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Veja Mais

Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus

Kobo lança rivais do Kindle com tela colorida e caneta stylus

canaltech A Kobo, marca especializada em e-readers que rivalizam com o Kindle da Amazon, acaba de atualizar a sua linha de produtos com os modelo Libra Colour, Clara Colour e Clara BW. As opções mais avançadas se destacam por trazer telas coloridas, além do suporte para uso com caneta stylus.  Review Kindle Paperwhite 11ª geração | melhorias fazem jus ao preço Qual a diferença entre um Kindle e um tablet para ler livros? Rival do Kindle tem tela colorida (Imagem: Divulgação/Kobo) As especificações mais interessantes estão no Libra Colour, que traz uma tela e-ink com tecnologia Kaleido 3 que proporciona as cores no display de 6 polegadas. Há ainda como usar a solução ComfortLight Pro, com a possibilidade de ajustar a intensidade da claridade da tela e sua temperatura de cor, para aumentar o conforto visual.  Outro diferencial do Libra é a compatibilidade com a Kobo Stylus de segunda geração, que pode ajudar a realizar marcações coloridas nas partes mais importantes de cada livro. Há ainda um modo de anotações, em que o produto funciona como uma espécie de caderno digital, rivalizando com o Kindle Scribe. -Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.- O armazenamento interno do Libra também é o maior entre os modelos lançados, com 32 GB. Isso é suficiente para guardar cerca de 24 mil eBooks, de acordo com o que afirmou a empresa.  Modelo Clara Colour perde suporte para caneta stylus (Imagem: Divulgação/Kobo) Por sua vez, o Clara Colour é uma opção mais acessível, que não abre mão da tela colorida. No entanto, ele perde recursos como a construção com botões laterais, e o armazenamento interno é de 16 GB (ou 12 mil ebooks).  O suporte para uso com caneta também é perdido neste caso, assim como o modo de caderno digital. Mesmo assim, ainda é possível dar destaque a partes específicas do texto com marcações coloridas.  Já o Clara BW traz um conjunto mais tradicional para os e-readers, com uma tela que funciona em preto e branco. Essa é basicamente a única diferença dele para o Clara Colour, mantendo características como a resistência IPX8 contra danos por mergulhos na água, 16 GB de espaço, tecnologia ComfortLight Pro e bateria para semanas de uso.  Preço e disponibilidade Os três modelos foram anunciados na Europa e Estados Unidos, e não há previsão de chegada ao Brasil. Os preços de cada um são os seguintes: Kobo Libra Colour: US$ 219 (cerca de R$ 1.109 em conversão direta) Kobo Clara Colour: US$ 149 (~R$ 755) Kobo Clara BW: US$ 129 (~R$ 654) Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Reator de Fukushima é fotografado pela 1ª vez desde acidente Vídeo da NASA mostra como foi ver o eclipse solar na ISS 8 lugares estranhos no Google Maps que não podem aparecer no mapa BYD quer comprar maior mineradora de lítio do Brasil As 50 piadas mais engraçadas do Google Assistente Vídeo da SpaceX mostra eclipse solar visto do espaço Veja Mais

Ministério Público pede que TCU obrigue governo a cancelar contratos com Starlink de Musk

tudo celular O Ministério Público junto ao TCU pediu que a corte oriente o governo brasileiro a cancelar os contratos que possui com a Starlink, de Elon Musk. Veja Mais